Mudanças na Justiça e Toffoli presidindo STF reduzirão punitivismo

O Judiciário deverá sofrer grandes transformações em setembro, com o fim da gestão das ministras Cármen Lúcia, no Supremo Tribunal Federal, e Laurita Vaz, no Superior Tribunal de Justiça. O ministro Dias Toffoli assumirá a presidência do STF, e João Otávio de Noronha, a do STJ. Humberto Martins, também oriundo da advocacia, será o novo corregedor nacional de Justiça

DENUNCIA: TSE dificultará voto de eleitores de esquerda em 2018

É preocupante normativa do TSE que parece destinada a barrar nas urnas eleitores mais humildes e menos informados. 5 milhões de eleitores ainda não fizeram cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral e correm risco de não votar este ano porque, estranhamente, o TSE não quer permitir outra forma de voto. Esses eleitores são potencialmente de esquerda. É bom que os partidos de esquerda comecem a se preocupar e a denunciar o TSE enquanto é tempo

Decisões de Fux e do STF contra Lula eram esperadas e podem cair

A mídia antipetista está comemorando a fala do ministro Luiz Fux contra essa Corte dar liminar para que Lula possa disputar a eleição. Além disso, comemora a vitória na terça (6), na primeira turma do STF. da prisão após condenação em segunda instância. Essa comemoração é precipitada. Esses dois fatos, a rigor, não configuram decisões irreversíveis. Todos sabiam que seriam assim. E todos sabem que podem mudar.

Mídia e Justiça são tigres contra Lula e gatinhos contra Aécio

Não é novidade que a Justiça trata a pão-de-ló tucanos acusados de corrupção enquanto trata petistas a pão e pedra. Mas o caso de Aécio é demais. Provavelmente é o criminoso brasileiro com mais provas contra si. O seu caso espera julgamento desde maio, enquanto a Justiça quer julgar e condenar Lula em duas instâncias em cerca de um ano. A diferença de comportamento da Justiça e da Mídia nos dois casos esbofeteia o país.