Janot que arquivou caso Anastasia – que PF quer reabrir – também é “petista”?

Gilmar acusou Janot de ser “advogado do PT”. No dia seguinte, a PF pede para STF reabrir investigação contra o tucano Anastasia que Janot pedira para arquivar. E aí, Gilmar, Janot também advoga para o PSDB? Que Gilmar Mendes aprenda com Rodrigo Janot que para cobrar isenção de alguém é preciso ser isento, coisa que atos, palavras e biografia do ministro do STF e do TSE não lhe permitem dizer que tem.

Rodrigo Janot e Joaquim Barbosa dizem que não vai ter golpe

Foi com surpresa que entusiastas e adversários da derrubada de Dilma receberam a recusa do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a investigar as contas de campanha da presidente a pedido de Gilmar Mendes. Porém, mais surpreendente é que o carrasco-mor do PT, Joaquim Barbosa, acaba de declarar que não vai – e não deve – ter golpe nem no TCU nem no TSE. E que querer derrubar Dilma seria “Um abalo sísmico nas instituições”. Confira os efeitos práticos da decisão do procurador-geral da República, segundo juristas e constitucionalistas consultados pelo Blog.

Jurista Dalmo Dallari chama derrubada de Dilma pelo TSE de “fantasia política”

Provocou comoção no país a recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral de dar prosseguimento a ação do PSDB que pede que Dilma Rousseff seja tirada do cargo e aquele que ela derrotou em segundo turno assuma o poder. Setores da mídia estão afirmando que o golpe já está concluído e que Dilma será derrubada e Aécio Neves será empossado. O Blog da Cidadania consultou um dos mais jurístas e constitucionalistas brasileiros, Dalmo de Abreu Dallari, que diz que esse processo é uma “fantasia política’, que não será assim tão fácil e poderá “durar anos”. Ele diz que a aceitação da reabertura do processo não quer dizer nada.

Gilmar Mendes volta a dar razão a Joaquim Barbosa

O pedido de Gilmar Mendes ao Procurador Geral da República para investigar as contas de campanha de Dilma não passa de encenação para criar um fato político. Parece lícito supor que tenha combinado isso na reunião que teve com Eduardo Cunha no mês passado, quando a imprensa disse que ambos discutiram o impeachment de Dilma. Gilmar volta a dar razão a Joaquim Barbosa, que o acusou de “estar destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro”

TSE impediu Gilmar Mendes de usar a Corte para fazer política

Gilmar Dantas (alô, Noblat!) ficou furioso, na última quinta-feira, em sessão do TSE. O que enfureceu o ministro tucano foi que a ministra Maria Thereza Moura voltou a defender a rejeição da ação do PSDB que pede impugnação da chapa Dilma Rousseff / Michel Temer. A ministra afirmou que os tucanos não apresentaram elementos suficientes para justificar a abertura de uma investigação. Em seguida, o ministro Luiz Fux pediu vistas do processo, o que interrompe sua tramitação. Gilmar quase deu à luz, mas foi impedido pelo TSE de transformar aquela Corte em palanque eleitoral.

O fracasso das TENTATIVAS de “golpe paraguaio”

Com o desmanche do “golpe paraguaio” no TSE na última quarta-feira, e após o desmanche final do “golpe paraguaio” no Congresso nesta semana, finalmente o país entrará em período de normalidade democrática no âmbito da posse iminente da presidente Dilma Rousseff no próximo dia primeiro de janeiro. As instituições funcionaram. Com uma “mãozinha” dos que denunciaram o golpismo, mas funcionaram. Comemoremos, pois!

Gilmar deve usar Vaccari contra contas de Dilma

A tese de Gilmar contra as contas de campanha de Dilma se fará acompanhar daqueles discursos grandiloquentes e inflamados que o ministro do PSDB no STF e no TSE costuma fazer em suas decisões invariavelmente contrárias ao partido e a qualquer um de seus membros. Entre outras acusações, ele dirá ser impossível aprovar as contas dela no momento em que o tesoureiro de seu partido é alvo de acusações de envolvidos na Operação Lava Jato.