Caia na real: seu plano de saúde é uma farsa

Opinião do blog

plano de saude

 

Devo começar este texto relatando que a cirurgia a que minha mulher se submeteu na semana que finda foi um sucesso – os leitores desta página ficaram sabendo da extrema preocupação de minha família com o problema que ela teve na vesícula, sobretudo porque temos uma filha especial que depende da mãe como nós dependemos do ar que respiramos.

Antes de prosseguir, quero agradecer aos amigos-leitores que registraram aqui sua solidariedade e seus votos de pronto restabelecimento. Mensagens de apoio deixaram minha esposa muito feliz e acredito que a energia positiva que emanou delas certamente contribuiu para que tudo desse certo.

Dito isso, vale refletir sobre o que há de interesse público nesse fato. E já vou logo explicando. Minha esposa foi operada pelo Sistema Único de Saúde, ao qual recorremos porque tínhamos plano da Unimed e esta deixou seus segurados na mão. Do dia para a noite, do nada.

Este, pois, é um bom momento para dar ao público uma boa notícia e uma ruim.

A boa notícia é a de que em pouco mais de trinta dias minha mulher fez todos os exames pelo SUS e foi operada. Escrevo logo após ter ido busca-la no Hospital das Clínicas, onde foi muito bem atendida.

A surpresa ficou por conta do nível das instalações. Claro que a admissão no hospital não produz o tipo de cena que a classe média espera ao ir buscar tratamento de saúde. Há muita gente pobre no sistema público e rico – ou quem pensa que é rico – não gosta de dividir nem shopping com pobre, quanto mais um hospital.

Porém, fiquei surpreso ao ver muito classe média no sistema público, o qual nunca havia utilizado dessa forma – no caso, para minha esposa.

Ora, não é qualquer plano de saúde, hoje, que garante atendimento tão rápido e eficiente. Todos sabem quanta gente paga planos caríssimos e sofre com demoras iguais ou maiores do que a do SUS.

Em geral, maiores.

Ao contrário do que muita gente que não usa o SUS pensa, o sistema é bem melhor do que se supõe. Essa é a boa notícia, que se torna ainda melhor diante de matéria da Agência Brasil sobre análise da pesquisadora da UFRJ Ligia Bahia, para quem o “mercado” de planos de saúde no Brasil “não se sustenta”.

“Somos o segundo maior mercado de plano de saúde do mundo, mas não temos o segundo maior PIB do mundo”, explica Ligia. Ela prevê que as empresas de planos de saúde irão “à falência”. E lembra que já não vendem planos individuais e que seus preços ficam cada vez mais salgados enquanto a qualidade decai.

O pior disso tudo é que as empresas de saúde apelaram para a fraude para obterem equilíbrio financeiro. Simplesmente recusam garantir ao cliente o que ele tem direito confiando na dificuldade que as pessoas têm para apelar à Justiça. Na prática, mandam os clientes irem procurar seus direitos. Só que muitos não vão, e é aí que os planos lucram.

No médio prazo, mais e mais empresas de planos de saúde irão afundando e deixando pelo caminho legiões de pessoas no mais completo desespero. Algumas passando por tratamentos seriíssimos. Muita gente perderá a vida nesse processo.

Há muita preocupação das autoridades com o impacto que as dificuldades progressivas dos planos de saúde causarão no SUS. No entanto, esse impacto deve ocorrer muito mais no pronto atendimento ou nos casos de menor gravidade, pois, atualmente, os planos de saúde já empurram para o sistema público os casos mais graves.

Ao menos nos grandes centros, é no pronto atendimento que o SUS tem mais problemas. Há atendimento, bom atendimento, nos casos mais sérios. Porém, os casos de emergência – que respondem por uma parcela imensa dos custos da saúde pública – continuam com problemas.

Pagar caro a esses planos de saúde não passa de autoengano. Se a situação se complicar, o conveniado cairá na real. Descobrirá que pagou e agora ficará sem retorno. Exceto aqueles que tiverem meios de ir à Justiça para garantir seus direitos. Contudo, se os planos afundarem nem a Justiça irá resolver.

O conselho deste Blog ao seu público, portanto, é de que escolha muito bem seu plano e se prepare para ir à Justiça caso precise de atendimento mais especializado para casos mais sérios, pois seu plano irá deixa-lo na mão na hora de maior desespero. Desse modo, faça como eu: vá se habituando ao SUS, porque, se precisar, é com ele que terá que contar.

121 comments

  • UFA!!!! Até que enfim temos notícia da Tina! Parabéns Edu! Todos estamos felizes e, enviando um desejo de pronto restabelecimento! Que Deus continue protegendo sua família!

    • Obrigado Edu pelo retorno, mas repetimos: eu e minha família continuaremos colocando você e toda a sua família em oração. Deus está do lado de vocês , porque , após vários e vários obstáculos, vocês sempre alcançam VICTORIAs, regularmente. Tudo termina bem , na Paz e Bem, e sempre continuará sendo assim.

      Abraço,

      Sijo Somiko

  • Edu,

    Primeiramente, Graças a Deus que ocorreu tudo bem com sua esposa na operação. Que Ele a conceda a mais rápida recuperação.

    Sobre o SUS, sempre lembro dum episódio na minha cidade. Um programa policianesco da TV local (uma mistura de Datena e Ratinho) fez uma matéria sobre suposta troca de tiros entre policiais e bandidos. Um dos bandidos, baleado, foi levado (escoltado, claro) à Santa Casa. O Repórter, ficou indignadíssimo que o baleado foi atendido antes dos pacientes que já aguardavam no PS do hospital. Ao vivo, esbravejou que o ‘cidadão de bem’ fica horas a espera de atendimento e o ‘bandido’ é atendido primeiro. Perguntou aos que estavam na fila do SP, há quanto tempo estavam esperando atendimento. O Primeiro disse: 5 minutos. O repórter não desistiu foi pra outro que respondeu, 10 minutos. Até que perguntou: quem aqui está esperando há mais de 1 hora? silêncio…. Há mais de 30 minutos? silêncio… Há 15 minutos? Aí sim que ele achou alguém.
    (A história é verídica, não lembro de detalhes pra precisar o ano que ocorreu pois faz tempo, e o tempo exato que as pessoas responderam, mas a tentativa do reportem em fazer as pessoas acreditarem que as pessoas na Santa Casa estavam esperando há horas atendimento foi ridícula e ‘deu com os burros n’água)

    Abraços!

  • Tina e Eduardo

    Folgo em saber do sucesso obtido nesta intervenção ..aproveito pra desejar-lhes pronto restabelecimento e uma breve e sólida recuperação

  • Fico feliz em saber que Tina está bem.Que o Senhor,Nosso Deus abençõe todos da família e que ela tenha uma recuperação rápida.Abraços.Maria Aparecida Viana.
    ,

  • Fico feliz com as boas noticias, vocês merecem tudo de bom. Quanto ao assunto, ainda tem outro detalhe: você paga um plano a vida toda e quando mais precisa, normalmente na velhice, os preços sobem escandalosamente e as pessoas não conseguem mais pagar.

  • Eduardo,
    Que bom que tudo correu bem com tua querida Cristinana.
    Acho que está mesmo na hora de nos libertarmos de alguns mitos sobre sus e planos de saúde.
    Minha mãe é serv public fed apos e tem desc em folha valor de seu plano de saúde rebatizado algumas vezes, hj GEAP, desde 1957.
    Dia 10 desse mês, saindo para trabalhar, qdo nós falamos, percebi sua fala distorcida, e identifiquei como provável indício d AVC.
    Moro perto de uma UPA e foi p/lá q fomos. Em cerca de 30 min minha mãe tinha sido atendida pelo enfermeiro da triagem, pela médica do PS, e feito um ecocardiograma, qdo chegou a equipe do Samu cujo médico conversou comigo e c /a médica do atend inicial.Tudo isso p/ evitar riscos pois minha mãe conseguia andar e estava lúcida.
    No hospital, convivi com a realidade da intern na emerg, homens e mulheres misturados e até algemados às camas. Realmente ñ é bonito nem confortável, mas vidas são salvas 24 horas por dia naquele lugar feio. E em 24 h minha mãe estava fazendo a segunda tomografia q comprovou um AVC agudo q a primeira n registrou.
    A emergência do sus mudou minha visao sobre o sus, ele é feio sim é precisa muito da verba sonegada pelos ricos mas lá se salva a vida d quem aparecer, coxinha, gente q tem plano, estrangeiros, morador de rua,bandido, e o morador d rua q chegou primeiro pode estar numa cama e o coxinha na maca do corredor… como tem q ser.

  • Que bom que deu tudo certo, Edu! Fico muito feliz em saber que sua esposa está bem, e que Victória e toda a família já tem seu anjo de volta, e melhor que antes. Beijos e muita paz e saúde para toda a família.

  • Maravilha! Pronto restabelecimento a Tina e bola pra frente. Você, Eduardo, tem sido um cidadão de primeira grandeza e merece todo apoio por muitas causas e razões, como está dos planos de saúde. Há pouco tempo tive três internações para cirurgias. Duas pelo plano Unimed mais caro e no mais famoso Hospital de Porto Alegre e a terceira, uma emergência de traumatismo craniano, pelo SUS. Com esta, tudo absolutamente certo. Já com as do plano, quase fui abatido com outro traumatismo…

    • A situação dela é diferente. Fiz um plano de primeira linha 15 anos atrás. Esse tipo de plano nem existe mais. É caro e só dá o que ela precisa porque fui à Justiça. Como declarei a síndrome dela ao plano e paguei o “agravo” (valor adicional por ela ter a síndrome), a Justiça deu tudo que ela precisava. Agora, convenhamos: você é um animal. Vejam o tom que esse FDP usa. Filho de chocadeira de merda

    • Vou lhe pichar uma mardição: se eu querê ocê vai tá na terra do sicko em maiame e ai oce vai sabê que tem canço nozovo. Ai os pessoal de lá vai Falá pra ocê que oce num se sarva, só si fô pra lá… e aponta pra ilha onde que os poessoal cuida disso, e nao vao dá nein o barco.
      Amricano brasileiro, prruut!

    • Carlos,o seu problema é que você não sabe compartilhar amor e compaixão porque para fazer isto é necessário que você, primeiro tem que compartilhar amor e compaixão com você mesmo. Tenho pena dessa sua solidão.

  • Edu, boa tarde!
    Fico feliz do resultado da cirurgia de sua esposa ter sido um sucesso e também gostaria de saber como está o seu genro, pois, tive o mesmo problema se for possível, ok!
    Agora, sobre este tema eu gostaria que vc fosse mais a fundo e uma boa fonte é a revista RADIS da Fiocruz, que nos dá muita informação sobre o assunto, que a meu ver é muito mais importante que que os levianos de plantão (os políticos hipócritas) que só sabem encher o nosso saco.
    Agora, como trabalho na área de saúde há 28 anos posso te garantir algumas coisas:
    1º- Nossa elite que é composta de muitos médicos, pois, só quem tem uma situação privilegiada pode pagar o curso, acha que e a carreira é para ficar rico, estes fazem o “juramento de hipócrita e não de hipocrates. E por alguma coincidência, depois do mais médicos, que essa turma meteu o pau, as consultas ficaram muito mais caras e hoje tem especialidades que não se acha como pediatra e geriatra;
    2º A CPMF que deveria ir para a Saúde na época do FHC e Serra foi desviada e também passou a mostrar o caminho dos paraísos fiscais;
    3º Nossa população está doente e está ficando doente devido a vários fatores;
    O SUS, se deixar este funcionar como se deve, com os recursos sendo bem utilizados será que nem o Bolsa Família que tem 95% de eficácia, copiado por 92 paises. O problema do SUS também é político, pois, essa direta reacionária e fascista sabem que nunca mais voltam para o governo, nem nos estados.
    Abraço e que tudo volte ao normal!

  • Primeiramente, continuamos focados e com pensamentos positivos para o pronto restabelecimento da sua esposa. E segundo, reitero o que comentei anteriormente: O SUS tem como principio humanitário atender a todos com dignidade e respeito. Eu disse TODOS!!!

  • Boa tarde, Edu!!

    Não li o seu post anterior por problemas com a minha internet, qui, onde moro, norte do Brasil!
    Mas, agora, ao ler esse post, fico feliz por sua esposa está bem de saúde!
    Desejo felicidades a todos vocês!!

    Um abraço.!
    João Brasileiro

  • Ótima notícia. Fico feliz que a família terá um fim de semana mais tranquilo. Quanto ao SUS, há muito interesse para que ele não funcione, justamente para mercantilizar esse bem público que é a saúde.

  • Este tópico é muito bom para melhorar a imagem do SUS, além de mostrar que os convênios privados de saúde só querem mesmo é tirar dinheiro dos seus conveniados.

    Ótimas notícias dadas pelo Eduguim.

  • Edú,
    Você está descrevendo a mais pura realidade da saúde no país.
    Ficamos muito felizes com o sucesso da cirurgia da Tina.
    Dê um beijão nela e na Victoria
    Para você, só um abraço, kkkk
    Ricardo Grillo

  • Edu desejo melhoras . uso o SUS desde que sai do Banestado, faço tratamento preventivo completo
    todos os anos tenho remédios de graça e os exames cardiológicos também .não tenho do que reclamar.

  • Estamos, eu e fsmilia, agora, com suas notícias, mais tranquilos sobre de saúde da Tina. Em relação, a tudo que foi dito pelo amigo é fato. Sou testemunha do tratamento propiciado pelo SUS, pois utilizo-o há anos ao ser assistido com meus problemas cardiovasculares. A questão a ser equacionada é na emergência ou pronto atendimento, em virtude do número crescente de segurados pelos seus serviços. Teria muita coisa para contar, mas seus dizeres confirmaram o que tento conversar com amigos e parentes sobre o SUS e estes com seus condicionamentos ou preconceitos negam e não aceitam as qualidades dos tratamentos ali ministrados. São cegos diante da realidade e se acham no direito de desqualificar tudo e todos que defendem o SUS.

  • Caro Edu,
    Fico muito feliz com essa notícia. Rogo ao Mestre Jesus que continue abençoando a sua Tina, bem como a todos os seus familiares. Vamos continuar lutando pela democracia, pelo estado democrático de direito, pelo respeito às regras do jogo democrático e pelos respeito aos direitos humanos. Nunca desista meu amigo, continue ! Essa é a grande tarefa daqueles que possuem fé e acredita num mundo melhor, onde o primado ao respeito aos direitos humanos é o apanágio de todo progressista.

      • Caro Eduardo,
        Fico muito contente por tudo está bem! Sintam-se forte e aconchegadamente abraços. Que o amor de vocês seja tranquilo e sereno sempre!
        Quanto ao SUS — sem deixar de reconhecer que o atendimento e o tempo de espera tem que ser melhorado basante — o que mais me deixa indignada em relação à saúde pública no Brasil é que, a maioria das pessoas que reclamam, nem sabem que o Brasil figura como um entre poucos países no mundo a ter uma saúde publica que alcança a todos e em todo o País.
        Abraços
        Maria Antônia

  • Ótima noticia, Edu saber que a operação de sua esposa foi bem sucedida.

    Assim como todos os frequentadores do Blog da Cidadania fiquei muito feliz com a notícia.

    E obrigado pela dica quanto aos planos de saúde. Vamos trocar de plano porque a mensalidade daquele que

    estávamos pagando foi para um valor absurdo.

    E é bom saber que é possível contar com o SUS.

    Um grande abraço a você e a toda sua família.

  • Que boa notícia, a da Tina! Obrigada por nos atualizar!

    Sobre o SUS, digo: nunca usei qualquer plano de saúde e sempre fui atendida na rede pública, inclusive com homeopatia e Reiki. Tenho glaucoma desde criança e jamais paguei por tratamento, inclusive por exames de ponta.

    Digo agora como profisisonal de saúde pública do DF: não há melhor sistema de saúde, no M ndo, como o SUS. Tem falhas, tem demanda maior do que oferta de serviços/recursos humanos/ insumos? Tem, sim. E mesmo assim, é referência para muito país de primeiro mundo! Por isso, obrigada pelo seu depoimento!

    Grande abraço,
    Amanda

  • Sobre o SUS, em 2002 estava de férias em uma pequena cidade do pará, precisei de medico e lá só tinha o SUS, primeiro o hospital local só tinha RX, segundo o médico me prescreveu para rinite uma medicação tão “vagabunda” que resolvi sair e ir a 250Km consultar numa grande cidade ( Belém), o SUS é péssimo, o atendimento é péssimo, possuo AMIL desde 1997 e NUNCA tive problemas , inclusive com reembolso, minha esposa fez a cesariana e antes “trocentos” exames de pré natal e nunca teve problemas, acredito que plano de saúde é sorte e há os bons e ruins, mas o SUS é fato que é uma porcaria mesmo.

    • Porcaria mesmo é esse seu texto que não informa a cidade (Pará), não informa qual tipo de atendimento precisou, e no que se refere a Amil, não informa a idade do segurado, a categoria do plano e o valor da mensalidade. E ainda ignorou os testemunhos aqui prestados. Enfim, seu comentário, sim, é uma porcaria mesmo, especialmente essa frase estapafúrdia: “plano de saude é sorte”. É mesmo, gênio ? E que tal essa: o SUS é sorte: há cidades em que é o atendimento é ótimo e outras nem tanto.

      • ♫ Ô Cervantes! Você não se toca que esse “marcelo 1” é um troll pago para ficar enchendo o saco aqui? Acho que o Eduardo só publica o besteirol que ele escreve para nos dar chance de enchê-lo de porrada acompanhada por zumbaias.
        Então, faça coro comigo: BZZZZZZZZZZ…

      • com o SUS não existe sorte e sim morte certa, há hospitais do SUS aqui em São Paulo aonde até prostituição rola , há outros aonde você aguarda apenas 15 horinhas pra ser atendido, outros ainda aonde é possivel se esperar mais de 8 anos por uma cirurgia, conheço um posto do SUS em Fortaleza,aonde marcaram uma ressonância pra 2019 , uma amiga que foi médica nesse posto contou que a consulta dura em média de 1 á 5 minutos e a espera é de 8 á 9 horas , se precisar de uma simples endoscopia geralmente á espera é de 2 anos .
        Agora imagine, se já é dificil fazer certos tratamentos usando ressonância, Tomografia e outros , imagina sem??? segundo o proprio SUS a média de tempo de um exame ambulatorial desse nível na região norte e nordeste pode chegar á 5 anos, no sul e sudeste 1 ano, dai pergunto aos defensores, doença pode esperar esse tempo????

        • ♫ Bom, depende da doença. A sua, por exemplo, não mata. Você irá apenas ficando cada vez mais encarquilhado e grudento física e mentalmente, até se reduzir a uma gosma esverdeada cercada de moscas varejeiras…

    • Monarquista marcelo 1 continue dando dinheiro para a Amil. Faça mais, contrate outros convênios médicos de outras empresas, elas estão necessitando muito do teu dinheiro.
      Depois vá se tratar do seu problema psicológico…talvez você encontre dificuldade na Amil e vá ter que ser atendido justamente no SUS daquela cidade que fica há um 250 km de Belém.

  • Graças a Deus sua esposa está bem!!! Fico feliz!
    Seu artigo é lúcido e está longe de ser uma previsão. Essa tragédia dos planos de saúde é anunciada… O problema é que o SUS é subfinanciado desde sua criação e não consegue absorver esta demanda que virá dos planos falidos. O HC é uma ilha de atendimento, mas não corresponde à realidade da maioria.
    Fiquem bem!! Um abraço!!

  • Excelente texto seu! Precisamos esclarecer a população sobre a máfia dos planos de saúde, que cobram caro e atendem mal(quando atendem), e principalmente sobre o quadro caótico que constitui o funcionamento e administração deles, o qual à medida que vai aparecendo é devidamente mascarado pelos barões da mídia, que defendem os interesses das empresas de saúde, levando a maior parte dos imbecis da classe média a creditarem-no à “crise”(leia-se a Dilma. Deveriam saber o que é crise se fossem capazes de pensar e comparar o Brasil com a Europa e EUA ou com o período do desgoverno FHC. Mas é pedir demais à classe média que pense!). Aliás, essa lavagem cerebral vem de longe, já que grande parte da população, principalmente os jumentos da classe média, sequer dar-se conta dos sucessos do SUS(poucos países no mundo têm um Sistema de Saúde Gratuito e Universal e, dos que têm, não há nenhum com o tamanho e a população do Brasil), evidenciado não somente no atendimento clínico a um público alvo gigantesco, mas nas campanhas de vacinação, DIRIGIDAS A TODOS OS BRASILEIROS(INCLUINDO-SE OS DAS CLASSES MÉDIA E ALTA)E NA REALIZAÇÃO DE CIRURGIAS DE ALTÍSSIMA COMPLEXIDADE, TRANSPLANTES POR EXEMPLO, QUE NÃO SÃO COBERTAS POR NENHUM PLANO DE SAÚDE, POR MAIS CARO QUE SEJA, O QUE SIGNIFICA QUE A MENOS QUE O PACIENTE SEJA UM MILIONÁRIO COM MILHÕES DE DÓLARES NA CONTA BANCÁRIA, TERÁ QUE RECORRER AO SUS PARA NÃO MORRER. OU SEJA, ESTÁ CHEIO DE COXINHA QUE PENSA QUE É RICO PORQUE MORA EM BAIRROS DA PSEUDO CLASSE MÉDIA ALTA, QUE IRÁ PARA O SUS SE VIVENCIAR ESSA SITUAÇÃO. Por isso mesmo, e num momento em que a ofensiva conservadora visa várias conquistas sociais das forças progressistas, não apenas as do período de Dilma e Lula, mas outras mais antigas, como a CLT e o SUS, é fundamental que a mídia alternativa esclareça sobre o papel e a importância do SUS, o que é defendido em poucos espaços. Além daqui, só o site “vi o mundo” esclarece sobre essa gigantesca conquista dos brasileiros, através das matérias da competentíssima Conceição Lemos. É mais do que urgente que mostremos a importância e principalmente a eficiência do SUS, desmascarando mais uma mentira da mídia e do seu discurso neoliberal, que só deseja destruir a saúde para transformá-la em mercadoria acessível apenas a quem puder pagar, enquanto o restante dos brasileiros morrem sem atendimento. Essa gente precisa ser desmascarada

  • Eduardo, gostaria de manifestar a minha satisfação em saber que ocorreu tudo dentro da normalidade na intervenção cirúrgica da sua esposa, realizada pelo nosso tão combatido por essa desmoralizada mídia, o SUS. Este que precisa de injeção de dinheiro perdido com os 40 bi com a extinção da CPMF em 2009 numa campanha negativa da sempre Globo e FIESP, no governo Lula e, que agora, novamente em discussão precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional para combater o Caixa 2 dos ricos e fortalecer ainda mais o nosso SUS o maior plano de saúde do mundo, porque grátis.

  • Muito bom saber que tudo correu bem, Edu. É a força da energia positiva emanada por toda sua família, seus amigos e nós, os seus amigos virtuais. Agora é aguardar que a recuperação de sua esposa transcorra tranquila e satisfatória. E vamos dar viva ao SUS! Que o SUS prossiga firme e forte, proporcionando bem estar a todos que dependem dele. Por enquanto, eu ainda estou conseguindo pagar pelo meu plano de saúde que é da empresa onde trabalhava antes de me aposentar. Porém, no ano que vem terei que arcar com um aumento de 67% nas minhas mensalidades devido a mudança de faixa etária. É um aumento abusivo, segundo os advogados especialistas em planos de saúde. Caso eu não consiga, mediante um acordo judicial, que o meu plano não sofra esse aumento abusivo, terei que procurar outro plano mais barato ou então recorrer ao SUS. É realmente um problema sério o que está acontecendo com os planos de saúde: aumentos abusivos nas mensalidades, devido a mudança de faixa etária e atendimento nem sempre satisfatório, se formos levar em conta o que pagamos de mensalidades.

  • Algum fiscal da ANS acessa planilhas de algum plano? Acreditam que as empresas de Planos realmente não lucram e muito? A maioria das pessoas não adoece nunca.
    Eu penso que nem existe fiscalização. Já houve algum concurso para fiscal da ANS? Nunca vi.

  • Prezado Edu,

    Graças a Deus tudo correu bem.
    Transmita meus votos de uma breve recuperação e melhoras para a tua esposa. Tudo de bom para a filhota também. Por mim, eu pagava a CPMF com o maior prazer.
    E viva o SUS!

    Abs

    Jorge

  • Minha filha acabou ter seu primeiro filho, meu primeiro neto, e fez o parto pelo SUS seguindo recomendação da médica que fez seu pré-natal (também feito pelo SUS), mesmo tendo o famigerado plano de saúde: A equipe médica tratou ela, o bebê e até nós, acompanhantes, com muito respeito, profissionalismo e carinho. Ficamos tão gratos que marcamos com a equipe para voltarmos em determinado dia à clínica para comermos uma pizza juntos. Foi muito bom, viva o SUS.

  • Boas notícias, Eduardo. A cirurgia providencial pelo SUS e a recuperação de sua esposa para voltar a se doar quase que integralmente à Vitória. O triste é pagar caro por um plano de saúde e, na hora da necessidade, ele falhar.
    Também temos UNIMED, já pagamos consulta a médicos que se descredenciaram, a necessidade de cirurgia será a interrogação. O Hospital UNIMED ainda dá um bom atendimento. Até quando não sabemos.
    Muitas bênçãos de Deus para as mulheres guerreiras da sua vida.

  • Parabéns, Tina!

    Há pouco tempo conheci em Búzios um casal chileno de ótimo nivel econômico, com três filhos.
    Um dos filhos, um bebê de nove meses, sofrera um gravíssimo problema de desidratação e, no meio da madrugada, os pais tiveram que levá-lo às pressas ao Hospital Municipal de Búzios.
    Quando me contou o caso, corriam lágrimas do pai de menino, que dizia: ‘Eles salvaram o meu bebê. Além de ser estrangeiro, no desespero da pressa eu não tinha dinheiro e nem qualquer documento comigo”.
    Esta é a saúde pública no Brasil, mesmo perdendo 80 bilhões de reais por ano, que lhe foram surrupiados
    desde que o “grande PSDB” derrubou a CPMF em 2007. E que agora não quer que ela volte.

  • Boas notícias, Edu. Rápida recuperação de Tina e abraços a você, um beijão para Victória e para a filha expatriada. Parabéns por esta família maravilhosa. Quanto ao Pronto Atendimento, as UPAS, depende muito de cidade para cidade, de prefeito para prefeito. Acredito que o governo federal envie para todos os estados e municípios as parcelas equivalentes para o funcionamento do SUS. recentemente um amigo meu teve todo o atendimento e foi operado rápido, sem entraves, em 15 dias. Não era emergência.
    As UPAS de Salvador, BA são bem estruturadas, vistas de fora parecem muito boas.
    Felicidades para vocês.

  • Edu,
    graças a deus está´tudo bem com sua família!

    Mas vou aproveitar o assunto e dar as orientações que conheço;

    1 – Vá a qualquer posto de saúde e faça sua carteira do SUS
    2- Ande sempre com ela, pois, em caso de acidente ou mal súbito, você será encaminhado ao SUS e receberá atendimento.
    3 – Agende logo uma consulta com um clínico geral do SUS. Nos grandes centros urbanos, como São Paulo, é mais demorado. Enquanto isso continue pagando seu plano de saúde.
    4- A partir do primeiro atendimento com o clínico geral ele te encaminhará para as especialidades.
    5- Você terá que fazer muitos exames, alguns de alta especialidade
    6- Se faltar na agenda de algum exame ou de alguma consulta, você perderá o ciclo de atendimento. Este é o lado complicado, pois você perde direitos de fila, preferência, etc
    7-Uma vez devidamente inserido no sistema, o próprio entra em contato para outros exames e consultas.
    8- Se você não faz questão de serviço de hotelaria, mas de atendimento eficiente à saúde, pare de pagar plano de saúde.
    9 – Eu segui este roteiro, depois de anos e anos pagando absurdos com plano de saúde para ter péssimo atendimento.
    10 – Hoje sou SUS

  • A lógica do sistema: imposto de renda com deduções com gastos em saúde faz com que o Estado não tenha dinheiro para proporcionar boa saúde pública; e o cidadão é obrigado a recorrer ao “plano de saúde” particular deduzindo estes gastos no imposto de renda e o Estado fica com menos dinheiro ainda para a saúde pública, e o círculo vicioso continua.

  • ♫ Há meses ando pensando em me cadastrar no SUS, do qual só tenho ouvido boas referências, entre elas o caso da mãe de uma amiga, que ganhou um aparelho de surdez no valor de R$ 12 mil; o meu aparelho custou R$4 mil.
    Sou filiado à Amil há bem uns vinte anos ou mais e, nas poucas vezes que precisei, recebi um tratamento muito bom; não tenho do que reclamar. Por outro lado, quem paga meu plano não sou eu, mas sim minha ex-mulher cabeça-dura, em retribuição ao muito que me deve e nunca cobrei.
    Mas embora eu possa arcar com gastos como um aparelho contra a surdez, fico dialogando com meus botões. Não seria isso um resquício da minha ancestral atitude pseudo-burguesa? Não estaria eu relutando em aceitar plenamente o fato de ser um proletário, alguém que vive do que ganha com o próprio trabalho?
    Por outro lado, atribuo o fato de preferir pagar, em vez de correr atrás do que de certa forma me é devido, à minha quase incoercível preguiça e à relutância em onerar um serviço que, sendo público, pode beneficiar outras pessoas menos afortunadas. Este é um dos muitos dilemas pessoais não resolvidos com os quais convivo – mas convivo bem. Meu espírito está tranquilo.

  • Senhor Eduardo Guimarães, que boa notícia! E antes de qualquer comentário, digo, Deus é Mãe! Que os guias espirituais da sua Esposa continuem a protegê-la com as bençãos do Cristo. Que a paz d’O Senhor esteja convosco e os teus. Que assim seja!

  • É um absurdo o tanto que temos que esperar por uma consulta pelo tanto que pagamos. Difícil qualquer especialidade que não temos que espera três ou quatro meses. Há um ano minha mãe de 78 anos fez uma cirurgia no pé. Pé diabético. Quase teve que amputar o pé por conta de um médico incompetente que mesmo ela reclamam do de dores na sola do pé e tendo informado ao médico ser diabética. Nem sequer pos a mão no pé de minha mãe, não fez sequer um exame e mandou ela fazer uma palmilha para o sapato. Dois dias depois com muita dor foi operada e quase perdeu o pé. Após a cirurgia ficou 24 horas esperando um leito para internação. Neste meio de ano minha sogra também foi operada de um outro problema. Também 24 horas esperando um leito para internação. Há pouco mais de um mês meu filho de oito anos precisou de soro por conta de uma infecção e quiseram colocá-lo quase desfalecido para tomar soro sentado em uma cadeira pois não havia um quarto com cama. Somente após muita briga consegui que o colocassem deitado em uma maca em um quartinho improvisado. Já estou vendo também o dia que a Unimed vai nos deixar na mão. Isso ainda me tomando mil e quatrocentos reais por mês.

  • Deixo tb aqui meu depoimento sobre o SUS. Tenho insuficiência renal, sou atendida periodicamente por especialista, inclusive com acompanhamento de nutricionista.
    Meu marido tem aneurisma na aorta, fez todos exames, inclusive tomografia computadorizada. Se precisar ser operado vai para o Dante Pazzanese que é hospital de referência.

  • Que alívio saber que tudo correu bem com Tina e Vitória, parabéns!

    Devo contar que o nosso amigo da onça, o FHC sabe muito bem da qualidade do SUS. Sei porque uma amiga nutriçionista contou-me anos atrás, que quando foi estagiária no Hospital das Clínicas, ela foi levar o breakfast na ala VIP, e lá estava o FHC acompanhando a dona Ruth!

    Eu mesma fui atendida quando fraturei o braço e o punho num fim de semana longo, sem médico no bairro. Tive muita sorte, pois não tinha plano de saúde, e fui atendida muito bem, e foi um grande aprendizado!

  • Eduardo, primeiramente quero felicitá-lo pela recuperação de sua esposa. Com relação ao SUS, é com grata satisfação receber essa informação referente a eficiência, uma vez que muitos brasileiros desconhecem esse sistema que diariamente é combatido por grande parcela da nossa mídia, afastando a classe média e incitando usuários mais necessitados contra seus administradores, por questões politicas ideológicas ou por relações promiscuas com a indústria dos planos de saúde.
    Mas, nem todas as unidades federativas contam com um hospital das Clínicas, famoso por sua eficiência e seu corpo clínico. Infelizmente alguns estados da federação dão margem a essa propaganda negativa, pois além da baixa arrecadação de recursos não aplicam ou aplicam mal a verba destinada ao sistema, contribuindo para o distanciamento do cidadão e para satisfação dos famigerados planos. Qual seria a solução para reduzir essa desigualdade?

  • Que bom que sua Valquíria venceu esta pequena batalha!

    Quanto aos planos de saúde, sim, eles são uma mentira. Não confio neles, como não confio em boa parte dos médicos, quase todos cabeça-feita pelos grandes laboratórios, pela transgênica Nestlé e pelas multinacionais fabricantes dessas geringonças para fazer “exames”.

    Ontem, conversando com uma vizinha que tem um filho de seis meses, ela contou, horrorizada, que a pediatra — veja, não foi um médico homem, foi uma médica!! — recomendou a ela parar de amamentar, pois o leite dela seria excessivamente calórico. Recomendou começar a dar outros alimentos ao bebê de seis meses! Como ela e o marido são MUITO conscientes, o marido logo foi dizendo:
    – Ah, entendi, ou a senhora diz à mãe que o leite dela é fraco demais, ou forte demais, não é mesmo?
    A médica — segundo a moça me contou — ficou super sem graça e não respondeu nada.

    Por isso, tenho pra mim que o melhor plano de saúde é ter uma vida saudável. Não fumo, não bebo álcool NUNCA — nem mesmo “zozialmende” — e sou vegetariano. Porque se formos depender de médicos, estaremos entregues a Hoescht, Bayer e coisas até piores.

    PS.: a indústria da cesariana que vigora em boa parte do Brasil — principalmente na região sudeste — é mais uma prova de que a classe médica nos envergonha, e não apenas pelas canalhices contra os médicos cubanos.

  • Existem dois tipos de plano de saúde no Brasil: Medicina de grupo (aquele e que o plano vende e presta o servi~co em rede própria) e o sistema de seguro. ‘ainda as cooperativas, sendo a Unimed o melhor exemplo, onde os pretsadores sao os próprios sócios do plano (os médicos).

    Sim, muitos planos são ruins, pois cobram barato e portanto restringem o acesso. São tão ruins que o SUS consegue ser melhor.

    Agora, falar pontualmente do atendimento prestado no HC de São Paulo, para uma enfermidade simples, significa muito pouco. Lembrando que é hospital escola e tem recursos não-SUS para poder bancar as atividades de primeira linha.

    Recomendo assistir à entrevista do Henrique Prata, diretor do Hospital de câncer de Barretos, no roda viva.

    Certamente sua esposa fez a cirurgia por video, o método padrão. Mas sabia que no Brasil ainda usa-se por aí a cirurgia aberta, muito mais agressiva?

    Procure um hospital SUS e coloque uma mulher na fila para, digamos, uma histerectomia por “miomas”. Espera-se meses, quando não mais. E às vezes chega em cima da hora e desmarcam.

    Um exemplo.

    Você diz que “rico” não quer dividir espaco com pobre nem no Shopping. Gostaria de sua opinião sobre os tratamentos médicos do Presidente Lula e de Dilma.

    Lula fez tratamento clínico primário, sem cirurgia, para um tumor agressivo. Estivesse no SUS, para conseguir a radioterapia ia demorar um tempão. se morrasse na região norte, teria que viajar até o sudeste e se hospedar para fazer as repetidas sessões.

    E Dilma? teve um linfoma e certamente recebeu medicações modernas, como o rituximab… que hoje é até banal…..E o SUS?

    http://www.abrale.org.br/noticia/nao-recomendacao-do-rituximab-a-pacientes-do-sus-com-linfoma-e-um-grande-equivoco

    Outra droga: trastuzumab, para um subtipo de cancer de mama? Demorou 10 anos para entrar no rol do SUS…..

    Ou seja, colocar exemplos pontuais como o seu, nada significa.

        • O SUS pode não ser o sistema de saúde dos sonhos. Mas, nada deixa a dever aos planos privados.
          Infelizmente, saúde é uma coisa cara e somos um país de pobres.
          Pelos preços cobrados pelos planos privados, todos eles iriam à falência se bancassem tratamentos caros e demorados. Quando aparece um segurado assim, dificultam o atendimento ao máximo e o sujeito cai no SUS.
          Em tempo: Todos os hospitais do SUS aqui no ES oferecem atendimento e tratamento digno aos usuários. Alguns, muito superior a rede privada.

    • Gostaria de manifestar minha experiência de emergência com o SUS porque de fato a primeira vez que precisei pude em um segundo momento fui examinado de madrugada operei de manhã e recebi alta 2 dias depois..hospital do servidor municipal apesar de cheio me impressionou o atendimento…sou grato ao SUS embora num primeiro momento eu tenha me dirigido à Santa Casa e dispensado pelo médico de plantão com a receita de omeprazol… varia de alçada… Enquanto a Santa Casa está completamente falida…a atual administração municipal está prestes a inaugurar 3 novos hospitais municipais…

  • Após ler os relatos de Edu e internautas sobre o SUS, do qual tenho simpáticas referencias de amigos, fico pensando na volta da CPMF como um fator de sustentação do SUS , agora em um governo sério que não irá desviar o dinheiro dela pra fins inconfessáveis.
    Vc, Edu, com o seu blog cada vez mais acessado e sendo um fazedor de opiniões, poderia lançar uma petição a favor da volta da CPMF, dirigida aos deputados e senadores. Com certeza haveria adesões suficientes para balançar o pensamento retrógrado e interesseiro dos parlamentares que só pensam no “quanto pior, melhor”, eles que têm saude paga pelo meu, seu , nosso dinheiro e usam e abusam da mordomia , sem nh constrangimento. Um exemplo disso, a ser confirmado pois li no tuiter , foram os 60 milR pagos pelo Agripino para colocar dentes de porcelana…
    Qd o dinheiro é muito fa´cil, a farra é grande.
    De minha parte, vou escrever aos parlamentares exigindo a volta da CPMF.
    Um abraço .

  • Plano de saúde é uma coisa simples de entender: você paga todo mês uma quantia e o plano fica na torcida que você nunca fique doente, então a conta onde você paga todo mês só acumula e o plano só lucra. Mas quando você começa a solicitar consultas e exames eles fazem a conta e enquanto o que se precisa gastar com você não superar o acumulo que você depositou pagando o plano todo mês eles ainda lhe vão tratar como fiel e grande amigo cliente; quando sua doença exigir gastos superiores ao acumulo de dinheiro da sua conta ai amigo o bicho pega: você não é mais um cliente é sim um estorvo a lucratividade da empresa e a sua ida ou seu destino deve ser o sus o mais rápido possível, caso você insista pode encarar uma torturante briga na justiça ou seu plano vai imaginar coisas das mais diabólicas possíveis para não ter você mais como ciente que da prejuízo. Ai tudo é possível.

    Quem quer conhecer a briga feroz que os interesses privados e o publico travaram e que reflete até hoje no funcionamento ideal do sus que eles não permitem , é só ler alguma coisa sobre a oitava conferencia de saúde que foi a idealizadora do sus na constituinte e ler algo sobre a reforma sanitária e a luta pela implantação do sus de forma universal com equidade e integralidade que até hoje eles não deixam acontecer em nome do lucro em cima da desgraça alheia e tratar a saúde como mercadoria para favorecer o capital e o povo não acorda para isso . VAMOS TENTAR IMPLANTAR O TERCEIRO TURNO NAS UNIDADES BÁSICAS( POSTOS DE SAÚDE) E AMBULATÓRIOS E ACABAR COM O FUNCIONAMENTO PARCIAL NOS FINAIS DE SEMANA E A NOITE DOS CENTROS CIRÚRGICOS DOS HOSPITAIS PÚBLICOS DE TODO O POIS EM NOME DO AUMENTO DA FILA DE ESPERA DE CONSULTAS PARA ESPECIALISTAS E CIRURGIAS ELETIVAS, ISSO SÓ ACONTECE PARA TENTAR O MAXIMO FAZER POVO CORRER PARA O PRIVADO E DAR LUCRO PARA MÉDICOS E DONOS DE CLINICAS INTERESSEIROS.

  • Em Santos nao funciona assim, apesar de termos o Hospital Guilerme Alvaro como ícone de atendimento de alto padrao pelo SUS, somente somos encaminhados para ele apos passarnos pela policlínica e é justamente aí que a porca torce o rabo, pois a demora na marcaçao de consultas chega ao absurdo de demorar meses.

  • Companheiro Guimarães
    Li com certo atraso o seu artigo.
    Mas, mesmo assim, desejo que Deus abençoe sua família
    E, principalmente, sua esposa neste momento
    Sua esposa vai se recuperar plenamente e continuará cuidando da sua filha, em nome de Jesus.
    Creia nisso!

    Um grande abraço
    Paulo Cezar Soares

  • Caro Edu. Não sou especialista na matéria. O que posso falar é de minha experiência pessoal. Penso que vesícula é uma cirurgia simples: eu fiz por vídeo-laparoscopia, pela Unimed Paulistana, no Hospital Santa Helena, escolha do meu médico porque era mais prático para ele. Depois, retirei o rim direito no Hospital Osvaldo Cruz, também pela Unimed Paulistana. Migrei para a Unimed Fesp, que continua atendendo, quase que normalmente. Fico satisfeito de saber que o SUS, tão criticado na TV, tem seus defensores. Pago caro pelo meu plano de saúde para três pessoas: R$ 2.691,76 mensais. Não pretendo abrir mão dele. Não estou usando muito ultimamente, mas, meus familiares têm usado. Plano de saúde parece ser um negócio rentabilíssimo. Veja o meu caso: faz anos e anos que pago e uso pouco. Há pessoas mais ligadas em consultar médico e fazer exames, como minha esposa. Essas, contudo, devem ser minoria. A maioria quer distância de médicos e hospitais. Hoje mesmo não pretendo ir a nenhum: é provável que vá ao teleboteco, mais tarde, ver o jogo do Palmeiras. Finalizando, acho bom que coexistam o sistema público e o privado de saúde. Quem prefere economizar com plano e gastar em viagens à Disney, que o faça. Quem quiser sustentar as unimeds da vida, como este escrevinhador, também tem todo direito. Um abraço.

  • Não tinha nenhuma dúvida que tudo ia dar certo. A família Guimarães é indestrutível. Quanto ao assunto, lembro dois fatos. Um é que o Cunha, senão bastasse as outras coisas, é lobista dos planos de saúde na Câmara. Isso já diz muita coisa.
    Outra é que a FIESP já começou a campanha na TV de boicote à CPMF. Acabei de ver, é aquele papo de imposto isso imposto aquilo. Agora imagina se a coxinhada classe média invés de pagar fortunas para esses planos que são uma farsa, pagasse a CPMF, cujo a porcentagem sobre sua movimentação bancária é ínfima em relação aos benefícios? O governo poderia poupar o sistema de saúde dos ajustes necessários.
    Espero que o governo faça campanha na TV explicando ao povo as vantagens da CPMF. Manda o João Santana bolar alguma coisa, pô

  • Agencia reguladora com capatazes é a praxe. No caso da saúde ha inúmeras denuncias nos blogs de esquerda ate com nomes. Acho que o atual presidente foi eleito pelos planos se já tomou posse.

    Eu fico pensando ……o que esses crápulas vão deixar para seus netos….um chão de escravos.Sem garantia de nada.

  • Esse Nigro é estupido…hein…ele não entende o que lê. Eu fui abençoada por Deus. Já tive dúvidas aqui e perguntei se eu tinha entendido o que li. Obrigada Deus.

  • Na França (e creio que em outros países) NÃO HÁ PLANO DE SAÚDE. Simplificadamente, há 3 sistemas;

    a) o sistema da previdência pública;
    b0 o sistema dos RICOS (livre escolha)
    c) e o sistema da classe média (mixto de sistema público e privado). Mas, o que existe é a complementação das despesas que não são cobertas pela previdência pública (através de um seguro, MUTUELLE, que paga a diferença de seus segurados).
    Não é possível sustentar um sistema publico e gratuido para 220 milhões de brasileiros. O $ não é suficiente para pagar.

  • Reforço…
    Minha sogra foi operada duas vezes do coração, ou seja por cateter..
    Mais duas vezes por retirada de vesiccula e apos para refazer ernias que
    provem muitas vezes da cirurgia em idosos..
    Meu filho foi operado em emergencia de apendicide , minha esposa ia fazer a cirurgia
    quando sentiu-se nervosa e não conseguiu fazer plo seu animo, mas já estava no quarto
    esperando…adiou-se…
    Não tenho problema nenhum com o SUS..
    Em 1991, meu pai foi totalmente assistido pelo SUS quando tinha cancer….
    Qual é o problema…
    Tenho aqui perto uma Médica Cubana que já me clinicou duas vezes e foi muito bem..
    CPMF neles…

  • Ficamos felizes por esposa estar bem.Ufa, vamos em frente. Como sabes, por conta dos erros de médicos privados, minha esposa “roda”, não anda. Por isso prefiro o Dr. Ramon do posto de saúde do bairro a falar com “capetalistas” de jaleco branco.
    Outro ponto é fazer os milionários pagarem o que devem. Conseguido isso, muito no SUS melhoraria.

  • O SUS é muito bom. Não é perfeito, mas ele segura um rojão muito grande. O número de partos, de atendimentos diários, de cirurgias é enorme. Meu pais se aposentou trabalhando no SUS. Tenho muitos familares empregados no SUS. A tendência é o SUS se fortalecer. E quem tem prconceito ao ser atendido e bem atendido, se depara com uma realidade que a Mídia não mostra: muito trabalho, muita dedicação dos profissionais.

  • Fui operada, neste ano, na Sta. Casa de POA-RS (hosp.são josé) e pelo SUS. Fui mto. bem atendida, tanto pela equipe medica como de apoio. Estou retornando, pela segunda vez, para acompanhamento e com os exames feitos pelos SUS, conseguidos em duas (2) semana.
    O interesse dos planos é vender ilusão, pois no momento que se precisa o plano não cobre, tem de depositar uma diferença,… as pessoas se enganam mto. com a grande maioria pois o intuito é atrapalhar e espalhar as “más notícias” referente aos atendimentos do SUS sem contar que os planos se mantem e, muito, pois “pagam” sim, “pagam” fortunas em campanhas de certos parlamentares, que já sabemos quem são e assim continuam, ambos, suas vidinhas tranquilas sem incomodação alguma

  • Vimos manifestar nossa alegria (Elias e Tê) pelo sucesso da cirurgia que sua esposa realizou. Felicidades ao casal, à filha adorada e à família Guimarães.

  • Já tive muitos problemas com o meu plano de saúde antigo, e em um dos casos eles não aprovaram uma cirurgia que eu precisava fazer com urgência. Após tudo se resolver, entrei com uma ação contra a empresa. Quem me ajudou muito nesse processo foi o pessoal da Tapai Advogados, pois foram super solícitos… Vou até compartilhar a página sobre planos de saúde: http://www.tapaiadvogados.com.br/plano-de-saude

Deixe uma resposta