Cachoeira e o clube dos 15

Análise

O bicheiro goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, o “Carlinhos Cachoeira”, adquiriu da provedora de telefonia norte-americana Nextel 15 aparelhos, os quais cedeu a pessoas de sua confiança. Segundo as investigações da Operação Monte Carlo, levada a cabo pela Policia Federal, um policial corrupto dessa corporação orientou o bicheiro a habilitar os aparelhos nos Estados Unidos de forma a que ficassem imunes a grampos legais e ilegais.

Há três semanas, a Polícia Federal prendeu Cachoeira durante a Operação Monte Carlo, sob acusação de liderar uma quadrilha que operava máquinas caça-níqueis em Brasília e Goiás. E descobriu que, dentre os 15 telefones que ele distribuíra, um fora entregue ao líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres (GO), promotor de carreira que ficou conhecido por acusar seguidamente de corrupção o governo do PT, seus membros e aliados.

Em um primeiro momento, de jornalistas a políticos (do governo e da oposição) saíram em defesa do líder do DEM no Senado – que, até o momento, ainda ocupa o cargo, apesar das denúncias arrasadoras.

Logo após a revelação de que o bicheiro havia dado presentes caríssimos a Demóstenes, este subiu à tribuna do Senado para dar suas explicações, ao que 43 senadores o apartearam prestando solidariedade e apoio. Quatro adversários petistas – Eduardo Suplicy (SP), Paulo Paim (RS), Jorge Viana (AC) e Marta Suplicy (SP) – foram à tribuna defendê-lo.

Em seguida, jornalistas como Reinaldo Azevedo, da revista Veja, também fizeram questão de lembrar ao distinto público a “gloriosa” trajetória de Demóstenes, que, até poucos dias atrás, dispunha de grande espaço na grande mídia para acusar os adversários de envolvimento com corrupção (!).

Como se fosse pouco, no fim de semana vieram à tona denúncias como a da Carta Capital, de que Demóstenes teria faturado incríveis 50 milhões de reais no esquema de Cachoeira. E, para coroar tudo, o jornalista Luis Nassif denunciou no domingo, em seu blog, que a operação Montecarlo, da Polícia Federal, teria encontrado mais de 200 ligações entre o bicheiro e pessoas da direção da revista Veja.

O silêncio ensurdecedor da classe política em relação a Demóstenes, seu possível envolvimento até com meios de comunicação, tudo isso é afetado por um número cabalístico: o número 15.

O trabalho que o criminoso teve para habilitar os aparelhos fora do país de forma a imunizá-los contra escutas e o fato de um desses aparelhos ter ido parar nas mãos – ou nos ouvidos – de um político do peso do senador do DEM de Goiás, sugerem que os outros 14 aparelhos não devem ter ido parar nas mãos de qualquer um.

A Operação Monte Carlo flagrou ligações de Cachoeira para autoridades do governo de Goiás, sob comando do tucano Marconi Perillo, e detectou que, ano passado, um relatório de quase 500 páginas com endereços e nomes de integrantes da quadrilha que explorava jogos ilegais fora entregue ao então diretor-geral da polícia do governo do Estado. E nada aconteceu. Se não fosse a Polícia Federal, Cachoeira continuaria livre.A polícia de Perillo sentou sobre o caso.

A PF também captou conversa telefônica em que Cachoeira pede ao ex-presidente da Câmara Municipal de Goiânia Wladimir Garcez (PSDB) que interfira em operações da Polícia Civil para combater jogos ilegais. De acordo com a Polícia Federal, o ex-vereador Garcez intermediava os contatos entre Carlinhos Cachoeira e o governador Perillo. A PF apurou que Garcez trocava torpedos com Perillo.

Ainda não foram divulgados os nomes dos outros beneficiados – ou, agora, amaldiçoados – pelos outros 14 aparelhos Nextel. Não parece difícil intuir, no entanto, que Cachoeira deve ter dado a pessoas que de forma alguma poderiam ser flagradas conversando consigo por ocuparem posições de importância análoga à do senador da República Demóstenes Torres.

Assim como se descobriu que o ex-publicitário Marcos Valério estendeu tentáculos por PT, PSDB, DEM etc., supõe-se que o silêncio da classe política em relação a Cachoeira pode decorrer de situação parecida com a do pivô do escândalo do mensalão, mas não só. A notícia divulgada ontem por Luis Nassif, de que membros da direção da Veja teriam mantido centenas de contatos com o bicheiro, dá a dimensão daquilo em que esse escândalo pode se converter.

Após a descoberta das relações de Cachoeira com um senador e um grande meio de comunicação, não parece exagero suspeitar de que um dos 14 celulares pode ter ido parar em mãos impensáveis como, por exemplo, a de um importantíssimo membro do Judiciário. Ou que tenha sido usado para ligar para essa pessoa. Enquanto isso, iniciativas no Congresso para abrir uma CPI encontram resistência em quase todos os partidos.

136 comments

  • Simplesmente ridículo os suplicys subirem na tribuna para defender o demostenes, se a situação fosse inversa o demostenes subiria na tribuna para pedir a cabeça dos dois

          • Alias,Marta e Eduardo Suplicy,estão fazendo apenas aquilo que compete a eles ao defender um elemento que é parte da elite podre,como eles.Deviam ser expulsos do PT.Eu disse deviam,mas não vão ser expulsos,principalmente porque o PT não é mais o PT.Tudo em nome da ¨realpolitik¨.

          • O que quero dizer com “continuar petista” é que mesmo os que não são costumam dar suporte ao partido nas “horas difíceis” . Eu mesmo fiz isso várias vezes por conta de certas ” ameaças”. Considero um erro. O PT ficou mal acostumado e usa qualquer um que tenha pensamentos “de esquerda” de modo vergonhoso.

      • A decepção deve servir para que muitos tomem outra postura. Não dá mais para ficar fingindo e dando apoio ao indefensável. Não são apenas os petistas – estes já se entregaram faz tempo- mas os “simpatizantes” precisam mudar a postura.

        • É isso aí. Vamos “mudar de postura”. Agora vamos apoiar o PSDB, o DEM, o Serra, os neoliberais, os privatistas e a direitalha toda. Então tá, ficamos combinados assim.

        • Pegaram o DEMOstenes com a boca na botija, a falsa ” vestal ” da ética e da moral politica no senado está com a bunda de fora, literalmente.

          Bradava da tribuna em irados e inflamados discursos contra os corruptos, mas é um deles !

          Como pode um advogado, ex-promotor de justiça, ex-procurador do estado e ex-secretário da segurança pública, uma pessoa que conhece as leis e o direito como poucos neste país estar envolvido com um criminoso do jogo do bicho, sem a menor cerimônia e com tanta desfaçatez ?

          A cada dia que passa fico mais estarrecido com a classe política do Brasil, quando acho que já ví tudo, aparece um escândalo ainda maior e para piorar as coisas, ainda teve senadores do PT defendendo esse pilantra desqualificado, o que justifica tal fato e ato ?

          Isso é uma vergonha !

        • Carlos, a maioria dos que aqui comenta não é petista. Tampouco o Eduardo é.

          O que ocorre é que nós somos a favor de distribuição de renda, justiça social e Estado forte.
          Durante o período FHC, o contrário do que nós almejamos ocorreu: os pobres ficaram mais pobres, a indústria nacional quebrou e a infraestrutura (distribuição elétrica, malha ferroviária, indústria naval) foi destruída, atendendo às ordens do Tio Sam. FHC começou seu mandato com o Brasil sendo o 8º PIB mundial. Quando saiu da presidência, tínhamos caído para 12º.

          Por outro lado, durante o período Lula, o Brasil voltou a ser 8º PIB e até subiu para 7º. A distribuição de renda melhorou, o nível de emprego bateu recordes. A indústria naval brasileira – que no passado foi uma das maiores do mundo – foi reconstruída praticamente do zero e agora a malha ferroviária começa a ser remontada. Nós apoiamos tudo isso. Sem sermos petistas.

          Se você prefere os tucanos, tudo bem, seja feliz.

          • Olha ,Roberto, pode não ser petista mas age como um . Esse seu final é sintomático. “Se prefere os tucanos”… “Tucano enrustido…” etc.

            Curioso como nunca “acusei” algum comentarista de ser “petista”. Os petistas é que fazem isso a qualquer que ouse criticar o PT ou o governo.

            Eu só comento às vezes neste espaço -talvez seja um erro- porque considero democrático. Nem perco meu tempo em escrever nada em blogs direitistas por exemplo.

            Nem precisava citar o autor do Blog até porque sempre que acha necessário (sou bom observador e leio tudo aqui atentamente faz tempo) se manifesta. Até hoje nunca o fez em algo que escrevi.

            Minha frustração e críticas ao PT e petistas que atuam na internet são legítimas apesar de alguns agirem exatamente como os radicais de direita de outros espaços.

            Aqui represento mais a imensa maioria da população que cada vez mais se afasta de siglas porque não confia nelas e ,claro, nos políticos. Não conseguem ver diferenças que justifiquem essa preocupação.

            Mas essa discussão é em vão. O tempo deve dizer -até aos petistas- os erros que cometem. Isso vai acontecer , cedo ou tarde. E pouco depende dos petistas.

      • Isso não dá muito certo. Se buscarmos por aí quem “DO PT” apoiou quem a coisa complica.

        A verdade é que o PT como um todo não tem nenhuma coerência.

        • Na verdade nenhum partido age da forma monolítica como alguns (muitos) parecem achar que o PT deveria agir.

          Em qualquer partido (qualquer um) existem divergências e diferenças de postura. Em alguns essa é a regra e não existe nenhum projeto político que não locupletar-se com o poder, esses são sacos de gatos. Outros tem projetos políticos, podem ser projetos políticos elitistas e antidemocrático (como no caso do DEM) ou populares e democráticos (como o PT), mas mesmo nesses partidos existem diferenças de comportamento e seus membros.

        • Lula acaba de apoiar a abertura das 2 CPIs.A da Privataria Tucana e a CPI de Monte Carlo (Cachoeira,Demóstenes,Veja,Gilmar, teatro do áudio para defender DD,orquestrado por Gilmar e DEMOstenes,para acabar com Protógenes,Diretor da PF e a operação contra o corrupto e corruptor ,Dadá,Procurador de Go,Governador de GO,GURGEL ( o encobridor da República.Encobre Aécio,Sathiagara,Castelo de Areia…Pela abertura das CPIs e pela apuração de tudo. Mas não se esqueçam.DEMO é do DEMO.Gilmar é legado de FHC,assim como DD.Dadá é marionete usável pelo DEMOstenes e Cachoeira.Perillo é aquilo que é, e está onde está,pelas mãos do povo…talvez manipulado pela mídia e quadrilha.Mas que Cachoeira deu de beber a toda uma quadrilha,isso deu.E tudo que me dizem é que 4 petistas subiram para defender o colega?Que se explodam os 4! Mas e os outros?Os da VEJA?Quanto ganhavam, para fazer as reportagens encomendadas?Quem encomendava as ditas reportagens contra Lula e o PT?Quem bancava o DEMostenes para desancar o PT?O Bicheiro?Quem, mais?O que ganhavam com isso:Quem mais trabalhava para mais alguém?Ter um membro do STF no meio da chafúrdia,parece ser a menor das peocupações.TEMOS QUE DESANCAR OS 4 MISERáVEIS ESTÚPIDOS do PT!.O PT,com todos os seus defeitos,continuará recebendo meu apoio,enquanto seu projeto for promover a IGUALDADE. Enquanto não surgir nada melhor.E NÃO HÁ.Sobre Lula:Ele é maior que o PT.Quantas CPIs FHC apoiou,durante e depois do seu fracassado governo?Entre o PT e os outros? Comparem Lula e o outro,ou outros,como preferirem…

    • Os Suplicis, nada a estranhar, mas Jorge Viana e o Paim aí não dá para entender.
      Onde estão os senadores Pedro Simon e Vasconcelos de Pernambuco não vão se indignar?

        • O simon jamais pegaria num aparelho desses. Aquele muçum ensaboado o daria ao Eliseu e continuaria fazendo discursos em defesa da moralidade pública e lançando perdigotos sobre a platéia..

      • O E. Suplicy há tempos que foi defenestrado no PT, desde quando ousou desafiar Lula como candidato à presidencia. Descabida aquela pretensão. A Marta nunca foi petista de alma, embora seja muito incensada pelo próprio Lula que viu o que ninguém viu nela. Os irmãos Viana (Jorge e Tião) querem ser os novos coronéis lá do Acre. Nada mais. Agora o Paim causou surpresa essa atitude de defender o Demostenes. Talvez seja porque o senador gaúcho do PT seja um negociador no senado e agiu assim por obrigação de oficio. De qualquer forma o PT está urgentemente precisando se reciclar, trazer à baila novos nomes de candidatos combativos porque o que temos hoje está virando piada.

      • Estou esperando (sentado que não sou bobo) o pronunciamento do excelentíssimo senador Sr. Jarbas Vasconcelos , esse arauto da moral e dos bons costumes, contra a denúncia de corrupção do outro excelentíssimo senador da república Sr. Demóstenes Torres.

    • Voce acredita que vai ser um circo pegando fogo ??!!! Eu acho que as brasinhas não dão para fazer um churrasquinho. Tem muito rabo preso neste angu.

  • O fato dele ter sempre acusado o PT não diz muito a favor do PT.Não o isenta nem atesta sua lisura ou partido incorruptível. Isso tinha efeito há uns bons anos atrás.Hoje nem tanto, quase nada.

  • Apego-me aos valores do Estado Legal de Direito…hum.Quero mais é q o mar pegue fogo p’reu comer peixe frito!Nessa altura do campeonato,se existir ligações de figuras do PT,azeite!E n me venham eles com papo de “sacrifícios pela causa”;tém muita gente,até de histórico respeitável,q, vez por outra,acostumou-se a confundir circunstâncias com conveniências -e,mesmo os mais ingenuos,sabem a diferença de um e outro.Ou n?!

    • wilson cunha junior
      26/03/2012 • 13:13.

      E, pensar que esse pirilo quase chegou á presidencia do Senado.
      Embora seja nauseante, graças ao maquiavelismo de Sarney e seus mais chegados,
      esse desastre não aconteceu.

  • Duvido NADA que um dos telefones anti-grampo da NexTel tenha ido parar nas mãos do ministro Gilmar Mendes e outro à Veja (e o procurador Gurgel ja sabia disso!)

    Tudo agora faz sentido: Satiagraha, Daniel Dantas, Gilmar Mendes, Roberto Gurgel, Demostenes Torres, Veja e Carlinhos Caichoeira…

    Uma turma da pesada! Só gente fina!

  • Edu,

    Por essas e outras já fiz a minha doação ao Brasil de fato para ajudar a dar mais publicidade ao livro de Amaury.
    Amigos o Brasil pós LULA não poderia ser melhor. Esse povo que enche o noticiário de notícias de corrupção não perde por esperar.

  • No governo Lula havia insatisfações quando a postura de Lula e seu governo em relação a mídia mas muitos acreditavam que o PT quieto estava comendo pelas beiradas.
    Hoje vejo um governo, um PT com aliados tão bonzinhos, tão companheiros de demotucanos que me pergunto;
    Estão comendo pelas beiradas????

      • Falou TUDO, Locatelli. TUDO… leia:
        Machado lidera aliança PT-PSDB em MG
        do rudaricci.blogspot.com:
        Em Machado, no Sul de Minas, aliança PT e PSDB está confirmada
        Enquanto em Belo Horizonte petistas e tucanos não se entendem, em Machado, no Sul de Minas, os dois partidos realizam encontro para confirmar aliança para a disputa de outubro

        Maria Clara Prates –
        Publicação: 25/03/2012 07:14 Atualização:
        Os deputados estaduais Ulisses Gomes (PT) e Carlos Mosconi (PSDB), o vice-prefeito José Miguel (PSDB), o prefeito Abobrinha (PT) e os deputados federais Odair Cunha (PT) e Geraldo Thadeu (PSD) no encontro de sexta (Beto Magalhães/EM/D.A Press)

        Machado– Está selada a aliança entre o PT e o PSDB para as eleições de outubro – mas em Machado, no Sul de Minas. Se em Belo Horizonte petistas e tucanos estão em pé de guerra e disputam a preferência do prefeito Marcio Lacerda (PSB), na cidade de 40 mil habitantes o clima é de festa entre os dois grupos. Na noite de sexta-feira, a confirmação da dobradinha para a disputa da prefeitura local contou com a presença de 150 lideranças políticas e recebeu a bênção de pesos pesados dos dois partidos no estado, como o deputado federal Odair Cunha (PT) e o deputado estadual Carlos Mosconi (PSDB). Ao lado dos parlamentares, o petista Roberto Camilo Órfão Morais, o Roberto Abobrinha, e seu vice, o tucano José Miguel de Oliveira, que tentam a reeleição, eram só sorrisos.

        Odair Cunha, que é contra a aliança com o PSDB na capital mineira, tenta explicar a sua posição. Diz que a participação dos tucanos na administração de Machado, base eleitoral do deputado, se deve à realidade específica da cidade. Segundo o parlamentar, o vice-prefeito José Miguel era do PDT, mas se filiou ao PSDB no ano passado e, como ao lado do prefeito Roberto Abobrinha faz boa administração, a coligação de força será reeditada. “Em Belo Horizonte, como aconteceu em 2008, nosso encaminhamento foi contrário à participação dos tucanos na eleição de Lacerda. Novamente, estamos defendendo que o PT tenha posicionamento contrário à coligação com o PSDB. Nossa corrente defende a reedição do apoio a Lacerda, para o qual vamos indicar o vice. O PSB é nosso aliado estratégico em diversas capitais do Brasil e queremos manter essa união em Belo Horizonte, mas sem o PSDB.”

        Assim como Cunha, Mosconi garantiu que a união entre os dois partidos se deve unicamente à vocação política de Machado. “Nós respeitamos a história da cidade, que deve prevalecer. Não vamos agora criar empecilho. Isso seria retrocesso”, afirmou. Mosconi foi quem possibilitou a aliança dos opositores PT e PSDB, em Machado, ao convidar o vice-prefeito José Miguel a deixar o PDT e se unir aos tucanos. “Sou um discípulo do deputado Carlos Mosconi, e quando ele me convidou para seu partido não tive dúvidas”, afirmou José Miguel. Mosconi defendeu a dobradinha em outras cidades do estado. “O PSDB sempre teve vocação para aliança. Como a administração em Machado foi bem-sucedida, acredito que é um exemplo a ser seguido, sem preconceito”, disse.

        O prefeito Roberto Abobrinha afirmou que não se constrange com a presença do PSDB em sua chapa. Ao contrário, se gaba de ter sido eleito por uma aliança de 10 partidos, que viabilizaram sua gestão. Com discurso bem afinado com as demais lideranças, voltou a repetir que defende essa união apenas em seu município, independentemente do cenário político nacional.

        Mesa O salão do Sindicato dos Produtores Rurais da cidade, onde foi realizado o 1º Encontro de Lideranças do município, ficou pequeno para acomodar todos os que foram apoiar a aliança entre petistas e tucanos. Além de Odair Cunha e Carlos Mosconi, se assentaram lado a lado à mesa do encontro o deputado federal Geraldo Tadeu, do recém-criado PSD e da base de apoio do governador Antonio Anastasia (PSDB), e o deputado estadual petista Ulisses Gomes. No mesmo tom conciliatório, eles exaltaram a importância da união dos partidos para a melhoria de Machado e chegaram a ser aplaudidos pelos participantes. No encontro, em razão da Lei Eleitoral, não houve bandeiras tremulando, música ou comes e bebes. Discretas camisas de cor laranja com a estrela do PT atraíam olhares na plateia e todos os convidados beberam apenas água.

        Personagem da notícia

        Roberto Abobrinha
        Prefeito de Machado

        Sem abobrinhas

        O prefeito de Machado, Roberto Camilo Órfão Morais, o Roberto Abobrinha, se apressa em afastar a associação de seu apelido com a conversa fiada de muitos políticos. Risonho, explicou que o apelido surgiu ainda nos idos de 1979, quando participava de movimentos sociais da Igreja Católica. Ele foi convidado para um encontro de jovens e se viu obrigado a ajudar na cozinha. E pior. Na sua frente estava uma bacia de abobrinhas italianas, que ele não sabia se tinham de ser descascadas antes de consumir. Na dúvida, optou por retirar a casca e, com isso, inutilizou o alimento. “Depois disso, nunca mais me deixaram em paz e só me chamam de abobrinha”, confessa. E é verdade. Durante os discursos oficiais do encontro, o prefeito era sempre tratado pelo apelido, recebido com enorme naturalidade por ele, mas soando estranho pelos menos afeitos à política da cidade.
        Postado por Rudá Ricci às 08:27

      • Oswaldo e Roberto, convenhamos, foi o próprio Lula que deu essa diretriz ao PT quando assumiu a presidencia pela primeira vez e conclamou a oposição para um governo “Lulinha, paz e amor”. Até o Garotinho, entre outros, foi convidado para ser ministro, e esnobou, graças a Deus. Foi a partir dali que o PT perdeu a identidade de partido guerreiro e independente. Hoje, arrisco-me a dizer que o PT é um anexo do PMDB que é quem dá as cartas. Mas como vcs disseram, ainda resta a blogosfera.

  • Daniel Dantas – o cara que foi pego pela polícia federal por crime financeiro, mas recebeu
    dois habeas corpus do ministro do STF Gilmar Mendes, mesmo após o vídeo que mostrava
    o advogado de Dantas subornando um delegado.

    Gilmar Mendes -> o cara que foi grampeado “ilegalmente” pela polícia federal na operação
    Satiagraha,falando com Demostenes Torres, “fato” que levou a operação e seus mentores a
    serem classificados como criminosos,tendo toda investigação e dados coletados
    desqualificados como provas para instaurar um processo contra Dantas em seus crimes financeiros.

    Demostenes Torres -> o cara grampeado (“ilegalmente” pela polícia federal) falando com o Gilmar Mendes, foi enquadrado em outra operação da polícia federal(Monte Carlo), dessa vez legalmente, pois
    o investigado era Carlinhos Cachueira, bicheiro que deu ao Senador Demostene um celular nextel,
    comprado e abilitado no EUA, para que não fosse passível de grampo em conversas comprometedoras.

    Carlinhos Cachueira -> O cara que deu um nextel para o Demostenes, o bicheiro que sob investigação
    da operação Monte Carlo da Polícia Federal, teve 200 ligações coletadas, com representantes da revista Veja,com conteúdo ainda não divulgado.

    Revista Veja -> aquela que denuncionou o grampo (mesmo sem ter audio algum divulgado), do Senador
    Demostenes Torres e o ministro Gilmar Mendes. A revista publicou uma matéria (que mesmo sem audio encontrado como prova do grampo) , foi usada pelo ministro Gilmar Mendes, para tirar o foco dos crimes de Dantas e focar na “ilegalidade” da operação Satagrha da Polícia Federal que encrimanava Dantas e sabe-se lá quem mais.

    Estamos bem no Brasil hein!?Parece Chicago na época do Alcapone, todos estão corrompido e com o rabo preso. Será que a Polícia Federal tem a competência dos agentes americanos da década de 20 e 30 para desarticular a máfia? Espero que sim…

  • Demóstenes Torres é a cara da hipocrisia da oposição: se fazem de puros, criticam os corruptos do governo atual, enquanto no submundo eles mesmos corrompem e são corrompidos.

    • Resultado : São iguaizinhos aos petistas. Né?

      Não se discute a corrupção da direita, isso é fato e conhecido ao longo dos anos.
      Não entendo porque a corrupção do PT – e dizer que não existe é abuso de inteligência alheia- não deve ter o mesmo rigor.

      Resumo : Petistas e demo-tucanos agem do mesmo modo.

      Não existe isso de corrpução dos nossos é diferente da deles. Ao menos não em pessoas sérias.

    • Tou achando que o Alvaro Botox Dias tem um destes celullares da Nextel.
      Porque será que a Polícia Federal não libera os nomes dos outros proprietários da famosass linhas da Nextel. Ora,pois do Demostenes eles liberaram, isto é uma injustiça com um homem tão “probo”

  • Edu, outro nextel foi entregue ao Policarpo jr. editor chefe de política da Veja. Por muito menos o Murchdoc teve que se explicar na justiça. E o Civita?
    Esse episódio vai mostrar de forma clara se a Veja, e de resto, Globo, Folha e Estadão estão ou não acima da lei.
    Edu, isso não tem nada a ver com ley de medios. É código penal mesmo!

    • É óbvio que é um caso de polícia!!!
      Mas eu ouvi de uma petista aqui do RS que se diz especialista em comunicação, durante a campanha do Tarso pro governo do estado, que a mídia publicar documento falsos como os que foram pubklicados contra a Dilma, faz parte do “jogo democrático”.
      Assim, Juliano, não me surprenderia se diante da possibilidade de finalmente poder-se pegar a Veja pela via judicial, não entrasse em cena uma legião de petistas para defender a máfia midiática e suas relações com bandidos como parte do “jogo democrático”.

  • Demóstenes Torres é um dos senadores mais ativos da atual legislatura. É um orgulho para Goiás, o Senado e o Brasil. Como se não bastasse a vigilância diuturna que exerce para impedir que o Governo seja dominado pelos picaretas do PT e da base aliada do Governo, Demóstenes encontra tempo para desenvolver atividades paralelas.
    Para se aperfeiçoar na caça aos malfeitores, Demóstenes é aluno aplicado da escolinha do professor Cachoeira. Um sábio da contravenção e outros gêneros do submundo. O mestre Cachoeira conseguiu construir uma das melhores escolas do país. Para facilitar o acesso de seus pupilos, distribui auxílio transporte, colocando taxi aéreo ao alcance deles. A escolinha é inovadora. Seu lema é: não dar o peixe, mas ensinar a pescar. Por isso, ao invés de dar a merenda, o professor Cachoeira distribui cozinhas para que seus alunos preparem seu próprio alimento. Para aumentar o desempenho didático, ele distribui modernos aparelhos de comunicação. Assim, mesmo em Brasília, Demóstenes pode manter contato com seu mestre e contar-lhe dos avanços de suas tarefas escolares. De tanto se destacar, o prof. Cachoeira resolver premiar Demóstenes com 30% de sua escolinha. Desta maneira, temos a certeza de que os ensinamentos do mestre terão continuidade. Para o júbilo dos goianos e do Senado Federal. Amém!

    Como se isso tudo fosse pouco, o incansável Demóstenes está prestes a ganhar o primeiro prêmio internacional Steve Jobs de inovação tecnológica, ao inventar o telefone sem áudio. Um aparelho que transforma a voz em texto, de modo que o interlocutor lê o que está sendo dito. O senador Inaugurou o aparelho em uma histórica ligação para o Supremo Presidente do STF. As palavras pronunciadas naquela ligação foram gloriosamente gravadas nas páginas da revista mais vendida do Brasil:
    Demóstenes para Gilmar: Alô, Gilmar, vocês está lendo bem o que eu falo?
    Gilmar para Demóstenes: Eu estou lendo perfeitamente sua voz, Demóstenes!
    A repercussão do feito foi tão gigantesco que o Supremo Presidente do STF foi chamar o Presidente da República às falas. Ora, disse ele, como um Senador, em seu tempo livre, é capaz de tamanho feito e o Sr. com um Ministério da Ciência e Tecnologia, um orçamento bilionário, Universidades e milhares de pesquisadores não consegue?

    • Muito bom,Alcides.O Senado Brasileiro ficará ou não desfalcado de sua reserva moral?Aguardemos os próximos capítulosde “O professor Queda d’água”.

  • Realmente é preciso se investigar a fundo e punir quem quer que esteja envolvido com tanta sujeira, para que tenhamos amanhã um pais melhor e nós ter-mos orgulho de ter-mos participado da depuração dessa classe de corruptos e contraventores. Nossos filhos e netos tem direito a um pais melhor do que este que temos hoje. Congresso e senado, nada mais é que um club de elite, gente poderosa que só pensa em vantagens e acobertam uns aos outros, só fazem jogo de cena, porém eles lutam muito para estar lá e não perderão a oportunidade de levar vantagem. Troxa somos nós que acreditamos e saimos da cama cedo nos dias 15 de novembro, para dar-mos esta oportunidade de presente a esses bandidos. Não é à toa que eles lutam tanto para se eleger e reeleger, Somente o povo perde. Precisamos deixar de votar nestas cobras criadas e sempre eleger-mos gente nova. Quase que o Protogenes ficou de fora, porém por sorte ele está lá, é novo e está mostrando por que veio.

  • 15 aparelhos?
    Quadrilha ou Bando – Artigo 288 do CP

    “Associarem-se mais de 3 pessoas, em quadrilha ou bando, para fim de cometer crimes”.

    Reclusão 1 a 3 anos.

  • http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/veja-tenta-se-livrar-da-suspeita-de-associacao-com-cachoeira
    Veja tenta se livrar da suspeita de associação com Cachoeira
    Enviado por luisnassif, sab, 24/03/2012 – 10:47
    Autor: Rodrigo Rangel
    na Veja
    Por José Carlos Lima
    De um lado um senador, do outro um cidadão do mundo do crime que se movia com mestria na formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, quebra do sigilo profissional, exploração de jogo de azar, dentre outros crimes. Os dois combinaram criar uma CPI para dar “um tiro direto” no PT.

    No ano de 2008, a Veja deu na capa que uma conversa entre Gilmar Mendes, à época presidente do STF, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) teria sido grampeada por agentes da ABIN. O tal grampo (sem áudio) provocou séria crise no governo, levando o presidente da Suprema Corte a chamar Lula “às falas”, o que resultou na demissão de Paulo Lacerda, diretor da ABIN e à anulação, pelo STJ, da Operação Sarthiagraha contra Daniel Dantas. Deu na Veja:

    “Em 11 de agosto de 2011, Cachoeira e Demóstenes conversam sobre o que seria, na avaliação do senador, “um tiro direto” no PT. Demóstenes fala em em abrir uma comissão parlamentar de inquérito para investigar o partido do governo:

    Cachoeira – Eu vi, eu vi as cenas lá, hein?

    Demóstenes – É… Isso é bom, hein. Isso é bom que dá um tiro direto neles aí né, a gente faz a CPI do PT.

    Cachoeira – Exatamente. Beleza.

    Demóstenes – Falou mestre, um abraço.

    Cachoeira – Outro, doutor. Tchau.

    Em outra conversa, Cachoeira fala com a mulher de Demóstenes, Flávia, que comemora a obtenção de sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil e trata com o contraventor da possibilidade de o senador se transferir para o PMDB. Cachoeira se mostra favorável à mudança de partido – e também confiante de que um dia seu amigo Demóstenes possa se tornar ministro da Suprema Corte.

    Flávia – Tô com a vermelha no bolso, 32.650, pode arrumar cliente aí pra mim (…) Tô com a vermelhaça no bolso (…)

    Cachoeira – Ah, sua carteira, né? Parabéns, viu? Você vai usar ela muito e só em causa grande.

    Flávia – Eu fui num jantar no Sarney com o Demóstenes, o Demóstenes hoje é um dos influentes que existem no quadro nacional todo, tem trânsito com todo mundo.

    Cachoeira – É, sei disso. Ele já foi pro PMDB não?

    Flávia – Não, mas o Renan [refere-se a Renan Calheiros, um dos caciques do PMDB] tá todo amor por ele que tá é assustando.

    Cachoeira – Ele me falou, você acha que ele vai?

    Flávia – Carlinhos, é uma decisão tão difícil, né? Acho que uma das decisões mais difíceis que ele tem que tomar é essa, viu? Muito complicado, eu acho muito complicado.

    Cachoeira – É, mas ele não tem saída, não. Ele tem que ir para o PMDB. Vai fundir o PSDB com o DEM, aí ele tem que ir pro PMDB, até virar STF, né? Aí você não pode advogar e pronto.

    Carlinhos Cachoeira, então, volta a parabenizar a mulher do senador por ter obtido a carteira da OAB e ela arremata, agradecendo: “Obrigado. Essa conquista aí é nossa. Depois vamos tomar um champagne”.

    Há três semanas, VEJA revelou que Demóstenes recebeu de presente de casamento de Cachoeira uma geladeira e um fogão importados, de uma marca americana de luxo que usa como chamariz em suas propagandas o fato de estar presente nas casas de astros de Hollywood e também na cozinha da Casabranca. Os dois presentes valem mais de 30 mil reais. Durante a investigação, a Polícia Federal descobriu que Cachoeira e Demóstenes se falavam por meio de um rádio Nextel habilitado em Miami, nos Estados Unidos. Era uma estratégia do contraventor, segundo os investigadores, para dificultar grampos.

    Na edição desta sexta-feira, o jornal O Globo mostrou que em outra investigação, feita em 2009, Demóstenes Torres aparece aceitando favores de Cachoeira em suas viagens de avião: o senador pedia que o contraventor pagasse uma despesa sua com táxi-aéreo, no valor de 3 mil reais.

    Procurado por VEJA, Demóstenes não atendeu as ligações. Sua assessoria informou que ele não está dando entrevistas sobre a investigação. E repassou a tarefa ao advogado do senador, Antônio Carlos Almeida Castro, criminalista estrelado de Brasília, também conhecido como Kakay. O advogado diz que não falará pontualmente sobre os diálogos sem antes ter acesso à integra das conversas envolvendo Demóstenes. Ele afirma que há doze dias esteve pessoalmente com o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para pedir acesso às escutas, mas até hoje não foi atendido. “Ou essas conversas são triviais e não têm indício de crime ou os encarregados da investigação teriam que ter passado isso imediatamente para o Supremo Tribunal Federal, por envolver um senador. Se isso não foi feito, a investigação é ilegal”, diz o advogado.

    Cachoeira – Outro, doutor. Tchau.”

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/carlinhos-cachoeira-a-demostenes

    • O pior é que ele deixa MUITO CLARO quando diz que é totalmente imune pela Procuradoria Geral da República (o amigo Gurgel) e pelo STF (o amigo Gilmar Mendes) dos 0.40 aos 2.01min do vídeo…

      É de arrepiar, amigos!!!

  • O número 15 no jogo do bicho é o Jacaré, o bocudo do Pantanal, como eles tem a boca maior que a barriga vão morrer pela gula do dinheiro público e dos apostadores de jogos de azar. Gurgel deve ser denunciado, pois ele faz parte da oposição, está prevaricando.

  • Franceses e Espanhóis querem construir paineis solares no Ceará

    Publicado em 26/03/2012 – 5:34 por Egídio Serpa | Comentar

    Executivos de duas empresas – uma francesa, outra espanhola – procuraram a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), a cujo presidente, Roberto Smith, disseram estar interessadas em implantar, aqui, uma fábrica de células fotovoltaicas para a geração de energia solar.

    A francesa – disse Smith a este blog – foi mais além: assegurou que sua fábrica produzirá um pacote de células capaz de gerar até 15 MW de energia solar.

    Se a MPX de Eike Batista estava à procura de um fornecedor de células fotovoltaicas, aí está um parceiro.

    A MPX tem uma usina solar em Tauá que gera 1 MW.

    Uma ou duas dessas células podem garantir energia suficiente para aquecer a água de um apartamento residencial.

    “A energia solar vem aí”, concluiu Roberto Smith

    • Quer dizer que o Senador Demóstenes 30% Cachoeira Torres, do DEM (ex-PFL), é pego com a boca na botija e a sua decepção é com o PT?!
      Que papo doido é esse, Paulo?!
      E não se esqueça de que quem vem investigando e descobrindo todas essas roubalheiras e maracutaias é a Polícia Federal, que somente passou a ter tantos recursos e tanta liberdade para investigar e atuar a partir do governo do petista Lula; e no governo da petista Dilma está havendo uma continuidade desse belíssimo trabalho da Polícia Federal.

    • O PT é tão decepcionante que a conclusão que chego é que deveria mesmo é voltar para oposição. Deixaria de envergonhar aqueles – que não são da política- que não caem nessa conversa de “você prefere o PSDB?” e vão engolindo sapos gigantescos como se o PT realmente estivesse a fazer diferença com seu governo.O PT governa bem tanto quanto qualquer outro poderia fazê-lo. Não mudou o país onde realmente deveria de modo algum. Estabelecer como critério absoluto que a ascenção social basta é um engodo. Isso ocorreria cedo ou tarde até por pressões de movimentos organizados.Até por um PT na oposição, uma vez que seu histórico sempre teve tal bandeira, ainda que tenha esquecido tudo o que escreveu ou disse.

      E é bom lembrar que mesmo nesse aspecto essa onda ainda está longe de conseguir o que seria o mínimo desejável para alguém poder dizer que há igualdade social. Há distorções impressionantes ainda e ainda.

      O que o PT faz vai refletir muito ainda no futuro. Quem viver verá. O preço a pagar será bem mais amargo do que já se tem sentido. Minha contribuição para salvar esse partido será deflagrar uma campanha do tipo “PT na oposição” ao contrário de votar novamente nele como ainda fazia.

      • Antes que os mestres do tergiversar tentem desqualificar : Não me venham com a falácia de que estou apenas criticando a ascensão social que ocorreu nesses anos.

          • É amigo. Observe aí os bonzinhos do PT. Li tudo o que você escreveu e não vi um crime sequer sendo cometido. No entanto já estão mandando verificar o IP. E o dono do Blog que você aprecia não me parece que discorde disso. Caso contrário não tentaria intimidar publicando essa “ameaça”.

            Tome cuidado. Até o mais bonzinho do PT pode surpreender em maldade.

            Verificar IP? Por quê?

            Eu não participo desse lugar nunca mais. Não é confiável. Se fosse o blogueiro bonzinho não teria publicado a ameaça.

            Lembrem-se de Cuba. Lá mandam matar quem discorda do governo. Mas isso os petistas jamais vão conseguir implantar aqui. Se vão matar pessoas já não sei. Não duvido da capacidade de maldade.

          • Ctf, bobagem. Mas confesso que fiquei curioso.Quem seria esse Augusto afinal.Não lembro o que ele aprontou por aqui. Foi grave? rsrs Se foi , pelo que conheço do autor deste espaço, deve ter tido publicado o tal IP. Se não publicou o meu é porque não cometi nenhum crime, não é? rsrs
            Essas paixões políticas são um entrave ao bom senso. Por essas e outras nào tenho nenhuma paixão política.rs

  • Uma coisa é certa, se alguém do PT tiver recebido um desses celulares, ou tiver algum tipo de envolvimento nisso, todo esse escandâlo vai para o colo do partido. Vide o caso Azeredo na lambança do valerioduto.

  • Afinal de contas, quem manda mesmo no governo de Goiás? As relações espúrias do “Cachoeira” com aquele governo nos leva a acreditar que o dinheiro das várias campanhas, proporcionais e majoritárias em Goiás, tiveram como origem a banca de apostas do Cachoeira e dos seus sócios, ou seja, dinheiro de caixa-dois e de lavanderia.
    Sabemos que uma eventual CPI não vai lograr, mas mesmo assim, não seria de bom alvitre investigar também aquele governo estadual, sede da jogatina?
    Com a palavra os senadores da república, inclusive e principalmente, aqueles que, incontinente, correram em socorro do DEMOstenes 30% Torres.
    Com a palavra o Procurador Geral da República, tão cônscio de suas obrigações…
    Como diz o refrão daquela música sertaneja:”…é pra acabar com o pequi do Goiás…”

  • Demóstenes Cachoeira pede socorro a Sarney
    Felipe Patury

    Apontado como sócio do bicheiro goiano Carlinhos Cachoeira, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) passou a pedir socorro ao presidente do Congresso, senador José Sarney (PMDB-AP), para tentar escapar de uma investigação interna do Legislativo. Em Brasília, faz várias visitas ao gabinete de Sarney. Na quinta-feira da semana passada, Demóstenes descobriu que o presidenete do Congresso estava em Goiânia acompanhando a mulher, dona Marly, em uma consulta médica na cidade e decidiu procurar Sarney no hotel para uma conversa. Com as novas revelações das ligações do senador goiano com Cachoeira e uma CPI prestes a ser instalada na Câmara para investigar o senador, parlamentares não acreditam que Sarney arquivará o caso.

    Leonel Rocha

    Leia mais em: O Esquerdopata
    Under Creative Commons License: Attribution

    • Dá mais não, viúva! Cabô!

      Acabou a farsa desse tal “mensalão” inventado pelo Jefferson…

      Sangraremos agora o Moralista de Goiás até ele ser expulso do DEM e perder o cargo de senadô…

  • Abril e Fox, Civita e Murdoch. Grampos, diretos da redação para as “rotativas”.
    Essa mania de imitar os americanos é revoltante.
    Agora, eu pergunto. Cadê as vassouras? Os “cansados” não vão se pronunciar.
    Esses Estado policial realmente vai acabar com essa tal “Democracia” brasileira.
    Qual será a próxima propaganda da Nextel e que a estrelará? Bem vindos ao Clube.

  • Mais importante do que a podridão do Demóstenes-Gilmar-Dom Civita, é a eclosão mágica do Levante dos Jovens!
    Sei que alguém aqui dirá que há um Cabo Anselmo por trás disso, que é um movimento plantado pela direita para dar um golpe em 31 de março de 2012, etc.
    Os jovens estão corretíssimos, cansaram-se de tanto “trololó” sobre Comissão da Verdade, milicos de pijama, PIG mentindo, ditabranda, o catzo! Foram às ruas e fizeram o que ninguém ainda teve a coragem de fazer, apesar de os argentinos nos ensinarem há anos.
    Agora sim, há um ar de Democracia no Brasil…

  • Da Folha de S. Paulo

    LUIZ CARLOS BRESSER-PEREIRA

    Quem “salvará o mundo”?

    OS PAÍSES pobres estão sendo chamados a salvar o mundo. É isso que nos dizem Jean-Michel Severino e Olivier Ray no artigo “Os pobres podem salvar o mundo?” (“Valor”, em 16 de março). Segundo os autores, os países ricos estão em uma grande dificuldade financeira -o que é verdade, porque seu modelo [neoliberal] de crescimento “ampliou desigualdades e excluiu uma proporção cada vez maior de suas populações do mercado de trabalho”.

    Para “conter os efeitos do aumento da desigualdade e menor crescimento, os países da OCDE impulsionaram o consumo caindo em dívidas” que levaram à crise.
    p>Quem foram seus credores? Os emergentes da Ásia que realizaram grandes superavit comerciais e em conta corrente. Enquanto cresciam de forma acelerada, mostraram não precisar do capital dos países ricos.

    Diante desse fato, nossos dois autores ficaram perplexos. Pensaram que o problema seria temporário, mas perceberam que não era assim.

    Por outro lado, os dirigentes dos países ricos não lograram convencer esses países a apreciar suas moedas, aumentando salários e consumo e deixando de ser superavitários em relação aos países ricos.

    Que fazer, então? Nossos dois autores têm, entre outras, uma solução tão curiosa quanto significativa. “A adoção de novos modelos de crescimento no mundo em desenvolvimento -as partes do Sudeste Asiático, América Latina e África que não adotaram estratégias impulsionadas pelas exportações podem proporcionar, pelo menos em parte, a demanda em falta que a economia mundial precisa tão urgentemente.”

    Não por acaso, são esses os países que menos crescem. Nem todos são pobres (o Brasil tem renda média), mas são todos países tolos, que acreditam que para crescer é necessário superar a “restrição externa” buscando financiamento externo.

    Não percebem que não é capital que lhes falta; pelo contrário, sobra. Além de educação, tecnologia e investimentos na infraestrutura, precisam de uma taxa de juros decente e de uma taxa de câmbio competitiva, que permita que suas empresas invistam e exportem. Algo que só é possível quando o país neutraliza sua doença holandesa e limita fortemente a entrada de capitais de qualquer tipo em sua economia.

    A proposta dos dois autores implica manter os países em desenvolvimento na armadilha de juros altos e taxa de câmbio sobrevalorizada. Mas coincide tanto com a opinião da ortodoxia neoliberal local, que acha desnecessário ou impossível administrar a taxa de câmbio, quanto dos desenvolvimentistas, que acreditam ser possível desenvolver o mercado interno sem equilibrar o câmbio e exportar.

    Conforme demonstra a macroeconomia estruturalista do desenvolvimento, os países em desenvolvimento que neutralizam sua doença holandesa e não recorrem a endividamento externo crescem mais rapidamente, ao mesmo tempo em que alcançam superavit em conta corrente. Isso já foi compreendido pelos países asiáticos dinâmicos.

    Mais cedo ou mais tarde será compreendido pelos demais países em desenvolvimento. Logo, os países ricos terão que encontrar outra forma para se desenvolver. Não é razoável esperar que os países pobres salvem o mundo.

  • Que coisa, né? O Demóstenes fez regime e perdeu as banhas. Não se sabia que, ao mesmo tempo, estava também perdendo a vergonha. Os seus discursos – só agora sabemos – eram todos cascatas…foi indo….foi indo…virou Cachoeira.

  • Investigar associação de políticos com bicheiros (donos dos jogos ilegais, dentre eles o jogo de bicho e as máquinas caça-níqueis) é um dos temas mais explosivos que há.

    Falamos do Carlinhos Cachoeira, e parece uma novidade o que ele faz.

    Mas não é. Pessoas como ele existem em todos os estados. E parece claro que usam táticas parecidas na proteção do seu negócio: cooptar políticos, policiais, membros do judiciário.

    É claro que não vai sair CPI. Iria atingir muita gente, em todos os cantos do país.

    Mas é preciso mostrar que se faz alguma coisa: como sempre, alguém será eleito para servir de boi-de-píranha. Pelo barulho já feito, o Cachoeira deve ser rifado, e pode ser que o Demóstenes vá responder a um processo muiiiiittttttooooooo longo no STF, e, caso a indignação pública aumente muito, pode até perder o mandato.

    Praticaram crimes, e muitos. Não são inocentes e deveriam ser punidos.

    Mas são como carrapicho ou velcro! Estão grudados em muitos poderosos.

  • Êta PTzinho frouxo! Vive encostado na parede, e quando tem chance de sair ainda vai defender um bandido como esse. Nenhuma surpresa com o pateta Suplicy,mas Marta e Paim é dose. Esse PT sem Lula e Dilma é mesmo fraquinho, fraquinho. Parece mulher de malandro, como dizia Nelson Rodrigues, que gosta de apanhar.

  • Os suplicys,paim e viana se apequenaram.Perderam uma ótima oportunidade de se calarem.E o procurador,sósia do humorista(!),também sumiu.Desta vez afastou-se do holofote e fechou a porta aos jornalistas.
    Boa pergunta,Edu.Cadê os outros treze aparelhos,brindados pela cachoeira?
    “As águas vão rolar….”.Se esse cachoeira abrir o bico!!!

  • Os bicheiros do Rio(presos)em vista do Cachoeira,são amadores.Em vez de ficarem gastando dinheiro com carnaval,e(de lambuja)turbinarem a audiência da Globo,deveriam financiar políticos poderosos.De preferência,senadores com influência em secretarias de segurança pública.

  • Kakay, Cascata & Cachoeira

    É o novo Trio Parada Dura da política brasileira

    http://www.youtube.com/watch?v=WtYlAp4DXGg&feature=player_embedded

    Eu quero que risque o meu nome da sua agenda
    Esqueça o meu telefone não me ligue mais
    Porque já estou cansado de ser o remédio
    Pra curar o seu tédio, quando seus amores não lhe satisfazem
    Cansei de ser o seu palhaço, fazer o que sempre quis
    Cansei de curar sua fossa, quando você não se sentia feliz
    Por isso é que decidi, o meu telefone cortar
    Você vai discar varias vezes, telefone mudo não pode chamar

  • O senador corrupto (demostenes torres) que se passava por paladino da MORAL e que a mídia corporativa repercutia sua encenação, finalmente caiu do cavalo. Será que tem remorsos? apresentou-se assim no twitter… está vivendo o inferno nas suas entranhas. Será que tem escrupulos? ainda não deu a entender…
    O fato é que algumas pessoas postaram criticando membros do PT por serem inicialmente solidários com o ex-promotor… sinto por esses senhores senadores que na minha avaliação agiram seguindo a frieza da lei. “Todos são inocentes até prova em contrário”, contudo, essas iniciativas me parecem um tanto ingênua quando se trata de políticos do Dem/Psdb.
    Utilizando referências cristãs diriamos que foram solidários ao pecador. (bom ladrão, prostituto)
    Utilizando como referêcia “A Arte da Guerra de Sun Tzu” diriamos… enquanto o inimigo avança agente recua, quando o inimigo pensa que a gente recua agente avança…
    Neste momento, desmascara-se o infrator do (DEM) e avança-se nos projetos sociais implantados pelo Governo (PT)…
    Deve-se aprofundar as investigações, deve-se trocar o procurador, o senador, o governador, o presidente da câmara, o…

  • Chegou a hora do PT e a esquerda toda desmoralizar a direita corrupta,exigindo do governo do MP e da PF o nome de todos os outros 14 que foram pre$enteado$ com os aparelhos por e$$a CACHOEIRA de corrupção. A Cachoeira caiuuuu. Se a esquerda também é corrupta,como prega a direita de q todos os politicos são iguais então esses aparelhos devem estar meio a meio com a direita e com a esquerda.

  • Suplente de Demóstenes tinha milhões em casa

    Época – Coluna Felipe Patury 13:16, 26 de March de 2012

    Por leonel rocha

    O empresário Wilder Pedro de Morais é um homem rico. Sócio majoritário de empresas do ramo da construção civil, é secretário de Infraestrutura de Goiás, gestão do tucano Marconi Perilo, e primeiro suplente do senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Na declaração de renda que apresentou à Justiça Eleitoral para se candidatar em 2010, informou que guardava em casa R$ 2,2 milhões em dinheiro vivo. Wilder também era amigo do empresário de jogos Carlos Cachoeira.

    Fonte: http://colunas.revistaepoca.globo.com/felipepatury/2012/03/26/suplente-de-demostenes-guardava-milhoes-em-casa/

    O QUE SE COMENTA NO PLANALTO CENTRAL

    por ATAUALPA BORGES:
    26 March, 2012 as 17:51
    O empresário Wilder, dono da construtora Orca, segundo se comenta por aqui, ajudou a financiar a campanha do Demóstenes, com 15 milhões. É uma pessoa totalmente desconhecida no meio político, por isso levantou suspeita, sobre ser suplente de Demóstenes. Não tem nenhum peso eleitoral, só interesse financeiro do senador. O Wilder era casado com uma moça da minha terra, muito bonita por sinal, que se separou dele para viver com Carlos Cachoeira, sem antes levar uma surra do Wilder. Por isso acredito que os dois não são amigos. Hoje Wilder é secretário do governo Marconi Perilo, onde emprega um parente da Ex -mulher de Carlos Cachoeira. E eu não estou entendendo mais nada.

    Fonte: http://colunas.revistaepoca.globo.com/felipepatury/2012/03/26/suplente-de-demostenes-guardava-milhoes-em-casa/

  • DEMÓSTENES & CACHOEIRA: FETIDEZ AUMENTA EM VELOCIDADE ALARMANTE

    Que o senador Demóstenes Torres tem uma faculdade em sociedade com o empresário de Anápolis (GO) Marcelo Limírio, ex-dono do Laboratório Neo Química e sócio do Hypermarcas, que hoje controla a Neo Química, você já sabe (relembre aqui).

    O que você não sabia é que Limírio é sócio de Carlinhos Cachoeira na ICF, uma empresa sediada em Goiânia que faturou cerca de R$ 30 milhões em 2010.

    A ICF fornece testes para laboratórios como o Vitapan, de Cachoeira, que firmou acordo com os laboratórios Teuto e Neo Química para abrir a ICF (para saber mais sobre a indústria de medicamentos em Anápolis, leia reportagem da revista Exame).

    As sociedades de Limírio com Demóstenes e Cachoeira não configuram contravenção. Mas aproximam um pouco mais o senador do bicheiro com o qual Demóstenes diz manter apenas uma relação de amizade.

    (FONTE: Brasil247)

    • Pelo visto então o negócio do Demostenes Cachoeira não se se resumia numa “fezinha” numa milhar de vez em quando não!
      O negócio dos dois erá uma “fezinha” em alguns milhões!
      Olha tô muito “murcho” com esta bandalheira toda!
      A única soluçao de tentar apurar esta sujeira é uma CPI, pois pelo que se vê , tem um governador e uma alta autoridade do Judiciário metido neste enrosco todo!

  • Edu, olha que bomba no site Brasil247:

    “Cachoeira e Demóstenes armaram o mensalão”

    O Mensalão, maior escândalo político dos últimos anos, que pode ser julgado ainda este ano pelo Supremo Tribunal Federal, acaba de receber novas luzes. Elas partem do empresário Ernani de Paula, ex-prefeito de Anápolis, cidade natal do contraventor Carlinhos Cachoeira e base eleitoral do senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

    “Estou convicto que Cachoeira e Demóstenes fabricaram a primeira denúncia do mensalão”, disse o ex-prefeito em entrevista ao 247. Para quem não se lembra, trata-se da fita em que um funcionário dos Correios, Maurício Marinho, aparece recebendo uma propina de R$ 5 mil dentro da estatal. A fita foi gravada pelo araponga Jairo Martins e divulgada numa reportagem assinada pelo jornalista Policarpo Júnior. Hoje, sabe-se que Jairo, além de fonte habitual da revista Veja, era remunerado por Cachoeira – ambos estão presos pela Operação Monte Carlo. “O Policarpo vivia lá na Vitapan”, disse Ernani de Paula ao 247.

    O ingrediente novo na história é a trama que unia três personagens: Cachoeira, Demóstenes e o próprio Ernani. No início do governo Lula, em 2003, o senador Demóstenes era cotado para se tornar Secretário Nacional de Segurança Pública. Teria apenas que mudar de partido, ingressando no PMDB. “Eu era o maior interessado, porque minha ex-mulher se tornaria senadora da República”, diz Ernani de Paula. Cachoeira também era um entusiasta da ideia, porque pretendia nacionalizar o jogo no País – atividade que já explorava livremente em Goiás.

    Segundo o ex-prefeito, houve um veto à indicação de Demóstenes. “Acho que partiu do Zé Dirceu”, diz o ex-prefeito. A partir daí, segundo ele, o senador goiano e seu amigo Carlos Cachoeira começaram a articular o troco.

    O primeiro disparo foi a fita que derrubou Waldomiro Diniz, ex-assessor de Dirceu, da Casa Civil. A fita também foi gravada por Cachoeira. O segundo, muito mais forte, foi a fita dos Correios, na reportagem de Policarpo Júnior, que desencadeou todo o enredo do Mensalão, em 2005.

    Agora, sete anos depois, na operação Monte Carlo, o jornalista de Veja aparece gravado em 200 conversas com o bicheiro Cachoeira, nas quais, supostamente, anteciparia matérias publicadas na revista de maior circulação do País.

    Até o presente momento, Veja não se pronunciou sobre as relações de seu redator-chefe com o bicheiro. E, agora, as informações prestadas ao 247 pelo ex-prefeito Ernani de Paula contribuem para completar o quadro a respeito da proximidade entre um bicheiro, um senador e a maior revista do País. Demonstram que o pano de fundo para essa relação frequente era o interesse de Cachoeira e Demóstenes em colocar um governo contra a parede. Veja foi usada ou fez parte da trama?

  • VEJA Edição 2015 – 4 de julho de 2007

    “Os mosqueteiros da ética

    Eles são poucos. Mas é quase tudo com que os brasileiros podem contar no Congresso para que os interesses particulares não dominem totalmente a política

    …O outro é o incansável senador Demostenes Torres, do DEM de Goiás. No Conselho de, digamos assim, Ética do Senado, ele é uma das únicas vozes a exigir investigações sérias e denunciar as manobras para absolver sem apurar. Demostenes Torres entende o que muitos senadores fazem questão de não ver: o Senado está se desmoralizando numa velocidade avassaladora. A esperança que resta é que esse pequeno conselho de mosqueteiros da ética…”
    http://veja.abril.com.br/040707/p_054.shtml

    TADINHO DO “ÉTICO” !

  • Em minha humilde opinião (que deve isentar o prezado Eduardo de qualquer tipo de retaliaçao, inclusive jurídica, é claro) eu coloco aqui alguns candidatos a proprietários dessas engenhocas com linha direta com o crime organizado:
    – Na mídia: Os Manda-Chuvas da Editora Abril / Revista Vejae seus comandados;
    – Na Justiça: Um ex-presidente do STF e, talvez, outros dentro desse ninho. Além disso, um titular da PGR,

  • Vou arriscar uns palpites sobre alguns dos 14 detentores dessa linha direta com a contravenção, além do já sabido congressista. No poder judiciário, além de outros possíveis cooptados, eu voto no ex-presidente do STF, que foi cúmplice do senador em questão no episódio do “grampo” inexistente, que iniciou a desconstrução da Operação Satiagraha (aí tem mais lixo para aparecer); Além desse, fica mal explicada a posição do atual Procurador Geral da República em não dar o prosseguimento cabível ao assunto, que está em sua gavete desde 2009, o que o coloca como sério concorrente. Além desses, é claro que na “grande mídia” (nem precisa deizer que é a revista Veja) existem “fortes indícios” (têrmo utilizado pelo então presidente do STF no episódio do tal grampo) de ligação com essa rede de informações e manipulações obscuras.Que Deus nos ajude a ultrapassar os “acordos” que porventura vierem a ser “costurados” e que a verdade venha à tona. Só vendo.

  • Vou arriscar uns palpites sobre alguns dos 14 detentores dessa linha direta com a contravenção, além do já sabido congressista. No poder judiciário, além de outros possíveis cooptados, eu voto no ex-presidente do STF, que foi cúmplice do senador em questão no episódio do “grampo” inexistente, que iniciou a desconstrução da Operação Satiagraha (aí tem mais lixo para aparecer); Além desse, fica mal explicada a posição do atual Procurador Geral da República em não dar o prosseguimento cabível ao assunto, que está em sua gavete desde 2009, o que o coloca como sério concorrente. Além desses, é claro que na “grande mídia” (nem precisa deizer que é a revista Veja) existem “fortes indícios” (têrmo utilizado pelo então presidente do STF no episódio do tal grampo) de ligação com essa rede de informações e manipulações obscuras.Que Deus nos ajude a ultrapassar os “acordos” que porventura vierem a ser “costurados” e que a verdade venha à tona. Só vendo.

  • Tio Rei será nosso futuro presidente e nossa revolução já ganhou corpo.A nova juventude dará um fim no PT.O PT é passado e nós o futuro.Fora todos os bandidos.Nosso Brasil terá ética,honra e moral.No novo Brasil a lei será cumprida.
    Brasil vai entrar no tempo da prosperidade com Tio Rei presidente.A nova juventude não carregará o PT nas costas.

  • O relógio do tempo não tem misericórdia com o PT.O PT já esgotou sua serventia para o Brasil e muito petistas jovens já pensam assim.O PT espirou o prazo de validade.Chegou a hora de colocar os matusalém do passado de volta nas cavernas.

Deixe uma resposta