Crescimento de Haddad na reta final sugere fraude nas pesquisas

Só pode ser brincadeira. Em 2012, Haddad passou a campanha eleitoral inteirinha dizendo que os institutos de pesquisa só mostrariam seu crescimento na reta final e isso aconteceu. E ele virou prefeito. Em 2016 foi a mesma coisa. Ele passou a campanha eleitoral dizendo que Datafolha e Ibope só mostrariam seu crescimento na reta final. E foi o que aconteceu. Esses dois institutos têm que ser denunciados à Procuradoria Eleitoral já na segunda-feira, assim como este blogueiro fez em 2010 e conseguiu abrir investigação desses mesmos institutos na Polícia Federal

Haddad começa a desmentir pesquisas, como em 2012

Pode estar ocorrendo em São Paulo o que ocorreu em 2012; institutos de pesquisa tentam derrubar Haddad até a última hora e, não conseguindo, nos momentos finais da campanha começam a “ajustar” números. Se a direita paulistana for derrotada por um petista, a direita brasileira sofrerá um golpe mortal. A esquerda local tem que enxergar o momento histórico, unir-se e votar em peso em Fernando Haddad.