Presidente do sindicato dos bancários de SP diz que Itaú é o banco que mais demite

entrevista

 

A estreita relação da candidata Marina Silva com o banco Itaú tem chamado até mais atenção do que suas polêmicas propostas, como a de interromper a exploração do pré-sal ou reduzir drasticamente o papel do Estado na economia. Vale, pois, saber mais sobre o comportamento desse banco.

Para se ter ideia do papel do Itaú na campanha de Marina Silva, no dia 26 de agosto a equipe dela participou de reunião com um grupo de investidores brasileiros e estrangeiros e o evento foi bancado pelo Itau BBA, braço de investimentos do banco Itaú.

O Itaú, como se sabe, tem entre seus proprietários Maria Alice Setubal, a Neca, que produziu o programa de governo de Marina.

Questionado pela imprensa por ter feito o evento para promover Marina, o Itaú declarou que promoveu eventos parecidos com Eduardo Campos e Aécio Neves, mas não para Dilma Rousseff, o que mostra que não é Neca Setubal que está na campanha de Marina, mas o banco dela.

Diante disso, o Blog resolveu saber mais sobre o Itaú. Para tanto, foi ouvir a presidente do Sindicato dos bancários de São Paulo, Juvandia Moreira, baiana de Nova Soure. Juvandia chegou a São Paulo em 1990, cursou e se formou em direito e é pós-graduada em política e relações internacionais.

Recentemente, Juvandia foi reeleita presidente do sindicato com 82,11% dos votos válidos. Esse apoio expressivo a credencia a expressar o sentimento da categoria sobre a eleição presidencial.

Confira, abaixo, trechos da entrevista

Blog da Cidadania – Os bancários já têm uma preferência eleitoral majoritária e coesa ou esse é um assunto que ainda está sendo discutido pela categoria?

Juvandia Moreira – Os bancários de SP e os do Brasil inteiro mantêm a conferência nacional dos bancários e obviamente nós discutimos a eleição porque se trata do futuro do Brasil. Uma categoria como a dos bancários não pode se omitir, mas estou lhe dizendo da posição das pessoas e não uma posição oficial do sindicato, que não se pronuncia oficialmente sobre eleições.

Nós, bancários, fizemos, enquanto categoria profissional, reflexão do que estava em jogo, quais são os projetos que estão colocados e qual seria a nossa posição, e ela é a de apoiar a reeleição da presidenta Dilma. Por que? Porque antes dela e do presidente Lula o país estava submetido a um projeto neoliberal que estava piorando a vida do trabalhador, com desemprego, privatizações, inflação mais alta…

Nós tivemos, nos últimos 12 anos, um governo que promoveu uma política de aumento do nível de emprego, do valor dos salários e de inclusão social. Uma Política que consideramos benéfica ao trabalhador brasileiro porque, ao longo desse período, nossa categoria teve aumentos reais de salário e recuperação do nível de emprego.

Na década de 1990, nós não podíamos nem fazer greve por conta do desemprego alto. Com Lula e Dilma, tudo mudou.

Blog da Cidadania – Recentemente, você se reelegeu presidente do Sindicato dos Bancários de SP. Na sua campanha à reeleição, o tema sucessão presidencial constou de sua plataforma? Ou seja: quando você fala na sua posição política pessoal, o apoio à sua reeleição significa que a categoria bancária concorda com ela?

Juvandia Moreira – Nossa chapa foi reeleita com 82% dos votos. Então, a categoria bancária nos conhece, sabe das nossas posições políticas.

Blog da Cidadania – Qual é o contingente de bancários paulistas sindicalizados?

Juvandia Moreira – Nós temos 130 mil bancários, em São Paulo. Sindicalizados, incluindo aposentados etc., são mais de 60 mil. E se não fossem as demissões no setor nós teríamos muito mais associados ao sindicato. A rotatividade no setor impede que cresça mais o contingente de trabalhadores sindicalizados.

Blog da Cidadania – Você já me respondeu qual é a sua posição política e disse que tal posição é compartilhada ao menos pelos 82% da categoria que votaram em sua candidatura. Agora, estamos vendo uma ascensão muito forte da candidatura Marina Silva. Como os bancários enxergam a possibilidade de ela se eleger presidente?

Juvandia Moreira – Entendemos que o projeto de Marina não tem nem os mesmos compromissos do projeto de Dilma e tampouco condições políticas de implementar suas propostas, ainda que nós discordemos de grande parte dessas propostas.

Qual é a nossa crítica às outras candidaturas com chances na eleição? É o que essas candidaturas representam. No caso de Marina, inclusive, falta força política para realizar tanto o que apoiamos quanto o que não apoiamos em suas propostas.

Blog da Cidadania – Que medidas a Marina poderia tomar que você considera que seriam danosas? Por exemplo, a anunciada independência do Banco Central. Como é que os bancários veem uma medida dessas, que teria tanto impacto no setor de vocês?

Juvandia Moreira – Historicamente (desde 1992), os bancários têm uma posição contrária à autonomia do Banco Central. O governo tem que fazer política econômica e a autonomia retira dele essa possibilidade.

A independência do BC interfere no emprego ao interferir na política industrial, na política de câmbio. Aliás, nem nos Estados Unidos você tem um Banco Central independente.

Blog da Cidadania – O que você acha de Marina ter o banco Itaú dentro de sua campanha?

Juvandia Moreira – Acho que é o Itau que está na campanha de Marina, não só a sua dona. Todos têm lido as críticas públicas que o Itaú, enquanto instituição, faz ao governo e à política econômica da presidente Dilma.

Já faz mais de um ano que o economista-chefe do Itaú tem feito críticas à política econômica e tem oferecido “soluções” que propõem desemprego e recessão para combater a inflação, por exemplo.

Os bancos ganham com políticas de combate a inflação nos moldes que o itaú propõe porque essas políticas se baseiam quase exclusivamente em aumentar os juros que esses bancos cobram.

Blog da Cidadania – O Itaú foi multado pesadamente por sonegação de impostos e com a anuência do governo Dilma. Você acha que essa multa tem alguma relação com a posição política que o banco adotou?

Juvandia Moreira – Não sei se foi só por isso, mas é claro que a multa pesou. Mas é, também, porque o banco não gosta da política econômica de Dilma. Sobretudo a forte redução da taxa Selic até o ano passado, mesmo que depois tenha subido.

Blog da Cidadania – Por que o governo multou o Itaú em 18 bilhões de reais?

Juvandia Moreira – Por causa da fusão com o Unibanco. Nesse processo de fusão, em resumo, tem sonegação, tem cálculo errado dos impostos a pagar, mas cabe recurso da multa.

Blog da Cidadania – Um banco como o Itaú, que está tendo tanta influência na campanha eleitoral, que está bancando Marina Silva, como é que essa instituição se relaciona com os trabalhadores que contrata?

Juvandia Moreira – O banco que mais tem dado problema ao sindicato dos bancários nos últimos anos tem sido o Itaú por conta do grande número de demissões que fez. Se a gente olhar os últimos três anos, o Itaú eliminou 17 mil postos de trabalho. Em 2004, tinha 104 mil trabalhadores e tem hoje 87 mil. Isso apesar de o lucro que teve no primeiro semestre ter crescido 33% em relação ao mesmo período do ano passado. Foi o banco que mais demitiu.

Blog da Cidadania – Essa conduta do Itaú de demitir tanto é só dele ou é do sistema bancário?

Juvandia Moreira – Se você olhar os últimos anos, o Itaú foi o banco mais agressivo em termos de demissões. Repito: é o banco com o qual o sindicato mais teve problemas. E, depois do Itaú, o banco que mais demitiu foi o Santander.

[…]

102 comments

  • Edu,

    Vai acontecer aqui o que aconteceu com Bachelet no Chile. Em 2018 Dilma voltará nos braços do povo. Nossa gente é MUUIITTOO induzida pela mídia e só quando sentir na pele acordará.

    • A Senhora não me perguntou se assim sou, sabia? Portanto, não fale por outros, ou por aqueles ou pelo povo. Fale, único e exclusivamente pela Senhora? Combinado?

    • Infelizmente, tenho que discordar dessa comparação. No Chile não tem Rede Globo com jornais, rádio e TV apoiando esse tripé, isso sem falar no apoio da Veja, FSP e Estadão.
      O fato é que o povo vai se lascar e vão dizer que as medidas impopulares foram necessárias porque o PT deixou o país vulnerável e, o pior de tudo, o povo vai acreditar!
      Como foi pichado em um muro na argentina nos tempos de Menem: “Nos mean y la prensa dice que llueve”.

  • TEMOS QUE IR ÀS RUAS

    Minha gente, as informações que adquirimos nos blogs e que repassamos para as pessoas são importantes. Mas nós precisamos ir para as ruas. SIM, PARA AS RUAS E FAZER O CORPO A CORPO.

    Ontem eu estive fazendo campanha num mercado público perto da minha residência. Mas antes eu passei num dos comitês eleitorais da Dilma para adquirir material. Localize um deles, adquira material e caia em campo. TEMOS QUE IR ÀS RUAS!

  • A sindicalista parece que desconhece que vivemos no século 21, aonde computadores são o principal pilar de um banco, vindo depois os trabalhadores humanos, então é fato qu atendência é reduzir a mão de obra braçal e substitui-la pelos computadores.
    Ademais nos últimos 10 anos, EU não fui mais que 20 vezes nos 4 bancos que trabalho( tenho contas), hoje se faz tudo de casa ou do escritorio, e quando se precisa de dinheiro em espécie existem vários dispensers espalhados pela cidade, então só entra na fila do bando os bobos ou analfabetos.
    Quanto também as demissões, ora,.. senhora sindicalista , o ITAU assim como qualquer empresa séria, NÃO É CASA DE CARIDADE, então mantêm apenas os funcionários estritamente necessários.
    tem mais senhora sindicalista! Demitir é um direito do empregador, empresa trabalha com resultado , ou seja, metas por isso os grandes ( itau, hsbc, santander) faturam muito e aonde podem cortar cortam sem dó .
    Ao contrario do serviço publico, onde depois de pasaar no concurso o “carinha” fica lá coçando e nao tem metas a cumprir, sendo derradeiro disso, o péssimo serviço que é prestado ao cidadão.
    Reclamem das filas dos bancos! mas como acima escrito só bobo ou analfabeto pra ir pra fila de banco pois existem muitas opções, já estes dias precisei renovar meu passaporte e tive que pagar um rapaz pra ficar na fila quilometrica e ainda depois esperar 5 dias pelo documento, graças a incompetencia estatal.

    • É por isso, Celso, que jamais se deve confiar os destinos de uma Nação a banqueiros.

      Se são os resultados que interessam e os resultados de um País são infinitamente mais complexos que os de uma empresa não resta dúvida de quem deve gerir o País.

      Você compreendeu, Celsinho, a solução da equação, ou será necessário expor novas fórmulas?

    • Bobo pra ficar na fila só se for a tua vó, cretino!

      E quem disse que todo mundo tem condições de ter conta em banco, com todas as exigências estapafúrdias que os mesmos fazem, além da taxas e mais taxas, que resultam na lucratividade que a moça descreveu na entrevista?

      E além de tudo, preguiçoso!

      A incompetencia estatal é tão enorme que, com todos os ‘problemas’ que a economia te traz ainda sobra din din pra pagar alguém pra fazer o que a tua preguiça não deixa.

      Ô estúpido, vai votar no póecinho, vai, que a tua ‘sagacidade’ já te desmascarou.

    • Quase perfeito Celso, estamos em um sistema que permite a redução de custos. O sistema bancário não é casa de caridade e deve sim demitir funcionários ociosos. Ficou faltando apenas um pequenino destalhezinho: Você teve algum benefício bancário com a redução dos custos ou a diferença ficou toda para os banqueiros? Se este lucro está sendo retornado à sociedade, os funcionários demitidos não terão problemas de encontrar novos empregos em um economia mais sólida. Se este aumento de lucros não está retornando, então os demitidos estão ferrados. Simples assim.

    • Não sei porque perco meu tempo te retrucando , mas vamos lá
      Dizer que faz transações bancárias de casa e que só analfabetos pegam fila em banco, além de grosseiro, mostra que vc também é um babaca, pois aderiu a famosa “modernidade burra ” porque vc faz os serviços que alguém deveria fazer pra vc simplesmente porque vc PAGA pra ter serviços bancários, Mané.. da próxima vez que vc for abastecer seu carro , procure um posto “self service” e corra o risco sozinho ,é tão moderno…

    • Perfeito, Celso. Você nos ajuda a mostrar por que banqueiros não podem pautar um presidente da república, como acontece com Marina Silva, pautada e bancada pelo Banco Itaú. Naturalmente, os banqueiros lutarão pelos seus interesses. Não vão lutar pelo povo. Não é verdade?

    • Não é CASA DE CARIDADE, mas por causa dos banqueiros é que precisamos ter cada vez mais casas de caridade, para atender os excluídos, vítimas da ganância.
      Santa ignorância.

  • Ficou claro na entrevista q o sindicato dos bancários tb tem posição política e apoia a candidata do PT!

    Seria pq Lula liberou R$ 1 bilhão por ano de dinheiro público para os sindicatos e centrais sindicais?

  • Eu já tive conta no Itaú (na verdade a minha conta ainda era o Unibanco antes da fusão) e cara… não recomendo o Itaú para ninguém! Fiquei tempo demais sendo cliente daquele banco e o motivo disso é que eu tinha preguiça de abrir conta em outro banco.
    Também tinha cartão de crédito do Itaú. Em um momento recebi uma carta de que a anualidade iria aumentar, mas não dizia o quanto. Nem no site do banco. Na próxima fatura… a anualidade aumentou de 45 para 90$ !! Isso sem falar no fato de que os gerentes de conta empurram a gente para gastar pontos em assinaturas da da VEJA! E o que mais? Ah sim… os juros de lá são altos mesmo para clientes de longa data exceto para leasing de carros, só que para conseguir precisa passar por uma burocracia imensa. Posso acrescentar também q a gerente da minha conta tentou me empurrar para uma carteira de investimentos onde prometia rendimentos maiores do que a poupança. Hm… sei… Eu fiz os cálculos e vi que a poupança era o q mais se encaixava para mim. Vai q eu tenho uma emergência e preciso do meu pé de meia? Se eu tivesse deixado o dinheiro na carteira de investimentos e o tirasse em uma emergência eu ia ter uma bela mordida. Para que os ganhos da carteira de investimentos do Itaú superem a poupança, só se deixar o dinheiro lá sem tocar por uns 15 anos no mínimo, enquanto no Tesouro Direto o tempo é menor. Ainda estou pensando se vale a pena investir no Tesouro Direto.

    • Amigo Carlos, e a todos os que têm conta no Itaú(ou qualquer outro banco, pois é norma do Bacen): Solicitem a migração de suas contas para a ”I-conta Itaú”, e a partir disso, terão direito a um pacote mínimo de cheques, e retiradas em espécie e o restante poderá ser feito pela internet. Nestes últimos 14 meses, economizei R$ 308,00. Na composição dos lucros do Itaú, não entram mais minha parte nas tarifas. É um direito de todos ter conta sem tarifa. Sabiam?
      Douglas Quina
      Mogi Guaçu – SP

  • Minha irmã trabalhava no Itaú e no final do ano passado foi mandada embora, e outro dia mandaram uma amiga dela, que é arrimo de família por “Justa causa”, que tem um irmão com câncer na cabeça, uma triste história.

    • Pois é Claudinho…

      E mesmo assim você ainda vai votar nulo e dar oportunidade pra Dona Neca fazer com os trabalhadores brasileiros o mesmo que já faz com os trabalhadores do banco Itaú.

      O será que você já tá mudando de ideia?

      Num outro post eu concordei com você e admiti que Roberto Carlos é um super cara…

      Quem sabe não podemos ter mais coisas em comum, hein Claudio?

  • DO MOVIMENTO DILMISTA “VAMOS ÀS RUAS FAZER CAMPANHA”

    Matéria de Janio de Freitas
    http://jornalggn.com.br/noticia/um-em-dois-por-janio-de-freitas#comments

    Um em dois, por Janio de Freitas

    DOM, 31/08/2014 – 11:12

    Por Janio de Freitas

    Ou há duas Marinas ou há dois Aécios; as propostas definidoras dos respectivos governos não têm diferença

    Da Folha de S. Paulo

    O catatau dado como programa de governo de Marina Silva e do PSB, mas que contraria tudo o que PSB defendeu até hoje, leva a uma originalidade mais do que eleitoral: na disputa pela Presidência, ou há duas Marinas Silvas ou há dois Aécios Neves. As propostas definidoras dos respectivos governos não têm diferença, dando aos dois uma só identidade. O que exigiu dos dois candidatos iguais movimentos: contra as posições refletidas nas críticas anteriores de Marina e contra a representação do avô Tancredo Neves invocada por Aécio.

    Ao justificar sua proposta para a Petrobras, assunto da moda, diz Marina: “Temos que sair da Idade do Petróleo. Não é por faltar petróleo, é porque já estamos encontrando outras fontes de energia”. Por isso, o programa de Marina informa que, se eleita, ela fará reduzir a exploração de petróleo do pré-sal.

    Reduzir o pré-sal e atingir a Petrobras no coração são a mesma coisa. Sustar o retorno do investimento astronômico feito no pré-sal já seria destrutivo. Há mais, porém.

    Concessões e contratos impedem a interferência na produção das empresas estrangeiras no pré-sal. Logo, a tal redução recairia toda na Petrobras, com efeito devastador sobre ela e em benefício para as estrangeiras.

    Marina Silva demonstra ignorar o que é a Idade do Petróleo, que lhe parece restringir-se à energia. Hoje o petróleo está, e estará cada vez mais, por muito tempo, na liderança das matérias-primas mais usadas no mundo. Os seus derivados estão na indústria dos plásticos que nos inundam a vida, na produção química que vai das tintas aos alimentos (pelos fertilizantes), na indústria farmacêutica e na de cosméticos, na pavimentação, nos tecidos, enfim, parte do homem atual é de petróleo. Apesar de Marina da Silva. Cuja proposta para o petróleo significaria, em última instância, a carência e importação do que o Brasil possui.

    A Petrobras é o tema predileto de Aécio Neves nos últimos meses. Não em ataque a possíveis atos e autores de corrupção na empresa, mas à empresa, sem diferenciação.

    Que seja por distraída simplificação, vá lá. Mas, além do que está implícito na candidatura pelo PSDB, Aécio Neves tem como ideólogo, já anunciado para principal figura do eventual ministerial, Armínio Fraga — consagrado como especialista em aplicações financeiras, privatista absoluto e presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique, ou seja, quando da pretensão de privatizar a Petrobras.

    A propósito, no debate pela TV Bandeirantes, Dilma Rousseff citou a tentativa de mudança do nome Petrobras para Petrobrax, no governo Fernando Henrique, e atribuiu-a à conveniência de pronúncia no exterior. Assim foi, de fato, a ridícula explicação dada por Philipe Reichstuhl, então presidente da empresa. Mas quem pronuncia o S até no nome do país, com States, não teme o S de Petrobras. A mudança era uma providência preparatória. Destinava-se a retirar antes de tudo, por seu potencial gerador de reações à desnacionalização, a carga sentimental ou cívica assinalada no sufixo “bras”.

    Ainda a propósito de Petrobras, e oportuno também pelo agosto de Getúlio, no vol. “Agosto – 1954” da trilogia “A Era Vargas”, em edição agora enriquecida pelo jornalista José Augusto Ribeiro, está um episódio tão singelo quanto sugestivo. Incomodado com o uso feroz da TV Tupi por Carlos Lacerda, o general Mozart Dornelles, da Casa Civil da Presidência, foi conversar a respeito com Assis Chateaubriand, dono da emissora.

    Resposta ouvida pelo general (pai do hoje senador e candidato a vice no Rio, Francisco Dornelles): se Getúlio desistisse da Petrobras, em criação na época, o uso das tevês passaria de Lacerda para quem o presidente indicasse. De lá para cá, os diálogos em torno da Petrobras mudaram; sua finalidade, nem tanto.

    De volta aos projetos de governo, Marina e Aécio desejam uma posição brasileira que, por si só, expressa toda uma política exterior. Pretendem o esvaziamento do empenho na consolidação do Mercosul, passando à prática de acordos bilaterais. Como os Estados Unidos há anos pressionam para que seja a política geral da América do Sul e, em especial, a do Brasil.

    Em política interna, tudo se define, igualmente para ambos, em dois segmentos que condicionam toda a administração federal e seus efeitos na sociedade. Um, é o Banco Central dito independente; outro, é a prioridade absoluta à inflação mínima (com essa intenção, mas sem o êxito desejado, Armínio Fraga chegou a elevar os juros a 45% em 1999) e contenção de gastos para obter o chamado superavit primário elevado. É prioridade já conhecida no Brasil.
    Pelo visto, Marina e Aécio disputam para ver quem dos dois, se eleito, fará o que o derrotado deseja.

  • Edu, olhe essa reportagem de um jornalista investigativo, autor e colunista. Tem cerca de vinte anos de experiência em questões de segurança. Como oficial da ativa projetou um dos primeiros programas de segurança de computadores para a Marinha dos EUA. Tem sido comentarista frequente da política de segurança nacional na Fox News e também nas redes ABC, NBC, CBS, PBS, CNN, BBC, Al Jazeera, Strategic Culture e MS-NBC. Foi convidado a depor como testemunha perante a Câmara dos Deputados dos EUA, o Tribunal Penal da ONU para Ruanda, e num painel de investigação de terrorismo do governo francês. É membro da Sociedade de Jornalistas Profissionais (SPJ) e do National Press Club. Reside em Washington, DC.

    Tudo sugere ação da CIA e assassinato de candidato à presidência, no Brasil:
    http://www.strategic-culture.org/news/2014/08/30/all-factors-point-cia-aerially-assassinating-brazilian-presidential-candidate.html

    • A morte de Campos é cópia-carbono com a de Sá Carneiro

      O Cessna no qual viajava e no qual morreu o primeiro-ministro de Portugal, Sá Carneiro, voava para um comício eleitoral em campanha de reeleição, no Porto. Esse desastre de avião destruiu as possibilidades futuras de uma Aliança Democrática de esquerda, porque os seguidores de Sá Carneiro que o sucederam não tinham, nem de perto, o carisma do primeiro candidato.

      Na sequência, um Mario Soares pró-OTAN e “socialista-só-no-nome” tornou-se primeiro-ministro e empurrou Portugal pela tal “Terceira Via”, subserviente à União Europeia e à globalização. À época da morte de Sá Carneiro, o embaixador dos EUA em Portugal era Frank Carlucci, funcionário da CIA, cujas impressões digitais foram encontradas, em 1961, no assassinato do ex-primeiro-ministro Patrice Lumumba no Congo. No governo Reagan, Carlucci foi nomeado vice-diretor da CIA, Conselheiro de Segurança Nacional e Secretário da Defesa. Carlucci é também presidente emérito do Carlyle Grupo, conhecido pelas ligações com a CIA.

      O histórico da propriedade e dos registros da aeronave é extremamente ‘anormal’; e, além disso, não há nenhuma gravação de conversas acontecidas na cabine, aparentemente por mau funcionamento do gravador de vozes da cabina: em vez de mostrar gravações da conversa da tripulação que levava o candidato Campos, o gravador só conservou gravações de voz de um voo anterior.

      O avião era operado pela empresa Af Andrade Empreendimentos & Participações Ltda. mas cedido, em operação de leasing, pela Cessna Finance Export Corporation, uma divisão da Textron, dos maiores fornecedores para o Departamento de Defesa dos EUA. A empresa Cessna é divisão da Textron. O gravador de vozes que não funcionou na cabine foi fabricado por outro fornecedor contratado da Defesa e Inteligência dos EUA, L-3 Communications.

      Wayne Madsen, Strategic Culture – http://goo.gl/e3YWDM

  • “Por causa da fusão com o Unibanco. Nesse processo de fusão, em resumo, tem sonegação, tem cálculo errado dos impostos a pagar, mas cabe recurso da multa.”

    Se cabe recurso, é leviana a afirmação q “tem sonegação”!

    Enquanto couber recurso, o Itaú não deve absolutamente nada ao fisco…

  • Um milhão e seiscentos mil reais divididos por 36 meses (o que Osmarina declarou ter ganho com palestras) representa um “salário” de mais de 40 mil por mês? Pergunta que não quer calar: por que uma pessoa que ganha 40 mil reais por mês está em campanha para ganhar a metade?

  • completando….Será que Osmarina declarou tais rendimentos à Receita Federal? O preço mudava se fosse com ou sem recibo? Confidencialidade, só se foi sem recibo. Alô Ministério Público Eleitoral, vamos trabalhar um pouquinho????

  • UAI, e daí ?

    Do que sei é o banco que melhores produtos oferece ..e sei de inúmeros funcionários dele que tem mais de 20 anos de casa tb

    Realmente é melhor ter banco sustentável do que sustentado tipo o do Silvio ou o Votorantin recentemente, né ?

    Aliás, a culpa é de quem por tanta concentração? Quem que recentemente admitiu sua fusão c/o UNIBANCO ..hum, deixo lembrar ? ..ah sim, foi o governo de LULA com a lambança do cambio, lembra ? claro que tinha que sobrar cabeça em todo canto, mesmo pq nos últimos tempos, correios e lotéricas passaram a fazer papel de banco, e o uso intensivo do home bank fez com que até nós virássemos caixa.

    Não não, ao meu ver a critica por Marina não passa pelo Itaú ..ou se sim, ali só se conseguirá MAIS IMAGEM positiva (um tiro no pé) ..quiséssemos nós termos mais empresas do seu porte e talento, né mesmo Eike, Inepar etc ?!

    Hoje temos uma realidade totalmente nova, e quem for COMPETENTE que se adapte ..ou será que o sindicato esta pensando que empresa privada é que nem o NOSSO Estado ..lamentável ..um ser preguiçoso, avesso a inovações e ao cumprimento de metas e avaliações, chegado a mordomia e a estabilidade ?

    • Uai, e daí II.
      É uma empresa privada e deve saber como a administrar.
      Se for só isso que têm contra a Marina Silva, é muito pouco.
      E não votarei nela no primeiro turno.
      Mas se for para o segundo, terá meu voto.

      • Então RAMIZA ..pra mim a unica coisa MARAVILHOSA numa eventual eleição da Marina, ou duma lamparina qq, seria o país se ver livre deste governo MEDÍOCRE da DILMA.

        No resto, só me sobram temores e duvidas, discordâncias explícitas.

        Temor por sua visão sectária ao vê-la enxergar uma sociedade simplificada, meramente dividade entre um BEM e um MAL ..convenhamos, somos mais complexos que isso, que esta “fatalidade bíblica”, não ?

        Temor por ver nela a história recente se repetindo, com uma presidente refém, sem base, um Collor, ou um Jânio de saias, essa é a verdade

        Dúvidas por não ver nela uma pessoa propensa ao diálogo nem firme em suas convicções (igualmente TEIMOSA e déspota como a Dilma)

        Discordâncias sobre as raríssimas opiniões que ela já deixou escapar ..sobre o fim da reeleição por exemplo (justo aqui aonde estamos penando pra nos arrumarmos líderes capacitados de 8 em 8 anos, o que dirá em 4), ou com uma independência INCONSTITUCIONAL que seria dada a um 4o poder, o BC (como se já não nos bastasse um Judiciário que não presta contas a ninguém) ..

        ..discordância, pra mim que defendo a MORATÓRIA da pesca e caça comercial (definitivas) e pesca esportiva (por um tempo) ..justo ela, Marina, que ainda defende o PRIMITIVISMO TACANHA duma CATAÇÃO EXTRATIVISTA dada pelo “povo da floresta” ..este que agride por demais e pressiona a flora e fauna ..o mesmo que tanto beneficia a NATURA (empresa bilionária que esta isenta por “força da natureza” de pesquisar, plantar e colher)

        enfim, duvidas por não ver nesta política uma pessoa preparada, transparente, chegada ao diálogo e ao entendimento ..muito ao contrário ..ela e a Erundina, hoje companheiras

        Sei não, mas acho que o país não merece

        Por enquanto estou assim, MUITO RUIM com DILMA e/ou Aécio, e MUITO PIOR com Marina

        Sobre Aécio, quer saber ? ..acho que do embate dele com Dilma, apesar das diferenças, ganhasse quem ganhasse, a esta altura do campeonato, aonde ambos os projetos estão praticamente ESGOTADOS, acho mesmo que o país perderia menos, do que imagino que possa ser uma AVENTURA com Marina.

        No máximo o que te digo é que se Dilam for reeleita, desde o 1o dia minhas críticas retomarão ..já com Marina, tentarei dar o benefício da duvida, por dever de consciência ..mas dai a votar nela ..jesus, ta muito difícil, não dá

    • Não seja tosco, Bananélli.

      A finalidade de uma empresa é dar lucro para seus proprietários, mas os proprietários de um País é seu povo e é esse que deve ser o único beneficiário das políticas públicas implementadas pelos governos.

      Você conseguiu compreender a diferença entre gerir uma empresa privada e um País, Bananélli?

      • Wilso, ele sabe! Fica com toda esta blenorragia palavresca pra defender o indefensável e tentar mudar nossas preferências.
        E a tal ramiza serve de escora pra esta bláboseira… (sentiu o blá?)

        • Senti, Lucino.
          E dei graças pelo PC só transmitir imagens e sons.
          Já imaginou como deve ser catingudo o bafo desse “blá” do Bananélli?

      • Caro, ou vc perdeu a história, ou não a entendeu

        Os privativistas defendem o Estado MÍNIMO ..são pessoas que desistiram de nos criar um ente eficiente, bem administrado, atuante, pró ativo ..privativistas que sempre querem se servir de mercados já desbravados e com baixo risco.

        EU defendo o ESTADO na MEDIDA, o necessário ..um que não se deixe perder em achismos ..um ESTADO que tenha forças pra combater o abuso do corporativismo (greve da policiais, professores, justiça, saúde, transporte de massa etc)

        Defendo o Estado que com UM MÍNIMO DE CUSTEIO seja capaz de nos administrar e gerenciar um máximo de investimento e no TEMPO NECESSÁRIO ..investimento dado em atividades essenciais e/ou monopolizadas, quiça cartelizadas que abusam da sociedade, um ESTADO presente aonde a concorrência NÃO é a alternativa (ex: pedágios, transporte de massa), ou aonde, EM PARCERIA com o capital privado, o empresariado brasileiro necessite estrategicamente se instalar ..isso pra deixarmos de ser um país meramente composto por consumidores prestatários ordinários detentores de MO barata, como estamos nos transformando (ind. automobilística por ex)

        Defendo um Estado que consiga nos prover de INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS LUCRATIVOS – e que em troca nos livre de IMPOSTOS REGRESSIVOS – (como um dia foi com a CVRD) e não um Estado fraco, corrompido, usado e abusado pro sindicalistas e empresários, entregue a PELEGOS, ignorantes, vagabundos, corruptos de todos os tipos (doas ATIVOS aos passivos)

        Agora me diga, que privateiro defende o que eu te disse ?

        francamente ..cada um que me aparece, viu ??!!

  • Cadê o Lula. O programa de TV está repetindo a gravação do primeiro dia de propaganda. Ele tem muito a falar. Tenho procurado notícias sobre a atuação dele na campanha e o último dia que apareceu foi dia 28 em S. Paulo. Cadê ele ???

    • A morte de Campos é cópia-carbono com a morte de Sá Carneiro, em dezembro de 1980

      O Cessna no qual viajava e no qual morreu o primeiro-ministro de Portugal, Sá Carneiro, voava para um comício eleitoral em campanha de reeleição, no Porto. Esse desastre de avião destruiu as possibilidades futuras de uma Aliança Democrática de esquerda, porque os seguidores de Sá Carneiro que o sucederam não tinham, nem de perto, o carisma do primeiro candidato.

      Na sequência, um Mario Soares pró-OTAN e “socialista-só-no-nome” tornou-se primeiro-ministro e empurrou Portugal pela tal “Terceira Via”, subserviente à União Europeia e à globalização. À época da morte de Sá Carneiro, o embaixador dos EUA em Portugal era Frank Carlucci, funcionário da CIA, cujas impressões digitais foram encontradas, em 1961, no assassinato do ex-primeiro-ministro Patrice Lumumba no Congo. No governo Reagan, Carlucci foi nomeado vice-diretor da CIA, Conselheiro de Segurança Nacional e Secretário da Defesa. Carlucci é também presidente emérito do Carlyle Grupo, conhecido pelas ligações com a CIA.

      Wayne Madsen, Strategic Culture – http://goo.gl/e3YWDM

  • vamos a luta..no horario politico confrontar dilma x hoje xx maria seu programa de arrocho contra pre sal….usar o tempo sem ataques mas com propostas!!! ir a luta nos blogs, face book..corpo a corpo…..falar do retrocesso votando na oposiçao…….como foi feito em 2010….petrobrax……..pre sal entregue!!!! vamos a luta ate fim do segundo turno….se o povo embarcar em lorotas da direita fizemos a nossa parte nao nos acovardamos!!!!!!

  • Caros Eduardo e colegas,
    Como ultimamente todos os posts direta ou indiretamente têm falado sobre a “novidade política” Marina Silva, que é a nova invenção política da vez, falemos de Marina Silva! George Orwell em sua obra 1984 ou Fazenda dos Bichos diz que: “a linguagem política, destina-se a fazer com que a mentira soe como verdade e o crime se torne respeitável, bem como imprimir ao vento uma aparência de solidez”. Tenho lido alguns comentários sobre desconstruir a senhora Marina. No 247, tem inclusive, um artigo com o título ‘ou PT desconstrói a Marina ou a ela destrói o PT’. A maioria de nós quer seja em manifestação coletiva ou individual, quer seja política ou civil, sempre que nos deparamos com algum acontecimento que não nos agrada, com o qual não concordamos e em algumas vezes sequer entendemos, recorremos às frases e dizeres do senso comum para explicar nosso descontentamento, e em muita vezes até nossa falsa indignação e também nossa hipocrisia, na vã tentativa de fazer com que essas ações coletivas e/ou individuais se adaptem ao nosso modo de ser e ver as coisas e não ao contrário e, para lidar melhor com essas surpresas, dizemos: “fui enganado, fomos enganados! Fulano e/ou sicrano se mascarou, se apresentou com uma roupagem fina, quando na realidade estava envolto em farrapos”. Puro medo e covardia de enfrentar os acontecimentos com a realidade com a qual eles se nos apresentam! O que tem na senhora Marina Silva para ser desconstruído?! Nada! Absolutamente nada!!! A senhora Silva é o que é! O que sempre foi! Ninguém se torna aquilo que em potencial já não é! Ninguém se torna gigante se ao seu redor não há pessoas dispostas a se diminuírem! E quem não percebe ou percebeu é porque lhe é ou era conveniente, porque era de seu interesse ou não lhe interessava ou simplesmente, porque é ou era desatento! A senhora Marina Silva é apenas um balão de ar, que, inflada até o limite do que o seu fantástico ego é capaz de suportar, visto que está sob a tutela de seu exacerbado orgulho e vaidade e com todos esses elementos devidamente instrumentalizados e manipulados pela mídia comercial e patronal, poderá produzir as piores tempestades quando lhe aplicarem a primeira alfinetada! Esta é a senhora Marina que hoje está dominando o espaço midiático, e, que sem dúvida, não tem capacidade nem espiritual nem emocional para suportar as alturas em que seu ego hoje se encontra e menos ainda condições de lidar com as consequências quando ele se esvaziar! E aí corre o risco de ela mesma se destruir, não apenas politicamente, mas também como ser humano! Não penso que ela esteja sendo vítima da mídia como alguns comentaristas querem fazer crer. Ela está apenas envolvida na própria natureza! É escolha dela! Podemos no máximo dizer que ela não está muito consciente por conta do envolvimento com os pecados capitais, mas é consciente de seus sentidos, já que os saboreia, e, se não os reconhece, é problema dela!
    Nós humanos temos todas as capacidades latentes tanto para a construção quanto para a destruição e, de tempos em tempos, construímos e destruímos, avançamos e regredimos. Agora, talvez seja o tempo da destruição e da regressão! Que seja! É da humanidade! É o que somos! Na obra do Voltaire, Zadig, ou Destino, conta a história de um babilônico chamado Zadig que, em meio a todas as barbaridades e crueldades de sua época, no século XVII, consegue ter um olhar otimista sobre todos os acontecimentos do mundo, suas barbáries e contradições e por isso vive repetindo a frase ‘vivemos no melhor dos mundos’! Se tivesse vivido em nossa época e presenciado todos os assassinatos em massa das guerras mundiais do século XX e todos os outros tipos de crueldades, explorações e humilhações de ontem, de hoje, de agora no nosso mundo, que são bem superiores às de seu século, uma vez que a população mundial daquela época era em torno de 500 milhões de habitantes, e percebendo que ainda resistimos como raça e ainda não nos eliminamos, e com todas as facilidades que a tecnologia nos proporciona, diria do alto de seu otimismo que vivemos no paraíso! E eu concordaria. O dito que corre o mundo e segundo o qual ‘a humanidade está à beira do abismo’, para mim, está ultrapassado! Nós não estamos mais à beira do abismo! Estamos despencando!!! O que me consola é que estamos todos juntos. Só espero que não de mãos dadas!!!
    Abraços
    Maria Antônia

  • Só posso achar que vocês estão jogando a toalha, ou seja, estão achando que Dilma já era. Porque é o fim da picada, total falta de argumento, criticar Marina porque alguém graduado do Itaú está com ela e o Itaú é o banco que mais demite. Pelo amor de deus, qual a diferença do Itaú pra qualquer outro banco, incluindo aqueles que se encheram de dinheiro na tempo do Lula, como ele mesmo gostava de dizer.
    Nenhum governo até agora, incluindo Lula e Dilma, tiveram peito de encarar os bancos, que tem lucros altíssimos e fazem o que querem. Então não faz o menor sentido esse post, vocês precisam achar argumento melhor.

  • Recebi e repasso aos leitores do Cidadania:

    “O maior risco que o sistema financeiro global corre
    não é a recessão, mas a exposição ao risco político”

    Isso explica o interesse direto, diretíssimo, que George Soros, Banco Itaú et caterva adjunta têm nas eleições no Brasil; por isso também, eles PRECISAM ELEGER candidato DELES; por isso estão INVENTANDO a tal de Marina Silva (só porque não há ninguém melhor que isso, depois que Cerras & Aécins se autodetonaram pela própria exposição deles mesmos ao que eles chamam de ‘risco político’, mas é, de fato, para eles, um ‘risco democrático’ ou ‘perigo democrático’ ou ‘ameaça democrática’).


    http://www.conflictsforum.org/2014/conflicts-forums-weekly-comment-8-15-august/

  • Edu,

    Permita o contraditório. O que faço é colocar, naquilo que não concordo com a sua opinião, a minha. Me derrote com a sua opinião.
    Querer desconstruir a Marina só porque ela tem o apoio de um dos donos de banco é um exagero, lembre-se que os bancos nos 8 anos de Lula ganharam fortunas.

    • Mauricio Coutinho…

      Num sistema capitalista os bancos sempre ganharão fortunas, todavia dependendo de quem esteja gerindo esse sistema é provável que apenas os bancos ganhem e a população, Neca.

      Entendeu, Coutinho?

      O banco ganha e o povo, Neca de pitibiribas.

  • Entrevista bem esclarecedora. Agora ficou claro que não é só uma das herdeiras do banco que está envolvida até o pescoço com a Osmarina. É todo o Itaú. Este banco está dando a ela quase todo o suporte da campanha. Isso, por si só, já é um fato que demonstra claramente que essa senhora é a candidata preferencial dos banqueiros e que estes farão de tudo para elegê-la nestas eleições.
    Com isso, entendo que o caráter destas eleições não mudou. Mudaram os personagens. Pode ter mudado o cenário, que se tornou favorável para a oposição e desfavorável para a presidenta Dilma, mas, o caráter plebiscitário, de que chegou a se falar antes, não. Marina é o Aécio. Marina é o PSDB. A mesma plataforma política, as mesmas diretrizes de política econômica. Antes o PSB era o Viagra do PSDB. Hoje, é o seu alter ego, sua projeção sofisticada, palatável, revestida de novo. O que o PSDB tinha pudor de demonstrar, Marina escancara. Um neoliberalismo fundamentalista. Ensandecido.
    Isso tem que ser desconstruído. Não falta muito tempo. É verdade, mas, não é impossível. Nem tudo está perdido. Vamos à luta.

  • Grande Eduardo!!!

    O PSB com a sua hospedeira Maria Osmarina e seus eleitores vão ser os –
    RESPONSÁVEIS por: Desemprego em massa!!!

    ENTREGA DO PRÉ-SAL!!! quebrando toda a cadeia
    produtiva da novíssima indústria NAVAL.

    ENTREGA DO BANCO CENTRAL!!!! O sonho do ITAÚUUUUUU
    aí nós o povo vamos tomar……..perderemos os Bancos públicos(BNDS,CAIXA,BB).

    Todo esse canteiro de obras que hoje é o Brasil para tudo.FERROVIAS,
    HIDROVIAS, OBRAS DO SÃO FRANCISCO,CISTERNAS ETC.

    AS UNIVERSIDADES QUEM QUISER QUE PAGUE. e por aí vai.
    A mídia com seus canetas pagos já nos jogaram nas trevas de uma ditadura.

    A mesma mídia elegeu:Jânio Quadros,Collor,F.H.C e..agora quer forçar O PSB e OSMARINA.

    Quem apoiar esse crime de lesa-pátria será responsável pela desgraça que vai virar esse País,essa nação.

    Ou agente acaba com a DITADURA da mídia ou a democracia e o povo brasileiro estará sempre sobre
    ameaça.

    Não posso imaginar esse país sendo governado por Osmarina<

    • continuando ….(minha internet desconectou)….

      Não posso imaginar esse país sendo governado por Osmarina, Malafaia, Banco Itaú e Cia Ltda….

      um forte abraço
      e até a vitória do povo brasileiro !!!!

      Waldyr Vaz

  • O itaú é o banco mais pilantra desse país. Enviam junto a fatura do cartão de crédito, outros papéis de seguro, etc. sem que você tenha solicitado, e com letra pequena; numa dessas acabei pagando sem querer a fatura e um desses seguros que eu não tinha solicitado, tive que cancelar depois. É claro que hoje não tenho mais cartão do itaú, já cancelei também.

    É assustador pensar que gente desse tipo cogita ser responsável pelos destinos desse país; ainda bem que NÃO conseguirão.

    #dilma13

  • Edu,o que tenho percebido no meu pequeno universo virtual é que esta em curso uma campanha de descontrução da Marina,uma parte vindo de uma parcela da midia e alguns de seus blogueiros,outra da blogafera “suja”,mas a maior parte vem da militancia e de pessoas que vem se desiludindo com a mesma.Espero que istos seja reflexo de algo maior,o que geralmente é na rede,quando se começa a se comentar algo positivo ou negativo com alguma intensidade é porque uma grande maioria ja esta fazendo.Como ja disse ela não chega incólume no segundo turno.Se no comando da campanha petista ainda estão “pensando”,a miltancia e simpatizantes ja puseram seu bloco na rua,e ainda contando com a ajuda da própria com suas incongruencias,sua falta de liderança,demonstrando uma constrangedora fraqueza.

    • Sacada genial, Douglas.

      Coloquei sua sugestão no Blog do Luis Nassif, no post:
      “Como Marina tenta montar o reverso de Lula”.

      Não deixe de ir lá me dar umas estrelinhas douradas.

      Abração, Douglas.

  • se faz tudo pelo computador, mas quando faltar emprego, não precisara de computador porque também não terá conta no banco,lembro da enorme fila de centenas de pessoas, médicos, professores, engenheiros, advogados e outros profissionais, numa fila no rio de Janeiro, pergunta fazendo o que, atras de uma vaga para garis, devido a politica errada que aquela turma de politico tinham posto na nação, é a mesma politica que a marina e o banco itau esta a anunciar se ganharem a eleição, portanto garotadas não façam cagadas para atrapalhar nossa nação, a politica conduzida por Dilma é correta, ela merece um segundo mandato

  • Fora de pauta. Eduardo, o que me chamou a atenção, na pelada realizada, hoje, no Rio, em apoio ao candidato tucano foi a presença de todos os ex-jogadores que disseram que tinham vergonha do Brasil ou porque nada estaria pronto, a tempo, na Copa do Mundo. Eles se deram mal e tiveram que engolir a seco. Muito estranho terem falado tudo aquilo naquela época.

  • Comentaristas:

    De cada 10 comentários, 11 atacam Marina.

    Não é mais produtivo e construtivo DEFENDER o governo Dilma do que simplesmente atacar o adversário?

    Todas as campanhas de “medo” no passado se demonstraram ineficazes.

    Aliás, o PT – elogiosamente diga-se – batalhou muito, durante anos e anos, para incutir na cabeça dos eleitores que eles não deviam ter medo do novo. Esperança vencendo Medo, lembram?.

    Acho que o caminho é vcs convencerem que o atual governo está bom, e não que o governo do opositor será pior.
    ___________________

    REPITO: nós indecisos (e não estou sendo irônico ou trollando) precisamos ser convencidos a votar em Dilma.

    Não é hora de Dilma apresentar por exemplos algumas propostas que deem esperança aos descontentes com o Governo dela?

    Que mostrem que o segundo mandato será melhor (precisa ser beeeeem melhor) que o primeiro?

    QUE TAL O FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO?

    QUE TAL MEXER NA VERGONHOSA TABELA DE IR, QUE ESFOLA OS POBRES E ALIVIA OS RICOS?

    QUE TAL REDUÇÃO DA JORNADA?

    _____________

    Dá para o PT ser mais PT e menos PSDB?

  • Está na hora da Dilma e o comando de campanha dar uma guinada à esquerda. Precisa ser uma proposta bombástica. Como o colega acima disse, fim do fator ou redução da jornada são bons exemplos.
    Ficar falando de maior participação do povo nas decisões não interessa ao próprio povo, pois o povo não quer saber de política, não quer blá blá blá, a única coisa que realmente faz a diferença para o povão é dinheiro no bolso e comida na mesa, e, se tiver jeito, trabalhar um pouquinho menos. Essa é a realidade. Infelizmente a grande massa está se lixando para o debate da política externa ou se a CEF será privatizada ou não, simplesmente porque todos acham lindo o papo liberal de ser empreendedor, e com isso, acham lindo o Itaú. Ficam maravilhados ao adentrar qualquer loja de departamentos, mas não percebem que qualquer loja de departamentos, ou supermercados, ou bancos privados, os tratam como idiotas, pois deixam os clientes esperando uma eternidade na fila. Se fosse lojas de departamentos públicas, bancos públicos, supermercados públicos, o povão reclamaria, xingava, reclamava…Virou algo costumeiro no Brasil, endeusar o privado e amaldiçoar o público, quando, na pior das hipóteses, se equiparam.
    Por isso, com relação à matéria acima do Itaú, o povão está pouco se lixando…
    E

  • Quando eu tinha poupança no Itaú (larguei mão), e ia pagar contas e os caixas costumavam implorar para eu fazer a senha da internet, sob alegação de que minha vida ganharia em agilidade por não precisar ir até a agência pagar contas.
    Como nunca comprei a ideia de pagamentos online, como nunca tive muitas contas, e como nunca quis ter nenhum tipo de relacionamento com bancos, não fazia a senha online, e percebia a decepção em seus rostos.
    Chegando em casa , conversava com meu pai sobre isso e lhe perguntava se tais funcionários não percebiam que seriam as próximas vítimas da demissão ao implorar pela senha da internet, que acaba com filas, que, teoricamente (na mentalidade dos patrões), acaba com o serviço dos caixas.
    É por aí…e eles acham que tudo não passa da normalidade do mercado e da tecnologia; claro, facilitando nossa vida.

  • WilsonSoleaks Alves. você não comentou a minha colocação que os banqueiros ganharam FORTUNASFORTUNAS NO GOVERNO LULA. Se os banqueiros ganharam o povo perdeu, entendeu?

    • Maurício, Maurício, Maurícinho…

      Eu lhe respondi, mas você não conseguiu entender, então vou desenhar:

      Num sistema capitalista, como o nosso, o bancos sempre ganharão fortunas, maaas dependendo da disposição do governo central, que estiver gerindo a Nação, os bancos podem ganhar fortunas ainda muuuuito maiores e o povo não receber benesse alguma.

      Por que você acha que as candidaturas de Aécio e Marina agradam tanto ao sistema financeiro e a reeleição de Dilma, para os banqueiros, é um pesadelo?

      Você entendeu agora, Maurícinho? Ou será necessário que o titio Wisoleaks lhe faça uma maquete?

      • Wilson,
        É bem interessante, ou melhor, é bem indecente, gente que nunca responde a nenhum questionamento ou observação mais direta e contundente querer que respondamos às suas obviedades! Haja paciência, meu amigo!
        Abraço
        Maria Antônia

        • Oi companheira Maria Antônia

          Reacionários se acham o ultimo biscoito do pacote, mas se esquecem que naturalmente o ultimo biscoito é aquele todo quebrado e murcho.

          É o eterno dilema tostines…

          Um grande abraço, minha amiga.

  • O Itaú está com Marina porque a dona do banco escreveu o programa de Marina e a instituição financeira tem feito eventos para ela em sua sede

  • Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Viva O Brasil!!!! Viva o povo brasileiro!!!! Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Viva Lula!!!! Viva o povo brasileiro!!!! Viva o Brasil!!!! Viva Dilma!!!! Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Dois Bancos que se posicionaram publicamente contra Dilma(o Santander tentou covardemente disfarçar, mas a farsa já foi descoberta). Assim, revelações como essa são mais do que necessárias para que conscientizemos os brasileiros sobre o que de fato representa Marina Silva, CUJO PROJETO POLÍTICO NÃO TEM NENHUMA RELAÇÃO COM SUA ORIGEM PESSOAL E SOCIAL; NEGRA E SERINGUEIRA; AO CONTRÁRIO, MARINA HOJE É BRANCA, BANQUEIRA E NEOLIBERAL, DEFENDE OS INTERESSES DA MINORIA BRANCA QUE EXPLORA A POPULAÇÃO HÁ QUINHENTOS ANOS, ALÉM DE TAMBÉM APOIAR A EXPLORAÇÃO DE NOSSAS RIQUEZAS PELOS BRANCOS DOS EUA QUE QUEREM VOLTAR A DOMINAR ESTE PAÍS. Entrevistas como a de Juvandia Moreira devem bombar na INTERNET e nas redes sociais, para que os pobres, os trabalhadores, a juventude, os negros, as mulheres brasileiras entendam o perigo que Marina Silva representa para as conquistas que o Brasil vem obtendo nos últimos doze anos e quais são os verdadeiros interesses que a comandam, interesses representantes dos exploradores que apesar de continuarem ganhando milhões nos Governos do PT, tiveram seus lucros indecentes um pouco reduzidos para que os que sempre tiveram nada ganhassem um pouco, e por isso mesmo são compelidos por sua ganância infinita a destruírem o projeto democrático popular do PT a fim de retirarem dos oprimidos as conquistas que eles obtiveram. As mentiras de Marina Silva, que vende a ideia de “mudança” sem conteúdo, na verdade um simulacro para o retrocesso, precisam ser explicitadas tanto em seus aspectos teóricos, assossiação com o que há de mais atrasado em matéria de neoliberalismo(“economistas” da laia de André Lara Rezende e Eduardo Giannetti; dois pilantras, o primeiro um vigarista que enriqueceu através da especulação com informações privilegiadas durante a megadesvalorização do Real promovida por FHC; como é narrado no livro “Cabeças de Planilha”, de Luís Nassif; e o segundo um fanático neoliberal a serviço do que existe de pior no Brasil que, sob o patético rótulo de filósofo, esconde a defesa torta de uma “ideologia” econômica que somente trouxe miséria à América Latina, durante os anos 90, e traz a mesma miséria atualmente à Europa). Também deve o “bla, bla, blá” de Marina ser revelado em seus aspectos concretos, ou seja, no desemprego que a volta do neoliberalismo, com o fim da participação econômica do estado, trará; ou no fim de qualquer perspectiva de melhora na saúde e na educação, e também de qualquer perspectiva de futuro, que resultaria da “não priorização do Pré-Sal”(um eufemismo para a entrega do petróleo aos EUA)defendida por essa louca ou o fim de qualquer possibilidade de aquisição da casa própria ou de quaisquer outros bens duráveis com o fim da política de crédito que resultará da extinção do papel dos Bancos Públicos na concessão de crédito(Marina cinicamente diz que “entregará” essa função aos Bancos privados, deve ser ao Itaú e Santander. Banco privado não concede crédito para pobre, porque não é muito lucrativo. Para o setor privado, que só enxerga o lucro e não tem compromsiso com os pobres, crédito deve ser concedido a grande empresa, onde o retorno é alto). Tudo isso o cidadão deve saber, sem contar os escândalos de corrupção que envolvem Marina(avião de campanha; participação do marido dela em venda ilegal de madeira durante a gestão de Marina no Ministério do meio Ambiente; relação promíscua com o Itaú, Banco que demite, arrocha salários e sonega impostos; ligações com a Natura, empresa que sonega impostos e é acusada de contrabandear elementos da biodiversidade brasileira para patenteá-los no exterior; cumplicidade com ONG’s estrangeiras que recebem dinheiro de multinacionais e Govermnos estrangeiros)para que assim os brasileiros conheçam o lobo em pele de cordeiro que nos ronda e dêem a Marina o lugar no,lixo da História que ela merece.

    • Romanélli…

      A versão do Duvivier ficou + ou – boa. A ultima parte ficou horrível.
      Por isso achei por bem colocar uma outra versão.

      TEREZINHA
      Wilsoleaks Duvivier de Holanda

      A primeira me chegou
      Como quem vem do PV
      Trouxe um bicho meio extinto
      Neotucano pós PT

      Me enganou que era verde
      Trouxe um vice ruralista
      Disse que Deus criou Darwin
      E Adão era darwinista.

      Disse que era governista
      Disse que era oposição
      Mas nunca afirmava nada
      E assustada eu disse não.

      O segundo me chegou
      Como quem chega de um bar
      Trouxe um litro de absolut
      Na Lei Seca não soprou.

      Candidato mais família
      Fez aeroporto pro avô
      Governou Minas Gerais
      Lá da Praia do Arpoador

      Apesar dos aeroportos
      Diz que é contra corrupção
      Mas não me convence nada
      E assustada eu disse não

      A terceira nem chegou
      Já estava na parada
      Ela veio impulsionada
      Pela população que Lulou.

      Eu sei como ela se chama
      E entendo o que ela quer
      Se portou como uma dama
      A Presidente é uma mulher.

      Foi chegando toda faceira
      E ante o povo pedindo o pão
      Governou de tal maneira
      Que conquistou a reeleição.

  • Ligar Marina ao capital não vai ajudar a contê-la. Hoje as esquerdas estão “mal das pernas” em toda AL, devido as aventuras econômicas ultra-heterodoxias mal-sucedidas e excesso de intervencionismo do estado na economia dos países. Portanto nacionalismo e anticapitalismo estão hoje fora de moda.
    Encontrem outra área para atacar Marina, essa não vai funcionar.

    *Não é para publicar Eduardo, só para você pra refletir.

    • Com isso você está querendo dizer que os países fora da América Latina que tomaram medidas ultra-ortodoxas, Portugal, Grécia, Espanha e Itália por exemplo, são exemplos de sucesso?

      Obrigado por fazer-me rir tanto em plena segunda-feira…

  • Funcionários públicos federais, estaduais e municipais, de todos os poderes, inclusive os empregados das estatais. Dêem uma olhada no programa de governo “marineiro”, lá pelas paginas 18 e 19. Alí está previsto que vocês atuarão pra CUMPRIR METAS de desempenho. Vocês sabem o que é trabalhar sob pressão pra cumprir metas impostas por chefias? Você aguenta 1 mês, 2 meses, os mais fortes aguentam 1 ano. Mas esse tipo de pressão a vida inteira eu NUNCA vi ninguém suportar. Sabe o que lhe acontecerá no dia em que não alcançar tais metas? A mesma coisa que o Itaú faz com seus funcionários: OLHO DA RUA, com uma mão na frente e outra atrás, e mais um carimbo de “incompetente” na testa. Tomem cuidado.

  • O objetivo da direita golpista, que pretende conseguir manipular o eleitorado após a reviravolta promovida pela candidatura fúnebre, será derrotado de forma exemplar na medida em que a militância dos defensores da reeleição na se deixe intimidar pelos factóides promovidos e alardeados pela mídia corporativa.

    Perseverança e fé no futuro mostram o caminho para vencer os desafios do aprimoramento da democracia.

    Neste sentido, vale lembrar que o épico Guerra e Paz, ressalta a veracidade do fato de que ‘o que decide o resultado das batalhas não é a quantidade de armas nem de soldados, mas sim algo subjetivo e imaterial denominado de “o moral das tropas”‘.

    A história da humanidade comprova a exatidão desse entendimento, de modo que está na hora de incentivar o espírito combativo e a capacidade de mobilização política dos defensores da reeleição.

  • ITAU=BRADESCO=SANTANDER=QUALQUER OUTRO BANCO.

    Se é pra meter o pau em um, coloque todos no mesmo balde.

    E digo mais, são so grandes financiadores da campanha presidencial, com um pés em cada canoa. E haja pé.

    • Itaú aumentou seus lucros em 30% em 2013 (em relação a 2012). Se demite dessa forma, então é preciso fazer uma legislação mais rigorosa para bloquear o vampirismo. O Itaú cospe no prato em que come. E se Marina for eleita, o Itaú governará o Brasil.

    • Você já foi cliente do Itaú?
      Mesmo que nunca tenha sido, deve ter notado que não se trata de ‘funcionário desnecessário’… o que Itau (que comprou Unibanco) e Satãder (que comprou o Real) é que estes bancos estão fechando MUITAS agências (que eram dos bancos que eles compraram).
      Ultimamente as filas nas agências do Itau, estão piores que do Bradescão (famoso pelas imensas filas)
      Já fui bancário e sempre ouvi reclamações do aumento na pressão do cumprimento das metas (absurdas) principalmente com funcionários do Itau e Santander

  • A candidata Marina sempre teve um apelo forte entre os jovens e inexperientes. Sempre achei que a eleição seria fácil para Dilma se não existisse a Marina. Estranhei a limitação que impuseram desde o início à senhora do coque, a ponto de ter que se contentar com uma postura secundária, a de vice do Campos. Com a mãozinha do destino Marina voltou à berlinda. Com uma vantagem que não teria caso fosse candidata desde o início, qual seja, a de não ter os seus pontos fracos escancarados a tempo. Agora a luta está mais difícil porque há pouquíssimo tempo para demonstrar a sua fragilidade em termos de conteúdo. Aécio e Dilma foram atingidos. Aécio foi o que mais perdeu porque todos sabem que o Brasil se tornou um canteiro de obras de ponta a ponta graças ao projeto Lula-Dilma. Aécio, Marina pior ainda, pouco tem o que mostrar.Entendo que trata-se de uma guerra política duríssima, o grande lider político, o Lula, já intuira esta condição desde o início. O outro lado alardeia “o já ganhamos”. Pura balela, bobagem, uma luta como esta não terminará no primeiro round. A guerra psicológica não deverá influenciar negativamente os que acreditam no projeto construtivo que retirou o Brasil da fossa neoliberal. O país não poderá derrapar com todas as suas riquezas para as mãos sequiosas da cobiça internacional através de uma mulher que não conhece as manhas da política como um Lula, por exemplo. O petróleo do pré-sal representa mais do que petróleo, representa tecnologia de ponta, fábricas, mais empregos, educação, saúde e autoestima para o nosso povo. Não capitularemos nem no primeiro nem no segundo turno. A persistência vencerá tanto a guerra de propaganda quanto o alarde entreguista e escravizante do binômio mídia- bancos privados. Necas e Piripitubals não nomearão os presidentes do BNDES, CEF e BB, a serviço da banca usurária, rentista e contraproducente. Antonio Ermírio, recém falecido, chamava os banqueiros de parasitas. Não será o que nos sobrevirá após as eleições. Eles não passarão. A vitória será completa se não houver desespero ou impaciência no combate que terá que ser corpo a corpo, incessante, continuado, sem desistência. A luta requer coragem e a presidenta atual foi e continuará a ser uma guerreira. O Brasil vencerá o engodo e um verdadeiro e científico evolucionismo guiará a nação e o povo a dias melhores. As conquistas estão em cada consciência e não refluirão. Valorizemos com otimismo crescente sobretudo as virtudes do projeto que alçará o Brasil ao posto de 5ª economia; Persistir é preciso. Desistir jamais.

  • Como as pessoa defendem as grandes corporações, o empresariado. Para essas pessoas o trabalhador não passa de zero à esquerda. E o pior é que muitos são trabalhadores também. Vai ser puxa-saco assim lá na china. Eu tinha um colega de trabalho que era assim, até que foi demitido também, junto conosco. Aí despertou nele um ódio contra o empresariado. Tinha família, tinha filhos…

  • Existe muita desinformação sobre quem é a fada das trevas. Tenho conversado com todas as pessoas que encontro, e não foram poucas, mas todas desconhecem o que o PT fez nesses 12 anos e quem é na verdade a fadinha do ITAÚ . Tenho conseguido mudar em alguns o conceito sobre Dilma e seu governo. Dilma precisa colocar suas ações não só no guia ,mas também nos intervalos das programações de TV.

Deixe uma resposta