Apóie o recurso do MSM à Procuradoria Geral Eleitoral

O Movimento dos Sem Mídia recebeu em sua sede, nesta semana, correspondência enviada pela Procuradoria Geral Eleitoral e firmada pela vice-procuradora-geral-eleitoral, doutora Sandra Cureau. A correspondência versou sobre a representação do MSM, encaminhada à PGE em setembro, pedindo punição da Globo e do SBT por infringirem a lei eleitoral ao veicularem opiniões de seus funcionários favoráveis a José Serra e desfavoráveis a Dilma Rousseff.

Irregularidade nas pesquisas só houve entre março e abril

Os meios de comunicação aliados a José Serra já começam uma nova ofensiva em favor de seu candidato. Essa ofensiva inclui manipulação de interpretação das pesquisas, retomada de denúncias contra Dilma e o PT e reprodução de campanhas anônimas de difamação destes, de forma a levá-las ao conhecimento do público sem, entretanto, dar-lhes apoio formal. Este texto, porém, abordará apenas as interpretações enviesadas das pesquisas.

O escândalo das pesquisas

No calor da campanha eleitoral, com o foco em denúncias pré-eleitorais contra Dilma e o governo Lula que todos sabiam que sobreviriam, está passando batido o fato de que foi por terra aquela conversa fiada sobre os números de Datafolha e Ibope divergirem dos de Sensus e Vox Populi por “diferenças de metodologia”.

Íntegra da nova Representação do MSM à PGE

Íntegra da representação do Movimento dos Sem Mídia à Procuradoria Geral Eleitoral enviada a Brasília para protocolo em 8 de setembro de 2010, juntada a evidências e provas da argumentação da Organização, pedindo interferência da Justiça Eleitoral no uso fraudulento e ilegal de concessões públicas de rádio e tevê em benefício da Candidatura de José Serra à Presidência da República.

———

OBSERVAÇÃO : novos comentários de apoio serão enviados, posteriormente, à Procuradoria Geral Eleitoral.

Investigação das pesquisas eleitorais

Cumpre-me informar que na tarde desta quarta-feira, 11 de maio de 2010, o setor jurídico do Movimento dos Sem Mídia me fez saber de que, conforme informações que obteve em incursão que fez em Brasília nesta semana, a Representação de nossa entidade à Procuradoria Geral Eleitoral pedindo investigação dos institutos de pesquisa Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi , acolhida sob o nr. 4559.2010-33, foi remetida à superintendência da Polícia Federal em Brasília através do oficio PGE nr. 109/2010, em 4 de maio de 2010.