Promotoria tucana persegue procuradores federais independentes

No momento em que a ditadura Alckmin emplaca seu Mussolini no STF, um escândalo rola no Ministério Público do Brasil. A procuradoria tucana de SP denunciou ao CNMP a Procuradora Nacional dos Direitos do Cidadão Debora Duprat por defender jovens presos por protestar contra Temer após o golpe de 31 de agosto de 2016. O Blog entrevistou membro do MPF que explicou o escândalo. Leia a matéria e ajude a denunciar mais essa vergonha tucana.

Folha transforma propina a Alckmin em “caixa 2”

Sempre digo que a Folha é pilotada pelos canalhas mais espertos de toda essa canalhada proto tucana que afirma fazer “jornalismo”. Se o jornal não noticiasse a delação contra Alckmin, a notícia acabaria na imprensa alternativa. Então a Folha fura a mídia tucana e a mídia alternativa. Mas aquela foto do esbirro Sergio Moro confraternizando com Serra, Alckmin e Aécio, todos delatados por corrupção, comprova que nem com foto do crime essa bandidagem tucana será incomodada por uma Justiça tão cheia de bandidos quanto a classe política.

Deixem os golpistas governarem, vão se enterrar sozinhos

Ainda vão me dar razão nesta premissa: o PT governou durante 13 anos. Venceu 4 eleições. Foi ruim a direita tomar o poder na marra, mas é bom alternar o poder. O povo espera que os golpistas lhe deem de volta o que receberam do PT por 11 anos e que faltou nos últimos quase dois anos. Quando o povo descobrir que não vai rolar, vai ficar muito, muito zangado. Vamos assistir de camarote.

Alckmin viola lei e sonega dados sobre programa “Recomeço”

Há quase 40 dias o governo do Estado de São Paulo recebeu pedido para dar informações sobre o programa estadual de tratamento de dependentes químicos, o “recomeço”. A Lei de Acesso à informação obriga o Estado a responder em até 30 dias, mas de forma muito suspeita o governo Alckmin se nega a dar informações sobre esse programa fracassado para tratar dependentes de crack. Aí tem, e nós vamos descobrir o que é que tem.

Não comemore vaia a tucanos; quem vaiou prefere Bolsonaro

Manifestantes que diziam protestar contra a corrupção elegeram um ídolo, no domingo: Jair Bolsonaro, do partido mais envolvido na Lava Jato, o PP. Quanto a Alckmin e Aécio serem vaiados, não chega a ser um alento. A massa que está pautando a política prefere Bolsonaro. É como trocar Berlusconi por Mussolini. Se a esquerda não se unir, quem garante que o pior não acontecerá em 2018?

Haddad e MPL fizeram despencar apoio a protestos contra aumento das passagens

O município de São Paulo já tem quase 12 milhões de habitantes. As manifestações contra o aumento das tarifas, porém, têm juntado um público microscópico, entre 7 mil pessoas (avaliação dos manifestantes) e 1 mil (avaliação da PM). Dirão que o uso da tática black bloc pelo MPL causou isso, mas essa versão não explica tudo. É que o custo do transporte na capital paulista não é mais um grande problema. Medidas do prefeito Fernando Haddad reduziram drasticamente até o problema do custo das passagens de metrô.

É escandaloso PM-SP dizer que havia 3 mil no ato pró Dilma em SP

Se a Justiça valesse para todos da mesma forma no Brasil, Alckmin poderia até perder o cargo por colocar uma corporação pública que controla para mentir em seu benefício e no de seu partido. A PM-SP virou um braço do PSDB. É inaceitável que os tucanos usem a Polícia Militar de São Paulo para fins políticos. Clique na imagem para conferir o abuso da Globo e do governo Alckmin.

PM usou violência psicológica para interrogar estudantes

Relatos e imagens da violência física que a PM usou contra estudantes que protestaram contra o fechamento de escolas em SP espalharam-se pelo país e pelo mundo, mas houve uma prática talvez até mais abusiva da corporação que precisa ser denunciada. Um jovem que foi preso procurou o Blog da Cidadania para denunciar interrogatório ilegal e tortura psicológica de que foi alvo. Foi pesadamente insultado e ameaçado. Leia o relato revoltante do jovem Shitão Romeu

Polícia agride jovens que defendem escolas e usa luvas brancas com golpistas

As cenas bestiais de gorilas fardados agredindo jovens heroicos que venceram os arroubos anticivilizadores de mais um governador tucano (Alckmin) contra a Educação contrastam com a forma com que a polícia tirou os golpistas patéticos da frente do Congresso nacional. Cassetetes para os estudantes idealistas e luvas brancas para os tarados golpistas. Assista aos vídeos e tire suas conclusões.

Apesar da blindagem, rejeição a tucanos é “igual” à de #Lula70

Sugiro a quem é simpático a Lula e não gostou da pesquisa Ibope sobre a sucessão presidencial divulgada extemporaneamente na última segunda-feira (26), que se acalme. Não é novidade que ele perdeu apoio com as crises política e econômica. A novidade é que perdeu muito menos do que se pensava e que seus adversários, sabe-se lá como – sendo protegidos pela mídia -, também perderam. Na verdade, Aécio e Marina ganharam rejeição nos últimos meses. Essa pesquisa foi um presente de aniversário para Lula.