Direita mirou em Lula e atirou no próprio pé

A extrema-direita e a mídia pretendiam passar uma mensagem de revolta popular contra Lula, mas, como o escorpião da fábula, perderam-se pela própria natureza. Em vez de manifestações democráticas, empreenderam uma caçada criminosa a ele, sob a tese de que têm direito de atacar fisicamente e até matar quem pensa diferente. Tornaram Lula um mártir. Deram um tiro de canhão no próprio pé.

Caravana de Lula revela ascensão incontestável do fascismo no Brasil

Há um processo de ascensão do fascismo no Brasil protagonizado por Jair Bolsonaro. Só faltava a violência dos “camisas pardas” do líder de extrema-direita. A humanidade já desdenhou de um monstro antes. Adolf Hitler era visto exatamente como Bolsonaro, uma figura histriônica que não oferecia risco pois ninguém acreditava que alguém tão caricato poderia chegar ao poder. Deu no que deu.