Folha ataca Bolsonaro por achar que herdará votos de Lula

Análise, Destaque, Todos os posts

A mais recente edição dominical da Folha de São Paulo (7/1) traz duas matérias que mostram por que o establishment conservador brasileiro está expondo desastrosamente o SEU Poder Judiciário diante do mundo apenas para impedir que o povo coloque Lula no Palácio do Planalto de novo.

A primeira matéria diz respeito ao pré-candidato a presidente da República Jair Bolsonaro.

Na primeira página, a centro-direita brasileira ataca frontalmente a extrema-direita ao acusar o extremista Jair Bolsonaro de ter enriquecido na política, em contraposição ao seu discurso sobre nunca ter se envolvido em corrupção, apesar de ter ficado no partido mais envolvido na Lava Jato, o PP de Paulo Maluf, até que esse partido fosse desmascarado.

A explicação desse ataque tão contendente a Bolsonaro reside no editorial “Fazer o quê?”, publicado no mesmo dia. No texto, o jornal lamenta a fragilidade da pré-candidatura do preferida pela mídia, pelo mercado financeiro e pelo grande empresariado, a candidatura de Geraldo Alckmin.

O jornal ataca Bolsonaro por uma razão óbvia: a mídia o culpa por sua candidatura preferida não estar deslanchando. Acha que ele roubou as intenções de voto que viabilizariam Alckmin nas pesquisas.

A mídia, o mercado financeiro e o grande empresariado até flertaram com Bolsonaro, mas descobriram uma pessoa tosca, assustadoramente despreparada, que não tem ideias sobre nada, que baseia seu voluntarismo eleitoral em um amontoado de frases feitas, sem qualquer profundidade.

Bolsonaro não é um risco para a esquerda, é um risco para o Brasil inteiro, inclusive para sua elite branca.

Mas não se anime, você que é de esquerda. Bolsonaro ameaça os ricos porque sua mediocridade e desconhecimento sobre tudo pode desmoralizar o Brasil de uma forma que afundará sua economia ainda mais do que foi afundada pela guerra contra Lula e o PT, que sabotou o país para tirar a esquerda do poder.

A mídia tenta afundar Bolsonaro porque já dá como favas contadas que ele herdaria os votos de Lula, após o Poder Judiciário fazer o servicinho sujo de condenar o ex-presidente sem provas para impedi-lo de se candidatar e vencer a eleição presidencial de 2018.

O editorial se desmancha em elogios às “reformas anti-povo” de Temer – como a reforma trabalhista, entre outras – e lamenta que candidatos identificados com elas estejam fadados a não se elegerem. E termina se lamuriando por estar vendo que se Lula não concorrer, seus votos podem ir até para Bolsonaro, mas não irão para o candidato do PSDB que vier a disputar.

Confira, abaixo, o editorial citado

 

 

  • Avelino de Oliveira

    Caro Eduardo
    Assisto de camarote VIP, a briga entre esses canalhas.
    Aproveito para vomitar sobre o vomito da direita, também alcunhado de Alckmin.
    A direita não tem candidatos, tem mercenários.
    Saudações

    • Blog da Cidadania

      nem fale

  • RALFO B PENTEADO

    A folha é conivente com a quadrilha PSDB do quadrilhao. Não assine a folha que trabalha para a grana que é desviada do povo.

  • eder

    O PROGNÓSTICO LULA
    Gustavo Conde – Músico, linguista e professor.

    Aos que preveem que o GOLPE IRÁ DURAR 20 ANOS, EU PEDIRIA PRUDÊNCIA. O Brasil tem essa característica única. Tudo é tão bagunçado que o Imponderável de Almeida mora aqui e torce pelo Flamengo. Quem faria a previsão de que o Brasil teria 13 anos de soberania e democracia plenas?
    Convém não jogar a toalha.
    Convém não subestimar a população.
    Convém não subestimar o PT.
    Convém NÃO SUBESTIMAR LULA.
    Eu não estou sendo otimista, estou sendo contra pessimista (em lógica, dá no mesmo, mas em retórica, não). O golpe aqui é avacalhado. Ele se sustenta com a imprensa, que, por sua vez, sim, é mais organizada (Organizações Globo).
    O Tio Sam também dá uma força tremenda, tal é o nível de dinheiro fácil em DÓCEIS ACORDOS JUDICIAIS SEM CONDENAÇÃO que eles podem ter por aqui. Fora o resto.
    Com base nesses dois elementos, imprensa brasileira e quinto escalão do esperto governo americano, o prognóstico de 20 anos de golpe – admito – faz algum sentido.
    Mas o governo mesmo, os atores principais, MBL, PSDB, Temer e Cia SÃO TODOS TRAPALHÕES. ELES MAL SABEM LER, QUIÇÁ FAZER A MANUTENÇÃO DE UM GOLPE DE ESTADO. Há de se ter um mínimo de Q.I. para isso.
    Peço, portanto, respeito à história. Respeito a essa entidade que emana diretamente do povo chamada Lula.
    Reparem o que ele aguentou até aqui.
    Reparem o que ele já fez pelo país.
    Reparem a total divergência dos prognósticos que se fazem a ele para com o que, de fato, acontece.
    Por exemplo:
    Muitos imaginavam que Lula iria pedir asilo político.
    Muitos imaginavam que Lula iria morrer (o cara tá jogando bola).
    Muitos imaginavam que Lula iria ficar deprimido.
    Muitos imaginavam que Lula iria fazer um acordo. Ficou só na imaginação.
    Quem imaginaria que Lula iria resistir a essa brutalidade judicial?
    Quem imaginaria que esse mesma brutalidade o deixaria mais forte ainda?
    Quem imaginaria que todos os seus perseguidores estariam encurralados pela história?
    Quem imaginaria que a narrativa do golpe se encaminharia para o Lula simbolicamente mais poderoso de todos os tempos?
    Quem suspeitaria que no dia do julgamento mais importante da história de um país continental, o JUIZeco CHEGARIA ESCOLTADO E O RÉU NOS BRAÇOS DO POVO?
    Muitos se perguntam a onde está o povo que não se mobiliza. Eu respondo: o povo está em Lula. Eles habitam o território Lula que nada mais é que um ser humano de carne e osso. Eles se traduzem em Lula, respiram em Lula, enunciam em Lula.
    Essa é uma das coisas mais interessantes da qual podemos ser testemunhas históricas e em tempo real: a voz do povo está materializada em Lula. Não é o contrário. Não á Lula que “capta” os desejos da população e os entoa com talento pragmático. É a própria população que invade o coração de Lula e o faz dizer o que ela deseja e pensa.
    O pensamento “desmobilizador” é uma arte. Ele vem se instala como um vírus se espalha e entrega o serviço para o inimigo. Dizer que a eleição não será respeitada, que é preciso anular o impeachment antes de qualquer coisa, que não deixarão Lula governar, são todos pensamentos da mesma família: da família Desistência de Souza.
    Faz sentido ficarmos alertas, faz sentido ficarmos com o pé atrás. Mas faz mais sentido respeitarmos a nossa autoestima e avançarmos de maneira irresistível para cima do golpe. Não podemos deixar Lula sozinho enfrentar essa parada.

  • Pedro Accioli

    Que a direita se degladiem uns com os outros, pois na verdade não falta candidatos para eles lançarem e sim de candidatos competitivos para poderem vencer as eleições!

  • Kkk depois de aplaudir um analfabeto cachaceiro e uma terrorista oligofrenica o status quo tá com medo de Bolsonaro. Na verdade, o Mito, tem Mestrado na ESAO, passou na EspcEx, formado na Academia das Agulhas Negras e especializado em Educação Física . O que os assusta é que Bolsonaro não tem rabo preso, não é corrupto e prega contra todo o plano globalista para os pobres Brasileiros. Petralhas, votem no Mito. ..e vão pensando que o derrubarão como fizeram com Collor! Nós Patriotas Verde-Amarelos estaremos nas ruas esperando com porrete em mãos por vocês!

  • Blog da Cidadania

    Isso que você leu nesse comentário é um dos robôs de bolsonaro. Atua junto a garotos. Acho isso criminoso.