Após impeachment, Lava Jato muda discurso e quer parar investigações

Reportagem

lava jato capa

 

A evidência mais gritante de que o Brasil passa por um golpe talvez nem seja a ausência de crime de responsabilidade de Dilma, requisito primordial para processo de impeachment de um presidente ser instalado. Na última terça-feira, surgiu evidência muito mais forte.

A saborosa matéria do amigo Kiko Nogueira publicada no Diário do Centro do Mundo sob o título O estranho caso do desaparecimento de Moro e do casal que xingou José de Abreu trata de dois assuntos distintos, mas que encerram o mesmo fenômeno: o sumiço de pessoas que estavam em evidência.

Kiko comentou minha matéria sobre o sumiço do casal fascista que insultou o ator José de Abreu enquanto ele jantava com a esposa em um restaurante paulistano e que, de troco, ganhou cusparadas na cara:

“(…) Anna Claudia del Mar, uma ex-modelo, e seu par, um ‘advogado’ não identificado, não deram as caras publicamente.

Por quê?

Cinco dias depois do episódio, ninguém conhece o paradeiro deles. Abreu já esteve no Faustão, contou sua história — e nada da dupla aparecer para vender sua versão.

Sem precisar falar nada, já estão sendo defendidos por toda a direita. Se alegassem, por exemplo, que Zé de Abreu estava armado com uma escopeta, certamente sua verdade seria acolhida sem questionamentos.

Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, escreveu que ‘o tal advogado que agrediu José de Abreu estava no meio de uma traição à esposa, que não pode saber que ele jantava com outra mulher’.

É plausível. O dono do estabelecimento provavelmente tem o nome do rapaz, que pagou com cartão de crédito. Abreu prometeu processá-los (…)”.

Sobre esse caso, vale acrescentar que, segundo a TV Bandeirantes, Eurico Carvalho, gerente do restaurante Kinoshita, onde tudo ocorreu, contou à emissora que José de Abreu foi provocado pela ex-modelo Anna Claudia Del Mar e o namorado dela, que não teve o nome divulgado.

Mas este post não é sobre esse caso e, sim, sobre outro sumiço que o Kiko, do DCM, citou na matéria em questão. Trata-se do sumiço do juiz-espetáculo Sérgio Moro logo após a aprovação do processo de impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos deputados.

Diz o DCM:

“(…) Desde que a Câmara aprovou o impeachment numa das sessões mais bonitas na história da democracia ocidental, Moro sumiu.

Junto com ele, foram-se os vazamentos de escândalos na imprensa. A última vez que se ouviu falar do juiz foi na coluna de Fausto Macedo no Estadão, num autovazamento temeriano.

No último dia 13, Moro, segundo Macedo, avisou a “interlocutores” que gostaria que a Lava Jato terminasse em dezembro (…)”

Pois é… E o pior é que não ficou por aí.

Na última terça-feira (27/4), a Lava Jato declarou, oficialmente, não só que vai terminar mesmo as investigações (após a aprovação do impeachment de Dilma na Câmara), mas que só aceitará uma coisa para continuar aceitando acordos de delação premiada.

Só que quem falou desta vez não foi Sergio Moro, mas o porta-voz do Ministério Público na Lava Jato, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, aquele que, em março, ameaçou me prender primeiro para só depois me processar por conta de a própria Lava Jato ter vazado sua 24ª fase e, por isso, eu ter publicado aqui no Blog que isso aconteceu.

Em entrevista à edição desta semana da revista Época, Santos Lima insinua que a investigação já alcançou seu objetivo e que, agora, só fará acordo de delação premiada se o delator tiver alguma coisa contra Lula para oferecer.

Claro que isso não é dito na matéria, mas o anúncio de encerramento da operação até o fim deste ano é tão escandaloso que permite inferir que seja essa a verdade por trás da entrevista revoltante que esse senhor concedeu à revista golpista da família Marinho.

Para ler a entrevista, clique na imagem abaixo – o post prossegue em seguida.

lava jato 1

 

E por que é revoltante a Lava Jato vir agora dizer que vai parar as investigações até o fim do ano? Simples, porque há cerca de três meses os membros do MP na Operação garantiram, em reportagem da Folha de São Paulo, que a operação duraria “mais três anos”, ou seja, duraria até 2018.

Para ler a matéria, clique na imagem abaixo – e o post nem precisa continuar depois dela. Está comprovado que bastou os procuradores da Lava Jato atingirem seu objetivo golpista que já perderem o ímpeto investigativo que tinham três meses atrás.

lava jato 2

100 comments

  • Uma coisa é certa: metade, ou mais, das pessoas que apoiaram o impeachment não apoiam Michel Temer. Pelo visto, a saída vai ser dar um jeito de aprovar o parlamentarismo, senão eles já sabem que no voto…

      • O ADCT da constituição de 88 previa a consulta ao povo sobre o sistema de governo e ganhou o presidencialismo dessa forma acho que virou cláusula pétrea só uma nova constituição pode mudar e eu não desejaria pela baixa qualidade do nosso parlamento seria uma tragédia para o país com a bancada Bíblia, Boi e Bala.

      • Presidencialismo é cláusula pétrea e a qualidade dos nossos parlamentares não seria bom um parlamentarismo ainda mais com a bancada da Bíblia, Boi e Bala.

  • Acesso o blog todos os dias, não costumo comentar e faz tempo que não o faço, porque estou tentando controlar minha raiva com isso que vem acontecendo no Brasil, não queria baixar o nível. Mas lamento muito que aqui não tenhamos um Putin; já teria colocado esses golpistas todos pra correr.

  • A corja corrupta e incompetente, temporariamente será afastada. Vamos ver do que seremos capazes!

    Eugênio José Alati
    27/04/2016.

    • A corja está na foto. Não se está lutando pelo PT, mas pela democracia, mas vermes e cucarachos continuam sendo vermes e cucarachos. Assim como você. Não vai demorar muito para que o brasil se mexicanize-se, ficando um país dos mais violentos do mundo. Esta será a DITADURA DOS RICOS E DA ELITE. Quando o brasileiro precisar de justiça, será olho por olho, dente por dente.

      • O pior de tudo é ter de admitir que isto tudo tem a participação tanto da Dilma como do PT. Quem escolheu os ministros do Supremo? O PGR? O Zé Eduardo Cardozo? O Mercadante? O que é este tal de republicanismo? Escolheram inimigos e incompetentes. É triste. Muito triste.

    • Prêmio???? Um jornal de MIAMI informou que o JB recebeu, de premio, o apartamento na cidade. O cucaracha, verme, traidor, caipira, todo contentinho, foi receber o ossinho, esquecendo que ELES GOSTAM DA TRAIÇÃO MAS NÃO GOSTAM DO TRAIDOR, porque sabem que quem traiu, trairá para quem der mais.

  • E quem vai investigar os investigadores para saber porque pretendem parar ou arrefecer a lava-jato? O que receberam em troca? Foi só idealismo partidário?

    Supostos corruptos e fatos a serem investigados, além dos imputados ao PT, não faltam: tem Cunha, as delações referentes a Aécio, Temer, a lista da Oldebrecht…. desses que estão aí dando o golpe tem uma renca.

    Estamos reféns.

  • É um mundo surreal este que estamos vivendo. É inacreditável o conluio formado entre judiciário, legislativo, imprensa e empresariado embaixo do nosso nariz para dar um golpe no país que segundo Darcy Ribeiro tinha tudo para ser a “nação mais bela da Terra”.
    O que você nos diz Eduardo sobre o silêncio do STF? Vergonha…vergonha completa…

    • Na história de golpes no Brasil o STF sempre foi omisso e avalista dos golpes. Em artigo recente no site GGN de Luis Nassif isso foi demonstrado com a cala dos juízes do STF da época onde se mostraram covardes, omissos e golpistas, dando sempre uma desculpa jurídica para legalizar o ilegal e o estrupo da Constituiçao. Aqueles que se levantaram contra foram tirados e aposentados da suprema corte. Esperar que o STF faça sua obrigação que é defender a Constituição e impedir o golpe é esquecer que a Suprema Corte é de uma república de bananas. Esses juízes não se importam com suas biografias porque sabem que quem vai escreve-las são os golpistas, a Globo, Veja e o Partido da Imprensa Golpista e lá seram honrados, glorificados e exaltados. Só esquecem que hoje essa velha midia golpista tem a internet é os blogs progressistas , jornalistas e historiadores isentos nesse meio para que fique marcadoscomo golpistas e entrem para o lixo da história. Para terror desses golpistas a mídia internacional em peso está denunciando e condenando esse golpe, condenando o judiciário, o STF o MPF a justiça bananeira corrupta preguiçosa covarde ,partidária e seletiva. Esse judiciario corrupto carcomido de plutocratas e defensores desses não terá um dia de paz por serem tudo que são uma merda golpista corrupta, antipovo, antidemocrática e fascista.

  • Provavelmente o STF jamais se responderá ao questionamento, por estar preocupado com interesses próprios, voltado para seu umbigo, como mostra Fernando Brito, no Tijolaço, que, com base na reportagem do Valor Econômico, publicou: O STF e os deputados: o negócio é à vista… Brito salienta, repetindo o que diz o jornal:
    “Nos corredores da Câmara o convite feito aos deputados hoje por Lewandowski para o café é apelidado de “cobrança da fatura” após o STF não interferir nas votações do impeachment pela Casa. Alguns ministros saíram em defesa do processo para reforçar o discurso da maioria dos deputados de que não há o golpe acusado pelos petistas e movimentos ligados ao PT“

  • Passaram do mensalão que não existia a lava jato golpista.
    O petismo acha que os milhões que foram as ruas vão aceitar de boa o fim da lava jato.
    Não entendem e ainda bem que não , que o que se tem hoje é um processo politico novo, não o que existia antes.
    Não importa Temer, não importa Aécio, não importa Dilma, Não importa Lula estes são páginas viradas.
    O socialismo acabou, o capitalismo de compadrio acabou.
    Marcelos Odebrechts da vida não terão poder como hoje tem.
    O Caudilhismo sul americano acabou.
    A vida boa de malandros acabou.
    Agora é reconstruir (ou criar) este país.

    • quem deu o golpe foi o Aécio Neves! vejam a cara de felicidade ao ver que o anastasia será o relator da derrubada de dilma no senado. essa Odete vive no mundo da lua.

      • Ele esta feliz como o torcedor que vê o time adversário perder.
        Aécio , o PSDB não tem tanto poder como você pensa.
        Lógico que vão surfar na onda, qualquer politico faria o mesmo.
        PSDB é a oposição vendida que esta ai para perder para o PT.
        Aos olhos do povo são traidores e vendidos.
        Que oposição é essa que nunca denunciou o petrolão,e as pedaladas?

    • ACORDA. VOCE VIVEU UM PESADELO E AGORA SÓ VAI PIORAR.
      OU REAJA OU MORRE, POIS OS CORRUPTOS VENCERASM OUTRA VEZ.

      – PORQUE O STF “PIPOCOU” NO PROCESSO DO “PITI” DO BANDIDO EDUARDO CUNHA?
      – CUNHA E SEU CHEFE TEMER PROMETERAM APROVAR OS AUMENTOS DOS SEUS SALÁRIOS PARA NÍVEIS ESTRATOFÉRICOS SE ELES “PIPOCASSEM” NO PROCESSO E COLOCASSEM O BANDIDO TEMER NO PODER.
      “NAS GAVETAS DO STF, TODOS TEM UMA FAIXA COM OS DIZERES QUE ERAM REFRÃO NAS MANISFESTAÇÕES DOS COXINHAS.
      “”SOMOS TODOS CUNHA””
      “”SOMOS MILHÕES DE CUNHAS””
      “”SOMOS TODOS PIPOQUEIROS””

      STF ‘NÃO TEM TEMPO’ PARA JULGAR CUNHA, MAS JULGARÁ SE NÓS PODEREMOS OU NÃO ENTRAR NO CINEMA COM PIPOCA COMPRADA FORA.

      http://www.sensacionalista.com.br/2016/04/27/stf-nao-tem-tempo-para-julgar-cunha-mas-julgara-se-voce-pode-entrar-no-cinema-com-pipoca-comprada-fora-pode-rir-a-piada-e-essa/

      Supremo Tribunal Federal julgará se é crime o cidadão entrar no cinema portando um saco de pipocas comprando em outro lugar.

      De acordo com o portal de direito JOTA: A Abraplex entra com “com pedido de liminar, a fim de que seja constitucionalmente garantido aos cinemas vedar o ingresso, nas salas de exibição, de bebidas e alimentos que não tenham sido adquiridos em suas bombonières.

      Como foram derrotados no Superior Tribunal de Justiça, os donos de cinema recorreram ao SUPREMO (STF). O processo foi enviado aos ministros ontem e deverá ser julgado nos próximos dias.

      Enquanto isso, o pedido de afastamento de EDUARDO CUNHA entregue ao STF em 16 DE DEZEMBRO DE 2015, pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot ainda não foi apreciado. Recentemente, Janot enviou ao STF um documento com onze razões por que CUNHA deveria ser afastado. PODE RIR, A PIADA É ESSA.

    • Acabou o caudilhismo sulamericano?? Então me explique os 24 anos do coronelismo do psbd em São Paulo.
      Depois falam mal do nordestino. Não contem comigo para criar ou reconstruir o Brasil. Reconstruir com a bancada evangélica que tem uma lei para ser votada, onde o Brasil deixa de ser laico, para ter aulas de religião e quem não conhecer a Biblia fica reprovado. Sabe quem dará as aulas? Advinhe. Religiões Afro, Budistas, etc, não são consideradas religiões. É só a palavrinha que vale. Teremos, portanto, perseguições. É este país que você quer reconstruir ou criar? Não conte comigo.

  • Edu, a direita conseguiu seu intento. Seus serviçais encrustados no serviço público ja receberam a ordem de parar.
    Mas a nossa luta não acabará jamais, pois não lutamos por um governo ou um partido, lutamos para que a sociedade brasileira se torne mais justa e igualitária. Não estou feliz, mas não baixei minha guarda. Sempre lutei e vou continuar lutando. Conclamo todos os companheiros a fazerem o mesmo.
    Abraço fraterno!

  • Eduardo,
    Fernando Morais, agora, no Facebook;” vocês também estão ficando com o saco cheio do imobilismo diante do golpe iminente ou sou só eu”.

  • Nove crápulas, nove apátridas. O que importa é que irão a Miami, comprar cacarecos, mas viverão como nababos aqui, pois não tem capacidade de ser outra coisa. São os cucarachas vendidos e cuja prole, até a 5a. geração gozaram do luxo que os traíras estão recebendo e isso a custa de sofrimentos dos que pagam estes traíras mas não tem o direito de exigir justiça. Espero que, cada vez que houver uma humilhação de seus empregadores, de juízes, dos homens de bem, da mídia, lembre-se, você está pagando para não ter direito. Agora, neste momento. mesmo, estão dividindo o butim, o regabofe e você, se estiver lá, será apenas, para serví-los.

  • A missão ainda não está cumprida.
    Falta prender LULA.
    Logo logo o Min Teori autoriza o Moro a executar seu maior sonho.
    Vão faltar fogos de artifício para a elite soltar em Curitiba.
    E Moro ganhará um busto na frente do STF.
    Esses procuradores de coisa nenhuma esqueceram de combinar com o povo.
    LULA é hoje sim, o grande líder das massas, mas não é o único.
    Surgirão movimentos de todas as partes que sufocarão os golpistas.
    Não deixarão o traidor comandar o País, e salvar o coro dos corruptos aliados.
    O País não tem mais nenhuma Instituição com credibilidade.
    O MP virou isso aí que todos estão vendo, uma palhaçada.
    Comandado por um Engavetador Geral da República, o Janota, que provou prevaricar por ter deixado o maior bandido de todos os tempos, solto.
    A PF, bem, deixa pra lá…farinha do mesmo saco.
    O congresso nacional, como foi dito intensamente na imprensa nos últimos dias, se revelou um sindicato de ladrões.
    E por fim, o STF, que se acovardou e provou que nunca foi e nunca será a última trincheira na garantia da Constituição.
    Lugar onde reina Gilmar Mendes, não pode ser considerado sério.
    Até porque, o próprio Ex Ministro Joaquim Barbosa chamou o Mendes de comandante de Jagunços.
    Diante desse quadro, vemos que qualquer lacaio como o Temer, monta um golpe para derrubar uma Presidente, e tem o apoio de toda bandidagem nacional, inclusive aquela estabelecida na Fiesp, que financiou o golpe. Ou não???
    A Globogolpe deu conta do recado.
    Restou apenas uma Instituição forte, honesta, e que pode mudar todo esse quadro.
    O povo!
    Uma Instituição que, nas ruas, fará tremer as pernas dos políticos, que desesperados, provavelmente apelarão para a força.
    Nós construímos o Brasil, conquistamos nossa liberdade e nossos direitos a duras penas e muito sangue.
    Teremos que fazer isso novamente?
    Pois aqui estamos.
    À luta Brasileiros !

  • E o Moro disse que não era um besta fera. Só que é.
    Ajudou e muito a aumentar o desemprego e agora sai de cena.
    Eu disse aqui no blog que ele só queria o PT e a Petrobrás e que ele estava se lixando pra quem paga o salário dele.

    É uma besta fera.

  • Edu,

    penso que nas manifestações do dia 1o de maio devem ser uníssonas e altamente sonoras no chamamento do STF à suas obrigações de garantidor do rerspeito ao Estado Democrático de Direito respeitando a CF.
    Manifestações difusas, agora, surtirão pouco efeito!

  • Enquanto isto:

    A resposta constrangedora do dono da Globo a um artigo no Guardian sobre o impeachment. Por Kiko Nogueira

    Paulo Francis dizia que quem escreve cartas para jornais é doido. Francis provavelmente abriria uma exceção para João Roberto Marinho, que de doido não tem nada.
    Eventualmente, de desesperado. Ou de alguém que não aprecia muito ser contrariado.
    O dono da Globo é autor de uma resposta a um artigo de David Miranda no Guardian chamado “A razão real por que os inimigos de Dilma Rousseff querem seu impeachment”.
    No subtítulo: “Corrupção é só um pretexto para os ricos e poderosos que falharam em derrotá-la nas eleições”.
    Miranda lembra que “a maioria dos grandes grupos de mídia atuais – que aparentam ser respeitáveis para quem é de fora – apoiaram o golpe militar de 1964 que trouxe duas décadas de uma ditadura de direita e enriqueceu ainda mais as oligarquias do país. Esse evento histórico chave ainda joga uma sombra sobre a identidade e política do país. Essas corporações – lideradas pelos múltiplos braços midiáticos das Organizações Globo – anunciaram o golpe como um ataque nobre à corrupção de um governo progressista democraticamente eleito. Soa familiar?”
    Continua: “Por um ano, esses mesmos grupos midiáticos têm vendido uma narrativa atraente: uma população insatisfeita, impulsionada pela fúria contra um governo corrupto, se organiza e demanda a derrubada da primeira presidente mulher do Brasil, Dilma Rousseff, e do Partido dos Trabalhadores (PT). O mundo viu inúmeras imagens de grandes multidões protestando nas ruas, uma visão sempre inspiradora.
    Mas o que muitos fora do Brasil não viram foi que a mídia plutocrática do país gastou meses incitando esses protestos (enquanto pretendia apenas ‘cobri-los’). Os manifestantes não representavam nem de longe a população do Brasil. Ao contrário, eles eram desproporcionalmente brancos e ricos: as mesmas pessoas que se opuseram ao PT e seus programas de combate à pobreza por duas décadas.”
    JRM não gostou do que leu e escreveu, ou mandou escrever, um texto publicado pelos editores do Guardian na seção de comentários.
    O contraste com as palavras de Miranda não fica apenas na simplificação para inglês ver do papel da emissora no processo — “com o Grupo Globo repousa a responsabilidade de relatar os fatos como eles aconteceram”, diz ele —, mas num erro de fundamento que explicita a farsa jurídica.
    Marinho confirma Miranda.
    “Tudo começou com começou com uma investigação (chamada Operação Lava Jato), que por sua vez revelou o maior esquema de suborno e corrupção na história do país, envolvendo os principais membros do Partido dos Trabalhadores (PT), assim como líderes de outras partidos da coalizão do governo, funcionários públicos e magnatas dos negócios.
    Muitas dessas figuras foram encarceradas, algumas foram condenadas. todo o processo de investigação foi conduzido de acordo com as regras do direito do Brasil, sob a estrita supervisão de Suprema Corte”.
    Ok. Mas o impeachment não é baseado na Lava Jato e sim nas inefáveis pedaladas fiscais. Ou mudou tudo? Melhor deixar pra lá?
    “O Grupo Globo não apoiou o impeachment em editoriais”, prossegue. Dois exemplos dessa falácia: “O impeachment é uma saída institucional da crise” e “Tempo no impeachment corre contra o país”.
    Por fim, uma demonstração de humildade. “A imprensa brasileira é uma paisagem vasta e plural de várias organizações independentes, 784 jornais diários impressos, 4 626 estações de rádio, 5 redes nacionais de transmissão de televisão, 216 canais a cabo pagos e outra infinidade de sites de notícias”.
    Um comentarista rebateu: “É sofisma especioso, especialmente no que concerne à pluralidade da mídia. Dos 221 canais de televisão mencionadas, a Globo detém 122 deles. Em 1995, eles tentaram censurar o filme ‘Muito Além do Cidadão Kane’”.
    O golpe está consumado, mas a tentativa de legitimá-lo a todo custo está levando seus agentes a malabarismos lógicos patéticos que passam, desde já, para a história.

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-resposta-constrangedora-do-dono-da-globo-a-um-artigo-no-guardian-sobre-o-impeachment-por-kiko-nogueira/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=a-resposta-constrangedora-do-dono-da-globo-a-um-artigo-no-guardian-sobre-o-impeachment-por-kiko-nogueira

    Comunidades Googlemais

    #DILMA-13-PT – Comunidade – Google+
    https://plus.google.com/communities/106949234649663889848

    #Lula2018 – Comunidade – Google+

    Grupos do facebook

    ##MARXISMO-e-FILOSOFIA-de-LINGUAGEM
    https://www.facebook.com/groups/842138192534743/?ref=bookmarks

    #PT-Saudações!
    https://www.facebook.com/groups/516107661890786/

    #DILMA-13-PT
    https://www.facebook.com/groups/1634660190117811/#DILMA-13-PT

  • Dilma Rousseff não enfrentou tempo fácil na entrevista com a bam-bam-bam da CNN, Christiane Amanpour, gravada hoje e que vai ao ar na quinta-feira.
    Publicidade

    Uma amostra da conversa, divulgada no Twitter da repórter, mostra a presidente contra a parede. A pergunta, por si, é um cruzado de direita:
    “Não há jeito fácil de fazer a pergunta: a senhora foi considerada uma das piores líderes do mundo, sua popularidade hoje está abaixo de 10% – e isso é muito, muito baixo –, o impeachment passou no Congresso por uma maioria ampla que surpreendeu até mesmo seus apoiadores, você não parece ter muitos amigos no Congresso. Você acha que vai sobreviver ao impeachment no Senado?”
    Dilma ensaia uma resposta dizendo que popularidade não é razão para impeachment e que os líderes do processo na Câmara têm diversas acusações de corrupção, ao que é cortada:
    “Eu entendo o que você está dizendo, mas você acha que vai sobreviver?”
    Ao que parece, o clima entre a imprensa internacional não está tão favorável quanto o governo tenta fazer crer.

    • “TODO PODER EMANA DO POVO E A VERDADE NOS LIBERTARÁ”!!!

      Estamos em 11 de abril de 2002 e o que acontece neste dia é de estarrecer a qualquer um: o Presidente da Venezuela, Hugo Chávez Frias, é detido por militares GOLPISTAS. O presidente da Federação Venezuelana de Câmaras de Comércio (FEDECÂMERAS), Pedro Carmona, assume a Presidência do país de forma absolutamente ilegal, sem nada que o justificasse, a não ser a “razão” golpista e o desejo dos que não tinham voto, nem apoio popular, e o que se segue, é algo absolutamente inominável. A Assembleia Nacional e o Supremo Tribunal do país, são dissolvidos e a Constituição revogada.
      Imediatamente os EUA e a ESPANHA, reconhecem o novo governo venezuelano, lembra-se daquele reizinho que mandou o Chávez se calar certa vez? Pois é.
      Após 47 horas de extrema tensão por todo o país, no entanto, PEDRO CARMONA, O BREVE, SAIU CORRENDO DO PALÁCIO MIRAFLORES, NÃO SEM ANTES SAQUEAR OS COFRES DO PALÁCIO COM OS BANDIDOS QUE O ACOMPANHAVA, E CHÁVEZ RETORNOU NOS BRAÇOS DO POVO, QUE, QUANDO SOUBE O QUE ACONTECIA, SAIU PARA AS RUAS EM DEFESA DA DEMOCRACIA, DO SEU PAÍS E DO SEU GOVERNANTE. CHÁVEZ RETORNARIA AO CARGO DE PRESIDENTE DA VENEZUELA, SEM QUE A GUARDA LEAL A ELE, TIVESSE QUE DISPARAR UM SÓ TIRO, DEVIDO AO MASSIVO APOIO POPULAR.
      Os fatos que ocorreram na Venezuela e que podemos encontrar muitas semelhanças ao que ocorre no Brasil.

  • Diante desse quadro o nosso aparato judicial, deveria ter os seguintes nomes :

    STF – Sempre Teremos Falcatruas

    PGR – Protegedoria Geral de Tucanos

    TSE – Tribunal Superior de Exceção

  • É PIG! É PIG, É PIGÉ PIG! É GOLPE! É GOLPE, É GOLPE,É GOLPE! PGR!, MPF!, PF!, sérgio moro!, STF! CUNHA!, TEMER!, CÂMARA! SENADO!

    Horda de bandidos, traidores, conspiradores e golpistas.

    A Presidente deve convocar as FAs, destituir os traidores e golpistas e mandar prendê-los todos. E no parlamento, mais da metade deve ser cassada, processada, julgada e condenada pelos diversos crimes cometidos.

  • Esses procuradores gostam de aparecer na foto como justiceiros. Eles , juntamente com o seu chefe , escreveram a história deles de como ajudaram a executar um golpe no país que vai envergonhar muitas gerações deles.

  • A VARA DO MORO DEVERIA SER FECHADA E LACRADA COM TODOS DENTRO.

    – PORQUE O STF “PIPOCOU” NO PROCESSO DO “PITI” DO BANDIDO EDUARDO CUNHA?
    – CUNHA E SEU CHEFE TEMER PROMETERAM APROVAR OS AUMENTOS DOS SEUS SALÁRIOS PARA NÍVEIS ESTRATOFÉRICOS SE ELES “PIPOCASSEM” NO PROCESSO E COLOCASSEM O BANDIDO TEMER NO PODER.
    “NAS GAVETAS DO STF, TODOS TEM UMA FAIXA COM OS DIZERES QUE ERAM REFRÃO NAS MANISFESTAÇÕES DOS COXINHAS.
    “”SOMOS TODOS CUNHA””
    “”SOMOS MILHÕES DE CUNHAS””
    “”SOMOS TODOS PIPOQUEIROS””

    STF ‘NÃO TEM TEMPO’ PARA JULGAR CUNHA, MAS JULGARÁ SE NÓS PODEREMOS OU NÃO ENTRAR NO CINEMA COM PIPOCA COMPRADA FORA.

    http://www.sensacionalista.com.br/2016/04/27/stf-nao-tem-tempo-para-julgar-cunha-mas-julgara-se-voce-pode-entrar-no-cinema-com-pipoca-comprada-fora-pode-rir-a-piada-e-essa/

    Supremo Tribunal Federal julgará se é crime o cidadão entrar no cinema portando um saco de pipocas comprando em outro lugar.

    De acordo com o portal de direito JOTA: A Abraplex entra com “com pedido de liminar, a fim de que seja constitucionalmente garantido aos cinemas vedar o ingresso, nas salas de exibição, de bebidas e alimentos que não tenham sido adquiridos em suas bombonières.

    Como foram derrotados no Superior Tribunal de Justiça, os donos de cinema recorreram ao SUPREMO (STF). O processo foi enviado aos ministros ontem e deverá ser julgado nos próximos dias.

    Enquanto isso, o pedido de afastamento de EDUARDO CUNHA entregue ao STF em 16 DE DEZEMBRO DE 2015, pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot ainda não foi apreciado. Recentemente, Janot enviou ao STF um documento com onze razões por que CUNHA deveria ser afastado. PODE RIR, A PIADA É ESSA.

  • Sempre imaginei que o poder mais corrupto em nosso país é o Judiciário (Quem lhes investigam? Ninguém. Aliás, eles próprios). Só não imaginava que o nível de corrupção fosse tão alto. Além de serem cúmplices…Pasmem! Do EduRATO Cunha!
    Quando as instituições estão em processo falimentar num país, não vejo outra alternativa a não ser fechá-las.
    Punir a todos que deve ser punido, em seguida convocar novas eleições.

  • Lula precisa ter cuidado, muito cuidado mesmo. A ideia deles é incriminar e o prender de qualquer maneira, não importam as consequências desta prisão. Para eles, sem o PT no poder, será fácil demais. Eles têm a mídia golpista. Aliás, a mídia é a responsável direta pelo impedimento da Dilma. Os advogados de Lula têm que ser muito prevenidos para não serem pegos de surpresa. Eles ficam acreditando numa justiça eminentemente partidária.

  • As autoridades americanas estão pressionando a mídia daquele país a mudar o discurso. Doravante o discurso será favorável ao vice. Nada que o poder não corrompa. As autoridades americanas além de apoiarem o golpe, agora obrigam parte da mídia a mudar de lado. Pensam que a oligarquia midiática brasileira não viajou para a América, a fim de distorcer os fatos? Estão todos lá.

  • A Lava Jato vai acabar, como previsto por todos os blogs e sites de jornais progressistas, mas antes de acabar, ela só fará um único e último ato, prender Lula.

    O que a esquerda tem que fazer: continuar lutando contra o golpe, denunciando cada vez mais ao mundo, fazer greves gerais, manifestações o tempo todo, tentar aprovar a PEC para eleição em agosto para presidente e caso o golpe passe, lutar pelo impeachment de governadores da oposição que cometeram pedaladas, pensar em uma alternativa à Lula em 2018, pois sabemos que Lula pode ser preso – se Lula não for preso, lógico que será Lula -, que pode ser Haddad, Ciro, Requião (se sair do PMDB), etc.

  • Que nada, Edu! Acabou de sair no blog Tijolaço que juiz moro e a “tchurma” continuam na sua saga “Operação prender Lula”. Reportagem da jornalista Patrícia Faerman, no GGN, confirma que a República do Paraná não aceita a decisão do Ministro do STF, sr. Teori Zavascki, de avocar para o STF as investigações sobre o ex-presidente Lula e vaza para a imprensa documentos e conclusões para acusá-lo. Pelo visto, após conseguirem derrubar Dilma, as metralhadoras dessa “tchurma” da Lava Jato agora vão se voltar contra Lula e com isso liquidar com o PT. E o STF agora está mais preocupado em se aliar ao Eduardo Cunha para que a Câmara dos Deputados derrube o veto de Dilma sobre os aumentos ao judiciário. Isso também saiu no Tijolaço. Dilma, pelo jeito, virou a “inimiga”, tanto do judiciário como do Congresso, que todos querem derrubar para garantir os seus gordos salários.

    http://www.tijolaco.com.br/blog/patricia-faerman-mostra-como-curitiba-manda-as-favas-o-stf-e-segue-na-operacao-prende-o-lula/

    http://www.tijolaco.com.br/blog/stf-e-cunha-o negocio-e-vista/

  • Cambada de marginal é pra isso quer estão tirando o pt do governo fiquei sabendo q alguns deputados q chamou o cunha de gangeste eu digo mais gângster e ladrão agora esses merdas q falam q são militantes venham mim ameassar filhos da………

  • Operação lava-jato foi uma verdadeira farsa apenas para tirar o PT do poder e não para acabar com a corrupção! Ridiculo, nojento e lamentável!

    Sinceramente Edu, este país só vai melhorar, se o povo pegar em armas e matar todos os políticos e juizes! Não vai ter jeito!

  • Mais camadas de ladrões o Brasil vai da a resposta na urnas colocando alguém q volta a olhar para os pobres eu não sou rico eu quero um governo q olhe para os pobres mesmo pois não sou levado pelo q falam na TV globo não e nem alguns q não sabe nem q bosta é política e sai defendendo a esses merdimhas aí q só rolbam mesmo o quando um partido entra no poder e comerse a olha para os menos favorecidos já tentam o derrubar ,é por isso q eu tenho pena do pobre mesmo q assim como eu sair da seca braba e hoje venceu mais muitos muitos mesmos não tiveram a mesma sorte,obigecao não sou ptistas não mais adimo quem honrou a classe do pobres ….

  • A LJ será encerrada porque já atingiu seu objetivo, derrubar a Dilma. Há uma outra figura que também deverá ir para outro país. É a representante de uma certa embaixada cuja bandeira tem um monte de estrelinhas. Por onde ela passou (Honduras, Paraguai e Brasil) os governos foram derrubados pelos respectivos parlamentos e judiciários. O Maduro que se cuide, provavelmente, é para lá que ela será designada. Ela é a comandante dos golpes ocorridos nas Américas Central e Sul.

  • Depois de um CAÓTICO discurso do beócio BOECHAT, jornalista da Bandeirantes, no joenal CAFE COM JORNAL, agora a pouco, nas telas da BAND, ao vivo, contra as manifestações de hoje no Brasil todo, das movimentos sosciais, em que diz que eles não representam nada por ser pouca gente em cada manifestação e que manifestação boa é quando tem muita gente como foi na PAULISTA, num domingo, onde os coxinhas foram passear numa avenida que é fechada pela prefeitura normalmente naquele horário.
    UMA BOSTA O DISCURSO DO BOECHATO CONTRA A VONTADE DO POVO POBRE BRASILEIRO E A FAVOR DOS COXINHAS FOLGADOS QUE VÃO PASSEAR NA AVENIDA PAULISTA AOS DOMINGOS, INCLUUUSIVE LEVANDO SEUS CACHORRINHO E EMPREGADAS.
    Após sua fala, ele anunciou que a a VARA DO MORO convocou a imprensa brasileira e internacional para hoje à tarde as 14 horas para uma entrevista onde revelação algo que ainda é segredo, e que só vai ser revelado hoje à tarde.
    AGUARDAREMOS ANSIOSAMENTE. É HOJE, DIA 28/04/2016, 14:OO HORAS.

  • Parece que o sangue voltou a correr nas veias: MTST e brigadas fecham avenidas e rodovias em São Paulo e no Brasil. .O PIG nem fala no assunto. A Mídia Ninja cresce em audiência. Falta o MST, CUT, UNE e movimentos sociais. É a hora do tudo ou nada.

  • Pelo andar da carruagem e declarações, eles devem prender o Lula pelo domínio do fato e livrar o Cunha que abocanhou U$ 52.000.000. Afinal, eles precisam garantir 2018.

  • Os sem voto comprovaram quanto poder têm.

    Criminosamente derrubaram a democracia.

    Não largarão o osso nem que a vaca tussa, sabem que jamais serão eleitos.

    STF, PGR, PF, mídia, oposição, FIESP, banqueiros, todos juntos numa corrente invencível.

    Por falar em STF, pegou mal pra caramba a negociação do aumento para o judiciário ( que será aprovado em tempo recorde ) , justamente agora no calor da derrubada da democracia e debaixo da tantas críticas à sua omissão no caso Cunha.

    Resta saber por quanto tempo o país resistirá ao caos que aumenta a cada dia.

    Somente quando tornar-se totalmente ingovernável talvez, talvez, haverá novas eleições para presidente.

    TALVEZ.

  • Não vejo isto como escândalo. Na verdade era previsto. A operação foi usada apenas para tirar o PT do poder. Deve continuar apenas, se for, para criminalizar os principais líderes deste mesmo partido.
    O que sempre me assustou é como o governo e mesmo muitos blogs progressistas demoraram a perceber que esta operação era só isto. Mesmo aqui quantas vezes li que o governo não deveria intrometer na operação, mesmo vendo que o único foco era o próprio governo. A área de inteligência do governo, se existe, nunca foi pró ativa em relação a isto. O fim do processo e o afastamento golpista da presidenta é só um resultado de todo este processo, que ainda inclui destruição da engenharia nacional, enfraquecimento da Petrobrás e perda de direitos dos mais pobres e trabalhadores em geral. O golpe foi dado e bem dado.
    Me lembro que um mote do ultimo golpe militar também previa chamar eleições em seguida. Não acredito que teremos eleições em 2018. O atual congresso aprova qualquer coisa contra o país.

  • Caro Eduardo,

    A Lava a Jato tinha dois objetivos. Um, era derrubar a presidente Dilma; já conseguiu. Outro, prender o ex-presidente Lula. Ainda não o prenderam, mas o desmoralizaram publicamente, conduzindo-o coercitivamente. Certamente esse segundo objetivo será concretizado muito em breve.
    É duro assistirmos um Ministério Público e um Poder Judiciário atuando com viés político e partidário e não podermos fazer nada.
    É duro, também, vermos a presidente Dilma ser defenestrada do poder injustamente. Hoje, percebo no olhar e na fala de Dilma, uma despedida do cargo, embora reconheça que ela seja uma mulher forte, e que não se abala facilmente.

  • ESTARIAM OS JUÍZES DO STF COM MAL DE ALZHEIMER?

    Enquanto o país pega fogo, o STF delibera sobre pipoca no cinema. Por Paulo Nogueira

    Postado em 27 Apr 2016
    por : Paulo Nogueira

    Eduardo Cunha pode esperar

    As redes sociais repercutiram intensamente nesta quarta a agenda do STF.

    A posteridade terá dificuldade em entender. É o triunfo da insanidade.

    Nestes dias dramáticos em que uma jovem democracia enfrenta a iminência de um golpe nascido da vingança de um psicopata metido em múltiplas roubalheiras, o STF deliberou sobre se as pessoas podem entrar com pipoca no cinema.

    Também a questão da meia entrada foi discutida.

    De novo: não é piada.

    Faz mais de quatro meses que o procurador Janot pediu ao STF o afastamento de Eduardo Cunha. Faz ainda mais tempo que as autoridades suíças entregaram, de bandeja, provas de contas secretas de Cunha na Suíça.

    Tais contas significavam não apenas corrupção extrema. Mostravam, além disso, que Cunha mentira sob juramento no Congresso ao dizer que não tinha contas no exterior.

    Em tais circunstâncias, o bom senso – para não falar a decência – impunha que o STF julgasse em caráter de urgência o caso Cunha.

    Mas nada.

    Os eminentes jurados estão ocupando seu tempo com a pipoca no cinema.

    É um escárnio para o Brasil. Uma bofetada. Melhor: uma cusparada.

    Eduardo Cunha teve tempo, graças ao STF, de fazer todas as coisas típicas de seu arsenal de manobras sujas. Acelerou o processo de impeachment na mesma medida em que retardou as ações da Comissão de Ética da Câmara que deve – ou deveria — julgá-lo.

    O pior é que nem Dilma e nem Lula têm como se queixar do STF. Em conjunto, indicaram oito dos onze integrantes da corte que está aí abusando da paciência dos brasileiros.

    Não está nesta conta, evidentemente, Joaquim Barbosa, indicado por Lula e hoje vivendo de palestras. JB, que foi um monstro da plutocracia no Mensalão, hoje é ignorado pela mídia, porque anda falando coisas que nenhum jornal ou revista quer publicar. Ele fez severos alertas, no Twitter, em relação ao impeachment, por exemplo.

    Outro dos nomeados por Lula, Toffoli, hoje um militante togado da direita, disse há alguns dias que falar em golpe é ofender as instituições brasileiras.

    Falei já disso. Toffoli mereceu uma esplêndida resposta de Marcelo Rubens Paiva. Nossas instituições, disse MRP, são uma merda.

    Elas se autodesmoralizam sem que ninguém tenha o trabalho de ofendê-las.

    O STF, por exemplo. Ao darem prioridade a pipocas no cinema em detrimento de Eduardo Cunha, o que os senhores ministros esperam? Receber aplausos, juras de amor e reverência? Pedidos de autógrafos e de selfies na saída das sessões?

    Se tivéssemos instituições respeitáveis não estaríamos na iminência de ver um partido degradante como o PMDB na beira de tomar o poder depois de uma cruzada descarada da plutocracia em nome do “combate à corrupção”.

    E nem teríamos que suportar as pipocas aparecerem no topo da agenda do STF.
    (Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).
    Paulo Nogueira

    Sobre o Autor
    O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mun

  • Darcy Ribeiro e o Brasil dos nossos sonhos
    Tenho me lembrado bastante de Darcy Ribeiro, sujeito que sempre admirei muito, por suas ideias e causas pelas quais lutou com garra e sem trégua. E também pelo modo de ver e interpretar as coisas. Por exemplo, ele sonhava com um Brasil poderoso e…

    “Temos um povo maravilhoso e uma classe dominante horrorosa. Precisamos dar lição a ela, mostrar que é possível construir esse país”.

    Era defensor dos índios, da educação e da cultura brasileira, além de grande escritor e apaixonado pelo Brasil.

    É dele o texto do projeto que criou o Parque Nacional do Xingu em 1961. Foi um dos criadores e primeiro reitor da Universidade de Brasília, com um projeto inovador, INTERROMPIDO PELO GOLPE DE 1964, que fez aquela instituição passar durante anos sendo dirigida por reitores retrógrados, ao gosto dos governos militares. É dele também a criação, quando vice-governador do Rio (o governador era Leonel Brizola), dos Cieps, para pôr em prática educação integral para todas as crianças.

    “Fracassei em tudo o que tentei na vida. Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui. Tentei salvar os índios, não consegui. Tentei fazer uma universidade séria e fracassei. Mas os fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria estar no lugar de quem venceu”.

  • Não vai ter golpe, vai ter luta

    O povo brasileiro, por toda a sua história como povo, nunca travou uma luta coletiva que resultasse em conquista. Houve lutas que fracassaram, tais como a Inconfidência Mineira e tantas outras revoltas onde os lideres foram mortos e as lideranças massacradas. Nem a revolução farroupilha que tanto orgulha os gaúchos foi resultado de mobilização de uma coletividade.

    A maioria das “conquistas históricas” importantes como a independência do Brasil, a abolição da escravatura, a proclamação da república e outras foram feitas não como resultado direto de uma luta coletiva.

    A independência foi um golpe dado pelo próprio imperador, que em seguida voltou à corte em Portugal para preencher a vaga do pai morto.

    A proclamação da república foi um golpe evitando mais mudanças que viriam na sequencia da abolição dos escravos feita no ano anterior, pois o imperador e sua filha, a princesa Isabel não eram mais considerados confiáveis pela elite de então. O primeiro presidente, Marechal Teodoro da Fonseca, era um velho senil que continuava dando “vivas ao imperador”.

    As “conquistas” promulgadas por Getúlio Vargas (CLT, etc…) foram dadas sem o resultado de uma luta coletiva. Por isso é que ficou apelidado como “o pai dos pobres” e não como o “líder dos pobres”

    Mesmo os agricultores familiares existentes principalmente no sul do país receberam de presente as terras, e para pessoas que vieram de outros países e nem tinham uma identificação com o sentimento de nação brasileira. Não foi conquista resultado de uma luta coletiva.

    Os brasileiros são bravos trabalhadores e lutadores, mas não experimentaram ainda a conquista resultado de uma luta coletiva. As lutas de cada brasileiro são individuais e portanto o coletivo ainda não é valorizado como poderia.

    Em outros países a valorização do coletivo e suas conquistas é uma coisa fácil de verificar, pois é um valor cultural adquirido, muitas vezes em duras batalhas.
    Nós, no Brasil ainda temos que desenvolver este valor, mas esta característica cultural é adquirida através de muita luta. Não necessariamente em batalhas sangrentas, mas lutando coletivamente.
    As lideranças surgem quando o povo está disposto a lutar. Este povo lutador forja seus líderes, os empurra e os segue.

    Se quisermos realmente que este novo golpe, travestido de IMPITIM, seja interrompido temos que mostrar a nossa força coletiva. E não se faz isto sentado no sofá da sala ou pelo teclado. É preciso ir para a rua e mostrar a força coletiva, de forma pacífica.

    Os tribunais de justiça só tomarão a decisão a favor do povo quando este povo mostrar que tem mais poder (força) que os estão comandando este golpe.

    NÃO VAI TER GOLPE, VAI TER LUTA. Pela primeira vez na história, este país tem chance de ser vitorioso, se houver luta. Às ruas!! Não podemos esperar pela Dilma, pelo Lula, pelo Congresso, Senado ou o STF. Depende de sairmos do sofá.

    SergioF

  • Assim como no golpe militar de 64, a grande maioria dos ministros do STF, senão todos, apoiam o golpe de 2016. Até o Ministro Marco Aurélio escafedeu-se. O Levandowiski que parecia tão íntegro se acovardou e ficou surdo, cego e mudo diante o clamor pela democracia. Como quem cala consente, posso dizer sem o risco de ser injusta que todos os ministros são cúmplices dessa tragédia brasileira. No àudio que circula nas redes sociais onde conversam o pastor Feliciano e o Bolsanaro, ambos a excrecência da política brasileira, o pastor comenta que o STF deu o maior presente para que o impeachment consumasse. A maioria desses ministro são velhos, o que não é desmérito nenhum, o problema é que se converteram em velhos velhacos. É deprimente olhar para essas figuras que deveriam ser os guardões do estado de direito se revelarem tão sórdidos que mais parecem almas gêmeas do Cunha. Se tivesse chance eu cuspiria em suas caras cínicas.

  • Incrível a falta de sutileza da Lava Jato e de seus porta-vozes no PIG. Só continua para pegar o Lula. Só tem vez quem delatar o Lula.
    Que vida boa para os corruptos e corruptores: ferra o Lula que fica bom pra todo mundo!

  • Não vai ter golpe, vai ter luta
    O povo brasileiro, por toda a sua história como povo, nunca travou uma luta coletiva que resultasse em conquista. Houve lutas que fracassaram, tais como a Inconfidência Mineira e tantas outras revoltas onde os lideres foram mortos e as lideranças massacradas. Nem a revolução farroupilha que tanto orgulha os gaúchos foi resultado de mobilização de uma coletividade.
    A maioria das “conquistas históricas” importantes como a independência do Brasil, a abolição da escravatura, a proclamação da república e outras foram feitas não como resultado direto de uma luta coletiva.
    A independência foi um golpe dado pelo próprio imperador, que em seguida voltou à corte em Portugal para preencher a vaga do pai morto.
    A proclamação da república foi um golpe evitando mais mudanças que viriam na sequencia da abolição dos escravos feita no ano anterior, pois o imperador e sua filha, a princesa Isabel não eram mais considerados confiáveis pela elite de então. O primeiro presidente, Marechal Teodoro da Fonseca, era um velho senil que continuava dando “vivas ao imperador”.
    As “conquistas” promulgadas por Getúlio Vargas (CLT, etc…) foram dadas sem o resultado de uma luta coletiva. Por isso é que ficou apelidado como “o pai dos pobres” e não como o “líder dos pobres”
    Mesmo os agricultores familiares existentes principalmente no sul do país receberam de presente as terras, e para pessoas que vieram de outros países e nem tinham uma identificação com o sentimento de nação brasileira. Não foi conquista resultado de uma luta coletiva.
    Os brasileiros são bravos trabalhadores e lutadores, mas não experimentaram ainda a conquista resultado de uma luta coletiva. As lutas de cada brasileiro são individuais e portanto o coletivo ainda não é valorizado como poderia.
    Em outros países a valorização do coletivo e suas conquistas é uma coisa fácil de verificar, pois é um valor cultural adquirido, muitas vezes em duras batalhas.
    Nós, no Brasil ainda temos que desenvolver este valor, mas esta característica cultural é adquirida através de muita luta. Não necessariamente em batalhas sangrentas, mas lutando coletivamente.
    As lideranças surgem quando o povo está disposto a lutar. Este povo lutador forja seus líderes, os empurra e os segue.
    Se quisermos realmente que este novo golpe, travestido de IMPITIM, seja interrompido temos que mostrar a nossa força coletiva. E não se faz isto sentado no sofá da sala ou pelo teclado. É preciso ir para a rua e mostrar a força coletiva, de forma pacífica.
    Os tribunais de justiça só tomarão a decisão a favor do povo quando este povo mostrar que tem mais poder (força) que os estão comandando este golpe.
    NÃO VAI TER GOLPE, VAI TER LUTA. Pela primeira vez na história, este país tem chance de ser vitorioso, se houver luta. Às ruas!! Não podemos depender da Dilma, do Lula, do Congresso, Senado ou do STF, ou de algum “salvador da pátria”. Depende de sairmos do sofá.

    SergioF

  • Caro Eduardo
    Lava Jato ainda falta uma peça para completar o jogo, prender o Lula.
    Se antes não precisava de provas, após o golpe fica mais fácil ainda.
    O Lava Jato é uma fabrica de esconder corrupção.
    Moro deverá ser santificado como Santo Moro, o santo dos corruptos.
    Cunha é mais um dos muitos braços direitos.
    Outra coisa, muitas vezes durante o dia, não consegui acessar o blog.
    Saudações

    • – Sim, o governo brasileiro cometeu muitos erros, sobretudo na política econômica, e eles contribuíram para diminuir sua popularidade. Isso foi aproveitado por uma intensa campanha dos meios de comunicação da imprensa corporativa. No Brasil, a liberdade de imprensa é uma ficção. Está virtualmente restrita a quatro ou cinco famílias, que são as donas dos principais veículos de imprensa, rádio e televisão. Mas o golpe de Estado estava articulado desde antes da presidenta Dilma ser eleita pela segunda vez. O objetivo era o retorno do ex-presidente Lula, impedir sua eleição em 2018 e mudar toda a sua política externa.

      As manifestações de junho de 2013 foram, sem dúvidas, organizadas por ativistas de ONGs, saídos de cursos de liderança e uso de técnicas de luta não-violenta, conforme os ensinamentos do professor Gene Sharp, autor de From Dictatorship to Democracy. Esses cursos são realizados nas universidades americanas, como Yale e outras, e também dentro da Embaixada dos Estados Unidos.

      O juiz Sérgio Moro, que conduz o processo contra a Petrobras, realizou cursos no Departamento de Estado, em 2007. No ano seguinte, em 2008, passou um mês num programa especial de treinamento na Escola de Direito de Harvard, em conjunto com sua colega Gisele Lemke. Em outubro de 2009, participou da conferência regional sobre “Illicit Financial Crimes”, promovida no Rio de Janeiro pela Embaixada dos Estados Unidos. A Agência Nacional de Segurança (NSA), que monitorou as comunicações da Petrobras, descobriu os indícios de irregularidades e corrupção de alguns militantes do PT e, possivelmente, passou a informação ao juiz Sérgio Moro, de Curitiba, já treinado em ação multi jurisdicional e práticas de investigação, inclusive com demonstrações reais (como preparar testemunhas para delatar terceiros). E para começar um processo de impeachment, bastava inventar um motivo. O clima já existia.

      O juiz Sérgio Moro, que deveria ser submetido a uma investigação sobre suas conexões com os interesses dos Estados Unidos, manipulou os antecedentes, com a desculpa de combater a corrupção, estimulando as classes sociais médias e altas, assim como grande parte da pequena burguesia e do empresariado, que nunca aceitaram de bom grado os programas sociais como o Bolsa Família e outros criados pelo governo de Lula, que foram mantidos pela presidenta Dilma Rousseff. Essas classes médias e altas tampouco conseguiram digerir o fato de ter um operário nordestino como presidente de Brasil.

      O que ocorre no Brasil é também uma exacerbação da feroz luta de classes. A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) gastou milhões de reais na campanha pelo impeachment da presidenta Dilma. A entidade não transparece esses números, mas se calcula que a Fiesp teve um custo de pelo menos cinco milhões de reais em propaganda a favor do impeachment nas edições impressas dos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo, sem incluir o gasto nas edições digitais, suborno de deputados e outros. Houve e há muito dinheiro nacional e estrangeiro correndo no Brasil para financiar o impeachment.

      Moniz Bandeira

      Entrevista completa
      http://outroladodanoticia.com.br/2016/04/28/moniz-bandeira-golpe-tem-caracteristicas-ridiculas-de-um-espetaculo-de-circo/

  • Infelizmente o golpe está vingando não por um lance genial da direita, mas pela covardia, omissão, negligência do governo Dilma e Lula. Replubicanismo ingênuo, escolhas erradas na PGR, STF, enaltecer simbolismo como um primeiro negro no STF, uma maior presença da mulher no STF, a 1ª primeira mulher eleita na Presidência da República. Como já disseram, o Brasil não é para amadores. Você Eduardo logo depois da 1ª eleição da Dilma escreveu um post onde alertava a Presidenta que ela tinha que fazer política porque o cargo o assim exigia, mas o que ela fez? Foi fazer omelete na Globo e se negou todo esse tempo em fazer o principal: “política”, as consequências estão aí. Os governos do PT e o partido até hoje não aprenderam nada em termos de “comunicação” , sempre desprezaram o papel dos blogs, a última entrevista da Dilma com os blogueiros mostra esse desprezo que tiveram com os blogs progressistas.

  • Eduardo, você que acompanha de perto o ministro Lewandovski, saberia dizer por que diabos o magistrado está colocando em pauta temas insignificantes para o país no momento e deixando de lado os que realmente interessam? Ele vai deixar o cargo em breve, será que se acovardou também?

  • Caro Eduardo, ainda falta a Vaza a Jato prender o Lula. Depois disso poderão mandar a fatura para o Tio Sam! De quem é a culpa disso? Da direita? Não. Ela é isso mesmo que está aí: mesquinha, racista, nazista, plutocrática, safada, golpista e sem-vergonha. O que sempre foi, sem nenhuma surpresa. Do MPF? Não. Afinal eles agora passaram a ser mais um poder, com a própria escolha do seu PGR e sendo assim, mandam e desmandam com consentimento de quem abriu mão do poder para eles. Do Juiz Moro? Não. Ele não tem culpa se deram asas para ele, sem nenhum questionamento lá no início da Lava Jato, quanto a sua capacidade de ser o juiz natural de uma ação contra a Petrobras, cuja sede é no RIO DE JANEIRO e não em Curitiba. Da Câmara? Um covil de pilantras que no qual se deve, infelizmente contar com no mínimo 1/3 desses maus elementos e que quando se foi ver a presidente só tinha 137? Do STF? Dos quais 8 dos seus membros foram pessimamente nomeados por Lula e Dilma? A verdade dói mas temos que dar a mão à palmatória. Parece que sou comentarista de jogo jogado, mas já falei isso aqui antes: o Lula é que deveria ter vindo candidato em 2014. A Dilma não tem capacidade política para ser presidente. Ela é honesta? Claro! Mas para conseguir conviver com esses picaretas do Congresso tem que ter estomago e ela não tem. Infelizmente o verdadeiro poder da República está com os bandidos do Congresso Nacional. O “republicanismo” idiota de Lula e Dilma arrasaram com o governo, essa é a verdade. Taí o resultado. Espero que agora o PT tenha aprendido. Antes tarde do que nunca.

  • O que foi que eu sempre disse sobre a golpe a jato!!!!!!!!!!!!!???????? Que não tinha ABSOLUTAMENTE NADA DE INVESTIGAÇÃO(OU DE COMBATE À CORRUPÇÃO. É ATÉ PIADA ACREDITAR O CONTRÁRIO)e que o único objetivo dela era derrubar Dilma, destruir o PT e prender Lula. Já conseguiram o primeiro, é mais fácil chover para cima do que Dilma não ser derrubada pelo Senado e, como disse esse “procurador” com cara de cafajeste(só cara?), em breve conseguirão ao menos o terceiro(o segundo vem no troco). É EVIDENTE QUE VÃO CONSEGUIR O TERCEIRO POR UM MOTIVO BEM SIMPLES : A DIREITA NÃO FEZ TODO ESSE ESFORÇO PARA DAR UM GOLPE DE ESTADO, A GLOBO NÃO GASTOU TANTAS HORAS DOS SEUS MIQUINHOS AMESTRADOS, A PF, O MP, MORO E ATÉ O TCU NÃO GASTARAM TANTOS “REQUERIMENTOS” PARA ENTREGAR O PAÍS DE BANDEJA A LULA EM 2018!!!!!!!!!! Afinal, até uma ameba sabe que Lula, que já venceria em 2018, seria eleito com ainda mais facilidade após o caos que se instalará no Brasil com o desgoverno do ditador Temer. E você acha que eles vão deixar Lula concorrer!!!!!!!!!!!!!!!???????? É evidente que não, porque toda essa ação(não apenas a Golpe a Jato, mas a farsa do “mensalão”, as “manifestações” reacionárias de junho de 2013, a sabotagem da Economia pelos capitalistas, o terrorrismo diário da mídia) FOI POLÍTICAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!! E como política deveria ter sido tratada, ou seja, combatida através das ruas, da opinião pública mobilizada e mobilizando outras pessoas, e não com requerimentos ou babaquices como “republicanismo”, “amor à Constituição” e merdas afins que significaram duas coisas : para uns, foi a expressão de ingenuidade e burrice e para outros, entre os quais incluo o PT, foi a expressão do medo que sentiam em realizar um combate INDISPENSÁVEL!!!!!!!!!!!!! Claro que estou desolado com o golpe, mas o que digo agora sempre foi dito por mim, basta procurar meus comentários desde 2013, ou antes disso, mas infelizmente não fui ouvido, nem por este blog, que insistiu em acreditar na Lava Jato e no MP(pausa para rir)e por fim no “amor à Constituição” de Dalmo Dallari. Agora, deu no que deu. Derrubado um projeto político por um grupo de burocratas ignorantes, um ladrão que preside a Câmara, uma emissora calhorda e deprimente, uma classe média débil mental e o serviço secreto de um paisinho vagabundo e brega. E o pior é que continuaremos na nossa vocação eterna(?) de sermos colônia. Não há o que fazer, a não ser que resolvamos enfrentar o golpe nas ruas, fervendo este país, mas nosso povo, covarde e burro, não fará nada

    • Perfeito! Sempre lia seus comentários e sempre concordei com tudo, mas tentava ser otimista e ouvia os argumentos do Eduardo. É triste ver que você estava certo e ele, enganado. Agora é tarde demais. Certamente Lula será preso antes de 2018 e/ou terá seus direitos políticos cassados para sempre. Que país triste.

  • Edu, considerando composição do nosso senado, e a grande possibilidade de ser aceito o afastamento de Dilma, acredito que nestes 90 dias inúmeros direitos dos trabalhadores e do povo brasileiro serão atacados, podemos listar os mais prováveis. Mas a questão de eleger presidente nas próximas eleições nada modificaria com a péssima qualidade de nossos congressistas, graças principalmente às jornadas de 2013.
    Se queremos mesmo melhorar, só trocando – por completo – aquelas casas. Uma PEC chamando eleições para todos os cargos envolvidos.
    Podemos também lutar pela eleição diretas dos magistrados de todos os níveis, com mandatos finitos não só pela idade mas tb pelo mandato.
    Desenhando para ficar + fácil:em outubro eleger Vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, os 3 senadores, os 27 governadores e o presidente!
    Se não forem gerais, só a presidente, para mim continua GOLPE!

    Saroba

  • Do Conjur:

    Ameaçar testemunhas com o intuito de influenciar o resultado de uma investigação criminal configura crime de coação no curso do processo, previsto no artigo 344 do Código Penal, já decidiu o Tribunal de Justiça do Distrito Federal. No entanto, é difícil imaginar qual é o possível desfecho quando a atitude é do próprio Ministério Público Federal.

    Ameaças veladas, como “se o senhor disser isso, eu apresento documentos, e aí vai ficar ruim pro senhor”, que poderiam estar em um filme policial, foram feitas em plena operação “lava jato”. E em procedimento informal, fora dos autos.

    O cenário é uma casa humilde no interior de São Paulo. Quatro procuradores batem à porta e, atendidos pelo morador — que presta serviços de eletricista, pintor e jardinagem em casas e sítios—, começam a questionar se ele trabalhou no sítio usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se conhece um dos donos do imóvel, o empresário Jonas Suassuna. Ao ouvirem que o homem não conhecia o empresário nem havia trabalhado no local, começam o jogo de pressões e ameaças:

    https://soundcloud.com/conjur-2/procuradores-da-lava-jato-questionam-edivaldo-vieira-parte-2

  • É UM VALE TUDO DA PORRA!

    O áudio está no Conversa Afiada

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/crime-procuradores-tentam-induzir-testemunha-contra-lula

    Crime! Procuradores tentam induzir testemunha contra Lula!
    Vale tudo !

    publicado 28/04/2016

    O Golpe à luz do sol

    De Marcos de Vasconcellos , do Conjur:

    Gravação mostra procuradores da “lava jato” tentando induzir depoimento

    Ameaçar testemunhas com o intuito de influenciar o resultado de uma investigação criminal configura crime de coação no curso do processo, previsto no artigo 344 do Código Penal, já decidiu o Tribunal de Justiça do
    Distrito Federal. No entanto, é difícil imaginar qual é o possível desfecho quando a atitude é do próprio Ministério Público Federal.

    Ameaças veladas, como “se o senhor disser isso, eu apresento documentos, e aí vai ficar ruim pro senhor”, que poderiam estar em um filme policial, foram feitas em plena operação “lava jato”. E em procedimento informal, fora dos autos.

    O cenário é uma casa humilde no interior de São Paulo. Quatro procuradores batem à porta e, atendidos pelo morador — que presta serviços de eletricista, pintor e jardinagem em casas e sítios—, começam a questionar se ele trabalhou no sítio usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se conhece um dos donos do imóvel, o empresário Jonas Suassuna. Ao ouvirem que o homem não conhecia o empresário nem havia trabalhado no local, começam o jogo de pressões e ameaças:

    Procurador: Quero deixar o senhor bem tranquilo, mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente pra depor daqui a alguns dias, e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas…
    Interrogado: Dessas… Sobre o quê?
    Procurador: Sobre, por exemplo, o senhor já trabalhou no sítio Santa Barbara?
    Interrogado: Não trabalho.
    Procurador: O senhor já conheceu o senhor Jonas Suassuna?
    Interrogado: Nunca… Nunca vi.
    Procurador: O senhor já fez algum pedido pra ele em algum lugar?
    Interrogado: Nem conheço.
    Procurador: Então, por exemplo, aí eu te apresento uma série de documentações. Aí fica ruim pro senhor, entendeu?

    A conversa foi gravada pelo filho do interrogado, um trabalhador da região de Atibaia. Os visitantes inesperados eram os procuradores do Ministério Público Federal Athayde Ribeiro Costa, Roberson Henrique Pozzobon, Januário Paludo e Júlio Noronha.

    Nas duas gravações, obtidas pela ConJur, os membros do MPF chegam na casa do “faz tudo” Edivaldo Pereira Vieira. Sutilmente, tentam induzi-lo, ultrapassando com desenvoltura a fronteira entre argumentação e intimidação, dando a entender que dizer certas coisas é bom e dizer outras é ruim.

    Na insistência de que o investigado dissesse o que os procuradores esperavam ouvir, fazem outra ameaça velada a Vieira, de que ele poderia ser convocado a depor e dizer a verdade.

    Procurador: É a primeira vez, o senhor nos conheceu agora, e eventualmente talvez a gente chame o senhor pra depor oficialmente, tá? Aí, é, dependendo da circunstância nós vamos tomar o compromisso do senhor, né, de dizer a verdade, aí o senhor que sabe…
    Interrogado: A verdade?
    Procurador: É.
    Interrogado: Vou sim, vou sim.
    Procurador: Se o senhor disser a verdade, sem, sem problema nenhum.
    Interrogado: Nenhum. Isso é a verdade, tô falando pra vocês.
    Procurador: Então seu Edivaldo, quero deixar o senhor bem tranquilo, mas, por exemplo, se a gente chamar o senhor oficialmente pra depor daqui a alguns dias, e você chegar lá pra mim e falar uma coisa dessas…

    Investigado ou testemunha
    Ao baterem à porta de Vieira, um dos procuradores diz: “Ninguém aqui tá querendo te processar nem nada, não”.

    No entanto, o nome de Pereira Vieira aparece na longa lista de acusados constantes do mandado de busca e apreensão da 24ª etapa da operação “lava jato”, que investiga se o ex-presidente Lula é o dono de sítio em Atibaia, assinado pelo juiz Sergio Fernando Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

    Ao se despedirem, deixando seus nomes e o telefone escritos a lápis numa folha de caderno, os membros do MPF insistem que o investigado escondia algo e poderia “mudar de ideia” e decidir falar:

    Procurador: Se o senhor mudar de ideia e quiser conversar com a gente, o senhor pode ligar pra gente?
    Interrogado: Mudar de ideia? Ideia do quê?
    Procurador: Se souber de algum fato.
    Interrogado: Não…
    Procurador: Se você resolver conversar com a gente você liga pra gente, qualquer assunto?
    Interrogado: Tá.

    Ouça trechos da gravação no final da matéria.

  • Edu, em entrevista ao coxinha Kennedy Alencar o bandido Temer disse que não se impressiona com movimentos sociais, em resumo, ele disse que não está nem aí com os mesmo e para ele essas pessoas não existem.
    Temer BANDIDO GOLPISTA.

  • Eduardo, gostaria muito de saber a opinião do Dr. Dalmo Dallari a respeito desse acovardamento do STF.
    Sinceramente, acho que nem ele imaginava que o STF se rebaixaria tanto…

  • Uma coisa que temos que pensar é o seguinte: Se esta estrovenga deste golpe da direita passar, se o STF não barrar depois que for provocado, está instalado no país um “Parlamentarismo” golpeado.

  • Confesso que no início e até há pouco tempo, fui ingênuo em acreditar que a Operação tinha o mesmo objetivo da “Mãos Limpas” Italiana, no sentido de desestabilizar o sistema político como um todo (o que já seria ruiim) numa espécie de ativismo judicial.

    Detonar o PT abriria um suposto caminho, que facilitaria a quebra de outros partidos também envolvidos no escândalo da Petrobras e/ou das empreiteiras, como forma de barganhar para o Judiciário um maior poder nas negociações anuais de reajustes dos salários e benefícios de seus magistrados/servidores, perante o Congresso e o Executivo.

    Essa aliás, era a opinião do Azenha no Viomundo.

    Confesso que depois destas notícias recentes, tanto da paralisação da Lava-Jato premeditada para Dez deste ano, quanto das tentativas de intimidação de Procuradores que foram à casa de um reles caseiro/faz-tudo, insistindo que ele sabia de algum vínculo entre Lula e Jonas, ficou claro como a água que os procuradores “Lava-jatistas” e Sergio Moro estão direcionados tão somente na PRISÃO (preventiva ou definitiva, não importa) do ex-presidente mesmo sem provas conclusivas ou, muito menos sem denúncia formal previamente acatada pela Vara de Curitiba.

    É muito pior, pois o caminho que irão abrir alternativamente, será o da garantia que a impunidade permaneça dentro do sistema republicano, com uma série de partidos oportunistas e seus fundamentalistas apoiados numa falsa cruzada pela moralidade, enquanto cometem os mais diversos crimes de lesa-pátria.

    Patético o ponto ao qual chegamos. Fomos jogados num vale-tudo político, tão mesquinho, que paralisou o país pela via do parlamento e da Justiça sobre a Presidência, numa espécie de movimento militar de “pinça”. Ou algo assim.
    Enquanto isso, afundamos ainda mais numa recessão onde os programas estratégicos pararam e as expectativas da população continuam no fundo do poço.

  • NOTA:

    As entidades do segmento de Petróleo & Gás, ver com preocupação, nesse momento a possível nomeação para cargos no setor de P&G, de pessoas com o perfil do diretor do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (CBIE), ADRIANO PIRES, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Apesar do seu curriculum, esse senhor só externa profecias catastróficas, cada vez que fala sobre algo no setor cria uma situação ou acontecimento da pior natureza possível e de impactos quase sempre irreversíveis. É um irresponsável, que deve ser evacuado por todos, ainda mais num instante como esse. Esse tipo de elemento não contribui a nada com o País. Esse senhor aproximou-se do candidato Aécio Neves, e agora volta a carga com o atual Vice-Presidente MICHEL TEMER. Nosso futuro Presidente da República, o qual apoiamos. Mas não vamos permitir esse tipo de PICARETA em posição de nada em nosso segmento nunca, muito menos agora. Que precisamos desinfetar tudo. Esperamos que haja bom censo, e preocupação com a Res-Pública.

    AEPET – Associação dos Engenheiros da Petrobras

    CONPETRO – Confederação Nacional do Petróleo, Gás Natural, Biocombustiveis e Energias Renováveis

    IBP – Instituto Brasileiro do Petróleo

    ABESPETRO

    Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios – ABITAM

    Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás – ABPIP

    Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro)

    Organização Nacional da Indústria do Petróleo – ONIP

    ANEFAC – Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade

Deixe uma resposta