Estudo diz que Lula superou FHC e reconhece herança maldita

Análise

Colunistas da grande imprensa andaram compondo odes ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (18 de junho de 1931) por conta da comemoração dos seus bem vividos oitenta anos. Alguns textos foram constrangedoramente bajuladores. Esses mesmos colunistas, porém, tratam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com desdém e ironia.

É hora de colocar os pingos nos is. Os colunistas da imprensa ubilicalmente ligada ao projeto de poder do PSDB – ou de seus caciques de cocares mais empenados – podem fazer as suas escolhas políticas, mas precisam parar de mentir ao negarem que o governo Lula foi melhor do que o de FHC e que este legou àquele uma herança maldita.

Para comprovar o que digo, valer-me-ei de fonte desses colunistas. No caso, a fonte é de uso do colunista de O Globo – e mais novo “imortal” da Academia Brasileira de Letras – Merval Pereira, que assina hoje (22/6), naquele jornal, artigo em que dá conta de Estudo institulado “Redução da desigualdade da renda no governo Lula — Análise comparativa”, do professor Reinaldo Gonçalves, do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Como faz, ininterruptamente, há anos, o colunista de O Globo se vale de parte daquele estudo para induzir o leitor a acreditar em premissas de um dos dois estudos de que trata este artigo que mostrariam que não houve nenhuma grande distribuição de renda durante o governo Lula e que a que ocorreu teria feito parte de um processo mundial em que o governo anterior “surfou”.

Eis o que interessa do artigo “Desigualdade persiste”, de Merval Pereira:

(…) O Brasil experimenta melhora apenas marginal na sua posição no ranking mundial dos países com maior grau de desigualdade, entre meados da última década do século XX e meados da primeira década do século XXI, já que sai da 4ª posição no ranking mundial dos países mais desiguais para a 5ª posição.

No conjunto dos países que mostram melhores resultados quanto à redução da desigualdade, o Brasil ocupa a 3ª posição, atrás da Venezuela (projeto de orientação socialista) e do Peru (projeto liberal), o que demonstra que os programas sociais não encontraram barreiras ideológicas à sua execução (…)

Merval, como de costume, conta parte da história. Para julgar por si mesmo, o leitor que se sentir preparado para julgar um texto acadêmico complexo, poderá lê-lo clicando aqui. O texto, porém, incorre em um erro básico: ignora os resultados sociais obtidos pelo governo Lula, apesar de reconhecer que a comparação dos resultados tem que obedecer às condições objetivas de cada governo.

Mas, de fato, a conclusão do estudo usado por Merval Pereira é a de que tanto o governo FHC quanto o governo Lula foram fracos em termos de crescimento econômico, o que fez com que a redução da concentração de renda tenha tido desempenho insuficiente nos governos dos dois ex-presidentes, ainda que com larga vantagem para Lula.

O uso desse estudo por um dos que mais se derramaram em declarações de amor pelo ex-presidente tucano por si só derruba qualquer contestação a outro estudo do mesmo acadêmico da UFRJ que produz algumas conclusões que esses colunistas negam reiteradamente, como as de que o governo Lula foi melhor do que o de FHC e de que este legou àquele uma legítima herança maldita.

O estudo “Análise Comparativa do governo Lula – resultados e metodologia”, de autoria do mesmo professor Reinaldo Gonçalves e divulgado em 28 de abril de 2010, não alivia para governo nenhum. Mas, quando chega na comparação entre os governos FHC e Lula, tem que reconhecer que, apesar dos resultados insuficientes dos dois, o de Lula foi melhor. E que poderia ter sido melhor se não fosse a herança que recebeu.

Eis a comparação pura e simples dos dois governos no ranking dos que melhores resultados obtiveram:

(…) O governo FHC ocupa a 28ª posição e o governo Lula a 23ª posição em um conjunto de 29 governos. Vale notar que o governo FHC é o segundo pior da história republicana (só perde para o governo Collor). No conjunto de 6 indicadores o governo Lula tem melhor desempenho que o governo FHC em 5 indicadores (…)

(…) Em defesa do governo Lula pode-se argumentar que parte expressiva do seufraco desempenho decorre da “herança negativa” do governo FHC derivada, principalmente, do desequilíbrio das finanças públicas (…)

A íntegra do estudo que este blog contrapõe ao estudo usado por Merval Pereira pode ser lida aqui.

Como já disse, nenhum dos dois estudos pega leve com governo nenhum. Aliás, ambos são injustamente duros com o governo Lula porque desconhecem um fator crucial, os resultados tanto da distribuição de renda quanto da redução da pobreza ou do crescimento exponencial da influência do Brasil no cenário internacional são solenemente ignorados.

Contrapondo-se os dois estudos com os dados do IBGE, vê-se que, apesar de a redução da desigualdade ter sido apenas mediana em relação ao mundo, dentro da realidade brasileira foi a maior ocorrida nos últimos cinqüenta anos, conforme pode ser constatado no artigo IBGE explica por que a elite odeia Lula, publicado neste blog no mês passado. Jamais houve distribuição de renda igual no período que vai de 1960 a 2010.

Além disso, há que se levar em conta a conjuntura mundial durante a era Lula. FHC recebeu um país com a economia arrumada, ainda que ele tenha sido o responsável por essa arrumação ao fim do governo Itamar Franco, enquanto que Lula recebeu um país altamente fragilizado, sabotado incessantemente pela grande mídia e pela oposição e que enfrentou a maior crise econômica mundial dos últimos oitenta anos.

De qualquer forma, se a coalizão político-midiática que Merval Pereira integra quer usar os dados do professor Reinaldo Gonçalves, certamente tem que endossar as conclusões dele de que o governo Lula foi melhor do que o de FHC e de que este legou uma herança maldita àquele… Certo?

188 comments

  • Chora peito
    Me mata de uma vez
    Porque aos poucos eu não vou morrer

    Chora peito
    Me mata de uma vez
    Pra não dar tempo de pensar no PT

    Chora Peito – Composição: Chrystian & Ralf
    Adaptação: Gerson Carneiro

  • Não custa mesmo repetir: o governo Lula não foi certamente o governo dos sonhos de ninguém, mas, uma coisa é certa, foi, de longe, o melhor governo desde a chamada “redemocratização”.

    • Foi o governo dos meus sonhos e dos sonhos de 30 milhões que saíram da miséria. O Lula está mais do que certo quando fala “nunca antes na história deste país. Só quem pode se queixar são os mervais da vida que dia a dia olha suas teorias se esfacelando no sucesso dos governos petistas.

    • O governo Lula foi, sim, o governo dos meus sonhos e de um grande contingente do povo brasileiro.
      Foi o melhor governo que este país já teve, e não apenas o melhor governo após a redemocratização do nosso país.
      Certamente poderia ter feito mais, se a correlação de forças lhe fosse mais favorável.
      Mas certamente também o que fez foi extraordinário, resistindo bravamente aos ataques sistemáticos e virulentos do PIG e da oposição demotucana, que buscavam destruí-lo, enfraquecê-lo, desmoralizá-lo e/ou sabotá-lo.

    • O governo Lula superou os meus sonhos. Quando eu poderia imaginar no meus idos, lá pelos anos 70 e 80 que estaríamos livres do FMI? Quando eu poderia supor que teríamos grana pra pagar nossa dívida externa e ainda sobrar uns trocados? Quando eu poderia supor que conseguiríamos reduzir a miséria nesse país? Quando eu poderia supor que milhões de famílias sairiam da pobreza e passariam para a classe C, conseguindo assim ter diireito a possuir bens que antes nem sonhavam em ter? Quando eu poderia supor que estaríamos com apenas 6,7% de desempregados? Nos tempos do portento e sábio FHC, este chegou por volta de 20%. E diziam que era assim mesmo, pois o Brasil estava fazendo a liçaõ de casa. Ah! E correu pro FMI tres vezes. Nem em sonho eu poderia supor que viveria uma época dessas. Portanto o governo Lula superou os meus sonhos.

      • Tenho o mesmo sentimento. Quando Lula foi eleito jamais poderia supor um sucesso tão estrondoso. E não foi muito maior porque forças poderosas trabalharam incessantemente para torpedeá-lo, freá-lo, atrapalhá-lo, obstruí-lo, com todo tipo de artimanhas, trapaças, manipulações, traições, mentiras, calúnias, injúrias e difamações. Se essas forças antidemocráticas e antipatrióticas não tivessem tanto empenho em manter o Brasil atrasado e seu povo na miséria, talvez hoje nosso país ja´fosse tão desenvolvido quanto os mais civilizados do mundo.

  • Perder tempo com o merval,Edu?Repercutir o que um lídimo representante de golpistas,que torce,distorce,dá voltas,é o mesmo que gastar velas com defunto ruim.Está embevecido com o fardão da academia ainda.Esquece esse povo,pois ficam repetindo o mesmo mantra.Se trocar os nomes dos autores destas linhas,por Mírian Leitão,Sardenberg,Noblat,etc..vc vai ler a mesma coisa.É a voz do dono.

      • Você pegou um estudo viciado pela tendencioside para resgatar essa história desgastada de herança maldita. A maioria dos comentaristas não percebeu a real intenção do blogueiro; manter aquecida a imagem de Lula.
        Li todos os posts deste blog nos ultimos tres meses juntamente com os comentarios e , lamento dizer, não aprendi ou apreendi nada digno de nota. O blog é fraco.
        Não há propostas inovadoras e a temática divide-se em três; grande imprensa ( infantilmente chamada de PIG ), Lula e FHC. Os comentaristas seguem o primarismo do blogueiro chamando a revista Veja de “oia” e FSP de “falha”. Refletem a frustração do dono do blog que busca reconhecimento a todo custo ( três meses bastaram para perceber isso )
        Não há tolerancia com o contraditório e não raro as respostas descambam para o escárnio e humilhação. O blogueiro deixa passar injurias e ofensas pesadas nivelando por baixo a tônica dos comentários.
        Pelo exposto, retiro-me.

    • É um trabalho duro José,porém importante.,é o que diferencia a crítica vazia da consistente.O Merval cita um autor no seu texto para sustentar uma tese escondendo parte importante do pensamento do autor ,que simplesmente derruba. sua conclusão.Aqui temos a oportunidade de ler o texto não a interpretação tendenciosa.

  • Melhor que FHC????

    Ah… Então tá bom demais…

    ……………………….

    ( O negocio é ser melhor que o principe!)

    ……………………

    Pensava que a sindrome do “sou melhor que FHC” só alcançava o Lula, mas vejo que não…

    “Assim não pode, assim não dá”

      • Remindo Sauim

        Ele coloca um comentário grande para chamar atenção. Mas não consegue convencer. rs rs rs
        Será que todos que são troll vão passar a receber os proventos pelo tamanho do espaço que escrevem?

    • na na na, necas.!
      “Melhor que principe” é idiosincracia sua, sr emanuel deus conosco rego.
      Melhor que aquilo que os derrotados (tres x) acham que é a creme de la creme
      da liberal economia e da respectiva expressão politica.
      Que por sua vez, tem uma identidade apenas por circunstancias historicas com o tal principe.
      Quem é melhor que o “maximo”, por obvio que seja, é melhor que todo o restante.

    • Senhor Emanuel Rego, senhor Emanuel Rego…
      Os “antigos donos do Brasil”, homens “retos” e esquizofrênicos, comparam e tem saudade do passado.
      O mais recente vírus, FHC, gestado em terras cariocas/paulistas, cevado em terras griladas, coptado por escravocratas modernos, foi servido à nossa mesa como “Salvador da Pátria”.
      Mas esta figura encomendado por Washington, existiu em várias partes do mundo.
      Subordinado/subornado (afinal, ele não saiu de mãos abanando) ele foi mais um “servidor dos sinhozinhos”, nativos e não.
      Senhor Emanuel, todos entendem sua, nem sempre sútil, defesa do patronato e o ódio contra o trabalhador/ presidente. É bem conhecida a Síndrome que faz pessoas, desrespeitadas, maltratadas e humilhadas ano após ano, defenderem seus “patrões/carrascos”.
      Todos aqui já entenderam isso.

      Rogério Neibert Bezerra
      De Floripa, aqui, também, sinhozinhos (as) procuram suas senzalas…

    • FHC??

      Quem é este mesmo??1

      Nem me lembro…

      Do Lula sim eu me lembro. E muito!

      Me lembro o bastante, inclusive, pra retalhar qualquer crítica que fizerem a ele num futuro distante, caso os mais novos se basearem por pesquisas feitas nos jornais e revistas da época.

    • Na verdade, se considerarmos apenas o crescimento do PIB, Lula não foi apenas melhor do que FHC, mas melhor do que a maioria dos governantes pelo mundo afora no mesmo período, já que crescemos mais do que o mundo como um todo.

      E se adicionarmos as políticas sociais e a distribuição de renda, aí o bicho pega.

      Claro, que se considerarmos que a maioria dos países com crescimento superior ao do Brasil estão ou em fase inicial de industrialização (que, naturalmente, provoca um “big bang” como o que ocorreu no Brasil durante Getúlio e Juscelino), ou é a China, com todas as suas “peculiaridades”, aí o gov Lula vai realmente brilhar.

  • O que o Merdoval fala assemelha-se em som e conteúdo ao que uma vaca produz ao gerar esterco. No caso dos índices para os dois governos, qualquer imbecil em planilhas consegue melhor analisar dados sobre as ações e resultados dos dois governos, apenas utilizando dados históricos de PIB (em PPC) disponíveis em pesquisas. Para quem quiser começar a brincar com estes índices, recomendo um bom site sobre o assunto, o Index Mundi (ver http://www.indexmundi.com/g/g.aspx?v=65&c=br&l=en) e o grande “Tio Google”.

  • Gerson Carneiro: tu és porreta!Deixa eu te contar uma história: quando eu fui morrar no Ceará(3 anos), começaram a dizer “porreta” , to bilando””. Fiquei meio sem jeito, até descobrir que essas palavras eram elogios.Fui correndo comprar o Orélio Cearense. Adoro o “vocabulário nordestino”, principalmente quando vou ao interior dessa região adorável.

  • Como de costume, outro ótimo texto do Blog da Cidadania para análide e discussão.Eduardo, os membros do PIG jamais irão reconhecer de forma explícita aquilo que todo mundo já sabe e SENTE. Por vários motivos esses profissionais tornam-se escravos dos personagens/projetos que defendem.Basta ver no programa Roda viva na tv Cultura : Quando o convidado é do setor progressista, eles são incisivos,agressivos, até ,por vezes,mal educados.Por outro lado, quando aquele faz parte do projeto demotucano, eles se mantêm sorridentes, com perguntas fechadas(sim/Não).Isso não é jornalismo, isso é militância e nós temos que denunciar essa prevaricação sempre que possível.Mas acredito que eles vão afundando em conjunto com seus respectivos veículos de Informação(não comunicação-pois esta implica interação).Considero melhor que eles permaneçam alienados quanto a realidade, pois assim tomam medidas mais equivocadas ainda e se contradizem mais ainda.Um determinado blogueiro(tio rei) falou ,solenemente que deveriam abandonar, de vez,o isentismo.Quanto melhor, pois perdem mais a credibilidade, enquanto a midia insurgente(Blogosfera progressista) cresce em escala geométrica e presta inestimável trabalho para o bem do nosso Brasil.Você é um patriota, disso não tenho dúvidas…

  • “…Mas, quando chega na comparação entre os governos FHC e Lula, tem que reconhecer que, apesar dos resultados insuficientes dos dois, o de Lula foi melhor. E que poderia ter sido melhor se não fosse a herança que recebeu. ….”

    Uiiiiiii…. vai ter troll direitóide arrancando os cabelos…. depois desta, eles vão chorar de raiva….

  • Com certeza esse é um estudo bastante adequado ao olhar “merdaliano”, um olhar estrábico, diga-se de passagem. Deve ser um dos poucos que podem servir para as interpretações enviesadas do Merdal, sem que este precise estuprá-lo.
    Não sei que metodologia usou o professor, que não constatou o que está na cara dele. O governo Lula foi um divisor de águas. Éramos um país com um povo majoritariamente pobre. Hoje somos um país de classe média. E melhor, não socializou-se a pobreza. O país cresceu e distribuiu renda. É o suficiente? Não, mas o caminho foi traçado e a Dilma vai segui-la.
    Os tucanos agora vão ter que contentar-se com a babaricação “imortal’ do Merdal. Voto nem pensar!

  • sr. eduardo,
    do estudo:
    “Vale notar que o governo FHC é o segundo pior da história republicana (só perde para o governo Collor).”
    “apesar de a redução da desigualdade ter sido apenas mediana em relação ao mundo, dentro da realidade brasileira foi a maior ocorrida nos últimos cinqüenta anos,” (no governo lula)
    eis o resumo da ópera.

  • É bom vermos estes estudos constatar a herança maldita de Lula .
    Constatar também que não é fácil fazer um novo governo visto que por anos tivemos governos focados em poucos .
    Vejo muitos falar que Lula fez pouco ,porem bastaria esta transferência de costumes e métodos ou melhor foco para justificar Lula como um bom governo.
    Conforme ja foi constatado por todos, vivemos a mercê de opiniões de uns 20 reportes que vivem a repercutir a mantra da direita e seus patrões visto que tendo poucas familias donas da mídia a eles não restaria outra coisa afinal para trabalhar tem que atender uma familia ou outra.
    Porem a que se mudar o foco ,afinal a direita sem projeto e programas tende a levar a política para nomes e caciques .
    Agora como comparar um cacique um nome ,com um estadista .
    Queira muitos ou não o fato é que Lula tem um partido ,partido este que ajudou a consolidar o projeto de nação soberana .
    Assim teremos que nos adaptar e mostrar que não somos apenas um nome ,vemos os governos tucanos governar sem visão de futuro ,veja nos 16 anos do PSDB de SP o que foi feito e qual a perspectiva para os anos vindouros ,isto nem eles sabem .
    O que mudou com Lula .
    Com investimentos e volto a dizer projetos e programas passamos a ser não mais o pais do futuro e sim o pais do presente com um futuro melhor .
    Sabemos das forças que queria derrubar Lula ou melhor todos as perspectiva de que o controle total sairia das mãos de sempre e não nos enganamos sobre a força do capital .
    Lula nos deu a maior vitória que foi justamente esta travessia ,esta relação de confiança ,afinal sabemos como eramos visto por uma maioria neste pais .
    Nos os da esquerda os socialistas iremos cobrar ,questionar e por vezes até se contrapor a nomes como foi o caso Palocci .
    Porem não podemos esquecer dos que antes governaram este pais ,e não vamos misturar posições em alguns projetos ou mesmo limitações quanto a algum nome com o projeto de nação que queremos .
    Abriga não é Lula x FHC nomes.
    Mas sim projetos e programas de FHC ,PSDB.
    Projetos e programas de Lula ,PT.
    No ano que vem teremos eleição e nos pautaremos para eleger o melhor projeto e programa para nossas cidades .
    Não queremo um Fla Flu na política,mas sim saber o que o novo governo projeta para nossa cidade com visão de futuro ,oque seremos daqui a 4,10 ,20 anos .
    Em SP do PSDB alguem sabe dizer qual o projeto visando o futuro do nosso estado .bem vamos perguntar pra Telefônica ,Eletropaulo,as OSS da saúde ou conscecionaria das rodovias ,empresas de tercerização

  • É possível pensar que tanto o articulista do jornal quanto o pesquisador acadêmico estejam mirando nos mesmos alvos: desmerecer as realizações do governo Lula e escamotear os resultados positivos obtidos por suas políticas. Por isso mesmo, deram-se as mãos. Creio que o seu trabalho (exemplar) de esmiuçar o intento de ambos foi muito proveitoso. Agradeço mais uma vez.

  • Melhorou aonde meu filho? As pessoas continuam morrendo em plena luz do dia sem médico, sem polícia, sem professores e com os de sempre ganhando por fora. Você é idiota ou é um só um puxa-saco vulgar? Veja o vexame das obras da copa! Olhe as favelas em SP, Recife ou até em Porto Alegre que só crescem! Quem você pensa que é? Um iluminado a quem só se revelam verdades? Se liga mané, uma hora o povo acorda! Naõ se pode enganar o povo o tempo todo!

    • Já apareceu o primeiro troll direitóide revoltado… como de praxe, disse que é falsa a melhora…. os 4% querem passar pros outros a realidade que eles acreditam ser verdade….

      Ou será que esta figura acha que nada melhorou só porque tudo de ruim, que foi agravado com a herança maldita, ainda não foi corrigido. Aí é burrice mesmo achar que todas as mazelas do país seriam ou poderiam ser corrigidas em 8 anos, tendo um PIG sabotador na cola.

    • Rudinelon
      Antes de você vir aqui vomitar este monte de asneiras é necesário que se instrua a respeito das responsabilidades dos Governos Federal, Estaduais e municipais. Depois você volta aqui. Tá bom pra você?

    • Porque no te callas KIBIINELSON!?!? Quer dizer então que tudo o que acontece no pais é de responsabilidade do Governo Federal?? Os governos estaduais estão aí para quê????? Si liga manuel!! Vai tomar um suco de maracujá e estudar a história de seu país seu descerebrado.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

    • Pelo jeito, o tal do Rudinelson é daqueles tucano-pefelês que costumam colocar a cabeça num buraco no chão e enxergar as coisas a partir desta sua visão. No caso o tal do Rudnelson tá com a cabeça no buraco desde 2003!

  • Mas é muito engraçado. Basta sair um elogio, por mínimo que seja, ao FHC – o elogio máximo saiu da Presidência da República – que os progressistas se ouriçam em mostra “que não é bem assim”.
    Haja síndrome de comparação e de inferioridade.
    Quero ver se o azedo do lula chega aos 80 anos. Só rí quando debocha dos outros e faz auto-louvação. Os vídeos estão todos aí para quem quiser conferir.

    • Eita…. a ala feminina da trollagem direitóide se rebelou…. se essa daí estiver na TPM hoje, sai de baixo, depois de uma notícia dessas…

      Estes defensores dos ricos e opressores vão ficar com a macaca….

    • Tomara que Lula viva muito ainda. Assim ele e Dilma vão poder se alternar no poder, porque os demotucanosppesistaspessedistas vão ficar comendo poeira. E vocês também.

    • Difícil debater o que está realmente no texto né? Claro,porque aí você não tem argumento.Fala qualquer coisa pra ver se colaNão deu,volta lá pro texto para ler , conversa com os coleguinhas ,e depois volta aqui e tenta argumentar.

    • O elogio máximo me soou mais como um necrológio. E a Pres. Dilma foi ao velório da Folha vestida de vermelho!!! Não é de bom tom comparecer a velórios usando vermelho. Podem interpretar mal. Ainda bem que o otavinho friazinho filhinho não levou a coisa ao pé da letra.

    • Da minha parte, gostaria que FHC vivesse ainda outros 20 e tantos anos, apenas para vê-lo ainda a carregar todo o escárnio a ele endereçado pela população. Além do mais, vale ainda como tempo para que possa viver uma vida útil, algo que ainda não produziu nos 80 anos iniciais.

      Quanto ao Lula, muitos dirão que foi uma obra espetacular para um que sempre foi chamado por tantos com adjetivos do tipo iletrado, analfabeto, apedeuta, parvo, etc.

      A História esta correndo e será contada pelos fatos, não obstante tenhamos aqui no Brasil uma imprensa como os do PiG e por um não menos parvo fardado eleito pela ABL.

    • Dor de cotovelo e apelando para desejar a morte do lula.

      Esse troll aí, sim porque não é mulher, está com i fígado inchado de raiva pelo imenso sucesso do Governo Lula. Sucesso esse que está sendo repetido no governo Dilma…

      Chora tucanalha, chora…

      É outro que quebrou o bico.

  • Excelente artigo, Eduardo. Mas assim como a escolha do objeto, da metodologia e a análise dos resultados são eventos que estão longe de neutralidade, não dá prá cobrar coerência lógica do PIG. Os que se entendem como ‘donos da informação’ publicam o que querem, quando querem e do jeito que quiserem.
    Por isso a importância do Cidadania e do conjunto da ‘blogosfera progressista’: prá mostrar que o ‘santo’ deles é (completamente) de barro.
    Pois o Aécio caiu do cavalo e não virou manchete. Não vi nem charge. Trocou de ‘veículo’ mas parece que continuou bebendo, hehehe, e dizem que se negou a fazer o teste do bafômetro de novo.
    Tem mais é que tirar sarro, porque esse ‘tigre’ ruge, mas é mesmo de papel…

  • Lula, além de ter feito um governo muito melhor, ainda focou as inclusões sociais.
    E nos tirou daquela situação vexatória de subserviência aos ex-poderosos, acabando com a sindrome dos vira-latas.
    Os vários premios e homenagens estão aí para corroborar.

  • Vamos parar de palhaçada… Olhem os números. Os números não mentem, e eles dizem que LULA dá de 10 a zero em todos os governos anteriores, desde GV, principalmente no do FDP, digo, fhc I e último. Os manés querem usar o elogio da DILMA para ressuscitar a múmia… Não percebem que, assim como a presença dela no aniversário da FALHA, e nos programas da Hebe e da AMBrega, isso é apenas mais uma estratégia pra ganhar a classe mérdia otária e cabeçuda brasileira, que come ovo e arrota caviar. Esses estúpidos que hoje eleogiam a DILMA por causa disso terão que engolir o LULA quando ela o indicar a seua sucessor em 2014, ou 2018. A prova maior de que os governo da múmia sorbonica não prestou e que nos legou uma herança maldita é que os governos estaduais governados pelos jenios neoliberais do PSDB e DEm são uma porcaria. Se a herança deste pulha fosse bendita estariam todos bombando, mas estão todos patinando num mar de corrupção e atraso. VIVA LULA!!! VIVA O PT!! O melhor presidente que esta país jamais teve e o único partido que pensa e trabalha pelo BRASIL PARA TODOS. E estamos conversados.

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  • Mudando um pouco o assunto, o tal do Josias de Souza/Folha, publicou um texto hilário hoje, questionando o Gov. do Rio Sérgio Cabral por ter usado o Jatinho particar cedido pelo empresário Eike Batista. O Safado nem respeita o luto do Governador. Por que ele não questiona o uso do jatinho “emprestado” pelo empresário amigo do Senador Aécio Neves???

      • Aécio não gastou tanto dinheiro como o Palocci; comprou uma cobertura na lagoa Rodrigo de Freitas por módicos R$ 450 mil. Dois carros de sua rádio devem dar para pagar isto. Mas isto não chama a atenção da mídia, pelo menos enquanto não disputa nada com os tucanos paulistas.

  • Tá na hora de mudar a pontaria da metralhadora no alvo tucano. Deixar o Serra de lado e se concentrar no passado e presente do novo líder da oposição: Aécio Neves. Aqui em Minas não existe imprensa e o PT local é totalmente ineficiente no seu papel de oposição ao tucano. Até agora, e preocupadamente, eu não estou vendo os blogs progressistas se contraporem as investidas do ex-governador mineiro, sendo que este se manifesta diariamente contra o governo; e os tucanos e a imprensa em geral, sem perder tempo, “caem de pau” naqueles que supostamente possam ser os candidatos viáveis do PT para a prefeitura e governo do estado de SP. O primeiro alvo, Palocci, já é carta fora do baralho. Os próximos escolhidos já são o Haddad e o Mercadante. A Marta Suplicy é fustigada diariamente pelos pares no Senado. Temos que mostrar quem é o Aécio agora, antes que seja tarde.

    • Mostrar como se não temos instrumento de massa? A blogosfera é competente mas atingimos pouca gente infelizmente e o governo não ajuda, não tem apreço pela tv publica que ninguem consegue ver pq tem que ter uns acessorios p o sinal dar SINAL de vida, não tem um portal de noticias, não tem um blog da Dilma (vai lá no dela p ver se existe alguma coisa ali) ou seja…não dá pra mostrar contraponto por telepatia e quem acredita que a internet é acessivel a grande parte da população, acredita em duendes também… e a Helena Chagas tomou o mesmo que o hibernardo: o drink da bela adormecida, o que essa senhora está fazendo na comunicação do governo? Se alguém souber favor comunicar porque se depender dela…

  • Não quero e não tenho o direito de lhe criai pauta .
    Mas como um bom paulistano que és e sabe- dor da questão da saúde em SP visto que acompanhamos a sua luta junto a Vitória acha que seria importante vc repercutir a reportagem da Conceição Lemes ,afinal trata-se da maneira PSDB de governar.

  • Bom dia, pessoal!
    Estava relendo os comentários do post anterior e percebi que surgiram algumas dúvidas com relação à minha identidade. Esclareço-as, então: nem Jaime, nem Jorge e muito menos Nortinski. Meu nome é outro, mas, se me permitem, prefiro não revelar, ao menos por ora. Se o Eduardo achar que não tem problema, comentarei sempre com o mesmo nick (este que estou usando) e vocês ficam desde já alertados que não é meu nome verdadeiro.
    O e-mail que uso para comentar, obviamente, não existe. Prefiro assim.
    Não comento aqui com outro nome e não tenho nenhuma relação com os que vocês chamam de “troll”. Isto é facilmente verificável pelo Eduardo através dos endereços de IP, o meu deve constar como sendo de Curitiba.
    Me perdoem pela confusão.
    Abraços!
    Até breve!

    • Arre. O que ele veio explicar? Tudo o que já tínhamos sacado? Alguém precisa dizer para a pessoa que troll sempre usa nick diferente e e.mail falso. Claro que só não consegue mudar o IP.

    • Será ele eleitor daquele sujeito que mente, mente mais que o Paulo Maluf!!!! Esse sujeito mentiroso é aquele personagem da bolinha na testa.

    • Sabe, acho difícil acreditar na palavra de um anônimo que, em vez de usar um nick que deixasse essa condição clara, optou por esconder o fato usando um nome próprio.

      Acho que isso deixa mais claras as suas intenções do que suas “explicações”.

      Enfim, apenas para apontar um pequeno detalhe: a Constituição veta o anonimato, ou seja, suas manifestações aqui NÃO estão protegidas pela liberdade de expressão. Assim, agradeça o Edu por permitir seus comentários, indo muito além do que a lei o obriga.

  • Patético! O autor desse blog, no qual entrei por acidente, e os bajuladores dos dois ex-presidentes. É patética a falta de análise crítica dos que ficam comparando dois governos que não se privaram de usar mecanismos eticamente condenáveis para o exercício do poder.
    Olhemos para a frente, cobrando dos que vão puxar o “cordão” nacional, o concerto definitivo das mazelas que todos os ex deixaram. Que FHC descanse paz e que Lula, principalmente, resolva descansar.

  • Bincadeira esse Merval Pereira viu! Usa a parte dos estudos que lhe interessa e esconde o resto. Só não contava com que o Edu fosse tão antenado. Parabéns Edu!

  • Aqui vale dizer que ouvir esses jornalistas da CBN como Merval Pereira, Carlos Alberto e Pioto é ouvir o PIG- Partido da Imprensa Golpista, e sempre ouviremos o que não queremos ouvir, destes, que fazem um jornalismo sujo e marrom.

    Agora mesmo neste momento ouço na CBN barbaridades ditas pelo Pioto e o colunista Maierovich, “analisando” o caso da extradição do Battisti,e na contra mão da democracia, eles tentam colocar suas análises no sentido de que a decisão de não extradição pelo Supremo Tribunal Federal é equivocada. Eles pensam ter o direito de discordar da decisão do STF como se fossem um “poder” que agem baseados no caráter, na ética, e no “tudo certinho”, pela mor, é de dar dor de barriga essa imprensa” brasileira”.

    Fica claro para todos que querem ver, que a imprensa no geral faz críticas a esta decisão por pura perseguição com a esquerda e com a decisão do ex-presidente Lula e do Supremo. Este já é um jogo manjado.

    Os jornalistas baba-ovos da Itália aqui no Brasil deveriam ir viver os restos de suas vidas vazias com os italianos indignados com a decisão desta país, que hoje é soberano, graças as tomadas políticas dos últimos anos pelo governo federal.

    As análises e comentários feitos pelos apresentadores e jornalistas da imprensa sempre veem com um tom de deboche, pequena, rasteira e pouco inteligente, que coisa pavorosa se transformou o jornalismo neste país.

    É de dar nojo o jornalismo que está sendo feito dia-a-dia por profissionais que se acham os Ministros do Supremo Tribunal, que pensam ser juizados de condenação das atitudes políticas do Governo Federal, porque claro, os governos estaduais, nem existem para estes inquisidores da imprensa. Apenas o governo federal é o foco, que absurdo gente.

    Para nossa sorte, o povão já não da crédito para eles, mas eles não desistem desta retórica suja que deixam o jornalismo no mais absoluto limbo. É pavoroso…credoooo!!!

    O governo do ex- presidente Lula fez uma revolução neste país, que deixou de ser vira-lata, que tem um povo que aprendeu a diferenciar o que a imprensa noticia da verdadeira realidade, hoje o povo pensa por si só, esta saindo da caverna, tem mais dignidade e mais acesso a informação e inclusive a educação superior.

    Por estes e outros pontos importantes tomados pelo ex- presidente Lula, seu governo é infinitamente superior e completamente diferente do governo FHC, que teve sua importância em alguns pontos, mas teve também grandes erros com a condução social e estrutural deste país.

    Viva o governo do ex-presidente Lula.
    Viva os blogueiros
    Viva a democracia e o Brasil soberano.

    Grande abraço Edu.

  • O Governo Lula foi o que sempre sonhei para o Brasil. Eles tentaram a vida toda evitar que Lula chegasse à Presidência, por isso todo tipo de escândalo, fabricado, insuflado, superdimensionado. Era previsto, mas o povo soube compreender porque sentiu na pele os benefícios.

    Agora é avançar cada vez mais, enquanto eles vão se desintegrando, seja a mídia golpista. seja os partidos conservadores e alguns políticos, que se dizem independentes, mas trabalham com outra estratégia, atacando o governo Lula/Dilma, dizendo-se distante do DEM/PSDB, mas trabalhando para eles, como linha auxiliar.

    Há blogueiros que se dizem “progressistas”, mas acompanhem a sua trajetória, e verão que sempre atuaram contra o projeto Lula/Dima em curso.
    Olho nesses também. Tá na hora de desmascará-los. Houve um que no ano passado, quando Lula concedeu entrevista à blogosfera, tentou constrangê-lo. Releiam a entrevista.

  • Comparar o governo FHC com o governo Lula, para mim, é muito fácil. Com FHC eu fali duas e com Lula me recuperei e estão muito bem, obrigada.

    Tucanos e demos, por mim, podem ser exterminados.

  • Serra em decadência acentuada. Paulistanos preferem Mercadante para prefeito

    Os números demonstram José Serra em franca baixaria e decadência política diante dos paulistanos. Em seu próprio reduto, com um enorme “recall”, não lidera, praticamente aparece empatado com o terceiro colocado, está longe de despontar como favorito, e os números são vistos com desalento até por seus correligionários.

    http://osamigosdobrasil.com.br/2011/06/22/serra-em-decadencia-acentuada-paulistanos-preferem-mercadante-para-prefeito/

  • Oras, claro que os indicadores de Lula só poderiam ser melhores. Como disse a Dilma:

    “O acadêmico inovador, o político habilidoso, o ministro-arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica.”

    A diferença é que as pessoas aqui e em centros “progressistas” semelhantes tratam tudo de bom no Brasil como se tivesse começado com o Lula e tudo de ruim como se não tivesse nada a ver com Lula.

    Então, o estudo mostra também que o resultado do governo Lula é fruto de seu sucesso e de uma evolução que veio antes dele. Nesse sentido ele também é bem esclarecedor. E a Dilma concorda.

    • Agora a Dilma é usada como referência. Que bonitinho. Mas o fato é que contra números não há argumentos, a não ser em certos casos “sem solução”, como parece ser o seu….

      • Só o FHC e o Rodrigo Leme acreditaram que a Dilma acha mesmo aquilo queestava naquela mensagem que era para acariciar o ego de um octogenário carente

    • O estudo mostra que FHC deixou uma herança maldita para o Lula.

      FHC foi nefasto para o País, foram 8 anos jogados fora, onde o Brasil poderia se desenvolver e ficou estagnado, com índices de desemprego aumentando constantemente.

      Esse estudo é arrasador para o FHC e tucanos.

      O fato deles apegarem-se Às afirmações protocolares da Dilma é sintomático.

      “Ah é??? Meu adversário disse que eu não sou tão ruim assim”…

      PATÉTICO

        • Que crescimento mundial? O da Irlanda, de Portugal, da Grécia? Da Europa, exetuando a Alemanha? DosEUA,que está com o desemprego bem maior que do Brasil?
          Me explica como o Brasil passou da 13a economia na era FHC para sétima na era Lula, crescendo menos que a média mundial.

    • Dilma é inovadora e habilidosa.

      Para Dilma, cabe a tradução em nordestinês da famosa frase do Che Guevara:

      “O cabra tem que ser arrochado, mas sempre com uma peínha de bem querença”.

    • Não chame aquele panfleto feito nas costas de “estudo”.

      É um insulto a todos os estudos que já foram feitos. Não há metodologia, os dados são manipulados (e duvidosos, em muitos casos) de acordo com a conveniência e o autor sequer tentou atingir o objetivo que alegou visar (e que era impossível de alcançar usando aquela abordagem simplista), mas apenas tentou desmerecer a competência da gestão Lula.

  • “FHC recebeu um país com a economia arrumada, ainda que ele tenha sido o responsável por essa arrumação ao fim do governo Itamar Franco, enquanto que Lula recebeu um país altamente fragilizado”

    Comparar FHC com Lula sem contextualizar é desonestidade intelectual.

    A fase de estagnação econômica dos anos 90 que atingiu principalmente os países emergentes se estendeu até 2002 com os efeitos do 11 de setembro. A partir de 2003, finalmente o cenário começa a mudar. Só para dar uma idéia, o PIB mundial, que de 1990 até 2002 tinha aumentando pouco mais de US$ 10 trilhões, apenas em 2003 deu um salto de mais de US$ de 4 trilhões, continuando a crescer numa proporção semelhante até 2008, quando o PIB mundial chegou a casa dos US$ 61, trilhões. Ou seja, em apenas seis anos (de 2003 a 2008), o PIB mundial cresceu o triplo que havia crescido em toda década de 90!

    Em comparação a TODOS os emergentes o Brasil foi o que menos cresceu no periodo 2002 a 2010, enquanto aqui crecemos a média de 4% ao ano a america do sul cresceu a 5% ao ano.

    De 2003 a 2008 o PIB da América do Norte cresceu pouco mais de 30%. Sem dúvida, um bom crescimento, porém insignificante quando comparado aos 300% de crescimento dos países do leste europeu; 270% da África; 250% da América do Sul; dos quase 100% da Oceania; e até mesmo dos 60% da raquítica América Central, europa 50%.

    Em resumo o crescimento do país não tem nada haver com Lula, faz parte de uma conjuntura mundial.

    http://migre.me/56pAZ

    • Você encheu a bola do FHC e desmereceu o Lula. Tás satisfeito? Ganhou o seu dia? Passe no caixa do seu patrão e já pode ir aproveitar o feriadão.

    • Em resumo o crescimento do país não tem nada haver com Lula, faz parte de uma conjuntura mundial…..kkkkkkkkkkkk as desculpas que vocês da direita inventam para desqualificar o melhor governo desse país são muito engraçadas…

      nunca vão dar o braço a torcer, por pura teimosia e preconceito…não querem enxergar o óbvio…pra vocês da direita o governo fhc foi o paraiso na terra(elites) pq pro povo foi um verdadeiro inferno!!!!

    • Deixa ver se eu entendi…

      O mau desempenho de FHC não é de FHC, mas fruto da má conjuntura mundial.

      O bom desempenho de Lula não é de Lula, mas fruto da boa conjuntura mundial.

      Conclusão: Pra que presidente?Pra que medidas econômicas? Basta deixar o pía ao sabor da conjuntura…

      É o supra-sumo do laissez faire!!!

    • Nossa, como ousas jogar essas verdades cruas e nuas na cara dos petistas??
      Daqui a pouco virá um caminhão de melancia na sua cabeça. Quantos entrarão dando porrada em você por essa declaração? Quantos patrulhadores ideológicos lhe chamarão de “Troll” por tamanha heresia?

      • A policia do pensamento já vai dar as graças.

        Os Petistas vão afirmar(mais não são petistas, viu só simpatizante):

        1- Estes dados não são confiavéis, pq a origem é Estadunidenses, não sendo do IPEA não vale.

        2-Vc deve estar recebendo para colocar isso na internet (ele se entrega pq ele esta recebendo).

        3- Você e TUCANO(um grande insulto)neoliberal e faz parte do mal.

        4-(repete a saudação petista) nuncanteznestepaíz tivemos um desenvolvimento como agora, desde 2003 quando Lula foi eleito tudo mudou no país.

        5-VC faz parte da direita(novo insulto) retrógrada e facista sem S e reacionário.

        6-como marx disse seja o que for é verdade e incontestavel por qualquer argumento contrário, e vc esta errado.

        7-As forças do bem logo vão exterminar “vcs”(ainda bem que eles são do bem)para o bem da democracia.

        8- isso é trolhagem (e repete a saudação petista).

        • 9- Eu não li por falta de saco. Mas duvido que se tivesse feito ficaria com a cara cheia de verdades jogadas pela dona Aliança. Que verdades pode ter numa “estatística do liberal doido”?

        • Os dados estão errados.

          A análise deles, equivocada.

          E vc É um troll, do tipo que repete tudo que lhe agrada sem verificar, e escreve “mais” em vez de “mas” no mesmo texto em que condena quem escreve “facista” em vez de “fascista”.

        • O “alliance” do titio Sam, parte dos 4%, se sente melhor vomitando isto…. deixa ele… é tudo que lhe resta…. o crescimento alheio faz mal para os neocons….. eles ficam revoltados com a mizéria acabando…. o que eles gostam é só dos ricaços empresários e executivos ficando mi, bi ou trilhonários….

      • Grande Tião, cê voltou amigão?? Tava com uma sordade danada da muléstia!! Nosso trolzão de estimação, isso aqui tava chato sem você, agora vai melhorar!!!

          • Usou índices de acordo com que vc deseja, mas assim mesmo confirmam os dados do site do Amilton.

            Pierre pode usar qualquer dado contextualizando cai a máscara Petista.

          • Novamente, que chato pra vc o fato de que, usando o critério que vc prefere (e que é menos apropriado para o fim desejado), seu argumento – e o do site que vc defende – fica ainda mais insustentável.

            Essa deve ter doído ainda mais…

    • Respondi a tudo isso num comentário mais abaixo, usando dados do próprio FMI. Em suma, os dados do mencionado post estão errados, a metodologia completamente equivocada e as concluões (forçadas), inevitavelmente, estão erradas.

    • Claro que tem a haver com Lula…. poltíticas de baixa renda ampliada com alto retrorno provocando aumento de demandas…. política de financiamentos para imóveis amplianta… aumento produtivo… estaleiros construindo no Brasil…. Petrobrás com mais de 200 bi em investimentos…. cambio controlado de forma correta proporcionando aumento das reservas cambiais…. incentivos para pequenos empreendedores… mudança no perfil da dívida…. uso correto de políticas monetárias e fiscais….

      Não se esqueça, ou deixe de esconder que a grande crise neoliberal financeira deixou um défict de aproximadamente U$ 600 tri…. ou seja, 60 tri de PIB mundial visto num cenário de um défict 10x maior… só para quem é estadista mesmo se livrar de tamanho preju….vcs direitóides sempre falaram de Lula que ele não passaria por qualquer crise, por menor que fosse…. este passou e provou que o tsunami era uma marolinha para a gente…. apeser de vcs tentarem sabotar a todo custo….

      “Olavinho Olavinho”….. vc tenta mas não consegue nunca…. eu fico admirado pela persistência… sempre esta mesma baboseira, e sempre damos a mesma resposta…. um dia vc aprende…. a repetição é o segredo do aprendizado….

  • Presente de Natal do Conversa Afiada:

    “Capitalismo de laços: ou como Lula salvou o capitalismo

    Publicado em 25/12/2010

    Este ordinário blogueiro comete erros irreparáveis.

    Um deles foi seguir a sugestão de um artigo na Folha (*) de dois de dezembro, pág. B10, sobre o livro “Capitalismo de laços – entenda como funcionam as estratégias e alianças políticas e suas consequências para a economia brasileira – os donos do Brasil e suas conexões.”

    O autor é Sergio G. Lazzarini e a editora, a Campus.

    Este ordinário blogueiro se deixou levar por uma menção aos “Donos do Poder”, o clássico de Raymundo Faoro.

    Ledo engano.

    Lazzarini tem tanto a ver com Faoro quanto com Celso Furtado.

    Nada.

    Por fora, ciência – a análise dos “laços” econômicos.

    “Laços” entre os empresários brasileiros, o Estado, o BNDES e os fundos de pensão de empresas estatatais, especialmente a PREVI do Banco do Brasil.

    Por dentro, ideologia pura, na veia.

    Trata-se de ciência para espinafrar o capitalismo brasileiro do Lula.

    E exaltar o capitalismo americano, da desregulamentação, do salve-se quem puder, da “rat race”- tão elogiada exatamente quando tenta re-erguer-se sobre as ruinas de Wall Street – em que os bancos e os banqueiros se salvaram todos e os trabalhadores americanos foram para o saco.

    Lazzarini condena de forma “científica” o apoio dos fundos, do BNDES e do Banco do Brasil a essa nova etapa de expansão acelerada do capitalismo brasileiro.

    Dá a entender que isso não funciona e é uma roubalheira.

    A privatização do Fernando Henrique, Lazzarini alisa com mão suave.

    O “capitalismo de laços” do Lula, ao contrário, é um horror !

    Só que a PREVI estava lá no FHC, de mãos dadas com esse guardião do neoliberalismo brasileiro, o Ricardo Sérgio de Oliveira.

    A Odebrecht estava lá e ia comprar a Petrobras com dinheiro da Petrobras.

    O Steinbruch comprou a CSN no Governo FHC, bigodeou o Antonio Ermirio, e teve que pagar um pedágio de US$ 60 milhões, segundo a revista Veja e Antonio Carlos Magalhaes – insuspeitíssimos.

    Estavam todos lá – mas, no Governo FHC eram todos virtuosos.

    No Governo Lula é que veio o compadrio, a promiscuidade, a devassidão.

    (A expressão “isso vai dar m…”, como se sabe, foi o momento Péricles de Atenas da privatização do FHC …)

    O livro “científico” do Lazzarini tem dois personagens centrais.

    Primeiro, o louva-minha ao Roger Agnelli, o queridinho do PiG (**) e do Lazzarini.

    Agnelli foi transformado na versão Brad Pitt do John D. Rockefeller.

    Com aquele monte de geração da caixa da Vale “privatizada” conseguir fazer – na opinião da revista Economist – uma gestão medíocre: vende um produto só (ferro) a um cliente só (China).

    Mas, para se opor à ineficiente Petrobras, a Vale passou a ser o canone pelo qual o PiG (e o Lazzarini) julgam o resto.

    A Vale é a privatização “pura”.

    O resto é o compadrio, o “laço” espúrio.

    Outro personagem central do livro é o passador de bola apanhado no ato de passar bola.

    Daniel Dantas aparece na privatização dos telefones: a Brasil Telecom e a Telemig Celeular.

    Numa, passou a perna nos fundos e levou para casa US$ 2 bilhões, com a instalação da BrOi.

    Na outra, deu o drible da vaca nos canadenses da TIW, que fugiram do Brasil como quem foge do Inferno, depois de se “associar ” ao Dantas

    Mas, para Lazzarini, Daniel Dantas é outro santinho do pau oco.

    Lazzarini segue à risca o prefácio de Claudio Haddad, banqueiro e notável educador.

    Bom mesmo são os Estados Unidos.

    Eles não se dão conta de que o Lula salvou o capitalismo brasileiro da incompetência do Fernando Henrique.

    Sem os “laços”, o capitalismo brasileiro seguiria o destino previsto pela “teoria de dependência” do FHC: virava um grande Porto Rico.

    Lula revisitou Vargas e re-criou a “burguesia nacional”.

    A Odebrecht do Lula é o Klabin do Vargas.

    E, o mais importante: para criar laços sólidos para a expansão do capitalismo: Lula criou a Classe C, a classe média.

    Quanto ao Lazzarini, ele cometeu um erro capital.

    Tentou escrever a historia do capitalismo brasileiro sem ler o Código Penal.

    Paulo Henrique Amorim

    (*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que avacalha o Presidente Lula por causa de um comercial de TV; que publica artigo sórdido de ex-militante do PT; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

    (**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.”

    http://www.conversaafiada.com.br/economia/2010/12/25/capitalismo-de-lacos-ou-como-lula-salvou-o-capitalismo/

  • Justiça derruba censura ao Blog do Esmael

    por Altamiro Borges, no seu blog

    O Blog do Esmael publicou há pouco um post inaugurando o fim de uma censura, promovida pelo governador Beto Richa (PSDB), que durou 75 dias. Era o único caso de censura no país em que o blog foi retirado do ar, contrariando a Constituição Federal e as recentes decisões do Superior Tribunal Federal.

    A seguir o post da volta do Esmael à lida:

    “Em consonância com despacho da justiça do Paraná, este blog volta à normalidade depois de 75 dias fora do ar. Quero agradecer a solidariedade de blogueiros, advogados, lideranças dos movimentos sociais e da frente política.

    Para evitar constrangimentos de parte a parte, este blog cumprirá a decisão da Justiça na íntegra – como já vinha cumprindo – até a resolução final, pelos meus advogados, do imbróglio resultante das eleições de 2010.

    Este blogueiro reafirma o compromisso de apenas discutir políticas públicas, como sempre fez, e o desinteresse pelas questões pessoais de quem quer que seja.

    Portanto, voltemos à lida!”

    http://osamigosdobrasil.com.br/2011/06/22/serra-em-decadencia-acentuada-paulistanos-preferem-mercadante-para-prefeito/

    Essa é para os tucanalhas que acusam os blogueiros progressistas de defenderem a censura aos meios de comunicação.

    Vejam só quem exerce a censura sem o menor escrúpulo.

  • Um ótimo exemplo é São Paulo gente, quando (se o PIG e a pobretada de direita deixar) a democratização chegar ao estado e o Tucanato acabar, qualquer governo posterior se sairá melhor, e na imprensa veremos o que realmente aconteceu em São Paulo nesses mais de 20 anos passados, como se fossem obras do governo não-tucano (poem o DEM e o PSumbiD).

    Será que vão perder a boquinha dos pedágios?

    Vão desencovar um COVAS?

    Teremos, finalmente, uma Assembléia Legislativa (afinal nunca ouvi falar dela…fica aonde?) que nos custa tanto aos cofres públicos.

    O paulistano (me incluo) tá tomando na cabeça…que nem os nordestinos quando votavam (em Alagoas ainda votam) nos coronéis do PFL com medo da morte ou pior por 5 conto e a passagem do busão, “num tinha ôtro meu neto”, dizia minha vó.

    Nem dinheiro do Busão (R$3,00 Tank You Kassab São Paulino de myierd) nem 5 conto.

    Só enrolation e o paulistano adora a arrogância de “dar” sua opinião pública a essa mídia marrom…

    Agora ainda por cima vamos pagar o estádio do curintia. Obrigado LULA Obrigado KASSAB

    Mas depois do FHC fica fácil vai….não precisa muito…o pouco que foi feito já é muito.

  • Merval Pereira é um imortal; seus maiores clássicos estão forrando cestinhos em muitos banheiros de botequim e, talvez, até sendo usados como substitutos do papel higiênico… Esse cidadão, venhamos e convenhamos, vem prestando um serviço inestimável ao público brasileiro e merece a honraria de ser membro da ABL…

  • Quando votei no Lula esperava que diminuisse “um pouco” as desigualdades sociais que para mim já seria de bom tamanho. Para minha surpresa ele diminuiu “muito”. Foi muito além das minha espectativas. Não há dúvida que foi o melhor presidente que este Brasil já teve.

  • O governo Lula ser melhor que o de FHC não é vantagem nenhuma, pois FHC foi um fracasso retumbante. O importante é que Lula fez o melhor governo da história do país, conseguindo desenvolvê-lo com controle fiscal e monetário, distribuição de renda e avanços sociais nunca alcançados por nenhum outro presidente, em tão pouco tempo, e com tantas forças tão poderosas trabalhando contra o tempo todo. Isso não teve merdal, nem cantanhede, nem azevedo, nem rossi, hipólito, frias ou marinho que conseguisse impedir.

  • Puxa, até quando vamos ter que ver estas comparações ridículas. São dois contextos totalmente diferentes. A década de 90 foi difícil especialmente para o emergentes. Na década de 2000, os emergentes puxaram o crescimento mundial. Enquanto que o PIB mundial aumentou de US$ 30 trilhões para US$ 33 trilhões de 1995 a 2002, entre 2003 e 2008 pulou para US$ 61 trilhões. Confiram os gráficos do crescimento de cada região do planeta e tirem sua próprias conclusões.

    http://visaopanoramica.net/2011/06/18/esquerda-x-direita-parte-13/

    “Enquanto a comemorada média de crescimento do governo Lula nos oito anos foi de 4%, a média da América Latina foi de 4,5%. Pior, quando comparado a média da América do Sul, o crescimento do PIB brasileiro é ainda menos significante: 1% a menos na média”.

    • Adriano, meu amigo.

      A crise de 2009, pela devastação que teve, só perde para a de 1929. Aquilo que aconteceu nos anos 90 não chega nem aos pés. E lembre – se: FHC em todas pediu arrego ao FMI. E você deve, obviamente, saber o que significa estar atrelado ao fundo monetário. Não é a simples questão das cifras. Todos se lembram também a atitude do nosso eterno presidente. Ele foi a TV pedir para que o povo não parasse de consumir, frisando que aqueles que estavam devendo pagassem as suas dívidas. Numa crise que só perdeu para a de 29, um presidente vir em rede nacional pedir para o povo continuar com sua vida, sem medo, sem temor. É um estadista. Ele vê o que ninguém ver. É um homem a frente do seu tempo.

        • Não, as duas crises afetaram todo o mundo.

          Basta ver os gráficos, neste link: http://www.google.com/publicdata/explore?ds=k3s92bru78li6_&ctype=l&strail=false&nselm=h&met_y=ngdp_rpch&scale_y=lin&ind_y=false&rdim=country_group&idim=country_group:001:200:998:406:603:904&idim=country:BR&hl=pt_BR&dl=pt_BR

          Repare o tamanho do problema de 2009, em comparação com o de 98. E quão melhor nos saímos em 2009, apesar disso.

          Repare, tbm, que todo mundo foi afetado em ambos os casos, como afirmei.

          Depois, aprenda a verificar o que vc lê em blogs partidários, ANTES de repetir as bobagens como se fossem verdades absolutas.

          • Uiiiii…. essa dou no “Alliance”…. falou o que não devia, escutou o que não queria….. tomou….

          • Pierre vc mudou de novo o índice, mas mesmo neste índice que vc escolheu da pra ver os EUA e zona do euro indiferente a crise de 1998 e os emergentes caindo, a crise asiática evidentemente derrubando a Ásia, a crise da Rússia derrubando a leste europeu etc..
            A conclusão os emergentes sentiram as crises da década de 90 e os do primeiro mundo sentiram mais a de 2009.

          • Aliança, mentir é feio, mas mentir sobre algo que QUALQUER um pode checar é burrice.

            Seja qual for o critério para o cálculo do PIB, o resultado é o mesmo: tanto em 98 como em 2009 TODOS foram afetados pelas crises.

            Vc afirmou que cada crise afetou apenas determinados grupos, e agora que os fatos demonstram que vc estava errado, quer mudá-la ex post facto para “uns forma mais afetados do que outros” (o que, aliás, esvazia completamente o seu argumento subjacente).

          • Vamos denovo Pierre, nitidamente da pra ver que os países dependentes de financiamento externo (os emergentes) foram afetados de forma acentuada nas crises da década de 90 ao passo que EUA e países da zona do euro não o foram.

            Por exemplo, a crise de 1998 (Rússia) os EUA não tomaram conhecimento e o Brasil sentiu tanto como agora já que na época necessitava do financiamento externo para financiar a sua divida e houve a retração da entrada de dólares, hoje ainda necessita, mas o acumulado de medidas e o aumento do PIB mundial reduziram muito seu efeito aqui.

            Já os EUA (e a zona do euro) como é o centro da crise de 2008 foi o que mais sentiu assim como na crise do México foi ele o mais afetado assim como a crise da Argentina ela foi a mais afetada, e esta crise (Argentina) e o que produz afirmações levianas como esta “enquanto que Lula recebeu um país altamente fragilizado”então , lei de responsabilidade fiscal, federalização das dividas estaduais municipais e dos bancos federais, saneamento do setor financeiro etc.. me faz pensar na má fé cinismo ou desconhecimento mesmo.

            Não importa a origem de seus dados apenas vão dar aval da conclusão óbvia, contextualizando o governo Lula ele perde o discurso do “nuncanteznestepaíz”, “desde que Lula em 2003” e assim seus méritos são diluidos a realidade nua e crua.

          • Como eu disse, mentir é feio…

            Esmaguemos sua mentira, de uma vez só:

            PIB (current prices):

            1997-1998 => taxa de crescimento
            Mundo: 30,323 T – 30,098 T => -0,7%
            Zona do Euro: 6,735 T – 6,913 T => 2,6%
            Emergentes: 6,379 T – 6,11 T => -4%
            Economias avançadas: 23,944 T – 23,988 T => 0,18%

            Preciso ir além disso?

            Vamos lá…

            PIB (current prices)
            2008-2009 => taxa de crescimento
            Mundo: 61,268 T – 57,92 T => -5,4%
            Zona do Euro: 13,614 T – 12,476 => -8,3%
            Emergentes: 19,07 T – 18,067 => -5,2%
            Economias avançadas: 42,199 T – 39,853 => -5%

            Quem foi que não foi afetado por essas crises, mesmo?

            Só de olhar o gráfico já fica claro que todos foram afetados, mas vc parece que gosta de quebrar a cara…

        • eita que o nosso “Olavo de Carvalho de Estimação” só faz apanhar….. vc não cansa meu camarada…. vc deve ser mazoquista…. eita que surra….

    • Não sei se vc é o autor da análise do post que vc linkou, mas seja lá quem for, cometeu vários erros.

      Primeiro, segundo o FMI, o PIB mundial não cresceu 10 trilhões na década de 90, como diz o autor, mas sim 18 trilhões. Aliás, na década de 80, ele cresceu 13 trilhões, na década de 90, 18 trilhões e na última década, 34 trilhões.

      Em 1980, o PIB mundial era de 11 trilhões, em 90, passou a 24 trilhões e atingiu 42 trilhões em 2000. Isso quer dizer que o crescimento relativo das respectivas décadas foi de 118% na de 80, 75% na de 90 e 80% na de 2000.

      O “salto” que ele notou em 2003, supostamente de 4 trilhões (na verdade, 2,6 trilhões, segundo o FMI), se comparado com o aumento de 2 trilhões entre 2001 e 2002 é, na verdade, um crescimento muito menos espantoso (PIB 2001 = 44 trilhões, taxa de 4,5% contra PIB 2002 = 46 trilhões, taxa de 5,6%).

      A média das taxas de crescimento não tem nenhum significado. Pra entender, basta imaginar o seguinte: digamos que tenhamos 100 reais, que aumenta 1% a cada ano, por dois anos. No primeiro ano, teremos 101 reais e no segundo, 102,01. Comparemos com o crescimento dos mesmos 100 reais, mas a taxas diferentes, 0,5% no primeiro ano (resultando em 100,5 reais) e 1,5% no segundo, resultando em 102,005 reais. A média, nos dois casos é exatamente a mesma, 1% ao ano, mas o resultado é bastante diferente, evidentemente.

      A única forma de comparar taxas de crescimento é tomá-las como um todo. E aqui entramos em mais um erro daquele blogueiro: o Brasil cresceu, 800 bilhões de dólares entre 2003 (1,3 trilhão) e 2010 (2,1 trilhões), ou seja, 61%, enquanto a América Latina e o Caribe cresceram 2,3 trilhões entre 2003 (4 trilhões) e 2010 (6,3 trilhões), ou 57%.

      No final das contas, o Brasil cresceu MAIS do que a América Latina naquele período. O PIB mundial cresceu de 48,8 Trilhões em 2003 para 74,2 em 2010, ou seja 25 trilhões, ou 52%. Estivemos crescendo mais do que o mundo durante a era Lula.

      comparemos, agora, com o crescimento nos anos FHC… em 1995 nosso PIB era de 1,027 Trilhão, e em 2002 chegou a 1,333 trilhão, representando um aumento de míseros 29%. No mesmo período, a América Latina e o Caribe passaram de 2,955 Trilhões para 3,903, ou seja, 32%. E o mundo inteiro passou de 32 trilhões para 46 Trilhões, ou seja 43%.

      E, se vc olhar o gráfico comparando as taxas de crescimento, isso tudo fica evidente. Sob FHC SEMPRE crescemos a taxas inferiores às da América Latina e do mundo, mas sob Lula, só estivemos atrás delas por 3 anos. É evidente que, no total, teríamos nos saído melhor, coisa que a mera média das taxas de crescimento não podem demonstrar.

      Enfim, o blogueiro que vc menciona precisa rever tanto seus dados como sua análise, pois, como demonstrado, ele está BEM errado.

      Em tempo, eis o link para os dados do FMI, via um serviço do google: http://www.google.com/publicdata/explore?ds=k3s92bru78li6_&ctype=l&strail=false&nselm=h&met_y=pppgdp&scale_y=lin&ind_y=false&rdim=country_group&idim=country:BR&idim=country_group:205:001&hl=pt_BR&dl=pt_BR

      • Pierre vc esta utilizando a GDP basead on PPP, o comentário do Sr Adriano utiliza GPD corrent prices (US$), e a principio bateu os numeros.

        Prefiro acreditar que não foi má fé sua.

        • A única má-fé aqui é a sua, pra variar.

          Em primeiro lugar, o PPP é muito mais apropriado para efetuar as comparações, uma vez que independe de taxas de câmbio que contaminam a comparação.

          Segundo, como a questão principal é a comparação das taxas de crescimento, o critério escolhido, desde que o mesmo para todas as partes, seria, em tese, irrelevantes. Dado que o PPP, como já mencionado, não é contaminado pelo câmbio, sua escolha é a preferível.

          Mas façamos uma caridade, usando o outro critério:

          O PIB mundial era de 10,7 Trilhões em 1980, 22,18 em 1990, 42,2 em 2000 e chegou a 74,2 trilhões em 2010. Assim, o crescimento foi de 107% na década de 80, 90% na década de 90 e 75% na década de 2000.

          O Brasil cresceu de 162,615 bilhões em 80 para 507,784 B em 90, para 642,419 B em 2000, chegando a 2,09 Trilhões em 2010.

          Já deu pra sentir que usando esse critério seu argumento fica ainda pior, ou não?

          De qualquer forma, o crescimento brasileiro foi de 212% na década de 80, míseros 26% na década de 90 (!!!), e incríveis 249% na década de 2000.

          Hmmm, deve ter doído. De novo.

          Mas comparemos o crescimento durante os mandatos, usando esse critério. Em 95, o PIB brasileiro era de 769,741 bilhões, e FHC entregou um PIB de 555,543 bilhões para Lula, em 2003, ou seja, 23% A MENOS do que no início de seu mandato.

          Deu pra perceber que o PPP é MUITO mais confiável, ou não?

          Mas, continuemos para o golpe de misericórdia. Lula recebeu um PIB de 555,543 bilhões em 2003 e entregou um de 2,09 Trilhões em 2010. Ou seja, 279% maior.

          Quer que continue?

          Comparemos com o crescimento do PIB mundial nos mesmos períodos. Em 95 ele era de 29,717 trilhões, em 2003 chegou a 37,416 T e em 2010 atingiu 62,909 T.

          Enquanto o Brasil sob FHC viu seu PIB ser reduzido em 23%, o mundo o viu crescer 25%. Da mesma forma, enquanto o Brasil de Lula cresceu 279%, o mundo cresceu apenas 68%.

          Já se convenceu de que o PPP é melhor?

          • Alliance my friend…. you’ve got to do something…. the comunists scored again…. I order you…. DO SOMMMMMETHHHHHING……

            Your master,

            Uncle Sam…….

          • Ah, esqueci de comparar com o crescimento da América Latina e Caribe, que o seu queridinho afirma ser muito maior, usando o método que vc sugeriu.

            Em 2003, o PIB desse grupo era de 1,982 Trilhão, e atingiu 4,832 Trlhões em 2010, ou seja, cresceu 143%, contra 279% do Brasil de Lula.

            Ou seja, usando PPP ou não, o resultado é o mesmo, mas com o PPP a coisa fica menos vergonhosa para o seu querido amigo, cujas conclusões vc adotou sem verificar e quebrou a cara mais uma vez.

            Ah, e antes que eu esqueça, muito embora seu querido tenha afirmado que o PIB mundial cresceu 10 trilhões na década de 90, os dados do FMI – usando o método dos preços correntes – demonstram que foram quase 20 trilhões, o que é MAIS do que os 18 que eu apontei inicialmente, usando o método mais apropriado…

            Ou seja, os dados que ele usou não se sustentam nem sob um método ou outro. É claro que isso não vai lhe levar a duvidar dos outros dados que ele usou, não é mesmo? Afinal, as conclusões que ele “provou” com esses dados lhe são convenientes…

  • Edú,

    Essa discussão toda é “culpa” da nossa presidenta Dilma. Porque o próprio pessoal da ave de bico grande exterminou, excluiu o Srº Fernando Henrique do horário político. Já nem sabiamos mais da existência de senhor que merece ser esquecido por 96% da população. Os outros 4%, já cabisbaixos e apáticos, viram nossa presidenta fazer um discreto elogio a um coitado senil (Sem preconceitos) que ao que me parece tem esquizofrenia, ou seja, FHC realmente acredita que foi um presidente. Alguém aí se lembra? Ah, graças a Deus esquizofrenia não é contagiosa. Mas ao que parece, a estatística desta doença psicossocial é de 4% da população.E mudará de nome “trollezofrenia”.

    Abraço. E gente: NÃO TEM COMPARAÇÃO. Seria o mesmo que comparar um teco-teco com um caça supersônico!!!!

  • Esse “estudo” do prof. Reinaldo Golçalves está mais furado do que peneira.

    Além da ausência de uma metodologia que possa ser chamada de científica, é evidente que o objetivo daquele “estudo” era atacar o governo Lula, dada a forma como ele se concentra nele, APESAR de declarar, no início, um objetivo diverso.

    Ora, se o objetivo era esse, seria necessário primeiro estabelecer os critérios pelos quais ele seria julgado, separando tudo o que fosse influência externa, e estabelecer uma forma realmente objetiva para avaliar comparativamente os demais mandatos, isolando-os, igualmente, das influências alienígenas.

    A comparação com governos mais antigos é completamente impossível, já que as situações são totalmente diferentes. É como comparar a eficiência de um motor a gasolina no meio do ártico, com a de um motor a álcool no Rio de Janeiro e dizer que este é muito mais eficiente do que aquele.

    E, além disso tudo, ainda há a questão dos dados utilizados. Além das estimativas mais antigas não serem realmente confiáveis, o “estudo” sequer inclui o ano de 2010 (7,5% de crescimento), o que daria a Lula uma média de 4% de crescimento, contra os 3,6% utilizados.

    Mas o pior mesmo é a manipulação dos dados para provar o que o “professor” queria. Por exemplo, ao falar sobre a participação brasileira no PIB mundia, ele afirma que a média de FHC foi maior do que a de Lula, mas falha em dizer que em 94 – início do mandato de FHC, essa participação era de 3,15% e em 2003 ela caiu para 2,82%. Lula começou com esses 2,82% e terminou, em 2010, com 2,94%.

    A utilização da média dessa participação, em vez dos dados brutos, foi proposital, como se vê, para falsear a realidade. Enquanto essa participação caiu nas mãos de FHC, ela cresceu com Lula. Mão é possível comparar médias e concluir absolutamente. Seria preciso comparar as taxas de crescimento, e não as médias dos valores absolutos, para chegar à conclusão que o “professor” chegou.

    Aliás, historicamente, a participação brasileira no PIB mundial vem decrescendo constantemente desde 1980, e apenas com Lula ela se estabilizou e voltou a crescer um pouco. Em 1980, ela era de quase 4%, e chegou a 2,76% em 2006 (o ponto mais baixo) e voltou a crescer até os 2,94 de 2010, maior valor desde 1998 (3,03%, início do segundo mandato de FHC).

    A imagem é bem diferente daquele que o “professor” descreveu em seu “estudo”, não é mesmo?

    Quanto a comparação com a taxa de crescimento do PIB mundial, durante TODO o mandato de FHC, nosso crescimento ficou abaixo. Com Lula, só ficamos abaixo em 3 anos, todos no primeiro mandato, e acima em todos os demais.

    Mas o “professor” limita-se a dizer, sem provar, que Lula se “beneficou de uma conjuntura extremamente favorável”. Ora, se essa conjuntura o beneficiou, deve ter beneficiado outros, e se refletido no crescimento do PIB mundial. Mas como explicar, então, que nosso crescimento foi maior do que o do mundo como um todo?

    Não dá. Tentar dizer que o crescimento durante a era Lula se deveu a essas “circunstâncias extraordinárias” é coisa de quem busca algo para desmerecer Lula. Um partidário buscando pelo em ovo para justificar uma conclusão pré-concebida.

    Não me surpreende que o Merval use algo tão ridiculamente frágil e falacioso quanto esse “estudo”. Ele foi feito sob medida, como se vê, e não pode ser chamado de estudo, nem de científico. É apenas uma peça de propaganda publicitária, falsa, fajuta e que elameia o conjunto dos professores universitários, e a UFRJ, onde essa fraude diz lecionar.

  • Comparações rídículas? Riquinhos direitistas que têm ojeriza aos pobres. Tiveram décadas no poder para mudar o país e só disseminaram miséria e pobreza. O governo Lula gerou mais de 15 milhões de empregos com carteira assinada. Um terço dos empregos do país foram gerados no governo Lula. Enquanto o outro gerou 700 mil empregos de carteira assinada. Eu disse de carteira assinada. Só aí dá um banho. Puro despeito. E os mais de 20 milhões que ascenderam socialmente? Em pensar que esse pessoal pode voltar ao poder. E fatalmente um dia voltará, porque dispõem de meios espúrios para fazer isso. Não adianta, porque continuarão desmerecendo o governo Lula. Ingênuos são aqueles que acreditam que essas pessoas possam mudar e vir a reconhecer os tantos benefícios. Na verdade eles não gostam de nós. É isso que acontece.

  • Sob FHC, o Brasil quebrou três vezes. Na terceira, o FMI não queria mais nos emprestar dinheiro, pois suspeitavam que não conseguiríamos pagar. O então presidente Bill Clinton teve que interceder para conseguirmos o empréstimo.

    • Roberto explica ai “Brasil quebrou 3 vezes” vamo ver se vc apenas repete o que lhe “ensinaram”.
      Só o roberto responde por favor.

  • Só um psicopata, um imbecil, um hipócrita, um canalha, um verme como Merval Pereira negará a OBVIEDADE DE QUE O GOVERNO FOI LULA FOI MUITO, MAS MUITO MELHOR DO QUE O DE FHC, AFINAL ESTAMOS COMPARANDO SIMPLESMENTE O MELHOR E O PIOR PRESIDENTE DO BRASIL. E essa afirmação em nada reflete minhas paixões políticas(embora jamais tenha negado que sou fã de Lula e desprezo FHC com ardor); contudo, essa afirmação é baseada em constatações objetivas, numericamente comprovadas. Vamos a elas : FHC DESTRUIU O BRASL! Para começar, iniciou a readaptação do país aos interesses exploratórios do Imperialismo internacional com o famigerado Plano Real(o qual não foi uma criação dele, mas de Itamar Franco; na verdade uma imposição do Consenso de Washington ao Brasil e ao restante da América Latina, que foi desenvolvido principalmente no desgoverno do tucano), o qual mascarou o problema da inflação(que é o resultado do déficit de nosso Balanço de Pagamentos – total de todas as transações financeiras realizadas pelo país, como exportação, importação, serviços da dívida,. pagamentos de royaltes, remessas de recursos – déficit esse oriundo de nossa inserção subalterna na Economia Internacional), transferindo a desvantagem financeira e a necessidade de financiamento externos que causavam a inflação, e ao mesmo tempo eram sustentados por ela, para a taxa de juros, juntamente com o resultado de ciclo nefastou, ou seja a sucção dos recursos nacionais, agravando ainda mais o problema, uma vez que essa transferência inseriu o Brasil na ciranda financeira internacional, aumentando ainda mais a retirada de nossos recursos pelos exploradores estrangeiros. Para tentar disfarçar essa maquiagem econômica e manter a estabilidade da moeda(a qual logo tornaria-se impossível em uma Nação fragilizada industrial e comercialmente (FHC destruiu o papel do Estado como indutor do desenvolvimento e manteve nosso comércio atrelado aos “países centrais” do capitalismo, Europa e EUA), como também para atender à ganância do Capitalismo Internacional, cuja fase anterior de acumulação de recursos tornava indispensável sua expansão, o canalha FHC entregou o patrimônio público, representado por empresas estatais e pelas riquezas por elas administradas a grandes grupos estrangeiros, alguns disfarçados pela participação de sócios nacionais, dando de mão beijada boa parte do patrimônio do Brasil(é sempre importante relembrar que a Vale do Rio Doce foi vendida por um valor correspondente a um ano de lucro da empresa, um crime, e ainda FHC deu como “brinde” aos compradores a entrega das reservas minerais administradas pela Vale, algumas das quais nem sequer tinha-se a noção exata do tamanho que possuíam. Ou seja, FHC deu de brinde um bem cujo valor ele nem mesmo tinha como avaliar). O veme, o medíocre tucano só não concluiu integralmente seu assassinato do patrimônio nacional graças à resistência dos brasileiros e à eleição de Lula em 2002. No plano social, o modelo adotado por FHC(aumento dos juros para permitir o financiamento externo do Brasil, aumentando nossa dependência; redução do papel investidor do Estado; corte de impostos; redução da proteção social; desestímulo ao crescimento econômico)levaram a um agravamento da pobreza e da miséria, mergulhando o país numa penúria sem fim, a qual estava para agravar-se ainda mais com a “volta da inflação”(que na verdade nunca foi embora, apenas maquiada), mas que já começava a retornar em sua forma clássica ao fim do nefasto período tucano, uma vez que os mecanismo usados para disfarçá-la(taxas de juros e financiamento externo)começavam a falhar num país mergulhado na penúria, na qual a “política econômica” tucana nos colocara, e que por isso via diminuírem os recursos extrnos de que tanto precisava e aumentar a sua classificação de risco nas agências estrangeiras, sendo que os dois fenômenos, ao contrário do alardeado pelas cavalgaduras amestradas da mídia, que hoje tecem loas ao pilantra tucano, resultavam não da eleição de Lula, mas do caos em que o desgoverno FHC jogara nossas realidade econômica, capaz de causar medo até mesmo nos exploradores estrangeiros. Com Lula, o país sofre uma guinada fantástica. Apesar de não ter abandonado completamente a dependência de financiamento externo(não poderia fazê-lo por circunstâncias externas e internas, afinal, entre tantos motivos devemos lembrar que o estado de dependência e penúria em que encontrava-se o país impedia que enfrentássemos diretamente os especuladores estrangeiros, permitindo apenas que deles nos libertássemos aos poucos); pois bem, apesar de ainda atrelar-se aos recursos externos, Lula começou progresivamente a libertar o Brasil dessa dependência. Para isso inciou a alteração de nossa inserção na Economia internacional, melhorando os resultados de nossa Economia através da mudança de nosos perfil comercial(ao contrário do período FHC, passamoos a intensificar nossas transações comerciais com o “mundo periférico”, dando ênfase à América do Sul, mas também pribvilegiando a Latina, a África, a Ásia, o Oriente Médio e a China). Graças a isso o comércio exterior brasileiro teve crescimento gigantesco, e não apenas em números absolutos, mas também em perfil de exportação, já que construímos, no caso da América Latina e África, uma pauta exportadora baseada principalmente em produtos industrializados, de alto valor agregado). Paralelamente a isso, criamos um dos maiores Mercados Internos do mundo, permitindo a implantação de programas destinados à industrialização do país e à retomada do papel indutor do estado na Economia, criação que só foi possível graças aos programas sociais de Lula, os quais, desenvolvendo uma combinação positiva entre transferência de renda, crédito, acesso à casa própria, levaram 28 milhões de pessoas à saírem da pobreza(marco não igualado em nenhum país do mundo. Por isso mesmo é falsa afirmação de que nossa redução da desigualdade é pequena em relação ao mundo. É enorme. O que pode ser pequeno é nosso quadro geral de desigualdade, que ainda é grande, pois partimos de um patamar extremo se comparado a países que já não eram desiguais há séculos)e possibilitaram que esse Mercado Consumidor Interno fôsse um dos pilares da melhora de nossa inseção na Economia Internacional, que aos poucos liberta o país da dependência do financiamento externo, o que nos libertará da nefasta praga dos juros altos(é sempre bom ressaltar que, mesmo sabendo que os juros no país ainda são elevadíssimos, eles são muito menores agora, estão em 12,25% ao mês, do que a média de 25% ao mês que atingiram no desgorverno FHC). Além disso, Lula deu acesso à educação a milhões de brasileiros(secularmente excluídos do ensino, básico e superior), recuperou as Universidades Públicas, que FHC tentou destruir com a intenção de privatizá-las(pergutem a qualquer um que trabalhe em Universidade Pública como era a realidade orçamentária delas com FHC, quando vivam na penúria, em comparação com a robustez e a independência de recursos que tiveram com Lula); construiu novas Universidads Públicas e extensões universitáris; permitiu aos estados do Nordeste e Norte o direito de desenvolverem-se, apenas garantindo a eles o retorno dos impostos federais que pagavam, cujos recursos eram, na época de FHC, aplicados para sustentar o Sudeste, principalmente São Paulo; construiu uma Polícia Federal que, se ainda não tornou-se republicana completamente, ao menos caminha para tal e libertou-se do papel de política política da época de FHC(quem não se lembra da Operação Lunus?); também Lula construiu mais escolas técnicas do que todas as já construídas no Brasil desde a inauguração da primeira, em 1909. Sem contar a maravilhosa política externa brasileira, que retirou nosso país do papel submisso que sempre desempenhou desde a colonização e transformou o Brasil num protagonista global, papel decisivo para um país que caminha para tornar-se uma grande potência. Os resultados estão aí, não nas análises toscas de medíocres pseudoliteratos(transformados em tal por “Academias” bestiais, destinadas a destruir a Literatura com as teias negras da vaidade e da ostentação), mas nos números e principalmente nas ruas, onde o fazer humano, o dia a dia das pessoas, o resultados que sentem em suas existências são o melhor antídoto para os absurdos de uma mídia e de seua lacaios, capazes de ultrapassar as fronteiras do ridículo e da loucura agarrados em seus preconceitos, seu rancor e seus atavismos.

    • “embora jamais tenha negado que sou fã de Lula” se vc não diz não dava pra notar.

      Vc apenas repete o proselitismo Petista ( fez com a mão no coração?)continua repetindo ai vc mesmo começa a acreditar, senão vai pra sala 101.

      • ALiança Merdal : Sou fã de Lula e afirmo, embora não ganhe um centavo com isso, só que um troll de merda como você, um fanático, é pago pela direita, esconde-se através de um apelido imbecil, não tendo sequer a coragem de usar o próprio nome(ou serão “vocês”… alguns trolls pagos pelo dinheiro público dos paulistas e/ou mineiros idiotas que ainda elegem o PSDB). Além do que, provo cada afirmação que faço através da exposição de dados concretos que podem ser numericamente comprovados ao observar-se as informações constantes de qualquer instituto econômico sério. Ainda, podem ser corroborados factualmente pelas ruas, podem ser vistos ao percorrer-se o Brasil : o crescimento econômico, as Universidades Públicas, o fortalecimento da Petrobrás, a política externa elogiada pelo mundo inteiro; a retirada de milhões de brasileiros da miséria, são realidades concretas, só negadas por um DEMENTE COMO VOCÊ, UM ALUCINADO, UM HISTÉRICO QUE DEVERIA ESTAR NA CAMISA-DE-FORÇA, NA SALA 45, JUNTAMENTE COM TEUS AMOS TUCANOS, JÁ QUE A ESQUISOFRENIA DE VOCÊS SUPERA O ESTÁGIO DAS CRISES ESPORÁDICAS E CONVERTE-SE NUMA ALIENAÇÃO PERMANENTE DA REALIDADE CONCRETA(QUALQUER DIA DESSE VOCÊS PERCEBERÃO OS BRASILEIROS FALANDO FRANCÊS, JÁ QUE SONHAM EM TORNAR-SE EUROPEUS, EMBORA SEJAM POR ELES DESPREZADOS). Por sinal, quando estiver no hospício, arranje dois empreguinhos que cairão bem com a sua “natureza” : o primeiro será o de lamber a bunda dos tucanos que te acompanharão no internamento e o segundo será o de contar os milhões de empregos que Lula gerou e encontram-se registrados nos bancos de dados de qualquer instituto sério que analise o Mercado de Trabalho no Brasil.

  • Lula, o melhor presidente do Brasil. Ele já faz parte de nossa história, com Getúlio e Juscelino. Grande Estadista, respeitado no mundo todo. Faturou agora mais um prêmio nos Estados Unidos, por ter combatido a miséria e aumentado a distribuição de renda. Alguns que falam mal Dele, são despeitados e preconceituosos, não admitem que um operário pudesse fazer um governo tão extraordinário.

  • Eduardo, veja só essa festa que foi feita aí em São Paulo pro FHC. Quem pagou a festa? Esse pessoal usa de lugares públicos e dinheiro nosso para dar festa pra tucanada e ninguém fala nada??? Já imaginou se a Prefeita fosse a Marta Suplicy e se o Governador de São Paulo fosse o Ciro Gomes, por exemplo, e a festa de aniversário fosse para o Lula, ele sim um Presidente amado por mais de 80% da população do país, já imaginou como o PIG se revoltaria? A Globo não pararia de comentar o “escândalo” e a Veja colocaria na capa a ‘vergonha nacional’… Já imaginou se a festa fosse de 80 anos lá do Sarney e a festa fosse feita lá como aí em Sampa???? Eles cairiam de pau em cima do Lula e do Sarney, claro.
    É sempre assim, dois pesos e duas medidas… Essa mídia nacional me enoja!!!!
    Grande abraço a você e a toda sua família guerreira.
    Beijão especial prá Victoria.

  • Pra sepultar de vez o mito direitóide, vamos usar a comparação que eles fazem de conta que não conhecem e nunca viram: PIB per capita.

    Usemos o método da paridade de preços, por dois motivos: primeiro, é o único disponível nos dados do FMI e eu estou com preguiça de buscar outra fonte no momento e, segundo, já vimos que usando o “current prices” seria uma maldade com os trolls.

    PIB per capita
    95: 6.466,26
    2003: 7.697,89
    2010: 11.239,47

    Crescimento:
    FHC: 19,04%
    Lula: 46%

    É mole? Alguém duvida que tanto o Merval quanto o tal “professor” que fez o tal “estudo” sabem muito bem desses fatos, mas os escondem? Ou que a imprensa, partidária como é, falta com a verdade e esconde os fatos para não prejudicar seus interesses?

    E como é que ainda tem gente que a defende, e prefere usar os dados manipulados e as artimanhas falaciosas que eles usam pra “demonstrar” a superioridade do governo FHC, como o uso canalha de médias de taxas de crescimento que não significam absolutamente nada e apenas distorcem a realidade?

  • Essas viúvas do fhc são tão cansativas, não?, é um exercício monumental que as tais viúvas fazem para tentar esconder o óbvio: apesar de pegar o país estabilizado pelo Real ( governo Itamar Franco, implantado aqui pelos Estados Unidos para introduzir a tal globalização na América Latina) ,o governo fhc foi um desastre que levou o país à falência três vezes. E Lula, apesar da herança maldita que pegou do fhc, saiu do governo com 87% de aprovação. Simples assim.

  • Preconceito para esse tipo de pessoas é pouco. Eles são movidos a oportunismo, despeito, inveja e ódio, que são os piores sentimentos num ser humano. Apesar de todo reconhecimento nacional(a maioria de pobres) e internacional. Não adianta; porque jamais irão mudar. Preferem “morrer” a reconhecer algo de bom que o governo Lula fez. E o pior de tudo é que ficam tentando invenenar alguns pobres tolos. Para eles o Brasil pertence aos riquinhos. O pobre nasceu somente para servi-los. Quando vejo aqueles que tramavam constantemente contra o governo, hoje ganhando rios de dinheiro com publicidade, no excepcional programa de moradias para a classe média e a nova classe média brasileira. Está lá a cara deles, sorrindo por dinheiro, nos anúncios. Nunca ganharam tanto dinheiro. Mas pensam que eles mudaram? Não, não, mil vezes não. Para Lula só destilação de ódio; para o outro, vocês sabem como é…

  • “…se a coalizão político-midiática que Merval Pereira integra quer usar os dados do professor Reinaldo Gonçalves, certamente tem que endossar as conclusões dele de que o governo Lula foi melhor do que o de FHC e de que este legou uma herança maldita àquele… Certo?”

    Certo – se estivéssemos falando de gente honesta material e intelectualmente; não estamos. Trata-se de uma corja de bandidos muito bem remunerados por corporações racistas e políticos corruptos. Há redações nesse país onde eu não deixaria à vista minha carteira (apesar de sempre haver tão pouco nela); são verdadeiros valhacoutos.

  • Concordo plenamente. Por motivos estranhos, a grande maioria dos jornais e da mídia ataca o Lula e elogia FHC , mesmo sabendo que o governo tucano foi um desastre Econômico.

Deixe uma resposta