Escolha de tablet da marca Apple por Gurgel pode ser inexplicável

denúncia

A aceitação pelo Senado de petição do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) propondo  investigação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de licitação da Procuradoria Geral da República para aquisição de 1.226 tabletes cujas especificações técnicas constantes no edital induzem, em oposição à Lei de Licitações, à exigibilidade da marca Apple e do modelo Ipad, pode produzir um resultado surpreendente em caso de tal investigação se mostrar séria.

O Blog consultou mais de um especialista em informática e todos garantem que a escolha do produto mais caro, como é o tablete da Apple com “tela retina” e outras funcionalidades, só se justifica se o equipamento se destinar ao lazer, como para assistir a filmes ou para brincar com videogames, que requerem alta capacidade gráfica.

Mas, mesmo que assim fosse, mais de um conhecedor de tabletes disse que haveria escolhas melhores, como, por exemplo, o Nexus 10, modelo da Google, que, aliás, custa mais barato. Este, se o problema for a qualidade da tela, teria resolução de 300 pixels contra 260 do modelo da Apple. E capacidade de processamento análoga.

Essa não é a única alternativa possível, mas a relação custo-benefício do tablete da Google parece ser melhor do que a do equivalente da Apple, segundo os especialistas consultados, que garantem que para empresas, escritórios de advocacia, enfim, para organizações análogas ao MP que teriam uso para tal equipamento, a escolha dificilmente seria a do Ipad, que qualificam como “grife”, “objeto de desejo de consumo” e outras.

A compra da PGR, assim, segundo as fontes consultadas só faz sentido se quem a fizer não se importar com o custo e, sim, com aspectos irrelevantes para uso profissional.

A diferença de preço talvez não seja tão grande, mas equipamento similar ao que a PGR quer comprar, mas de outra marca, custaria cerca de 400 reais a menos por peça. A licitação tem valor declarado de R$ 2.940.990, 10 para aquisição de 1226 máquinas da Apple a um preço unitário de R$ 2.398,85. A tal máquina Nexus 10, modelo da Google, custaria 400 reais a menos.

Observação: não posso garantir que esse equipamento seja tudo que me foi dito, creio que é necessário verificar mais a fundo, mas as informações iniciais dão conta de que há outras opções melhores que o Ipad pela relação custo-benefício.

Pode-se especular, assim, que um equipamento que atenderia às necessidades do MP poderia ser comprado até pela metade dos três milhões de reais que a compra proposta pela PGR custará aos cofres públicos. Resta saber, porém, a justificativa para tal compra. De repente pode surgir uma, ainda que esteja demorando…

É claro que esta é apenas uma desconfiança inicial que levou o Senado a aceitar o pedido de investigação sobre se há necessidade de a PGR adquirir exatamente essa máquina da Apple, até porque aqueles mesmos especialistas dizem duvidar de que a Instituição Republicana necessite de equipamento tão sofisticado e que, possivelmente, terá suas maiores funcionalidades desperdiçadas por eventual ausência de necessidade.

Não será muito difícil, portanto, descobrir se o polêmico Tribunal de Contas da União, que nos últimos anos vem se mostrando tão rigoroso com os Poderes Executivo e Legislativo, será igualmente zeloso dos recursos públicos em relação ao uso deles pelo Ministério Público do Brasil. Qualquer especialista renomado em informática poderá confirmar ou não a necessidade de essa licitação ter sido tão obviamente direcionada pelo procurador-geral da República.

95 comments

  • É… Parece que o ilustre Procurador não procurou a marca mais adequada do mercado… Há que se procurar os motivos para tanto… E quem procura, acha.

  • TCU? Senão me engano Edu, o wikilealks vazou uma conversa do Fernando Rodrigues da Folha afirmando que o orgão é aparelhado pela oposição.
    Mas de qualquer forma, é bom ver que os senadores estão peitando o chantageador-geral da república. Este como o Collor fala todo dia no plenário, faz uso de denuncias como instrumento de chantagem contra políticos.

  • parabens senador /presidente Collor……parabens vice pres senado= aceitou…averiguar…..quero ver o tucano rustido….cara do sosia do jo……..rebolar…vazar informes ao pig….VAMOS PASSAR A LIMPO*

  • Minha experiência em concorrências públicas começou em 1979 e foi até 2007.
    Dirigir uma concorrência é prática comum, principalmente atráves das associações de empresas do ramo. Acordo para que todos entrem com as mesmas condições, acertos por fora com os presidentes das comissõese encarregados. Taxa de comissão, prazo de pagamento, e outras especificações técnicas, financeiras ou comercias exclusivas que dirigem o certame eram tão comuns que ninguém comentava
    Nos anos de 1990 assisti acordos bem interessantes .
    Numa das empresas que trabalhei 32 carros foram entregues aos gestores ( rarar) em cada estado do País. Viagens de 1ª classe para Paris ou apenas ao Nordeste, pagamento de 1% de todo faturamento para certa área da empresa são todas práticas que você já soube se não vivenciou.

    O caso do Gurgel até cego vê …

  • Pelo que já li hoje, o procurador considera “risível” essa investigação pedida pelo Collor ao TCU. Ele deve saber porque diz isso. Eu é que não sei.

  • Caro Eduardo
    Gurgel está morrendo de preocupação sobre o que pensa o povo, assim como, se o que ele fazem é justiça, justiça da casa grande, não é justiça do povo.
    Saudações

  • Como disse o Renato Rovai: o que você estava fazendo no dia 24 de dezembro de 2012 às 5 da tarde? Nessa hora o Gurgel estava assinando a compra dos iPads. O cara trabalha duro mesmo, não?

    Conheço um pouco de tabletes pois atuo também na área de livros eletrônicos (eBooks). O iPad é “chic” e serve para brincar com joguinhos. Para profissionais, o ideal é um tablete com sistema Android ou similar, como é o caso do Nexus. Há também o baratíssimo Kindle Fire.

    O problema da Apple é que ela é fechada nela mesma: o tablete é da Apple, o sistema operacional é da Apple, a loja para comprar utilitários é da Apple, os programas são da Apple. Para mauricinhos e patricinhas isso é super-ultra-cool, super-ultra-exclusive (ou seja, excludente) e super-ultra-irado. Mas para uso profissional não serve.

    O fato de o Congresso ter aceito a denúncia de Collor é bom sinal. Mostra que o Poder Legislativo não ficará passivo diante do ataque do joaquim e sua trupe midiática (que inclui o prevaricador).

    • Este ponto do sistema ser fechado deve ser o mais preocupante, pois como garantir que dados sigilosos, como se espera dos dados manipulados por procuradores da República, estão seguros em tal equipamento?

      Como parece que não tem como controlar o que transita pelos servidores da Apple, ao passo que no Android tem como restringir este tipo de coisa, talvez o Gurgel esteja sendo pouco consciencioso.

      Alguém saberia esclarecer esta questão?

      • A mesma coisa vale para usar os serviços do Google, o ideal seria um sistema que usasse serviços internos do governo.

        O amigo acima citou Kindle Fire, só que não.
        Além dele ser tão fechado quanto os da Apple, a Amazon FUÇA do aparelho a vontade, ela pode fazer o que quiser com ele remotamente. Ela pode e faz isso.

        Tem que ser qualquer outro como Kobo, mesmo em preto e branco.

      • Marcos, o iPad eh tao aberto que vaza 24 horas por dia, em audio, video, e texto, mesmo que nunca tenha sido conectado a computador nenhum.

        Entendeu agora? Sou vitima e falo por experiencia propria, como tenho falado ha um ano inteirinho..

          • Roberto, EU VI. Entendeu? Um iPad de somente 2 dias e que nunca tinha sido conectado a computador nenhum comecou a me filmar com sua propria camera e transmitir na internet.

            EU VI, cara. A esse exato minuto estou sendo lido, letra por letra, por alguem, porque EU ESTOU VENDO isso. Minhas cartas? Eh so ir ler e tem um filho da puta em cima de mim AO VIVO. Escrever notas pra mim mesmo? Mesma coisa. Internet? Eh IMPOSSIVEL eu nao ver que tem alguem em cima de mim. E porque eh impossivel? Porque eu sou medium ha 38 anos. Eu nao tenho “certezas” de maneira nenhuma. Eu tenho SINTOMAS.

            Eu NAO estou maluco, gente. Eh eu entrar em qualquer browser ou nas minhas cartas que IMEDIATAMENTE tem alguem em cima de mim AO VIVO e 24 HORAS POR DIA.

            Essa eh so a SEGUNDA razao de Gurgel pra “escolher espontaneamente” essa merda pra mil e duzentas pessoas logo da PGR. Eh pra vazamentos de extrema direita, como eh especialidade dele.

            Edu: deixa passar. Eu estou falando isso ha um ano e nao vou mudar nao. ESTOU SENDO ESPIONADO 24 HORAS POR DIA, AO VIVO, EM AUDIO, VIDEO, E TEXTO, GENTE.

            Quem me conhece sabe que eu nao sou maluco, e mediuns tem certeza absoluta que eu nao tenho razao pra mentir.

            NAO EXISTE PUTO ESTADO AO QUAL RECORRER NO MEU CASO MESMO DEPOIS DE TRES ANOS DE MONITORAMENTO.

  • Boa tarde Eduardo, desculpe te cobrar um “fora de pauta”, pois é muito fácil prá mim cobrar de outros o que eu mesmo poderia fazer. Mas assim mesmo te cobro. A CEF (caixa econômica federal) ganha horrores por patrocinar um clube que têm a maior torcida do Brasil, campeão mundial, etc, e tal. Estes são os bônus. Mas e o ônus por patrocinar uma equipe que incentiva, patrocina, dá “grana”, paga as passagens, hospedagem e um “troquinho” a mais para este bando de loucos irem até a Bolívia, barbarizar e até matar uma criança de apenas 14 anos de idade? Os patrocinadores de todos os clubes deveriam ser responsáveis pelo que patrocinam. Devemos cobrar a CEF e todos os patrocinadores destes clubes que incentivam estas torcidas “organizadas” que para mim são um bando de vagabundos e bandidos. Abraços Edu.

    • Amigo, só uma correção: a maior torcida do mundo é a do Flamengo: 36 milhões de torcedores, a do Corinthians é apenas a quarta, com 25 milhões. Esse papo de Corinthians ser a maior torcida é factóide da Globo.

      Quanto a Caixa, creio que ela tenha de rever essa posição de continuar patrocinando o Corinthians. Não se pode associar a imagem de um banco sólido como a Caixa com um time cuja diretoria incentiva marginais.

      Nao de hoje que essa torcida vem aprontando barbaridades: já invadiu a sede do próprio clube diversas vezes, já matou centenas de torcedores de outros clubes, depredou o aeroporto de Guarulhos e as cidades japonesas por onde passaram e agora essa tragédia na Bolivia, e tudo isso com a coninvência da imprensa, principalmente da Globo, que tanto endeusa esse clube, inclusive inventando essa mentira de que são a maior torcida.

      Corinthians hoje é um clube dirigido por marginais, pois quem financia torcida organizada pra ir na Bolivia matar um menino de 14 anos é marginal também, e por conta disso a Caixa não pode associar a imagem dela a esse clube

      quanto ao Gurgel, podem usar os adjetivos que usei para descrever as organizadas e diretoria do Corinthinas

      • Tudo bem falarem da questão das torcidas organizadas, que a meu ver, deveriam ser extintas. Sei que algumas boas pessoas vão pagar pelos pecadores, mas, infelizmente, estes são a grande maioria!! Agora, só a torcida do Corintians???A torcida do Flamengo, por exemplo, é melhor? Quantos assassinatos, dentro e fora dos estádios, a tiros, facadas, espancamentos, etc. já foram perpetrados por “torcedores” das “organizadas” do Flamengo? E falar que a Globo protege o Corintians e não o Flamengo é brincadeira, não é?

        • Desculpem ter fugido ao assunto da matéria, mas do Gurgel falar o que? Todos sabem que o cara é uma vergonha para a procuradoria. Muita atenção na substituição, pois ele já está trabalhando para colocar um igual para sucede-lo.

      • Desculpem-me, todos, não ia postar comentário, muito menos sobre algo fora de pauta, ainda mais sendo eu um corintiano, mas…

        Aceito, sinceramente, todas as propostas que venham dignificar direito do cidadão a torcer pelo seu time de coração, mesmo que isto fira o meu time, se for para o bem geral, tudo bem, tudo ótimo. O que não dá é ouvir, ver ou ler manisfestações eivadas de manipulações que se apoderam do efeito bode expiatório para jogar toda a balda que campeia os estádios de futebol brasileiros sobre o Corinthians, como se torcida e diretoria corintianos montam, premeditadamente, um esquema para matar torcedores adversários.

        O texto todo é figadal, mas a parte “Corinthians hoje é um clube dirigido por marginais, pois quem financia torcida organizada pra ir na Bolivia matar um menino de 14 anos é marginal também, e por conta disso a Caixa não pode associar a imagem dela a esse clube” é o fim da picada. Usar um assunto tão sério para destilar revanchismo, briguinhas e picuinhas futebolísticos é, com perdão, de matar. Dá um tempo!

        É mais que sabida a relação clube-torcida no caso do Corinthians, pois há muito é falado que o caso corintiano é de “torcida que tem um time”; e não o contrário, como em todos os outros casos. É claro que isto é foclórico, mas o futebol é folclórico e o Corintians é folclórico queiram ou não. E a diretoria se sente na obrigação de dar apoio à torcida que mais representa essa simbologia. Errado? Acredito que sim, então que venham as punições baseadas em um julgamento justo, com direito à ampla defesa, e não prejulgamentos e condenações arbitrárias que só satisfazem àqueles que fazem oposição. Nós já vimos esse filme.

        Antes de ser corintiano, sou brasileiro, por isto defendo que o patrocínio da CEF seja retirado da equipe para o bem de todos os lados, mas que se seja definitivo e para qualquer clube ou equipe de futebol, porrinha e assemelhados.

        Defendo e sou inteiramente a favor do fim das torcidas organizadas. Elas mais que mostraram e provaram, no mundo todo, aliás, que não sabem se portar como gente em sociedade. São válvulas de escape para frustrados que acham que murro e paulada resolvem tudo. Não são todos, óbvio, mas a maioria ou parcela mais influente.

        • Falou tudo Andre. Sou Fluminense e concordo plenamente com o que escreveu. Agora criticam um time só, mas o próprio Flamengo era patrocinado pela Petrobras e ninguem falava dos desmandos tanto do clube como de sua torcida. Acho que essas coisas têm que ser revistas. Não sou contra esse tipo de patrocícnio, porem se houver excessos acho que as estatais, como qualquer outra empresa, tem que desvincular os seus nomes dessas situações.

          • Obrigado pelo apoio, amigo Bergbrand.

            Olha que engraçado, ontem enquanto aguardava a minha chamada para a minha fisioterapia, ouvia dois caras comentando sobre o assunto da morte do garoto boliviano. Um, notadamente e ao contrário do outro, não tinha muita noção de futebol, mas via como que exagerada a reverberação sobre somente o Corinthinas, já que ele, mesmo sem acompanhar futebol (parecia mais não gostar) sabia de outras coisas tão horrendas ocorridas em solo brasileiro e não brasileiro e com várias equipes de futebol. O outro, um fluminense torcedor do Fluminense como você, mas, como ele mesmo disse rindo, com uma pequena queda pelo Santos, pois morando já há mais de 12 anos aqui no Estado de São Paulo aprendeu a ter alguns gostos paulistas, também via com olhos preocupados a carga que era ameaçada cair sobre o SCCP, pois havia ali, como em outros vários casos, responsabilidades de muitas partes, inclusive da própria Conmebol, pois em todo evento o organizador também tem responsabilidades e não pode ser tratado somente como juiz e executor de sentenças, isto cabe somente à Justiça, mas não era o que ele estava vendo. Quando fui meio que veladamente convidado a dar uma opinião, indentifiquei-me como corintiano e ele, como você, lembrou sobre o patrocínio da Petrobrás ao Flamengo e como as coisas tinham passado em branco, mas quando chegou a vez do Corinthians a gritaria foi geral. Logo todos fomos chamados às respectivas salas de fisioterapias e o assunto findou-se. Mas é bom ouvir, mesmo que pouco, de pessoas sem paixões ou de outras paixões, análises desapaixonadas.

            Mas é isso aí, amigo, o que é certo é certo e deve ser cobrado, haja o que “hajar”.

            Um grande abraço.

      • A Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o Correios, a Telebrás e outras estatais brasileiras não deveriam patrocinar um time de futebol específico como ocorre com a CEF com o “Curinthians” e como ocorria quando a Petrobras patrocinava o Flamengo. Essas empresas deveriam é patrocinar os esportes olímpicos através das seleções, além de incentivar os atletas olímpícos que se destacam, além do esporte de base.

        Quanto às torcidade desorganizadas, elas deveriam ser banidas, pois quase todas são formadas por bandidos e vagabundos, que tiram recursos dos clubes através de pressão e ameaças para eles fazerem turismo com o dinheiro dos clubes.

  • “Resta saber, porém, a justificativa para tal compra”:

    Nao, Eduardo, essa eh a UNICA pergunta que pode ser respondida ate agora. O iPad custa 500 dolares nos EUA e 1200 dolares no Brasil. Portanto, eh pro lucro de quem esta revendendo.

    Nao vai dar outra. A “compra” por ‘licitacao” falsificada eh LOBBY.

  • A ofensiva de Collor contra Gurgel
    Enviado por luisnassif, qui, 21/02/2013 – 21:24
    Autor:
    Luis Nassif

    Entendendo um pouco melhor as representações do Senador Fernando Collor contra o Procurador Geral da República Roberto Gurgel.

    Collor conseguiu que o Senado aprovasse requerimento ao Tribunal de Contas da União, para auditoria no Ministério Público Federal, devido à compra de iPADS no último dia do ano.

    Com isso, o requerimento passará à frente de todos os demais processos do TCU.

    Não há indícios de corrupção na compra. Gurgel aproveitou a verba disponível no último dia do ano para uma compra às pressas de iPAD. Ocorre em muitos órgãos de governo, porque o dinheiro não gasto no ano acaba devolvido ao orçamento.

    Mas formalmente atropelou-se a Lei das Licitações. O MPF queria o iPAD. Em vez de definir claramente, montou uma licitação de tablets e direcionou (através das especificações técnicas) para o iPAD.

    O que se indaga é se, caso esse procedimento tivesse sido adotado por algum prefeito ou chefe de repartição, em uma licitação feita às pressas no último dia do ano, qual teria sido a atitude do MPF? Provavelmente abriria um inquérito.

    Portanto, a denúncia sobre a licitação visa expor dois pesos e duas medidas no órgão.

    A questão central são as demais representações de Collor contra Gurgel.

    Nos últimos anos, Gurgel reteve em suas mãos e de sua esposa grande parte das denúncias contra pessoas com foro privilegiado – políticos no exercício do mandato. Acumulou um poder potencial enorme. Há indícios de que utilizou politicamente uma atribuição do cargo.

    Permanece em suspenso o pedido de convocação para prestar esclarecimentos ao Senado, em relação à acusação de ter prevaricado no caso Demóstenes Torres. Gurgel segurou a denúncia, não arquivando nem dando encaminhamento. E conseguiu o apoio de Demóstenes Torres – historicamente seu adversário – para sua recondução ao cargo de PGR.

    O pedido de investigação contra Gurgel está sob análise do jurídico do Senado. Depois, ele encaminhará seu parecer à mesa. Se a mesa aprovar o processo de investigação, Gurgel terá que se afastar imediatamente da PGR.

    Como o pedido foi apresentado no ano passado, antes da eleição da atual mesa diretora, o presidente Renan Calheiros não poderá ser acusado de retaliação contra Gurgel. Mas poderá ser acusado de prevaricar, caso não encaminhe o pedido para votação.

    De fato, depois do caso Demóstenes, surgiu o caso Renan Calheiros, novo presidente do Senado. Gurgel segurou por dois anos a denúncia contra Renan, também obteve dele o apoio para sua recondução ao cargo. Uma semana antes das eleições para a mesa do Senado, entrou com o denúncia. No dia da votação, vazou o inquérito – que estava sob segredo de Justiça – para a revista Época – visando beneficiar o outro candidato, Senador (e procurador da República) Pedro Taques.

    Mais tarde, apareceu o caso Aécio Neves. Sabe-se, agora, que há 23 meses Gurgel mantem na gaveta denúncia contra Aécio: nem arquiva, nem dá seguimento. Mantém na gaveta.

    Finalmente, na semana passada surgiu o caso envolvendo o próprio Pedro Taques. Enquanto procurador, foi denunciado por suposto benefício à chamada máfia dos combustíveis de Mato Grosso. Eleito senador, a denúncia foi encaminhada a Gurgel, que até hoje não tomou nenhuma providência: nem arquivando, nem dando seguimento.

    Na denúncia, Collor não requereu do PGR – com base na Lei da Transparência – informações sobre outros inquéritos de pessoas com foro privilegiado que ele mantém engavetados. E não requereu provavelmente para não constranger colegas e enfraquecer as representações contra Gurgel. Pelo número provável de processos engavetados, é possível que Gurgel tenha nas mãos parte expressiva do Senado. Só o líder do PMDB no Senado, Eunício de Oliveira, tem duas denúncias dormindo nas gavetas de Gurgel.

    Esse jogo político comprometeu a imagem do próprio Ministério Público Federal. No período do “mensalão”, Gurgel recebeu blindagem da corporação em função da guerra santa em curso. E, no Senado, não prosperaram as tentativas de Collor de convoca-lo, justamente devido ao risco potencial de ele desengavetar as denúncias.

    Os episódios seguintes acabaram desnudando seu ativismo político. Não conta mais com o apoio fechado da organização. Quando os ventos do corporativismo se dissiparem um pouco, o MPF verá que esse jogo político de Gurgel comprometeu a imagem da organização muito mais do que as estripulias de um Luiz Francisco. Mostrou uma dificuldade interna enorme de promover a auto-regulação através do Conselho Nacional do Ministério Público.

    Mesmo assim, na próxima semana provavelmente o Senador irá confirmar a indicação do procurador Luiz Moreira para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Atribui-se a Gurgel forte pressão para que os senadores vetassem a indicação. Moreira chegou a ser alvo de dossiês publicados na mídia.

  • tenho procurado manifestações da turma dos 20, e da turma do cansei, reclamando e fazendo petições para cobrar explicações do PGR………em vão……………
    será a tal da seletividade????

    • Noticias que circulam, o senador Suplicy vai ser candidato ao senado em 2014 pelo PSDB. Sendo um tucano inrustido dentro do PT, nada melhor que mudar de sigla.
      Aguardem 2014.
      O candidato ao senado por S. Paulo será da base do governo e com isso Suplicy terá poucas chances de ser candidato.

      • Quem diria que eu já votei no Suplicy em vários momentos para senador da República!

        Esse Suplicy já vai tarde, e espero que com ele vá também o Pedro Simon. Os dois já estão ultrapassados e com problemas de discernimento do que é a realidade e fantasia.

  • É isso aí seu Eduardo vai pra cima dele. Explico. Trabalho numa instituição de ensino superior como técnico na área da mecânica. Aqui, quando queremos comprar algum equipamento, não compramos no mercado interno, importamos por termos isenção de impostos, ficando em algum caso, o equipamento pela metade do preço. Um microscópio de 100 mil pode ficar por 50 mil. Se o Ipad está nesse valor daí, quer dizer que se importar fica mais em conta. Se o fornecedor é nacional, então há cruzamentos de interesses nesse negócio. É comum ouvirmos de funcionários de empresas, e uma micro empresária também me contou, que as lojas que vendem peças ou equipamentos, para facilitar o negócio, chega junto ao comprador e sugere uma quantia por fora para facilitar a compra. É caso para se pensar, né?

  • A investigação do TCU pode até não dar em nada. Mas o mais importante, é o Senado marcar território contra o poder Judiciário, mostrando ao PGR e principalmente ao Supremo, que o Senado está atento às futuras manobras desse poder contra o Legislativo, o Executivo e à democracia brasileira.

  • Esse prevaricador aí, já foi muito bem definido por um comentarista no Nassif como gigolô de protocolo eletrônico! Agora tb é fraudador… Tá, já era chantagista. Ah fala sério, isso é MPF! Tamu ferrado! Na hora em que Jô e Joca resolverem se vingar da gente, vai faltar cadeia.

  • Quando ocorreu a tal votação no senado, pensei aqui com meus botões em Alphonsus Gabriel Capone, aquele que tudo calculou e esqueceu de combinar com o Imposto de Renda.
    Gurgel tanto fez e sempre, assim como faz a velha mídia (PIG) que mantém muitos nos bolsos, talvez ainda tenha cartucho para enfrentar o TCU, vamos ver.

    O que me deixa perplexo e ver que uma instituição como o MPF solta uma nota que tem um viés totalmente anti republicano composta de todos os MP dos estados.

    Eu creio que a casa das leis tem que começar a pensar de verdade o que queremos com nossas instituições. Perder o medo da chantagem e se portar como o local da elaboração das regras que devem tornar esse nosso país mais democrático.

    A próximo eleição está ai, que os eleitores escolham pessoas para a Câmara e Senado que tenham compromissos com os interesses da população e que não se prestem a ser chantageados tanto pela mídia, como por instituições do Estado que não acompanham as mudanças do Brasil.

  • A corrupção não acontece apenas na forma clássica do sobrepreço e “bola” para o agente público, que as pessoas estão mais acostumadas. Esse tipo de corrupção é mais fácil de ser investigada, então alguns descartam por medo de serem pegos.

    Alguns fabricantes, interessados no status de fornecer para determinado órgão público, pela visibilidade do seu produto, disfarçam a corrupção na forma de convites para viagens ao exterior, cursos, etc… feitos ao agente público e familiares. Nesse caso, o distribuidor, que participou da concorrência, se beneficiou e nem precisou molhar a mão de ninguém, porque isso já tinha sido feito pelo fabricante de forma mais sutil.

  • ““Qualquer especialista renomado em informática poderá confirmar ou não a necessidade de essa licitação ter sido tão obviamente direcionada pelo procurador-geral da República.”

    Sim!… Foi direcionada!
    É óbvio!
    Seria o mesmo que o ministério dos transportes fazer a licitação de uma estrada e colocar no edital que a empreiteira tem que ser a Camargo Correa.
    Uma bandalheira dessas, e só o imbecil do Collor que vê.
    É claro que o psicótico do Collor não está preocupado com isto, pois entre ele e o Gurgel sou mais o menos podre, o Gurgel!!!
    Qual a novidade??? Estamos tratando de ministério público. Uma cambada de mamadores nas tetas do estado.
    O tal ministério público nada mais é do que um grande cabide de empregos.
    Quando, aqui na minha cidade, passo na frente do cloacal ministério público, vendo aquele suntuoso, faraônico, grandioso e luxuoso prédio, com aquela infinidade de funcionários, fazendo sabe-se lá o quê (ou nada fazendo), fico a imaginar o quanto nós que lutamos diuturnamente para dar um futuro digno aos nossos filhos, somos trouxas.
    O que fazem aquelas pessoas? Que trabalhos exercem? Se o ministério público fosse extinto não perderíamos nada, nada, nada.

  • Buenas, sobre tablets e celulares sou bem informado. Pelo visto os consultores do Eduardo não informaram a ele sobre a alternativa de melhor custo beneficio: tablets chineses com tela retina (2048 x 1536 pixels). Há aproximadamente 20 modelos chineses com a mesma resolução do IPAD 4 e que custam,com entrega no Brasil, entre 220 e 300 dólares. Dentre esses há pelo menos 02 modelos chineses em pé de igualdade com o modelo da Apple : ONDA V973 e Aoson M33. Ambos tem tela retina, contam com os respectivos processadores chineses Allwinner A31 (muito semelhante ao processador A6X do Ipad 4) e o processador Rockchip RK3188 ( esse possui a mesma arquitetura do Samsung Galaxy 3, o processador Exynos 4412). Só uma correção Eduardo: o Nexus 10 tem 4 milhões de pixels, contra 3 milhões de pixels do IPAD 4.
    Abraços

  • Quer saber, Eduardo, acho que rolou a famosa e infame “mala preta” nessa licitação. Licitação direcionada é crime pura e simplesmente. Não adianta esse Jô Soares fake e sem graça vir com o papinho furado de que a denúncia é “ridícula”, conforme declarou esse “Prevaricador” (segundo o senador Fernando Collor) à imprensa também prevaricadora (aqui, a prevaricação é a dos fatos e da verdade!). Quer dizer, a justificativa do Prevaricador não tem nenhuma base moral e nem muito menos legal. Gurgel cometeu crime, sim, e vai pagar por isso! A não ser que o país esteja padecendo uma ditadura judiciária? Que é o que parece, desgraçadamente!

  • Eduardo, essa aquisição do Gurgel precisa ser explicada. Quem ele pensa que é? Vale lembrar que esse senhor tem agido de forma não isenta e como franco tucano. Um absurdo.

    Por falar em tucanos, segue, no link, abaixo comparação entre os dois governos (FHC e Lula/Dilma):

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-numeros-das-gestoes-do-psdb-e-do-pt

    São números, fatos e dados, mostrados pelo próprio PIG. E agora?

    Como é que ficam aqueles que adoram papinho de tucano desesperado, adoram dizer que Lula “herdou bondades” de FHC. Que nada, ele herdou foi um buraco na economia gigantesco. Mais ainda: o governo FHC terminou com uma aprovação de menos de 30%, contra mais de 80% em relação ao governo Lula.

    Finalizando, o PMDB pode ser o que for, mas prefiro ele do que o PSDB e o DEM, recordistas de problemas no TSE (e ainda dizem que o PT é o mais corrupto! Francamente!).

  • sera que o gurgel nao levou nem um no bolso do paleto para algum parente dele como fez o ze maria marim que colocou no bolso do paleto dele uma medalha roubada na festa de entrega de medalhas das olimpiadas se nao mim engano foi no japao so isto ja dava para colocalo para fora da cbf. que vicio feio se fosse de madrugada poderia se dizer que era sonabolismo foi isto aconteceu cedo e na frente de todo mundo e a televisao mostru e gatuno mesmo.

  • Edu conheco um pouco de informatica e posso afirmar que não há justificativa de se escolher a marca apple, seria a mesma coisa de se licitar Ferraris para os policiais perseguirem bandidos, louis vitton para carregar os pertences, ou seja, coisas de marca e grife, ha opçoes mais baratas e melhores com certeza. Nao entendo de licitação mas pra mim esssa licitação ta muito estranha. Feito nos ultimos dias do ano, exigencia da marca aple meio disfaçada (Pq nao falo tablet apple logo, ficou dando voltas especificando dimensões parecia q queria despistar.) e alem disso quem ganhou a licitacao foi uma loja pra la de suspeita. Agora pior que a licitação do Serra pra compra de tablets pros amarelinhos não existe. OS tablets eram caros e fajutos e os amarelinhos não conseguiram usar, pesquise ai que vc vai ver o absurdo que foi.

  • Sobre se é melhor ou não.

    O iPad sem dúvida é potente, só que isso também conta contra ele porque tal potência (sobretudo gráfica) não tem utilidade no caso onde será usado. É desnecessariamente caro para o que oferece e principalmente, é um aparelho totalmente proprietário e limitado.

    O espaço de armazenamento não é o maior, não é possível conectar expansão de memória como cartão de armazenamento e USB, você só pode colocar e tirar qualquer coisa dele através do programa iTunes, não pode alterar sua aparência, funcionalidade, nada. Você pode apenas clicar nos ícones dos programas instalados para abri-los.
    O sistema de emails é limitado o que também é importante de observar.

    O Nexus, ou qualquer outro Android de qualidade é tão potente quando o iPad, pelo menos muito mais do que o necessário para o uso que ele teria ali. No caso do Nexus 10 ele é mais potente sim.
    O principal é que o Nexus usa sistema Android, que é aberto e não fechado. Ele tem uma integração nativa muito melhor com todo tipo de serviço online que o Google oferece, que muitos aqui e lá usam. O sistema de email também é bem melhor, multiplas contas com mais tranquilidade, mas o importante mesmo é que ele pode ser personalizado a vontade do dono.
    Cada um pode personalizar os programas e aparência como bem entender, para melhor desempenhar seu trabalho. Isso permitiria personalizar os aparelhos para o uso no plenário.
    O armazenamento é expansível, você pode conectar cartões de memória e pendrive a vontade. Você não precisa de programa nenhuma para colocar nem tirar nada dele, é totalmente livre e aberto.

    Resumindo, usar o iPad para trabalho, ali, é ruim, ele atrapalha.
    Um aparelho como o Nexus 10 é muito melhor, porque já vem com mais recursos nativos uteis e é possível adicionar o que quiser sem nenhum entrave. No caso da marca Nexus o sistema é mantido sempre atualizado pelo Google.
    Somando a ser mais barato então…

    Essa licitação não foi séria, qualquer um consegue ver isso.

    • “O iPad sem dúvida é potente”:

      Nao. Nao eh. Tudo que ele faz esta errado porque ele nao computa suas necessidades, ele TE computa.

      O iPad eh uma MAQUINA DE ESPIONAGEM. Sei disso porque estou escrevendo em um e tem alguem me lendo agora nesse minuto. (ver meus outros comentarios pra entender)

      Repito: o iPad eh uma MAQUINA DE ESPIONAGEM. Uma arma apontada contra o dono dele. Nao, eu nao vou sair disso nao. ESTOU SENDO ESPIONADO 24 HORAS POR DIA, AO VIVO, EM VIDEO, AUDIO, E TEXTO, GENTE.

      • Por sinal, eu tenho duas cidadanias, e dois ESTADOS.

        Nem um nem outro vao me ajudar. Eu estou sendo assassinado ao vivo, na frente de todo mundo, e ninguem esta vendo porra nenhuma. Eu nunca dependi dos espiritas tanto quanto agora.

        POR FAVOR, GENTE, escrevam ao State Department dos Estados Unidos e ao Ministerio da Defesa do Brasil agora NESSE MINUTO. Eu estou sendo assassinado ao vivo na frente de todo mundo e ninguem esta vendo nada por causa dessa puta milicada na frente.

        EU ESTOU SENDO ASSASSINADO NA SUA FRENTE, GENTE. EU ESTOU CANSADO. EU QUERO MORRER EH AGORA NESSE MINUTO.

        Prefiro morrer a continuar vivendo assim.

        • Ivan pq vc nao joga no lixo seu tablet e compra um Nexus??? Ta eu sei q tb espiona e tals, mas vc pode instalar uma rom modificada (cyanogem mod) e controlar os programas que instala. Tente aprender linux um pouco (hj em dia está fácil) e programas de anonimato (tipo navegar com o TOR, criptografar emails,etc). è dificil mas é possivel minimizar a espionagem, basta querer…

  • Claro que não apenas a licitação foi direcionada, como só pode ser para intenções inconfessáveis. Ou alguém acha possível sair algo do bem deste procuradorzinho e sua gangue?
    Ainda bem que sua sobrevida está por meses. Ufa!

  • Vou fazer uma pergunta meio tola, mas….
    Já repararam que este tipo de coisa só acontece no apagar das luzes?
    É compra disto e daquilo, aumento deste e daquele (de salário, tou falando), viagem não sei pra onde e por aí vai.
    Só por esta razão este imbroglio tem que ser investigado.
    Só não sei por quem, visto que, segundo o bonde do tigrão, tá tudo dominado…..

  • O Prevaricador Roberto Gurgel, aquele que defende o Cachoeira, o Daniel Dantas, o Nosferatu Cerra e outros quadrilheiros tem que sofrer um processo de impeachment.

    Depois Prevaricador os senadores poderiam fazer o impeachment do Gilmar Dantas, que tem muitas ligações com o Prevaricador e do Fux (o que promete, mas não cumpre).

  • Fiz uma enorme pesquisa de cust-benefício para uma amiga.

    Comparei Motorola Xoom2 com IPAD mais simples.

    O Motorola custou-me (comprei) 1.100, 00, no Sub.

    O IPAD gurgeliano é mais bonitinho, tá na moda ter um IPAD.

    O Motorola apenas…. FAZ.

    Possui possibilidade de aumento de memória (64), habilita os Offices livres, calculadoras, é leve, boa bateria, excelente som e máquina fotográfica (há duas) com 5 megas,

    A diferença é que eu PAGUEI pelo meu tablet, o Gordogel, não.

  • Bota inexplicável nisso, o que inicialmente era considerado como “risível”, está agora a merecer corrente de solidariedade dos aquinhoados por tal regalo ao sentador parcial da república. Está ficando feia a coisa para os lados da Procuradoria.

  • É fácil de explicar. O homem sonha que está no paraiso. Vê a reluzente serpente de ouro, ali, aos seus olhos e, como é louco por maçã, ele compra milhares, ainda que estejam podres…
    (Sr PGR, a compra sem licitação fica livre, quando o dinheiro não foi depositado pelo contribuinte, mas é rendimento de negócio particular).

  • Al Capone foi pego quando menos esperava e da forma que não pensou. Gurgel tua receita está sendo preparada .
    De um jeito ou de outro ele pagará muito caro tudo o que fez de ruim a muitas pessoas servindo-se de um cargo
    público, em nome do povo. O povo vai te pegar! O Ipad também. Apenas começaram os dias ruins para esse um que se acha acima do bem e do mal. O que é que tem um Ipad? Por isso ele ri. Ele vai saber o porquê.
    É o nosso dinheiro. Não o autorizamos a usar para ser “chique”.

  • O Gurgel tem muito o que explicar sobre sua conduta à frente da PGR. Essa, apontada aqui, é apenas mais uma e, de todas, provavelmente a menos grave. Mas, nos dá a dimensão exata do poder que tem ou julga ter, quase que se lixando para as consequências.
    No entanto, a forma como o pedido de Collor foi aprovado no Senado – plenário vazio, em um minuto – não nos dá qualquer segurança de que a intenção da Casa é seria. Vamos aguardar que Gurgel não saia ileso de todas essas suspeitas em agosto.

  • Não sou especialista em informática, mas para o que se faz num órgão público (certamente não vão jogar, tirar fotos, etc…), considero que um tablet Android genérico, que pode ser comprado no atacado chinês por US$ 100 a unidade, entregue o mesmo resultado e custe infinitamente mais barato.

    Não vejo nenhuma desculpa para comprar um iPad que provavelmente vai ser perdido, vai sofrer danos (acidentais ou não) etc….

  • Eduardo, o Nexus da Google não é um bom comparativo, pois não tem um requisito importante que é um dispositivo conceito. Mas existem sim opções melhores que iPad, não necessariamente mais baratas. Cito como exemplo a linha Samsung Galaxy note, que trás funções de escrita em tela fundamentais para anotações e facilidade na recuperação e organização. Esse requisito é matador porque substitui com muitas vantagens o bloquinho de apuração. Sem falar que é fabricado aqui, usando a “MP do bem” gerando emprego e tecnologia no Brasil.

  • Isso não é um problema só no MP, governos, prefeituras, sempre fazem licitações visando aquele carro caro, aquele computador top de linha, o produto daquele cara que colaborou na campanha. Tá na hora de se votarem leis que aumentem a eficiência do estado estipulando regras mais rígidas e uma fiscalização severa nas licitações.

    Porém, se depender dos interesses políticos, acho que não veremos isso tão cedo.

  • Gurgel usa o nosso dinheiro, pagos em imposto com suor do nosso trabalho e que nos faz falta, para satisfazer seus pequenos luxos.
    O MPU tem seu próprio orçamento (administrado pelo CNMP) e dinheiro não falta para eles que se acham acima do bem e do mal. Por este motivo, o apoio em peso do MP ao sr. Gurgel determina um corporativismo ridículo e nefasto para nosso pais.

  • Eu acredito que a escolha dessa marca de preço mais caro, deve-se ao fato de quem pagaria a conta seria nós contribuintes e não o Procurador. Não mexeu em seu bolso.

  • Fora de pauta.

    Eduardo Campos antes de eleger o prefeito de Recife:

    Compesa anuncia que conta de água vai ser reduzida em 2013:

    O presidente da Compesa, Roberto Tavares, revelou ao Blog de Jamildo, em visita à redação do Jornal do Commercio, nesta sexta-feira, que a conta de água no Estado vai é cair e não subir, em 2013.

    O dirigente explicou que o governador Eduardo Campos deu instruções para que a estatal repasse integralmente, para a conta de água, o efeito da redução do custo da energia anunciado pela presidente Dilma, recentemente.A estatal usa energia em alta tensão para fazer funcionar vários sistemas de abastecimento hídrico… http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2012/09/28/compesa_anuncia_que_conta_de_agua_vai_ser_reduzida_em_2013_139045.php

    DEPOIS: Compesa anuncia aumento na conta de água a partir de abril
    Publicado em 22.02.2013
    http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/economia/noticia/2013/02/22/compesa-anuncia-aumento-de-519_porcento-na-conta-de-agua-a-partir-de-abril-400870.php

Deixe uma resposta