Abusos contra Lula uniram a esquerda

Destaque, Reportagem, Todos os posts

 

Na antevéspera de viajar a Porto Legre para participar desse momento histórico que será 24 de janeiro de 2018, cumpre-me trazer uma boa notícia aos que têm sede de justiça: os abusos cada vez maiores contra Lula conseguiram o improvável: uniram uma das esquerdas mais divididas do mundo: a brasileira.

Para não dizerem que sou um otimista inveterado – o que sempre dizem porque sou mesmo –, cito matéria da Folha de São Paulo deste domingo 21 de janeiro. Segundo a reportagem, “Por sobrevivência, esquerda tem ‘trégua’ e constrói agenda comum”.

Diz a matéria que, “Sob bênção de Luiz Inácio Lula da Silva, partidos de esquerda buscarão uma estratégia conjunta de sobrevivência a partir da quarta-feira (24), data do julgamento do petista pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre”

A Folha relata que “Com a possibilidade de a condenação do ex-presidente se manter, PT, PC do B, PDT e até PSB promovem uma “trégua eleitoral” e anteciparam para após o Carnaval o lançamento de um programa com vistas a uma aliança no segundo turno do pleito —ou mesmo no primeiro.

O jornal diz que o PSOL tem acompanhado as discussões na condição de observador. Está certo, mas há outros sinais animadores no PSOL. Antes de falar deles, vale explicar por que a Folha diz que “até o PSB” está participando da tal “trégua” eleitoral.

O PSB é um partido que, apesar de ter a palavra “socialista” na sigla, há muito vem se aliando com a direita demo-tucano-midiático-jurídica. Porém, mesmo o partido do aliado de Alckmin Marcio França já começa a perceber que se o Brasil não ter uma guinada à esquerda, vai acabar em uma extrema-direita de Bolsonaro para baixo.

Como relata a matéria da Folha, o PSB está conversando com o PT para uma aliança que pode se consolidar até mesmo no primeiro turno da eleição presidencial.
As discussões, basicamente, giram em torno do fato de que a esquerda será dizimada se se dividir nestas eleições. Um PSOL da vida, por exemplo, iria sumir.

Por essa razão, lideranças desse partido, eternamente antipetistas e antilulistas, andaram dando declarações favoráveis a Lula. Marcelo Freixo chegou a gravar um vídeo defendendo o direito de Lula ser candidato. Já a ultra antipetista Luciana Genro deu à Folha a seguinte declaração:

“É um absurdo que Lula (PT) esteja sendo julgado enquanto o Michel Temer (MDB) é presidente, enquanto o Aécio Neves (PSDB) é senador, enquanto grande parte dos políticos ligados ao governo estão envolvido em tenebrosas transações, e só o Lula está sendo julgado. O PSOL tem uma posição pela defesa do direito do Lula ser candidato, e eu defendo essa mesma posição”

Recentemente, o PSOL divulgou nota em que defende o direito de Lula ser candidato.
Mas a proposta feita pelos petistas à esquerda é tentadora. Lula apoiaria o consenso que se formar na esquerda caso ele não possa ser candidato. Mesmo que esse candidato que a esquerda escolher não seja petista.

Seja como for, a união da esquerda pode produzir uma coalizão avassaladoramente forte. Talvez a aliança mais forte de centro-esquerda que já se produziu, pois não terá a esquerda radical sabotando como sempre ocorre nas eleições em qualquer nível.

A direita, por sua vez, está cada vez mais dividida e perdida. O outsider Jair Bolsonaro gera calafrios no empresariado, na mídia, em todo o establishment por sua ignorância e truculência. Um presidente como esse acabaria com o investimento privado nacional e estrangeiro no país. As trevas em que estamos metidos ficariam mais escuras.

Além de tudo isso, um dos três desembargadores que irão julgar Lula nos próximos dias parece estar indócil com os golpistas. Está se recusando a destruir a própria biografia e a própria respeitabilidade para atender aos interesses de grupos políticos.

Tudo parece estar se ajeitando para permitir uma vigorosa campanha progressista sob o mote de resgatar direitos dos trabalhadores, programas sociais e a respeitabilidade do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, além do Ministério Público, infectados por picaretas que posam de heróis para atender a grupelhos políticos de extrema direita.

O próximo capítulo será em Porto Alegre.

*

Assista, abaixo, reportagem em vídeo sobre o tema e, em seguida, leia mensagem do Blog da Cidadania para você.

UM MINUTO DA SUA ATENÇÃO

Apoie o Blog da Cidadania. O site tem custos – equipe técnica, hospedagem, cobertura (telefonemas, deslocamentos). Assinar um dos primeiros blogs políticos do país, que já existe há 13 anos, é forma de militância política. Há várias formas de assinar. Confira, abaixo. E obrigado pelo apoio. 

PARA ASSINAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO MENSALMENTE, CLIQUE NO LINK https://www.mercadopago.com/mlb/debits/new?preapproval_plan_id=282c035437934f48bb0e0e40940950bfAQUI 

PARA ASSINAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO UMA SÓ VEZ, CLIQUE NO LINK https://www.vakinha.com.br/vaquinha/financie-o-jornalismo-do-blog-da-cidadania

PARA FAZER DEPÓSITO EM CONTA, ENVIE E-MAIL PARA [email protected]