Políticos insuflam comemoração de chacinas em presídios

Espanta a associação entre discurso religioso e pregação de chacinas de presidiários. Cristo, na cruz, perdoou o bandido ao seu lado. Hoje, seria chamado de “petralha”. O cristianismo prega perdão e misericórdia, mas os grupos religiosos são os primeiros a comemorar chacinas em presídios. De onde vem isso? Pesquisa na interne revela que políticos são os responsáveis.

Prisões desumanas aumentam criminalidade, seus manés!

O post resume opiniões de comentaristas de Facebook que foram pré-fabricadas por políticos inescrupulosos e pela mídia reacionária. Essas opiniões nazifascistas ajudam a difundir burrice sobre política carcerária, e essa burrice está fazendo violência e criminalidade explodirem no Brasil. Ajude a combater a burrice. Leia o post e divulgue, compartilhe. Combata a burrice enquanto você pode, enquanto não se torna vítima dela.

Dória assume com apoio ostensivo da mídia antipetista

É óbvio que ninguém são cobraria da mídia – que fustigou Fernando Haddad do primeiro ao último dia de seu mandato – que atacasse o novo prefeito paulistano no dia da posse, mas o que a Jovem Pan fez para Doria é constrangedor. Foi um release. O material diz que Doria já teria “cumprido” suas promessas antes mesmo de assumir o cargo. A cobertura chapa-branca da mídia tucana de SP a fará levar muitos furos de blogueiros independentes.

Golpe fará você trabalhar 12 horas/dia ganhando a metade. Que tal?

Temer recuou da medida provisória e fará a reforma trabalhista via projeto de lei. Segundo ele, você só trabalhará o dobro ganhando a metade se o seu sindicato fizer acordo com os patrões arrochando salários e extinguindo direitos. Por que o sindicato faria isso? Fará se o patrão ameaçar demitir todo mundo. Aí o sindicato negocia para preservar empregos. É a negociação entre o pescoço e à navalha. O pescoço, no caso, é o seu

Listas de “petralhas” estariam sendo usadas para perseguições

Declaro-me alvo de perseguição política e acuso um colunista e um ex-colunista da Veja de serem responsáveis por isso e por tudo o mais que possa ocorrer com os alvos de listas criminosas de “petralhas” (nas quais este blogueiro figura) levadas a cabo para prejudicar pessoas por conta de suas opiniões políticas, como acontece em toda ditadura. Confiram as listas criminosas feitas por Augusto Nunes e Rodrigo Constantino. Listas que, segundo testemunhos, estariam sendo usadas para perseguições políticas. Afinal, ninguém faz listas à toa.