É balela que decisões de Moro são mantidas em 2ª instância

Reportagem

dallagnol

 

Você trabalha para alguém? Conhece muito bem essa pessoa? Sabe se ela pode ter se envolvido em algum esquema criminoso? Difícil saber, não é? Você pode trabalhar em uma empresa há anos sem saber o que o seu patrão faz por aí. Agora imagine você correr o risco de pagar por eventuais crimes que o seu empregador possa cometer sem seu conhecimento.

Bem, agora isso pode acontecer.

Aconteceu com Mateus Coutinho de Sá, de 36 anos, quem foi retirado pela Polícia Federal de sua casa nas primeiras horas da manhã de 14 de novembro de 2014 simplesmente por trabalhar para a empreiteira OAS.

Mateus foi um dos alvos da 7ª fase da Operação Lava Jato, batizada de “Juízo Final”. O juiz Sergio Moro havia determinado a prisão de presidentes e executivos de algumas das principais empreiteiras do país, altos funcionários da Petrobras e de operadores financeiros; todos eles chegaram à República de Curitiba alegando “inocência”

Ao menos no caso do executivo Mateus Coutinho de Sá, era verdade. Apesar de ter sido condenado por Moro por corrupção, lavagem de dinheiro e pertencer a uma organização criminosa sob “provas robustas” – no dizer do juiz –, foi absolvido em 23 de novembro, POR UNANIMIDADE, pelos desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Coutinho chegou à cadeia dizendo aos colegas que tudo não passava de um engano e que seus advogados provariam rápido sua inocência, o que não convenceu seus colegas de cárcere.

Pai de uma menina pequena, recomendou à mulher que não a levasse para visitá-lo na prisão para evitar desgastes – afinal, ele tinha convicção de que não ficaria ali por muito tempo. Reclamava repetidamente da saudade que sentia. Ficava deprimido quando se dava conta da ausência dela.

Como os pedidos de liberdade caíam um a um nos tribunais superiores, Coutinho passou a estudar a possibilidade de receber a filha numa visita, mas queria preservá-la dos dissabores de uma cadeia. Fez um acordo com a direção da carceragem e a menina foi vê-lo num dia sem visitas de outros presos.

A sala destinada às visitas fica longe das celas. Mesmo assim os presos ouviram a menina gritar “pai” quando o viu. Segundo um executivo preso na PF, não houve quem não se emocionasse na hora.

Não é difícil prever que a criança ficará com esse trauma pelo resto da vida.

Coutinho também perdeu o emprego na OAS, ficou proibido de manter contato com outros réus e entregou passaporte. Pessoas próximas dele dizem ainda que nesse processo todo perdeu o casamento e ainda sofre preconceito por ter sido preso na Operação Lava Jato.

O caso desse homem é apenas mais um entre os de várias pessoas que poderão ser absolvidas ao fim de seu processo, mas que terão sido punidas injustamente com a mais dura das penas, a privação de liberdade.

Sobre esse caso chocante, outro “super-herói” tupiniquim dado a usar suas convicções em lugar de provas, o coordenador da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, afirmou na segunda-feira 28 que a absolvição do ex-diretor da OAS Mateus Coutinho de Sá mostra que os tribunais estão julgando sem “aquela pressão alegada”.

A absolvição de tribunais superiores revisando decisões do juiz Sergio Moro mostra que o sistema está funcionando. Os tribunais não estão sob aquela pressão que se alegava. Estão efetivamente analisando caso a caso, vendo no entendimento deles quem deve ser condenado e absolvido. A revisão de decisões é algo natural ao sistema“, afirmou o procurador após debate na FGV Direito Rio sobre as dez medidas contra a corrupção proposta ao Congresso.

Não satisfeito, Dallagnol ainda afirmou que os tribunais superiores têm concordado com 95% das decisões de Moro, o que ele julga que seria “Um extraordinário nível de acerto na Operação Lava Jato“.

O nível de desonestidade intelectual desse sujeito é assustador porque faz imaginar quantos mistificadores como ele existem em um órgão tão poderoso quanto o Ministério Público.

A verdade é que Dallagnol está distorcendo fatos de forma inaceitável, criminosa.

Em primeiro lugar, o leitor precisa saber que há cerca de duas centenas de envolvidos na Lava Jato e que a grande maioria não foi sequer julgada em primeira instância, de modo que não se sabe nem ao menos que percentual dos acusados pelo MP e pela PF serão efetivamente condenados por Moro.

Confira, aqui, a lista dos envolvidos na Lava Jato e a situação de cada um

Em segundo Lugar, é jogo de palavras de Dallagnol de que 95% das decisões de Moro têm sido mantidas em segunda instância. O que ele tem conseguido é manter prisões preventivas, mas, por incrível que pareça, segundo o jornal O Estado de São Paulo apenas 3 pessoas foram julgadas em segunda instância.

Isso mesmo: de 21 condenados por Moro, apenas 3 foram julgados. E absolvidos.

Dois anos e seis meses após o início da Operação Lava Jato, apenas três das 21 sentenças do juiz Sérgio Moro em primeira instância tiveram todos seus recursos julgados no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Destas três, duas são de 2014, relacionadas ainda às primeiras etapas da operação.

Três condenados por Moro em primeira instância foram absolvidos em segunda instância. Dois deles permaneceram presos por meses e depois o TRF da 4ª região os absolveu.

Em setembro, a 8ª turma daquela Corte decidiu absolver André Catão, funcionário do doleiro Carlos Charter. Ele permanecera preso por 7 meses.

Na quarta-feira da semana passada, a mesma 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região absolveu dois executivos da OAS condenados por Moro. O supracitado ex-diretor financeiro Mateus Coutinho de Sá e o engenheiro civil Fernando Augusto Stremel Andrade.

Além do jogo de palavras mal-intencionado de Dallagnol tentando vender a tese de que as condenações de Moro estão sendo mantidas, quando, na verdade, os tribunais superiores apenas estão mantendo decisões provisórias como medidas cautelares, o que choca mais é a insensibilidade desse sujeito.

O caso de Mateus Coutinho de Sá é estarrecedor. A vida dele foi destruída e, ao ter sido absolvido por UNANIMIDADE pela 8ª turma do TRF da 4ª Região, ficou patente que o “erro” de Moro foi grosseiro e que não havia porcaria nenhuma de “provas robustas” contra essa pessoa.

Fanático religioso, esperar-se-ia de Dallagnol que se norteasse por princípios cristãos e, após o calvário de Coutinho de Sá, que refletisse sobre um processo que está destruindo vidas de pessoas inocentes, mas, como se vê, o rato de igreja leva sua profissão ainda menos a sério do que a própria “religiosidade”.

67 comments

    • Que estrago foi grande o que, a sabotagem foi grande, a crise política não para, como eu disse que não ia parar mesmo se o golpe vingasse. Enquanto o investidor não souber quem vai governar o Brasil no médio prazo, o país continuará parado. E a situação vai piorar, porque as medidas de Temer vão empobrecer os brasileiros e a economia vai parar ainda mais.

      • ♫ Estou sem trabalho há dois meses, após – sei lá – dois anos de pouquíssimo movimento. Mesmo as grandes empresas trancaram tudo, reduzindo-se ao absolutamente essencial para ficarem com o nariz à tona. Sobrevivo da renda proporcionada pelos investimentos que fiz ao longo de 50 anos de trabalho. Imagino que sua empresa também esteja sofrendo, Edu, e espero que você também tenha reservas para atravessar a loucura acionada pela Lava Jato.
        Mas sobreviveremos; e veremos essas lombrigas de Curitiba resvalarem para a fossa negra da História, rebocando consigo toda a coxinhada e todos os trumpinhos que participaram desse bufê asqueroso de pés-rapados ressentidos…

    • Vai ser pior que nos anos 80, do ponto de vista do empresário não é possível aumentar preços pois perde-se mercado para importados, do ponto de vista de trabalhadores não existe mais overnight ou correção monetária para compensar perdas diversas.

      Basicamente não há demanda, quem poderia gerar demanda (governo) está praticando haraquiri com a PEC 55, logo a única saída é comprar título da dívida do governo e ganhar 14% de Selic… Qual investimento produtivo atual garante algo próximo da Selic? Resposta: nenhum, então pra que investir na economia produtiva e correr riscos?

      Esse é o cenário que vem se arrastando há algum tempo por falta de coordenação entre Fazenda e BC: enquanto o primeiro oferecia isenções tributárias diversas, o segundo aumentava a Selic. Resultado: empresário pegava esse ganho com isenção e comprava título da dívida, com risco zero e rentabilidade garantida, ao invés de reinvestir em produção… Obviamente ia dar merda!

      Para ajudar, nossos queridos concurseiros destroem empresas e a segurança jurídica. Estive no salão do automóvel de Paris e o comentário de representantes de montadores era quase unânime: não há mais demanda no Brasil e participar de compras governamentais não é uma opção por RISCO JURÍDICO ALTO, segundo eles o que acontece com a Petrobrás e empreiteiras é emblemático: se o judiciário é capaz de arruinar a imagem de empresas brasileiras sem se preocupar com as consequências, imagina o que fariam com uma empresa estrangeira?! Aguardem, entre 2017 e 2018 deve ocorrer uma debandada de empresas caso essa palhaçada toda não seja revertida…

  • Edu,

    Às vezes fico me perguntando se, conjuntamente ao obscurantismo religioso desse procurador, a desonestidade intelectual dessa turma decorre de algum problema cognitivo-mental, ou se tudo é pura má-fé mesmo.

    Li com cuidado a denúncia que fizeram contra o Lula. Não para em pé.

    E essa turma de procuradores-talibãs e Sérgio Moro não se fazem de rogados.

    Quiseram instituir em nosso ordenamento penal dispositivos de índole francamente nazi-fascista: teste de integridade para servidores públicos (desde que não seja para a carreira deles); reportante do bem (a institucionalização do dedurismo, já pensou no que daria isso?); utilização de prova ilícita desde que colhida de boa-fé (como aferir a boa-fé do ungido Dallagnol? Alguém inventou a unidade de medida para isso?), etc. Não só não levaram, como saíram com a inclusão da responsabilização de magistrados e procuradores por abuso de autoridade.

    Como se diz aqui em Minas: foram buscar lã no Congresso Nacional com as “desmedidas” e de lá saíram tosquiados.

    Podemos nos preparar para mais reformas nas sentenças condenatórias de Sérgio Moro, e aí vou querer ver as colunistas globais (não consigo ver jornalismo ali), Cristiana Logo, Lo Prete e quetais, elogiando o apuro profissional com que nosso magistrado Savonarola atou.

    É esperar.

    E agora fico sabendo que, depois da destruição feita (ou do serviço entregue a Tio Sam), o tal quer escafeder por um ano para os “esteites”.

    Stella

    • A denúncia contra Lula está sob escrutínio da ONU. Se continuarem forçando a mão o Brasil vai sofrer condenação por violação de direitos humanos do maior líder político de sua história. É doloroso demais.

      • ♫ Tem razão, Edu. Mas é como dizia ao médico aquele personagem de cartoon com uma faca cravada nas costas: “Só dói quando eu rio.”
        Então eu rio; e rirei até morrer, porquê saquei que não adianta me indignar. Faço que nem a Suzanita, frente à indignação da Mafalda perante tudo que via de errado. Digo: “Não posso fazer nada além de me indignar; indigne-se você também e vamos brincar…”

  • Esses “juízes” pouco se importam com a destruição de famílias. Basta lembrar que o procurador Dallagnol comprou dois apartamentos do Minha Casa Minha Vida para fazer especulação imobiliária. Comprou cada uma por menos de R$ 60 mil e as está revendendo a R$ 135 mil, mais que o dobro. A operação não é ilegal, mas temos que perguntar: é ético se aproveitar de um programa direcionado a famílias pobres para faturar?
    Obs.: o tal Dallagnol tem salário de cerca de R$ 30 mil.

      • Sim, Eduardo, o DCM fez até uma entrevista por escrito com Dallagnol. E ele respondeu, na cara dura, que comprou cada um dos dois apartamentos por menos de R$ 60 mil e imediatamente os colocou à venda por R$ 135 mil, ou seja, mais que o dobro.
        Agora você vê: o sujeito ganha R$ 25 mil por mês, mais R$ 4.300,00 mensais de “auxílio-moradia”, mas a ganância é tão grande que ele não teve o menor remorso de fazer especulação imobiliária com um programa social destinado a famílias pobres. Serão duas famílias que não terão sua casa própria, pois os juros “regulares” para imóveis são muito altos, ao contrário dos juros da Caixa para o Minha Casa Minha Vida. Provavelmente os apartamentos serão comprados por alguém com grana, para serem alugados depois.

        • O que esse dallagnol (em minúscula, mesmo; um gnoll – monstro de jogo de RPG tem mais dignidade que ele) fez é imoral ao extremo. Trabalho com movimentos de luta por moradia e vejo o quanto o pessoal sofre por não ter uma moradia digna… Daí me aparece um procuradorzinho crápula desses e ROUBA, na cara dura, a possibilidade de duas famílias conseguirem seu imóvel por um preço justo – sem os abusos do mercado imobiliário.
          Fico com ganas de fazer esse mauricinho passar um “tratamento agradável” à moda medieval – já que ele quer que a gente volte à Idade Média – com direito a empalamentos, esmagametos, dama-de-ferro, e etc…
          Mas o melhor (e mais justo, porque esse horror de tortura não é aceitável nem em um canalha da laia dele) é não lhe causar dano físico nenhum, nem um arranhão, mas tirar todos os ganhos dele, todas as propriedades, e fazer ele passar um tempo morando de aluguel nesses muquifos (sem infra estrutura que preste e longe de tudo) que o mercado oferece para quem ganha mal. Aí ele ia ver o que o povo sem casa passa todo dia.

          • Concordo plenamente! Para eles, o maior castigo é viver como o povo vive.
            É só lembrar da cara de nojo do João Dólar ao tomar um cafezinho de padaria.

  • Trechos da matéria postada por Eugênio Aragão no Blog do Marcelo Auler

    Sobre a força bruta usada pela polícia contra os manifestantes em Brasília e outros assuntos

    http://marceloauler.com.br/a-forca-bruta-e-instrumento-de-puder-dos-ignorantes/

    Um grupinho se incrustou nos palácios e ministérios da capital, sem capacidade de diálogo e de minimamente convencer a sociedade atônita sobre seus propósitos. Prefere mandar a “puliça” atacar indefesos manifestantes a se dar ao esforço da argumentação. Até porque argumentos não há que sustentem a degradação do Brasil a uma republiqueta de atores políticos vaidosos, ambiciosos e gananciosos.

    Não há mais projeto nacional, não há metas nem de curto, nem de médio e nem de longo prazo. A economia está à deriva, por se interessarem seus gerentes públicos apenas por satisfazer as pretensões egoístas de rentistas e especuladores.

    Queda na exportação de gado

    A exportação de gado brasileiro caiu 90% e o setor está em polvorosa. Com certeza, um problema da mais tosca incompetência do desgoverno.

    Ontem um amigo empresário do Norte me disse que a exportação de gado brasileiro caiu 90% e o setor está em polvorosa.

    Com certeza não é um problema de falta de demanda externa, mas sim da mais tosca incompetência do desgoverno, incapaz de abrir novos mercados e de manter os já consolidados.

    A comissão de comércio exterior da Federação Russa, por exemplo, insistiu em vão em se reunir com os técnicos do Sr. José Serra e não recebeu nenhuma confirmação sobre data que estava ficada, desde tempos, para dezembro. A reunião, parece, ficou para depois do carnaval.

    A Embraer atravessa séria crise, de modo a demitir centenas de seus empregados especializados. Os estaleiros construídos para atender às demandas de equipamentos naval para exploração do pré-sal estão estagnados. Milhares de empregos foram riscados do mapa. O governo resolveu desistir do conteúdo nacional no setor.

    A prisão do Almirante Othon

    O Almirante Othon, pai da energia nuclear brasileira foi colocado atras das grades, condenado a 43 anos de reclusão, mais do que a Sra. Susanne Richthofen, que fez matar pai e mãe.

    E, no entanto, pouco interessou aos ávidos acusadores que a administração de meios nessa área estrategicamente sensível não se pode fazer por rotinas comuns, transparentes. Afinal, certos insumos para o programa não se adquirem pela internet pagando com Pay-Pal. Mas isso é muito complexo para procuradores ameganhados.

    Sobre o ministério público e o judiciário

    Enquanto isso o Judiciário e o ministério público estão mais preocupados com seus umbigos, temerosos de qualquer iniciativa legislativa que os venha chamar à responsabilidade.

    Não se vê ação contra esse massacre aos direitos individuais e coletivos, mas somente a cantilena do “combate” à corrupção, do julgamento falso-moralista da classe política, como se o Brasil só agora tivesse despertado para as mazelas do financiamento eleitoral e partidário.

    Juízes, nestes tristes tempos, falam pelo cotovelo. Emitem juízos antecipados sobre processos em curso e até se sugerem a deputados e senadores como seus conselheiros… impressionante a ousadia da burocracia sobre a democracia. O poder que emana do povo já lhes deixou de ser sagrado há muito.

    Não há luz no fim do túnel. A única saída desse estado desesperador é a organização da sociedade civil, para que tome em suas mãos a defesa da Constituição-Cidadã e exija a mudança urgente do desgoverno por um governo legítimo saído das urnas.

    Essa demanda urgente não pode ser desvirtuada com a de setores pouco afeitos à democracia que miram numa eleição indireta em 2017. Tratar-se-ia de mais um golpe dentro do golpe, para manter a sociedade longe do comando sobre seu destino.

    Também não podemos contar com um proativo Supremo Tribunal Federal que venha a reinstituir a presidenta destituída à traição, pois essa corte mais está preocupada com sua própria imagem na mídia conservadora que ajudou a tramar o golpe contra a constituição.

    Tenhamos, pois, esses dois objetivos claros em mente: a defesa da carta maior gestada numa constituinte eleita e a realização já de eleições para presidente. É o único meio de o Brasil sair do lamaçal em que os golpistas o jogaram.

    E quanto aos inimigos da democracia, terão que pagar por seus atos covardes perante a História, que saberá avaliar a gravidade da conspiração por eles praticada contra o País.

  • ♫ Estive uma vez em Curitiba, depois de passar alguns dias em Londrina. As sensações que as duas cidades me provocaram foram chocantemente conflitantes. Londrina me pareceu uma mescla de São Paulo e Rio sem mar, um povo trabalhador e hospitaleiro que, à noite, me levava para tudo quanto era lugar de diversão, ao ponto de eu ter até dificuldade em levantar no dia seguinte. Curitiba me pareceu gélida e provinciana, verdadeira Cudomundópolis acanhada se dando ares de austeridade.
    Esses promotores da Lava Jato incorporaram sem dúvida o espírito da americana Salem que queimou as “feiticeiras”, piorado ainda mais pelo evangelismo que professam. Os vermes que os infestaram assomam-lhes na cara, mormente a cara do Dellagnol e do Lima com suas facies de lombriga…

    • Sou evangélico, mas tenho profunda vergonha de certos “irmãozinhos em Cristo” meus que, sob uma pretensa espiritualidade, cometem as piores atrocidades. Esse crápula dalag-não-sei-o-quê-i é desse tipo. São os fariseus da pós-modernidade. Para eles nunca houve Reforma Protestante, Concílio Vaticano II… Estão ainda vivendo os tempos mais sombrios da Idade Média.

  • Gostaria de saber quem vai ter que pagar as indenizações para as pessoas condenadas indevidamente? Eu que sempre apontei os excessos é que não aceito. Não vai ser barato….

  • Estamos vivendo no Brasil o que na Europa foi a Inquisição, o Santo Ofício, só que no lugar dos religiosos estão os juízes, tudo em nome da justiça, em nome de deus.
    Deus nos livre!

  • Concordo que tem que por um freio neste MP e JUÍZES,eles também tem responder por acusações e perseguições,como no caso do LULA,se acusam sem provas,tem que pagarem,por destruírem REPUTAÇÕES,tem mesmo que acabar,se acham os deuses imunes,ferro neles,e ganham muito,e produzem pouco.

    • Vamos prender você e em troca aumentar ainda mais a pena do Léo Pinheiro. Se você é inocente eu não sei, mas sei que vai concordar comigo que é uma troca justa, aposto.

      • Ui que cara esperto.

        O texto fala sobre as sentenças modificadas. A do leo dinheiro foi AGRAVADA!

        O tribunal não raro modifica mesmo. Se faz certo ou errado nao sei- afinal, são atos de concurseiros jurídicos, trabalhando com base em leis estapafúrdias escritas por imbecis.

        Sei que vocês gostam de recursos- que tal os HC’s do Gil Mendes para o Daniel Dantas? Teria ele corrigido um exagero do “Moro” da ocasião, Fausto de Sanctis????????

        E o xarope do Protógenes, que depois virou “comunista” como Eduardo????

  • O fhc disse que a ponte para o desenvolvimento do Temer nao passava de uma pinguela. Fhc esta certo que será o novo presidente. Mas, não seria um grande desenvolvimento, a economia não entraria nos eixos depois da saída de DILMA? Pelo menos o dono e presidente das lojas riachuelo, que ajudou na campanha contra a Dilma, agora não está satisfeito com a politica economica e quer que o temer saia. Esse “senhor” é acusado de trabalho escravo no nordeste do Brasil. Nao comprar nas lojas riachuelo E UM DEVER DE HONRA.

  • Este funcionário público deve ser exonerado e não ter direito a aposentadoria , como ocorre na polícia militar. Espero que a justiça faça justuca, pois se vão fizerem e o povo que fará com as próprias mãos. Só espero que isso não ocorra.

  • O juiz SERGIO MORO e o procurador DELTAN DALLAGNOL e seus pares são CONTRA a LEI que os inclui no CRIME de RESPONSABILIDADE para JUÍZES e PROMOTORES por achar que eles não precisam ser responsáveis.
    FANÁTICOS RELIGIOSOS ou POLÍTICOS nunca conseguiram serem IMPARCIAIS, HONESTOS ou RESPONSÁVEIS, por tanto devem ser AFASTADOS de FUNÇÕES com PODER sobre as VIDAS das PESSOAS.

  • Faltou você lembrar que esse canalha Dallagnol é “rato” mesmo, na acepção plena da palavra, e entre suas “ratices” encontra-se a de ser “rato imobiliário”. Sugiro a este blog um texto sobre o desmascaramento de Dallagnol como especulador imobiliário, adquirindo imóveis populares do minha Casa, Minha Vida para revendê-los com ágios enormes, numa prática que, se não é ilegal(qualquer um pode comprar imóveis do Minha casa, minha Vida. Não apenas os pobres); é imoral, pois Dallagnol mora em um condomínio luxuoso, poderia valorizar seus recursos aplicando-os no Mercado FinancEiro, mas preferiu adquirir apartamentos populares, que deixarAm de ir para quem não tem casa e foram para um especulador. Sobre sue texto, além de comentar que a minha única dúvida é saber quem é mais canalha, Dallagnol, Moro ou o resto da corja da PF e do MP, incluindo a mídia; preciso te lembrar que mais uma vez você se ilude e acredita em instituições. Os Tribunais Superiores até podem ser técnicos e reformar algumas merdas de Moro, quando atingirem desconhecidos, mas no caso de Lula, ESTÁ TUDO DOMINADO!!!!!!!!!!! Há uma decisão política, que vem de Washington, Moro condenará Lula sem provas e os Tribunais manterão essa condenação. As reformas nas decisões que envolvem pessoas sem importância serão até um aval para dizer, “olha aí, Lula é culpado. Quando o cara não tinha culpa, a gente soltava”….. Por isso, TEMOS CQUE NOS CONCENTRAR NA LUTA POLÍTICA NAS RUAS PARA IMPEDIR A CONDENAÇÃO DE LULA E NÃO PERDER TEMPO COM FASCISTAS DE TOGA, SEJAM ELES QUEM FOREM.

  • ♫ Maria, acho que devemos apoiar o nosso Presidente Temer por estas aguas turvas deixadas pela Dilma, para que em 2018 uma força jovem possa concorrer, aposto no Lorenzoni

  • Será que dá para essa nossa esquerda infantil deixar de ser ingenua e parar de defender esses juízes e procuradores que se acham acima da lei?
    NÃO FAÇAMOS O JOGO DESSES FASCISTAS PANELEIROS!

  • O procurador e fanático Dallagnol se norteia por outros princípios: $$$$$.

    Da mesma forma que o juizeco da região agrícola de Curitiba, prestes a fugir do Brasil, se norteia por princípios que vem da CIA.

    Ainda por cima estes dois canalhas tem como propagandeador de suas ações a Rede Golpe de Televisão, que tem por princípios destruir os direitos sociais e vergar o Brasil aos interesses dos EUA.

  • Um dos seus melhores textos, Eduardo. Parabens. Ajude a sociedade a desmascarar essa farsa religiosa chamada Delagnol. Um repugnante coxinha disfarçado de fanatico religioso ganhando muito dinheiro pago pelo povo….

  • :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos e sabujas sujas a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos e das canalhas direitistas…
    .
    PARA A ENÉSIMA PUTifARIA ( patifaria + putaria ) DA DIREITA:
    Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
    .
    AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:

    Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;

    Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;

    Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;

    Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;

    Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
    .

    Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

    ::
    O fetiche da mercadoria
    ou
    dA coi$ificaçãØ do ser humano
    …………………………………………………para o poetamigo e Doutor em Comunicação Laerte Magalhães
    .
    .
    ..………………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    ……………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    ..………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    ……………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    ..………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    ……………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    .
    ………………………………………………………………………………………(Cláudio Carvalho Fernandes)
    .
    O poema acima (O fetiche da mercadoria…) apresenta-se, no original, em forma de cubo, o protótipo da mercadoria.
    ::
    ::
    O fetiche da mercadoria
    ou
    dA coi$ificaçãØ do ser humano
    ……………………………………………para o poetamigo e Doutor em Comunicação Laerte Magalhães
    .
    .
    ..………………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    ……………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    ..………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    ……………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    ..………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    ……………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    .
    ……………………………………………………………………………………(Cláudio Carvalho Fernandes)
    .
    O poema acima (O fetiche da mercadoria…) apresenta-se, no original, em forma de cubo, o protótipo da mercadoria.
    ::

    Desalienando a ma$$ificação coi$ificante
    .
    É melhor
    Ser um, mesmo que zero, à esquerda
    Do que, títere-palhaço, a-penas (só) faz-ser nú-mero$-$$ à direita
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    Poema Z
    …………………………………………….Para Dilma, Lula e o PT e todas as forças progressistas brasileiras (e mundiais). Sinta-se homenageado/a, também.
    .
    Penso
    Logo(S)
    ReXisto
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    Doce conformismo ?
    Ou
    Da “queda” da poesia para a história
    .
    As coisas são como são
    E não como deveriam ser
    Penar por elas é em vão (ou não)
    (S)E ultrapassa o próprio viver
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::
    ReXistência
    .
    Não deixe que aluguem o seu pensamento:
    Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
    Diga “NãO” à Rede Goebbels
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    (En la lucha de clases)
    .
    En la lucha de clases
    Todas las armas son buenas
    Piedras
    Noches
    Poemas
    …………………………………………….(Paulo Leminski)
    ::
    (Não é a beleza)
    .
    Não é a beleza
    Mas sim a humanidade
    O objetivo da literatura
    …………………………………………….(Salamah Mussa)
    ::
    A existência precede a essência.
    …………………………………………….(Jean-Paul Sartre)
    ::
    .:.

    * 1 * 2 * 13 * 4

    .:.

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  • : * * * * 04:13 * * * *
    : * * * * 04:13 * * * *
    . . . Bra♥♥S♥♥il
    : * * * * 04:13 * * * *
    : * * * * 04:13 * * * *

    Prezado blogueiro progressista EDUARDO GUIMARãES:

    quando vai disponibilizar a possibilidade de ajuda ao Blog da Cidadania através de contribuições mensais recorrentes no cartão de crédito e/ou contribuições avulsas/assinatura ? Já contribuo para vá[email protected] [email protected] mas gostaria imensamente de também poder contribuir para a manutenção financeira deste valoroso Blog da Cidadania. Estamos aguardando ! ! ! !

    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos e sabujas sujas a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos e das canalhas direitistas…
    .
    PARA A ENÉSIMA PUTifARIA ( patifaria + putaria ) DA DIREITA:
    Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
    .
    AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:

    Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;

    Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;

    Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;

    Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;

    Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
    .

    Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

    ::
    O fetiche da mercadoria
    ou
    dA coi$ificaçãØ do ser humano
    …………………………………………………para o poetamigo e Doutor em Comunicação Laerte Magalhães
    .
    .
    ..………………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    ……………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    ..………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    ……………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    ..………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    ……………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    .
    ………………………………………………………………………………………(Cláudio Carvalho Fernandes)
    .
    O poema acima (O fetiche da mercadoria…) apresenta-se, no original, em forma de cubo, o protótipo da mercadoria.
    ::
    ::
    O fetiche da mercadoria
    ou
    dA coi$ificaçãØ do ser humano
    ……………………………………………para o poetamigo e Doutor em Comunicação Laerte Magalhães
    .
    .
    ..………………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    ……………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    ..………………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    ……………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    ..………………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    ……………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØØØ
    …………………………..ma$$ificaçãoma$$ificaçãoma$$ificaçãØ
    .
    ……………………………………………………………………………………(Cláudio Carvalho Fernandes)
    .
    O poema acima (O fetiche da mercadoria…) apresenta-se, no original, em forma de cubo, o protótipo da mercadoria.
    ::

    Desalienando a ma$$ificação coi$ificante
    .
    É melhor
    Ser um, mesmo que zero, à esquerda
    Do que, títere-palhaço, a-penas (só) faz-ser nú-mero$-$$ à direita
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    Poema Z
    …………………………………………….Para Dilma, Lula e o PT e todas as forças progressistas brasileiras (e mundiais). Sinta-se homenageado/a, também.
    .
    Penso
    Logo(S)
    ReXisto
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    Doce conformismo ?
    Ou
    Da “queda” da poesia para a história
    .
    As coisas são como são
    E não como deveriam ser
    Penar por elas é em vão (ou não)
    (S)E ultrapassa o próprio viver
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::
    ReXistência
    .
    Não deixe que aluguem o seu pensamento:
    Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
    Diga “NãO” à Rede Goebbels
    …………………………………………….(Cláudio Carvalho Fernandes)
    ::

    (En la lucha de clases)
    .
    En la lucha de clases
    Todas las armas son buenas
    Piedras
    Noches
    Poemas
    …………………………………………….(Paulo Leminski)
    ::
    (Não é a beleza)
    .
    Não é a beleza
    Mas sim a humanidade
    O objetivo da literatura
    …………………………………………….(Salamah Mussa)
    ::
    A existência precede a essência.
    …………………………………………….(Jean-Paul Sartre)
    ::
    .:.

    * 1 * 2 * 13 * 4

    .:.

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  • Há algum tempo escrevi em um blog, não me lembro qual, que teríamos algumas surpresas agradáveis se investigássemos os juízes, promotores e delegados da lava-jato (o que é um direito nosso e até um dever pátrio). Saberíamos de que natureza é o estofo dessa gente moralista, vingativa e furiosa que foi contratada pelos interesses nacionais e internacionais do neoliberalismo econômico para dar um golpe policial e jurídico no governo, destituir a presidenta, acabar com o PT e prender o Lula. Alguém fez o enorme benefício de descobrir que o futuro pastor Dallagnol comprou dois apartamentos do “Minha casa minha vida” para especulação imobiliária. Argumenta o promotor que isto não é crime. É crime sim, se aproveitar de um programa destinado à moradia dos mais pobres para lucrar em cima, além de ser profundamente imoral. Sugiro à pessoa que descobriu este crime que investigue um pouco mais, pois não é crível que alguém com salário no mínimo entre 30 a 40 mil reais mensais e 14 ou 15 salários por ano se dedique a comprar moradias chinfrim com a finalidade de obter lucro, um lucro que, se for muito bem sucedido, não cobrirá sequer uma mínima parte de se salário mensal. Aí tem! Para que serviriam estes imóveis? Quem iria ou foi morar ali?
    Deveriam continuar esse tipo de investigação com os demais, juízes, promotores e delegados, porque quem se sobressai com fúria santa festejada pelos interesses midiáticos, com uma bíblia debaixo do braço falando em provas obtidas de maneira irregular mas validadas pela boa fé (definir operacionalmente o que é boa fé), costuma ter um passado e uma vida privada cheia de… agradáveis surpresas.

  • Prezado Edu,

    Ontem respondi ao seu e-mail sobre o assunto desta postagem.

    Excelente trabalho. Matou a cobra e mostrou a cobra morta.

    A absolvição por unanimidade em 2ª Instância de 3 condenados pelo Moro ( que disse que havia provas robustas ) , é, para mim, a pá de cal na desmoralização desse fanático tucano.

    Leio tudo que v. escreve desde a época do escândalo desencadeado pelo famigerado Bob Jefferson.

    V. pediu que comentasse no blog.

    De uns tempos para cá tenho lido tudo que me interessa somente o facebook ( sigo o seu blog e vários outros que me interessam ) e também comentado nele.

    Nele meu nome é Totonho Cunha.

    Grande abraço, saúde, para v. , sua família e especialmente para a sua filha especialíssima.

  • Edu,

    Espero que um dia Sérgio Moro e os tresloucados da Lava Jato paguem centavo por centavo e também com sua própria liberdade todo esse mal que eles têm causado ao nosso país. É inadmissível que um país da importância do Brasil fique refém desse grupo tosco e medíocre de procuradores irresponsáveis e moleques.
    Esse Sérgio Moro não tem qualificação psicológica para estar à frente de uma operação que necessitaria serenidade e extrema cautela na adoção de medidas, mas o que esse celerado nos apresenta são arroubos de vaidade e prepotência desmedidamente ensandecida. Ele age assim pois sabe que, diferentemente do que ocorre com qualquer cidadão brasileiro, juízes e procuradores são abençoados pela vitaliciedade e inamovibilidade do cargo, além de jamais perderem seus proventos em caso de prática de qualquer crime. Ou alguém já viu juiz e promotor sendo algemados e levados em cana sob os holofotes de uma mídia tristemente desumana e cruel? Até o Lalau foi preservado e só foi julgado e condenado por conta da grande repercussão de seu caso. Outro juiz que terminou muito bem depois de terminar literalmente com a vida de um pessoa em Sobral, no Ceará, teve como “condenação” a aposentadoria integral e o pagamento de salário mínimo à família do assassinado até que os filhos completassem 21 anos. Enquanto o Ministério Público e o Judiciário não passarem pelos mesmos controles institucionais por que passam o Executivo e o Legislativo, não haverá equilíbrio entre os poderes e nem segurança institucional. Não é possível uma democracia sólida quando o juiz dá a palavra final ou um procurador moleque fica chantageando membros de outros poderes com propósitos nada republicanos. Ou alguém acha que essas ameaças diretas e veladas desses procuradores não se assemelham em nada às que o PMDB vinha praticando quando o PT estava na Presidência da República?

  • Caro Eduardo e navegantes.
    Creio que, dos que aqui comentam e discutem, muitos tem bons princípio religiosos e morais, é claro.
    Então, peço licença para citar uma profecia Bíblica, esclarecendo que não sou nenhum fanático religioso, apenas um estudioso do livro mais lido no Mundo até hoje.
    ” No final dos tempo, muito falsos profetas aparecerão…”
    Estamos presenciando isso já há algum tempo.
    É só prestarmos a atenção no surgimento massificado de seitas, que se dizem religiões, e, acima de tudo, saqueiam o povo em troca de bençãos materiais.
    Só para ilustrar, prestem bem a atenção no tal Malafaia.
    Uso essa ilustração para me referir a esse Procuradorzinho de merd…a, esse idiota.
    Como tantos outros, se esconde atrás de uma seita ou religião, como queiram, para tentar enganar a todos.
    Assim, adquire a simpatia do povo evangélico que vem sendo enganado, sem que perceba claramente o que está acontecendo.
    Seguir a um falso profeta de forma cega, é o mesmo que causar a própria condenação.
    Conheço a Igreja que esse crápula frequenta.
    Não passa de uma elite fascista, que propaga o ódio em cada palavra que profere.
    Daí, que esses ignorantes não fazem ideia do castigo que receberão por desmoralizarem a palavra de Deus dessa forma.
    Esse cidadão, como todos os que foram essa turba da Lava Jato, não merecem nosso respeito, nem como profissionais e muito menos como seres humanos, pois são desprovidos de qualquer sentimento.
    Só enxergam seus próprios interesses, e executam fielmente as tarefas à que foram escolhidos,
    É de se lamentar que estejamos vivendo dias tão negros, e ao mesmo tempo sentir que mudanças estão muito longe de acontecerem.
    Um abraço.

  • “Fanático religioso, esperar-se-ia de Dallagnol que se norteasse por princípios cristãos”:

    Nao, Eduardo. Ele nao eh “religioso” -fanatico ou nao. Ele eh ***evangelico***.

    Eles sao programados pra sabotarem tudo em que encostam por serem aleijados mentais -que eh o que a “religiao” deles faz. (E nao eh diferente aqui tampouco.)

    Dallagnol nao eh “fanatico religioso”.

    Eh fanatico fariseu. Tanto que ganha 12 anos de Bolsa Familia por mes e ainda compra DOIS apartamentos do MCMV aa vista pra imediatamente os colocar no mercado com agio de 70 por cento.

    Esse ai eh fariseu ate o ultimo cabelo do fiofoh.

  • Olá moçada!

    “De 21 condenados por Moro, apenas 3 foram julgados. E absolvidos.”

    De onde veio essa informação? Vi que em 2015 houve outras condenações. Como as de Carlos Habib Chater, Rene Luiz Pereira e Nelma Kodama.

    https://www2.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=noticia_visualizar&id_noticia=11934

    Comecei a debater esse assunto com um amigo que me disse que havia outras condenações em segunda instância. Achei esse link do TRF 4 com essa informação aí. Alguém pode me explicar?

    Edu?

    • Você viu a informação na mídia em outurro. Creio que são recursos mas não são julgamentos em 2a instância. No site da Lava Jato também fala de 3 condenações em 2a instância

  • Uma ação que deveria atender os anseios da população de ver a Justiça atingir os criminosos de “colarinho branco”, se deformou e tornou-se uma ação de perseguição política. Hoje, juiz e procuradores e PFs, sintomaticamente, são os heróis da direita fascista nacional.

Deixe uma resposta