Explicação para os atos de Toffoli e as chances de Dilma

Reportagem

toffoli

 

 

Segundo as lendas, o presidente do TSE, José Antonio Dias Toffoli, teria se irritado com a presidente Dilma por ela não ter reconduzido ao cargo naquela Corte o ministro Henrique Neves e, em retaliação, entregou a apreciação das contas de campanha da petista ao notório desafeto do PT Gilmar Mendes, também membro do TSE.

Mendes tem se notabilizado por decidir sistematicamente contra o PT seja qual for o caso envolvendo o partido que chegue às suas mãos. Além disso, esse ministro vive dando declarações públicas contendo ataques ao PT. Desse modo, e dado o clima político tenso que vive o país, o que se espera é que ele dê um jeito de reprovar as contas de Dilma.

Houve, então, difusão da informação de que, se isso ocorrer, a presidente Dilma não será diplomada e, assim, estaria aberto, automaticamente, um “processo de impeachment”.

Antes de entrar no assunto, vale esclarecer que as informações que darei a seguir foram obtidas na tarde de 3ª feira (19) junto à fonte mais confiável que se possa imaginar. E, claro, não darei pista alguma de que fonte é essa, mas posso garantir que é muitíssimo confiável.

Em primeiro lugar, não procede a informação de que Toffoli entregou as contas do PT ao único ministro que com certeza arrumará pelo em ovo simplesmente porque Dilma, então fora do país, não reconduziu Neves ao cargo imediatamente.

Vejamos o caso de Toffoli. Entre 1995 e 2000, foi assessor jurídico da liderança do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados. Também foi advogado do PT nas campanhas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 1998, 2002 e 2006. De janeiro de 2003 a julho de 2005, exerceu o cargo de subchefe da área de Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República, durante a gestão de José Dirceu. Em março de 2007, foi nomeado Advogado–Geral da União por Lula, função que exerceu até outubro de 2009, quando o ex-presidente o indicou como ministro do STF, em substituição ao ministro Carlos Alberto Menezes Direito.

Quando Dirceu foi apeado do cargo de ministro-chefe da Casa Civil devido ao mensalão, em 2005, Dilma assumiu seu posto e exonerou Toffoli, que ficou sem cargo no governo até 2007, quando foi convidado por Lula para ser o AGU e depois, em 2009, para assumir a vaga no STF.

Em resumo: Toffoli não gosta de Dilma por tê-lo exonerado da Casa Civil em 2005, após Dirceu perder o cargo.

Com o presente que Toffoli deu ao PSDB ao entregar a um dos maiores inimigos do PT as contas de campanha de Dilma, imediatamente o ministro começou a trilhar o caminho já trilhado por Joaquim Barbosa. A trajetória de ambos vai ficando muito parecida.

Barbosa, como Toffoli, chegou a ser considerado um despachante de Lula no STF – a direita não acreditava que Lula nomearia ministros do STF independentes até que Barbosa, decidido a se tornar “popular”, possibilitou a condenação sem provas de alguns réus do mensalão, como Dirceu.

Com Toffoli, o roteiro está se repetindo. Pela sua trajetória supracitada, foi considerado outro braço de Lula no STF. A imprensa tucana, assim como fez com Barbosa, fustigou Toffoli por anos. O blogueiro da Globo Ricardo Noblat chegou a relatar um episódio de discussão entre ambos em uma festa e deu detalhes pouco abonadores ao ministro, como o de que teria se embriagado e dado escândalo.

O fato é que Toffoli, decidido a se “reabilitar” como Barbosa, aproximou-se de Gilmar Mendes e companhia.

O novo Toffoli, agora reabilitado, já foi até levado ao programa Jô Soares na madrugada desta 3ª feira. Na entrevista, endossou a tese da PEC da Bengala, que pretende estender para 75 anos a idade de aposentadoria de ministros do STF a fim de retirar de Dilma a possibilidade de nomear mais 5 ministros para aquela Corte até 2018.

Eis a verdadeira motivação de Toffoli para atacar o partido a que serviu um dia: não gosta de Dilma, quer ficar amiguinho da mídia e da classe média como Barbosa e sonha em ficar mais 28 anos no STF em vez de mais 23.

Agora, uma boa e uma má notícia. Segundo minhas fontes, não procede a informação de que Dilma não será diplomada caso Gilmar Mendes encontre um pelo no ovo de suas contas de campanha. Haveria a diplomação e o processo de impedimento não seria automático, mas qualquer pedido nesse sentido terá chance de êxito.

O roteiro do golpe é simples. Dilma não pode ser impedida de assumir o segundo mandato, mas esse mandato estaria sujeito a questionamento.

O PSDB, claro, pedirá o impedimento dela por suas contas terem sido reprovadas, ou parcialmente reprovadas. A tendência do TSE, com Toffoli ao lado dos ministros Gilmar Mendes, João Otávio Noronha e Luiz Fux, todos antipetistas, daria maioria ao golpe em um colegiado de sete pessoas.

Haveria, porém, um recurso do PT ao TSE arguindo suspeição de Mendes dado o largo histórico de ataques verbais públicos desse ministro ao PT, facilmente comprovável. Nesse ponto, a verborragia dele poderá ser útil ao seu alvo petista. Contudo, essa discussão vai acabar mesmo no STF, presidido por Ricardo Lewandowski.

O poder do presidente do STF é a pauta, mas em um caso dessa gravidade não haveria como um pedido do PT contra a rejeição arbitrária e politicamente motivada de suas contas não ir para o topo da pauta, de modo que esse poder não ajuda muito.

Por conta disso, o risco que o Brasil corre é o de o segundo mandato de Dilma começar com essa espada de Dâmocles sobre sua cabeça, tendo que lutar por seu mandato no Supremo. Mesmo que a nova composição daquela Corte impeça o golpe, a economia brasileira irá se ressentir, o que pode aumentar o desemprego e reduzir salários, criando clima para mais golpismo.

Esses são os fatos, goste-se deles ou não. Mas vale refletir que o golpismo destro-midiático irá ferir, antes de qualquer um, a sociedade brasileira. O povo irá pagar pelas estratégias golpistas da mídia, do PSDB e companhia limitada. E o mais irônico é que muita gente que irá sofrer com esse abalo do país a esta hora está comemorando o próprio infortúnio futuro.

159 comments

  • Mas não é sempre o povo quem paga a conta? eles não se importam com isso, se povo fosse importante para eles eles se comportariam de maneira ética desde sempre.

    Agora esse Tofolli me saiu melhor que a encomenda hein.Sugiro um apelido pra ele : Toffolli Barbosa.

  • E o Agravo Regimental, ajuizado pelo vice PGE, que pretende retirar de Mendes a análise das contas de Dilma e, desse modo, enviá-las ao substituto de Henrique Neves? Suas fontes não esclareceram se tem chance de êxito? O PT não pode mobilizar-se para conseguir essa retirada? Estamos condenados a esse dilema? Não há nada que o partido possa fazer para conseguir-se sustar esse processo absurdo? Sejam quais forem os motivos de Toffoli, e ao meu ver um não anula o outro, ou seja a antipatia de Toffolli por Dilma e seu desejo de tornar-se o novo queridinho da direita(que vinha manifestando desde as eleições, quando tomou decisões prejudiciais à campanha petista, como a de obrigar o partido a retirar do ar as inserções que referiam-se ao caso do Aeroporto construído por Aécio neves em terras do tio)foram os ingredientes necessários que o levaram a dar um dimensão trágica a não recondução imediata de Henrique Neves ao cargo após o término de seu mandato(sem contar o fato de Dilma não se “aconselhar” com Toffoli para futuras nomeações no STF)e dessa forma permitir que o julgamento das contas de Dilma caísse nas mãos do maior opositor do PT no TSE. Contudo, sejam quais forem os motivos e para lá de pirotecnias jurídicas, somente a mobilização, primeiro do PT e junto com ele da Sociedade Civil, podem impedir que a Presidenta inicie seu mandato com essa arma apontada para sua cabeça ou, o que é ainda pior, que o circo midiático montado em torno da Operação lava jato(ou da versão dela que a Globo contará aos brasileiros)possam criar o clima para um golpe paraguaio, ou hondurenho, no Brasil. Há muitos interesses em jogo e o desejo de sabotar a construção de um país justo, e independente, é muito forte, tanto em nossa classe dominante e seus asseclas, como nos EUA que os comandam. Por isso temos que mobilizar os brasileiros para o golpe que se pretende dar na vontade popular e que já é gestado há muito tempo. Garanto que as “interpretações” jurídicas, de Mendes, Toffoli ou quem quer que seja, mudarão bastante se sentirem as ruas deste país fervilhando, começando pelas “análises” da mídia e seus jagunços. Quero ver Merval pereira conclamando o golpe com milhares de brasileiros protestando em frente à sede da Globo, como já aconteceu recentemente. É essa mobilização que precisa ser reorganizada, para que da mesma forma que nas eleições, ela nos permita vencer esse terceiro turno da sabotagem fascista.

  • Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada

    Congresso não pode ler
    a Lava-Jato. Só o PiG

    Barroso repete Teori. O Ataulfo tem prioridade absoluta !

    Como se sabe, os depoimentos da Lava-Jato, que correm na Vara do Juiz Moro, e sob os cuidados republicanos dos delegados aecistas, vazam para o PiG diversas vezes por dia.

    Parece hamburguer no MacDonalds.

    Encostou o carro, leva.

    Ketchup ou mostarda ?

    Mas, o Congresso não pode ter acesso !

    A Presidenta também não.

    Onde já se viu ?

    O Congresso ?

    Não !

    O Ataulfo precisa saber primeiro !

    Afinal, o Moro, o PiG e a PF do zé assumiram o Poder .

    Derrubar a Dilma é … pensando bem … não é pra já:

    No G1:

    Ministro do STF nega à CPI acesso a delações da Operação Lava Jato

    Parlamentares tentavam obter depoimentos sigilosos desde setembro.
    PGR foi contra liberação para manter sigilo e preservar investigação.

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso negou nesta terça-feira (18) um pedido feito pela CPI Mista da Petrobras no Congresso para acessar as delações premiadas que já tramitam na corte relacionadas à Operação Lava Jato. Os depoimentos, como o do ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, citam nome de parlamentares supostamente envolvidos e, por isso, foram remetidos para análise do STF, pelo ministro Teori Zavascki.

    Na decisão, Barroso sustentou que, por conta do caráter sigiloso, o acesso deve se limitar ao juiz, ao Ministério Público, aos delegados da polícia que atuam no caso e aos advogados dos suspeitos. A liberação, assim, só deve ocorrer quando o MP apresentar a denúncia à Justiça, com as acusações e provas colhidas durante a investigação.

    (…)

    Comentário de minha autoria sobre esta frase “Na decisão, Barroso sustentou que, por conta do caráter sigiloso, o acesso deve se limitar ao juiz”.

    Ministro Brarroso, com todo respeito que eu tenho pelo Senhor, permita-me que discorde de uma coisa: a operação Lava Jato há muito já deixou de ser sigilosa. Os vazamentos são diários e sempre seletivos. E o objetivo desses vazamentos e estigmatizar o PT e fornecer informações (como confiar nelas?) que permitam dificultar as ações do governo Dilma. Portanto…

  • Ilações, temores, suspeitas, hipóteses, probabilidades, sonhos ou pesadelos à parte, as mobilizações pró-democracia=dilma=vontade da maioria=equilibrio sócio- econômico e prosperidade da sociedade brasileira devem se antecipar, na internet, nas brechas possíveis da mídia escrita e especialmente nas ruas, mostrando sua força, de modo a desestimular qualquer das tentativas de golpe – e já, todo dia, em todo o Brasil. Foi com as mobilizações de junho que Dilma conseguiu capitalizar energia e aprovar o que não conseguira no Congresso! É com a mesma energia – enérgicamente! – que poderão ser afastados os fantasmas, porque o que vem por aí vai afetar muito peixe grande, e eles não querem morrer no seco! O melhor contra-ataque é a antecipação!!!

  • Tudo isso por INCOMPETÊNCIA de Dilma e de quem, no governo, deveria ter providenciado a recondução do ministro Henrique Neves a tempo. Ás vezes (e isto está se tornando frequente), só levado a pensar que Dilma apanha porque gosta.

  • Se isso realmente acontecer será o fim da democracia no Brasil. Não será mais necessário termos eleições já que no final quem decidirá quem assume ou não serão os ilibados juízes.
    Desculpe dizer, mas estou pessimista e isso vai dar uma merda enorme e não posso nem imaginar as consequências (acredito que nem esses energúmenos tem ideia dos efeitos dessa ação).

  • O judiciário com ministros do STF e congêneres com vitaliciedade no cargo… Ah, é demais para a República, ninguém aguenta esse tipo de aberração. As nossas instituições precisam ser reformadas para o bem do Brasil e da democracia.

  • É um governo paralisado, um governo que apanha dia sim outro também sem reagir, só diz que não ficará pedra sobre pedra, sim Dilma estão trabalhando dia e noite para que isto aconteça: Não sobrará pedra sobre pedra de seu governo e do PT, graças a sua conivência, porque quem cala consente, acharia bem feito se o povo brasileiro não fosse comer o pão que o diabo amassou…(desculpe o desabafo cansa a gente ouvir todo dia todo tipo de insulto no táxi, no trabalho com amigos na família contra a Presidenta contra o Lula e contra o PT e não há reação voltou a ser um governo que não se comunica com o povo, e como dizia Chacrinha: Quem não se comunica se estrumbica. Ai falam em por a militância na rua, ou seja quando a coisa esquentar chamam a gente para as ruas para apanhar para ser trucidado, até amizades foram perdidas nestas eleições, um amigo de minha sobrinha foi deletado pelo o próprio do Facebook, para ver como andam os ânimos, se Dilma não reagir não há nada que nós poderemos fazer, o Golpe de Estado já está em andamentosimples assim)

  • Edu, um leitor do Nassif publicou reportagem de 14 de fevereiro de 2008, do Jornal Correio do Estado, dizendo que as contas do Presidente Lula, rejeitadas em dezembro de 2006,por quatro votos a tres, foram aprovadas naquela data (14/02/2008). As contas tinham sido rejeitadas porque houve doação para a campanha de uma concessionária de serviços públicos do Porto de Santos, o que não é permitido. O PT recorreu no TSE e conseguiu a aprovação.

  • Edu, então a situação é grave?
    Tem como saber qual a posição das forças armadas nessa situação!
    Todos sabem que o que não presta é a nossa elite representada por
    estes políticos desonestos que só roubaram o povo.

  • Então, vamos aos fatos ou aos prováveis fatos. Dilma caindo, Temer cai com ela como seu vice? Se não cair o vice , estaria protegido por quem e por quê? Se a chapa inteira cai, quem assume, o presidente do Senado ou da Câmara? Se é mais um golpe paraguaio, está sendo financiado pelos EUA mais uma vez? Com o aval da embaixada, que tem como embaixadora a mesma figura do golpe paraguaio? Que perspectivas teria o Brasil com esse novo golpe? Quem sobreviveria no congresso depois de tanta devassa, incluindo o PMDB? Quem vai impedir o jogo dos novos medíocres contra os velhos medíocres da política nacional? Na passeata que agora mais ninguém define se é do impeachment ou se é pela volta da ditadura militar, já havia divisões gritantes e muita violência ostensiva contra o PT. O bolsonaro jr, o boquinha de jacaré, disse, inclusive, que se o papai dele tivesse sido eleito, Dilma seria fuzilada.Foi o que entendi no vídeo da passeata do dia 15. E o merdinha é só um funcionário público e um ‘futuro’ deputado federal sem decoro nenhum. E sem cultura histórica, conhecimento de Brasil, o cara não sabe de nada. Quem vai salvar da lama e da mediocridade maior ainda, a imprensa e a mídia corporativa? A quem interessa a mediocrização (se é que existe esse termo) do país? Quanta indigência mental, a começar com esse Toffoli. Quem está financiando esse novo detrito federal? Os EUA está com intenção de destruir seu antigo quintal? Sim, porque adesão da maioria dos brasileiros eles não vão ter. Ai, Deus meu, que merda estão tentando fazer no nosso país!

  • É assustador caro Eduardo.
    Pensamos já ter visto tudo em nossa vida, mas este é, sem dúvida, o momento mais delicado.
    Como sabemos, toda campanha tem suas nuances, e certamente a do PT não fugirá à regra.
    E de nada adiantará gritarmos sobre as campanhas tucanas, pois agora, já se foram.
    É triste vermos os rumos que nosso País está tomando.
    Mas, nem tudo está perdido.
    Se Gilmar manter sua conduta anti Petista, estará definitivamente selando sua credibilidade perante a opinião pública e o Judiciário, que já não é das melhores.
    Temo, porque ele não pensa no País em suas decisões, e não medirá as consequências de suas ações.
    Em todo caso, torço para que o PT tenha a famosa “carta na manga”, para poder neutralizar uma possível rejeição das contas de campanha.
    O fato é que a guerra está declarada.
    E se o Brasil for às ruas, não veremos coisa boa.
    Se por um lado, sua matéria nos traz muita preocupação, por outro agradecemos, pois estarmos preparados para o pior é que mais importante.
    Além, é claro, do aprendizado sobre esse verdadeiro “jogo de guerra”.
    Um abraço.

  • É um governo paralisado, um governo que apanha dia sim outro também sem reagir, só diz que não ficará pedra sobre pedra, sim Dilma estão trabalhando dia e noite para que isto aconteça: Não sobrará pedra sobre pedra de seu governo e do PT, graças a sua conivência, porque quem cala consente, acharia bem feito se o povo brasileiro não fosse comer o pão que o diabo amassou…(desculpe o desabafo cansa a gente ouvir todo dia todo tipo de insulto no táxi, no trabalho com amigos na família contra a Presidenta contra o Lula e contra o PT e não há reação dos que tem o dever de honra de reagir, voltou a ser um governo que não se comunica com o povo, e como dizia Chacrinha: Quem não se comunica se estrumbica. Ai falam em por a militância na rua, ou seja quando a coisa esquentar chamam a gente para as ruas para apanhar para ser trucidado, até amizades foram perdidas nestas eleições, um amigo de minha sobrinha foi deletado pelo Pai do Facebook, para ver como andam os ânimos, se Dilma não reagir não há nada que nós poderemos fazer, o Golpe de Estado já está em andamento, permitido sim, por uma Presidenta covarde, simples assim)

  • O que cabe questionar de saída é a evidência de ilegalidade da redistribuição do feito para o sinistro Gilmar Mendes, apontada pelo Ministério Público Eleitoral, conforme noticiado pelo jornal GGN no link abaixo transcrito.

    De fato, a legislação em vigor prevê, na hipótese em apreço, a distribuição do feito para ministro substituto, nos termos expressamente determinados pelo o dispositivo legal apontado pelo Procurador do MPE ao impugnar a decisão que determinou a redistribuição do processo relativo às contas de campanha da Presidente Dilma.

    Assim, a referida impugnação está firmemente embasada, dado que o referido processo foi redistribuído para outro ministro efetivo, quando a lei determina que fosse feita a redistribuição para um ministro substituto.

    Nesta hipótese, urge ajuizar o recurso adequado para que seja determinada a nulidade absoluta dos atos praticados pelos referidos julgadores, cuja tendenciosidade já foi evidenciada em diversas ocasiões.

    Mas não se pode deixar de registar que este embróglio não teria lugar se o governo contasse com um assessoramento minimamente competente. É absurdo que tenham deixado de providenciar em tempo hábil a recondução do Ministro cujo mandato expirou. Especialmente numa conjuntura com as implicações da presente.

    Ademais, a abjeta tentativa de golpe paraguaio que se evidencia em marcha no Brasil deve ser combatida, acima de tudo, pelos meios jurídicos, posto que, na realidade, até aqui não estão demonstrados fundamentos capazes de embasar nenhuma perda de mandato da Presidente Dilma em bases estritamente legais.

    Todavia, a sustentação política do mandato nascido das urnas precisa agora evidenciar todos os aspectos jurídicos que determinam a legitimidade do governo eleito, bem como os requisitos essenciais da defesa inquebrantável da democracia, hoje ameaçada por setores da sociedade incapazes de conquistar o poder pelas vias legais e dispostos a utilizar de meios escusos e inescrupulosos para impor suas pretensões ditatoriais.

  • Acabem com as esperanças do povo e vão estar brincando com fogo.

    O que adianta votar e fazer campanha se, no fim, o destino de milhões estão nas mãos de meia-dúzia de homens que não receberam um só voto?

    Mas um povo sem esperança é um povo sem medo.

    Melhor não querer saber do que é capaz um povo que perde o medo.

    • Amigo, sinceramente? O povo permaneceu sem esperança por 21 anos na noite da ditadura. E quantos reagiram? Quantos se levantaram? Pouco mais de um punhado. Isso numa época em que o nível intelectual das pessoas era muito melhor do que hoje. Hoje em dia, com toda uma geração bovinizada pela mídia, falando pelos cotovelos no Facebook, não vai ter reação alguma. Não acredito nisso.

  • De tudo isso o que realmente vai ajudar a Direita a derrubar a presidente Dilma, é a ECONOMIA.
    É um erro que ela cometerá se escolher MEIRELLES. É o mesmo que se render ao MERCADO.

    Indicando MEIRELLES, inicialmente o MERCADO ficará eufórico com o tal o tal de ajuste fiscal que virá, mas a ECONOMIA irá patinar dando mais combustível à Oposição, para tirá-la do Poder.

  • “…a dúvida oprimiu-lhes os corações, seu riso falhou, suas mãos tremeram e suas pernas bambearam. O poder que os fazia avançar e os enchia de ódio e fúria estava vacilando, sua vontade afastava-se deles; agora, olhando nos olhos do inimigo, eles viam uma luz fatal, e sentiam medo.”

    Sabe que tudo isso faz-me lembrar uma história. Pena que na nossa o vilão é que tem nove dedos e não existe herói em nenhum dos lados.

  • Eduardo,
    As previsões do Luiz Nassif incluem impedimento de Dilma e do Temer e novas eleições. Nesse caso, o PT e PMDB poderiam concorrer as novas eleições e Lula poderia ser candidato?

  • Há uma tese segunda a qual há pessoas que sentem um ódio mortal contra quem alguém um dias as ajudou, deve ser esse o motivo da repulsa de Toffoli e Barbosa pelo PT. Sentem-se com o ego ferido, Freud explica

  • Pelo visto esse Toffoli é outro verme tucano no STF.
    Dilma precisa indicar petistas para o STF, mas petistas de verdade e não esses mocinhos que são “petistas” de araque.

  • Não acredito que o real motivo de Toffoli inverter o curso e passar a remar contra a Presidenta reeleita seja meramente a mágoa de um dia ter sido exonerado por ela. Penso que o verdadeiro motivo pode ser ainda mais assombroso, ou seja, Toffoli trabalha com a certeza de a Presidenta será golpeada e que o lado correto para salvar a própria pele seja o lado de Gilmar Mendes. Tudo, de toda forma, repugnante, um crime sem precedentes contra a democracia e o povo brasileiro.

  • Então fica combinado Edu, abriremos aporta do inferno. Eu não lutei por diretas e por um pais livre e democrático para entregar a esses reacionários e, a esse bando de entreguistas. Sei que muitos pensam como eu, e como sempre achei, que haveria uma hora que Homens que sempre lutaram por liberdade, não lutaram em vão… Algumas vezes precisamos tomar decisões que não me parecem as mais sensatas, mas, o que é sensatez? Eduardo Guimarães,sou responsável pelo que escrevo, publique se achar conveniente ou não, mas, que fique aqui registrado. Eu particularmente reagirei a quaisquer tentativa de golpe, nas mesmas proporções de ações de atuação de legalidade ou ilegalidade, tudo na vida tem um preço, e se minha liberdade significa libertar minha Alma, posso até achar que estou muito jovem para morrer, mas, vou morrer de Pé, e mesmo de joelhos, vou morrer atirando. Para cada dente, outros dois dentes, para cada vida, outras cem vidas, e para cada prisão, dez desaparecimentos.
    Não vejo outra alternativa que não as mesmas armas, os mesmos procedimentos, temos exemplos em toda parte, e aprendemos bastantes com os EUA. Não comece uma “guerra”, da qual não avaliou seus efeitos colaterais. Quem planta vento, colhe tempestades.
    PS.: Se os reacionários acham que vão me intimidar, preparem-se, não se faz ferradura sem forja e bigorna.

  • E a Casa Grande tem seus atrativos…não é qualquer um que resiste ao assédio…ainda mais pessoas imaturas como Toffoli…ponho mais fé em figuras com personalidade arrojada tipo Teori…Barroso..Lew….
    Talvez seja o caso de Dilma buscar nos tribunais superiores pessoas com perfil mais maduro…
    Mas não sei…o ser humano é um misterio…

  • Está subjacente no post, que alguns ministros não primam pela imparcialidade, requisito básico em se tratando de magistrados, levando a supor que o blogueiro não recusa a tese corrente de que o STF está aparelhado pelo governo.
    Isso é o que se pode chamar de ato falho.

  • ♫ O endereço eletrônico do seu blog está há muito tempo entre os meus “Favoritos”. Sendo assim, nem notei que o blog havia sido atacado; na verdade, ando meio preguiçoso e sem muito ânimo para comentar o que você, o PHA e outros blogs noticiam: ressaca da batalha da eleição.
    De qualquer forma, estou atendendo à sua solicitação de enviar alguma coisa. Abraços.

    • ♫ Quanto ao Joaquim Silvério Toffoli, é lamentável que esteja trilhando o mesmo caminho da Heloísa “Pivô Cadente” Helena, da Bláblárina e do Barbozinha, infelizmente amparado na legalidade para estuprá-la. Será que também vai comprar um apê de cucaracha em Miami?

  • Que texto brilhante Eduardo.
    Brilhante e triste.
    Você há de convir comigo, que neste caso, quanto mais sério, certo, crível e são, mais doloroso ele é.
    Na minha idade as lágrimas são mais difíceis, mais raras…Mas, a decepção e o temor são latentes, facilmente afloráveis.
    Um dia, há tempos, escrevi aqui: A mídia criou umas legião de estúpidos impressionante que hoje, ainda não é em número suficiente para alterar o processo democrático mas, se este processo não for interrompido este número será alcançado em um tempo muito curto – Mais curto do que suas futuras vítimas imaginam”
    Este dia chegou – Pelo menos no meio em que convivo.
    Que Deus olhe pelo povão….Que já caçou calangos demais para matar a fome…
    Um forte abraço, blogueiro maior.

  • Ontem à noite fui dormir com raiva dessa direita golpista. Principalmente depois que li o texto do Nassif acusando a aliança de Toffoli e Gilmar Mendes para tentarem sacanear com Dilma no STF. E agora o texto do Eduardo Guimarães praticamente confirma o quadro golpista, com o traíra do Toffoli mudando de lado.

    Acho que essa direita ressentida depois de oito derrotas (dois turnos em cada eleição) trabalha o golpe como a única possibilidade de derrubar o governo do PT na esfera federal. Só que esse golpismo tem várias caras, e não tem o formato clássico da quartelada militar. Esse blá blá blá do “volta militares” de meia dúzia de imbecis não tem o menor peso político. O que conta mesmo é a chantagem que estão tentando fazer contra o novo governo Dilma, que foi eleito para aprofundar as conquistas sociais. Querem desgastá-la ao máximo.

    Uma das chantagens é da mídia, para manter o bolsa-mídia de muitos bilhões de reais, além de manter intocado o criminoso monopólio de meia dúzia de gangsteres travestidos de gente séria sobre os meios de comunicação.

    A outra chantagem vem do chamado mercado, que nada mais é do que os interesses dos banqueiros e dos políticos que os representam. Eles querem política de arrocho salarial, ajuste fiscal com superávit primário para sobrar mais para a bilionária bolsa-banqueiros.

    Uma outra chantagem vem do congresso majoritariamente fisiológico, conservador e de direita. Este grupo não quer que haja reformas políticas e transparência, pois eles mantêm sua influência e sobrevivência na carreira através do jogo fisiológico da troca de cargos e caixa dois por votos no congresso.

    E de forma mais organizada e ideológica, estão os grupos políticos, tucanos à frente, que conspiram contra o avanço de políticas progressistas e sonham em recolonizar o Brasil, entregar a Petrobras e o Pré-sal de bandeja para os grupos estrangeiros e manter a blindagem da mídia e um judiciário servil a seus interesses. Esse grupo conspira 24 horas por dia contra o governo federal. É a turma do Cansei, os comentaristas de aluguel da mídia, os caciques tucanos, demos e afins, e seus chefes e aliados da CIA, EUA e países ricos da Europa.

    Em suma, são muitos e poderosos os interesses dos de cima contra o povo brasileiro e as riquezas que produzimos ou que podem ser exploradas, como as minerais. Dilma precisa manter um diálogo mais estreito com os movimentos sociais, para que eles sejam a base social de apoio a seu governo. Quero ver quem vai tentar dar golpe contra um governo que conseguir colocar um milhão de pessoas nas ruas a qualquer momento. Para isso, é preciso politizar as conquistas sociais, travar o combate ideológico com a direita e ampliar os espaços de comunicação com os de baixo, quebrando o cerco do monopólio da mídia.

    No plano institucional – parlamento, judiciário, MP – Dilma precisa nomear assessores que sejam ao mesmo tempo profissionais nas negociações e politicamente preparados para o debate. E gente de caráter, porque de assessor bundão, que se dobra às pressões da mídia, estamos de saco cheio.

    No mais, fortalecer as parcerias internacionais com os governos progressistas e populares da América Latina e com os BRICS, entre outros. Quem vai encarar?

    P.S.: só não entendi porque Dilma deixou passar a oportunidade de reconduzir o ministro Neves, abrindo caminho para o golpismo do agora traíra Tóffoli e seu parceiro tucano Gilmar Mendes. Ela não tem vice-presidente, nem assessoria para encaminhar as coisas, ou pelo menos informá-la da urgência de alguma medida?

  • O Toffóli pensa ser um novo Babosão? Será que o Tóffoli não sabe que a história não se repete! Ele vai ser uma farsa e mais nada.

    Seria bom o Tóffoli achar que não é deus e cair na real.

  • Impressionante como as pessoas se envaidece por um poder…somos passageiro e todos vamos virar pó e se comidos pela terra, indepedente da cor, da conta bancaria ou endereço!……………o mais assustador é assistir que o interlocutor dos traidos, dos traidores e dos que querem declarar seu amor é sempre a Globo! Triste Brasil

  • Ante tantas nuvens negras, inquietação e mais esse prego no caixão do governo mais próximo do trabalhismo que já vimos, encontro um espaço para parabenizá-lo mais uma vez, Edu.

    E vamos que vamos, com o amargo na boca.

    Um grande abraço.

  • Tudo bem, mas diante desse panorama nada alvissareiro para o País e Lula sendo tão próximo dele assim não poderia explicar-lhe as consequências de suas birras ou vinganças privadas? Creio que sim, pois ele deve o que é e o que não é ao Lula.

  • Eu posso imaginar a dificuldade que certas cabeças cheias de vontade e carentes de razão têm para entender que, em certas circunstâncias, não é questão de gostar, é de ter de ser. Entre a lei e a vontade do PT (e talvez até de Toffoli), o ministro teve de optar pela lei. Simples assim. Ah, e está chegando a hora para quem está “disposto a tudo” para defender o governo cadente.

  • Eduardo, nós que acompanhamos o seu blog e outros também estamos assustados com a ausência do Governo. Cadê o Governo? Só falam os golpistas, os delegados da PF, Janot e o STF? Onde está o governo eleito em 26 de outubro de 2014?

  • Em tempo: infortúnio futuro seria viver presenciar a agonia desse governo por mais quatro anos. É xeque-mate, senhores. Só um analfabeto em análise política não vê isso. A única e remota chance de se sair dessa situação seria pela ação de uma estadista. Vocês conseguem ver algo do gênero escondido sob a persona da presidenta?

  • Tem inocentes achando que teríamos um “Plano B” caso a Dilma seja golpeada, juntamente com o Vice. É a de que o Lula se candidataria e venceria a tudo e a todos. Santa ingenuidade! A ‘cama’ do Lula já está sendo arrumada pelos mesmos golpistas a “toque de caixa”. Se for preciso, eles buscam o ‘pelo de ovo’ contra ele, nas eleições passadas. Quem sabe um ‘domínio do fato’ nesta eleição de 2014 mesmo! Só tem uma saída, na minha opinião: nós darmos um ‘abraço de urso’ no TSE. É povo na rua, pois esses golpistas tem medo de ‘participação popular’

  • Os golpistas não estão levando em conta que não vão ter os Militares a sua disposição, fácil, fácil, como em 1964. Além do mais, hoje existem as redes sociais que conseguem mobilizar as pessoas num piscar de olhos. Rapadura é doce mas não é mole não! Tentem o golpe!!

  • Lema da posição golpista:

    “Parafraseando o célebre artigo de Carlos Lacerda contra o governo nacionalista de Getúlio Vargas e que a oposição repete atualmente:

    “A Sra. Dilma Rousseff, presidenta, não deve ser candidata à presidência. Candidata, não deve ser eleita. Eleita não deve tomar posse. Empossada, devemos recorrer à um impeachment (ou um golpe) para impedi-la de governar””.

  • Edu, pois é, ontem eu coloquei um link daquele blog do Nassif que falava da atuação desse Toffoli que você apurou muito bem e nos trouxe mais informações.

    Eu achei a acusação pesada porque é algo sem volta, o Toffoli cruzou a mesma linha vermelha que cruzou o Barbosa e confirma que foi um erro (mais um) sua indicação pro Supremo, que discordo de parte dos militantes que ficam afirmando que juízes têm que ser “a favor’ do PT por terem tido algum vínculo com o PT quando juiz tem que ser justo e cumprir a lei, independente de partidos, coisa que juizes partidários como o Barbosa, Gilmar Mendes e Toffoli não fazem comprometendo a imagem do Supremo.

    Uma coisa é certa, se a direita acha que vai dar golpe branco no Brasil passivamente, aqui não é o Paraguai ou Honduras, o povo irá as ruas enfrentá-los e dessa vez eles não têm aval das Forças Armadas pra dar golpe no país. É preciso o povo estar atento pois a direita cruzou o Rubicão e as coisas não serão como antes (como no governo Lula).

    Não estamos lidando com britânicos que, em que pese as críticas que eu tenho ao Reino Unido como país (historicamente) contra os outros, respeitam suas instituições e você não vê o povo aflito com receio que militares ou instituições deponham a Rainha ou os governos eleitos.

    Estamos lidando com um câncer chamado cultura ibérica (tanto Portugal e Espanha possuem esse problema cultural autoritário, herança de um catolicismo arcaico) que têm esse hábito corrupto das elites de dinamitar um país pra que não haja reforma e justiça social alguma.

  • ´Há muitas formas do governo se defender. Dilma já voltou da Austrália. Bom, agora tome pé da situação. Aciona os advogados para tirar as contas do Gilmar, questionando-o, reconduza o tal Neves. Mas de qualquer forma o boçal com certeza vai fazer fusuê com as contas. Mas creio que com o PT recorrendo ao pleno, pode resolver essa.
    Não creio que vão “extrair” o golpe do lava-jato agora com essa coisa das contas, Edu. Mas que vão fustigar o governo com o “petrolão” dia sim dia também, isso vão.
    Se a presidenta não botar um ministro da justiça para controlar o ativismo oposicionista da PF, aí não sei não. Pode não ser agora nas questão das contas, mas a coisa vai apertar para cima dela, mesmo que ela pessoalmente não tenha envolvimento. Espero sinceramente que de volta do G-20, “acerte o fuso horário” e defenda seu mandato. É para ontem, e com uma equipe, ela sozinha não segura o rojão

  • Que tipo de gente temos sob as togas? O Batman, ficou com ódio do PT porque Dirceu teria dito qualquer coisa que não lhe agradou e, por vingança, prepotência e desconhecimento, fez o que fez. Agora vem o guitarrista e fica com ódio de Dilma porque ela não reconduziu um colega ao cargo, mesmo sendo direito dela fazê-lo ou não. Quanto ao aliado dele, nem é bom falar.
    O primeiro não conseguiu tirar o PT do poder mas tirou alguns cérebros importantes ao país.
    Agora é a vez do segundo tentar a façanha, mesmo existindo a possibilidade de fazer um estrago irreversível à Nação. Mas ele não tem noção de Nação, não é mesmo.

  • Os EUA querem Ucranizar o Brasil, instigar um Golpe de Estado, utilizar a mídia canalha e ainda culpar aquela enorme parcela que não aceitar o Golpe ilegal, quem viver, verá!! Não esqueçam que a Petrobras foi a empresa mais espionada pela NSA dos ianques!

  • Dilma falou em seu discurso de vitória, a palavra Chave para conter o Golpe; DIALOGO.
    Mas, cá pra nós; Quem tem ao menos língua nesse partido COVARDE para deixar a sociedade ciente de que estamos em mais um Grande golpe pior do que 1964? No andar da carruagem perderemos o poder mais uma vez e quisermos recuperar de novo, quem sabe daqui mais 500 anos, caso ainda exista mundo…
    ACORDA PT!!! É AGORA OU NUNCA!!!

  • Gilmar Mendes deve ser considerado impedido de atuar em qualquer matéria que envolva o PT, pois sua declaração de que o STF iria se tornar “bolivariano” descredenciou-o de atuar nos autos quando a matéria envolver o PT. O PIG vai arrumar uma encrenca das grandes, pois não tenha dúvidas de que os eleitores da Presidenta Dilma irão às ruas.

  • Prezado Eduardo,

    Antes de mais nada, sou um admirador seu. Registro que não entendi seu final de texto:
    “…Mas vale refletir que o golpismo destro-midiático irá ferir, antes de qualquer um, a sociedade brasileira. O povo irá pagar pelas estratégias golpistas da mídia, do PSDB e companhia limitada.”.

    Se a sociedade brasileira será ferida, e o povo irá pagar pelas consequências, penso que deveríamos reagir desde já, e não ficar apenas na constatação de que assim será, gostemos ou não.

    E na última frase, onde se lê: “… E o mais irônico é que muita gente que irá sofrer com esse abalo do país a esta hora está comemorando o próprio infortúnio futuro.”, penso que a maioria que vai pagar é a mesma que elegeu Dilma, e só uns poucos que não votaram nela é que sofrerão a mesma perda. Entretanto, a maioria, por quem todos nós lutamos – sempre com o objetivo de diminuir as diferenças sociais – é que sofrerá os maiores abalos, porque, pela lógica, aos que menos têm são os que mais serão afetados pela crise geral do país.

    Estamos na porta de um golpe paraguaio, e não vejo como ficar parado rindo de uns poucos idiotas que também vão se lascar nessa empreitada ridícula que todos os responsáveis por ela estão enfiando o país.
    O Brasil não merece essa tragédia.

  • Mesmo sabendo do risco,porque o Planalto não revalidou o mandato do ministro do TSE?Quem comeu mosca?E porque Gilmar Mendes reprovaria as contas da Presidenta e outros ministros não o fariam?O PT deixaria furos na prestação de contas?O que está acontecendo,ou é incompetência ou seria possível imaginar ingenuidade ,nessa altura do campeonato,entregar de bandeja depois de todo esse esforço de todos nós…é frustrante.

  • Advogado do doleiro Youssef resolve “peitar” o Procurador-Geral da República
    18 de novembro de 2014 | 16:39 Autor: Fernando Brito: http://tijolaco.com.br/blog/?p=23134

    bastojanot

    Alberto Youssef, ao que parece, transformou-se no oráculo de verdade, de tal forma que seu advogado, Marco Antonio Figueiredo Basto partiu para o ataque, desafiando o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, por suas declarações de que era “preciso parar” com os vazamentos seletivos da provável “delação premiada” do doleiro.

    Agora à tarde, na Folha, Basto diz que Janot, “está “politizando” a operação Lava Jato ao acusá-lo de ter feito vazamentos de delações antes das eleições e de “operar” para o PSDB”.

    “Jamais fiz qualquer vazamento e nunca fui ligado a partido político. Seria ingênuo imaginar que eu tentei influenciar o processo eleitoral”, rebateu Figueiredo Basto.

    (…) Desafio Janot a provar as acusações que fez. Nunca operei para ninguém. Aliás, gostaria de saber o que ele quer dizer com operar.”

    O Dr. Basto pode ter razão em alegar que foi advogado de Beto Richa e de outros figurões do PSDB paranaense num papel estritamente profissional.
    Ou que seu filho, Marco Antonio, tenha um cargo comissionado no governo paranaense, certamente por seus méritos.

    Mas isso não lhe serve para explicar porque foi nomeado pelo governador membro do Conselho de Administração da estatal Sanepar, cargo que deixou ao assumir a defesa do doleiro.

    Aliás, é curiosíssima a sucessão de coincidências neste caso. O réu, o juiz e o advogado de defesa são os mesmos de 11 anos atrás, quando aconteceu a primeira delação premiada de Youssef, o novo oráculo da verdade absoluta.

    Mundo pequeno este, não é?
    E quanto a falar em politização, Doutor, não foi o senhor o primeiro a suspeitar dela, quando uma das testemunhas citou o PSDB como também beneficiário das propinas?

    E não foi uma referência geral, tanto que o senhor mesmo frisou: “estou afirmando” que ” influência estranha nesse processo, de terceiro, que tem interesse eleitoral em usar essa instrução”.

    Seria muito bom que todo mundo pudesse saber que outros interesses estão por trás desta questão.

  • ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  • A presidente Dilma é muito mal assessorada. Se indicar esse Eduardo Cardozo para o STF se arrependerá todo dia e o dia todo. Acho que Dirceu pode estar por trás dessa armação de Toffori, pois trabalharam juntos e Dilma é tida no PT como uma intrusa. FHC liga pra Gilmar perguntando e dizendo o que fazer. Lula não tem cartaz com seus indicados.

  • Eu só não entendo é como o governo Dilma foi dar margem para que suas contas sejam reprovadas ou parcialmente reprovadas mesmo sabendo da má-fé do Gilmar Dantas, que deverá fazer tudo nesse sentido pois é parcial e sectário, tendencioso como já sobejamente sabido por todos. O governo popular deveria ter tomado mais cuidados e se blindado mais contra as inúmeras e contínuas tentativas de golpe.

    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  • So uma perguntinha: por que a presidente Dilma não reconduziu ao cargo o ministro Henrique Neves? Se toda esta confusão de hoje se deve à sua não recondução, a culpa cabe exclusivamente ao governo, Agora pague o preço. O resto é conversa afiada para boi dormir.

  • Comentário do Internauta Assis Ribeiro no blog do Nassif:

    Começou o “abafa”

    qua, 19/11/2014 – 06:34

    Presos da Lava Jato começam a deixar carceragem da PF em Curitiba

    Pelo menos seis presos na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, deixaram a carceragem da Superintendência da Policia Federal, em Curitiba, no fim da noite, após decisão da Justiça Federal que concedeu liberdade a 11 dos investigados na sétima fase da Operação Lava Jato. Eles deixaram o local os rostos cobertos e seguiram nos carros de seus advogados.

    Na decisão proferida hoje, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações entendeu que, por terem papéis subalternos, 11 dos 24 presos podem responder as acusações em liberdade enquanto as apurações são aprofundadas.

    Conforme a decisão foram soltos os executivos Ildefonso Colares Filho, Othon Zanóide de Moraes Filho e Valdir Lima Carreiro (ligados à Queiroz Galvão e UTC); Alexandre Portela Barbosa (OAS); Valdir Lima Carrero, (IESA Óleo e Gás); Carlos Eduardo Strauch Albero, diretor da Engevix; Newton Prado Junior, diretor da Engevix; Ednaldo Alves da Silva ( UTC); Otto Garrido Sparenberg (IESA Óleo e Gás); Walmir Pinheiro Santana (UTC Participações); e Carlos Alberto da Costa Silva (OAS). Também será libertado o agente policial Jayme Alves de Oliveira Filho, que prestava serviços ao doleiro Alberto Youssef. Eles, no entanto, estão proibidos de deixar o país e deverão entregar seus passaportes. Segundo o juiz, a atuação dos investigados precisa ser aprofundada, mas a prisão cautelar não se justifica.

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2014-11/presos-da-lava-jato-comecam-deixar-carceiragem-da-pf-em-curitiba

    A prisão dos executivos na Operação Lava Jato é o que há de DNA mais tucano na história das grandes ações da PF

    Não é a primeira vez que esse modus operandi é utilizado, e acontece assim:

    1) A PF para mostrar serviço abre uma operação, inicialmente vaza seletivamente informações que atinjam apenas alguns desafetos

    2) Espera a mídia massificar até surtir os resultados da desmoralização seletiva

    3) O limiar nessas grandes ações ameaçam tocar o envolvimento de políticos do PSDB e grandalhões do PMDB

    4) A terceira etapa é fazer um novo vazamento envolvendo figurões do empresariado

    5) O foco sai da proximidade dos políticos do PSDB e dos grandes do PMDB

    6) Os holofotes sobrecarregam para o PT e os empresários

    7) Nessa fase a população já assimilou que a corrupção é exclusiva do PT e grandes empresários

    8) As apurações, mesmo envolvendo empresários, resguardam no inquérito várias falhas para que os hábeis advogados encontrem brechas para barrarem a formação ou o andamento do processo judicial

    9) O intuito logrou êxito:

    a) A PF mostrou serviço e fica bem na fita com a população

    b) A mídia fez o seu papel de divulgar o que foi vazado

    c) As denúncias vazadas seletivamente atingem seus objetivos

    d) O governo fica desgastado para que se submeta mais facilmente à pauta do sistema

    e) O PSDB ficou blindado

    f) Os empresários envolvidos são “absolvidos”

    g) O inquérito, ou o processo, é arquivado pelas falhas processuais

    h) Pelo processo não ter chegado à condenação , a população culpa o governo e o PT, atribuindo à eles o aparelhamento da polícia/justiça

    • Além de começar a soltura dos presos, nada acrescenta sobre os outros partidos envolvidos ou seja o PSDB por exemplo, fala-se sempre e acrescentar que é bom o detalhe que não foi explicado nada. PSDB e a mídia golpista, atuando sempre em seu favor.

  • “””O poder é maior quando a VERDADE está ao lado, embora muitos gostariam de ter esse poder e ate diziam que estava preparado. Mas a VERDADE esta com o povo , com os humildes , não os mentirosos e que possuem uma face dissimulada … DILMA assumira a presidência no dia 1 de janeiro de 2015 e fará um governo iluminado” tenho dito!!!

  • “””O poder se torna maior quando a VERDADE está do lado de quem deve SER , embora muitos gostariam de ter esse poder e ate andava dizendo que se preparou para isso . Mas a VERDADE esta com o povo , está com os humildes , não com os mentirosos , aquele que possui uma face dissimulada … DILMA assumira a presidência no dia 1 de janeiro de 2015 e fará um governo iluminado” tenho dito!!!

  • Um recurso do PT arguindo a suspeição do Gilmar é uma exagerada esperança e não apenas aquilo que seria de se esperar. Por falar nisso, quando o PT volta de férias? Nem com a maravilhosa onda vermelha que tomou as ruas em todo o Brasil nos dez dias antes da eleição e que elegeu Dilma o PT, que não estava presente, continua distraído e perdendo a oportunidade de canalizar esta energia que poderia ser aproveitada de graça para consolidar-se como partido popular. O PT não gosta de Dilma e não dá apoio a ela. Atualmente a única preocupação do PT é com o destino da Marta Barbie Suplicy.

  • Tão querendo derrubar a presidenta de todo jeito, escândalo da petrobras e agora essa prestação de contas, Eduardo, e o recurso que o MP eleitoral entrou contra Gilmar ser o relator, não vai dar em nada?

  • A PRESIDENTA PRECISA DE UM PORTA-VOZ, A MIDIA DEITA E ROLA, SÓ SE HOUVE PT E CORRUPÇÃO DA PETROBRÁS, O PT JÁ TEM A IMAGEM MANCHADA DO MENSALÃO, AGORA MAIS ESTA, ACHO DIFÍCIL, NÃO HÁ NINGUEM FALANDO EM DEFESA DO PT NA MIDIA FALADA E ESCRITA, TIRANDO A INTERNET E OS BLOGS DE ESQUERDA. É MUITA PRESSÃO. VÃO ASSOCIAR AS CONTAS DA DILMA COM O DINHEIRO DA CORRUPÇÃO, AÍ O POVO VAI PEDIR A CABEÇA DELA. FOI APROVADA A QUEBRA DE SIGILO DE JOÃO VACCARI NETO, DO PT (BANCÁRIO, TELEFÔNICO…) NA CPI DA PETROBRÁS. VEM AÍ O SEGUNDO MENSALÃO PETISTA. O PT SÓ APANHA, NÃO SE DEFENDE. É IMPRESSIONANTE.

  • Edu, realmente está na cara que esse Toffoli é outro Judas. Não tem estofo. É o mesmo caso que aconteceu com a seleção na copa depois que o japonês errou no primeiro jogo. Na dúvida por não aguentarem a pressão os juízes passaram a errar (ou roubar mesmo) sempre contra a seleção.

  • Olha a postura desse indivíduo com o Jô Soares: tenso, medroso e baba ovo, ou seja, MEDÍOCRE. O Toffoli Barbosa não tem postura de Batman, mas só aparenta ser educadinho com o olharzinho de pinto no lixo. A prepotência é a mesma, e virá à tona logo, logo. Estamos mesmo muito mal arranjados com esse STF, STE e o diabo a quatro!

  • Caro Eduardo,

    E já há algum tempo que o Ministro Toffoli vem afinado com Ministro Gilmar Mendes. É só observar alguns votos recentes dele, todos de acordo com a cartilha de Gilmar. De uma coisa você pode certeza, O que esse Ministro político-partidário ligado ao PSDB puder fazer para derrubar a Presidente Dilma, ele vai fazer, e para isso não medirá esforços.
    Tenho lido em alguns blogs, que a Presidente faz muito bem em dar total carta branca à Policia Federal, para levar a fundo a investigação do caso Petrobrás. Acho que a coisa não é bem assim. A mídia está jogando pesado, e como sempre distorcendo os fatos e com isso desgastando ainda mais o governo. Não se pode brincar com essa gente. Eles são capazes de qualquer coisa para arrancar do poder o governo do PT.

  • Apesar de todo o combate à corrupção nos governos de Lula e Dilma, os corruptos estão deitando e rolando. Tentando golpes contra os governos mais democráticos dia e noite. O povo brasileiro não têm o direito de tranquilidade, pois os inimigos do país não dão trégua, o tempo todo querem sabotar o Brasil. Preferem entrega-lo de bandeja aos países imperialistas a defender a sua pátria, a sua gente. É muito cansativo a gente viver sempre na defensiva, sem poder ter a certeza de que Dilma poderá fazer o melhor para o povo brasileiro, pois, por mais que tente, tem sempre muitos a lhe puxar o tapete. É fatigante, mas não podemos descansar, temos de estar a postos, em alerta, para o caso de precisarmos defender o mandato que demos a Dilma para que ela continue a nos representar tão bem como vem representando. O povo precisa estar em alerta dia e noite também, assim como os golpistas estão.

  • Finalmente, Lula volta das férias

    http://jornalggn.com.br/noticia/lula-alerta-sindicalistas-contra-ambiente-de-golpe

    Lula alerta sindicalistas contra ambiente de golpe
    ATUALIZADO EM 19/11/2014 – 08:32

    Jornal GGN – Lula começou a semana conversando com sindicalistas. Em reunião pediu que se prestasse atenção a este ambiente de golpe que toma conta do país. E não é para menos, de forma declarada ou escamoteada tem-se um zum-zum pouco afeito à democracia. Leia matéria da Rede Brasil Atual.

    da Rede Brasil Atual

    Lula iniciou semana alertando sindicatos sobre ‘vacina’ contra golpe

    Em semana tensa, ex-presidente se reuniu com sindicalistas, pediu mais atenção do governo aos movimentos, e alertou contra o ambiente de golpe. “Não vai ter moleza. Eles vão vir para cima”
    por Redação RBA

    ROBERTO PARIZOTTI/CUT
    Lula

    Lula: estamos vendo um trabalho da direita e da imprensa no sentido de conduzir a sociedade a negara política

    A tensa semana política no Brasil terminou com manifestações golpistas. Algumas disfarçadas, como uma entrevista do senador Aécio Neves (PSDB) a uma rádio na quinta-feira (13), em São Paulo. O candidato derrotado na urnas disse que o segundo mandato da presidenta já começa com “sabor de final de festa” e que se existisse um equivalente eleitoral ao Procon, ela teria que “devolver o mandato” conquistado no dia 26 de outubro. Outras explícitas, como a manifestação de ontem – 125º aniversário da República – em que extremistas pediam “fora Dilma” e “intervenção militar”, com a direito a brigas e pancadarias entre os próprios “manifestantes”. Antes, porém, os protestos que vêm sendo convocados pela direita tiveram um forte contraponto, com a realização de marchas de movimentos sociais em dezenas de cidades. Em São Paulo, uma multidão calculada em 20 mil pessoas caminhou na região da Avenida Paulista, sob chuva, em defesa de reforma política, mais democracia e mais direitos.

    No dia seguinte, houve a prisão espetacular de empresários investigados pela operação Lava Jato por suspeitas de corrupção em contratos com a Petrobras. A operação já teve lances de vazamento parcial de informações privilegiadas, com objetivo de atingir eleitoralmente apenas o PT. Inclusive expressões partidárias antipetistas de delegados da Polícia Federal participantes da operação foram expostas nas redes sociais. A atitude pôs em xeque a credibilidade dos agentes públicos, mas não a da operação Lava Jato.

    O advogado Pedro Serrano, professor da PUC, entende que ela se trata da melhor e maior apuração da história da PF. Para Serrano, houve exagero nas prisões realizadas na sexta (14). “Houve abuso porque as prisões temporárias servem apenas para os investigados realizarem seus depoimentos e a maioria dos que foram presos já havia se colocado à disposição da Justiça. Ao que parece essas prisões foram apenas para criar um clima de espetáculo”. Na opinião dele, o que vale num processo desses é conseguir punir os culpados ao final do julgamento. E fazer barulho na apuração mais atrapalha do que ajuda, segundo disse ao Blog do Rovai. O advogado não acredita que a Lava Jato tenha motivação política e deve atingir empresários e políticos, e não parece algo que guarde relação apenas com um ou outro partido. “É algo muito maior.”

    No blog O Cafezinho, o jornalista Miguel do Rosário avalia ainda que o chamado “petrolão”, ao atingir as principais empreiteiras do país e chamuscar todos os partidos, em especial os núcleos representados no Congresso, resultará no fortalecimento de Dilma Rousseff. “O escândalo é vasto demais mesmo para a nossa grande imprensa. Junto à opinião pública, apesar dos esforços da mídia (que só tem um objetivo: golpe), prevalecerá a impressão de que Dilma está cumprindo o que prometeu: não sobrar pedra sobre pedra. Até porque é isso mesmo o que está acontecendo. Ao dar liberdade e autonomia aos delegados e agentes da PF, sem exercer qualquer pressão sobre o Ministério Público, Dilma fez a sua grande aposta. E deu corda para os golpistas se enforcarem”, escreveu.

    Líder da oposição
    A conduta de Aécio de tentar se posicionar como líder da oposição já havia sido observada pelo ex-presidente Lula, na terça-feira, durante participação em reunião com dirigentes da CUT. Na ocasião, Lula disse que o senador tucano está “mexendo num vespeiro” onde não devia. “O Aécio está se achando. Teve 48% dos votos, com toda a mídia ajudando ele. Eu, em 1989, contra toda a imprensa e contra a maioria dos partidos, tive 47% e nem por isso me achei. E esse cidadão está lá, numa trincheira, não quer diálogo, não quer conversa. Deixa pra depois o que vai acontecer com ele”, ironizou.

    O presença de Lula na reunião da direção executiva nacional da CUT dá sinais de que o ex-presidente terá um protagonismo maior na cena política. O ex-presidente lembrou o papel decisivo dos movimentos sociais e sindicais na eleições e disse que os eleitos graças a essa participação deverão dar mais ouvidos a esses segmentos da sociedade. “O Fernando Pimentel (eleito governador em Minas) terá de falar com a CUT antes, durante e depois da posse”, cobrou, referindo-se às intervenções da presidenta da CUT no estado, a professora Beatriz Cerqueira, que está sofrendo uma série de processos movidos pelo grupo de Aécio pele volume de denúncias envolvendo a situação do ensino público durante as gestões tucanas em Minas.

    E mandou o mesmo recado a Dilma, defendendo que o movimento sindical seja ouvido não apenas para tratar de reivindicações trabalhistas, mas para discutir políticas para o país. “Toda a política de desoneração tem de passar por negociação com os sindicatos, para saber se vai haver ganhos para os trabalhadores do setor beneficiado.”

    Nova agenda e vigilância
    O discurso de pouco mais de uma hora de Lula não serviu apenas para cobrar os governos. O ex-líder metalúrgico cobrou dos dirigentes sindicais uma agenda mais sintonizada com a nova realidade do país. “Sinto que está faltando política em nossa ação sindical. O economicismo só não é suficiente”, disse. O ex-presidente lembrou que Dilma perdeu a eleição em quase todos os municípios governados pelo PT e até mesmo nos bairros populares de São Paulo onde vencia desde 1982, observando que muitos dirigentes sindicais “ficaram decepcionados com os trabalhadores da sua categoria votando em Paulo Skaf , Geraldo Alckmin ou Aécio.

    “Passado o sufoco, é preciso entender o que aconteceu. O poder público precisa ter mais diálogo com a sociedade e nós precisamos ter mais conversa, mais parceria e mais solidariedade entre nós”, disse, reiterando que o movimento sindical não pode ficar restrito a conquista de cláusulas econômicas durante as campanhas salariais. “O movimento sindical tem de sair do chão de fábrica, do chão das lojas, do chão dos locais de trabalho, pois o limite de representatividade passa do chão. Tem a ver com cidadania, com educação, com saúde, com segurança. Temos que apresentar nossa pauta aos prefeitos, aos governadores e à presidência da República.”

    Lula disse ainda que hoje há muitos jovens em todas as categorias profissionais e que é preciso dialogar com eles para tentar compreendê-los. “Hoje me espanto quando vou à porta de fábrica e vejo muito jovem que quer fazer faculdade, não quer ser mais apenas um peão. É preciso conversar com ele. É preciso colocar política na cabeça dele. Ele sabe qual foi o papel do pai e da mãe dele? Ele sabe qual foi e qual é o papel da CUT?”, questionou.

    O ex-presidente voltou a expressar preocupação com a “demonização da política” pela mídia. “A despolitização só interessa à direita. Não interessa a nós. Precisamos dizer com clareza o que fizemos e o que queremos fazer.”

    Ouça trechos da fala de Lula em reportagem da TVT

    Lula terminou seu discurso alertando para o ambiente golpista instalado no país desde a reeleição de Dilma. “Esses que nos atacam são os mesmos que nunca aceitaram política social neste país. Não é á toa que na mesma capa da revista colocaram a minha cara e a cara da Dilma. E vai ser assim. Não vai ter moleza. Eu vou avisar vocês com antecedência. Vocês se preparem porque, da mesma forma que quando o movimento sindical encheu esse país de adesivos com a mensagem ‘mexeu com Lula, mexeu comigo’, a gente vai de ter de estar preparado para defender a Dilma”, alertou. “Eles vão vir pra cima.”

    Assista trechos da fala de Lula em reportagem da Rádio Brasil Atual
    https://www.youtube.com/watch?v=7THR-WY8rdI

  • É simples, porque os blogueiros “sujos” não começam a investigar as vidas destes ministros, tenho certeza de que esses 4 ministros tem envolvimento com tudo o que sórdido, bandido, corrupção, dinheiro “fácil”, etc. e comecem a jogar tudo isto no ventilador. Daí vamos pedir a exoneração de todos nas ruas.

  • O papel executado pelos militares nas décadas de 1950-1960 hoje está sendo executado pelo judiciário e pela PF, mais partidarizados do que nunca.

    Mais uma lição a ser tirada em relação às indicações para o STF: os critérios não podem ser apenas o de raça, proximidade com o partido de ocasião ou de matar no peito e tirar de letra. Não podemos negar que o STF é uma corte política, porém não podemos desconsiderar que por ser a Suprema Corte deve ser composto por Ministros com profundo conhecimento doutrinário do direito e com muita segurança técnica. Em alguns episódios, mesmo não sendo da área do direito, foi possível percebemos a diferença abissal do conhecimento jurídico entre os Ministros.

    Oxalá que a mesma luz que trouxe o Ministro Barroso traga alguém do seu quilate para substituir o Ministro Joaquim Barbosa. Que esse mesmo feixe de luz ilumine a cabeça da Presidenta e de seus interlocutores e evidencie que o atual Ministro da Justiça não está a altura do cargo de Ministro do STF. Ele tem dado mostras de que não coordena nada e deixa que os fatos aconteçam naturalmente para não se desgastar com ninguém e garantir sua vaga. Enquanto isso, a Presidenta está convivendo com um bombardeio diário que está criando as condições para inviabilizar seu segundo mandato, via judiciário.

  • Caro Edu, me permita a seguinte ponderaçao (a acentuaçao esta com problemas, ja aviso). A tese do caixa1, se estivermos falando de caixa 1 mesmo, e´ absurda! Uma coisa sao desvios de contrato da PETROBRAS que irrigaram as campanhas de varios partidos, o que teria ocorrido por caixa dois; outra sao as doaçoes regularmente feitas por empresas, registradas e devidamente contabilizadas, sem qualquer ilicitude. Tais empresas fizeram doaçoes aos mais diversos partidos, inclusive da oposiçao. Tentar contaminar doaçoes regulares com a cantiliena da Petrobras e´ ridiculo. Porem, se esses recursos de doaçao forem, na verdade, oriundos do suposto esquema na Petrobras, e os registros no TSE se prestarem ao papel apenas de esquentar esse dinheiro, ai´ a Dilma estara´ em maus lençois.

  • Edu, na minha opinião o problema é financeiro. O PIIG foi para o tudo nada absorvendo a maneira de agir do Aécio Neves (o guerreiro do nada!). O Aécio perdeu Minas Gerais de onde desviava grandes quantias (está respondendo alguns processo por isso) e a Rede Globo juntamente!!!

    Se pensou na intervenção militar, mas seria uma contradição o partido e neto de Tancredo Neves (lutaram contra a ditadura militar) serem a favor.

    Então partiram pra cima da Petrobras para tentarem impedir que Dima assuma o segundo mandato. Para isso estão utilizando a Operação Lava a Jato. Estão prendendo donos de grandes construtoras!!! São ao esses donos de grandes construtoras que financiaram a campanha de mais de 50% dos políticos.

    O que ocorre se Dilma ficar até o final do mandato e esses grandes empresários ficarem impedidos por pressão da justiça ou mesmo iniciativa própria não mais financiarem a campanhas desses políticos e desses meios de comunicação?

    ESTÃO NO DESESPERO JUSTAM,ENTE POR TIDO IDO POR TUDO OU NADA!!!

  • Darcy Ribeiro – ” O PROBLEMA DO BRASIL É UM PEQUENO GRUPO DE PESSOAS QUE IMPEDE QUALQUER TIPO DE MUDANÇA QUE AMEACE OS PRIVILÉGIOS E MAMATAS DE QUE DESFRUTAM HÁ DÉCADAS ,SÉCULOS “.

  • Desemprego desaba: 4,7%

    No Conversa Afiada:
    http://www.conversaafiada.com.br/economia/2014/11/19/desemprego-47-desaba-renda-bomba-chora-aecio/

    Desemprego (4,7%) desaba.
    Renda bomba ! Chora, Aécio !

    Essa Dilma … Imagine… E sem Ministro da Fazenda !

    Saiu no IBGE:

    Em outubro, desocupação foi de 4,7%

    A taxa de desocupação em outubro foi estimada em 4,7%, não apresentando variação significativa frente a setembro (4,9%). No confronto com outubro de 2013 (5,2%), a taxa caiu 0,5 ponto percentual. A população desocupada (1,1 milhão de pessoas) ficou estável frente a setembro e caiu 10,1% em relação a outubro de 2013. A população ocupada (23,3 milhões) registrou alta de 0,8% em relação a setembro e ficou estável na comparação com outubro do ano passado. A população não economicamente ativa foi estimada em 19,0 milhões, mantendo-se estável em relação a setembro e crescendo 3,3% frente a outubro de 2013. O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado (11,7 milhões) ficou estável tanto em relação a setembro de 2014 quanto a outubro de 2013. O rendimento médio real habitual dos ocupado (R$ 2.122,10) ficou 2,3% acima registrado no mês anterior (2.075,39) e 4,0% maior do que o obtido em outubro de 2013 (R$ 2.041,10).A massa de rendimento médio real habitual (R$ 50,1 bilhões) em outubro de 2014 registrou alta de 3,1% em relação a setembro último e de 3,8% na comparação com outubro do ano passado. A massa de rendimento real efetivo dos ocupados (50,3 bilhões em setembro de 2014) cresceu 2,9% na comparação com agosto de 2014 e 4,4% na comparação com setembro de 2013.

    A Pesquisa Mensal de Emprego é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, SãoPaulo e Porto Alegre. A publicação completa da pesquisa pode ser acessada na página http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_nova/.

    Taxa de desocupação (%)

    Desocupação cai em Salvador e fica estável nas demais regiões

    Regionalmente, a análise mensal mostrou que a taxa de desocupação na região metropolitana de Salvador caiu 1,8 ponto percentual (de 10,3% para 8,5%) e nas demais regiões não variou. Em relação a outubro de 2013, a taxa subiu 1,6 ponto percentual em Porto Alegre (de 3,0% para 4,6%) e caiu 1,2 ponto percentual em São Paulo (de 5,6% para 4,4%). Nas demais regiões não foi observada variação significativa.

    O contingente de desocupados, em outubro de 2014, foi estimado em 1,1 milhão de pessoas no conjunto das seis regiões investigadas, não apresentando variação na comparação com setembro. Frente a outubro de 2013, o comportamento foi de queda (-10,1%). Na análise regional, o contingente de desocupados, em comparação com setembro, apresentou redução em Salvador (-18,4%), ficando estável nas demais regiões. No confronto com outubro de 2013, a desocupação aumentou 55,4% em Porto Alegre e caiu em São Paulo (-22,7%) e em Belo Horizonte (-16,7%).

    Nível da ocupação fica em 53,6%

    O nível da ocupação (proporção de pessoas ocupadas em relação às pessoas em idade ativa) foi estimado, em outubro de 2014, em 53,6%, para o total das seis regiões investigadas, registrando alta de 0,4 ponto percentual frente a setembro (53,2%) e queda de 0,6 ponto percentual no confronto com outubro do ano passado (54,2%). Regionalmente, na comparação mensal, o cenário foi de estabilidade em todas as regiões. No confronto com outubro do ano passado, em Belo Horizonte, esse indicador caiu 1,9 ponto percentual (de 56,5% para 54,6%), e em Salvador ocorreu elevação de 1,6 ponto percentual (passou de 52,0% para 53,6%).

    Na análise do contingente de ocupados por grupamentos de atividade de setembro para outubro de 2014, observou-se estabilidade em todos os grupamentos. Em comparação com outubro do ano passado, houve queda de 4,0% no Comércio e alta de 4,4% em Outros serviços.

    Na comparação anual, rendimento médio aumenta em todas as regiões

    Regionalmente, em relação a setembro, o rendimento cresceu em Salvador (9,7%), Belo Horizonte (4,6%), Rio de Janeiro (0,8%) e São Paulo (2,8%); caiu em Porto Alegre (-1,8%) e não se alterou em Recife. Na comparação com outubro de 2013, o rendimento apresentou acréscimo em todas as regiões, com destaque para o Rio de Janeiro (8,6%) e Recife (8,4%).

    Na classificação por grupamentos de atividade, para o total das seis regiões, o maior aumento no rendimento médio real habitualmente recebido em relação a setembro de 2014 foi na Indústria (6,4%). Nenhum grupamento apresentou queda e Educação, Saúde, Administração Pública manteve-se estável. Na comparação anual, observou-se aumento em todos os grupamentos, sendo o mais expressivo na Indústria (6,1%).

  • “Nas palavras de Darcy Ribeiro, o problema do Brasil é um pequeno grupo de pessoas que impede qualquer tipo de mudança que ameace os privilégios e mamatas de que desfrutam há décadas, séculos.
    Aqueles que lutam contra isso são os indispensáveis.
    O Brasil pode ser uma Escandinávia ensolarada, libertária, igualitária, em que as oportunidades sejam iguais para todos.
    Mas para que isso ocorra a estrutura viciada de que Darcy Ribeiro falava tem que ser desfeita”.

    O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

  • Tá nojento o comentário dos coxinhas aqui no trabalho.

    Disseram o seguinte:

    “As investigações estão ocorrendo não por causa do PT, mas por causa da GLOBALIZAÇÃO”. Pronto, essa é boa, é a mais nova desculpa.

    “E Dilma não sabia de nada”. Logo depois, um colega – que votou no arrocho, mas que é um cara sensato, mas este eu digo, ele é mal informado, porque se fosse bem informado, eu acho que ele votaria no PT – disse isto: “Ah, mas aí vc não pode falar isto, todos os partidos estão envolvidos”. Aí foi que a coxinha ficou em silêncio por algum momento.

    “Dilma queria indicar um diretor da PF do PT”. FHC foi quem fez isto.

    “Aécio não é santo, mas se ele vencesse, ele não iria ser corrupto porque o STF tá cheio de petistas agora. Aí ele iria ficar com medo de roubar”. Rapaz, estes coxinhas estão fumando um baseado muito do ruim. Até parece que é o STF que não faz roubar, eles acham que a imprensa não iria esconder os escândalos da direita. Para que algo chegue ao STF tem que haver investigação pela PF, pelo ministério público e tem que se produzir provas. Após isto, o judiciário tem que ser provocado, senão nada é julgado.

    “Os eleitores que votaram em aécio vão ficar revoltados”. É mesmo? E os que votaram em Dilma não irão ficar revoltados com a roubalheira em geral? Não ficarão revoltados com a tentativa de golpe?

    Olha só o estrago que a grande mídia está trazendo ao país.

    Foi horrível. Uma roda de revolta

    • É, ontem meu vizinho reaça, depois de beber umas e outras, vomitou tudo o que o PIG e os reaças da internet dizem. Falou da fortuna do Lulinha, da gasolina mais cara do mundo, que Barbosa foi “impichado” por ter sido ameaçado e muitas, muitas coisas mais. Dá canseira.

    • Outra coisa, o “mensalão” do PT não foi desmebrado, ministros escolhidos pelo PT não desmembraram. E o mensalão do PSDB foi totalmente desmembrado. Como é que eles falam que o STF é do PT? Esse povo fuma um baseado super vencido mesmo.

  • Eduardo,
    Só para lembrar: se as contas da Presidenta Dilma não forem aprovadas, as do Vice também não serão. Logo, será necessário outra eleição presidencial, pois os votos dela não serão anulados.
    Enquanto isso, o País ficaria paralisado, governado pelo Presidente da Câmara.
    Ou seja, é muito angu para pouco caroço, dando margem para muitos acontecimentos que interfeririam na economia e trariam prejuízos a muitas das grandes empresas nacionais e às instituições.

  • Golpismo se combate mostrando força política (com uma base sólida no Congresso), social (com os movimentos sociais defendendo suas conquistas), e popular. O governo precisa atuar de forma pragmática no Congresso, para recompor sua base política. Mas não pode esquecer de recompor sua base popular, reconquistando a Classe C, especialmente a do Centro-Sul do país. Recomendo os textos abaixo, que fazem uma reflexão sobre o assunto:

    http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR2.html#

    http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR.html

  • Esse é o preço que o PT paga por desconhecer o que é o Poder Judiciário brasileiro e nomear anões jurídicos para a mais importante casa judiciária do pais. Demagogia jurídica desemboca nisso: barbosas e tófolis da vida.

  • Eduardo, se o ministro Dias Toffoli fez isso para se vingar da presidente e para ser bajulado pelo PIG, que coisa pequena! Criar um fato que pode até criar uma instabilidade desnecessária no Brasil … Isso o tornaria pequeno demais. Quanto ao ministro Gilmar Mendes, aquele que soltou um dos maiores estupradores do Brasil, cujo primeiro ato foi fugir do Brasil, se ele achar “pelo em ovo”, todos saberão que não é isento. O PT deveria inclusive, previamente, sem esperar mais nada, tentar sua interdição.

    Mudando de assunto dentro do mesmo assunto, supondo que o PT fez tudo corretamente nas contas da campanha, o que seria esse “pelo em ovo”? A alegação de que as doações para a campanha de Dilma e Aécio “vieram da corrupção da Petrobrás”? Mas essas empresas, especialmente as maiores, operam há bem mais de 30 anos e seus recursos financeiros se formaram durante anos a fio. Dando um exemplo numérico: se uma empreiteira X que trabalha há mais de 30 anos doou R$ 1 milhão à campanha de Dilma ou de Aécio, como comprovar que esse milhãozinho veio diretamente da corrupção? Somente se essa empreiteira X tiver tido, ao longo de sua existência, uma fonte de renda única: o dinheiro ganho com a corrupção da Petrobrás.

  • http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/11/19/guia-para-entender-a-lava-jato-fora-do-pig/

    Publicado em 19/11/2014
    Guia para entender
    a Lava-Jato fora do PiG

    O que os tucanos e o Cunha preferem ocultar.

    O Conversa Afiada reproduz artigo do site Muda Mais:

    Operação Lava Jato, financiamento de campanha e reforma política: três faces de uma mesma questão

    As recentes prisões realizadas na operação Lava Jato vieram no momento crucial em que o debate da reforma política está quente como nunca, presente na pauta do povo nas ruas. Mudar a forma como se faz política e se financiam políticos no Brasil é uma das grandes reivindicações dos movimentos sociais. Vivemos um momento histórico de investigação no Brasil, que está colocando atrás das grades corruptos e corruptores, não restando “pedra sobre pedra”.

    O combate à impunidade está sendo realizado fortemente e, ao contrário do que era feito antigamente, hoje as corrupções são investigadas e os culpados são punidos, doa a quem doer. Isso só está sendo possível graças à Lei nº. 12.846 de combate à corrupção sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, no final de 2013 e que entrou em vigor em janeiro deste ano.

    A oposição tucana bem que tenta tirar o foco da operação e relacionar as prisões com Dilma, Lula e com o Partido dos Trabalhadores (PT), mas a verdade é que a presidenta é uma das maiores interessadas em dar fim à corrupção no país e punir os culpados pelos crimes. A operação Lava Jato revelou ainda o envolvimento do PSDB com as empreiteiras investigadas pela operação. Das nove empreiteiras alvo da operação, seis delas financiaram a campanha para presidente do senador Aécio Neves , com um valor em torno de 20 milhões de reais. As empreiteiras envolvidas no escândalo são a Odebrecht, OAS, UTC, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, que estão com seus diretores presos acusados de formação de cartel e corrupção de funcionários públicos.

    A investigação revela também a atuação das empreiteiras no Cartel em São Paulo para a construção da Linha 5 do Metrô. De sexta feira até o último domingo (16), a operação Lava Jato já prendeu 23 pessoas, incluindo a prisão de um ex-diretor da Petrobras. A operação mostra ainda que o esquema de cartel das empreiteiras em obras da Petrobras teria começado ainda na gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), há pelo menos 15 anos!

    É por isso que a reforma política está entre as prioridades de Dilma em seu segundo mandato, sendo considerada por ela como “a reforma das reformas”. Em seu discurso de vitória e nas primeiras entrevistas feitas como presidenta reeleita, Dilma ressaltou a importância de fazer as reformas de que o Brasil precisa, principalmente a reforma política, que vai redefinir as estruturas do sistema político brasileiro e combater a corrupção. A reforma política com participação social é, pois, premente!

    Importante ressaltar também a proposta de Dilma Rousseff sobre a participação popular no processo de reforma política no que se refere ao financiamento público de campanhas políticas. A ideia é promover a igualdade entre os candidatos e o debate de ideias acima do poder do capital, sendo esta a forma mais honesta de financiar uma campanha para não permitir que os interesses dos financiadores se sobreponham aos interesses da população brasileira. Nas eleições de 2014, 360 dos 513 deputados eleitos contaram com financiamento de empreiteiras em suas campanhas. Dentre as empreiteiras indiciadas pela operação Lava Jato, a OAS doou R$ 13 milhões para ajudar a eleger 79 deputados de 17 partidos; a Andrade Gutierrez gastou quase o mesmo valor em 68 campanhas vitoriosas a deputados federais. A Odebrecht doou R$ 6,5 milhões para 62 deputados, a UTC deu R$ 7,2 milhões para 61 deputados, e a Queiroz Galvão, R$ 7,5 milhões para 57 deputados.

    Para que o povo tenha voz e vez na política, e o combate à corrupção continue sendo realidade no país, queremos e defendemos a reforma política com participação popular JÁ!

    • Humberto Costa (PT-PE) disse no Senado que é um absurdo o PSDB pedir auditoria das urnas e que o TSE deve rejeitar esse pedido. Disse isso quase babando de raiva, exalando autoritarismo em cada frase em defesa da democracia. Por que o PT teme tanto essa auditoria? Se não deve, por que teme?

      Não seria melhor pedir logo essa auditoria para dissipar quaisquer dúvidas? Afinal, circulam pelas redes sociais várias denúncias com evidências de fraude, vídeos suspeitos, testemunhas oculares que presenciaram coisas estranhas, etc. Não seria melhor dar mais transparência ao processo todo para calar os “golpistas”? Ou será que os golpistas estão do lado de lá, ao lado do senador petista?

      Agora veja o por que não faz sentido qualquer reforma politica baseada no sistema eleitoral atual. SEREMOS ROUBADOS MAIS UMA VEZ:

      A famigerada empresa Smartmatic foi contratada em 2012 pelo TSE, com licitação pública, dentro de um universo mundial de empresas especializadas em intranet e gerenciamento de dados, as quais são idôneas, certificadas e auditadas. Mas certamente haveria um motivo especial para terem contratado a salteadora Smartmatic, que é uma empresa venezuelana, e que já tinha fraudado várias eleições na Venezuela, Bolívia, El Salvador, Nicarágua, Equador, Filipinas, e também tinha tentado fraudar em Chicago.
      Em todos os países latino americanos onde há ditadores eleitos ininterruptamente, há o sistema eleitoral da Smartmatic. Estes ditadores simplesmente não perdem eleições. Usa-se a democracia contra a democracia. Essa é a arma secreta do Foro de São Paulo. Então a pergunta é: quem controlava as eleições de segundo turno em 2014? Resposta: Smartmatic. Funciona assim: dentro do TSE (aquele prédio ultra-moderno) há o ponto central que converge todos os dados de todas as urnas do Brasil. Existe criptografia na transmissão de dados, mas a chave desta criptografia é de conhecimento da Smartmatic, pois foi esta empresa que estabeleceu a intranet por onde percorrem os dados das urnas até o TSE.
      A Smartmatic controla todo o processo de transmissão de dados das urnas até o TSE, que é uma etapa (ou camada) onde pode haver fraude “no atacado”, ao invés de fraudes em urnas (varejo). Isso não significa que fraude em urnas sejam dispensáveis, mas não são determinantes nesse processo fraudulento. Na eleição presidencial, a fraude nas urnas serve para diminuir a distorção que deverá ser feita na transmissão dos votos.
      Então fica assim: as urnas Diebold são facilmente fraudáveis, e o sistema de transmissão de dados Smartmatic é uma farsa venezuelana, e é uma empresa do Foro de São Paulo.
      Transcrição livre de: https://www.youtube.com/watch?v=VrQQAhJe-lQ&feature=player_detailpage&list=PLQoV6L2_L4v12hU2cbmCMM22DlsUaKkmE#t=4221

      A lógica da programação (maquiavélica) pode ser verificada na visualização e interpretação o próprio gráfico: ao início mostra-se o resultado final invertido; aos dois minutos, mostra-se a contagem real, já que software de contagem (maquiagem) do TSE precisa começar de alguma referência inicial; depois é só programar o gráfico para que se apresente de uma forma predeterminada, tendo em vista como resultado final os prognósticos do Ibope e do Data Folha.
      É mais fácil do que parece!
      Fonte e gráficos: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/10/31/petistas-sabiam-resultado-final-antes-de-dilma-passar-aecio-e-querem-que-eleitor-nao-desconfie-do-tse-de-dias-toffoli/comment-page-2/#comment-32955

  • Mais uma vez, Eduardo, seus textos, sempre precisos e informativos, me mostram que o grande mal do Brasil são os componentes bilionários dos conglomerados de mídia deste país…
    Eles pautam o Congresso Nacional, pautam as Assembléias Legislativas e Câmaras de Vereadores de todo o país, pautam o MP, pautam a PF, pautam a Petrobrás, pautam o STF, pautam o TSE, pautam diversos Órgãos Federais, Estaduais e Municipais, e ainda pautam o caráter e a personalidade dos componentes destes Órgãos, que deveriam ser “apenas” oficiais.
    A cada dia que passa tenho mais certeza que a democracia e as liberdades de expressão, de pensamentos, de investigação e até a de imprensa só existirão neste país após uma profunda e resistente Lei de Mídia Brasileira. O PT, a Presidente Dilma e o Presidente Lula devem isso ao povo brasileiro.
    Já passou da hora dos governos petistas pararem de discursar sobre a importância do controle remoto e da internet sobre a liberdade de expressão e de imprensa.
    Quando vejo petistas e governistas bradando estes discursos, lembro quando um colega de faculdade apresentou um trabalho “livre” sobre ” a importância da carne da borboleta para a economia do Acre “.
    Sem mais comentários, um abração..

    • Caro Antonio, o artigo está mui preciso. Porém tem uma afirmação muito duvidosa

      “As recentes prisões realizadas na operação Lava Jato vieram no momento crucial em que o debate da reforma política está quente como nunca, presente na pauta do povo nas ruas”

      Em que rua ele se refere? A no Rio de Janeiro, garanto que que não tem nenhuma!. Infelizmente somente os politizados, minoria, se manifestam pela reforma política e ainda assim não acreditam que sairá. O congresso permitirá um peblicito, quanto mais um constituinte. Somente uma revolução e que estamos muito longe de fazer acontecer e ficará ainda mais longe um impeachment da Dilma o que é muito mais provável.

      Um abraço

  • Edu,

    Mais uma vez parabéns pelas suas explicações! Porém um aspecto que não podemos deixar de comentar neste episódio é como a presidenta Dilma e o PT mais uma vez “dormiram no ponto” e deram chances aos inimigos deixando de reconduzir o ministro Henrique Neves. Caramba este fato evidência uma incompetência política e estratégica absurda! Se ela tivesse tomada providências antes de viajar tudo isso teria sido evitado. Que o Toffoli não gosta dela e está dando sinais de aproximação com Gilmar Mendes e a mídia golpista ela e o PT já sabiam há muito tempo e mesmo assim deixaram a situação chegar neste ponto. Isto não podia acontecer!

    Abraço,

    Marcos

  • Sabe o que mais, Edu…. Que venha o que vier; se quiserem golpear a Nação vão em frente e a gente vai ver o que vai fazer e como reagir. O que não dá é pra ficarmos sendo ameaçados de golpe a cada eleição. Veja há qto tempo tentam apear o PT do poder. Nós estamos desde 2003 tentando manter o governo; uma coisa é a disputa política outra é ficar tendo que desarmar tentativa de golpe. Democracia é luta diária e muitos de nós sabemos disso desde os 14 anos ( início da militância ) mas tá começando a ficar nojento. Não tenho mais paciência e nem educação. Anteontem, uma companheira ficou chateada comigo pq comentei em cima de uma entrevista do ministro Barroso ao Globo que foi postada no blog do Nassif. Pô, eu não tava discutindo com o cara, tava comentando o fato dele tratar o julgamento da AP 470 como um marco na luta contra a corrupção. Se um GM diz isso, ninguém liga mas esse ministro, não; ele tem credibilidade, as pessoas levam o que ele diz a sério e tem que levar mesmo. Daí diz isso no Globo e se a gente questiona o pessoal acha ruim pq, afinal, é um ministro que ainda não foi cooptado pelo grupo golpista. Ah caramba… A gente tá com medo, é isso? Eu não tenho medo de golpe, não. De golpe eu tenho é vergonha. Se vier vamos ter que encarar e aí sim, sentir medo… Eu não sou corajosa, não;muito pelo contrário, mas não tenho medo pré-datado. Que venha o tal do golpe de GM e Toffoli ( ainda tenho dificuldade em aceitar que Toffoli seja tão demente, embora não disfarce a admiração que sente por GM ). A nova composição da Corte não tem perfil golpista. GM é golpista de ocasião mas o STF não é GM. O novo presidente vai fazer o que tiver ao seu alcance para garantir a normalidade democrática. E, se não der, vamos ter que ir para o enfrentamento mesmo. Tentar é um direito deles e bloqueá-los é nossa obrigação. Nós devemos respeito ao STF mas medo de ministro golpista é outra coisa. Até pq, se eles conseguirem dar o golpe a gente já sabe o que vai acontecer… Aí é lei da sobrevivência. Podemos viver o inferno mas, é seguro que eles tb não estarão num paraíso qdo isso acontecer. Mais um atentado à democracia vindo do judiciário, não dá. E, dessa vez, o que eles tão buscando é guerra. Vamos ver o que acontece e como se comportam os ministros. Em condições normais de temperatura e pressão, as duas mulheres não atirariam o país no inferno; Barroso e Teori não tem qq razão para almejar a lata de lixo da História; Lewandowski já provou que não quer passar nem perto dela; Fux é meio GM… a grana onde quer que ela esteja; se tiver na macumba faz xixi em cima, pede licença e pega e, além disso não tem muita dimensão do mundo real, não. O decano, se pudesse, já tinha vazado faz tempo; tem medo do GM mas não tá nem aí para o que vai acontecer ao país; pra ele tanto faz; a alma já saiu do STF, ali só tá o corpo. Toffoli não vai poder deixar o GM na mão; agora que combinou, já era. MAM, não dá pra saber, depende da entidade que tiver incorporada no dia; se for um tranca rua “tamu ferrado”. Agora, se for uma coisinha de luz, aí GM e seu golpe vão pro saco, não vai dar nem pra saída. GM vai ficar dando soco na mesa, gritando, xingando a petralhada, arregalando o olho, bebendo água… e o outro só recostado na poltrona e dando risada. Vamos acender vela, meu povo, pra entidade que baixar no ministro no julgamento da prestação ser a mesma que baixou na posse do Ministro Lewandowski e para afastar aquele Exu que agarrou no anjo da guarda da D. Geiza.

    • Cristiana Castro já te admiro há algum tempo, depois desse desabafo, fiquei fã de carteirinha. Você me tranquilizou afinal não podemos ter medo antecipado. Um grande abraço.

  • Pro Gilmar Mendes reprovar as contas da Dilma, ele tem que encontrar alguma irregularidade.

    Se reprovar por puro capricho, será desmascarado. Isso é simples. Mas, pelo que me parece, ele não se preocupa com isso. Quer tumultuar. Quer atazanar. Pode reprovar por pirraça mesmo. É do estilo dele.

  • Eduardo, mas o recurso do MPE contra a indicação de Gilmar Mendes em algum momento terá que ser julgado e pelo que li tem fundamento e sua indicação foi ilegal. Imagino que o regimento interno preveja algum prazo para julgar essa questão mesmo que haja má vontade de faze-lo por alguns membros do TSE.

  • Prezado Eduardo:

    O que é Competência ?

    “ Um grupamento de Conhecimentos, Habilidades e Atitudes correlacionadas, que afeta parte considerável da atividade de alguém, que se relaciona com seu desempenho, que pode ser medido segundo padrões preestabelecidos, e que pode ser melhorado por meio de treinamento e desenvolvimento”.

    Não falarei sobre Conhecimento nem sobre Habilidade, pois, assim, estaria falando sobre Competência Técnica. Falarei sobre Atitude que é Competência comportamental.

    Entendemos por Atitude como o modo de proceder ou agir de uma determinada pessoa, em relação à pessoas, objetos e situações. São as nossas atitudes que afetam as nossas realizações, tanto em nível pessoal quanto em nível profissional.

    Atitude é o “ Querer Fazer “ e isto chama-se comportamento que nada mais é do que “ o conjunto de reações que podem ser observadas em um indivíduo”. E que reações observamos no comportamento do ministro Toffoli “ ao entregar a um dos maiores inimigos do PT as contas de campanha de Dilma”.
    O que podemos interpretar com esse ato do ministro Toffoli , ou melhor, o que ele quis fazer ?

    1. Um mal ao PT ?

    2. Um aviso à presidenta Dilma no sentido de que ele poderá fazê-la “ comer na mão dele”?

    3. Demonstrar o seu sentimento de raiva ou de ressentimento por ter sido afastado do cargo de sub-chefe da área de Assuntos Jurídicos da Casa Civil pela então Ministra da Casa Civil ?

    4. Desestabilizar o pais ?

    5. Demonstrar independência de LULA e do PT ? ( o que é muito bom para o pais ). Afinal de contas o Poder Judiciário além de ser independente, seus integrantes devem depender somente e unicamente de fazer com que as leis sejam cumpridas para o bem estar da população do pais. Mas pelo que andei lendo, a atitude precipitada do ministro Toffoli feriu a lei.

    Além da Competência o senhor Toffoli e todos aqueles que ocupam cargo em qualquer tipo de organização devem ter e têm que ter Comprometimento. No caso específico dele o seu Comprometimento é com a manutenção da qualidade da saúde das instituições brasileiras.

    Se ele guardou e ainda guarda rancor pelo fato de ter sido afastado do cargo que ocupava na Casa Civil e agora busca vingança , ele demonstra não estar emocionalmente preparado para o cargo que exerce. Acredito que ele sabe que muitas vezes o valor de uma ação está na prudência ao ser tomada e não na sua precipitação.

  • Eu milito desde os 15 anos,estou com 61,passei maus bocados neste tempo,agora de novos e sempre a direita não consegue no voto vão para o golpe,um erro de estratégia do PT e do governo foi achar que mesa farta não precisaríamos de mais nada, que somente isto fosse o bastante para vencermos todas as eleições,
    Taí mais um golpe em andamento,me lembro muito bem que no inicio da fundação do PT ou antes toda as vezes que tinha uma manifestação era certo sempre tinha vereadores ou deputados nas ruas junto com as massas hoje para tirar alguns políticos das sua cadeiras não se consegue,e o conforto do poder.

  • “que ele dê um jeito de reprovar as contas de Dilma.” Meu amigo, “DÊ UM JEITO” é muita desonestidade!
    As contas da sua nobre presidentA já foram reprovadas coleg, engula essa seu sacripanta! É muita desonestidade pra caber num crápula só! Meu caro e infeliz desinformate público; estourou o teto da responsabilidade fiscal, não cumpriu o superávit primário e ainda quer mudar a lei??? Onde está o golpismo? Só um afetado, doente fanático nos moldes chavistas e ou radical islamita é que pode proferir tamanha desconexão com a realidade e chamar isso de razoável. Ora, os dia de vcs blogueiro chapa branca alimentados até os intestinos com dinheiro público estão contados, aguardem.

  • Não entendi a frase: “Em primeiro lugar, não procede a informação de que Toffoli entregou as contas do PT ao único ministro que com certeza arrumará pelo em ovo simplesmente porque Dilma, então fora do país, não reconduziu Neves ao cargo imediatamente.”

    Ficou vago. Então por que ele entregou. Coincidência não foi os dois processos terem caído em Mendes. E, se não o fez, porque o texto segue no sentido contrário desta afirmação? Ficou bem truncado…

  • Se eles fizerem o golpe vai ter uma guerra nesse país com as forças de esquerda nas ruas. Não vamos mais aceitar passivamente golpe dessa elite podre e vamos paras as ruas e parar esse país.

  • http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/11/19/dr-moro-9-vazamentos-por-dia-dr-moro-%E2%80%8B/

    Dr Moro, 9 vazamentos
    por dia, Dr Moro !​

    Isso é uma investigação sob sigilo, ou uma entrevista coletiva ?

    Como se sabe, os respeitáveis Ministros Barroso e Teori do Supremo tentaram manter o sigilo da investigação sobre a Lava-Jato e impediram que o Congresso a ela tivesse acesso.

    A Presidenta Dilma também tentou, mas não conseguiu.

    Um país sério, não é isso, amigo navegante !

    Sigilo é sigilo !

    Menos na Vara do Dr Moro !

    Juiz Moro, agora transformado pelo detrito de maré baixa e pelo Ataulfo Merval (no ABC do C Af) no vaso de guerra do Golpe, ou num Varão de Plutarco, tal como a seu tempo e hora foi o inesquecível Presidente Barbosa …

    Na Vara do Dr Moro vaza tudo.

    Até vento.

    Uma leitura superficial – para evitar vômitos – das primeiras páginas do PiG nessa manhã de quarta-feira 19/11, quando o IBGE anunciou um desemprego récord (para outubro, porque, em novembro, isso vai explodir, com as demissões em massa na Fel-lha !), pois, nessa manhã de quarta-feira é possível constatar que há nove (nove !) vazamentos nas primeiras páginas do PiG.

    Nove por dia.

    E essa deve ser a média dos vazamentos dos últimos doze meses e assim será, enquanto estiver em atividade a Vara do Dr Moro – e a Dilma no exercício do cargo, atividade que o Ataulfo pretende abreviar, mas, não agora!

    É pra daqui a pouco.

    Como não tem Governo a Vara vaza.

    Ou serão os impunes delegados aecistas do Bessinha, da Julia Duailibi e da Conceição Lemes?

    Não importa a origem.

    Vaza tudo !

    Nove por dia.

    O sigilosíssimo depoimento de um vice-presidente da Mendes Jr, esse então foi uma entrevista coletiva.

    A ele todo o PiG assistiu, da primeira fila, com gravador e tudo.

    Saiu tudo, por igual, na primeira página, como estrondosos furos de reportagem !

    Dr Moro, se continuar assim, vai virar uma esculhambação, como disse o Ricardo Melo de um outro julgamento de que o Ataulfo participou – sempre ! – como juiz …

    Em tempo: Esse Bessinha …

    Paulo Henrique Amorim

      • Jaqueline,
        o que você ou eu achamos não tem importância nenhuma quando existem leis que devem ser cumpridas.
        Nosso país está até parecendo, mas não é nem pode ser a casa da mãe joana. É preciso entender que só o povo sai perdendo quando nossas instituições não respeitam nem cumprem o papel para o qual elas foram criadas.
        A propósito, leiam essa matéria do Fernando Brito, no Tijolaço:

        José Carlos Cosenza, atual diretor de Abastecimento da Petrobras, colocado por Graça Foster no lugar do larápio Paulo Roberto Costa foi acusado de fazer negócios com Alberto Youssef e as empretieiras por “um erro material”. admitiu hoje a Polícia Federal, através de nota assinada pelo delegado Márcio Adriano Anselmo.

        Anselmo é aquele que, no Facebook, chamava de “anta” o ex-presidente Lula.

        É curiosíssimo que tão criterioso senhor tenha, por “erro material”, incluído nos interrogatórios onde Cosenza é objeto da mesma pergunta que se faz em relação ao ex-diretor Renato Duque e Nestor Cerveró.

        O “erro material” dos delegados, serviu para Cosenza ser execrado de ontem até hoje, em manchetes de jornal e na televisão.

        Hoje, aliás, praticamente demitido na Folha:

        “Ministros ouvidos pela Folha afirmam que sua saída se tornou inevitável” após o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef o colocarem na lista de suspeitos de terem recebido “comissões”.

        Colocaram?

        Não sabemos, por que os rapazes que cometem “erro material” não informam, emboratenham afirmado que ele foi citado quando não foi citado.

        É como as “propinas dentro dos limites legais” de ontem, no Estadão.

        O espetáculo com a honra alheia.

        Até porque o mínimo que se pode esperar de um corrupto como Paulo Roberto Costa é que aja como o famoso bordão humorístico: “sou, mas quem não é?”

        Mas o Dr. Anselmo, que cometeu este “pequeno erro material” de confirmar desonrar alguém só desmentiu isso – mesmo 24 horas depois – porque alguém, finalmente, lhe apertou os calos.

        Senão, Cosenza estaria até agora na lista dos ladrões, e olhe lá se não pode entrar de novo, caso a PF ache algum “erro material” em sua vida, como comprar um apartamento ou vender um automóvel, para confirmar o “sou, mas quem não é?” de Paulo Roberto Costa?

        Afinal, é uma pessoa que movimenta, por força do cargo, bilhões em contratos e para dizer que “está levando algum” basta a irresponsabilidade do disse me disse.

        Ninguém pode, previamente, comprovar que ele seja honesto, quando não se sabe do que se o acusa.

        E, principalmente, quando se acusa por “erro material”, dizendo que disseram o que não disseram dele.

        Mas o efeito é terrível. Diga-me o leitor: no lugar do senhor Cosenza, agora, o caro amigo assinaria um contrato de compra de clips de papel?

        Cosenza talvez não tenha mais como trabalhar, o que não ocorre, porque ninguém o afasta, com o delegado Anselmo.

        Talvez fosse conveniente lembrar ao delegado das “antas” que a honra é um bem constitucionalmente protegido e quem lança à lama o nome de alguém deve pagar por isso.

  • STÉDILE: “GOLPE DESTAMPARIA A REVOLTA POPULAR”
    :
    Em alta, recém chegado do Vaticano, onde participou de encontro de 100 movimentos populares do mundo com o papa Francisco, líder do MST não teme “viúvas da ditadura, que fizeram até o PSDB passar vergonha”; João Pedro Stédile afirma que qualquer tentativa de quebra da ordem institucional traria o elemento da violência; “Seria destampada a caixa de pandora da revolta popular”, avaliou; na condição de ser um dos poucos brasileiros que, com uma palavra, pode ‘colocar o povo na rua’, ele lembrou em entrevista ao 247: “Brincar com a democracia é muito perigoso”;

  • É PHODA!

    Publicado em 19/11/2014 no Conversa Afiada: http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/11/19/delegado-aecista-errou-ao-inculpar-diretor-da-petrobras/

    Delegado aecista errou
    ao inculpar diretor
    da Petrobras

    “Alguém segura essa anta” ?

    No Estadão:

    PF admite erro ao relacionar Cosenza a pagamento de propina

    Após solicitação do juiz, delegado responsável pela Lava Jato alegou ‘erro material’ ao associar nome de diretor como beneficiário de desvios na estatal durante interrogatório de investigados

    Brasília – A Polícia Federal afirmou nesta quarta-feira, 19, que foi um erro ter mencionado o nome do atual diretor de Abastecimento da Petrobrás, José Carlos Cosenza, entre os beneficiários do esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato.

    “Em relação ao quesito que figurou em alguns interrogatórios, por erro material, constou o nome de Cosenza em relação a eventuais beneficiários de vantagens ilícitas no âmbito da Petrobrás”, afirmou o delegado da PF responsável pela Lava Jato, Márcio Adriano Anselmo, ao juiz da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Sergio Fernando Moro, que cobrou provas do envolvimento de Cosenza no caso.

    “Cumpre esclarecer que não há, até o momento, nos autos, qualquer elemento que evidencie a participação do atual diretor no esquema de distribuição de vantagens ilícitas no âmbito da Petrobrás”, escreveu o delegado.

    (…)

    Navalha

    “Alguém segura essa anta” foi como o delegado aecista – da Julia Duailibi e da Conceição Lemes – se referiu à Presidenta da República.

    Não deixe de ler “a PF e o Moro assumiram – cadê o Governo ?“

    E “a quem interessa o segredo de Justiça ?“

    E, agora, amigo navegante, o que vai fazer o Cosenza para restabelecer a sua reputaçao, depois de o PiG – em conluio com a PF do zé- a enxovalhar?

    Terá o Juiz da Vara do Moro a possibilidade de rever essa injustiça ?

    O que diria disso o Gushiken, amigo navegante ?

  • Edu, que o TSE não tente um golpe judicial. Se tentar vai ser rechaçado nas ruas. Nem eu e nem milhares de brasileiros vamos deixar nossos votos serem jogados na lata do lixo, por meia dúzia de togados sem voto.

    Se o Dias Tóffoli traíra não gosta da Dilma, o problema é dele, mas ele que não ouse meter a colher no voto de 54 milhões de brasileiros. Se ousar vai ver com quantos paus se faz uma canoa.

    Desculpa meu desabafo. Já estou cansado de tanto golpismo. Esses antidemocráticos pensam que o Brasil é habitado por 200 milhões de idiotas?

  • Edu, me sinto na obrigação de reproduzir esta matéria do PHA, no Conversa Afiada, apesar de até certo ponto ela ir de encontro a sua matéria “Explicação para os atos de Toffoli e as chances de Dilma”.

    Publicado em 19/11/2014 no Conversa Afiada

    Não é bem assim, Nassif.
    Toffoli não errou!

    E quem disse que o TSE vai aceitar o que vier da relatoria?

    O Conversa Afiada reproduziu artigo de Luis Nassif sobre um possível conflito do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministro Dias Toffoli, e o Governo, que teria resultado na “escolha” de Gilmar Mendes para relatar as contas do PT na campanha presidencial.

    Não é bem assim, Nassif.

    O ansioso blogueiro leu artigo de Raymundo Costa no PiG cheiroso dessa quarta feira (19), em que acusa a Casa Civil de ter errado ao não reconduzir o competente Ministro Henrique Neves ao TSE.

    O ansioso blogueiro tem lá suas divergências com o Costa, que se especializou no gênero musical “editorial com reportagem”, geralmente inclinado à plateia cheirosa do PiG.

    Mas, foi atrás.

    E o Costa tem razão.

    Segundo fontes do Conversa Afiada, não houve conluio entre Toffoli e Gilmar, para que este, republicanamente escolhido por FHC, fosse o relator das contas do PT.

    (Como se sabe, a história de vida de Toffoli se distingue bastante da de Gilmar.)

    Diante da omissão da Casa Civil, Toffoli procedeu de acordo com o regulamento: fez um sorteio.

    SORTEIO !

    E deu Gilmar.

    A apreensão de Nassif com um Golpe deve se tomada também nos seus devidos termos.

    Quem disse que Gilmar, com certeza, vá vetar as contas da Dilma?

    Vai impedir que ela assuma no dia 1º. de janeiro?

    E quem disse que a relatoria do Gilmar será aceita pela maioria do TSE?

    Toffoli tem vinte anos de Ministro do STF pela frente.

    Não se permitiria cair num deslize dessa gravidade: dar um Golpe de Estado.

    O Conversa Afiada revê a sua posição.

    E, com todo o respeito e admiração, discorda frontalmente do Nassif – e de suas respeitáveis fontes de informação.

    Paulo Henrique Amorim

  • NULIDADE DA REDISTRIBUIÇÃO E DEFESA INSTITUCIONAL

    Já se encontra ajuizado o adequado questionamento da evidência de patente ilegalidade da redistribuição do feito para Gilmar Mendes, nos termos expressamente determinados pelo o dispositivo legal apontado pelo Sub Procurador do MPE.

    O digníssimo representante do Ministério Público Eleitoral agiu de modo exemplar ao apresentar o parecer com pedido de reconsideração e de eventual conversão em recurso de Agravo Regimental, caso seja necessário. Além disso, o competente Sub-Procurador Eleitoral demonstra de modo fundamentado a patente ilegalidade da recente decisão que redistribuiu as contas da Campanha de Dilma.

    Assim, tudo indica que a referida impugnação está firmemente embasada, de modo que estão dadas as condições suficientes para que seja determinada a nulidade absoluta da redistribuição promovida de maneira irregular e ilegal.

    E o governo deve definir de imediato a escolha tríplice, com opção preferencial pela recondução do ministro cujo mandato expirou, inclusive para zelar pelos princípios de celeridade e economia processual, em face da tramitação anterior do feito, bem como para desarmar a desleal manobra política.

    Cabe agora divulgar ao máximo a evidência de patente ilegalidade da redistribuição do processo, para sustentar a resistência política à abjeta tentativa de golpe paraguaio que se evidencia em marcha no Brasil. Com a ressalva de que esta grave ameaça às instituições democráticas deve ser combatida, acima de tudo, pelos meios jurídicos, posto que, na realidade, até aqui não estão demonstrados fundamentos capazes de embasar nenhuma perda de mandato da Presidente Dilma em bases estritamente legais.

    Neste sentido, vale acrescentar que caso haja irregularidades praticadas por empresas doadoras da campanha, estas não podem ser consideradas a priori de responsabilidade da candidata, de modo que não poderá haver sanção contra o mandato presidencial, dado que não existe nenhuma prova de ciência dos ilícitos nem de atuação nas irregularidades investigadas.

    Ademais,a sustentação política do mandato nascido das urnas deve evidenciar todos os aspectos jurídicos que determinam a total legitimidade do governo eleito, bem como os requisitos essenciais da defesa da democracia, hoje ameaçada por setores da sociedade incapazes de conquistar o poder pelas vias legais e dispostos a utilizar de meios escusos e inescrupulosos para impor pretensões ditatoriais.

  • Edu, conforme comentei ontem ou anteontem, leia a nota que saiu no Conv. Afiada do PHA sobre o Toffoli:
    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/11/19/nao-e-bem-assim-nassif-toffoli-nao-errou/

    Como eu disse, eu não gostei da indicação dele pro Supremo nem da do Barbosa, acho que quanto menos ligação com partido o magistrado tiver, melhor. E sou contra a ideia de alguns militantes chamando de “traidor” juiz A ou B porque não julga de acordo com o PT, juiz tem que julgar pela lei e não por partidos, que não é o caso do Gilmar Mendes que a gente tanto condena por fazer isso (ser partidário pelo PSDB).

    Acho a acusação do Nassif infeliz, grave e premeditada, ele deveria ter consultado mais coisas antes de chegar a essa acusação pois queima o cara e o Planalto tem sua parcela de culpa na lambança (mais uma).

    Ou a Dilma para de dar esses vacilos e melhora a assessoria dela ou vamos sofrer muito mais 4 anos. Assessoria não é algo qualquer, essas consultas dela como ao do Gilberto Carvalho indicando que ela deveria ouvir os fundamentalistas (queimando ela com o pessoal da esquerda) foi uma infelicidade atrás da outra. Que ela se aproxime mais dos Franklin Martins e gente desse tipo e fique mais distante da turma que se acomodou com o poder.

  • Caro Edu!!

    Ninguem esta contando com o “POVO” nas ruas?
    Quando formos para as portas do TSE, STF o mundo da fantasia volta ao normal!

Deixe uma resposta