Força de Joaquim Barbosa nas pesquisas revela eleitorado infantil

Colunista da Folha de São Paulo deixa ver o fundo do poço a que chegou a mentalidade média do brasileiro. Grande parte do eleitorado que amadureceu após a redemocratização vendo os desastres causados por Collor e FHC e que elegeu Lula em 2002 e viu o Brasil se erguer da lama na década seguinte foi substituído por um eleitorado infantilizado repleto de jovens que não viveram e não estudaram a história do país e com a ascensão da extrema-direita. Parte considerável desse eleitorado (pouco menos de 10%) crescente quer votar em Joaquim Barbosa sem saber o que ele pensa e pretende.

Rodrigo Janot e Joaquim Barbosa dizem que não vai ter golpe

Foi com surpresa que entusiastas e adversários da derrubada de Dilma receberam a recusa do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a investigar as contas de campanha da presidente a pedido de Gilmar Mendes. Porém, mais surpreendente é que o carrasco-mor do PT, Joaquim Barbosa, acaba de declarar que não vai – e não deve – ter golpe nem no TCU nem no TSE. E que querer derrubar Dilma seria “Um abalo sísmico nas instituições”. Confira os efeitos práticos da decisão do procurador-geral da República, segundo juristas e constitucionalistas consultados pelo Blog.