Cadeirante é agredido por eleitores de Aécio por usar estrela do PT

denúncia

 

A mídia e o PSDB não sabem o que estão fazendo com São Paulo… Ou, o que é muito pior, sabem direitinho. E o que estão fazendo com o Estado mais desenvolvido? Estão criando hordas de fascistas de todas as idades, classes sociais, níveis de escolaridade e de ambos os sexos.

Não são (apenas) os skinheads ou neonazistas que, nas “jornadas de junho”, agrediam todo aquele que usava uma camisa vermelha, mesmo sem símbolos do PT. São estudantes, donas-de-casa, homens maduros e engravatados e até pobres oprimidos por uma elite fascista, golpista, racista e pela mídia que a representa.

Ao final da noite de ontem, uma história escabrosa se somou a vários relatos de pessoas que estão sendo agredidas em São Paulo por usarem símbolos do PT e, em alguns casos, por usarem uma mísera camisa vermelha. Antes do relato, porém, algumas considerações.

No dia 5 de outubro, a mulher deste que escreve vestiu-se toda de vermelho e foi dar seu voto a Dilma Rousseff. Sua manifestação foi silenciosa e legal. Porém, dentro da universidade em que vota, foi insultada por outra mulher, que se julgou no direito de reprimir a minha por sua ousadia de se vestir com a cor que bem quis.

Em São Paulo, adesivos de Aécio Neves ou do PSDB ou com “fora Dilma” são comuns, estão em toda parte, principalmente nas indefectíveis SUV’s importadas e outros carrões de luxo. Mas ninguém vê adesivos do PT ou de Dilma em carros, apesar de cerca de 1/3 dos paulistanos votar em Dilma.

Eleitores do PT que ousaram pôr adesivos do partido ou de sua candidata a presidente nos próprios carros relatam que estes foram depredados – em maior ou menor grau. Pode ser um simples risco com prego ou chave na lataria ou uma depredação maior.

Foi nesse quadro que o blogueiro Enio Barroso Filho sofreu uma agressão covarde ao impensável na última terça-feira (14).

Enio, vale dizer, faz parte do movimento de blogueiros progressistas e é petista histórico. Na foto no alto da página, pode-se vê-lo com um amigo que tem grande apreço por si, o ex-presidente Lula.

O blogueiro em questão é cadeirante; sofre de enfermidade progressiva que está lhe deformando o corpo passo a passo. Dolorosamente. Enio, porém, não perde o bom humor. Lutando contra a doença, reserva grande parte de seu tempo à militância política na internet e ao vivo.

Já vi Enio preso em locais de debates ou atos públicos por falta de acessibilidade. Não raro, tem que ser carregado com cadeira e tudo para dentro ou para fora de locais públicos que são construídos sem pensar em quem usa cadeira-de-rodas. Mas ele não desiste. E nunca reclama da doença que o fustiga.

Leia agora, abaixo, relato que o blogueiro-cadeirante postou no Facebook.

“(…) Terça-feira saí de casa para participar do ‘Churrascão da Gente Desinformada’, na Praça Roosevelt, à noite. Vesti minha camisa vermelha, paramentei-a com adesivos pró Dilma acompanhados da minha velha estrelinha de metal do PT que ostento com orgulho e de cabeça erguida desde Fevereiro de 1980, data da fundação do PT.

Saltei na estação República do Metrô e, como não havia nenhum elevador funcionando, (muitas estações estão assim depois da eleição do 1º turno), funcionários me levaram pela escada rolante e saí pela Rua do Arouche.

Estava escuro e ermo como quase todo o centro de São Paulo nas noites de hoje. Nisso, um carro (acho que era Pajero) encostou na calçada e seus ocupantes começaram a me xingar pedindo que eu tirasse a camisa.

Respondi que não e lhes disse:

— É Dilma!!

Um deles disse:

–Te conheço da internet, petralha do caralho! Estamos de olho!

E outro anunciou:

— Não é porque você é um aleijado comunista que não mereça uma surra pra te endireitar

Mandei irem à merda e os três brutamontes carecas e bombados (menos o motorista) desceram e começaram a chacoalhar a minha cadeira tentando me derrubar. Gritavam muito e um deles me deu um tapa na cabeça.

Pareciam drogados, enfurecidos. Não tive medo, já que isso não é novidade para mim. Na ditadura militar enfrentava soldados armados por quem fui preso quatro vezes, mas NUNCA por civis.

Muitas pessoas viram, mas nada fizeram a não ser uma moça do outro lado da rua que gritou “Polícia !!!”.

Foi aí que eles me deixaram, entraram no carro e seguiram sem pressa.

Evidente que não pude anotar a placa devido as circunstâncias. Só notei adesivos no carro: “CHIC”, “AÉCIO 45” e aquele conhecido “FORA DILMA e leve o PT junto”. Mas os rostos dos elementos enfurecidos, não esquecerei jamais.

Segui meu caminho na direção da Pça. Roosevelt e, encontrando uma dupla de PMs, contei o ocorrido. Um dos PMs disse que como não anotei a placa do veículo nada poderia fazer. E me ‘orientou’ a não andar por aí com ‘esse tipo de estrelinha e esse tipo de adesivo’, pois isso, nestas épocas, seria ‘muito perigoso’ (…)”

Quem tem a mais tênue noção do que seja fascismo, se for paulista e, sobretudo, paulistano sabe que há uma epidemia fascista em SP. Pode até haver casos parecidos em outros Estados, mas em SP, e sobretudo na capital, o problema já saiu de controle.

A mídia corporativa, todinha alinhada ao PSDB, trata de esconder. Pouco fala dos sucessivos casos de repressão fascista ao pensamento divergente da maioria. E muito menos que esse fenômeno, em São Paulo, já está ficando generalizado.

Resta saber como o país vai sair dessa. Sobretudo se a direita tucano-midiática vencer a eleição. Em São Paulo, diante do torturante racionamento de água que sobrevirá logo após a eleição, não dá para prever o que pode acontecer.

O governador Geraldo Alckmin é bem capaz de atribuir sua incúria quanto ao abastecimento de água ao “demônio petista”. Seja qual for o resultado da eleição, o ódio político ameaça causar uma guerra civil no Estado mais rico da Federação. Cadáveres são questão de tempo.

247 comments

  • Eduardo Guimarães: você teria como localizar a Letícia ex- de Aéciopó ?? Se conseguir que letícia fale ao público do vício, e agressões de Aécio a mulheres, seria ótimo. OK ?? Onde mora a Letícia e como localizá-la ??

      • É a atual esposa. Providencialmente compensou com uma aliança e dois meninos inseminados. Um cala a boca, Bastou. O triste é ter sido suficiente.
        Ouvi de milicos reformados aqui no Nordeste que a culpa da seca era dos nordestinos que foram para SP. Tive vontade de mandá-los de volta para SP.

  • Edu, o que esperar de quem apoia candidato que bate em mulher!
    O povo brasileiro tem que se indignar e saber quem é este verdadeiro cafajeste que quer ser nosso presidente.

  • É isso que prega alguns jornalistas do mal da casa grande, que covardia, que maldade, mas tenho fé em Deus, que nunca desampara e abandona os seus!

  • Esse é o PSDB e tropa paulista dele.
    Aqui em Ribeirão Preto é assim, carrões, suvs e até mesmo carro simples com fora Dilma e raríssimas as vezes que vejo Dilma presidente.
    Mas isso não importa, dia 26 vamos derrotar a mafia tucana e afogar seus seguidores.
    Porém espero que o PT possa agir em SP e tentar mudar essa situação para as proximas eleiçoes.
    É preciso reverter a lavagem cerebral da midia golpista tucana.

  • Um carro de um amigo meu foi riscado por ter adesivos do PT e da Dilma, volta e meia miram fogos de artifício na direção da casa dele…..complicado…no meu carro já arrancaram adesivos e já colaram do Aécio….vamos enfrentar…..dia 25 e 26 é camisa vermelha e estrela do PT no PEITO…

  • então ..se assim, me inclua nessa

    Sou paulista, paulistano, HOMEM, do sul, classe média, e não do nordeste ..bisneto de estrangeiros misturado com todo tipo, até índio, muitos que chagaram aqui em 1700-1889.

    Apesar de não ter olhos azuis, no resto parece que me enquadraram forçosamente em quase todos os estereótipos lançados pelos progressistas contra seus PSEUDO opositores nestes anos todos.

    “fui taxado” – por pertencer ao mesmo grupo – de ser preconceituoso, sexista, racista, desumano etc ..e nos últimos tempos de ser ignorante, ingrato, até conservador, INIMIGO do povo humilde e do pobre, ainda mais se nordestino..

    O que muito “estrategista” não entendeu é que um CIDADÃO não responde a um só adjetivo ..somos um, porém carregamos diversos rótulos e adjetivos ..eu por exemplo uso óculos tb

    MILHÕES se sentiram ofendidos e acusados injustamente ..eu mesmo cansei de pedir juízo e moderação, sem ao menos ser escutado.

    desculpe, mas quem optou por governar dizendo que era pra alguns, SEMPRE em detrimento de outros, vc sabe quem foi ??!

    LULINHA paz e amor fixou perdido no tempo ..uma pena

    Parece que a população de SP, 22% do BRASIL, se sentiu num momento ou outro, se enquadrando INJUSTAMENTE no que os ditos grupos “progressistas” os classificavam sadicamente.

    Sei lá ..acho que o que vemos agora é o instinto da autodefesa pelas CALÚNIAS sofridas.

    e cá entre nós, não me surpreenderia se neste seu post outros colegas se sentissem tocados a ponto de despejarem mais um balde de desarrazoados com quem deles pensa o contrário, e sobre quem eles mal conhecem.

    triste…

      • E se comparando com a vítima do ataque violento e irracional descrito no post.

        O ego do infeliz é do tamanho do mundo. Se acha tanto que, na cabeça fertilizante dele, o suposto desconforto que sente ao ser chamado daquilo que ele efetivamente É é comparável ao de um cadeirante, vítima de uma doença insidiosa, sendo agredido por um bando de canalhas bombados.

        É de dar náuseas!

    • Não tem “enquadradam forçosamente” em nenhum estereótipo.

      Vc É a encarnação de vários estereótipos: o racista que não vê o próprio racismo, que se insurge contra a reparação dos male do racismo como uma “punição” por algo que vc não fez; o “apartidário” que posa de imparcial e objetivo mas ataca sempre o mesmo lado com força desproporcional; o coxinha que só vê o próprio umbigo e acha que é mais importante resolver problemas no judiciário do que matar a fome e a sede de milhões, apenas por ter ações na justiça que “não andam”; o neoliberal metido a besta que ainda repete os mesmos mantras que já eram furados na década de 80. E por aí vai.

      Não reclame de ser chamado daquilo que vc é. Antes de reclamar de ser chamado de racista, por exemplo, experimente deixar de falar como a situação atual dos negros nada tem a ver com a escravidão ou com um racismo “que nem é tão grave por aqui”.

  • EDU: Simplesmente chocante. O ódio ao PT, principalmente no Estado de São Paulo, merece um estudo sociológico e também psicológico (PTFOBIA). O caso é muito mais sério do que parece. E preocupante. Em setembro já escrevi sobre o assunto. Veja abaixo:
    Por que o ódio ao PT?
    Jasson de Oliveira Andrade
    A pergunta que encima este artigo não é minha. Ela foi feita pelo jornalista Maurício Dias, em artigo publicado na CartaCapital desta semana. É uma análise ao que se tornou comum nesta eleição: ódio ao PT. Na internet e na imprensa, esse ódio é exteriorizado. Não são críticas, normais em uma democracia, mas ofensas. É o que constatou Mauricio Dias, como veremos a seguir.
    O jornalista escreveu: “O ódio ao PT e aos petistas em geral é um eixo importante sobre o qual também gira a campanha presidencial de 2014. (…) Esse sentimento antigo, manifestado abertamente por adversários de influência forte no eleitorado de oposição, permanece em estado latente e se manifesta mais claramente nas “guerras” presidenciais. Em tempos de “paz” é cochichado pelos cantos do Congresso e, igualmente, em reuniões sociais onde não há preocupação em expor preconceitos. (…) Nesses salões mais elegantes, os petistas são tratados de corja (sic).” Adiante o jornalista cita um caso concreto: “Recentemente, o asco jorrou surpreendentemente da boca do senador Aécio Neves, um mineiro até então pacato com os adversários políticos. A competição acirrada fez o candidato a presidente pelos tucanos sair dos seus cuidados. (…) “Sei que não vou ganhar. Minha luta é contra o continuísmo dessa gente (sic). É contra isso que vou lutar”, confidenciou a Jorge Bastos Moreno de O Globo. Isso, ainda no início de campanha, revelou o jornalista. (…) Reação incomum a do mineiro Aécio Neves, neto de Tancredo. (…) O ódio embutido na frase de Aécio Neves tem explicação antecedentes. Alguns bem mais explosivos e de maior violência verbal. (…) Em 2006, o senador Jorge Bornhausen (PFL-DEM) lançou uma provocação violenta contra a reeleição de Lula: “Vamos acabar com essa raça. Vamos nos livrar dessa raça por, pelo menos, 30 anos”. Falhou na previsão, como se sabe. Essas são algumas raízes que fazem o ódio aflorar no processo eleitoral deste ano de forma mais transparente. O sentimento espalhou-se por uma parte considerável do eleitorado. De alto a baixo”. Principalmente na Internet, conforme já escrevi. Alguns Internautas, aproveitando-se do anonimato, despejam seus ódios. Lamentavelmente. No meu artigo “Facebook nas eleições de 2014”, escrito em junho deste ano, constatei: “ Nas eleições anteriores, os eleitores repudiaram a campanha de ódio (sic) e mentirosa. Como será nesta de 2014?” Como sempre digo, a conferir!
    JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE é jornalista em Mogi Guaçu (setembro de 2014)

    • “O ódio ao PT, principalmente no Estado de São Paulo, merece um estudo sociológico e também psicológico (PTFOBIA).”

      Não precisa de estudo nenhum. É muito simples. A grande imprensa brasileira sempre foi PIG (Partido da Imprensa Golpista) desde a Era Vargas e o PT se acovardou achado que o PIG iria ser mais brando e agora colhe os frutos. Junte a isso um judiciário que sempre esteve do lado do PIG.

    • Abraços Sr. Jasson, por ve-lo por aqui.

      Caro Eduardo,
      O Sr. viveu uma experiência muito semelhante quando esteve na Venezuela, em que houve uma discussão entre pessoas de classes diferentes. Seria interessante localizar aquele seu post e fazer uma breve comparação do que o Sr. presenciou, então, com o que está acontecendo neste singular momento de nossa história. Acho que as semelhanças não pararão por aqui, pois nada me convence que a morte prematura de Hugo Chavez Frias era o seu destino original.
      Douglas Quina
      Mogi Guaçu – SP

  • Edu gosto de ajudar as crianças, os pobres, os idosos e quem tem necessidades especiais, estou revoltado! Tenho certeza, que isso para Deus não vai passar em branco, esses covardes um dia vão pagar por essa maldade!

  • ISTO É UMA VERGONHA SEU BORIS CASOY, E NÃO AQUELES TROCADILHOS QUE O SENHOR FAZ NA TV.
    SALVE SALVE ENIO,
    SALVE BRAVO SOLDADO;
    TBÉM TENHO A MINHA ESTRELINHA, NEM ME LEMBRO QUANTO,
    MAS ACHO QUE PAGUEI UNS CR$ 10,00 PARA AJUDAR OS COFRES DO PARTIDO HEHEHEHEHE

  • Eduardo, tem algum tracking interno do PT novo? Será que vai sair mais alguma pesquisa agora? O AécioNever está parecendo desesperado. Cada vez mais raivoso! Será que ele está vendo que está perdendo? Como uma pessoa lúcida pode votar no PSDB?

  • Esse caso deixa bem claro as posições dos dois lados desta eleição, o da coragem e o da covardia. Sou jornaleiro na zona norte de São Paulo, imagina o tenho que presenciar todo dia?!

  • PARA ONDE NOS LEVA O ÓDIO E A INTOLERÂNCIA?

    Benedito Carvalho Filho

    As pulsões de morte como podem observar nesse fato narrado pelo bloguieiro toma conta de São Paulo. Tomo como exemplo, pois nos dias de hoje existem inúmeras mensagens semelhantes postadas nas redes sociais. Isso nos faz recordar os tempos trágicos do nazismo e dos fascismos e as mais recentes atrocidades que temos observado no mundo e, também, bem perto de nós. O ódio, o ressentimento, sem nenhum pudor, revela-se bem nos nossos olhos e ouvidos, e, muitas vezes, escutamos calados como se isso fosse natural, pois banalizamos o mal e negamos (e até rimos) da sua existência com certo cinismo como se estivéssemos já nos acostumados com a boçalidade, a violência cotidiana da “razão cínica” de que nos falava Peter Sloterdijk.
    De onde vem tanto ódio como esse manifestado por esse internauta e por esse jovens com seus carrões, que, na privacidade de sua casa ou escritório e nas ruas não tem o pudor de revelar os subterrâneos da consciência humana que nos levam mais a Tanatos que a Eros?
    Eis aí a banalidade do mal de que nos falava Hanna Arendt, instaurada no coração de um país que se diz cordial, como no lembra Fred Di Giacomo no artigo que publicamos num blog..
    O ódio, com observou as psicanalistas Melaine Klein e Joan Riviere na obra Amor, Ódio e Reparação (Editora Imago), parte do pressuposto de que o outro “possuí mais do que nós e considera que os outros adquiriram roubando-nos”, ou seja, o invejoso que odeia joga toda a culpa nos outros, “pois eles são a causa de nós não prestarmos no mundo.” O seu sentimento de injustiça e ressentimento, afirmam as duas psicanalistas, “desenvolvem-se como projeção de uma noção inconsciente de nossa própria indolência e mesquinharia em relação aos outros e adquire muito poder, tornando-se a semente da maioria das formas de psicoses delirantes, na qual outras pessoas são suspeitas de nos roubar, de nos envenenar ou conspirar contra nós” (p. 52-53).
    O invejoso que odeia. ao projetar no outro os seus infortúnios, não se implica, não tem autocrítica e age movido pelo recalque de seu mórbido inconsciente corroído pelo ódio que o cega e envenena a alma. Ele odeia a política e os políticos, assim como os que têm sucesso e não consegue esconder sua inveja e seu ressentimento que pode levar à loucura e ao desejo de morte do outro. Por isso, cria inimigos, reais e imaginários, como os nazistas criaram bodes expiatórios: os judeus, os negros, os pobres, os meninos de rua, pois quem odeia precisa de uma causa qualquer. Pode ser também um ódio religioso, político ou ideológico, não importa, tem que existir um culpado para que possa dirigir a sua pulsão de morte. Seu lema, como mostrou Erich Fromm ao analisar o fascismo e o nazismo é “viva a morte”.
    Outra característica de quem alimenta o ódio é a incapacidade de conviver com a diferença, seja política, racial, sexual, religiosa ou política. A mínima diferença pode ser o motivo de segregação, ou limpeza étnica, como fizeram com os judeus, ciganos, os velhos, os incapazes, os homossexuais e tantos outros personagens, definidos com base em estereótipos. No Brasil sabemos muito como isso se dá com relação aos nordestinos, os negros, principalmente quando são pobres e ousam dividir o espaço com a “massa cheirosa”, conforme a denominação de uma jornalista paulista.
    Estão ai os ingredientes para o transbordamento do ódio, alimentados nos dias de hoje pelos meios de comunicação (impressos e eletrônicos) que contribuem para alimentar a intolerância em nosso país, fazendo com que o ódio se traduza em agressões públicas, como vemos hoje nas redes sociais. O que está acontecendo na Venezuela mais recentemente já se observa disseminado no Brasil, principalmente nessa disputa eleitoral que se aproxima.
    Num país onde a desigualdade é tão gritante como o nosso, de renda tão concentrada (como sempre foi), será que o ressentimento e o ódio não têm a ver com o fato das classes populares estarem tendo a oportunidade de adquirirem alguns direitos e entrarem no mercado de consumo, diminuindo um pouco a assimetria social?
    Veja a ódio e a intolerância de nossas elites dominantes ao perceberem que os mais pobres estão viajando de avião, como se estivessem roubando um privilégio só deles. Como ousam frequentarem lugares tão reservados e elitizados pelas pessoas consideradas “finas”, os ricos e a classe média alta, como nos mostrou o filme Cronicamente Inviável?
    Tenho percebido um fenômeno preocupante: é verdade que setores significativos das classes populares estão entrando no mercado de consumo e aspirando maior mobilidade social. Mas é possível observar que nesses tempos de hegemonia do capital financeiro a ideologia do consumo ao extremo e a qualquer preço vem ganhando força. O dinheiro torna-se o grande fetiche e simboliza o sucesso, pois sem ele o cidadão se considera um pária, um símbolo de fracasso pessoal premeditado. Não é sem razão que nos dias de hoje muitos adultos e jovens da classe média e pobres estão entrando no mundo da delinquência, especialmente no narcotráfico, como estamos vendo diariamente nos meios de comunicação social. Ou seja, a ideia de “sucesso” nos dias de hoje não passa necessariamente pela ascensão através da educação formal. Na percepção de muitos jovens, adquirir uma educação humanista capaz de lhe proporcionar uma consciência crítica não faz parte de seus desejos e aspirações. As figuras com os quais se identificam, os seus heróis, não são mais os seus país, seus professores, ou os grandes líderes humanitários, mas os jogadores que se tornaram famosos e ganham fortunas, as celebridades e tantos ídolos do mundo mediático.
    A escola, por sua vez, devido a muitos fatores que todos conhecem, está muito aquém da vida desses jovens, pois ela não é mais o espaço onde eles se identificam, porque está distanciada no mundo e descolada da realidade, educando para um mundo que não mais existe e criando seres apáticos e alienados. Como enfrentar, diante disso tudo, um mundo violento e permeado de medo em que vivemos?
    Na minha prática como educador numa universidade pública fico impressionado como muitos jovens, homens e mulheres, assimilam essa cultura do ódio. Alguns talvez concordem com a mensagem venenosa postada acima no facebook. Certamente porque respiram um ambiente cultural medíocre, acreditam no que a mídia divulga nos seus noticiários políticos e policiais e desconhecem a realidade de seu próprio país. Com isso, tornam-se receptivos às ideias e opiniões mais absurdas, fascistas, cheias, muitas vezes, de preconceitos e intolerâncias, esse caldo de cultura que alimenta o ódio, o preconceito a que nos referimos acima.
    Às vezes penso que essa ascensão social que tem ocorrido no país tem seus aspectos positivos, principalmente nessa histórica desigualdade que marca a sociedade brasileira. Mas até que ponto, devido aos problemas a que me referi anteriormente, não estaremos criando, uma massa de pessoas receptivas ao discurso autoritário, como foram aquela legião de jovens e adultos cooptados pelo nazismo nos anos 30 na Alemanha, o Zé Ninguém descrito pelo psicanalista Wilhelm Reich?
    Não podemos esquecer que vivemos num país violento, como nos mostra Di Giacomo, no artigo abaixo, onde se viveu muito pouco uma experiência democrática. Um país onde a cidadania não se constitui e as elites mandaram sempre nos diversos momentos históricos. A ascensão econômica pode não estar significando um maior avanço da consciência política da maioria. Pode, na verdade, ser um tiro no escuro e ter um efeito bumerangue, trazendo para a cena política aqueles que se imaginam salvadoras da pátria. Uma política econômica voltada só para o consumo torna a cidadania manca e pode criar mais ódios do que imaginamos.

    • Caro Benedito Carvalho,
      O seu texto é muito bom, e tem vários questionamentos que merecem uma boa reflexão! Entretanto, causaram-me estranheza algumas afirmações e questionamentos!
      Primeiro: “na percepção de muitos jovens adquirir uma educação humanitária capaz de lhe proporcionar uma consciência crítica não faz parte de seus desejos e aspirações”. Não sei a que tipo de jovens você se refere ou mesmo se eles existem. Sou uma senhora de 51 anos e tenho um razoável conhecimento sobre variados temas das ciências humanas, mas não o adquiri por eu, quando jovem, ter escolhido de modo consciente, mas por ter uma inclinação e ajuda, incentivo e vigilância constantes de meu pai . Toda a nossa formação é cercada de circunstâncias que devem prioritariamente ser acompanhadas pelos adultos que são responsáveis por nós, e, ao contrário do que você parece acreditar, eu penso que, antes de completarmos vinte e cinco anos, poucos ou quase nenhum de nós temos realmente consciência de nossos desejos e aspirações, visto que, até essa idade, somos muito egocêntricos e nos sentimos imortais. Faça um retorno para dentro de si mesmo! É evidente que isso não impede de realizarmos coisas e lutarmos por aquilo que em nossa pouca consciência acreditamos e achamos que seja certo. Contudo, sem dúvida, é causa de incentivo e vigilância de nossos pais, e não é a maioria dos jovens que tem pais suficientemente maduros e conscientes!
      Segundo: “às vezes penso que essa ascensão social que tem ocorrido no país tem seus aspectos positivos (…) mas, estaremos criando uma massa de pessoas receptivas ao discurso autoritário (…)? O “zé-ninguém” descrito pelo psicanalista Wilhelm Reich?”. Aqui você me deixou confusa quanto ao sua preocupação com a violência que ora vem se instalando no nosso país! Para começar o “zé-ninguém” de Reich nem de longe pode ser comparado ao nosso preconceituosamente chamado “zé-ninguém”. O “zé-ninguém” do psicanalista alemão é o da classe média brasileira e não alguém que não consegue fazer três refeições ao dia, esse sim, é o nosso “zé-ninguém”. E é esse “zé-ninguém” que vem produzindo toda essa violência ao ponto de lhe causar a preocupação o fato de ele comer três vezes ao dia! Você fala sério?! Quem eu tenho visto destilar ódio e rancor é a classe média e alta por não aceitar que ainda uns poucos desses “zés-ninguém” frequentem os mesmos espaços que eles, principalmente, nas Universidades! Você não acha que pensar que o combate à miséria, talvez a maior vergonha de nosso país, não pode e não deveria jamais sequer ser aventada como causa de violência, quando até os insetos são sabedores de que a violência, em grande parte, pelo menos aquela que é fruto da ausência do Estado, deveria, sim, ser orgulho de luta de todo ser humano decente para a extinção de tão abjeta praga e não vir com essa falácia de que ela é possível de ser a causa dessa onda de preconceito violento que ora se espalha pelo país?! Ela pode até ser objeto e meio, mas jamais será causa! Você está implicitamente dizendo que, para que os brasileiros abastados continuem passando férias na Europa e Estados Unidos despreocupadamente , enquanto empregados explorados e mal remunerados cuidem de seus bens, o governo do PT errou em fazer a pequena distribuição de renda que até agora tem feito?!
      Último: “A ascensão econômica pode não está significando um maior avanço de consciência política da maioria”: Benedito, a ascensão política jamais foi — e jamais será, em tempo algum — fator de contribuição ou sequer incentivo para o ato de inteligir, principalmente, politicamente! Você mesmo disse que os jovens não desejam nem aspiram a adquirir consciência humanitária, então como pode pensar que a ascensão econômica possa fazer um papel que não pertence a ela?!
      Hanna Arendt e Max Weber diziam que “O poder é a possibilidade de impor a própria vontade ao comportamento alheio”. Isso se percebe claramente no comportamento dos meios de comunicação do nosso país há mais de uma década, ininterruptamente, uma lavagem cerebral, da qual, essa sim, não se tem consciência e os mais visados e prejudicados são aqueles que pouco ou quase nenhuma maturidade têm para combatê-la, que são os mais jovens , uma vez que seu juízo de valor ainda está em formação e talvez nunca se forme , pois subliminarmente vem sendo destruído pelas mensagens violentas e bem planejadas por revista, programas de TV, apresentadores e apresentadoras de sorrisos suaves, como diria Paulo Henrique Amorim! Penso que o que de fato está acontecendo no nosso país é o que Thomas Jefferson chamava de perigo ao limitar a participação do povo ao processo eleitoral. Esse perigo está em que o Estado dá ao povo um poder como se ele fora uma entidade privada, sem que seja criado um espaço para que os indivíduos possam atuar como cidadãos! O Estado outorga-lhes todo o poder de decidir a escolha de um presidente, sem também lhes outorgar as oportunidades de serem e agirem como cidadãos!
      Maria Antônia

  • Aecio parece ter um perfil sugestivo de sociopata.
    Mente com facilidade,é egocêntrico,dissimulado,manipulador.Tem supostos problemas com abuso de substâncias e tendência a explosões de violência quando contrariado.Baixa tolerância a frustração.
    Não é uma calúnia ou difamação,mas uma constatação. Um diagnóstico.
    A maior evidência disto veio no final do debate de ontem no SBT,quando ele se voltou para marina Silva e disse: “deu o desespero. Viu que ela passou mal no final?”

    A pergunta certa seria : “Ela está bem?” ou “Como ela está?”,afinal era uma mulher de mais de 60 anos passando mal a poucos metros dele.

    Completa falta de empatia. Isto é característica dos psicopatas.

  • Companheiro Enio, tem a minha solidariedade pelo que lhe aconteceu, mas a luta para derrotar essa direita facista continua, a virada já começou e Dilma vai ser reeleita dia 26 de outubro, essa é a maior pancada que podemos dar nessa elite idiotizada de São Paulo.

    O Brasil é maior que o ódio da mídia e da direita contra a maioria do nosso povo, mas vão ter que engolir mais uma derrota e no próximo governo da Presidente Dilma vem a lei de regulação da mídia e de seus pitbuls.

    Nesta campanha definitivamente acabou a crença da Presidenta Dilma no poder do ” controle remoto ” em relação ao mais forte partido de oposição da direita, a mídia golpista.

  • No auge do julgamento da AP470 um comentarista do site Viomundo comparou a atuação de Joaquim Barbosa ao ex-senador norte-americano Joseph McCarthy dos anos 50.

  • Edu , é sempre bom acompanhar seu blog . Aqui o ódio só perde em intensidade ,mas exste . Estava em um supermercado com adesivo de Dilma e um moça ao vê-lo ,ficou tão incomodada que começou a falar em voz alta , e dizendo tudo o que nós já sabemos . Ao ser questionada disse : prefiro um ladrão novo a um velho . Desde quando O PSDB é ladrão Novo ? É Dilma de novo . E parabéns a Énio por sua força e coragem .

  • À medida em que o capitalismo entra em crise aguda (EUA e Europa), os grupos direitistas e fascistas tendem a ficar mais e mais violentos. Os países que eles sempre tiveram como exemplo de “paraíso na Terra” estão em situação de recessão, desemprego e aumento da miséria. Só nos EUA são 50 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza. Isso tira o chão desses direitistas, aecistas, etc. E faz com que os “argumentos” deles passem a ser o insulto, a violência física e, em alguns países, assassinatos.

  • O que mais me chateia é pensar que a Dilma poderia ter democratizado a mídia no inicio do seu mandato, e agora colhe os frutos da escolha que fez…

    Esse ódio é todo culpa da mídia que fez uma “lavagem cerebral” nesse povo paulista. Esse estrago só vai ser revertido com uma imprensa democratica e um bom tempo, tamanho o estrago feito.

    Está na hora do PT ter peito e fazer essas mudanças cabeludas. Destes próximos quatro anos esse tema não pode passar…

    Podemos ganhar agora, mas com essa mídia e o poder financeiro que a banca envenenando a população, não acho que passaremos da eleição seguinte… Tem que cortar o oligopólio já!

      • A Dilma preferiu o controle remoto. Nesses quatro anos anos ela relaxou e o PIG aprofundou a lavagem cerebral. A Globo condenou o verdadeiro cérebro do PT , José Dirceu, ao exílio. E o PT, Lula e Dilma calados.A marca de corrupto foi colocada na testa de cada petista. A repulsa foi crescendo. Na copa, o PIG proibiu falar bem da seleção e do evento. O Pt , calado. O sistema de compra de votos pela direita foi aperfeiçoado,sem deixar rastros. Os ministros da Justiça e Comunicação atuando contra. O Pt ? Na boa, jogando tudo no horário político.Vai dar certo? Mesmo que ganhe, a covardia do partido (saudade de José Dirceu) levou a este estágio de discriminação. Se perder, só resta as ruas, pois com um congresso com Ronaldo Caiado, Serra, Alvaro Dias e ainda o drogadão, sentiremos falta da ditadura.Na boa.

        • Concordo plenamente, também venho batendo nesta tecla ha muito tempo. O PT perdeu uma chance histórica nestes 12 anos de , pelo menos, começar a mexer com o poderio da mídia, e a história não perdoa os covardes.

    • Perfeito comentário. isso ai tem culpa:o PT de São Paulo que quer por que quer agradar a TV Globo(e por tabela a imprensa paulista)!

  • Esses fatos estão acontecendo em São Paulo, em todo o estado.
    O próprio PT tem sua dose de culpa, da mesma forma que o governo federal na pessoa do sr. ministro da justiça talvez tenha uma dose maior de culpa.
    Quando articulistas como Mainardi, Constantino, Azevedo e em alguns casos a Catañede escrevem seus textos virulentos, nenhuma providência é ou foi tomada.
    Inépcia do sr. ministro da justiça!
    Não entendo por que e com que finalidade ele e seu ministério se omitem.
    Para quem conhece a Venezuela, fomos levados à mesma condição.
    Um povo cordato e amável hoje está dividido entre nós e eles.
    A oposição ao governo e a presidente, direito da democracia, se transformou em ódio visceral.
    Os paulistas se referem aos beneficiários do bolsa-família como vagabundos que põe filhos no mundo para receber benefícios, para não precisar trabalhar.
    Se esquecem, como está colocado no TIJOLAÇO, que nós também recebemos nosso bolsa-família quando abatemos do IR um valor correspondente a cada um dos nossos filhos. Um valor muitíssimo maior do que o beneficiário do bolsa-família recebe por um seu filho.
    Onde esteve até hoje o sr. ministro da justiça quando o Malafaia postava e continua postando suas frases que demonstram e incitam o ódio no Facebook?
    Onde esteve até hoje o sr.ministro da justiça quando cronistas que têm seu espaço nos jornais e outros como Jabor com espaço na TV destilavam seu ódio nos seus artigos?
    A situação só se agravou nesse tempo e temo em pensar o que vai ocorrer caso o candidato Aécio vença a eleição.

  • No auge do julgamento da Ap 470 um comentarista do site Viomundo comparou a atuação de Joaquim Barbosa ao ex-senador norte-americano, Joseph Mc Carthy dos anos 50. Esse senador empreendeu uma verdadeira perseguição aos comunistas ou a quem demonstrasse alguma simpatia ao regime comunista. Sua implacável perseguição fez surgir o movimento chamado de macartismo. Até o ator Charles Chaplin foi vítima do ódio de McCarthy. Pelo visto esse movimento não morreu e está ressurgindo em SP para perseguir os petistas. É revoltante tudo isso que está acontecendo. Estão dizendo que os debates estão ficando muito violentos mas Dilma foi massacrada pela imprensa durante todos esses 3 anos e 9 meses em que esteve a frente da presidência do país. Acho que nesses debates e em suas propagandas vejo mais que ela está se defendendo e rebatendo todas as acusações que ela teve que ouvir calada durante todo esse tempo. Aécio, pelo contrário, todas as vezes que teve oportunidade sempre teve a mídia do seu lado para massacrar o governo petista e por tabela, Dilma. Ele está simplesmente levando o troco por ter, livremente, oprimido o governo petista. Triste ver isso acontecer com o Ênio que passei a conhecer através de seus comentários tão certeiros no blog do Ricardo Kotscho. Lamentável o que está acontecendo nessas eleições.

  • E vendo tanto ódio ao PT, ainda tem gente que fica insinuando que gente do PT teve alguma participação na morte do Celso Daniel. Gente, mata quem odeia.

  • Edu, achei um texto interessante, mostrando um lado das coisas.

    Anarco-Sinarquia

    Através da minha pesquisa, cheguei à conclusão de que a nova ordem mundial é real. Tem forma e função. Há uma estratégia para isso. E é na verdade, várias gerações. A mídia serve a finalidade é executar capa para ele. Isso significa que eles te dizem a verdade se serve a agenda. Eles vão mentir se isso é o que serve. Principalmente o que eles fazem é dar forma a sua percepção através da cuidadosa seleção de fatos dentro de um contexto limitado. Notícia é uma barragem diária de histórias apresentadas – escrito ou falado, nos segmentos de 3-5 minutos com o contexto histórico – se dado em tudo, só dentro do passado recente. Cada dia é um dia de “Novo” e a história é o que aconteceu na semana passada.

    Quase toda a gente sabe que o jornal médio é escrito para um nível de grau 5. Provavelmente, os principais jornais do país são escritos para um nível de grau 8. Existe software que vai analisar o texto para determinar qual o nível da classe foi escrito – para que o autor pode muda-lo removendo os polysyllabos. A razão para isto é bastante simples. Quanto mais complexa a palavra, mais significado a palavra transmite.

    Uma palavra que é muito importante no contexto de hoje – em um contexto histórico da palavra, é sindicato. Não é uma palavra que não era familiar para mim. Na verdade, não sei de quando eu não sabia que os jornais foram sindicados. Quando tínhamos leis sobre monopólios, havia um limite para o número de jornais e estações de rádio poderiam possuir uma única entidade. A maneira que a mídia contornou foi por syndicarem as histórias – com uma ou duas empresas fornecendo conteúdo nacional e internacional para os jornais locais. Presumivelmente, isso foi permitido em nome da eficiência e economia – os top 2 mandamentos em um país capitalista.

    http://www.channelingreality.com/Common_Purpose/anarcho_synarchism.htm

    abs.

  • A situação assustadora relatada no artigo em tela precisa ser enfrentada amplamente por todos os que prezam a liberdade democrática e o respeito aos direitos da cidadania, mediante a cobrança de atitude enérgica e imediata do poder judiciário.

    E é necessário instar todas as instituições representativas da sociedade civil (partidos, sindicatos, associações, entidades de classe, etc), a divulgarem com urgência manifestações de repúdio a esta escalada do fascismo, acrescidas da exigência de posicionamento enérgico e claro por parte dos veículos de comunicação de massa, que operam sob concessão pública com o compromisso de zelar pelo respeito à lei e de informar de modo imparcial sobre assuntos de interesse da população.

    O fascismo é um abjeto e asqueroso instrumento utilizado pela direita para perpetuar sua dominação da sociedade através da violência política. E é por esta via que se chega a situações de guerra civil como a que é vivida hoje na Ucrânia, com a complacência dos países ditos avançados, serviçais dos interesses econômicos mais escusos e cruéis.

    É hora de iniciar uma ampla mobilização institucional em defesa da democracia, antes que calem a voz de todos os que buscam a liberdade e a paz social.

  • arrocho never diz que não foi contra o aumento do salário mínimo porque ele não queria que o salário mínimo fosse de R$ 511,00 na época, mas sim de R$ 600,00.

    ahahahahahahahahahahah….

    arrocho never votou contra um aumento progressivo real do salário mínimo, que corrige o salário com a soma da inflação mais o aumento do PIB. Por isso que ele e sua turma diz que o salário mínimo está muito alto e atrapalha as empresas. Que lógica tosca a deste elemento. Salário mínimo mais alto = Maior poder aquisitivo = Maior consumo = Mais vendas = Mais empregos = Mais produção (aí as empresas têm que investir) = Bancos estatais fortes para não depender de investimentos do mercado especulativo (As Bolsas podem existir, mas sem terrorismo).

    http://www.dilma.com.br/noticia/aEcio-neves-votou-contra-a-valorizaCAo-do-salArio-mInimo-582

    Depois de tudo isto, o cara de pau vem dar uma de bonzinho. Tua batata tá assando.

    • “Salário mínimo mais alto = Maior poder aquisitivo = Maior consumo = Mais vendas = Mais empregos = Mais produção (aí as empresas têm que investir) = Bancos estatais fortes para não depender de investimentos do mercado especulativo (As Bolsas podem existir, mas sem terrorismo).”

      Sim, tudo isso é verdade.

      Lemos, constantemente, que o objetivo principal do capitalista é o maior lucro, e isso move todas as suas decisões, o que as torna previsíveis. É uma das supersimplificações dos neoliberais e libertários, sem a qual suas teorias naufragam sonoramente.

      Mas é uma meia verdade – que é uma mentira completa. O objetivo primeiro do capital é não perder o que já tem.

      Quer dizer, o interesse do capital não é o maior lucro, mas o maior lucro com o menor risco.

      Capitalistas ODEIAM investir, pois investimento é risco. Odeiam competição, pois é outro risco. Assim, entre dois cenários, eles sempre vão preferir o de menor risco, ainda que ganhem potencialmente menos. É a margem de lucro que comanda a decisão, e não o “tamanho” lucro em si.

      Por isso eles preferem o cenário com desemprego>salários menores> mercado consumidor menor>nenhum investimento> nenhum risco> maior margem de lucro. E com o bônus de que, com menores salários, a classe média não vai conseguir acumular dinheiro o suficiente pra disputar com eles a propriedade dos meios de produção, ou introduzir a competição com a criação de novas empresas.

      • Concordo plenamente contigo. Soh quem eh de esquerda realmente entende isto. O cenahrio que eu pus, eh um cenahrio de um capitalismo autonomo da linha de KEynes. O que eh o menos ruim, mas com suas contradicoes. Vc explicou bem o que o neoliberalismo representa.

        Ps.: estou digitando de um celular. Putz, como eh ruim.

  • Como já disse em outro comentário, nasci Brás, bairro central da capital paulista e nunca vi nada parecido com o que está acontecendo nestas eleições. Lembro que na ditadura ainda, final dos anos 1970, começo dos 1980, o 1º de Maio era um dia de luta e na Praça da Sé, em frente à Catedral, levanta-se um palanque onde sindicalistas e políticos de esquerda discursavam. Os exilados acabavam de retornar ao Brasil. Apenas José Serra já se encontrava aqui bem antes da anistia porque os milicos não estavam nem aí com ele. Mas o que eu quero dizer é que lá atrás (lá se vão 35 anos) havia um pequeno grupo de panks e skinheads, não era bem definido, tinha também os Carecas do ABC, que apareciam de repente e criavam um alvoroço, uma correria no meio da multidão só para provocar confusão e muitas vezes brigas. Era uma direita que se desenha como cópia de grupos europeus. Não posso dizer que aí se formou o embrião do monstro que parece nascer nos dias de hoje. Mas, quem sabe? Essa direita raivosa e totalmente irracional por mais que talvez não seja descolada daqueles moços do ABC, é claramente mais violenta e mais perigosa do que há 35 anos. Porque agora, como relata Eduardo Guimarães: “… estudantes, donas-de-casa, homens maduros e engravatados e até pobres oprimidos por uma elite fascista, golpista, racista e pela mídia que a representa” estão por toda parte. Só espero que depois das eleições, um clima de mais harmonia possa surgir na terra de Oswald de Andrade. Como Dilma disse: Minas não é sua, Aécio. Podemos dizer: São Paulo não é sua, amigo. Vote em quem você quiser e me deixa votar em quem eu quiser também. Não sejamos negligentes com a humanidade e tão pouco com a civilização.

  • Se Dilma e o PT não puderam ( ou não quiseram) fazer a lei de mídia e acabar com esse monopólio,deveriam pelo meno ter usado o horário nobre da TV para se comunicar com o povo. Poxa, tem coisa que estou vendo no horário eleitoral dela, realizações, obras que nunca nem imaginei como a Ponte Estaiada sobre o Rio Negro, as Torres gigantes de transmissão de energia na Amazônia, as obras da Transposição do São Francisco e tantas outras…poderia mostrar obras, desmentir boatos, esclarecer o povo a cada capa mentirosa da veja. Uma vez a cada 15 dias que fosse.
    Agora estamos aqui, correndo o risco. Se ela perder o fascismo contra pobres e minorias vai avançar; se ela ganhar pode haver no momento manifestações e até agressões por aí afora,,, mas poderemos fazer o enfrentamento, mas precisava chegar neste ponto??
    Hoje Dilma está em Curitiba e minha filha, que estuda lá na PUC graças ao PROUNI estará lá também para demonstrar seu apoio e se possível tirar uma selfie com a Presidenta, mas confesso que fico preocupada, com minha filha e também com a exposição pública de Dilma. Va que… não é bom nem pensar nisso.
    Abraços!

  • Só no Brasil mesmo: um partido chamado “Partido da Socialdemocracia Brasileira” tem como maior objetivo pregar e praticar o ódio e a violência contra a socialdemocracia brasileira, representada pelo PT.

  • Edu, dia 26 está aí e vamos ver nessa data quem é que está por cima… Tenho a mais absoluta certeza de que o correto e a democracia vencerão, apesar das hordas do outro lado, que andam aterrorizando por aí. Por outro lado, é nítida a fratura do país entre a ala direita e aquela mais à esquerda. Os tucanos cada vez mais assumem um perfil de grupelho fascista, cujo único objetivo é conter e impedir qualquer atitude ou medida, de qualquer natureza, que venha atender a interesses populares… Quem tem um pouco de percepção a mais longo prazo, claramente antevê que essa história pode resultar em situação muito séria. Um país rachado ao meio politicamente e com essa carga de ódio e preconceito não pode produzir nada positivo.

  • Esse ódio é insuflado por aqueles que por motivo de força maior estão se encontrando com a realidade que diz como são incompetentes e inúteis, além de egoístas. Preferem ver o circo pegar fogo que ter exposto suas vidas vazias e superficiais, essa espécime se reproduz principalmente no seio da mídia parasita colonial.

  • Caro Eduardo,

    No dia 5 de outubro, fui votar em Barbacena com uma adesivo da Dilma e do Lula colado no bolso da camisa. quando entrei na seção para votar entreguei o título e a identidade para uma moça, neste momento observei que o mesário de estava no meio me olhou com um pouco de desprezo, foi então que a moça constatou um erro na grafia do nome da minha mãe no livro de votação. O primeiro nome terminava com a vogal o e não a, isso dava a conotação de masculino, então ela perguntou para o mesário que estava no meio da mesa, este a perguntou se estava tudo certo se a questão era apenas aquela, ela disse que sim, então este mesário deu uma risada em tom jocoso de ironia, fiquei calado, ela então resolveu confirmar com um terceiro que liberava a máquina para votar. este foi muito gentil e disse que era apenas um erro de digitação e me disse para procurar a justiça eleitoral para pedir que fosse feita a correção. Disse a ele que faria isso.
    Porém, achei uma falta de respeito do segundo mesário pelo fato de sua ironia e fiz uma reclamação na ouvidoria do tribunal eleitoral, foi instaurado um processo e a audiência está marcada para o dia 03 de novembro.
    Moro em Barbacena, MG, cidade de menos de 200 mil habitantes. A questão é muito séria, e, espero que a eleição seja favorável a Dilma, contudo, será preciso um movimento de pessoas mais conscientes para pressionar o governo para que seja feita a reforma política e a regulação da mídia, pois, caso contrário, podemos em pouco tempo termos um governo fascista neste país. Os governo do PT acharam que o movimento paz e amor seria suficiente, mas não é. Estamos numa luta por poder e por ele as pessoas fazem o que for preciso. A direita não tem escrúpulos. Ou encaramos esta luta ou a democracia sairá derrotada.

  • Sabe Eduardo, acredito que em grande parte a culpa é do PT pós Governos.O PT fez e aconteceu, mas esqueceu da politização do povo.Temos hoje o pensamento único dessa maldita midia o único contraponto são vocês,que ainda não tem a fôrça que ela tem.Cadê as cabeças pensantes do PT. Não houve renovação.O PT medrou.Como aceitar que a Globo faça o que fez com Padilha em SP. É lamentável,felizmente não moro aí, tou aqui no NE onde a gente ainda não sofre essa maldita influencia dessa maldita imprensa.

  • Caros, morei em SP 2 anos e sei bem como uma pessoa de esquerda é demonizada, é assustador o ódio de classe cultivado pela mídia e encampado pela classe média paulista.

    No RS, tivemos um pico desse ódio disseminado pela mídia local, em especial a RBS/globo, e reproduzido por setores não afeitos ao jogo democrático mas de uns tempos pra cá acalmou, embora ainda tenha pessoas que mandam estampar em camisetas os dizeres “anti PT”.

    Geralmente, esse ódio vem associado a questões pessoais como uma vida afetiva mal resolvida, misogenia, um prazer em desconstruir, o incômodo de ver a felicidade dos outros etc.

    É preciso tomar cuidado até passar as eleições e as pessoas se acalmarem.

  • Sou professor, concursado pela prefeitura de São Paulo. O Ano passado eu estive nas Manifestações de junho. Na verdade, fui na principal, de 20 de junho, fiquei chocado com o que vi, li e ouvi. Perguntei por que eram contra a PEC 37, somente respondiam que ela favorecia o PT. Pedi para explicarem o que tinha escrito nesta PEC 37, ninguém sabia. De repente, vi alguns manifestantes chegando com bandeiras vermelhas e , presenciei um grupo botando estes manifestantes pra correr, gritando que as manifestações não tinham partidos…; Mais a frente, vi um dos manifestantes com uma placa escrita: ” Nordestino, volte para o Nordeste” — Fiquei chocado!!!
    Não vou entrar no mérito disto: Mas o que mais me chocou daí em diante foi a atitude dos grupos de esquerda acreditarem e darem vozes as manifestações como algo “progressivo”. Não pude acreditar no que estava havendo. Pois estava claro que o movimento inicial havia sido manipulado com o claro objetivo de derrubar a Presidenta, e estes grupos “acreditando que era uma oportunidade para fazer uma revolução”.

    Quando voltei pra escola ( leciono na Zona Leste de São Paulo; DRE – SÃO MATEUS ; uma região que vem sofrendo e tendo direta influência deste ódio…), como sempre faço, dialoguei com meus alunos sobre este fato, falando sobre a importância das manifestações e ao mesmo tempo, do respeito as pessoas ( funcionários) e do patrimônio público. Ao falar com um sala muito difícil a todos os professores, inclusive a mim, mas que me respeitava bastante, falei da importância e condições dos estudos que eles tinham hoj e que seus pais e avós ( boa parte do nordeste ) não haviam tido. Disse-lhes que eles precisavam pensar “grande” aproveitando as oportunidades atuais, afirmei: ” Vocês precisam pensar em ser Médico, Advogados, Engenheiros, etc ” porque no passado toda esta área era reservada para os filhinhos de papai, para a ELITE. Sendo uma sala muito difícil, tentei sensibilizá-los dizendo que a Elite brasileira não prestava, que nunca se preocupara com os mais pobres e, com muito cuidado, pedi aos alunos a permissão e a Desculpa de antemão para poder utilizar um termo “baixo”. Afirmei-lhes: A Elite do Brasil é fdp!!! Eles não querem que seus filhos estudem com vocês! Eles não gostam dos pobres!!! E se vocês não se esforçarem para serem médicos, por exemplo, os filhinhos de papai nada fariam para cuidar da saúde na periferia, etc, etc….; Além disso, pedi a todos os alunos que fizessem uma pesquisa sobre a origem de sua família, estas que vivem na Zona Leste/Sapopemba/São Mateus, pedi-lhes para pesquisarem até o/a trisavô(vó). O Resultado foi que mais de 70% são descendentes de nordestinos.
    Depois disso, no início de Agosto, o Pref. Haddad apresentou mudanças na Educação. Houve um alarme na escola de cima pra baixo. Procurei me informar, pelo site da prefeitura, e fiquei sabendo que o prefeito havia aberto um fórum democrático para que os pais, alunos e professores participassem para contribuírem, opinarem, modificarem….as propostas iniciais. Achei interessante, e imediatamente orientei meus alunos todos a fazerem um trabalho/ transversal crítico-participativo. Orientei-os a participarem do forum em conjunto com seus pais opinando, criticando,….se posicionando diante das propostas do Prefeito e do MAIS EDUCAÇÃO. Uma semana depois, creio eu, fui coagido e depois proibido diretamente pela própria Diretora da Escola em continuar com o trabalho.
    Dois meses depois, sem direito a defesa, fui repreendido por ter dito que a ELITE era fdp!!! Com o argumento de que eu era um professor que dava aula falando “palavrão”……

    Não é possível continuar deste jeito….
    PROF. GERALDO

  • ESSA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL ESTÁ MUITO ACIRRADA E AO CONTRÁRIO DOS OUTROS PLEITOS O ÓDIO AO PT ESTÁ DISSEMINADO NAS REDES SOCIAIS E NA GRANDE MÍDIA…..O DISCURSO ANTI-PT É A BANDEIRA PRINCIPAL DO CANDIDATO AÉCIO E SEUS APOIADORES SEM MEDIR AS CONSEQUÊNCIAS… “O ÓDIO É A ARMA DOS IGNORANTES, DOS COVARDES E DOS ULTRA REACIONÁRIOS ……ORA! AO LADO DO AÉCIO ESTÃO: OS ULTRA REACIONÁRIOS, OS HOMOFÓBICOS, OS RURALISTAS, OS BANQUEIROS E A MÍDIA GOLPISTA………DO NADA A DIRETA REACIONÁRIA RESSURGIU PORQUE AÉCIO É A ESPERANÇA DELA DE RETORNAR AO PODER…..SABEMOS QUE A LUTA COM A DIREITA É TERRÍVEL EM TODOS OS SENTIDOS…..ATÉ PORQUE TANTO A DIREITA COMO A MÍDIA GOLPISTA NÃO ADMITEM PERDER MAIS UMA PARA O PT….É O QUE VAI ACONTECER PELO ANDAR DA CARRUAGEM……ESSA ELEIÇÃO SERÁ A VITÓRIA DA VERDADE SOBRE A MENTIRA E O ÓDIO…..DILMA VENCE ESSA ELEIÇÃO….. É A VITÓRIA DO POVÃO…..É A VITÓRIA DAQUELES QUE NÃO QUEREM O RETROCESSO POLÍTICO, ECONÔMICO E SOCIAL DESTE PAÍS….

  • QUE HORROR , PRIMEIRO UM MÉDICO INSENTIVA A OMISSÃO DE SOCORRO NAS REDES SOCIAIS DESACATANDO A PRESIDENTE DA REPÚBLICA !!!! DEPOIS UM CADEIRANTE ATACADO POR MOTIVOS POLITICOS , OLHA O CLUBE DOS BOLINHAS ESTÃO RAIVOSOS . FASCISMO PURO, CUIDADO AOS CADEIRANTES , MISERÁVEIS, NEGROS, POBRES POIS ESSA PRÁTICA PARA QUEM ESTUDA É MAIS QUE CONHECIDA , ESSA PESSOAS QUE ESTÃO SENDO USADAS POR ESSA CLASSE DE PESSOAS , DEVERIA ESTUDAR HISTÓRIA DO BRASIL PARA SABER QUEM ELES REALMENTE SÃO , MAS É PEDIR DEMAIS NÉ ALIÁS O QUE MARILENA CHAUI FALOU DA CLASSE MÉDIA MESMO ???? KKKKK COMO SEMPRE ELA TEM TODA A RAZÃO OS LIBERAIS FEDIDOS PENSAM QUE SERÃO BURGUESES UM DIA OHHHH DEUS QUE NOS PROTEJA KKKKKK QUE HORROR

  • ♫ Cruz credo! A Blablarina sem coque ficou a própria mãe do Capeta. E a foto do Aébrio Never beijando as mãos dela mostra indiscutivelmente o quanto ele é um canastrão. O Cuoco deve estar engasgado de tanto rir.
    Quanto ao Enio, minhas condolências e minha reverência. Coragem, companheiro.

  • A partir de artigos dos blogs, compus esta mensagem e estou repassando a meus amigos e conhecidos. Podem copiar.

    O segundo turno da eleição se aproxima.

    Você percebeu que o arco de apoio ao candidato do PSDB à presidência Aécio Neves envolve toda mídia, banqueiros, velhos políticos e as mesmas forças que depuseram Getúlio Vargas.
    Usam até a expressão criada por Carlos Lacerda “Mar de Lama”!

    Estão em disputa dois projetos de país.

    O atual trabalha pela inclusão social, por país mais justo para todos brasileiros. Um país mais justo e soberano.
    O PSDB representa o alinhamento automático e submisso do Brasil aos interesses dos Estados Unidos.

    Dilma propondo e conseguindo a criação do BRICS e um novo banco de desenvolvimento. Representa o novo mundo, multipolar, onde as economias emergentes, como Índia, África do Sul, China, Rússia, e todos os países latino-americanos, fazem valer seus direitos soberanos no tabuleiro global.

    Os problemas na Petrobras estão sendo investigados profundamente e os culpados serão punidos com cadeia.
    Prostituição e corrupção existem desde o início da civilização.
    A diferença é de como está sendo tratado no Brasil pelo governo Dilma.
    Lembre-se de que ela não moveu uma palha para impedir que membros do seu partido fossem encarcerados.

    Apesar disso a Petrobras está aí, batendo recordes de produção, investindo no Brasil, construindo refinarias, gerando empregos aqui no Brasil.
    Recuperamos nossa indústria naval para atender o Pré-Sal e ela é hoje a 4ª do mundo.

    Mais importante é que está fazendo do Pré-Sal nosso passaporte para nossa soberania, como país e como nação.
    O modelo de partilha adotado contraria muitos interesses aqui no Brasil e em outros países.
    Não é outra a razão para que a espionagem americana denunciada pelo Snowden tenha se fixado primordialmente na Petrobras.
    Como não é outra a razão para os embates na Venezuela.

    E a privataria tucana, construiu o quê?

    O que a privataria tucana trouxe de positivo para o Brasil, a não ser ter alienado o patrimônio público a preço de banana?

    Se tiver tempo, acesse e veja o filme que pode ser acessado pelo link:

    http://www.youtube.com/watch?v=A8As8mFaRGU

    Temos aqui em São Paulo um exemplo atual dos resultados da privataria.
    A SABESP, 49,5% da companhia foram vendidos na Bolsa de Nova York e a maior cidade da América do Sul com mais de 19 milhões de habitantes no limiar de um racionamento de água que pode chegar ao estado de calamidade pública pela absoluta falta de água.
    Na atual condição, a SABESP está correta em buscar e privilegiar lucros aos seus acionistas. É a função da iniciativa privada!
    Por outro lado é correto que um serviço essencial para a população seja norteado pelo lucro que seus acionistas, quem nem aqui residem, possam ter?

    Os tucanos disseram que fariam a privatização para pagar dívida pública. Nem isso fizeram.
    Começaram o governo com dívida pública de 30% e entregaram o governo ao Lula com a dívida pública em 60%.

    Lula e Dilma reduziram o endividamento público, o bruto e o líquido.

    Pagaram a dívida externa e tiraram o Brasil do mapa da fome.

    Melhoraram a vida de 36 milhões de brasileiros. Número de pessoas maior do que a população da França.
    Criaram universidades, faculdades e escolas técnicas em número sem precedentes na história do Brasil.

    Cometeram alguns erros e ainda há muito para fazer.

    Com mais quatro anos teremos a primeira geração de brasileiros que receberam alimentação adequada desde seu nascimento.

    Estão reconstruindo um país, ajude para que continuem!

  • Vamos garimpar cada votinho, principalmente com os porteiros, taxistas, jovens, nordestinos queridos.

    Estou usando o botom de Dilma direto nas caminhadas e meus carros adesivados.

    Cada voto pode fazer a diferença em favor desse Brasil melhor que queremos.

  • Meu caro Edu,

    Faço aqui uma espécie de desabafo. Sou leitor assíduo de seu blog e considero muito ponderadas suas posições. Por isso lhe digo, ao invés de estar comemorando mais um evento de nossa jovem democracia, a percepção que tenho de nossa realidade social e política me assusta e entristece. Que pena que tenhamos que enfrentar uma polarização tão acirrada, tão agressiva. Em 2010 já tinha sido assim, mas tenho a impressão que aumentou nesta campanha. Creio que cheguei a pensar que poderia ser diferente, mas pelo jeito estava enganado.

    Pessoalmente, não consigo ver um país mais desenvolvido sem passarmos pela diminuição das desigualdades e das injustiças sociais. Não vejo como alcançarmos outros patamares de desenvolvimento sem acertarmos nossas dívidas com um passado que escravizou e excluiu as camadas menos favorecidas, isto é, a maioria da população. E tenho certeza que não estou sozinho. Mas há aqueles que discordam frontalmente desta posição. Afirmam que seria possível diminuir essas injustiças, mas nunca dizem como! De uma coisa estou certo, a concentração de riqueza pregada pela ideologia neoliberal certamente não é um caminho para chegarmos a isso. E o que aconteceu em 2008 é uma prova insofismável disto.

    Por tudo isso, espero e torço para que a temperatura e o tom dessa campanha não subam mais do que já subiram. Na minha opinião, a cena lamentável de agressão que vc descreve está de alguma forma inserida neste contexto de radicalização e intolerância.

    Gostaria de ouvir a candidata Dilma perguntando ao candidato Aécio o que ele pretende fazer com a “Lei de partilha do Pré-sal”; se ele vai se comprometer em fazer a “Reforma política”; se vai manter o “Mais médicos”; se vai concluir “as obras do PAC”, se vai continuar investindo no “ENEM”, no “Prouni”, no Pronatec”, no “Ciências sem fronteiras ” e em todos os demais programas educativos lançados em seu governo. Enfim, se ele não vai entregar mais uma vez nosso patrimônio para o setor privado como foi no processo da “Privataria tucana”. Mas eu também sei, é verdade, que o que se fala em campanha nem sempre se cumpre no governo. Mas seria uma forma de elevar um pouquinho o tom do debate. Afinal penso que a população já está sabendo quem é quem nesta disputa.

    Por fim, se além das questões que listei acima, eu pudesse sugerir uma pergunta à candidata Dilma, eu diria para ela perguntar ao candidato Aécio, se ele diz que o país está praticamente quebrado, com estagnação econômica e inflação descontrolada, como é possível ela ter 78% de aprovação do seu governo, entre regular, bom e ótimo. Será que 3/4 da população não está sentindo os efeitos desse país descrito pelo candidato Aécio? Será que a maioria dos brasileiros está tão mal informada assim? Essa era uma pergunta que eu gostaria que ele respondesse. Ele que gosta tanto de falar de sua aprovação ao sair do governo de Minas Gerais. Forte abraço e continue firme em sua luta.

  • Edu, e ela nem mencionou os que contratam bandidos especializados em “dar sumiço” a autos de infração milionários e representação ao MP por crime contra a ordem tributária.

    e

  • O que eu tenho a dizer é que esse pessoal vivia camuflado. Mas ao serem incentivados devido ao ódio político , libertou a fúria sanguinolenta. São políticos, pastores e demais grupos que tem o DNA hitleriano e que resolveram sair do armário e mostrar a verdadeira identidade. Chega a ser assustador a postura de seus seguidores. Uma onda catastrófica de preconceito. Um vexame humano a olhos vistos. É preciso refletir sobre esse assunto com cuidado e que tenha punição, pois, fere a Constituição Federal, ou então, teremos muitos problemas futuros.

      • Chega de apanhar calados, gente! Temos que lutar, do jeito que for. Querem agredir? REvidemos. Sei que virão os pacíficos me censurar aqui. Quase fui agredido 2x em 2010, e isso está entalado na minha garganta desde então. Eu não apanho quieto. VAmos nos defender!

          • Imagina se a Dilma ganha por meio porcento, depois de meia dúzia de pesquisas tucanas dando 10% de vantagem pro Aébrio?

            Ou se o Aébrio ganha por meio ponto, em faco da possibilidade de ter havido fraude em alguns Estados?

            Ao não investigarem a fundo tanto as pesquisas tucanadas quanto a possibilidade de fraude, estão dando muita sopa…

  • Parece que pouca gente percebeu, mas graças à sordidez do Aécio, Marina, Luciana Genro, Levy Fidelix, Eduardo Jorge, Pastor Everaldo, das Sininhos e toda aquela canalhice de junho e da mídia corporativa que alimenta o fascismo pequeno-e-grande-burguês, Dilma está ensinando à classe média hipócrita e mal agradecida, tintim-por-tintim, como é que se desentope fossa com as próprias mãos.

  • O INFERNO esta se dividindo pra ver qual metade vai ficar no Planalto.

    Dum lado tem PMDB, no outro também.

    Se num tem PSOL, no outro tem os verdes.

    Se num tem Marina, no outro tem a Lucianta.

    Se num tem Serra e Paulinho, no outro tem Collor e Paulo Maluf.

    Se num tem Borhausem, ACMs e Agripino, no outro tem Sarney, Lobão e Kassab.

    Que coisa horrível esta a política, e no meio tem o povo sendo feito de besta pra ver com qual QUADRILHA ele quer dançar no próximo quatriênio.

    e pensar que há ainda os que os defendem…

    parmera ..corintia

    http://www.youtube.com/watch?v=yeVl0nKgi9E

    • A diferença é que um dos grupo fez um acordo com os pequenos diabos pra fazer ao menos alguma coisa de útil para o povo, reduzindo as desigualdades e combatendo a miséria e a fome, enquanto o outro defende os interesses dos grandes diabos, famintos por carestia.

      Por isso, os primeiros merecem a defesa que vc considera “bobagem” por não resolver os SEUS problemas imediatos.

      A falácia da perfeição e o egocentrismo que o seu ego inchado patrocina o impedem de aceitar a realidade óbvia.

    • E você, cidadão acima de todas as suspeitas, se és tão honesto, o que está fazendo nesse meio? Tá a fim de se contaminar?
      Cai fora, cara, vai ver o que os teus estão fazendo e sai fora de política, que não é a tua praia.

  • A Luta de Classes antes escamoteada veio à tona agora, quando um dos lados percebeu que poderia derrotar o projeto de governo popular e democrático que temos no Brasil há doze anos.

    O debate, na disputa eleitoral, deveria ser ideológico, lastreado nas propostas que o PT e o PSDB defendem para o país, afinal, são os dois partidos que estão disputando as eleições presidenciais desde 1994 com duas vitórias tucanas e três petistas.

    Isto porque a terceira via, tão badalada como necessária, ora com Enéas – PRONA ou Brizola – PDT (94), depois com Ciro Gomes – PPS (98), de novo com Ciro Gomes – PPS ou Garotinho PSB (2002), com Heloísa Helena – PSOL (2006), com Marina Silva – PV (2010), e de novo com Marina – REDE/PSB (2014), jamais se viabilizou. E a proposta alternativa à bipolar disputa entre PT e PSDB vem se transferindo não só de um candidato a outro como vem sendo substituída na base programática dos partidos capitaneados pelos concorrentes que se sucederam desde que Itamar Franco deixou a presidência.

    Restou novamente o embate PT versus PSDB nesse segundo turno de 2014. E se Lula, com 61,28%, venceu Serra, com 38,72%, no segundo turno de 2002, e depois se reelegeu com 60,83% contra 39,17% de Alckimin no segundo turno de 2006, vitórias contundentes conquistadas na disputa mais sobre projetos de governo, houve uma mudança radical nas eleições de 2010, com a introdução do método do ódio e da mentira protagonizado pela candidatura de Serra. Ainda assim, Dilma venceu a disputa com 56,05% dos votos válidos contra os 43,95% obtidos por Serra. Entretanto, há que se notar que a diferença percentual diminuiu e se antes os tucanos não atingiram sequer os 40%, José Serra, em 2010, ultrapassou aquela barreira e se aproximou dos 44% de votos válidos. Devem ter imaginado que o resultado percentual um pouco melhor, alcançado com a deturpação da campanha, poderia ser o caminho, desde que aumentassem o tom da discórdia e da manipulação, o que foi feito desde a posse de Dilma.

    O ódio foi introduzido sim em 2010 por Serra, com as primeiras manifestações contra nordestinos, e da mentira da bolinha de papel, por exemplo, que são apenas lembranças simbólicas das duas searas – com as quais Serra deve ter incentivado o PSDB e o candidato de agora, Aécio Neves, a investir mais na truculência, no ódio, na mentira, na tergiversação, na conspiração, na inversão de valores – com a contribuição mais que fundamental de toda mídia empresarial, que durante todo o mandato de Dilma martelou as teses da velha UDN, aquela que tentou derrubar Vargas pelo golpe e o levou ao suicídio, atrasando o golpe militar por dez anos. A mesma UDN que tentou impugnar a eleição de JK – que só tomou posse pelo levante militar liderado pelo General Lott – alegando (a UDN) a tese da não maioria dos votos, o mesmo udenismo que impediu a posse de Jango após a renúncia de Jânio Quadros, forçando o Congresso a adotar o parlamentarismo para impedir João Goulart de ser Chefe de Governo, o mesmo udenismo que levou parte da população a apoiar o golpe militar com a Marcha da Família com Deus pela Liberdade em 1964.

    E vieram 21 anos de ditadura cruel, sendo uma de suas milhares de vítimas a agora presidente Dilma Rousseff, que na juventude de seus pouco mais de vinte anos lutava pelo fim da ditadura e pelas liberdades democráticas, mas presa, foi torturada por vinte e dois dias seguidos com palmatória, socos (que quebraram o maxilar dela), pau-de-arara, cadeira do dragão, choques elétricos, fora as humilhações das sevícias.

    E foi assim que chegamos a esse clima atual, onde o debate programático ou ideológico deu lugar a mais uma campanha presidencial lastreada nas velhas táticas udenistas, todas vivas em nossa memória como tática condutora de campanhas difamatórias muito usadas pelos golpistas de todos os tempos, e absolutamente atualizadas e em dia com a realidade da campanha desenvolvida pela mídia empresarial e seus representados da elite dominante (por favor, não me venha com Chico Mendes – Marina já foi muito infeliz no episódio), banqueiros e financistas daqui e do exterior, ideólogos do mercado livre, do desemprego (algum é necessário para ajustar a inflação, segundo Armínio Fraga), do Estado mínimo, da precarização do trabalho, da terceirização sem regulação, da privataria e da entrega do patrimônio público – sempre ao preço de banana podre, como foi com a Vale do Rio Doce, também só um exemplo dos muitos casos – enfim, onde os direitos da maioria do povo só estão nas palavras ocas e vazias do agora representante dessa linhagem, Aécio Neves, que levou Minas a dever 183% de suas receitas anuais, Estado onde doentes são transportados por vans e ônibus por centenas de quilômetros para simples consulta, local em que 98 mil professores foram contratados sem concurso público – agora ameaçados de demissão pela decisão final do Supremo Tribunal Federal, e que a segurança pública piorou a níveis nunca vistos, com mais de 50% de crescimento nos crimes de toda natureza, e onde o então governador Aécio se deu ao luxo de construir um aeroporto na fazenda da família pela bagatela de 14 milhões de reais (18 milhões atualizados), e de trancar a “benfeitoria” deixando a chave com o titio.

    Não foi à toa que perdeu a eleição no primeiro turno para Dilma e que seu candidato a governador – escolhido a dedo – foi derrotado ainda no primeiro turno.

    E diferentemente de uma disputa de projetos e programas de governo temos essa pantomina que repete ad eternum o mesmo gestual há quatro anos e que conseguiu criar esse clima de ódio e mentiras, levando agora às agressões de toda sorte, iniciadas pelas ofensas verbais, e que vão chegando às provocações físicas e de humilhações públicas a quem não atende seus discursos de antagonismos e de ódios e preconceitos de toda sorte.

    É a Luta de Classes, antes escamoteada, e que agora veio à tona com todos esses métodos udenistas e fascistas. Os poderosos, a elite dominante, aqueles seus sabujos, todos acostumados desde Dom João VI aos prazeres do ócio e da vida fácil, sempre à custa de escravos e escravizados, operários e camponeses humilhados, que pretendem tomar – seja qual for o tipo de golpe a se utilizar – o controle do governo, para que possam voltar seus privilégios e “direitos” imaginários, do mesmo jeito que aqueles que se achavam ter esse “direito”: os donos das Capitanias Hereditárias, os Senhores de Engenho, o povo da Casa Grande.

    O cadeirante, objeto do artigo do bravo e contundente Eduardo Guimarães, é mais uma vítima da hora. Outros virão, seguindo-se esse roteiro macabro dos udenistas do momento, hoje mascarados como tucanos e seus apaniguados e seguidores ingênuos, aqueles que estão do lado de cá na vida real e se imaginam os assimilados aceitáveis aos olhos do povo da Casa Grande.

    Para compreender a dimensão dessa luta exige-se um mergulho em nossa história, sem o qual a pasteurização de palavras ao vento pode contaminar inocentes (úteis) e bem intencionados (ingênuos), todos esses se achando parte de uma revolta, que nada mais é do que uma outra faceta da Luta de Classes, em que os dominadores se utilizam dos tolos para alcançar seus propósitos inconfessáveis. É disso que se trata, o segundo turno dessa eleição. O resto é paisagem.

    • Isso é pura verdade. Moro no Guarujá e vou quase diariamente a Santos, e como meu carro tem uma foto grande da Dilma no vidro traseiro, sou sempre insultada por carros que cruzam por mim ou fazem gestos obscenos, não conto as vezes que eles passam e gritam: Vaca petista, petralha imunda,e outros palavrões impublicáveis, só que quanto mais eles xingam mas eu coloco enfeite, agora coloquei também uma bandeirinha vermelha da Dilma na janela. No condomínio onde moro, querem que eu tire a bandeira que coloquei na sacada, alegam que não pode que o estatuto não permite etc. Não sei como podemos chamar essa eleição de democrática. Tá demais o ódio destilado por parte de alguns seguidores do PSDB. Observações não sou filiada a nenhum partido, porém fiz minha escolha.

      • ♫ Olhe, Bete, também moro no Guarujá. Antes do primeiro turno, minha bandeira do PT estava no capô do meu carro; mas ninguém mexeu comigo, talvez por causa da minha cara de quem enfrenta qualquer parada. Agora, porém, a coisa tá mais feia e, como não quero ver meu carro depredado, taquei a bandeira na varanda, como fiz na eleição de 2011. Vamos ver se alguém vai piar – ou, melhor dizendo, mugir alguma coisa. Mas se eu descobrir onde posso arranjar a bandeirinha de prender no vidro do carro, eu a prenderei. Já fui duas vezes até o diretório do PT e estava fechado; é longe e eu cansei. Mas vamos ganhar, sim; não tenha dúvida.

  • Enio,você é um EXEMPLO para todos os progressistas.Parabéns.
    Eduardo,você poderia nos informar diariamente sobre os trackings do PT?E,quando sai o Vox-Populi?Abraços PTistas,e um beijinho na querida Victória.

  • É estarrecedor.

    O Edu tem toda razão ao identificar a imprensa como responsável. Ela não apenas está incentivando os psicopatas, como os está criando numa proporção estrondosa.

    A característica principal de um psicopata é a falta de empatia, como bem apontou um comentarista acima. Pro psicopata, os outros seres humanos são coisas. São essencialmente diferentes, inferiores, irrelevantes.

    Ele não se identifica com eles de forma alguma.

    Mas isso não é uma exclusividade dos psicopatas. É possível induzir uma pessoa “normal” a esse estado. É o que o discurso belicista que a imprensa utiliza faz ao desumanizar e demonizar o inimigo.

    Para os agressores, a vítima não era um ser humano como eles. Era “diferente”. Pertencia a outra “tribo”, à tribo “inimiga” que está avançando sobre eles e lhes tomando a liberdade e o poder. Não sendo humano, mas uma coisa, um “demônio”, não desperta compaixão, não merece solidariedade e nem mesmo pena. Merece apenas o escárnio, a humilhação. A condição de cadeirante, pra eles – assim como a queda de pressão da Dilma, ontem – não era algo a ser lamentado. Na cabeça deformada deles, era uma merecida punição a ser comemorada e festejada.

    Como o soldado que comemora a explosão de dezenas de crianças, mas se enche de ódio quando seu amigo é atingido.

    A distância entre um ser humano e um monstro é o discurso monolítico e belicoso da imprensa.

    O discurso que fala em “pessoas de bem” e em “petralhas corruptos”. O discurso que fala em “bandidos” e “vítimas”. O discurso dos que “tem mérito” e os “vagabundos”. O discurso tautológico e infantil que nos reduz a uma única dimensão e nos enfia em balaios e nos define a partir deles. E que nos diz como pensar para sermos aceitos. E aponta os que querem fazer mal à nossa tribo e que devemos odiar por serem falhos e falsos e perversos.

    É o discurso do “bem” versus “o mal”.

    E tudo isso por causa do único conflito que realmente existe na sociedade, entre os dominantes e os dominados.

    • Eu também, Maria Amélia. Temo. Caso um Aécio vença, teremos um retrocesso no Brasil de 50 anos em 4. Para evitarmos isso, precisamos votar no Norte e no Nordeste em peso na Dilma, algo em torno de 80 ou 90%. O Norte e o Nordeste serão, literalmente, os salvadores da pátria.

  • Moro no interior de Minas e outro dia, minha esposa perguntou se eu não ia colar adesivo no carro. Eu disse que não, pois essa eleição estava muito tensa. Ela disse que não está assim também não. Eu respondi até com um trocadilho: “Ah, é, sim”.
    Mesmo não tendo casos de perseguição e atos explícitos de violência contra petistas, principalmente de se tratar de uma cidade historicamente petista, sinto um grande preconceito no olhar das pessoas quando me identificam como eleitor de Dilma.
    Mas em cidades como Rio, no Sul e principalmente São Paulo, a coisa está fora de controle. A cada dia mostram mais a cara, como aquele médico canalha de Porto Alegre que comentou em seu Facebook sobre a queda de pressão de Dilma ontem: “Teve queda de pressão? Procure um médico cubano, sua filha da puta”.
    Isso poderia dar até processo contra um animal desse. E espero que após as eleições, sejam tomadas as devidas providências.
    Por fim, aconselho aos paulistanos, principalmente com vitória de Dilma, a não saírem por aí comemorando em bares, restaurantes, nas ruas, pois com certeza, haverá uma tragédia desses “Camisas Pretas” que resolveram sair do esgoto. Comemore em casa com a família, com os amigos, e no sábado seguinte, marque um churrascão na casa de um parente ou amigo, reservado longe dos olhares desses fascistas.
    Sua vida vale mais que uma eleição. Nós sabemos disso, eles não.

    • Eu moro em SP capital, todo dia saio pra trabalhar com um adesivo da Dilma na camisa. Já fui xingado incontáveis vezes, já levei cotovelada no metrô.
      E te digo, se Dilma vencer (tomaaara que vença) eu vou colocar a minha camiseta vermelha customizada com o rosto dela, bandeira e broche do PT pra comemorar. E os outros militantes ou simpatizantes de Dilma deveriam fazer o mesmo… essa coxinhada só age quando está em grande vantagem numérica, só te ameaçam quando você está sozinho… se nos mantermos unidos, não há o que temer.

    • Colei um adesivo no meu carro, com a concordância da minha mulher que dirige com maior frequência. Ela me perguntou se eu não temia retaliação afirmei que aquele adesivo era um apoio a uma mulher que passou por perrengues muito piores. Isso é o que devemos aguentar. #Dilma13!

  • DIZ QUE VAI INVESTIR NA SAÚDE! NA EDUCAÇÃO! NO POVO!

    Em determinado tempo de minha vida, fui ameaçado por um ladrão por defender colegas do bairro por serem ameaçados. Após meses encontro o mesmo no leito de um hospital com dreno de tórax por ferimento de arma de fogo, o mesmo olhou para mim quando fui fazer seus cuidados apavorado e amedrontado, após o mesmo indagar o medo por mim, disse ao mesmo; Hoje aqui meu espirito é outro, minha função é outra diferente daquele dia infeliz.
    O mesmo ficou sem palavras e ainda muito desconfiado pediu—me perdão. Para mim foi um dia da resignação, da compaixão, do respeito ao próximo, dos meus préstimos, do flair player do futebol da luta e etc., da assistência imediata sem compensações no cumprimento do meu dever.
    OBSERVANDO O FATO;
    Foi o que FALTOU NO DIA DE ONTEM NO SBT, o uso do flair player pelo candidato Aécio Neves (54), a repórter, diretor de ponto da emissora que não deixou a Presidenta Dilma Rousseff (66), terminar sua entrevista como protocolo, poderiam ter fechado e ganhado o dia e até mesmo votos para sua vitória prestando solidariedade e assistência, apoio a senhora até por ser mais velha que o mesmo 12 anos.
    Más não foi essa atitude do mesmo, naquele momento, foi comemorar junto ao telefone seus feitos.

    • Não sei que culpa o Enio pode ter por exercer seu direito de usar roupa da cor que quiser e com os símbolos que bem entender. Quem compara isso a agredir alguém para obrigá-lo a se calar no seu direito de liberdade de expressão, é tão fascista quanto quem agrediu

      • Exato Edu !
        É o mesmo que culpar uma mulher que está sendo molestada unicamente pela roupa que esteja usando.
        A meu ver a culpa é sempre do agressor, pois a violência é sempre um ato deplorável.

        • Vocês veem no comentário o que querem ver. O que eu disse não foi específico do fato, repugnante, obvio. Foi com relação ao contexto geral. Vocês, tanto quanto os tucanos, tem culpa nesse ódio mútuo. Ficou mais fácil de compreender agora?

          É ódio de ambos os lados. Parece uma guerra… o que deveria se reservar apenas ao âmbito político geral. Com essa guerra, se não estancada, vamos ter nossos próprios fanáticos terroristas.

          Parabéns!

    • Algum cadeirante tucano foi agredido por petistas?

      Quando foi que alguém chamou todos os tucanos de quadrilheiros e exigiu sua prisão ou morte? Quando foi que um bando de imbecis rogou pela morte de sulistas ou sudestinos que votaram em Serra ou Aébrio? Quando foi que alguém comparou a frase “sou Aécio” com “tenho Ebola”, e chamou quem declara sua preferência por Aécio de “marginal” (e, incidentemente, chamou os doentes de Ebola de marginais e defendeu sua segregação… coisa de imbecil completo)?

      Vc pode até encontrar um ou outro comentário mais violento ou radical por parte de petistas e simpatizantes, mas estamos falando de milhares de atos similares a esse. São grupos de pessoas agindo e não um ou outro indivíduo falando.

      É uma epidemia causada por um fanatismo cego provocando ódio e atos violentos, e não meia dúzia de idiotas ventilando suas frustrações em textos desequilibrados e irados.

      Não há comparação. E a culpa é, sim, da desumanização feita pelo discurso adotado pela oposição e, mais especificamente, pela imprensa, que tomou para si o papel de julgar a tudo e a todos, irresponsavelmente e de acordo com seus interesses políticos e econômicos.

      Já ocorreram mortes por causa dessa disputa criada pela imprensa – e digo criada pq essa disputa, embora existente de verdade, sequer se assemelha à inventada pela imprensa, não tem aquela intensidade ou escopo ou motivos e nem mesmo as consequências. É um conflito artificial criado por uma imprensa, da mesma forma que criou um “mar de lama”, um “mensalão”, um “milagre econômico”, uma “revolução redentora” e por aí vai.

  • Esse ódio contra o PT virou uma doença sem limites, mas tudo isso foi provocado pela mídia canalha desde que o PT assumiu o governo, aliás desde que o nordestino Lula entrou na política. A perseguição é tanta que até os puxa sacos dos tucanos reconhecem o exagero de maldades imposta ao partido, pois conheço muitos que não votavam no PT e que agora votam em Dilma por compaixão e por nojo dessa horda de tucanos canalhas e mídia fascista.

  • Saiba quem está por trás da delação combinada: Claro, o tucano de carterinha e delegado da PF Feranando Fracnhiscini, dai que Alvaro Dias, senador do Parana, e o próprio Franchiscini que teve sua campanha financiada por Paulo Roberto Costa não foram delatados, o Alvaro rodava no avião de YOussef prá cima e práq baixo, ai todos em conluio com um bandido de toga e sob o guarda-chuva da Globo, assim querem nos enfiar Aecio Neves goela abaixo depois de nos terem enfiado Fernando Collor, o qual teve maioria na “sabida” SP contra a vontade dos “ignorantes” nordestinos(segundo o “sabio” FHC)
    http://www.megacidadania.com.br/juiz-e-deputado-tucano-em-conluio/

  • Não sou petista,nunca fui,mais voto em Dilma e uso o adesivo dela.Porém,se algum desses fascistas tentar me intimidar vai ter uma surpresa não muito agradável.Não tenho medo de fascistas ou nazistas,saberei enfrentá-los em qualquer situação.Esses monstros que não tentem obstruir minha vontade,pois não será bom para eles.Garanto!

  • O ovo da herança bandeirante, passando por 1932, acabou de ser chocado pelo PSDB. Isso não vai dar certo.
    Na Alemanha começou assim (ver Ucrânia).

  • Que horror!

    Graças a Deus jamais passaria por uma situação dessa na minha cidade. Aqui até os carrões de luxo, a maioria passa com o adesivo da Dilma.

  • Eduardo, apenas um adendo: “Estado mais desenvolvido”? Isso é lenda urbana.

    Estado desenvolvido é aquele que tem povo desenvolvido, que é cidadão e consciente. Isto não é mais pro bico de nós paulistas, infelizmente. Ou devido à mídia ou pelo desinteresse em se informar corretamente, somos hoje uma horda cuja desculpa preferida é a falta de tempo para prestar atenção.

  • Como estou tentando manter a calma pra não prejudicar a saúde, coloquei na cabeça o seguinte: quer votar num cara que dizem ser cocaineiro e até traficante? Ok, mas depois não reclame se, no semáforo, tomar um tiro de outro cocaineiro e/ou traficante. É um pouco revanchista mas me alivia hehehe

  • Eles não passarão! Farão de tudo, apelarão até o limite da bestialidade, porém a hora da verdade já se aproxima. O Brasil não merece ser governado pelo PIG, por um ministro da fazenda com cidadania americana que provavelmente abjurou a pátria ao conseguí-la,, por um vice depravado que em pleno Senado manda um interlocutor blogueiro para a PQP e que insiste em um VTNC e, para confeito da obra, por um playboy cínico, sarcástico e cambaleante especializado em bafômetros e que pelo que se diz gosta de bater em mulher. O Brasil, seja de ricos, pobres ou remediados, seja de homens e mulheres de bem ou de fanáticos, preconceituosos e mentalmente alienados, não terá estas bestas disfarçadas de seres humanos como governo, simplesmente porque não merece semelhante castigo.

  • Edu,

    A Folha de São de hoje (17), traz uma matéria interessantíssima, intitulada: “O choque de indigestão de Aécio”, assinada por Rogério Cezar de Cerqueira Leite (Tendências / Debates – opinião A3). Dentre outras afirmações, pode-se ser lido: “Do ponto de vista financeiro, o choque de gestão em Minas foi um fracasso tão grande quanto o foi do ponte de vista social. Mas Aécio não concorda”.
    Ao comparar as assertivas da Presidenta Dilma no debate do SBT com o artigo do supracitado, podemos concluir: Arrocho é mentiroso.
    PS: O Padim Pade Cerra está sendo o melhor cabo eleitoral da Presidenta Dilma.
    PS 2: Fiz a pesquisa no Google: Choque de Indigestão de Aécio, mas os links não abrem. Primeiro foi o a indisponibilidade do sítio do TCE mineiro, agora o Google.
    PS 3: Eis o dendreço eletrônico que foi bloqueado para blindar o Arrocho: http://www.1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/190994-o-choque-de-indigestão-de-aecio.shtml

  • Mudando de pato pra ganso, uma informação interessante.

    Em 1990, ano de instalação do projeto neoliberal no Brasil, nosso PIB representava 2,07% do PIB mundial.

    Em 94, ano do plano Real, ele era 1,99% do mundial.

    Em 95, inauguração de FHC, o PIB brasileiro subiu para 2,53% do PIB mundial. Em 2002, ele despencou para 1,48%, fechando o ciclo neoliberal bem menor, relativamente ao PIB mundial, do que começou.

    Essa é a economia neoliberal tucana que Aébrio quer ressuscitar e que um ou outro ainda defende com unhas e dentes. É a economia do suply side, a economia da oferta e não da demanda.

    A economia da acumulação de renda e riqueza.

    Em 2003, o PIB brasileiro representava 1,44% do PIB mundial. Em 2010, passou a representar 3,31%.

    Em 2011, chegamos a 3,46%, em 2012 caímos para 3,08% e em 2013, para 2,99

    E com pleno emprego e inflação mais baixa.

    Estamos incomparavelmente melhores hoje do que com os tucanos.

    Se for pra mudar o governo por causa da economia, seria estupidez retornar à hecatombe neoliberal: redução da economia, aumento de desemprego e arrocho salarial, além de privatização a torto e a direito.

    Perdemos uma década com esse modelo falido. Como é que estamos correndo o risco de retornar a ele?

  • Edu, precioso relato. E vou fazer mais um, isso de coisas que vi e não que me contaram. No Orkut eu e mais gente fazíamos parte de comunidades de segunda guerra e sobre assuntos correlatos à segunda guerra. Pois bem, é um tema propício pra esses lunáticos adoradores da Alemanha nazi e da Itália fascista pintarem e encherem o saco com pregação de racismo, defesa do fascismo etc.

    Uma curiosidade nisso é que uns 90% (estimativa figurada pra indicar maioria) das pessoas que se identificavam dessa forma, quer seja como fakes ou perfis “normais” eram de São Paulo e outra parcela menor da região Sul.

    A maioria desses surgiu ou brotou no ódio ao PT propagado em SP (que você relata no texto). Por isso sempre achava estranho quando gente da comunidade judaica vinha comentar criticando o problema e recuava quando, eu, por exemplo, dizia que isso era culpa do PSDB e da cultura de fascismo que esse partido dissemina em São Paulo com a mídia (Veja, Folha, Estadão e cia).

    O fenômeno pelo visto não era restrito à internet como muita gente pensava e até debochava na época (o Orkut começou a morrer por volta de 2010, e seu apogeu foi em 2007, 7 anos atrás isso tudo pipocava naquela rede e mal era noticiado na mídia a não ser sensacionalismo barato e desinformação, e sempre desviando o foco de Sâo Paulo e do PSDB).

    Um colega nosso, de SP, foi ameaçado por um sujeitinho que sumiu de lá depois de um ataque de neos em SP, e parece que teve suásticas pintada na casa. Como a maioria não vive em SP, dava margem a gente a bater pesado discutindo nesses fascistas, mas a gente comentava em off sobre como deve ser pesado a situação pro pessoal em SP que não compactua com isso.

    E é disso pra pior. Ou o PT, esquerda e forças progressistas se organizam pra valer em SP, ou rolará uma onda fascistoide (já rola, mas pode piorar) por aí, e isso se proliferar nos demais estados da federação. A esquerda precisa bater pesado nos governos tucanos em SP e em outros estados do país, mas pesado mesmo, fazer oposição cerrada a esses fascistas sob risco de vermos a democracia do país ir pelo ralo.

    Veja que o que eu citei acima ocorreu anos atrás, e a coisa saiu do “virtual” pro real, como eu uma vez comentei que iria acontecer e uma turma começou a debochar chamando de exagero (por subestimar o poder de comunicação e propagação de ódio na internet).

  • Edu, 12 mil pessoas em Curitiba (segundo a PM), no encontro com a Dilma, 12 mil curitibanos em dia util na passeata da Dilma. E Dilmais Edu, acho que essa ja e nossa.

  • Caro Eduardo e demais
    Quanto mais os eleitores de Aécio aparecem tanto mais eu fujo deles.
    É com essa laia que ele quer melhorar o Brasil.
    Já preparei minha camisa vermelha e com ela irei votar.
    Saudações

  • Caro Eduardo,

    O Site 247 acaba de divulgar mais uma pesquisa, e, agora, aponta uma diferença de doze pontos entre o candidato Aécio e a Presidente Dilma. Esse Instituto parece subestimar a inteligência de muita gente. A Justiça Eleitoral tem que tomar alguma providência.

  • Eduardo,
    Você tomou conhecimento da documentação mostrada há pouco no Conversa Afiada e enviada ao Ministyro Dias Tóffolli?
    Credo, se for verdade o País vai ferver…

  • Amigo Edu e demais leitores do Blog da Cidadania

    Estão me cobrando “provas”… NÃO AS TENHO !!!
    Não foi possível “produzir” em meio daquelas circunstâncias.
    Isso me coloca na mesma situação comparativa das mulheres agredidas, estupradas e ofendidas todos os dias.
    – Tem prova ???
    – Não !!!
    – Então não existiu !!!
    Ou de idosos agredidos, crianças agredidas, trabalhadores e trabalhadoras assediadas, enfim… O agressor para ser punido precisa que o agredido tenha provas. REPITO !!! Não quero punição, nem vingança nem ódio pelo ódio !!! QUERO QUE PAREM COM A BELIGERÂNCIA E QUERO QUE REFLITAM TODOS.
    Petistas e anti-petistas !!!
    O ódio só alimenta mais ódio e a vítima maior é a DEMOCRACIA, essa jovem senhora que estão tentando assassinar
    NÃO CONSEGUIRÃO
    AQUI O MEU VÍDEO SOBRE TODA ESSA REPERCUSSÃO —> http://youtu.be/2nAtDnl8vIY

  • Caso um fora da lei vingativo como o Aébrio fosse eleito, os coxinhas que votaram nele não vão poder reclamar quando começarem a sentir o efeito da lei do retorno. Já diz o ditado, quem com ferro fere, com ferro será ferido. Não sabem quem é o sujeito, e ficam brincando com fogo, só na ânsia de tirar o PT do poder por preconceito. Depois quando tudo estiver ferrado no Brasil, vão botar a culpa na crise internacional. Essa mídia golpista do Brasil está beirando o absurdo em golpismo e pilantragem. Eu simplesmente não aguento mais ligar a televisão. Eu não sei como é que tem brasileiro que ainda assiste esse lixo da televisão aberta. Cada programa quer ser mais imbecil do que o outro, os apresentadores são medíocres, as reportagens fracas. Que baixo nível chegou a comunicação brasileira!

  • Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Sou PTista , se algum babaca inventar de me ofender ou tentar me agredir pelo partido que apóio terá o troco na hora, antes de ser PTista sou homem…Essa cambado só são machos quando estão em bando.

  • Funciona mais ou menos assim: respeito à diversidade cultural nacional, direitos das mulheres, livre opção sexual, direitos dos trabalhadores, etc, quando tudo era um belo discurso fechado dentro de um livro, tudo bem, mas quando uma parte da elite viu que realmente teria que respeitar certos limites, não, aí o tempo fechou!

  • Não vão Vencer! E aconselho todo mundo que sofrer qualquer tipo de agressão a reagir com violência maior! Por sinal, como todo reacionário, esse merdas fascistas são covardes, precisam aprender e nós temos que ensiná-los, a respeitarem os outros e só vão aprender na porrada. Moro em Recife e ando com meu carro LOTADO de adesivos do PT e de Dilma, aqui há poucos reacionários com adesivos pró-Aécio e se algum ousasse dizer uma gracinha comigo, iria arrepender-se amargamente de ter aprendido a falar. Violência só se combate com violência, esse papo de não reagir só leva o safado fascista a ficar mais ousado, vendo que não tem reação aos seus desmandos. Partam para o pau em cima deles, organizem brigadas para reagir e denunciem casos como o de Ênio à polícia. O que vai acontecer depois da eleição? Dilma deverá nomear um Ministro da Justiça de verdade, não um bundão como o atual, para mandar na Polícia Federal, investigar e prender todos esses fascistas que pregam ódio a uma ideologia política e aos nordestinos. Colocando-os na cadeia. Deve também ir a público culpar a mídia por essa ação e afirmar que em 2015 enviará o Congresso uma proposta para a democratização dos meios de comunicação, já que esse quadro caótico que vigora nesse estado antipático em que você reside, deve-se exatamente à falta de pluralidade na mídia que impediu que todos fossem familiarizados com as mais diversas correntes de pensamento, como garantiu à corrente conservadora a possibilidade de demonizar de forma sórdida seus adversários, no caso o PT que é a corrente de esquerda mais poderosa do Brasil, sem limitar-se à discussão democrática de propostas. Essas medidas parecem distantes da habitual calmaria petista? Parecem, mas terão que ser tomadas sob pena de estarmos prestes de uma guerra, liderada pela Globo e pelos mauricinhos fascistas, que causará danos imensos. ONDE É QUE JÁ SE VIU UM MERDA QUERER IMPEDIR ALGUÉM DE MANIFESTAR SUAS POSIÇÃO POLÍTICAS, PARTAM PARA CIMA DELES!!!!!!!!!!! VOCÊS TÊM QUE PARTIR PARA CIMA DESSES NAZISTAS!!!!!Quando começarem a apanhar na rua e a irem presos, esse merdas vão virar “democráticos” na hora. Por enquanto, reajam diante dos que tentam ameaçá-los.

  • Gente, como estamos sendo ofendidos e agredidos pelas “aecetes” de plantão!
    Até parentes e amigos que o apoiam vem me agredindo. Que absurdo.

    Gente, como sou religiosa, tô até em novena pedindo proteção a nossa Dilma!
    Deus é mais e vai proteger o país e conduzir a Dilma a ser reeleita de novo.

    Nosso país só merece progredir cada vez mais!
    Luz para os povos e luz e crescimento para nosso país!

    Grata pela oportunidade de escrever aqui.

    É Dilma, é Dilma e é Dilma!

  • A bala de prata contra Aético????

    http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/10/17/foi-assim-que-aecio-levantou-r-166-milhoes-para-2012-2014/

    Foi assim que Aécio levantou
    R$ 166 milhões para 2012-2014?
    Aécio Neves e Eduardo Campos estariam unidos desde a eleição de 2012

    O Procurador Federal de Minas Gerais, Eduardo Morato Fonseca, recebeu do Sindicato dos Auditores Fiscais de Minas Gerais (SINDIFISCO-MG), um documento que mostra uma lista de políticos, partidos e empresas numa operação para, supostamente, financiar as campanhas eleitorais de 2012 para prefeitos e vereadores.

    O Conversa Afiada tem a informação de que o promotor Morato Fonseca encaminhou a documentação à Procuradoria Geral da República, já que entre os suspeitos estão políticos com direito a foro privilegiado.

    No documento, onde se lê “consórcio” é possível entender que dele façam parte operações à margem da legislação eleitoral.

    O arquivo teria sido enviado ao candidato a Presidente Aécio Neves (PSDB), em 4 de setembro de 2012, por Danilo de Castro, à época Secretário de Estado de Governo de Minas e possível operador do esquema. Nessas eleições, Castro coordenou a campanha de Pimenta da Veiga (PSDB) ao Governo de Minas.

    A movimentação financeira teria beneficiado partidos e políticos – principalmente prefeitos e vereadores – nas eleições de 2012. Entre eles, o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que faleceu este ano em acidente de avião. Teriam sido destinados R$ 2 milhões e 500 mil a Campos, conforme teria determinado Aécio Neves, como mostra o documento, o que mostra uma suposta ligação entre ambos há, pelos menos, dois anos.

    Ao todo, 19 siglas teriam o caixa abastecido com o esquema, como PSDB, PSB, DEM, PPS, PSD, PV, PP, PRB. Entre os políticos citados, estão José Serra (PSDB), então candidato a prefeito em São Paulo, que teria recebido R$ 3 milhões e 600 mil, o prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda (PSB), R$ 7 milhões, Arthur Virgilio (PSDB), prefeito de Manaus (AM), R$ 600 mil, Geraldo Julio (PSB), prefeito de Recife (PE) R$ 550 mil e o senador José Agripino Maia (DEM), R$ 2 milhões e 300 mil “por intermédio” do deputado Gustavo Correia (DEM-MG), de acordo com o documento.

    Os recursos podem ter saído de mais de 150 empresas dos mais diversos setores, como alimentação, construção civil, bancos, associações e sindicatos. Algumas foram citadas recentemente pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em seu depoimento à Justiça Federal: Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão e Camargo Correa.

    Chamam a atenção supostas doações de grupos como Conselho Federal de Medicina, que se envolveu na polêmica do programa Mais Médicos, que teria cedido R$ 40 mil, Federação Mineira dos Hospitais R$ 45 mil, Federação das Santas Casas de MG com R$ 100 mil, Associação Espírita o Consolador com R$ 160 mil, Associação dos cuidadores de idosos de MG, com R$ 200 mil, UGT (União Geral dos Trabalhadores) R$ 50 mil e Sindicato dos ferroviários R$ 55 mil. Além de bancos como o BMG, BGT Pactual, Santander, Itaú e Mercantil do Brasil.

    Outras que aparecem são empresas ligadas a governos, como a CEMIG, companhia de energia de Minas, que teria doado R$ 6 milhões, a CODEMIG (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais) R$ 3 milhões e a Fundep (Fundação de desenvolvimento da Pesquisa) instituição que realiza a gestão de projetos de ensino, pesquisa e extensão da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

    Alguns dos doadores já são denunciados por participar de esquemas polêmicos. Um deles é o dono da Stillus Alimentação Ldta, Alvimar Perrela, ex-presidente do Cruzeiro e irmão do deputado Zezé Perrela. Segundo matéria de O Globo, “ele é acusado de liderar um esquema de fraudes que o fez vencedor em 32 licitações com o governo de Minas para o fornecimento de quentinhas para presídios do estado. No período de janeiro de 2009 a agosto de 2011, o grupo de empresas ligadas a Stillus Alimentação recebeu cerca R$ 80 milhões em contratos firmados com a Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas”.

    A Construtora Cowan, uma das responsáveis pela construção do viaduto que caiu em Belo Horizonte, de acordo com os documentos, teria cedido ao esquema R$ 650 mil.

    Consta ainda a quantia de R$ 36 milhões e 800 mil que teria vindo de “outras fontes”, não esclarecidas.

    O dinheiro arrecado teria irrigado, principalmente, as campanhas de PSDB, DEM e PSB.

    Abaixo, o documento na íntegra:

    Em tempo: membros da oposição na Assembleia Legislativa de Minas chegaram a convocar uma coletiva para divulgar esse documento. Mas cancelaram, sobretudo, porque ele menciona nomes que fazem parte de um grupo que pode vir a apoiar o Governo de Fernando Pimentel.

    Em tempo2: Na ilustração do alto, o amigo navegante pode observar que o documento com o timbre do 7o ofício de notas de Belo Horizonte, situado à Rua dos Goytacases, número 43, centro, datado de 04/09/2012, teve a assinatura de Danilo de Castro reconhecida no dia 02/10/2012, pelo escrevente Gustavo Correia Eunapio Borges no 7o ofício de notas de Belo Horizonte.

    Filiado ao PSDB-MG, foi Secretário de Estado do Governo de Minas Gerais e Deputado Federal, eleito por três vezes consecutivas.

    Em tempo3: O Conversa Afiada encaminhou este post ao Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministro Dias Toffoli, com a pergunta: se for verdade, que Democracia e que eleições são essas?

    Paulo Henrique Amorim com Alisson Matos

  • Grande escândalo que a mídia tucana vai abafar, esta no blog CONVERSA AFIADA de PAULO H AMORIM, documento comachancela do governo de Minas Gerais e reconhecido firma em cartório de um secretário de MG relaciona 168 milhões distribuído entre políticos de 19 partidos por ordem de Aecio Neves, dinheiro este doado por diversas empresas, ate Santa Casa deu di
    Cheiro tudo certamente caixa dois./

  • Vocês deveriam sugerir urgente um comercial ao PT, devido ao recal de que a corrupção do PSDB vai tudo prá baixo do tapete, assim:

    – Um varredor, estilo UDN, locutor em off: escandalo sindam (letreiros) varridos para baixo do tapete.
    – Escândalo compra da reeeleição, o varredor UDN varre para baixo do tapete
    = Escândalo Sérgio Guerra, o varredor UDN varre para baixo do tapete.
    – Escândalos metrôes paulista… o vrredor UDN varre para bai do tapete
    – Aécioporto, o varredor UDN varre prá baixo do tapete
    – ENCERRA: o Brasil quer saber porque… MEU GOVERNO TIROU ESTE TAPETE DO BRASIL.

  • Caro Edu a Sensus (que não não bom senso) e a Isto É, acabam de cometer mais um crime eleitoral. E pelo jeito se repete e nada de providência do MP eleitoral.

  • O SILÊNCIO É UM CÂNCER QUE CRESCE( som do silêncio-SIMON&GARFUNKEL).

    O PT tem de ouvir o som da periferia,que está conversando sem falar,ouvindo sem escultar.

    Falta d’água em SP
    tem que ir para horário da Dilma ! isso é culpa do psdbosta.
    Não é a Bláblá que é a fadinha da floresta cadê a sustentabilidade dessa mulher.
    se não for os blogueiros sujos isso não chega na campanha.
    A gente que gosta da Dilma sofre muito, com quem está bancando a campanha dela.
    O assunto está vivo e muito vivo,após o 1º turno(desinformação x razão)É agora ou nunca..
    FORAM BILHÕES DE DÓLARES DOS JAPONESES PARA O psdBOSTA. Coitado do RIO TIETÊ,VAI PT ATRÁS DISSO.MUDA O FOCO OS PAULISTAS ESTÃO DESESPERADO COM A FALTA D’ÁGUA.Eles estão tremendo de medo explora isso PT.Viva a periferia é aqui que está acontecendo isso,é a voz da periferia…

  • O fascismo vem tomando conta de São Paulo. Temos um governador fascista, temos uma imprensa do PIG fascista, temos uma população de classe média fascista.

  • B.O.,B.O,B.O,B.O….
    Pena que aí vocês tem problemas sérios.
    É chic colocar o 45, em minha cidade……
    Mas como é bom por o 13 no peito e no
    carro,conversar com as atendentes, caixas
    recepcionistas, taxistas, que em CÓDIGO
    dizem em quem vão votar…isto lá não tem a
    CARA do CORAÇÂO VALENTE..
    Heinn…arrepiem-se, voces estão fazendo
    HISTORIA…
    E meus foguetes já estão comprados……..

  • Senhores por favor, respeitem o povo brasileiro. Existe um imenso sentimento entalado nas gargantas de nosso povo, um sentimento de “EU NÃO AGUENTO MAIS!” endereçado a vocês do PT. Vocês abusaram dos limites e ainda acreditam que TODOS nós somos tolos. Chega, se prepararem para o dia 26 próximo… VOZ DO POVO, VOZ DE DEUS!!!

        • Pergunte pro cidadão ali de cima, oras, que parece achar que só a escolha popular que ele aprova é a “voz de Deus”.

          Mas se vc quiser a minha opinião: NÃO, e simplesmente pq a eleição dele foi fruto de manipulação explícita e provável fraude. Se não fosse isso, seria, sim, a “voz de Deus”, independentemente da minha opinião pessoal.

        • Uma eleição majoritária onde temos pessoas de todas as regiões e culturas diferentes, podemos dizer que é a voz do povo , a voz de deus. Quando vemos uma região como São Paulo eleger sucessivamente um idiota corrupto, com esse picolé de chuchu, ficamos putos, é lógico, mas isso representa uma parte do Brasil, consequentemente não podemos dizer que é a voz de Deus.

    • SABE PORQUE ODEIAM O PT? PORQUE OS POBRES TIVERAM CREDITO PRA COMPRAR CARRO
      E DE ARREPIAR QUANDO VIAJA PARA O INTERIOR PESSOAS QUE ERAM POBRES, POBRES HOJE TEM
      SUA CASINHA OUTROS TIVERAM CREDITO PARA ARRUMAR SUAS CASAS EMPREGO ANTES A GENTE
      TINHA QUE SAIR DE PORTA EM PORTA PROCURANDO PERGUNTANDO SE TINHA VAGA HOJE SO NAO TRABALHA QUEM NAO QUER. AS PESSOAS QUE VIVERAM NESTA EPOCA DO PSDB TEM RELATAR ISTO.
      DEUS ESTA NO CONTROLE A DILMA MEU DEUS TEM QUE GANHAR ESTAS ELEIÇOES.JA FUI AMEAÇADA TAMBEM.

    • Francisco,
      Esse povo que representa a vontade de um Deus que acha que ele deve ser explorado e destruído em sua dignidade durante séculos seguidos, e, ainda assim, atua em seus sentido para garantir que ele continue cordeirinho e dependente de uma classe dominante e escrota, tenho para com ele o mesmo comportamento da vaca! Continue obediente! Continue mundo a fora cantarolando “boca de forno…”
      Maria Antônia

    • Exatamente Francisco. VOZ DO POVO, VOZ DE DEUS!!!
      O povo escolheu! Respeitem a vontade popular, e parem de choradeira ,tucanalhas.
      FORA P$DB,AÉCIO E GLOBO.

    • E você respeite a vontade soberana do povo; respeite os nossos 54 milhões de votos; respeite o direito de filiação partidária, respeite o ser humano; respeite o cadeirante, respeite opiniões contrárias. MAIS RESPEITO POR FAVOR!

  • http://www.youtube.com/watch?v=zb9_4yRJsvY

    0:32 – “Eu odeio o PT mais que tudo na minha vida”
    2:10 – “E aqui não é um discurso de ódio, quando se fala fora PT”

    3:40 – “Quem criou a pobreza, quem criou a miséria e a guerra de classes, foi o próprio PT”
    6:01 – “Eu tenho 18 anos e eu não tenho liberdade de expressão. Porque o PT tira todos os direitos.”

    4:15 – “Tem pouco negro em qualquer lugar, é porque o país foi colonizado por brancos.”

    5:15 – “E eu vou salvar o meu Brasil, sim. Custe o que custar. Pela intervenção militar, ou pelo Aécio. ”
    5:23 – “Se aconteceu de no período militar… que houve excesso sim. Não é tanto que o pessoal fala”
    5:29 – “Para mim foi um período militar que(sic) houve respeito”
    6:47 – “Então, é por isso que eu voto no Aécio. E gente, por mim, seria intervenção militar.”

    6:07 – “Eles(PT) falam como se tivessem criado o Bolsa Família. Não, de forma alguma. Ele existiu desde o regime militar. Foi criado, se não me engano, pela esposa do Fernando Henrique…”

    • “”5:15 – “E eu vou salvar o meu Brasil, sim. Custe o que custar. Pela intervenção militar, ou pelo Aécio. ”
      Kkkkkkkkkkkkkkk para não chorar.

      Só tem dezoito anos e é daqueles que estão na infância mental. Estaria explicada e perdoada a baboseira. Não conhece e sequer imagina bem o que é uma intervenção militar ou quem é de fato o Aécio. Na verdade não deve ter 18 anos. É com certeza pago e a serviço do PIG, das quadrilhas dos esquemas bilionários de entrega do que resta das estatais, dos que conspiram na mudança para as mãos dos rentistas e especuladores dos poderosos bancos públicos que praticam o fomento que gera de fato empregos e, além disto, dos que de dentro e de fora trabalham a soldo para a definitiva renuncia à Petrobras. Quanto à intervenção militar é a dos marines do norte. Em suma, é um traidor do Brasil pago com migalhas da Casa Grande.

    • Vá tirar a fralda da bunda antes de falar bobeira, seu muleque de merda, vc era um bebê nos tempo de FHC, não sabe que era muito pior esse país em todos os sentidos!!!

    • Fábio,
      Essa mocinha de 18 aninhos é uma antinha! ” não tenho liberdade de expressão, porque o PT tirou todos os meus direitos”, e, se expressando aos berros em plena Paulista! Talvez, seja, porque para ela liberdade de expressão é rosnar, mugir, balir, assobiar, latir! Ainda nem aprendeu a andar na trilha e já acha que pode assobiar para a onça!

    • Só tenho uma palavra: Que infelicidade! Além de jovem egoísta, ainda é FACISTA! Foi assim q a ditadura se implantou no país, por causa de atitudes como a sua. Para pessoas como vc, igualdade só é boa nos EUA e na Europa, aqui não né?

    • É triste ver um jovem de 18 anos se comportando feito um moleque, um total analfabeto político. Espero que em breve surja uma nova juventude como foram os caras pintadas para fazer o Brasil avançar e não retroceder em todos os sentidos!!!

  • Edu,

    nos debates o Aécio diz que o governo da Dilma não fez nada, e no palanque diz que vai continuar todos os projetos que estão em andamento.
    É uma contradição , por que a Dilma não usa isso?
    Leva isso aos seus contatos no PT.

    • Mauro,
      Ótima ideia! Acrescento outras duas sugestões.
      Primeira: na propaganda do PSDB, na qual supostos petistas cochicham no ouvido de uma moça negra algumas tolices; poderia ser usado o mesmo artifício como contra- argumento, só que verdadeiros, como por exemplo, “o Aécio emprega toda a família”; “o Aécio fez aeroporto e entregou a chave para o titio…!”
      Segunda: na propaganda cujo apresentador é um homem de barba e óculos que diz ” o PT está mostrando manchetes de jornais contra Aécio”, e, começa a mostrar também manchetes de petistas e cita até o senhor José Dirceu. A campanha do PT poderia fazer o contra-ponto, pegando a sala em que o apresentador se encontra cheia de jornais e usá-la como prova do manchetômetro contra a presidenta e o partido. É a prova de que todas as supostas corrupções do PT são manchetes de primeira capa e as do PSDB, não são, aliás a maioria nem saem nos grandes jornais! E apresentar, não manchetes contra o PSDB, já que será uma labuta encontrá-las, mas os livros — a Privataria Tucana e o Príncipe da Privataria!
      Abraço
      Maria Antônia

  • o chamado cristianismo entre aspa na verdade e a religião que os EUA implantou no Brasil observe que eles os pastores usam o evangelho simplesmente para ficar ricos enganando a sociedade, porque o evangelho é para salvação de almas , eles estão criando um clima desagradável sendo apoiado pela mídia que também é voltada para os EUA, que por sua vez quer desconstruir um projeto de governo que dará a soberania ao Brasil, vamos ver as consequências depois da eleição, lei de mídias e aparar o estado com uma boa policia para eliminar badernas

  • Edu, Quando foi disparada a campanha do ódio antipetista, muitos se aproveitaram e aderiram, apostando na possibilidade de apresentar-se como alternativa à esquerda. Em nenhum momento observaram ou atentaram para o tom fascista que dominava uma campanha contra política, políticos, partidos, sindicatos, eleições, voto… enfim, democracia. Valia qq coisa para que o PT fosse apeado do poder. A ordem era, inclusive, partir, fisicamente, para cima de militantes que ostentassem símbolos do partido. Nesse ponto, o PCdoB Tb foi alvo aqui no RJ.
    Denunciamos nos Blogs ataques a uma cadeirante e duas senhoras, além de um grupo com uma criança e uma adolescente. Resumindo, a ordem era agredir, independentemente de idade, sexo, condição física.
    O julgamento da AP 470, foi a cereja do bolo, abriu a temporada de caça aos petistas e deu a senha para a violência fascista que, essa semana fez mais uma vítima, novamente, um cadeirante; companheiro Ênio que estava aqui no RJ, na semana passada. O herói fascista era JB; agressivo, truculento e, especialmente, acima da lei como os coxinhas que podiam tudo contra todos e que sob proteção policial, atacavam os símbolos da representação democrática, deixando intocados os símbolos de poder das elites. Acreditavam-se grandes revolucionários enfrentando uma polícia que estava ali para garantir o sucesso da empreitada.
    Qualquer um que discordasse de seus métodos ou idéias era automaticamente, transformado em “petralha”, “ mensaleiro”, “ quadrilheiro”, etc… independente de ser militante filiado, simpatizante, eleitor, militante de partidos da base aliada ou mesmo um cidadão não cooptado pela campanha midiático-sionista. A” tendência” mundial do Ocuppy qq porra que interesse ao capital transnacional chegou ao Brasil pelas Universidades brasileiras travestida de desejo de mudanças na política, chancelada pelos que se julgavam a nata da intelectualidade. Como vimos, só os “ inteligentes” caíram no conto do vigário e a população manteve-se distante da presepada midiática.
    Obviamente, o grupo denominado “ petralhas” Tb alcunhou os antipetistas, juntando-os todos no mesmo saco de “ coxinhas” que estavam “contra tudo o que está aí” desde que o que estivesse aí fosse o PT, do PT ou alinhado ao PT; o resto que estava “ por aí” não era um problema pq precisavam vender a idéia de uma ditadura petista, à exemplo do que aconteceu na Venezuela. Simular um racha de ódio na sociedade em que um grupo apóia a “ ditadura” e outro defende a “ democracia”. A democracia coxinha é essa que estamos vendo nas postagens do Twitter e FB, em que negros, mulheres, nordestinos e petistas são tratados como cidadãos de terceira classe e devem ser desestimulados pelos coxinhas todas as vezes que tentarem tornar públicas suas preferências políticas.
    Aqui cabe ressaltar que, desde o início, denunciamos o caráter fascista desses Atos que foram apoiados e incentivados por partidos que se dizem de extrema esquerda ( inclusive tendências do próprio PT ) e que, hoje, envergonhados do vexame que protagonizaram simulam uma neutralidade ou aderem ao PT numa tentativa canhestra de tirar a letra da lista dos que promoveram a ascensão do fascismo brasileiro.
    Ora, qq imbecil sabe que não existe neutralidade possível qdo numa das pontas está o que de mais imundo a humanidade produziu.
    O que mais vejo, sobretudo pelos blogs e twitter, são pessoas que empenharam-se até o limite para que o neoliberalismo chegasse ao segundo turno com chances reais na luta contra o trabalhismo, tentando equilibrar-se no muro do “ política é tudo a mesma coisa” ou “ o PT é igual ao PSDB “.
    Que me desculpem mas não é a mesma coisa, não. Fosse a mesma coisa e lutariam com o mesmo orgulho com que lutamos e assumiriam suas posições. Mas não. Lutam sem nomes, sem rostos, sem propostas e, na hora de dar de cara com as conseqüências de suas ações, fogem para cima do muro para que os meios de comunicação, MP e Judiciário façam o serviço sujo que tem vergonha de fazer. Acreditam que, num futuro bem próximo, poderão alegar “ neutralidade”; ninguém me viu; eu não votei; não postei nada sobre isso… Esse sujeito é o que, vulgarmente, chamamos de COVARDE. Na política, atua, fortemente para alcançar um determinado resultado e, qdo ele chega… Ah, eu anulei o voto ou político é tudo igual… Ora, se é assim, pq não empenhou-se no outro? Escolheu um lado, fez uma opção; empenhou-se e, finge envergonhar-se da escolha. Ah, é pq nós queríamos mudanças… É, e pelo jeito teremos uma das grandes que já começou com o resultado das urnas no primeiro turno. E o covarde que gosta de lutar com a cara coberta e depois correr para a segurança do muro, deveria descer rápido e vir aprender a lutar com dignidade e ajudar os que, de fato, sempre lutaram, a desarmar a bomba que eles deixaram qdo correram de vergonha. Pelo menos, ajudem a carregar os mortos e feridos na batalha que iniciaram, não sabem como terminar e ainda tem a cara de pau de atribuir ao PT as conseqüências nefastas de sua incapacidade política.. QQ coisa, a gente coloca a culpa no PT, ou melhor, as empresas de comunicação fazem isso e nós ficamos na encolha.
    Enquanto, os covardes, estão escondido em cima do muro, jornalistas estão sendo perseguidos e presos, militantes estão nas ruas sofrendo agressões e o covardão que acusava a polícia de ser violenta, será o primeiro a chamá-la para defendê-lo do povo que até bem pouco tempo, o covarde simulava representar. Já vimos esse filme e, ainda estamos vendo em diversos países do mundo. Enquanto os coxinhas foram os agressores, a polícia era violenta; vamos ver quem vão chamar qdo forem os agredidos ( espero que não acreditem que vão continuar agredindo sem revide, eternamente; ninguém que não seja, completamente retardado ainda cai no papo de que é a militância do PT que agride os coitadinhos dos coxinhas ). Aliás o coitadismo aliado à truculência e a alienação coxinha ( tradução; raivinha de molecada mimada ) não encontrou eco na sociedade. JB, Marina Silva ( heróis coxinhas ),caminham para o ostracismo; o #ForaCabral e o #NãoVaiTer Copa, foram enterrados com uma Copa maravilhosa e a ida de Pezão para o segundo turno aqui no RJ; a mudança tão desejada as urnas já revelaram qual era. Portanto, tudo o que os coxinhas pensam ter conquistado, agradeçam a Dilma que foi a única que, de fato, deu alguma atenção a eles. E, ainda assim, qdo propôs o plebiscito para que as mudanças, de fato, pudessem acontecer, todos os sem liderança, ao mesmo tempo, decidiram sumir das ruas. Da mesma forma, a tranqüilidade com que o consórcio máfio-midiático se apossou do movimento levantou suspeitas acerca da boa intenção dos protestantes. Por alguma razão, aceitaram, bovinamente a condução e não esboçaram qq reação à imposição de uma pauta para as tais jornadas. A expressão máxima da condução foi a derrubada da PEC 37. Até mesmo o Congresso Nacional que cercaram, voltou pior que já estava. Não os representava; talvez, agora, os represente. Os fascistas acusaram todo mundo e esqueceram de olhar para o próprio rabo. Agora, olhem para Aécio Neves e entendam quem vcs são, de fato. Além de não terem conquistado nada; ainda criaram as condições para o maior passo em direção ao atraso que esse país já viu.
    O homem da mudança chegou; está aí e é, Aécio Neves; nós não chamamos por ele. Os coxinhas chamaram. Nós estamos aqui, nomes, caras, partido, projeto, lideranças… pq sabemos que vivemos em uma democracia. Eles chamaram o cara e ele veio para mudar o Brasil. Agora, que mostrem a cara deles para o Brasil inteiro; deixem que o trabalhador, que é quem vai se arrebentar num eventual governo fascista conheça a cara dos que diziam lutar em seu nome. Não eram o povo nas ruas, os movimentos sociais, os pobres, a periferia, o trabalhador brasileiro? O jogo acabou, hora de mostrar as cartas para que o Brasil saiba quem estava blefando. Minha cara tá aqui; quero ver a deles! Até aqui, a única coisa que trouxeram de novidade foi sua raivinha infantil, completamente fora do tom, dado que são adultos; total desconexão com a realidade e uma arrogância e vaidade patológicas. Ou é o que eles querem ( e nem sabem o que querem ) ou é pancadaria. A única coisa que sabem é que não gostam do PT pq todas as suas frustrações são culpa do Estado; o Estado tem que fazer tudo para os “Anarquistas”, seja lá o que isso signifique, senão eles prendem e arrebentam. Eu sinto muito pelos desavisados que foram enganados pelas lideranças que juram não existir; é melhor acreditar que não existem do que aceitar que foram tratados por elas como retardados mentais. Em tempos de internet, dá para alegar-se qq coisa, menos falta de informação.
    Lamento muito pelo Ênio e pelos outros companheiros que estão vivendo esse inferno há tanto tempo, por outro lado, a ordem é resistir e parabenizo cada um dos petistas, simpatizantes, eleitores, militantes de outros partidos, especialmente, PCdoB, por termos chegado até aqui. E, vc, Edu, não dá nem pra falar, Né? Um tremendo companheirão o tempo todo. Só mais um pouco gente… Depois é depois e a gente vai ver o que fazer. Até aqui tiveram que se juntar TODOS contra nós e apresentar uma proposta de retorno a pré-História para poder fazer frente ao governo popular. Dê no que dê, a Patria Grande continuará avançando.

    • Responda-me, amigo….. Isto aí – abaixo – é o quê? Tanto eu, quanto você e milhares de usuários das redes sociais já leram – alguns mais inflamados até afirmaram, com o braço erguido ao alto e o punho cerrado – que Aécio Neves bate em mulher!
      Então, por favor, leia e depois reflita, como eu o fiz: não é Aécio, Dilma, o PT ou o PSDB que incitam ao ódio. É o ser humano que não busca, dentro de si, o equilíbrio e a paz. Se formos falar em atitudes violentas, os dois lados estão EMPATADOS. Meus respeitos ao blogueiro. Sinto, muitíssimo, que a raça humana seja assim! Mas não devemos usar isso para fomentar mais ÓDIO. Eu voto Aécio e desprezo atitudes como a dos agressores desse rapaz! Jamais faria algo nem parecido. Tenho grandes amigos petistas e nós nos sentamos e debatemos – tristemente – essa atitude HUMANA, e não petista ou pessedebista! Leiam e vejam que, na verdade, o PT entregou a campanha de Dilma a um marqueteiro sanguinário, o João Saldanha (ou seria Santana? perdoe, não me recordo). Desse jeito, a coisa não pode ficar pacífica mesmo. Aceite minhas desculpas, Enio Barroso, em nome de todos os eleitores de Aécio que repudiam tal conduta. Essas pessoas não são a nossa voz! Perdoe, por favor e demonstre sua grandeza. Boa sorte, amigo!

      “Andréa Falcão, ex-esposa de Aécio Neves, também tem sido vítima de ataque à reputações por parte de alguns petistas na rede. Aqui ela esclarece tudo e dissipa várias mentiras:

      Amigos,

      “Andam espalhando um texto totalmente mentiroso para atingir o meu ex-marido, Aécio, usando a mim e a nossa filha de forma irresponsável

      Ë um material criminoso, que chega a dizer que eu o teria acusado de usar nossa filha para fazer contrabando de diamantes para o exterior!

      O texto é tão absurdo que beira o ridículo e subestima a inteligência do leitor. Eu me admiro que pessoas supostamente “esclarecidas” estejam divulgando uma baixaria dessas, só explicável em função de muita má-fé.

      Aécio é um homem de bem, um grande amigo, ex- marido presente, por quem tenho um imenso carinho, assim como por toda a sua família, tão querida.

      É um pai apaixonado, dedicado e muito parceiro na criação e educação de nossa filha.

      Ela ama demais esse pai, e sabe o homem correto que ele é.

      Esse tipo de covardia, nos causa enorme indignação, fortalecendo ainda mais a nossa amizade e união.”

      Em tempo: quando mostramos essa mensagem a alguns mais exaltados, só lhes resta o silêncio (alguns outros também usam aquele chavão que usaram no estádio, contra a Dilma – VTNC, o que eu, pessoalmente, acho HORRÍVEL! Nem mesmo desculpas eles pedem. Dá para lidar com pessoas deste naipe de forma dialética? Não, não dá. Com este tipo de pessoas (de qualquer partido), só resta o desmascaramento, através da verdade. Tenho certeza de que nem você, nem eu, caso estivéssemos à frente da campanha dos candidatos da nossa simpatia, usaríamos desse artifício para ganhar eleição. Um grande abraço.

  • Há anos na internet vem espalhando uma corrente de ódio, de desinformação e mentiras, e inflado por mídias tipo a VEJA e outros ‘famosinhos’ mentidos a intelectual. Você vê dezenas de páginas no facebook, de blogs na rede e no youtube; com intenção clara de direcionar tudo a um partido, querem destruir o PT e catapultar um partido ao “altar”, o PSDB!!

    Perceba que a maioria das pessoas que postam nessas páginas são de SP, provavelmente muitas delas “pagas” pelo partido pra postarem esse tipo de coisas. O PSDB, como dizem conseguiu construir um reinado em SP e nos anos que passaram vem dinamitando o partido pra voltarem ao PODER! Como não conseguiram no campo ideológico, nem no trabalho, então usaram desse artifício espúrio.

    Eu acredito que tem mão da CIA também, já que há agentes desinformantes que vem agindo por aqui há anos (como Olavo), é muito bem coordenado, os amadores do PSDB jamais pensariam em algo multinível desse nivel. Como falou um colega aí atrás, a intenção é clara de desconstruir um projeto que daria soberania ao Brasil pra voltarmos a Era do Brasil colônia. Mas também é culpa do próprio PT, de seus militantes e dos outros partidos de esquerda, que deixaram que a mentira fosse espalhada e que o ódio fosse instalado sem ser combatido . As lutas não são mais nas ruas, mas na internet! Infelizmente agora é tarde, não sei o que virá daqui em diante, mas o futuro é tenebroso. Aécio é muito perigoso e autoritário, com a blindagem da mídia terá força pra implantar o que desejar. Algo me diz que sentiremos saudades do FHC.

  • Este clima de tensão, de guerra, de intolerância, é criado artificialmente pela grande mídia, como caldo de cultura para o GOLPE. Eles não vão denunciar nada, eles querem que este clima se exacerbe pois, o golpe é de interesse deles.
    Se o Aécio ganhar…
    Mas, se a Dilma ganhar, este sentimento vai ser exacerbado pela mídia ao ponto extremo, para que se derrube a presidenta, e isto seja aceito pela sociedade, pois estaremos cansados deste clima de guerra e, acreditam eles, não sairemos para defender o governo contra o golpe pois a repressão, a seguir, será bastante violenta…
    O que me estarrece é a apatia da cúpula do PT. Chegar às vésperas de uma eleição da importância desta, sem denunciar de forma direta e didática esta mídia bandida, criminosa e corrupta é inaceitável.
    Escrevam aí, a GLOBO e demais emissoras preparam algo para a semana que vem, posivelmente no último dia de Horário Eleitoral Gratuito, quando, aí, nem a DILMA nem o PT terá como rebater as denúncias que sobrevirão contra eles, verdadeiras ou não.
    O PT tem obrigação de denunciar a GLOBO e os demais já. A direita não vai aceitar perder esta eleição quando se vê tão perto de colocar a mão na taça.

  • Prezado Eduardo Guimarães,

    Não adianta ficar discutindo com os reacionários e agressivos que encontramos em todos os lugares e em especial, em São Paulo, reduto do PSDB. Aconselho seu colega a usar apenas o adesivo da Dilma, tem de várias cores. Não acho inteligente as pessoas ficarem se expondo com marcas do PT e se confrontarem contra esse tipo de pessoas agressivas que querem puxar uma briga. Infelizmente isso em São Paulo é uma realidade. Na minha opinião devemos nesse caso usar apenas a propaganda da DILMA e não do PT, para não expor demais as pessoas. A mídia não vai denunciar nada disso, pelo contrário ela está se delirando com isso. Essa raiva foi construída pela grande mídia, que os dirigentes do PT nacional e políticos não foram capazes de combater no tempo certo. Diante desse cenário real não vamos deixar de fazer campanha, porém devemos utilizar outras estratégias, como por exemplo, fazendo campanha apenas para DILMA e esquecendo nesse momento de usar símbolos do PT, por uma questão de evitar problemas, que não traz votos e apenas contrariedade para nós. Se o PT não foi capaz de combater esse movimento de criminalização do partido alimentado pela grande mídia, não será nós num curto espaço de campanha eleitoral se contrapondo àqueles que se autointitulam inimigos do PT. Devemos fazer ouvidos de mercador para situações como essas, pois discutir é perder energia à toa, que deve ser utilizada para abordar e dialogar com outras pessoas. Considero mais prudente usarmos nessa campanha apenas o material da DILMA e fazer campanha falando das realizações do seu governo e do governo de LULA. Abraços, Marcelo Adriano.

  • Acredito que essa situação por que passa grande parte da população de São Paulo, hoje, começou pouco um antes de Lula ser eleito. Lembram-se do comercial da atriz Regina Duarte com a frase: “eu tenho medo”. A direita pensava que após a posse de Lula ocorreria um golpe para derrubá-lo, ou seja, eles permitiriam a posse apenas para salvar a aparência de democracia. No momento seguinte eles acreditavam que viriam um golpe para derrubar o governo recém empossado. Como não ocorreu, iniciou-se articulações de mais longo prazo com essa finalidade. Como o governo Lula foi excelente para a maioria eles tiveram que adiar o projeto de retomada do poder. Com o tempo, a direita foi espalhando seus tentáculos e os colocando em posições chaves das quais podemos citar: parte do Min. Público, PGR, parte da Polícia Federal, parte do judiciário, quase todo o mercado financeiro , parte do empresariado, várias ONGs, internet, Congresso e, principalmente, a mídia. Observamos de incorreto os seguintes pontos: os governos do PT não tiveram acesso a canais de comunicação com a população que ouvia, lia e via apenas um lado, exceto a net que, aos poucos, foi se tornando a trincheira da resistência; a diminuição de diálogo com os movimentos sociais; a tentativa de reaproximação com a mídia (fazer omelete ao vivo e receber um dos Marinho no Planalto) também não deu certo porque a direita já acreditava que era questão de tempo a queda do PT; demorou a convocação da militância (a melhor do país) para equilibrar as coisas. Não se iludam, toda essa cara estrutura, montada pela direita, visa somente três itens que estão em jogo nessas eleições, a saber: 1º) os 400 bilhões de US$ das reservas do país; 2º) a comissão que deve ter sido prometida para se modificar a legislação de exploração do pré-sal, tesouro avaliado em 9 trilhões de US$; e 3º) a comissão na venda das estatais que sobraram da época do Príncipe da Privataria. São itens valorosos e estratégicos para nosso país, por isso o empenho de tantos. Se a direita chegar ao poder e implantarem o desemprego, a inflação, os juros altos e etc., vão dizer que não passa de um efeito colateral da crise internacional. É assim que pensa e age a direita neoliberal que deseja voltar. Ainda bem que eles também erram. O erro de avaliação deles é: Faltou combinar com o povo. É nesse povo que acredito. Nós, o povo, não vamos permitir o retorno de dias sombrios às nossa famílias.
    Desculpem se me alonguei.

  • Noélia Brito tem morte anunciada pelos inimigos da claridade

    http://www.contextolivre.com.br/2014/10/pe-blogueira-que-publicou-denuncias.html

    ALERTA… ALERTA… ALERTA!

    Nesse momento quero convidar a todos os amigos para que juntos possamos #‎LUTAR‬ com a Noélia Brito que teve a coragem de fazer grandes denúncias envolvendo o #‎PSB‬ e ‪#‎PSDB‬. A mesma agora sofre com ataques dos acusados! Precisamos nos mobilizar!

    Este alerta circula na internet. O Brasil é um dos raros países que tem jornalista como preso político. Acontece em Minas Gerais com Marco Aurélio Carone. A máfia do PSDB mineiro mandou acorrentar e amordaçar Carone, que denunciou o Mensalão Tucano engavetado pela justiça tarda e falha.

    Em Pernambuco, o jornalista Ricardo Antunes foi preso político de Eduardo Campos.

    As denúncias de Noélia já foram publicadas pelos sítios dos jornalistas verdadeiros de todo o Brasil. Foi esta propagação que irritou os corruptos denunciados.

    Os jornalistas brasileiros e correspondente internacionais, os blogueiros e jornalistas onlines, que amam a liberdade de imprensa, precisam urgentemente evitar essa trama assassina, essa morte anunciada.

    Conheça o sítio de Noélia Brito. http://noeliabritoblog.blogspot.com.br

    Página de Noélia no Facebook

  • Vamos começar já essa LUTA de classes!

    “Os ricos são diferentes de nós”, dizem que F. Scott Fitzgerald teria dito a Ernest Hemingway,
    e ao que, se diz, Hemingway teria respondido “São. Eles têm mais dinheiro.” 



    O diálogo, embora não tenha acontecido, resume uma sabedoria que Fitzgerald tinha, mas que escapava a Hemingway. Os ricos são diferentes. O casulo de riqueza e privilégio permite que os ricos convertam todos que há à volta deles em trabalhadores dóceis, serviçais, serventes, aduladores e parasitas.

    A riqueza alimenta, como Fitzgerald ilustrou em O Grande Gatsby e no conto “O moço rico”, uma classe de gente para quem os serem humanos são mercadoria descartável. Colegas, sócios, empregados, pessoal da cozinha, criados, jardineiros, tutores, personal trainers, até amigos e família, curvem-se aos desígnios dos ricos, ou sumam. Tão logo os oligarcas alcançam riqueza não fiscalizada e poder econômico idem, como alcançaram nos EUA, os cidadãos também se tornam descartáveis.



    A face pública da classe oligárquica pouca parecença tem com sua face privada. Eu, como Fitzgerald, fui lançado nos braços da crosta superior quando jovem. Embarcaram-me, aos dez anos, como aluno bolsista, para um exclusivíssimo internato na Nova Inglaterra. Tive colegas cujos pais – que os filhos viam raramente – chegavam à escola em limusines, acompanhados de fotógrafos pessoais (e, vez ou outras, das amantes), para que a imprensa fosse alimentada de imagens de ricos e famosos desempenhando o papel de bons pais.

    Passei dias em casas de ultra ricos e poderosos, assistindo aos meus colegas, também crianças, a dar ordens em tom de desprezo a homens e mulheres que trabalhavam para eles, choferes, cozinheiros, babás e criados em geral.

    Quando os filhos e filhas dos ricos metiam-se em confusões, havia sempre advogados, relações públicas e políticos conhecidos a protegê-los – a vida de George W. Bush é caso a ser estudado, da viciosa ação afirmativa para os ricos. Os ricos têm o mais snob desdém pelos pobres – apesar da muita filantropia sempre fotografada e publicada – e pela classe média. Essas classes baixas são vistas como vagabundos e parasitas, incômodo que tem de ser suportado, às vezes aplacado, às vezes controlado na busca para acumular mais poder e mais dinheiro.

    O ódio que a autoridade me inspira, além da ira que me inspiram as pretensões, a maldade, o nenhum afeto positivo, o senso de ‘é meu direito’ dos ricos, nasceram de ter vivido cercado por privilegiados. Foi experiência profundamente desagradável. Mas ali fui exposto ao insaciável egoísmo, ao infinito hedonismo daquela gente. Já de menino, aprendi quem são os meus inimigos.



    A incapacidade para compreender a patologia dos nossos governantes oligarcas é uma das nossas falhas mais graves. Fomos blindados à depravação da elite governante nos EUA pela incansável propaganda das empresas de Relações Públicas que trabalham para as empresas e para os ricos.

    Políticos covardes, ‘celebridades’ ocas e nossa vã, viciosa, rasa cultura popular financiada por empresas, que ensina que os ricos devem liderar para nos convencer de que com dedicação e trabalho duro chegaremos ‘lá’, nos impedem de ver a verdade.

“São pessoas descuidosas, Tom e Daisy,” Fitzgerald escreveu do casal rico no centro da vida de Gatsby. “Esmagaram coisas e criaturas e voltaram ao dinheiro deles, ou à sua vasta indiferença, ou a seja lá o que os mantém juntos, e os outros que limpem a sujeira que fizeram.” 



    Aristóteles, Maquiavel, Alexis de Tocqueville, Adam Smith e Karl Marx todos começaram da premissa segundo a qual há um antagonismo natural entre os ricos e as multidões. “Os que têm excessos de bens de sorte, força, riqueza, amigos e que tais, nem desejam nem sabem submeter-se à autoridade,” escreveu Aristóteles, em sua Política. “O mal começa em casa; porque quando meninos, em razão da luxúria na qual são criados, jamais aprendem, nem na escola, o hábito da obediência.” 



    Os oligarcas, como esses filósofos sabiam, são escolados nos mecanismos da manipulação, da repressão sutil e acintosa e na exploração para proteger a riqueza e o poder deles, à nossa custa. O principal, dentre seus mecanismos para controlar, é o controle das ideias. As elites governantes asseguram-se de que a classe intelectual estabelecida seja subserviente a uma ideologia – nesse caso, o capitalismo de livre mercado e globalização –, que justifica a ganância e a cobiça.

    “As ideias dominantes nada são além da expressão ideal das relações materiais dominantes,” Marx escreveu, “as relações materiais dominantes objetivadas como ideias.”

Esse desequilíbrio não teria perturbado a maioria dos Pais Fundadores dos EUA. Nossos Pais Fundadores, escravistas super-ricos, temiam a democracia direta. Distorceram o processo político nos EUA para esvaziar a possibilidade de governos populares e proteger os direitos de propriedade da aristocracia nativa. As multidões tinham de ser mantidas à margem.

    O Colégio Eleitoral, poder original dos estados para indicar senadores, o enfraquecimento eleitoral das mulheres, dos nativos norte-americanos, dos afro-americanos e dos homens não proprietários prenderam a maioria dos norte-americanos do lado de fora do processo democrático já desde o início da república. Tivemos de lutar muito para ganharmos alguma voz.

    Centenas de operários foram mortos e milhares foram feridos, nas guerras trabalhistas nos EUA. A violência agrediu mais o trabalho e as batalhas trabalhistas nos EUA, que em qualquer outra nação industrializada. 

As aberturas democráticas que alcançamos foram conquistadas e pagas com o sangue dos abolicionistas, dos afro-americanos, das sufragistas, dos operários e de todos nos movimentos antiguerra e pelos direitos civis. Nossos movimentos radicais, reprimidos e violentamente desmantelados em nome do anticomunismo, foram os verdadeiros motores da igualdade e da justiça social.

    A dor e o sofrimento infligidos aos trabalhadores pela classe dos oligarcas no século 19 só se comparam ao que sofremos hoje, agora que já nos tiraram todas as proteções sociais. Divergir é, outra vez, ato criminoso. Os Mellons, Rockefellers e Carnegies na virada do século passado tentaram criar uma nação de senhores e escravos. A moderna encarnação empresarial dessa elite oligárquica do século 19 criou um neofeudalismo mundial, no qual os trabalhadores por todo o planeta vivem em miséria, enquanto os empresários oligarcas acumulam fortunas pessoais de milhões e milhões.

A luta de classes define quase toda a história da humanidade. Nisso, Marx acertou completamente.

    Nada disso é novidade. Os ricos, ao longo da história, sempre encontraram meios para subjugar e re-subjugar as multidões. E as multidões, ao longo da história, sempre despertaram, ciclicamente, para livrar-se de suas cadeias. Essa luta incessante nas sociedades humanas entre o poder despótico dos ricos e o clamor por justiça e igualdade está no âmago do romance de Fitzgerald, que usa a história de Gatsby para construir uma dura denúncia contra o capitalismo.



    Enquanto escrevia O Grande Gatsby, Fitzgerald estava lendo O declínio do ocidente, de Oswald Spengler. Spengler previu que, conforme as democracias ocidentais se fossem calcificando e morressem, uma classe de “bandidos endinheirados” substituiria as elites políticas tradicionais. Nisso, Spengler acertou. “Só há duas ou três histórias humanas”, escreveu Willa Cather, “e elas seguem a repetir-se e repetir-se, tão furiosamente como se jamais antes tivessem acontecido.” 



    Texto completo:
    http://redecastorphoto.blogspot.it/2013/10/vamos-comecar-ja-essa-luta-de-classes.html

    Texto original
    26/10/2013, Chris Hedges, Commondreams

    http://www.commondreams.org/view/2013/10/21

    • Simplesmente irretocável. Um texto primoroso de Chris Hedges, daqueles que a gente precisa agradecer. E bem traduzido.

      Espero que o Bananéli tenha lido, pq terá ao menos lido uma frase de Marx inadulterada por falácias, e terá tido seu primeiro contato com a verdadeira ideia de luta de classes…

  • O maior pecado foi o de recuar sempre ante o câncer denominado PIG e com isto a estrela do Bernardo se apagou para sempre. Uma das revistas da Famiglia Marinho, traz hoje na capa duas fotos com forte apelo subliminar: uma Dilma um tanto cansada com um “lead” CONTINUAR. Ao lado a foto do Aécio, jovial, sorridente, vendendo promessas, com o rotulo: MUDAR.
    O Partido da Imprensa Golpista e Venal não explica: Dilma CONTINUAR MUDANDO PARA MELHOR. Aécio: MUDAR PARA FAVORECER POUCOS PRIVILEGIADOS E DESMONTAR O BRASÍL.
    Uma concessão pública das comunicações a serviço da politicalha!!!

  • EDU COMBATIVO, SOMENTE AGORA A FICHA CAIU PORQUE O APOIO DE VALADARES (PSB/SE) A AÉCIO. Valadares quase toda vida politica militou ao lado da esquerda em Aracaju. Nessas eleições, no primeiro turno, mesmo Valadares tendo o vice-governador do seu partido PSB, Belivaldo Chagas, na chapa vitoriosa de Jackson Barreto, todo mundo até ‘compreendeu’ o fato de ele apoiar Marina. Ela era candidata do seu partido. Mas agora, no segundo turno, que todo o grupo vitorioso liderado pelo governador reeleito Jackson Barreto apoia Dilma, ninguém ‘entendeu’ porque Valadares, sem uma justa explicação ou um motivo, resolveu contra todos os seus aliados apoiar Áecio, quando até mesmo o presidente do PSB Roberto Amaral renunciou o partido para não apoiar Aécio e sim Dilma. MAS LENDO OS DOCUMENTOS AQUI QUE ENVOLVE CORRUPÇÃO, com Aécio e diversos partidos, PSDB, PSB, DEM, PPS, PSD, PV, PP, PRB, recebendo propina, AI APARECE O NOME DE VALADARES FILHO com uma quantia de R$ 300.000,00. TÁ EXPLICADO VALADARES! VEJAM NO DOCUMENTO, NO FINAL DA PÁGINA 7! Ah, É POR ISSO QUE TODOS ELES TÊM RAIVA DE DILMA que não aceita esse tipo de comportamento e manda a polícia apurar, descobre e prende (infelizmente, quando é seu aliado, porque os outros estão soltos). E ESSE AÉCIO, O CHEFÃO, QUE VOCÊS QUEREM ELEGER PRESIDENTE?! FAÇAM UMA REFLEXÃO, PRIMEIRO! AGORA, SE QUISEREM JOGAR O PAIS NO ABISMO, A DECISÃO EM SUAS MÃOS. Ah o atual prefeito de Aracaju, João Alves recebeu R$ 350.000,00. Este é um VERDADEIRO ESCÂNDALO!!!!!

    Foi assim que Aécio levantou
    R$ 166 milhões para 2012-2014? (PAULO HENRIQUE AMORIM)
    Aécio Neves e Eduardo Campos estariam unidos desde a eleição de 2012
    http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/10/17/foi-assim-que-aecio-levantou-r-166-milhoes-para-2012-2014/

  • Edu, uma sugestão. Que tal colher assinaturas e denunciar essa mídia e o PSDB aos direitos humanos internacional por incitar o ódio contra os petistas. Provavelmente não vai dar em nada, mas só o fato de constrangê-los internacionalmente já terá valido a pena.

  • Caro Eduardo e demais
    Só vejo carrões com adesivos anti PT e anti Dilma. É só estudar com mais detalhes alguns, deles como o tal médico que ofendeu a Dilma, que veremos que alguns deles, tem alguma pendência com o governo e que veem no Aécio uma forma disso acabar.
    Saudações

  • Bem, isso tudo é uma das faces mais aparentes e cristalinas da luta de classes que alguns insistem em dizer que ‘é coisa do passado’, que ‘não existe mais’, que ‘o muro caiu’, blá blá blá. A disputa de projetos políticos antagônicos, num ou noutro momento, acaba na violência física. Que o digam os que foram torturados e mortos pela ditadura militar. É o risco que se corre nesse enfrentamento. Especialmente quando um dos lados oponentes teme perder seus privilégios e, de modo antirrepublicano e primitivo, pouco civilizado, opta pela barbárie e pela truculência. E faz isso dizendo que os ‘outros’ é que ameaçam a ‘democracia’, que os ‘outros’ querem tolher as ‘liberdades civis e de expressão’. A ‘casa grande’ sempre usou a chibata para se ‘defender’ das ‘agressões da senzala’, não é mesmo? Pobre gueto de Varsóvia, pobre Gaza, pobre África – pois sabem muito bem disso. Não é a toa que justamente estes que andam nos seus carrões importados, que gostariam de viver em Miami, que moram nos bairros nobres das cidades, são os que sempre viveram impunes: sonegam impostos e esbravejam contra a corrupção, agridem os mais fracos e dizem que ‘essa violência tá demais, tem que acabar’, e vão para os camarotes VIP gritar ‘Dilma VTNC’, vão prás redes sociais (como o abjeto médico gaúcho) achando ‘chique’ dizer que a Presidente é ’‘uma grande FDP”. Odeiam pobres, não respeitam gays, nem negros, nem nordestinos, nem mulheres, nem mesmo cadeirantes. E sabe o que me incomoda mais? Eles também odeiam ateus, odeiam muçulmanos, odeiam as religiões afro: todos eles se dizem ‘cristãos’, sejam eles católicos ou evangélicos. Hipocritamente, enchem as igrejas e os templos, vão às missas e aos cultos, fazem procissões e tomam comunhão e querem crucifixos nas repartições públicas … Alguém acha que alguma ‘autoridade eclesiástica’ vai ‘excomungá-los’? Que alguma ‘autoridade judicial’ vai processá-los? Não, as ‘elites’ têm a sua ‘omertà’, seu ‘código de silêncio’, (o PIG que o diga), mas arrotam que a ‘baixaria’ é sempre alheia. No entanto, a Terra gira, “eppur si muove”, e eles morrem de medo disso. E é exatamente o que eles temem o que vai nos redimir no final. E sabem que o ‘que é deles’ não tá ‘guardo’, não: a gente diz com todas as letras que vamos construir uma sociedade mais justa, mais igualitária, mais democrática, porque sabemos que mais cedo ou mais tarde um outro mundo é possível. E nesse meio tempo, não tem conversa: vai ser Dilma mais uma vez. É 13 de novo! Prá nos salvar dessa arrogância e dessa prepotência. Amém.

  • Lamentável e triste retrocesso a democracia. Grande abraço de solidariedade à você. Que o espírito de justiça e humanidade prevaleça acima da inexplicada, triste e verdadeiramente inexplicável onda de ódio e racismo que tem dominado nosso país neste último ano!

  • A que ponto chegam as pessoas. Cada um deveria poder se manifestar politicamente de forma livre, sem medo de represálias. Mas na próxima esquina pode haver um fascista. Parabéns ao blogueiro pela coragem, gigna de quem enfrentou a ditadura.

  • infelizmente tenho constatado que existe uma grande força com objetivo de destruir o PT, nao sei porque tanto odio, acho que e inveja, eu tambem sofri agressao por ostentar um adesivo da Dilma no meu carro.
    eu voto no PT. e vou votar ate o ultimo dos meus dias, se nao fosse por ver filhos de pobres tendo acesso a universidade,pelo programa fome zero que tirou milhares de familias da linha da pobreza,falo por mim que trabalhei a vida inteira sem conseguir sequer entrar numa loja para comprar uma roupa. hoje tenho minha casa própria, financiada e claro, e carro zero na garagem.infelizmente conheço muitas pessoas que enriqueceram neste governo e agora estao CUSPINDO NO PRATO QUE COMERAM..

  • Voto no Aécio, mas se eu visse qualquer pessoa tentando bater em outra por causa de partido político, eu iria apartar e chamar a polícia para ela.

    Opinião política não tem a ver com estupidez.

Deixe uma resposta