Ao vivo: Senado decide sobre afastamento de Aécio Neves

O Senado decide nesta terça-feira se o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pode voltar a exercer o mandato parlamentar. O tucano está afastado da Casa desde o final de setembro, quando a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF)tomou a decisão, por 3 votos a 2. A sessão deliberativa corre o risco de não examinar o caso, mas já começou. Assista ao vivo a TV Senado

Aécio colhe o que plantou: até Juiz tucano do STF vota contra ele

Ainda são grandes as chances de Aécio Neves vir a se safar dos seus crimes graças a uma maioria conjuntural no Senado que venha hoje a acobertar esse criminoso confesso, mas essas chances já foram bem maiores. Em outros tempos, Alexandre de Moraes teria acobertado o correligionário na cara-dura. Foi impedido pelo clima político. Teve que determinar votação aberta no Senado para julgar o tucano

Marqueteiro de Aécio, que criou O Antagonista, é delatado à Lava Jato

Em áudio obtido pela VEJA, o diretor da J&F Ricardo Saud conversa com Frederico Pacheco de Medeiros, o Fred, primo de Aécio Neves, sobre as preocupações com pagamentos de caixa dois ao marqueteiro Paulo Vasconcelos. Esse marqueteiro criou o site O Antagonista ao custo de cerca de 1 milhão de reais, conforme o Blog da Cidadania divulgou neste ano

Mídia e Justiça são tigres contra Lula e gatinhos contra Aécio

Não é novidade que a Justiça trata a pão-de-ló tucanos acusados de corrupção enquanto trata petistas a pão e pedra. Mas o caso de Aécio é demais. Provavelmente é o criminoso brasileiro com mais provas contra si. O seu caso espera julgamento desde maio, enquanto a Justiça quer julgar e condenar Lula em duas instâncias em cerca de um ano. A diferença de comportamento da Justiça e da Mídia nos dois casos esbofeteia o país.

STF deve ao Brasil relatoria da Lava Jato isenta de politicagem

O Poder Judiciário como um todo está ameaçado de total desmoralização a depender da “solução” que o presidente Michel Temer e a ministra Carmén Lúcia derem para a substituição do relator da Lava Jato naquela Corte. Do primeiro não se espera nada, da segunda não se espera muito. Além disso, a Lava Jato de Teori Zavascki não era a Lava Jato de Gilmar Mendes ou de Sergio Moro. Resta sabe se Temer e Cármen querem que a Lava Jato no STF se torne uma completa farsa como a Lava Jato da 13ª vara de Curitiba.