Todos terão voz

Sem categoria

Havia que optar entre dois belos assuntos. Um deles com menor poder de atração de leitores, mas, certamente, de muito maior importância.  Versaria – ou versará – sobre um dos maiores problemas de saúde e de segurança públicas, as drogas. O outro assunto, bem, é aquele mesmo ao qual, tragicamente, tem se resumido este blog: as mentiras da grande imprensa.

Entre os estudiosos do novo jornalismo que viceja no Brasil e no mundo – que, cada vez mais, vai abrindo espaço para o que se convencionou chamar de “jornalismo-cidadão” –, muitos acreditam que a chave para combater o jornalismo industrial e suas mazelas, entre as quais se destaca a mentira compulsiva, é a produção de conteúdo, ou seja, de “furos” jornalísticos.

Sobram reservas quanto ao peso do jornalismo noticioso em um país em que o que mais se vê na imprensa industrial é opinião e o que menos há, é informação. Com efeito, o principal papel do jornalismo-cidadão, como é o da blogosfera atualmente, é o desmonte do “opinionismo” da grande imprensa, que, repetindo pela terceira vez, não se limita a opinar e desanda a mentir.

Os três parágrafos anteriores afirmam que o jornalismo industrial mente. No quarto, portanto, há que começar a provar. E, para isso, nada melhor do que duas das colunas de maior evidência dessa grande – ou velha? – imprensa, as dos colunistas da Folha de São Paulo Eliane Cantanhêde e Carlos Heitor Cony. E, para não cansar o leitor, reproduzo só o que interessa:

— “O procurador da República, Roberto Gurgel, primeiro disse que não havia o que apurar e depois encaminhou umas perguntas para Palocci”. Eliane Cantanhêde, Folha de São Paulo, 24 de maio de 2011.

— “Temos a ameaça de uma inflação que um entendido por aí já estimou em dois dígitos até o final do ano”. Carlos Heitor Cony, Folha de São Paulo, 24 de maio de 2011.

Enfim, é a isso que a blogosfera progressista tem se resumido desde a sua gênese, há uns pares de anos, a fornecer a contra-informação, ou melhor, a contra-opinião, o contraditório, e a desmascarar essas mentiras grosseiras que, antes da internet, viravam verdade e se espalhavam de boca em boca, ou de ouvido em ouvido.

Sobre a mentira de Cantanhêde, ela tenta vender que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, mudou de idéia sobre os indícios de culpabilidade do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, quando, na verdade, o que houve foi um procedimento padrão do Ministério Público.

Gurgel de fato enviou a Palocci uma intimação para que ele responda a acusações, mas não foi por iniciativa sua ou da instituição em que trabalha e, sim, em cumprimento ao rito processual do Ministério Público de avisar representados da ação movida contra eles e lhes oferecer a oportunidade de replicar as representações.

E quem representou contra Palocci no MPF foi a oposição demo-tucana e não o procurador-geral da República. Dessa maneira, assim como a Procuradoria intimou os institutos de pesquisa no ano passado, avisando-os de que a ONG Movimento dos Sem Mídia representara contra eles, Gurgel fez o mesmo em relação a Palocci.

Já no caso de Cony, há que falar menos. Aliás, o que parece mentira dele pode ser apenas desinformação. Mas, meu Deus!, o sujeito escreve no espaço mais “nobre” daquele veículo de comunicação. O que se publica ali é lido por centenas de milhares de pessoas. No mínimo, quem lá escreve tem que saber o que diz…

Não há um único “entendido” em economia que tenha previsto inflação de dois dígitos (acima de 10%) “até o fim do ano”. O máximo que diziam era que a inflação poderia ultrapassar o teto da meta, de 6,5%. Tal afirmação é delírio ou mentira grosseira – que o leitor escolha o que acha que é. Todos os “entendidos” já vêem queda nos índices, apesar dos Conys da vida.

Pelo menos Cantanhêde sabe que está mentindo. Mas os dois colunistas da Folha ainda pensam que o que escrevem em papel-jornal e que vai parar na internet continua não podendo ser contestado por falta de voz de quem discorda. Para concluir o texto, quero provar ao leitor que não é bem assim.

Em primeiro lugar, vamos nos concentrar no perfil de quem lê jornal impresso hoje. Alguns preferem, ainda, sentar para desjejuar, pela manhã, enquanto lêem as notícias do dia. A grande maioria, a esmagadora maioria, porém, já vira tais notícias na internet no dia anterior, pois quem se interessa em ler sobre política, economia etc., certamente usa internet.

Sim, há os que não usam, mas esses são os mais idosos, são minoria da minoria e vivem, em maioria, fora dos centros urbanos. A grande maioria dos leitores de jornal acessa a internet pelas mesmas razões que lê jornal, seja do trabalho ou de casa mesmo.

Agora vos oferecerei a prova de que, nessa situação de igualdade entre internet e jornal impresso, um comerciante sem formação jornalística que um dia decidiu criar um blog para desabafar mesmo que ninguém lesse pode se contrapor a impérios de comunicação em pé de igualdade.

Na imagem abaixo vocês vêem impressão da tela do computador após buscar no Google a palavra “Palocci”. A busca retornou mais de 2 milhões de resultados – tudo que há na internet contendo essa palavra. Vejam, na primeira página da busca, em que posição estava post deste blog sobre Palocci no meio da noite de ontem – hoje, caiu do quinto para o oitavo lugar.

  • Enteu

    Claro que o Cony sabe que nenhum economista previu, talvez o Serra, previu inflação a esse patamar, por isso ele disse “um entendido”.

    • Como assim “entendido”, entre aspas? No início dos anos ´80, “entendido”, referia-se a certa preferência de comportamento. Foi a isso que você se aludiu?

      • eduguim

        quem usou o termo foi o colunista, por “entendido” quis dizer especialista

        • MayrPedrao

          Acredito que se o Cony quisesse dizer especialista teria escrito especialista, no texto integral é perceítóvel a ironia.

      • AntenorLoula Moreira

        Isso é incrivelmente revelador!
        Será que o tal “entendido” é entendido mesmo?

      • PAULO MELITO

        bom pergunta pra Soninha..hehehe

        • Luiz Monteiro de Barros

          Ué não era ela mesma que estava na Marcha da Maconha vociferando contra a Policia? Ou vi demais?Eta paradoxos desafiadores

      • clovis marcos

        Calma, nada preconceito,homofobia…………………Calma,calma.

  • Vamos ver se o PIG consegue derrubar mais este.

    Ja funcionou em inúmeros casos de corruptos que lamentavelmente continuam a polular os palácios governamentais Brasil afora.

    Em Campinas esta funcionando neste momento.

    Pelo jeito Prefeito e Vice serão cassados.

    Que seria da informação e contra informação sem o PIG?

    Sem informação não teríamos contra informação.

    Ou seja estaríamos condenados a ignorância.

    Ainda bem que temos o PIG e a Blogosfera para equilibrar as forças.

    • Juliano Santos

      Poxa, até o Ex-Campineiro reconhece que a blogosfera é fundamental como contraponto do pig
      Mas pode falar “mentira’ e “contra-mentira” que fica mais adequado

      • A Blogosfera tem muitas vertentes, Reinaldo Azevedo é uma delas, PHA é outra vertente.

        A pluralidade é que da o contraponto ao PIG, pq PIG como conceito, pode até ser Carta Capital quando se posiciona contra Palocci.

        • Gerson Carneiro

          Estamos falando da Blogosfera Progressista.

          E Blogosfera Progressista, ao contrário do que o senhor pensa, também critica o Governo Dilma quando necessário, e não deixará de sê-la.

          Reinaldo Azevedo é o supra sumo do PIG.

          O José Serra, apesar das críticas aos blogues feitas por ele, agora também resolveu ser “blogueiro”. Jamais será progressita.

    • Gerson Carneiro

      “Que seria da informação e contra informação sem o PIG?”

      O PIG não fornece informação; o PIG fornece opinião.
      Fosse apenas o PIG estaríamos condenados à ignorância.

      • Pedro Soto

        A atuação do PIG se baseia somente na defesa intransigente dos interesses de uma minoria de privilegiados.
        Eles jamais estiveram preocupados com a verdade.
        Portanto, da minha parte, não leio, não vejo e nem ouço nada que venha do PIG. A internet me é suficiente.
        Na Argentina a TV Pública defende o governo com unhas e dentes e ataca o PIG de lá e a oposição com programas diários de 21 a 22:30 (chama-se esse programa o “6/7/8”).
        E tem mais, a Cristina Kirchner caminha célere para a reeleição.
        Alguém poderia me explicar para que serve a TV Brasil?

        • Abel Botelho

          A TV Brasil serve como mais uma boquinha para os amigos, principalmente do ex-ministro Franklin

          • Gerson Carneiro

            Se a minha memória não estiver falhando foi o Eduardo Guimarães quem declarou que desenvolveu trabalho em presídios e constatou que os detentos têm a concepção de que todos da sociedade pensam e agem exatamente iguais a eles. Eles acham que o pensamento e ação deles é comum a todos na sociedade.

            Essa visão dos detentos também constato no comentário do Abel Botelho.

        • aliancaliberal

          Pedro, isso não é função da TV publica, isso é partidarização do estado.

          Ai desculpe não sei o que é pior.

          • aliancaliberal

            As vezes “vcs” entregam a “rapadura” com estas citações, ou seja, desejam é usar a maquina publica para atacar “inimigos políticos.
            Puro ódio de classe e nem isso é sincero já que defende a “elite” que esteja do seu lado mesmo que isso signifique tapar o sol com a peneira

          • Pedro Soto

            Eu não falei em atacar “inimigos políticos”.
            A TV Pública tem o dever de defender o governo que foi democraticamente eleito pelo povo, sobretudo considerando que todos os demais canais de televisão são de oposição.
            Não é isso mesmo que o PSDB faz com a TV Cultura em São Paulo?
            Chega de cinismo. O povo elegeu o governo para EXERCER O PODER e não para fazer média com os seus adversários. Estes, com certeza, não brincam em serviço.

  • Cezarley

    “Data venia” Edu, tu tens razão e sou obrigado a assinar embaixo de novo!!!

  • Que frase interessantíssima

    …O que é hoje, segundo o ministro, um padrão normal de relações, onde fatalmente um homem forte de governo se torna rico quando volta para a planície, é também um elemento importantíssimo de análise das causas da corrupção no Brasil. ….

    Por Maria Inês Nassif

    • a Ines se equivocou, meu campinocéfalo. Enganos acontecem.
      Quando diz ” o que é hoje um padrão de comportamento…”
      Quem faz o HOJE não o palocico,, obvio.
      Quem fez o padrão, legal mas imoral foram os teus votados de urna ontem. Eu disse teus.

      • Augusto Arschloch, não escrevi esta frase, a sua crítica deverá ser dirigida à Ines.

        • Ela não votou nos teus eleitos. foste tu.

  • Edu, tenho notado que os trolls, volta e meia, te xingam de “petista”, embora vc já tenha dito milhões de vezes que não és filiado a partido nem tem cargo do governo nem escreves por dinheiro.
    O que será melhor: ser petista ou anti-petista
    Segundo pesquisa do MCCE – Movimento Contra a Corrupção Eleitoral, DEM e PSDB fazem parte do grupo dos partidos com maior número de integrantes com processo na justiça.
    O PT é o mais honesto, ou seja, o que tem em seus quadros menos políticos com processos na justiça por corrupção.
    Portanto não é nenhum demérito ser chamado de petista, já ser anti-petista todos nós sabemos do que se trata: defesa da corrupção, roubo, racismo, homofobia, etc.
    Claro, não estou dizendo que todo anti-petista se encaixa neste perfil, claro que não.
    Só estou dizendo que, quem xinga alguém de petista tem que saber pode pertencer a certo grupo de anti-petistas

    • aliancaliberal

      E quem chama os da direita como nazista, os liberais de facista o que é uma maluquice, de tucano sem nunca ter votado no PSDB.
      Isso se chama polarização serve apenas para aqueles que desejam a alienação, a desinformação, serve para grupos que não desejam a mudança dos paradigmas de nossa sociedade, desejam na verdade manter o status quo que foi o modo que obteram seus privilégios.

      • Sávio Valença

        Já o vi fazer o mesmo com os esquerdistas…. chamar comunismo de totalitarismo, e até de nazismo e de fascismo. Já o vi dizer que o comunista luta pelo genocídio, usando o caso do holomodor (o que causou a fome foi um descontrole pela coletivização forçada, portanto o holomodor não foi um genocídio, genocídio é aniquilação de um grupo propositalmente), como se aquilo fosse comunismo. Então porque não todos colocar os capitalistas no mesmo balaio de gato dos nazistas.

        Minha opinião. Atribuir o nazismo a todo direitista como atribuir o holomodor a todo esquerdista é um erro grave de quem o fizer. Muitos capitalistas lutaram contra o nazismo, como muitos socialistas lutaram contra Stalin. O nazismo e o fascismo são um dos ramos da direita, não toda a direita.

        • aliancaliberal

          Classificar pessoas e ideologias sempre vamos cometer injustiças, existe a esquerda anarquista, a direita anarquista, a direita e esquerda estatizante etc e tem para pra todo gosto.
          ………..
          Quanto ao holomodor eu discordo com vc, talvez atribuir ao “comunismo” na seja correto, mas posso afirmar que foi proposital ja que partiu da ucrania a contra revolução, não esqueça do exército branco e os cossacos.

      • Rogerio

        “OBTIVERAM” por favor. Parece que o comentário do Spin te abalou.

    • Luiz

      Ser petista não é problema, o problema é defender corrupto. Já vi vários petistas sensatos aqui afirmando o óbvio: ou Palocci se explica, ou vai sim ser considerado corrupto. O blogueiro aqui é mais petista do que os petistas: fez de sua causa uma religião que o cegou.

      • Peraí, que inversão absurda de valores!!! Que trollagem mais boçal!

        Se não houve ilegalidade e não houve imoralidade, por que o Palloci deveria se explicar? E Como se pode considerar corrupto alguém não se explicar sobre alguma coisa que nÂo cometeu?

        Isso aí é frase de efeito. É o que eu já comentei em outro post:

        A imprensa publica uma série de mancehetes INSINUANDO que PODERIA haver uma ilegalidade, em cima de um fato que absolutamente NÃO indica nada.

        Repetem as manchetes em diversos jornais e revistas. Depois usam as manchetes uns dos outros como refrência. A Folha cita que deve ter alguma coisa porque a Veja está falando, a Veja diz que deve ter algo porque o Jornal Nacional está falando. o Jornal Nacioanl insinua que existe uma crise porque a Folha está falando.

        E a oposição exige investigações porque o assunto está sendo muito comentado na imprensa.

        Se as instituições dizem que não tem NADA a ser investigado, a imprensa começa a manchetear que a vítima (sim VÍTIMA) está sendo blindada. Se for aberta uma investigação usam esse fato para dizer que “aí tem coisa”. Se a investigação PROVA que não tem nada eles alegam impunidade e dizem que foi feito um ACORDÃO… E por aí vai… Não tem NADA, mas eles ficam repetindo e repetindo, sempre se autoreferenciando.

        Até que uma criatura como essa vem aqui dizer que ou o palloci “se explica” ou então É corrupto. Mas se explicar do que? Não tem nada para explicar. Tem um serviço normal, com milhares de antecedentes, aliás que é a regra quase sem exceção, onde portanto não cabe explicação. Aliás não tem pergunta para responder. Mas essa infâmia em forma de comentarista afirma categóricamente que por não “se explicar” então ele É corrupto.

        Essa afirmação é uma PALHAÇADA, no pior sentido do termo (e os palhaços que me desculpem associação).

        • Roberto Pereira

          Ilegalidade ainda não se provou porque não se investigou, mas a imoralidade já está no fato de que um dos maiores quadros de um partido de esquerda QUE COMBATEU ESSE MESMO TIPO DE COMPORTAMENTO – ficou rico (ou mais rico) vendendo informações privilegiadas a “clientes” que pagaram milhões por elas.

          Meio estranho um deputado ter consultoria.

          Dirceu – quando saiu do governo não tinha mais nenhum cargo público, Palocci era deputado federal.

          Já se paga tanto e tantas mordomias a esses srs para que se dediquem a seu ofício com independência e o camarada vira “consultor”, compra apartamento de 6 milhas em um ano.

          Se é um deputado do DEM – que prega isso mesmo, eu nem me espanto, mas se é um deputado do PT fica difícil defender.

          • Olha só a ignomínia. Você diz que Palloci vendeu informações privilegiadas, mas não tem nenhuma prova disso. Ou seja, está fazendo uma acusação seríssima sem saber nem ao menos do que está falando. Em outras palavras (no popular) está falando merda.

            Informações privilegiadas são informações que afetam o mercado financeiro. Essas informações só tem sentido se forem fornecidas de dentro do governo NO MOMENTO em que as decisões são tomadas e ANTES de serem divulgadas. É nesse instante que aquele que dispor da informação ANTES dela tornar-se pública pode jogar no mercado financeiro em condições privilegiadas em relação aos demais players. A partir do momento que o Palloci cumpriu a quarentena, não havia mais informações privilegiadas que ele pudesse vender.

            Você mentiu, foi leviano, falou merda… Essa é a verdade.

            As informações sobre as diretrizes de governo,a estrutura dos ministérios e os andamentos dos projetos são informações públicas.

            Não sei de o Palloci cometeu algum crime, não o conheço. Assim como não sei sei se VOCÊ cometeu algum crime, porque também não o conheço. Porém não tenho nenhum indício nem que você, nem que o Palloci tenham cometido algum crime. Então seria correto eu querer que VOCÊ se explique? E ainda mais dizer que se não se explicar VOCÊ é corrupto. Ora bolas, isso é um disparate, tanto em relação a VOCÊ como em relação ao Palloci.

            Em princípio o que o Palloci vendeu foi a EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL que ele adquiriu ao trabalhar no ministério da Fazenda, experiência essa que por ele ser ministro é extensa e valiosa. Ora se uma pessoa é alto funcionário da fazenda e sai para o mercado ele tem uma valorização enorme em seu curriculum, que se traduz em ganhos (salário ou honorários). Claro que o próprio ministro também se beneficia dessa forma e claro que vende caro sua consultoria. Se houve imoralidade, nenhum fato ou evidência aponta para isso. Só a MÁ-FÉ de quem QUER VER e portanto age COMO SE estivesse vendo.

            Ser deputado não muda NADA, absolutamente NADA. Os deputados podem trabalhar e muitos dão consultorias sem que seja considerado imoral por NINGUÉM, seja do PT ou não.

            O que há aí é uma campanha de DIFAMAÇÃO e VOCÊ é um DIFAMADOR porque fez uma acusação pesadíssima sem nem ao menos saber do que está falando.

            Até agora eu não ví a menor evidência que justifique essa difamação toda, quero que quem tiver que a apresente porque até agora NADA e digo mais, pela vontade de fazer um linchamento político, se tivesse alguma coisa já teria aparecido.

      • Alberto Gastegi

        Amigo, tanto o Eduardo como o Nassif só pedem que os acusadores mostrem as provas. É assim que funciona o sistema jurídico no país. Todo mundo é inocente até prova em contrário, e dentro do arcabouço judiciário da nação. E mais, o ônus é sempre da acusação. Como querem que o Palocci se explique se ninguém sabe do que ele está sendo acusado. A Folha levantou que a empresa do ministro comprou um apartamento por 6 milhões, isto é fato e faz parte da declaração do imposto de renda da empresa. A Folha levantou a bola e está todo mundo chutando e ninguém sabe o que exatamente. Vai na promotoria e se tiveres prova acusa o ministro. Fácil. Claro, se tiveres provas. Experimenta ir lea e dizer que saiu na Folha.

  • Cerra, a nova versão do Homem da Bolha de Plástico, pelo professor Hari Prado

    http://hariprado.wordpress.com/2011/05/23/lider-dos-homens-bons-veste-armadura-brilhante-para-enfrentar-ataques-bolchevistas/

    Só para relaxar um pouco, é esta figura que está por detrás desta armação contra Polocci, o PIG agora quer transformar Pimentel na bola da vez, qual será o “escãndalo’ de amanhã
    Já o livro do Amauri caiu no esquecimento

    • Fábio

      Não divulga isso aqui, senão vai infestar de comunistas e gente diferenciada naquele sacrossanto sítio…

      hehehehe.

  • Flávio Furtado de Farias

    E, Edu, assim a blogosfera vai construindo a história:
    Um galo sozinho não tece uma manhã.
    ele precisará sempre de outros galos.
    De um que apanhe esse grito que ele
    e o lance a outro; de um outro galo
    que apanhe o grito que um galo antes
    e o lance a outro; e de outros galos
    que com muitos outros galos se cruzem
    os fios de sol de seus gritos de galo,
    para que a manhã, desde uma teia tênue,
    se vá tecendo, entre todos os galos.

    E se encorpando em tela, entre todos,
    se erguendo tenda, onde entrem todos,
    se entretendo para todos, no toldo
    (a manhã) que plana livre de armação.
    A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
    que, tecido, se eleva por si: luz balão.

    JOAO CABRAL DE MELO NETO

  • aliancaliberal

    Os blogs são opinativos, reproduzem o que passa na mídia tradicional e dão a sua versão dos fatos, a sua verdade vista pelos olhos de um individuo baseada na sua experiência pessoal e ou de ideologia partidária.
    ………..
    O interessante e os blogs criticarem as mídias tradicionais, mas baseiam se nelas, o caso de Higienópolis a “revolta” foi baseada na expressão que um repórter pode ter inventado para “colorir” seu texto. O mesmo direito a livre expressão da marcha da maconha não foi dada aos manifestantes pró-Bolsonaro.
    ………..
    Vejo mais nos blogs a defesa incondicional ao governo do que qualquer busca da verdade, vejo mais o ataque a oposição do que a apuração das denuncias legitimamente feitas por ela.

    Enquanto o FLAxFLU continua os cofres públicos são assaltados e as questões relevantes para a sociedade deixadas de lado.

    (Vc não deu referência alguma ao código florestal assunto que envolve 25% do PIB e grande parte da população e de vital importância a segurança alimentar de nosso povo.)

    http://www.camara.gov.br/internet/tvcamara/?lnk=ASSISTA-A-TV-CAMARA-PELA-INTERNET&selecao=VIVO

    • AntenorLoula Moreira

      O amigo parece que já está com a data vencida. Não diz mais coisa com coisa.

    • jose marcos

      Dona Aliança, vou perguntar novamente: Qual o seu nome hein??????

  • eduardo

    TV BRASIL TV BRASIL TV BRASIL PARA TODO O PAÍS, ESSA TV PODIA SER UMA TV CIDADÃ COM INTERATIVIDADE COM O POVO E JORNALISMO DE QUALIDADE, MAS O GOVERNO A IGNORA, É UM ENORME ERRO NÃO INVESTIR NESSA TV.

    • Luiz Monteiro de Barros

      Como já tem na argentina o Canal 7-a tvpública a que fez esclarecedoras entrevistas com os presidentes de centro esquerda da America Latina. Cada povo com as suas circunstancias.

    • Pedro Soto

      O canal 7 da Argentina tem um programa diário (das 21 às 22:30) que defende o governo com unhas e dentes e ataca o PIG de lá e a oposição. O povo, ao eleger um governo, tem o direito de ter acesso a informações favoráveis, TAMBÉM!

    • Marcio

      Mas já enfiaram quase 500 mi em uma tv que dá traço de audiência (porque a programação é de uma chatice de chorar) e vc ainda quer mais?

      • Está sentindo falta do BBB, ou do Faustão?

        Tem gente que acha que se não tiver “pegadinha” e não aparecer bunda, então é uma chatice de chorar.

        Eu acho isso uma mediocridade de chorar…

        • Marcio

          Nossa, mas que grande intelectual temos por aqui… e quem falou em BBB, tosco? São só esses dois exemplos que sua enorme inteligência e cultura conseguem captar?

          • Tosco é você que escreve em termos boçais contra a TV Brasil.

            Chatice de chorar é seu comentário.

            O que a TV Brasil não tem é apelação, grosseria, boçalidade e portanto é disso que você sente falta.

            Se ser intelectual é preferir uma programação mais qualificada na TV então eu acho que sou sim. Pelo menos perante alguém que só vê chatice em uma TV que não apresentas novelas nem programas de auditório.

          • Marcio.

            Não, vc não é intelectual. Vc só acha que é, o que só te faz divertido, amigo tosco. É um dos mais engraçados por aqui no quesito “se achar superior”, e isso nao é fácil. Vai dormir na vendo TVBrasil e não enche o saco.

          • Sua resposta boçal demonstra o por quê de só ver chatice na TV Brasil. Nem ao menos justificar sua absurda afirmação você consegue.

            É lógico que quem não consegue sustentar uma afirmação com uma argumentação coerente, não pode mesmo gostar de uma TV que não cede à apelação e ao mau-gosto para conquistar audiência desqualificada.

            Eu fico sim com a TV Brasil e você pode ir dormir vendo o Pânico na TV e outras mediocridades que você acha divertidas.

      • Pedro Soto

        A TV Brasil é chata exatamente porque não trata de assuntos políticos do ponto de vista do governo que foi eleito pelo povo.
        Aposto que você não acha o Jornal Nacional da TV Globo nem um pouco chato. Falar contra o governo pra você é bem “interessante”, não?
        Êta santa hipocrisia!

  • Joao de Deus

    Ei Edu, viu no UOL a primeira matéria falando mal do Enem ?
    Pior que a materia não tem nada ha ver com a manchete ! Começaram, até Outubro vai ter muita porrada.

  • Caro Eduardo, parabéns por ter atingido essa posição no retorno do Google, em uma busca com um nome tão em voga. Considerando a sofisticação dos algoritmos de classificação do Google e lembrando que você não faz o SEO (“search engine optimization”) no seu blog, trata-se de um feito e tanto.

    • eduguim

      Eu nem sei o que é o SEO… O que é?

      • Thiago V.

        SEO em português é Otimização do “Engenho” de Busca, ou seja, o conjunto de boas práticas que faz sua busca tornar-se mais relevante aos olhos do Google.

        Por “boas práticas” entenda-se muita coisa…entre elas:
        – Ser “linkado” em outros sites relevantes, ou seja, com muito acesso
        – Ser um site “de verdade”, ou seja, o site não foi criado para anabolizar a busca no Google
        – Estar criado em linguagem fácil do Google ler

        Que mais?

        • Existem certas técnicas comerciais que ajudam os sites a se posicionarem melhor nas buscas do Google. Nenhuma delas substitui a qualidade do conteúdo, já que o principal critério de relevância é a existência de outros sites fazendo referência ao que está sendo classificado (ou “rankeado” como querem alguns).

          Conseguir uma posição dessas no google com um termo de busca popular já é bastante difícil mesmo usando todas as técnicas do SEO (que é um assunto extenso), imagina então sem esses recursos. É uma prova da importância do trabalho efetuado pelo Eduardo.

  • Augusto

    Parabéns, Eduardo. Às vezes discordo de você, e até dou umas cacetadas, mas é impossível não acessar este blog pelo menos uma vez por dia. Mas você sabe que o império midiático, principalmente nos Estados Unidos, estão querendo acabar com a neutralidade da internet, não é??? Se isso acontecer lá, certamente a coisa vai caminhar no mesmo sentido aqui também. Não sei como anda a coisa nos Estados Unidos, mas parece que com o apoio dos republicanos principalmente a neutralidade estava em risco. O império midiático quer a internet apenas para ele.

  • Milton Roberto freitas

    Comentário postado no blog do PHA no poste onde o mesmo pergunta ao oráculo quando acaba a crise do Palocci.
    Oraculo
    Que mal lhe pergunte se moda pegar e julgarmos todos os caráter por negócios feitos e declarados .
    poderíamos confiar em jornalista que trabalha para IURD.
    silencio do outro lado .
    Oraculo esta ai .
    Sim ,mas agora esta difícil pois esta falando de meu discípulo .
    Pois é .
    e o oráculo responde .
    Bem a moral que queremos dos outros não vele para nos afinal temos que viver e se possível ficar rico.
    pois é oráculo.
    mas até la vamos malhar o Palocci que é a bola da vez e viva o PIG pois tem horas que somos piores.

    Edu assim como o PIG tem o canal para manter um dialogo com membros do governo e partidos ,hoje os blogues que se dispõe a levar a real informação também os tem .
    Agora o que falta é ter uma atuação em conjunto não em favor de um partido mas sim do Brasil,sabemos que manobra da oposição e o PIG não é atingir o Palocci assim como no caso Sarney o objetivo e quebrar o governo.
    Mas vemos blogues chamados sujos ser mais feros que o PIG,talvez por questões pessoais ou por querer provar que é mais justo que o justo¨não da para usar mais justo que o REI¨.
    Palocci tem que ser cobrado ,sim porem quem quer um pais melhor e quer ser diferente estaria reunindo a blogosfera o instituto barão de itararé e chamando o presidente do PT ,o Lula ,o Temer enfim cobrando em fórum adequado ,pois se acham que não tem esta força ,esta na hora de ter .
    Assim os sujos do Brasil ,não estaria fazendo coro com o PIG ,porem estaria registrado e cobrado que em tempo adequado cobraria até uma saida de Palocci e maior alinhamento dos políticos de esquerda com o projeto maior ,como banda larga ,fim da miséria e tudo que uni os sujos diferenciados e socialistas .
    Cobraria que político alinhado com o mercado não teria apoio pois o mercado não quer o mesmo que necessita as coisas publicas .
    Tem força e direitos ,quem quer ter força e direitos ,quem se associa ,quem trabalha para um objetivo comum ,podemos ser diferentes e devemos ser diferentes ,porem nunca nos diferenciarmos quanto aos objetivos .
    E tudo isto poderia estar sendo colocado nos blogues ,a procura, o dialogo ,os esclarecimentos,as cobranças .
    E dizer que Palocci ,fez tudo dentro da lei ,declarou ,trabalhou ,porem nos os sujos não queremos políticos do mercado junto as coisas publicas .
    Em tempo este inocente manifestante ,esteve no churrasco dos diferenciados ,ai ele viu um rapaz que ia abrir uma faixa e estava com dificuldade logo me prontifiquei a ajuda-lo e achando que a faixa seria grande ,minha ajuda seria bem vinda.
    Bem o rapaz sem dizer nada me empurrou ,e abriu a faixa que teria o tamanho exato para que ele apenas ele aparecesse na foto ,bem ai o inocente foi embora e voltou em mim os anos de militância e lembrei do principal objetivo da faixa .
    Pena que não verei mais o rapaz ,pois queria pedir desculpas ,pois o objetivo era realmente ajuda-lo e não o de aparecer na foto ,visto que minha filha esteve no encontro ela é fotografa e não postou nem uma foto minha ou dela no encontro ,pois quando contaram mil ou seiscentos e meu papel ja estava cumprido .
    O de diferencia e unido por uma causa .
    Blogueiros o conjunto vai dar força ,voo solo podera levar alguns a quebrar as asas.pois esquerda e socialista julga ferozmente,basta ver os comentários sobre encontro com blogueiro com o presidente.

    • eduguim

      Discordo, Milton. Aliás, os amigos da Comissão Organizadora dos blogueiros progressistas tem sido acusada de “pensamento único”. É boa a divergência, pois desfaz essa idéia errônea. Encontro sempre com os blogueiros que cita e sabemos que temos divergências e nos respeitamos. Quanto mais pluralidade, melhor.

  • O Cony é um dos poucos jornalistas ainda “legíveis” da imprensa grande. É alguém que sabe escrever, não há dúvida, já que é também um escritor, algo cada vez mais raro no jornalismo. O problema, porém, é que às vezes ele dá umas escorregadas feias!

  • “Um certo entendido por aí”
    Isso é que eu chamo de jornalismo investigativo.

  • Juliano Santos

    Olhei com atenção, você está acima da Folha! Que foi quem que desencavou o escândalo da vez. O pessoal esta tão acostumado que a Falha mente que para se inteirar de verdade já vai correndo no Edu, este sim o verdadeiro ombudsman da dita cuja. E de grátis!

  • Gerson Carneiro

    Está acontecendo um fenômeno interessante na TV Record.

    O Jornal da Record mostra-se avesso ao material do MEC apelidado pejorativamente de “kit gay”. Tem mostrado insistentes reportagens aonde exibe apenas e tão somente opiniões de populares contra o referido material.

    Mas na Record News está sendo exibide uma série de reportagens simpatizantes à causa do movimento LGBT, incluíndo a união civil entre homossexuais.

    Não entendi. A Record está selecionando a opinião de acordo com o público alvo? De acordo com a audiência?

    Quanto à Blogosfera Progressista, esta vem se afirmando, ocupando espaço, ditando a pauta da velha mídia em muitos casos, colocando movimentos na rua, realizando encontros e debates… Viva nós!

    Caso interessante foi o da professora Amanda Gurgel que a Blogosfera Progressista revelou, em seguida a Rede Globo e a TV Record foram buscá-la para entrevistá-la em seus programas.

    Prova de que a Blogosfera Progressita não está sendo ignorada, e está incomodando. Tanto que servidor da velha mídia já até se disfarçou de cachorro para nos espiar.

  • Renato Dantas

    Eduardo,

    A foto que encabeça este post não poderia ser mais significativa, emblemática. Você, o tal mero comerciante sem formação jornalística, por meio de sua luta, eloquência e vontade de operar, faz com que se volte os microfones da imprensa tradicional para a sua voz, suas ideias.

    E, ali atrás, uma pessoa orgulhosa por ser “diferenciada”, ostentando expressão tipicamente popular, a revelar o que a foto já dizia: agora, é você, são os outros blogueiros, somos nós que lemos, comentamos e replicamos pela internet, são todos aqueles que tem vontade de falar e de se contrapor, que estão “na fita”, em evidência.

    Essa foto merece constar em seu acervo para um futuro qualquer, quando se precisar contar uma história com uma imagem.

    • Gerson Carneiro

      Renato Dantas,

      Estou sempre repetindo: que eu seja o mais reles dos soldados, porém quero ter meu nome gravado na lista dos que lutaram.

      Não estou cabendo em mim de tanto orgulho.

      Estamos todos nós nessa foto, e nessa história.

      • Abel Botelho

        Da próxima vez, pelo menos use um português menos chulo na faixa e uma camisa mais comprida (“é nóis” e “buchinho” de fora foram de doer)

        • Gerson Carneiro

          Foi para doer mesmo. Não fui lá para afagar.
          Se te incomodou é sinal que funcionou.
          Agora ficou melhor com a sua confissão.

          • emerson57

            parabens sr. gerson carneiro,
            receber um elogio desses não é para qualquer um!

        • priscila maria presotto

          kkkkkk!Que pândega de comentário!!!!!!kkkkkkkk!
          Não entende ironia?Peninha!

  • Milton Roberto freitas

    Edu obrigado por postar meu comentário e por responder e sei o quanto és democrático e quanto luta por este objetivo .
    mas sei que leu o ponto em que falo.
    ¨Tem força e direitos ,quem quer ter força e direitos ,quem se associa ,quem trabalha para um objetivo comum ,podemos ser diferentes e devemos ser diferentes ,porem nunca nos diferenciarmos quanto aos objetivos .
    Edu o que mais adoro neste pais é as diferenças e mais ainda , nos os diferentes .pois nunca nos desviamos do objetivo comum ,socialismo com direitos iguais e isto nunca nos tornara iguais .
    Agora quem entrevistou ou deu espaço na blogosfera para pessoas do partido ou do governo quanto a isto ou apenas reproduziram o PIG.
    Valeu Edu.

    • eduguim

      belê

  • José do Ceará

    Mais uma Universidade Federal instalada no Estado do Ceará: A UNILAB

    Unilab: Inauguração será nesta quarta-feira (25)
    Ter, 24 de Maio de 2011 10:10
    Reunir em um mesmo espaço estudantes de diversas culturas unidos por um idioma comum e a vontade de se profissionalizarem através da educação superior. Essa é a proposta diferenciada da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), segunda universidade federal instalada no Ceará, que terá suas atividades iniciadas nesta quarta-feira (25. A aula inaugural será proferida pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, a partir das 10 horas, no Campus da Liberdade, município de Redenção (Av. Abolição, nº3), a 57km de Fortaleza. O governador Cid Gomes estará presente à inauguração juntamente com o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), René Barreira.

    Além dos 360 estudantes matriculados na Unilab, estarão presentes também professores e ministros de Estado das nações que que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor Leste. A programação especial de início das atividades da Unilab vai até o dia 28, com circuito cultural inaugural que contemplará atividades formativas (palestras, rodas de conversa, etc), socioculturais (música, dança, poesia, exposições, etc), socioesportivas, entre outras. Serão quatro dias de integração da comunidade universitária.

    R$ 7 milhões do Governo Estadual para Unilab

    A Unilab recebeu o apoio financeiro do Governo do Estado, através da Secitece, da ordem de R$ 7 milhões. Para a reforma do antigo Centro Administrativo de Redenção, local onde a Unilab está instalada provisoriamente foram investidos R$ 4 milhões, somados a R$ 3 milhões, para a desapropriação de um terreno de 130 hectares, onde será construído o campus definitivo da Universidade.

    De acordo com o reitor da Unilab, Paulo Speller, o Governo do Estado tem tido um papel fundamental na efetiva implantação da Universidade. Para o secretário René Barreira, “a Unilab é mais um indutor para o desenvolvimento do Estado e mais uma opção para a formação intelectual dos cearenses, bem como a troca de experiências entre várias culturas”.

    A prefeita de Redenção, Francisca Torres Bezerra, afirma ser notório o crescimento econômico e cultural no município por conta da instalação da Universidade. Redenção foi a pioneira na abolição da escravatura, em 1883, sendo este um dos motivos considerados na escolha da cidade para abrigar a Unilab. Além disso é próxima de Fortaleza, capital que se interliga diretamente por via aérea e marítima com a África e Portugal.

    Além de garantir ensino superior para jovens brasileiros, a Unilab também possibilitará o intercâmbio com universitários de toda a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Nesta fase inicial, há cursos fase inicial cursos de Agronomia (Bacharelado), Administração Pública (Bacharelado), Ciências da Natureza e Matemática (Licenciatura), Enfermagem (Bacharelado) e Engenharia de Energias (Bacharelado).

    24.05.2011

    Assessora de Imprensa da Secitece

    Simplícia Vianna Sinibaldi ( [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 85 8833.3217)

    Serão,quando estiver em pleno funcionamento, disponibilizadas 5.000 vagas para alunos do Brasil,Portugal,Angola,moçambique,Guiné-Bissau,São tomé e Principe e Timor Leste.

    Enquanto os demotucanalhas queriam privatizá-las com seus amiguinhos, o Presidente Lula e ,agora, a Presidente Dilma estão expandindo-as,elevando o nível cultural e tecnológicos de regiões deprimidas em comparação com o Sudeste.Vejam quanta diferença em relação ao tempo de fhc , onde faltava até o papela higiênico nas Universidades federais….(vade retro tucanalhas…)

  • Gerson

    E esta notícia aqui no O Globo ? Dê uma olhada Eduardo

    Mas desonesta impossível:

    “Falha de comunicação entre avião da TAM e torre de controle quase causa colisão em Brasília”

    “SÃO PAULO – Um Airbus da TAM por pouco não colidiu com uma aeronave de pequeno porte no aeroporto Juscelino Kubitscheck, em Brasília, na noite desta segunda-feira. Segundo o próprio comandante da aeronave, houve falha de comunicação entre a torre de controle e a aeronave. De acordo com o piloto, que teve que fazer uma manobra manual brusca, a torre não informou que havia outro avião na pista. O pouso foi feito com segurança, e ninguém se feriu.

    O avião saiu às 19h do aeroporto de Congonhas em São Paulo. Faltando cerca de 15 minutos para o pouso o piloto teve que fazer uma manobra brusca, por causa do avião de pequeno porte na pista. Essa manobra reduziu em 400 metros a altitude da aeronave rapidamente e causou pânico entre os passageiros. Muita gente se assustou com o forte barulho das turbinas.

    Em nota, a Aeronáutica afirma que vai vai investigar porque houve falha de comunicação entre a torre de controle e a aeronave. Ainda segundo a nota, a distância mínima de segurança foi desrespeitada mas as aeronaves “não estavam em rota de colisão, uma vez que a separação lateral entre elas era de mais de 3 Km em rumos paralelos”.

    A TAM informou que “alertado pelos equipamentos de segurança”, o piloto seguiu integralmente o protocolo de segurança.”

    Agora veja alguns comentários de internautas lá no O Globo:

    Vc já viu alguma notícia verdadeira sair na mídia? Estamos num país campeão de desonestidade. A escala de acertos, influência disso ou aquilo é assustadora!!Fala sério!!!

    Não entendi p. nenhuma !!!”avião de pequeno porte na pista.””Essa manobra reduziu em 400 metros a altitude da aeronave rapidamente””separação lateral entre elas era de mais de 3 Km em rumos paralelos”.Mais uma vez o OGlobo trunca a reportagem toda e não informa nada …ridículo …

    A 15 minutos do pouso, um jato de passageiros está acima dos 20 mil pés de altitude e a mais de 100 km da pista. Manobra brusca por ter outro avião na pista?? Tem algo MUITO ERRADO com esta notícia.

    EPA!!!! Faltando “15 MINUTOS” para o pouso o piloto abortou o pouso devido uma aeronave na pista??? Alo redator….

    E vai por aí os comentários no geral.

    É mole ?

    Segue o link:

    http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2011/05/24/falha-de-comunicacao-entre-aviao-da-tam-torre-de-controle-quase-causa-colisao-em-brasilia-924526813.asp

  • Marcelo Cordeiro

    Caro Eduardo,

    No caso do Cony, acho que quando ele diz dois dígitos refere-se a um dígito à esquerda e outro à direita da vírgula… rs

  • Carlos Veloso – BH

    Dá-lhes blogueiros sujos!!!

  • Haroldo

    Se a imprensa alternativa é essa, que defende que não há problema nenhum no principal ministro do governo não querer explicar como enriqueceu (10 milhões em dois meses pós-eleição), então, obrigado, mas eu prefiro ficar com a “velha mídia”!

    Deus me salve desse “novo modelo” em que o político amigo não precisa explicar nada, é sempre “vítima da mídia e da oposição”.

    • raphael

      Falou e disse!!!!!!!

  • Fabio Amaral Di Fini

    Algo que está bom de se ler…:

    A moda de ser reaça, por Marcelo Rubens Paiva

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-moda-de-ser-reaca-por-marcelo-rubens-paiva

    A moda agora é ser reaça ou DiogoMainardizado…

    Como comentou uma leitora, Natália, no post anterior:

    “Cara, acho tão engraçada essa mania das pessoas de falarem com orgulho que são “politicamente incorretas” quando dizem absurdos… o sujeito vem, fala um monte de merda e diz que faz isso porque é inteligente (é um livre pensador, não segue o pensamento burro e dirigido das massas, etc) e porque não liga de ser ‘politicamente incorreto’ porque afinal esse é o certo, a sociedade de hoje que está deturpada.”

    Eu tinha pensado na mesma coisa.

    O governador e o secretário municipal de segurança reconheceram que tanto a PM quanto a Guarda Municipal exageraram na repressão à MARCHA DA MACONHA, que virou MARCHA PELA LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

    Alckmin chegou a dizer que não compactua com a ação da PM na Marcha.

    Mas muitos leitores e alguns blogueiros continuam achando que o certo mesmo era enfiar o cacete nos manifestantes.

    A onda agora é ser bem REAÇA.

    Se é humorista, e uma piada ultrapassa o limite do bom gosto, diz ser adepto do ideal dopoliticamente incorreto.

    Que babaca é fazer censura contra intolerância.

    Pode zoar com judeu, gay, falar palavrão, é isso, que se foda, viva a liberdade!

    Se alguém defende a Marcha da Maconha, faz apologia, é vagabundo.

    Se defende a descriminalização do aborto, é contra a vida.

    Se aplaude a iniciativa da aprovação da união homossexual, quer enviadar o Brasil todo, país que se orgulha de ser bem macho, bem família!

    Se defende a punição de torturadores, é porque pactua com terroristas que só queriam implodir o estado de direito e instituir a ditadura do proletariado.

    Deu, né?

    Esta DiogoMainardização da imprensa e da pequena burguesia brasileira tem um nome na minha terra: má educação.

    Esta recusa ao pensamento humanista que ressurgiu após a leva de ditaduras que caiu como um dominó a partir dos anos 80 tem outro nome: neofascismo.

    É legal ser de direita?

    Tá bacana desprezar os movimentos sociais, aplaudir a repressão a eles?

    Eu não acho.

    Apesar de considerar o termo “politicamente correto”, do começo dos anos 90, a coisa mais fora de moda que existe, diante do que vejo e leio, afirmo: eu, aleijado com tendências esquerdizantes, não era, mas agora sou TOTALMENTE politicamente correto.

  • Luiz Monteiro de Barros

    Para mim paira envolvendo uma “atmosfera ectoplasmatica transcendental” que induz, norteia focaliza um admirável novo ciclo.

    Agora é preciso aprender e apreender a diversidade. A autentica. Sim o PHA que dizia “Lula o presidente que tem medo” (de enfrentar o PIG) já muito antes do caso vituperava Palocci que deve ser por causa do poder de Daniel Dantas. Mino disse que Daniel ele manda (ainda) na republica por meio do judiciário. E agora ainda a mesma Carta Capital com o seu “Ele ri de quê?” que o Miguel considerou fraquíssima. (Edu já vi que esteve lá no Óleo) O Rodrigo Viana também se posiciona pela inconveniência da manutenção de Palocci.

    Por outro lado temos os Blogs da Cidadania e Óleo do diabo (Miguel do Rosário) a favor do Palocci por questão de política e por questões de direito. Não há prova de crime.
    Todos são blogueiros sujos progressistas ou a Carta anti PIG.

    Quanto a um flaxflu não exprime uma radicalidade intransponível pois não impede a imprescindível convergência de Estado e Mercado eficazes ou em outras palavras que haja uma centro esquerda e um centro direita;

    Como outro exemplo de diversidade veja que o Mauro Santayana, se de um lado apóia a extradição do Battisti e pela saída do Palocci com as quais não concordo por outro atende minha ideologia de centro esquerda

    Na Revista Brasil Atual a mesma que apóia este blog; os artigos “O parto de uma nova idade” e “Duas espécies humanas” nº 57 e 59 de 2011(tem em http://www.maurosantayana.com/2011/05/duas-especies-humanas.html) extraio estes trechos

    “Está surgindo uma nova idade no mundo: o sistema de poder, dominado pelos banqueiros, que faz e desfaz governos, controla a ciência e a tecnologia, determina a vida e a morte de povos inteiros, começa a ser visto em seu horror pelas grandes massas. O que virá depois, não sabemos– mas as dores do parto desse novo tempo já se fazem sentir”

    “A tecnologia não está a serviço dos homens. Está a serviço dos ricos, que a usam, sobretudo na transferência instantânea de capitais, roubando dos depositantes e dos acionistas, enfim, de todos, porque o Estado, ou seja, o povo, arca com o prejuízo. Só há duas classes sociais, a dos ricos e a dos pobres”

    Ou seja o flaxflu nada mais é do que o nós pobres x eles os ricos a caminho da redução das desigualdades do “País rico é um pais sem pobreza” o mesmo de “Brasil um país para todos” e como espero tranquilamente que uma Aliança Liberal convirja para tal sem declinar dos seus valores reais: a ainda utópica concorrência leal.

  • P. Ilianovic

    Uma boa prova da diversidade de opiniões entre os chamados blogueiros progressistas é a posição a respeito do caso Palocci.

  • P. Ilianovic

    Muito bom este texto Fabio, valeu! Outro dia o Marcelo Paiva havia concordado com o Lobão sobre o mainardi ser um “iconoclasta”, achei isso uma merda! Mas é muito bom saber que ele mudou de opinião.

  • Carlos

    O ministro falou sobre o vazamento de informações confidenciais. Os jornais ironizaram. Não deram a mínima bola. Zombaram. A postura do pig, na campanha eleitoral passada, para um fato igual, não foi assim. Achavam um crime. Um fato muito grave. Os autores deveriam ser processados. Diziam que um cidadão “de bem” não podia mais confiar no Estado. No final foi o que se viu e a verdade apareceu. Não sejamos tolos em dar oportunidades para essas pessoas, defensoras deste grupo privilegiado da sociedade. Esta elite não mudará nunca. A verdade é que eles não gostam da gente e nos querem ver longe do poder, que segundo eles, lhes pertence.

  • ProfeGélson
  • raphael

    Oh Edu, nenhuma palavra sobre a quizumba desse código florestal? Gostaria muito de saber sua opinião sobre isso.

  • Ertha Lucia

    Eduardo,

    A “globo News” está se autopromovendo, nos intervalos da programação. Ví por acaso, porque costumo assistir o programa “Cidades & Soluções”. Cita uma matéria de cunho político, como o “mensalão do DEM” como exemplo de imparcialidade, por ter sido divulgada. Tem vários exemplos. Loucura. Eles não se dão conta que estão entregando a rapadura, com esse argumento?

  • Leonardo

    Só digo uma coisa: se Palocci tiver que se explicar, quero André Lara Resende e Pérsio Arida se explicando também… O que os 3 fizeram pode não ser ilegal, mas é imoral.

    • E o que eles fizeram que é imoral?

      • Leonardo

        Usar informação privilegiada (mesmo após a “quarentena”) para enriquecer…

        • É mentira que ele tenha usado informações privilegiadas. Como já coloquei em outrompost, informações privilegiadas são as informações sobre decisões governamentais divulgadas (ou “vazadas”, palavra da moda) para pessoa ou grupo específico ANTES da sua publicação, conferindo assim vantagem indevida.

          Uma vez cuprida a quarentena não existe mais informação que não esteja publicada (as informações de governo são PÚBLICAS) e portanto ele não tem mais nenhuma informação privilegiada.

          Pode-se discutir se a quarentena é adequada ou deveria ser maior, mas POR DEFINIÇÃO se ele cumpriu a quarentena não há mais informação privilegiada. E portanto não há imoralidade nenhuma.

          Você está sendo leviano ao afirmar algo que não pode provar e pior, nem sabe o que significa.

          • Leonardo

            Calma aí… Eu falei que se o Palocci precisar se explicar, então o resto que fez o mesmo que ele (segundo o próprio), também precisa se explicar junto com ele, CASO o que eles fizeram foi ilegal, imoral amoral ou coisa que o valha… Quero todo mundo sendo tratado igualmente… Todos são queridinhos do “deus-mercado”, mas o Palocci é próximo do Lula sacumé… SE eles fizeram alguma coisa do tipo, igualmente terão que se explicar (devagar com a patrulha…). Caso não tenha ficado claro (me parece o caso), fica registrada aqui minha falta de clareza e peço desculpas por ela… Se usaram informações ou não, cabe ao Min. Público esclarecer (e não eu lol…)

  • Julio Cesar Montenegro

    Sou da minoria de velhos que frequenta por aqui. Mas sinto a situação mudar onde moro no interior. Resumidamente: antes os senhores achavam que tinham o direito de mandar porque sabiam o que era importante saber ( herdar / ganhar dinheiro ) e aos trabalhadores se permitia apenas trabalhar com o corpo. Mal viviam – como aprender algo diferente das tarefas mal remuneradas ? – sem cabeça para “mais nada”… fora comer o que desse, foder e se foder.
    Sei não, mas pode ser que os pobres estejam aprendendo como patrão pode ser vilão, além das seculares lições do capitalismo, até mesmo pela… televisão. E um deles, pela tradição, já foi até presidente da república… sem desmerecer… ao contrário.

  • Junior

    Não pode existir democracia sem uma imprensa livre.
    Mas liberdade requer responsabilidade.
    A grande imprensa brasileira está longe de ser uma imprensa responsável.
    Então cabe a sociedade por meio do governo orientar e regulamentar a atuação da imprensa.
    E cabe a sociedade por meios dos blogs, alertar os leitores sobre os desvios da imprensa.
    No mais não devemos nos esquecer que ditaduras e governos autoritários não toleram a imprensa livre, e por isso não devemos dar munição aos que sãp contra os blogs, vindo aqui com idéias de cassação de direitos, fechamento de jornais, e idéias de medidas autoritárias que têm por objetivo calar a imprensa.
    Como diz o blogueiro: “Não queremos calar a imprensa, queremos poder falar.”

  • Dizem por aí, inclusive progressistas que estão mordendo na isca do pig, que Palocci recebeu 10 milhões entre a eleição e posse de Dilma.
    Mentira!
    Este valor corresponde ao pagamento de todo o ano.
    Aliás, estas empresas faturam bilhões, para elas é café pequeno pagar milhões por um serviço de assessoria, seja de advogad ou economista e, principalmente, ex-ministro
    Há ex-ministros tucanos-demos que ficaram bilionários, e olhe lá, não foi às custas de serviço de assessoria não
    Amauri Ribeiro Jr, kd o livro?

  • Milton Quadros

    Quer se horrorizar? Então ouça o programa das 07:00 horas de uma grande emissora paulista de alcance nacional. Já ouvi o apresentador confundir partido político com governo,ao creditar uma declaração do presidente do PT ao Governo Dilma, e dizer que o governo através da Agencia de Energia Elétrica (ANEEL) subiu a tarifa de luz. Nunca mais sintonizei nela.

  • José do Ceará

    Enquanto isso, no interior do Ceará, uma Usina de energia solar de propriedade de Eike batista está sendo inaugurada.Deixai o PIG falar, mas a caravana continuará passando e o Nordeste Brasileiro se desenvolvendo.Quando o psdb for ver em 2014, já era para o vampiro… Dêem uma olhada nisso: Cidade de TAUÁ(CE):

    ——————————————————————————–
    Usina Solar de Tauá já interligada ao Sistema Elétrico Nacional
    Publicado em 24/05/2011 – 5:32 por Egídio Serpa | Comentar

    Categorias: Energia

    Informa a MPX, empresa de Eike Batista:

    Foi conectada ontem, 23, ao Sistema Elétrico Nacional a Usina Solar de Tauá, que entrou em testes gerando sua máxima potência de 1 MW.

    Ela será inaugurada no dia 3 de junho, em ato que terá a presença do governador Cid Gomes, de ministros de Estado e do próprio Eike Batista.

    É a primeira usina comercial solar do Brasil.

    Ela é capaz de abastecer 1,5 mil famílias.

    Na próxima etapa, a potência da usina solar de Tauá irá para 2 MW, depois para 5 MW. No final, 50 MW.

    Na primeira fase, a que entrou em operação, foram investidos R$ 10 milhões.

    Tags: Eike Batista, Energia solar, MPX, Usina Solar de Tauá

  • cleiry

    Por favor, divulgue!

    EXECUÇÃO: Camponeses e líderes dos assentados do Projeto Agroextratista, Zé Cláudio e Maria do Espírito Santo
    NOTA DE MORTE ANUNCIADA

    A história se repete!
    Novamente, choramos e revoltamo-nos:
    Direitos Humanos e Justiça são para quem neste país?

    Hoje, 24 de maio de 2011, foram assassinados nossos companheiros, José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva, assentados no Projeto Agroextrativista Praialta-Piranheira, em Nova Ipixuna – PA. Os dois foram emboscados no meio da estrada por pistoleiros, executados com tiros na cabeça, tendo Zé Claúdio a orelha decepada e levada pelos seus assassinos provavelmente como prova do “serviço realizado”.

    Camponeses e líderes dos assentados do Projeto Agroextratista, Zé Cláudio e Maria do Espírito Santo (estudante do Curso de Pedagogia do Campo UFPA/FETAGRI/PRONERA), foram o exemplo daquilo que defendiam como projeto coletivo de vida digna e integrada à biodiversidade presente na floresta. Integrantes do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), ONG fundada por Chico Mendes, os dois viviam e produziam de forma sustentável no lote de aproximadamente 20 hectares, onde 80% era de floresta preservada. Com a floresta se relacionavam e sobreviviam do extrativismo de óleos, castanhas e frutos de plantas nativas, como cupuaçu e açaí. No projeto de assentamento vive aproximadamente 500 famílias.

    A denúncia das ameaças de morte de que eram alvo há anos alcançaram o Estado Brasileiro e a sociedade internacional. Elas apontavam seus algozes: madeireiros e carvoeiros, predadores da natureza na Amazônia. Nem por isso, houve proteção de suas vidas e da floresta, razão das lutas de José Cláudio e Maria contra a ação criminosa de exploradores capitalistas na reserva agroextrativista.

    Tamanha nossa tristeza! Desmedida nossa revolta! A história se repete! Novamente camponeses que defendem a vida e a construção de uma sociedade mais humana e digna são assassinados covardemente a mando daqueles a quem só importa o lucro: MADEREIROS e FAZENDEIROS QUE DEVASTAM A AMAZÔNIA.

    ATÉ QUANDO?

    Não bastasse a ameaça ser um martírio a torturar aos poucos mentes e corações revolucionários, ainda temos de presenciar sua concretude brutal?

    Não bastasse tanto sangue escorrendo pelas mãos de todos que não se incomodam com a situação que vivemos, ainda precisamos ouvir as autoridades tratando como se o aqui fosse distante?

    Não bastasse que nossos homens e mulheres de fibra fossem vistos com restrição, ainda continuaremos abrindo nossas portas para que os corruptos sejam nossos lideres?

    Não bastasse tanta dificuldade de fazer acontecer outro projeto de sociedade, ainda assim temos que conviver com a desconfiança de que ele não existe?

    Não bastasse que a natureza fosse transformada em recurso, a vida tinha também que ser reduzida a um valor tão ínfimo?

    Não bastasse a morte orbitar nosso cotidiano como uma banalidade, ainda temos que conviver com a barbárie?

    Mediante a recorrente impunidade nos casos de assassinatos das lideranças camponesas e a não investigação e punição dos crimes praticados pelos grupos econômicos que devastam a Amazônia, RESPONSABILIZAMOS O ESTADO BRASILEIRO – Presidência da República, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente, Polícia Federal, Ministério Público Federal – E COBRAMOS JUSTIÇA!

    ESTAMOS EM VÍGILIA!!!
    “Aos nossos mortos nenhum minuto de silêncio. Mas toda uma vida de lutas.”

    Marabá-PA, 24 de Maio de 2011.

    Universidade Federal do Pará/ Coordenação do Campus de Marabá; Curso de Pedagogia do Campo UFPA/FETAGRI/PRONERA; Curso de Licenciatura Plena em Educação do Campo;
    Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST/ Pará;
    Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura – FETAGRI/Sudeste do Pará;
    Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar – FETRAF/ Pará;
    Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB;
    Comissão Pastoral da Terra – CPT Marabá;
    Via Campesina – Pará;
    Fórum Regional de Educação do Campo do Sul e Sudeste do Pará.

  • Osvaldo

    Prezado Eduardo,

    Não sei se você leu, penso que sim.

    Mas, de qualquer forma, envio o endereço de uma matéria muito elucidadora sobre a grande mídia e suas implicações na sociedade e na democracia.

    É imperdível para todo cidadão que se interesse pelo assunto que você abordou.

    Os Senhores da Mídia:

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-senhores-da-midia

  • Durval

    COMENTÁRIO INSULTUOSO RETIRADO

  • Carlos Henrique

    A função da mídia progressista é revolucionária. Por isso mesmo é vital para a democratização da opinião e da informação em nossa Sociedade. Pela primeira vez vemos os grandes dogmas dos impérios de comunicação serem contestados, com isso, o “pensamento único” das famílias que controlam a comunicação no país(ou seja, a cristalização de uma única versão e/ou opinião, as duas coisas confundem-se, sobre os fatos, versão que condiz com a interpretação conservadora), passou a ser contestado, passou a ter um contra-ponto, que o contesta não apenas no aspecto opinativo, o que já seria muito importante, mas também factualmente, mostrando que na maioria das vezes a mídia conservadora sequer descreve o fato como aconteceu, chegando também a censurar aqueles acontecimentos que não interessam aos seus objetivos. Essa mudança começou a elevar substancialmente a consciência da população, outrora completamente submissa à interpretação dos fatos produzida pelos barões da comunicação e seus “jornalistas” amestrados, começando a despertar a vital capacidade de duvidar em nosso povo, que passou a dessacralizar os impérios de comunicação, deixando de ver neles poços de imparcialidade(como cinicamente ainda afirmam ser)e enxergar o que de fato são : empresas capitalistas, controladas por uma oligarquia econômica e social, a qual tem projetos e objetivos para o Brasil bastante diferentes daqueles que beneficiam a maioria dos cidadãos. É claro que esse processo é gradual, a velha mídia ainda tem algum prestígio(embora desde 2002 a decadência desse prestígio dê-se de forma acelerada)e infelizmente ainda vemos pessoas(por incrível que pareça, principalmente na classe média)que comportam-se como autômatos diante dos dogmas dos coronéis eletrônicos, neles acreditando caninamente. Todavia, esse número diminui cada vez mais e, dependendo da região do Brasil que se analisar, sua queda é ainda mais acentuada. Assim, nas regiões mais evoluídas politicamente, como o Nordeste, o poder da velha mídia é mínimo, sendo que, basta olhar-se os resultados eleitorais em minha região, nas esferas municipal, estadual e federal, e perceber-se-á que a mídia conservadora já leva surras aqui há mais de uma década, vivendo uma crise profunda. Todavia, em regiões mais reacionárias, como no Sul e Sudeste, o atraso político de suas populações permite que ainda seja grande o poder dos barões da comunicação, capazes de influenciar bastante nas escolhas políticas nesses estados, o que pode ser percebido pelo fato de terem se tornado a última trincheira dos setores políticos mais reacionários, cujos governos levam essas regiões cada vez mais ao atraso e decadência. Assim, podemos concluir que a ação da blogosfera progressista já produziu muito, e pode produzir ainda mais, devendo para tal organizar-se cada vez mais, como também interrelacionar-se de foma mais intensa, isto é, sair do provincianismo que caracteriza a maioria dos blogs e procurar, através do contato com outras experiências e realiaddes políticas(principalmente dos locais onde a mídia de direita está praticamente morta)aprender com o Brasil evoluído politicamente, o qual já mandou os barões da comunicação para o passado.

  • Salvador

    A INTERNET NUNCA SUBSTITUIRÁ O JORNAL
    O jornal impresso, como sempre o conhecemos, realmente não poderá ser substituído pela internet.

    A seguir alguns dos importantes usos do jornal:
    Uso doméstico:
    Amadurecer banana, abacate…
    Recolher lixo.
    Limpar vidros.
    Dobradinho, serve para alinhar os pés da mesa.
    Embrulhar louças na mudança.
    Recolher a sujeira do cachorro.
    Forrar a gaiola do passarinho.
    Cobrir os móveis e o piso antes de pintar a casa.
    Evitar que entre água por baixo da porta.
    Proteger o piso da garagem quando o carro está vazando óleo.
    Matar moscas, baratas e demais insetos.
    Na época da crise econômica, usá-lo como papel higiênico, mesmo que seja um pouco duro.

    Uso educativo:

    Bater no focinho do cachorro quando faz xixi dentro de casa.
    Fazer barquinhos de papel.
    Arrancar um pedacinho em branco para anotar número de telefone.

    Usos comerciais:

    Alargar o sapato.
    Rechear bolsas para conservar a forma.
    Embrulhar peixes.
    Embrulhar pregos na loja de produtos para construção.
    Fazer um chapeuzinho para o pintor ou para o pedreiro.
    Cortar moldes para o alfaiate ou para a costureira.
    Embrulhar quadros.
    Embrulhar flores.

    Uso festivo:

    Acender a churrasqueira.
    Rechear a caixa de presente-surpresa.

    Outros Usos:

    Para os seqüestradores usarem suas letras nas cartas.
    Fazer bolinhas para jogar nos companheiros de classe.
    Fazer uma capinha para o machado ou foice.
    Fazer proteção na cabeça para não estragar a chapinha quando estiver garoando.
    Nos filmes, para os bandidos esconderem o revolver.
    Para esconder-se atrás dele quando não quiser que te vejam.

    Ah!!!!!!
    E por último:
    Procurar, para ler as notícias.
    Poderia me dizer se você consegue fazer tudo isso com o computador?

    • Francisco Bezerra

      E todas essas funções prescindem de credibilidade.

  • Marquinhos Santa Fé

    Parabéns pelo artigo Eduardo, sempre interessante!

  • aliancaliberal

    Em resposta ao Sr Pedro Soto, ele diz:
    Eu não falei em atacar “inimigos políticos”.
    A TV Pública tem o dever de defender o governo que foi democraticamente eleito pelo povo, sobretudo considerando que todos os demais canais de televisão são de oposição.
    Não é isso mesmo que o PSDB faz com a TV Cultura em São Paulo?
    Chega de cinismo. O povo elegeu o governo para EXERCER O PODER e não para fazer média com os seus adversários. Estes, com certeza, não brincam em serviço.
    …………..
    “A TV Pública tem o dever de defender o governo”

    NÃO É FUNÇÃO da tv publica defender o governo, o estado não pode ser usado como instrumento politico, Sr Pedro Soto.
    O estado não é propriedade do governo para ser usado em sua defesa ou promoção.Pode ser apenas uma opinião particular mas, assim mesmo sinaliza a intensão por trás disso da esquerda em impedir a critica ao governo.

    “EXERCER O PODER ” isso me deixa preocupado, deixa claro o viés totalitário. onde há fumaça há fogo.

  • Leio os textos de Eliane Cantanhêde, mas antes dou uma verificada: se muito perfumado deixo de lado; não leio Carlos Heitor Cony e nem compraria um livro dele. Aprecio o texto do Mino Carta, de Nelson Rodrigues, Saldanha e Roberto Campos, um quadrado mágico do saber, ironia, humor e ousadia, independente de ideologia, aliás, que servem de lições aos Jucas kfouris… O duro é quando o autor escreve e depois pede para esquecer seus textos. (FHC)

  • As armaduras de Palocci

    Nem Palocci, nem José Dirceu, nem Erenice Guerra, nem ninguém de vida pública (política) pode se negar a prestar esclarecimentos oficiais à sociedade. Quem não deve não teme. O político tem que ser um livro aberto para todos lerem. Que pouca-vergonha é essa que se instalou no Brasil? O Art. 50 da Constituição Federal não pode ser considerado letra morta. Vamos respeitar os valores democráticos constitucionais.

    Infelizmente o país foi tomado em todos os segmentos por aquilo que o falecido e ex-senador amazonense, Jefferson Peres, já havia alertado: a “Mexicanização brasileira” pelo PT. E tudo está se confirmando. O PT se armou e contaminou de corruptos as instituições públicas brasileiras, para poder agir do ba
    xo ao alto clero. Veja o pipocar de denúncias de prefeituras comandadas pelo PT em todos os rincões brasileiros. Veja como até hoje os mensaleiros continuaram impunes, em que o STF mascara o exame do processo. Aliás, esse tribunal, de indicação política, é uma vergonha. Veja o imberbe e desconhecedor de Direito, que foi reprovado em dois concursos para juiz, Dias Toffoli, ex-advogado do PT, hoje como ministro do STF. Veja a audácia do ex-ministro político de toga, do STF, Nelson Jobim, hoje comandante do Ministério da Defesa, ao convidar para ser seu secretário o ex-deputado José Genoino, dependurado em processo no STF.

    Veja que a estratégia, para tentar influenciar o julgamento no Supremo Tribunal Federal, está muito clara. O petista paulista, deputado federal João Paulo Cunha, que responde no Supremo por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato (mensalão), foi escolhido pelo PT para presidir a comissão mais importante da Câmara, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Veja o que disse o deputado petista paulista Devanir Ribeiro: “O Jobim deu um recado ao governo e ao PT. Por que nossos ministros não convidam companheiros processados para trabalhar? Vamos vencer a batalha da opinião pública”. Ora, esse deputado ao colocar em dúvida a seriedade do Supremo deveria ser cassado pelo Conselho de Ética por falta de respeito com o maior tribunal.

    O PT e base de apoio, liderada por José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e outros, formaram no Senado a muralha da imoralidade de difícil transposição. São todos políticos indecorosos com rabos presos, que não deixam nada ser apurado contra o governo petista e seus subalternos ministros e demais bajuladores políticos. Assim, é quase letra morta o Art. 50 da Constituição Federal.

    Aí no Senado tem um senador, que é o que se chama de parasita, aquele animal que se alimenta do sangue de outro. Trata-se do petista amazonense João Pedro, senador biônico, que não recebeu um voto sequer e gosta de cantar de galo no Senado para impedir as CPIs contra o PT. Figurinha carimbada e conhecida de outros “carnavais” do Senado. Ele e o outro ex-senador biônico, o agora deputado federal Sibá Machado, mais a derrotada ao governo catarinense e agora empregada de ministra da Pesca, a ex-senadora Ideli Salvatti, formavam o triunvirato petista do Senado, que muito dificultava as instaurações de CPIs contra indecorosos petistas, descobertos em irregularidades políticas. Agora, ele novamente se apresenta, juntamente com o senhor e outros, que não querem ver o Brasil político moralizado, para dificultar e defender outro ladravaz petista requintado, que mandou violar o sigilo bancário do caseiro Francelino, o Dr. Palocci, o mágico do enriquecimento precoce.

    O senhor e outros indecorosos políticos, em vez de prestarem um bom serviço ao País, colaborando para a apuração da verdade e da decência política, trabalham na contramão da moralidade pública, pois são os regentes da orquestra podre que só desafina e conspurca a seriedade que deveria ter a política brasileira.

    Nos Estados Unidos da América do Norte, trambiqueiros do mensalão e políticos mágicos que enriquecem do dia para a noite, seriam algemados, presos e processados com o rigor da lei. Aqui no Brasil goza de liberdade todo político (petista) solerte, frequentador de casas suspeitas, como aquela que o caseiro Francelino denunciou, usada pela patota do Palocci em Brasília para festas e partilha de dinheiro. É uma grande vergonha nacional. Basta ser petista o rato apanhado roendo o queixo, para o enxame petista se assanhar em defesa de seus correligionários. Se o “tarado” diretor do FMI fosse político petista, com certeza estaria armado o barraco petista para a sua defesa.”

    Com efeito, existe uma diferença muito grande entre os tribunais brasileiros e americanos. Por isso, políticos indecorosos, que conspurcam a seriedade do Congresso e de toda a classe política, continuam impunes desafiando a sociedade brasileira. Uma vergonha. E ainda existem “políticos fajutos”, para defender essa pouca-vergonha, que recebem R$26.700 e mais penduricalhos remuneratórios, tungados dos bolsos dos contribuintes nacionais. Triste país comandado por uma tropa de aproveitadores mal intencionados.

  • Ana SC

    Edu: postei há pouco no blog Os Amigos do Brasil e quero postar, com pouquíssimas alterações, no teu blog, pelo respeito que tenho às tuas opiniões.

    Tenho 52 anos e já fazia um bom tempo que eu tinha me desligado da discussão política por não mais aguentar o cinismo e as posições oportunistas de gente da oposição ou do governo, fosse este da direita ou da esquerda. Com as eleições de 2010, entrei de corpo e alma na campanha via internet, devido à mais absoluta ojeriza que me provocaram os valores medievais e de extrema-direita da campanha serrista, com táticas, para mim insuportáveis, da extrema-direita dos USA. Fazer isso, desmentindo e provando muitas mentiras acerca de Lula e Dilma propaladas pelo PIG, significou embates com muitas pessoas da minha família e amigos, pois sou de Santa Catarina, estado em que o pior da Arena/PFL/DEM ou do PMDB sempre teve forte presença em governos estaduais, municipais, em deputados federais e senadores. Mesmo a Ideli Salvatti, eleita senadora pelo PT, nunca me passou confiança: as fotos dela com o Sarney, aos beijos e abraços, não saem da minha memória.
    Devo acrescentar que um familiar é milico da época da ditadura (do tipo que enxerga comunista pra todos os lados, que defende a ditadura como um bem, que afirma ser a esquerda suja etc., etc.) e foi com ele que travei as primeiras discussões e discordâncias sobre os e-mails repulsivos e mentirosos que repassava, isso muito antes da campanha de 2010 e muito antes da campanha de Dilma perceber que era necessário combater as calúnias e informações distorcidas e manipuladas sobre Lula, sobre ela mesma e sobre o governo petista.
    Desde o ano passado, todos os dias, dou uma passada por vários blogs sujos para saber como está o governo federal e as respostas dadas às tentativas de escândalo e desestabilização desses primeiros 4 meses do governo Dilma – passaportes diplomáticos dos filhos do Lula, tentativas de intriga entre Lula e Dilma, inflação descontrolada, livro didático que ensina a falar errado (um desdobramento do uso de “presidentA” e do pouco grau de instrução formal de Lula) e outros mais, de menor porte. Para todos sempre houve, nos blogs sujos, análises e informações consistentes que desmontavam as manobras deploráveis do PIG.
    Achei a ida de Dilma à festa de 90 anos da Folha até justificável, mas ela apresentar-se, ali no covil, como “presidentE” e não como “presidentA da República” soou, para mim e para muita gente que frequenta esses blogs sujos, como uma forma de submissão ou como medo de melindrar o PIG, pois dizer “presidentA” equivaleria a demarcar território e acrescentar: “eu sei o que vocês fizeram no ano passado…” Eu briguei por ela, cara! E ela sai com essa?
    Aí vem o caso do Palocci. Pretendo comentá-lo com o “currículo” que expus acima, de cidadã que comprou brigas com amigos e familiares durante a campanha de 2010, de cidadã que considera o governo Lula o melhor que o País já teve, de cidadã que considera a extrema-direita e o neoliberalismo o pior que podia acontecer ao mundo, de cidadã que não lê, não ouve nem assiste ao PIG para se informar. Mas também uma cidadã que faz ressalvas ao PT que, quando se vê em situações críticas, faz de tudo para justificar-se só porque é PT e o PT sempre age da melhor maneira possível.
    Tudo o que se diz em defesa do Palocci, no sentido de que ele não fez nada de ilegal, de que ele não violou nenhuma lei, seja no âmbito jurídico ou capitalista, de que sua presença num governo petista dá segurança aos investidores, ao mercado e aos empresários e, ao mesmo tempo, sustenta e cria caminhos para avanços sociais, não apaga a imagem de que ele agiu como qualquer tucano ou demo que o PT tanto critica. Informa-se que ele criou a Projeto antes de ser eleito deputado federal e depois de estar afastado 120 dias do governo. Tudo bem, mas por que ele, depois de eleito deputado, não vendeu ou passou para terceiros a administração da Projeto? Outro ponto que torna Palocci difícil de ser defendido: a Projeto não foi um empreendimento que lhe permitiu sustentar-se ou ganhar uma boa grana, mas um empreendimento que o tornou milionário, milionário!, como ninguém nega, em 4 anos! E nesse período ele era deputado governista! Pega mal, muito mal. Segundo a Folha, o faturamento da Projeto a coloca como a 2ª empresa de assessoria do mercado, atrás de uma outra que conta com 100 funcionários e com muito mais tempo de atuação na área. Li agorinha em blogs sujos que o CQC (argh!), no programa dessa semana, apresentou uma lista de deputados que também aumentaram seus rendimentos 20 vezes em 4 anos. Pelo menos parte do cinismo com que é tratado o caso Palocci foi desmascarada.
    Pra complicar a defesa do chefe da Casa Civil, embora não tenha nada a ver com o caso, o PHA, no C Af, explorando a antipatia que simpatizantes de um governo com compromissos sociais têm pelo Palocci, informa que a “Carta aos Brasileiros” lida pelo Lula quando do 1º mandato, foi redigida com o auxílio dele, que consultou a cúpula da Globo – os Marinho – para saber o que era importante escrever; vazamentos do Wikileaks de que ele seria favorável à ALCA; e a reprodução de uma entrevista com Paulo Nogueira, ex-diretor das revistas da Globo, que garante que foi Palocci quem entregou os dados bancários violados do caseiro Francenildo também à cúpula da Globo e depois publicados pela Época. Em defesa do PHA, todos sabem que há muito ele tem o Palocci na mira, tanto quanto estão na mira dele José Eduardo Cardoso, Nelson Jobim, Serra/FHC/tucanos, Daniel Dantas, Gilmar Mendes, os demos. Mas eu também estou furiosa com o PHA por dois motivos: ele está cerrando fileiras contra o Palocci aliado ao PIG que ele tanto abomina e também porque o PHA, em nenhum momento, demonstrou preocupação de que houve quebra de sigilo nesse caso.
    É óbvio que a intenção do PIG, porta-voz do conservadorismo mais truculento, é desestabilizar o governo Dilma. O PIG tá pouco se lixando se foi o Palocci que abriu uma brecha para o verdadeiro alvo, poderia ser qualquer um (embora o Palocci seja ótimo para a fuzilaria). O PIG é cínico, não tem caráter nem princípios democráticos: quebrar sigilo de demotucanos é um atentado aos direitos individuais; quebrar sigilo de figuras de calibre do governo federal ou do PT é defender a pátria. Por outro lado, os petistas denunciam a blindagem em torno dos governos Serra/SP e Aécio/MG, pois impedem qualquer tentativa de investigação sobre seus governos, mas se põem em ordem unida para blindar Palocci – a Câmara já fez isso. Não que devessem atirá-lo aos abutres, mas deveriam, os próprios petistas, tomar a iniciativa de cobrar um “explique-se”, nem que fosse jogo de cena político. Mas estão nessa de que ele “vai dar” explicações convincentes, “vai esclarecer” tudo, que a consultoria por ele prestada não fere lei alguma (o Estadão mesmo esclarece que não há lei infringida por Palocci), que tem dedo do Serra, dos ruralistas e até fogo amigo por trás das denúncias. Não adianta nada! Vejo burrice e arrogância aí. A burrice fica por conta de acharem que tinham conseguido uma trégua com o PIG ou um comportamento mais decente por parte dele (já se vê que aquele discurso sem-pé-nem-cabeça da Dilma nos 90 anos da Folha não funcionou), que as pesquisas que apontaram simpatia de eleitores de Serra por Dilma tinham apaziguado as coisas. É a mesma burrice e falta de atitude que permitiu que por anos fossem disseminadas mentiras, distorções e ofensas das mais baixas contra Lula, seu governo e a esquerda em geral, fosse na imprensa piguenta ou através de e-mails. Talvez os quase 90% de popularidade do Lula tenham tornado arrogantes os responsáveis pela campanha de Dilma (o Palocci tava lá) e eles passaram a considerar que ela teria, se não 90%, uns 70% dos votos, já no 1º turno. Pra que dar peitada numa situação confortável dessas?
    Tenho pensado que a campanha de Serra considerava a derrota como certa mesmo no 2º turno. Mas se colocarmos por trás dele um projeto dos reaças, da extrema-direita, do neoliberalismo, das grandes corporações ou, no mínimo, dos conservadores, veremos que houve sucesso em 2010. Bastou aparecer esse caso do Palocci pra gente perceber que o tenebroso campo que eles cultivaram ao longo dos governos Lula e cujas ervas daninhas já viçosas eles expuseram claramente há pouco, no 2º semestre de 2010, deu resultado, pois coloca o PT e o governo Dilma em polvorosa, na defensiva, procurando uma saída.
    Lembremos que foi a postura incisiva da candidata Dilma no debate da Band no 2º turno que deu um chega pra lá no Serra, reanimou militantes e simpatizantes. Eu cobro essa mesma atitude, e também coragem e coerência do governo da presidentA Dilma tanto em relação ao PIG quanto em relação ao Palocci. É irritante ver o governo acuado, travando o que chama de “batalha política” e blindando Palocci. Repito: tivesse cobrado um “explique-se” assim que a sujeira foi jogada no ventilador, não estaria nesse enrosco. Nesse ponto em que a coisa chegou, qualquer resposta soa como tergiversação, como fuga à questão do cara ter-se tornado milionário, milionário!, em 4 anos, ao longo de seu mandato de deputado federal governista. E esse cara agora é chefe da Casa Civil. Não interessa ao PIG que as atividades de assessoria de Palocci não ferem a Lei, tanto que admitem isso. E o resultado é o que o Ruy Acquaviva já comentou. Abrir a guarda dá nisso.
    Por fim, recomendo que o pessoal do Planalto volte, urgentemente, a ler e a travar diálogo com os blogs sujos, e não só com os blogs de militantes petistas. Foram esses mesmos blogs que tiveram um papel decisivo em 2010, que brigaram em defesa do País, do governo Lula, da candidatura Dilma e contra o PIG. O ministro Padilha fez isso dias atrás. É nesses blogs que o Planalto pode ter uma boa idéia de como o pessoal bom de briga, que luta a boa luta, reage às ações do governo.

  • O uso do sujeito indeterminado não confere seriedade a análise alguma, sugere fuxico.
    Artigo tão legítimo quanto a gorda aposentadoria que Cony cavou como “vítima da ditadura”.

  • ARTHUR

    A potência dos ataques da “Coalizão do Mal” (EUA, UE E OTAN) multiplicou por cinco seu poder de destruição e no entanto a mídia comprometida com os invasores de países para escravizar os seus povos e roubar suas riquezas, anuncia que “morreram 3 pessoas” no ataque, no outro ataque, “morreram cinco pessoas” e no terceiro anunciaram que “morreram quatro pessoas”. O alienado político e o leigo, como não têm idéia da capacidade de uma máquina de guerra vai acreditar! Todavia tal repetição de notícias que são distribuidas pelo Pentágono e pela CIA, é uma agressão às pessoas esclarecidas e o pior é que a mídia brasileira participa dessa censura, que proíbe-se contar a verdade sobre os verdadeiros motivos das invasões dos países árabes e agora da Líbia, para não desagradar a vontade (ou pressão colonialista) dos EUA! Vimos os jornais o “Globo,” a “Folha” e o “Estadão”nos governos Lula se espernearem com a atitude da justiça em relação ao senador Sarney! Eles, mortos de medo, ao invés de atacar a justiça, que se manifestou a favor do Sarney, atacavam o governo e a pessoa do Lula, numa covardia sem par! Eles repetiram isso durante quase um ano, embora nenhum dos três jornais tenha moral para criticar ninguém no assunto censura, porque todos esses jornais apoiavam a censura cruel da ditadura militar, aliás, governo onde as três empresas enriqueceram substancialmente! As notícías são de uma crueldade inimaginavel. Parece que o povo líbio não tem nenhum valor humano e eu fico aqui como Don Quixote contando a verdade do que se passa nas cabeças desses países colonialistas, navegando nos blogs do Paulo Moreira Leite, do Brizola Neto e o no seu, Eduardo Guimarães, a quem sou agradecido e aos demais donos dos blogs por não censurarem os meus textos. Eu tenho 78 anos, sou da escola de nacionalismo do Getúlio, do general Newton Estilac Leal, do Leonel Brizola e do Lula! Pouca gente sabe como o Brasil era pressionado pelos EUA em tudo em que eles queriam. E uns seis meses depois do início da “Guerra da Coréia,” o governo americano começou a pressionar o Brasil para enviar tropas para a Coréia e toda hora o embaixador americano pedia audiência ao Getulio para falar sobre o envio de tropas e Getulio não estava gostando nada da insistência do embaixador e falou com o general Estilac Leal, ministro da Guerra (hoje do Exército) e general pediu ao Getúlio para que o embaixador fosse falar com ele (Estilac). E com a maior franqueza, Estilac Leal, falou com o embaixador, que tudo indicava para que o Brasil não entrasse naquela guerra; preparação dos soldados para uma guerra nas selvas super-úmidas, uma guerra muito distante e não havia um motivo nacional para que o Brasil fosse guerrear na Ásia! Esse último detalhe enfureceu o embaixador americano e que a partir daquele momento, os EUA começaram a estudar a possibilidade de sabotar e de até tirar Getulio do poder e anos depois o Ivan Hasslocher “criou” o IBAD (Instituto de Ação Democrática) para arrecadar fundos junto aos empresários americanos para financiar os candidatos brasileiros, à qualquer cargo, desde que não fossem nacionalista! E na eleição seguinte, mesmo com milhões de dólares não funcionou, então todo o dinheiro, cerca de 3 bilhões de cruzeiros, foram direcionados para o golpe militar de 1964!
    QUERO DEIXAR BEM CLARO QUE NÃO SOU A FAVOR DO MUAMAR KADHAFI CONTINUAR NO PODER, SOU A FAVOR DE QUE SÓ O POVO LÍBIO PODE TIRÁ-LO DO PODER. E NESSES ÚLTIMOS 42 ANOS, NENHUM GOVERNANTE DO MUNDO FEZ TÃO BEM AO SEU POVO COMO KADHAFI FEZ PELOS LÍBIOS. REPAREM QUE OS EUA FALAM EM ELEIÇÃO DIRETA NO IÊMEN, NO BAHREIN, NO EGITO, NA TUNÍZIA E NA SÍRIA, PORQUE NESSES PAÍSES ELES TERÃO UMA OPORTUNIDADE DE “MANOBRAR” ISTO É, FAZER TODO O TIPO DE SUJEIRA PARA O SEU CANDIDATO GANHAR, MAS NÃO FALAM EM ELEIÇÕES NA LÍBIA, PORQUE SABEM QUE GANHARÁ O CANDIDATO QUE CERTAMENTE KADAFHI INDICAR!!!

  • alex

    Edu e Blognautas: vejam que belo artigo:

    FALSO HUMOR

    ZUENIR VENTURA

    Riso e preconceito

    Pelo menos dois colunistas chamaram a atenção para o fato. “Já virou moda”, escreveu André Barcinski, “o artista ou celebridade falar uma besteira em entrevistas, no Twitter ou no Facebook, e depois voltar para se desculpar”. O seu colega da “Folha de S.Paulo” Marcelo Coelho explica: “Ser politicamente incorreto, no Brasil de hoje, é motivo de orgulho. Todo pateta com pretensões à originalidade e à ironia toma a iniciativa de se dizer ‘incorreto’ — e com isso se vê autorizado a abrir seu destampatório contra as mulheres, os gays, os negros, os índios e quem mais ele conseguir.”
    Isso veio a propósito das declarações do diretor Lars Von Trier, que em Cannes se confessou simpatizante de Hitler e admitiu ser nazista. Diante dos protestos, correu para se justificar. “Me arrependo. Foi uma brincadeira estúpida.”
    Aqui houve casos semelhantes. O cantor Ed Motta exaltou no seu perfil do Facebook o Sul do Brasil: “Como é bom, tem dignidade isso aqui. Frutas vermelhas, clima frio, gente bonita. Sim, porque ôôô povo feio o brasileiro”, exclamou, talvez se olhando no espelho. Depois, apressou-se em dizer que fora mal compreendido. Mais grave foi o que se fez em nome do humor. O comediante Rafinha Bastos declarou em um show que toda mulher que reclama de estupro é feia: “Deveria dar graças a Deus (…). Homem que fez isso não merece cadeia, merece um abraço.”
    Outro artista do programa “CQC”, Danilo Gentili, preferiu apontar para as vítimas do Holocausto. Comentando o abaixo-assinado contra uma estação de metrô, tuitou: “Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que eles chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz” (no bairro moram muitos judeus). A exemplo de Rafinha, Gentili arrependeu-se e foi à Confederação Israelita se desculpar.
    Será que não se pode fazer piada com temas polêmicos? Claro que sim. Barcinski cita vários exemplos, entre os quais um texto clássico do comediante Redd Foxx sobre anões, sem falar em Woody Allen com seu olhar crítico sobre judeus.
    No Brasil, um dos livros mais engraçados no gênero é “As melhores piadas do humor judaico”, de Abram Zylbersztajn. Algumas são atrevidas, nenhuma preconceituosa e todas hilárias.
    O problema é que quando ofende, em vez de fazer rir, o politicamente incorreto é tão sem graça quanto o seu contrário.
    As desculpas atenuam a agressão, mas não escondem a discriminação que se disfarça atrás do falso humor. Nesses atos falhos, o autor deixa escapar inconscientemente a manifestação do que está reprimido: o preconceito.
    Passei o sábado tentando explicar sem sucesso como confundi dois pares de fartos seios parecidos, mas separados no tempo. Em outras palavras: a mãe de Mariska, a Olivia de “Law & Order”, é Jayne Mansfield e não Mae West, como publiquei.

    Publicado no Globo de hoje (26-05)