“Associar-se a Trump não vai ajudar o Brasil”, afirma cientista político Peter Hakim

“Eu francamente não entendo qual é a estratégia do Bolsonaro em fazer todas estas ofertas para os EUA. Não sei como isso beneficia o Bolsonaro ou o Brasil”, diz o cientista político Peter Hakim, presidente emérito do Inter-American Dialogue, think tank de análise política sediado em Washington. Profundo conhecedor da América Latina, Hakim também foi conselheiro de grandes instituições mundiais como o World Bank, o Inter-American Development Bank e o Human Rights Watch.

Apoiadores da ditadura, EUA ofereceram 5 mil dólares por morte de Marighella

Para o historiador Daniel Aarão Reis, estudioso do período da ditadura e ex-militante do Movimento Revolucionário Oito de Outubro, o MR8, o plano de oferecer uma recompensa pelo guerrilheiro comunista não é um ponto fora da curva na política externa norte-americana. “É uma tradição antiga nos Estados Unidos dar gratificações em dinheiro para pegar aqueles considerados inimigos do Estado”, afirmou. “De acordo com seus interesses, os americanos acionam diplomatas e agentes para colher informações.”

Submissão do Brasil aos EUA pode prejudicar exportações à China, dizem especialistas

” O Brasil está totalmente refém nestas negociações entre EUA e China. Nem mesmo na soja, que somos grandes produtores, temos influência na formação de preços. Se os chineses quiserem ser duros com o Brasil, ainda mais num momento em que o novo governo dá sinais de que quer maior alinhamento com os EUA, poderá substituir facilmente os fornecedores do produto” – afirma Monica de Bolle, diretora do Programa de Estudos Latino-americanos da John Hopkins University.