Discursos de Bolsonaro podem colocar Brasil na mira da ONU

Para o ex-ministro da Justiça José Carlos Dias, discursos e propostas do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e dos governadores eleitos de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), são ameaças claras aos direitos humanos e, se concretizadas, devem colocar de vez o Brasil na mira da comunidade internacional, especialmente da ONU e da OEA.

Brasil é citado por Chefe da ONU como exemplo de desinformação nas eleições

A alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, cita o Brasil como exemplo de como a “desinformação” influenciou nas eleições, no mês passado. Num discurso realizado nesta quarta-feira na Universidade de Genebra, a chefe de Direitos Humanos das Nações Unidas tratou dos riscos da manipulação de dados coletados na internet e como podem afetar “escolhas” das populações.

Indicação ao Oscar do documento sobre o golpe de 2016 é uma vitória

Alguns se perguntam de que adianta insistir nos processos de Lula na ONU, na denunciação internacional da prisão fraudulenta dele e do impeachment de Dilma, se nada disso está adiantando para reverter a prisão do ex-presidente e o golpe contra ela. A possibilidade de o documentário sobre o golpe de 2016 ganhar um Oscar explica a importância dessas denúncias

Confissão do general Villas Boas pode libertar Lula

Em entrevista à Folha de SP, o comandante do Exército, general Villas Boas, prestou um serviço (involuntário) ao país ao confessar que mensagem que divulgou no Twitter na véspera do julgamento do pedido de habeas-corpus de Lula ao STF foi ameaça à Corte. Essa confissão terá consequências drásticas no Brasil e no exterior e pode resultar na absolvição de Lula.

TRF4 não entende decisão da ONU sobre Lula

Corte de apelação da Lava Jato frustra pedido da defesa do ex-presidente que pretendia interrupção do processo até pronunciamento da Comissão de Direitos Humanos da ONU. O desembargador Gebran Neto disse que a ONU exige esgotamento dos recursos no país para a entidade se posicionar. Está enganado. A ONU exige que não haja condições políticas no país para se pronunciar sobre condenações.

Brasil de Moro-Bolsonaro ruma para isolamento internacional

O Brasil caminha celeremente para um isolamento internacional que se somará a políticas públicas que serão implementadas pela equipe econômica de Jair Bolsonaro e que aprofundarão o processo de empobrecimento nacional iniciado pelo governo Michel Temer. Com Bolsonaro, o que resta da CLT será eliminado e o Brasil sofrerá boicote econômico internacional por violação da democracia.

PT divulga nota contra o fascismo de Bolsonaro e sua pauta de retrocessos

Na nota, divulgada hoje no início da tarde, a cúpula do PT afirmou que o processo eleitoral foi marcado, desde o início, pela violência e pelo ódio político, a começar pela cassação da candidatura do ex-presidente Lula. O texto também acusa o judiciário, que ignorou a determinação da ONU sobre o direito de Lula ser candidato e por ter sido incapaz de conter “a indústria de mentiras nas redes sociais financiadas pelo caixa 2 de Jair Bolsonaro”.