Encontro de Blogueiros conclui que a mídia quer ser regulada

Opinião do blog

Escrevo de Salvador, onde participo do 3º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, tendo o prazer de desfrutar da hospitalidade do amigo Paulo Henrique Amorim e de sua esposa, Georgia Pinheiro, que abriram a este blogueiro um quarto de hóspedes em seu privilegiado apartamento nesta cidade.

Abaixo, a vista que o casal de amigos colocou à minha disposição em seu quarto de hóspedes.

O Encontro teve início na sexta-feira e foi aberto pelo ex-ministro da Comunicação Social Franklin Martins. Sua fala daria o norte aos debates que se seguiriam devido às informações e ponderações que encerrou.

Sendo breve – pois ainda tenho outras mesas de debates para participar –, creio que posso resumir o espírito que está marcando este evento. Franklin esclareceu três pontos importantes e de uma simplicidade espartana:

1)      O marco regulatório das Comunicações não precisa ser complicado, basta seguir os preceitos da constituição que versam sobre a Comunicação Social.

2)      Não existe dúvida de que um marco regulatório será feito. O discurso da mídia sobre querer regulá-la ser censura não passa de jogo de cena.

3)      A regulação que se pretende é a da mídia eletrônica porque esta é feita de concessões públicas; a imprensa escrita não é concessão estatal, portanto só se regularia o direito de resposta.

Vejam que estes três pontos resumem tudo o que deve acontecer na Comunicação do Brasil nos próximos anos e explicam a razão de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ter se manifestado favoravelmente à regulação dos meios de comunicação.

Então ficamos assim: a mídia tradicional precisa da regulação porque, em breve, a tecnologia permitirá às empresas de telefonia produzirem conteúdo e disputarem público com a televisão aberta – as telefônicas têm faturamento 10 vezes maior do que Globo e todas as outras tevês juntas.

O PIG precisa que o governo vete a exploração da comunicação social eletrônica pelas telefônicas ou será dizimado. Se fizer acordo com as telefônicas, será sócio minoritário. Ou seja: terá pequena parte do negócio. Alguém imagina a família Marinho sendo minoritária?

FHC, ao se manifestar favoravelmente à regulação da mídia, antecipa-se ao inexorável e, assim, praticamente propõe aos barões da mídia que não fiquem a reboque do processo.

A discurseira midiática sobre “censura” pretende apenas pressionar o Estado de forma que, quando chegar a hora de regular, não inclua no marco regulatório, por exemplo, veto à propriedade cruzada, ou seja, donos de televisões poderem ter jornais, rádios, portais de internet etc., tudo junto.

A forma de os movimentos sociais e a imprensa alternativa enfrentarem esse discurso se torna simples nas palavras de Franklin, pois lembram que tudo o que se quer em termos de regulação da mídia já figura na Constituição brasileira.

O que a mídia fará? Vai propor que se mude a Constituição? Certamente que vai. Tentará vetar a participação das telefônicas na produção de entretenimento e tentará adequar a Carta Magna a seus interesses.

A grande sacada das palavras de Franklin, portanto, é a de nos fazer poupar energia. Não precisamos mais debater se haverá ou não regulação, pois as consultas públicas sobre o marco regulatório devem vir no ano que vem – devido a este ser um ano eleitoral e 2014, também.

Dessas consultas, o assunto irá para o Congresso. É lá que será travada a batalha para dar ao Brasil uma legislação moderna… Ou não.

Enquanto ficamos lendo na mídia que é censura querer regulá-la, sua discurseira já constitui uma preparação para enfrentar uma regulação de seu próprio interesse, da qual pretende extirpar o que não lhe convém e inserir o que convém.

O grande papel dos blogueiros progressistas, daqui em diante, será o de propagar estes fatos e se prepararem para os embates que se darão no âmbito do processo que a mídia se nega a informar ao seu público.

Como regular ou não regular a mídia é um assunto fora de questão e verdadeira questão que irá prevalecer será COMO regular, resta refletir sobre como ela manipula seu público. Enquanto seus bate-paus se esfalfam para dizer que regulação é censura, quem se informa já sabe do que a maioria dos brasileiros nem sonha.

Veja envia repórter para cobrir o Encontro de Blogueiros

Acredite quem quiser: a revista Veja mandou ao Encontro de Blogueiros de Salvador um repórter de São Paulo que viajou às expensas da revista, alegadamente, para cobrir “mídias digitais”. O repórter jura que não veio por pauta política. Acredite quem quiser.

 

Assista à fala de Franklin Martins

 

Assista à mensagem do ex-presidente Lula gravado especialmente para o Encontro de Blogueiros

148 comments

  • Eduardo
    Tempos atrás tive um embate numa mesa de restaurante, havia mais de 15 pessoas, com uma pessoa que nao prezo mais a sua convivencia. Entre safado, analfabeto e outros adjetivos para o Lula, falava em censura da midia. Ao tentar refutar esta pessoa com argumentos, o mesmo me chamou de “idiota acoitando corruptos e dissse se a França regula a sua midia não quer dizer que o Brasil tenha que fazer o mesmo” Este argumento e o tom empregado fizeram que eu pedisse a esta pessoa que se retirasse.
    Notando o velho “deixa disso” do resto da mesa, no dia seguinte mandei uma explicaçao, com o pouco material que eu tinha, do que era regulaçao e citando exemplos de diversos paises.
    Nao recebi nenhuma resposta mas pude observar que muitos deles, inclusive uma “tucana”, começou a questionar certos fatos da midia. Dia desses, num canal de TV, esta tucana que é medica, viu uma reportagem num posto de saude massacrando os profissionais de lá, sem fazer o contraditorio. Ela me contou o fato de forma muito critica e acusando de haver na midia poucas vozes dissonantes.
    Resumo disto tudo: a Blogosfera precisa de material pra enfrentar este debates. Uma pesquisa de como se processa tal item em diversos paises nos municiaria de dados para o debate.
    Os leitores dos blogs sujos são lutadores, precisamos de argumentos solidos ( legislaçao, estrutura de orgaos e outras praticas do exterior) para enfrentar este debate.E vc sabe que nós nao fugimos da raia.

  • As medidas da Rússia em relação a setores estratégicos e suprimento de suas necessidades internas é outro exemplo , em função disto a preocupação com a industria é em relação a economia nacional , exportações podem Algumas condições chinesas , Brasil e China no reordenamento das relações internacionais , Fundação Alexandre de Gusmão , seminário em junho de 2011 , em relação as quais o Brasil ainda está atrasado , a regulação da taxa de câmbio e remuneração para os saldos comerciais e poupança , como capital externo especulativo , este com restrições mais adequadas recentes no Brasil.
    começar a rarear com o pressuposto desenvolvimento econômico mundial , a desconcentração industrial e uma crescente maior proximidade de condições econômicas , sociais e políticas entre as nações.
    Rússia e China parecem seguir este caminho , Brasil , Índia e África do Sul terão maiores investimentos em infra estrutura e com programas sociais de renda básica devem movimentar suas economias em um nível ao menos mínimo para suas necessidades.
    O Brasil deve se preocupar com analises de necessidades de manufaturados atualmente , o crescimento desta demanda, e em quais setores seria vantajoso a abertura de industrias no país , e se em algum setor a importação seria o melhor. Pelo seu tamanho , riquezas naturais , mercado consumidor interno creio que pouquíssimos produtos não teriam viabilidade econômica no Brasil.
    Esta decisão política , de digamos longo prazo , mas uma decisão política de se montar este parque industrial com a prioridade no mercado interno , a China está fazendo , pode ser mais clara. Ainda existem mais de uma dezena de milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza , 20 mi que acabaram de sair dela e 40 mi que ascenderam a classe média a pouco tempo . Estes e outros avanços se não eram fundamentais serão úteis quando tivermos esta pauta política sobre o futuro parque industrial brasileiro , com a sociedade em melhores condições econômica e sociais e o país mais avançado institucionalmente , o debate terá mais qualidade e menos chances da mídia ou campanhas publicitárias terem efeitos e gerarem distorções , esperamos que a velha mídia seja somente lembrança , ou com seu espaço devido.
    De certa forma cada país com suas formulas , parece haver consenso entre as maiores nações de produzirem , gerando empregos , tecnologia , como PIB , e balança comercial , os manufaturados em suas nações , a exportação continuará bastante grande e a China ganhando ou formando um pequeno saldo , mas com plano de longo prazo e sustentável nacional de depender e priorizar seu mercado interno , evita crises financeiras por motivos externos e se prepara para a diminuição do comercio internacional e aumento das produções industriais nacionais.
    Uma movimentação , ou tendência que poderá ficar cada vez mais sólida nos próximos anos , a eleição de Obama e a saída de merkel e do neo liberalismo na Alemanha podem significar mudanças pequenas como as de Obama , mas que no quadro geral mundial e viés de curto e médio prazo favoreceram muito o progressismo , divisão democrática do poder mundial entre as nações e fim do militarismo . Hollande começou demonstrando que também tem por falido o neoliberalismo , não é fácil ou até mesmo se imaginar avanços conversando com a merkel , quem sabem ela decide por acordar com planos menos ortodoxos , senão não tem muito o que conversar , conhecemos as formulas e efeitos do neoliberalismo da merkel , países superiores economicamente como a Alemanha tem certo ganho porem a desorganização mundial e desta vez na Europa , os subtraem , anulam e deixam um saldo negativo inclusive para a Alemanha , alguns poucos ganham , com certeza não são os Estados e suas sociedades.
    Ou seja França mandando bem , Obama se ganhar talvez faça mais reformas que no primeiro mandato , merkel perdendo , os BRICS evoluindo financeiramente , socialmente e como pólos mundiais . Ocasionando a distribuição da riqueza , economia mundial e poder diplomático , com a África e OM começando a se aproximarem dos outros países…… digamos em andamento , ou no rumo.
    Isto ocorrendo o capitalismo norte ocidental se encontrará reduzido a Inglaterra e corporações que circulam pelas economias mundiais , teremos um cenário progressista com enorme maioria , sem guerras , conflitos armados ainda devem existir , com programas para erradicação da miséria e renda mínima ou condições básicas em níveis mundiais , nos BRICS a velha mídia é bem menor , com isto formaremos um cenário nunca antes visto na história do planeta , que que achou Calango.
    Quem sabe uma nova ONU , com sede no OM berço da civilização , de fato praticamente o centro do planeta e mais que merecido , até necessário , não influenciaria em nada nos assuntos internos mas promoveria a diplomacia , caminhos de entendimento pacíficos , como empregos e geração de cultura , com todo o crescimento ao redor que a instalação desta nova organização mundial proporcionaria aquela região.
    Saudações mundiais

  • Uma empresa pública e uma privada , Petrobras , lucros de mais de 20 bi ano passado , qual empresa privada gerou esta lucratividade , 50 e poucos ou 60 por cento das ações do tesouro nacional ou da sociedade , do povo brasileiro .
    Como e quando uma empresa privada poderá gerar estes ganhos a sociedade , e a questão é até que ponto as empresas públicas não ultrapassariam a linha do mercado , a qual os investimentos privados seriam pouco atrativos pela grande presença pública , balizando preços para baixo ou sem excessos , juros pessoais bancários por exemplo e cartões de crédito ainda tem taxas demasiadamente altas de cobranças , qualidade de primeira linha dos produtos e salários nos moldes do BB e Petrobras.
    Ou seja teríamos um balizador que seria o mercado mundial e seus preços , a perspectiva e exemplo de lucratividade , Petrobras desde a posse de Lula deve ter gerido em torno de 100bi de lucro , BB mais uns quantos , os Correios ainda na decolaram , o banco postal , agora sim , associado ao BB mostra a importância social e estratégica da rede de distribuição do correios , como manutenção de comunicação , esse o desafio pois o setor mudou completamente.
    Enfim , uma tele , hoje operando telefonia e internet e uma montadora de motos à equipamentos pesados públicos devem ser normais e exigidos pela sociedade como o foram e hoje patrimônios nacionais , Petrobras , BB e demais estatais.
    A Infraaero , administrar aeroportos não é exatamente produção ou tem a importância das comunicações , porem foi feita uma concessão , todos os bens , investimentos como devolução da administração ocorrerá em 25 anos , ou seja o patrimônio está preservado , estará alugado , porem sofrerá reformas e investimentos , e neste caso , Requião fez cobranças , republicanas e progressistas , existe um cenário de sobre carregamento de obras em andamento e por fazer com um quase colapso do setor privado em ter capacidade de realizá-las , como licitações suspensas , atrasos nos prazos de entrega, problemas de qualidade das obras e mal feitos ou corrupção de funcionário públicos e políticos . O custo destas reformas , contratações e toda a administração as vésperas da Copa e Olimpíadas já com a agenda recheada seria até mesmo excessivo para a capacidade operacional do governo , com uma lucratividade não correspondente ao esforço administrativo e financeiro , por exemplo as duas áreas citadas , neste caso a privatização deste setor neste momento me pareceu o melhor , não rechaçando a contradição com o progressismo na qual o Senador Requião está com toda a razão.
    Outro exemplo clássico e óbvio , o governo comprar toda a soja em grão e a moer ou transformar em óleo , mais simples que isto impossível , quantos empregos e valor agregado ganharíamos se parassemos de exportar soja em grão ou minério de ferro sem transformação , não precisa se dizer que é óbvio que é direito da nação fazer isto , a não ser que não seja soberana . A Rússia faz , a China faz , Brasil , Índia e África como o restante do mundo se encaminham cada vez mais nesta direção , as condições internas e externas financeiras , mercado internacional e condições políticas e gerenciais dos governos darão o ritmo.

  • Encontro nacional dos blogueiros , já tradicional e assistindo das mudanças no setor. O problema da velha mídia me parece de responsabilização criminal , em fatos que vão de desinformação pública a participação em tentativas de golpes entre outros , regulação seria para as empresa idôneas e com finalidade de informar , com o espaço que as várias empresas sob suspeição hoje tem no país , este esclarecimento e responsabilização é quase uma exigência da sociedade.
    Os debates sobre a regulamentação do setor com os palestrantes envolvidos só pode como tem acontecido gerarem textos ,artigos e idéias ao nível dos blogs progressistas.
    Lula assistindo , depois de exemplo de Presidente , exemplo de cidadania e participação , com ou sem o cargo de Presidente da República , um militante. Com o respeito e admiração conseguido através de toda uma vida de trabalho duro , isso não é autoridade no sentido republicano e sim no sentido de cidadania.

  • Fábrica de louças ( ETERNIT): no CIAPP-PECÉM (CE)

    26.05.2012

    Serão investidos R$ 97 mi no empreendimento, que deverá gerar 330 empregos diretos e 1.500 indiretos

    A Companhia Sulamericana de Cerâmica (CSC), uma joint venture entre a Eternit e a colombiana Corona, iniciará em setembro a construção de uma fábrica de louças sanitárias no Ceará. A previsão é que o empreendimento entre em operação em janeiro de 2014, com estimativa de produção de 1,5 milhão de peças por ano, que serão comercializadas no mercado interno.

    De acordo com o diretor financeiro da CSC, Luiz Soffarelli, serão investidos R$ 97 milhões na construção da fábrica, que deverá gerar 330 empregos diretos e 1.500 vagas indiretas quando a produção for iniciada. A fábrica será instalada em uma área de 100 mil m², parte de um terreno com área total de 400 mil m², adquirido pela Eternit no ano passado, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

    A fábrica da CSC no Ceará, localizada no Complexo do Pecém, produzirá 1,5 milhão de peças de louça sanitária por ano FOTO: DIVULGAÇÃO

    Para dar maior agilidade à construção do empreendimento e às negociações na região, a CSC irá inaugurar, na próxima quinta-feira (31), às 19h, um escritório em Fortaleza, localizado na Av. Dom Luís. “Estamos com os motores ligados e com as máquinas funcionado, só aguardando a liberação do licenciamento ambiental. Já encaminhamos à Semace (Secretaria de Meio Ambiente do Ceará) a solicitação da Licença Prévia (LP) e da Licença de Instalação (LI) e, dez dias depois da liberação da LI, começaremos a terraplanagem do terreno, o que deve ocorrer em julho ou agosto, com a construção devendo ser iniciada em setembro”, afirma Soffarelli.

    Mercado promissor

    Conforme o diretor financeiro, entre os fatores que levaram a CSC a construir uma fábrica de louças sanitárias no Ceará, estão o aquecimento do mercado local e a grande demanda por esse tipo de produto, uma vez que o Estado não possui nenhum empreendimento semelhante. “Hoje, o Ceará importa tudo de louças sanitárias, que vêm de outros estados, como Pernambuco, além dos estados do Sul e Sudeste. Atualmente, nós vendemos 80 mil peças de louças sanitárias por mês em todo o País, mas as nossas vendas para o Nordeste ainda são muito pequenas. Vamos construir a fábrica aqui para mudar essa história e consolidar a empresa na região”, destaca, acrescentando que, dentro de dois anos, a capacidade da fábrica cearense poderá ser dobrada.

    Outras fábricas

    A Eternit pretende investir ainda mais no Ceará. Segundo Luiz Soffarelli, a previsão é que, sete meses após o início da construção da fábrica de louças, seja iniciada a instalação de uma nova fábrica, desta vez, de telhas de fibrocimento. A empresa também tem planos para construir uma fábrica de caixas d´água, uma de telhas de concreto e outra de mármore sintético. “Mas tudo vai depender da análise do mercado”, ressalta.

    DHÁFINE MAZZA

  • Obra do Acquario-CE perto de voltar

    26.05.2012

    A obra da construção do Acquario Ceará está bem perto de ser reiniciada. A Secretaria de Turismo do Ceará (Setur) entregou, ontem, o estudo arqueológico ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). De acordo com a superintendente do órgão em Fortaleza, Juçara Peixoto, se desta vez o relatório estiver com as informações completas, a avaliação deverá ser realizada em no máximo uma semana. A retomada das obras do equipamento dependem da aprovação do Iphan.

    “Recebemos hoje a documentação para analisarmos. Não dizer exatamente o dia que acabará a avaliação. Mas será o mais rápido possível. Creio que na próxima semana tudo esteja resolvido”, afirmou Juçara.
    Há duas semanas, o documento chegou a ser devolvido à Setur por ausência de algumas informações. Essa devolução atrasou ainda mais o recomeço da construção do Acquario Ceará, que já passa de dois meses parado.

    Confiança

    O secretário do Turismo, Bismarck Maia, afirmou aguardar a qualquer momento a liberação do órgão para voltar a dar andamento às obras. Segundo ele, ainda na semana passada, chegou a ir pessoalmente ao Iphan para propor um trabalho em equipe a fim de apressar a liberação dos trabalhos.
    Contudo, a Setur levou cerca de duas semanas para complementar as informações solicitadas pelo órgão.

  • Eduardo, não existe a possibilidade da Globo, por exemplo, se juntar a uma empresa de telefonia ANTES de uma regulamentação (e se beneficiando de sua ausência)? Duas empresas concorrentes se tornariam, na verdade, uma só.

    • Mesmo assim a Globo conseguiria no máximo uma presidência temporária e um ou dois assentos nos conselhos das organizações. A perda do poder “por cima” é iminente, e eles já sabem disso antes da gente e faz tempo, daí o furor para derubar o Lula.

  • Eduardo, outro dia você se irritou comigo, porque discordava de os governadores não terem sido convocados para a CPI, foi um erro que considerei desde o início isto. A não convocação dos governadores assim como a não convocação de Gurgel, sempre foi um erro. Foi um erro aceitar resposta por escrito de Gurgel, todos, desde o início, deveria ter ido.

    Agora Veja combalida e as gravações liberadas de Policarpo virão, certamente, mais citações do encontro de Gilmar com Demóstenes e Cachoeira na Alemanha, a revista está plantando, mais uma vez com o magistrado uma historinha de que Lula teria chamado Gilmar. Visivelmente querendo tirar o foco da CPI no momento que ambos irão para a berlinda.

    Se a CPI tivesse coragem desde o início, isto não aconteceria. Todos sabem que este ministro chamou Lula às falas (alguns dizem que com o dedo na cara), uma total falta de respeito às instituições que o magistrado era presidente à época, para salvar a Satiagraha e os tucanos. E agora, que virá à tona as relações Veja-Demóstenes-Gilmar-Cachoeira, ele sai com esta para desviar a atenção. Fica uma pergunta, será que a CPI vai se curvar e fazer firula como fez e não convocar este senhor para depor quando aparecer de forma mais intensa suas relações?

  • Estou acompanhando parte dos trabalhos do Encontro pela internet.
    Parabéns a todos os blogueiros.
    “Nada além da Constituição”. A fala do eterno Ministro Franklin Martins, foi MUITO boa.
    Definitivamente a blogosfera assume o papel de resistência aos golpes da grande mídia. A regulação virá, mas será aquela que garante a liberdade de expressão pela internet, e coíbe a manipulação dos marinhos.
    Avante!

      • Luís, citei os da famiglia marinho, porque na minha humilde opinião, a coluna central do PiG é a globo. É por esse meio que se manipula a opinião, é destruído o discernimento e a visão crítica sobre os fatos, com a desinformação distorcida e parcialíssima. É uma atividade de formação, ou melhor de atrofiamento do pensamento, que permite ao restante do PiG agir da forma que age.

  • Edu!! bela foto do apartamento de hospedes,do PHA/Esposa…cedido a voce!que nos representa neste Encontro Nacional…Grato ao PHA, por recebe-lo…….Viva A BLOGOSFERA!! viva a Lei dos MEDIOS*

  • A Veja está certa. Temos de estar de olho vivo nesses movimentos autoritários pretensamente democráticos. A liberdade de imprensa é um valor democrático absoluto, que está no cume da Constituição e que a sociedade brasileira não aceitará qualquer limitação.

    • Como é que é?

      A liberdade de imprensa é um direito absoluto e está no cume da Constituição?

      Em que dimensão vc vive? Não tens vergonha de mentir tão descaradamente assim?

      A Constituição diz que há direito de resposta, e isso, além de ser uma limitação da liberdade de imprensa per se, é também o resultado de outra limitação, já que o que dá causa ao direito de resposta é um ilícito, ou seja, não faz parte da liberdade de imprensa.

      Só isso já demonstra que a liberdade de imprensa não é “direito absoluto” coisa nenhuma. E há mais limitações a ela, especialmente quando ela conflita com outras liberdades.

      Dizemos que temos uma “constituição cidadã” exatamente pq seu “cume” é exatamente o cidadão, e não a imprensa. aliás, como deve ser. A imprensa e sua liberdade apenas existem para SERVIR ao cidadão. E não para ser seu mestre e estar acima dele.

      Agora, o que eu ainda estou esperando – e certamente continuarei – é ver algum de vcs, projetos de trolls, ou seus mentores, os trolls de verdade, explicarem como é que qualquer uma das propostas de regulação é censura. Mesmo as propostas mais profundas, como a que eu defendo, apenas exigem que a imprensa cumpra seu papel corretamente, sem manipulação, omissões ou mentiras e com a estrita observância do contraditório e NADA disso é censura, já que mentir e omitir não é liberdade de imprensa e obrigar a imprensa a publicar outras versões não é proibir a publicação de nada, mas sim exigir a publicação de algo justo.

      Vai lá perguntar pro seu mestre como responder a isso. Ah, desculpe, vc não pode pq se fizer uma menção que seja a essas questões, eles te banem de seu espaço “democrático”…

      • Não sou eu que digo que a liberdade de imprensa é um valor absoluta. Quem diz isso é o Supremo, com decisão em papel passado. Mas nós já tivemos um debate a esse respeito e você continua com esse mesmo lengalenga. Cara, acho que já tá na hora de você se mancar.

        • A liberdade de imprensa é um valor democrático absoluto, que está no cume da Constituição e que a sociedade brasileira não aceitará qualquer limitação.

          Resposta:

          A liberdade de imprensa seria absoluta?

          https://jcmoraes.wordpress.com/2011/12/14/a-liberdade-de-imprensa-seria-absoluta/

          Techos importantes:

          “Ora, o absoluto é o inquestionável, o que se basta por simplesmente existir. É aquilo que traz consigo todos os elementos de sustentação material, moral ou axiológica e que, portanto, vale por si mesmo ou por sua própria expressão. O absoluto não admite comparações, ou melhor, o valor do absoluto nasce da coisa em si mesma e não de qualquer elemento externo que o valide ou constitua ou, melhor ainda, nada, elemento material, moral ou axiológico seria capaz de retirar ou empalidecer a expressão da coisa que se apresenta por si. O absoluto, é o irredutível e, portanto, seria o inatacável.

          Bom, disse o ministro que a Liberdade de Imprensa, pela expressão constitucional, é absoluta. Então, criminosos nazistas, estão todos liberados para editarem o jornal O Anti-Semita. Isso é possível? A ordem jurídico-constitucional admite essa odiosa liberdade? Em nome de uma absolutez, poderia um grupo criminoso lançar um jornal discriminatório e anti-judeu? Poderiam os homofóbicos editar o Jornal O Macho? Os racistas, distribuir um Jornal pró-escravidão? E eteceteras as dezenas!

          É evidente que não! E não porque a Constituição os proíbe e porque a civilização abomina qualquer prática discriminatória ou criminosa.”

          “A prova cabal do que afirmo está no próprio STF: numa semana afirmou a plenitude da liberdade de imprensa, na seguinte, censurou o Jornal O Estado de S. Paulo em vista de notícias que seriam (eu disse seriam, porque não foram) publicadas sobre um dos integrantes da família Sarney. Tenho a opinião de que o Supremo errou ao, previamente, censurar o Estadão. Todavia, o fato de que o Supremo pode, e constitucionalmente legitimado para tanto, examinar a matéria, demostra que não há liberdade de imprensa absoluta. Aliás, o conceito de liberdade, por definição, é relativo, e assim o é porque a liberdade se opera em relação a algo ou a alguém. Indo além, não há nada mais relativo do que o conceito ou definição do absoluto. Sim, o absoluto só o é porque se vê apartado do todo, ou seja, o absoluto “é o todo”, digam os tementes a Deus.”

          Tomou direitóide…

        • Gugu, me tira uma dúvida, quem esse gordinho oriental que está vestindo uma camisa da Dilma? É o ditador da Coreia do Norte ou é você mesmo?

        • É verdade que já tivemos essa discussão. E vc não aprendeu nada com ela. Como bom troll, continua a dizer besteira mesmo depois de ver demonstrada a falsidade do que diz.

          Não existe direito absoluto, ponto. É uma impossibilidade lógica. Ainda que algum Ministro do STF tenha usado essa expressão em algum acórdão, ou não foi no sentido de direito supremo, inatacável, irrestrito, ilimitado e superior a todos os demais, ou tinha acabado de tomar 3 litros de chá de cogumelo.

          Ou era o Gilmar, o que é basicamente a mesma coisa.

          Tbm não está no cume da Constituição cidadã. Se não, ela se chamaria Constituição imprensa.

          Se a liberdade de imprensa fosse absoluta e estivesse no cume da Constituição, o Judiciário não poderia sequer conhecer ações visando reparação por algum ato, ou impedindo uma publicação, ou demandando direito de resposta. Como não é esse o caso, qualquer ser humano com um mínimo de inteligência concluiria que a liberdade de imprensa não é absoluta.

          Mas como vc é um troll burro, não dá pra esperar nada além da repetição de uma mentira até que ela se torne verdade.

    • “A liberdade de imprensa é um valor democrático absoluto, que está no cume da Constituição e que a sociedade brasileira não aceitará qualquer limitação.”

      O PIG já faz a sua limitação. Publica e distorce o que for a seu favor e de seus aliados, e não dá direito à ampla defesa e ao contraditório aos seus adversários. O pior, que o PIG concessivo (TVs e rádios), estes deveriam ser regulados de fato, pois são transmissões feitas em meios públicos.

      Estude direito e verá que nenhuma norma constitucional, ou seja qual for, é absoluta. Mar ser absoluto também não impede de haver contenção. O supremo jamais diria isto, ou vc deturpou, que é o mais fácil de acontecer, ou vc não entendeu, se por acaso a palavra “absoluta” tenha sido proferida.

      Uma jurisprudência ou uma sumula vinculante, se for o caso, podem se utilizar de alguns princípios em maior importância que o outro num caso concreto. Mas dizer que é absoluto.

      Se vc tiver o texto, publique a fonte para desmascará-lo.

    • Augusto, não se cogita limitar a liberdade da imprensa, Onde vc ouviu isso ? Agora, vc deve saber que a toda liberdade se correlaciona uma responsabilidade, não é ? O Absolutismo caiu na europa há 03 séculos, ou vc quer instituir um novo ? Nem reis, nem presidentes, nem imprensa, nem ninguém deve deter poder absoluto, não acha ? A Imprensa tem o poder da SELEÇÃO ou vc não sabe disso ? Seleciona a versão melhor conveniente a ela ou aos grupos que defende ou vc acha que ela não faz isso ? A imprensa pode perseguir, proteger,fazer vistas grossas ou pode ser uma defensora da sociedade ou vc não acredita nisso também ? A Sociedade é composta por classes e a imprensa não defende com o mesmo afinco todos os estamentos sociais, não é o que a história tem mostrado ? Não acredito que vc seja tão ingênuo de não saber de tudo isso….

    • Deixa eu te dizer uma coisa, ô paspalho:você, a Veja, as Organizações Globo e toda a direitalha que assola o país ESTÃO POR BAIXO. Completarão 12 anos fora do poder em 2014, com mais quatro pela cara (Dilma ou Lula, qualquer dos dois é barbada)., Portanto, recolhe esse teu sorrizinho idiota de deboche que quem está POR CIMA somos nós.

    • Eu até pensei em escrever como é contraditório o troll que defende a ditadura, a tortura e o estupro, e ainda cumprimenta amigos com uma saudação integralista, falar em “defesa da democracia contra movimentos autoritários”.

      Desisti por ser óbvio demais. Agora me animei de novo só pra falar que o trollzinho integralista está na dele, pois ele defende a ditadura militar o passado e defende a ditadura da imprensa do presente.

      Ele só mudou de dono.

    • Isto mostra como é de fato a sua democracia e liberdade: democracia de poucos (de preferência para os interesses econômicos dos EUA que você tanto defende no seu discurso e imagem de Mickey Mouse) e liberdade para poucos se expressarem.

      A sua democracia é igual a democracia de Pinochet, Salazar, Franco e Tio San.

      Mickey Mouse, você perdeu, playboy!

    • Pelo que sei a Argentina está no caminho certo. Tem um crescimento extraordinário, um governo com grande apoio popular e a regulação da mídia já implantada.

      • Aí que está o problema. Pra direita conservadora, ter apoio popular é um pecado. Afinal, o interesse do povo é contrário ao da elite conservadora, eles conseguiram transformar em “demagogia” qualquer política que seja favorável e seja apoiada pelo povo.

        E gente descerebrada como o Augusto acha que essa elite conservadora sabe melhor do que o povo o que ele precisa (e por isso insistem tanto em “educação formal”, etc). Essa gente considera esses conservadores como donos da verdade, como apóstolos da verdade divina cujas certezas sequer podem ser questionadas. Daí acharem que qualquer governo que seja popular esteja no caminho errado.

        Aliás, cabe ressaltar que a ideia de que há uma casta da população que é mais preparada para guiar a sociedade e, portanto, é merecedora de privilégios e respeito, é uma das cláusulas centrais do fascismo. Na verdade, é o que caracteriza o fascismo mais do que qualquer outra coisa.

        Para fascistas, questionar a palavra dessa elite “mais preparada” é errado por definição, e atacar-lhes os privilégios, ousando atender os mais humildes, é verdadeiro sacrilégio. Gente como o Augusto só se enxerga e se define como não merecedores de lamber as botas dessa elite, mais nada.

    • Vc tá nos gozando,né n,augusto!?A redação dos seus comentários té q do nobre professor Hariovaldo…
      Tô uma fera comigo mesmo -os sujos em Salvador,e eu aqui,pouco mais de três horas da capital…inferno!

    • Ou Augusto faz parte daqueles 4% que já não têm mais forças, apenas bradam e se mantém em seus pedestais, daqueles que sentem saudades do pré 2002, onde a população não tinha vez, ou então, ele é o professor Hariovaldo. “Das duas, uma”.

      • O Mickey Mouse não tem handicap para ser um professor Hariovaldo.

        Quem nasceu para ser rato, o máximo que pode alcançar é ser um adepto (e troll) a serviço do PIG!

    • O Augusto sera que da para voce deixar este discurso de censura??? Proibir fim da propriedade cruzada é censura o cara??? Adotar uma legislação de pais que vive numa ditadura como a inglaterra é censura cara?? ter direito de resposta quando voce é difamado é censura cara? e não venha com esta de procurar a justiça porque alem de cara ela é lenta, o Brizola conseguiu o direito de resposta contra a globo 5 anos depois. Este Seu discurso de papagaio da midia não cola ta cara.NINGUEM ESTA FALANDO EM CENSURA, DEIXA DE SER IDIOTA.

  • “Não existe dúvida de que um marco regulatório será feito”

    Se somarmos a outras “previsões” do blogueiro, teremos;

    “A CPI da privataria é uma questão de tempo”
    ” A Veja vai para a CPI”
    ” Sete mortos na desocupação do Pinheirinho”

    Conclusão; o blogueiro emprestou a bola de cristal da mãe Dinah.

    • Ninguém consegue enganar todo mundo todo o tempo. A verdade sobre a Privataria já começou com o livro Privataria Tucana. É questão de tempo essa história ser passada a limpo. Com ou sem CPI. Sobre Pinheirinho, a grande mídia, de maneira geral, não informou direito, de maneira que você não pode afirmar que não houve os sete mortos, ou até mais. A menos que tenha provas irrefutáveis. Já sobre a Revista Veja na CPI, você não pode afirmar que ela não vai lá. A CPI começou faz pouco tempo e sua afirmativa ainda não em fundamento na realidade prática. Mas se Veja não for, uma coisa é certa: ela já perdeu demais diante de muitos brasileiros, em termos de credibilidade. Resumindo, o que você disse não passa de ironia com o Eduardo, mas sem fundamento. Repita comigo: “não fui feliz nesta, prometo melhorar na próxima”.

      • A tal “verdade” sobre a privataria é um enorme requentadão que qualquer advogado, por mais chinfrim que seja, detona com um sopro.

        O Pinheirinho foi uma vergonhosa barriga que o blogueiro repassou.

        “Já sobre a Revista Veja na CPI, você não pode afirmar que ela não vai lá. ”
        Cai na real, Luiz. O unico, na CPI, que tenta envolver a revista é o palhaço do Collor. Todo mundo sabe que o que move o impichado é vingança pura e simples. Ademais, não há nada que fundamente ilícitos cometidos pela revista. O que há são fofocas e idiotices como as tais 200 ligações de Policarpo.
        Repita comigo; ” tenho de parar de ser tão crédulo, prometo ser mais eclético nas minhas leituras “

        • A tal “verdade” sobre a privataria é um enorme requentadão que qualquer advogado, por mais chinfrim que seja, detona com um sopro.

          Então prove,pare de bravatas e prove.Todos os documentos que estão no livro,pegue alguns e prove que são falsos,ou derrube-os com um sopro.Nem o Serra o processa por difamação ou calúnia.ou mesmo o seu partido.

          • Quem fez um carnaval sobre o livro oportunista do Amaury foram vocês. Eu não tenho que provar nada. O ônus da prova cabe a quem acusa Como vocês são bobinhos, não entendem bulhufas e querem discutir.

          • Quero ver o aborto de troll provar que o extrato da conta bancária da filha do Serra é “nada”, por exemplo.

            Pior ainda é dizer que não há “relação ilícita” entre “Poli” e Cachoeira. Afinal, “Poli” sabia que Cachoeira era bandido, sabia de seus interesses, sabia do envolvimento de Demóstenes, sabia de seus esquemas ilícitos (e até o defendeu uma vez numa CPI).

            Mas, mesmo assim, “Poli” seguia publicando o que Cachoeira lhe mandava, sabendo que essas “informações” lhes eram transmitidas com o único intuito de favorecer os esquemas ilícitos do quadrilheiro. Agia, pois, com a intenção clara e manifesta de favorecer a quadrilha.

            Pior ainda é omitir a ligação de Demóstenes com esses interesses ilícitos. Mais do que omitir, aliás, já que ele ajudou a elevar Demóstenes à condição de “mosqueteiro da ética”.

            “Poli” mentiu para todos os leitores, inclusive para o aborto malfeito de troll que ainda o defende, talvez não acreditando que foi trouxa o suficiente pra cair no papinho de “Poli”, ou talvez pq já sabia que Demóstenes era pilantra mas não ligava, simplesmente pq lhe interessava apoiá-lo.

            Enfim, ao auxiliar a organização criminosa com plena consciência do que fazia, “Poli” – e por consequência, a Veja – tinha uma relação ilícita com essa organização. Um fato inegável, a menos que se diga que “Poli” “nada sabia”, apesar das escutas que já foram vazadas demonstrarem cabalmente o contrário.

            E olha que sequer toquei no fato de “Poli” cumprir ordens de Cachoeira, publicando o que lhe interessava aonde lhe interessava. E nem estou considerando a montanha de evidências que ainda não foram apuradas, onde o grosso das conversas entre a organização criminosa e seu cúmplice “Poli” se encontram. Quando essas vierem a público, aí então saberemos exatamente da extensão das relações ilícitas, e tudo o que sabemos com certeza até o momento é que essas relações existiram.

        • Jonas Galegui, você é o verdadeiro requentadão de outros adeptos do PIG, que não mudou o discurso que o PIG determinou a você repetir tal qual papagaio.

          • Jonas, tu é um papagaio muito mal pago hein cara. Realmnente 200 ligações não são nada. Voce acredita em papai noel né cara??? AS privatizações foram honestissimas e o pessoal da midia são uns santinhos. Po cara va se catar

        • Sr Jonas
          Então o documento da Junta Comercial de Miami, que atesta a firma da Veronica Serra, também é uma mentira?
          Como está sendo difícil pra essa gente ser troll dos demotucanos. São obrif]gados a escrever até o que já não acreditam,ficam entrando nas redes sociais bebendo água enquanto isso seus donos estão bebendo vinho que custa R$ 15 mil pagos pelo Cachoeira.

        • Jonas, anauê! E meu parabéns! Você é um sujeito inteligentíssimo, que em poucas palavras derrubou o post.

          A tal da privataria estamos esperando até hoje… Hehehe! O único que se deu bem foi o Amaury, mas ele já está com processo nas constas, né… Sabe como é, alegrai de pobre dura pouco…

          O outro conto é a tal das 200 ligações, que viraram 2…

          Você sacou muito bem também que o único que quer a Veja na CPMI é Collor, por motivos mais do que óbvios… Progressistas? Não dão nem uma linha…

          • Anauê srs Augusto e Jonas,o único processo do Amaury vindo do Serra é de direitos,ele quer participação na venda do livro.Calunia,difamação,danos morais,nem mele,os familiares,nem o partido não fazem,porque?

          • Bem que eu sabia que vc era integralista, movimento fascista brasileiro, que apoiou o nazismo. Acho que podemos dizer que este movimento é neo-integralista, já que existe o neonazismo.

          • Só a Veja com o seu Tio Rei, mentiroso e deturpador mor, que sustentam esta idéia absurda, falando que o delegado disse isto. “Poli”, grande amigo de cachoeira, ficaram tão íntimos com apenas duas ligações. Como só em apenas 2 ligações, Cachoeira conseguiu fazer a Veja publicar o que queria, como exemplo, criar o mensalão, atacar o diretor do DNIT, dentre outras?

          • Sávio, foram só duas ligações. Não tem mais nada. Você viu que esse conto de 200 ligações desapareceu da blogosfera progressista? Por que será? O Azenha, por exemplo, nem toca mais no assunto…

          • Nossa Augusto!!!! 200 ligações que viraram 2? As 2 foram só um aperitivo ou um esquenta tamborins!!!!! Com a chegada do HD com todas as ligações, vai dar samba.

          • Só se for no mínimo 2 ligações num mês… Já que foram 200 em 5 anos, a média seria 3,333 ligações por mês. Como a Veja é mestre em mentir, agora para se safar, pode ter deturpado uma informação em seu favor. Pode ter escondido a verdadeira questão feita ao delegado, que seria algo assim: “Delegado, quantas ligações por mês pode ter ocorrido?”, e o delegado respondeu, “2 ligações, ou 3″… daí deixaram somente o 2 como a resposta. Ôh panfletinho vagabundo este….

          • Caraca, “Anaué” é de lascar. Saudação fascista descarada.

            Bem que eu sabia que vc era um nazista, pois um ser humano não defenderia tortura e estupro do jeito que vc faz.

            E como não podia deixar de ser, é um defensor ferrenho de Alckmin “Opus Dei”.

            Em homenagem a vc, nazistinha de sofá, eis uma pérola da música brasileira:

            TRP pede passagem, pra mostrar sua bateria
            E seu passado de coragem, defendendo a Monarquia
            Salve Pinus Zorreira Zorrileira, precursor da linha-dura
            Grande baluarte da ditadura
            Legislador da Inquisição, implacável justiceiro
            Homem de grande erudição, lia Mein Kampf no banheiro
            No tribunal de Nuremberg, defendeu o Mussolini
            Sob os auspícios do Lindenberg
            E hoje ele se preocupa com a infiltração comunista
            No clero progressista (e o Lefebvre)
            Lefebvre, fiel companheiro incomparável amigo,
            Irrepreensível mentor
            Exerce completo fascínio e vai incutindo em Plinus
            O gênio conservador
            Digno de um poema do Ezra Pound, quer que o
            Brasil se transforme num imenso Play Ground
            No carnaval a escola comemora nascimento de Nossa Senhora
            E a defesa da tradição, cantando esse refrão:
            Anauê, Anauê, Anauá, TRP acabou de chegar (repete)
            E hoje sou fascista na avenida, minha escola é a mais querida
            Dos reaça nacional (repete)
            Plim, plim, plim, plim, plim, plim, plim, plim, plim,
            Era assim que a vovó seu Plinus chamava

        • Quem envolve a a veja com a CPMI são as mais de duzentas ligações telefônicas entre um alto funcionário e o esquema criminoso, sendo pelo menos 47 destas diretamente com o chefão. Basta o relatório da CPMI ser bem feito e o MP fazer o seu trabalho para a revista ir pro brejo. Já o Collor, quer os holofotes e o PIG está fazendo exatamente isso.

        • Jonas, seu amigo Augusto o parabenizou com a saudação integralista fascista “anauê”… Vc também é integralista, ou neo-integralista? Faz parte deste movimento pró-nazista que infelizmente existiu no Brasil?

    • Vê-se no discurso deste assessor para assuntos aleatórios do PIG, que esse senhor Jonas Galegui é mais um tucano-pefelê na defesa das famiglias do PIG.

      É mais um adepto da seita criada pelo PIG para colocar suas opiniões sempre a favor do monopólio da informação pelo PIG.

      Esse mesmo sujeito tenta esconder que a revista Veja Bandida pertence a uma organização criminosa chamada famiglia Civita.

    • A CPI da privataria continua sendo uma questão de tempo. Afinal, quantas décadas levou pra termos uma comissão da verdade, hein?

      A Veja irá pra CPI se a imprensa marrom não conseguir melar tudo antes.

      E nunca vi o Edu dizer que foram 7 mortos, mas apenas que havia notícias de sete mortos no abuso criminoso que foi o esbulho de Pinheirinho. A única morte confirmada foi a de um senhor de idade. Das outras, não se sabe nada, já que o governo fascista dos tucanos, tanto estadual como municipal, fizeram de tudo pra espalhar suas vítimas por todo o país e impedir a investigação independente, deixando-nos nas mãos da “investigação” feita por sua cúmplice, a imprensa marrom, que calou-se desde o primeiro momento a não ser para apoiar a investida fascista.

      Ou será que vc vai afirmar, usando a SUA bola de cristal, que a CPI da privataria não vai jamais acontecer, que a Veja não irá pra CPI e que apenas uma pessoa morreu em decorrência de Pinheirinho?

      Ou vc não precisa de bola de cristal pq vc é onisciente e “sabe” de tudo isso?

      Ah, vá catar coquinho, projeto de troll.

  • Eduardo, a força da grana é grande, sem dúvida. As telefônicas têm poder de fogo mais de 20 vezes o do PIG. Não acredito que elas queiram ficar fora do jogo; pelos belos olhos de quem?

    É preciso que se avaliem os riscos de todas as alternativas. Realmente, precisará haver regulamentação.

    • Luiza,
      O “controle” dos meios de comunicação estará cada vez mais nas mãos das empresas de telefonia. Esse foi o efeito mais pernicioso da Privataria Tucana: colocar nas mãos da iniciativa privada, por exemplo do grande nacionalista daniel dantas, e sob seus princípios éticos, o que circula e o que não circula.
      A regulação dos meios de comunicação é questão de soberania nacional. Não podemos ficar submetidos a manobras que defendem única e exclusivamente os interesses do grande capital. Os interesses da sociedade deve prevalecer.
      O encontro dos blogueiros abriu claramente esse debate, e apresenta as fatores fundamentais para que a sociedade seja respeitada no seu direito de expressar opinião.
      Viva a blogosfera, Viva a democracia.

  • Ley de Medios!

    Sugestões para a Ley de Medios:

    Um grupo, por exemplo, como a famiglia Marinho, que opera uma rede de televisão no estado de São Paulo, não poderá operar de forma alguma, direta ou indiretamente, emissoras de rádio AM ou FM no estado de São Paulo. Da mesma forma que esse grupo não poderá ser dono de outras redes de televisão nos demais estados da federação. Ou seja, a famiglia Marinho tem que optar pelo estado que ela deseja continuar operando, nos demais estados ela terá que desfazer-se do negócio O mesmo vale para as demais famiglias e redes de televisão (aí incluídos a Rede Record).

    Se a famiglia Marinho tem uma rede de televisão em São Paulo, ela poderá controlar até cincos emissoras de rádio AM ou FM em outros estados, sendo que as rádios não podem se concentrar no mesmo estado. Observando que no estado que ela controlar uma rede de televisão, ela não poderá operar uma emissora de rádio.

    A famiglia Marinho (ou qualquer outra) poderá fazer um pool de emissoras para transmitir no máximo dois programas de notícias diários (por exemplo, só poderá tranmistir em rede nacional o Jornal Hoje e o Jornal Nacional). As redes nacionais só podem ser formadas (pool) para transmissão de competições esportivas (olimpíadas, panamericanos,copa do mundo, campeonatos nacionais) e debates eleitorais presidenciais.

    Para transmissão de novelas, programas de auditórios, programas de debates (com exceção do debate eleitoral presidencial), programas humorísticos, apresentação de shows de qualquer tipo, filmes, desenhos, cultos religiosos e outros, fica vedado a formação de pool de emissoras para a transmissão dos mesmos. O objetivo claro desta medida é fortalecer a produção regional em termos culturais com a criação de novos formatos de programas de auditórios, shows musicais, novelas, etc. No entanto, se a famiglia Marinho ou qualquer grupo de comunicação quiser manter as transmissões de todo tipo de programa via internet, ela tem todo o direito de produzir tais conteúdos, mas somente para a transmissão via Internet e nunca utilizando as concessões públicas de rádio e televisão.

    Já para os jornais, revistas e grupos que atuam na internet, é obrigatório o direito de reposta com o mesmo tempo e no mesmo espaço que ensejou o direito de reposta.

    • Conforme decidiu por unanimidade a Suprema Corte da Argentina: “Os grandes conglomerados midiáticos vão ter que DESINVESTIR” Dá-lhe, Argentina.

        • Em nenhum país civilizado do mundo um conglomerado midiático é dono de um canal de telvisão, várias rádios, vários jornais, várias revistas e muito mais.
          só aqui no Brasil é que temos uma zelitizinha tão mentalmente retardada que acha isso o máximo. Eles adoram essa mídia acanalhada.

  • Quem esta falando a verdade?

    O ex-ministro da Defesa Nelson Jobim negou hoje que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tenha pressionado o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a adiar o julgamento do mensalão, usando como moeda de troca a CPI do Cachoeira. Reportagem da revista “Veja” publicada neste sábado relata um encontro de Lula com Gilmar no escritório de advocacia de Jobim, em Brasília, no qual o ex-presidente teria dito que o julgamento em 2012 é “inconveniente” e oferecido ao ministro proteção na CPI, de maioria governista. Gilmar tem relações estreitas com o senador Demóstenes Torres (sem partido, GO), acusado de envolvimento com a quadrilha do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

    • A revista Veja Bandida está deverás preocupada. Está reporcagem mostra o seu desespero.

      Quer dizer então, segundo o órgão mafioso da famiglia Civita, que o Lula pressionou o Gilmar Dantas a postergar o julgamento do mensalão sob pena do PT não proteger o mesmo Gilmar Dantas na CPMI!!!!

      Delírio total da revista Veja Bandida!!!!

      A única coisa que não é delírio é a confirmação ,inconsciente e sem querer, que a revista Veja Bandida faz de que o Gilmar Dantas tem muita podridão e uma relação promíscua com pessoas ligadas à quadrilha do Cachoeira.

      Gilmar Dantas, brindeiro Gurgel, revista Veja Bandida e famiglia Marinho: essa quadrilha não para de crescer!

      • Tadinho do Prudentão. Ele acredita que o Lula é um anjo de candura e jamais faria uma coisa dessas. Em verdade vos digo, isso é só o começo, Vai aparecer coisa do arco da velha e quem vai ter peito para denunciar vai ser a Veja, a revista de maior penetração no Brasil. Comecem a colecionar adjetivos chulos porque , com certeza, irão precisar.
        Em tempo; Estou me referindo ao Lula, aquele que se recusou em assinar a Constituição, essa mesma que o blogueiro usa para justificar o cerceamento da imprensa.

        • Não precisa ser um anjo de candura pra não fazer aquilo. Talvez pra tipos como vc seja difícil resistir e apenas os mais puros conseguem, mas pra seres humanos como Lula, é bastante fácil.

          E o Jobim – que não vai muito com a cara do Lula, já desmentiu o Gilmar Dantas – o mesmo do grampo que foi sem nunca ter ido.

          E agora? Chora!

        • Ô bobalhão, essa nova mentira já foi desmentida pelo Nelson Jobim, citado como testemunha pelos próprios difamadores. Vai dormir, otário!

        • Tadinho do Galeguinho, além de acreditar em anjos, ele é companheiro de anauê do Mickey Mouse!

          Ô Jonas Galegui, a sua turma é mesmo de pessoas ruizinhas hein! O governador fascista de São Paulo também é do seu círculo de amizades?

  • O Stanley Burburinho lembrou, no twitter, que o Eike Batista está se preparando para entrar no ramo de mídia, talvez TV aberta. Se ele o fizer, com o dinheiro que tem, ele pode facilmente quebrar as atuais redes (Globo, Record, SBT). Por isso elas têm medo.

    • Medo??? Roberto, acorda para a vida, cara. Você acredita mesmo que a Globo teria medo do Eike Batista? Ele pode ter muito dinheiro, mas ter sucesso numa TV aberta é outra coisa. A Universal também tem muito dinheiro e, pasme, a Record está quebrando… Veja mostrou.

      • nossa augusto agora voce se revelou ..”a veja ja mostrou…” voce acredita em tudo que a veja diz, puxa como lhe invejo, voce é ´uma cara muito esperto, parabens. A veja tambem publica horóscopo??? pois preciso saber se posso sair de casa amanha. Han antes que eu mes esqueça a globo tambem ja quebrou mais de uma vez sabia?? han e a veja tambem sobrevivi graças as assinaturas do tucanado paulista. Me orgulho muito de poder responder a um sujeito iluminado pela veja como voce. Para terminar no natal, não esqueça de fazer os pedidos a papai noel, porque ele existe.

      • A veja também mostrou que o Serra seria o vencedor da eleição presidencial em 2010. Ele deve ser presidente de algum clube de bolinhas. A veja acerta todas.

        • O Mickey Mouse aprendeu mesmo foi nos EUA, ele deve ser integrante do Tea Party.

          Além disto ele deve conhecer todos os integralistas e fascistas que frequentam este blog. Ele já identificou o colega dele (Jonas Galegui) e fez a saudação anauê.

  • Vai ser uma batalha e tanto, mas desejo todo o apoio aos blogueiros nesta luta final contra o conluio mafioso da imprensa nativa brasileira. Abaixo a ditadura do PIG!

  • A que ponto chegou a Veja. Mal saiu a edição do fim de semana e já foi desmentida. Saiu “notícia” de que Lula se reuniu com Jobim e Gilmar para pressionar por adiamento do julgamento do mensalão. Veja dá a entender que, em troca, a CPI não iria investigar o envolvimento de Gilmar com Cachoeira e Demóstenes. Ué? Mas Gilmar tem envolvimento com esses dois? Sem querer, Veja deu o serviço. Só que Jobim já desmentiu tudo: “não teve nada disso”, retrucou o ex-ministro, amigão de Gilmar.

    Agora o leitor da Veja deveria se perguntar: será que aquele “juiz importante no Brasil” que fez duas reuniões com Cachoeira e Demóstenes – uma na Alemanha e outra em Paris – foi o Gilmar? Será?

    • “Agora o leitor da Veja deveria se perguntar: será que aquele “juiz importante no Brasil” que fez duas reuniões com Cachoeira e Demóstenes – uma na Alemanha e outra em Paris – foi o Gilmar? Será?”

      O leitor da Veja não se pergunta nada sem autorização expressa e em duas vias de seus mestres, muito menos se tais perguntas não tiverem sido feitas por um dos seus representantes autorizados.

      Sob pena de multa e auto-flagelação.

    • Roberto, o que você queria? Que Jobim confirmasse? É claro que ele vai desmentir. Mas o fato é que a conversa houve e, pelo que conhecemos do caráter de Lula, a probabilidade de que a chantagem tenha de fato havido é muito maior do que não. Basta ver o histórico de Lula. Eu acredito em Gilmar.

      • Nossa augusto voce tambem participou da conversa??? conte mais pois voce falou com tanta convição!!!! estou preocupado com voce Augusto, pois se a veja mandar voce se jogar da ponte rio-niterói acho que voce se joga. Rapaz nuncaa vi alguem defender uma revista com tanto ardor, isto é admiiravel

      • Ou seja, não importam as provas contra a sua tese, vc vai continuar insistindo nela até o final pq … pq… ora, o que importa o pq? Vc quer assim e tá acabado!

        Fascista e agora exibindo um sintoma de lavagem cerebral de um culto, com suas verdades absolutas.. tsk tsk

        Manicômio não basta. Não tem mais cura mesmo.

      • Mickey Mouse, reparou que o teu colega de anauê ( o que escreveu às 12:12 deste dia 27 de maio) está te defendendo no comentário abaixo?

        Agora tenho certeza que um galinha verde enxerga outro galinha verde a quilômetros de distância!

      • Caro Augustin, você também acredita em Saci Pererê, Mula sem Cabeça “qui sorta fogo pelas ventas”, Curupira, Boitatá, Cuca, Merval Pereira, Ali Kamel, Boris Casoy e outras figuras de nosso folclore (umas populares e outras não)? Meu caro idiota do momento, até para trolar tem-se que ter perspicácia, alguma elegância literária, por favor melhore essas suas imbecilidades, desse jeito vou pedir o Eduardo para vetar! Tu é muito ruizinho, affff!!

    • Roberto. Cuidado quando for a Paris. Vão tentar te vender a torre Eiffel, e pior, você vai comprar. Como é que você pode acreditar que a Veja divulgaria uma baita mentira sem imaginar a reação que isso causaria ?
      Cada vez que leio vocês desancando a Veja por denunciar desmandos, eu lembro da história do marido cuja esposa o traia no sofá da sala e por isso, o marido vendeu o sofá.

      • A Veja CANSOU de publicar baitas mentiras.

        Dólares de Cuba, por exemplo. Grampos que foram sem ter nunca ido e não existiram.

        O argumento de que “a Veja não faria isso”, é infantil e comprovadamente falso. A Veja faz qualquer coisa, até mesmo se aliar a criminosos, pra conseguir o que quer.

        E o que ela sempre quis foi acabar com Lula e com o PT. Só um baita trouxa acredita em quem diz que possui o direito de mentir, e é isso, exatamente, que a Veja sempre afirmou.

  • Excelente a notícia de que haverá uma regulamentação da mídia. Resta agora cuidar pra que essa regulamentação não seja a que FHC quer, a proteção dos interesses do baronato das comunicações.

    E acho que estamos correndo um sério risco de fazer exatamente isso, ao deixarmos de lado o que realmente faria a diferença: a ética e o contraditório, além da regulamentação da propriedade e do direito de resposta.

    Cabe observarmos o que ocorreu nos EUA no passado recente. Desde 1949, a imprensa era obrigada a apresentar os dois lados de todas as questões controversas, de forma balanceada e imparcial, o que era conhecido como “fairness doctrine” (e eu duvido muito que qualquer um dos projetos de troll que visitam este blog já tenha ouvido falar disso que considerariam “censura”, mas que era o pilar da democracia de sua amada terra natal). Em 87, essa regra foi repelida, até ser completamente eliminada em 2011.

    Troços (não há outra palavra pra descrevê-los) como a Fox network, verdadeiro braço de propaganda da direita radical estadunidense, só se tornaram possível com o fim da fairness doctrine. E o resultado disso não foi apenas o crescimento vertiginoso da direita mais ignorante e as guerras, mas uma verdadeira esquizofrenia em meio a sociedade. Se conversarmos com dois estadunidenses, a chance de que cada um descreva uma versão completamente diferente da história da última década é imensa.

    Sem nenhum obrigação de expor todos os lados das questões, a imprensa fez aquilo que vem naturalmente a toda empresa capitalista: tomou para si algo dos telespectadores e leitores: sua capacidade de pensar, de refletir sobre as diversas posições possíveis e chegar às próprias conclusões.

    Mais ou menos como ocorre no Brasil, a imprensa estadunidense rouba dos cidadãos o direito de escolha ao apresentar-lhes apenas uma versão maquiada e conveniente da realidade e das discussões.

    Ou seja, uma regulação da mídia que exclua a “fairness doctrine” nada mais é co que uma cópia da regulamentação estadunidense, acrescida do direito de resposta (que acho que não existe por lá). O resultado não será muito diferente, dado que conhecemos o quão efetivo o direito de resposta é por aqui: uma manipulação explícita da sociedade.

    O argumento de que a democratização dos meios irá cuidar para que o “mercado” se “auto-regule” com a “competição” é uma balela facilmente demonstrável com o exemplo estadunidense: apesar das diversas redes, incluindo comunitárias e públicas, ainda assim nada impede que uma Fox manipule os fatos de forma tão explícita como o faz.

    Enfim, esse mecanismo de “auto-regulamentação” simplesmente não funciona e não basta. E é exatamente o que FHC propõe – como todo bom tucano, a resposta é sempre “o mercado se auto-regula”. A necessidade de uma “fairness doctrine” brazuca é evidente. Os meios de comunicação devem ser obrigados a incluir todos os lados de qualquer notícia controversa, e não apenas os que lhe interessam.

    E não, trollzinhos, isso não é “censura” nem “controle”. É apenas justiça.

      • inda sobre o texto mencionado, eu sugiro a leitura da segunda parte dele, onde o autor – AINDA EM 2004 – descreve a estratégia necessária para derrubar o mamute do PIG.

        Leiam e comparem com o slogan “yes, we can”… O cara acertou na mosca e funcionou maravilhosamente bem.

        Se nós queremos vencer a imprensa nesse cabo de guerra sobre a regulamentação da mídia, temos que usar os mesmos métodos que os democratas usaram nos EUA pra vencer o PIG deles. Sem isso, não vamos conseguir nada.

        E o mesmo vale pra qualquer causa que defendamos, da CPI da privataria até a investigação do esquema Cachoeira/Veja.

        Como diz o autor, o que convence as pessoas a adotar uma causa é o mesmo que as convence a comer um Mac.

        E vou além: com o crescimento econômico e as melhoras sociais, qualquer candidato a presidente terá que aprender a comunicar suas ideias nos 5 segundos que dura a atenção de um confortável membro da classe média.

        A esquerda tem notória dificuldade em articular suas ideias em tão pouco tempo, em contraste com a infantilidade das ideias de direita que já nascem tendo apenas uma linha. Precisamos nos acostumar a criar slogans, a simplificar a comunicação das nossas bandeiras pra atingir aquela massa cujas mentes estão tão embotadas pela lavagem cerebral da imprensa que só conseguem prestar atenção às manchetes.

  • Maravilhosa reportageme ótima respostas de nossos companheiros,para os hienas,que vem aqui repetir sem parar as mentiras de imprensalona!

  • No blog do Rodrigo Vianna (Escrevinhador) tem um boxe chamado “imagem e ação” onde podemos ler o seguinte:

    Eduardo Guimarães – misto de robot e formiga stalinista – dá bons conselhos ao jovem James (bond) – “repórti” da Veja designado para “acompanhar” o III Encontro Nacional de Blogueiros: “não invada quarto de hotel”, “não minta”, “não se banhe na Cachoeira”…

  • Realmente se faz necessário regulamentação. Assim os monopólios da “famiglias” com certeza terão menor poder nesse latifúndio midiático!
    Excelente esse terceiro encontro. Muitos frutos serão colhidos , boas são as sementes plantadas desde o primeiro . Parabéns Eduardo Guimarães e a todos os partícipes!

    Ps- Concordo com Francisco de Niterói: “Os leitores dos blogs sujos são lutadores, precisamos de argumentos solidos ( legislaçao, estrutura de orgaos e outras praticas do exterior) para enfrentar este debate.E vc sabe que nós nao fugimos da raia.”

  • Alguém mais reparou no Daniel Dantas na mesa?

    Eu não o conheço, mas sei que não é “O” Daniel Dantas, só acho que deve ser engraçado um blogueiro progressista com esse nome… rs

  • Mas o PiG é mesmo cara-de-pau, hein?, rsrs, mandar um repórter cobrir o Encontro ( saber dos passos da blogosfera sujíssima) e dizer que o motivo dele estar lá é outro, e não “cobrir o Encontro”.
    .
    Enfim, mais um ótimo texto, Eduardo, então, uma das principais questões é trabalhar para que o veto à propriedade cruzada seja confirmado e garantido na futura regulação da mídia.
    .
    Aliás, uma Ley de Medios que se preze não pode deixar um item importante desse sem uma definição firme, que impeça a globo ( principalmente) de ser o que é, um monopólio múltiplo.
    .
    Subitamente, ao ver o discurso do Franklin e suas explicações, tornei-me bem mais confiante numa Ley de Medios eficiente, ela é possível, e a gente percebe que as coisas estão, de fato, mudando.

    • Marinho,
      O termo correto para se aplicar ao grande Professor Hariovaldo, absolutamente não é “famigerado”.
      O Professor é GENIAL, mas para entendê-lo, é necessário pensar um pouco.
      Ou você é um dos “homens bons e de Benz”?

    • O tal do Mickey Mouse não tem muita noção não, ele não tem condições intelectuais de ler o professor Hariovaldo, portanto, posso afirmar que ele não foi influenciado pelo Hariovaldo.

  • Não adianta o ex-ministro Jobim desmentir enfaticamente o panfleto de Dom Bob Civita: seus repórteres telepáticos conseguem enxergar e ouvir através das paredes e reproduzem palavra por palavra do que não ouviram.
    O editor Cachoeira pelo menos mandava colocar um grampo lá, para ter algum indício do que mandava a veja publicar. Agora não: basta a palavra do Gilmar Mendes, que está disponível para tais “furos” desde o grampo sem áudio…
    Até quando este grupelho fascista vai atentar livremente contra as instituições democráticas? Ninguém pode exigir alguma prova dessa cambada, a revista pode fazer ficção e dizer que faz jornalismo? Será caso de Código de Defesa do Consumidor?

    • O cara cumprimenta o amigo troll com um sonoro “anauê” e ainda tem coragem de dizer que está “pegando mal para os progressistas”…

      Simancol deveria vender em farmácias…

      • Este cara tem o cerebro tão limitado coitado, que acho que ele nem sabe que anaue é uma saudação integralista, ou seja facista ou então ele acha que o regisme facista respeita a liberdade de imprensa. Porém acho que devemos ter pena dele e do outro que acredita na veja (se não me engano o tal do Jonas), pois talvez os 2 trabalhem na editora abril e tem medo de perder o emprego, neste caso é perfeiitamente compreensivel.

  • É bom escutar o Franklin Martins sobre este tema, né ?

    “..cidadania é rebeldia, não aceitar a MANIPULAÇÃO..” ..venha de onde vier eu complementaria

    pois é meu amigo, mas como isso é difícil não ?

    EVIDENTE que tanto a MÍDIA OPOSICIONISTA como a CHAPA BRANCA são deletérias a qualquer democracia ..todas BOTAM preço ..evidente que AMBAS MANIPULAM, aumentam ou se omitem, e praticam a “Lei de Ricupero” adaptada aos seu próprios interesses

    Daí, daí que penso que como outros tantos pontos que sempre lembro, penso que JÁ PASSOU DA HORA de termos instrumentos eficazes que possam calar os detratores dos fatos e da imagem alheia

    ..instrumentos que possam nos dar a ISONOMIA, a contra parte, o diálogo construtivo, a defesa, o sumo, a essência, a informação fidedigna e o desprezo pela MENTIRA e sensacionalismo

    SIM, que venha a REGULAÇÃO democrática, cidadã, transparente da mídia ..mas que também não sejam esquecidos os capítulos que atentem pra PUNIÇÃO aos que dela não observarem ..mesmo porque senão, senão meu caro Franklin Martins, vai ser mais um punhado de regras que se somarão ao conjunto de INCONSEQUÊNCIAS e IMPUNIDADES que tanto florescem nesta Nação

    • Não acredito nisso Romanelli especialmente vindo de quem é financiado pelo estado.

      A direção do governo atual tem um mote bem claro “CONTROLE”.

      Existe uma coisa comum entre a esquerda e a direita brasileira a ideologia fascista que prega “tudo no estado nada fora do estado nada contra o estado.”

      Liberdade e uma palavra que não esta escrita no dicionário deles.

      O que a esquerda não fala é que nosso mercado de “midia” e muito restritivo depende de favores do “rei” estado.

      Para mim quanto mais a liberdade for tolida mais perto chega a hora de tirar lhes o poder.

      Os 50 milhões que o PT recebeu no ano passado (não eleitoral) já diz a que veio o PT.

      • Mais um troll alucinado, vendo fantasma onde não existe.

        O mais gozado é ele reclamar de “entidades financiadas pelo estado” e depois dos “50 milhões doados ao PT” – que foram doadas por entidades PRIVADAS.

        É a tal coisa, se não for do jeito desses Zés Ruelas, a democracia “não vale a pena” e é “controle”… Se não estivermos todos obrigados a suportarmos as consequências das decisões de meia dúzia de capitalistas, no exercício do seu “sagrado” direito de propriedade, gente como esse Zé Ruela vai gritar que “não somos livres”.

        E o pior é que só somos livres se estivermos a salvo dessas consequências, se estivermos além do alcance da “livre exercício” da propriedade, se o capital não der a meia dúzia o poder de nos afetar a todos da forma que quiserem.

        É claro que o defensor dos privilégios de poucos que assina sob o pseudônimo de “Aliança Liberal”, o copiador descarado, não é capaz de sequer começar a compreender algo tão simples, mas fazer o que? É só um trollzinho mesmo.

        • Pierre sempre utiliza o termo troll para qualificar quem não reza pela sua cartilha este é “pluralismo socialista.

          “O mais gozado é ele reclamar de “entidades financiadas pelo estado” e depois dos “50 milhões doados ao PT” – que foram doadas por entidades PRIVADAS.”

          O conluio de grandes empresas e politicos tem um unico motivo mamar nas tetas do estado como vc possivelmente bebe desta fonte.

          Dificil o troll Pierre entender que existe empresas que não são a favor do capitalismo, pq neste seu sucesso depende da sua capacidade de servir ao consumidor, já no intervencionismo, socialismo, capitalismo de estado ou outro nome que dê o sucesso de uma empresa depende de seus contatos politicos.

          No capitalismo o empresário é o preposto do consumidor.

          Democracia, liberdades civis, sindicatos livres, imprensa livre NUNCA existiram no teu socialismo (toma).

          Para os coletivistas tudo se resume a uma questão de distribuição, já que como Marx fala uma geração já produziu o mesmo que todas as gerações anteriores produziram, quanto na verdade o problema é o que produzir e principalmente como produzir.

          E adivinha quem vai coordenar a distribuição “igualitária” o Pierre.

          • Pequeno troll, eu o chamo assim pq sou bonzinho com vc. Afinal, a palavra que denota quem copia e cola textos alheios como se fossem da própria lavra é bem pior…

            Mas vamos aos seus “argumentos”. Vc diz que “mamar nas tetas do governo” não é “capitalismo”, ignorando a realidade de que o que mais se vê em regimes capitalistas é justamente o Estado servindo de babá a empresas privadas, especialmente nas crises.

            Mas vamos supor que vc tenha cunhado uma definição própria e peculiar de “capitalismo”, como todo bom sofista. E vamos supor que vc tenha cunhado, da mesma forma, uma definição “peculiar” de socialismo, que inclua justamente o benefício às empresas privadas, ignorando a realidade de que socialismo nada mais é do que a redução das diferenças entre as classe sociais, e nada tem a ver com empresas, quer elas mamem ou não nas tetas do Estado.

            Ora, dado que tanto no Brasil, como nos EUA, na França, na Inglaterra, na Alemanha e em TODOS os países capitalistas há empresas “mamando nas tetas”, só posso concluir que vc não considera nenhum desses países como capitalistas.

            Até aí, seria um direito seu criar definições particulares de conceitos já estabelecidos para provar alguma hipótese, e montar sua teoria em cima disso – desde, é claro, que vc avise antes o interlocutor, coisa que vc não faz, desonestamente.

            Mas aí vc pisa na bola definitivamente, pois oque vc não tem direito de fazer é alterar aquela definição particular inicial conforme a circunstância, pra adequá-las a conclusões pré-concebidas, pois isso é uma falácia lógica.

            E quando vc faz isso? Quando vc afirma – com tom apoteótico, não menos – que “Democracia, liberdades civis, sindicatos livres, imprensa livre NUNCA existiram no teu socialismo”

            Ora, se o seu “socialismo” particular é o que existe no Brasil, nos EUA, na Alemanha, etc, como afirmar tal coisa? Quer dizer que quando o assunto é “Democracia, liberdades civis, sindicatos livres, imprensa livre”, aí os países que vc considerou socialistas passam a ser capitalistas APESAR de empresas “mamarem nas tetas”? Ou será que vc apenas considera “aspectos”, tipo “nesse aspecto, eles são capitalistas porque há democracia, liberdades, etc”, em cristalino exemplo de lógica circular infantil?

            Não bastasse seu “argumento” se basear em definições particulares de termos comuns como “capitalismo” e “socialismo”, cuidadosamente moldados para excluir de um todas as suas mazelas e atirá-las no colo do outro, vc ainda quer mudar as definições originais no meio da sua sustentação pra se adequar ao seu argumento?

            E na bunada, não vai dinha?

            Bom, vá perguntar ao seu mentor o que tudo o que eu escrevi significa, e como responder a isso. Eu espero vc copiar e colar a resposta dele pra trucidá-la novamente, ok, pequeno troll?

            Mal posso esperar pra rir de coisas como da acusação covarde de que eu “possivelmente bebo dessa fonte”. Afinal, como tudo é possível, essa acusação já nasce fugindo da obrigação de ser provada, mas mantendo um “tom” de acusação grave, corajosa, significativa. Mas ela é o mesmo que escrever que “é possível que eu seja o Bill Gates. Ou um programa de computador. Ou mesmo vc, disfarçado”. Dizer que “é possível” é refugiar-se covardemente atrás de uma pedreira antes de atirar um grão de areia no adversário. E errar!

  • Ninguem é livre para fazer o que bem entende,desde que viva em uma sociedade.A limitação da liberdade de cada um,nos limites da legalidade,existe para o beneficio de todos os integrantes da sociedade.Oras se a liberdade individual deve ser limitada para que exista de fato liberdade para todos,porque a imprensa insiste em ter liberdade absoluta inclusive para mentir?A imprensa existe dentro de uma sociedade,deve ser limitada em sua liberdade,como qualquer instituição é limitada em sua liberdade de ação,até mesmo para que exista liberdade de ação das demais instituições.Será que é tão dificil de entender isso?A liberdade é absoluta dentro de determinados limites e não fora desses limites.A liberdade é absoluta enquanto esteja amparada pela lei,fora do amparo da lei,a liberdade perde seu significado primordial e se torna qualquer outra coisa.Tem gente que ainda não entendeu a necessidade de regulação da midia até mesmo como necessaria para preservar a democracia,porque a midia que temos é tudo,de golpista a delinquente,menos democratica.

  • Não adianta nada a “casa grande” espernear a esquerda está sendo a salvação do mundo graças ao nordestino abençoado por Deus o nunca dantes LULA e a Presidenta DILMA e pronto.

  • [email protected] [email protected] [email protected], o que vocês estão forjando é a AGENDA MAIS IMPORTANTE DO PAÍS da atualidade, agenda de certa forma até modesta (só queremos o que está na Constituição Federal de 1988, nada mais!), mas estrutural e estruturante para aprofundarmos o processo de democratização do país. Tomara que o conjunto da sociedade perceba logo a dimensão estratégica desta bandeira, verdadeiro divisor de águas para avançarmos rumo a uma nação justa, soberana, democrática e sustentável. É fundamental que esta agenda possa reverberar com a devida potência na RIO+20, por favor, cuidem disso também, e o movimento socioambientalista e ecosocialista precisa encampar esta pauta no topo de suas agendas. Só teremos desenvolvimento sustentável com uma comunicação democrática, viva a CF 88, vivam os [email protected] Progressistas, viva o Povo Brasileiro!!!

  • “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

  • A luta por um marco regulatório justo será duríssima, mas a correlação de forças jamais esteve tão igualitária quanto agora. Direito de resposta, criminalização específica rápida e dura dos crimes de calúnia e difamação, pois é diferente quando uma pessoa física as faz e quando uma empresa de comunicação as faz (o dano e as consequencias são muito mais amplos), e impedir a propriedade cruzada, serão as grandes lutas.
    E nós enquanto cidadãos acompanharemos e pressionaremos no que pudermos.
    Um abraço.

  • Enquanto finalmente o grande capital mostra que está sentindo o efeito do contraponto na blogosfera, vem aqui uns sujeitos que fazem provocações irônicas e debochadas e conseguem desviar a atenção de todo um trabalho, feito por tanta gente decente e comprometida com a informação.
    Companheiros, deixem de tanta ingenuidade. Os comentários dos augustos e seus asseclas não merecem resposta. Não levam a nada. Não há qualquer contraponto, ou questão a ser discutida nesses comentários.
    Estamos no meio de uma revolução. O PiG está desgastado, e através da blogosfera há um debate que deixa claro quem é quem. Invistam mais na discussão com aqueles que estão construindo uma opinião, seja contrária ou favorável. Não no vazio de provocações para ridicularizar qualquer discussão.
    Abram os olhos.

  • É sempre bom dizer, mais uma vez :

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

    • O Sr. tocou num ponto importante, pois eu também acho que os governos (municipais, estaduais e federal), deveriam ter um teto máximo de gastos com propaganda em relação a receita, fixados por lei. Veja só, uma editora Abril teria que se contentar em ficar com parcas verbas de empresas estatais como Caixa Federal, Petrobras, etc. Os 52 milhões de contrato anuais com o governo de São Paulo também deveriam ser reduzidos, afinal nesse estado, uma Veja, ou uma Folha de São Paulo da vida são totalmente chapa branca…

      • Pierre
        Deixe estar. Quero ver a Veja, Folha, Globo, Estadão sobrevivendo só com a grana que os tucanos pagam. Os assinantes já se debandam e não demora o gov. Federal fecha a torneira.
        Nem troll vai sobrar.

        • CHiiiiiiiiiiii, aqueles anauês que vem aqui defender a liberdade de imprensa da Veja Bandida, vão para o olho da rua com o fechamento da Veja Bandida!

    • Zé Roberto
      A nossa direita dá tiro no pé todo dia.
      Eita trollzinho desastrado.
      Te mandaram vir aqui nos lembrar este assunto? Pois bem, hoje já teve (meio fraquinho eu sei) um tuitaço pedindo à Dilma que cancele a verba de publicidade com a Veja we que tal balor seja empregado em ações sociais para o Brasil. Então vá nos lembrando sempre pois cada tuitaço nosso repercute até no exterior. Vc já deve saber, né?
      Quem sabe amanhã vc não presencie mais um.

  • Espero e desejo que o encontro colha excelentes frutos. Hum!!! repórter da Veja, sinal que os queridíssimos sujinhos estão importantes ou estão eles, querendo (num futuro, quem sabe) fazer parte dessa seleta e honradíssima família. O mundo dá muitas voltas, ainda acredito no bicho homem, na sua recuperação para o bem. Parabéns a todos. E aí, Edu, a Bahia com seus encantos, já viraste um paulista arretado?

  • Prezado blogueiro progressista Eduardo Guimarães : Não acredito que o valoroso (permita-me a pretensão (, d)e intimidade) amigo tenha ficado à direita nem mesmo numa foto. Só se for um ‘presentinho’ de grego “Da esquerda para a direita”. Desculpe-me o chiste. É que é necessário o (acredito) bom humor, de vez em quando. E agora, sério :

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

  • Como é (muito) bom poder dizer :

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

  • Edu, mudando o assunto sem mudar o foco da conversa: É impressionante o poder que a Globo acha que tem., veja esse link:

    http://br.esportes.yahoo.com/blogs/casca-grossa/casa-das-coelhinhas-frustra-f%C3%A3s-mma-e-cigano-050017220.html

    Antes que venham as criticas ao MMA, vamos colocar os pingos nos Iis…Independente do esporte ser violento ou não, isso é um desrespeito ao telespectador (e por que não dizer consumidor?) cadê o PROCON para nos defender???

    Milhares de telespectadores ficaram acordados até de madrugada para ver essa luta que a Globo anunciara que transmitiria ao vivo e no final acabou exibindo um VT onde o narrador tranmsitia como se fosse ao vivo, inclusive usando a expressão ”ao vivo” várias vezes….

    Na minha visão, são fatos como esse que todos nós junto com os blogs deveriamos explorar para mostrar ao ”povão” que não se interessa por politica a importância de um marco regulatório de telecomunicações.

    Todos nós, blogs e leitores, devemos usar como exemplo esse ocorrido, além de outros casos de arbitrariedade global, como por exemplo as transmissões de futebol monopolizadas e em horários absurdos, isso com certeza terá um poder enorme para colocar na mente do povão apolitico a importância da descentralização dos meios de comunicação.

  • Vale sempre dizer, mais uma vez :

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

  • “tudo o que se quer em termos de regulação da mídia já figura na Constituição brasileira.”. Muito bom ! ! !

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” – Malcolm X (1925-1965).

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” – Joseph Pulitzer (1847-1911).

    Ley de Medios, já ! ! ! Comissão da Verdade, já ! ! !

  • Do que Gilmar Mendes tem medo?

    Por outro lado, já havia vazado os relatórios da Operação Monte Carlo, onde constava o telefonema onde o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) comemorava com Cachoeira, o fato de Gilmar Mendes ter puxado um processo da CELG para o STF. Demóstenes avaliava que Gilmar conseguiria tirar das costas da CELG, 2 a 3 bilhões de dívidas.

  • Caro amigo,
    É com muita satisfação e alegria que comunico que o livro RUA VIVA foi digitalizado. Está hospedado na rede DHnet – Rede de Direitos Humanos & Cultura – é produto de um grupo de ativistas de direitos humanos, que no ano de 1994 iniciaram estudos sobre Direitos Humanos e Realidade Virtual. Em 1º de maio de 1995, dia do Trabalho e da entrada oficial do Brasil na INTERNET, foi colocado no “ar” o BBS Direitos Humanos & Cultura, que dois anos após tornou-se a Rede DHnet, com os seguintes Macro-Temas: Direitos Humanos; Desejos Humanos; Cibercidadania; Memória Histórica; Educação & Direitos Humanos e Arte & Cultura.
    Ao assumir o mandato de vereador em Belo Horizonte a partir de 1993, idealizei e implementei o Projeto RUA VIVA – O Desenho da Utopia.
    Este projeto, além de homenagear, tinha o objetivo de resgatar e gravar para nossa cidade a memória dos mineiros que em vida lutaram contra a ditadura militar.
    Num primeiro momento, foram dados nomes de rua a todos esses lutadores. Posteriormente, foi escrito e editado um livro contendo a trajetória deles. A primeira edição foi lançada em 1993 e a segunda, em 2004, abrangendo um total de 163 nomes.
    Esperei anos por esse momento que considero histórico. Todos podem ter acesso aos livros (primeiro e segundo tomo) já que as duas edições encontram-se esgotadas.
    Acredito que com a implementação da Comissão da Verdade, o RUA VIVA poderá servir de consultas e provas documentais.
    Abaixo os sites:
    http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/betinho_duarte/index.htm
    http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/betinho_duarte/dados.htm
    http://www.dhnet.org.br
    Finalizando agradeço ao Rodrigo Monte, membro do Dhnet, pelo seu carinho, atenção, disponibilidade e eficiência. Aproveito a oportunidade também para agradecer aos meus assessores, funcionários da Câmara Municipal e da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (1993-2004), que contribuíram efetivamente para a implementação do projeto Rua Viva.
    Solicito o empenho na divulgação dos sites acima relacionados,principalmente para as novas gerações, que não vivenciaram a luta contra a ditadura militar. Que nossos heróis sirvam de referencia.
    “QUEM ESQUECE O PASSADO ESTÁ CONDENADO A REPETI-LO” Leon Bloy
    BETINHO DUARTE

  • Acho que o PiG
    vai (foi) para o espaço . . .

    Nasa ? Neonazi$$taSS.

    . . .

    Dizem que a família é a base da sociedade.

    Com as ‘famiglias’ de hoje
    tem-se as SSociedade$$ que se tem.

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as que estão oprimindo” (Malcolm X – 1925-1965)

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” (Joseph Pulitzer – 1887-1911)

    Ley de Medios já ! ! ! Comissão da Verdade já ! ! !

Deixe uma resposta