Desalento

Crônica

Um dia após as cúpulas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário irem render homenagens a uma das quatro famílias que controlam com mão de ferro a comunicação de massas no Brasil, perdi mais um negócio – sou comerciante. E perdi porque não trabalhei como deveria naquilo que me paga as contas. E não trabalhei como deveria porque estava ébrio – não de álcool, mas de ideais.

Não foi a primeira vez. Se pudesse recuperar todo o dinheiro que perdi por me dedicar menos ao meu ganha-pão do que aos meus ideais políticos, certamente poderia comprar a casa na praia com que tanto sonho para que nela possa terminar os meus dias.

Nunca liguei para o dinheiro que perdi me dedicando a este blog, ao Movimento dos Sem Mídia e às causas que abraçamos. Mas agora, liguei. E não só por a presidenta Dilma ter ido prestigiar a Folha.

Apesar das noites em que escrevia furiosamente  de dentro da UTI em que minha filha caçula estava internada, apesar das brigas que comprei na Justiça com a imprensa golpista, apesar dos atos públicos que promovi responsabilizando-me perante a polícia pelo que centenas de pessoas que compareceram a esses atos fariam, fui tratado como alguém que abandona o barco ao menor balanço.

Foram poucos os que me trataram assim, mas a dor que me provocaram foi muita. Contabilizei umas doze pessoas que no Twitter, em comentários aqui e em e-mails, bêbadas pelo partidarismo mais descerebrado que se possa conceber, ignoraram tudo o que venho fazendo há anos para que o projeto petista de país pudesse ser levado a cabo.

Mas há outra razão para o desalento que me flagela. A demonstração de poder que um jornal deu ao fazer as cúpulas dos três Poderes da República se deslocarem da capital federal a São Paulo para paparicá-lo, revelou como é quixotesca a luta em prol da qual venho abandonando a minha própria vida e até as necessidades de uma filha gravemente enferma pela qual deveria estar empreendendo todos os esforços possíveis.

Para que tudo isso? Não ganhei dinheiro, não ganhei reconhecimento, não ganhei nada, particularmente, por mais que acredite que contribuí para impedir que a direita midiática voltasse ao poder. E seria suficiente porque nunca pretendi nada além disso. Mas, ao assistir à demonstração de poder que a imprensa golpista deu no primeiro dia desta fatídica semana, tive a sensação de que foi tudo em vão.

  • Eli

    Pôxa Edu, agora vc me deixou triste.

  • Hilda Lima

    Boa noite, Eduardo

    me solidarizo com vc em seu desalento.
    Certamente a nossa presidenta teve seus motivos para aceitar o convite para entrar na “cova dos leões”.

    Poderíamos, seguindo nossa linha de ação, perguntar a ela o porque de ter participado deste evento.

    Eu não escrevo bem mas com certeza vc poderia fazer um texto com todos estes motivos que levaram vários de nós a este sentimento de estranhamento e enviar-mos com nossas assinaturas para a presidenta se posicionar.

    • eduguim

      Grande idéia

      • Augusto

        Não sejam tolos. Não havia motivo nenhum. Não há estratégia que justifique isso. Há limites para tudo. O motivo que Dilma Rousseff tinha para ir a esse evento na Folha era aparecer no jornal e ter seus 15 minutos de fama. Só isso e nada mais. De resto, recomendo que você não de pergunte nada a essa senhora, porque, obviamente, a respota vai ser a mesma que ela usou para justificar sua presença no evento: defesa da liberdade de impresa. Não seja tolo, Eduardo. Não pague esse mico. Tenho uma solução melhor: no próximo evento do MSM ou do Barão de Itararé, convide a senhora Dilma Rousseff para ser a anfitriã. Pode ter certeza, ela não irá.

      • Victo Renno

        Edu, aproveita e pergunta tambem por que ela resolveu dizer que estava ali como presidente e nao como presidenta. Esta parte do discurso foi demais para mim. Acho que tambem vou chama-la de presidente daqui pra diante

    • cirico

      Lembremos que Lula prestigiou com sua visita gente mais perigosa para a democracia como o Kadafi na Líbia e Armadinejad no Irã.
      E não fomos contra.

      • Luís CPPrudente

        Acho que você tá confundindo as coisas…e de propósito. Diria que você é mais um daqueles que sempre fez campanha contra o Lula, a Dilma e as ideias de igualdade social. Até parece discurso de troll o seu.

        “Lembremos que Lula prestigiou com sua visita gente mais perigosa para a democracia como o Kadafi na Líbia e Armadinejad no Irã. E não fomos contra.” Que eu saiba o Lula visitou o Bush e o Barack Obama (este uma decepção), além do Estado fascista e terrorista de Israel, estes sim verdadeiros perigos para a democracia e para a liberdade dos povos.

        Com certeza você acha os EUA e Israel exemplo de democracia.

    • Salvador

      Apoiado, muito bem.
      Permita-me assinar contigo.

  • Haroldo serratalhada

    Os três poderes da república de ‘Quatro’, para grande imprensa fascista, derrotada deste país, o PIG.
    É revoltante, repugnante, é um lixo só. A festança foi regada a sangue e pedaços humanos, daqueles que lutaram pelo país, tendo a participação ‘especial’ de torturadores e torturados, Viva la merde.

  • Meu caro, compreendo sua dor, pela grandeza de sua atuação, contudo, preciso lhe dizer que uma outra visão é possível sobre esta visita de Dilma à FSP, ela é inteiramente legítima. Não vi bajulação, ou algo assim, mas altivez., necessária para completar uma volta que aumentam as chances de solidificação datal hegemonia… tempos áureos, ainda estou confiante e penso que opero com todos os meus sentidos.

    Enfim, quero lhe ser solidário, embora tenha posição diferente da sua sobre este assunto.

    Meus respeitos.

  • Augusto

    Estou com você. No fim, constatamos que todos são farinha do mesmo saco. Mas não se peocupe porque quando ela estiver caindo, lá para 2013 e 2014, aí Dilma Rousseff fará como fez na eleição, pedido socorro à militância… Só que depois desta, para mim já basta.

  • Carlos

    Se o pig não existe; a nossa denúncia é em vão. Escrevi isso nos meus comentários. Claro que estamos decepcionados. Afinal, lutamos esses anos todos para também conscientizar as pessoas de que a mídia manipula o noticiário. Criou-se um grande dilema. Agora, a quem iremos defender dos ataques mentirosos do pig? Não temos mais a quem defender, a não ser o ex-presidente Lula, que continua sendo alvo desta organização vil. Aliás, é bom frisar, que existe um grupo que acha bom que os ataques se dirijam ao ex-presidente. Eu, não!

  • Pedro Soto

    Não é pra desanimar, não.
    Você contabilizou quantos te apóiam integralmente?
    Eu já estou me sentindo um pouco calejado com relação a esse episódio da festa da Folha. Infelizmente, ainda vai demorar para essas coisas deixarem de acontecer.
    Vamos olhar pelo lado bom. Quem sabe o recado da Dilma não tenha sido o seguinte: “Olha aí, gente, eu posso até comparecer a uma festa, mas é só isso e ponto final”. Afinal de contas, ali não foi tomada nenhuma decisão de governo. Logo, logo, essa “happy hour” vai ser esquecida totalmente.
    Caro Eduardo, contamos com a continuidade da sua luta e, modestamente, estaremos por aqui tentando ajudar com um palpite e outro.

  • Eduardo,

    Gosto muito do seu Blog, sei que tudo pode parecer em vão e a falta de reconhecimento e mudança perceptiva podem te enganar, mas talvez você tenha feito uma grande mudança. Os seus textos são ótimos e muito informativos, tenho certeza que algo você mudou na mente de alguém, e esse alguém que foi ajudado por você poderá vir a realmente mudar as coisas.

    Muitas pessoas boas não são reconhecidas, uma delas com certeza é você. Fico triste e me simpatizo com todos os seus problemas comentados, espero que ainda seja muito feliz na vida, pois no final é isso que importa.

    Muitas pessoas continuarão no movimento contra este típo de mídia e talvez um dia consigamos atingir algo ideal, pois as ideias podem sim tornar-se realidade, ainda mais ideias coerentes como as suas e de muitos outros.

    Boa Noite

    PS: Meu twitter é @PoliticaAgora e meu blog é informandopolitica.blogspot.com ambos tem +/- 10 dias. Também se quiser conversar estou quase sempre online em [email protected]

    Passe bem =)

  • Eremildo

    Não há motivo para desalento.
    Quando a FSP completar 100 anos o Pai dos pobres banqueiros estará de volta ao poder para prestar as homenagens pelo centenário.

  • H.Pires

    Evidente que não foi em vão essa sua luta que é nossa também. Quem lhe critica, ou critica a quem tem um olhar mais “contestador” sobre as movimentações daqueles que lutamos com muita garra, para hoje estarem a nos representar, não estão sendo justos. Nós temos o dever e o DIREITO de censura-los a qualquer momento. A presidenta Dilma tem que ser “censurada”(a midia ama, ao contrário do que falam, essa palavra) com certeza. Ela errou. Pisou na bola. Ela, Dilma, poderia ser um pouco mais clara em seus propositos. Caso ela(Dilma) queira a direita midiatica como seu sustentáculo de governo, poderia expressar isso mais claramente. Ainda que já tenha sido “quase” clara sua preferencia. A Primeira mulher presidente do Brasil. A primeira mulher, na presidencia, não pode errar. O primeiro metalurgico LULA, não errou. Devido a esse fato, darei mais um tempo para mim, para tomar decisão definitiva. Espero que a primeira mulher não decepcione. Isso tem um simbolismo grandioso, ser o primeiro(a).

  • Luís CPPrudente

    Caro Eduardo, todos nós estamos consternados e tristes com o acontecimento. Não era necessário que a presidenta Dilma fosse naquele antro de mafiosos. Espero que, brevemente, a resposta deste ato que considero desnecessário, triste e dolorido para nós, seja a aprovação súmaria e rápida da nossa “Ley de Medios”, que a nossa presidenta Dilma tenha engolido a seco a sua raiva e dissimulado o seu sentimento, para mais tarde (espero que o mais rápido possível) possa colocar inapelavelmente estes mafiosos dentro do seu devido lugar: a cadeia. E que a nossa “Ley de Medios” esteja em pleno funcionamento defendendo a liberdade de imprensa e a diversidade (que os bandidos dizem defender).

    Não apague este ideal. Continue defendendo ele. Você é uma referência para muitos que passaram a ter a mesma vontade sua de defender a igualdade social e a liberdade.

  • Marcio

    Eu sempre digo descansem para lutas mais aguerridas. Quem cai em descrédito, com a presença de Dilma no evento da Folha é a Folha, não a presidenta. O Lula foi aos eventos de Istoe e Carta Capital e não é o fim do mundo ela ter ido ao evento da folha. O Lula ia a ao FEM e ao FSM. Não querem que ela comece uma briga com dois meses de governo, né? Gente, esamos só em fevereiro.

    • Marcio,

      não ir ao aniversário da Folha não seria comprar briga, apenas marcar posição. Não é abrir guerra, só não se submeter, não esquecer sua história. É bem lamentável que Dilma tenha ido…

  • alexandre

    Espero não estar entre os que te desalentaram,Edu,porque eu discordo de você e já expliquei no outro post.
    O novo argumento que trago aqui é o seguinte;
    Acabo de visitar o blog do reinaldo,o augusto |nunes e o coturno noturno também.
    Não há qualquer menção ao evento FOlha. se nós fomos derrotados alguém foi vitorioso . mas quem? O PIG?
    eles não cantariam vitória? seriam”elegantes”?.
    não Edu. eles estão em silêncio. Os tres gritadores do PIG. Só a folha repercute, naturalmente.
    Eu achei esse silêncio muito revelador. a dilma,de certa forma,desarmou o PIG. Eu apoio a opção dela completamente.

  • Marcos Simões

    Calma, amigo Edu. Em todos os lugares têm os fanáticos por uma causa e que não enxergam um palmo à frente. Há outros que ganham com isso. Discursam um coisa, mas fazem outra. O PT paulista fez isso (e faz) desde 2004 (a maioria). São os hipócritas. Mas não se desiluda. O jornalzinho nosso também foi pro vinagre: o pessoal foi perdendo o otimismo e preferu ir para o campo até oposto ao ofício que abraçaram. Problema deles. Um grande número apoiou e apoia, mas não é suficiente para mandar rodar um jornal. A arrecadação vinha caindo mês a mês. Paciência. Mas não desisti do objetivo. Permaneço apenas na Net. Vez ou outra dou umas estilingadas nos colegas, mas sem fugir do foco principal.
    Com relação ao governo Dilma, ainda não vejo um possível guinada à direita ou para favorecer a quadrilha da direita, embora tenha ido ao antro que a humilhou com a ficha falsa ou com a ditabranda. Prefiro esperar mais um pouco, torcendo para que essa virada não se configure. Se ocorrer (toc, toc, toc), vai receber críticas ácidas. Ou não pode criticar?
    Um coisa é certa: se a mídia fala bem, boa coisa não vem por aí. Aguardemos.
    Edu, não lembro que você tenha errado nas suas opiniões. Dessa vez e pelo bem do Brasil espero que esteja longe de acertar. Conte com meu apoio, pois o conheço e sei do seu valor.
    Vamos lá, amigo, ânimo.

    • eduguim

      Sou seu fã, Marcão

      • Ainda não é tempo para desânimo. Está muito cedo para se tomar uma decisão como essa. Eu, particularmente, iria ao evento e não seria por rendição. Iria por ser o Presidente e fria questão de ser recebido como tal em qualquer lugar desse pais, ou seja, ela é presidente em qualquer lugar que esteja, na mesa com os frias ou jantando com o Eduardo. As ações que ela irá, tomar no futuro, é que dirão pra que ela veio, para fazer de conta que tudo foi em vão ou se termos pelos menos, um pouco de alento ou quem sabe tantas alegrias como no governo Lula (apesar dos erros). Edu, o tempo é a mãe da sabedoria. Temos que ter paciência de japonês.

      • Roseli Carvalho

        E eu sou fã de vocês dois!
        Por favor, não desanimem!!
        Aqui em casa, eu e meu marido também ficamos tristes com a ida da Dilma lá, naquela coisa horrorosa que se chama FSP ( Força Serra Presidente), mas fazer o quê… Ainda acredito na Dilma, acho que ela deve ter tido seus motivos, sei lá. Se até o Zé Dirceu lá estava – e o Zé de bobo não tem nada!!!
        Vamos aguardar, gente! É cedo para tomarmos atitudes precipitadas. Só queria mesmo é saber o que o Lula achou disso tudo. E se ele iria, caso fosse convidado. Tomara que ele se pronuncie sobre isso, assim a gente se aquieta um pouco.
        Grande abraço aos dois.

  • Roberto Pereira

    Não se sinta abatido, Eduardo, a sua luta a qual acompanho praticamente todos os dias há mais de um ano, serviu para me mostrar o que eu às vezes duvidava que ainda existisse.

    Em meio a esses tempos cínicos em que o deboche contra os pobres e a ostentação mais infame de luxo e riqueza deixou de ser motivo de vergonha para ser desfrutada com esgar canalha pela elite desse país e do mundo, saber que ainda existe tanta gente que se revolta contra esse estado de coisas é muito alentador.

    Realmente o desalento é grande, porque não é à Folha de São Paulo que os poderes constituídos prestam homenagem de vassalo, mas é para o poder dos ricos e das elites que mandam nesse país há 500 anos.

    E quando a gente pensa que elegeu um governo para ao menos ficar ao lado do povo – mesmo que sem radcalismos de nenhuma espécie -, ainda assim o governo continua prestando homenagem e se curvando aos mesmos de sempre.

    É desalentador, mas não devemos esmorecer, abandonar o barco a essa altura é tudo o que eles querem.

    Bem ou mal, Dilma deu um tapa com luva de pelica na face autoritária dos que se dizem baluartes da democracia (só para os ricos).

  • nonato barboza

    Transcrevo a seguir o comentário que postei hoje no blog do Zé Dirceu:

    “Meu caro Zé. Até entendo sua posição em enaltecer a folha mesmo com os muitos erros, grosserias cometidas contra o Presidente Lula. Agora como simples eleitor me dá nojo ver a Marta Suplicy e a Presidenta Dilma numa festa onde estaria, com certeza, o jornalista e blogueiro da Folha, o Josias de Souza. Tenho nojo e tenho minhas razões, que podem ser simplistas para voce e outros grandes representantes do PT. Esse Josias é o inescrupuloso que chamou a Marta e a Dilma de “vadias e vagabundas”. Ou vc esqueceu também?

    Edu, acho que vou dar um tempo em acompanhar a política. Tenho medo de infartar de tanta raiva que tive nesses últimos dias com essa tal ida da Dilma à festa da folha. Hoje postei um comentário no blog do misógino Josias, perguntando se ele ainda tinha os mesmos adjetivos para qualificar a atual Senadora Marta Suplicy e para a atual Presidenta Dilma. Continuariam elas “vadias e vagabundas”? O Josias, claro, me censurou. Não é homem suficiente para sustentar duas diatribes diarréicas. Pergunto: será que ele apertou a mão das duas senhoras presentes à festa do patrão do Josias.

    • Luís CPPrudente

      Essa coisa abjeta que atende pelo nome de Josias, é um covarde, um fascínora, um amante da Ditadura Militar, um lambe-bota dos patrões e do finado José Serra.

      Há muito tempo que não frequento o antro dessa coisa vil, pois percebi há tempos que ele só se prestava a publicar os comentários que bajulavam essa coisa insignificante e os ideais dos mafiosos que ele tem como patrão.

      Não vale a pena entrar no antro dessa coisa vil e dar audiência à esse covarde e censor.

  • Gilmar bueno

    Edu não é bem assim as coisas.O Lula deixou espertise no planalto no tratamento dessa racinha (PIG).Pense você como aqueles que são consumidores/vorazes de uma FSP,ter que ler e vê com foto à terrorista/poste sendo à estrela,não confundir com Estela no teatro dos 90 anos do tal lixo/midiático!!!
    Dilma foi 1º na Argentina,recado dado que o Mercosul é sua prioridade.Logo à seguir irá à China,como recado que será à segunda prioridade.O Pato Donald é que terá que vir à aqui,no próximo mês…KKK!!!Na 1ª notícia,também balancei à respeito de Dilma ter que ir fazer préstimos aos 90 anos da coisa.Mas aí pensei ela dentro do teatrinho da tal liberdade/expressão,sabendo que teremos mudanças/legislação e ela toda pomposa/séquito e enaltecendo o papel da imprensa…Ah!Meu aí tem…Aguarde.Sou seu público de tempos remotos,inclusive alguns conhecidos passaram à ser seu público,também.Então cumpanheiro (sic),vocês não tem idéia (blogs) dos anônimos que vos acompanham,nessa labuta diária.E assim será,meu.Não tem como ser diferente nesse mundo atual.Já perdi muitos/conhecidos por ter copiado/colado análises de vocês (blogs).E quantos precisar perder,que assim seja.Outros aparecerão,como tem aparecido…A vida como ela é…Nelson Rodrigues,lembra???….KKKK!!!!
    OBS:Tenho 56 anos

  • Caro, Edu: que coisa, hein?? Também não gostei(como a maioria)…Espero que estejamos errados e que a resposta venha logo!!
    Quantos emails editados(com fotos), copiados e repassados do teu blog(com os créditos), do PHA, do Rodrigo Vianna, do Cloaca, do RS Urgente, da Carta, do Yamagata, do Blog da Dilma, dos Amigos do Presidente Lula….falando da ALSTOM, do Rouboanel, das enchentes, do aborto da Monica, do Arruda Panetone, do Índio, do Paulo Preto,do Bolinha de Papel, etc,etc….pra terminar nisso???
    Espero que não!!!!
    Abraço!!!

  • Edu,

    Acho que essa decepção não foi só sua, mas de todos que aguerridamente combateram o PiG nessas últimas eleições. Pra você, evidentemente, o desalento deve ter sido ainda maior, tamanho empenho que você dedicou à causa de uma imprensa verdadeiramente imparcial.

    Mas não a considero uma causa quixotesca, ou sem sentido. Pelo contrário, quem está na contramão da história são os barões da mídia. Esses sim, mais dia ou menos dia devem assistir à dissolução do seu poder. (É bem verdade que esperávamos que esse dia chegasse mais cedo do que parece ser o caso.)

    No mais, não pense que nada ganhou em sua luta pela cidadania. Você ganhou o meu reconhecimento e de tantos outros “cidadãos digitais”. Nada do que vc fez foi em vão. Não desanime companheiro!

    Abraço

  • alexandre

    Deve ter sido particulamente torturante pro SErra ter assistido o discurso presidencial sentado ao lado do aécio. O rancor e a angústia devem ter fritado a careca dele. Meu palpite é que ele não vai fazer qualquer menção ao Evento_Folha.lá no TWITTER dele.

  • Ester Alves

    Edu o que vc fez jamais terá pouco significado para muitas pessoas que te admiram: o conteúdo e a forma apaixonada que te move pela luta pelas coisas que acredita. Você nos inspira para lutarmos por um Brasil mais justo e igual para todos, principalmente para os mais pobres que ainda carecem de maior consciência, força e organização para lutar pelos seus direitos.
    Apesar de considerar essa participação da Dilma nessa festa desnecessária, mas temos que respeitar essa decisão dela,
    O mais importante ainda não está perdido, e é por ele que temos de ficar atentos para não haver desvios, são o conjunto de metas que a Dilma se comprometeu a realizar no seu governo.
    Muita paz e saúde para você seus familiares.

    • eduguim

      Grato, Ester. Mas uma coisa não entenderam: não foi só Dilma. Estavam lá os presidentes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário.

      • Augusto

        Meu caro, os presidente dos Legislativo e do Judiciário sempre se fizeram presentes a esses escárnios. Nada de novo nisso. O que nos deixa estupefado é a presença de Dilma Rousseff, que, assim, se junta ao escárnio. Você acha que surpreendi a presença de Peluso e Sarney??? Ora, por favor, sempre foi assim. Agora, o problema é Dilma Rousseff. Insisto, faça um convite a ela para participar do próximo evento do Barão de Itararé. Faça o mesmo convite ao presidente do Judiciário e do Legislativo. Você por acaso ficaria surpreso se esses dois últimos não comparecessem???

      • Augusto

        Pelo amor de Deus, até de vadia e vagabunda Dilma foi chamada por um colonista da Folha. Insisto mais uma vez, faça um convite a Dilma logo no próximo evento do Barão de Itararé, se ela não comparecer, feche o blog e vá cuidar da sua vida e da sua família. Faça a prova dos nove…

      • Augusto

        Até o Azenha está revoltado…

  • Moscatel Setúbal

    Caro Eduardo,
    Já externei mais de uma vez minha admiração por sua atuação como um grande cidadão brasileiro que você é. Sua abnegação, desprendimento, amor ao brasil e a seu povo é digno do maior respeito de todos nós que participamos diariamente deste blog. Humildemente o que eu ví na participação da Presidenta Dilma no convescote da FALHA, foi um tapa, não de luva, mas de mão de tigre, na lata daqueles crápulas. No íntimo ela devia estar gargalhando e dizendo – como o Zagallo – vocês vão ter que me engolir cambada de sórdidos. Nós – o povo brasileiro – passamos o trator em cima de vocês. Não adiantou ficha falsa, menino do mep, sequestro de Delfim Neto, lesbianismo, nada disso. O Povo brasileiro deu uma banana para vocês e podem ir preparando o lombo que em 2014, será outra surra. Eduardo, não desanime, tenho certeza que o seu trabalho é reconhecido por todos, inclusive a Presidenta. Não foi de graça que – para nosso orgulho – você foi convidado a participar do inesquecível encontro com o Presidente Lula. Isto se deveu a sua brava luta.

  • Fatima Pereira

    Edu, repito aqui a postagem que fiz no face:

    Tbm não gostei de ver a Dilma lá mas lembrei da frase de Lula, e sosseguei:
    Se Jesus viesse, teria que fazer acordo com Judas…
    E Dilma veio.
    Acredito q esta aproximação é p o bem do povo.

    Agora, com uma obs: Não comparando Jusus a Dilmaa, óbvio.

    Edu, tem coisas nesta vida q dinheiro algum paga e tenho quase certeza que se tivesse optado pela casa de praia, poderia ser um homem bastante infeliz.. Isto que está sentindo vai passar. Já me coloquei no seu lugar e imaginei o sentimento, sou solidária ao seu desânimo que, espero, passageiro.
    Continue na luta, tente ver o fato por outro ângulo.

    Ah!! meu Kitch na praia está à disposição. :))

    Abços para você e família.

  • Luis Santos

    Gente …não podemos definir exatamente os motivos que levaram Dilma a aceitar o convite. Pode existir uma diversidade insuspeita de possibilidades. Ficamos inseguros, mas seria uma ironia radical se nossa presidenta traísse seu eleitorado. Tenho a certeza que ela não fará isso .. é uma mulher de fibra. Numa entrevista Lula disse que nunca foi convidado pra um almoço pela Globo. Será que a Folha fez algum convite que Lula não tenha aceitado? Se Lula ainda fosse o presidente e a Folha fizesse o mesmo convite, ele aceitaria ou não? Não nos esqueçamos que Lula tanto era a estrela do FSM como seria a grande estrla em Davos. E olha que em Davos tem gente muito mais poderosa do que esse jornalzinho … São formalidades gente .. calma .. ainda é muito cedo pra julgarmos .. para tirarmos conclusões … sob pena de praticarmos alguma injustiça séria …

  • mello

    Espero, sinceramente, Eduardo, que não se deixe abater. Sua atuação aqui tem sido de muito equilíbrio e de alto valor.
    A Presidenta, sem dúvida, pisou na bola. Sua atitude nos decepcionou, é fato. Mas esperemos mais algum tempo e veremos que ela perceberá o equívoco que cometeu e tomará mais cuidado com suas posturas.
    Contamos que voc~e recupere o ânimo.
    Um grande e solidário abraço.

  • Fatima Pereira

    Chegando agora Jeferson e já querendo sentar na janelinha ?

    Desconsidere este tipo de comentário Edu.

  • Gabriela Fernanda

    Estamos todos triste, desapontados, decepcionados, Edu!!
    Sinto o mesmo desalento !!
    Perdi muita coisa também, igual a você!!
    Sinto que a Dilma não está nem aí com os movimentos sociais, nem com seus eleitores que a apoiaram nos momentos mais difíceis !!! Paa mim, tanto ela quanto seus assessores estão c…. e andando, o povo é ‘so uma caixa de ressonância. O Blog “os amigos do presidente Lula”está tentando dourar a pílua, mas a reação dos internatuas é a mesma daqui !! Acho que ela virou as costas!!
    Direita e Esquerda são frutos de circustancias. Sabia que o inclito delegado Protogenes (PCdo B, aonde ????) vai se casar com a herdeira do 2o. maior banco suiço, o Credit Suisse ? Durma com um barulho desses !!!
    Os sites Vermelho e Carta Maior estão somente preocupadas com o Egito. Nada comentaram desse episódio !!!

  • Avelino

    Caro Eduardo
    O Hélio, do blogue Aposentado Invocado também está irado, querendo sair dessa atividade, após a Dilma ter ido na festa da Folha, isso contraria a esquerda, os progressista e fica no agrado da direita. É isso que a direita quer, a desistencia de quem apoiou o Lula, e agora a Dilma, para enfraquecer o governo atual.Ela foi falar com a Lily Marinho, na campanha, e dai?!Agora na Folha, ela está sintonizada nas necessidades da população, e não nas da Folha.Dilma fez isso com alguma carta na manga, vamos esperar.
    A Dilma não é a ruptura com o capitalismo.
    Descanse, diminua as reportagens, se for o caso, mas parar, jamé.Ha muito o que ser feito.
    Saudações

  • Eduardo CPQ

    Caro xará, sou solidário.

    Porém, cá entre nós, não haverá uma remota possibilidade de se tratar de manobra tática para que as pedras, das mãos, caiam ao chão? Em seguimento…

    Abraço.

  • José Medeiros

    Meu caro Eduardo, calma. Posso entendê-lo, mas você tem cumprido um papel importante. Não fora você, o portal da “ditabranda” não teria sido cutucado em seus domínios. Você também esteve lá, aliás, muitos de nós lá estivemos por sua causa, o “maluco do megafone” lembra-se? E quem esteve na cova dos leões, que têm sido derrotados nos últimos anos e eleições, foi quem os venceu na última eleição. Não quero julgar a presidentA que provou do vinho dos vencidos. De qualquer forma não simpatizo com a idéia de que por lá esteja enfronhado o sr Antonio Palocci. Ele é muito colarinho branco para o meu gosto. No entanto, o PIG odeia visceralmente o Lula. O Lula é o inimigo a ser batido, pois já são 03 eleições em que o famigerado PIG não elege o seu boneco, por causa dele. Lula jamais seria convidado deles, creio. O homem dos suspensórios o escorraçou de lá, segundo dizem. Quanto aos seus negócios, Edu, nada lhe faltará, eu creio nisto. Sua obra é de esclarecimento e tem sido feita em prol de um projeto, de um sistema, visando muitos. Um projeto diametralmente oposto ao do entreguista e invejoso Salieri, o incompetente FHC, o grande sedutor para a revista Veja, aquele que dotou o país, nos 8 anos em que governou, de todos os ingredientes para uma guerra civil, face ao maior desemprego da sua história. Não foram ingredientes semelhantes que levaram o Egito à convulsão recente? O projeto que você abraçou foi o que se opôs, em termos bem práticos, e foi bem-sucedido, ao nefasto neoliberalismo do Serra, FHC, Alckmin e cortesãos, todos terceirizadores e entreguistas, de mãos-cheias, do patrimônio alheio (público), nas mãos sequiosas de amigões dos tucanos. Quanta propina, quanta roubalheira corre ainda por debaixo do pano nestas transações mafiosas e privatizações degradantes! Por último, Edu, digo-lhe, não há dinheiro que pague a alegria que você teve com a recuperação da sua filhinha naquele momento crítico. E todos nós, e até mesmo os que se lhe opõem, aqui neste blog testemunharam uma situação de recuperação que, naquele momento, parecia quase impossível. Há valores intangíveis, inestimáveis, que não têm preço, meu caro. É assim que eu penso.

  • Pedro

    Permita-me discordar Edu. Você, na minha humilde opinião, é um dos grande lutadores na luta contra o PIG. Você é obstinado e, tenho certeza, um grande exemplo na luta por um país mais democrático. Não deixe que a opinião de uma dúzia fique acima da de milhares que diariamente o visitam aqui.

    E não o visitam à toa, sabem que aqui terão artigos e opiniões construídos com grande lucidez e embasados em fatos concretos. Só posso agradecer por sua luta e vontade de fazer desse Brasil, um lugar mais justo.

    E, por fim, tenho uma dúvida, externada muito bem num comentário que vi lá no PH:

    Foi a Dilma que foi à Folha, ou a Folha que foi à Dilma?

    Abraços, de um admirador e leitor frequente.

  • cirico

    A Dilma disse que prefere o barulho da imprensa. Foi coerente ao ir ao evento da Folha que, queiramos ou não, tem prestígio em grande parte da sociedade.
    Indo a esse evento, nossa presidenta desmostra que apoia a liberdade de imprensa e não tem medo do PIG.
    Fosse eu o presidente, não iria. Sería um prato cheio para me acusarem de inimigo da imprensa livre por não prestigiar o maior jornal do país.
    Dilma é mais esperta do que nós.

    • Luís CPPrudente

      Já este seu comentário não se parece com coisas de quem quer confundir, coisas de troll.

      Quero acreditar que a Dilma agiu dessa forma em prol do povo. Mas fosse eu no lugar dela, eu não iria para o antro desse jornalixo chamado Folha.

  • Eason Nascimento

    Por acompanhá-lo habitualmente, lendo todos os dias, o que você tem escrito e divulgado neste espaço, faço idéia da dimensão da sua decepção e do seu desânimo. Não deve ser nada fácil encarar a realidade que foi exposta na noite desta fatídiga comemoração dos 90 anos desta empresa que tanto desserviço prestou e ainda presta à democracia no Brasil. Fico a me perguntar : o que ocorreria com tantos seguidores dos seus ideais se ficássemos orfãos deste espaço? Busque não sei onde, forças para continuar acreditando que possamos virar este jogo tão injusto e desalentador pelas decisões tomadas pelos líderes dos 3 poderes da República. Não gostei do que soube, do que vi, do que ouvi e muito menos do que li sobre esta festa da Folha. Não temos o que comemorar.
    http://easonfn.wordpress.com

  • Carlos Henrique

    Vá com calma! Sei muito bem o que é essa sensação, pois embora nunca tenha tido o nível de dedicação que você tem à luta pela implantação de um projeto social includente no Brasil, a qual, sem dúvida é gigantesca, já empreendi também minha parcela de esforço em prol dessa luta, esforço esse que ainda é muito maio do que o empreendido pela maioria dos brasileiros. Exatamente por isso também tenho meus momentos de desalento, principalmente quando vemos atitudes repugnantes como essa de Dilma, que segue o hábito nefasto da falta de vergonha, também praticado por Lula e por todo o PT. Contudo, tenha certeza de que não empreendemos essa luta por Dilma, Lula ou pelo PT, mas por nossos filhos, pelo país que queremos e por nós mesmos. É a construção de um outro Brasil; livre, includente, democrático; o nosso objetivo. E não a vitória de alguém ou de um partido. Essas vitórias, lutamos por elas apenas por serem o caminho mais concreto para a realização de nosso objetivo verdadeiro. São um meio e não um fim. Quanto à “demonstração de poder” da Folha : Até que ponto esse poder existe? E se existe, qual a sua real dimensão? Avaliá-lo só porque um bando de políticos, e outros figurões da “República”, foram adular um oligarca das comunicações é medí-lo por um ótica extremamente falível. Afinal, será que o poder da Folha é tão grande assim, com sua tiragem caindo diariamente? Por sinal, essa queda é tão expressiva que o jornalzinho, num gesto que aponta sua indiscutível decadência, continua a mandar exemplares para aqueles que cancelaram as assinaturas, acreditando que assim mantém o “poder de influenciar” quem até já demeonstrou concretamente que pretende manter distância do jornal. Além disso, julgar o poder da mídia(impressa ou não)pela avaliação que os paulistas fazem da Folha; a qual ainda assim vem piorando visivelmente; é também incorrer em erro. Observe a opinião do restante do país sobre a mídia em geral : o descrédito cresce vertiginosamente! Sem contar a mídia eletrônica, que acumula quedas vertiginosas de audiência. Ao mesmo tempo em que vemos o crescimento da mídia independente, principalmente na web : ou você acha que os lacaios de Otavinho passaram a atacar a mídia alternativa porque acham seus suspensórios feios? Analisando fatos como esses, você perceberá que nossa luta não é em vão e que a covardia de Dilma manifestou-se diante de um “leão com as garras decaídas”.

  • Luis Santos

    Como li em outro comentário . talvez se ela não tivesse ido, isso fosse interpretado como sinal de guerra, ou talvez ela mostrou uma altivez ao comparecer pessoamente no campo inimigo. Talvez eles não esperassem que ela aceitasse .. são muitas as possibilidades … vamoa aguardar .. segurem as emoções … de qualquer forma ela fica devendo uma visita de igaul importância ao campo amigo …

  • Joelson

    Edu,
    também estou num momento de “dor de corno” com o que aconteceu. Me sentí mal, evitei comentar o assunto no trabalho e procurei pensar em outras coisas durante todo o dia. Não foi fácil

    Quanto a você, tenho certeza absoluta que o que você tem de melhor ainda está e continuará sempre em seu íntimo e exteriorizado através de suas ações: o seu caráter inabalável. O sentimento de justiça, que é raro, é seu amigo inseparável de longa data. E você tem muitos outros amigos, brasileiros da melhor qualidade.

    Estamos de cabeça baixa, mas algo me diz que Dilma reverterá rapido e profundamente esse sentimento ruim recentemente gerado.
    Pô Dilma, não era de PresidentA que você pediu pra ser chamada? Porque se apresentou no evento como PresidentE?

  • Mauro Silva

    Caro Eduardo
    Filho de comuna, e comuna, não me iludo com Dilma, nem me enganei ao votar nela.
    Fiz campanha para ela junto aos meus contatos; mudei alguns votos e não me arrependo.
    Seria bom que todos lessem a entrevista do Prof. Rudá Ricci na Caros Amigos.
    Todos que participamos e encaminhamos aos nossos contatos estes “blogues sujos”, o fizemos, principalmente, para evitar que aquele rasputin de m… junto com sua gangue voltassem ao governo federal.
    Dilma veio do PDT e, convenhamos: “cesar maia”, “jaime lerner”, “antony willian garotinho”, “aguinaldo timóteo” etc também militaram lá.
    Não espere grandes coisas dela. Seguimos nós.
    Acho que é chegada a hora dos “blogues sujos” se organizarem politica-partidariamente, impondo atestado ideológico sim! naqueles que apoiarem no futuro e abandonarem agora a lua de mel com o governo porque essa situação toda está e me lembrar uma frase histórica: “o poder é como o violino: segura com a esquerda e toca com a direita”.

  • Vinicius

    Eduardo, não desista de nada, continue a sua luta, mas claro que não descuide, principalmente, da saúde da sua filha. De ideais e ideias, nunca desistimos.

    Francamente, eu acho que a presidenta Dilma é mais ladina do que ditos ladinos da Folha. Pra que brigar, se você pode manipular…? Com isso, vai ganhando tempo, fazendo as coisas acontecerem, os projetos saírem, com a Folha, ainda que em parte, no bolso, ou melhor, na bolsa.

    O que essa gente quer á bajulação, rapapés, entrevistas idiotas que o povão não lê, então, que o circo seja armado. Total manipulação.

    E ela disse: “estou aqui representando a Presidência. Estou aqui como presidente da República”. Ou, em outras palavras, não estou aqui como Dilma, vilipendiada por vocês. Portanto, uma mera formalidade institucional, que qualquer um – de Obama e Elizabeth II – de vez em quando tem de fazer. Se, contudo, aceitar ou capitular.

    Eu penso que as suas palavras tem enorme peso na militância que acessa a blogosfera – não digo petista, nada disso – mas no vontade do povo em defender a “nossa” presidenta, como cansam de escrever. Entende? “A “nossa presidenta”. Então, o seu desânimo, será o desânico de muita gente.

    Não tem isso de gastar o seu tempo e o seu dinheiro, falando em ideal. Tem investimento de tudo isso e muito mais. Quanta gente aprendeu a ter esperança lendo você?

    Eu acho, Eduardo, claro que se você me permite, que a presidenta (o presidente lido por ela deve ter sido mera generalidade do cargo, “como presidente da República”, a figura, a autoridade, não ela, então não tem capitulação à Folha nisso) acertou em ir ali, marcar território, dizer a toda aquela gente, aos FHC, aos Serra, aos idiotas que frequentam a aquela sala como hábito – desprezo eles, não a sala, entende? – que a presidenta da República é ela, sim; a última a chegar, cercada de seguranças; todos os flashs; todos os microfones; todas as mesuras; todos os curvares de tronco; os levantares de bun** da cadeira, enfim, queiram alguns ali, a Folha inclusive, ou não, aquela senhora, que teve a luz apagada enquanto descia a escada e tateava em busca de sua cadeira na plateia, era ela ali a Excelentíssima Senhora Presidente da República Federativa do Brasil.

    Penso que por isso ela esteve ali, educada, serena, sorridente, mas com a “unhas” guardadas para quando necessário for usá-las.

    Então, continue, por favor, em guarda!

  • Carlos Alberto L Andrade

    Eduardo: minha solidariedade a esta sua crônica. Sinto a mesma tristeza que você e a venho sentindo há dias quando comecei a perceber elogios à Presidente (ela assim se autonomeou no regabofe da FSP) vindos dos setores mais reacionários da elite coma qual por razões de família, tenho que conviver. Sobre a presença de Dilma na festa do jornal, acabei por me lembrar de um princípio que era adotado pelos Correios do Brasil quando discutíamos a emissão de selos em homenagem a instituições e pessoas. Pode parecer estranho mas há conexão. Eu era membro da Comissão Filatélica Nacional, por colunista de filatelia do Jornal do Brasil à época. Ao escolhermos selos tínhamos presente que 90 anos não se constituem data a ser comemorada. É secundária diante de centenários, por exemplo. Pois Dilma, ao estar presente em data quebrada na festa da FSP deu-nos esta tristeza. Não seria mais próprio à chefe de Estado enviar uma nota polida cumprimentando os proprietário do jornal que a chamou de vadia e assassina? E fica a dúvida: no ano que vem ela irá aos 91 anos? e aos 92? e Nós, vamos a qual aniversário, o da FSP ou do logro de que fomos vítimas em 2010 empenhando nossos nomes, honra, tempo e amigos na defesa de um ideal jogado fora na segunda feira?

  • Prezado Eduardo:

    Todos compartilhamos com você os “seus pensamentos” e ainda necessitamos do seu idealismo altruísta para seguirmos juntos.

    Com relação ao evento, deu para sentir o quanto foi emblemática a presença da nossa presidenta para a valorização do respeito “à liberdade de crítica, ao direito de se expressar e se manifestar de acordo com suas convicções” e o respeito a verdade.

    Ela deu também o recado de que estamos vivendo outros tempos com o advento da internet.

    Sucinta e protocolar, foi como ela agiu.
    Com toda certeza ela estava mais feliz em Aracajú na reunião com os governadores do NE.

    Dizemos que muitas vezes “fulano se faz de morto para comer o coveiro…”

    A nossa pressa e sede de justiça pedem muito mais, mas, faz somente 52 dias de governo Dilma e não vou me precipitar apesar de ser da geração “quem sabe faz a hora não espera acontecer”.

    Vou esperar um “tiquinho” mais…

    P.S. Lula só não foi porque não consegue ser hipócrita e dissimulado, já o Zé Dirceu…

  • Eduardo

    Xará,
    No caso da Dilma acho que trata-se de GENUFLEXÃO. No seu, meu chapa, INDIGNIDADE PURA. Compartilho dos seus sentimentos. Sigamos, pois…

  • Wiliam Junior

    Caríssimo Edu,

    Passados 60 dias, acho pouco tempo para desferirmos críticas ácidas ou elogios rasgados a presidenta.
    Podemos elogiar o pacto pela erradicação da miséria e criticar a ausência de diálogo com as centrais sindicais, mas são movimentos pontuais ainda.

    A presença de Dilma no covil da Folha pode parecer incompreensível para a maioria de nós, a minha primeira reação foi escrever um texto raivoso e áspero contra essa atitude, mas parando um pouco e analisando os fatos recentes, acredito que sua presença foi muito mais simbólica. Acredito também que a mesma deve ter recebido um bocado de conselhos dos tucano-petistas que nomeou para ministros, como Palocci, Cardozo, além do presidente do PT José Eduardo Dutra.

    E acredito estar aí o grande problema do governo, conciliar uma agenda desenvolvimentista alicerçada na erradicação absoluta da miséria cercada por ministros “tucanos” em postos chaves do governo. Se por um lado Dilma demonstra ser uma excelente técnica, fico com dúvidas com relação a seu “jogo de cintura” para administrar ao mesmo tempo egos inflados do próprio PT, tucanos infiltrados além de ter possivelmente o vice mais fisiológico que um presidente já teve.

  • Assim como muitos se iludiram achando que o almoço que a finada Sra Lilly da Globo ofereceu a Presidenta Dilma seria um manifesto de apoio a sua candidatura, que não se iludam agora neste discusso dela na comemoração dos 90 anos da Folha achando que a Presidenta esteja ofecerendo o lenço da paz ao PIG. Não se iludam mesmo. Ela simplesmente defendeu a liberdade de Imprensa e não o PIG. Ela não vai bater de frente com o PIG, porque ela perde. Há outras e outras formar de bater e isto requer um pouco de tempo.

    • Edu pense nestas palavras do Geurgetown F. Araujo é este o meu pensamento tb.Vc foi e é muito importante em todo este processo politico de esquerda.Eu discordei de vc mas lhe entendo.A gente na hora leva susto.Mas pensando friamente Dilma ñ poderia agir de outra maneira .Não se esqueça que ela é astuciosa e inteligente.Nós mulheres vc sabe bem agimos diferentes de vcs homens e somos mesmo complicadas.kkkkkkk
      Mas confia ,ela é muito mais esperta do q todos nós juntos.
      Não abandone o barco gosto muito do seu blog e lhe sigo a muito tempo!Abraços

  • Jorge

    Olá, Eduardo.

    Mais do que compreensível o desalento.

    Porém os sentimentos ainda frescos pelo “ardor do momento” não são bons conselheiros.

    Por mais que nos aborreçamos, a “realpolitik” exige constrangimentos.

    O mundo da política (e não só ele) é profundamente teatral. Ir até a Folha não terá sido propriamente agradável para a Dilma (pessoa), mas a Dilma presidenta teve de se fazer presente.

    O poder é bem limitado mesmo.

    Consola-me bastante saber que o preço pago resta ainda barato ante à materialização de parte dos anseios históricos de construção de uma sociedade menos injusta e a afirmação do Brasil como modelo de rediscussão de paradigmas ultrapassados de ocupação do poder internacional.

    A permanência do seu ótimo blog requererá, de novo, um reacerto seu com o seu estômago.

    Não tem outro jeito, Eduardo. E você, no fundo, sabe disso!

    Um abraço cordial.

  • janes salete

    Eduardo: sou sua “fã”, incondicionalmente.Mesmo não concordando contigo nesse momento, concordo contigo em quase todos os momentos.Tu foste a pessoa mais importante nessa luta contra a força desonrosa da mídia.Tenho certeza, é um desabafo o que estás fazendo, como já fizeste outras vezes.Tu seguraste tantas “pontas” que tens direito de chutar todos os baldes que encontrares, mas, podes ter certeza, a força de nós internautas, se diluiria sem a tua.Tu tens total direito de esbravejar, a gente só não dá te o direito de nos deixar.Amigo: tu és “indeletável”!

    • eduguim

      Você é um doce

  • Walter Decker

    Acabam de postar seu texto lá no Nassif, que tenta em vão justificar a atitude de Dilma.

    ( http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-duvidas-sobre-a-estrategia-politica-de-dilma )

    Minha completa solidariedade à você. É isso que todos sentimos… Desalento.

  • Rossi

    Caro Eduardo,comungo com vc o desalento.Não tem essa conversa de liturgia do cargo:”estava lá como Presidente”,foi um ato falho. A fsp tem as mãos sujas de sangue da ditadura e a d. Dilma sabe disso.Não tinha que ir lá elogiar algozes de ontem e que se puderem,o serão amanhã.É só uma questão de oportunidade.Não dá para contemporizar com estes golpistas,esta é a melhor denominação para esta gente.
    Do jeito que a coisa vai,daqui a pouco veremos o pessoal que elegemos, abraçando os mervais,leitões,sardembergs,azevedos,mainards,noblats,jabores,marinhos,civitas e quejandos,justamente seus inimigos,estes sim,figadais.Não falo com o fígado,só conheço a história que costuma repetir-se às vezes como farsa…..
    Lembrei-me de ” A Revolução dos Bichos”,fábula de Orwel.Precisa falar mais?
    De todo o modo,o governo está na fase inicial,mas é bom alertá-lo.Esse pessoal da grande mídia tem a natureza do escorpião que pediu ao sapo para atravessarem juntos o rio…….O Lula os conhece bem.

  • Scan

    O FHC pediu para que esquecessem o que ele tinha escrito. A Dilma pede que esqueçamos o que escreveram dela e daqueles que a apoiaram.
    Edu, estamos todos meio anestesiados pelos acontecimentos…Sinto o mesmo desalento que permeia cada uma de suas frases e, profundamente desanimado, seria inútil tentar animar você.
    Um grande abraço e torçamos para que a Dilma estanque a “torneirinha de asneiras” (lembra da Emília do Monteiro Lobato?) e pare por aí.

  • ed.lima

    Essa a nosssa diferença do PIG,elogiar qundo há mérito,criticar quando há demérito.Salve Edu!!!!

  • Marcelo

    Realmente estou decepcionado com Dilma e alguns integrantes de seu governo.

  • francisco pereira neto

    Sobre esse tema, comecei a escrever meu comentário lá no Nassif, e no meio acabei desistindo.
    Achei que não estava bom, que não espelhava o meu real sentimento, enfim deu um vazio de idéia tal o desconforto que senti.
    Venho no seu blog e leio a sua opinião que retrata da melhor forma possível aquilo que não consegui escrever.
    Para mim Eduardo, decepção é pouco.
    Dona Dilma já começou nos devendo.

  • Jones Selonke

    Eduardo Guimarães, meu caro!

    Muitos brasileiros esclarecidos sentiram-se desconcertados com o episódio. Foi emblemático, principalmente o discurso da presidente Dilma. A leitura que fiz teve até alguns contornos de uma hipocrisia lastimável.

    Talvez tenha a presidente, como diz a máxima, “dado um passo atrás, para, logo depois, dar dois a frente”. Quiça!

    Uma coisa é certa, a blogosfera, que cumpriu com perfeição o papel de se contrapor aos golpes, as mentiras, aos factóides, as distorções, e as ilações patrocinada,s nesses anos de governo Lula/PT, pela imprensa nativa, merece uma resposta, merece uma palavra objetiva, um argumento de nossa presidente. É tudo que se espera, é tudo que é necessário para o reagrupamento no qual você, como outros de tamanha importância nesse universo de blogueiros e tweteiros, é peça indispensável.

    Saudações!

  • arlene

    É phoda, Eduardo…. sem palavras…

  • Cheila

    Edu ,eu tbém estou decepcionada me sentindo uma idiota.Ver o governo q eu tanto defendi rendendo homenagem aos seus algozes.Sem palavras…

  • Magna

    Eduardo, eu também me desgostei com aquele discurso, e sei o quanto é duro pra vc que vem denunciando os malfeitos da folha de são paulo ( eu te acompanho desde o inicio), mas devo dizer que nenhuma luta é vã. Ainda que ela não nos traga os resultados que queremos, ela sempre nos faz mais fortes. Eu não concordo com todos os seus termos, mas entendo o seu desgosto. Só não deixe que o desgosto pese demais. Não vale a pena. Diz como o Manuel Bandeira: esses que atravancam meu caminho/ eu passarinho/eles passarão. Grande abraço.

    • Anselmo Buinning

      Claro. Mario Quintana, de tão aborrecido, vai-se embora pra Pasargada.

      • Eliseu Leão

        Acho que era o Manoel Bandeira

  • Rossi

    Os Frias convidaram o fhc e não o Lula?Ou ele declinou do convite?
    De qualquer forma Edu,vamos ultrapassar este episódio pantanoso.Outros embates virão,queremos continuar contando com pessoas como você.
    Um forte abraço.

  • Leandro de Souza Alves Machado

    Edu e colegas, boa noite!
    Raramente me manifesto por aqui. Mas, não poderia de deixar de escrever face ao ocorrido e de saber de sua tristeza e insatisfação, que não são apenas suas, mas que são minhas de vários colegas que frequentam esse democrático espaço, que há acreditam e lutam, como você, para um país mais justo e com mais oportunidade para todos, especialmente aos mais necessitados.
    Edu, me tornei um leitor assíduo de seus belos textos e admirador do seu respeitável trabalho, por isso, me solidarizo e torço, humildemente, para que tenha força para se recuperar desta tristeza!
    Tenho certeza, e acredito que todos os colegas que como eu estão acostumados a acompanhá-lo, que sua luta não é e não será em vão.
    Discordo de forma respeitosa dos colegas que não viram na atitude de Dilma como algo sério e sem relevância política. É cedo para avaliarmos seu trabalho e suas atitudes.
    Mas, o fato de comparecer à FSP, depois de tudo que este jornal fez e representa, é para ficar preocupado e triste. Em certo sentido, me sinto desrespeitado. E Dilma talvez devesse se sentir assim e se respeitar.
    Torço e espero que cumpra as suas principais diretrizes de erradicar a miséria, tornando o nosso país mais justo, que querendo ou não, esbarra no que este jornal e seus poucos leitores da nossa elite branca propugnam.
    Que Dilma reveja suas ações e as entidades, e que nós cidadãos, cobremos, na cena política, as melhorias prometidas por seu governo.
    Edu, para finalizar, de te desejo força e um forte abraço à sua bela família!

    Abraço!

    • eduguim

      Um abraço, Leandro

      • augustus

        Caro Eduguim, Minha total solidariedade a você sua muito estimada família. Sei que seu ideal é fazer um Brasil mais justo e mais promissor para nossos filhos e os filhos de todo o nosso Brasil. Você, acho, chegou ao limite. Não tenho como pedir a você para continuar a batalha. O sentimento de ser traido é imenso, cruel e difício de ser controlado. Compreendo seu esforço para oferecer as nossas famílias o melhor. Erramos. Depositamos nossa esperança, nossos ideais, nossas forças em quem jamais poderiamos duvidar. Elegemos aquela mulher para consolidar nossos ideais. Ela retribuiu com traição. Penso que o Presidente Lula venha a ser o grande responsavel por ter escolhido essa pessoa para prosseguir com seus planos de Governo. Nós perdemos, não uma batalha e sim a guerra. Aquela mulher, em um procedimento bem pensado, maior do que qualquer oposicionista poderia imaginar, arrazou com os que lutam pelo ideal de um Brasil maior e melhor para os brasileiros. Aquela mulher, com um só ato, dizimou o povo brasileiro. Em 1964, os militares e espertos civis tiveram os EEUU para dar um golpe de estado. Aquela mulher, em somente uma hora, derrubou a tudo e a todos. Seria essa pessoa um Cabo Anselmo ou foi acometida pela “Síndrome de Estocolmo” ou é falta de vergonha mesmo? Um grande e afetuoso abraço de quam, de longe, avaliou a sua batalha.

  • Joaquim Machado

    Desculpe Eduardo, mas você dá excessiva importância à Folha de São Paulo. É um dos maiores jornais do Brasil, mas não tem a importância que parece ter. No meu grupo de dezenas de pessoas,
    ninguém lê jornal ou dá crédito ao que a Rede Globo diz. Mas, entendo a sua decepção. Eu penso que a nossa Presidenta Dilma sabe o que está fazendo. Sou frequentador assíduo do seu blog e continuo acreditando em você. Abraços.

  • wilson

    Ia escrever mas desisti,estou perplexo tbém.Boa noite Eduardo.

  • Paulo

    Calma Edu. Eu também já passei por algo parecido,mas acho que ainda vale a pena.

  • Auricéa

    Olha Eduardo, retirando algumas frases do seu texto, faço dele minhas palavras pois expressa o que sinto depois do ocorrido. Que Decepção!!!

  • Edu, nossa luta não foi em vão. Como você e muitos outros, também estou abatida, mas confio na Dilma e acredito que ela tenha usado isso como estratégia. Esperemos… o tempo nos dirá. Forte abraço!

  • Bruno Brasil

    Entendo sua sensação. Discordo quanto ao fato de tudo ter sido em vão… Aliás, sendo um leitor seu desde 2007, penso que sua contribuição à democracia brasileira foi muito importante, ainda mais por se tratar de alguém que não é, originalmente, do meio político ou jornalístico.
    O fato de o governo Dilma ter demonstrado algumas capitulações, aparentemente, significa que uma coisa é a sociedade civil organizada. Outra, os governantes. Ambos nunca se misturarão, por mais que haja convergência de ideias e de propostas, como parece ter havido ano passado. A luta não pode parar. Se o governo Dilma fugir de sua “vocação”, que se iniciem mobilizações que a blogosfera fez nos últimos anos. Simples assim. Se isso acontecer, a “massa crítica” de nossa sociedade perderia muito com seu desengajamento.
    Abraços

    • eduguim

      Nossa, faz tempo que não leio um comentário seu. Pelo menos para isso serviu essa m… toda. Abraço pra você também.

      • Bruno Brasil

        É verdade, Eduardo. Faz tempo que não deixo comentários aqui. Tenho tido pouco tempo, o que não significa que tenha deixado de acompanhá-lo… isso jamais!!

  • Edu, a Dilma ter ido até a Folha mostra apenas a grandeza dela. Deixou de lado suas diferenças pessoais com o jornal e foi lá como Presidenta da República, esfregar na cara de toda aquela corja quem é que ganhou as últimas eleições democraticamente. Não se desanime com isso, meu caro. As vezes você fere um inimigo muito mais com um gesto de grandeza do que com um gesto de violência. Isso eu aprendi atuando nos bastidores da política, que é um jogo de xadrez dos mais complexos que existe.

    Não desanime nunca, até porque não fazemos isso por políticos e partidos, mas sim por idéias e ideais. Se quiséssemos apenas ganhar dinheiro, jamais estaríamos do lado que estamos.

    Abraços e força!

    André

    • eduguim

      um beijo na pequena

    • Mario Mendez Pires (SSA)

      Muito bom Andre’…mas o Edu tambem tem razao. Nao e’ facil colocar em segundo plano obrigacoes professionais e familiares para enfrentar essa corja mafiosa diariamente (como corajosamente faz o Edu) , defendendo com unhas e dentes, ideais, ideias e aqueles que acreditamos querer o melhor para nossa Patria. Eu continuo acreditando nas boas intencoes da nossa Presidenta, porem, nao acredito que tenha sido necessaria a sua participacao nesse convescote de velhacos. Eu confesso sentir muita antipatia por esse jornal desde o episodio DITABRANDA e, talvez porisso, eu tenha me sentido ainda mais insultado com a presenca da minha Presidenta la naquele antro de traidores. A Ditadura (Ditabranda dos “novos amigos” da Presidenta), vitimou milhares de compatriotas e,
      dentre eles/as se encontram familiares bem proximos meus…o que acabou marcando minha vida para sempre.
      Obrigado Eduardo, mas nao se dasanime companheiro…pq sao pessoas como vc que me alegra, e, me faz acreditar num Brasil MELHOR que se aproxima.

    • Maurício – Santos

      Disse tudo André!…..Eduardo, faço das palavras do André as minhas pois era exatamente o que eu estava pensando quando acabei de ler o texto….não desanime.

      Porém acho que vc deveria se preocupar um pouco mais com a sua vida particular deixando essa luta toda para o segundo plano.Não perca negócios por causa do blog ou de outras ações relacionadas a política.

      Tente rever suas aqtitudes e pense um pouco mais em toda sua família e no seu futuro aqui em Santos…hehe.

      não há preço para a tranquilidade.

  • Caro Eduardo,

    Há pessoas que lutam por ideais, às vezes equivocados, mas ideais. Há quem lute por crenças, e há quem lute por vantagens, por ouro. Houve até quem lutasse por mulheres (feministas, por favor, me desculpem).

    Nossos valores são nosso escudo, nosso cofre, nossa esperança e, até, nossa perdição.

    Por eles arrostamos desconfortos, riscos e perdas de diversas naturezas. Como somos pequenos, depositamos nossas esperanças em líderes que, nem sempre, corresponderão a nossas expectativas.

    Para não alongar até a ruptura da paciência de seus leitores, digo: apesar de tudo, ainda é melhor uma Dilma elogiando os porcos do que um Serra calado ou fazendo o mesmo.

    Desta perspectiva, os seus, os meus, os nossos esforços não foram em vão. Mas que a Dilminha pisou na bola, pisou. A troco de nada.

    Contudo, nós, os quixotes, continuaremos atacando os moinhos. É da nossa natureza.

  • wilson cunha junior

    Estimado Edu

    Sou um discordante nesse episódio. Entendo o desapontamento de quem combateu as mentiras da folha mas acho que estão pegando pesado com a Dilma. Inteligente como ela é deve ter pesado os prós e contras dessa visita e tomou uma decisão política que se foi acertada ou não o tempo dirá.

    Mas o que entristece mais é ver companheiros desclassificando uns ao outros no twitter. Qual a razão de desconsiderar um companheiro só por ele não pensar exatamente igual? Já discordamos uma vez aqui num episódio da Palestina. Eu tinha uma posição mais intransigente e você uma mais moderada. E nem importa quem tinha razão. O importante é que dias depois estávamos juntos em frente a essa mesma folha de SP travando aquela batalha da “ditabranda”.

    O que leva a esquerda ser tão dividida é a motivação. Somos movidos por paixão e a gente sabe como isso funciona. O episódio de ontem não mudou em nada o que penso sobre a direita e seus representantes midiáticos, porém não posso condenar um companheiro que aceita o convite de um inimigo pra conversar.

    No mais quero dizer que sua luta não foi em vão. Que bobagem é essa rapaz? Você não tem idéia das mentes que despertaram por causa de tuas palavras e do teu exemplo. Pessoas que nunca falaram contigo ou comentaram aqui. Você é de fato um homem de esquerda. E luta muito.

    • eduguim

      Emocionante

    • Lais

      Faço minhas as palavras de Wilson Cunha… Edu, compreendo o que vc está sentindo, mas isto vai passar…com certeza..
      Estou mais para a turma que vê os gestos de Dilma na perspectiva de uma refinada enxadrista…. É complicado, é difícil…. mas acredito que vai dar certo.
      E tudo, tudo q vc fez até agora , valeu cada palavra, cada comentário, cada um que começou a pensar depois de receber um post seu – eu mesma repassei muitos…. nada disto foi à toa, nada disto vai se perder….
      Um grande abraço

    • Marcelo Silva

      eu tb acho q temos q ter mais foco no inimigo, e nao ficarmos nos criticando. O inimigo quer sempre nos dividir para nos conquistar ou enfraquecer.

  • Meu caro esse seu desalento já sofri em 1984 quando as diretas já foram enterradas pelo acordo entre militares e as elites de SP, Minas e o Nordeste. Já sofri em 1989 quando Lula perdeu as eleições e nas duas seguintes quando FHC ergueu a taça sucessivamente. Em 2005 e 2006 com mensaleiros e aloprados; sim o fogo amigo é o pior dos desalentos.

    Porém nesses anos todos continuamos a acreditar em um país melhor e acho que a coisa valeu a pena. Vejo pela minha aldeia, aqui na região do ABCD, tirando o programa tipicamente paulista alaga SP, ganhamos pela primeira vez na história duas universidades federais e suas extensões, a economia está estabilizada e crescendo, o horizonte é o de aproveitar as novas oportunidades que estão sendo geradas pelo pré-sal, retomada das indústria naval e ferroviária; e não apenas aquelas oferecidas pelo setor automobilístico que é o hegemônico na região.

    Durante os anos FHC, o ABCD foi chamado de nova Detroit, no sentido negativo do termo, tamanha perda de capacidade industrial que tivemos naquele período com suas mais nefastas consequências como o desemprego e a violência urbana. Viramos a mesa, dissemos não. No desalento é que descobrimos que a maior força em relação às mudanças está em nós mesmos e não nos outros .E vamos em frente.

  • Luciano Alencar

    Infelizmente, Edu, não é a primeira vez. Já na campanha eleitoral esse tipo de coisa acontecia. Aqui mesmo em Fortaleza Dilma foi recebida por uma festa linda por milhares de pessoas que desafiaram o sol abrasador no centor da cidade e ignorou completamente a imprensa local. A imprensa local do Ceará não é flor que se cheire, mas logo em seguida ela reuniu-se com os mesmos órgãos golpistas da imprensa nacional no hotel em que estava descansando.

  • Luciano Prado

    Eduardo

    Mas você não perdeu o que tem de nobre: a dignidade.

    Concordo com seu desabafo, e certamente seus sentimentos são os mesmos que invadem a todos que lutaram – cada um a sua maneira – para que não perdêssemos o que fora conquistado a duras penas.

    Sabe aquela roupa velha e enxovalhada que se joga no fundo do cesto para ser descartada?

    Acho que é mais ou menos esse o sentimento que nos assola.

    Também, acho que ainda não é possível se saber o que e quanto se comprometeu nessa aposta, mas acho que não valeu. Porque não está em jogo algo pessoal, cuja derrota ou vitória pode ser chorada ou comemorada individualmente.

    Há valores que são inegociáveis porque pertencem a uma coletividade.

    Eu não quero mais ser um cidadão de segunda categoria, um vira-latas, um subserviente. Lula nos ensinou e nos deixou outros valores. Nos garantiu conquistas que não nos tirararão assim tão facilmente.

  • Marcelo Rodrigues

    Caro Eduardo,

    Tudo de esquisito que está acontecendo no governo Dilma tem o dedo do Palocci, não tenho dúvida nenhuma. O dedão do sujeito está na ida dela ao convescote grotesco. O dedão está no discurso que ela fez (fazia que falava, insinuava grandes subentendidos, resvalando temas mas sem coragem de falar claramente), é o típico estilo “reladinha” do fulano.

    A subida da taxa de juros pelo Copom, que derruba ainda mais o dólar e prejudica o seu trabalho de vendedor internacional de autopeças brasileiras, tem o dedo do Palocci.

    A presença de uma figuras indecentes no governo, tem o dedo do Palocci.

    O corte orçamentário (para pagar a subida dos juros), enganchado com o discurso de demonização do servidor público, tem o dedo do Palocci.

    Diante de tanta dedada neste tipo de matéria, acho que deveríamos conclamar ao ministro: “cheira o dedo!”

    De onde vem o poder deste figurinha? Primeiro, construiu desde antes da campanha um cercadinho em volta da presidenta, segundo, conta com o temperamento babaquara e complacente dos demais palacianos, todos acorreram sorridentes aos canapés do Otavinho, terceiro, a mídia faz a fumaça de enganar trouxas.

    Mas tudo isso não explica, deve ter algum “Motivo Zero” para a Sra. Presidenta ter embarcado nesta canoa – e aí a responsabilidade é dela e de mais ninguém, mas não nos esqueçamos, é o pescoço do povo que está sendo arriscado.

  • María Edith

    Prezado Eduardo,

    No dia da posse da Presidente(a) Srª Dona Dilma, ela disse no seu discurso que estendia as mãos aos vencidos. A ida na festa de comemoração da folha se enquadra em esse espírito, chamemos assim de cristão. De perdão e amor pelo inimigo…
    Eu estou tomada de uma certa perplexidade faz algum tempo. Há um jogo bem perigoso em curso, não se deve subestimar nem à direita, nem à esquerda.
    Ela falou grosso com as centrais sindicais que lutavam por um valor maior para o salário mínimo e usou de todas as armas para ganhar e agora falou fino com a folha, o mesmo jornal que a tratou de forma tão carinhosa na recente e indigesta campanha eleitoral, chamando-a de vagabunda. Agora me pergunto, será que ela realmente acompanhou em detalhes a campanha sórdida ou os assessores criaram alguns filtros e ela não tomou conhecimento?
    Qual será o preço desta conta?
    Valeu a pena?
    Quem viver verá, se o governo fala grosso ou fino com relação à Ley de Medios aqui no Brasil.
    Só espero que não leve mais de 8 anos, termine o governo como foi com o Presidente Lula e nada da Lei de Meios.
    Sou solidária com seu desapontamento. Depois de ver o que vi nas fotos, o dia não foi fácil.
    Não se arrependa da sua luta, pois foi realmente bela e digna. Só tenha cuidado com o fanatismo político.
    No entanto agora, relaxe, tome mais vinho, de preferência com a sua querida patroa, família e amigos.
    Será que você me entende? Saúde.
    Cordialmente e um super parabéns pela sua coragem, María Edith

  • Fabrizio Guinzani

    Prezado Edu…

    Entendo perfeitamente as tuas colocações e sou solidário!

    No entanto, acredito que por trás de tudo isso tem um propósito e uma jogada de mestre que no futuro saberemos entender.

    De qualquer forma, reproduzo abaixo uma parte da análise do Luis Nassif bastante interessante:

    “[…] O discurso de Dilma foi protocolar, educado, adequado ao momento. Externou princípios consagrados de defesa da liberdade de imprensa e do papel da imprensa na democracia. Mas despertou indagações de monta, sobre se essa aproximação seria tática, estratégica, se significaria uma ruptura com o modelo Lula – porque baseada no abandono na Lei dos Meios.

    Vamos por partes.

    Primeiro, não há a menor possibilidade de apostar em um rompimento dela com Lula. Ambos são suficientemente maduros e espertos para não embarcarem nessa falsa competição.

    A sensação que passa é de uma estratégia combinada, na qual caberia a Lula manter a influência sobre movimentos populares, sindicalismo e PT; e a Dilma aproximar-se e desarmar os setores empresários e políticos mais refratários ao lulismo-dilmismo.

    Do ponto de vista de estratégia política, conseguiram fechar o melhor dos mundos: o antilulismo está sendo carreado pela velha mídia para um pró-dilmismo, resultando um xeque- mate: se o governo Dilma for bem sucedido, ela é reeleita; se for mal sucedido, Lula volta.

    Essa súbita paixão da velha mídia por Dilma não apenas tira Serra da parada midiática, como reduz o espaço de novas lideranças de oposição.[…]”

    Assim sou otimista e acredito que nada ocorre por acaso ou por nada, a ida ao evento talvez seja um “divisor de águas” e uma “jogada de mestre”… O tempo dirá…

    Forte abraço ao amigo e não se deixe abater!!!

    Fabrizio Guinzani

  • priscila maria presotto

    Fique bem Edu ,eu acredito em Dilma.QQ luta tem percalços .Não devemos desistir .

    Abração

    • eduguim

      pra vc também

  • Fábio Alencar

    Caro Edu,

    Não me lembro de ter comentado algum post seu, apesar de ser assíduo leitor de seus textos (muito bem escrito, por sinal). Depois de ler seu depoimento comecei a pensar na sua situação. Cheguei a conclusão que você deveria (é apenas minha opinião) desacelerar.

    Pese, neste momento, o que é prioritário para você, seja sua família, seja sua segurança financeira, seja seu sonho de uma casa na praia ou todos eles juntos. Porque o sonho de lutar por um País mais justo para os brasileiros você já conquistou. Você contribuiu, de forma importante, para que muitas verdades fossem ditas como de fato aconteceram, e não maquiadas, travestidas ou mutiladas como deram as caras em vários veículos de imprensa. Ninguém vai tirar isto de você. Este seu projeto (e não digo trabalho porque você faz por prazer e por senso de cidadania) cresceu e amadureceu. E você sabe, nada dura para sempre. Uma hora, no mais tardar a hora da qual nenhum mortal escapa, você terá que parar. E hoje, muito antes deste fatídico momento, você já pode olhar para trás e orgulhar-se do legado que deixará para suas filhas, filho, netos, parentes e amigos.

    Para mim, você já carrega o senso de dever cumprido. Então, nada mais justo do que desacelerar. Você já deu bastante de si mesmo para os outros. Será que não esta na hora de inverter um pouco esta relação e dar mais de você para você mesmo? Para sua família?

    Esta é minha humilde opinião, escrita com muito respeito ao que você representa, ao que você construiu e ao que você é.

    Abraços.

    • eduguim

      Fiquei muito emocionado

  • Jackelinne

    Eduardo: sou historiadora e te posso garantir que tens um cantinho de página na história deste país

  • José Melquíades Ursi

    Escrevi hoje à tarde uma mensagem, mas antes de lhe enviar, Edu, deu queda de energia em Curitiba e a perdi. Imagino ter sido providencial. Não pretendo repeti-la inteiramente. Apenas acho que cansou a beleza esse maniqueísmo PT+NÓS X PSDB+PIG, reducionismo que desvia a rota do discurso solidário. Há cada vez público maior para ouvir e assimilá-lo. Quem quiser abancar-se no “far niente” desse dualismo deixará de perceber que a hora é de propostas mais ousadas. E o que é pior, quem ousa propor outro campo de atuação é taxado de leitor da veja, Folha, Globo e outros bagulhos. Ou será proibido avançar à revelia de convicções apaixonadas? Eu senti isso aqui na pele. Por experiência, percebo como os rótulos de desgastam e se enfeiam com o passar do tempo, à sombra do poder.

  • Edu, não fica assim não: seu esforço não foi em vão: você fez e faz seguidores e há de chegar a hora da gente ver esta mídia marron perdida no emaranhado de suas próprias artimanhas.A globo já vem despencando no Ibope, a folha e a veja perderam assinantes. Com queda de ibope e de assinantes, hão de começar a perder patrocinadores. A Dilma, realmente, pisou na bola(ela, mais do que os outros, tendo em vista o que a Folha representou nas eleiçõe…), mas os frutos de lutas como esta são colhidos a longo prazo. Não desanima, segue em frente, até porque, de seu trabalho neste portal dependem muitas pessoas que querem se informar com base em fontes confiáveis. Seu trabalho é louvável e tem todo o meu respeito e adimiração. Com certeza, não só o meu, mas de milhares de pessoas ligadas no Blog da Cidadania.

  • Aquiman Costa

    Calma lá Eduardo, você ganhou reconhecimento, sim. Ganhou muita coisa, ganhou gente que pode dividir as mesmas opiniões políticas e que pode lutar ao seu lado. Adoro ler o seu Blog, enriquece muita gente com conhecimento.

    Vamos devagar, eu também não gostei muito disso que Dilma fez. Só quero saber o que o Lula achou também…

    No mais, estamos contigo. E a luta continua.

    Abração! 🙂

  • José Rocha

    Olá, Edu! Permito-me pedir-te que não desanimes. Ouça a voz dos que te querem dar força nesse momento. Estou certo de que não se trata apenas da presença de Dilma no evento da FSP – aliás, você mesmo afirmou isso. Espero que consigas descansar e recuperar-te do tratamento que te dispensaram. Sobre a presença de Dilma, recupero seu texto sobre o feitiço:
    ‘Quem diria. O dito “poste” da campanha eleitoral de 2010 vai se revelando uma estrategista política tão astuta que operou um milagre’.
    Conforme li em algum dos comentários, acredito que ela sabia exatamente o que estava fazendo – caso contrário, terá tropeçado na própria astúcia. Um grande abraço pra você e sua família! Paz!

  • Renato Dantas

    Olá, Edu,

    Sou recém formado jornalista, mais um dentre tantos despejados anualmente num mercado cada vez mais saturado. Sou de Goiás, e estudei na universidade federal deste estado. A convivência com meus professores (grandes mestres) e o caráter reflexivo de uma universidade pública levaram-me a um entendimento um tanto mais crítico em relação a nossa imprensa. Mas, a bem da verdade e para que se faça justiça, preciso dizer que você, um blogueiro sujo que jamais colocou os pés na minha faculdade, foi um dos grandes que me ajudaram nessa trajetória rumo a uma visão menos ingênua e mais real da arquiterura sobre a qual se apoia a grande imprensa deste país.

    Acredito que muitos de nós passarão por esta vida sem nunca ter contribuido significativamente com outrem. Se, em qualquer momento, temor semelhante – de que sua luta teria sido em vão – ocorrer-lhe, tenha a certeza de que pelo menos um indivíduo foi tocado pelo seu esforço e por seus ideais. Não procuro aqui a bajulação, pois que nada a mim nem a você acrescentaria. Quero, como já disse, fazer justiça e creditar-lhe os devidos méritos de ter colaborado com a minha construção pessoal e intelectual. Saiba, por tanto, que seu trabalho é, para mim, enorme fonte de conhecimento e uma porta aberta, e muito convidativa, à reflexão.

    Eu diria, sem medo de equívoco, que você, hoje, além de um comerciante, é um jornalista e um professor, pois considero-me um aluno, distante, informal e anônimo, mas não menos engrandecido por seu trabalho.

    Um grande abraço a você e a sua família.

  • Lucia Coelho

    Sensibilizada pela sua fala e emocionada pelo carinho demonstrado por seus leitores.
    Parabens pela coragem em desnudar-se.
    Parabens pela extraordinaria capacidade de escrever tão bem.

  • LUIS TORRES

    Eduardo,

    embora talvez, ou melhor, com certeza, não valha grande coisa, você tem meu reconhecimento e minha admiração.
    Conheci seu blog através de uma reportagem na revista “Caros Amigos” e, desde então, passei a acompanhá-lo com grande interesse por suas opiniões francas, inteligentes e, acima de tudo, corajosas.

    Durante as eleições acompanhava seu blog a todo momento. Vocês, blogueiros, foram muito importantes para que, naquele momento, não sucumbíssemos à vontade e ao poder o império midiáico. Espero que aqueles que se valeram de seu esforço não o façam agora .

    Você conseguiu ser o “zumbido do pernilongo” nos ouvidos dos mega golpistas, pequeno, mas com um grande poder de incomodar. Se fosse só por isso, já teria em mim um grande admirador, mas vc foi muito além.

    Parabéns pelo seu sacrifício!
    Valeu a pena!

    • eduguim

      Será que vocês podem parar de me emocionar? Obrigado. Muito obrigado mesmo, a todos. Vocês são o que valeu a pena em tudo isso. Não sei como agradecer… Não poderei responder a todos, mas fica meu abraço fraterno e meu agradecimento de coração.

  • Aquiman Costa

    Aliás, pensando melhor, acho que Dilma pode ter feito algo correto em relação a essa visita, como já diz o ditado: “Mantenha seus amigos perto e seus inimigos ainda mais perto”, cabe perfeitamente a essa situação e, também, com o seu discursso de “estender a mão a oposição”.

    Talvez ela tenha feito uma coisa que se Lula fizesse, poderia acabar com essa rixa entre a Folha e o PT.

    Bom, foi o que eu pensei aqui… pode ser que eu esteja errado. Mas vamos esperar pelos próximos episódios.

    Um abração e melhora o humor aí. Hehehehe. 🙂

  • Jedeão Carneiro

    Eduardo,
    O Cidadania é 1ª página da internet que leio todos os dias, invarialvelmente, há anos.
    A partir daqui vejo outras coisas.
    Antes eu começava pelos jornalões do PIG.
    Que se dane a Folha e seus baba-ovos.
    Nós estamos é com você, cara!

  • Fátima

    Edu, a Dilma não dar ponto sem nó … pense nisso. abs

  • caro blogueiro, aproveita o pac minha casa minha vida e compra a casa na praia.
    ta dado o troco.
    até

  • Guanabara

    Olha, meu caro, eu ainda acho que vcs estão exagerando na dose. Eu entendo perfeitamente o q estão sentindo, até pq tb, de início, fiquei perplexo e decepcionado. Até que, opa, deu um estalo. Sinceramente, vi a Presidenta no ninho tucano, surpreendendo não só a nós como a eles tb. E foi aquela surpresa incômoda. Sinceramente acho q, no fundo, eles não a queriam alí. Fizeram o convite de deboche. Mas ela foi. Foi e foi cínica. Achar que ela “mudou de lado” só por causa deste evento é um exagero. Eu, sinceramente, para avaliar qq coisa, vou esperar pelo menos 1 ano de governo. Gente, não são nem 2 meses. Calma.

  • Eduardo,

    Não sacrifique seu trabalho e seus negócios pelo blog! Deixe para o tempo livre que tiver. Todos vão entender.

    Caso queira dedicar-se mais ao site, coloque redes de anúncios ou arrume anunciantes por fora. Ganhe dinheiro no seu blog para compensar o seu tempo, nada mais justo. Google adsense é uma boa idéia inicial, mas no caso do seu blog anunciantes grandes podem se interessar. Submarino é um.

    Se a folha pode, por que não você?

    Sobre a Dilma, ela esteve lá só para fazer sala, nada muda no governo. É só política… deixe isso para lá…

    Abs,

    Adriano

  • Michelle

    É compreensível o seu desalento, caro blogueiro.

    Mas nunca lamente as suas escolhas e não use a sua filha para esse papel, lembre-se que foram as suas escolhas e lembre-se do discurso da Presidenta no dia da posse: ela governa para todos agora.

    Achei uma situação muito peculiar a presença dela no evento da Folha, mas não considero isso uma bênção ao PIG, tampouco um passo em falso! Muito menos motivo para estardalhaços por parte daqueles que apoiaram a trajetória da candidata à presidência, o apoio e a confiança ainda são válidos e necessários!

    Ela representa esse país e se a Folha fez o que fez e a convidou, não vejo problema de vê-la linda num terninho vermelho, no mais puro atestado de “eu sobrevivi, quero ver o que acontecerá com vocês agora”!
    Fico feliz por não vê-la fugindo à mais uma batalha, da mesma forma que não fugiu no passado!

    Se vocês se desanimam com um coquetel, eu não!!
    Vejo isso como mais um ato de coragem, porque encarar nossos algozes, não é fácil.
    Fácil é fugir, fácil é não ir e deixar margem a especulações de uma guerrinha midiática, suja e difamatória!!

    Ela ainda tem a minha admiração!

  • MA_Jorge

    Edu

    Aprendi uma coisa muito importante em minha vida e esta, nada de real importância em relação a minha família – apenas como pessoa. Quanto mais crescia profissionalmente e hierarquicamente nas empresas, mais perdia o gosto por conquistar algo a mais que fosse pessoal / profissional e, ao contrário, mais me identificava com os mais simples, os operários e suas necessidades. Quanto mais crescia, mais via que não precisava de cursos, seminários, etc., eu precisava sim é de mim mesmo.

    O incrível de tudo foi que, quanto mais conseguia “sucesso profissional”, mais me envolvia com as necessidades dos outros e mais e mais era rotulado de “esquerda”. Na verdade, eu não considero ter um perfil de esquerda ou de direita, sou as duas coisas e ao mesmo tempo nenhuma delas; o rótulo não importa, importa é sim me sentir útil naquilo em que eu posso ser e para quem. Para esta situação, aceito apenas um rótulo – “humanidade”, aquela de ser realmente um “ser humano”.

    Hoje estou aposentado, gasto meu tempo lendo muito e até opinando vez ou outra nestes maravilhosos blogs, nesta maravilhosa rede. Sei que, se existe mesmo aquela humanidade dentro das pessoas que lutam por algo, esta humanidade está justamente nas ações que estas dedicam ao reconhecimento de que, até o pouco do nada, a muitos ela faz falta. Neste caso, vale para tudo o que seja visto como “valor humano” – família, crença, educação, alimentação, lazer, segurança, respeito. etc. etc..

    Não dou conselhos, quando muito exemplos. Sei que a situação acabou por constranger muitos amigos e por mais que fale ou falem, nada pode resumir para alguns um certo vazio que acaba ficando. O que sei é que, parar não é opção para quem já tem a qualidade da humanidade como dom. Existe na vida das pessoas com este dom, a necessidade de ver a realidade, presente ou futura, muito além das situações passageiras.

    Vou te lembrar algo. Em um post seu a pouco tempo sobre sua menina na Austrália, disse que chegaria o dia em que fotos, cartas e outras pequenas bobagens seriam as poucas lembranças que eles, filhos, teriam de seus pais; exemplos que se deixam é que são os patrimônios para a família como instituição, tudo o resto é passageiro; nós somos passageiros.

    Encare este assunto da Dilma como “situação passageira”; se é verdade que ela estava mandando uma mensagem, saiba que a resposta será dada a ela e que, somente ela poderá conviver com seus reflexos.

    Nós, seres humanos, sempre associamos pessoas políticas, FHC, Lula, Dilma, etc., como aqueles que podem mudar uma situação pela qual também pensamos de mesma maneira; são por assim dizer, personificações de uma idéia. Ocorre que eles são somente isto, personificações e, creia, muitas delas pouco confiáveis, justamente por serem “políticos”, aqui no pior sentido da palavra.

    Não abandone seus sonhos e os de sua família, não abandone suas idéias também. De nenhuma delas você pode abrir mão, justamente por que foram elas que o trouxeram até este “pequeníssimo” ponto da história.

  • Antonio carlos Gomes

    Eduardo meu companheiro,presta atenção .
    Oque eles queriam era que ela não fosse ,cairam do cavalo,tiveram todos eles o PIG inteirinho teve que ouvi-la e verificar que não havia odio em sua fala e mais do que isto tiveram que ficar em silencio tambem.
    Eduardo tambem deixei de ganhar dinheiro e inclusive de estar hoje aposentado para não fugir da luta ,a luta é dificil,mas tenha a certeza a DILMA sabe oque esta fazendo.
    Grande abraço,e viva o povo BRASILEIRO.

  • Eliseu Leão

    Eduardo,
    condivido o desalento, a decepção, a frustração sua e dos demais leitores. Certas atitudes, pra mim, tem o sabor da covardia, do arreglo. Vamos dar tempo ao tempo. Pergunto: é possivel escrever uma carta aberta ao governo expondo as razões da nossa frustração e preocupação? Afinal esse blog sempre esteve na linha de frente pro Dilma.

    Respeito a sua coerencia e honestidade intelectual.

  • Francisco Bezerra

    Ô Eduardo. Quando estiver desanimando faça um relax. Dê uma caminhada, pare para ouvir música, vá ao cinema, conte até cem, mas não escreva. O calor da luta às vezes nos trai naquilo que temos de mais precioso que é a coragem. E isso você tem de montão. Estou contigo e não abro. Tudo bem, também estranhei o comparecimento da Dilma. Mas a alternativa seria cair na armadilha do PIG. Acho que ele fez o certo. Abraço.

  • ana

    Edu, a ida de Dilma a festa da folha que a chamou de terrorista, assassina, vadia e vagabunda me trouxe a memoria a eleição de Maria Luiza do PT à prefeitura de Fortaleza…
    Na época, temerosa que um dia o PT chegasse a presidencia da Republica, o que hoje é uma realidade, a elite do Ceará perseguiu e boicotou o governo de Maria. Usou meios licitos e ilicitos para que fracassasse.
    O PT de Maria Luiza é totalmente diferente do PT de Dilma. Maria, mulher honestissima e extremo valor, decepicionada, abandonou o PT. Mais, abandonou a politica. Veio a memoria tambem uma entrevista de Maria logo apos eleita. As vezes fico pensando que interpretei mal a declaração de Maria. So Maria pode confirmar ou não. Mas ela disse, não obstante eleita pelas vias legais, tinha plena convicção que o Brasil so mudaria com o povo indo a luta literalmente. Nada vem de graça. A sangria desatada – o 190 bilhões no governo do PT que o Brasil pagou ao ano aos rentistas – é prova cabal e insofismável de que Maria estava certa. O Egito nos mostra o caminho.
    Os verdadeiros valores (gastos) robustos que pressionam o gasto público; juros para os rentistas. A dívida pública brasileira é da ordem de R$ 1,5 trilhão; b) o pagamento de juros sobre esse montante custa cerca de R$ 190 bilhões ao ano aos cofres púbicos -leia-se, de cerca de R$ 800 bi em arrecadação fiscal líquida, o Estado transfere quase ¼ aos rentistas, um custo que a midia omite. Cada ponto percentual de elevação da taxa de juros representa um gasto adicional de R$ 15 bilhões ao ano Os dois pontos de alta da Selic previstos para este ano –requeridos, seria uma expressão mais apropriada para externar a sofreguidão dos ‘mercados’ e da mídia– somam gastos suficientes para erradicar a miséria prometida pelo novo governo.

  • Cláudio Freire

    Uma das maiores virtudes de um líder político é saber sentir o momento certo de agir.

    Lula é um político nato, de intuição excepcional. Mas notem que, nesse tema específico (relação com a velha mídia), mesmo ele não tomou nenhuma atitude concreta para regulação da mídia. Durante seu governo, que achei que teve muitíssimos mais acertos do que falhas, ele fez mais discursos do que atitudes concretas. E governou por oito anos. Mas não o critico. Ele com certeza tinha informações em muito maior quantidade que nós para analisar e saber o momento certo de tomar as medidas. Em política, há que se ter cabeça fria.

    E pelas mesmas razões, acho que é precipitado criticar Dilma por isso. Ela tem apenas dois meses no cargo, há uma liturgia que deve ser seguida (por mais que nos incomode), deve saber separar a Presidenta da pessoa Dilma, etc. Dilma não é tola e tem um passado de lutas absolutamente admirável. Acho mais justo com ela que aguardemos o desenvolvimento das coisas com um pouco menos de ansiedade.

    Ela merece esse crédito. Tem história para isto.

  • Fabio Amaral Di Fini

    Dilma e a trupe no poder atenderam aos apelos do jornaleco inominável; Zé Dirceu estava lá e ainda colocou um post em seu blog, fazendo a apologia desse pasquim desprezível (tendo, inclusive, censurado meu comentário a respeito). Venhamos e convenhamos, é preciso muita nobreza para não ter a fé abalada diante disso… Comparto seu desalento, caro Eduardo. Continuemos vigilantes para denunciar e cobrar; esse é, sempre, o nosso papel. A “Verdade” é permanente; governos, apenas transitórios…

  • Jairo Beraldo

    “… não ganhei reconhecimento…”, vírgula….como voce, também me sinto marido traído, tanto que comentarios que posto nos “blogs sujos”, são negativados, por ter tido a percepção de que Dilma não seria e nem será aquela presidente (falarei como os Frias) que esperávamos. Mas daí voce dizer que “não ganhei reconhecimento”, eu discordo. Ganhou sim, por nós que te seguimos e seguimos o blogs sujos, fez um belo encontro de blogueiros, manifestações decentes. Mas nossos “heróis” nos abandonaram “como alguém que abandona o barco ao menor balanço” . E não voce e nem nós que partimos para o ataque contra a mais sórdida campanha que vi em meus 49 anos de existencia. Mas tudo vale a pena quando a alma não é pequena e eles se mostraram minúsculos.

  • walter

    o que eu tenho a falar e que o Brasil deu a vitoria a Dilma
    Ela escolheu governar com SP e suas figurinhas mediocres, seus tucanos de estrelinha vermelha.
    Perdemos o nosso voto.
    Vaccarezza, Ze Cardoso, Pallocci, esses caras nao elegeram a Dilma…
    Por que entao estao no governo, ja que derrotados em seu proprio estado que tem 20 anos que esta sob dominio emplumado
    Decepcao, muita decepcao…

  • Mariana

    Eduardo, não se sinta só. Eu também fiquei, primeiro, estupefata, e depois, fula de raiva com o que a presidenta fez.

    Não aceito, não aceito, não aceito, em nenhuma hipótese, que depois de tudo o que a Folha fez com Lula e Dilma, especialmente colocando uma ficha falsa dela na primeira capa e chamando-a e à senadora Martha Suplicy de “vadias e vagabundas”, que a presidenta elogie como elogiou o chefão de um grupo empresarial que emprestou carros para a ditadura matar pessoas. Não aceito.

    A presidenta precisa honrar os brasileiros que sofreram com a ditadura e a todos nós que a elegemos. Poderia até ter ido no tal evento, por questão de etiqueta palaciana, mas nunca, nunca fazer o discurso de que fez. Pisou feio, feio, feio na bola.

    Depois dessa, ela precisa fazer alguma coisa muito boa para nos reparar da decepção. E blogs como o seu têm mesmo que “descer o bambu”, sem desanimar, por que não estamos aqui tentando melhorar o mundo em função de A ou B, mas de muitos brasileiros.

  • antoniocm

    Espero que seja estratégia. Temos que pedir satisfações a Dilma.

  • Mariana

    Adicionalmente, não importa se a presidenta tem algum jogo para jogar, se é enxadrismo. O discurso no evento da Folha foi de matar. Não se elogia assim quem empresta carro para torturador. Isso não existe. Repito que ela até poderia ir lá e fazer um discurso, mas não esse a-b-o-m-i-n-á-v-e-l que vimos.

  • Luciano Bernardo Silva

    Edu, acho que ninguém aqui tem moral pra questionar o seu trabalho. É de uma beleza que não tem igual.

    Mas discordo completamente do tratamento que você dá para a questão da Dilma ter ido a festa da Rolha.

    É tsunami em copo d’água, é zombar da inteligência da Dilma Rousseff e de sua história.

    A melhor crítica que encontrei do assunto foi dada pelo Nassif, apesar de não concordar 100%.

    Não tenho cacife para te dar conselho, mas se tivesse, diria: dê um voto de confiança para a presidenta!

    Um abraço.

  • Wilsoleaks Alves

    Desculpe, Eduardo Guimarães.
    Este é o primeiro texto seu que não pude ler nesses últimos anos.
    Mesmo aquele em que você concordava com o PHA sobre o medo e a covardia do Lula eu li, mas esse post vai passar batido.
    Amanhã vai ser outro dia…

  • Edu, acompanho sua trajetória já é de hoje, entendo seu desalento, no entanto convenhamos que Dilma, como presidente(a), não pode tudo, nem Obama

    Senão vejamos:

    Obama esteve recente na Fox New e elogiou a emissora com estas palavras, que lembram as usadas por Dilma, a entrevista começou assim:

    BILL O’REILLY, ANFITRIÃO, “THE O’REILLY FACTOR”: Sr. Presidente, obrigado por nos conceder esta entrevista. E preciso agradecê-lo em nome do canal Fox News por ajudar Greg Palkot e o Sr. Wiig que foram maltratados no Cairo. Foi o senhor, foi Robert Gibbs (secretário de Imprensa) e o Departamento de Estado que realmente os salvaram e nos agradecemos muito.

    “BARACK OBAMA, PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS: Olha, aqueles caras mostraram uma grande coragem, como muitos jornalistas pelo mundo afora. E assim não foi só importante para nós, assegurar que eles fossem salvos para eles e suas famílias, mas também assegurar o princípio básico do discurso livre e a liberdade da imprensa. Este é um valor universal que nós cuidamos. E eu sei que a Fox cuida disso. Então, estou feliz que estes caras…

    http://claudiomafra.wordpress.com/2011/02/12/imperdivel-entrevista-de-obama-na-fox-news-video-e-traducao/.

    Todo mundo sabe que Obama odeia a FN e, no entanto, a elogiou, embora já tenha criticado abertamente a emissora.
    Aqui ou nos EUA, esta tensão cabe ao governo desencadear, muito pelo contrário, tem que haver distensão entre as duas partes.
    Guerrear cabe a nós difundirmos e, sim, estamos fazendo isso, inclusive agora ao criticarmos o encontro.
    Só espero que o tal encontro não signifique ruptura da nossa parte para com Dilma, isso sim, é o que a velha mídia mais quer.
    Quanto a ida de Dilma à Folha vejo mais como orientação da Helena Chagas, Secretária de Comunicação da Presidência, do que coisa de Palocci ou José Eduardo Cardoso, ministros da presidente(a).
    Um fato que me chamou a atenção a troca de fotografias no Blog do Planalto, e até nisso percebi que Dilma não quer mesmo guerrinha com a velha mídia: a primeira foto para ilustrar o artigo, esta abaixo, onde o Otavinho aparece de cara amarrada ao lado de uma sorridente Dilma,foi substituida por outra, onde Dilma aparecende discursando no evento.

    Talvez a substituição não tenha sido feita por outro motivo qualquer, no entanto estou dando este significado à troca de imagens: Dilma não quer mesmo guerrear.

    Obama já criticou e odeia a Fox News?
    Sim.
    A Fox News ama Obama?
    Não?
    No entanto o presidente americano teceu rasgados elogios à emissora.
    Qual o problema?
    Não cabe ao governo esta tensão, nem mesmo Lula quis isso, e se o ex-presidente gostava de ir aos eventos da Carta Capital, quando pode, também esteve na Globo, Folha, Estadão, enfim, o esforço dele(Lula) era grande no sentido da paz entre as duas partes, apenas não conseguiu, cabe a Dilma tentar.

    Espero que o gesto de Dilma não nos leve a abandonar a trincheira, pois é isto o que a velha mídia quer.
    Mesmo no período Lula, a Conferência da Comunicação foi realizada por causa da pressão popular, cabe a nós este lutarmos por mudanças no setor.
    Esta tensionamento cabe a nós aprofundarmos.

    • Luiz Monteiro de Barros

      A ley de los medios, todos sabem inclusive o PIG que não se trata de controlar conteudo, vide a insistencia de Kennedy Alencar neste aspecto na entrevista de Paulo Bernardo a afirmar ser esta denuncia de censura uma cortina de fumaça.
      A ley só sairá por pressão popular como aconteceu na Argentina para dar sustentação a Christina. Passos a serem dados; Banda larga é a forma de aumentar essa pressão. Educação extensiva, proposito de Dilma aumenta de forma eficaz que o povo paute a midia. A famosa correlação de forças.

  • Paco Andrade

    Edu,

    Já entrei em muitas cruzadas, … em muitas guerras perdidas, … já comprometi meu futuro financeiro para sustentar um ideal, … e quebrei a cara !

    Hoje, levo uma vida modesta e relativamente confortável, … mas, … olhando no espelho ao fazer a barba pela manhã, … me lembro das batalhas e dos desenganos e dou de cara com a firmeza que os olhos espelham, apesar de cansados.

    Meus filhos acompanham o meu exemplo, … e isso é mais importante numa época em que ninguém mais liga pra nada. Hoje percebo que enfrentei o mundo para vencer o verdadeiro combate, … a luta pela alma dos meus filhos ! … a vida se resume nisso, graças à Deus !

  • Mineirissimo

    Edu,

    Eu sou mineiro e vou dizer a você como funciona a cabeça dos mineiros.
    O que a Dilma fez foi dar um “rabo-de-vaca” (dible do futebol) na velha mídia.
    Ela finge que vai para um lado e na verdade, move-se para o outro lado.

    Como assim?

    É assim que o mineiro age? Sim. Ele faz você pensar que esta concordando com tudo o que você está fazendo e falando, porém, enquanto isso, sozinho, longe das câmeras, sem alarde, ele tece os seus próprios planos….

    Traíção…dirão uns.
    Duas caras…dirão outros.
    Desonestos…gritará alguém.

    Desconfiado…respondo eu.

    A questão é simples:
    Eles fizeram o convite justamente para que ela declinasse!!!
    Assim eles – velha midia – teriam carta branca para sentar o pau e começar a distenção.

    Como a Dilma não é boba, nem nada, tratou de ir e FAZER BONITO.

    O que vai acontecer é que a Dilma vai atender, A TODOS OS VEICULOS, sempre que solicitadada.
    Porem, deixará sempre os seu ponto de vista.
    Eles – velha mídia – ficarão com a pulga atrás da orelha…

    Aí….quando a situação do SBT for definida…
    Aí….quando a o PNBL for implando…
    Aí….quando a internet tiver a força necessária…
    Aí….quando a questão do campeonato brasileiro for definida…
    Aí….quando o Estadão pedir concordata….

    Aí…a Dilma terá as ferramentas para enfraquecer mais um pouco mais a velha mídia.

    Não será no governo dela que teremos ainda – infelizmente – a democratização dos meios de comunicação. Vai demorar mais um pouco.

    Isso não se faz, na base da birra….da cara feia….do agora você me paga!!!

    Temos que criar alternativas para o povo. (A internet seria uma delas)

    Queira você ou não, temos assuntos mais importantes no Brasil do que se preocupar com o que o William Bonner diz ou deixa de dizer no JN.
    Aliás ele já é passado…

    Enfim, mineiramente a Dilma criará do JEITO dela os caminhos para essa transformação.

    Continue vigilante.

    Você é uma peça importante deste jogo.

    O maior premio que você pode ter é o de ser um exemplo de luta e perseverança para os seus filhos.

    Foi um prazer conhecê-lo, naquela manifestação contra o Gilmar Mendes, lá no vão livre do Masp.

    Apenas tenha paciência e tente entender como os mineiros jogam esse jogo.
    É diferente dos paulistas, diferente dos cariocas….

    A última vez que um mineiro foi presidente, ele criou o Real (Itamar Franco) e antes deste JK, apenas mudou a capital do país de lugar.

    Não duvide da capacidade dos mineiros.

    Obs: O menino do rio (Aécio Never) não serve como exemplo de político mineiro. Ele é apenas o mau a ser combatido diariamente.

    • Carlos G P Lenz

      Muito bem comentado… Meus parabéns !

      Prezado Eduardo:

      – Pense mais em Você e em sua Familia. Dedique-se mais ao teu futuro e ao deles.
      – Nunca faça politica com o fígado !

      Lembre-se sempre que o bom combate é aquele que te leva para o céu…

    • Gabriela Fernanda

      Mineiríssmo

      Sou paulista, filha de mineira com paulistano descendente de italianos. A diferença cultural entre eles é realmente enorme… Fui criada mais no estilão mineiro… Não bato de frente com ninguém, mas finjo concordar e à medida que a pessoa vai falando, vou pensando nas entrelinhas e aí armo minha estratégia !!!
      O paulista descendente de italianos é mais aberto, fala o que pensa e fala demais. Peguei um pouco disso também e só me dei mal.

    • alvaro crespo

      Concordo plenamente.

      O convite foi um movimento no xadrez que chamamos de xeque. Se declinasse(recuasse) a mídia cairia matando dizendo que a presidentA recusou-se de participar.

      Sobrou o movimento de defesa, entrou no campo inimigo, sem atacar, assim o adversário não sabe das intenções da jogada.

      E xadrez, é um jogo que o objetivo não é alcançado em apenas um movimento.

      Estou admirado com a inteligência desta mulher, já sabia que ela o é, mas a cada dia ela se supera.

      Eduardo, tenha calma. Em 1970, tínhamos um regime militar. No final dos anos 80, eleições diretas. início de 2000, um país, dependente, sem credibilidade, sem estabilidade, sem emprego, sem investimento.
      início de 2010, um país diferente.

      Quanto a Dilma, dê mais 10 meses para começar analisa-la. ela está com a caneta so tem 54 dias.

      acredito que daqui algum tempo, veremos a presidentA com outros olhos, e entenderemos o que aconteceu sobre este assunto

      abraços

      alvaro crespo

    • Helena

      Concordo com tudo que vc disse, Mineirissimo. Acho que foi uma estratégia da Dilma. Daqui algum tempo vamos ver o resultado disso. Ainda não dá para perceber qual foi a jogada da Dilma.

  • Ary Nunes

    Aiai,Edu. Caramba, eu também me senti de certa forma desolado com isso. Ver nossos “heróis” barganhando com o “inimigo” é a punhalada mais dolorida que alguém pode levar. Dói mil vezes mais que uma punhalada desferida pelo próprio “inimigo”. Pensei imeidiatamente nas palavras de Cazuza: meu partido é um coração partido; meus heróis morreram de overdose,meus inimigos estão no poder… Será???

    Mas muita calma,muita calma!! Acho que ainda é um pouco cedo pra se tomar uma conclusão maior e abandonar o barco. Digamos que a Dilma começou mal, mas quero acreditar que “há muito mais entre céu e terra do que supõe nossa vã filosofia”.

    Não nos abandone,Edu. Se o fizer haveremos de entender, porque não é fácil o que você faz. Mas será lamentavelmente a perda de uma trincheira importantíssima na luta por justiça. Eu diria que uma perda irreparável. Por isso é o que peço,companheiro: fique mais um pouco!!!

    Abçssssss

  • Vanderly

    Caro Eduardo, estamos com você. Muito triste o caminho que Dilma está tomando. Espero que ainda reveja os seus passos em tempo e que ela não abandone o sua história de luta. Controle social da midia sim! Um abraço irmão… não esmoreçamos não…que Deus abençoe você e sua família!!

  • Sávio Valença

    Caro Edu, só te pesso que não desanimes. Eu ia fazer outro comentário ontem a partir de um “fogo amigo” que vc e outros daqui sofreram por terem uma idéia diferente sobre o comparecimento de Dilma à Folha. Talvez o quê o tenha deixado vc mais chateado seja o “fogo amigo” que desclalificava vc e outros companheiros que se mostraram decepcionados com o comparecimento de Dilma a festa da Folha, mais do que o próprio comparecimento em si. Eu iria comentar o seguinte:

    Calma companheiro, estamos no mesmo time. Temos que saber respeitar as posições diferentes, principalmente as nossas.

    Abraço e relaxe, o jogo está apenas começando, os adversários estão apenas se estudando.

    • Sávio Valença

      “pesso” com “ss”…. Cristo, onde eu estava com a cabeça?? …. Peço a minha mente que não falhe assim….

  • Paulo Filho

    Faço da sua decepção, a minha!

    Não esperava essa atitude da Presidenta Dilma.
    Depois de tudo que pasamos na campanha, as provocações que sofremos devido ao preconceito espalhado por esse jornal. Por mais democratica e defensora da liberdade de expressão que ela fosse, para mim ela perdeu as caracteristica que me levou a votar nela.

    Espero que ela mude, mas já estou ficando decepcionado.´
    Me senti traido!!!

  • Nada disso.
    Para início de conversa, o Blog da Cidadania, ensinou, mostrou e orientou a muitos cidadãos brasileiros a participar ativamente da política nacional, com suas opiniões, idéias e notícias. Além disso, seu blog possui uma carga muito forte de sua personalidade e de quem é o Eduardo(pessoa, cidadão, pai e espôso) e do que acontece à sua volta.
    Reconhecimento disso tudo, é o número de acessos ao Blog.
    Creio que haja de sua parte, uma pequena frustração, por não haver trilhado em sua juventude, caminhos declaradamente políticos. Sua ânsia por justiça neste país altamente injusto; sua mágoa, por ver um país com o potencial do Brasil(talvez único no mundo), a patinar na Históriae finalmente quando vê seu país dar os primeiros passos à frente, eis que surgem fatos a demonstrar que os tempos serão longos.
    É, como dizem os milicos, mais vale a certeza do dever cumprido. É o que seu país espera de voce.
    Dudú, não importa a luta, importa lutar e deixar a marca da luta na alma (se é que existe) e o exemplo as futuras gerações.
    Não desamine, pois este sentimento não cabe na alma dos verdadeiros lutadores.
    Abraços.

  • Francisco

    Edu isso é bobagem. O que importa é a linha de governo que a Dilma vai trilhar. Você acha que ela seria idiota de se afastar do Lula e alinhar-se aos Palocis e ao PT paulista?
    Visitar a Folha, Estadão, Globo faz parte do jogo.

  • Fátima Soares

    Edu, eu não li o seu artigo de hoje. Sei de que se trata e tomei a decisão de não lê-lo. Não me ajudaria em nada, ainda mais que, de desalentos já estamos acostumados. Como não li, não posso comentar, mas o tempo é o melhor para resolver as dores.

  • Rodrigo Leme

    Diz uma coisa, vocês esperam o que de políticos? Vocês colocam o PT em um pedestal que o partido nunca quis ou pôde atingir, é um ideal que está bem distante da realidade.

    Político não é “tudo igual”, mas quanto mais alto na escala maior o pragmatismo e menor o apego pelos “ideais”. Não deveria espantar ninguém, tudo é movido por interesse e poder.

    • Fernando Oliveira

      Edu, em respeito á esse momento de indignada decepção, pelo menos até passar o primeiro gosto de nojo em razão do pala-saquismo DA PRESIDENTE (como ela mesma fez questão de frisar em seu discurso) você poderia nos polpar do “convívio” com determinadas pragas, como o “cretinismo zé-buçanhesco fascistóidico trolleano”; síndrome peculiar de certos abjetos desnecessários…

  • Regina

    Ei Eduardo! Faz tempo que não comento aqui. Acho que temos muito o que comemorar. Dilma foi eleita e teremos continuidade nos projetos de crescimento para o nosso País iniciados pelo governo Lula. Isso é o que importa! Nos livramos do pesadelo de ter a direita no poder. Sabemos que a política exige sacrifícios em todos os níveis e sentidos, e nem sempre será possível que todos concordem 100% em tudo. Acho que valeu o toque da blogosfera está dando sobre o episódio, mas a luta continua. Abraços!

  • Fátima Soares
  • Paulo Ribeiro

    A presidenta Dilma demonstrou uma pusilaminidade que preocupa a todos nós, que nela depositamos noss confiança. Além de comparecer ao evento, ao qual poderia muito bem ter mandado Michel Temer representa-la, enalteceu a Folha de São Paulo em seu discurso. Se tivesse mais pulso, citaria em sua fala, mesmo que de modo velado, as calúnias perpetradas pelo jornal contra a sua pessoa. Não teve coragem, apequenou-se de forma surpreendente. Passadoe ste triste episódio, como será o comportamento quando aqui desembarcar o ianque Barack Obama? Vai questiona-lo sobre as retaliações impostas aos produtos brasileiros? Irá pedir medidas mais justas e humanas por parte da imigração contra os brasileiros? Vai exigir que deixe de se meter em assuntos internos de outros países? Agora, lamentavelmente, tenho minhas dúvidas. Por isso, levanto aminha voz aos céus e grito: VOLTE LOGO, PRESIDENTE LULA!!!!

  • Magali Gianni

    Eduardo…Sei com está se sentindo,dói mesmo,mas não desista.Precisamos da sua voz contra “o poder paralelo” dos grandes jornais.

  • Caro Eduardo,

    Já passei por coisa semelhante e acho, sinceramente, que você não deveria se aborrecer por isso. O seu trabalho é muito importante, sim, e deve continuar no mesmo ritmo. Não acredito que a nossa Presidenta seja tão inocente. Acho que por trás de toda esse afago existe uma estratégia sendo engendrada para o golpe fatal. Os outros poderes podem ter comparecido porque são coniventes com a homenageada, mas, a Presidenta, não acredito. O seu trabalho, como o de tantos outros corajosos blogueiros é imprescindível para que consigamos mudar esse país. Erga a cabeça e continue firme nessa luta! Nós precisamos de guerreiros!
    Um grande abraço,

  • Fábio

    Quem acompanha você há tempos sabe do sentimento que está passando. E esse sentimento precisa ser transmitido. O brasileiro precisa criar essa capacidade de se indignar. Valeu, Edu!

  • Ivan Lima

    Seu desalento é plenamente justificado. Mas sua luta não foi, e não será em vão. Me sinto recompensado quando leio seus posts. Está ali uma identidade de pensamento que me anima.
    Penso também que essa luta nunca vai terminar, independente de quem esteja no poder. Na prática, preto no branco, os adversários nesta luta são inimigos do Brasil. E é ao lado do Brasil que você está. Com operário ou sociólogo na presidência, a tropa do outro lado age para defender seus interesses, pouco interessada no que necessita a maior parte do povo.
    Conto com você do lado de cá.

  • Julio Cesar Montenegro

    Como já ouvi de uma empregada doméstica trabalhando para uma família cuja crise entre si impedia qualquer atenção real aos outros: “não me queixo do muito trabalho, mas da falta de atençaõ”. Não sei de quem você espera atenção… Da minha parte (ex-jornalista no falecido, ou assassinado, semanário Opinião de oposição à ditadura) tenho grande admiração pelo seu trabalho. Justamente por você não ser um “jornalista profissional” mas um pensador/ crítico… amador. No seu caso: amante do que faz.
    Até suas dúvidas e incertezas são, para mim, admiráveis. Principalmente por sermos, por nascimento e formação, classe dominante. Justamente uma camada que, depois de usufruir de “superior” autoridade por 5 séculos começou a ser questionada pelos “inferiores”, o que não só era de se esperar como bastante tardio. Colocar, com sua paixão, em questão a própria e confortável posição social é sinal de rara integridade moral e riqueza mental.
    Pode não valer muito, da minha parte você não tem apenas compreensão, mas uma agradecida admiração. Muito obrigado.

  • É Edu (permita-me o tratamento carinhoso) tem certos dias que bate um desânimo!! Mas passa. O jeito é ouvir o Chico com a música do mesmo nome ou então “Gente Humilde” “e euque não creio, peço à Deus por minha gente…e por você, um cidadão da melhor qualidade. Não entregue os pontos.

  • Rachel

    Eduardo
    Acho que tudo isso que você escreveu é o que diferencia um político de um militante. Eu jamais poderia entrar para política, simplesmente não tenho estômago para isso. Assim como você, perdi por ser militante. As únicas pessoas que tenho na minha cidade, da minha família, não falam mais comigo. Eles são todos do PSDB. Liguei para um tio, que disse na minha cara que não queria mais saber de mim, isso tudo porque respondi um dos muitos emails que eles me enviaram sobre a Dilma. Mesmo assim não me arrependo de nada que fiz e faria tudo de novo. De tudo que foi falado sobre a ida da presidenta Dilma, lamento apenas o elogio a Folha. No mais, ela falou… “Eu estou aqui representando a Presidência da República, estou aqui como presidente da República.” Continua tendo meu voto e meu apoio. Não desanime, é com isso que eles contam, nos enfraquecer e nos dispersar. Abraço

  • Dirce

    Senhor Eduardo,

    Não esmoreça, seu trabalho é muito importante.

    Cordialmente.

  • Gerson Carneiro

    Sem caminhos pra seguir
    Na incerteza de chegar
    Quem decide por partir
    Só pensa em procurar
    Um futuro com alguém
    Não importa o que passou
    Já nem se lembra mais
    Quer é recomeçar

    Tantas vidas pra viver
    Tentando se encontrar
    Tantas coisas por fazer
    Pra se purificar
    Não consigo mais sonhar
    Já me basta o que vivi
    Sofrendo ao desejar
    Quimeras que não consegui

    Deuses do além
    Duendes do ar
    Anjos do bem
    Vão te mostrar uma luz maior
    Capaz de convencer
    Que um mundo bem melhor
    Existe em você
    Só pro seu prazer

    Tantas vidas pra viver…
    Deuses do além…
    Uma luz maior
    A força e o poder
    Sangue e suor
    De quem te fez viver
    Hoje eu sei porque
    Eu não vou mais fugir de mim
    Eu não vou mais fugir de mim

    Quimeras – Zero

    http://www.youtube.com/watch?v=oNhvbhOS1k4

  • ocator

    Reconhecimento? não tenho nenhuma importãncia, mas eu lhe admiro profundamente.

  • Eduardo, eu juro que entendo seu sofrimento e me compadeço dele. Vc com seu blog e seu trabalho em muito coopera para um país melhor….já tem seu nome na história, pode ter certeza. Lá na frente, quando contarem a história do Brasil, o papel da blogsfera, o seu papel, será lembrado por muitos e passado pra frente de geração em geração, não tenho dúvida alguma sobre isto. Hoje Eduardo, você faz a história que amanhã será contada …..seu MSM entrou para história…faz parte da nossa história hoje…Eu, confesso que acho que um muito obrigado é muito pouco perto de tudo que vc significa para democrácia e para o país. Temos uma dívida muito grande com vc …só podemos agradecer e muito. Se servir para alguma coisa, quero que saiba que aqui em casa, todos, sem exceção, conhecem seu nome, sabe o que vc faz, o que vc significa para o Brasil e para o seu povo e lhe admiram muito por tudo isto.

    Agora, sobre o evento….Precisamos entender que Dilma hoje é a Presidenta do Brasil….e como tal, tem uma agenda para cumprir. confesso que também me senti mal, desconfortável mas, entendo que quem ali estava não era nossa Dilma, era a nossa Presidenta, a Presidenta de todos os brasileiros…todos….indiscriminadamente. Precisamos entender também que Dilma não é o Lula…Lula é único…qualquer um que viesse a substituir Lula teria este problema…comparações entre os dois serão sempre fatais, para Dilma. Não é justo com Dilma esperar dela o jeito Lula de ser…Dilma não é assim e já sabíamos disto, é só ver os videos antigos….durante campanha…Dilma sempre quieta, atrás, até meio que desconfortável… Mas, amigos, votamos nela e agora é a hora de darmos o voto de confiança..vamos aguardar, vamos esperar..dois meses é pouquíssimo tempo para se fazer um julgamento.
    A divisão da militância, a divisão da blogsfera é tudo que eles querem. Independente de tudo, a luta continua…há muito por fazer….precisamos estar atentos. Cobrar promessas de governo, cobrar soluções. O Brasil está crescendo, não pode parar…é nisto que temos que focar. Não podemos esquecer jamais que um dos grandes “braços” deste crescimento foi Dilma lá atrás, com Lula como Presidente mas Dilma criando o PAC e abrindo caminhos……Agora, Dilma se tornou a Presidenta, e é nisto que precisamos focar…crescimento….o país precisa continuar crescendo….há muito por fazer…….a nossa preocupação são as metas que precisam ser cumpridas…..acabar com a miséria, melhorar infra-estrutura, continuar crescendo, reforma política….é aí que temos que ficar atentos e cobrar…este é o nosso papel principal seja quem for que estiver no poder.
    CAbe aqui uma outra lembrança…Dilma foi eleita por uma coligação de partidos….isto tem um preço. Imagino o quanto deve ter sido desconfortável para ela lá estar….nesta hora e em todas as horas, precisamos estar unidos….lembrem-se que faz tempo que eles tentam dividir a blogsfera e até acabar com ela…não podemos dar este gostinho…nunca… principalmente a gente que os combate diurturnamente.
    D.

  • Eduardo,

    A luta pode ser um tanto quixotesca, sim, mas até a burguesia, para ascender ao poder no mundo, teve seu momento de Quixote. Alguns séculos quixotescos, aliás. Eu não sei o que faria se fosse presidente, mas certamente faria entenderem que não me submeto à vontade absoluta do PIG. Mas, não sou presidente. Nem eu, nem ninguém do meu partido, que participa desse governo, embora tenha crescentes ressalvas à política econômica e à maneira de o PT dirigir o governo.

    Mas, Eduardo, o que eu quero dizer não é apenas isso. Em todo lugar em que os trabalhadores conquistaram o poder político, e mesmo aqueles onde apenas conseguiram avanços democráticos e sociais dentro da ordem estabelecida pelos donos do capital, a luta foi árdua, terrível mesmo. Mas não foi em vão. É difícil ver algumas atitudes tomadas por este governo – aumento de juros, aumento do mínimo inferior ao possível, corte de R$ 50 bilhões no orçamento, a ida à Folha – e não desanimar. Mas, o Brasil só avançará com a luta do povo, e alguém deve começar isso e tocar o barco adiante. Você e outros companheiros aí em São Paulo, muita gente aqui no DF – eu sou apenas uma figura minúscula nesse universo social -, todos têm que saber superar as dificuldades e seguir em frente. Não é fácil, mas é preciso. Os frutos virão, acredite!

    Abraços,

    Leandro Arndt

  • jose marcos

    Eduardo, acho que não estou numa hora boa para comentar algo, mais voce pode não ter mudado nada em relação ao jogo do poder, mais tenha certeza que em muitos momentos os seus textos foram muito importantes para mim e para minha familia e acho que para muitas outras pessoas tambem e no fundo isto é o que importa. Com certeza todos aqueles que foram grosseiros com voce não mereciam ter o privilégio de ler suas palavras, não estou dizendo que não poderiam discordar, de maneira logica e civilizada, como muitas vezes eu ja discordei de voce, mais com respeito pelo trabalho que voce faz. Tenha certeza que essas pessoas que voce cita se desnudaram, pois no fundo são iguais a todos a quem eles criticam. Agora tenha certeza de uma coisa, um dinheiro a mais, logico que é importante,não acrecentara nada na lembrança dos entes queridos que ficarem quando chegar a hora de sua partida, mais o trabalho que voce desenvolve ficara. Uma vez voce me deu um sabio conselho “feche o comodo da porta da emoção para não atrapalhar a razão” e voce não faz ideia de como me foi util.

    Quanto a Dilma, te entendo, tambem estou muito decpcionado , pois esta atitude LEGETIMOU não só a folha mais todo o PIG. Não posso aceitar que uma pessoa va com toda sua familia na casa de quem o torturou e matou varios companheiros seus, e foi exatamente isto que a FSP fez. Ela provou que o Governo tem rabo preso com a midia ou então morre de medo. Um grande abraço e como voce mesmo ja me disse, talvez uma boa noite de sono resolva ou amenize isto.

  • pedro dias

    Caro Edu,

    Entendo pelo que você está passando e gostaria de ajudá-lo dizendo simplesmente que você tem sido muito importante para o país e não para o PT. Sempre votei em candidatos trabalhistas, no início votava no Brizola e somente em 98 comecei a votar no Lula em funçao da ausência do Brizola. Não me arrependo dos votos que dei, não se arrependa do tempo que você despendeu nos seu blog, que eu considero o melhor blog (sujo) que existe. Leio-o mais de uma vez por dia. não pare por favor

  • Eduardo,
    Já disse aqui no seu blog no passado e digo agora, o único poder que a folha, veja, estadão tem é restrito ao território de SP. Nos outros estados da federação não cheira, não fede, nem percebemos as suas existências.
    Sei o quanto vocês de SP sofrem com esses manipuladores. Nada pior do que você se matar em campanha para governador e não conseguir elegê-lo por conta de uma noticia plantada na imprensa. Isso sim é triste, contudo a política é a arte da paciência, da não vingança, do não revanchismo, do não temor. Se você não tiver nada disso terás uma grande e dolorosa úlcera estomacal .
    Dilma deu uma aula de política naquele evento. Peguem cada momento e analisem, tem mais do que aparente, 2012 já começou e o Otavinho, coitado nem percebeu. Dilma está dando um presente a vocês de SP, aceitem.

  • Não desanime, seu trabalho de formiguinha já esclareceu e abriu horizontes em muitas mentes antes escurecidas pelo PIG.

  • Olá Edu

    Confesso que fiquei perplexo com essa ida da dona Dilma no “rega-bofe” da Folha. Lembro que a Presidenta, não tem uma ligação histórica com o PT e muito menos com suas bandeiras, então certas atitudes e medidas governamentais não irão me espantar, já é esperado. Na minha modesta opinião, ela deveria fazer jus a sua própria história, e declinar do convite. É preciso lembrar que a FSP promove um censura (via justiça) ao blog “Falha de São Paulo” e quem lutou por liberdade nesse país tem a obrigação moral de repudiar coisas desse tipo. Uma pena. Quanto a você, caro Edu, sua história e sua luta fazem parte do seu patrimônio, pessoas como você são indispensaveis, na luta por uma imprensa mais decente, por um país mais justo.

    Forte abraço.

  • Simone

    Oi Eduardo. Você ganhou o nosso respeito, o nosso amor
    e uma família maravilhosa na internet. Um beijo na família
    Guimarães.

  • Edson Luis Stinghen

    Dirijo-me também aos partidos de oposição e aos setores da sociedade que não estiveram conosco nesta caminhada. Estendo minhas mãos a eles. De minha parte não haverá discriminação, privilégios ou compadrio. Trecho do discurso de Dilma Roussef após ser eleita Presidenta da República.

    • Gabriela Fernanda

      Ou seja, ela já escolheu o lado de quem quer ficar !! O recado está dado !!1

  • Joel Miranda

    Edu, assim como você, sentí um travo amargo, mas tentei tirar do evento algo positivo. A democracia é o regime mais difícil de convivência, ele coloca em nós a obrigação de aceitar o contra posto, bom ou ruim, justo ou não, com equilíbrio e civilidade. Dilma teria de aceitar o convite pigniano e até o fez bem. Seu discurso dá recados objetivos que a Folha terá de ruminar. Lembre-se que, quem ultrapassou os limites da civilidade foi a Folha, logo ela deverá mudar o ruma de suas críticas.
    Quanto a você, não perca seu rumo, com este aparente revés. É bom sempre ter em mente, que um passo atrás, ajeita o equilíbrio e prepara para o novo salto.

  • Luiz Monteiro de Barros

    Ao término do discurso, a presidenta Dilma frisou: “Por fim reitero que no Brasil de hoje, com uma democracia tão nova, todos nós devemos preferir um milhão de vezes o som de vozes críticas ao silêncio das ditaduras”.
    Muito antes um dia ela e Lula de helicóptero pousaram em um pátio militar. Lula descrevendo o comportamento de Dilma disse dela; ………….”e sem rancor………..” é como ela reagia a tudo por qual passou.

    Ora Dilma não sendo ingênua sabendo da repercussão de sua estada na Falha, deverá sinalizar empenho quanto a banda larga e aprofundar a educação. O resto acontece naturalmente, inclusive a Ley de los médios.

    Um jornalista argentino disse que a Ley de los médios saiu por pressão popular. Pressionemos eticamente a Dilma, exigindo a nossa Ley. Fisicamente, meios de produção de conteúdo, na correlação de forças, estamos mais fracos, porem considerar outros fatores, o trabalho da blogosfera na disputa eleitoral. Façamos a nossa pressão exigindo pontualmente banda larga e educação e daí outros Eduardo Guimarães vão aparecendo.

  • JB Costa

    Eduardo,
    Acredito que esse caso merece uma reflexão melhor de sua parte. Nada de desânimo.
    Conforme escrevi num comentário no blog do Nassif, se Dilma olvidasse o convite seria a pior das opções. Posso estar enganado, mas essa é a minha leitura.
    O momento atual é de dificuldades. As demandas são complexas, a começar pela economia. O cenário internacional se revolve com as crises institucionais do Norte da África, tendendo a se estender por todo o Oriente Médio.
    Não seria salutar a nossa presidenta “comprar” logo no início de mandato essa querela. A quem estar de fora, como nós, pode parecer fácil. Entretanto, a política tem seus desvãos muitas vezes inescrutáveis.
    A FSP não saiu vitoriosa por essa suposta “rendição” da Dilma; esta, sim, foi que ganhou pela grandeza de entender o momento político.
    Você,ao contrário desse escriba, fez,e faz, muito para melhorar a qualidade da nossa mídia em geral. De minha parte sempre haverá o apoio, mesmo que discreto e de “longe”.
    Replico o que exagerei no post já mencionado: a blogosfera incide no auto-engano se imaginar-se com poder de mudar o status quo da política brasileira e/ou das relações entre o entre ela e o Poder. Não por falta de esforços, idealismo ou coisa afins, mas pelo magnitude e complexidade do fenômeno e das próprias práticas seculares de ambos.

    • Juliano Santos

      “Replico o que exagerei no post já mencionado: a blogosfera incide no auto-engano se imaginar-se com poder de mudar o status quo da política brasileira e/ou das relações entre o entre ela e o Poder. Não por falta de esforços, idealismo ou coisa afins, mas pelo magnitude e complexidade do fenômeno e das próprias práticas seculares de ambos.”
      Assino embaixo, as várias vitórias da blogsfera sobre o pig, levou-nos a submestimá-lo e a superestimar-nos.
      A reeleição do Lula, a eleição da Dilma, conseguir que a justiça investigue as falcatruas do pig, a Folha ter se retratada no episódio “ditabranda”, o desmarcaramento da mesma no caso da ficha falsa, o de todo pig no da bolinha na careca do Serra, e para coroar a entrevista histórica com o Lula, entre outras que não lembro.
      Tudo isto foram vitórias incontestáveis, belas e históricas, com a participação ativa e decisiva de nosso bravo Eduardo Guimarães.
      Mas talvez tenhamos nos embriagado com o sucesso e esquecemos o que a alguns anos atrás sabíamos muito bem. O poder dos impérios midiáticos.
      Grandiosidade do gesto da Dilma a parte, foi sim uma demonstração de poder da Folha. Reuniu os chefes máximos dos três poderes, dizendo com todas as letras: Perdemos, mas ainda somos o quarto poder.
      Em certo sentido foi bom, quanto mais cedo a blogsfera cair na real, melhor. Nós somos o David e o gigante está ferido mais não está morto.
      Agora imagina se a Folha consegue, além de levar a Dilma à sua festinha de aniversário, fazer com que o Edu abandone as trincheiras?
      Seria uma derrota dura. Mas acho que temos que respeitar o que o Edu decidir, sem cobranças. Ele tem todo direito de pensar em si e em sua família, pois tem dado o que pode e o que não pode nessa luta. Inclusive aguentando um monte de pela-saco acusando-o de tudo quanto é absurdo.
      Estamos contigo, Edu

  • Carlos Eduardo

    Eduardo,

    A sua dor é a mesma dor que eu senti em 2003 na reforma da previdência (sempre combatida pelo PT) e que me fez buscar o PSOL (que você tanto ironiza).

    Não entendo sua lógica, Dilma só está fazendo o que Lula fez!!!

    Eu de minha parte ainda sonho com o dia em que eu, você e outros brasileiros faremos como o povo do Egito, iremos às ruas e acabaremos com esses malditos.

    Abraços,

    Carlos Eduardo

  • Chicão

    Continue com sua luta, mas em nome do Brasil e de sua família, e não em nome de um partido.

  • Jose Eduardo Dyonisio

    Não sei se você lembra, foi na posse do Lula pra deputado federal. Aconteceu um fato que nos deixou frrustrados na época. É lógico que não tem a mesma força da ficha falsa, porém eu e muita gente ficamos muito revoltado. Ficou aquela polêmica se o Lula ia usar paletó e gravata na posse dele, porque ele tinha que contestar aquela instituição burguesa, aquela conversa toda. No fim, ele foi de paletó e gravata e deu declaração que o país tinha coisa mais séria pra discutir do que a roupa dele. E foi o melhor presidente do mundo. Vamos esperar os próximos passos da Dilma!

  • Vladimir

    Logo que o presidente Lula venceu as eleições,em 2002,ele deu uma entrevista exclusiva para a Globo,no Jornal Nacional,com direito a ficar na bancada com seu copinho de água e tudo.
    Aquilo pode ter passado uma imagem de adesismo,de bajulação da maior rede de TV do país. Não foi.Foi justamente o contrário. O presidente que foi espezinhado pelas organizações Globo,que teve uma vitória eleitoral roubada por uma edição fraudulenta de uma debate contra Collor,estava lá,na casa do inimigo,sentado no programa de maior audiência da TV brasileira sendo bajulado por aqueles que não o respeitaram.
    Nem por isso o presidente deixou de seguir o seu caminho natural e de cumprir aquilo para que havia sido eleito.
    Agora,com Dilma,é a mesma coisa.São eles que precisam que a presidenta vá a sua festa,não o contrário. A presidenta fez muito bem em prestigiar o evento.Sabemos que escorpião é sempre escorpião mas,a presidenta,dentro da casa dos inimigos,com os inimigos presentes,fez um discurso em defesa da liberdade de imprensa,pilar fundamental da democracia.
    Com certeza os inimigos,por mais descarados que sejam,sentiram a agulhada e,lógico,tentam propagandear,como vem tentando desde o primeiro dia do mandato da presidenta,que ela é muito diferente do presidente Lula,como se não tivessem passado quase dois anos-desde o anúncio da candidatura dela-dizendo que era um poste ,guerrilheira e outros adjetivos desabonadores,sempre tão lembrados neste blog.
    Não há,portanto,com o que se desanimar,pelo contrário,o papel exercido aqui sempre foi e continuará a ser importante e,mais importante ainda,será quando discordar de uma atitude de nossa presidenta,como agora. Minimamente enriqueceremos a discussão. Isto é democracia. Foi para isso que lutamos. É para isso que vivemos.

  • Abel Duarte

    Companheiro Eduardo, ressaca emocional é inevitável e legítima. Já senti algumas ao longo da minha vida de militante idealista. Mas depois que passa, fico ainda mais convicto que a minha luta não tem RG nem CPF. Não luto pelo Lula nem pela Dilma. Luto por um mundo melhor. E sei que você tem a mesma inspiração. Só com um pequeno detalhe que nos diferencia: Você é o melhor blogueiro desse país. Isso não tem preço, meu brother. Fica assim não.
    Deus te abençoe sempre.
    Grande abraço!!!

  • Odette Seabra

    Não costumo elogiar o Blog porque nele estou diariamente. Já faz parte da educação política da minha casa comentar as matérias aqui veiculadas.
    Estou entre as pessoas que não rejeitaram in limine a presença de Dilma na festa da folha. No entanto concordo que é muito dificil engolir aquele discurso. Mas nada é tão absoluto.
    O seu trabalho tem extraordinário valor e é reconhecido por isso, veja-se o número de acessos. Que seu desalento de hoje não bloquei a sua criatividade e inteligência política é o que desejamos. Vamos todos continuar por aqui ! Um grande abraço.

  • Fátima Sousa

    Que é isso, companheiro ? Tenha fé e confiança na inteligência da nossa Presidenta. Ela já aguentou coisas piores. Está onde está hoje, não é de graça. Prefiro ter fé ! Leia sobre o assunto no Altamiro Borges. Está muito bom o texto sobre isso. Abraços !

  • Chico Mendes

    Eduardo Guimarães,
    Se você escrevesse tal qual Paulo Henrique Amorim tenha certeza que você ganharia mais desafetos aqui neste blog. PHA critica quando tem que criticar, elogia quando tem que elogiar. Assim faz e deixa os leitores cegos em polvorosa. Pois uns leitores somente querem elogios ao governo e quando vem uma ácida crítica de PHA ao Executivo o mundo vem abaixo.
    .
    Você não abandonou o barco coisíssima nenhuma, apenas se incomodou com um movimento deste governo. Na hora que a Folha der uma cacetada certeira na Dilma ela acorda…. Espero.
    .
    Pode acreditar Eduardo Guimarães, quem convenceu a Dilma a ir a este evento foi os moderados do PT, uma turminha que segundo PHA tem adoração ao Daniel Valente Dantas. Um Folha de São Paulo forte e prestigiada é um ótimo veículo para o homem mais poderoso do Brasil nos últimos 20 anos: DVD.

  • João Volino Corrêa

    Grande Edu,

    Sinceramente, a mim apenas o fato de não ter se referido a função na forma que havia determinado, como PresidentA, me chateou.

    No mais, o simples fato de marcar presença naquele reduto como convidada mal quista, como pós-candidata vitoriosa na guerra que os próprios infantes derrotados haveriam de se submeter, recebendo-a com pompas de chefe de Estado, e a todo o ministério, ao contrário do teu sentimento, foi para mim motivo de regojizo.

    Imagine o teu pior inimigo tendo que convidá-lo para adentrar tua casa, sentar na ponta da mesa, proferir discurso e levar como convidados todo o séquito que os teus mais baixos instintos repudiam com o ódio mais vil e apaixonado?

    Não diminua a razão sublime da tua missão ao rés da emoção subjugada pela ideologia messiânica.

    Democracia também se faz com tolerância. Tolerância, teu nome é Vitória!

    Forte abraço de um grande admirador – e também dedicado a cidadania inútil das horas perdidas nas nobres causas.

    Saúde

  • Ivan

    Salve Edu,

    Compartilho com você o desalento, mas ainda quero acreditar que Dilma sabe o que faz.
    Talvez devêssemos dar um voto de confiança à Presidenta.
    Mas concordo que o discurso, aliado à imagem da Presidenta, juntamente com seus ministros no beija mão da Pholha é de desanimar qualquer um.

    Abraço

  • Fernando Lamanna

    Eduardo, tenha calma. Veja a atitude da Dilma como um ato estratégico. Preste atenção ao trecho do discurso onde ela fala do respeito à pluraridade de opiniões, da nova relação do leitor com os meios, etc.! Isso não é homenagem à Folha, isso é destaque para a condição atual da produção e circulação de informação que envolve a internet e principalmente os blogs, como este. Pra mim, quando ela fala da necessidade da circulação livre de opiniões plurais e sem preconceito, ela está atacando a Folha nas entrelinhas, é evidente isso.
    Mas eu acho que o post de hoje de um comentarista do Nassif fala melhor do que eu sobre esse assunto:

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-pragmatismo-de-dilma-e-o-auto-engano-na-blogosfera

    Grande abraço.

    • eduguim

      Também faço sugestões de leitura:

      1 – Reinaldo Azevedo elogia discurso de Dilma na Folha e pergunta: “E agora, Petralhas?!” http://bit.ly/dEZl4R

      2 – Estadão elogia discurso de Dilma na Folha e diz haver “enorme diferença” dela para Lula http://bit.ly/gUopph

      • jose marcos

        Pois é, é como eu ja disse a ida dela deu nisso, legetimou o PIG e ricularizou quem luta pela verdade.

      • Juliano Santos

        Edu, entre a vontade do pig de cooptar a presidenta e ela sucumbir existe uma grande diferença.
        A ida dela foi um paço nesta direção? Talvez, aguardemos os próximos. Enquanto sentimos essa “dor de corno”, é claro

      • Jonas

        E quer dizer então que dá algum valor para o que escreve aquele ameba do Reinado Azedo? Pára!

  • Nora Cúneo

    Edu, entendo muito bem o seu “Desalento”, também fiquei irritada, porém não concordo que vc não tenha reconhecimento. Vc é muito respeitado aqui e fora deste nosso MSM. Vamos ter calma, ainda que pareça difícil. Eu fico pensando “será que Dilma iria caso o Lula não aprovasse?”. Meu abraço respeitoso de sempre.

  • Valdir

    Prezado Eduardo: Mesmo aqueles de espirito forte de quando em vez sentem-se desanimado.Isso é natural. Voce vai ver que esta dor passa e que um novo dia cheio de alegria e muita luz virá.Como homem de empresa voce sabe que estratégia é algo que nos indica a direção para atingir a missão. Dilma tem uma missão como executiva que “é tirar o povo da miséria” Palavras dela. E qual é a estratégia política dela ? eu não entendí ainda, mas com certeza ela tem. Há um ditado chines que diz ” se voce deseja pegar o tigre, vista-se de porco” , pois tigre vai pensando em engolir o porco e aí o caçador mata o tigre. A vida nos ensina que muitas vezes melhor do que mandar espiões para esses encontros sociais é voce ser o próprio espião. Jogando conversa fora de forma indireta às vezes colhe-se bons frutos com algumas respostas.Não acredito que Dilma tenha traido o seu eleitorado.Ela sabe perfeitamente de que lado está o PIG e do mesmo modo que eles queimaram LULA, vão queimá-la tambem, é só questão de tempo. Portanto, caro Eduardo, mantenha a calma e fique antenado como sempre voce esteve . Quando agimos sob fortes emoções às vezes o resultado não saem como desejamos. Dilma tem que ter muita calma para concluir a mudança que o Brasil precisa e tem que ter muita classe no papel que representa. Um grande abraço e conte comigo.

    • Bom dia, Eduardo e seguidores.

      Perfeita a análise do Valdir: sinceramente, também não creio que Dilma esteja capitulando ao PIG. Concordo que ela deve ter estratégias que, ainda que não imaginemos quais, serão usadas no decorrer do seu mandato.

      Tenha fé, cara, e acredite que o seu trabalho no Blog da Cidadania tem sido pra lá de importante para que milhares de pessoas possam conhecer e entender o que é viver em um país onde a picaretagem midiática tem o aval dos poderes constituídos.

      Fraternal abraço.

    • Regina

      Muito lúcido. Parabéns.

  • Marcio Batista Martins

    Primeiro, ler o estadão eo RA é pedir pra sofrer. Segundo, e a campanha da violência que eles fizeram e com ela conseguiram seguidores anti-dilma, como ficá? O Reinaldo Azevedo falou mal da dilma até ontem e claro que tinha de dar um jeito de provocar “os petralhas”, ele é pago pra isso.
    Gente, descansem. Façam como eu fiz: encerradas as eleições, curti merecidos dias em Paraty (RJ), uma delícia. Melhor a Dilma ir ao evento da Folha do que meus cabelos embranquecerem em mais uma tentativa de golpe, como ocorreu diuturnamente no governo Lula.
    Galera, vamos descansar um pouco. Praia. Melhor a folha recebendo a Dilma do que tentando derrubar já em fevereiro.
    Praia.

  • Leonardo Vasconcelos

    Ler um editorial hipócrita do estadão enaltecendo a Dilma pela questão da “democracia” e “liberdade de expressão” (deles, é claro) é dose, mas pior ainda é constatar todos os dias que ninguém do governo tem a coragem de desmentir as críticas diárias que esses jornalecos fazem ao governo Lula!

  • Charles

    Eduardo,também fiquei muito chateado com a ida da Presidente(a) à fôia.Ainda estou “procurando” explicações para o que aconteceu.Como foi a primeira vez,não tenho opinião formada sobre o assunto.Vou esperar mais um pouco.De qualquer forma:estamos de olho.
    Em relação a sua(nossa)luta:NÃO FOI E NÃO SERÁ EM VÃO.Abraços Socialistas.

  • Eduardo, acho que

    1) nossa militância não pode mais tomar tanto tempo. Não mais do que uma hora de nosso dia;

    2) não podemos mais apoiar o pé em território governista. O terreno ali não é firme;

    3) temos que lutar, sim, por nossos ideais, mas evitando prejudicar nossa vida pessoal.

  • É que vc só serve de massa de manobra para esta gente.

    O poder tem facetas que vc nunca saberás.

    O poder tem domínio sobre os meandros deste poder.

    Roubalheiras tipo PCdoB, Mensalão e Alstom são concessões que o poder entrega para manter até os mais ferrenhos opositores como aliados.

    O verdadeiro poder não rouba mas exerce o controle sobre todas as atividades

    Nada passa sem ser controlado, Drogas, Armas, Nióbio, Imprensa, PIG, portos, navios, caças.

    O poder tem exercito, tem armas (legais) sobe morros, mata, esfola.

    O tal do PIG só é mais uma nesta cadeia sujeita ao poder.

    O verdadeiro poder é muito mais poderoso.

    Pergunte ao grupo de “Bilderberg” o que significa poder.

    Dilma, Chavez, Evo, aqueles menos cotados do Equador, aquele pedófilo do Paraguay, aquele outro pedófilo da Nicarágua, Fidel.

    Este grupo só tem poder menor sobre coisas pequenas,(para eles).

    Este grupo, no máximo controla a logística de produção, distribuição e financiamento da cocaína.
    Assim trabalham com as máfias russas chinesas, e outras vertentes menores.

    Poder mesmo esta na mão de outros.

    Quanto a sua ou a minha opinião a respeito de qualquer um deles vale só para nós que ficamos aqui nos degladianto na internet.

    Como diria o americano, “They give a shit on us”

    • O troll boçal esfregou as mão e achou que seria a hora de soltar seu veneno medíocre e se aproveitar da situação.

      Caramba! como são traiçoeiros e desprezíveis esses vermes tucanos!!!

      Trollando, trollando, trollando…

  • Remindo Sauim

    Não esquenta. Pense nos problemas que a casa na praia te traria: engarrafamento de trânsito na ida, terias a casa assaltada fora da temporada e serias assaltado no comércio litorâneo durante a temporada, pegarias micoses na areia e terias uma insolação cortando a grama que teima a crescer no verão. Isso sem contar o Iptu, as contas de d’água, luz, telefône, TV e internet a cabo, sem esquecer da zeladoria, da doméstica, dos parentes chatos que adoram aparecer sábado a tarde, do vizinho de direita da direita e do funqueiro à todo volume da casa da esquerda. Perderias o que ganharias no trabalho que dançou sem o esforço de realiza-lo. Que sorte,hem?

  • Júlio Cézar

    O que mais incomoda são esses PTistas, telespectadores da globo, que vivem no mundo da fantasia. Quem tem acompanhado os noticiários da tv e os jornalões, já percebeu que o P.I.G tá mansinho porque está com medo da Ley de Medios do Governo. Li muitos comentários de PTistas felizes com isso. Ora, não precisa ser nenhum expert em PIG para saber que isso vai passar logo. Assim que a bendita Ley de Medios começar a sair do papel (se sair), os ataques voltarão com força total. E sabemos que não dá pra confiar no Governo. Verdade seja dita. Nos últimos 8 anos o governo fez muito pouco para enfrentar o P.IG. Passamos 8 anos vendo a Globo e a Band usarem seus telejornais e até os programas “humorísticos” para atacarem o governo, enquanto puxavam o saco dos políticos do PSDB-DEM, e o governo continou inchando o PIG com as verbas de publicidade na esperança de ver a grande mídia direitista ficar mais comportada. Enquanto isso, a imprensa “séria” (carta capital, caros amigos, tv Brasil) continou na miséria. Uma coisa é o Obama elogiar a Fox News, por educação, quando é entrevistado por um jornalista daquele canal conservador. Outra coisa, muito diferente, é a presidenta Dilma preparar um discurso e ir à São Paulo para lê-lo no aniversário de um jornaleco que apoiou o regime militar. Outra coisa, nos E.U.A. o presidente Obama disse em alto e bom som que o canal a cabo Fox News – que nem é concessão pública- é ligado ao partido republicano. Alguma fez o Lula ou a Dilma disseram que TODAS as emissoras de tv do Brasil – que são concessões públicas – são ligadas ao PSDB-DEM? .

    “A ley só sairá por pressão popular como aconteceu na Argentina para dar sustentação a Christina. Passos a serem dados; Banda larga é a forma de aumentar essa pressão. Educação extensiva, proposito de Dilma aumenta de forma eficaz que o povo paute a midia”

    Acha mesmo que a internet banda larga basta para a ley de medios sair do papel? Quantos brasileiros você acha que conhecem a blogosfera? Uma minoria que busca a internet para se informar prefere ler o G1,da globo. E isso não vai mudar. Quanto mais brasilerios tiverem acesso à internet, mas comerciais a globo vai colocar no ar para atrair esses cidadãos. Não foi bem isso que aconteceu na Argentina.

    Na Argentina, a grande mídia também é conservadora. Por isso, nos primeiros anos de governo Kirchner, a tv pública de lá – o canal 7-, passou a receber muito, mas muito dinheiro do governo. Além do mais, a tv pública da Argentina, além de receber dinheiro do governo, também exibe comerciais, por isso tem uma excelente qualidade de som e imagem, belos cenários, bons aprentadores e transmite o principal campeonato de futebol daquele país, o que acaba atraindo os telespectadores que antes só assistiam às tvs comerciais. O principal telejornal da tv pública argentina é o ‘vision siete’ que é exibido 4 vezes ao dia. Quando a Ley de Medios argentina ameçava sair do papel, o grupo Clarin e la nacion usaram seus veículos (tv e jornais) para atacar o governo, dizendo que travava-se de uma tentativa de censura. Foi aí que que entrou o ‘canal 7’, com seus telejornais esclarecedores, que mostravam “o outro lado”.

    Se o governo não usar a tv para esclarecer a população sobre a ley de medios, vai dançar.

    • Pedro Soto

      Cabe acrescentar, também, que o canal 7 argentino tem (ou tinha, eu assisti quando estive em Buenos Aires) um programa humorístico com grande audiência que debochava do PIG de lá.
      Imaginem isso na TV Brasil, que delícia! É atrás dessas coisas que temos que lutar aqui no Brasil. Será que é tão difícil assim?
      Olha aí, Eduardo, vamos correr atrás.

  • MARCCIO CAMPOS

    Prezado Edu,

    também me sinto ultrajado com o episódio (imagina com o conjunto da obra…)…

    me solidarizo à tua indignação!

    sigo (já há muito!!) entristecido ao vislumbrar os caminhos tão tortuosos que seremos obrigados ainda a trilhar…

    parafraseando uma velha raposa (muito felpuda!!): – “que República!!”

    q-u-e R-e-p-ú-b-l-i-c-a!!…

  • Nana

    Edu, você faz um trabalho maravilhoso escrevendo neste blog. Você consegue redigir textos sobre qualquer assunto de forma tão clara, inteligente que deixa pra trás muitos jornalistas formados nas melhores universidades deste país. A Presidenta quer ter sossego para realizar os seus projetos que são mais importantes do que o PIG! Só isso. Nem que ela quisesse fazer pouco caso, não poderia neste momento. Nem mesmo o Lula que é amado e admirado por mais de 90% da população teve essa coragem, imagina ela que está só começando? Sinto que agiram desta forma para manter o brasil no rumo certo! Não vamos abandoná-la logo no início que é justamente isso que eles querem. Já pensou em escrever um livro? Certeza que será um sucesso! Sua casa na praia será uma realidade. Desanima não, gosto de ler seu blog. Espero que seja apenas um desânimo momentâneo.

  • Cuidado para que não detonemos Dilma da mesma forma que fizemos Erundina, quando esta, prefeita, foi acusada de “adminstrativismo”, em seguida veio o nada “adminstrativista” maluf e deu no que deu, devagar com o andor que o santo é de barro, vamos sim, lutar por exemplo pela implantação da banda larga, prá isso contem comigo, prá detonar Dilma, não
    Não estou me referindo ao Edu, mas alguns leitores, incluisve de direita, que estão pondo lenha na fogueira

    • Aproveitando o paralelo histórico, queria lembrar o início do Governo Lula, quando muitas pessoas apressadamente taxaram o Lula de traidor e disseram-se decepcionadas, por causa da reforma da previdência.

      Depois de oito anos de governo lula e vendo tudo o que ele fez pela classe trabalhadora, podemos ter uma noção de quanto foram apressadas e injustas aquelas críticas, principalmente considerando que aqueles que sairam do PT atirando em lula por causa daquela reforma, fizeram muito, mas muito, mas muuuuito menos que o Lula e o próprio PT fizeram pelos trabalhadores deste país.

      Também gostaria de ver a Dilma dando uma solene “banana” para a família Frias e tenho convicção que ela também gostaria de fazê-lo. Porém em política os gestos institucionais são muitas vezes interpretados de forma diferente do que se deseja e esse pequeno troco, que no fundo nada muda, poderia prejudicar a tramitação de qualquer projeto de democratização dos meios de comunicação no Brasil.

      Prefiro me concentrar no mais importante, a nossa “ley de medios” ou equivalente, que quebre o oligopólio das comunicações, a popularização da banda larga e o fim dos privilégios injustos para os grandes grupos de comunicação. Se isso for feito, os salamaleques nos aniversários dos jornalões não terão importância.

  • Milton Roberto freitas

    Tudo vai pela maneira que vemos as coisas,tenha idade para saber que em tempos normais não veriamos petistas em festa da burguesia paulista .
    Porem vejo que hoje ,estamos entrando onde era dominio exclusovo deles .
    Não se trata de estar no mesmo espaço ,mas sim oque se fala ,oque se propoe a fazer e como se conduz os destinos .
    Nos estamos acopupando espaços nunca antes pensado, e ele a minoria que se junga maioria tem que engolir .
    Dilma e PT foi a festa como governo ,foram recebidos como tal e sabemos como esta minoria sofre ao ver tal fato.
    Não computo isto como derrota pois muitos estão tendo que aceitar o diferente em seu ambiente que antes era destinado aos iguais .
    Pobres em faculdades .
    Negros ,nordestinos e brancos duros ascendendo a espaços nunca antes inaginados , e eles tem que engolir .
    O radicalismo deixamos reservado aos que vivem do grito e ganham dinheiro e votos no grito ,como H.H que sabe ao concorrer a prefeirura ou ao governo de seu estado ou não ganharia ou não poderia fazer tudo que grita .
    Assim Edu não veja nisto uma derrota mas uma vitoria ,porem estaremos atento a todas as ideias referente a regularização da midia e banda larga .
    Uma vitoria pode ser construida por dentro tomando o espaço ,e Brasil melhorou graças ao fato de o PT ganhar este espaço ,lidar com o diferente sem ser igual ,e não ficar no grito .sem se misturar mas ficar apenas no grito .
    Uma coisa é estar junto outra é ser submisso.Afinal porque perder a oportunidade de ver todos referenciar a nossa presidente ,se ela foi eles tiveram que convidar.

  • Publiquei, mesmo sem prévia autorização, seu post em meu Blog.

    Achei ele muito significativo.

    A minha resposta tb esta lá

    Se vc não autorizar, obviamente retiro imediatamente de lá

    http://tinyurl.com/4tv8xws

    • eduguim

      meus textos são públicos. jamais proíbe que os usassem, mesmo usando para me atacar

  • Eduardo:

    Levanta, homem! Vc pode ter perdido dinheiro, tempo, energia e a esperança, mas jamais o seu VALOR.
    Um cidadão que pode dizer que estava ébrio de ideais NÃO TEM PREÇO!
    Um cidadão que pode viver a Verdade como você faz neste texto, sem precisar paparicar quem quer que seja – ao contrário do que vc diagnostica com magnífica precisão no penúltimo parágrafo – ,
    VALE OURO!

    Entendo seu desalento, pouco se pode esperar de um País com uma plutocracia altamente vitaminada há seculos.
    Mas por mais que este Governo desaponte, não podemos nos esquecer de que estarmos a salvo de Serra e Aloysio. Pense!

  • ana

    Caro Edu cotidianamente faço minha ronda pela blosfera, rarssimas vezes posto algum comentario (pois normalmente muitos ja -o fizeram e sempre coincide com minha opinião outras é por preguiça) mas hoje ao ler seu post fez-se necessario minha humilde opinião .Edu vc ja parou pra pensar que é extamente essa a vitoria do pig nos decepcionar e nos por de lados opostos? Sim pois podemos ate ser uma formiguinha diante da “grande midia” ,mas picamos e como nossa picada doi. Como vc pode dizer que foi envão pirou é? Meu caro ,não o conheço pessoalmente apesar de ja ter estado em ambientes onde vc estava presente( timides) , no entanto respeito e gosto de vc, torço sempre pela saude da sua pequena e este blog é rota cerat quando estou navegando . Meu caro quero em poucas palavras lhe dar um exemplo de decepção, em 2005 me desfiliei do partido dos trabalhadores, quando dei por mim já tinha caido na armadilha e estava revoltada com Lula, uma grande amiga me chamou na “chincha” e então eu percebi que logo eu que me arvorava de grande analista politica não tinha percebido o obvio. Me filiei novamente ao PT. Caro Edu a decepção é para ser vivida e superada ,meu querido não vamos dar esse gostinho ao pig ,não credito que a presidenta tenha tenha esquecido as eleiçoes e mais pensa caso ela tivesse recusado o que seria primeira pagina do pig?
    por ultimo eu e mais centenas de pessoas temos vc como referencia um grrraannddee abraço.

  • José Miranda

    Eduardo, grande combatente, eu tenho por você uma grande admiração! Não se desiluda com os meandros da politicalha – política canalha! Você é superior a isto tudo: você diz claramente o que pensa, defende com honestidade seu ponto de vista e mais do que tudo – VOCÊ É UM CIDADÃO QUE PROCURA PLENITUDE DA JUSTIÇA EM NOSSO PAÍS E NO MUNDO! Isto é muito raro. Lembro-me quando fui detido na Polícia Federal durante a Campanha de Lula em 1989 por portar, com outros companheiro e companheiras, uma faixa contra o Pinochet, em pleno Maracanã, num jogo do Brasil com o Chile (aquele em que o Rojas fez a encenação do rojão). Eu fui escolhido pelo delegado a dar o depoimento por todos os que estavam ali detidos. Foi-me perguntado porque eu e o pessoal estávamos ofendendo um chefe de estado de nação amiga do Brasil! Respondi que era porque ele não respeitava os Direitos Humanos. O delegado espantado, então me perguntou o que é que eu tinha haver com os Direitos Humanos. Respondi que eu lutava para que os Direitos Humanos fossem respeitados no Chile, no Brasil, na América do Sul e em todo o mundo. O delegado ficou pasmo, creio que gostou da minha sinceridade e mandou que não constasse do depoimento essa passagem porque ele seria obrigado a me prender e me mandar para o antigo (nem sei se existe ainda) DPPS.
    Veja o que quero lhe dizer com esta história de minha juventude. Nunca é demais dizer o que se pensa e sente. Sempre haverá aqueles que serão seus inimigos, porém, muitas vezes aparecerão quem realmente é seu amigo – mesmo que em um simples ato de não lhe prejudicar com inquéritos, prisão, etc.
    Vá em frente, Eduardo, você tem muita gente do seu lado, inclusive a mim!
    Força e coragem, jornalista de primeira grandeza que você é!

    • eduguim

      É sempre um estímulo ler um texto como esse. Revigora a gente.

  • Bom dia Eduardo,

    Meu amigo, já descobri que na luta por uma sociedade mais digna e politizada, a decepção faz parte. Mas mais importante que a decepção, é a capacidade de continuar, não desanimar (muito) e de ser perceverante face as decepções.
    A presidenta fez uma tremenda cagada (desculpe pelo palavrão, mas não há outra denominação que mostre o que foi o seu ato) ao comparecer ao evento “daquela folha”.
    Não engulo e não vou engolir o que aconteceu, mas não vou deixar de lutar. Acho que você também não.
    Respiro fundo, levanto e continuo andando, mesmo recomeçando a andar beeem devagar.

    Respire também, xingue bastante (bastante mesmo!!!!), e recomece a andar.

    Você merece, eu também!

    E muitos, mas muitos mesmo necessitam desta nossa caminhada.

    Abraços e tudo de bom, sempre.

  • Carlos J.Ribeiro

    Casa de praia? Vendi a minha. Só deu problema. Agora, alugo uma. Quanto ao mais, calma. Seu “desalento” é natural. Eu também fiquei um pouco decepcionado com o que aconteceu. Mas penso que o gesto da Pres. Dilma confundiu ainda mais o otavinho e seus pares da velha imprensa, que eu prefiro chamar de imprensa velha. Tanto é que, li não sei onde, o Estadão fez um editorial elogiando-a. O Pres. Luiz Inácio não iria ao regabofe. Mas ela foi. Olhou o inimigo no olho. E não piscou.

    • Pedro Soto

      Com casa de praia a gente tem duas grandes alegrias: quando compra e quando vende.

    • MA_Jorge

      Esta da casa de praia é verdade, principalmente se seus filhos já estiverem com mais de 16 anos. A casa de praia só ganha mesmo se comparada com uma piscina, esta sim o pior investimento que se pode guardar para a velhice.

      Se vale aqui um conselho, que tal uma chácara, não mais que 5 mil metros quadrados, lugar tranquilo e a não mais de 1200 metros de altitude. Tem que ser algo que acomode uma pequena horta, pomar, etc. e que permita noites calmas para umas boas conversas com a amada, acompanhado com música e muito tempo live para leituras. Receber de quando em quando filhos e netos e terminar sempre os dias em harmonia, como só uma vida justa e de realizações simples podem completar.

      Isto sim é que é uma vida produtiva bem finalizada; exemplos que se eternizam até nas pequenas coisas, muito além desta insanidade de querer cada vez mais, as custas sabe lá de quem ou de quais princípios.

      A vida é e deve ser simples, nós é que queremos complicá-la. Bela mesmo é aquela frase que diz:- “As coisas mais importantes da vida não são coisas.”

      Abraços

  • Sel Gallucci

    Edu, sempre acesso seu blog e quando acho pertinente publico um comentário. Sei que você e outros blogueiros ficaram decepcionados com essa atitude da Dilma, no momento em que fiquei sabendo que ela iria à Folha também fique surpresa, mas temos que ter o mesmo sangue frio e estômago que a Dilma teve de ir até lá. Tenho certeza que como uma estrategista e agora presidenta ela vai saber conduzir o governo da forma a privilegiar o povo brasileiro. Creio que ela foi lá por alguns motivos e nas entrelinhas do seu discurso dá pra fazer algumas análises:
    1) Foi dizer diretamente que não quer censura, como estava sendo acusada (desmentiu a Folha no seu território)
    2) Foi dar seu recado que não guarda rancor, mágoas ou é revanchista
    3) Foi mostrar autoridade (quem manda é ela)
    4) Foi dizer ao PIG que a relação dos leitores com os jornalões mudaram por conta da internet (e blogs como o seu tiveram papel fundamental nesse processo)
    5) Foi clara ao dizer que estava lá como presidente (por conta do cargo) e não presidenta ou como a pessoa Dilma (isso foi um soco no estômago)
    6) Observe a foto do Otavinho ao lado dela (notável desconforto) e ela como uma grande estadista sorridente e superior (http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/2204-festa-de-90-anos-da-folha#foto-42853)

    Só essa foto valeu a ida dela lá. Ela é maior que o PIG. Ela sabe que vai ter que mexer no vespeiro do marco regulatório e conversar com todos os envolvidos, desde de parlamentares que tem TVs e rádios até a própria imprensa. Outra coisa, o próprio PIG tem interesses no marco regulatório das comunicações, pois com a entrada das teles no mercado, eles correm o risco de morrer e vão precisar da Dilma para regulamentar a entrada das Teles, isso não quer dizer que ela vai ceder, ela é muito inteligente e vai saber fazer a regulamentação sem favorecimentos e garantindo a pluralidade dos meios de comunicação como ela mesmo fez questão de dizer no discurso da Folha. Força Edu, estamos atentos e na luta. Abraços!

    • Miriam

      Você disse tudo. Que clareza! Gostei muito de ler, obrigada.

  • Wagner L.

    Apesar do episódio da Folha ser de embrulhar o estômago, talvez você esteja subestimando nossa Presidenta. Ao invés de declarar guerra logo no início do mandato, ela parece estar assinando um tratado de não agressão, que ela deverá jogar no lixo no momento oportuno. O importante no momento é baixar a guarda do PIG, algo que ela tem feito muito bem. Lembre-se que estamos apenas no começo de um jogo que têm mais uns 3 anos pela frente. Acredito que seus esforços serão recompensados.

  • Marcos S.

    Siga firme, Edu. Isso nos faz passar mal, sei. Mas é da política; a Dilma tem que aparar as arestas. Tem um bom texto do Nassif no blog dele hoje sobre isso.

  • alex

    Eduardo.. tb não gostei de ver este baba-moça governista …
    Mas algo me diz que Dilma sabe o que está fazendo …
    Edu: esta Senhora passou por maus bocados na vida. Sente de longe o perfume de um traíra.
    Ela poderia ter declinado o convite. Claro, Edu! Claro ..
    Acho que a ida dela lá e que chama a atenção … intrigou-me.
    Não se esmoreça, meu caro!
    Mesmo pq o bem que vc fez pra blogosfera está registrado..
    Tem mais: vc tem milhares de seguidores. Gente que depende de vc e de mais meia dúzia de blogs para se informar.
    Eu, por exemplo, há anos passo aqui pelo Cidadania, quase todos os dias. E muitas vezes.

    abs e obrig pelo seu esforço
    alex

  • Miriam

    Edu, não é para sucumbir. Às vezes as coisas são irritantes, mas e daí? Melhor não se abater e nem dar tanta trela ao que as pessoas dizem. Tanto faz quem vai prestigiar os 90 anos da folha, não muda nada. Quanta coisa já fez Movimento dos Sem-Mídia, já incomodou muito e vai continuar, mas é melhor focar em coisas mais importantes. Não deixe de fechar bons negócios.

  • maria regina

    Calma Edu. Não menospreze sua importância, pois assim como eu, muitos passaram a acompanhar e compreender a realidade política através do seu e demais blogs “sujos”.
    Não quero crer que o comportamento de nossa presidenta não esconda algo que ainda não conseguimos compreender. Acredito que os esclarecimentos serão dados pelo presidente Lula, assim que retomar seu espaço político.
    Dentre as considerações feitas pelo Nassif, o fato da presidenta não ter acenado ao seu eleitorado sobre o que pensa a respeito da imprensa que a massacrou por tanto tempo, tenha sido seu maior lapso. Mas, assim como comentei no blog do Mello, talvez a presidenta tenha dado um tapa com luvas de pelica, expressando que a liberdade de imprensa e de expressão seja maior que os homens e suas épocas.
    Ápesar de morno, também causou-me espécie seu discurso. Porém, devemos considerar ser uma comemoração, portanto, não cabia um confronto.
    Como li em muitos comentários, a presidenta, em seu primeiro discurso deixou claro que seria presidenta de todos e que não carregava mágoas nem ressentimentos, convocando a oposição para governarem juntos. Considerando que vem cumprindo suas promessas, parece possível que seu discurso não tenha sido apenas retórica, o que abre uma nova perspectiva nas relações entre as forças atuais.
    Já escrevi muito, mas quero ainda dizer que nem tudo que parece ser, é. E, mesmo que seja, devemos olhar o todo e não somente suas partes, pois estas não o exprimem de fato.
    Só mais uma coisinha, sei que faz isso por todos nós, mas, principalmente, por você mesmo e ninguem melhor que você para saber o quanto as frustrações podem revelar um outro lado que não conseguíamos perceber; o quanto o tempo diz mais sobre as possibilidades e que “tudo vale a pena quando a alma não é pequena”.

  • Marcio Bastos

    o paradoxo…” SUCESSO DA DILMA É O MEU SUCESSO”

  • MANOEL

    Será que nos enganamos com a Dilma ? Logo ela que sofrera tanto nas maos desse jornalões?
    Será que o poder cega ?
    Vamos nos decepcionar com o Lula? (foi ele que disse que deveriamos acreditar nela )
    ESTOU MUITO APREENSIVO COM OS PRIMEIROS MOVIMENTOS DA DILMA

  • Geraldo Costa

    Caro Eduardo,

    A Luta sobressai aos homens que vem e passam. O Ideal fica sempre. E como o Ideal é significativo e relevante, ele e só ele, já é suficiente para reavivar a cada instante a nossa disposição por vivê-lo.
    Não gostei da Dilma ter ido na Folha, por mais que diga por ai que há uma estratégia, que tenha uma “benção” do Lula, que se trata de uma vista entre a instituição do Executivo à Instituição da Imprensa. Foi um evento dos calhordas que fazem mal ao nosso país, mas não são nem maiores nem melhores que o país.
    Tomara que este momento de desalento seja apenas passageiro e que outros de alegrias, de entusiasmos venham aos montes! Tomara! Mas agora é a hora de manter a fortaleza em pé, mesmo que se veja sinais de nevoeiro, quem sabe o vento sopre e esse nevoeiro passe logo e venha um radiante sol. Mas de qualquer modo, a fortaleza deve estar sempre firme e de pé a qualquer tempo e sobre qualquer circunstância.
    Um abraço

  • Alberto José Domingues

    Eduardo, casa na prais é frias, é melhor alugar. Quanto a nossa presidente e não mais presidenta, já que ela acha a foia uma maravilha, simplemente pedeu meu voto.

  • Rogero Spisla

    Indo ou não indo para a festa da Folha de São Paulo, a presidenta Dilma será uma ótima presidenta. Não é isso que vai desfazer o seu governo, foi uma questão estratégica, e ela optou em ir. Poderia ter escalado o vice Temer, mas não daria o mesmo efeito. Ela está mostrando para essa raça de víboras que não tem medo de tudo o que falam e pensam dela. Agora fica com créditos adicionais, deixando-os com a pulga atrás da orelha. Vamos aguardar o mandato todo, afinal ela precisa se prevenir, essa jaguarada pode de uma hora para outra montar qualquer coisa tipo mensalão e sabemos muito bem o quanto o governo Lula foi prejudicado. Eduardo, você não andava se reunindo com o ombusmann da folha um tempo atrás julgando ser conveniente? Não era uma estratégica também? Abraço.

  • P. Ilianovic

    Qualé Edu?! Não esmoreça, “é nóis”.

  • Wilma

    Boa tarde Edu.
    A mesma sensação que você está sentido, já me pegou bem antes deste episódio da Folha. Sinceramente:estou de saco cheio da classe política deste país!! Já havia feito um juramento que não votaria mais em ninguém, mas acabei descumprindo o dito cujo e acabei votando na Dilma. 2014 não está tão longe!!!

  • Caetano Greco Junior

    Eduardo, geralmente quando expressas juízos de valores em seus posts eu prefiro isentar-me em comentar, mesmo quando discordo. É que tenho por ti, além de respeito e admiração, um grande carinho. Porém não posso me furtar a comentar o “comentário” daquele que se intitulou como “augustus”, respondendo a um comentário seu ao do Leandro no dia 22/02, às 23:00 horas . Use o seu faro político e pense no que ele escreveu: “AQUELA MULHER, em somente uma hora, derrubou a tudo e a todos.”. Estou cansado de ler “trolls” com pensamento de ultra direita vomitarem que “sempre votaram no PT mas estão arrependidos”, e blá, blá, blá… Lembra-te quando manteves contato com o, na época, ombudsman da Folha? Recebestes as mesmas críticas que agora estes “trolls” fazem. Cuidado, caríssimo Eduardo, é a cizânia querido!

  • Go Oliveria

    Edu,

    Jamais deixe de colocar você e sua família em primeiro lugar. Junte a tudo os seus negócios.

    Quanto a Dilma, vamos esperar mais um pouco. Os mais otimistas dizem que ela não é boba. Ou seja, estará ela comendo pelas beiras?

    Não sei mais. Todavia, já me preveni para o futuro. Se é esta banda que ela está escolhendo; se é esta banda que ela acha que vale a pena agradar, quando o mundo der meia volta e ela começar a cair na real quando as eleições de 2014 se aproximarem – ou ele acha que estarão todos no papo? – já terei decorado completamente a letra da música “Tô nem aí”:

    Tô nem aí, Tô nem aí…
    Pode ficar com seu mundinho, eu não tô nem aí
    Tô nem aí, Tô nem aí…
    Não vem falar dos seus problemas que eu não vou ouvir

    PS: Ouvi pelo rádio que ela chamou Fernando Henrique para uma conversa…

  • Marcos

    Uma vez fui ameaçado de morte ao telefone por um desafeto… alguns dias depois estive na casa desta pessoa, sem medo, sem provocações, apenas para me certificar até onde aquela ameaça chegaria… já faz mais de 10 anos que isso ocorreu, e estou vivo até hoje… velho ditato: mantenha os amigos por perto e os inimigos mais perto ainda…
    abração

    • Caetano Greco Junior

      Caro Marcos, compartilho de sua opinião. A Presidenta Dilma comportou-se como Estadista e como Estrategista. Na minha modesta e limitada opinião, sua presença foi a demonstração de que quem venceu a contenda das últimas eleições presidenciais foi a Democracia. Foi, pareceu-me, uma porrada com luvas de boxe. O elogio ao suspensório do menino, então, foi um passa moleque. Mas, são visões diferentes e respeito as demais. Concordo, no entanto, que ficamos “do lado de fora estacionando os carros”, afinal de contas não nos “elegeram chefes de nada”.

  • Eduardo, não acredito que até você esperava pagamento por sua militância? O projeto é maior que nós, o PT e Dilma juntos! Ela comportou-se como uma grande estadista. A militância queria o que? Que ela sacasse um PARAFAL e metralhasse a diretoria da FSP por ter sido torturada, execrada e sacaneada? Não. Eu não preciso de pagamento da Dilma por minha militância. Não militei por Dilma, militei por um projeto de um Novo Brasil que iniciou com Lula e que não pode parar! #Sou_Mais_Dilma

    • eduguim

      Como você pode dizer que eu esperava pagamento se digo exatamente o contrário, no texto?

      • O pagamento ao qual me referi é ideológico. Não monetário! Como se Dilma nos devesse uma resposta mais dura na cara do Otavinho. Dilma não nos deve nada!

        • eduguim

          Dilma e todos os políticos eleitos pelo voto popular são servidores públicos e devem todas as satisfações do mundo aos seus eleitores e também àqueles que não votaram neles. É melhor você começar a rever os seus conceitos – e a explicar melhor seus pontos de vista, pois você disse, simplesmente, que eu esperava recompensa pela minha militância – sem dizer que tipo de recompensa -, o que o texto e a minha conduta negam peremptoriamente

          • Ok, Eduardo. Ou você não quer entender ou se faz de bobo e ai há dolo nesta colocação. Mas, quem sou eu para criticar o Grande Eduardo Guimarães… Sucesso em sua carreira de militante!

          • eduguim

            Não faço carreira nenhuma como militante. Sou comerciante de autopeças – comércio exterior. E a ampla liberdade que este blog oferece a críticos e até a insultadores pode ser vista nas dezenas de milhares de comentários aqui disponíveis.

    • Jonas

      Entendo perfeitamente o que disse e concordo.

  • Eduardo CPQ

    Caro Eduardo,

    ontem enviei um comentário que não foi publicado.

    Entendo sua atitude.

    Difícil, sei, mas não impossível eu estar certo.

    “Enfim, não custa nada imaginar…”

    Abraço e boa sorte.

  • Dei o meu voto de confiança ao Lula, e ele não me decepcionou. Dei o meu voto de confiança na Dilma por indicação do Lula, e o mantenho. Ela me decepcionará se colocar a polícia contra manifestantes pacíficos, virar entreguista e coisas que os políticos do PSDB + DEM + PPS fazem. Aí sim, lamentarei ter envidado meus esforços para elegê-la.

  • Matheus

    Caro Eduardo,

    não sei se vc já percebeu, também não sei se sabe disso, mas a verdade é que vc é exemplo para muita gente. Cara, vc tem uma atitude de herói. Parabéns por tudo isso que vc já fez e, tenho certeza, irá fazer ainda mais.

    Um grande Abraço

  • Nelson Menezes

    Caro Edu eu tambem fiquei fúlo da vida,falei palavrões e tudo mais,mas nós nos esquecemos de uma coisa ela é a presidenta do brasil, ela foi convidada como instituição e como tal ela compareceu ao evento éla como presidenta não pode se igualar com as atitudes destes jornalecos ela esta bem acima disto.

  • antônio claret carvalho

    Estimado Eduardo,
    Não se desalente; muitas vezes o que plantamos não vemos crescer, mas sabemos que darão frutos e que outras pessoas irão colhê-los. Isto nos fortalece.
    Eu já tive inúmeras decepções, mas nunca deixei de acreditar no ser humano. Tenho um irmão que diz que gratidão é uma palavra feita para enfeitar dicionário.
    O importante é que você não é omisso e além disto é coerente com o que diz e faz. Confie que existem milhares de pessoas ao seu lado e que comungam das mesmas opiniões, sentimentos e também decepções.
    Vamos à luta e que Deus nos abençoe.
    Abraços.

  • Eduardo,

    é duro reconhecer. Uma escorpião é sempre um escorpião. Um golpista é sempre um golpista. Não adianta fazer acordo com escorpiões.

    Solidariedade

    cristiano

  • Emília

    Entendo muito bem o que você está sentindo, Eduardo. A luta contra o sistema, infelizmente, vai a passo de tartaruga e, o sistema parece que vai via internet, mas não desista, pois você está plantando para colhermos no futuro, acredite nisso. Agora, não desista da Dilma, ela tem um jeito muito feminino de administrar, que é um tanto diferente do jeito masculino. Dê-lhe um voto de confiança, aliás, mais um voto, né mesmo. Persistência e paciência, Eduardo. Um grande abraço.

  • Lucas Soares

    Meu caríssimo Eduardo… acho que voce não faz idéia da amplitude que tomou as suas idéias.
    Já escrevi isso em outras oportunidades mas vale repetir – minha consciência política/cidadã, e de tantas outras pessoas que conheço, se divide em a.Edugim e d.Edugim… o esclarecimento e amadurecimento que tive após “conhecer” voce foi impressionante. Detalhe, moro no interior de Minas Gerais e sou estudante de Direito. E posso assegurar que aprendi mais neste espaço do que em todas as aulas que assisti, e ainda assisto, na minha graduação. O meu caso foi meio “matrix” mesmo… iluminação, esclarecimento, alcance…
    Imagine quantos casos iguais voce gerou no país inteiro. O seu legado é gigantesco!!
    Mas sou obrigado a concordar com o Locatelli quando diz sobre “apoiar o pé em território governista”. Para o seu caso específico entendo bastante arriscado. Torço para que voce mantenha a garra e faça o que tiver de fazer, mas claro, na medida do seu limite.
    Até porque, um Eduardo não fará verão… a galera toda tem que se mobilizar/organizar.

    Um grande abraço do seu fã (um dos) de MG.

    • eduguim

      Lucas, você e todos os outros que tantas palavras gentis escreveram me impedem de pensar só em mim. A gente não pode começar o que comecei e achar que basta querer parar. Eu não faria uma coisa dessas.

      • Lucas Soares

        É isso ai Edu!
        Estamos juntos

  • Moacir Teles Maracci

    Meu querido Eduardo Guimarães, entendo perfeitamente sua irritação, mas não concordo com a tese de “prestigiar a Folha” por conta dessa entrevista. Donos de jornais, revistas, da mídia, enfim, são concessionários de um bem público. Não seria estratégico da parte da nossa Presidenta simplesmente negar a entrevista. Veja bem, Edu, Dilma Rousseff sofreu na carne e venceu e graças a pessoas extraordinárias como você toda sorte de escárnios, maledicências num sem fim de falta de escrúpulos por parte dos barões da mídia que apostaram tudo na “cara feia” do Serra. Dilma Rousseff não poderia negar a entrevista, até por que nos próximos quatro anos fatalmente ela teria que conceder essa e mais entrevistas, já que ela é a nossa líder política máxima que representa nossa nação aqui e alhures. Imprensa é uma instituição para ser usada em prol de interesses e aspirações legítimas do povo, que nossa Presidenta representa, mesmo admitindo, é óbvio, a falta de caráter (para um resumo da ópera) da grande maioria dos barões da mídia que você, mais do que qualquer cidadão brasileiro, tão vigorosamente combate. Sugiro uma lida ao post do JB Costa no portal do Luis Nassif. Até o título é sugestivo. “O auto-engano na blogosfera”. Um grande abraço, Eduguim.

  • cezar

    Cara! Vamo em frente. Assim como você aqui em uma cidade minúscula de 23000 habitantes arranjei muitos inimigos. MAs estou convicto que ainda temos muito o que fazer. Você é nosso líder maior..do jornalismo alternativo…

  • Caro Edu:

    Se há duas pessoas na Internet brasileira que têm uma atuação escoteira importantíssima, essas pessoas são o Hélio Fernandes e você. Não cito o Nassif e o Kotscho porque ao redor deles existe toda uma estrutura profissional de apoio.

    Sua (de você, Edu) atuação no último ano foi fantástica, de uma coragem e de uma constância quase sobre-humana. Acho, entretanto, que agora é uma época em que o pior da guerra passou e estamos numa espécie de armistício com os donos do Brasil (e de quase todo o planeta). É hora de lamber as feridas e recuperar forças. É hora de tirar umas férias da luta, certo de que a “marca” Eduguim não será esquecida.

    Descanse um pouco, companheiro! Ter sucesso na vida profissional é também uma maneira de lutar! Nós, os brasileiros, somos muito importantes para você; mas a sua família é mais, e deve estar sempre em primeiro (e segundo) lugar. Dê um tempo! Até o Hélio Fernandes resolveu render-se (momentaneamente, espero) ao desânimo, uma forma de descansar e recobrar fôlego…

    Dê uma chegada em Bonito, aqui em Mato Grosso do Sul!…

  • Lhano

    Sei não Edu… acho q a Dilma ta chegando perto da Folha mas é pra dar o bote!
    Não sei explicar bem, eu também nao gostei de ver a Dilma lá.
    Contudo, se eu fosse o Otavinho, preferiria ficar era longe dela…
    Abraços
    Lhano

  • Deixa disso, Eduardo.
    Foi aqui neste blog, em 2005, que eu voltei a acreditar no Lula. Eu já estava fazendo até propaganda do voto nulo, quando comecei a ler seus posts. Foi então que percebi que havia uma mídia alternativa, que estava mostrando os fatos de uma forma mais ampla, sem partidarismo. Portanto, você e seu blog são extremamente importantes para muitos e muitos de seus leitores.

    Percebo que você tem uma visão quase idêntica à minha: é inimigo, vamos para o confronto (muitas de suas respostas a trolls são ferinas mesmo). Mas, nós somos meros participantes das coisas deste nosso país e a Dilma é, agora, a presidente, com a responsabilidade de avaliar todas suas ações. O confronto é ótimo para nós, mas pode ser péssimo para a presidente. Julgá-la por este ato é bobagem.

  • Thiago V.

    Eduardo, peça doações pelo site! Faça camisetas do seu blog! Recupere o $! Não tenha medo de ser feliz, não tenha vergonha de cobrar pelo trabalho ou ao menos de pedir ajuda! Eu me disponho a te mandar uma mensalidade, porque leio diariamente sem falta. Quando pulo, volto e leio todas. Abs. PS: fiquei com asco, nojo e revolta de ver as fotos dos convidados ao evento. Podre. Revoltante mesmo.

  • Lucia Coelho

    Não me envergonho estar em duvida… !!!
    Foi digno em marcar presença como representante da federação ao proferir palavras sobre democracia em ambiente suspeitíssimo , colocando o pescoço em risco???
    Foi respeitada pelos ferrenhos opositores que a consideram fantoche de cachaceiro??? piloto de catapulta ???
    Despertará na massa fétida do PIG sentimento de trégua e comiseração no aguardo de melhores desdobramentos ???
    Foi fiel aos leais escudeiros que não baixaram guarda em seus blogs durante o percurso eleitoral e agora sentem-se preteridos e literalmente traídos pela atenção dispensada aos opositores que diariamente escarnecem sua atitude nos periódicos ???
    A trupe partidária presente não alertou a presidenta que o mágico momento era ouvir os acordes da melodia como único consolo para tanta insensatez ?
    Representou-me enquanto eleitora ao participar da encenação???
    Ela é avó como eu e bem que poderia desculpar ausência para consolar neto em fase de desmame e cólicas infantis… Médicos no noticiário explicariam pertinente ausência; afinal a solenidade não demandava prestigio internacional e o meu (?) PT estava em coro para representá-la.
    Não me envergonho de continuar na duvida !!!

  • Roberto Ribeiro

    O PT e o Governo Dilma sofrem da tal “síndrome de Estocolmo”.
    Eles confundem PIG, com imprensa.
    Mês que vem José Serra fará aniversário, sei não…

    • Mariano Batista Simmes

      Do jeito que a coisa tá indo! Ela será convidada pros “comes e bebes” na mansão do Padin pade Çerra e como começou mal com a “Foia” ela pode ir até lá pra tentar se acertar com a oposição e pegar na mão do Saliere. Sei não!

  • isaias

    Por favor não desista.O blog do senhor é um Oásis frente a opig.Entendo tua decpção ,mas acredite seu blog é um instrumento de esclarecimento incrível .Despeço-me colocando o sermão da montnha aos que tem fome e sede de justiça porque eles serão chamados de filhos de Deus

  • Lucia Coelho

    Não me decepciono com os fracos… imaturos e pobres de pensamento. Deles nada poço contar.
    Me reforço com cobranças e inquietudes…
    Daquelas que bebo a cada dia em seu blog…
    Seria covarde de sua parte me abandonar….
    Covarde em esquecer seu seguidores… aqueles que apoiam seu pensar, seu ideário de cidadania.
    Sei com certeza que não foi feito para isto!!!

  • Almir

    Calma, gente. DILMA foi lá fazer um reconhecimento das trincheiras adversárias. Combatente bom é aquele que conhece bem as posições do inimigo.

  • Caro amigo… Se me permite assim o chamar, dá-me a honra de dirigir-me a sua pessoa, como amigo.
    Não veja derrota nesta ida das cúpulas dos três Poderes da República a este jornaleco.
    Eu veria sim, derrota se você desistisse destes ideais tão sagrados.
    Ai sim,a imprensa golpista teria vencido. Lembre-se. Sem a Luz a treva vence, você é um pontinho de Luz que nos guia. Enquanto não houver sua desistência a IMPRENSA GOLPISTA não vencerá.
    Abraços Claudio!

    • eduguim

      um abraço pra você e pros outros, todos muito gentis.

  • Lucia Coelho

    Voce me conhece ??? Com certeza Não !!!
    Eu me embriago com seu discurso e indiretamente te conheço…
    Culpa de sua exposição e seu pensamento que compactuam com o meu…
    Voce será sempre responsavel por pensar demais.
    Um grande peso em suas costas…

  • Carlos Sapa

    Se você não tivesse feito tudo o que você fez, não teriamos o Eduardo Guimarães que nos tanto respeitamos e que é muito nescessário para história do Brasil, o que não é pouco.

    Descanse um pouco, respire um pouco e volte renovado.

    A Dilma é um personagem da nossa história, você também.

    Isso não vai sair de você jamais, graças a Deus.

    Grande Abraço.
    CS

  • Em princípio também fique chocada, mas observando melhor vi que a Presidenta não estava se derramando de amores, não sorriu. Falou como representante de todos os brasileiros, como cargo que ocupa, mas ela própria, na sua individualidade, por sua expressão estava contrariada. Não tenha dúvidas não fomos traídos. Um abraço. VERA

  • Erica

    O que é isso companheiro? não te vi assim nem quando os trolls vinham falar bobagens com relação à tua família… não vai ser agora que vc. vai jogar a toalha… calma homem.

    Me embrulhou o estomago também ver a Dilma naquele ninho de corvos da direita, não sei o que à levou a participar daquela festa, mas posso testar hipóteses, ela pode ter sido compelida por seus assessores, pode ter sido por vaidade, curiosidade, jogos do poder, só não engulo usar a defesa da democracia como motivo, lá não, não naquele lugar, errou feio. Por outro lado, lembre-se que em todos os cortes do orçamento que Dilma fez, nenhum estava relacionado aos projetos sociais, educação ou saúde, que é a tecla que todos nós não cansamos de bater. Vamos dar um desconto, aguardar… a gente erra todo dia, somos humanos. Ruim é quando a gente nem sabe que errou, e eu não sei se é o caso.

    Ok, eu também me senti traída, depois de tudo o que nós militantes argumentamos, blogamos, fizemos, gritamos, choramos, nos desesperamos e brigamos com os mesmos leitores e amantes da Falha, da Veja, do Estadão, da Globo, entre outros, para elege-la. a gente se sente sim, desprestigiado, desvalorizado, parece que gastamos energia à toa. Dói ainda mais quando a gente lembra das “ordinárias e vagabundas”, da ficha falsa, etc, etc, etc. O Lula nunca enfrentou o PIG mas ao menos nunca lambeu-lhes as botas em festa nenhuma, na verdade pensando bem, Lula os tratava como crianças birrentas, os ignorava solenemente, talvez fosse o que mais os incomodava. Quem aquele nordestinozinho pensa que é para não se abalar com nossas críticas?

    O Lula é o Lula, a Dilma é a Dilma e a gente precisa se acostumar com isso. Eu tenho admiração por você, pelos blogueiros, militancia e todo pessoal de esquerda que ainda respira política, porque eu, sinceramente, depois das eleições, da ciumeira por causa do encontro dos blogueiros com o Lula, da briga entre feministas e Nassif, fiquei com uma ressaca brabíssima, estou me auto alienando por um tempo… essa da Dilma só foi a pá de cal, imagina se todos fizessem como eu? A direita ia deitar e rolar.

    Outra coisa, já te vi assim várias vezes, chateado, um tanto deprimido e decepcionado com situações diferentes mas similares, para no dia seguinte encontrar aqui seus textos cheios de lucidez, que incrivelmente são muito próximos aos meus anseios, temores e alegrias, então respire fundo, tenha uma boa noite de sono que com certeza esse desalento se transformará em força, força essa que te fará teclar compulsivamente em nome das coisas que você acredita.

    A propósito, que bom que vc. me readicionou no Twitter, não tinha entendido porque você não mais me seguia, como foi na época da eleição, me passou mil coisas pela cabeça.

    Abraços a todos aí e um bj especial para a Vivi.

    • eduguim

      beijão, Erica

  • Sergio Martins

    Nobre Eduardo,

    Admiro sua dedicação, e seu trabalho são indispensáveis nesse pais tão mal informado, o povo precisa de pessoas como você, que abre mão da própria vida para ajudar a mudar a de muitos.
    Lembre-se de uma coisa Eduardo: Estamos com você, as pessoas sérias de nosso Brasil te respeita e admira seu desprendimento material, por um ideal tão nobre.
    Um forte abraço…..

    • eduguim

      pra você também

  • Mariano Batista Simmes

    Esta da Dilma ir na festa da “foia” foi como uma punhalada nas costas dos eleitores que lutaram com as armas que tinhamos pra ajudá-la a eleger-se. O Pig tinha todas as armas e nós tinhamos o que? Só os Blog sujos e vencemos e agora ela faz isto indo até o Covil do inimigo prestar homenagem? Não isto é o cúmulo!
    Imagine se amanhâ ela se aliar a o Padin pade Çerra e ao Saliere. Olhe<, isto é bem capaz, pois ela não foi até ao covil dos inimigos no beija-mão? Então!

  • Janah

    Olá, Eduardo!
    Fique calmo e não se irrite!
    Aguarde o desenrolar dos fatos. Não creio que a Dilma tenha mudado de um minuto para o outro. Ela deve ter seus motivos.

  • Roberto Sa

    Caro Eduardo,

    Perdoe a intimidade, isto é consequência dos acessos diários ao seu Blog. Te agradecemos por ter compartilhado aqui seus maravilhosos pensamentos por todo este tempo e a possibilidade dou seu afastamento causa tristeza e leva à reflexão sobre as conquistas passadas e a dúvidas com o futuro.
    Com relação às atitudes da Presidenta Dilma, o seu estilo fechado esta causando confusão em todos os lados, mas ela como o Lula, é uma grande estrategista e foi eleita pelo povão do qual dificilmente deve se afastar ou decepcionar. Vale a pena um pouco de paciência para observar os rumos do governo Dilma, as vitórias na definição do salário mínimo e o ritmo imposto aos ministros mostram que as atitudes são sérias e fortes, além de não se derreter com afagos, ela se comporta como estadista ao não ser transparente para os adversários e isto, por si só, derruba as falácias contra ela e o governo.

  • Forte e vigorosa aos 63 anos essa ex-lider da resistencia a uma ditadura militar que a torturou se prepara para conquistar o seu lugar como Presidente do Brasil..Como chefe de estado a Presidente Dilma Rousseff ira se tornar mais poderosa que a Chanceler da Alemanha Angela Merkel e que a Secretaria de Estado dos EUA Hillary Clinton seu pais enorme de 200 milhoes de pessoas esta comemorando seu novo tesouro petrolifero. A taxa de crescimento do Brasil rivalizando com a China e algo que a Europa e Washington podem apenas invejar..Sua ampla vitoria prevista para a proxima eleicao presidencial sera comemorada com encantamento por milhoes. Marca a demolicao final do estado de seguranca nacional um arranjo que os governos conservadores nos EUA e na Europa uma vez tomaram como seu melhor artificio para limitar a democracia e a reforma.

  • …………………………….Atualizado as 11h40 de 22.9 quarta-feira.Caros leitores do Balaio .escrevo hoje com muita satisfacao apenas para informar aos amigos que ganhei na noite desta terca-feira o Premio Comunique-se 2010 a principal premiacao de comunicacao e jornalismo do pais porque e feita em eleicao direta na categoria de reporter de midia impressa na midia eletronica ganhou meu velho e bom amigo Caco Barcellos da TV Globo . Varias entidades do movimento social informa o jornal carioca marcaram para quinta-feira no Sindicato dos Jornalistas de Sao Paulo um Ato contra o golpismo midiatico..Ate os quarteis ja entraram na roda. Jornalistas convidados os democratas Reinaldo Azevedo da Veja e Merval Pereira de O Globo..O clima que se vive neste momento decisivo da campanha presidencial de 2010 a apenas 11 dias das eleicoes pode ser resumido no convite para o ato de Sao Paulo .Conduzida pela velha midia que nos ultimos anos se transformou em autentico partido politico conservador essa ofensiva antidemocratica precisa ser barrada..A escalada da radicalizacao que colocou a imprensa no centro do debate eleitoral como parte e nao apenas testemunha do processo comecou ha cerca de quatro semanas quando as pesquisas mostraram um quadro estabilizado indicando decisao no primeiro turno baseada a trilogia de capas do polvo da revista Veja e a serie de reportagens da Folha para desconstruir a imagem e a campanha da candidata Dilma Rousseff..O auge se deu no ultimo fim de semana com o discurso do presidente Lula num comicio em Campinas em que ele fez seu mais violento ataque a grande imprensa nesta campanha..Nos somos a opiniao publica Nao vamos derrotar apenas nossos adversarios tucanos.

  • enio da silva

    Boa noite Eduardo , me solidarizo inteiramente com vc , eu também acordei de resaca depois dessa da Dilma , como dizia o velho Brizola : “tem gente começando costear o alambrado “quem será ? Um forte abraço Enio.

  • Marc

    Eduardo,

    Acho que você não percebeu o papel que desempenhou nas ultimas eleições, nunca se arrependa disso e se serve de consolo, a outra opção era o Serra.

    Em tempo: Acho urgente surgir uma nova oposição, pois PT, PSB, PC do B e PDT foram totalmente coptados pelo status quo e durante o governo Dilma a decadencia moral ira se acelerar, em 2014 este grupo de partidos vai estar no auge do seu poder e com uma cara de PMDB/PSDB.

  • Boa Noite Eduardo,
    Esse sentimento de decepção, também foi compartilhado por minha pessoa. Passei três dias sem ter coragem, nem motivo pra escrever nada. Olhe que minha situação é muito mais confortável do que a sua.
    Nunca fiz manifestação e meu blog não me consome muito. Depois de tanto defendermos o que acreditamos e de gastarmos nossas belas noites ou manhãs denunciando essa Imprensa Golpista, em nada me satisfez assistir nossa Presidenta, e digo nossa por que esse foi nosso sonho, discursando nas comemorações do que considero o Núcleo duro do PIG.
    Se foi pra provar que é contra a Censura não precisava disso, se foi uma trégua também não precisava. Sinceramente ainda viverei alguns dias ou meses para decifrar esse enigma (se é que conseguirei). Não deixarei de lutar pelo que eu acredito nem tão pouco desviarei um milímetro nas minhas convicções.
    Mas, Caro Eduardo, agora estarei muito mais atento.
    Grande Abraço.

  • ana

    Caro Edu escrevi um comentario sobre este post e não foi publicado ?

    • eduguim

      Não vetei nada seu, tenho certeza. Nunca vetei nada seu

  • A manifestacao la e de apoio a populacao do Egito que ha quase duas semanas ocupa as ruas do pais para derrubar um governo de 30 anos. Para um fotografo e sensacional ter sua foto no mundo todo e ainda mais se e usada em um protesto para mudar o governo. .Brasileiros que estavam no Egito desembarcam em SP Brasil torce para que Egito seja um pais democratico diz Dilma Manifestantes bloqueiam faixas da Avenida Paulista durante protesto Estamos morrendo de medo diz bailarina de grupo brasileiro no Egito A imagem ganhou o Premio Esso de fotografia em 2005 e retrata o momento em que um garoto de rua parece querer enfrentar guardas civis metropolitanos durante um confronto com camelos no Vale do Anhangabau Centro da capital paulista. Monteiro diz nao pensar em pedir reparacao por alguem ter usado seu trabalho sem autorizacao.