Petista “arrependido” (ou hesitante) é pior que ex-marido ou ex-mulher

Sem categoria

antipetismo

É preciso muita força moral para manter convicções políticas e ideológicas minoritárias nos dias de hoje e não se vergar na direção que as conjunturas impõem aos ventos da opinião pública, para não desdizer a si mesmo quando a conveniência requer.

A fila diante do altar antipetista cresceu muito. Cristãos-novos chegam todos os dias, aterrorizados com o som das panelas do vizinho de cima ou de baixo ou da parentada e dos “colegas” de trabalho, ou, terror dos terrores, com o som das panelas douradas do patrão.

Algum nível de antipetismo, antilulismo ou antidilmismo há que exibir para não se mostrar “alienado”.

O meio de se desvincular de responsabilidades pelas próprias opiniões é simples, não requer prática ou habilidade: você critica “todosuspuliticu” e tudo bem, ganha um passaporte moral que lhe dá direito a passear em paz por aí sem ser chamado de “ladrão” por ter uma opinião política diferente da da maioria.

Esse tipo de canalhice caracteriza petistas e “petistas” arrependidos (as aspas diferenciam os simpatizantes dos filiados ao PT), dos quais o exemplo máximo, hoje, é Marta Suplicy, quem, com uma desfaçatez de fazer vomitar, desfere críticas ao ex-partido como se jamais tivesse sequer passado perto dele.

Mas o exército dos que ou viraram a casaca ou adotaram a tática do morde e assopra (para não parecerem petistas demais) não para de crescer.

O petista arrependido profere insultos pesados àqueles que apoiava ou com os quais caminhava, dizendo-os, eufemisticamente, “críticas construtivas”, como se fosse admissível engrossar o atual coro dos linchadores sem se tornar um deles.

Esse ser transmudado intelectualmente parece ex-marido ou ex-mulher: não rompe de vez com o ex-cônjuge porque ainda tem algum tipo de laço com ele, mas não perde oportunidade de espicaçá-lo.

O petista arrependido justifica sua mudança de atitude lembrando afagos que fazia a Lula, a Dilma ou ao PT quando os presidentes petistas tinham 60, 70, 80 por cento de popularidade e, então, era fácil defendê-los e/ou elogiá-los.

Ser petista ou “petista” antes da conjuntural “derrocada” do petismo ou do lulismo – fenômeno que os oportunistas enxergam de forma superdimensionada – rendia bons contratos e muitos contatos, prestígio, muitos cliques, curtidas e compartilhamentos.

Hoje, a conjuntura impõe uma situação diferente. Quem não fizer algum nível de profissão de fé no antipetismo, no antilulismo ou no antidilmismo se expõe a ser caracterizado como alheio à “realidade”.

Hoje, virou moda menosprezar os feitos de Lula. A inédita redução da desigualdade, da pobreza e da miséria que promoveu, a possibilidade que deu aos negros e aos pobres em geral de chegarem ao ensino superior, tudo isso se reduziu a dar bens de consumo aos que sempre estiveram alijados do mercado de consumo de massas.

A revolução no combate à corrupção que permite que hoje ninguém esteja acima da lei, virou mero acesso a geladeira ou a celular novos.

De líder político que governou de mãos dadas com o povo, Lula transformou-se em estelionatário que vence eleição pela esquerda e governa pela direita, como se fosse possível a qualquer governante administrar o Brasil só com dogmas esquerdistas.

A realidade imposta pela necessidade de maioria parlamentar para conseguir governar deixa de existir na retórica do petista arrependido ou do esquerdista que prega “revolução” enquanto se lambuza de caviar em seu condomínio-mansão contíguo ao de FHC.

Funciona assim: você se elege e não faz aliança com ninguém. Governa em minoria e, ainda assim, aprova tudo o que quer no Congresso. Como? Essa fórmula o discurso do petista arrependido não dá. Só diz o que há que fazer, não COMO fazer.

Só muda de convicção de acordo com a direção em que sopra o vento aquele que, em verdade, nunca a teve. Quem acredita mesmo no que diz, não muda hoje o que disse ontem, não passa a “enxergar”, do nada, o que jamais enxergou.

Voto em Lula e no PT desde 1989, quando eu tinha 30 anos. Hoje, tenho 56 anos e continuo pensando a política exatamente como pensava há um quarto e pouco de século porque o resultado dos governos do PT foi extremamente favorável a este país.

Dos 13 anos em que o PT está no poder, durante 12 o nível de emprego, a renda e os salários subiram como nunca, a desigualdade, a pobreza e a miséria despencaram como jamais se viu.

O “belo” discurso de ultraesquerda produziu o quê, ao longo dos últimos 500 anos? Sem alianças ao centro, os governos Lula e Dilma teriam conseguido aprovar medidas no Congresso de modo a lograrem tanta melhora no padrão de vida dos brasileiros?

Os governos petistas tiveram um ano de estagnação social contra doze de progresso que nunca se viu no país. E esse ano ruim decorre de quê, basicamente? Não existe sabotagem da economia?

Até se admite que Dilma possa ter esticado demais as desonerações fiscais, fazendo a arrecadação cair e produzindo o déficit fiscal que hoje há que combater. Mas elas foram feitas para preservar emprego e renda.

Reduzir a conta de luz ou os juros, investir montanhas de dinheiro público na economia, fazer o Estado ser indutor do crescimento, tudo isso é governar “pela direita”? Só se for no nariz (para usar um local decente da anatomia) de quem diz tal barbaridade.

Estou muito lúcido em minhas convicções. Debato com qualquer um, na hora em que qualquer um quiser. Mas só debato se o nível do debate for elevado. Não vou me meter em arengas porque elas não levam a lugar algum.

Quem quiser debater meus pontos de vista, faça-o de frente e de forma civilizada e respeitosa que terá em mim um debatedor leal, intelectualmente honesto, porém cheio, lotado de argumentos, o que, muitas vezes, levam o divergente a preferir o insulto.

218 comments

    • Imperfeitos são todos os partidos políticos assim como imperfeitas são todas as instituições humanas porque são feitos e compostos por seres humanos, que são imperfeitos. Entre os imperfeitos, porém, o PT se revelou claramente como o melhor partido político do Brasil.

  • Acredito que não exista “antipetista” esse que dizem “sempre votei no PT, agora….”, “Votei no PT até a Erundina, depois…”, tudo mentira, a maioria que diz isso, normalmente, é Malufista, conheço vários assim.
    Que deixa de ser Petista vai para a esquerda, PSTU, PSOL, etc., quem vai para direita só se aproveitou do partido.

  • Arrazoado exclusivo, condigno de quem,com personalidade autêntica, demonstra com a coerência de atitude, o porquê de sua luta patriótica afim de consolidarmos a Cidadania
    ainda inexistente, não digo na conduta de gente simples, mas acima de tudo na postura dos que se presumem palmatória do mundo. E só entendem de “politica”, como sendo uma lojinha ou um lojão de conveniências, mesmo que a mercadorias e transições sejam de origem desqualficada ou adulteradas.

  • tb acho pior que ex petista ou petista critico demais e ex fumante ou vegetariano novo ou novo cristao uma merda insuportavell quer que a gente engula o pensamento dele, quando converso com pessoas e ela diz eu fui petista , ja mudo de conversa pois sei que vou brigar

  • Grande, companheiro.
    Este post me fez sair da condição de leitor assíduo, para comentar. Desculpa tomar este trecho, por empréstimo: “Voto em Lula e no PT desde 1989, quando eu tinha 30 anos. Hoje, tenho 56 anos e continuo pensando a política exatamente como pensava há um quarto e pouco de século porque o resultado dos governos do PT foi extremamente favorável a este país”. Subscrevo, como o resto do texto. Com uma diferença, na fundação do partido, assinei ficha de filiação, participei dos núcleos e diretórios. Depois me afastei por questão pessoal não por divergência política. Fui cuidar de formação acadêmica, filhos, etc.. não havia mais tempo para reuniões, portas de fábrica, etc… Mas cobro isto de meus filhos. Só pode discutir quem conhece, de perto e por dentro, como é participar de atividades políticas. É o que tenho dito a interlocutores.

      • Também, saio da condição de leitor assíduo para comentar: embora não filiado, estou na luta das ideias, desde 1979!, quando ainda era adolescente, por esse partido que, gostem ou não, nasceu do povo, cresceu pelo povo, e ainda é povo. Não arredarei pé. Partido político, como instituição está sujeito a equívocos, erros estratégicos, sem contar a imensa quantidade de membros que, muitas vezes, por impossibilidade de controle, cometem desvios. Qual instituição nesse país é perfeita? Que atirem a primeira pedra. Mas, o que está acontecendo no país é exatamente o que falou Edu, especialmente em relação a parentes, amigos, escola, trabalho, etc. Quando menos, você tem que fazer média para “não apanhar”. Eu não! Doa a quem doer, mantenho minhas convicções. De todo modo, em muitas situações, somos obrigados a silenciar para não magoar entes queridos. Que é duro engolir a seco, ah, isso é. O cérebro precisa ser poroso, precisamos estar abertos a ideias novas, porém, é importante é manter convicções sólidas,o modo de ver o mundo, traduzindo isso em seu voto!

  • É a tal história: se alguém quiser saber quem são os VERDADEIROS amigos, terá que olhar quem fica a seu lado não nos momentos de bonança, mas sim nas tempestades.
    Tenho, sim, críticas ao PT. Mas sei de que lado estou. Lula, Dilma e o PT são atacados pela direita e sua mídia 24 horas por dia, todos os dias do ano. A direita sabe muito bem o que faz. Do nosso lado, não podemos jogar água no moinho da direita.
    PS.:
    – os golpistas não desistiram e querem depor Dilma e extinguir o PT.
    – Eduardo Cunha provavelmente não será incomodado pela justiça.
    – a direita quer impedir Lula de concorrer em 2018 e, se possível, condená-lo à prisão, sem provas.
    – Sérgio Moro provavelmente será O candidato da elite em 2018.

  • Edu, Edu…
    Posso estar falando besteira e ainda estou em dúvida se vou clicar no “submit comment”…
    Mas fico com a impressão de que você e o Azenha vêm debatendo – trocando uma farpinha ou outra, inclusive – sem citar os respectivos nomes.
    Será viagem minha?
    Pronto, falei. E cliquei!

  • Oi Edu, concordo com teus argumentos, tb vejo assim. Não entendo muito bem as pessoas que ficam em cima do muro, ou que mudam de muro segundo as matérias deturpadas de uma midia hegemonica e repetitiva. Ter vergonha de um governo que pensa em todos nem da pra entender. Esquerda e direita so são diferentes em termos de projeto dentro de um contexto capitalista. Oras, nunca vi nenhum outro partido de base como o PT no Brasil, et se houve desgaste é até normal, o que nunca sera normal é o mundo do oportunismo e das escolhas pensadas segundo seu proprio umbido. O povo lucido entende muito bem e se as vezes se deixa levar não me parece que sejam assim estupidos como alguns gostariam. As manifestações do dia 16 de dezembro de 2015 nos mostraram que bobo mesmo é a rede esgoto, não? Por favor, continue assim, bem lucido e carregando o coração na mão, porque realmente é uma canseira tanta violência gratuita.

  • Os governos do PT tiraram muita gente da pobreza principalmente alterando o parametro de pobreza (como diminuiram os casos de microcefalia, alterando os limites do padrao de circunferencia de cabeças).

    Governou para os pobres, os bancos nunca tiveram tanto lucro como nos governos do PT.

    De esquerda, a Presidente Dilma foi a governante que mais privatizou ativos públicos na história, depois os outros são “entreguistas”…

    O modelo econômico baseado em consumo e não em investimento, exauriu o Brasil e agora estamos começando a pagar a conta. 2014 sem crescimento, 2015 encolhemos 3% e a previsão é de encolhermos mais 3% em 2016.

    Juros, inflação, défcit, estagnação, os indicadores econômicos NUNCA foram tão ruins…

    E ainda colocam a culpa na Lava Jato, que investiga a corrupção enquanto defendem “guerreiros” condenados que cometem a corrupção.

    E vc que votou em Lula cheio de esperança em 2002, se acha que a situação está ruim é comparado a ex-marido…

    Vai entender…

    • De uma coisa eu tenho certeza porque vivi, no governo FHC, a experiência de sobreviver com 70 dólares de salário mínimo. Sobreviver, porque não conheço outro termo para qualificar a vida que tinha. Hoje ganho 880 reais, o que deve ser, para voce, um jantar em restaurante fino de São Paulo, mas deixei de sobreviver. Votei no LULA desde que ele se candidatou, votei na Dilma porque foi indicada pelo LULA, e caso o LULA seja impedido de se candidatar em 18, voto no que LULA indicar.

    • permita-me algumas recordações

      a DILMA foi a que mais privatizou ? ..não foi não ..sequer conseguiu concessionar a contento

      juros – lembra do Loyola presidente do BC na era de THC, o dos 45% aa ?

      inflação – lembra dos 26% de IGPdi em 2022, ultimo ano do “príncipe de Higienópolis” ?

      déficit – há controversas ..THC, mesmo com a CPMF fechava sempre no vermelho e dava pedaladas ..e em quase todos os anos as contas externas estavam ARROMBADAS ..relembre o saldo comercial do camarada em US$ bi:

      95 -3,5
      96 -5,6
      97 -6,8
      98 -6,6

      99 -1,2
      00 -0,7
      01 +2,7
      02 +13,1

      Com THC a carga tributária tb batia em 36% do PIB, assim como era alto o endividamento que não nos livrou do APAGÃO ..o risco país passou de 1,7 mil pontos enquanto que com o PT teve média nem de 200 ..a produção agrícola, de média 84 milhões de toneladas HOJE alcança mais de 205 milhões ano

      quanto a recessão (por imprevidência e incompetência de DILMA) concordo ..assim como a Lava Jato que tem sim, apesar dos erros, cumprido com o riscado (embora ela tenha sim sim responsável por uns 2% a menos no PIB entre 2014/15

      ahh sim, até aqui os números de concentração de renda e de diminuição da pobreza e mortalidade tb melhoraram desde THC ..só não sei daqui pra frente

      sim colega, até aqui NEM DILMA supera THC (embora ela tente)

      abraços

      https://www.youtube.com/watch?v=qZHla4zMze0

  • Se você debate com qualquer um e tem certeza de sua opinião pergunto: 1- porque não reconhece as crises mundiais que aconteceram, asia, Argentina, Rússia etc, que afetaram. e muito, os países emergentes?; 2 – por que o governo e você, acusam a crise internacional por ser um dos motivos, o mais importante, da atual situação do Brasil mas não lembra o período áureo da economia mundial que vai de 2003 ao final de 2008, com as commoditie subindo como um foguete o que alavancou o governo Lula?; 3 – por que vocês estão sempre lembrando que FHC deixou uma inflação de 12% AO ANO E NÃO LEMBRAM QUE A INFLAÇÃO NO ÚLTIMO MÊS ANTES DO REAL FOI DE 47% AO MÊS, QUE ANUALIZADA CHEGARIA A 7000%, e que a inflação diminuiu usando as medidas deixadas por FHC?; 4 – por que, conforme DIZ O LULA NO YOUTUBE, vocês não reconhecem que, depois do fiasco do Fome Zero, o Bolsa Família foi criado da união do Bolsa escola, Vale Gás e Vale alimentação do governo FHC, quando já existiam 5 milhões de famílias assistidas?; 5 – por que você não reconhece que a melhora do salário mínimo só foi possível COM A QUEDA DA INFLAÇAO e que os aumentos reais que alavancaram o salário mínimo começaram com o Real?;6 – por que não reconhece que o maior prejuízo para as classes C.D,E é a inflação, que só passou para um patamar civilizado, depois de DUAS DÉCADAS COM A EFETIVAÇÃO DO REAL?

    • Antes de mais nada, vale salientar que eu nunca torci para que o governo de FHC desse errado. Acho que ele poderia ter sido um grande estadista, mas ele mesmo se sujou. Algo que tinha começado bem com Itamar foi deturpado depois.

      Outra coisa, a crise de agora é menos ruim que as do período FHC. E olhe que no período de FHC não houve sabotagem e nem a maior crise mundial de todos os tempos.

      “1- porque não reconhece as crises mundiais que aconteceram, asia, Argentina, Rússia etc, que afetaram. e muito, os países emergentes?”

      Aquelas crises foram bem menores do que a crise atual, o Brasil poderia ter passado por estas crises sem sentir impacto algum, era só não ter secado as reservas cambiais e ter mantido a dívida pública na faixa 60-70% para a bruta em relação ao PIB e 30-40% para a líquida em relação ao PIB. FHC também seguiu a cartilha do consenso de Washington à risca, privatizando empresas estratégicas, ainda mais com muita corrupção.

      ” 2 – por que o governo e você, acusam a crise internacional por ser um dos motivos, o mais importante, da atual situação do Brasil mas não lembra o período áureo da economia mundial que vai de 2003 ao final de 2008, com as commoditie subindo como um foguete o que alavancou o governo Lula?”

      “É lógico que o preço das commodities ajudou, porém no período FHC não havia a super crise de agora, que também era um bom fator para seu governos. Se não tivesse feito o que eu disse anteriormente, ele teria passado pelas crise de forma tranquila. Além do mais, o importante não é apenas o PIB crescer, mas sim distribui-lo. Foi o que o governo Lula e Dilma fizeram. É preferível que o PIB cresça menos e se distribua mais do que o PIB crescer mais e se distribuir menos. No governo Lula tivemos grande crescimento e grande distribuição.”

      “3 – por que vocês estão sempre lembrando que FHC deixou uma inflação de 12% AO ANO E NÃO LEMBRAM QUE A INFLAÇÃO NO ÚLTIMO MÊS ANTES DO REAL FOI DE 47% AO MÊS, QUE ANUALIZADA CHEGARIA A 7000%, e que a inflação diminuiu usando as medidas deixadas por FHC?”

      Não tiro o mérito dele como ministro da fazenda de Itamar, que por sinal, foi um bom presidente. Como eu disse, FHC poderia ter sido um bom estadista, mas preferiu seguir o neoliberalismo à risca. Bastava ter feito o controle inflacionário sem ter ingressado na privataria.

      “4 – por que, conforme DIZ O LULA NO YOUTUBE, vocês não reconhecem que, depois do fiasco do Fome Zero, o Bolsa Família foi criado da união do Bolsa escola, Vale Gás e Vale alimentação do governo FHC, quando já existiam 5 milhões de famílias assistidas?”

      O Bolsa Família foi muito mais do que a junção de dois programas meramente assistencialistas feito às pressas e sem alguma estruturação. Foi um programa muito mais elaborado, com melhores controles e com a intenção de ser muito mais abrangente e de trazer reais resultados. Ele foi criado como uma política de segurança alimentar, social e econômica, com a finalidade efetiva de acabar com a extrema pobreza e fazer girar a economia.

      “5 – por que você não reconhece que a melhora do salário mínimo só foi possível COM A QUEDA DA INFLAÇAO e que os aumentos reais que alavancaram o salário mínimo começaram com o Real?”

      Concordo que a queda da inflação ajuda, mas só isso não era necessário, tem que haver políticas de Estado voltadas para isso, que deem melhores aumentos, gere emprego, valorize a profissão, eduque, investimentos em infraestrutura, estímulos ao consumo, investimento público e privado, redução do rentismo. O PT fez tudo isto. Chegou ao ideal? Ainda não, mas a partir do PT é que começamos de fato. Estamos tendo dificulades agora? Sim, mas muito pela crise que tem como base uma sabotagem da direita.

      “6 – por que não reconhece que o maior prejuízo para as classes C.D,E é a inflação, que só passou para um patamar civilizado, depois de DUAS DÉCADAS COM A EFETIVAÇÃO DO REAL?”

      A inflação atrapalha, mas não é o crucial, o crucial eu falei antes.

      Bem, eu vi que vc tem debatido conosco de forma adequada e civilizada. Até elogiou o texto de Edu, acho que foi vc que disse em postagem anterior a esta que Edu fez um belo texto. Acho legal isto, sermos divergentes, mas sabermos opinar sem agredir. Vc não é obrigado a aceitar minha opinião, mas deve respeitar meu direito, e eu devo respeitar o seu também.

  • Adorei o texto e, desculpando-me, compartilhei no face e mais um monte de e-mail´s, sem pedir autorização.

    Parabéns Edu. É o que penso também.

    Abraço.

  • O PT está pagando pelos seus erros! Quando penso que Cristovam Buarque,Marta Suplicy,Marina Silva, Datena, Paulo Paim,Delcidio Amaral, Francisco Weffort, etc etc foram,ou são,do PT….ou fui muito otário, ou eles me enganaram muito bem, pois com certeza eles nunca mudaram, eu é que me enganei.

  • Mais ex-petistas: Eduardo Jorge, Chico de Oliveira, Hélio Bicudo, Ferreira Gullar, Heloisa Helena, Sonia Francine etc etc como pôde???

  • Edu, essa é uma guerra complicada em que nem sempre dá pra bater de frente. Começo pela opção de manter o anonimato, como você evidentemente já percebeu.

    Dou um exemplo hipotético: o que fazer se o seu patrão (ou cliente importante) é um paneleiro furioso? Dá pra sacrificar o emprego ou negócio por causa de divergências políticas? Pra quê? Pro patrão (ou cliente) te mandar às favas e resolver investir no concorrente, que ainda por cima é um paneleiro também???

    Você se prejudica, seu concorrente de direita toma seu emprego/negócio, e o patrão fica feliz com a sensação de dever cívico cumprido. Adiantou alguma coisa? A direita faz um golaço, e você sai derrotado e prejudicado. E ainda vai ouvir da família: Tá vendo, quem mandou ser de esquerda? Tá satisfeito agora???

    Mais que isso, só pulando da janela do vigésimo andar.

    Não, Edu. Este é um jogo de sombras. Em todas as guerras existem submarinos, aviões stealth e snipers. Mesmo na antiguidade já havia recursos furtivos ainda usados hoje como espiões, criptografia e camuflagem.

    Não é à toa.

    Estamos vivendo um momento de radicalização da direita, que já atingiu em cheio o grau de fascismo. Se expor é realmente perigoso, especialmente no plano profissional, em que a crise já está fazendo enormes estragos no mercado de trabalho e nos negócios em geral.

    Qual a solução então, aliar-se à direita? Bater no PT pra se manter vivo?

    Não. Mas vai depender do interlocutor.

    Paneleiros furiosos são casos perdidos. O nível de radicalização cega e furiosa é tamanho que não há civilidade nem pensamento racional, muito menos condição de diálogo. É evitar na medida do possível. Se por acaso o infeliz for o seu patrão e ele começar a vomitar asneiras, arrume uma desculpa (a do banheiro é infalível) e corra pra lá. Na volta, arrume alguma tarefa. Mas independente de ele ser ou não o patrão, chefe, ou outra pessoa importante, o confronto é sempre inútil. Vai fazer o quê, enfiar uma bala no cara? Não, né? Então deixa pra lá.

    Se o doido far alguém do Facebook, não discuta. Bloqueie. Mais rápido e efetivo, e muito menos sofrido.

    Em seguida há os intermediários. Difíceis de avaliar. Dá pra conversar mas sempre com muito tato. Eles podem estar sob influência de algum patrão paneleiro, por exemplo, então todo cuidado é pouco. Mas também podem ser alguém de esquerda, também com medo de se expor. Só sei que uma coisa é certa, pelo menos no Sudeste é muito raro alguém ser de esquerda. Em geral são pessoas meio perdidas, uns direitistas com alguma alma no coração (sim, isso existe!), mas que devido ao PIG ficam com umas ideias ruins na cabeça.

    Dá pra lidar com essas pessoas usando uma certa habilidade, e neste ponto, informação é essencial. O PT derrubou as ações da Petrobras? Então, por que as ações das petros no mundo todo caíram? Será que a queda recorde do valor do barril não tem algo a ver? O que você acha das petroleiras de xisto dos EUA estarem com dívidas em média 5 vezes maiores que seus EBITDAs? Isso é normal?

    O que dizer da Vale? Por que será que de 2008 pra cá, desvalorizou igual à Petrobras? Seria algo associado à baixa mundial dos valores das commodities? Qual o grande “case” da Vale? Alguma siderúrgica? Alguma inovação em produção e logística? Ou apenas Mariana?

    E continuo. Privatizar é a solução mesmo? Quem disse que o CEO, que recebe bônus anuais, tá dando a mínima pro futuro daqui a 3 ou 4 anos? Em 3 ou 4 anos já mudou de empresa! Qual a garantia que uma empresa privada não vai sofrer com corrupção, em que os acionistas são os maiores lesados? Do jeito que é a justiça no Brasil no trato com os ricos, que medo esses caras têm de meter a mão?

    Bom, podia me estender MUITO mais, mas já abusei da paciência dos leitores…

    Uma guerra se ganha palmo a palmo, mas longe da linha de tiro do inimigo. Cair morto não vai ajudar a ganhar a guerra, porque a munição do inimigo não tem fim.

  • Ola, Edu! Traduzes muitos neste texto! Acho que muitos de nós, petistas, sem aspas ou prefixos, andam de saco cheio, com a nova e casta esquerda ,q tudo sabe tudo,critica, contribui zero, seja em motivação da militância(coisa q tão bem fazes aqui ), ou militando p/que ñ desapareçam as conquistas, que virou”cult” minimizar, transformar em “esmola” de governo de direita…
    Nem um congresso comandado p/entidade de direita de verdade, aprovando pautas de direita de verdade acorda essas” virginais cinderelas”…
    Ñ bastasse ñ estarem a fim de barrar o retrocesso, resolvem,vender o maior líder, e motivador da militância, Lula, como
    engodo eleitoral… Por que ñ se calam?

  • Concordo e assino embaixo. E digo mais: É dever de todo militante progressista fazer o debate nesse momento em que as ideias conservadoras e fascistas parecem (apenas parecem) ser hegemônicas. Calar-se por medo ou oportunismo é tornar-se cúmplice da onda fascista.
    Segue a luta companheiros.

  • A inauguração da Via Mangue em Recife recebeu muitos elogios da população. Mas tivemos criticas e até quem disse-se que o projeto foi de FHC. Por certo por “petistas” arrependidos.

  • Prezado Eduardo:

    “O petista arrependido justifica sua mudança de atitude lembrando afagos que fazia a Lula, a Dilma ou ao PT quando os presidentes petistas tinham 60, 70, 80 por cento de popularidade e, então, era fácil defendê-los e/ou elogiá-los.

    Ser petista ou “petista” antes da conjuntural “derrocada” do petismo ou do lulismo – fenômeno que os oportunistas enxergam de forma superdimensionada – rendia bons contratos e muitos contatos, prestígio, muitos cliques, curtidas e compartilhamentos.

    Hoje, a conjuntura impõe uma situação diferente. Quem não fizer algum nível de profissão de fé no antipetismo, no antilulismo ou no antidilmismo se expõe a ser caracterizado como alheio à “realidade”.

    Veja se este verso de Soares da Cunha não é o retrato fiel da infidelidade desses oportunistas que se dizem petista arrependidos?
    OBS: Soares da Cunha- poeta mineiro.

  • Edu, boa tarde!
    Também votei no Lula e em vários outros do PT e não me arrependo!
    Com os problemas construídos por essa direita golpista me politizei mais e hoje também não encontro um midiota para debater normalmente o momento atual. Infelizmente, a maioria não lembram em quem votou e não estão nem aí em quem vão votar. A memória é tão curta que pessoas que tem + ou – nossa idade esqueceu o que o FHC representou de ruim para a maioria e o que Lula representou e representa para estes mesmos. Sou muito grato ao Lula e vendo a entrevista de ontem mais ainda. Não sou petista mas sou Lulista e Dilmista, dois grandes brasileiros.

  • Prezado Eduardo:

    “O petista arrependido justifica sua mudança de atitude lembrando afagos que fazia a Lula, a Dilma ou ao PT quando os presidentes petistas tinham 60, 70, 80 por cento de popularidade e, então, era fácil defendê-los e/ou elogiá-los.

    Ser petista ou “petista” antes da conjuntural “derrocada” do petismo ou do lulismo – fenômeno que os oportunistas enxergam de forma superdimensionada – rendia bons contratos e muitos contatos, prestígio, muitos cliques, curtidas e compartilhamentos.

    Hoje, a conjuntura impõe uma situação diferente. Quem não fizer algum nível de profissão de fé no antipetismo, no antilulismo ou no antidilmismo se expõe a ser caracterizado como alheio à “realidade”.

    Veja se este verso de Soares da Cunha não é o retrato fiel da infidelidade desses oportunistas que se dizem petista arrependidos?
    OBS: Soares da Cunha- poeta mineiro.

    “Amigos são todos eles
    Como aves de arribação.
    Se faz bom tempo eles vêm
    Se faz mau tempo eles vão”

  • Ótimo texto. Considero-me possivelmente radical. Já rompi relacionamentos dos ditos amigos por minha posição política. quando troco e-mail e recebo textos idiotas, a principio tento dialogar, envio textos de jornalistas brilhantes, oriento a ler, etc. Chega um ponto que digo, não me envie mais e-mail. Em qualquer lugar que vou e que surge o assunto política, me defino e defendo a Dilma e o Lula. Não concordo com tudo que eles fazem, principalmente manterem essa porcaria desse zé das couves e essa katia abreu. O tal mercadante já devia estar bem longe do PT e outras políticas, mas sou petista de carteirinha. Também aprecio o PCdoB. Com exceção de meus dois filhos e a nora, todos os meus familiares são fascistas e católicos apostólicos. Nada contra o catolicismo, apenas não combina com os discursos do Papa Francisco. Corto literalmente com todo candidato que tenha deixado o PT. Infelizmente, votei no molon, porque defendeu o marco da internete. É preciso defender uma ideia, ser leal, fora disso é traição.

      • Texto impecável. Só gostaria de aduzir que nenhum governo que o do PT conseguiu acumular US$ 373 bilhões em reservas cambiais, que, infelizmente, estão sendo dilapidadas com as muito suspeitas “swaps” cambiais, que, segundo escreveu o ex-presidente do BACEN Edmar Bacha,delas já subtraíram US$ 113 bilhões, sem impedir que a taxa do dólar pulasse de R$ 2,60 para R$ 4,00, em 2015, quando o ideal, segundo o ex-ministro Bresser Pereira, seriam R$ 3,50. Ainda há tempo de usar algo em torno de US$ 100 bilhões, como se fossem empréstimos do Banco Mundial ou de consórcios de empréstimos (“Syndicated Loans”) do tempo do regime militar, para financiar grandes projetos. Os de agora seriam, no meu modesto entender, seriam: recuperação de rios, mananciais e florestas, água e esgoto, energias renováveis, conclusão das obras das ferrovias Norte-Sul e Oeste Leste e de transposição das águas do Rio São Francisco e muitos outros para que nossa infraestrutura ajude a tornar nossos produtos competitivos ou mais competitivos. Mais US$ 50 bilhões para a Petrobras, porque vender ativos e poços de petróleo logo agora que estão no fundo do poço. Para evitar o risco cambial, a taxa do dólar seria a mesma do dia da utilização dos recursos e do dia do pagamento. A quem interessar possa, coloco-me à disposição para explicar o assunto mais detalhadamente: “[email protected]”.

    • Olá Dilma Coelho, gostei muito do seu comentário. Aqui n Rio tive duas grandes decepções: Chico Alencar e Molon. Saídos dos movimentos de base da Igreja Católica, ala progressista, podendo ser, o homem novo na política me decepcionaram. Primeiro Chico, que me disse pessoalmente na época, num ciclo de palestra sobre a crise do mensalão,na Universidade Cândido Mendes, que não deixaria o PT. Porém o deixou uma semana depois. Não disse só a mim, éramos um grupo de leitores amigos. Chegou até chorar dizendo que iria até o fim com o PT. Foi para o raivoso Psol. O Molon foi decepção de cortar o coração. Além de ser convidado sempre a participar dos movementos de Fé e Política, traiu indo para tal Rede. Não consigo encaixar esses dois, nos seguimentos e ensinamentos de Cristo e na catequese do Papa Francisco. Estão mais para Edir Macedo e Malafaia.

  • Caro Edu,
    penso exatamente como você.
    Há quase 30 anos ajudei a fundar o PT aqui na minha cidade. Comemos o pão que o diabo amassou nas campanhas (imagine o curral eleitoral no interior, cidade pequena…). Nunca pensei, nem penso, em deixar o PT. Para mim, não há ex-petista: há os que buscam um espaço para expandir suas próprias convicções e, por não amadurecerem, estagnados, saltam fora quando suas convicções são postas em xeque.
    Tenho orgulho de ser petista!
    Grande abraço.

  • Olá Edu, não sou anti petista, votei desde quando o PT foi criado até as últimas eleições continuarei votando, pois não vejo alternativa melhor, mas me desculpe: “A revolução no combate à corrupção que permite que hoje ninguém esteja acima da lei, virou mero acesso a geladeira ou a celular novos”, na verdade hoje o PSDB e quem se aliar a ele está acima da lei, até Processos são guardados em gaveta errada e nada acontece, aliás se aparecer numa foto em uma festa Junina ao lado de Lula é a “Crônica de uma Lava Jato anunciada no lombo do pobre diabo”. O Governo continua sem comunicação com a população, sempre dependente só de Lula. A divida interna já esta quase batendo em três trilhões de reais tirando dinheiro de investimentos produtivos e por ai vai. Infelizmente não tem alternativa no momento, hoje li no UOL Cristovam Buarque criticando o PT mas vai se aliar a Roberto Freire, vá ser sem vergonha assim no raio que o parta…

  • Excelente texto! Diz quase exatamente o que penso. Eu só trocaria”convicção” por “razão”. Não abandono a racionalidade por esses motivos todos apresentados no texto. Parabéns e obrigado por apresentar tão bem essas ideias.

  • Olá, Edu

    Petista arrependido não existe, pois, o petista nunca se arrepende de ser petista!!!

    Qualquer um que se diz petista arrependido me faz lembrar de um indivíduo que dizia em meados dos anos 80: “Deixem de ser idiotas!!! O PT nunca será governo e Lula nunca será presidente do Brasil!!!”

    Mas , quando dizíamos e se um dia o PT chegar lá e Lula for presidente do Brasil?!
    O que você vai fazer?

    Ele dizia: ” Ai, serei PT e serei Lula desde criancinha!!! O que importa é estar no PODER!!!!!

    Viva o PT!!! Viva Lula!!! Viva Dilma!!!!
    Viva o Brasil!!! Viva o Povo Brasileiro!!!!

  • Ainda sinto por alguns amigos e colegas que eram simpatizantes do PT, como ainda sou, “largarem o barco” por conveniência e se deixarem manipular pelos grandes veículos de comunicação que com seus “colonistas” são verdadeiros propagadores de ódio, raiva e violência.
    Trabalho numa escola de Idiomas onde sou a minoria e o debate político com pessoas desinformadas e insufladas por tais veículos é praticamente impossível.
    Ainda acredito que o único jeito de consertar isso é com a aplicação da lei de imprensa prevista em nossa constituição.

  • Edu é bem isso, já evito falar com pessoas que só repetem a mesma ladainha é culpa da Dilma, o PT e corrupto, Lula nunca Trabalhou, o filho do Lula é dono da Friboi e da Oi, acho que nada vai acrescentar, portanto evito até o contado, posso estar me tornado chato, porque não aguento ouvir os “arjumentos” citados acima e ficar calado, brigo mesmo.
    nota e ARJUMENTOS mesmo.

  • Grande Edu. Concordo em gênero número e grau. Mas peço licença para acrescentar mais um tipo insuportável: o fanático, aquele que não vê defeito no partido e para quem, qualquer crítica, por mais bem fundamentada que seja, é uma blasfêmia. Tenho alguns amigos assim e por eu tecer algumas críticas, principalmente à falta de reação diante do ataque sistemático que o partido e seus membros sofrem, diariamente, sou considerado assim como um “ex-petista”. Haja paciência.

  • Eu já me afastei do PT por uns tempos, a ponto de nem votar na Dilma em sua primeira eleição. Houve dois motivos importantes para isto: eu só dispunha de acesso ao jornalismo que impera no Brasil e o outro motivo foi discordar do mensalão.
    A partir do momento em que eu fui apresentado aos “blogueiros sujos”, finalmente pude ir retomando pé da situação.
    Muita gente pode estar ainda prisioneiro das midias tradicionais e sem saber que há alternativas para elas. Mesmo internacionalmente, em língua inglesa, por exemplo, é difícil obter informações confiáveis sobre o mundo e sobre o Brasil.
    Então, este trabalho incansável de formiguinha de cada um que não se deixa enganar pelo Jornal Nacional, pela Veja, pela Folha de São Paulo etc, serve para resgatar quem está se sentindo sem ter algo em que acreditar, mas que não deseja que o entreguismo e a ditadura sejam impostos novamente ao nosso povo.

  • Cuidado com ex: socialista, comunista, petista.
    Exemplos:
    Carlos Lacerda – ex-comunista: Golpista, figura de proa da direita nos anos 1950/1960;
    Fernando Henrique Cardoso: ex- o que mesmo?, Virou Neoliberal, privateiro, golpista;
    Zé Serra: ex-…….ah presidente a UNE. Virou privateiro, neoliberal;
    Aloysio Nunes: ex-esquerdista. Neoliberal, propineiro, privateiro, golpista;;
    Marina Silva: a ex- petista e ex-´seringueira que virou falastrona e musa da direita;
    Hélio Bicudo: ex-petista ressentido, virou golpista;
    Marta Suplicy – ex-petista, atual peemedebista aliada de Eduardo Cunha.
    e assim sucessivamente…

  • Êita!!! O Eduardo Guimarães está reenergizado nesse texto. Parece que foi carga extra recebida na última entrevista com Lula.

    Muito bons argumentos, Eduardo.

    E vamos em frente porque essa caravana do chororô não mudará o discurso enquanto for chique entrar na onda do achincalhe sem consequências. Por exemplo: quando tirava fotos abraçado a petistas em geral esse calhorda do João Dória tinha coragem de ofender Lula como fez nesta semana? Ou seja, um oportunista barato; e vazio.

    Desde 2013 que a mídia nacional enxovalha o governo e o PT nos mais altos níveis de hipocrisia e mentiras odiosas, que só levaram à diminuição do ritmo da economia brasileira, e tanto martelaram que conseguiram, não apenas com as próprias leviandades, mas com uma ajuda excepcional do capitalismo internacional e as ações dos Estados Unidos para abater os preços do petróleo, por exemplo. E é o PT e o governo o único responsável pela desaquecimento da economia?

    Quem não sabe analisar contextualizando fatos e ações políticas, aqui e no exterior, não entenderá jamais o que estamos passando hoje no Brasil e nas Nações que ousaram enfrentar o capitalismo selvagem.

  • Caro Eduardo.
    Mais um belíssimo texto. Há no cerne do seu texto, tópicos que copiei e
    usarei nos momentos certos, claro, com o devido crédito como é do meu feitio.
    Por exemplo;

    “Só muda de convicção de acordo com a direção em que sopra o vento aquele que, em verdade, nunca a teve. Quem acredita mesmo no que diz, não muda hoje o que disse ontem, não passa a “enxergar”, do nada, o que jamais enxergou.” Didático.

    Gravei tudo e reproduzirei quando e onde houver necessidade num embate próprio.
    Tenho sido petista em todo lugar ou local onde houver quem esteja civilizadamente
    debatendo. Não é possível e é, de certo modo, perigoso, discutir com raivosos.
    Quem é PTista verdadeiro não se esconde, pode até ficar calado quando no meio de fascistas,
    pelo risco que corre.
    Se ainda não encontrar seu texto no Facebook, a seguir esse momento, o publicarei.

  • SE VOCÊ REPETE O DISCURSO HEGEMÔNICO DA IMPRENSA, VOCÊ É UM MIDIOTA!
    ***
    Um ótimo texto para você entender o que está acontecendo, de fato.
    ***
    Nas entrelinhas da imprensa

    por Luciano Martins Costa

    Você assiste ao Jornal Nacional e se impressiona com as caras e bocas dos apresentadores quando falam da economia brasileira? Fica assombrado com as manchetes catastrofistas dos principais diários do País? Repete por aí o que dizem os comentaristas das emissoras de maior audiência? Acha realmente que o Brasil foi para o ralo, e que a causa é o modelo econômico que desperdiça recursos com programas sociais?

    Esses são sintomas muito claros de midiotice, que impede de ver distorções entre a realidade e o retrato pintado pela mídia hegemônica.

    Por exemplo, você entendeu o que significou a manutenção da taxa oficial de juro, quando todos os especialistas apostavam num novo aumento de 0,5 ponto porcentual?

    Nem se pergunta o que os especialistas vão fazer com as apostas que deram errado?

    Bem, o autêntico midiota realmente não se propõe esses questionamentos e absorve como verdadeiro tudo que encontra no chamado ecossistema da imprensa tradicional.

    Mas, não seria o caso de fazer uma pequena reflexão? Por exemplo, se o Brasil realmente está no fundo do poço, por que você precisa esperar uma hora ou mais para conseguir uma mesa naquele restaurante?

    Vou dar aqui uma lista de livros interessantes que ajudam a entender de que lado está a mídia tradicional: A Armadilha da Globalização, de Hans-Peter Martin e Harald Schumann, O Horror Econômico, de Viviane Forrester, A Economia da Desigualdade, de Thomas Piketti.

    O que você vai concluir dessas leituras: uma aliança tácita entre o poder econômico e a imprensa dá corpo e voz ao discurso da unanimidade contrária a qualquer tentativa de esclarecimento das muitas e profundas contradições do sistema financeiro mundial.

    Se fica difícil ler até o fim um livro que ameaça tirar você dessa condição, vá ao cinema. Está em cartaz o filme A Grande Aposta, baseado no livro do ex-corretor de valores Michael Lewis, que escreve para a agência Bloomberg News. Ali está desenhada, de forma didática, a origem da crise que o Brasil enfrenta. Você vai entender como aconteceu a crise financeira de 2008 e de como ainda pagamos os prejuízos causados pela grande fraude de Wall Street.

    Mark Spitznagel, que na ocasião ganhou um bilhão de dólares ao apostar contra as especulações com a securitização de financiamentos imobiliários, vem anunciando uma nova quebra no mercado mundial de ações. Boletins de analistas americanos, como os da Newsmax Finance, alertam que grandes fundos de investimento estão com excesso de liquidez e que o sistema produziu uma gigantesca bolha, como a que explodiu em setembro de 2008.

    Eles precisam encontrar ativos mais sólidos para aplicar seu dinheiro virtual. Não é difícil adivinhar quanto interesse teriam em governos favoráveis a uma massiva privatização de bens públicos, certo?

    Quando você acha que vai ler isso na imprensa hegemônica ou ouvir um comentário daquele seu colunista tão apreciado?

    O que isso tem a ver com o noticiário demonizando o governo, a política econômica brasileira e pregando a conveniência de entregar o País aos caprichos do mercado?

    Você repete o discurso hegemônico da imprensa. Você é um midiota.

    Então, por que ficar macaqueando que o Brasil foi à falência por culpa dos políticos se, no final, é você quem vai pagar a conta?

    Para ler: “George Soros alerta para novo crash”, em Business Insider.

    *Jornalista, mestre em Comunicação, com formação em gestão de qualidade e liderança e especialização em sustentabilidade. Autor dos livros “O Mal-Estar na Globalização”,”Satie”, “As Razões do Lobo”, “Escrever com Criatividade”, “O Diabo na Mídia” e “Histórias sem Salvaguardas”

  • Sou metalúrgico e Petista por convicção. Vi o PT nascer, crescer e transformar a vida de milhões de brasileiros. Tenho que defende-lo até por uma questão de coerência. Aceito debate, agressões não. Toda dissidência tem uma carga muito grande de ódio, de magoa. Exemplos? PSTU, PSOL, Marta, Marina e outros tantos. Importante é nos mantermos fiéis as nossas origens e convicções.

  • quem lendo esse texto não conhecendo o PT¨até acredita e concorda, mas não é esse partido ideal e a favor do povo trabalhador como induz o petista de argumento sólidos. O PT meteu a mão no sagrado dinheiro publico que a tempos atrás todos no partido concordavam que era caso para a inquisição partidária sem clemencia, hoje não é só o erro de Dilma nas desonerações, tem o André vargas se lambuzando e ninguém no partido desconfiou, tem o delubio condenado que se lambuzou com caixa dois e ninguém desconfiou, do vacari ainda esta em curso vamos dar o direito a duvida de ele ser inocente, o paulo cunha condenado por erros menos grave e ninguém desconfiou ….. haaaaaaaa EDU não é o caso de ser antipetista ou ex é que o partido não tem o direito de trair seus militantes honestos.

    e ainda pior que ex petista é por conveniência regional do zeca do PT deixar o Delcidio ( PSDB ) virar figura dentro do partido e ser promovido a líder do governo do PT no senado e depois ser o PRIMEIRO SENADOR PRESO EM PLENO MANDATO MAS AGORA ESSE TITULO VAI COMO SENADOR DO ptttttttt.

    E AINDA QUERO VER A MARTA DE VOLTA NO pt¨, VAZ TER QUE COMENTAR SUA REINCLUSÃO,

    já vi vereador do PT ir para o PR provavelmente por ideologia semelhante e exdeputado federal do PT ir para o PP deve ser também por ideologia aproximada, O pt mudou e se igualou aos partidos podres do pais.

    TANTO É QUE O QUE JUSTIFICA FALAR MAL DO PSDB PELOS QUATROS CANTOS E O TEU PARTIDO ESTA COLIGADO COM O PSDB EM VÁRIOS MUNICÍPIOS PAIS AFORA DEVE SER POR CONVENIÊNCIA REGIONAL.

    E AI ESTA O MOTIVO DO ATESTADO DE ÓBITO DO PT QUE VAI SER ASSINADO NAS URNAS, CONVENIÊNCIA ACIMA DA IDEOLOGIA QUE O FUNDOU.

    TUDO TEM LIMITES, ATÉ PRA GOVERNAR E TEU PARTIDO ULTRAPASSOU TODOS EM TERMOS DE VERGONHA NA CARA.

  • A Marta “relaxa e goza” já pode adicionar mais um verbete ao seu nome: golpista! Essa sem vergonha ingrata, que tudo na política deve ao PT, diz que votará a favor do impeachment caso este chegue ao Senado. É deprimente ver a falta de caráter de pessoas que ainda por cima são ingratas, ou ela acha mesmo que teria conseguido o que conseguiu na política filiada ao “probo” PMDB de agora? Tomara que pague caro e que nunca mais seja eleita nem para presidente da associação dos moradores do bairro dos Jardins!

  • Eles não eram petistas, na verdade se aproveitavam malandramente da imagem de como era conhecido o PT,o Partido da Ética.
    Agora depois de mais de 12 anos sofrendo bombardeios e manipulações da Mídia, tanto que este Blog, os “Sem Mídia” foi criado justamente diante do grande absurdo que era a falta de contraponto.
    Narcisisticamente “esses” petistas frouxos pulam pro outro lado, não é por ideologia é pela imagem.
    Na volta do barco quando sentirem o grande engôdo, vão querer voltar.

  • Não existe ex-petista, pois petista nessa hora é que se mostra, mesmo que ex., solidariamente.
    Resto fora, os dispensáveis de ocasião, os que não fedem, os que não transpiram.

  • Pois é companheiro eu passei por uma situação dessa, numa reunião de mesa de bar, com alguns dos meus primos, um dos quais perdeu as estribeiras e queria partir pras vias de fato, não alcançando o intento porque a turma do deixa disso, apartou. Mas mantive minhas opiniões e não recuo. Admiti que Dilma de fato errou ao vencer as eleições com um programa de governo e praticar outro depois de eleita. Isso eu não defendo porque acho indefensável, mas deixei claro que jamais vou aceitar a narrativa que querem impor de que o PT é o partido mais corrupto da República e Dilma uma mulher desonesta.

    Observo que às vezes falta coragem de remar contra maré. Outro dia estava numa fila da lotérica para pagamento de boletos e dois senhores de idade metendo o pau no PT, avacalhando o partido e as pessoas em silêncio. Quando a conversa veio em minha direção fui claro ao dizer que não havia nesse país um partido mais honesto do que o PT e que toda essa roubalheira só foi descoberta pelos instrumentos criados pelos governos do partido. O clima esquentou. Mais ainda quando disse que se Lula fosse preso e se candidatasse a presidente de dentro da prisão votaria nele porque não há nenhum político mais ético do que ele. Podia juntar a cambada do PSDB toda que não dava meio Lula. Aí foi uma divisão geral, gente contra e a favor, as pessoas se manifestaram.

  • Parabéns Eduardo, ontem fiquei triste ao ler num blog progressista a seguinte frase: “Um pêndulo que, apesar de hipnotizar alguns blogueiros, se move de forma oportunista”. Não entendi…

    • Roberto,
      Eu acho que entendo esse tipo de ponto de vista. Muita, mas muuuita gente, tem certeza absoluta que o presidente da república tem um poder infinitamente maior do que realmente tem.
      Acreditam que todos os problemas podem ser resolvidos em simples canetadas.
      Lei das mídias? só uma caneta
      Para de pagar juros? outra canetada, simples
      Subir 5.000% o salário mínimo da noite pro dia? Outra canetadinha, simplona, e pronto… o dinheiro surge como que mágica

      Para grande maioria das pessoas todos os problemas são responsabilidade única do executivo federal. Algumas coisinhas como asfalto, preço do ônibus são responsabilidade do prefeito. “Legislativo, governadores? esquece, não servem pra nada”

    • o azenha falou aquilo por causa da disparidade entre a campanha e o primeiro ano do 2o. mandato da dilma.

      mas também pelo posicionamento do lula quando falava ao empresariado, durante seu mandato.

      já se dizia social-democrata, o que não é nenhum demérito, mas isso não significa ser de esquerda.

      pelo menos, não no sentido que o próprio lula deu ao termo, ainda em 2006:

      http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:ELSUv-jNIh4J:www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u87635.shtml+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

  • Tem hora que é assim, chega o amigo já falando:
    Lula é o mais rico do Brasil,depois vem os filhos dele,
    a Petrobrás vai fechar,
    Nunca se roubou tanto,
    para o lula foi fácil, ele recebeu o pais “arrumadinho” do fegacê,
    O Genoino está preso porque é ladrão de carteirinha e o Dirceu deveria ser enforcado,
    O netinho da Dilma deveria ter nascido no SUS, e blá blá.
    ……
    Ao que eu logo respondo:
    Rapaz, se percebe que voce é muito bem informado! Tenho certeza que voce lê estadinho e folha diariamente, não perde nenhum jornal da globobo e no final de semana só sai da portaria do prédio quando chega o seu exemplar da óia.

  • Um monte de gente com discurso agressivo adora começar frases com “votei no PT” ou “votei no Lula, mas…” ou “sempre votei no PT” (muitas vezes, não acredito). Só não ouço quem inicie comentário com “votei no Collor”, pelo visto, foi o caso do presidente eleito de forma direta sem nenhum eleitor.

  • O PT é o único partido que ao chegar ao poder diminuiu a desigualdade social.

    Emprego, escola, médicos, moradia, luz, agricultura familiar, soberania nacional, valorização do salário mínimo.

    Ainda que o PT caísse para a 4ª divisão eu permaneceria fiel a ele.

  • Prezado Eduardo, tenho enorme admiração pela sua postura como cidadão, que luta por um país melhor. Acompanhei a sua entrevista ao Lula e vejo que o nosso ex Presidente sabe quem você é, e lhe tem na mais alta estima.
    Em relação aos que abandonam o PT, saibam que são despolitizados e acovardados, pois esse foi o único projeto que, bem ou mal mudou a face do Brasil. O que eles querem é a volta do tempo em essa nação e seu povo eram saqueados.

  • O PT tem mil defeitos, tem mesmo, mas ainda assim é O partido.
    Temos divergências internas e externas, assim como em todos os segmentos da sociedade, ora, se temos diferenças até dentro de uma família, imagina se não teríamos dentro um partido que é composto de milhões de pessoas imperfeitas e comuns.

    Mas os que são Petistas de verdade, ah esses sabem o que é lutar contra uma porrada injustiças e sacanagens, mas estamos aí na guerra. Se fôssemos fracos, já teríamos desaparecidos, pois a nossa luta é contra poderosos e ignorantes e a desproporção nessa batalha é enorme e só encara toquem é Petista de verdade.

    Mas também, temos como referência nada mais, nada menos que o Lula.
    Essa semana, foi só o Lula resolver dá uma entrevista, para causar todo esse auê…
    O poder de comunicação do Lula é realmente incomum, abriu a boca e logo fodeu um coxinha falastrão, que pretendia ser prefeito. kkkk

    Abração, Edu!

    http://institutolula.org/lula-interpela-na-justica-joao-doria-jr

  • Parabéns! No porta mala do meu carro na parte de cima coloquei um monte de “echarpes”, lenços e panos vermelhos. Ao bom entendedor meia palavra basta. Sou simpatizante do PT hà muito e muito tempo. Jamais me arrependi. Belo texto Eduardo!

      • Ilmo Eduardo,

        é bonito o idealismo de seu texto, posso lhe perguntar, tudo que foi conquistado foi por causa do povo que viu que o pensamento neolibelês era apenas fachada para roubalheira, ou vc acredita que foi o ptismo?

        Se acreditar que foi ptismo, não seria jogar a criança para reciclar a água do banho:?

        Falo isto porque assisti uma palestrante que é fiscal da previdência que disse a previdência era superavitária, porque de acordo com a constituição oi governo “petista” depositasse a parte que lhe compete não estaria assim, se efetivamente cobrasse os débitos previdênciarios já lançados na dívida ativa, ela também não seria o que é, e sim motivo de orgulho!

        Assim é de estarrecer que ACEITE que este resolva mudar a idade de aposentadoria sem perceber que no fundo , na verdade mesmo estaremos criando uma nova ESCRAVIDÃO, aplica-se a política de renda mínima. mas escraviza o povo que iniciou desde cedo no trabalho até Morrer, com 70 anos !!!!

        O próporio REGIME de trabalho que é imposto aos mais pobre já é semi -escravo, agora este venal que impo-lo até os setenta anos 75? Issso não o ruboriza?

        Isto deveria Ruborizar todo cidadão digno! Os da classe média,os blogueiros nos olham do alto dos seus salários, nos suportam no elevador, suas esposas entregam o vale transporte por força de lei!

        Aquele, chora como todo alcoolista chora com a dor dos pobres, mas quer nos massacrar para manter seu prazer….ameasse suas vantagens e veja como alcoolista reage….

        Outra pérola da entrevista foi, entrego a concorrência até para as empresas estrangeiras se necessário….isto atenta contra tudo que poderia pensar em conteúdo nacional!

        Veja se pensar como estrategista, ele não está pedindo patrocínio multinacional desde já para elições? Isto não te ruboriza?

        Edu seu maior Valor saiba, não é ser ptista, sim Ser um Homem Digno, que graças a Deus tem consciência de não esconder , aqueles que no momento dependem de uma assistência criativa e de maior conteúdo de excelência instrutiva e Humana!

        Moro ao lado de uma unidade Capsi, lá eles agridem as crianças longe dos olhos dos pais, que ficam fora dos muros altos, para que elas não voltem….parece uma treblinca dos trópicos, os carrões chegam , assinam os pontos e vão embora, brancos, pardos todos empoados não vou dizer ” precisa ver” porque Vc já os conhece, todos tem uma alma muito igual …são nossos nobres!

        Os ptistas são assim, também , ninguém que estava na entrevista rebateu de forma Digna, o pensamento escravocrata….light!

        Dão-nos bolsa família para trabalhar até a morte! Lindo! Clean! Parece a Benfam que colocava aquelas agulhas nas moças da favela, e davam assistência médica, para ver quanto tempo em média começavam a ter cancer! Lindo matam o pobre para acabar com a pobreza!

        Ele mata a todos homens e mulheres com o trabalho e como chora, assitindo as dificuldades do pobres para ingrassar na Universidade Pública! Naõ é o Trabalho que Dignifica o Homem, são sim os seus pensamentos e ações que o fazem, porque se fosse o trabalho, os desempregados brasileiros e argentinos (20.000 logo após as eleição do Macri), os aposentados seriam todos, Vagabundos. como disse FHC! Vc Lembra?

        Alguém que acredita na sua Missão de Dignificar os Canais de Excelência da Comunicação Humana!

  • Estimado Eduardo, li seu artigo e me sinto identificado com o mesmo. Só gostaria de dizer que acredito que Dilma tem uma boa dose de responsabilidade pela situação crítica que estamos passando. O fato de entregar a economia nas mãos de um símbolo do neoliberalismo (Joaquim Levy) depois da heroica vitória que tivemos na disputa eleitoral levou-nos a um estado de espasmo muito grande. Dilma estava entregando a direção da economia justamente àqueles que nós dizíamos que iriam dirigi-la se Aécio vencesse. Foi um golpe forte. Como você bem disse, ninguém consegue governar nosso país em regime “democrático” (aspas para indicar que essa democracia nunca é exatamente o que sonhamos que fosse) sem fazer alianças com outras forças. Mas, também creio que os setores populares precisam manter o comando da economia, mesmo que não possam pôr em prática tudo o que desejariam. Faço uma comparação com o governo de Cristina Kirchner na Argentina. Acho que você concorda comigo que a virulência das máfias midiáticas e do judiciário contra o governo kirchnerista foi muito mais acentuada do que em nosso caso. Ainda assim, Cristina manteve no comando da economia o jovem marxista Axel Kiciloff. Claro, ele não podia e nem tentou aplicar medidas socialistas, marxistas, para a economia argentina. Mas, os seguidores de Cristina sabiam que o comando da economia não estava ao sabor dos ditados do mercado. O resultado disto tudo é que, embora seu sucessor tenha sido derrotado por um percentual bem pequeno, a popularidade dela estava altíssima ao final de seu governo. Tanto assim que o que dava mais alívio aos defensores dos interesses oligárquicos era saber que Cristina não poderia ser novamente candidata à reeleição. Ou seja, ela também sabia que precisava fazer alianças com outros setores e que não teria nenhuma possibilidade de governar só com suas próprias forças. No entanto, seu procedimento claro em relação ao enfrentamento com os inimigos principais e a coerência em não deixar a economia nas mãos dos neoliberais foi capaz de manter a militância que a apoiava unida e aguerrida. Muito diferente do que anda acontecendo por aqui. Ou seja, gostei muito de seu texto quando revela o grande número de hipócritas e aproveitadores que agora procuram expor sua aversão a Lula e ao PT, mas considero que faltou uma crítica forte à vacilação de Dilma nestes momentos em que precisávamos de uma condução firme e coerente.

  • Desde que votei no PT pela primeira vez, nunca me arrependi e tenho absoluta certeza que não o farei.
    Petista arrependido para mim não existe.
    Temos algumas decepções, temos nossas mazelas, nossas imperfeições, afinal o partido é composto de seres humanos, factíveis de erro.
    Porém, com todos os erros que o PT possa ter, não há, até o presente momento, nada que me faça tirar a estrela vermelha do peito.

  • Em tempo: além de não ter me arrependido de votar no PT em nenhum momento, eu e meu ex-marido ainda conseguimos inocular o sentimento petista nos nossos dois filhos, qhoje adultos.

    • VOTAR NO PT É LUTAR POR UM BRASIL PARA TODOS, SEM PRIVILÉGIOS PRÁ NINGUÉM. CLARO QUE A LUTA É DESIGUAL,POIS OS ADVERSÁRIOS SÃO RICOS E PODEROSOS E MANDAM NESSE PAIS DESDE 1500. MAS COMO EM UMA LUTA SÓ PERDE QUEM ABANDONA!!! e NÓS NUM ABANDONA NUNCA!!! rsrsrs PORTANTO!!! A LUTA É CONTÍNUA E CONTINUA. NINGUÉM VAI TE DÁ NADA DE GRAÇA,SE PUDER,ELLE TIRA. JUSTIÇA SE FAZ NA LUTA! VITÓRIA SEM LUTA É TRIUNFO SEM GLÓRIA. E VIVA O PT!!! E VIVA TODOS OS BRASILEIROS,PRINCIPALMENTE OS QUE MAIS PRECISAM E MERECEM, DOS SERVIÇOS PÚBLICOS.

  • Aos leitores do blog deixo uma sugestão de leitura feita essa semana: “Pedagogia da Esperança”, de Paulo Feire. Além de uma boa aula de história sobre nosso país, percebemos ali uma oportunidade para desvelarmos mais e mais as artimanhas deste feio mundo neoliberal que tentam nos impingir. A “unidade na diversidade”, conforme discorre o saudoso mestre pernambucano numa das tão belas e dolorosas passagens do seu texto, é algo sobre o qual devemos refletir urgentemente, prezado Eduardo. Nela, talvez, não caibam os “petistas arrependidos”, mas brasileiros e brasileiras solidários (as), acolhedores (as) e envolvidos (as) com a causa do povo trabalhador no Brasil e na América Latina.

  • Edu Guimarães

    Marta Suplicy é uma “Jênia”!!
    Deixou o PT por causa dos Corruptos do Partido e foi para o PMDB, Partido dos Corruptos.
    Desse jeito Ela vai roubar o Título de “Jênio” do Cerra ( como diz PHA)!

  • Eduardo, no site Brasil 247 de hoje, o procurador-coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol informa que que Marcelo Odebrecht, dono e ex-presidente da maior empreiteira brasileira, deve ser condenado a cerca de 100 anos de prisão.

    Isso mesmo, um século. Eu me pergunto: Será que Odebrecht sairá vivo da prisão?

    Um pouco adiante, ao ser indagado se o ex-presidente Lula seria o “prêmio” maior dos delatores, Dallagnol, do alto de sua soberba, declarou olimpicamente que “até agora Lula não se tornou alvo de nossa operação.”

    Vejam bem, Dallagnol fez questão de deixar claro: “até agora”.

    Eu gostaria que algum desses “jornalistas” (entre aspas, mesmo) que adoram entrevistar esse procurador- coordenador de força-tarefa (será que com esse título pomposo que ele se apresenta?) lhe perguntasse, já que estamos no terreno do “até agora” se o ex-presidente e imortal Fernando Henrique Cardoso igualmente “até agora” não se tornou alvo da sua querida operação.

  • Marta e esses políticos ex-petistas se esqueceram de uma coisa: nós também nos arrependemos de ter votado neles. Quero ver eles conseguirem votos entre os que votam com a direita. Se tem uma coisa que filiados ou simpatizantes de qualquer partido repúdia é o político que cospe no prato que comeu. Marta nesse momento está sendo corteja e aplaudida pelos antipetistas, mas para por ai porque o voto deles dificilmente ela vai ter. E o meu voto nunca mais ela vai ter.

  • Que bom Eduardo Guimaraes, a pauta que eu ia sugerir para debatermos era esta mesma, fiquei acanhado, mas este é um espaco democratico.
    Hoje não tenho a mesma energia para militar como fiz nos tempos difíceis da fundação do PT, tempos estes que aqui no extremo da Zona Leste, reuníamos centenas de companheiros, fazíamos a vaquinha para pagar o aluguel do diretório zonal, imprimir materiais de formação politica, mobilizar a população (não petista) e em síntese fazíamos a disputa política todos os dias, mas nós perdemos a guerra interna, e o PT foi se desfigurando, chegamos ao ponto que falar em núcleo de base e auto-financiamento do Partido parecia “pecado”, e assim o fomos tomando esta forma, com o partido “oferecendo vagas”, a ser ocupadas por delcídios e zés cardosos. Não abandono o barco assim, mas confesso estar triste com tudo isso e sinceramente depois que vi alguns paralamentares se posicionando sobre certas coisas, foi de lascar, Mercadante falando da contribuição de “seu frias” da folha para democracia, Tião Viana homenageando o nosso algoz a rede globo, foi brochante demais.

  • Comecei a votar no PT aos 16 anos, em 1989, e continuo votando até hoje e assim sempre votarei, porque não mudo de lado, não largo as minhas convicções. Aliás, estou sempre pronto a debater com qualquer um, de forma civilizada ou não, pois esmago o reaça com argumentos racionais e ênfase nas colocações e se ele partir para a truculência, tentando impor-se pela ofensa, sei ser ainda mais truculento, ofensivo e agressivo. Quanto à ladainha de “conjuntural derrocada” do PT não passa disso, LADAINHA. PROCUREM SABER SOBRE A DERROCADA DO PT NAS CAMADAS POPULARES, ENTRE OS EXCLUÍDOS QUE PASSARAM A VIVER DIGNAMENTE APÓS OS GOVERNOS DE LULA DE E DILMA!!!!!!!!!!!???????? ELA NÃO EXISTE OU ACONTECE EM DOSES MÍNIMAS. O problema de alguns “comentaristas” da INTERNET é que julgam a realidade pelos seus condomínios, não saem do meiozinho de classe média em que vivem. São esses os que adoram dizer sandices baseando-se em “idealizações” babacas(como a ultra-esquerda que queria que o PT não fizesse alianças, mas não explicaria como o partido poderia governar sem elas. Ou Mino Carta, que adora dizer que o PT “comportou-se” como os demais por ter arrecadado dinheiro através do financiamento privado de campanha – e em alguns casos essa arrecadação desandou em corrupção, o que é praticamente inevitável numa forma tão deturpada de financiar-se eleições – mas também não explica como o PT teria chegado ao poder se até hoje financiasse suas campanhas com o dinheiro obtido com a venda de camisetas e principalmente “esquece-se” que “os demais” jamais fizeram as mudanças que o PT fez). Pois bem, se esses “comentaristas” de classe média saíssem de seus bairros, veriam a força que o PT tem entre os pobres, que não estão nem aí para o moralismo hipócrita contra o partido(porque intuitivamente percebem que é hipócrita, já que diariamente são de alguma forma vítimas dos “moralistas” da classe média que espinafram o PT) e que essa balela sobre um suposto “fim” do partido, além de não passar de delírio de quem não conhece a realidade, ou confunde a diferença entre o que ela de fato é com o que desejaria que fosse; ou seja, de não ser nada mais do que uma simples lorota; também tem data marcada para acabar(ao menos ser desmoralizada pelos fatos)e essa data será no dia ads eleições deste ano, como já foi em 2012(quando acreditavam os classemedistas que a farsa do “mensalão” destruiria o partido e o PT venceu esmagadoramente o pleito municipal), porque nas eleições poderão ser ouvidas as vozes silenciosas da massa de deserdados que vive emudecida habitualmente, mas que foi resgatada para a cidadania pelo partido e sabe muito bem que a derrocada do PT levaria à retirada de seus direitos. Foi isso que garantiu a vitória de Dilma no segundo turno, quando muitos tinham certeza de que perderia(e só não venceu por uma margem igual a de 2010, por causa do golpe da globo e da veja)e será isso que fará o partido triunfar neste ano. Assim, os “analistas de condomínio” mais uma vez ficarão abobalhados pela realidade que os atropelará.

  • A coisa mais fácil é apoiar um governo que tem 80% de aprovação popular. Apoiar um governo que tem 10% de aprovação, daí não é para qualquer um. Mas é nestas horas que vemos quem apoiou por mero oportunismo (Marta Suplicy, por exemplo) ou quem o fez por convicção.

    O que acho ‘engraçado’ é que os críticos do PT fazem a mesma coisa que condenam neste.

    O PSOL sempre adorou criticar o PT pelo fato deste fazer alianças com as forças conservadoras para poder governar. Mas, quando teve a chance de mostrar que era, de fato, diferente, o que fez o PSOL? Adotou a mesma política do PT, ou seja, fez alianças.

    Estou me referido ao fato de que, na eleição municipal de 2012, o candidato do PSOL foi ao segundo turno em Macapá, tendo boas chances de vitória. E o que o PSOL fez? Aceitou apoio até do DEM para poder vencer a eleição, o que acabou conseguindo. E sabe como foi definida essa aliança? ‘Aliança pela Moralidade’.

    Acredite, se quiser.

    Link:

    PSOL e DEM fazem aliança pela moralidade em Macapá:

    http://www.viomundo.com.br/politica/psol-e-dem-fazem-alianca-pela-moralidade-no-amapa.html

  • Caro Eduardo admiro tua coerência. Sou petista e assino em baixo. Verifico e constato que nossa esquerda e mais colonizada que nossa direita
    Grande abraço companheiro

  • Prezado Eduardo Guimarães, louvo os seus argumentos. Você falou pelos que têm o Brasil como seu partido político. Se os governos do PT defenderam com sucesso os interesses do País e do seu povo, então mereceram e continuam a merecer o nosso apoio. Qualquer partido que venha a fazer o mesmo deverá igualmente ter nossa acolhida.

    Só tenho uma observação negativa a fazer quanto à passividade petista e do governo diante dos ataques caluniosos sistemáticos, assim como a tolerância descabida em relação às insubordinações e agressividade de delegados da PF contra o ministro da Justiça e a própria presidenta da República.
    Quando tomei conhecimento daquelas agressões verbais contra Dilma, berradas em termos chulos de baixíssimo nível, para o mundo inteiro ouvir, durante a solenidade de abertura da Copa do Mundo de 2004, esperei uma reação severa do governo, em defesa da própria circunstância e representatividade do cargo de presidente da República. Mas, no momento em que me apercebi de que o governo nada iria fazer, fiquei certo de que isso viria a ter sérias consequências. Daquele momento até hoje, não mais se parou de tentar vilipendiar Dilma , seu governo, seu partido e o ex-presidente Lula, de todas as maneiras e em todas as oportunidades possíveis.
    A permanecer esse padrão de atitude governamental, a Presidência ficará desmoralizada e, da mesma forma que iria ocorrer com Getúlio, se ele não tivesse se suicidado, Dilma poderá ser levada num camburão, mais dia menos dia, por três ou quatro delegados insubordinados.

    Desculpe o desabafo, mas temo o dito possa se transformar de algum modo em realidade.
    Cordialmente, Martinho

  • Muitos abandonaram o pt porque descobriram que o mesmo rouba como os outros. É simples. Veja o que era dito na eleição de 2002 e o que praticaram.
    Mas já que está cheio de argumentos, responda esta: ter feito um “bom” governo dá direito de roubar?

    • Muito bom, Eduardo. Penso como você e não é de hoje. Cada vez que amigos me contestam se não tenho “vergonha” de ser petista, cada vez mais sou petista por tudo aquilo que você enumerou.
      Quanto ao famoso “pêndulo”, o autor da idiotice me decepcionou profundamente.

      Em tempo: VALTERLEI, você poderia enumerar o que o Lula roubou? Se não, cala-te boca! e limite-se à sua insignificância, seu difamador de quinta categoria. Cuidado com que escreve, pois o Lula não está pra brincadeira e está processando difamadores!

    • Muito bom, Eduardo. Penso como você e não é de hoje. Cada vez que amigos me contestam se não tenho “vergonha” de ser petista, cada vez mais sou petista por tudo aquilo que você enumerou.
      Quanto ao famoso “pêndulo”, o autor da idiotice me decepcionou profundamente.

      Em tempo: VALTERLEI, você poderia enumerar o que o Lula roubou? Se não, cala-te boca! e limite-se à sua insignificância. Cuidado com que escreve, pois o Lula não está pra brincadeira e está processando difamadores!

  • Olá Edú
    PQP, que texto maravilhoso !
    Tenho certeza, que a inveja de alguns, irão criticá-lo, como de costume.
    Parabéns meu amigo.
    Você agora extrapolou !
    Abração
    Ricardo Grillo

  • Só podem estar querendo os 15 minutos de fama que nunca tiveram !!!!
    Enquanto não existir partido e políticos que façam mais que o PT, continuo
    torcendo e acreditando nesse projeto !!!!!!!!!!!!!!!

  • “Dos 13 anos em que o PT está no poder, durante 12 o nível de emprego, a renda e os salários subiram como nunca, a desigualdade, a pobreza e a miséria despencaram como jamais se viu”.

    O que jamais se viu foi o nível de vida despencar tanto em tão pouco tempo. Isso não tem mais apelo nenhum entre a massa. Você vai dizer pro sujeito que perdeu o emprego ou para aquele que perdeu a casa que nos últimos 12 anos a renda cresceu? Que sentido faz isso hoje? Tudo isso não passava de ilusão que como o tempo demonstrou, eram migalhas dadas ao povo que não tem mais o poder de enganação. O pior é a arrogância dos petistas em não admitirem os erros crassos que cometeram, preferindo desculpas estapafúrdias e mentirosas como “sabotagem” internacional. Quem defende o PT hoje? Só quem recebe sinecuras estatais. Tanto que até um dos fundadores do PT, Hélio Bicudo, protocolou um pedido de impeachment de Dilma e não esconde suas decepção com os rumos do partido. A verdade é uma só: o petismo está chegando ao seu ocaso e o povo não está interessado em paternalismo ou demagogia barata.

    • ♫ Tem encontrado o seu primo, Célia? Aquele lá de Higienópolis? Será que ele está em Paris? Caso o encontre, diga a ele que eu o mandei tonar no rabo; com vidro moído misturado na manteiga…

  • Na triste era fhc tinha agua e luz cortadas, e pendurado no cheque especial. 8 anos sem un real de aumento, cortou meu VT, meu aux alimentaçäo, e meu plano de saude e dos meus dependentes. Com lula e dilma recuperei tudo isso e muito mais. Só deixo de votar no PT se ele se tornar un PSDB.

  • Luiz Inácio Lula da Silva é um ser humano, tem direito de cometer algum erro. No entanto esse erro cometido por Luiz Inácio não desmerece tudo o que ele fez pelo Brasil. Ele é o um herói brasileiro, uma figura política do mesmo naipe de Getúlio Vargas. É o grande nome brasileiro, continuador do desenvolvimento econômico produzido por Getúlio Vargas, além de elevar o nível social do Brasil. Luiz Inácio tirou o Brasil da prostração deixado pelo finado FHC, ergueu o Brasil e elevou o ânimo do povo brasileiro.

  • Estou convencido, como você, que os que atacam Lula pelos seus métodos e alianças são cínicos individualistas que querem se preservar. Na dura tarefa de mudar um país, dirigido há 500 anos por interesses externos e seus aliados internos, Lula e o PT tiveram que enfiar a mão na merda, se sujar, engolir mais que sapos, abrir mão do conforto de estar sempre acima do bem e do mal, negociar com bandidos, acordar com fisiologistas politicos, mas nunca perderam de vista o obejtivo: mudar a vida dos brasileiros mais pobres pra melhor. E hoje, eles são odiados por isso. E aqueles que preferiram o conforto das mãos limpinhas e o barzinho critico hoje se juntam aos que odeiam Lula e o PT . Exatamente porque o que precisava ser feito começou a ser feito. Na hora de aprofundar, uns e outros se juntam pra sabotar e pra voltar no tempo.

    • Altamir, Lula pediu que refletíssemos sobre o que seria o país se o PT não tivesse chegado ao poder. Acho que quem não faz essa reflexão está embriagado

  • Edu, mesmo que sem querer vc trouxe uma questão à tona que não está muito visível (ainda) pra maioria, mas que eu já noto desde 2014 (agora ficou mais visível que nunca).

    Eu estranhei em 2014 o corpo mole que alguns “petistas” (entre aspas) fizeram na campanha do Padilha. Achei que aquilo era fruto do antipetismo em SP e que os caras estavam acuados etc. O que quase leva a Dilma à derrota naquele ano pois isso teve impacto na votação majoritária pra presidente.

    O que houve é que setores traíras (é esse o nome, em outro país o nome da coisa a fazer com esses bandos é “expurgo”) do PT em SP fizeram corpo mole porque são chegados à dona Marta Suplicy, Erundina e cia.

    Está havendo briga interna pesada no PT e não querem tocar no assunto ou não visualizam o problema. Se o PT hoje tivesse um presidente ativo, forte, consciente, colocaria esses bandos pra fora do partido (o problema é maior em SP).

    O que está havendo, e alguns estão sentindo, é que com essa demagogia de quinta categoria do MPL (não irei repetir aqui os pontos fracos e errados do grupo pq estou cansado, escrevi várias vezes repassando isso adiante, espero que a coisa se espalhe, mas basicamente o grupo não toca no problema central do transporte público do país, as privatizações e falta de empresa pública de transporte gerindo tudo, como no Canadá ou em outros países onde é tudo integrado e funciona bem, com qualidade, mas não existe tarifa zero, isso é demagogia numa metrópole, e “ai” de quem disser o óbvio, é rotulado de “fascista” por esse grupelho aparelhado pelo PSTU-PSOL), como dizia, com os “protestos” (entre aspas) do MPL, o grupo de infiltrados da dona Marta Suplicy, Erundina e cia, começou a dar as caras e despejar todo o ódio (demonização, propaganda) contra o Haddad, provocando fissuras na esquerda (esquerda pra mim não tem significado de “extrema-esquerda”, é algo mais amplo, forças progressistas pra mim é sinônimo de esquerda, extrema-esquerda são PSTU e PSOL).

    Pois bem. Esses bandos estão infiltrados no partido mesmo antes de 2014 e rachando tudo, fomentando cizânia e coisas do tipo, esquerdismo infantil etc, destruindo o partido por dentro. Já comentei isso aqui antes em outra oportunidade (2014 ou 2015, não lembro mais).

    A medida que fica impossível esses bandos esconderem que estão fazendo campanha pra Marta Suplicy, Erundina e cia, ou a militância do PT se toca e para de cretinice (de ingenuidade), ou afundam o partido em SP. O problema é maior (e eu diria que é concentrado) em SP mesmo, capital.

    Vc atirou no que pressentiu e não viu, mas acertou no alvo. Os “ex-petistas” são desse bando. Não estão conseguindo mais mascarar as más intenções da campanha anti-Haddad e estão usando o MPL como desculpa, pretexto pra demonizá-lo e o PT junto.

    Estou incomodado de ver gente assim no FB por perto, pq não dá pra alertar o povo de que algumas figuras estão de má fé, mas vc falando a coisa terá maior alcance. Não se deve subestimar esse tipo de ação desestabilizadora, parece algo banal mas não é, em 2014 quase a gente roda por conta desses pulhas infiltrados, chegou a hora da depuração. Quem não estiver satisfeito no PT que dê o fora, mas continuar junto malhando e envenenando com esquerdismo não será mais possível.

    Não apoiei qualquer ajuste do Levy e sempre deixei claro que era contra ele e contra a política de juros altos do Tombini, só que, eu tenho lado, não quero ver a Dilma fora e sei da relevância que esses governos têm pro país (são governos de libertação nacional, de soberania). Se essa extrema-esquerda burra (historicamente sempre foram isso), incluindo a tal “Juventude do PT” que foi dar trela (apoio) ao MPL querem colocar tudo a perder por conta de showzinho pra Globo, fica meu recado de que com esse bando eu não aperto mão e não sou “colega” deles, pois não tem mais espaço pra esse tipo de esquerdismo burro e infantil na política do país nivelando toda a discussão política séria do país à polarizações idiotas como bater boca com Bolsonaro e cia por cretinices e não coisas sérias (ataque da Lava Jato ao pré-sal, empreiteiras, Petrobras, programa nuclear do país etc).

  • Parabéns, Eduardo, pela coragem. Sei muito bem do que você fala. Vivo no meio de promotores de justiça (sou um deles) e juízes. O antipetismo ali é exacerbado. O nível da discussão política é de baixo nível. Um ataca Lula, Dilma ou o PT, e todos concordam. Prevalece o pensamento único. E ai de quem ouse externar um pensamento contrário. Dos outros escândalos ninguém fala. Ou não sabem ou são hipócritas. Gostaria de acreditar na primeira hipótese. O mais lamentável é que, considerando que a maioria absoluta dos promotores, procuradores, juízes – aqui incluídos desembargadores -, assim como delegados, é antipetista, como acreditar que essa formação raivosa não influencia nas investigações, denúncias e julgamentos? Os fatos falam por si, não?

  • Sou petista e não desisto nunca!
    É o melhor partido do Brasil, partido que tem base social, nos movimentos sociais, no trabalhador, partido que mais aplicou suas políticas de combate a desigualdade social no Brasil em séculos, onde a direita e partidos de oposição que representa essa direita nada fizeram. Na história o Brasil é o país da desigualdade social, da pobreza, da corrupção, da falta de educação, obra prima da direita que governou esse país por 500 anos pensando só em si mesma e não na população no futuro do povo do Brasil.
    Não tenho dúvidas e debato com qualquer um porque contra fatos não há argumentos!
    O PT é o partido que governa para os mais pobre , para o trabalhador, para o povo e para todos.
    É um partido que pensa, planeja , constrói , realiza o Brasil com nacionalismo, como nação independente e por isso defendo o PT. Podem falar o que quiser, podem caluniar, podem xingar, criminalizar, forjar provar, porque esses que atacam não tem moral, são mais sujos que pau de galinheiro e nunca fizeram nada para melhorar a vida do povo não deram educação, e nunca lutaram para acabar coma corrupção, a sonegação, nunca lutaram e não lutam para reduzir a desigualdade social no Brasil. O que o PSDB/DEM a mídia corrupta e esses parciais bandidos de direita, tucanos do judiciário não nos enganam, não tem moral, e todos sabemos o que desejam que é destruir , entregar as riquezas nacionais para o capital internacional, querem roubar, e roubar o futuro do Brasil de seu povo e não vamos aceitar, não vamos deixar porque a força do PT e do trabalhador, da esquerda está enraizada na luta por tornar essa nação uma nação desenvolvida, forte, independente e cada vez mais menos desigual para seu povo!
    O PT por tudo que é, foi, fez e faz , representou e representa para a democracia, para o Brasil e seu povo, principalmente o sentimento, jamais será destruído no desejo, na alma no coração, na mente e no seio da população. É uma luta que é pra sempre, que como fênix será cada vez mais forte!

  • NÃO É PARA CHORAR, MINHA GENTE

    A cadeia de Lula, por Jari da Rocha

    Por Jari da Rocha, colaboração para o Tijolaço · 23/01/2016

    lulajari

    A entrevista de Lula aos blogueiros (esses blogueiros… sempre contrariando a imprensa bacana) ainda vai dar muito o que falar.

    Lula decepcionou mais uma vez. Quem o queria abatido, se abateu. Quem queria ver o olhar perdido, se perdeu de vez. Quem o queria na cadeia, terá que esperar a vez.

    Lula disse: “To no jogo!”

    Resta apenas choramingar, mentir, pinçar frases, descontextualizar.

    Não há cadeia suficiente para Lula, não há construção erigida que suporte tamanha pena, que dê conta de tanto pecado. Haja grades de ferro e de aço que sejam capazes de segurar, de reter e de trancafiar tanta coisa numa só, tanta gente num só homem. Não há cadeia no mundo que seja capaz de prender a esperança, que seja capaz de calar a voz.

    Porque, na cadeia de Lula, não cabe a diversidade cultural
    Não cabe, na cadeia de Lula, a fome dos 40 milhões
    Que antes não tinham o que comer
    Não cabe a transposição do São Francisco
    Que vai desaguar no sertão, encharcar a caatinga
    Levar água, com quinhentos anos de atraso,
    Para o povo do nordeste, o mais sofrido da nação.
    Pela primeira vez na história desse país.

    Pra colocar Lula na cadeia, terão que colocar também
    O sorriso do menino pobre
    A dignidade do povo pobre e trabalhador
    E a esperança da vida que melhorou.

    Ainda vai faltar lugar
    Para colocar tanta Universidade
    E para as centenas de Escolas Federais
    Que o ‘analfabeto’ Lula inventou de inventar
    Não cabem na cadeia de Lula
    Os estudantes pobres das periferias
    Que passaram no Enem
    Nem o filho de pedreiro que virou doutor.

    Não tem lugar, na cadeia de Lula,
    Para os milhões de empregos criados,
    (e agora sabotados)
    Nem para os programas de inclusão social
    Atacados por aqueles que falam em Deus
    E jogam pedras na cruz.

    Não cabe na cadeia de Lula
    O preconceito de quem não gosta de pobre
    O racismo de quem não gosta de negro
    A estupidez de quem odeia gays
    Índios, minorias e os movimentos sociais.
    Não pode caber numa cela qualquer
    A justiça social, a duras penas, conquistada.

    E se mesmo assim quiserem prender
    – querer é Poder (judiciário?),
    Coloquem junto na cadeia:
    A falta d’água de São Paulo,
    E a lama de Mariana (da Vale privatizada)
    O patrimônio dilapidado.
    E o estado desmontado de outrora
    Os 300 picaretas do Congresso
    E os criadores de boatos
    Pela falta de decência
    E a desfaçatez de caluniar.

    Pra prender o Lula tem que voltar a trancafiar o Brasil.

    O complexo de vira-latas também não cabe.
    Nem as panelas das sacadas de luxo
    O descaso com a vida dos outros
    A indiferença e falta de compaixão
    A mortalidade infantil
    Ou ainda (que ficou lá atrás)
    Os cadáveres da fome do Brasil.

    Haja delação premiada
    Pra prender tanta gente de bem.
    Que fura fila e transpassa pela direita
    (sim, pela direita)
    Do patrão da empregada, que não assina a carteira
    Do que reclama do imposto que sonega
    Ou que bate o ponto e vai embora.

    Como poderá caber Lula na cadeia,
    Se pobre não cabe em avião?
    Quem só devia comer feijão
    Em vez de carne, arroz, requeijão
    Muito menos comprar carro,
    Geladeira, fogão – Quem diz?
    Que não pode andar de cabeça erguida
    Depois de séculos de vida sofrida?

    O prestígio mundial e o reconhecimento
    Teriam que ir junto pra prisão
    Afinal, (Ele é o cara!)
    Os avanços conquistados não cabem também.

    Querem por Lula na cadeia infecta, escura
    A mesma que prendeu escravos,
    ‘Mulheres negras, magras crianças’
    E miseráveis homens – fortes e bravos
    O povo d’África arrastado
    E que hoje faz a riqueza do Brasil.

    Lula já foi preso, ele sabe o que é prisão.
    Trancafiado nos porões da ditadura
    Aquela que matou tanta gente,
    Que tirou nossa liberdade
    A mesma ditadura que prendeu, torturou.
    Quem hoje grita nas ruas
    Não gritaria nos anos de chumbo
    Na democracia são valentes
    Mas cordatos, calados, covardes
    Quando o estado mata, bate e deforma.

    Luis Inácio já foi preso,
    Também Pepe Mujica e Nelson Mandela.
    Quem hoje bate palmas, chora e homenageia,
    Já foi omisso, saiu de lado e fez que não viu.

    Não vão prender Lula de novo
    Porque na cadeia não cabe
    Podem odiar o operário
    O pobre coitado iletrado
    Que saiu de Pernambuco
    Fugiu da seca e da fome
    Pra conquistar o Brasil
    E melhorar a vida da gente
    Mas não há
    Nesse mundão de meu Deus
    Uma viva alma que diga
    Que alguém tenha feito mais pelo povo
    Do que Lula fez no Brasil.

    “Não dá pra parar um rio
    quando ele corre pro mar.
    Não dá pra calar um Brasil,
    quando ele quer cantar.”

    Lula lá!

  • Parabéns pelo excelente texto, Eduardo!
    Todos deveriam ler esse texto, mais ainda aqueles que se intimidam quando “reaças” tentam nos chamar de alienados e coisas do tipo.
    Creio que o jogo começou a mudar…a oposição DO Brasil está perdendo suas forçar e Dilma voltará a poder governar.
    Nos resta apoiá-la, assim como ao Lula, que continua a ser o alvo de nossa Justiça altamente seletiva e elitizada.
    Grande abraço.

  • Um conhecido meu, engenheiro como apregoa, contudo crê piamente, eu diria, absurdamente, que o cabo um garfo colocado numa garrafa pet aberta de refrigerante preserva o gás contido no líquido: – uma estupidez sem tamanho, durante um desses almoços de classe que você tenta evitar à qualquer preço, mas acaba indo, me pergunta à queima-roupa: – você ainda vai continuar votando no PT? Respondo: – Sim! Até o dia em que as acusações a seus membros forem imputada por pessoas sérias e honradas, dentro de um processo justo e nos trâmites da leis e da Constituição e estas acusações virem a ser provadas, consubstanciadas por provas e que os eventuais réus tenho seus direitos individuais e Constitucionais respeitados e preservados, Fora disto, é partidarização da justiça instrumentada por esta mídia criminosa que tanto prejudica o País. Em suma, um circo para distrair pessoas de poucas luzes, se é que o colega entende. Por pouco não saiu porrada.

  • Bom dia,
    É uma luta diária.
    Marta é arrivista e transparente nisso. Uma vantagem para seus adversários.
    Já o povo comum quando não conhece nem a própria posição e quer ensinar, aí dói.
    O blogueiro do Farofafá escreveu texto interessante também
    sobre o machismo contra Dilma. Blogueiros esquerdistas dizem de seu governo e dela própria, uma pessoa honrada, trabalhadora, estudiosa, o que jamais diriam de governadores homens absolutamente ladrões acobertados, idiotas, demodés, grosseiros, caras de pau. Fico enfurecida com esse espírito de corpo machista atrasado de blogueiros progressistas que além de não fazerem progresso copiam a direita fascista da mídia velha, nesse aspecto.

  • Eu estudei Magistério no total oito anos. Fora os cursos separados.Quando virei diretora foi uma correria fazendo cursos pra me capacitar apenas para saber tratar dos inúmeros assuntos com as pessoas responsáveis. Um totalzinho de uns seiscentos alunos consumidores.

    José Renato Nalini que passou toda a vida fazendo outras coisas é o Secretário da Educação de S.Paulo. Vale ver o Viomundo e conhecê-lo. E perguntarmos, por que ele?

  • Os fatos a favor do PT são insofismáveis. Foi o partido que mais fez pelo país e pelo povo, de longe. Milhões saíram da miséria, a fome praticamente se extinguiu, o número de negros no ensino superior triplicou. Infelizmente temos uma campanha da imprensa (e, junto a ela, uma classe média incapaz de pensar com o próprio cérebro) que tenta apagar isso da memória. Que o povo fica esperto, pois só atacam Lula e atacam o PT por causa dos avanços, não por causa dos problemas. Não querem nada para o povo, como sempre foi ao longo da nossa história.

  • O mais cansativo, na minha opinião, é a esquerda porra louca, aquela com discurso que jamais faria alguma aliança com Fulano ou Beltrano, que fala as maiores baboseiras ignorando o funcionamento político e até a divisão dos Poderes. Ando tão sem paciência que, ao ouvir esse tipo de besteira, nem mais tento conversar (gente intransigente não ouve o outro e não reflete), viro as costas e vou para bem longe.

  • Qualquer um pode rever suas posições e evoluir, (ainda que pouco). Se até Gabeira, Marta (vade retro), Lobao (oh my god), etc conseguiram…..

    Nada mais natural que os tais petistas históricos caiam na real, e observem as contradições hipócritas de permanecer defendendo uma mentalidade atrasada. Ou pior- perceberem que seu “partido” se transformou naquilo que eles sempre disseram atacar.

    Não se trata de fazer alianças. Trata-se de conchavos, propinas e outras brasileirices.

    O Brasil já é ruim demais por si. Nao precisa do Pt.

    Beijos

  • Por conta do meu trabalho converso com muitas pessoas que não conheço, todos os dias.

    A maioria desce a lenha no PT. Porém são argumentos ridículos, que eu desmonto em 1 minuto.

    Não que eu seja dono da verdade, só que os caras querem discutir ética. Direitão discutir ética

    fica parecendo Santos x Barcelona. Faço questão de deixar bem claro, seja onde for, com quem for,

    que sou de esquerda, PT desde o primeiro dia, etc. Agora, o que não entra na minha cabeça é a Dilma

    deixar esse meu xará na Justiça. Sujeito incompetente, vagulino, sem visão política, parece que trabalha

    em causa própria. Outra coisa que a Dilma já cansou é não se importar com a Comunicação. Metade do

    desgaste do país e da militância é porque a dona Dilma é cabeça-dura, ou sem visão política, ou sofre da

    síndrome de Estocolmo!!!

    • Que volte a ser o PT de 2002: sonhador,revolucionário,com os movimentos sociais no comando. Com menos Zé Cardozo, menos Rui Falcão e muito mais Lula, Paulo Teixeira,Paulo Pimenta, Bia Lula. Os burocratas obedecendo a militância. “Data vênia”( como diz aquele I. causídico de DIamantino), Eduardo,permita cumprimentá-lo pelo lindo texto.

        • EXATAMENTE meu caro Eloi Beneduzi se não mudássemos um pouco, não teríamos o Brasil que temos hoje.
          Concordo com o José Eduardo, mas a ressalva do Eloi é PREPONDERANTEMENTE importante. Acho que não há alternativa pelo menos por enquanto. O PT não pode voltar a ser o que foi antes de 2002 porque estaremos fadados a ser APENAS e tão somente OPOSIÇÃO. Temos de fazer um balanço uma reflexão e todos precisam se convencer que jamais chegaríamos ao poder sem perder uma parte de nossa identidade. Há que se fazer concessões para termos o poder e CONTINUARMOS A MUDAR O BRASIL, o nosso povo merece este sacrifício ideológico para ficar livre dessa elite perversa que nos governou por 502 anos.

    • Prezado José Eduardo,

      Faço suas as minhas palavras. Já fiz essa crítica aqui mesmo neste blog, em outras ocasiões. A manutenção desse Zé no Ministério da Justiça é um verdadeiro tiro no pé da presidenta.

      Vá entender…

      Stella

  • Caro Edu,
    Você é incrível! Diz sempre, com clareza e discernimento, aquilo que vai pelo pensamento da gente (e que, às vezes, não conseguimos expressar). Eu sou “petista”, nunca me filiei, mas voto, faço campanha e ajudo financeiramente o PT. Tenho a maior tranquilidade em defender o trabalhismo e tudo que o PT fez pelo país. Não sou nenhuma néscia, pelo contrário, na escala valorativa dos meus “colegas de trabalho” e dos analfabetos políticos em geral, eu sou a “cara”. Tenho duas graduações, quatro especializações, um mestrado e me preparo para o doutorado (por isso meus “colegas” tem um grande respeito por mim, mal sabem eles que sabedoria e escolarização não são farinha do mesmo saco, tadinhos). Sou professora, Deus olhe pelos professores do Brasil! Que categoria… Temos tudo para mudar o mundo, mas a maioria de nós opta por se abster ou ababacar-se, é um terror ficar dia após dia na sala dos professores ouvindo excrescências e obtusidades. Perto de mim ninguém fala nada, ou fala “gracinhas”, que eu rebato na lata! Antes eu era mais afoita (comprava umas discussões acaloradas). Hoje, sou bastante sutil (porque já aprendi que com essa gente o melhor é usar luva de pelica), sempre começo elogiando a/o indivíduo, depois vou desconstruindo o discursinho deles ponto a ponto. Tenho até cópias de um apanhado que você postou aqui com as realizações do PT em contraposição com aquelas da direita “enrustida” (leia-se PSDBPSBPPS e cia. ltda.). Com toda a classe, sem alterar a voz, vou discorrendo sobre a história do Brasil (minha especialidade) e sobre o país de hoje e aquele em que nasci, cresci, estudei e no qual lutei muito pela volta da democracia e da justiça social. Calo todo mundo! Ninguém debate comigo e ainda recebo aplausos dos poucos que não sucumbiram à onda conservadora/hipócrita. Na sala de aula é a mesma coisa, aluno falou besteira… Na lata! Aula sobre a história do Brasil, seminários, debates, filmes, livros, apresentações coletivas e individuais, rodão de conversas. Finda o ano e sei que ajudei a abrir um pouco a cabeça de uns 100/150 meninos e meninas. É discussão política que falta, sabe, política e cultura! Duas faces da mesma moeda, sem uma não se pode usufruir da outra e vice-versa. Pois é, discordo de algumas coisas que o PT fez (ou não fez), como comprar a discussão política e levá-la ao povo ou não ter dado um fim aos “esquemas” deixados pelo PSDB e Cia. Ltda. Entendo a necessidade das alianças (por mais esdrúxulas – Maluf/Sarney) e sei que não há como “governar” sozinho. Por isso, faço minhas as suas palavras! Passou da hora de as pessoas esclarecidas (culturalmente/politicamente) pararem com o chicote e a autoflagelação, o momento é de luta para garantir a democracia e isso passa, necessariamente, pela defesa do mandato da presidenta Dilma e na defesa da honra do presidente Lula (que eu espero ver de novo com a faixa presidencial). Um abraço!

  • Edu, conhecemos já a muito tempo, pior que um comunista, só um ex-comunista(?)!
    Podemos tembém dizer que, pior que um petista, só um ex-petista(?)!
    Na verdade não existe ex-petista, pois quem é petista não muda, bem como, quem é comunista não muda!
    Quem tem convicção política, tem ideologia firme, não se deixa mudar por acidentes!
    No caso do petismo, temos mais vitórias que derrotas, pois quem ganha quatro eleições seguidas, tem o atestado de vencedor!
    O que sabemos todos os petistas é que na luta política não há só vitórias, há também derrotas e principalmente quando se luta contra a direita capitalista, pois esta não tem ética, só tem interesses financeiros! A direita não tem interesse de ajudar ao povo, só a si mesmo!

  • Não sou pessoa de trocar de camisa…fui,sou e serei petista….com críticas é claro!Estou com Lula em 2018…mas não vou votar mais na sigla como sempre fiz…ignorando a pessoa.Os erros foram muitos e é preciso corrigir….é uma pena que as pessoas não entendam que….sem o pt o país perde.Perde no debate,perde nas ideias,perde na criatividade,perde a oposição,perde o servidor público,perde o empresário e perde o trabalhador.Sem o pt vai ocorrer um vazio terrível…que nenhum outro partido vai ocupar…nem pstu,psol,pco,pdt ou outros.Sem Lula ,na política, haverá uma fragilidade no processo democrático…ninguém ganha. A existência do pt, evita, uma convulsão social,evita a exclusão do cidadão…que com ou sem seus direitos a cidadania ainda vai ser lembrado e ainda vai ter voz! Não entendo como podem alguns querem tirar a sigla do pt de circulação…pois tbém não entendo o país sem o psdb!e olhe que não gosto deles).Lula/2018

  • Esse texto eu vou guardar! A ele recorrerei sempre que necessário. Por sua clareza, por sua lucidez, por sua sólida riqueza em argumentos. Pena que ele só serve para quem realmente quer pensar, o que parece não ser o caso da maioria em nosso país hoje em dia… até do lado de cá, da esquerda. Parabéns, Edu, pela melhor análise de conjuntura de nossa história recente. Forte abraço!

  • Podes fazer o teste. Quando tu dizes a uma pessoa qualquer que a Midia e a Casa Grande sao ou estao contra o PT, ela concorda. Quando dizes que isso NAO É por ser “PT”, mas porque é trabalhista. No sentido de ter levado prioridades e dinheiro para o lado do trabalhador e do mais pobre.
    E que se fosse qualquer outro partido q ousasse executar a mesma coisa seria combatido com igual ferocidade.
    As pessoas sao tomadas de surpresa: nunca tinham pensado nisso. Podes checar.

  • Rio de Janeiro 23 de janeiro de 2016

    PROJETO: A REDE DO BEM

    Caros amigos (as) gosto de ajudar quem precisa se ajuda, por isso gostaria de sugerir um projeto: A REDE DO BEM, onde os blogs e quem tem alguma rede social, poderia colocar em destaque (como uma propaganda) uma instituição de caridade, que ele ajuda ou confia, com essa iniciativa do bem, nós poderíamos quem sabe ajudar muitas crianças, idosos, e animais, que precisam de ajuda, pois fazer o bem, faz bem.

    Amigos (as) com a união de todos e um pouco de criatividade, nós podemos tentar melhorar esse mundo tão injusto e cruel com muitos dos nossos semelhantes.

    Atenciosamente:
    Cláudio José um amigo do povo, da paz, da ONU e um Beija-Flor da floresta do Betinho.

  • Edu,

    nunca fui petista, meu primeiro voto, em 89, no primeiro turno, foi para o Roberto Freire, e me arrependo.Não sou comunista, mas acreditei no seu discurso.A partir do segundo turno sempre votei ( para presidente) no PT, e não me arrependo justamente por tudo que disseste.
    Se aparecer alguém melhor , votarei nele.Mas por enquanto não vi ninguém melhor do que o Lula para 2018.

    É pena não ter você na minha família, porque é difícil argumentar sozinho.Muito desgastante.Mas continuo lutando pelo país.

    PS Você me fez lembrar do meu pai , que usava esta palavra: arenga.

    Valeu!

  • Muito bom, Edu.
    Minha filiação é anterior ao do Lula.
    E me orgulho disso.
    No primeiro dia de governo Lula disse: se eu conseguir que as pessoas façam três refeições por dia estarei satisfeito. Ele fez. E – para mim – a mais estupenda realização. Não combater a fome é o pior absurdo que um governante pode cometer.
    Parabéns, Edu.
    Se alguém aceitar o debate, que seja público, e com público. Convide-me.
    Forte abraço.

  • Edu,

    Muito bom !!!!!!

    Desconstruir este discurso, criado pela extrema direita e azeitado por ex petistas – que buscavam satisfazer seus interesses pessoais ,e não foram contemplados- são os mais cáusticos ( ex.Marta e Bicudo) . Seu
    texto esclarece bem a questão!!!!
    Vamos em frente!!!!
    Abs.
    Marta

  • Prefiro dizer (aqui e no meu ambiente diário) que não sou petista, já que nunca me filiei, nem ao PT nem a qualquer outro partido. Mas posso GARANTIR que sou de esquerda. Não por opção, mas pela minha essência. Inquieto-me com todo tipo de desigualdade. Imposição e discriminação me ferem profundamente. Tenho 66 anos, dos quais quase 30 fui gestor de pessoas (sou administrador), e, por sempre me posicionar do lado dos mais fracos, fui muito criticado e confrontado. Isso só fez consolidar minhas convicções. Sempre votei nos candidatos do PT (de presidente a distrital – moro em Brasília). Vivo num ambiente que, de uns tempos pra cá, se tornou muito hostil a eleitores como eu. Já encarei discussões febris, quase descontroladas, inclusive com parentes. Hoje me contenho, evito confrontos, mas nunca arredei pé do que acredito. Me abasteço em blogs como o seu, o DCM, o Tijolaço, o CAf e outros da linha progressista. Textos como este aqui e aquele seu que lista os feitos dos últimos 13 anos eu arquivo para voltar a ler outras vezes ou mostrar a alguém. Costumo dizer que de tanto perseguirem e “fuçarem” na vida do Lula, os adversários (MP, PF, PSDB, DEM, PiG) vão terminar provando os desconfiados que ele é o único candidato confiável para 2018. Obrigado por mais esse belo texto. Abraço.

  • Concordo plenamente com este texto. Fui um cara avesso à política mas sensível aos problemas sociais do Brasil. No entanto, nos últimos anos aderi ao PT, devido justamente ao seu olhar para os problemas do povo, que é a bandeira do Lula (Acho que o PT sem Lula, acaba). Me canso de ler, ver e ouvir pessoas dizerem: Não sou PT, mas acho que suas obras são boas. Ora, se as obras são boas, porque não ser PT? Também discordo de muita coisa da Dilma (menos do Lula), mas ela é bem intencionada e mantém a mesma orientação para a distribuição de renda. É por isto que sou PT. Se não mudarem a visão do mundo, continuarei sendo PT. Não adianta ser radical de Direita, modelo Luciana Genro ou a Musa de Alagoas e os discursos não passarem da porta dos DAs das faculdades.

  • Eduardo com todo respeito, gostei do que escreveu o azenha sobre a entrevista do Lula, chega às eleições usa o discurso de esquerda para trazer o apoio dos progressistas, ganha as eleições monta o governo em gabinetes com linha conservadora com espaços para a direita e a participação popular é trocada pelos gabinetes. Praguimatismo têm limite o PT hoje não tem ousadia.

  • Meus amigos e companheiros, peço a todos que reflitam:
    EXATAMENTE como disse o Eloi Beneduzi se não mudássemos um pouco, não teríamos o Brasil que temos hoje.
    Concordo com o José Eduardo, mas a ressalva do Eloi é PREPONDERANTEMENTE importante. Acho que não há alternativa pelo menos por enquanto. O PT não pode voltar a ser o que foi antes de 2002 porque estaremos fadados a ser APENAS e tão somente OPOSIÇÃO. Temos de fazer um balanço uma reflexão e todos precisam se convencer que jamais chegaríamos ao poder sem perder uma parte de nossa identidade. Há que se fazer concessões para termos o poder e CONTINUARMOS A MUDAR O BRASIL, o nosso povo merece este sacrifício ideológico para ficar livre dessa elite perversa que nos governou por 502 anos.

  • Tenho críticas ao PT, tanto como governo e tanto como partido. Na época já me assustei com a tal ‘carta aos brasileiros’, mas nunca deixei de votar ou defender o partido/governo, pois seria de uma ingenuidade criminosa acreditar que um partido tenha a primazia da perfeição.

    No entanto, a nossa grande mídia porca, gorda de verbas públicas, hipócrita e golpista quer nos fazer crer que há sim um partido de santos imaculados, cujas as asinhas e bico são tucanos.

    Issaí, Edu, valeu, meu bravo!

  • Concordo com suas palavras, mas … É inegável que muito do que o partido construiu está sendo destruído com a conivência/omissão da Dilma. É inegável que muito do ódio do qual o PT é vítima vem da república do Paraná onde “investigadores” fazem e vazam o que querem sem que NENHUM órgão do Estado os interpele!!
    Sou de esquerda, mas não dá mais para aguentar o José Eduardo Cardozo como “ministro”. Ou elle sai, ou o partido sofrerá as consequências nas eleições de 2016 escolhendo ainda mais do que já encolheu na última.

  • Enquanto não surgir um partido melhor do que o PT, vou ser PT pra sempre! Eu sempre digo para as pessoas: não sou petista por esporte, mas porque não existe partido melhor do que ele. É um partido que está do lado do povo, do trabalhador, daqueles que são marginalizados e sem oportunidades na vida! Essas pessoas, que antes eram excluídas, ascenderam à sociedade, são agora visíveis e estão fazendo a diferença na melhoria do desenvolvimento do Brasil! As pessoas mais simples só precisam de oportunidade para mostrar o seu valor, sua inteligência e sua capacidade!

  • Leio todos os dias esse blog, e faz muito tempo que Eduardo e outros blogueiros criticam o trabalho do ministro da justiça e a falta de comunicação de dona Dilma, pra mim, os pontos mais fracos desse governo… Coloca meu xará pra ministro da justiça, pra vê se acaba com esses vazamentos que a cada dia alimenta essa mídia prostituída do Brasil.

  • Sou petista e sempre fui,coisa que detesto é trairagem,discutir com coxinhas é pura perda de tempo,pois são canalhas,verdades para eles não existe.

  • Eduardo

    Aqui vão alguns números para comparar o período FHC (PSDB) com o período LULA (PT):

    -Estoque de emprego formal em 31.12.1994….. 23.667.241
    -Estoque de emprego formal em 31.12.2002….. 28.683.913
    -Empregos gerados no governo FHC……………… 5.016.672

    -Estoque de emprego formal em 31.12.2002….. 28.683.913
    -Estoque de emprego formal em 31.12.2010….. 44.068.355
    -Empregos gerados no governo LULA……………. 15.384.442

    Os números estão aí. A fonte é a RAIS.
    O resto é conversa fiada.
    Quanto aos petistas que estão indo embora, só resta dizer: Vão tarde. Boa sorte.

    • Um Vlog da Cidadania não excluiria as análises mais profundas do Blog, que você faria em intervalos maiores, daria na verdade mais força para sua defesa do legado do Lula.

      Uma câmera, 5 minutos e pau!

      abraco

  • Edu,

    Você disse o que digo sempre: no debate civilizado, sem insultos ou ofensas, com o uso de fatos, dados, análises sócio-econômico-político-históricas, etc., essa direita acéfala, boquirrota, nazifascista, violenta, ela não ganha uma discussão sequer. Um colega (neo)liberal de um grupo de discussão do qual participo tem apelado para teóricos liberais europeus e estadunidenses, para fazer frente aos meus argumentos e aos usados pelos pensadores da Esquerda. Imaginem que a direita brasileira de hoje, sobretudo essa que vocifera contra o governo, contra o PT, contra Lula e Dilma, lê e tem como referências os ‘colonistas’ pitbulls do PIG, FHC, Roberto Damatta… E na política atual as referências são José Serra, Carlos Sampaio, Aloysio (300 mil) Nunes, o pinóquio que governa SP, Aécio Cunha (aquele cujos amigos eram donos do helicóptero apreendido com 1/2 ton. de cocaína, mas que foi liberado poucos dias depois; pior; ninguém da PF ou do MP sabe de nada, ninguém está sendo investigado ou está preso…). Essas são algumas das razões para essa horda direitista cooptar a burocracia estatal (PF, MP e PJ), com o objetivo de aplicar um golpe de Estado ou, no mínimo, arruinar a economia do País, já que pelo voto popular e fazendo um discurso franco do que fará se conquistar o poder central jamais consiga os votos necessários para a ele voltar pela via democrática. Ressalte-se que o alto comando nos EUA paga uma mesada ao alto e baixo clero da PF e de vez em quando chama procuradores do MPF às falas, para que tomem instruções sobre, quem investigar e prender. Ou algum leitor atento, bem informado e crítico ainda tem dúvidas sobre a origem das instruções para investigar e prender o vice-almirante Othon Luiz Pereira da Silva?

  • Bom dia a todos. Infelizmente, eu não tenho tanta fé no PT quanto vocês, mas não sou cego a ponto de não valorizar o que já foi feito. Surgiram mais oportunidades, a economia (por um tempo) cresceu, e tivemos uma ascensão das classes menos favorecidas. Porém eu vejo tudo isso hoje jogado no lixo. Economia abaixo da média, preços altíssimos, e a classe trabalhadora que antes tinha ascendido agora se vê tendo que escolher entre comprar pão ou leite, carne ou frango, por que não dá mais para ter os dois; e a gasolina então nem se fala. Agora, sinceramente, eu quero que vocês olhem e me respondam se esse era o pais que o PT tinha em mente. E se não, por que deixaram isso acontecer. Escândalos (não que nenhum partido não tenha), acusações e mais acusações, e uma economia em crise. Com todo respeito a esta página e seu idealizador, sinto muito, mas o povo não é mais tão bobo a ponto de não ver tanta irresponsabilidade.

  • Me llamo Pamela, quiero decir un gran “GRACIAS” al Dr. John, el médico espiritual que me ayudó a traerme a mi ex esposo después de dos años, él y mis tres hijos me dejaron. Vivimos felices durante siete años, de repente comenzamos a tener problemas sin una razón justa, mi marido comenzó a tener una mujer y dejó de cumplir con sus responsabilidades como esposo. Cuando lo enfrenté con sus cambios repentinos, sobre todo, tener una aventura en nuestro matrimonio. Todo lo que podía decir era que estaba cansado del matrimonio, que quería un divorcio. Lo persuadí de que no me abandonara a mí ni a mis hijos, pero él nunca escuchó. Lo siguiente que hizo mi marido fue solicitar el divorcio. Pero no me rendí. Como mujer, tenía el corazón destrozado, un día vino un amigo y me di cuenta de lo que estaba pasando. Ella me aconsejó que contactara al Dr. John, a quien ella presentó como un excelente médico espiritual. Nunca me di por vencido, inmediatamente le envié un mensaje a través del enlace que me dio. El Dr. John respondió mi mensaje y me dijo qué hacer, después de hacer lo que él me dijo. Tres días después, mi esposo me llamó y comenzó a rogar que por favor, perdone y lo acepte. Mi marido llegó a casa al día siguiente, como dijo. Hoy, soy una prueba para mi generación y para el mundo, que ningún problema es imposible de resolver. Muchos problemas que enfrenta una relación pueden ser resueltos y corregidos. Si realmente necesita ayuda y quiere su matrimonio, relación o cualquier problema antes de que se resuelva, comuníquese con él a través de: [email protected]

Deixe uma resposta