Dilma e o controle remoto

Análise

 

É sempre preferível o ruído da imprensa livre do que o silêncio da ditadura

 

A frase em epígrafe tem sido proferida pela presidente Dilma Rousseff desde a sua posse no cargo, em 1º de janeiro de 2011. A última vez em que a proferiu publicamente foi em 7 de novembro último, na abertura 15ª Conferência Internacional Anticorrupção, logo após a mídia ter tentado destruir o PT eleitoralmente durante a campanha eleitoral deste ano.

Essa frase, que já se tornou um mantra da presidente, incomodou parcela da sociedade que apóia o governo e que está revoltada com o uso político que tem sido feito de concessões públicas de rádio e televisão, sobretudo no sentido de pressionar o Judiciário a condenar os réus da ação penal 470.

Há, ainda, outra frase de Dilma que vem desde a campanha eleitoral de 2010. Nas suas várias declarações sobre o tema comunicação, a presidente sempre disse que o único controle de mídia que ela leva em consideração é o controle remoto, de forma que quem queira possa mudar de canal de TV ou de emissora de rádio.

“Não conheço outro tipo de controle [da mídia]”, repete a mandatária sempre que alguém fala do assunto.

Sob esse espírito, Dilma, assim que assumiu, engavetou projeto de regulação da mídia deixado por seu antecessor e padrinho político, um projeto elaborado pelo ex-ministro Franklin Martins após exaustivas consultas a órgãos reguladores da mídia dos países desenvolvidos e infindáveis estudos sobre as legislações desses países.

Em novembro de 2010, no apagar das luzes do governo Lula, a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) promoveu o seminário internacional “Comunicações Eletrônicas e Convergência de Mídias”. O encontro trouxe a Brasília os titulares das agências de regulação da mídia de países como Reino Unido, França e Canadá, entre outros.

Quem, como este que escreve, acompanhou aquele Seminário, sabe muito bem que a regulação da mídia que se pretende para o Brasil não difere em nada das legislações das democracias mais avançadas do planeta.

Na França, por exemplo, existe a Autorité de Régulation des Communications Electroniques et des Postes (Arcep); na Inglaterra, há o Office of Comunications (Ofcom); nos Estados Unidos, há o Federal Communications Commission (FCC). E por aí vai.

No Brasil, a mídia e sua militância dizem que esses órgãos se limitam ao papel que a Anatel exerce aqui, o que não é verdade. A Anatel regula relações comerciais, mas não fiscaliza uso político de concessões públicas de rádio e televisão e tampouco atua para impedir a formação de oligopólios como fazem as agências dos países ricos.

Só para que se possa mensurar a dimensão da anomalia comunicacional brasileira, não existe, em nenhuma parte do mundo desenvolvido, um império de comunicação como o da Globo, que, nos Estados Unidos, por exemplo, teria que ser fatiada e vendida. Há grupos maiores pelo mundo, mas não se concentram em um país só.

O império de Rubert Murdoch ou o de Carlos Slim se espraiam por vários países. Em um país só, a Globo é o maior.

Outra balela sobre a regulação da mídia é a de que seus defensores pretendem “censurar conteúdo” como na Argentina, na Venezuela ou no Equador. É balela porque nenhum desses países censurou a mídia. Em todos eles, basta ligar a televisão ou comprar um jornal para constatar que os governos continuam sendo duramente criticados.

Não foi à toa que Frank la Rue, relator especial da ONU para a liberdade de expressão e opinião, deu a seguinte declaração sobre a “ley de medios” argentina:

Creio ser o mais avançado que existe em termos de liberdade de expressão na América Latina e certamente um exemplo para o mundo”.

Dilma Rousseff não é nenhuma tolinha. Ela sabe muito bem, portanto, que as propostas de regulação da mídia que vêm sendo feitas no Brasil não contêm nenhum tipo de intenção de censura de conteúdo. Ela sabe, também, que a legislação brasileira é profundamente anacrônica, oriunda da primeira metade do século XX, quando não existiam as plataformas de mídia que existem hoje e a televisão era, ainda, um artigo de luxo.

Por que, então, a presidente se vale do escapismo sobre o “controle remoto” toda vez que se manifesta sobre o assunto regulação da mídia? Por que o governo está condenando o Brasil a continuar com uma comunicação de massas de republiqueta bananeira?

O Blog fez algumas consultas a pessoas próximas à presidente que preferem se manter no anonimato. A postura de Dilma não deriva de medo da mídia, que já faz, hoje, tudo que pode para desmoralizar seu governo e pressionar a Justiça contra esse governo e contra o partido da presidente. Dilma teme é o Legislativo…

Não existe clima no Congresso para aprovação de uma legislação sobre comunicação inspirada nas legislações dos países em estágio civilizatório mais avançado, como Estados Unidos e os países da União Europeia.

Enorme parcela do Congresso é composta ou de donos de meios de comunicação ou de políticos ligados a tais meios, simplesmente porque, em um país deste tamanho, sem uma estratégia e alguma força em termos de comunicação é muito difícil um político se eleger.

Não confundamos a eleição majoritária de um presidente da República com as eleições de vereadores, deputados estaduais e federais, senadores e prefeitos de milhares de pequenos municípios. Esses, dependem muito mais da boa vontade das mídias locais.

A rejeição à civilização do país via regulação moderna da mídia, portanto, é apenas mais um dos vários sintomas do atraso paroquial que ainda aprisiona o Brasil. Este, manifesta-se em um Judiciário submisso ao capital e na promiscuidade entre políticos e meios de comunicação.

Uma proposta de lei da mídia fatalmente fracassaria no Congresso e seria alvo de bloqueio pelo Judiciário, mesmo que seja uma lei inspirada nas dos países mais avançados do mundo. E ainda poderia provocar uma ruptura do governo com partidos como o PMDB, por exemplo, no qual grande parte dos membros tem meios de comunicação.

A luta pela democratização da comunicação, neste momento, está sendo perdida pelos setores democráticos da sociedade. Não existe, ainda, a menor esperança de fazê-la avançar. Além disso, o Judiciário brasileiro não passa de braço dos interesses da elite racial, econômica e regional que infecta o país.

Se quisermos fazer a luta pela democratização das comunicações avançar, então, teremos que tomar alguns cuidados.

Toda vez que algum meio de comunicação comete algum excesso, os que batalham pela democratização desse setor logo pedem “ley de medios”. Isso dá a impressão de que uma legislação mais avançada impediria a mídia de atacar o governo.

Não é isso. A regulação da mídia versaria sobre propriedade cruzada, ou seja, sobre concentração de propriedade de meios de comunicação e sobre uso partidarizado de concessões públicas, mas não impediria críticas a governo algum desde que quem diverge pudesse ter o mesmo espaço. E isso só em concessões públicas, porque um jornal, por exemplo, poderia fazer o que quisesse.

A luta para democratizar a comunicação será árdua e não avançará muito neste governo e nesta legislatura. Ainda poderá levar muitos anos para que avance em um país desigual como o nosso, em que as elites ainda conservam tanto poder.

É muito mais provável que a tecnologia, ao continuar avançando, reduza o poder discricionário que os barões da mídia ainda detêm. Mesmo assim, isso pode demorar, talvez, uma década para produzir os efeitos democratizantes desejados.

Esses são os fatos. Se quiser, leitor, pode chorar. Mas cuidado com o discurso, porque a estratégia da direita midiática é usar o que dizemos para distorcer o que pretendemos, os que defendemos uma comunicação de país desenvolvido para o Brasil.

222 comments

  • Prova de que o problema é continua sendo o congresso (aquele mesmo onde Lula, lá atrás, detectou os “300 picaretas”) está aí agora: a não aprovação do Marco Civil! Vítima do forte lobby das teles!

  • Os gregos diziam que quando há um dilema só se sai dele com imaginação e inteligência. E citam o exêmplo: se alguém esta preso num canto de muro vigiado por um leão, se correr para a direita o leão o vê com o olho esquerdo e se correr para a esquerda o leão o vê com o olho direto. Ele pode se abaixar lentamente, apanhar um pouco de areia no chão e jogar nos olhos do leão, cegando-o, e sair a correr para qualquer um dos lados. Assim se resolve um dilema: inteligência e criatividade. Determinação. Ficar chorando as pitângas, trânsido de mêdo do congresso, preocupado com o judiciário, empurrando com a barriga a solução para os próximos anos pode ser fatal. Pode custar o próprio governo e tudo o que de bom para o Brasil o povo brasileiro conquistou. PT, governo, Lula e Dilma não têm o direito de se acovardarem diante do golpe judiciário e midiático que já foi desencadeado. Tem que reagir com responsabilidade, inteligência e criatividade. Eu não sou governo nem mesmo político, não tenho a obrigação de conhecer a solução para estes problemas agudos e críticos para o Brasil, mas sei que uma boa pista é seguir o dinheiro. Não dá para continuar financiando estes barões da mídia. E este caminho pode ser um entre tantos, como, por exêmplo, cobrar o que estas empresas devem para o fisco e a previdência com ações já julgadas e esperando para ser executadas.

      • Eu também, caro Edu.
        Acho, até, que o governo já poderia ir preparando um relatório para informar à população sobre o que poderia ser feito com o dinheiro arrecadado. Algo como: tantos hospitais, tantas casas populares, tantas creches, escolas, faculdades, etc. Isso inibiria um pouco a campanha contra, não acha?
        Abraços.

    • Putz, disse muito bem, penso o mesmo.
      De que adianta se acovardar porque é difícil? Sim, acovardar na minha opinião, porque é isso que se faz quando se evita o inevitável confronto. Conseguir mudanças reais e importantes, impactantes, não vi ser fácil de forma nenhuma, mas tem que tentar pelo menos. Esse governo da Dilma está sendo uma decepção por nem ao menos tentar, isso e outras coisas mais.

    • Perfeito caro José Ricardo. Confesso que ja estou cansado de ver esta covardia do Governo e do PT. Pessoas como o Eduardo, sacrificam parte de suas vidas e suas economias para manter esta luta e o bando de covardes que poderiam fazer alguma coisa morrem de medo da midia. A batalha no legislativo é dificil e longa mais tem que ser iniciada, devagar, mais tem que começar de alguma maneira, principalmente por quem esta no poder.Mais o que vemos por parte do PT/PSB/PDT e PC do B é pura covardia e defesa unicamente de seus mandatos, a nação que se lixe. O governo alem de ficar com este discurso cretino que o Eduardo mencionou, ainda aumenta os recursos para a Globo.
      Outra coisa, quem manda na PF??? O gabinete presidencial em SP é invadido e o “zézinho cardoso dantas quero ir para o stf” não sabe de nada???? e a ABIN??? é muita incompetencia!!!!!!
      Triste país em que temos que contar com nada mais nada menos do que o famigerado Collor para peitar a Veja e o Gurgel, enquanto os parlamentares do PT, salvo raras exceções, ficam quetinhos…. Bando de hipocritas, covardes…..

      • Concordo com o Zé Ricardo. Criara a saida, com coragem.
        Muitos, a maioria dos problemas do Brasil se perpetuam graças a covardia generalizada da maioria dos cidadãos.

    • Perfeito, faltou eu colocar isto que vc citou agora numa mensagem que coloquei no post anterior como atitudes que o governo deveria tomar. Acho que esta é a melhor.

    • Também assino embaixo! Agora, nem tudo são lágrimas: Levando-se em conta que (eu acho) apenas 2% da nossa população lê jornais e é essa mesma população elitista que serve de massa de manobra pro PIG, por serem analfabetos funcionais, creio que suas vozes não ressoem com tanta intensidade, mesmo por que, são elitistas e não sabem se comunicar com o povo. No caso da televisão, bem, esses tem seus interesses mesclados, ora com a direita, ora com o povão. O que precisamos é fazer chegar um projeto de lei no congresso que obrigue os meios de comunicação a darem direito de resposta em matérias plantadas e comentários tendenciosos de articulistas nazistas. E por último: Que quem estiver no poder “se toque” e trabalhe direito pelo que está sendo pago!

    • parabéns pelo texto….só para não pairar duvidas sobre dívidas, o grupo globo deve e já está vencido U$2 bi ao bndes.concordo plenamente, executa e ponto final. agora ficar dando publicidade para esse grupo, é chamar o povo brasileiro de idiota.agora, publicou ou noticiou fatos mentirosos, chamar rede nacional no ato e desmentir, mas não com a funcionária da globo na comunicação social não é.
      reinaldo carletti

    • J R Romero, as suas colocações são faceis de entender. Argumentar que por isto e aquilo, não vale a pena enviar ao Congresso a tal Lei dos Médios, por que não vai passar.
      Sabemos que tem muitos Miros Teixeiras no Congresso, talvez a maioria e por esse motivo o governo não vai enviar nenhum projeto, o negócio é empurrar com a barriga como o Lula fez. Esperou 8 anos para deixar pqara a Dilma, a Dilma vai deixar para ela mesma, pois se reelegará em 2014, e vamos ficar nesse empurra empurra.
      Ás vezes as coisas são complicadas por que nossos governantes as complicam e vamos ter que ficar com o controle remoto para o resto da vida.Pode?

  • Caro Edu, o legislativo recheado de proprietários de emissoras de rádio e televisão é realmente o maior obstáculo a uma Lei Geral da Comunicação no Brasil. Mas o que poderemos fazer? Será que uma lei de iniciativa popular, apoiada pelo Instituo Itararé, não poderia, por exemplo, impedir a eleição de proprietários e parentes até segundo grau? Creio que os atuais deputados que não são donos de emissoras apoiariam pois teriam uma concorrência bem menor.

        • Eu estou disposto a ajudar e participar. Será que não é possível se valer de meios como o AVAZZ? Pior, é possivel que consigamos fazer isso fora da mídia, usando de todos os meios? É possível que um jurista nos apoie? Como evitar que o judiciário destrua uma proposta popular caso ele consiga passar pelos deputados? Como convencer as pessoas fora da televisão e calar aqueles hidrófobos que surgem do nada pra bagunçar? É complicado.

      • Na verdade, Eduardo, a Folha e o Estadão ao serem contrários
        à Lei dos Médios fortalecem comercialmente a Rede Globo.
        Esta tem rádios, e televisões que são passíveis de trombadas
        com a Lei dos Médios, enquanto seus concorrentes na “imprensa
        escrita” não terão os mesmos problemas. Não é a toa que a
        Globo dá a maior força a ANJ e outras associações congêneres
        ligadas à midia televisiva. Seria uma ótima oportunidade para
        a Folha e o Estadão diminuirem o “tamanho” da Globo, dividindo-a
        ou colocando limites nas suas ambições, até porque a Globo veria
        diminuida a sua influência percentual na verba publicitária do
        Governo. A Folha e o Estadão batem palma pra Globo dançar.

  • Nada como ter alguém que escreva (bem) aquilo que pensamos…

    Não vou chorar, mas gostaria que, com os meus sessentinha anos, pudesse vislumbrar uma mudança lá na frente para os netos.

    Infelizmente, repetindo frase do Carlos Drumond de Andrade em entrevista concedida a Glória Maria:
    “Não há óculos que me faça enxergar à frente”.

  • José Dirceu é pior que o PCC!
    O governo do PT só toma providências quando apanhado em flagrante delito – vide a grotesca exoneração da Chefe de Gabinete da Presidência da República em São Paulo e de seus comparsas! Os reles criminosos vinham agindo desde que empossados pelo inefável Lula, e jamais serão conhecidos os prejuízos que já causaram à nação. O PT, nestes dez anos no poder, armou um arcabouço que lembra uma estrutura de tubulações que canalizam toda sorte de tráficos de influência, corrupções, extorsões, peculatos, concussões, venda de pareceres técnicos, laudos fraudulentos e propinas. Para alimentar estes crimes, foram colocados elementos de confiança do PT (só o Lula nomeou mais de 20 mil) que passaram manipular verbas públicas em favor de corruptores, vide Marcos Valério e Carlinhos Cachoeira. Acontece que estes infames como Rosemary Nóvoa de Noronha e José Weber Holanda, estão cedendo à sua própria sanha, ou seja, a do ganho fácil, comportamentos que vêm se repetindo reiteradamente num governo marcado pela corrupção – basta lembrar as já esquecidas exonerações de seis ministros do governo Dilma! Impossível negar que aqueles criminosos do Gabinete agiam nas barbas da presidente, assim como no que se refere a outros tantos milhares de sectários do PT infiltrados nos meandros do poder! É que para os dirigentes do PT o que importa não é o Brasil, mas o partido e os seus militantes! Para eles pouco significam as Instituições, o processo político democrático, o Estado de Direito, a ética na gestão da coisa pública, mas o poder a qualquer custo! Tanto isto é verdadeiro, que têm sido noticiadas e apoiadas por sindicatos pelegos como a CUT, entidades como a UNE que sobrevive de verbas públicas e organizações de massa como os “sem terra” que até hoje não se sabe do que vivem, as reações de José Dirceu e de seus companheiros corruptos de quadrilha! Afinal o que desejam? Deflagrarem uma revolução, dissolverem as Instituições, proclamarem uma nova República, enforcarem Roberto Gurgel, Joaquim Barbosa e anularem o julgamento do mensalão? O Procurador Geral da República deveria solicitar junto ao Ministro Joaquim Barbosa, a prisão imediata destes criminosos (José Dirceu, José Genuíno e João Paulo Cunha), uma vez que estão insuflando aquelas claques articuladas, subversivas e antidemocráticas do PT a se insurgirem contra decisões do Supremo Tribunal Federal! Aliás, atitudes muito suspeitas devido à semelhança com às do PCC em São Paulo contra a Polícia Militar! Na minha opinião, um corrupto é muito mais danoso para a nação do que qualquer bandido do PCC! Devemos ter em mente, que enquanto aqueles desgraçados nasceram em favelas, filhos de pais viciados, excluídos de quaisquer benefícios e abandonados a uma sorte cruel, por outro lado, um meliante como José Dirceu dispôs de todas oportunidades que a sociedade pode oferecer, ou seja, de nascer no seio de uma família constituída, de receber educações primária, secundária e superior! Muito mais, mas muito mais do que isso, de no usufruto destes privilégios ter conseguido se formar advogado, ter se tornado um político e galgado um dos postos mais importantes deste país! Porém, absolutamente avesso em retribuir aqueles privilégios propiciados pela nação, optou por negá-los, decidiu por abortá-los e se tornar um corrupto, i.é, naquele que fraudou um país, num canalha que desviou recursos públicos endereçados exatamente aos desgraçados, exatamente daqueles que hoje, por seus crimes, são os membros do PCC!
    Eugênio José Alati, e-mail: [email protected]
    Em tempo I: caso José Dirceu fosse condenado por corrupção na China, seria fuzilado com uma bala na cabeça cujo custo seria endereçado à família juntamente com a guia de recolhimento aos cofres públicos!
    Em tempo II: é claro que quaisquer cidadãos poderão discordar da minha opinião. Mas por favor, sejam educados e usem de argumentos, se conseguirem ou disporem! Obrigado.

    • Cara, você é ótimo aluno da Globo, Veja, Folha de São Paulo, Estadão e todo o derivativo desses órgãos.
      Descreveu muito bem o que eles continuamente noticiam de forma bem resumida, dando um final ao texto nos conformes de muitos que pensam igual a você. Você está completamente fora de órbita, a leitura dos fatos é outra, a análise dos índices, os resultados junto ao povo brasileiro é bem diferente. Mude as suas informações, seja crítico também em cima desses meios de comunicação que estão te deixando cego.

    • E quem é que garante que os ”documentos” em que o STF se baseou para condenar José Dirceu e outros são verdadeiros?

      No processo do ”pega de Bicas” em que um médico e um empresário disputavam quem chegaria primeiro na cidade, há um ”laudo” de um perito que diz que a Blazer do empresário (que passou por cima de um fusca matando cinco pessoas de uma mesma família, filha, genro, netas e tia de Dona Delizete Carnaúba) estava a 40 quilômetros por hora. O laudo está lá, mas podemos acreditar nele? O senhor acha sinceramente que uma blazer a 40 km/hora causaria o estrago que causou?

    • E quem é que garante que a teoria do domínio do fato, aberração inventada pelos nazistas, foi bem aplicada?

      Dou-lhe um exemplo pessoal. Era eu presidente de uma comissão de patrimônio cultural do município onde moro. Na qualidade de presidente não me era dado o direito de voto, mas só o de palavra. Os membros da comissão propuseram tombar uma fazenda histórica perto do município, porém de outra jurisdição municipal. Alertei para a ilegalidade do ato. Meu alerta não constou na ata. A comissão votou por unanimidade o tal do tombamento. Se eu não aviso o prefeito vizinho, o negócio prosperaria. E aí eu seria denunciado pelo Ministério Público. Isto foi em 2001. Provavelmente agora o STF estaria apreciando o meu caso, e me condenando com base no domínio do fato, afinal de contas eu presenciei a ilegalidade, e como na ata não consta o meu alerta, eu ficaria perdido e mal pago. E pior, apontado na rua como corrupto.

    • Se é para usar CTRL+C CTRL+V do post anterior, então aí vai de novo:

      Eugênio José Alati, pior do que o PCC ,só José Serra. Este, além da grande participação na privataria tucana, possui ligação com setores do MP, da polícia federal e do STF, representado pelo seu “patrão” Gilmar Mendes. Sua ligação com Daniel Dantas, o banqueiro que roubou bilhões e que comanda o país, usando o PIG como arma, é bastante forte. Forte a ponto de lançar cruzadas contra seus desafetos. Foi assim contra Roseane Sarney, foi assim contra os ministros que saíram do governo Dilma, foi assim até com Aécio, do seu próprio partido, e foi assim com este julgamento fajuto e de exceção que tivemos, que foi a ação penal 470, onde condenou-se sem provas.

      Esta operação Porto Seguro deve ser mais uma de muitas outras que não deram em nada, como a de Erenice Guerra, armadas por Serra e seus aliados na PF, como o Troncon. Que se faça uma CPI da PF, como Protógenes, o cara cassava Dantas, solto por Gilmar Mendes, propõe.

      Vc deveria ficar indignado com os verdadeiros ladrões deste país. Já que vc diz se preocupar com o povo pobre. Veja quem está do lado dos que detêm as riquezas e controlam a economia, dos que surgiram na nefasta e corrupta diratura, dos latifundiários grileiros, dos que são a favor dos interesses alienígenas, dos corruptos de bilhões (privataria, onde atos de ofício provam que bilhões foram roubados). Veja quem faz parte destes partidos PSDB/DEM/PPS/PIG. A não ser que vc seja fanático pela direita e não queira ver a realidade. Aí não tem jeito.

      O PT surgiu da massa, dos trabalhadores, da dissidência política contra a ditadura. Este sim está do lado do pobre, veja como muita gente pobre melhorou de vida com o PT. Já dos outros partidos, da oposição, só tivemos miséria, desemprego e arrocho salarial.

    • desde cedo nunca acreditei em TCs, menos ainda nos tce, tcm como coisa séria.
      Que voce , EUgenio Alati, diga que o pt armou uma tubulaçao porque a midia pegou somente o vazamento da PF , ala tucana, em fraudes do tcu é bem tipico do teu raciocínio…
      Agora, se o TCU é zero porque gente la vende pareceres tecnicos, que nome voce dá para o IPT de Sao paulo que é dos tucanos fez quando analisou as causas da cratera do Metrô em pinheiros ha dois anos?
      o TEU moralismo seletivo, eugenio, precisa responder a esta pergunta:
      Se gente do TCU vende parecer tecnico, QUE VALOR tem os pareceres tecnicos que sao CONTRA o governo federal , contra o PAC nos casos de Belo Monte e as outras hidro eletricas que atrasam os cronogramas?
      Entao só vende a favor…?

    • Dr. Eugênio, por que é o senhor comenta no Brasil 247 com o nome ”Zé já disse”? Há um comentário postado por ”Zé já disse” no dia 27 de novembro às 14:44, que é idêntico ao seu. Só a primeira linha é que difere.

      • Edu…………como que voce deixou escapar este crápula (eugenio josé alatti)???……….esta praga é por demais conhecida.
        só escreve estas asneiras…………um troll eterno.

    • Concordo, realmente o PT estragou a máquina pública, que até então era composta por valorosos e incorruptíveis funcionários, nunca antes se tinha ouvido falar de corrupção, a mídia não divulgava por que na realidade não existia, essa onda começou com a Erundina quando prefeita de São Paulo, deve estar multi milionária, ninguem descobriu ainda porque ela sabe esconder perfeitamente, igual ao José Genoíno e o Zé Dirceu.
      Descobriram do Maluf que não pode sair do País e tambem da turma ligada ao Serra, segundo o livro privataria tucana, porque êles são bobinhos e deixaram rastros, nunca tiveram o poder e nem a sabedoria que o Lula e o PT sempre tiveram para práticas inescrupulosas.
      O julgamento do mensalão esta aí “repleto de provas”, compra de votos para aprovar projetos espúrios, e o que é pior, comprovadamente com dinheiro público, mais ainda, o País está numa draga danada, os últimos 12 anos, na realidade acabaram com o País, desordem, miséria, desemprego, falta de reconhecimento do mundo ocidental, aplaudidos sómente pelos comunas.
      Só não enxerga quem não quer, é só olhar à nossa volta, nossos vizinhos, amigos, conhecidos estão todos numa miséria de fazer dó, né.
      É tudo tão obvio qualquer idiota que tenha no mínimo dois neurônios enxerga, exceto os petistas é claro, pois já nasceram acéfalos.

      Faça-me o favor.

      abçs

    • Eugenio, se eu fosse vc ficaria preocupado, pois me parece, que a claque de petistas estão virando maioria, não só no poder, mais tambem fora dêle.

      abçs

    • Este é um exemplo clássico do resultado de uma mídia nazista.É impressionante a semelhança da atuação e atitude dessa mídia e da coligação psdb/dem/pps com o nazismo. Para eles existe uma raça superior, dos seus partidos, sendo as outras inferiores, e ao PT, aos pobres, e principalmente a Lula, é dado o tratamento que davam aos judeus, instilando diuturnamente o ódio e a necessidade de seu extermínio. Essas “raças inferiores” não deviam ter direito algum de frequentar escolas e universidades, shoppings, supermercados,de ter casa, carro, lazer. Não deveriam ter os mesmos direitos dos “arianos”. Não deveriam ter o direito de ser assistidos pelo governo, nada de bolsa família, de bolsa de estudos, nem mesmo de salário mínimo. Não têm o direito de fazer o que sempre fizeram, financiar campanhas dos aliados, por exemplo. Como podem esses párias ter a ousadia de usar o dinheiro dos impostos, que embolsávamos voluptuosamente sem dar satisfação a ninguém, nada sobrando para infra estrutura, escolas, financiamentos, etc, com essa gente que não tem mérito algum?. Essa pregação diária de ódio, baseada em manipulação, distorção dos fatos, e até ilações ou simplesmente mentiras e invencionices produz o tipo de gente que faz um comentário desse teor, e acredita em tudo que é publicado, completamente cego à realidade ao seu redor. A grande diferença da situação atual para o nazismo é a existência da internet, que eles tentam mas não conseguem controlar, e os votos dos “judeus”, ou seja , dos “não arianos”,o que os enfurece mais ainda a cada eleição perdida.

    • Prezado Edu,

      O louco acima tem a sua disposição todo o PIG pra dizer sua maluquices (Globo, Veja, fsp, estadão, etc). Nestes casos sugiro deletar sem dó e piedade sua participação.

  • Sim, Edu, é fato, ley de médios algum passa no Congresso. Mas podemos verificar alguns avanços por parte de parlamentares. Ouve-se aqui e ali na tribuna, críticas à mídia, coisa absolutamente inexistente poucos anos atrás.
    O que eu acho é que frases assim, partindo da presidenta, podem inibir esse incipiente movimento. No entanto, para sermos um pouco otimistas, Dilma é de falar pouco, e agir quando pressionada.
    E o que pode pressionar mais do que constatar que é mais fácil a PF invadir o gabinete da presidência do que a Globo?
    Fato é que o antagonismo governo do PT versus pig está atingindo o paroxismo. E ela sabe disso. Aguardemos

  • ou seja, pra se garantir na reeleição e evitar desgaste a “tolinha” então deixa de fazer o que tem que fazer, e o que PROMETEU fazer ?

    ORAS, oras, será que à moça não lhe resta a pressão política, o FATO e conclame popular como tentativa?

    ..desculpe, mas eu não engulo não ..tá fácil sempre jogar pro futuro ou falar da base ..HÁ que negociar POMBAS !!!! (e que aqui não se confunda com comprar, alugar e/ou chantagear) – aliás, o que ela tem negociado em troca de tanto recuo ? será que mais impunidade pros aliados e nomeados ?

    VERDADE é que depois de tanto corte, adiamento, explosão de orçamento e cancelamento de promessas/projetos, verdade é que depois deste governo MEDÍOCRE que ela vem fazendo (o do cozidão supremo, tipo LULA II) verdade é que penso que ela esta se negociando muito mais uma trégua pra ver se se tenta fazer com que seu governo não sofra com os torpedos.

    Em tempo, sou pela regulação da mídia sim ..por uma mídia laica e de melhor qualidade ..uma que oferte à classe baixa, que não pode pagar a CABO, uma programação em que ela possa tb se informar e formar, se entreter com qualidade ..uma com menos igrejas, reprises, futebol, novela e realitys ou programas de auditório (autênticos picadeiros de baixíssima qualidade)

    ..sim, sou sim pela garantia de uma maior programação de conteúdo nacional, e pelo combate a quem crítica sem dar chance de oitiva e defesa via editoriais ..sou pela desconcentração e melhor distribuição de verba ..sou pela GARANTIA do uso da palavra e da crítica a qq bandeira ,a QUALQUER UMA desde que ética ..mas tb sou a favor de leis que punam quem mente e quem espalha boataria livremente

    enfim, desde 2011 que percebi que sou contra o governo da DILMA, este que ajudei a eleger (mais por falta de opção, a bem da verdade)

    • Vai se garantir na eleiçao fazendo o pais andar, e os empregos nao faltarem mesmo com crise e baixo crescimento.
      Porque eu tambem quero isso.
      E VAI garantir porque os eleitores sabem que ela é melhor que as TUAS alternativas, romanelli.
      E vai negociar muita coisa porque na democracia se negocia. cOM congresso, empresarios, lobbies, sindicatos e ate imprensa.
      E infelizmente NAO VAI POLITIZAR suas decisoes e alternativas porque nao sabe fazer isso. MAS isso a propria
      sofreguidao da midia inimiga e dos tucanos como voce poderao, mesmo a contragosto, acelerar.
      O custo da energia vai cair, os jurosbem mais baixos vao ter efeitos, o dolar que agora é administrado nao vai ficar ao sabor da de arbitragem especulativa. E voce vai engolir o segundo mandato que será melhor que o primeiro. Sorry.

      • oi segundinho, tudo bem ? ..argumentos tem ?

        olha, é o seguinte, eu NÃO tenho alternativa , e isso é o que venho tentando dizer

        ..talvez, da “minha” geração de líderes, o unico líder que falte ser testado seja o CIRO GOMES .embora aqui tb não aposte minha mão por ele ..hoje sou um descrente

        E quanto a você tentar me apelidar de tucano, demonista, malufista, petralha, psolista etc etc ..desista, isso foi pratica corriqueira usada por diversos blogueiros avessos à ética e a democracia, ou quando não, de muitos deles ligados hoje, ou antigamente ao PIG ..aqui não importando muito, pois INÚMEROS deles, até mesmo uns dito “independentes”, apesar da troca de muda, continuam tendo os pêlos, hábitos e maneiras idênticos

        abrá

  • Nas eleições em 2014, quem sabe o PT acorde e faça o que nunca fez até hoje, uma campanha cujo eixo central seja o de enfatizar ao eleitor que não basta eleger Dilma, também é necessário dar a ela maioria no congresso e para tanto, deve votar em deputados federais e senadores do PT ou de partidos coligados.

    • Acho que não é só o PT, no sentido dos dirigentes, mas também os militantes, eleitores e demais progressistas. Ou seja, nós. E não devemos esperar 2014 para começar, é preciso começar já a conscientizar o máximo de pessoas que não adianta um executivo que não tem apoio no legislativo, seja federal, estadual ou municipal. Falando francamente, precisamos de mais deputados e senadores do PT, PSB e PC do B do que do PMDB e PDT, que estão na base aliada por algum motivo que não o projeto do governo. E agora ainda vem o PSD, para pedir cargos no governo, mas na hora das reformas progressistas, bloqueia tudo por baixo do pano. Ou alguém imagina mesmo da Katia Abreu votando em reformas progressistas, só para facilitar a ambição política do Kassab? Eu não.

  • A nossa luta é de formiga neste formigueiro chamado Internet. Continuaremos a tomar conhecimento e espalhar denúncias dos malfeitos e dos interesses contrários a Democracia e a República que precisamos consolidar. Os valores que construirão e solidificarão um novo modelo de desenvolvimento para o povo brasileiro estão nos esforços de um governo comprometido com bem estar social, em especial na educação, assim estaremos aptos a eleger representantes envolvidos com as causas da maioria, agora debilmente representada.

  • Pergunto : Como JK construiu Brasilia, no meio do nada ( para ficar em apenas uma grande obra ), apesar da midia , dos militares e empresarios golpistas , da UDN com Lacerda gritando sem parar , poucos recursos, em cinco anos , fatores externos ,etc… ? Além do que já foi escrito , responderia : com ousadia. Ele pagou seu preço e entrou para a história. Como disse Fernando Pessoa :
    “O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem…
    Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”.

    • Pois é, aqui todos ávidos para que a liderança chame para o ousado, mas o que temos é que em sete longos anos, essa liderança não conseguiu evitar que a casa grande, sem provas, condenasse a prisão, Zé Dirceu, Genoíno, João Paulo e Delúbio, pelo mais do mesmo, que todos eles utilizaram e utilizam, desde sempre, o caixa dois de campanha, e o pior, não conseguem sequer incluir no relatório final da CPI do Cachoeira, como acusados, mesmo havendo enxurrada de provas, o mequetrefe do policarpo caneta e o prevaricador da república. O mais triste é que se ouve apenas a voz de Collor na luta.

      Lança-se um livro revelador e cheio de provas como o Privataria Tucana e nada acontece, mesmo vendendo mais de cem mil exemplares. O prevaricador faz cara de paisagem e a mídia de surda.

      A seção paulista da PF divulga que grampearam a secretária do gabinete da presidência em São Paulo e que em troca de indicações de barganhadores de pareceres, ganhou viagem de cruzeiro Rio-Santos de três dias, armário, camarote de carnaval e outros de mesma linha, e desde sexta-feira, toda a grande mídia, não para de falar nisso.

      Enquanto isso a presidente, ao invés de indignar-se com a ousadia da PF em invadir sua antesala e reagir convocando cadeia de rádio e televisão, para explicar a nação o absurdo cometido, prefere ficar exonerando no segundo e terceiro escalões, tentando acalmar a mídia, declaradamente inimiga, sem ao menos notar que ao lado tem um MJ que não controla seus subordinados, é por eles ignorado ao decidirem quem investigar, bastando um plano para justificarem aos que deveriam comandá-los, que houve razões para que eles cuidassem do som e do ritmo do baile, à revelia dos comandantes.
      Durma-se com o barulho, de um baile da dona Aurora desses.

  • Rio de Janeiro 25 de novembro de 2012

    Presidência da República; Dilma Rousseff
    TV BRASIL: Diretoria
    Assunto: Projeto Para os Jovens Talentos do Brasil

    Prezados senhores (as) e prezada presidenta Dilma Rousseff, a TV Brasil pode fazer muito pelos nossos jovens, mas falta ousadia para mudar esse complexo de TV atrasada e burocrática, que não faz nada para se promover e divulgar o canal. Hoje em dia nós temos os programas Ídolos e The Voice, mas esse programas só revelam cantores sem carisma e sem o brilho de uma estrela, pois para ser uma grande estrela o talento de compositor é fundamental, é por isso, que os antigos festivais revelaram tanta gente boa e com alma de artista. Hoje nós temos a internet e as redes sociais como uma grande aliada, e se bem exploradas podem ajudar a TV Brasil entrar na boca e na cabeça dos nossos jovens, é por isso que a TV Brasil tem que resgatar com urgência os antigos Festivais Universitários. Senhores (as) vamos agir e fazer uma enorme diferença para os nossos jovens, por isso sugiro o projeto, Festival Brasileiro da Canção Universitária, onde cada universidade selecionaria o seu representante e que depois de uma pré-seleção de um juri de artistas, participariam da competição, que seria transmitida ao vivo aos sábados ás 22 horas , dia que muita gente não tem boas opções de um bom programa na TV. A Petrobras poderia patrocinar esse festival, já que banca muitos projetos sem cunho social, tendo uma bela premiação para os finalistas e o projeto da gravação de um DVD ao vivo. Todo sábado nos teríamos 10 participantes sendo 40 no total, e cinco por semana se classificariam até a final, sendo que três seriam selecionados pela internet e telefone, e os outros 2 por um juri de artistas. Senhores (as) fazer TV não é complicado o que falta é gente que realmente busque ajudar os nossos talentosos jovens brasileiros, que precisam de mais incentivos e oportunidades por parte dos nossos governantes. O bacana desse festival é a participação das torcidas, que envolve emoção e uma paixão, que pode se espalhar pelas redes sociais, isso ainda não foi tentado pelas outras TVs de uma maneira positiva, essa é a grande carta do festival. A grande final poderia ser no maracanãnzinho. Já estou cansado de mandar sugestões de projetos para a TV Brasil e não ter uma resposta da sua direção.

  • Então quer dizer que Dilma é uma coitadinha, que está tentando fazer reformas no
    anacrônico sistema de regulação da mídia no Brasil, mas não consegue por em
    prática porque congressistas “malvados” não deixam??!!

    Ora, o que há é um acordo de co-existência pacífica entre a cúpula do PT e a grande mídia.
    A cúpula do PT não tem nenhum interesse em mudar as regras oligopólicas de concessão
    de rádio e tevê no Brasil enquanto estiver no poder. O que falta é vontade política e interesse
    do governo em mudar as regras do jogo, que permitem a concentração da mídia nas mãos de
    poucas famílias. A Argentina dos Kirchners não está enfrentando?! O Equador e a Venezuela
    também?! Em todos estes países, houve reações conservadoras fortes, porém, houve coragem
    e simbiose popular dos respectivos mandatários.

    O PT vai completar doze anos ininterruptos de poder (com grandes chances de serem 16) sem
    fazer nenhuma alteração legal de longo prazo que democratize mais o nosso país e garanta mais
    direitos aos trabalhadores: não fez uma lei da mídia, não melhorou as leis trabalhistas, não tomou
    de volta as empresas privatizadas, ampliou as alianças com setores conservadores (vide Record e
    Igreja Universal), é cúmplice nesta canalhice que está sendo as obras para a Copa do Mundo, que
    só beneficia a FIFA, a CBF e as empreiteiras….

  • Rui Falcão desautoriza relator petista da CPI: ‘Não pedi a você o indiciamento de jornalista’

    Do Blog Josias de Souza (27-11-12)

    O presidente do PT, Rui Falcão, reuniu-se com representantes do partido na CPI do Cachoeira. Relator da comissão, o deputado Odair Cunha (PT-MG) pediu socorro ao partido para salvar seu relatório. Em vez de palavras de apoio, ouviu críticas, sobretudo de Falcão.

    O mandachuva do PT disse a Odair (na foto) que está “apanhando” da imprensa por ser o suposto mentor do texto final da CPI. Insinuou que só não respondeu às críticas para preservar o relator. Mas fez questão de desvincular-se da carapuça.

    A certa altura, Falcão indagou: “Não te liguei pra pedir o indiciamento do Policarpo [Júnior], liguei?” Referia-se ao diretor da sucursal da revista Veja em Brasília, acusado no relatório de manter com o bicheiro Carlinhos Cachoeira relações que, na visão de Odair, extrapolaram as fronteiras do jornalismo.

    Odair reconheceu que, de fato, não recebera orientação direta de Falcão. Mas afirmou que o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), falara em nome do presidente do partido. Falcão retrucou. Negou que houvesse feito qualquer pedido. Ausente da reunião, Tatto foi desautorizado sem defesa.

    (…) “O que estava combinado”, disse Falcão no encontro, é que o PT tentaria convocar o repórter de Veja para depor na CPI. Frustrada a iniciativa, o pedido de indiciamento não faria nexo. Falcão recordou conversa telefônica que tivera com Odair depois que tomou conhecimento do texto dele. “Eu disse pra você: como é que pode indiciar uma pessoa que não foi convocada a depor? Todo mundo estranha.”

    Continua:
    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

    • Este Rui é o maior exemplo da turma dos covardes e hipocritas do PT que bajulam o PIG. Não merece os votos que recebeu. Considero esta turma pior que os canalhas da direita, pois são lobos em pele de cordeiros, safados, pilantras, maricas….

      • Esse é o Falcão, burocrata de lutas intestinas no PT, que entregou o Amauri Junior (Privataria Tucana) entre outros relacionados ao Pimentel a Veja e quase faz naufragar a candidatura de Dilma em inicio de campanha, em 2010.

    • Esse PT nãp tem jeito. No momento em que o relator da CPMI do Cachoeira precisa de apoio, o próprio presidente do partido tira o corpo fora. E ainda repreende o relator!! Lembro ao sr. Falcão que no julgamento da AP 470, a ministra Weber disse alto e claro:”Para condenar não há necessidade de provas. Basta a acusação”. Ora, seguindo o mesmo raciocínio, para indiciar alguém na CPMI não é preciso que alguém tenha ido depor. E no caso do Policarpo, não são “provas tênues”. São bem consistentes. O sr. Falcão está preocupado com o que os outros pensam. Se o presidente do PT age assim, nada a estranhar no comportamento pusilânime de deputados e senadores petistas.

    • Quem viu Rui Falcão, quando ele era defato Falcão, hoje vemos Rui Pardal, não é desmerecer o pardal mas é uma ave comum, é assim o presidente do PT, falta-lhe c…..
      E o que é mais inacreditável, passou o diálogo com o relator da CPMI, para o picareta da mídia.
      Esse presidente do PT caiu de paraquedas na direção, e pela atuação politica dele, é uma lástima.
      Será que é da corrente do Zé, Bernardo, Palocci e outros do mesmo naipe.
      Nós petistas estamos perdidos, não é á toa que Lula se sobreçai politicamente no meio dessa turma.

  • Nesse caso, temos mesmo é que chorar.
    Ou, em última hipotese, pedir uma outra ditadura que feche esse congresso, esse stf, empastele todos os meios de (má) comunicação, esses TUDO?
    Infelizmente é melhor uma democracia capenga que uma ditadura.
    Já provamos uma e que só nos deixou amargas e profundas dores.
    Finalizando, caro Eduardo, baseando-me no seu bem ilustrado post e usando uma de suas opiniões, só nos resta chorar.
    É dolorosa essa constatação. Começamos um dia sob os ares das incertezas.
    Esperar para ver o que o governo vai fazer? Eu tenho resposta.
    O post deixou-me tonto.

  • O Consórcio do satanás (pig+psdb+Dem) sabem que irá perder pela quarta vez em 2014.Por isso, estão desesperados, pois serão extintos, pra o bem do Brasil .Vejam esta matéria:

    JAC Motors lança pedra fundamental nesta segunda na BA

    26 de novembro de 2012 – 15:48 | 0 comentário(s)fonte: Corrigir |Imprimir |

    O governador Jaques Wagner, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, os presidentes da JAC Motors da China e do Brasil, An Jin e Sérgio Habib, lançam, nesta segunda-feira, 26, às 14h30, no Polo Industrial de Camaçari, a pedra fundamental da fábrica da montadora chinesa na Bahia. De acordo com o cronograma da empresa, o primeiro automóvel JAC Motors brasileiro fica pronto no final de 2014.

    Durante a cerimônia, a direção da montadora vai enterrar um automóvel JAC J3 no terreno da fábrica, com textos e fotos de visitantes do Salão do Automóvel e internautas. Os presentes à cerimônia de lançamento da pedra fundamental da JAC também poderão inserir mensagens. A cápsula do tempo será aberta em 2032.

    A capacidade da planta de Camaçari será de 100 mil unidades anuais e a previsão é de abertura de 3,5 mil postos diretos de trabalho e 10 mil indiretos. Serão investidos R$ 900 milhões no complexo industrial. De acordo com a direção da empresa, 95% das vagas serão ocupadas por profissionais baianos, com mão-de-obra formada no Senai/Cimatec.

    O projeto da JAC Motors na Bahia começou a ser trabalhado há dois anos, com viagens do governador à China e a Brasília para negociações com a montadora e com o Governo Federal.

    Além da JAC, as negociações atraíram a maior fabricante de caminhões do mundo, a também chinesa Foton Motors, que firmou protocolo de intenções com o Governo da Bahia, neste ano de 2012, para a instalação de uma unidade em Camaçari até 2013. Um investimento de US$ 300 milhões, que vai gerar mil empregos diretos e seis mil indiretos.

    Economia Nordeste com informações do Governo da Bahia

  • É que para uns, o melhor mesmo era continuar a direita governando dando curso aos 500 anos de saque ao país e de construção de desigualdades com as quais convivemos, e, que, ainda bem, nos últimos 10 anos temos descontruído. Cinco séculos que produziram inclusive mentalidades obtusas como algumas de alguns comentários, mas há também outros que acham que poderiam fazer uma revolução popular tipo grêmios estudantis, e, esses, diferenciam-se dos primeiros apenas no método de combate, uma vez que os resultados da luta são os mesmos, quais sejam: o enfraquecimento de um governo o mais justo possível para o momento e o fortalecimento daqueles levaram o país ao caos. Não que eu não fique indignado com a impotência perante essa canalha de mídia podre, mas não vamos subjugar a inteligência e competência de gente como Dilma e outros, forjados na luta e sentindo na carne as agruras daquela malta, eu não sei bem todos os motivos, mas esse levantado pelo Eduardo certamente é o mais forte. Daí, coloco-me na posição dela, faço um barulhaço sem muita esperança de sucesso e perco as conquistas até aqui cedendo para uma direita corrupta e incompetente, ou tento consolidar mais a democracia ainda capenga que vivemos para dar o bote certeiro. Não sei se isso é certo ou errado, mas também eu só estou à frente de cum computador opinando, e não, decidindo a vida de milhões de pessoas, boa parte delas que pela primeira vez na vida têm um pouco de dignidade. Não sei não, é de pensar…

  • Enquanto isso, a revista Época dessa semana, exibe uma reportagem acusando a presidente argentina Cristina Kirchner de tentar calar a imprensa com a nova Ley de Medios, que entrará em vigor em dezembro próximo. Como não podia deixar barato, também acusou o ‘ditador’ Hugo Chávez de também censurar a mídia independente na Venezuela. Esse é o artifício que esses oligopólios de mídia possuem para desmontar a luta pela democratização das comunições: se colocarem como vítimas de governo censor e se autointitulando independentes e livres.

    • Valem como se fosse verdade.
      E ponto.

      Quem vê tv, ouve radio, le grandes jornais e revistas acreditam piamente que Hugo Chavez e Cristina Kirchner SÃO DITADORES, CENSORES.

      É surreal.

      Porque a Tv Brasil não toma a frente e poe na pauta uma serie bem documentada, sobre a regulação da midia tv/radio em todo o mundo, tomando como ponto de partida o relatório do Frank la Rue, relator especial da ONU para a liberdade de expressão e opinião?

      Poderia ser organizada pelo Prof Laurindo Leal Filho que por sinal faz semanalmente via tv Camara e Tv Brasil o bom “Ver TV” – onde se discute as peripécias da nossa tv aberta. Inclusive já se fez debate sobre o assunto em pauta – muito bom por sinal. Mas teve a contrapartida PIG, o Observatorio da Imprensa sobre o assunto comandado pelo reacionario Alberto Dines – Como de as ideias do PIG precisassem de mais defesa. Só um Prof Venicio Lima não faz verão, né?

      Ok, a tv Brasil está melhor a cada dia, programação de qualidade, prof Emir Sader de comentarista politico internacional – um diferencial sem duvida!
      Mas dá pra fazer mais, é preciso fazer mais…

      Cortem o $$$$$ das emissoras golpistas, arrostem. Lhes deem o minimo – nao merecem mais que isto. Deem um up na Tv Brasil, partam pra rede nacional de radio e tvs publicas, invistam nisto – e sem dó, é causa básica. Não dá mais pra continuar com esta timidez comunicacional. Não há trégua, não há contraditorio. O PIG é monocordio, não está mais dando pra suportar…

    • A diferença é que, mesmo sob forte ataque, estes governos citados tiveram a
      coragem de agir, de fazer algo e não consta que perderam as eleições por causa
      disso…. Mantiveram o apoio popular, fortaleceram a economia e deram uma banana
      aos oligopólios midiáticos das suas respectivas nações.

      Enquanto isso, no Brasil, a cúpula do PT prefere o conchavo, a co-existência “pacífica”, o conluio
      por cima…. Bando de covardes, isto sim! Para eles, vale a máxima de Churchill: “Entre a guerra e
      a desonra, eles preferiram a desonra…. E vão ter a guerra!”

      Triste que este partido pareça ser a única opção viável eleitoralmente para a esquerda nacionalista.

  • Na Suica, por muito tempo, nao sei se ainda e valido, havia uma proibicao de que donos de bares e restaurantes pudessem se candidatar a cargos eletivos. A razao e obvia. O poder da “cachaca” e grande para convencer o eleitor.
    Ao meu ver a solucao comeca com.
    Campanha eleitoral de 2014. Lula so faz campanha para deputados e senadores do PT. Todos os outros partidos sao proibidos de usar santinho, foto, ou mencionar o Lula na campanha. So o PT.
    Lula entra em campo, se candidata ao Senado ou a camara tanto faz, puxar votos para uma grande bancada.
    Movimentos sociais iniciam uma campanha por uma assembleia constituinte EXCLUSIVA, que funcione a parte do legislativo, do executivo, do judiciario e da midia.
    E mais facil fazer a lei dos medios via constituinte…

  • Comecemos uma campanha pela politização do povo por meio de seminários de bairro a bairro e um geral na cidade, no estado e por fim no país. Assim foi feito na Argentina segundo um amigo argentino que participou ativamente durante todo o processo. Abração Edú, e o meu muito obrigado pelo be-a-ba.

  • Ótimo artigo, coisa frequente nesse espaço. Ontem assisti na TV Senado alguns discursos em um seminario que tratava das TVs comunitárias. Os representantes desse seguimento reclamavam da indiferença do governo federal a um projeto de expansão das TVs e radios comunitarias. Projetos dormem nas gavetas e o governo fica só no discurso. Tudo bem que a Dilma não tenha maioria no congresso, mas o executivo não poderia fazer a sua parte?, Cadê a internet popular?, Por que não há TV Brasil no país inteiro?. A Helena Chagas concentrou a maioria da verba publicitária nas Tvs e jornais das grandes “famiglias” da comunicação e o Paulo Bernardo defende que a Anatel regulamente a internet no país, ou seja, a democratização das comunicações neste país não é projeto deste governo. Não tenho mais ilusões. Enquanto isso o sistema Globo deita e rola em cima do PT destruindo sua reputação. Não tenho ódio ao chamado PIG, pois estes fazem a parte que lhes convém, eles defendem seus ideais. Quem pensa diferente se informa aonde?. Por enquanto só na internet, por enquanto…

  • Caro Eduardo,

    O Congresso só funciona sob pressão, como já dizia o finado Ulisses Guimarães. Alguém poderia publicar aqui a lista de todos os deputados e senadores que fazem parte da CPMI DO CACHOEIRA, com seus devidos e-mails, pois parece que o Rui Falcão se acovardou e está deixando o relator ODAIR CUNHA na mão. Vamos entupir a caixa-postal desses sujeitos e também do Rui Falcão, para mostrar para eles que o povo não é otário para aceitar esta covardia. E atenção: cada eleitor do Estado de cada candidato é que deve mandar o e-mail. Não sendo do Estado deles, eles não estarão nem aí, pois eles sabem que não precisam contar com eleitores de outros Estados que não seja o deles para serem eleitos.

    O texto para os congressistas pode ser o seguinte:

    Senhor Deputado (ou Senador),

    Moro em (dizer o estado do político) e votei em V.Exª. na última eleição, para que pudesse me representar na Câmara (ou Senado). Sendo assim, lhe informo que sou a favor da aprovação do relatório do Deputado Odair Cunha da forma que se encontra, com o indiciamento de todos aqueles já divulgados pela imprensa. Caso V.Exª. não acompanhe o relator aprovando o relatório final da “CPMI do Cachoeira”, nunca mais terá o meu voto, pois considerarei que o parlamentar traiu a minha confiança.

    Atenciosamente,

    Fulano de Tal
    Eleitor da Zona Eleitoral tal, da Cidade tal
    (É bom colocar isso ou o deputado pensará que é informação falsa).

  • Gostaria de parabenizar o colegaJosé Ricardo Romero,por conta de seu comentário.É isso mesmo,usar o que esta ao alcance do governo,para desconcrentrar a mídia.

    Usar de termos mais coerentes para fazer ganhar corpo e força inclusive junto as classes médias.

    Reforma capitalista para mídia.Desconcentração de meios,uso irrestrito por parte do governo do impedimento das propriedades cruzadas.Existe sim forma de cooptar no sentido positivo senadores e deputados que são concessionários de retransmissoras das redes de TV.

    Cobrança de dívidas em relação ao Fisco.

    Gastar menos com publicidade direta e indireta nos grande veículos principalmente a rede Globo.

    Criar junto ao (IPEA ou IBGE),ou até mesmo um convênio com IDEC,PROCOM uma forma de medir a ral audiência das redes de televisão,ampliar o escopo das pesquisas,fazendo verificação de audiência em todos,repito todas as capitais e cidades com mais de 200 mil habitantes.Direcionar as verbas publicitárias,baseadas nos resultados obtidos apartir destas pesquisas.

  • A Dilma deve considerar que estamos numa ditadura, “Ditadura da Mídia”. E tem muita gente sendo silenciada, principalmente no direito de resposta e defesa, mas também no direito de informar e se pronunciar.

  • Dilma e o controle remoto. Na análise do titular do Blog, temos um estudo polimático. Prima pelo realismo e coerência. Pela percepção intelectivo-afetiva com a importância formal, virtual e vivencial do fato. Clara,direta e inexorável também a opinião cirúrgica sobre onde está o nó, que amarra a decisão da Presidente quanto à já qualificável como tristemente célebre Lei de Regulamentação da Mídia. Evidente que nesse nó entram os corriqueiros recursos com que, se sinais de aprovação da lei surgirem, as “oposições” a mil por hora entram com ação no STF… Não se apagam todavia as esperanças de que pelo esclarecer-se a população, essa mesma cuja maioria elege Lula, Dilma, Haddad, etc., entre em campo. E levante seu clamor poderoso, para que o Brasil quebre esses midiáticos grilhões, armados pelos primevos instintos, majestáticos do – eu posso, quero mais. Tudo para mim. E as minorias atrasadas, pobres e feias, que se danem.

  • quanto mais uma sociedade tiver horror de politica e tratar todos como bandidos e uma imprensa como”santinha”,o resultado é esse q estamos vendo.alias:nossa sociedade está aprovando os desmandos da grande imprensa como nunca se viu!sociedade hipocrita e atrasada feito a brasileira,merece isso sofrer.mas gostam!

  • Ótimo texto, Eduardo!
    Acho estranho muitos cobrarem só a Presidenta e o PT sobre certos assuntos: regulação da mídia, reforma política, reforma tributária, etc. O Congresso não tem responsabilidade, então? Quando se vota irresponsavelmente, quando os eleitos não têm compromissos com vários assuntos que dizem respeito aos cidadãos, o que se pode esperar? Tem gente que sequer lembra em quem votou para deputado federal ou senador, mas se lembra só do Presidente do País – esquecendo que temos um Congresso que avança a passos lentos e não estamos numa ditadura (graças a Deus) em que o Presidente realmente “manda”!
    No momento, temos que depender do controle remoto, infelizmente!
    Lembro a todos que o Congresso da Argentina aprovou a Lei da Mídia, e, mesmo assim, a choradeira permanece, pois, de fato, á mídia tem grande poder.
    Nosso Congresso, apesar da grande base aliada, é um “saco de gatos”. O Senado então, nem se fale. Alí há uma imensa concentração de poder do qual NÃO podemos contar sequer para uma convocação de um PGR em que todos sabem que prevaricou, ou de um ministro do supremo que mentiu!
    Ora, é muito fácil ” despejar”a culpa na mandatária do País, mas, no fundo sabemos que enquanto não tivermos representantes sérios no Congresso, o que desejamos vai demorar o tempo necessário até que votemos com mais seriedade em nossos representantes.

  • Eu sempre achei que o nosso problema é esse mesmo, a tão propalada correlação de forças.
    Não creio porém que o governo Lula tenha sido diferente neste tema. Fazer um documento em final de mandato para o outro colocar o “sino no pescoço do gato” não creio que seja correto.

    O problema hoje é que para realizar o que o Brasil precisa teríamos que ter quebra constitucional e isso convenhamos poucos proporiam e ninguém acredita que alcançaríamos o objetivo.

    No caso do Congresso, ninguém crê ser possível realizar reformas como a Política(fim do dinheiro privado) o que ajudaria em muito a diminuir o poder de chantagem da mídia em cima dos congressistas, muito menos a regulação da mídia. Se nem um jornalista conseguimos convocar numa CPMI imagina…

    Agora embora seja muito importante o parlamento, parte do medo que nele se constata, não vem só da pura chantagem e sim de ausências de medidas fortes e erros do executivo que cito alguns exemplos:

    A construção de uma ABIN eficiente foi abortada e uma clareza do papel da PF também com a demissão injusta de Paulo Lacerda. Isto se deu por uma denúncia sem prova alguma. Isto enfraqueceu o executivo e fortaleceu exatamente os golpistas e defensores do atraso.

    A indicação de PGR por lista elaborada por entidade que nunca teve tradição democrática e sem compromisso algum com mudanças, é um duro golpe nos defensores da democracia e das mudanças ensejadas nas urnas.

    As indicações da quase totalidade dos juízes do STF de forma totalmente incompetente, faz com que se agregue a uma já forte articulação antidemocrática e anticonstitucional uma instituição muito importante.

    No caso específico da PF eu diria que as sinalizações que o executivo deu em relação a vários casos ocorridos, também só serviram para fortalecer os nossos inimigos. Quando um delegado em SP articula junto a setores da imprensa a favor da candidatura Serra, no chamado caso Vedoim, o que fez a direção da PF com um servidor que deveria ser demitido? Em contrapartida, o que fez com Protógenes? O que fez com Paulo Lacerda?

    Imaginemos um cenário onde o PGR estivesse atrás dos inúmeros escândalos dos tucanos e da grande mídia e um STF que também assim fizesse, será o quadro no parlamento seria o de medo da mídia como é hoje?
    Não temos que ficar lamentando, más temos que colocar o dedo na ferida. Parte dos nossos problemas ou ao menos a amplitude que começaram a ter foi por nossa culpa.

    Mesmo depois de tudo o que passamos, o juíz que foi sabatinado disse que não achava correto os réus da penal 470 baterem as portas da Corte Internacional, isto é um mau indicativo. Será mais um?

    Se quisermos continuar mudando o Brasil e dar saltos institucionais, vamos ter que colocar pessoas nos postos que tenham compromisso com o que as urnas estão dizendo. Fazer diferente disso, além de ser antidemocrático e pura burrice!!!

    Se assim fizermos, o Congresso vem com a gente. Afinal de contas, todos gostam de votos!!!

  • O que nos podemos fazer? Tornar-nos midia.

    Voce esta’ fazendo sua parte, com o Blog da Cidadania.

    Eu estou fazendo a minha parte com o CloudNews (www.cloudnews.com.br).

    A midia impressa nao vivera’ por mais muito tempo — e parte da estrategia da Dilma e’ promover a inclusao digital, com computadores, tablets, smartphones, etc.

  • É então vamos no sentar e esperar o governo trabalhista ser enxotado do poder pelo judiciário, sob o controle do PIG. Mais um pro saco, Honduras, Paraguai e Brasil.

    • “Governo trabalhista” este que não fez uma lei sequer de longo prazo para melhorar a já
      arcaica CLT brasileira. Que deu aumentos anuais do salário mínimos maiores do que os
      do tempo de FHC, mas ainda assim insuficientes…. alguns anos, irrisórios! Que nunca se
      coçou para reduzir a jornada de trabalho do Brasil, que é uma das maiores do mundo.

      “Governo trabalhista” que fez concessão do patrimônio público à iniciativa privada, que não
      dialoga com funcionários públicos em greve, que prefere o convescote dos barões da mídia a
      dar voz a uma imprensa mais plural….

  • concordo.
    mas, na colméia brasil quase (o eduardo guimarães é exceção) todos nós ficamos esperando que a abelha rainha faça tudo.
    o legislativo não existe para fazer leis? pois que as faça. inclusive a lei de mídia.
    o mais triste é ver o governo apanhar sem defesa por parte de seus partidários.
    o senador collor detectou uma máfia na pgr, denúnciou do alto da tribuna do senado, sem ouvir um mísero”apoiado”!
    por outro lado, o poder judiciário, tão cioso para punir gente do pt, coabita com um cidadão que não se defende de uma seríssima acusação de prevaricação.
    enquanto isso os deputados e senadores do pt fazem cara de “não me viu, será que amanhã faz sol”?

  • Eduardo,

    Sabendo desta situação, por que o PT não apóia o planejamento e ações para movimentos de ruas cobrando a mudança? Onde está a CUT, FUP, Sindicatos e outros movimentos sociais que apoiam o governo?
    Existem muitas formas criativas para a mobilizãção da população para este tema. A causa é nobre, o governo tem alta aprovação na sociedade. O que uma Globo pode fazer contra um movimento de rua pedindo a “Ley dos Medios”. Simplesmente é o comdoismo das lideranças. Milhares de pessoas reconhecem o poder de manipulação da Globo e o que ele representa de nefasto para a Sociedade.
    Por que não engarjar neste movimento, setores progressistas das igrejas, artistas com sensibilidade social, intelectuais, parlamentares do PT, sindicatos, cidadãos esclarecidos?
    ]

  • Continuo achando que a Dilma, assim como o Lula, ficarão na história pelas oportunidades perdidas. Nós, que os apoiamos há décadas, temos a mania de achar que o que fizeram pelo social é muito etc. etc. Não, não é! Sempre se mostraram covardes nas horas decisivas. E me desculpe, se for verdade o que sua fonte lhe diz, que decepção com a Dilma (a mesma que tive com o Lula). É uma covarde que não honra sua história política. Ficou velha e pusilânime? Faltou, então, ler e entender mais Darcy, Niemeyer, Brizola. Estamos orfãos na política. Sem líderes. Apenas alguns poucos covardes travestidos de esquerdistas e voltados para o povo, mas que na realidade fazem o jogo político da elite direitista e reacionária do Brasil e do sistema mundial. Dilma, a continuar praticando sua covardia e letargia, vai conseguir com que a esquerda perca o poder e o país chafurde na leniência administrativa secular. Lamentável.

  • Edu, infelizmente nosso congresso não é capaz de aprovar um único relatório contendo provas cabais sobre o envolvimento de certo setor da mídia com o crime organizado, quiçá um projeto de lei que coloque rédeas curtas nos barões da mídia. Não sou tão otimista como você que acha que em médio prazo possamos aprovar uma Lei dos Meios de Comunicação, passar por cima de forças que se acumulam desde Cabral não será uma tarefa tão simples assim.
    Meus sinceros cumprimentos.

  • Na Argentina o governo apresentou a Ley de Medios, o Congresso a aprovou e o Judiciário, embora tam bém a tenha considerado constitucional, tem aceito alguns entraves à real aplicação dessa Lei. A principal cláusula, que é o DESINVESTIMENTO, deverá entrar em vigor no próximo dia 7 de dezembro.

    Eu pergunto e eu mesmo respondo: Porque os argentinos estão tão à nossa frente? Porque eles são muito mais politizados. Porque não existem por lá tantos partidos políticos sem nenhuma ideologia, totalmente fisiológicos, esfacelando o poder do governo no Congresso. Porque nenhuma novela na tv argentina alcança perto de 50% de audiência, gerando um poder único e avassalador em nivel mundial, como é o caso da rede Globo de Televisão, audiência que se transfere automaticamente para o malfadado JN.

    Continuando assim, nem daqui a dez anos, Eduardo.

    ao malfadado Jornal Nacional.

    Continuando assim, nem daqui a dez anos, Eduardo.

  • Eu já tinha falado,mais ou menos como o comentário do sr, José Ricardo,quando da eleição do Hadad a prefeito de São Paulo,diminuir drasticamente as verbas para os grandes veículos,sufoca-los com sua própria corda,pois esta pressão constante em cima do governo,do Lula e movimentos sociais não é barato,E pelo bolso que se vai combater a velha mídia,e os congressistas que estiverem ligados de alguma forma a mídia terão que ceder,diminuir a pressão,negociar.dai talvez saia alguma coisa,pois dos grandes veículos,estes ja demonstraram que não tem negócio,pensam com o figado,preconceito elevado ao ódio profundo.Ha meios de o governo pressionar,mas é o medo,atávico até diria,que o mantem congelado,imovel quando se trata da comunicação.E ainda por cima temos 2 bananas no ministérios da justiça e da comunicação,talvez escolhidos intencionalmente para fazerem o que fazem melhor,cacarejar.

  • O PT, há muitos anos, abdicou de suas raízes no movimento popular. Tornou-se um partido “normal”. Então, agora, dependemos de alianças com partidos de direita, como PMDB de Sarney, PP de Maluf, etc.

    A Presidenta Cristina Kirchner conseguiu aprovar a Ley de Medios por que sua aliança é com o movimento de massas, principalmente os sindicatos.

    Então tá, vamos aceitar essa tese dos governistas: o problema é o Congresso. Mas, mesmo assumindo essa premissa, há coisas que o governo poderia fazer, e não faz. Por exemplo, por que não aportar dinheiro na Telebras, via BNDES, para que a Telebras possa oferecer banda larga barata e universalizada? Será que a famigerada “base aliada” também não aceita isso?

    Estamos num circulo vicioso: o PT, ao não se conectar com às organizações da sociedade, não tem votos suficientes no Congresso para propostas mais avançadas. Não fazendo propostas mais avançadas, abre espaço para que partidos “aliados” continuem fazendo Dilma refém deles.

  • Concordo inteiramente com Douglas Otaviani Tôrres e Roberto Locatelli. O corte das verbas publicitárias para o PIG não dependem de ninguém além da vontade do Poder Executivo. Logo, CORTA DILMA…

  • Desculpe meu caro Eduardo para fugir do assunto em tela. Voltando ao caso da Rosemary Noronha, ex-Chefe de Gabinete da Presidência da República em São Paulo como eu gostaria que essa frase do João Santana se tornasse realidade:
    Você já imaginou uma chapa com Lula para governador tendo Gabriel Chalita, do PMDB, como candidato a vice? E mais do que isso. Já imaginou o que seria, para o Brasil, Dilma reeleita presidenta, Lula governador de São Paulo e Fernando Haddad prefeito da capital? Daria uma aceleração incrível no modelo de desenvolvimento econômico e avanço social que o Brasil vem vivendo. [Mas] ele não aceita. Se isso sair publicado ele vai xingar até a minha quinta geração”, disse ele.
    Já pensou meu caro Eduardo se o ex-Presidente Lula só para colocar mais lenha nessa fogueira e anunciasse para a Grande Mídia ( PIG ) que iria pensar seriamente no assunto.
    Ai sim meu caro Eduardo, o PIG sairia de cima do muro e com Manchetes Garrafais anunciaria para todo o Brasil que é de fato a Aposição nesse país e por isso mesmo partiria com tudo para cima do PT., e é isso que o Lula mais teme, sabe que dificilmente perderia uma eleição em São Paulo e acabaria de vez com o PSDB/DEM e com isso a oposição nesse país.
    Só restaria mesmo o PIG.
    Como eu gostaria que o ex-Presidente Lula aceitasse essa indicação.
    Mais uma vez, me desculpe meu Caro Eduardo por ter fugido do assunto em tela.
    Um grande e efetuoso abraço.

  • “Desalento” do Chico:…..”vai e diz a ela,que eu entrego os pontos…..”
    A Dilma com uma “base aliada” dessa,não precisa de oposição,que na verdade é pífia.

  • Chavez, Evo e Correa perceberam logo que não governariam com um legislativo arcaico. Por isso, propuseram uma constituinte, para remodelar o país e dar voz aos movimentos sociais. Lula deveria ter feito isso em 2002, quando o apoio a ele era quase unânime. A pergunta é: dá para fazer isso agora sem que a imprensa grite “golpe”?

  • Manchete do Globo:

    Cerco à corrupção
    Condenado do Mansalão é flagrado em novo escandâlo…

    A manchete da página foi feita com uma frase de segunda mão:

    — Eu me senti apunhalado pelas costas (…) desabafou Lula, segundo gente com quem ele conversou.

    Segundo gente? Isso é imoral.

  • Dilma deve ter conhecimento dos editoriais de O Globo, de Roberto Marinho, logo após o golpe de 64, quando, em letras garrafais, ele dizia: “a democracia e a liberdade voltaram ao nosso país. A ameaça comunista está afastada”. Deve lembrar como Folha, Globo, Estadão, etc, noticiavam a matança de seus colegas: “mais um aparelho comunista foi estourado hoje em São Paulo. Mais de 10 terroristas foram mortos”. Ou deve saber que a Folha emprestava suas viaturas para o transporte de militantes da resistência para os antros de tortura e morte.

    Esses órgãos de imprensa são os mesmos que hoje dominam parte do aparelho de estado como a PF, a Procuradoria Geral da República, o STF e conspiram abertamente contra seu governo. Quem disse que na ditadura há silêncio? Estamos vivendo uma ditadura midiática e o que mais vemos é o pipocar das calúnias, das mentiras, da vileza contra Lula, uma tentativa clara de desestabilizar o país e tomar o poder qualquer custo.

    Se ela prefere isso, que continue se iludindo. Quando cair a ficha poderá ser tarde demais.

  • Não estou na pele da Presidenta Dilma, jamais vou estar.
    Deveria ter deixado Franklin Martins nas Comunicações e no início (2011) do governo enquanto o PIG lhe servia uma “reforma ministerial” era aí a chance de uma Ley de Medios.
    Mas como o cavalo encilhado passou, e o governo não aproveitou, o que temos no momento é que diminuir pelo menos em 50% as verbas publicitárias federais que vão pro bolso do PIG, e isso já dá pra fazer a partir de janeiro de 2013.

      • O governo federal (que realmente tem poder para mudar algo) vive se pautando pela mídia, porque
        só crucificar Joaquim Barbosa??!! Por que não cobrar do governo federal alguma ação no sentido
        de fazer uma lei de mídia?!

    • Deputado

      Caso o senhor tenha feito essa declaração, como delegado o Senhor tem conhecimento jurídico, estou decepcionado com o senhor, uma vez que não só Barbosa, mas, comandado por ele, o STF ( com exceção do Ministro Lewandovsk) fez as maiores extrepolias inovando onde não podia, condenando a revelia de provas etc.

  • Prezado Edu,

    Sou um grande admirador seu, e já me manifestei aqui a minha visão da relação governo versus grande mídia

    A alteração das leis de comunicação é o caminho mais difícil e com perspectivas de vitória mais incerta (sem novidades, seu artigo vai na mesma linha), mas existem outros caminhos.

    Minha sugestão:

    O PT deve recorrer a justiça comum para se defender quando for atacado, afinal, hoje, qualquer um pode inventar qualquer coisa contra Lula e o PT sem se preocupar com as consequências, esta apatia é responsável por muitos dos excessos e loucuras da mídia, alem disso, para muita gente boa, o silencio do PT é uma confissão de culpa.

    O PT não é uma ONG pobre e desprotegida, o PT é um partido politico forte, ligado a sindicatos e movimentos sociais com recursos humanos e financeiros para enfrentar disputas jurídicas.

    Recorrer a justiça independente do resultado é um sinal de coragem, pois mesmo sendo derrotado o PT terá na pior da hipóteses, a chance de divulgar a sua versão dos fatos, influenciar os ânimos dos juízes e mapear as tendencias dos magistrados.

    Basta de medo do judiciário, os benefícios superam os malefícios.

    Por favor, coloque este tema para discussão.

  • Segundo denúncia da Folha, equipe de Lula viajava com ele de graça para o exterior, pasmem, inclusive o próprio piloto do avião Presidencial.
    Segundo denúncia do JN, o fora do ar, e da lei:
    Lula trocava telefonemas com a própria assessora.
    Lula trocava e-mails com a própria assessora.
    Bons tempos aqueles em que a bomba atómica, digo, FHC trocava telefonemas com os Mendonça, (certa vez num evento no Anhembi) o Men – donção sentou-se ao meu lado, disfacei e sai de fininho.
    Sou inimigo de toda e qualquer privatização, concessão, ppp, pqp, fdp, ou coisas do tipo.
    Onde está alicerçada a credibilidade da Folha?:
    Nos carros emprestados aos torturadores.
    Na “Ditabranda”.
    No artigo do César Benjamim.
    Na ficha falsa da Dilma.
    No denuncismo fajuto contra a corrupção do PT, é claro.
    A Folha não denuncia comparsas, se tiver bico grande então… nem pensar…

  • Realmente o repasse de verbas para o conglomerado midiático não dá para entender. Para as outras dificuldades há explicações, aceitas ou não, mas para a continuação da política que financia o inimigo eu não consigo entender.

  • Acho que de tudo o que já lí sobre regulamentação de meios de comunicação no Brasil este foi o texto mais sensato que já tive conhecimento!!!

  • Criar o marco regulatorio é cumprir a Constitução Federal depois de 24 anos de sua promulgação.
    USA, Alemanha, França, Inglaterra são paises que tem marco regulatorio das comunicações e não são ditaduras.
    Na realidade vivemos em uma ditadura da midia que age em defesa incondicional de seus interesses e na manutenção do status quo. Ela é que diz o que é realidade. O que é o certo. Conversar com determinadas pessoas amestradas pelo PiG me dá a sensação que elas estão vivendo em outro mundo. São totalmente cegas para a realidade. O PiG embota a mente. E muitas dessas pessoas possuem algum tipo de escolaridade, formadas em universidades, com pós graduação. Mas totalmente manipuladas e incapazes de ver a realidade. A caverna de platão explica bem o que o PiG faz com essas pobres criaturas. Elas veem sombras pensando ver a realidade.

  • Excelente artigo! Não se pode subestimar a mídia e seu poder de manipular informações. Devemos, os que desejamos e lutamos por justiça social, agirmos com cautela, inteligência e firmeza de propósitos. Temos de imaginar meios para furarmos o monopólio da mídia. Devemos construir e incentivar instrumentos de debate político e social. Investir em rádios alternativas, blogs, pequenos jornais. Devemos ter em mente que a maior parcela do povo só recebe e busca informações pela TV – não costumam ler ou têm dificuldades, devido a educação deficiente (e é uma pena que os governos do PT não invistam em educação!!).

  • O PiG diz que o mensalão é o maior escandalo de corrupção do país. E os miquinhos do PiG aceitam passivamente a sentença.
    Propositadamente se esquecem que em 1997, FHC para aprovar a emenda da reeleição, em que o manteria mais 4 anos no poder, comprou deputados federais, que confessaram na época o recbimento da propina.
    Propositadamente se esquecem a privataria tucana, verdadeiro crime de lesa patria.
    Para refrescar a memoria : um dos dois principais motivos alegados para a privatização das empresas estatais era o pagamento da dívida pública: com os recursos oriundos da venda destas empresas, reduziríamos a dívida. O que ocorreu de fato?As empresas foram vendidas, mas a dívida, tanto a externa quanto a interna, aumentou exponencialmente. A dívida externa passou de US$ 148 bilhões para US$ 248 bilhões, entre 1995 e 2002, e a dívida interna decuplicou, passando de R$ 62 bilhões para R$ 662 bilhões, no mesmo período.
    Os 100 bilhões da privatizações sumiram!!!!

  • Eduardo

    Eu acho que devemos pressionar o STF para decidir em ADIN, ja existe uma ou outras, pela regulamentacao.

    Alias, devemos colocar a incoerencia entre ” O STF QUE ENFRENTA OS PODEROSOS” e a LETARGIA NA MANUTENÇAO DE OLIGOPOLIOS NA COMUNICACAO.

    Acho que a regulacao da midia envolve muito mais coisa do que a simples desconcentracao, mas acontece que a visao anti-monopolios ja está madura na sociedade. Assim, temos que fustigar o “STF QUE MANTEM O QUASE MONOPOLIO DA GLOBO”.

    NAO SE INAUGUROU UM NOVO BRASIL ATRAVES DO STF?

    Acho entao que devemos nos focar nos oligopolios da midia e fustigar o STF. Afinal de contas, a globo nao é poderosa?

    Poderemos entao verificar a disposicao do JB e ainda exigir que o STF cumpra o seu papel face a omissao do congresso em regular os artigos da comunicacao social desde 1988.

  • Boa noite Gui!
    O Governo tem que trazer essa (mídia) discussão à todos!
    Se depender dos políticos donos de emissoras de rádio e TV… para aprovar uma nova regulamentação dos meios… Lei de mídia, nunca será uma realidade no Brasil.
    Infelizmente, o PT tá tão acovardado, que nem mesmo tem coragem de se defender das calunias e mentiras que a mídia lhes imputa.

  • Deputado Odair Cunha (@DepOdairCunha) diz que vai retirar do relatório da CPI os nomes de Policarpo (o “caneta”) e do prevaricador Gurgel.

    Ou seja, a CPI perdeu a chance de impor uma derrota à quadrilha de Cachoeira. Portanto, a quadrilha de Cachoeira, que inclui Gurgel, o stf e a Veja, poderão dar o golpe de estado em 2013.

    • É Roberto, acho que vou desistir de lutar, não dá mais, tentar convencer as pessoas das mentiradas da mídia é muito difícil. Fazer o quê. Que venha o golpe então, já acostumei mesmo viver em um país de miséria, sem empregos, sucateado, explorado, somente depois de Lula é que me orgulhei em ser brasileira, fazer o que não é? Não vou votar mais, vou anular meu voto, pois, a minha esperança era PT acabar com essa farra da elite que sempre mamou nas tetas do país, levando o povo à miséria. Perdi essa esperança…

      • Olha, Nádia, devemos continuar lutando, não para defender este ou aquele partido, mas para NOS defender.

        A evolução que o Brasil conquistou sob o Governo Lula não pertencem a nenhum partido, mas sim a nós, que vivemos no Brasil. Vamos defender essas conquistas.

        Quanto a eleições, o que mais fará a diferença agora não é voto, e sim a pressão do movimento de massas sobre os eleitos.

    • Caro Roberto, tenho odio, nojo e raiva destes traidores do PT, bando de bundões, covardes que estão preocupados somente com a manutenção dos seus mandatos. Veja asituação que chegamos: o Collor fazendo o que o PT deveria estar fazendo, que tristeza….. O que nos espera???? a direita representa a elite mais perversa do planeta e o PSOL/PSTU é a esquerda que a direita adora. Enquantos isto Brasileiros de verdade como o Eduardo dedicam a vida a uma luta que quem esta no poder tem medo de enfrentar. Ando muito revoltado e sem esperança, aqui na minha cidade do interior só apanho, o PT local é igual ao PT nacional.

    • Infelizmente o Odair Cunha vai dar um passo para trás e livrar o bandido que trabalha para a famiglia Civita. Mas por que o Odair Cunha retrocedeu na CPMI? Por causa do PMDB. O PMDB é o partido que mais tem votos na CPMI, mas ele está negando estes votos para aprovar o relatório de Odair Cunha.

      Podemos criticar sim o PT, mas não podemos esquecer que o PT só tem cinco votos nessa CPMI e juntando com dois votos do PCdoB, seriam derrotados. Enquanto os deputados que defendem as famiglias do PIG e que fazem parte da bancada das famiglias do PIG é liderado pelo Miro Teixeira (que se bandeou de vez para o lado do atraso).

      O mesmo ocorre no Congresso Nacional em relação à Ley de Medios, onde o PMDB tem muitos votos ainda e os deputados medrosos, liderados pelo chefe da bancada das famiglias do PIG (que é o Miro Teixeira), podem desvirtuar a Ley de Medios como a maioria dos deputados desvirtuaram o Código Florestal (liderado pelo Aldo Rebelo, será que se bandeou para o lado do latifúndio?) e acabaram criando o Código da Devastação Florestal.

      A sociedade tem que pressionar o Congresso, o movimento sindical tem que assumir a bandeira da Ley de Medios e todos juntos pressionar o Congresso Nacional pela Ley de Medios!

      Temos que presssionar o PMDB, partido de vacilões a não ficar em cima do muro e tomar uma atitude em prol da Ley de Medios. Por que hoje o PMDB está do lado da imprensa golpista e que pode dar uma rasteira nesse partido de vacilões e fisiológicos chamado de PMDB.

  • Mais uma vez, acho tua análise é lúcida. Assim como também acho que Dilma é cautelosa. O problema é que não vejo (fora da blogosfera e do ambiente das ONG) uma articulação mais consistente, com o respaldo dos setores mais avançados do parlamento nacional, uma articulação que possa ampliar aliados no Congressoa e alterar a atual correlação de força alis, bem como constituir espaços alternativos de mídia que possam desconstruir o senso comum prevalente, acrítico, politicamente tão rasteiro. Acredito que a maioria da população tem capacidade reflexiva, mas não tem sido estimulada a isso: pelo contrário, tem sido neutralizada pelos faustões e bbb’s da vida, pelos excessivos espaços concedidos aos eventos esportivos e às celebridades da hora, pelas manchetes ideológicas. Ou seja, acredito que o enfrentamento disso tudo deveria compor uma política pública de governo utilizando as diversas inserções dos serviços públicos na construção de uma atitude mais cidadã, seja através das escolas, seja através dos serviços de saúde, onde for possível e viável. Há iniciativas, mas muito desarticuladas. Por mais que demore, só vamos avançar por meio de uma estratégia institucional que respalde e alicerce a ação dos movimentos sociias. Meu temor é que o excesso de cautela, nos leve a uma evitável paralisia.

  • Então é o fim. Sem regulação não temos como combater a direita. Logo os trabalhista vão perder o poder e nada restará. O que estamos fazendo aqui neste espaço!?

    • Olavo, apesar de não acreditar na administração Obama, gosto de uma frase que ele usou na campanha de 2008: “nós somos aqueles pelos quais estivemos esperando”. Essa frase diz tudo. Não podemos esperar nada de partidos ou de governos, se nós mesmos não lutarmos.

      Então, tudo bem nos decepcionarmos com Dilma, Lula, etc. Mas essas decepções devem nos convencer de que a transformação da sociedade está em NOSSAS mãos, e não será dádiva de governo algum.

  • Deu no Brasil247: “Confirmado: Odair recua”
    …”Pressionado pela reação em bloco dos grandes meios de comunicação, relator da CPI do Cachoeira, Odair Cunha (PT-MG), disse que aceita retirar de seu texto os pedidos de investigação contra o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e de indiciamento contra o diretor da sucursal de Veja em Brasília, Policarpo Jr. O PT amarelou?”…
    Sinto muito, nobre Edu… Porém nada, absolutamente nada, justifica tamanho e execrável
    ato de covardia… Digam o que quiserem dizer, que se enrosquem nas mesmas e esfarrapadas desculpas de SEMPRE… Sou capaz de defender quem quer que seja que esteja sendo vítima de um ato de injustiça qualquer, mas não movo UM dedo, UMA palha, pra defender marmanjo amarelão, frouxo, covarde!… Viva a coragem de Leonel Brizola!… E que se lasquem esses covardes, pela-sacos do PT!…

  • Concordo plenamente Fernando. Com a coragem do Velho Brizola não tem ninguém atualmente. Até pensei que a Dilma oriunda do PDT tivesse um pouco da coragem dele.

    • – Encarou os milicos criando a Rede da Legalidade.
      – Peitou a “Vênus Paltinada” e mesmo assim se elegeu (apesar do Proconsult) e foi reeleito.
      – Comprava espaço no O Globo (os famosos “Tijolaços”), onde descia a lenha no próprio jornal, na TV Globo e no Roberto Marinho.
      – Certa vez, inclusive, cassou um privilégio que era concedido ao patriarca da Famíglia Golpista, pelos des-Governos anterioriores ao dele, de estacionar o seu helicóptero num terreno pertencente ao Estado do RJ.
      – Por último, fez a Globo e o seu dono pagarem esse “micão do direito de resposta”, em rede nacional.
      P.S. Deve estar se revirando de indignação no túmulo com os cretinismos cínicos do TRAÍRA, Miro Teixeira e constrangimentos etc…
      Direito de Resposta Brizola x Globo
      http://www.youtube.com/watch?v=ObW0kYAXh-8

  • Acompanhando seu raciocínio,chegamos a conclusão que não passamos de uma republiqueta colonizada, e 10 anos já de PT e movimentos populares não mudaram nada, pelo contrário fizeram Apologia do PIG e continuam a financiá-lo cada vez mais? Manda a lei p/ o Congresso e deixe a pressão popular agir, o que não é aceitável é essa passividade que permite essa alienação midiática tão nefasta p/ o Interesse Público do Brasil. Acorda PT!

  • Penso eu que já passa da hora de exercer o poder, pois até agora ele só é presidente. Ela foi eleita por um povo, por uma coligação da qual fazia parte o PT, o seu partido. Já basta, V.Excia. pode a partir de agora a mandar, a Sra. foi eleita e não a GLOBO, portanto ao confronto enquanto é tempo.

  • Prezado Edu.

    então, vc acha mesmo que uma Lei de Meios, proposta por meios de cunhos
    populares, com 5milhões de assinaturas, haveria muita resistencia no Congresso Nacional?
    Um número muito alto de assinaturas não presionariam os congrecistas?
    Acredita que mesmos usando a internet não chegaríamos a esses números?
    Edu, a Lei de Ficha Limpa pegou e é de cunho popular.

  • Concordo plenamente com o que está colocado e como subsídio, no meu estado, a rede mais poderosa de comunicação ligada a globo elege sempre um ou dois senadores por ela apoiada , dois ou três deputados federais e frequentemente o governador eleito está fraternalmente ligado a emissora. Isso que consideram o estado politizado. A Dima e nem o Lula conseguirão c/ a legislação atual mudar tal situação. Como a tecnologia vem mudando, veja o caso dos jornalões em que a Internet é seu inimigo mortal, temos esperança que esta situação no futuro mude. Uma sugestão seria a Presidente e os Órgão do Governo prestigiarem blogues e emissoras democráticas.

  • Cara, deixa a imprensa em paz! Ela apenas está fazendo o seu trabalho com dignidade. Dignidade, aliás, é o que está faltando a esse governo, mergulhado em lama. Você briga com os fatos. Realmente você é um militante comprometido com o petismo. Nunca vi nada igual em toda a minha vida. Outro dia você quis impedir a Globo de fazer jornalismo. Agora quer que a sujeira do governo federal não seja mostrada. É ridículo! Pode corromper à vontade, mas só não pode mostrar… Ah, isso não! Mostrar não! Mostrar o que o PT realmente é, não poooooooooode! Sabe por que Dilma demitiu rapidamente esse pessoal? Porque ela está no olho do furacão, está lá no meio. É por isso! Antes que fique claro o envolvimento, rapidamente se desfez de seu pessoal. Dilma só quer distância de Lula e companhia. Francamente, cara, vira o disco. Em vez de brigar com a imprensa, por que você não faz um movimento pela moralização do PT?

    • PSDB É TÃO SANTINHO NÃO????? Nunca existiu corrupção no Brasil, isso é coisa do PT não é mesmo? os demais são todos SANTOS nunca roubaram. A mídia? imagina, ela não esconde nada, não é mesmo, você mesmo deve ser uma candura, super honesto, nunca “roubou” em empresa que trabalhou, nem mesmo um clips, nunca mentiu, nunca traiu, Óóóó, com certeza seu lugar lá no céu está garantido, assim como das famiglias Frias, Mesquita, Marinho, Civita, os tucanos então nem se fala dá inveja até no anjo Gabriel, não é mesmo?

      • NUNCA deixaremos os golpistas em paz.

        Joseph Pulitzer ( 1847 – 1911 ) e Millôr Fernandes ( 1925 – 2012 )
        “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”.

        Millôr Fernandes em 2006:
        ““A imprensa brasileira sempre foi canalha. Eu acredito que se a imprensa brasileira fosse um pouco melhor poderia ter uma influência realmente maravilhosa sobre o País. Acho que uma das grandes culpadas das condições do País, mais do que as forças que o dominam politicamente, é nossa imprensa. Repito, apesar de toda a evolução, nossa imprensa é lamentavelmente ruim. E não quero falar da televisão, que já nasceu pusilânime”.

    • O Mickey Mouse voltou.

      Como sempre o Mickey Mouse vem com aquele discurso cínico e mentiroso.

      Esse Mickey Mouse defende a liberdade de imprensa que pode praticar o Proconsult, que pode dar 18 minutos de seu principal jornal para atacar um partido político entre outros golpes.

      Que venha a Ley de Medios.

    • Se este caso da Porto Seguro, de fato, que ainda não tem fato contra a cúpula do PT, incluindo Dirceu, que ficou no disse-não-me-disse, aí sim que o PT, que tem seus defeitos, poderia ter algo de grande contra. Porém, isto cheira a mais um daqueles escândalos factóides armados, sem nada de mais, que até agora tivemos, mas bem pontecializados pelo mafioso PIG. O PIG tem tanto podre, que deveria ser aberto uma CPI/CPMI do PIG, para verificar todo trambique desde a ditadura.

      O mesmo PIG, esconde as falcatruas de seus aliados. Mas pra que estou de dizendo isto. Vc é a favor da ditadura e da tortura, é a favor da exploração do capitalismo selvagem.

  • Eduardo, muito boa análise. Eu gostaria que você desse sua visão sobre as seguintes perguntas (podem ser respostas curtinhas, para não te tomar muito tempo):

    1) Concordo que não é fácil, com o Congresso que temos, fazer uma legislação como seria desejável para as comunicações, mas seria possível à presidente Dilma distribuir mais verbas de publicidade a canais alternativos de mídias como blogs? Por que concentrar tanto dinheiro na Globo, por exemplo? Cinco por cento a menos nas verbas da Globo e a mais em blogs, dentro de critérios técnicos razoáveis, seria possível?

    2) Outro ponto: concessões públicas não deveriam publicar demonstrações financeiras, dado seu caráter público? Deveríamos ter acesso às finanças das redes de TV públicas, por exemplo?

    3) Finalizando, a liberdade de imprensa é fundamental, por que sem informação, é a treva, mas com informação falsa, é a penumbra perigosa. Quando uma jornalista publica informações que levam pessoas a se vacinarem três vezes contra uma doença, o Estado não deveria se manifestar de alguma forma e mesmo penalizar essa pessoa?

    • Então, a distribuição de verbas já existe. Até 2002, toda verba de comunicação ia para 500 veículos, uns 80% pra Globo; hoje, são mais de 8 mil veículos. O problema é que poucos se enquadram nos padrões de audiência necessários. Para blogs existe aí uma pequena verba, mas nunca fui atrás apesar de ter audiência suficiente. Mas o valor é ridiculamente baixo. Acredito que todo veículo publica balanços. O mesmo que qualquer outra empresa. As redes públicas têm que dar mais informações, mas o problema, hoje, é a mídia privada. Sobre informação falsa, eu entrei com uma representação por causa da febre amarela, mas o próprio governo (ministério da saúde) sonegou informações e o processo terminou arquivado. É bem complicado.

  • Achei o texto, sempre bem escrito, uma chamamento à capitulação nesta grave questão do monopólio da mídia pelo PiG. Meu pitaco é que, contrariamente ao que a imprensa marron espera, devemos mobilizar como nunca TODAS as forças democráticas do país em prol da democratização da mídia, via Lei de Meios.
    É uma luta difícil? Dificílima! É só olhar por perto e veremos a Argentina que tem um povo muito mais politizado que o nosso e uma Presidenta corajosíssima e não está fácil civilizar a mídia de lá. Mas nem por isso a grande Cristina Kirchner entrega o bastão e o povo deixa de lutar contra o monopolio do Clarín, a globo de lá. Portanto, vamos à luta!

  • O Relator da CPMI do Cachoeira sinalizou que vai recuar. Tem horas que dá um desânimo ! Estou com uma leve impressão que o PT ainda não está preparado para ser governo e, muito menos, para exercer uma parcela de poder na sociedade. Está se tornando um partido mufino.

  • Temos que continuar cobrando a Ley de Medios, temos que provocar uma discussão sobre a necessidade da Ley de Medios, o que pode pressionar o Congresso Nacional a tomar alguma atitude. Temos também que cobrar de muitos deputados uma posição clara a favor da Ley de Medios, dizendo que isto não é um bicho de sete cabeças, pois muitos países têm. E para que não se repita mais as atitudes autoritárias e de extrema violência praticadas pela famiglia Marinho ao tentar impor o Proconsult e de promover uma campanha de caça à bruxas com 18 minutos no principal jornal da famiglia Marinho.

    Que venha a Ley de Medios!

  • Prezado Edu,

    Vc tem pouco menos de 275 dias para se filiar a um partido político e disputar um cargo no legislativo federal. Pense um pouco. Quem melhor do que vc para defender essa bandeira?

    Douglas Quina
    Mogi Guaçu – SP

  • A questão é que simplesmente não dá para adiar esse debate. E esse adiamento não pode ocorrer por um motivo bem simples : Se Dilma não democratizar as comunicações, bem rapidamente, ela cai. Não há a menor dúvida de que a mídia, Globo à frente, vai partir para o golpe. Ela já sabe que não ganha nada com as sabotagens “tradicionais”(moralismo hipócrita destinado a retirar votos no Governo). O fracasso do show midiático realizado na cobertura do julgamento do mensalão, fracasso que culminou com a vitória em São Paulo, mais relevante pelo triunfo em um reduto conservador do que até mesmo pelo peso econômico que a decadente cidade ainda detém; consolidou de forma definitiva essa certeza. A DIREITA NÃO SERÁ BURRA DE FABRICAR UMA NOVA ERENICE(TALVEZ ELA JÁ TENHA SURGIDO NA FIGURA DA TAL ROSE)OU ESCANDALIZAÇÕES MORALISTAS SOMENTE PARA ENCOLHER DILMA ELEITORALMENTE; ELA NÃO COMPETIRÁ COM A PRESIDENTA E LULA; ELA PRETENDE VENCER IMPEDINDO OS DOIS DE JOGAR. E PARA FAZÊ-LO, É EVIDENTE QUE USARÁ O CONTROLE DA OPINIÃO E DA INFORMAÇÃO NAS MÃOS DE 13 FAMÍLIAS PARA PROCURAR “NORMALIZAR” SEU GOLPE. Portanto, se o Governo não quer democratizar as comunicações, nós temos que fazê-lo.(E realmente não tem coragem para levar esse processo à cabo : por medo do Congresso, mas também por temer a mídia sim, a qual, não tenham dúvida, pode tornar bem mais difícil a vida do Governo, exponenciando o terrorismo monstruoso que já pratica hoje, incluindo-se aí a utilização dos numerosos sabotadores e informantes que possui dentro da máquina pública, sempre prontos a agirem como cúmplices de uma nova calúnia dos barões da comunicação). E a única forma da Sociedade Civil brasileira levar a regulação midiática à frente é colocá-la nas ruas. Para isso, precisa trazer esse assunto para o grande público. É fácil? Não. É dificílimo, principalmente porque a imensa maioria dos brasileiros, mesmo os supostamente “instruídos”, não fazem a menor ideia do que seja democratização das comunicações e, se já ouviram falar do tema, sabem dele o que é-lhes transmitido pela mídia conservadora : ou seja, mentiras. Contudo, também é verdade que o Governo Dilma goza de grande apoio popular, que as pessoas percebem a má vontade e a sabotagem da mídia contra Dilma e que andam bastante aborrecidas com as mentiras midiáticas que, devido ao extremismo que vêm atingido, causado pelo aumento do descontrole dos “jornalistas” amestrados diante do fracasso de suas tentativas em derrubar a popularidade da Presidenta, começam a ficar muito explícitas, até para os mais tolos e ingênuos. E é em cima desse “aborrecimento” que devemos começar a trabalhar. Palestras, seminários, debates, ou até mesmo passeatas muito mais destinadas a conscientizar do que a mobilizar(ao menos no início), têm que acontecer para trazer esse tema para a familiaridade do brasileiro médio, como hoje já o são tamas como inflação, corrupção, saúde, segurança e emprego. É verdade que esses temas citados, por afetarem a vida do homem comum de forma supostamente mais “direta” ,são de mais fácil apreensão. Todavia a saída para esse impasse está em transformar a democratização da mídia num tema mais “direto” para o cidadão, quem sabe começando por mostrar-lhe que todos os temas citados, poderiam ser melhor debatidos numa mídia plural e que, se não desconcentrarmos uma mídia que insiste em atacar em uníssono o Governo que promoveu melhoras indiscutíveis nesse temas, esse governo terminará por cair, o que significará provavelmente uma piora nessas questões que tanto interessam aos cidadãos. Esse é um caminho, o importante É NÃO ADIAR ESSE DEBATE DEVIDO À NECESSIDADE DE DEMOCRATIZARMOS AS COMUNICAÇÕES PARA PERMITIR A SOBREVIVÊNCIA DO PROJETO DEMOCRÁTICO-POPULAR QUE GOVERNA ESTE PAÍS HÁ DEZ ANOS. É verdade que podemos empreender algumas melhoras em nosso discurso, para tornar o tema mais palatável ao homem comum e mais facilmente derrubarmos as mentiras construídas pelos barões da comunicação sobre ele : para começar, já citei apontarmos que a sobrevivência deste Governo depende da regulação das comunicações. Além dessa mudança, seria bom evitar palavras como “regulação”, já tão batida pelas mentiras dos donos da mídia, e utilizarmos mais termos como democratização, diversificação, que melhor se encaixam num discurso sobre permitir que todos falem, sem calar ninguém, no qual mostre-se que quem censura são as treze famílais que controlam a mídia, e impedem a diversidade de ideias, negando voz a todo o restante dos brasileiros que delas divergem. Esta é a missão que cabe a Sociedade brasileira, missão mais do que premente numa Sociedade que precisa romper sua habitual inércia e assumir as rédeas de um futuro que bate às suas portas nesse horizonte de mudanças, e de muitas ameaças, que paira sobre nós, do qual poderemos extrair o país que queremos.

  • Então, vamos bater na questão da audiência. A globo vem perdendo pontos, muita gente que conheço deixou de assistir novelas (e, pasmem! não estão sentindo falta). Outros tantos não ligam a TV Globo. Talvez os blogues (ou algum blogue específico) possam fazer um mapa de programas de qualidade nos vários canais e incentivar a distribuição da audiência. Promover os melhores noticiários ou, melhor, os menos piores. É um trabalho de formiguinha, mas com o tempo pode fazer um estrago. Em países como o Canadá, o boicote de consumo é muito eficaz, isso inclui a seleção de programas de TV.

    • Carlos, a tal “correlação de forças” é dinâmica, ao contrário do que os petistas querem fazer parecer.

      O movimento popular muda a correlação de forças. As organizações da sociedade é que precisam se mobilizar, sem esperar pelo PT ou outro partido.

  • Excelente análise, parabéns!
    Complementaria lembrando que durante os dois governos do Lula fomos obrigados a aturar o controle conservador do Banco Central. Se hoje dizemos que “nenhum pais do mundo aceita uma mídia tão claramente golpista / monopolista”, naquela época dizíamos que “nenhum pais do mundo tinha taxas de juros tão escandalosas”. Demorou mas mudamos o Banco Central.
    Outra instituição que mudou foi o Senado Federal. Lembram da hostilidade sistemática quando era Lula o presidente?
    Além da situação da midia, o que não falta é coisa absurda acontecendo no Brasil, os reacionários ainda tem muito poder… Mas infelizmente não dá para mudar tudo de uma vez. Brigar contra todos ao mesmo tempo é reforçar a unidade deles contra nós.
    E qual é a prioridade? Me parece nítido: retomar o crescimento econômico, continuar avançando nas políticas sociais, consolidar presença em São Paulo através de boa gestão na capital, eleger o próximo governador, aprofundando a derrota política dos tucanos e aliados.
    Derrotar definitivamente esta midia golpista ainda não dá, lamentavelmente.

  • Prezado Eduardo, sugiro que você tome a mesma iniciativa com relação a lei de médios como fez com o manifesto do Ministro Ricardo Lewandowski. Acho que teríamos “uma prévia” para dar início a uma ação popular, que tal?

  • Enquanto o povo não teve refresco e nem podia ir à broadway em 50 parcelas, a guerra de classes se travava nos subterrâneos, longe das vistas, é menos desgastantes para os dispositivos de dominação. Com as mudanças dos últimos dez anos, a classe dominante decidiu que é hora da escancarar a pancadaria, então estamos assistindo à emersão da guerra de classes, que pouquíssimos acreditavam que existisse.

    Até aí, tudo faz parte. O que não faz parte é o PT e a esquerda não sairem às ruas com seus milhões de militantes para resistir a este bombardeio que visa além do Lula, da Dilma e da própria retomada do poder (que podemos reputar como de fachada, posto que o poder real continua nas mãos da burguesia), visa essencialmente a reconduzir o povo ao cercadinho da pasmaceira miserável.

    É hora de travar a luta política em sua plenitude, sem mais contemporizações, sem mais engasgos medrosos dos Odaires Cunhas, sem mais os conselhos tíbios do Palocci, Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann, sem mais o tolo pragmatismo de deixar quieto no congresso reacionário, sem mais a ilusão da Dilma por um caminho pelo centro, pois este conduzirá ao impasse em que o povo só terá a perder.

    Nesta quadra histórica cabe ao PT liderar esta briga, é a única maneira de ganhar. Entocado nos gabinetes, perderá e perderemos todos – e o PT arcará com a responsabilidade do retrocesso de décadas e amargará a culpa de destruir quaisquer avanços por outras tantas décadas.

  • Edu,
    Concordo com tudo o que você comentou, entretanto, a Dilma já faria muito se cortasse o fluxo de recursos que são transferidos a tal Globo e co-irmãs, e, que são vultosos e injustificáveis.
    Quem em sã consciência financiaria os seus mais ferrenhos inimigos?
    A situação é tão esdrúxula que se assemelha a um organismo sendo atacado por um câncer e continuar mantendo o fluxo sanguíneo para alimentar e fortalecer o tumor que o destruirá.

  • Bem, segundo o blogueiro, que tem contatos no governo, a PF é isenta e está fazendo um bom trabalho.
    Então não reclamemos do caso Rose, não é como o caso Erenice.
    Apenas o já esperado estardalhaço do PIG e a tentativa de envolver Zé Dirceu e Lula, só porque a Rose era íntima deles.

  • Alterações substanciais na legislação de telecomunicações jamais ocorrerão. É uma batalha perdida. Para manter tudo do jeito que está, o bispo da record e os herdeiros da globo, se necessário, dividem a mesma cama. O povo ainda não avançou neste grau de consciência política, pois o que se discute, fundamentalmente, é o respeito à Constituição. O preceitos consignados no capítulo que trata sobre Comunicação Social agonizam desde 1988. O governo ensaia a discussão e, no dia seguinte, 2 ou 3 editoriais raivosos fuzilam a iniciativa classificando-a como “atentado” à liberdade de imprensa. Os setores mais reacionários e atrasados da mídia nativa precisam manter este quadro vergonhoso a qualquer custo.
    Os maiores grupos de comunicação do País, sempre vale reforçar, foram forjados pelo apoio ao golpe e cumplicidade com crimes de lesa humanidade. Essa mesma gente se coloca na vanguarda da defesa da democracia, liberdade de expressão… No Congresso, vemos parlamentares aprovando a renovação de suas próprias concessões. É um vexame internacional, se compararmos ao marco regulatório aplicado nos EUA e Europa. Na Inglaterra, um magnata da mídia respondeu por seus crimes. Por estas plagas, vejam o circo que se transformou a CPMI do Cachoeira. O jornalista do bicheiro e a revista escaparão fedendo.
    Portanto, esqueçam. Esta historinha do controle remoto é um simples recado para tranquilizar as famiglias.

  • Tá jogando a toalha?

    Então para quê nos elegemos? Não foi para modificar o Brasil? Não foi para “abalar” as estruturas?
    Ou nos contentaremos apenas com os avanços econômicos? Que são muito importantes, mas se não modificarmos as relações de poder, assim que os governos progressistas sairem, as trevas retornarão.
    Qual é o projeto de um partido como o PT? É o poder pelo poder? Ou não seria para transformar o país de forma duradoura?

    Entendo que o debate sobre mídia não tem que fazer qualquer alusão a conteúdo. Isso seria mera censura.
    Mas o Governo, que o Povo elegeu, tem que partir para o enfrentamento. Temos que buscar formas alternativas e inteligentes. Não podemos nos render a qualquer impasse que surja.
    Uma dessas formas seria trazer o tema para a agenda política. E a Presidenta Dilma poderia fazer isso de forma até simples: editar medida provisória para ser votada no Congresso. Claro que essa medida provisória cairia rapidamente, mas estaria se instalando um debate sobre a mídia.
    Isso foi feito com a questão das cotas, do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, com as células-tronco, entre outros. Ou seja, a questão é trazermos para a “luz” algo que está confinado às trevas.

  • Vamos navegar em mares revoltos por alguns anos ainda…Vamos ter que viver perigosamente….Mas vamos vencer!!!!

    O PT está governando a 10 anos e sendo massacrado diariamente pela mídia e mesmo assim a população continua o querendo no poder (ou governo).

    Podemos concluir que o povo brasileiro não é o mesmo e que a imprensa não tem a mesma influencia que tinha no passado, os programas sociais e a Internet tem sido fundamental para isto, o advento da internet, na minha modesta opinião, foi a coisa mais revolucionária que poderia ter acontecido para a Democracia neste século, sem ela, politicamente estaríamos muito mal.

    Como a grande mídia não está conseguindo formular o pensamento da maioria da população, ela está ousando mais e com isto seu grau de exposição e as suas vísceras estão ficando cada vez mais expostas, o rei está ficando cada vez mais nu.

    As minhas perguntas:

    Este amadurecimento da população sobre a mídia será importante para decisões mais acertadas no futuro?

    A população brasileira está preocupada com a mídia? ou esta preocupação circunscreve somente a um um setor da população politicamente ativa?

    Se Lula nos primeiros anos de governo resolvesse enfrentar os meios de comunicação ele teria apoio da grande maioria da população? teria apoio suficiente no Legislativo? Conseguiria governar o país ? Qual teria sido o custo político de um assunto de tamanha envergadura?

    A reforma política é algo urgente e em seguida a democrartização das comunicações.

    Antes que esqueça: Como os candidatos do PT são os únicos a serem vigiados pela mídia, julgados no STF sem provas meu voto é 100% PT.

    PT : Ruim com ele pior sem ele.

  • Aqui vai meu desabafo…

    Desculpem, mas estou de saco cheio do PT e de seu rabo entre as pernas…

    Em relação às sacanagens perpetradas pelo PIG contra o PT/Governo Federal, e, principalmente, contra o povo brasileiro, acredito que os ‘xênios’ do Planalto tenham uma estratégia, certo? DUVIDO!!!

    E de quebra, colocam a Sra. HELENA MARIA DE FREITAS CHAGAS comandando a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República!? ELA É REPRESENTANTE DO PIG, ORA!!! É FÁCIL COMPREENDER PORQUE O GOVERNO FEDERAL CONTINUA DANDO DINHEIRO PARA O PIG! ESPECIALMENTE PARA A GLOBO!!!

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Helena_Chagas

    E a possível entrada da tal CLÁUDIA COSTIN na Secretária da Educação Básica do Ministério da Educação?

    http://www.viomundo.com.br/politica/izabel-noronha-o-projeto-educacional-que-claudia-costin-defende-nao-e-aquele-que-o-brasil-necessita.html

    ISSO É ALGUMA PIADA??? ONDE ESTÁ A CABEÇA DO MERCADANTE??? Até outro dia, Mercadante tinha o Miguel Nicolélis como interlocutor. “Puxa, o renomado cientista da Universidade de Duke! Agora vai”. Pensou o idiota aqui! E para meu dissabor e espanto, noticiam o nome dessa senhora para assumir a Secretária da Educação Básica… MAS O QUE É ISSO??? O QUE ESTÁ ACONTECENDO? O PT NÃO TEM NINGUÉM MAIS ALÉM DESSA EX-FUNCIONÁRIA DO FHC???

    NÃO VOTEI NO PT PARA VER ESSA GENTE EM BRASÍLIA!!!! NÃO VOTEI NO PT PARA VER DILMA COM MÃO FORTE CONTRA SINDICATOS (ANDES, POR EXEMPLO!), E COM MESURAS COM PGR, STF E, ESPECIALMENTE, COM O PIG!!!

    Espero que essa postura do Governo Federal não custe caro a quem mais necessita dele… O POVO!!!!

  • É muito complicado governar um país em que se necessita fazer alianças p/ poder governar. Esse é um mal antigo da república. O caso mais recente está envolvido o ex ‘Senador Gilberto Miranda (Milionário do dia p/ noite) ligado aos partidos de direita , na operação Porto Seguro que cooptou funcionários de agencias indicado por políticos da base do governo. O relator do esquema Cachoeira não consegue aprovar o relatório sem negociar ( retirando o nome do Gurgel e do Policarpo) sem o qual não tem aprovação da comissão. Para realizar as reformas necessária seria necessário a esquerda eleger para o Senado e Câmara uma base ampla, que nas condições atuais é impossível . A PF vem desenvolvendo um bom trabalho mas as forças conservadoras são muito forte. Não é fácil, para compreender o Brasil não é necessário somente ver é necessário entender o que se vê. O papel da Mídia é justamente esse, embaralhar e desvirtuar p/ seus interesses.

  • Perfeito, Edu.
    Essa questão é muto complexa e vamos sim levar muito tempo, esforço e energia para fazer a transição.

    Dilma que enfrentou a ditadura não teria medo dos barões da midia e sim das teias de relações que estão por trás de tudo isso. Na verdade não diria medo e sim o cuidado que a maçã amadureça, dê sementes férteis e que essa semeadura encha o solo árida de novos frutos, cabendo o estado, o governo de esquerda apenas o papel de irrigar a terra, levar água para o deserto. Não adianta água onde não há sementes prontas para brotar e a sementeira é a nação, cada semente somos cada um de nós cidadãos.

    A Argentina está sim muito avançada, mas lá o movimento foi de baixo para cima. Foram as avôs de maio que gritaram. As sementes já estavam prontas, aqui mais tempo será necessário, mas nada impede que façamos estufas aqui e acolá.

    Há uma questão importantes na concentração da imprensa-empresa nas mãos de poucos, isso tira emprego e atrasa o país. Se a universidades publicas e privadas com suas faculdades de comunicação social entenderem isso, entenderem que seus jovens recém-formados terão uma nicho de mercado escasso, talvez, só aí talvez o que duraria uma década pode durar menos.

    Sabe aquela questão de JK: 50 anos em 5? Acho que o caminho é esse.

    Se incutirmos nos jovens que eles são os mais lesados nessa concentração podemos ir mais rápido ao longe. Aqueles que vão estudar comunicação social não tem muito mercado de trabalho hoje e quando se formarem terão menos ainda, então acho que ganharemos tempos se conquistarmos mentes e corações não só deles, mas de seus pais, parente e amigos.

    Eu particularmente adoro os blogues, mas isso é muito pouco para o pais-nação que pretendemos. Os conselhos de comunicação estadual e municipal são algo importante para o direito de resposta, mas o que eu julgo ser o que motivará, o que tirará o cara do sofá é o mantra: EMPREGO.

    Não dá para criticar o modelo que aí está sem o contraponto. Há de se criar novas oportunidade de que a diversidade se implante . Aqui em Brasilia há algo no ar, o governo está ensaiando a rede publica distrital de TV. Isso vai gerar muito emprego e renda, vamos batalhar para que esse projeto seja o mais rapidamente colocado em prática, mas para tando toda a sociedade tem que defender.

  • OI EDUARDO,
    A SITUAÇÃO É MUITO DELICADA, MAS CONFIO EM DILMA.
    TEMOS QUE DESCOBRIR UMA FORMA DE NEUTRALIZAR ESSES MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE SÃO NEFASTOS NÃO PORQUE TEM LADO MAS PORQUE NOS FAZEM DE IDIOTAS.
    HOJE NO JORNAL DA MANHÃ, NA GLOBO, ESTAVAM ACUSANDO O GOVERNO DE FAZER INDICAÇÕES POLÍTICAS EM ÓRGÃOS PÚBLICOS, A EXEMPLO DAS AGENCIAS REGULADORAS.
    EU SÓ GOSTARIA DE SABER COMO CHEGAM OS JUÍZES AO SUPREMO SE NÃO É POR INDICAÇÃO POLÍTICA.
    EM SE TRATANDO DO PT, ACREDITO QUE VÃO QUERER FAZER CONCURSO PÚBLICO PRA PRESIDENTE DO BRASIL.
    ASSISTINDO A ESSE TIPO DE JORNALISMO ME SINTO UMA IMBECIL..
    ABRAÇOS E BEIJOS NA VITÓRIA.

  • Ótimo post Eduardo, resumiu bem o estado atual das coisas em relação a essa mídia brasileira medíocre, lesa-pátria e sem noção do perigo, tantos os excessos e até crimes que pratica (Veja/Policarpo/Cachoeira) em nome da “liberdade de empresas” de comunicação.

    Aliás, comecei a seguir os conselhos do maior perseguido e alvo diário dessa corja, o ex-Presidente Lula, não me preocupo mais, nem leio o que esse partido midiático escreve, fala ou edita, poupo meu estômago e cérebro, pois isso dá stress e azia.

    Parece que a conversa do governo federal com a mídia golpista ficará mesmo para depois das eleições presidenciais de 2014.

    Lula e o PT estão dando corda para o PIG se enforcar sózinho, sua folha corrida de crimes estará bem gorda depois de 2014.

    Além disso, o PT está se organizando internamente para enfrentar o partido midiático/judicial, basta ler a nota que o Presidente do PT publicou dia 14/11/12 em relação ao julgamento político e de excessão da ação penal 470, vulgo mensalão, vão para o enfrentamento junto com os movimentos sociais.

    A batata do PIG está assando, como me contou um passarinho, mais não posso falar.

  • Por que o PIG não ataca Alckmin, já que é assim, a teoria do domínio do fato tupiniquim deveria valer para ele:

    “As gravações mostram que Miranda festeja quando o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assina um decreto em que reconhece a “relevância econômica e social da obra”.”

    Já que isto envolve a secretaria dos portos nos pareceres.

    Reportagem da falha (folha):

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/1192309-grupo-ajudou-ex-senador-a-liberar-projeto-de-r-2-bilhoes.shtml

    Engraçado, como a denúncia de um ex-auditor, que não se sabe se recebeu propina ou se recebeu dinheiro de seu empréstimo consignado só destaca a secretaria da presidência da república em São Paulo, mas não destaca o envolvimento da secretaria dos portos, que deve ser estadual. Entendi.

  • Eu por exemplo, já não assisto telejornais. Quanto aos impressos nunca os comprei. A internet é a minha fonte, especialmente os “blogues sujos”.

  • AVISA o PHA que a RECORD não é tão boa assim

    Veja a manchete exibia agora no R7:

    EXCLUSIVO – escutas da PF ligam ex-chefe de gabinete a Genuino”

    ao ler pensei, agora FU??? de vez .. e mesmo assim abri a matéria

    Foi aí que constatei que a tal “ligação” dizia tão somente a UM pedido deste, feito em 2003, que pedia por um porte de arma a seu motorista

    FRANCAMENTE, que a mulher gostava de mimos e agrados, que até enche o saco ver tanto “líder experiente e vivido” estar ligado a 2o escalão de DELINQUENTES, v´lá

    ..que ela ENRICAVA, agradecia e/ou atrapalhava pelo cargo ..até aqui, pelo que já li (e se confirmado) é obvio ..mas daí a manchetear como se o José Genuíno fosse meio que o “mentor” e artífice de tal comportamento partido de uma SECRETARIA ..oras, convenhamos ..é forçar

    http://noticias.r7.com/brasil/exclusivo-escutas-da-pf-ligam-ex-chefe-do-gabinete-da-presidencia-a-genoino-28112012

    ahhh este BISPO, pelo jeito ele e suas empresas tb vão trabalhar a hora em que o namoro terminar

  • Mais uma vez correto Eduardo!

    O Golpe gestado nas Irmandades é fruto do “viralatismo” e está no DNA da elite (rarrara) brasileira.
    Precisamos de mais imprensa e menos mídia.
    Só na Ditadura a Globo e coirmãs emplacavam o que queriam. Quero é que o governo reduza os patrocínios. Porque a Petrobrás patrocina tele-dramas, tele mentiras, tele golpes, tele obtuários, tele rezas, tele cassinos?
    Chega! “Vão cata coquinho no mato!”
    Quer ver um telejornall que informa e fala do Brasil real? Assista o Repórter Brasil da TV Brasil, um show e sem puxar o saco do governo. A imagem é ruim pela parabólica. mas o conteúdo…
    Quer mais conteúdo e verdade numa revista? Leia Carta Capital ou Caros Amigos.
    Quem acaba com essa mídia são nossos olhos!

  • A forma como Lula , Dilma e PT lidam com a mídia, permitindo que eles batam como bem entender está fazendo com que a grande mídia saia de seus esconderijos macabros e se exponha cada vez mais para a briga a céu aberto. O rei está ficando nu.
    É um risco imenso, mas está dando certo. Basta ver a quantidade de cancelamentos de assinatura da VEJA, FOLHA, Jornais, Etc…

    O trabalho voluntários dos blogueiros progressistas e a participação das pessoas nas redes sociais tem sido fundamental

    Se amamos este país e pensamos no futuro de nossos filhos e de muitos injustiçados devemos nos converter em verdadeiros soldados e formar um verdadeiro esquadrão para combater diariamente esta imprensa corrupta até chegar o dia do golpe final, a guerra é longa e a briga diária, lutando o triunfo virá porque virá!

    A vida pode não estar fácil para a esquerda, mas para eles as coisas estão bem piores.

    O jogo está sendo jogado e ficar contra o governo não ajudará e acho que nossa responsabilidade não termina quando colocamos nosso voto na urna, pressionar os deputados e senadores é uma obrigação.

    Ainda acho que a reforma política é o principal objetivo , a população quer esta reforma e ela é mais viável nestes momentos e esta reforma poderá facilitar o caminho para democratização das comunicações.

    Um abraço Edu e parabéns pela sua dedicação.
    Parabéns também a todos que frequentam e comentam nos blogs progressistas , se diz que o amor se alimenta com amor assim como o fogo se alimenta com fogo, os comentários tem sido um alimento e estímulo para todos nós que buscamos um Brasil mais justo.

    A Batalha

  • Apos ler este post, tomei conhecimento do motivo porque DILMA não leva a frente a Lei dos Médios.

    Ela teme o Lesgislativo, onde muitos dos seus membro têm veículos de comunicação.
    ]
    A Lei dos Médios seria derrotada pelos os proprietários o pelo lobbie d Globo, Veja e companhia.

    Não existe outra saída, a não ser aguentar as mentiras e os ataques.

      • Lendo esse texto ficou claro a dificuldade do governo de passar, seja a proposta do Franklin Martins ou algo parecido com a Ley de Médios, no congresso, exatamente porque ao fazer composições com partidos como PMDB, PTB, PP e etc., o PT se submete a deputados e senadores, donos de emissoras ou ligados a esse lixo de mídia que temos no país. Não seria o momento do PT nos seus programas de TV e RÁDIO dar toda ênfase a importância da população transformar todo apoio à presidente Dilma em voto maciço no PT, fazer uma ligação entre o partido versos governo, mostrar que são coisas ligadas, ao invés de ficar fazendo propaganda de tudo que o governo vem fazendo, que mal ou bem terá o reconhecimento la na frente?
        O PT tem obrigação de tentar sair dessa prisão que é ter essas coligações espúrias e tentar ter maioria na câmara e no senado e quem quiser se coligar que seja em outras condições.

  • Eduardo, acho deprimente o governo ficar submisso a esta corja que detém concessões públicas dos meios de comunicação. Olhando por esta ótica, jamais sairemos deste estágio. Mal acabou a palhaçada do julgamento do mensalão, já começou outro bombardeio, por conta da secretária da presidência em São Paulo. Fora o relatório da CPI do Cachoeira, que não vai indiciar o Policarpo e o Gurgel. Quando é que vamos avançar, se não há investimento maciço na educação? Um povo instruído, politizado e com bom nível intelectual, faria a diferença. Mas há estudos que mostram também, que ao ascender a classe C e B, muitos se tornam conservadores e se voltam contra os governos que propiciaram tal ascensão, com políticas afirmativas. Conheço pessoas com bom nível de escolaridade e que votou no Lula até ele ganhar a eleição, que hoje, tomou ódio mortal do mesmo. Acham que ele sabia de todo o esquema d desvio do falacioso mensalão, que enriqueceu absurdamente. Veja só, o PT passou anos pregando que uma vez no governo, mudaria completamente as politicas adotadas pelos governos anteriores, principalmente do seu arco inimigo, PSDB. Ao assumir o governo em 2003, lógico, que tinha que arrumar a casa. Mas à partir de 2004, ele já poderia ter implementado algumas mudanças, tipo, rever as privatizações, acabar com o Fator Previdenciário, não implementar a continuação da reforma safada começada por FHC na Previdência, melhorar o salário dos funcionários do executivo, rever as patifarias que FHC fez contra os empregados dos bancos públicos, e tantas outras injustiças. Mas não, preferiu continuar com o modelo neoliberal de FHC, deixou o setor financeiro deitar e rolar, fazendo o que bem queriam, enriquecendo absurdamente a banca nacional e internacional, pouco fez pela reforma agrária, dando prioridade ao grande capital do agronegócio, colocou no STF ministros que deram uma puta punhalada nas suas costas. Por quê não nomeou um Dalmo Dalari ou Fábio Konder Comparato para o STF? São só exemplos…. Na minha família, há uma gama de gente com pensamentos conservadores e que detestam o Lula, PT. Uma, que só se pautam nas notícias veiculadas na Globo, Veja e por ai vai. Quando cito outras alternativas, me dizem que são os defensores do governo petista. Tenho uma irmã que votou no Lula em 2002 e hoje tomou ojeriza de Lula, Dilma e Cia Ltda. A raiva dela é por ser funcionária aposentada da administração direta federal, não ter recebido aumento salarial condigno com o que foi prometido pelo Lula, antes de assumir a presidência. Se sente enganada, espoliada… Vou tirar a razão dela? Não!!! Temos embates homéricos e ela diz que sou petista e que não enxergo as falhas cometidas pelo PT, Lula, Dilma.
    E agora o Mercadante vai colocar a Claudia Costin mo Ministério da Educação pra fazer o quê? Avacalhar ainda mais a educação?Tenha dó! E a reforma da CLT que já está em andamento, apoiada pela CUT que é braço direito do PT? O Paim está na linha de frente tentando reverter esta pouca vergonha. O tempo dirá, meu caro Eduardo.

    Abs!!!

  • Tem uma coisa engraçada no lulopetismo: defende, como esse artigo, que a regulação da “midia” nada tem a ver com censura a conteúdo. Mas sempre que levam uma critica mais pesada a seu governo, clamam pela “lei de meios”, para dar um jeito na “imprensa golpista”. Têm que alterando a propriedade dos meios de comunicação a imprensa não falará mais que o Zé Dirceu é mensaleiro ou que o mensalão petista existiu. Devem achar também que a imprensa gôche vai parar de chamar os normais de “burgueses”.

    • Você toma comentários isolados pelo todo. Tem muito tucano dizendo que a ditadura era melhor e nem por isso vou dizer que todo tucano apoia a ditadura. É muita burrice.

    • Ley deMedios sim, para dar opções para o Thomaz se tornar um cidadão consciente. Só resta saber se ele quer ser um cidadão consciente ou quer ser um tucano-pefelê amante da Ditadura Militar. Por ele ser um defensor dos ideais udenistas (de golpes contra os direitos sociais e contra o Brasil), acho que ele vai optar em continuar sendo um tucano-pefelê.

      Que venha a Ley de Medios!

    • Comentário distorcido que reflete uma mente distorcida. Só um anormal pode dizer que o oligopólio teratológico da Mídia e a nossa burguesia lewinkyana e atrasista são “normais”. Vai se tratar, vai meu filho.

      NO PASSARÁN!! VIVA GENOÍNO!! VIVA ZÈ DIRCEU!! VIVA A LIBERDADE, A DEMOCRACIA E A LEGALIDADE!! VIVA O PT!! VIVA O BRASIL!! ABAIXO A DITADURA DO STF, MÍDIA & ASSECLAS!! CPI DA PRIVATARIA TUCANA, JÁ!! LEI DE MÍDIAS, JÁ!! “O BRASIL PARA TODOS não passa na gLOBo – O que passa na gloBO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • Concordo com vc meu caro Edu, mais acho que no fundo persiste tb uma má vontade do governo em pelo menos amenizar esse poder. Vejamos por exemplo o o governador requião fez no Paraná, ele retirou toda a publicidade do governo estadual das emissoras privadas e previlegiou as emissoras públicas, acho que por aí seria um caminho para começar alguma coisa, claro que haverá uma reação muito grande por conta dos político que são proprietários de emissoras e jornais, mais que é por aí que pode começar não tenho dúvida.

    • Excelente exemplo: Requião cortou as verbas estatais para a grande mídia paranaense, enfrentou
      fortemente o grupo RPC, sempre atacou os privatistas do estado do Paraná, politizando o
      tema nas campanhas e nem por isso deixou de se eleger duas vezes governador do estado.

      Além disso, hoje é senador, com uma atuação muito boa!

      • E é um dos caras que mais apanha do PIG. Sou paulista, mas não perdia um programa “Escola de Governo”, e também o “Brasil Nação”, do grande Beto Almeida. Infelizmente, o PR ficou com inveja de nosso sofrimento, e decidiu voltar ao retrocesso. Pena também, que nunca teremos um cidadão honrado como o Requião, na Presidência da República.

  • Edu, eu tenho alguns amigos na oposiçào no Congresso que já me ahaviam dito isto, que o grande problema para que a tal Ley de Medios pegasse no Brasil é o Congresso. Mas isto não é desculpa para que o governo, a esquerda ou nós nos conformemos e nos acomodemos.

    Neste exato momento está sendo finalizado no Congresso o relatório da CPMI do Cachoeira… e sem o indiciamento da Veja! Uma oportunidade única está pulando na área, esperando para ser bicada para o gol e o PT deixa o relator sozinho para bancar esta? Esta era a hora de começar-se a desmontar o poder da mídia dentro do Congresso, era para se quebrar a Veja/Abril e deixar as Concessionárias de TV se tornarem ponta de lança oposicionista. Tem que se minar a força destes caras dentro do Congresso também pois precisamos de vozes lá dentro, vozes que hoje têm medo do poder da mídia, para entoarem o tema.

    Não vou extender a minha fala, termino dizendo que dada a posição do PT ao livrar a Veja do indiciamento, que as condenaçôes de Dirceu e Genoíno foram merecidas: a história não perdoa os covardes.

  • Aqui vai meu desabafo…

    Desculpem,mas estou cansado do PT com o rabo entre as pernas…
    http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/86406/Como-Veja-venceu-um-PT-amedrontado-Como-Veja-venceu-PT-amedrontado.htm

    Em relação às manipulações perpetradas pelo PIG contra o PT/Governo Federal, e, principalmente, contra o povo brasileiro, acredito que os ‘xênios’ do Planalto tenham uma estratégia, certo? DUVIDO!!!

    Mas, por qual razão colocam a Sra. HELENA MARIA DE FREITAS CHAGAS comandando a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República!? ELA É REPRESENTANTE DO PIG, ORA!!! É FÁCIL COMPREENDER PORQUE O GOVERNO FEDERAL CONTINUA DANDO DINHEIRO PARA O PIG! ESPECIALMENTE PARA A GLOBO!!!

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Helena_Chagas

    E a possível entrada da tal CLÁUDIA COSTIN na Secretária da Educação Básica do Ministério da Educação?

    http://www.viomundo.com.br/politica/izabel-noronha-o-projeto-educacional-que-claudia-costin-defende-nao-e-aquele-que-o-brasil-necessita.html

    ISSO É ALGUMA PIADA??? ONDE ESTÁ A CABEÇA DO MERCADANTE??? Até outro dia, Mercadante tinha o Miguel Nicolélis como interlocutor. “Puxa, o renomado cientista da Universidade de Duke! Agora vai”. Pensou o incauto aqui! E para meu dissabor e espanto, noticiam o nome dessa senhora para assumir a Secretária da Educação Básica… MAS O QUE É ISSO??? O QUE ESTÁ ACONTECENDO? O PT NÃO TEM NINGUÉM MAIS ALÉM DESSA EX-FUNCIONÁRIA DO FHC???

    NÃO VOTEI NO PT PARA VER ESSA GENTE EM BRASÍLIA!!!! NÃO VOTEI NO PT PARA VER DILMA COM MÃO FORTE CONTRA SINDICATOS (ANDES, POR EXEMPLO!), E COM MESURAS COM PGR, STF E, ESPECIALMENTE, COM O PIG!!!

    Espero que essa postura do Governo Federal não custe caro a quem mais necessita dele… O POVO!!!!

    • É um absurdo tremendo o ministro da Educação (Mercadante) chamar um quadro do neo-liberalismo e que já fez parte do governo FHC (que propôs uma série de medidas que atacam os direitos trabalhistas dos professores), que fez parte do governo tucano em São Paulo.

      Essa ala tucana do PT (muitos deles do PT paulista) ainda vai complicar o Governo Dilma.

      Que venha a Ley de Medios!

    • Para a cúpula do PT é ótimo criar este clima de disputa entre PT X PIG na militância do partido.
      Isto serve como mote para as campanhas eleitorais. Porém, na hora de tomar atitudes concretas
      para acabar com o oligopólio midiático, não faz nada!

  • Ser eleito e tomar posse, não é “chegar ao poder”. O poder continua onde sempre esteve: com o capital, com o latifúndio, e com a elite, que sempre se reservou a formação escolar e o acesso e a ascensão na máquina do Estado, desde as delegacias de polícia, passando pela Justiça, Ministério Público e todas as funções estratégicas das administrações municipais, estaduais, federais.

  • A lição que podemos tirar do seu artigo, Edu, é a de que governar não é nada fácil, sobretudo num governo de coalisão. O que não podemos é nos comportar como os ratos que, numa reunião, decidem que, para sua sobrevivência, seria preciso colocar o sino no gato. Mas quem iria fazê-lo? O governo, enquanto governo, não pode, mesmo, colocar este sino, mas isto não significa que nós devamos baixar a guarda. Temos que, diaria e incansavelmente, denunciar a “midia” (para manter a expressão educada) e, ao mesmo tempo, denunciar o legislativo que impede – por covardia e interesse – a aprovação de uma legislação que controle os meios de informação. Não temos todo o poder na mão, mas temos um poder importante. Você, por exemplo, vem desempenhando bravamente seu papel.

  • Eduardo,

    Parabéns pela mente aberta para questionar e, quando entende necessário, rever posições.

    Cada nova universidade, escola técnica federal, bolsa do Prouni, cada novo concurso para a máquina estatal (no sentido mais amplo), é um golpe irreversível no aparelhamento do Estado pela velha elite e um passo avante para uma democratização mais efetiva da sociedade.

    Também existe comunicação de massa, não “mediada” pela midia. A percepção direta, pela população, da melhoria de suas condições de vida, a “economia diária” — agora detectada pelo relatório internacional que colocou o Brasil em primeiro lugar entre 150 países — é uma comunicação de massa que o monopólio do PiG não tem como impedir. A resposta das urnas deixou claro o que a população pensa do espetáculo do STF sincronizado com a mídia e com o calendário eleitoral.

    O Lula torna-se cada vez mais imbatível, não só porque fala a linguagem do povo — diretamente ao povo, nem que tenha de viver viajando, para alcançá-lo –, mas porque o que fala corresponde exatamente ao que o povo está percebendo no dia a dia.

  • Acho que a crise capitalista pode fazer muito mais, e está de fato fazendo, para tornar a mídia um centro de divulgação de puras mentiras. Isto está acontecendo no mundo capitalista, sobretudo nos Estados Unidos. Não digo que a mentira tem pernas curtas, mas quando uma crise tão profunda atinge o coração do capital, a mídia não deixará de ser atingida. Acho que qualquer lei contra a mídia, ou seja, contra a mentira, não vai funcionar senão reforçando seu lado. A internet está tendo um papel importantíssimo nessa dissolução da ideologia capitalista. Este é um papel que não podemos menosprezar. É o nosso papel. Talvez precisássemos, para saber exatamente em que terreno estamos pisando, ou seja, o da verdadeira força da mídia, procurar entender perfeitamente sobre o fracaso dela nas últimas eleições municipais. O caso da prefeitura de S. Paulo poderia ser pesquisado. Fizeram tudo para derrotar Lula/Haddad, e foram derrotados. O fato é que não tiveram força usando exatamente o moralismo, que é poderoso. Uma derrota do lacerdismo?

  • COERÊNCIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

    Roberto Jefferson (PTB) – 4 milhões – igual a 7 anos e 14 dias;

    Pedro Henry (PP) – 3 milhões – igual a 7 anos e 2 meses;

    Valdemar Costa Neto (PR) – 8 milhões – igual a 7 anos e 10 meses;

    João Paulo Cunha (PT) – 50 mil reais – igual a 9 anos e 4 meses.

    Alguém disse que no STF os pretos, as prostitutas, os pobres e os petistas são tratados diferentemente.

    Deve ser porque é petista que o deputado que recebeu menos dinheiro vai ficar mais tempo preso.

    Aliás, o único que vai direto para a prisão. Os outros terão direito ao regime semi-aberto.

    O Supremo Tribunal Federal é um primor de coerência.

    Enquanto isso, enquanto apanhamos no Supremo Tribunal da Hipocrisia, o PT e o relator da CPMI do Cachoeira retiram os pedidos de investigação e/ou indiciamento de Roberto Gurgel, Policarpo Júnior e outros quadrilheiros do Ministério Público e da mídia golpista conformada no PIG.

    Alegam que não havia voto suficiente pelas deserções de parlamentares da base do governo que se prestam a proteger aqueles quadrilheiros.

    Ora, e nem tentaram colocar os mesmos pedidos como emenda aditiva ao relatório, ainda que assinada por outro parlamentar? Para que ficasse registrado o posicionamento político desses parlamentares.

    E se o risco era não ter o relatório final votado, como ameaçam ainda assim, que sejam eles apontados pela recusa da votação, pela abstenção, pelo voto contrário. Mas o PT não poderia abdicar de incluir esses bandidos cujos crimes já têm comprovação em investigações da polícia e do próprio ministério público.

    O mal de se ter uma bancada pequena dos partidos de apoio programático ao governo e a dependência de bancadas de partidos aliados que não chegam junto nos principais enfrentamentos é fruto da opção errada e equivocada politicamente na formação das coligações eleitorais legislativas e pela ausência de ênfase no suporte das campanhas para que o mesmo eleitor de Lula e Dilma votem também nos seus candidatos a parlamentares mais fiéis. Sem isso, é como diz o Eduardo Guimarães, que aponta perdida essa legislatura para essa lei de médios.

  • Petista, lulista e direitista plantonista. Acho que estas são suas melhores e mais apropriadas classificações, que se escondem atrás de um personagem – ou seja, alguém que se molda ao momento, por interesse real e objetivo: estar ao lado do poder, seja ele da bandeira que for.
    Disfarça bem ao dar uns tapas em Dilma. O foco é laurear o antecessor dela. Seria para que ele possa retornar após o mandato dela? Claro. Quem elogia Franklin Martins como você o faz, só pode querer o retorno do governo anterior, quando as tetas eram bem mais longas e macias. Que o digam mensaleiros!
    Quando critica a “grande mídia”, revela a frustração de quem não conseguiu atuar no conjunto, no coletivo, e que apenas pôde expor-se pela blogosfera desvairada. Se – impossivelmente – a internet contivesse um filtro, você estaria, também, fora dela.

  • Muito bom o artigo, bem interessante mas ainda prefiro que se tente o que deve ser feito, mesmo sob o risco de fracasso, a ficar eternamente manietado no pau-de-arara da ditadura midiática. A coisa não mudará enquanto não se faça o menor esforço no sentido de alterar seus rumos.Prefiro tentar algo grande e fracassar a viver remindo com pequenas satisfações, escassas e extremamente raras, as derrotas diárias. Em algum momento haverá de acontecer o enfrentamento, quer se queira ou não.

    Ley de Medios (à la Argentina) Já ! ! !

  • Edu, você tem o direito de se auto enganar o quanto quiser. Nós estamos cansados de esperar uma regulação da Midia através da Dilma… Não adianta que não vai sair. Como diz o nosso PHA, o PT homem e o PT mulher morrem de medo da Globo e do PIG. Esse governo via essa presidenta financia os golpistas dos jornalões diariamente. Após a posse ela compareceu a festa promovida pelo Frias que um pouco antes tinha divulgado a ficha falsa da mesma no seu jornalão. Portanto, desse mato aí não vai sair cachorro nenhum, ou melhor, regulação nenhuma. Pode esperar sentado para não se cansar.

  • Acredito que seja exatamente isto que o governo queira que seja feito: mobilização social. Os políticos (incluídos os do executivo) serão trucidados pela mídia monopolizadora se tentarem ir de encontro a este monopólio. Suicídio político. Sem contar com a “tropa de choque” (donos de mídias ou a serviço delas) que existe no congresso para defender os interesses dessas famílias dominadoras da comunicação no país. Mas, uma mobilização popular, esclarecedora e arregimentadora, dará respaldo àqueles que estão nas duas casas legislativas para apoiarem o projeto de iniciativa popular. Um por cento do eleitorado, cinco estados, três décimos por cento… Art. 13 e parágrafos da CF. Onde eu assino?

  • Prezado Eduardo,

    Sinceramente, se estas informações que você colheu conferem, então a postura dela é muito cômoda. Tenho o costume de duvidar da flexibilidade intelectual de quem usa frases feitas como estas ridículas que ela tem usado.

    Não importa que o congresso não aceite, é obrigação do governo propor o debate e levar a discussão até os fóruns apropriados de modo a criar um ambiente tal que faça avançar o país. O PMDB não quer? Então que se entenda com a maioria da população esclarecida que quer.

    A obrigação do cidadão esclarecido e de boa vontade é pugnar pelo progresso do país. Se ela não faz , se omite. Se ela se omite, façamos nós. Seria possível obter uma cópia do que o Franklin fez e propor o debate aberto na rede, nas escolas, nas universidades, nos sindicatos? Que se dane se a Dilma e o PT são omissos, façamos nós!

    Abraços.

  • A conversa da Presidente a respeito do controle remoto é plausível em um país no qual a educação é de qualidade e a mídia é plural. No Brasil, com mídia monopolizada pela direita (pela esquerda seria a mesma coisa), é “conversa para boi dormir”. Quanto a “preferir o ruído da imprensa livre ao silencio da ditadura” é conversa fora do contexto, despropositada, pois não temos democracia, o espaço público é monopolizado por empresas que se comportam como fascistas, não há contraditório, não há democracia, não há formação da opinião pública, há monólogo. A presidente não é ingênua, então, está querendo o quê?

Deixe uma resposta