Janot irá prevaricar se não denunciar Geddel

Análise

janot

 

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados acaba de rejeitar por 17 votos a 3 requerimento de convocação do ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) apresentado pelo deputado Jorge Solla (PT/BA) nesta quarta-feira 23.

Essa iniciativa se soma a decisão do presidente Michel Temer de ignorar denúncia do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de que Geddel pediu sua interferência para obter do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) autorização para construir um espigão em área tombada em Salvador.

Executivo e Legislativo se uniram para impedir que o ministro da Secretaria de Governo responda por um crime claro e confesso: um ministro de Estado tentar obter vantagem pessoal e ilícita usando a influência de seu cargo.

Contudo, assim como no caso Eduardo Cunha, o crime de Geddel não poderá ser acobertado só pelo Legislativo e pelo Executivo. Temer e a Câmara dos Deputados tentaram acobertar Cunha, mas o Ministério Público e o STF impediram.

O MP denunciou Cunha e o STF o tirou da Presidência da Câmara – e já estava para tirar seu mandato quando os deputados entenderam que não adiantaria blindarem-no mais e o cassaram.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, demorou demais para acusar Cunha. Esperou ele conduzir o golpe contra Dilma para depois agir.

Janot agiu sob conveniências políticas. Mesmo tendo tomado a medida correta, a demora em agir produziu efeitos nocivos ao país, pois um mandato legítimo de presidente da República foi retirado por conta de uma fraude processual histórica: o impeachment sem crime de responsabilidade ou de qualquer outro tipo.

Agora, Parlamentares de partidos como PT e PCdoB ajuizaram na Procuradoria-Geral da República (PGR) uma representação solicitando que o órgão investigue se o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, cometeu algum crime.

Para os oposicionistas, a postura de Geddel pode configurar crime de advocacia administrativa. Em discurso na tribuna do plenário nesta segunda-feira (21), o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), disse que até o presidente Temer corre risco de processo.

“Se o presidente da República, nas próximas horas, não tomar uma decisão sobre esse ministro, estará incorrendo, claramente, em prevaricação. E aí é crime que pode ser considerado crime de responsabilidade, e será o próprio presidente da República que terá de responder pelo ato do seu subordinado”, disse o petista, para quem o caso é ainda mais grave porque Geddel ocupa a “antessala” de Temer.

Os oposicionistas consideram ainda que o ministro praticou o crime de “concussão”, que consiste no uso do cargo público para obtenção de vantagem particular. Já a prática de advocacia administrativa fica configurada quando o servidor público utiliza as prerrogativas de sua função para defender interesse de terceiros.

Apesar de uma indefinição inicial, a Comissão de Ética da Presidência da República resolveu dar andamento ao procedimento investigativo aberto contra Geddel.

O colegiado havia adiado para dezembro a análise do processo, mas, devido à pressão da sociedade, vai iniciar imediatamente as apurações depois que o conselheiro José Saraiva – nomeado já na gestão de Michel Temer – recuou de seu pedido de vista anunciado na manhã de segunda-feira (21).

Seja como for, está mais do que na hora de Janot tomar uma atitude. É obrigação funcional dele. Tem que exigir apuração desse caso, já que está claro que, no que depender da Câmara e de Temer, Geddel ficará impune.

Além disso, o passado de Geddel – um dos anões do orçamento, de 1993 – autoriza supor que no governo certamente promoverá mais das bandalheiras que promoveu durante sua asquerosa trajetória política.

Esse sujeito é um dos mais fidedignos representantes do que há de pior na política brasileira. Não deixa nada a dever a Eduardo Cunha. Se Janot não cumprir sua obrigação estará colaborando com a postura criminosa da Câmara e do Presidente da República.

37 comments

  • Janot foi uma das personagens mais importantes na concretização do GOLPE. Jamais em tempo algum ele tomará alguma atitude contra seus comparsas golpistas. Ele conta ainda com o aval dos 11 golpistas que se abrigam num tal de STF.

  • Prezados Eduardo Guimarães e leitores do Blog. Infelizmente acho que nada vai acontecer. Falta a nós, brasileiros, aquele tanto de identidade nacional que poderia levar multidões às ruas para impedir que déspotas e vassalos de ocasião destruam nosso país. A gang que assaltou o estado brasileiro conta com a tibiez de nosso povo para fazer o que bem entendem de todas as conquistas sociais desde Getúlio Vargas.

    Somos um país mas não uma nação, não temos identidade nacional. A direita deste país é a mais antinacional e “antipovo” de toda a face da terra. E o nosso povo, deitado em berço esplêndido, observa tudo isso e nada faz. Triste situação a nossa.
    Abraços.

  • Geddel parece ser o principal “operador” do Planalto para a aprovação na Congresso Nacional da meddas de destruição nacional. Vai ser blindado pela mídia golpista até que encontrem algum substituto ou o caso caia no esquecimento. Apenas a pressão das ruas, transformando rapidamente o “Fora Geddel” no “Fora Temer” poderá romper com tal lógica.

  • Edu:
    Esta começando o momento do fim dos golpistas.
    O bom disto tudo:
    Que eles vão ce comer entre si!
    A ganancia deles fala mais alto.
    O bom que nós estamos vendo eles se matar;
    E nós progressistas não precisamos derramar uma gota de sangue.
    Meus amigos o tempo de DEUS é muito diferente do nosso!

  • Ora, Edu, você acha que o Prevaricador Geral da República está preocupado? O que é uma prevaricaçãozinha a mais ou a menos para esse sujeito?

    Um abraço para você e sua família.

  • País podre cheio de ladrões comandando o governo,um MP safado,STF conivente com larápios,o BRASIL está entregue ao banditismo,coitado de nós HONESTOS.

  • Para começar, JAMAIS chame Temer de “presidente”, ele é ditador. E, fica claro que é ditador pois assumiu o mandato desrespeitando a Lei, num processo de impeachment que foi um golpe mal disfarçado, pois não se enquadrou no que a Lei determina para haver um impeachment, e mantém-se no poder com ações autoritárias, que mudam políticas públicas e decisões escolhidas, no voto, ou em grupos de discussões diretas, pela Sociedade. Mas falando sobre o caso de Geddel, VOCÊ PARECE QUE NÃO APRENDEU NADA SOBRE O MP E O JUDICIÁRIO!!!!!!!!!!!!!!!!! ELES TAMBÉM FAZEM POLÍTICA E SÓ ELA!!!!!!!!!! O MP E O JUDICIÁRIO NÃO “RETIRARAM” CUNHA, ENQUANTO O LEGISLATIVO O NEGAVA, COMO VOCÊ COLOCA EM SEU TEXTO, O QUE FAZ PARECER QUE TINHAM ALGUM COMPROMISSO COM A LEI. ELES RETIRARAM CUNHA QUANDO ERA POLITICAMENTE INTERESSANTE FAZÊ-LO, OU SEJA, QUANDO ELE JÁ HAVIA DERRUBADO DILMA, NÃO SERVIA MAIS PARA NADA, A NÃO SER PARA SUA QUEDA ABRIR CAMINHO PARA A PRISÃO DE LULA, QUE SÓ NÃO OCORREU NAQUELA ÉPOCA DEVIDO À PRESSÃO DA SOCIEDADE, MAS CONTINUA COMO OBJETIVO CENTRAL DOS CONSERVADORES. Assim, Gedelzinho só será “denunciado” por esse safado, Janot, se INTERESSAR a eles derrubarem Temer(a queda de Gedde levará à de Temer). Até acho provável que possa interessar, não tenho ainda certeza, vai depender do quanto Temer ainda é útil para fazer o que eles querem, vender o Brasil.

  • A máscara de Rodrgio Janot caiu faz tempo, Janot não é mais exemplo de uma pessoa honesta e digna, ele vai enrolar o tempo que o PIG quiser e somente vai denunciar o canalha Geddel se for interesse do PIG.

  • Moro no Vaticano
    Investigando o Banco Vaticano o Inquisidor Moro chega ao papa Chico,não Francisco, e fala que chegou até ele não pelas provas mas mas pela Fé

  • Edu, a gente sabe que são favas contadas. Não vai dar em nada. Isso é café pequeno diante do golpe de estado que deram. Como disse o Lula: todos acovardados.

  • “Além disso, o passado de Geddel – um dos anões do orçamento, de 1993 – autoriza supor que no governo certamente promoverá mais das bandalheiras que promoveu durante sua asquerosa trajetória política.”

    Seguindo esse raciocínio, qual foi o comportamento dele quando ocupou cargo de ministro da Integração Nacional do governo Lula, entre 2007 e 2010?

  • Prezado Eduardo:

    CORRUPÇÃO : Uma das definições de acordo com o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa : ( Jur. ) disposição apresentada por funcionário público de agir em interesse próprio ou de outrem, não cumprindo com suas funções, prejudicando o andamento do trabalho,etc; PREVARICAÇÃO:
    Quantos processos de políticos e de grandes empresários desta terra de Santa Cruz estão paralisados nas 1°, 2° instâncias e STF e demais repartições públicas desta república aguardando que sejam considerados nulos por decurso de prazo, principalmente se esses políticos pertencerem ao PSDB, DEM e PPS.
    E esse bando de honoráveis senhores que se intitulam autoridades querem ser respeitados pela sociedade. Para esses senhores a sociedade só serve para lhes pagar os altos salários.
    Eles confundem poder com autoridade. É claro que esses caras têm poder mas não tem autoridade.
    PODER = ´” é a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa da sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não fazer.
    AUTORIDADE =” A habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal.”
    ” o poder pode ser vendido e comprado, dado e tomado. As pessoas podem ser colocadas em cargo de poder porque são parentes ou amigas de alguem; já a autoridade não pode ser comprada nem vendida, nem dada ou tomada. Autoridade implica em liderança, caráter” Coisa que para mim falta nas nossas ditas autoridades.

  • Eduardo, desconfio que Janot vai, outra vez, agir como convém à direita. Acho que ele vai ajustar o tempo para o início do ano, quando tucanos planejam derrubar Temer e entronizar o Príncipe dos Sociólogos.

  • Perfeito, caro Eduardo.
    Mas, não há um mínimo de coragem desse PGR para enfrentar a quadrilha que usurpou o poder.
    É só Gilmar Mendes bater o pé, e o PGR sai com o rabo entre as pernas.
    Pelo menos, é o que comprovamos nas ocasiões em que ele “tentou” dar sequências a processos contra Aécio.
    Gilmar os devolveu como um “cala boca” ao PGR.
    Janot é um factoide a serviço do maior golpe sujo já desfechado em uma República.
    Merece nosso desprezo e deverá sim ser julgado por sua prevaricação.
    Vai cumprir sua missão de engavetador até o final do mandato e depois, será apenas mais um Joaquim Barbosa.

  • Enquanto isso em Pindorama…

    Veja o que a quadrilha liderada por Temer está fazendo com o pre-sal

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/enquanto-o-povo-se-distrai-com-as-fofocas-de-brasilia-parente-retoma-o-servico-dos-anos-90-desmancha-a-petrobras-a-preco-de-banana-veja-o-video.html

    Gringos compram a preço de banana partes do bloco de Lula..agora vão sugar tudo com o canudinho

    http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/concluimos-a-venda-do-bloco-exploratorio-bm-s-8.htm

    Estarrecedor o que está acontecendo com nosso patrimonio. Veja a veja de Ricardo Maranhão, no min. 2.09

    https://www.youtube.com/watch?v=i1GslAHhb2Y

Deixe uma resposta