Sim, o Brasil pode se tornar uma Venezuela. Graças à direita

Opinião do blog

caracazo

Não importa quantos fatos incontestáveis a gente mostre sobre a Venezuela, esse bando de energúmenos que se tornou especialista no país vizinho só por assistir a Globo se recusa a enxergar.

No último capítulo (no post anterior), esta página propôs a seguinte questão aos leitores: entre uma pesquisa usada por TODA A COMUNIDADE INTERNACIONAL como REFERÊNCIA para comparar a qualidade de vida entre os povos (O Relatório do Desenvolvimento Humano, apurado pelas Nações Unidas) e uma pesquisa desconhecida feita por grupos políticos venezuelanos, a qual delas você daria mais atenção?

A pesquisa usada pelo mundo para comparar os países diz que a Venezuela é um país de Alto Desenvolvimento e que a qualidade de vida por lá é melhor do que por aqui. Já a pesquisa desconhecida feita por adversários do governo Venezuelano que recebem financiamento em dinheiro dos Estados Unidos diz o contrário, que a Venezuela tem uma pobreza igual ou maior do que a de países miseráveis da África Subsaariana.

O fato é que apareceram pessoas que preferem acreditar na pesquisa fake. E não interessa quantos argumentos incontestáveis tecnicamente você possa apresentar: esses muares se recusam a aceitar todos eles sem se dignarem sequer a procurarem saber do que tratam.

Enquanto isso, todos os centros acadêmicos e de inteligência que não usam estatísticas ou jornalismo para fazer politicagem ideológica assistem, atônitos, à desinformação criminosa sobre o país vizinho.

Semana passada, o diário espanhol El País produziu uma reportagem instigante sobre a Venezuela. O mote, muito simples: “Por que, em Caracas, a maioria dos que protestam contra o empobrecimento não é pobre?”


venezuelanização 1

Basicamente, a matéria mostra que o descontentamento com o governo vem sendo exponencialmente maior nas classes sociais mais abastadas, porque os problemas de abastecimento, a inflação etc. são compensados por programas sociais.

O que ocorre na Venezuela é uma decisão da elite local de não aceitar um governo que, em sua visão, gastava demais com o povo. Bem, a crise pôs fim nisso. O governo venezuelano não tem receita, a direita parou o país com os piquetes violentos que atraem a polícia e geram choques armados entre os dois lados.

Na Venezuela, há muito, impera a insensatez. Este blogueiro foi acompanhando o recrudescimento do ódio ano após ano. Faço isso desde 2002, quando presenciei, in loco, naquele país, uma tentativa de golpe que me impressionou com as medidas que foram tomadas pelos golpistas logo após julgarem que a derrubada do governo era irreversível.

Desde o segundo ano do novo milênio que esta página vem se referindo ao processo de “venezuelanização” do Brasil.

O mesmo ódio entre compatriotas que levou a Venezuela ao ponto em que está, germina no Brasil. Alguns choques entre “coxinhas” e “mortadelas” já se produziram, mas são esparsos. O grosso desse ódio fica na internet, nos bate-bocas entre valentões de teclado, via de regra anônimos que se aproveitam da facilidade de não terem que responder por seus atos para cometer crimes contra a honra.

Mas, como na Venezuela, esse ódio só faz crescer no Brasil. E, em algum momento, a violência retórica da internet começara a se materializar nas ruas.

Na verdade, nos dois anos anteriores o conflito político-ideológico veio sendo inflamado pela seletividade política da Lava Jato e da Mídia, mas não gerou embates críticos porque o lado alvejado pela seletividade jurídico-midiática se desorganizou no âmbito do golpe contra Dilma Rousseff.

Muita gente boa embarcou na discurseira midiática e dos “vingadores” do judiciário, do MP e da PF. Mas essas pessoas começam a acordar.

Nada como o sofrimento – no caso, via empobrecimento acelerado em curso no Brasil – para chamar as pessoas à luz da razão. Por esse motivo que Lula cresce sem parar nas pesquisas.

A direita ainda está muito mais forte. Além de ter o poder de Estado, a mídia e o capital, enfrenta um adversário fragmentado e desorientado pelo golpe, mas que já começa a se rearticular.

E isso não é necessariamente bom. Em algum momento, os abusos da direita – como esculachos de pessoas de esquerda por pessoas de direita em restaurantes etc. – vão começar a gerar reações.

Tudo que os dois lados precisam é de um cadáver. Se um lado se exaltar demais e tirar a vida de alguém, o outro lado vai reagir pela lei de talião e a venezuelanização do país mudará de patamar.

Quem vai fazer isso acontecer não será a esquerda. Foi a direita que se vestiu de golpista e decidiu esmagar quem pensa diferente.

As reformas temerárias deverão providenciar o componente final dessa sopa de ódio que está cozinhando em fogo brando há mais de uma década. A perda de poder aquisitivo que a reforma trabalhista e a terceirização vão gerar colocarão uma parcela mais substanciosa da população a se revoltar.

Menos mal será se a direita for derrotada na eleição presidencial de 2018. Sempre digo que Lula funcionou, no Brasil, como algodão entre cristais. Se não tivesse assumido a Presidência em 2003 e diminuído as tensões sociais com redução da pobreza e da desigualdade, o Brasil teria explodido.

Essas tensões voltam a se acumular graças à decisão clara dos golpistas de tirarem dos pobres o que ganharam nos governos do PT e devolver aos ricos – com juros bem altos, claro, que ninguém é de ferro.

Sim, os golpistas estão transformando o Brasil em uma Venezuela, mas não do ponto da justiça social e, sim, do ponto de vista do clima de ódio entre esquerda e direita.

Vejam o que faz João Doria. Não mede esforços para provocar a esquerda, com vistas a afagar o eleitorado fascista. Corre na mesma raia que Jair Bolsonaro. Disputará a extrema-direita com ele em 2018 – Doria deve ser candidato a presidente mesmo que não seja pelo PSDB.

Esse exemplo de insensatez de gente como Doria ou Bolsonaro, que ficam acirrando os ânimos, pondo lenha na fogueira para lucrar politicamente foi o que fez a Venezuela explodir. Hoje, qualquer discussão sobre política no meio da rua pode terminar em tiroteio.

O povo brasileiro precisa refletir sobre esse clima de ódio. É nesse tipo de Venezuela que o Brasil pode se transformar.  Infelizmente, não será no tipo de Venezuela que acabou com o alfabetismo, reduziu drasticamente a pobreza até 2013 e fez o povo progredir como jamais progredira em cinco séculos de história.

Abre o olho, Brasil. Abram os olhos, golpistas. Vocês podem estar colocando na boca muito mais do que conseguirão mastigar e engolir.

*

 O Blog da Cidadania vai ser modernizado com o apoio dos seus leitores, conforme foi  anunciado recentemente nesta página. Se você quiser colaborar com a construção do novo site e a manutenção do nosso trabalho – que será mais moderno, terá  muito mais conteúdo e ainda estará livre dos comentários fascistas – e puder fazer uma doação de qualquer valor, clique AQUI para doar com cartão de crédito ou boleto ou envie email para [email protected] para doar via depósito em conta corrente.

36 comments

  • A Venezuela é o país com a maior reserva de petróleo comprovada do mundo. Simplesmente isso.
    Caracas era pra ser uma Dubai. A Venezuela era pra ser um Emirados Árabes Unidos.

    No entanto hoje a realidade é bem diferente. Enquanto os EAU tem um pib per capto de US$ 67,871 e se encontram na oitava posição no ranking mundial a Venezuela se encontra na posição 87 com US$ 13,761 (abaixo do Brasil que está na posição 80 com US$ 15,242)

    Os dados são do FMI de 2016
    https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_GDP_(PPP)_per_capita

    E também vocês podem observar que a Venezuela é o terceiro no ranking da violência com uma taxa de homicídios de 57/100mil, abaixo apenas de Honduras e El Salvador.
    https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_intentional_homicide_rate

    A Venezuela se tornou o que é hoje e o Brasil está passando por essa crise não por culpa da direita.
    Afinal quem governa a Venezuela desde 1999 é a esquerda de Hugo Chaves e Maduro. E o Brasil foi governado pelo centro-esquerda petista entre 2002 e 2016.
    Como podem querer jogar a culpa na “direita”?

    O problema maior é que estruturalmente o que a esquerda prega para a economia simplesmente não funciona. E isso não entra na cabeça dos esquerdistas.

    – O estatismo e os monopólios estatais levam ao empreguismo, à corrupção e à falta de competitividade no mercado.

    – Não existe almoço grátis. Tudo que o governo dá a alguns ele tira de outros.

    – Receitas tem que ser maiores ou iguais às despesas.

    • Claro! A culpa nunca é da esquerda.
      Quando estão no governo vá culpa é da direita que sabota o governo. Quando não estão no governo a culpa é da direita que não sabe governar.

      Ainda não entendeu?

    • A) Quais foram as estatais criadas e quais foram os monopólios estatais estabelecidos no Brasil entre 2003 e 2016?

      B) Se tudo que o governo dá para um ele retira de outro, então os que aumentam o patrimônio recebendo os juros da dívida pública estão se apropriando do dinheiro de quem? Ou neste caso não tem problema?

      C) Sendo necessário que as receitas sejam maiores que as despesas quais são as maiores gastos do governo brasileiro e como cortá-los?

      Quanto a comparação EAU X Venezuela. A Venezuela produz em média 2,7 milhões de barris/dia, os Emirados
      3,0 milhões. A população da Venezuela é de 31 milhões de habitantes, a dos Emirados de 9,9 milhões de habitantes. Para se comparar um ao outro deveremos afirmar que 32 barris/dia per capita é exatamente igual a 141 barris/dia… esta pequena diferença de 4,4 vezes não quer dizer nada?

      E como todos sabem, atualmente não adianta aumentar a produção de petróleo para ter ganho equivalente na receita. Estamos com excesso de oferta mundial….

      Acredito que o Seba deveria erguer pelo menos uma das quatro pata do solo, pois do jeito que está pastará eternamente…

      • As reservas de petróleo da Venezuela são bem maiores que a dos EAU.
        Se a Venezuela tivesse tido mais competência estaria vendendo bem mais petróleo que os EAU.
        Não é mesmo? Mas não.
        Pelo jeito é o pessoal que administra o petróleo da Venezuela e certos comentaristas que o defendem com esses argumentos pífios que precisam tirar pelo menos uma pata do chão…

        • A competência a que você se refere é ser um vassalo dos EUA? Um EAU tem distribuição de renda equitativa, onde toda a população se beneficia? O Seboso não quer ver que a renda produzida pelo EAU fica nas mãos de poucos, que no EAU não há liberdade para as pessoas. É outra Arábia Saudita, onde quem contesta o poder das elites é morto sumariamente e com a bênção dos EUA e do Seboso.
          É isto que o Seboso quer para a Venezuela, como quer para o Brasil: países capachos dos EUA com uma população oprimida e sem direitos de reivindicar mudanças sociais, já que isto não é permitido, pois é um atentado ao direito sagrado das elites de explorar.

    • Há um erro crasso na sua análise nos dois casos ao crer que o problema são os governos de esquerda quando na verdade os problemas foram causados pela sabotagem econômica provocada pela direita.
      Isto pode ser visto com clareza no Brasil e o processo é o mesmo na venezuela.
      Uns imbecis escrevem que o caos é culpa do PT quando no final do governo Lula(2010) o PIB do Brasil cresceu 7,5% e continuou a crescer no governo Dilma, menos, mas crescendo.
      Temendo nova derrota eleitoral, que acabou ocorrendo em 2014, a sabotagem econômica e política começou a partir de 2013 se fortalecendo a partir de 2014 com a eleição do Cunha para presidente da câmara(política – com pautas bomba e bloqueio de iniciativas do governo Dilma) e a farsa conhecida como lava jato destruindo as empresas nacionais para derrubar a economia.
      Estes dois fatos estão comprovados por delações feitas pela Odebrecht e pela JBS. Tem também as gravações de sérgio machado com o jucá que foram confirmadas 100% pela realidade.
      Então, quem acusa a esquerda brasileira pelo caos ou é desinformado ou é burro mesmo.

  • ¡Usted es un mentiroso al servicio del Maduro! ¡El pueblo de Venezuela está pasando hambre y sufriendo represión y un payaso como usted está esparciendo mentiras! ¡Usted es un mercenario al servicio de Maduro!

  • Bom dia Edu!

    Eu sempre achei que o Maduro é um governante muito incompetente e imbecil e que não sabe lidar com as adversidades como o Hugo Chavez sabia! Mas nada justifica a tentativa dos EUA em querer intervir militarmente por lá!

    Será a primeira guerra na América Latina depois da Guerra do Paraguai! E temos que ficar de olho com que pode acontecer no Brasil por causa dos golpistas!

    Um abraço!

    • o petróleo EXPLICA tudo ..assim como aqui no BRASIL com a pré sal, a política da Petrobras e sua autonomia com refinarias/produção, e o conteúdo nacional recentes, com LULA-Dilma

      ..mas claro, NADA justifica

      golpe é golpe ..vindo de onde sempre se espera ..dos mano do Norte, estes que JÁ PERDERAM pra China o posto de Maiores do Planeta ..sobrou-lhes então o quintal ..aonde HOJE nós somos as suas galinhas

  • Caro Eduardo,

    É praticamente impossível convencer essa gente. Eu mesmo presencio diariamente pessoas, tanto perto de mim ou quando percorro outros lugares, que nutrem um ódio profundo ao ex-presidente Lula e ao PT. A força da mídia tradicional é muito grande.

  • Umas das criticas mais comuns, usadas por socialistas a fins de desqualificar a economia de mercado é a alegação de que seja um sistema que gera desigualdades.
    Esta desigualdade seria nociva por ser excludente e vetor da pobreza. A partir disto, socialistas defendem a redistribuição de renda, como uma forma de corrigir esta suposta anomalia capitalista. Estas concepções tacanhas são distorções presunçosas da realidade humana que visam justificar a espoliação, destruir o mérito e que apenas produzem a igualdade da miséria. Elas são encontradas facilmente em todo pensamento socialista, desde sua origem.
    O primeiro a criticar a desigualdade de bens fora Rousseau que em sua obra: Discurso Sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdade entre os Homens, culpava a instituição privada pela desigualdade material entre os homens.
    Para ele, o homem passou a desejar mais que “o necessário”, assim acumulando riquezas. Este seria o estopim para os conflitos entre os homens e as nações. Seguindo esta linha de pensamento Marx, acreditava que a desigualdade era fruto do processo de produção capitalista, onde pobres ficariam cada vez mais pobres e ricos cada vez mais ricos. Sua solução: a eliminação da propriedade privada.”
    Diante o fracasso dos ideais comunistas que geraram miséria e servidão na tentativa de abolir a propriedade privada no início do século XX, os socialistas inspirados em Rousseau e Marx se contiveram no conceito de “redistribuição de renda”. Um dos pilares para este conceito fora o calculo desenvolvido pelo economista italiano (e fascista) Corrado Gini através da publicação da obra: Variabilidade e Mutabilidade de 1912, chamado Coeficiente de Gini.
    O Coeficiente de GINI que visa analisar a diferença de renda média entre os 10 ou 20% mais pobres com os 10 ou 20% mais ricos. Para os estudiosos que usam deste calculo, um Gini elevado representa a defesa de políticas redistributivas, como ocorre em diversos países do mundo o que rende severas críticas liberais. A teoria liberal levantam trés considerações a respeito deste tema: 1º desigualdade econômica não sugere pobreza, nem um ajuste negativo na economia, mas algo inerente a natureza humana. 2º Quando há ajustes negativos na economia, a desigualdade social vem acompanhada de pobreza, o que é realmente nocivo. 3º A redistribuição de renda prejudica a produção da riqueza total e retira dos “beneficiados” os incentivos para a produção.
    https://resistenciaantisocialismo.wordpress.com/2013/12/18/desigualdade-e-a-falacia-do-gini/

  • Vc é um exemplo de q a ideologia cega uma pessoa de caráter fraco…

    Suas “análises” tem viés, tem lado…

    Pra vc, a esquerda quer consertar o mundo mas… a direita fascista não deixa!

    Para a esquerda não há responsabilidade, culpa de nada…

    Dilma quebrou o paí… pq a “direita fascista” boicotou o governo dela!

    Maduro quebrou a Venezuela… pq a “direita fascista” é radical!

    Os Castro estão há quase 60 anos comandando a “democracia” cubana, pq são bons de voto… e a situação precária da economia é, adivinhem, culpa do “império do mal” americano!

    A URSS quebrou em 500 pedaços pq… Ronald Regan era mau!

    Vc só sabe pregar pra convertidos… Sem argumentos, sem equilíbrio, sem um mínimo de honestidade factual!

    O q vc faz é simplesmente propaganda… e enganosa!

    • E, no entanto, você entra aqui todo dia pra me insultar. Faça assim, já que eu não tenho argumentos eu o desafio a um debate. A você ou qualquer outro que quiser. Mas tem um detalhe: vai ter que mostrar a cara, dar nome, assumir o que disser. Eu afirmo que faço picadinho de você num debate. E mais: transmito pela internet. Mas você vai ter que se identificar. É homem pra fazer isso?

      • Ricardo, aceite o debate.
        E não tenha medo quando Eduardo Guimarães diz que vai acabar com você no debate.
        Dá uma olhada nas perguntas que ele andou fazendo para o lula e para a Dilma naquelas entrevistas dada aos blogueiros.
        São de chorar. As perguntas são vergonhosamente infantilóides, chegam às raias da imbecilidade. Deu vergonha alheia, tal a idiotice das perguntas, e com uma voz vacilante, ainda por cima.

        É ridículo.

        • É Eduardo, eu não entendo mesmo por que você publica essas agressões absurdas desses asnos contra você. Parece que você não acredita que com isso está alimentando essas bestas humanas em seu desejo de aparecer parasitando seu blog e o excelente trabalho jornalístico que você faz a tantos anos e que foi o que lhe deu a influência e respeitabilidade que você tanto fez por merecer.
          Dá desgosto a gente ver alguém do seu nível perdendo tempo ao responder a esses idiotas e pior ainda, ver as asneiras desses boçais sendo publicadas em seu blog cujos textos tem altíssimo nível, mas que de forma lastimável fica com a sessão de comentários conspurcada por estroinices de néscios.
          Esses merdas nunca vão fazer nada de proveitoso na vida e procuram com essas ofensas apenas serem publicados por você, obtendo com isso um alcance que jamais teriam por si mesmos e assim parasitando o seu trabalho e a sua reputação.
          Quanto mais seu blog se destaca e seu trabalho se consolida, mais ataques grotescos como esses ocorrerão pois as realizações daqueles que tem capacidade atraem o ressentimento e a inveja dos incompetentes.

  • Caro Eduardo
    Os direitistas da Venezuela em nada são diferentes dos daqui.
    Paus mandados do titio Sam.
    Todo apoio ao Maduro.
    Fora Capriles e seus lacaios, fora Temer e seus lacaios.
    Parabéns pelo artigo, Eduardo.
    Saudações

  • “a Venezuela é um país de Alto Desenvolvimento e que a qualidade de vida por lá é melhor do que por aqui.”

    Então explique por que milhares de venezuelanos (pobres) estão fugindo para o Brasil.

    ” Tudo que os dois lados precisam é de um cadáver.”

    Esqueceu do cinegrafista da Band assassinado por blacks bocs ?

    ” Vejam o que faz João Doria. Não mede esforços para provocar a esquerda ”

    Vagner Freitas discursou dentro do Planalto dizendo que iriam invadir na bala. Lula disse que poria o MST, seu exército, na rua.

    ” Abre o olho, Brasil. Abram os olhos, golpistas. Vocês podem estar colocando na boca muito mais do que conseguirão mastigar e engolir.”

    Então você é mais um dos que “ficam acirrando os ânimos, pondo lenha na fogueira para lucrar politicamente”.

  • Prezado Eduardo:

    “Nada como o sofrimento – no caso, via empobrecimento acelerado em curso no Brasil – para chamar as pessoas à luz da razão. Por esse motivo que Lula cresce sem parar nas pesquisas.”

    Há uma frase atribuída a Confúcio “ por três caminhos se chega à virtude: pela reflexão que é a mais simples, pela imitação que é a mais fácil e pela experiência que é a mais amarga”. Por isso alguns desinformados ou masoquistas ou mesmos imbecis precisam sofrer, sentir na carne e na alma as dores das suas decisões.

    “Tudo que os dois lados precisam é de um cadáver. Se um lado se exaltar demais e tirar a vida de alguém, o outro lado vai reagir pela lei de talião e a venezuelanização do país mudará de patamar.”

    Há muitos cadáveres na luta política do Brasil, mas a grande mídia falsifica a história e diz que a luta de sem terras e sem tetos pela democratização do uso da terra – a reforma agrária – e o direito à moradia nada mais é do que coisas de bandidos e ,logo, é tratado como casos de polícias e a sociedade aceita isso de modo passivo.

    A humanidade está passando por uma fase de recolonização e observe que os oprimidos são tratados como terroristas, enquanto os opressores são tratados como defensores da democracia e de mensageiros da civilização. Aqueles que lutam contra o jugo do imperialismo, contra o jugo do capital financeiros, contra a exploração dos seus respectivos países imediatamente são condenados pela grande mídia que diariamente dá uma lavagem cerebral na sociedade e é daí que surgem os coxinhas e os midiotas e você explicitou tão bem na frase “Não importa quantos fatos incontestáveis a gente mostre sobre a Venezuela, esse bando de energúmenos que se tornou especialista no país vizinho só por assistir a Globo se recusa a enxergar”

    Segue abaixo um link que espero que os midiotas experts em Venezuela assistam:

    .a) um áudio de um ex-agente da CIA falando como os EUA escravizam um país.

    b) um áudio de um general americano falando sobre o plano os EUA invadirem alguns países. Todos eles possuidores de reservas de petróleo.

    Não devemos esquecer que a Venezuela tem a maior reserva de petróleo do planeta e não devemos também esquecer que o Brasil descobriu e está explorando o pré-sal.

    Lembrem-se de que os EUA reativaram a IV frota após a descoberta do pré-sal e que o golpista Michel Temer e seus ministros estão acabando com o projeto de construção de submarinos no Brasil.

    Não é por amor ao Brasil que os golpistas estão desmontando de modo acelerado a Petrobrás e toda as nossas grandes empresas na área de infraestrutura.

    Abram o link, ouçam e façam as reflexões e análises :

    http://navalbrasil.com/

  • Edu,

    A transformação no Bananal será mais drástica, pois Dilma focou na inclusão social e Temer sinaliza política assistencialista, diga-se de passagem sem conhecimento de causa. Dentro de dois anos seremos um a nação de miseráveis e passaremos pelo que a França passou em 1889.

  • Prezado Eduardo:

    PIB per capita não é sinônimo de pais desenvolvido.

    imagine que um país tem uma população de 100 e um PIB de 100. Beleza,! o PIB per capita é 1.o coeficiente de gini seria uma beleza.
    Imagine um pais com população 100 e PIB 100, mas, porém, contudo, todavia 1 pessoa é detentora de 90 e os demais, ou seja, 10 é detentora de apena 10. Onde está a distribuição de riqueza .?
    pais desenvolvido é aquele em que todos têm escolas, leitos hospitalares, água encanada, energia elétrica, água tratada .Portanto, não confunda renda per capita com bem estar de uma sociedade.
    Esse importante dado numérico funciona da seguinte forma: é mensurado em um número que vai de 0 a 1, de forma que 0 representa um país totalmente igualitário – isto é, em que toda a sua população possui a mesma renda –, e 1 representa um país totalmente desigual, em que apenas um indivíduo ou uma parcela muito restrita de pessoas concentra toda a renda existente.

    O Brasil possui um dos piores coeficientes de Gini do mundo, ficando empatado com Equador e estando à frente de países como a Bolívia, Camarões e Madagascar, segundo um relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O certame ainda destacou que, entre os 15 países mais desiguais do mundo, 10 deles encontram-se na América Latina.

  • Lula e Fidel Castro criaram o Foro de São Paulo para tentar dar sobrevida ao socialismo, quando esse se esfacelou na Europa, e por onde quer que tenha sido implantado. Obtiveram sucesso ao conseguir que a esquerda tomasse o poder em todos os países da América do Sul, exceto Colômbia. Conforme já se poderia prever, o socialismo ruiu tambem sob o Foro de São Paulo, e na Venezuela o resultado não teria como ser diferente. O socialismo do século XXI, idealizado por Chavez, sucumbiu a uma condução equivocada, populista e ditatorial dos destinos do país, e o que se vê hoje é a pobreza que alcança 82% dos venezuelanos, segundo levantamento das Universidades Simon Bolivar, Católica e Central.

    A esquerda brasileira, desnorteada diante da perda inexorável do poder, busca a todo custo meios de reanimar o moribundo regime bolivariano, pois esse é o que lhes resta para salvar o Foro de São Paulo. Há poucos dias o senador petista Humberto Costa fez uma peroração usando quase as mesmas palavras que lemos nesse blog, culpando a mídia, a direita, os fascistas, por todo o mal venezuelano, numa demonstração clara de orquestração, pena que tomou pela cara uma resposta do Caiado que tão cedo não esquecerá.

    O diário britânico The Guardian, tido como de esquerda, tem matéria esclarecedora sobre o estado de coisas na Venezuela, vale a pena ler, mas está em ingles
    http://www.theguardian.com/commentisfree/2017/apr/05/venezuela-western-socialists-nicolas-maduro-abuse

  • Vocês não se seguram.
    Adoram uma fotografia ridícula para colocar em Pôsteres, ou ainda pior, em camisetas…
    Che ,Fidel, Chavez., Lula….Só falta o Maduro.
    Salvadores da pátria- os “distribuidores”, “justiceiros sociais” e o escambau no começo vão bem mas com o tempo o dinheiro e a produção se vão. É aquela máxima do “dinheiro dos outros”.

    É isso que importa.

  • Concordo com você sobre a venezuelização do Brasil. Pode ser visto a olho nu e está sendo provocada pela direita brasileira, assim como os problemas deles são provocados pela direita de lá.
    Por isto digo que com esta gente não tem conversa ou política, são golpistas e sanguessugas do povo. Não acredito em solução pacífica lá nem cá. Mas,cá, somos mais covardes do que lá senão o pau já tinha quebrado.

    A pergunta também é a mesma para eles e para nós: A quem isto tudo interessa?

    Garanto que não interessa aos venezuelanos nem aos brasileiros.

    A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo e o Brasil que não tinha nada até 2007, agora tem. Foi a partir da confirmação da existência e viabilidade do pré-sal que nossos problemas começaram.

    Reparem que dos países com grandes reservas de petróleo só não tem problemas de guerras, golpes, turbulências internas, aqueles que são ditaduras submissas aos interesses dos EUA ou a Rússia, que não permite norte americanos andando livremente pelo seu território.

  • EDUARDO: Corrija o termo “acabou com o alfabetismo” para “acabou com o analfabetismo”, caso contrário os coxinhas maldosos se agarrarão à isto para dizer que você falou a verdade, mesmo sabendo que foi um erro de digitação.

  • Muito bom.

    “Menos mal será se a direita for derrotada na eleição presidencial de 2018. Sempre digo que Lula funcionou, no Brasil, como algodão entre cristais. Se não tivesse assumido a Presidência em 2003 e diminuído as tensões sociais com redução da pobreza e da desigualdade, o Brasil teria explodido.”

Deixe uma resposta