Assine o pedido de compostura a Joaquim Barbosa

Ativismo político

 

Em novembro do ano passado, quando o julgamento da Ação Penal 470 (vulgo julgamento do “mensalão”) ia chegando ao fim, este Blog promoveu um abaixo-assinado contendo desagravo ao ministro do Supremo Tribunal Federal doutor Ricardo Lewandowski. A iniciativa se deveu ao sofrimento do ministro e de sua família ao longo daquele processo.

O referido sofrimento daquelas pessoas decorreu de campanha de desmoralização levantada contra Lewandowski pela conduta do então relator daquela Ação Penal, ministro Joaquim Barbosa, e dos maiores jornais, revistas, televisões, rádios e portais de internet, que praticamente transformaram o revisor do processo em mais um réu.

O “crime” de Lewandowski que gerou uma onda de difamações e agressões foi o de proferir votos contrários aos de Joaquim Barbosa em pontos específicos do processo, como, por exemplo, quando absolveu o ex-ministro José Dirceu da acusação de “formação de quadrilha”.

No dia do segundo turno das eleições municipais de 2012, Lewandowski, por conta da difamação liderada por Barbosa, foi vaiado e xingado de “bandido, corrupto, ladrão e traidor” na saída da Escola Estadual Mario de Andrade, em Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, onde vota. O mesário da sessão em que votou chegou ao cúmulo da incivilidade ao lhe recusar a mão estendida em cumprimento.

O abaixo-assinado promovido pelo Blog auferiu a adesão de 4.837 leitores nesta página, que aqui postaram comentários de apoio a Lewandowski, e de mais 10.041 pessoas no Facebook. Alunos, familiares e amigos do ministro uniram-se no desagravo a ele. Os comentários de apoio foram impressos, encadernados e este blogueiro foi a Brasília entregá-los ao desagravado.

Abaixo, a mensagem gravada em vídeo por lewandowski agradecendo ao Blog e aos seus leitores pela iniciativa. Em seguida, o texto prossegue.

 

 

Eis que, na quarta-feira da semana passada (14/08), recomeça a etapa final do julgamento do “mensalão” e, mais uma vez, o mesmo ministro Joaquim Barbosa trata de retomar a encenação de 2012, quando tratou de insultar Lewandowski no pleno do STF, chegando a sugerir, como volta a fazer agora, que ele estaria a serviço dos réus da AP 470.

A falta de compostura do presidente da instituição que Lewandowski bem disse “multissecular” se deve a uma sua busca escandalosamente evidente por popularidade fácil entre os setores mais abastados da sociedade, que vibram com sua parcialidade e com seu destempero, ambos incabíveis naquele que preside o Poder Judiciário.

Mais uma vez, portanto, este Blog vem apelar aos seus leitores para que se unam a esta iniciativa. Desta vez, porém, ela não se deve (apenas) a solidariedade àquele que, como bem disse no vídeo acima, nada mais fez do que cumprir com seu dever de magistrado, mas, sobretudo, à necessidade imperiosa de pedir compostura ao presidente do STF.

A seguir, pois, mensagem do Blog e de seus leitores que será impressa e entregue em Brasília no gabinete do presidente do STF, Joaquim Barbosa, junto com os comentários de adesão que eventualmente o texto vier a receber. Eis, portanto, a sua chance, leitor, de dizer – sempre de forma respeitosa – ao senhor Barbosa que a sua conduta é danosa à democracia.

—–

Ao

Ilustríssimo Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal

Sua Excelência Doutor Joaquim Barbosa

É com legítimo sentimento de frustração que os abaixo-assinados vimos até o presidente do Poder Judiciário brasileiro de forma a exortá-lo a que interrompa uma conduta que vem adotando ao longo do tempo que desrespeita, insulta e desmoraliza não apenas a magistratura nacional, mas cada cidadão brasileiro.

Nós, cidadãos abaixo-assinados, nos declaramos perplexos ao ver a Suprema Corte de Justiça do País transformada em um verdadeiro botequim em que, aos berros, uma das mais altas autoridades da República se despe da serenidade e do respeito que deve à coletividade.

Dificilmente até o próprio destinatário destas palavras irá negar que a Justiça anda em débito com o país. Lenta, imprecisa, seletiva de acordo com a classe social e – agora se sabe – com a posição política dos que lhe batem à porta, é vista com desconfiança pela esmagadora maioria da sociedade.

Os membros do Supremo Tribunal Federal, por sua vez, não sendo guindados ao cargo pelo voto popular e, sim, por escolha do chefe do Poder Executivo Federal, têm a responsabilidade indelegável de transmitir confiança de que suas decisões não se baseiam no coração ou no fígado, mas nos princípios mais elevados do Direito.

Troca de insultos e sugestão de condutas incompatíveis com a ética entre os ministros do Supremo, portanto, conspurcam a todos eles.

Foi assim na quinta-feira, 15 de agosto de 2013, quando o presidente do Supremo Tribunal Federal acusou o ministro Ricardo Lewandowski de atuar em desconformidade com seus deveres constitucionais de forma a beneficiar acusados de crimes graves, o que, por óbvio, sendo verdade o transformaria, também, em criminoso.

A situação produzida pelo destempero verbal e emocional do presidente do STF, assim, tem o efeito deletério de pôr em dúvida todo o colegiado daquela Corte, pois se um dos ministros age de forma antiética, qualquer outro pode agir.

Dessa maneira, nós, cidadãos abaixo-assinados, exortamos Vossa Excelência, doutor Joaquim Benedito Barbosa Gomes, a que respeite a sociedade brasileira abstendo-se de perder o controle, senão o tempo todo – como seria desejável –, ao menos nas sessões da Corte que preside, momentos em que seu cargo lhe cobra um mínimo de compostura.

Sem mais para o momento, os abaixo assinados subscrevemos as ponderações acima.

Atenciosamente,

(…)

—–

PS: para “assinar” o pedido, deixe seu comentário neste post.

2.416 comments

  • Nos trilhos do propinoduto, surge o caso Renan-tucanos-”Português”
    17 de Aug de 2013 | 19:52

    Na imagem aí de cima, você vê a capa da Istoé de 22 de setembro de 1999.
    Nela, uma carta (aqui, na íntegra) escrita em linguagem desabrida pelo hoje Presidente do Senado, Renan Calheiros, a Fernando Henrique Cardoso, denunciando pressões do então governador Mario Covas, do PSDB, por negócios. Várias, uma delas a deste trecho:
    “A irritação do governador paulista com minhas atitudes chegou ao ápice quando revoguei a Concorrência nº 02/97 – DPF, consubstanciada no processo 08200007434/97-55, no valor de 170 milhões de reais, de interesse da Empresa Tejofran Saneamento e Serviços Gerais Ltda., muito ligada a ele e a seu filho, um certo Zuzinha, que detinha 20% do consórcio. Após ganhar a licitação, essa gente passou a exigir um escandaloso indexador em moeda americana com o obscuro objetivo de reajustar seus preços. Rejeitei a trama lesiva aos cofres públicos.”
    Mas o que tem a ver isso com a possível coleta de fundos para o tucanato paulista?
    A Tejofran é uma simples empresa de serviços gerais, nascida como um empresa de limpeza de escritórios e comprada em 1975 por Antonio Dias Felipe, o Português, amigo de Mario Covas e padrinho de seu filho Mario Covas Neto, o Zuzinha.
    Um homem discretíssimo, do qual a única imagem que se pôde obter é aquela, pequena, que colocamos junto com a de seu afilhado.
    Porque uma empresa deste tipo foi parar numa lista com gigantes como a Siemens, a Alston, a Mitsui e a Bombardier?
    Simples: a Tejofran está espalhada por todo o governo do Estado de São Paulo, prestando serviços a um número inimaginável de empresas em todos os governos tucanos,
    Faz a leitura da maioria dos medidores da Sabesp, da Comgás e da Eletropaulo.
    Faz medições em obras públicas.
    Operou ou opera, desde os tempos do governo Covas, a arrecadação de pedágios nas rodovias administradas pelo Dersa/DER.
    Faz a segurança do Metrô, opera unidades do Poupatempo.
    E também dos prédios onde funcionam pelo menos 10 secretarias e órgãos estaduais paulistas, inclusive o Metrô e a CPTM.
    Na CPTM, onde começou fazendo a varrição e limpeza dos vagões, hoje é sócia da Bombardier na reforma e modernização de trens, e tem a mesma sociedade no Metrô.
    Em 1997, quando surgiram as primeiras denúncias de favorecimento ao dono da Tejofran, Antonio Dias Felipe, Mario Covas reagiu indignado, segundo o Diário Popular, citado no site do presidente do Tribunal de Contas de São Paulo, Antonio Roque Citadini:
    “Ninguém vai acusar o Governo do Estado de falcatruas Descubro pelos jornais que estão colocando em dúvida pequenos contratos do Estado com um amigo meu”.
    Os “pequenos contratos”, que já nem eram tão pequenos assim, ficaram imensos e somaram bilhões com Geraldo Alckmin e José Serra.
    Os trinta mascarados que resolveram acampar em frente à casa de Renan Calheiros, em Brasília, esta tarde, bem que podiam fazer um acordo: eles levantam acampamento, desde que o presidente do Senado conte tudo o que ele sabe – e é muito – sobre as ligações do tucanato paulista com a Tejofran e o gênio das finanças Antonio Dias Felipe, o Português tucano…
    Por: Fernando Brito

    ARTIGOS RELACIONADOS
    A truculência de Barbosa é a mesma da Globo
    O Supremo Polegar, Merval?
    Fraude! Servidora foi “bode expiatório” no sumiço de autuação da Globo

  • Senhor Ministro,

    Ao invés de vociferar impropérios a quem diverge de S. Excia. que tal julgar com imparcialidade os processos que às suas mãos chegam.
    Induzir seus pares a erro crasso como o da data da morte do Sr. Martinez é algo no mínimo suspeito.
    Deixe de jogar para a torcida e comporte-se como Magistrado.

  • Todo apoio à iniciativa. Joaquim Barbosa é uma vergonha para a Justiça brasileira. Tenha a compostura que o cargo exige. Comporte-se não envergonhe a nação!

  • não troco uma palavra.. ele tem que entender que está lá para interpretar as leis, não para faze-las. Se quiser fazer leis, se candidate a Deputado e vamos ver quem tem mais lenha para queimar…

  • Ministro Joaquim Barbosa, peço que não rasgue a nossa Constituição e nem seja partidário. A justiça para ser justa, tem que tratar a todos de forma igual. Assuma que errou. Não é vergonha. Vergonha é condenar pessoas inocentes, baseado em provas tênues e domínio do fato. E não querer que venha a público o inquérito 2474, que ajudaria a provar a inocência dos réus. Deixe o ministro Ricardo Lewandowski exercer seu direito de questionar. Sua atitude contra o ministro Lewandowski foi lamentável.

  • Abaixo a TIRANIA, mostre humildade senhor JB, e se retrate, errar é humano porém permanecer no erro o senhor já sabe não é, educação vem de berço!

  • Subscrevo o documento e declaro concordar integralmente com os seus termos.

    Eduardo Rosemberg de Moura
    Empresário
    Rio de Janeiro – RJ

  • Ministro Barbosa, estamos numa democracia, todos podemos pensar e agir de forma diferente, desde que não agredimos o próximo e respeitamos as leis de nosso país, divergir é do direito e da política.

  • PODE CONTAR COM MEU APOIO.

    TODOS NÓS BRASILEIROS ESPERAMOS QUE O PRESIDENTE BARBOSA RESPEITE O PODER MAIOR DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO, QUE É RESPONSÁVEL PELO ZELO DA NOSSA LEI SUPREMA.

    UM ABRAÇO…

  • A conduta do Sr. Joaquim Barbosa é tão danosa à democracia e à justiça, que acho que ele deveria renunciar ao cargo não só de presidente como do cargo de ministro. Acho que o Congresso deveria considerar a possibilidade de impedimento do ministro.

  • Feliz iniciativa, Eduardo.
    No Brasil, que está há onze anos investindo sistematicamente na educação, com políticas de inclusão e envidando esforços na formação de cidadãos esclarecidos e críticos, se antes já era impensável destempero em altas esferas de poder , hoje é inimaginável e inaceitável.
    Os exemplos do Presidente do STF são de uma cruel intenção de deseducar e confundir a nação. Merece nosso repúdio e reação. Exigimos respeito.

  • Ministro Joaquim Barbosa, não é aceitável a postura de vossa excelência.
    Eu como brasileiro, cidadão, membro ativo da comunidade, preocupo-me muito com os exemplos que vossa excelência tem dado.
    Peço que respeite as instituições e seus membros, que são extensões do povo brasileiro.

  • Gostaria muito que o Ministro Barbosa atentasse para o mal que sua conduta grosseira causa a todos nós. O Poder Judiciário já não goza de grande prestígio entre os brasileiros, por motivos alheios à vontade do Ministro, não é necessário acrescentar-lhe mais descrédito ao já existente. Cenas de bate-bocas, insultos e destemperos podem ser relevados em botequins pelas periferias e grotões país afora, mas são inconcebíveis na Suprema Corte, ainda mais transmitidos pela TV, para que todos vejam. Se essa é a conduta que se observa nos maiores entre os Juízes de Direito, o que se pode esperar daqueles que atuam nos rincões longínquos e ignorados país afora? Assim, não só os cumpridores das normas e da civilidade serão ridicularizados, como os destemperados e grosseiros se terão por justificados.
    Marianne Sobotta
    Conde – PB

  • Subscrevo, e lamento a aparentemente insanável incapacidade de o senhor presidente do STF respeitar qualquer ser humano. O que ele faz, em qualquer repartição pública decente, é passível de processo administrativo que leva à perda do cargo, a bem do serviço público!

  • Ministro Joaquim Barbosa, Vossa Excelência preside a mais alta corte de justiça do nosso país, mas não está acima do bem e do mal, antes, como qualquer servidor público, deve respeito ao povo brasileiro, assim como está sujeito às mesmas leis pelas quais o Sr deveria zelar em todo e qualquer tempo e circunstância. Portanto, deixe as bravatas em torno desse assunto (mensalão), para os políticos de oposição fazerem uso no parlamento, horário eleitoral ou comícios. Caso Vossa Excelência deseje também fazer uso desse recurso, filie-se num partido, saia candidato, eleja-se, e fique à vontade. Mas, aí no STF não! Comporte-se à altura do cargo que lhe foi outorgado. A bem da democracia, tenha compostura!

  • Como advogada e como pesquisadora das ações afirmativas que utilizou seu livro como base de estudos, sinto-me perplexa e decepcionada com atitudes que vão do mero desrespeito ao achincalhe, atitudes que não coadunam com seu cargo e com seus escritos.

  • Sr. Presidente do STF exorto Vossa Excelência, doutor Joaquim Benedito Barbosa Gomes, a que respeite a sociedade brasileira abstendo-se de perder o controle, senão o tempo todo – como seria desejável –, ao menos nas sessões da Corte que preside, momentos em que seu cargo lhe cobra um mínimo de compostura.

    Sem mais para o momento

    Arestides Fronza

    Edu, voce é o pilar da sustentação da democracia no Brasil atual.

  • Sr. Barbosa: o judiciário virou uma justiciaria. A mídia, parece, que tem dado as ordens para o funcionamento e julgamentos no stf que tem desmoralizado a nação democrática. Liberdade sem justiça equilibrada, é a ditadura .do poder. O stf, um poder que acumula muitos erros, necessita ser modernizado e justo.

  • Espero seja este espaço válido. Assino como exigência:

    que o ministro tenha compostura. E tudo quanto dele se exija, conforme

    a função e o cargo, afinal das contas remunerado pelo dinheiro público, digo, do público que não sonega impostos.

  • Estou de pleno acordo com o conteúdo desse manifesto, razão por que publicamente o assino.Pela democracia brasileira, pela integridade de nossas instituições e pelo respeito ao Supremo Tribunal Federal.

  • Concordo com cada palavra dessa mensagem e a assino com alegria por poder assim me manifestar. (Agradeço ao Eduardo Guimarães a atitude).

  • Assinado. Esperando a retratação do Presidente do Supremo em relação a seus atos de desrespeito a um de seus pares na Suprema Corte de justiça. Que o clima de bom senso e respeito volte a imperar no STF. Não é possível que divergências em relação a votos de diferentes Ministros se transformem em verdadeiras batalhas campais por conta da dificuldade do presidente da corte em aceitar o contraditório.

  • Como cidadão desejo um STF fazendo justiça e não com justiceiros, mal educados e vaidosos. Presidente Barbosa, o senhor tinha tudo para ser uma doce alegria, que pena.

    Assino o pedido de compostura.

  • O Joaquim Barbosa teve uma atitude infeliz com seu par, assino, e peço que o Sr juiz Joaquim Barboza repense sua posição e um gesto de humildade, peça desculpa. para mim seria um gesto grandioso, perante o STF, e prossiga nos trabalhos daquela corte e julgue com justiça e imparcialidade, e o minimo que pedimos.

    MARCIO AP BASTOS BARBOZA

  • Este cara é uma lástima. Está jogando no lixo toda luta já realizada em defesa e de valorização do movimento negro.Creio que os negros conscientes estão se sentindo agredidos.

  • O meu sincero pedido que o ministro Joaquim Barbosa cumpra o papel dele no STF com o respeito que ele deve à toga que eu, como cidadão, lhe outorgei. Que cumpra o papel de um servo da verdade e guardião da constituição. Simples assim.

  • É inadmissível que uma pessoa que deveria servir de exemplo para o país,tenha tamanha descompostura durante uma sessão de julgamento, desrespeitando um integrante do STF,como se estivessem numa roda de mesa de TRUCO???????

  • assino, e peço a vossa Excelencia Joaquim Barbosa que teve uma atitude infeliz com seu par, e peço que o Sr juiz Joaquim Barboza repense sua posição e um gesto de humildade, peça desculpa. para mim seria um gesto grandioso, perante o STF, e prossiga nos trabalhos daquela corte e julgue com justiça e imparcialidade, e o minimo que pedimos.

    MARCIO AP BASTOS BARBOZA

  • Orozimbo Nonato da Silva, mineiro de Sabará, ministro do STF (1941-1960) e Nélson Hungria, mineiro de Além Paraíba, minstro do STF (1951-1961) que “honraram a presidência da Suprema Corte”.

  • É democrático que o Sr. Juiz não simpatize com o governo. Tenho que respeitar sua liberdade de pensamento. Agora, imputar uma falta a um de seus pares, no meu ponto de vista deixa de ser democrático. Também penso que após assumir o mais alto nível da Suprema Corte, sua única e mais importante missão é lutar pela justiça. E a justiça tarda mas não falha. Por favor Sr. Presidente, permita que a defesa se pronuncie e reflita sobre seus atos ditatóriais.

  • Que o presidente do STF tenha mais consciência e humildade no cargo que ocupa. Respeitar a opinião que nos confronta é elementar nas relações humanas.

  • Se Lewandowski faz chicana, deveria sofrer impeachment. Se não, quem o acusa de tal é quem deveria. Não há outra saída para que o STF não perca toda sua autoridade e respeitabilidade! Que os dois entrem com processo para impedir o outro!

  • Joaquim Barbosa, vergonha para a Justiça brasileira, destemperado verbal e emocional, tenha a compostura que o cargo exige e não envergonhe a nação! Se possível, deixe o seu cargo para os Juízes de fato.

  • Assino.
    Se bem, que tenho minhas dúvidas sobre a eficácia de exortação a uma pessoa arrogante, detentora de um emprego vitalício e não eletivo. De imediato, e por tudo o que ele já mostrou, considero mais útil à nação uma exortação ao Congresso para promover o impeachment deste senhor.

  • Excelentíssimo Ministro Dr. Joaquim Barbosa Presidente do Supremo Tribunal Federal da Republica Federativa do Brasil, venho respeitosamente à Vossa Presença pedir que respeite a Constituição Federal, o Brasil, e o Povo Brasileiro, não queira, Sr. Ministro, assumir o lugar de nossa Carta Magna.
    O Sr. Ministro Joaquim Barbosa não é a nossa Constituição, respeite-a, e se submeta a ela como fazem os demais Brasileiros, para que o Brasil subsista enquanto Estado.

    Roberto Ribeiro
    Rio das Pedras / Estado de São Paulo.

  • Respeito é bom e a sociedade brasileira gosta. O presidente do STF não pode achincalhar seus pares, aproveitando-se do seu cargo e do espaço que lhe concede a midia.

  • Um juiz destrambelhado e visivelmente incapaz de exercer seu cargo com a compostura que o mesmo exige deveria pedir demissão e recolher-se à sua insignificância. Pobre país onde o presidente da suprema corte imagina que terá a simpatia e a compreensão dos cidadãos tendo um comportamento assim bisonho e errático.
    Parabéns Eduardo pela sua iniciativa.

  • Como advogado sinto-me envergonhado por ter um presidente da mais alta corte de nosso judiciário tão despreparado para presidir o Supremo Tribunal Federal.Portanto, assino a presente.

  • Assinado. Que esse senhor faça um exame de consciência e veja que em nosso país, um juiz deve ser justo, e não um justiceiro. A constituição é aquilo que está posto, e não o q V. Exa. acredita ou quer que seja.

  • Embora eu tenha certeza que o “Excelentíssimo” não irá ler uma linha desse manifesto, não posso deixar de manifestar o meu apoio a Eduardo Guimarães pela inciativa e ao Excelentíssimo e verdadeiro juiz Ricardo Lewandowski. Peço-lhe “Excelência”, reconheça que não dispõe das mínimas condições de presidir a Suprema Corte e renuncie, não só à presidência como também ao cargo de ministro, para o bem do nosso Brasil.

  • Eu antes pediria “compostura” dos LADRÕES DO DINHEIRO PÚBLICO – SEJA DE QUE PARTIDO FOR – do que de um raro cidadão em posição de poder, como Joaquim Barbosa, que combate esses pilantras que roubam dinheiro público, seja do PT, PSDB ou do partido da noca que são piores do que o mais reles bandido #destepaís.

    Mil vezes um digno e JUSTAMENTE revoltado Joaquim Barbosa, do que um Lewandowski que trata ladrão de dinheiro público com carinhos e cuidados que nem a mãe desses larápios devem ter.

    • Manifesto minha integral solidariedade à postura do Exmº. Sr. Ministro Ricardo Lewandowski em defender a Constituição Federal. Robson de Souza. Defensor Público Federal em Brasília/DF.

    • O presidente do STF deveria comportar-se com urbanidade e educação, deixando de buscar a popularidade que nunca terá. É necessário que deixe de se fazer de vítima e passe a respeitar a população brasileiro ateavés do respeito a seus pares e a jornalistas.

    • Eu, Romilson Gomes de Souza, bacharel em administração, servidor público do Estado do Espírito Santo, residente no município de Serra (ES), também assino.

    • Sou totalmente de acordo com esse pedido de compostura a JB pois fiquei indignada e decepcionada com o comportamento destemperado desse Sr. no julgamento da AP 470 em 2012 (onde gerou em mim uma grande desconfiança na relação desse sr. com a rede Globo) e agora no dia 15 de agosto que foi uma vergonha ( a pressa de encerrar talvez porque tenha algum acordo com a Globo, sabe-se lá o que rolou entre eles) e também o emprego do filho dele na Globo faça parte do acordo).

    • Pela democratizaçao do poder judiciário em todas as suas esferas e pela repulsa a todo ato ditatorial,abusivo e midiático das autoridades por ela constituídas.

  • Na primeira vez que este Capitão do Mato foi truculento com o Ministro Lewandowski, fiz um comentário que foi censurado em vários blogs,dizia eu: Nem a dor nas costas o faz lembrar da chibata. Continuo com a mesma opinião.

  • Senhor Ministro

    V.Sª. deve respeito e obediência a nossa lei maior – a Constituição.
    Para tanto é necessário e urgente que se resigne a pedir desculpas a população brasileira e que abra toda e qualquer possibilidade, para que os réus da AP 470 se defendam.
    A população não quer justiceiros, quer “JUSTIÇA”.

  • Imagino que o posto adequado ao Sr. Joaquim Barbosa seja o de sargento, sem, de forma alguma, querer com isso agredir aqueles que hoje ocupam tão honrado e árduo posto.

    Ao Excelentíssimo Ministro Ricardo Lewandowski envio os meus sinceros respeitos pela sua conduta e serenidade no exercício dessa importante função.

    Continuo desejando-lhe muito sucesso na vida profissional e muita paz e harmonia na vida particular, com destaque para a família.

  • Caro Eduardo, por óbvio assinarei a petição. Mas ficaria muito mais satisfeito se eu assinasse um pedido de impeachment. Porque o caso do Barbosa já é de impedimento. Abraço!

  • Um ministro guardião da constituição, mas que não respeita e manipula a seu bel prazer, e desrespeitando os outros ministros que apenas querem aplicar a lei, pode continuar ministro na mais alta corte de justiça.

  • Caro Eduardo, sua iniciativa me fez lembrar de um conto chamado “O incivil mestre-de-cerimônias Kotsuké no Suké”, de Jorge Luis Borges, no livro História Universal da Infâmia. O personagem infame que motivou o enredo era um homem inacessível à honra”. Desconfio que o destinatário de sua petição é da mesma estirpe, logo, será em vão. Pensando assim, por ora, deixo apenas esse comentário, mas não subscrevo.

    Pra quem quiser ler o conto, é inesquecível:
    http://sergiodealmeida.blogspot.com.br/2009/04/o-incivil-mestre-de-cerimonias-kotsuke.html

    Abraços.

  • Nem é o fato de eu me lembrar de um morcegão medonho todas as vezes que vejo V.Exmª em qualquer site; Nem é o fato de eu saber que V.Exmª gosta de bater em sua mulher, e nem de saber que seu rosto me lembra algo de fascista de extrema-direita e comparsa dos vilãos da ditadura… É porque acho uma tremenda falta de patriotismo de vossa parte ficar se associando à mídia para satisfazer vossos desejos escusos de prejudicar o PT que assino com o maior prazer este abaixo-assinado, e aproveito para solicitar mais decôro ao tratar seus colegas de trabalho…

  • O comportamento do Ministro nos causa uma tremenda espécie …

    “O BRASIL PARA TODOS não passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO – O que passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • Procuro sempre, mesmo que aparente, vislumbrar indicativos de serenidade na personalidade do Ministro Joaquim Barbosa e, não acho fácil de ser encontrado. O homem é preconceituoso consigo mesmo. Cheio de diabinhos incontroláveis. Essa figura é intragável porque é condição dele. O Supremo Tribunal Federal falta oferecer a Bíblia a esse senhor.

  • Perdeu o equilíbrio e tem sido parcial. Seu caráter começou a aparecer já na reforma dos banheiros do STF.Sua atuação denigre um Poder que já tem imagem péssima.Agora mesmo estamos sabendo que o MP do Rio não quis abrir o sigilo bancário, telefônico e patrimonial da mulher que roubou o Processo da Globo. Seriam mancomunados? Mas a Justiça não fiscaliza nem o MP, como pode ser respeitada? Barbosa precisa respeitar o próximo e assumir seus erros no campo jurídico,para dar uma chance do povo respeitar o Poder Judiciário.

  • Parabéns Eduardo Guimarães, a continuar assim JB vai promover uma regressão na democracia do Brasil.
    Vamos apoiar esta sua iniciativa. O Brasil não tinha que esta passandoor esta, tenho certeza que Lula esta arrependido da indicação de JB e Frei Beto deve está com as barbas de molho, nunca mais ele vai recomendar ninguem para o STF.
    SE RETRATA JOAQUIM!

  • Respeito não é favor ou concessão. Respeito é direito. O presidente do STF – único dos três poderes da república que não é eleito pelo voto popular – tem a OBRIGAÇÃO moral de respeitar as pessoas, de ter compostura e ser educado.

  • Assino! Minha preocupação é com o Exemplo dado pela maior Corte de Justiça (ainda vejo como corte de justiça , não de Justiceiros) para as demais instâncias! Se nossos juízes não observarem com rigor a Lei, não demonstrarem respeito entre seus membros, não observarem condutas e boas maneiras de civilidade, não aceitarem o contraditório, não serem flexíveis ao ponto de reconhecerem erros e terem a humildade de voltarem atrás corrigindo eventuais equívocos cometidos, como podemos esperar que sejamos uma Democracia.

  • Assino o presente requerimento e peço ao Joaquim Barbosa que explique melhor suas atividades, cujo salário e aluguel da sede se sua OFFSHORE e também suas viagens à Globo e ao Huck são pagos por mim e por aqueles milhões de brasileiros que recolhem seus impostos sem sonegar com contas em paraísos fiscais. Peço também que deixe de desmoralizar o Programa de Cotas para Afrodescendentes tão importante instituido pelo Governo e única razão pela qual foi indicado e aprovado para o cargo de Ministro do STF, pois ninguém conhece sua competência jurídica. Os afrodescendentes e os que apoiam essa política afirmativa e compensatória histórico-social estão envergonhados pela sua atuação “Global” inclusive com emprego para filho e subtração de partes importantes do processo AP-430, onde seu filho Barbosinha aparece como assessor de empresa que recebeu da DNA/Marcos Valério/Visanet.
    Compostura é o que pedimos, meritíssimo. Compostura perante o próximo e à Constituição.

  • Total concordância à solicitação de compostura ao ministro Barbosa. A sociedade civilizada exige.
    E que seja enviada também a cada ministro do STF e ao Congresso Nacional.

  • Como muitos brasileiros, eu fiquei indignado com o comportamento agressivo e autoritário do Dr. Joaquim Barbosa, manifestado na última sessão da Suprema Corte, ao dirigir-se ao Ministro Lewandowski. Trata-se de um colegiado onde cada ministro pode e deve, nesta fase do processo 470, expressar livremente sua opinião. Não entendo a ansiedade do presidente para finalizar o processo. Será, como muitos tem sugerido nas redes sociais, que a pressa teria relações com as manifestações de rua previstas para o dia 07 de setembro?

    Infelizmente, estamos percebendo que o Dr. Joaquim Barbosa não reúne as condições para exercer um cargo tão importante como a Presidência do STF em um momento que a sociedade brasileira cobra uma maior transparência e democracia de nossas instituições.

    O Dr. Joaquim Barbosa deveria, no mínimo, pedir desculpas, no plenário, ao Dr. Lewandowski.

  • Assino o presente requerimento e peço ao Joaquim Barbosa que explique melhor suas atividades, cujo salário e aluguel da sede se sua OFFSHORE e também suas viagens à Globo e ao Huck são pagos por mim e por aqueles milhões de brasileiros que recolhem seus impostos sem sonegar com contas em paraísos fiscais. Peço também que deixe de desmoralizar o Programa de Cotas para Afrodescendentes tão importante instituido pelo Governo e única razão pela qual foi indicado e aprovado para o cargo de Ministro do STF, pois ninguém conhecia sua competência jurídica que apenas agora está sendo apresentada com sua atuação cotidiana. Os afrodescendentes e os que apoiam essa política afirmativa e compensatória histórico-social estão envergonhados pela sua atuação “Global” inclusive com emprego para filho e subtração de partes importantes do processo AP-430, onde seu filho Barbosinha aparece como assessor de empresa que recebeu da DNA/Marcos Valério/Visanet.
    Compostura é o que pedimos, meritíssimo. Compostura perante o próximo e à Constituição.

  • Já passou da hora da sociedade tomar uma atitude contra esta falta de compostura do presidente do STF. Parabéns pela iniciativa do blog e que venham outras no mesmo sentido. É inadmissível que qualquer juiz tenha seu direito ao voto subtraído. Isso é pior que ditadura, pois para todos os efeitos vivemos numa “democracia”.

  • Eduardo,as atrocidades cometidas por Joaquim Barbosa e apoiado pela grande midia é um derespeito a todo cidadão brasileiro .Tem pena dele,prefereria que ele fosse um dom quixote

  • EXIGO QUE O STF JULGUEM COM TOTAL ISENÇAO, E NAO ACEITA PRESSAO DA MIDIA, COMO TEM ACONTECIDO. E VENHAM JULGAR O MENSALAO DO PSDB O MAIS RAPIDO POSSIVEL.

  • Diz o ditado: “Quer conhecer o caráter de um homem? Dê-lhe poder!”
    Creio que deveriamos adequar a instituição de meios para coibir,com a destituição do cargo, sem muitas delongas que prejudicam aos cidadãos, quando esses funcionários públicos, com os melhores salãrios, instalações e mordomias, ajam em disconformidade com os cargos que ocupam, em vez de tolerarmos seus desatinos, e o pior, premiá-los com aposentadorias com sallários integrais e todas as mordomias.
    ESSES PARADIGMAS TÊM QUE SEREM ESTIRPADOsDA NOSSA DEMOCRACIA.
    POR MEU BRASIL JUSTO.
    Abraços.

  • Como existem erros que nao podem ser reparados…, por exemplo: voltar atras e revogar a indicaçao dessa besta humana para o STF, eu acho que depois do abaixo assinado deve-se convocar uma junta medica para examinar esse psicopata o mais rapido possivel antes que ele faça mais merda ainda,….
    e depois encaminha-lo para um centro de tratamento de doentes mentais.

  • Tome vergonha na cara ministro.
    E não se esqueça nunca que você hoje faz parte do STF graça a um dos maiores erros do presidente Lula, não aos seus méritos profissionais.
    Você faz parte da cota no STF e, em vez de tentar justificar, diariamente, essa política que o presidente Lula implantou visando a diminuição das desigualdades sociais, não faz a menor questão de desmoralizá-la e demonstrar que, infelizmente, nem todos são merecedores dela.

  • Assino e aproveito para solicitar que o ministro:

    1) Reconheça que errou. Não existe lei retroativa no Brasil e nem nos demais países do mundo. Se o Supremo cometer essa injustiça, será um escândalo.

    2) Peça desculpas ao Supremo e, especialmente, ao ministro Lewandosky. O arroubo que todos podemos assistir na internet foi de uma falta de compostura completa e inaceitável.

    3) Explique a transação com seu imóvel de Miami, amplamente divulgada na internet. Por gentileza, responda às seguintes perguntas, para dirimir nossas dúvidas:

    a) Por que uma proprietária de imóvel em Miami teria DOADO um imóvel para a empresa recém-criada por Joaquim Barbosa?

    b) Por que Joaquim Barbosa usou o apartamento funcional como endereço de sua empresa, transgredindo a lei geral da magistratura?

    4) Explique que tipo de relacionamento o une ao senhor Luciano Huck. Não consideramos trivial um ministro ser fotografado no camarote de um apresentador de mídia, em jogo da Seleção Brasileira, dada a posição que ocupa no Supremo Tribunal Federal. Um ministro de Supremo precisa ter discrição e comedimento.

  • Todo meu apoio ao Ministro Ricardo Lewandovski pela sua atuação no julgamento da AP 470, pôs tem sido sereno e cumprido sua função em ver os autos do processo, que é o esperado numa democracia. Espero que os outros ministros tomem o mesmo exemplo. Não desejo justiçamento mas justiça.

  • Quando pensamos que, como qualquer outro país, o Brasil através do STF, nos garantiria que nossa sociedade jamais pudesse ser cooptada por bandidos que poderiam (tentam todo o tempo em todos os lugares) abocanharem-se das nossas riquezas, dos frutos do nosso trabalho, de todo o esforço feito para manter um estrutura administrativa a um custo elevado, canalizar recursos para as obras nossa infra estrutura ainda precária, destinar elevadas verbas para amenizar a vergonhosa má distribuição de rendas, enfim nos inserirmos no que se chama de Estado Democrático Desenvolvido, então… desdobra-se a face conservadora deste STF, que para chegar aos seus mais espúrio objetivos, vale-se do destempero e despreparo de um dos seus membros no cargo de presidente da corte.

    É uma grande frustração e um extrema preocupação com o nosso futuro.

  • Manifesto meu integral apoio ao Excelso Ministro Ricardo Lewandowski por fazer valer a constituição e garantir o amplo e irrestrito direito à defesa e ademais se portando com a isenção que se espera de um magistrado da mais alta corte do país.

  • PARABÉNS MINISTRO PELA ATITUDE MANSA E RESPEITOSA EM FACE DA INSTITUIÇÃO STF QUANTO AO PÚBLICO BRASILEIRO. QUE O ACOMPANHA NO SEU OFÍCIO NOBRE DE JULGADOR.

  • É com muita vergonha que vemos sendo exibidas, quase que diariamente em rede nacional, cenas de total destempero do presidente desta instituição tão importante que é o STF. Sua atitude déspota nos deixa indignados e preocupados com o futuro das instituições democráticas.

  • Prezado JB. Tá certo que a novela das seis da Globo Overseas não anda mesmo lá muito bem das pernas. Mas denegrir os colegas com “barracos” deste nível para aumentar o Ibope da Vênus Platinada assim é demais. Sossega Barraqueiro!!!

  • Sr. Ministro do STF Joaquim Barbosa,

    Não se esqueça nunca que a verdadeira Justiça só se realiza se houver espaço livre e aberto para o contraditório, onde possa haver a manifestação independente das partes, inclusive, entre os magistrados. Não existe Justiça onde só um lado pode colocar e até mesmo impor suas posições.

    Os Tribunais existem, pelo menos no mundo democrático, para tomar decisões colegiadas, através das quais a percepção e o posicionamento jurídico da maioria dos magistrados se impõe democraticamente sobre a manifestação daqueles que estiverem em minoria.

    Além disso, o Sr. Ministro do STF Ricardo Lewandovski, com toda a sua polidez e respeitabilidade, não merece o tratamento descortez e injustificável que a ele Vossa Excelência já dispensou por diversas vezes. Sem esquecer, é claro, do fato de que ele é tão Ministro do STF quanto Vossa Excelência o é.

    Espero que essas minhas palavras possam lhe fazer refletir e lembrar-se da tarefa nobre e destacada que a Nação Brasileira lhe reservou como Ministro do STF, porém, balizada na Constituição Federal e nos princípios democráticos.

  • Assino com veemência!!!!! Não clamo a Joaquim Barbosa apenas urbanidade e boa educação ao tratar seus pares, mas principalmente humildade para reconhecer os possíveis equívocos cometidos pela mais alta côrte de justiça do país em relação aos réus.

  • Assinado. Só acho que o abaixo-assinado deveria incluir um pedido de retratação ou de desculpas do ministro JB ao ministro Lewandowski. Cá entre nós, acho que JB não perdoa o Lula por tê-lo escolhido para o STF – e pior, tornado isso público – por ele ser negro, e não pelos seus méritos… O julgamento do Mentirão foi a vingança dele…

  • Acredito que um Ministro do STF deva até mesmo como exemplo de cidadania adotar uma postura mais democrática e menos autoritária no exercício de seu cargo.

  • “Grandes poderes… grandes responsabilidades.”

    “As vezes, para fazer o que é certo temos que desistir daquilo que mais queremos… inclusive dos nossos próprios sonhos.”

    “Somos quem escolhemos ser!”

    (Homem-aranha, super-herói da Marvel Comics)

  • Solicito ser respeitado senhor ministro.

    Não somos obrigados a aceitar o seu destempero e a sua flagrante postura parcial e partidária.

    Lembre-se que o senhor está aí para defender a sociedade e não os interesses obscuros midiáticos, aos quais tem sistematicamente defendido.

  • Sugiro que cópias do abaixo assinado sejam entregues aos demais ministros do Supremo Tribunal Federal, para conhecimento amplo.

    É importante que os ministros vejam que existem pessoas na sociedade que não são tolas e estão percebendo o que ocorre na presidência do Supremo.

  • Apoio não só isso, como uma abertura de inquérito sobre suas relações duvidosas com o poder econômico e com a grande mídia. Devemos começar já uma campanha pelo seu Impeachment/ impitimam.

  • Se há um erro crasso, porquê não revê-lo? Todos erramos, é normal, mas a arrogância e a prepotência de alguns impedem que se desça à planície dos mortais. Brabosa gostou dos holofotes da Rede Globo e sabe, que se não levar o caso do jeito que a família Marinho quer, se queima com a midiazona e volta ao seio dos mortais, Barbosa é hiper, super, mega vaidoso e não medirá esforços para jogar uma pá de cal em José Dirceu (apesar que mesmo preso continuará sendo o que é, um lutador)..

  • A muito tempo o presidente do STF Joaquim Barbosa vem afrontando tudo e a todos com o seu modo arrogante querendo que todos segue arrisca a sua vontade, uma vez que o STF é a Suprema corte do Brasil. Joaquim Barbosa é, hoje, um problema nacional. Joaquim Barbosa é, um fora da lei.

  • Exigimos respeito ao Poder Judiciário brasileiro e ao cargo que o Senhor ocupa provisoriamente no Supremo Tribunal Federal. Respeite o povo brasileiro!

  • Dr. Barbosa, na ansia de poder e olofotes, deixou para trás a educaçäo que aprendeu em casa… Ou vai dizer que sua mäo näo lhe deu educaçäo?

  • Dou total apoio a iniciativa uma vez que a atitude do Ministro Joaquim Barbosa atenta contra o estado democrático de direito. Atitudes como esta emporcalham a nação Brasileira.

  • VENHO POR MEIO DESTE CANAL SOLICITAR AO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA QUE O MESMO TENHA MAIS COMPOSTURA PERANTE SEUS PARES. E QUE SEJA MAIS DELICADO COM A NOSSA SOCIEDADE QUE O TEM COM TODO RESPEITO COMO O MINISTRO DA MAIS ALTA CORTE. PEÇO SERENIDADE E AO MESMO TEMPO SINCERIDADE NA HORA DE FAZER SEU JULGAMENTO.

  • Parece que o ministro Ricardo Lewandowski é único com grandeza o bastante para se manter como um verdadeiro magistrado, bem como para mostrar a todos, inclusive aos seus colegas do STF, que justiça não é vingança.

  • Assisti a todo o julgamento da AP 470 e me sentia inutilmente “REVOLTADA” diante da postura arrogante e destemperada do Ministro Relator Joaquim Barbosa. Na última Quarta-Feira voltei a me colocar diante da TV para ver o exame dos embargos. Atos provocados pelo Ministro Presidente, a afronta a um colega do STF, o encerramento abrupto e o impedindo ao Ministro Lewandowski de se manifestar sobre o embargo, me fizeram ficar sobressaltada. Não há DEMOCRACIA onde não há CONTRADITÓRIO. ASSINO e afirmo: “Essas afrontas não podem continuar”.

  • O respeito à opinião contrária mostra a grandeza de uma pessoa.
    Seja mais respeitoso e mais humilde, Ministro. Honre a sua história de luta e reconquiste o meu respeito e de muitos outros brasileiros.

  • Assinado. Esse elemento não tem condições moral e fisica(?) pra ocupar uma vaga na mais alta corte desse País. Mantém-se nesse cargo apenas pra aparecer e deixa de fazer o que talvez ele não saiba: Justiça!

  • Assisti a todo o julgamento da AP 470 e me sentia inutilmente “REVOLTADA” diante da postura arrogante e destemperada do Ministro Relator Joaquim Barbosa. Na última Quarta-Feira voltei a me colocar diante da TV para ver o exame dos embargos. Atos provocados pelo Ministro Presidente, a afronta a um colega do STF, o encerramento abrupto e o impedimento ao ao Ministro Lewandowski de se manifestar sobre o embargo, me fizeram ficar sobressaltada. Não há DEMOCRACIA onde não há CONTRADITÓRIO. ASSINO e afirmo: “Essas afrontas não podem continuar”.

  • Assino total apoio a qualquer açao contra o Joaquim Barbosa, uma das merdas que tem no STF!!! ele deveria ser processado juntamente com o Gurgel e Antonio Fernando por retirar a facadas o processo 2474 da AP 470. E novamente processado pelo Lewandovski sou testemunha do dano moral que ele fez, pode incluir-me, que vou dizer quem estar fazendo chincana…..JB BT!!!

  • Sim, o comportamento do ministro, além da falta de respeito para com seu companheiro de trabalho e para com o povo brasileiro, demonstra sua insegurança.

  • Joaquim Barbosa será sempre lembrado pela sua arrogância e indelicadeza que trata seus pares no STF, este Senhor não digno do cargo que exerce. Se a sua interpretação jurídica não vai de acordo com a dos outros ministros, isso não o transforma em dono da verdade, alem de que ninguém está sendo julgado por um tribunal de inquisição. Ele chegou ao STF como um símbolo de superação, principalmente pela origem que tem, mas o que vemos é que ele se comporta como um tirano, descarregando toda sua fúria em todos que não compactuam com suas idéias no ponto de vista jurídico.

  • Muitos juristas lutaram para tornar esse país uma democracia novamente. Infelizmente, o judiciário brasileiro não está representado como deveria em função da forma de proceder do Ministro Joaquim Barbosa.

  • Eu, Edson Júnior,

    Assino e faço da pergunta do Ministro Lewandowski, a minha: Qual a pressa, excelentíssimo ministro Joaquim Barbosa, em acabar logo o julgamento da AP 470?

    POR QUE AO INVÉS DO TEMPO, NÃO SE VERGAR À JUSTIÇA, AO DIREITO? NÃO TENHA PRESSA, TENHA RESPEITO AO DIREITO DOS RÉUS E A LEGITIMIDADE DOS SEUS PARES EM PENSAR DIFERENTE DE VOSSA EXCELÊNCIA.

    Por último, gostaria que a PGR e o próprio STF fossem tão obstinados com os mal feitos do PSDB, do DEM, de Aécio Neves, etc…

    TAGs: Privataria Tucana, Caso Alstom, Siemens, Furnas, Satiagraha, Mensalão Tucano…

  • O Min. Lewandowski deveria acusá-lo, em plenário de prevaricador e pedir ( exigir ) que Barbosa o processasse, sob pena de, em não fazendo, admitir que, de fato, ele prevaricou

  • Senhor Ministro Dr. Joaquin Barbosa,
    Eu fui una das pessoas que ficou feliz com sua escolha à mais alta courte do meu país. Mas na ansia pelo poder e olofotes, o senhor deixou para trás a educaçäo que aprendeu em casa… Ou vai dizer que sua mäe näo lhe deu educaçäo?

  • Assinado!!!!! Joaquim Barbosa será sempre lembrado pela sua arrogância e indelicadeza que trata seus pares no STF, este Senhor não digno do cargo que exerce. Se a sua interpretação jurídica não vai de acordo com a dos outros ministros, isso não o transforma em dono da verdade, alem de que ninguém está sendo julgado por um tribunal de inquisição. Ele chegou ao STF como um símbolo de superação, principalmente pela origem que tem, mas o que vemos é que ele se comporta como um tirano, descarregando toda sua fúria em todos que não compactuam com suas idéias no ponto de vista jurídico.

  • Concordo plenamente e assino o pedido escrito pelo Eduardo Guimarães.
    Quero sublinhar o meu embaraço em tratar o magistrado Joaquim Barbosa de Sua Excelência. Se fosse realmente excelente, o atual presidente da Corte Suprema não seria destinatario de um pedido de compostura. Simples assim.

  • Sr Ministro, exijo e lhe ofereco respeito a sua pessoa e ao cargo que o sr ocupa. Se V ex. se julga acima de tudo e todos esta redondamente enganado. Nao eh nescessario lembrar a V.ex. o compromisso e o juramento proferido que ter: compostura eh o minimo que se espera de um Magistrado.

  • Assisti a todo o julgamento da AP 470 e me sentia inutilmente “REVOLTADA” diante da postura arrogante e destemperada do Ministro Relator Joaquim Barbosa. Na última Quarta-Feira, voltei a me colocar diante da TV para ver o exame dos embargos. Atos provocados pelo Ministro Presidente com a afronta a um colega do STF, o encerramento abrupto e o impedimento ao Ministro Lewandowski de se manifestar sobre o embargo, me fizeram ficar alarmada. Não há DEMOCRACIA sem o CONTRADITÓRIO. Assino e peço mais: “Se o Ministro não sabe conduzir-se no cargo, que peça sua saída”.

  • Seja homem e tome uma atitude honesta, nem que seja uma vez na vida. Se retrate e PRINCIPALMENTE julgue com justiça, baseado em fatos reais e não na mentira criada com a sua ajuda !!

  • Cumpanheiro Joaquim,

    Fui eu quem indiquei voçês dois e vossês dois teem de me obedecer. Pesso compostura, Joaquim, e deixe o Lewi fazer o trabalho dele. Veja bem, lembre-se que eu nunca soube de nada disso de mensalão. Eu não sei de nada.

    Um forte abraço, seu presidento!

    Lulão

    • Edu, tem imbecil pra tudo. Mas por que não censurar esse tipo de cafajeste anônimo, no mínimo alguém que aprova grosseria e prepotência? Por isso mesmo, não cabível num manifesto onde divergimos do comportamento pessoal e profissional do servidor público Joaquim Benedito Barbosa Gomes.

    • Aviso!
      Aqui não é lugar para anônimos, muito menos anônimos estúpidos.
      Exigimos decência e respeito ao estado de direito que gente da estirpe desse anônimo insiste em vilipendiar.

  • Cada contribuinte desse pais que paga o salario de Vossa Excelencia e que assiste aos debates da mais alta corte de justica do pais tem todo direito de expressar sua frustracao cada vez que o Senhor perde a compostura. Alem de desnecessaria, essa atitude e suspeita da parte do Presidente da corte. Ela so contribui para agravar um mal que afeta as instituicoes brasileiras, que e justamente a baixa institucionalidade.

  • Sr Ministro joaquim Barbosa

    Nós merecemos respeito. Não toleramos mais os seus destempeiros para camuflar os seus erros juntamente com os do PGR. Você não merece está neste cargo. A sua arrogância enerva os brasileiros inteligentes. Aqui deixo um fragmento de um texto de Ruy Barbosa.

    “O bom senso humano, em todos os tempos, tem reconhecido não ser lícito abandonar a sorte da lei comum e dos direitos por ela assegurados às contingências do julgamento por um só tribunal. Daí a concepção das instâncias, dos recursos e, especialmente, das apelações, destinadas a corrigirem, mediante segundo exame do caso em cada lide, os vícios, omissões e nulidades do processo, os erros, abusos e injustiças da sentença.

    ”Apellandi usus quam sit frequens quamque necessarius,nemo est qui nesciat, quippe cúm iniquitatem judicantium vel imperitiam recorrigat.”
    (Fr. I D. de appellationibus, XLII I.)

    Ninguém há, que não saiba, diz o fragmento do texto de Ulpiano incorporado neste lance das Pandecas, “ninguém há, que não saiba quão frequente e quão necessário é o uso de apelar, remédio que se criou para corrigir a iniquidade e reparar a perícia dos julgadores”.
    Desta noção de justiça rudimentar só discrepou a grande matriz do nosso direito civil e do nosso direito judiciário, a jurisprudência romana, em outras épocas tenebrosas como as de Calígula, que vedou as apelações, e Nero, que as impediu (…)”.

    Petrópolis, fevereiro de 1917
    RUY BARBOSA

  • O Presidente Lula o nomeou para que dignifica-se a parcela do nosso povo mais sofrida e vitimada pelo preconceito. Tenha a dignidade de honrar essa parcela do nosso povo, conduzindo-se com a ética compatível com o cargo que fortuitamente recebeu de Lula. Recomponha-se. Seja digno da função que ocupa. Abandone a arrogância e a vaidade. Aqueles veículos de mídia que atualmente o bajulam são reincidentes em crimes contra o povo brasileiro. Um juiz não deve jamais ofender o primado da justiça.

  • Sr. Ministro,
    Até quando nós brasileiros assistiremos sua impafia dentro e fora do Tribunal? Nós exigimos respeito, ética e principalmente IMPARCIALIDADE nos julgamentos pelo STF, afinal nós brasileiros pagamos seu salário e mordomias e para tanto esperamos atitudes sóbrias de quem representa o povo.

  • Como cidadão não posso admitir tamanha descompostura do eminente representante do STF.
    Exijo que se retrate não só ao colega como a toda sociedade brasileira.

  • ao ministro Joaquim: sua conduta, a meu ver, é indesculpável. a acusação ao ministro Ricardo consubstancia imputação de crime de prevaricação. provavelmente, em defesa do STF, ele não tomará a atitude correta de representá-lo. minha solidariedade ao ministro Lewandowisck e minha repulsa ao ministro Barbosa.

  • Apoiado. Respeito o trabalho e a atuação dos ministros do STF. De TODOS eles.

    Portanto, se um dos ministros se porta de forma desrespeitosa, como vem acontecendo em sucessivos eventos com o ministro Joaquim Barbosa, eu me revolto sim. Ele tem feito um bom trabalho, assim como os outros ministros. Portanto, antes de acusar outro ministro de fazer “chicana”, ele precisa rever o próprio temperamento.

  • Minha solidariedade ao Ministro Lewandowski e peço ao presidente da suprema corte joaquim barbosa , mais respeito ao povo brasileiro e aos ministros que fazem parte da corte suprema do Brasil .

  • Já é mais do que hora de Joaquim Barbosa mostrar compostura como ministro do STF e, sobretudo, como presidente da Corte. No entanto, não nutro a mínima esperança de que isso venha a ocorrer. Pois se trata de um desequilibrado emocional, que pauta sua ação por impulsividade sensível sem nenhum controle da razão. Revela evidente despreparo para ser ministro do STF, mais ainda para ser seu presidente. Todavia, não é o único responsável pelo brutal desgaste que a Suprema Corte está sofrendo, certamente a maior de sua mais que centenária respeitável existência.

  • Assino, protestando… e desejando menos parcialidade, menos subserviência , mais justiça e delicadeza por parte do ministro Joaquim Barbosa . O povo brasileiro merece.

  • Exmo Sr Ministro Joaquim Barbosa,
    Seus rompantes, excessos, arrogância e parcialidade não me representam.
    Esperava que o senhor sendo mineiro, fosse mais comedido e reflexivo nas suas ações e levasse em conta nosso modo de ser, mas infelizmente o que temos visto é um desfile de vaidade, prepotência e complexo de inferioridade.
    O Sr infelizmente, não engrandece nossa justiça.
    Manifestando meu pesar pelo que tenho visto, desejo que Vossa Excelência se retrate com o povo e passe a ser o magistrado que o cargo ocupa assim exige.

    Marcio Destro

  • Pedimos respeito a Joaquim Barbosa e mostro aqui fragmentos de um texto escrito por Ruy Barbosa.

    “O bom senso humano, em todos os tempos, tem reconhecido não ser lícito abandonar a sorte da lei comum e dos direitos por ela assegurados às contingências do julgamento por um só tribunal. Daí a concepção das instâncias, dos recursos e, especialmente, das apelações, destinadas a corrigirem, mediante segundo exame do caso em cada lide, os vícios, omissões e nulidades do processo, os erros, abusos e injustiças da sentença.

    ”Apellandi usus quam sit frequens quamque necessarius,nemo est qui nesciat, quippe cúm iniquitatem judicantium vel imperitiam recorrigat.”
    (Fr. I D. de appellationibus, XLII I.)

    Ninguém há, que não saiba, diz o fragmento do texto de Ulpiano incorporado neste lance das Pandecas, “ninguém há, que não saiba quão frequente e quão necessário é o uso de apelar, remédio que se criou para corrigir a iniquidade e reparar a perícia dos julgadores”.
    Desta noção de justiça rudimentar só discrepou a grande matriz do nosso direito civil e do nosso direito judiciário, a jurisprudência romana, em outras épocas tenebrosas como as de Calígula, que vedou as apelações, e Nero, que as impediu (…)”.

    Petrópolis, fevereiro de 1917
    RUY BARBOSA

  • É com pesar que assino este manifesto porque chegamos ao cúmulo da sociedade se organizar para exigir mais compostura e menos espetáculo deste senhor que não tem se mostrado digno de presidir a mais alta corte do país.

  • Ministro Barbosa, a democracia brasileira não precisa de “justiceiros”, pois já os temos às mancheias nas periferias e nas páginas da grande imprensa. Precisamos, sim, de juízes que assegurem as prerrogativas de todos os envolvidos num julgamento: dos réus a seus advogados e também aos juízes da Corte.

  • SEI QUE O SENHOR GOSTA DE SE APARECER E NÃO ESTA NEM AI PARA NOSSA OPINIÃO MAS,RESPEITE-NOS.NÃO DEIXE SUA VAIDADE PASSAR POR CIMA DA NOSSA DEMOCRACIA APENAS SIGA A LEI DE NOSSO PAIS.SE ACREDITA EM DEUS SAIBA QUE SUA VAIDADE LHE ACARRETARA PREJUIZO DIANTE DELE NOSSO SENHOR, ESSE SIM UM JUIZ JUSTO E SOBERANO.

  • Minha solidariedade ao Ministro Lewandowski e peço ao presidente da suprema corte sr. Joaquim Barbosa mais respeito ao povo brasileiro e aos ministros que fazem parte da corte suprema do Brasil .

  • Expresso aqui, não apenas meu repúdio ao comportamento nada civilizado do ministro Barbosa, mas também o meu lamento por a corte suprema do meu País ter um presidente que não faz jus ao cargo que exerce.

  • Tem sido evidente sua parcialidade durante o processo. Uma oportunidade de demonstrar isenção é reconhecendo o equívoco ao indicar a data da morte do presidente do PTB, e suas consequências no processo.

  • É preciso por cobro a esse conduta truculenta e inadequada de um ministro. Tais atitudes só denegrem o Judiciário e engrossam o coro dos NÃO mais acreditam na Justiça no Brasil. Portanto, esse alerta ao ministro indecoroso já tarda. Por outro lado, o min. Ricardo Lewandowski só engrandece a Justiça com sua conduta equilibrada e desassombrada ante o esbirro autoritário e inepto que ora preside o STF.

  • Caro Ministro Joaquim Barbosa:

    O senhor não sente nenhum peso na consciência ao enviar pessoas para cadeia sem nenhuma prova?

  • É INADIMISSÍVEL QUE UMA PESSOA QUE FAZ PARTE DE UM COLEGIADO NÃO SAIBA LIDAR COM O CONTRADITÓRIO, , O PRESIDENTE DO STF JOAQUIM BARBOSA TEM AGIDO REITERADAMENTE DE FORMA
    A DEIXAR ESTARRECIDO O POVO BRASILEIRO, NÃO SE ADMITE UMA POSTURA DESSA NEM DE UM RÁBULA QUANTO MAIS DO PRESIDENTE DA MAIS ALTA CORTE DE JUSTIÇA DO PAÍS., AO SR JOAQUIM BARBOSA PEDIRIA QUE NOS POUPASSE DE SEUS ESPETÁCULOS DEPRIMENTE, NÃO FAÇA ISSO É FEIO. o minimo que se espera de um juiz é que ele tenha equilibrio,EDUCAÇÃO E POSTURA.

  • apoio totalmente o ministro Ricardo Lewandowski, Joaquim tem que aprender que não estamos em regime de exceção para linchar as pessoas. Continue assim ministro Ricardo Lewandowski

  • Senhor Presidente J.Barbosa.
    Estou de acordo com carta anexa e penso que divergencias/brigas entre seus pares(STF) devem ser dirimidas em particular e não em plenário.

  • Este supremo é um exemplo de democracia e justiça – ninguém pode discordar do Sr Joaquim Barbosa. Francamente! Nós não merecemos isso?

  • Assino tantas quantas vezes forem necessárias para que esse senhor aja de conformidade com o cargo a que foi nomeado.
    Desnecessário tecer outros comentários visto que todos aqueles que o viram comportar-se deselegantemente e até insultando o seu colega estáo indignados.

  • Assino. Toda vez que ouço este ministro eu sinto medo pelo futuro se o que ele quer for implantado neste país.
    JB não só insultou o ministro Lewandowsky, e sim, insulta a maioria dos cidadãos e cidadãs sensatos deste país.

  • Já estava passando da hora de deixarmos explícito que as atitudes deste cidadão, Joaquim Barbosa, conflita com os bons costumes e com a urbanidade que os cidadãos devem dispensar uns aos outros.

    Parabéns Edu pela iniciativa.

  • Sou um eleitor brasileiro, democrata e defendo o Estado de Direito. Respeito às instituições e à cidadania. Como tal não posso deixar de manifestar a minha indignação para com a falta de compostura e equilíbrio que afronta estas mesma instituições. E a minha indignação é maior quando vejo que quem deveria ser o guardião da constitucionalidade é justamente quem desrespeita a instituição à qual preside.
    Solicito respeito à Nação Brasileira e exijo retratação à sociedade.

    Erick Rijo de Figueiredo

  • assino em baixo e digo mais , que o senhor joaquim barbosa nao se comporta como presidente do STF , e sim como um promotor de acusaçao implacável , manchando cada vez mais a já tao denegrida imagem da justiça brasileira .

  • Senhor Joaquim Barbosa…
    Quero, aqui, chamar-lhe a atenção para um detalhe que o senhor parece ainda não percebeu.
    O senhor sendo um funcionário remunerado precisa seguir regras como todo e qualquer trabalhador brasileiro. O senhor pode até achar que está acima das leis, mas não está.
    Duvido muito que alguma empresa tolerasse que algum de seus funcionários dormisse em horário de expediente, tratasse seus colegas de maneira agressiva e não fizesse seu trabalho com acuidade e competência.
    O senhor, senhor Joaquim Barbosa, se trabalhasse em qualquer empresa desse país, há muito tempo já teria sido demitido por absoluta falta de capacidade.
    Sem mais para o momento.
    Wilson Carvalho Alves – Aparecida de Goiânia – GO

  • Sr Juiz Joaquim Barbosa, peço que o senhor assuma a posição de um juiz isento, justo, ouvidor, mais que um acusador, erre inocentando um bandido, mão não erre condenando um inocente.
    Atenciosamente
    Joel Miranda

  • Senhor Ministro assino todos as manifestações que visam restabelecer o respeito e o equilibrio do nosso poder Judiciário, que o Senhor insiste em denegrir.

  • É com muita honra que assino esse manifesto. Vamos passar o Brasil a limpo. Vamos democratizar o judiciário, a mídia e pedir mais regulação para o setor privado, principalmente o sistema financeiro.

  • Sempre achei que serenidade na condução da mais alta corte do país e respeito no trato com as pessoas com as quais interage, fossem os atributos necessários a um ocupante do cargo de magistrado desta suprema corte. Quão grande tem sido então a minha decepção com Vossa Excelência devido aos espetáculos de destemperos verbais e grosserias com que tem se comportado na relação com vossos pares, denegrindo a imagem deste tribunal.

    • A falta de respeito deste cidadão é uma expressão inequívoca de que esta instituição necessita de regras democráticas! E isto implica em avaliação histórica da instituição, um amplo debate de seu papel constitucional e controle democrático! Urgente!!!

  • me perdoe por não me dirigir como o senhor merece, mas tem provado que não é juiz, mas sim justiceiro a bel prazer da mídia, não queremos justiceiro isso é para os americanos, nos queremos

  • Ministro Joaquim Barbosa desça do seu pedestal e pratique justiça ao invés de praticar caça as bruxas. Tenha mais sabedoria e aplique isso aos seus julgamentos.

  • Ilustre Ministro. Seja grande! Seja humilde! Um pedido de desculpas pode melhorar sua imagem frente aos que realmente prezam pela justiça e democracia deste País. A falta de respeito apresentada por V. Excia. para com os Ministros Dias Toffoli e Ricardo Lewandovsky foi vergonhosa para a justiça brasileira. Lamentável…

  • Concordo e acho vergonhosa a postura assumida pelo Presidente do Supremo. Representa uma atitude tirana, que tira toda a credibilidade da Instituição, ainda porque os outros ministros permanecem calados. Triste! Triste! Muito triste.

  • me perdoe por não me dirigir como o senhor merece, mas tem provado que não é juiz, mas sim justiceiro a bel prazer da mídia, não queremos justiceiro isso é para os americanos, nos queremos Juízes que julguem segundo as provas que ha contra os réus, com justiça baseado em provas, por isto não aceito esse tipo de julgamento, o dominio do fato serve para o propinoduto senhor juiz

  • Ministro Barbosa comporte-se de acordo com o cargo que ocupa.

    Parabéns Ministro Ricardo Lewandowski, por desejar a justiça e não os holofotes.

  • Senhor Ministro Joaquim Barbosa sua conduta na mais Alta Corte de Leis desse País a cada dia que passa desmoralisa mais essa casa de leis, sua falta de controle emocional, sua arrogância, exerça com equilibrio e coerencia o posto que ora assume, peça uma licença vá se tratar fora do Brasil, assim com fez quanto as dores na sua coluna, fique tranquilo com as despesas, Nós contribuintes pagamos mais uma de suas infinitas mordomias, peça pra sair ministro.

  • me perdoe por não me dirigir como o senhor merece, mas tem provado que não é juiz, mas sim justiceiro a bel prazer da mídia, não queremos justiceiro isso é para os americanos, nos queremos Juízes que julguem segundo as provas que ha contra os réus, com justiça baseado em provas, por isto não aceito esse tipo de julgamento, o domínio do fato serve para o propinoduto senhor juiz. portanto assino este manifesto

  • Assino , sim, com muita satisfação, É preciso manter o respeito entre os pares do STF. A maior instância jurídica do país não pode passar por esse tipo de vexame. E mt menos um Ministro ser ojeto de admoestação, de achincalhe. Na verdade, o correto é o Sr. Joaquim Barbosa, se afastar, sine die, das funções da presidência do STF. Retratar-se, e procurar tratamento psiquiátrico.É isso!

  • Devemos nos unir em torno de Lewandowsky para evitar que Barbosa destrua o Judiciário Brasileiro.
    Se necessário devemos acampar em frente a casa do Barbosa ou do STF, exigindo respeito e compostura.

  • Nem num prostíbulo se espera um comportamento de um nível tão baixo como o que presenciamos na última quinta no STF. O nosso país merece respeito, Sr. Joaquim Barbosa!.

  • que conduta é essa que vem sendo apresentada por tal ministro? e o desrespeito durante as sessões, e sua imagem desgastada com tantos escândalos levantados nas redes sociais é de envergonhar o país. Será que apresenta postura ética para o cargo que ocupa? vergonha nacional, quiçá mundial.

  • Assino , sim, com muita satisfação, É preciso manter o respeito entre os pares do STF. A maior instância jurídica do país não pode passar por esse tipo de vexame. E mt menos um Ministro ser ob
    jeto de admoestação, de achincalhe. Na verdade, o correto é o Sr. Joaquim Barbosa, se afastar, sine die, das funções da presidência do STF. Retratar-se, e procurar tratamento psiquiátrico.É isso!

  • Às vezes,me irrito c/ aqueles que discordam da minha opinião;é normal até…O problema é quando não aceitamos discordâncias -pior;se se é um magistrado da Suprema Corte Judiciária do país;Corte essa,que é um colegiado.Os vigoros debates jurídicos,mesmo p/ quém não é do meio,chega a encantar -o bate-boca deselegante e grosseiro,é inadimissível!

  • “CORTESIA

    O magistrado tem o dever de cortesia para com os colegas, os membros do Ministério Público, os advogados, os servidores, as partes, as testemunhas e todos quantos se relacionem com a administração da Justiça.

    Parágrafo único. Impõe-se ao magistrado a utilização de linguagem escorreita, polida, respeitosa e compreensível.”

    Ou Joaquim Barbosa desconhece o manual ou o despreza. É um exemplo tenebroso que o presidente da mais alta corte passa aos integrantes do sistema judiciário nacional. Quem não se lembra da forma como ele se dirigiu a um repórter do Estadão que lhe fez uma pergunta diferente das louvaminheiras que jornalistas da Veja e da Globo costumam lhe fazer?

    JB vai se assemelhando, cada vez mais, ao alienista de Machado de Assis. Acha que o problema está em todo mundo quando, na verdade, ele é o problema.

  • Sr. Joaquim Barbosa, a forma como vem se comportando nos causa ojeriza, por favor, respeite o povo brasileiro, respeite seus pares, respeite a República Federativa dos Brasil.

  • Senhores,
    Assino este manifesto em repúdio ao tresloucado ministro que muito nos envergonha, além de ter sido uma enorme decepção para todos que um dia acreditaram que esse senhor seria digno de tal honra. Revelou-se mais um, entre tantos no judiciário, que se deixam levar pelos holofotes da “grande” mídia pertencente, há séculos, aos tubarões da casa grande.

  • infelizmente tenho que assinar este abaixo assinado, porque me envergonha a atitude do presidente do stf, , pelo destempero, falta de cortesia e de preparo psicológico para ocupar o mais alto cargo da magistratura brasileira. Infelizmente chegamos a este ponto, de assinarmos abaixo assinado contra as atitudes deste magistrado, que num pais desenvolvido seria um escanda-lo a ponto do magistrado pedir a renuncia do cargo.Infelizmente de onde deveria vir exemplo de honradez e cortesia vem o pior dos exemplos. É UMA LASTIMA.

  • FAÇA UM JULGAMENTO SERIO E NÃO UM JULGAMENTO A PEDIDO DA MÍDIA BARBOSA. RESPEITE SEUS PARES E ESQUEÇA OS FORMADORES DE OPINIÕES QUE O CERCAM

  • SENHOR JOAQUIM BARBOSA!
    MAIS RESPEITO E ÉTICA AO ATUAR TANTO NO JUDICIÁRIO COMO EM SUA VIDA PARTICULAR, UMA VEZ QUE QUEM TEM TELHADO DE VIDRO NÃO PODE SIMPLESMENTE SAIR POR AI OFENDENDO AS PESSOAS COMO SE ESTIVESSE ACIMA DO BEM E DO MAL. MAIS RESPEITO SR. BARBOSA, NÃO ÉS MELHOR QUE NINGUEM E DE SUAS ATITUDES TERÁS QUE PRESTAR CONTAS. NAO PENSE QUE ESTA SENDO ADIMIRADO POR ISSO. ALIAS, O POVO BRASILEIRO VEM SABENDO DISTINGUIR QUEM E DO BEM E QUEM E DO MAL, DIFERENTEMENTE DO QUE A TURMA DA IMPRENSA GOLPISTA PRECEITUA.
    NÓS POVO SIMPLES NÃO ACEITAMOS ATITUDES COMO AS QUE ESTÁS TENDO NO STF.

  • Prezado Ministro e professor Lewandowski, tive o prazer de assistir sua Aula Magna para alunos da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, onde estudei, proferida em 2012, salvo engano. Como acadêmico de Direito, admiro sua sobriedade, suas colocações sempre técnicas, adequadas e respeitosas. Admiro-o como Magistrado e como Professor, embora eu não tivesse o privilégio de ser seu aluno.

    É de ministros sóbrios e justos, comprometidos com os Direitos Humanos e Fundamentais, a Constituição Federal e os valores e princípios democráticos e republicanos, que precisamos.

  • O Sr. como presidente do STF deveria ser capaz de usar o bom senso, o equilibrio em suas opiniões.

    O seu cargo é temporário mas as suas atitudes ficarão para sempre.

  • Assinado.Ministro não se esqueça que o senhor se encontra na mais alta corte,respeite seus pares e entenda que estamos num ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO,temos que respeitar opiniões diferentes das nossas.

  • Ministro Joaquim, Mantenha-se em postura Republicana! Não se arvore em se achar, poderoso por ser Negro, fazendo o que a Direita Reacionária determina, jamais serás branco, nem de alma nem de jeito nenhum. Orgulhe-se de ser um negro honesto! Tenha amor no coração, seja feliz!

  • Os vigorosos debates jurídicos,são belos até no cinema;o bate-boca deselegante e descambando para o grosseiro,são detestáveis em qualquer situação -principalmente quando somos nós os envolvidos…’magine-se então,na Suprema Corte do país…

  • O tempo de ganhar no grito já acabou. Preste atenção, Joaquim. Tenha respeito por mim. por nós e pelo SEU colega de trabalho. Vai falar grosso com seus eventuais capangas.

  • Assinado com todo prazer.

    É um retrocesso para a Suprema Corte do Pais,ser presidida por uma pessoa que mais parece um desqualificado e lá estar através de interesses obscuros,Ministro Joaquim Barbosa isso é uma vergonha.
    O STF tem de manifestar e ser respeitado,tem de haver criterios e não um cara que tem usado o STF para aparecer e sabe-se com quais interesse faz isso.
    Depois para nós negros é uma decepção uma vez que pela primeira vez um Ministro negro chega a Suprema Corte do Pais,para fazer esse papelão,é uma vergonha.
    Que o proximo Presidente do STF seja uma pessoa sensata,coerente,transparente e isonomica,não dos tipos:Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa.
    Nobre Ministro Joaquim Barbosa Vossa Excelência me envergonha como brasileiro.

  • Sr. Joaquim Barbosa, o sr. não tem educação? Ou educação e bons modos não passam apenas “de teatro e hipocrisia”?

    Bem dizia meu avô (imigrante analfabeto, mas muito mais inteligente do que muito engravatado pedante por aí) que estudo não traz educação, traz conhecimento. Educação é muito mais do que repetir, como papagaio, frases feitas e sinônimos de rodapé de dicionário

  • Assinado com todo prazer.

    É um retrocesso para a Suprema Corte do Pais,ser presidida por uma pessoa que mais parece um desqualificado e lá estar através de interesses obscuros,Ministro Joaquim Barbosa isso é uma vergonha.
    O STF tem de manifestar e ser respeitado,tem de haver criterios e não um cara que tem usado o STF para aparecer e sabe-se com quais interesse faz isso.
    Depois para nós negros é uma decepção uma vez que pela primeira vez um Ministro negro chega a Suprema Corte do Pais,para fazer esse papelão,é uma vergonha.
    Que o proximo Presidente do STF seja uma pessoa sensata,coerente,transparente e isonomica,não dos tipos:Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa.
    Nobre Ministro Joaquim Barbosa Vossa Excelência me envergonha como brasileiro.

  • Sr. Joaquim, mais respeito à coletividade.
    Mais respeito com aqueles que pagam vosso salário.
    Mais respeito e compostura nessa casa guardiã da constituição.

  • Em meus 65 anos de vida, nunca vi o STF tão desmoralizado como nestes últimos anos. Felizmente, ainda existem Ministros íntegros como Ricardo Lewandowsky.
    O sr Joaquim Barbosa, além de se retratar junto ao Ministro Lewandowsky, tem que se desculpar perante o povo brasileiro por seu comportamento desequilibrado e imparcial.

    • Em tempo:
      “O sr Joaquim Barbosa, além de se retratar junto ao Ministro Lewandowsky, tem que se desculpar perante o povo brasileiro por seu comportamento desequilibrado e PARCIAL”.

  • Acima de tudo devemos ter uma justiça isenta de preconceitos, pré julgamentos e com tendência a salvar os poderosos.
    Isto só se conseguirá com cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres.
    Não é com juízes prepotentes e despreparados que teremos uma verdadeira justiça neste país.
    As atitudes e palavras de Joaquim Barbosa nos remete ao tempo da inquisição.

  • Comporte-se como juiz,não como um justiceiro.

    O sr.deve explicações ao contribuinte.

    O STF não pode se curva os PIG.

    Opinião pública,não é opinião publicada.

    Respeite o povo brasileiro.

  • Prezado ministro dr. Joaquim Barbosa confirmo minha assinatura e exijo ponderação, educação, respeito e isenção de sua parte. Não tente intimidar os demais colegas e influenciar seus votos. Os embargos devem ser considerados, já que o restante do julgamento que o sr. presidiu foi e continua a ser uma farsa.

  • Assino, ressalvando que não concordo com o fato do relator não ter sido substituído, na atual fase do julgamento, até porque, sendo Presidente da Corte, acho que não deveria relatar, só presidir. A continuidade para mim é casuísmo, pois perpetua as falhas e não promove a justiça e a Justiça.

  • Prezado Sr. Ministro Joaquim Barbosa a partir deste abaixo assinado começa a contagem regressiva para a sua saída da presidência do STF, e que isto traga a normalidade a esta instituição. De todos os erros do Presidente Lula a nomeação do ministro Barbosa foi sem dúvida o maior. Mas como disse logo ele volta a insignificância merecida e o Ministro Ilustre Ricardo Lewandowski, trará novamente o brilho ao STF.

  • Onde chegamos!
    Nós mortais da planície, na insignificância de nossas formações acadêmicas e culturais, levando a um dito intelectual, poliglota, culto, de suposto saber jurídico, postado em um patamar que só caberia aos que realmente fossem donos destas qualidades, uma reprimenda por mau comportamento perante seus pares.
    Ao sr. Joaquim Barbosa, presidente do STF, daqui de baixo, tenho a lhe dizer:
    – Poderia ter passado sem esta!
    E complemento:
    – Contenha-se!
    Assinado
    Luciano José Bastiani
    um humilde eletricista do sul do Brasil, que nunca precisou de uma reprimenda destas…

  • Minha vontade era retirá-lo do STF, mas creio não ser possível, embora tenha se deixado levar pela vontade dos golpistas da direita sem voto, atropelando, inclusive, a lei para condenar adversários políticos dessa direita. Não só isso mas omitindo ou escondendo ações praticadas por grandes empresas com as de Marcos Valério, as mesmas utilizadas para condenar no caso “mensalão” (MENTIRÃO).
    Assim, pela impossibilidade de vê-lo fora do STF, assino, pois a medida prevista no documento em tela parece-me a única possível.

  • Prezado Sr. Ministro Joaquim Barbosa a partir deste abaixo assinado começa a contagem regressiva para a sua saída da presidência do STF, e que isto traga a normalidade a esta instituição. De todos os erros do Presidente Lula a nomeação do ministro Barbosa foi sem dúvida o maior. Mas como disse logo ele volta a insignificância merecida e o Ilustre Ministro Ricardo Lewandowski, trará novamente o brilho ao STF.

  • APOIO A CAUSA, O COMPORTAMENTO DO EXMO. MINISTRO NÃO É DEMOCRÁTICO, NÃO É REPUBLICANO NÃO CONDIZ COM O CARGO QUE OCUPA. ESPERA-SE FIRMEZA, SERENIDADE, MAS TRATAMENTO URBANO AOS SEUS PARES…

  • Sr. Ministro JB, a minha mãe dizia que, quem não tem razão normalmente se irrita fácil e grita… Desculpe mas o senhor mais parece um justiceiro, promotor . A justiça tem que ser imparcial. Desculpe mais uma vez, mas o senhor me parece ator deslumbrado querendo holofotes!!!! Que pena.

  • A preservação da credibilidade do STF , ministros e presidentes do tribunal são temporais , a instituição é da nação como o senhor um assalariado da sociedade brasileira , e manter a credibilidade do judiciário é sua obrigação.
    Declarações sobre partidos e políticos , imóveis no exterior que são sedes de offshores , legal , imoral e anti ético , como bate bocas no tribunal não são suas funções e embotam a credibilidade do STF.
    O pedido simples , cumpra suas obrigações e deveres inerentes ao cargo , até sua desejada e tomara rápida aposentadoria.

  • Confirmo a assinatura no Abaixo Assinado.
    Acho que o povo brasileiro precisa ser respeitado pela autoridade que “está” Presidente do Supremo Tribunal, acho que debates acalorados são pertinentes, e até jogo de cena, mas partir para agressão e agir com descompustura, não engrandece ninguém, pelo contrario denigre a imagem da Suprema Corte, dos juízes etc.

  • Eu apoio e “assino”.
    O Sr Joaquim Barbosa já reúne elementos para que seja acusado de crime de responsabilidade, por falta de decoro, para ser julgado pelo Senado Federal num processo de exoneração. Art. 52 da CF: Compete privativamente ao Senado Federal:…
    II – processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal Federal, os membros do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, o Procurador-Geral da República e o Advogado-Geral da União nos crimes de responsabilidade; (Redação da EC 45/2004)…
    O tal “crime de responsabilidade” na verdade é uma acusação política contra a conduta, no caso indecorosa, do ministro do supremo. Qualquer cidadão pode denunciar…

  • A justiça é cega, mas enxerga quando quer…. Assim parece que Joaquim Barbosa está querendo ver ou criar uma situação que ninguém vê…. Forçar uma situação aos berros, deve ter sido como ele foi educado…

  • Assinado. Também espero uma explicação sobre a criação de uma empresa de fachada para obter redução de impostos na compra do apartamento nos EUA.

  • Ilustríssimo Sr Presidente do Supremo Tribunal Federal, se lhe falta compostura para o exercício do cargo, por favor peça para sair.
    A sociedade Brasileira agradece.

  • O que se espera de um magistrado? Justiça! Mas Vossa Excelência não é nada justo. O que se espera de um Ministro do STF? Equilíbrio! Vossa Excelência demonstrou inúmeras vezes não ter equilíbrio. O que se espera do Presidente da Suprema Corte? Honestidade! Esconder e escamotear provas com o intuito de prejudicar os réus, não me parece honesto, nem justo, nem equilibrado. Sei que Vossa Excelência não levará em conta as minhas palavras, pois se já nem considera as de seus pares, que tão perto estão dos deuses supremos do Olimpo, quanto mais a de uma simples e insignificante mortal. Mas tivesse eu tal merecimento, pediria a Vossa Excelência que tivesse a humildade de, reconhecendo suas incapacidade para cargo de tamanha responsabilidade, apresentasse ao menos, um pedido de desculpas a todos a quem Vossa Excelência tem ofendido. Não pedirei que abdique do posto, pois sei que o orgulho e a arrogância, são algemas intransponíveis para a Vossa personalidade. E por último, peço ao destino, que não me dê a infelicidade de o colocar em meu caminho, nessa minha pobre vidinha, que por si só já é bastante difícil.

  • Assino, lamento e pergunto:

    O que aconteceu com aquele Joaquim Barbosa que encantou essa mesma blogosfera, quando enfrentou corajosamente o ministro Gilmar Mendes? Lembrando que naquela ocasião, foi execrado por toda grande mídia. Alguém e por alguma razão mudou. Ou foi a mídia ou foi o ministro!

  • Tb assino,

    Ministro JB, precisa entender que o STF não é um extensão de sua casa e os demais ministros não são seus parentes. As sucessivas agressões ao Ministro Ricardo Lewandowski já estão beirando o patológico.
    Caso não consiga entender que precisa respeitar os réus, seus pares, a legislação, o Judiciário, o País, o melhor é afastar-se e permitir que o Vice-Presidente, assuma. Do que jeito que está, o Tribunal não tem qq condição de julgar ninguém.
    Joaquim Barbosa, deve, não ao Revisor, mas a Nação, uma retratação pública.

  • Assino em baixo! O Brasil merece de um Poder Judiciário digno de ser chamado de JUSTIÇA. Tudo que não precisamos é de déspotas como este senhor que hoje preside o STF.

  • QUERO ASSINAR TAMBEM O PEDIDO DE IMPEACHEMENT DE JOAQUIM BARBOSA, esse desequilibrado não tem condições de esta numa corte do porte do supremo.

  • Assino em baixo! O Brasil merece um Poder Judiciário digno de ser chamado de JUSTIÇA. Tudo que não precisamos é de déspotas como este senhor que hoje preside o STF.

  • Assino como um brasileiro estupefato com o comportamento inapropriado do Presidente do STF com um de seus pares o que denigre a justiça brasileira como um todo.

  • Joca Sei que é dificil ser ético e Jurista sob um holofotes da Midia, mais sugiro que voce aproveite a exerça sua função, não continue no erro, e é um erro midiatico.

  • Assinado.
    Por eleição direta para juizes, e destituição quando não cumpram com o dever.
    No caso acima este juiz deveria ser destituido até explicar, com provas o que significa esse ap em Miami.
    Marcia

  • Parabéns, Eduardo. Esse Barbosa é um troll, um falso juiz que fica marcando pontos no ibope em cima das mazelas sociais e da dignidade dos colegas. Vergonhoso. Até Elio Gaspari lhe deu um pito!

  • Toda nossa solidariedade ao Ministro Ricardo Lewandowiski, que teve a sua honra vilipendiada pelo Sr Joaquim Barbosa, presidente do STF. Nao e’ a primeira vez que o ministro Joaquim Barbosa agride os seus pares, como um ditador de plantão no Supremo Tribunal Federal. Sendo assim, só resta ao povo exigir do Congresso Nacional a deposição do Sr Joaquim Barbosa por falta de decoro, crime de injuria e incompstura.

  • O STF é uma instituição perene. Nem sempre os que por lá passam a engrandecem! Esporadicamente, alguns de seus integrantes mostram-se despreparados e aquém das expectativas neles depositadas. Esperamos, todos, que os entreveros protagonizados pelo Sr. Ministro Joaquim Barbosa sejam uma exceção rapidamente passageira!

  • assino sem dúvida,
    mas apenas como apoio à todos, e como manifestação de meu total repúdio à forma como ele se comporta desde sempre
    mas duvideodó que JB atenda, entenda, se retrate ou algo assim…

  • Toda nossa solidariedade ao Ministro Ricardo Lewandowiski, que teve a sua honra vilipendiada pelo Sr Joaquim Barbosa, presidente do STF. Nao e’ a primeira vez que o ministro Joaquim Barbosa agride os seus pares, como um ditador de plantão no Supremo Tribunal Federal. Sendo assim, só resta ao povo exigir do Congresso Nacional a deposição do Sr Joaquim Barbosa por falta de decoro, crime de injuria e incompostura

  • Excelentíssimo Senhor Ministro Joaquim Barbosa,

    Sou um jovem brasileiro, e venho acompanhando com perplexidade as agressões verbais que V. Exª. tem feito contra seus pares durante as sessões no STF. Seu comportamento é um mau exemplo para o povo brasileiro.

  • Sr. Joaquim Barbosa, o que se espera do Presidente da mais Alta Corte de justiça do País é serenidade para conduzir os trabalhos da corte, cortesia para com seus pares e toda a sociedade brasileira e justiça, não justiciamento!

  • Assino em conjunto, pois o judiciário brasileiro não está por merecer crédito, tendo em vista condutas inadequadas e tendenciosas de quem deveria ser isento e de reputação ilibada.

  • Senhor ministro VENHO ATRAVES DESTE SOLICIATR QUE VOSSA EXCELENCIA HONRE O CARGO QUE LHE FOI CONFIADO ATUANDO COM IMPARCIALIDADE MAS PRINCIPALMENTE COM O RESPEITO COM SEUS PARES.POIS EDUCACAO SE LEVA DE BERCO E COM CERTEZA SEUS PAIS LHE DERAM ISSO, A NACAO ESPERA ESTE GESTO. MENOS OLOFOTES E MAIS RESPEITO.

  • Assinadíssimo.
    A falta de respeito contumaz de Joaquim Barbosa não condiz com qualquer instituição de respeito. Ainda mais com uma das que representam o ápice dos três poderes.

  • Joaquim Barbosa – capitão do mato das elites brasileira – é uma vergonha para a nossa magistratura. Entendo que a atitude mais sensata seria a sua renúncia ao cargo de Ministro do STF.

  • Ministro Joaquim Barbosa, compenetre-se como um juiz de verdade, se retrate com o seu par, o Brasil necessita de julgadores comprometidos com as leis constitucionais, que não sejam arrogantes e que respeitem os seres humanos.

    • O presente manifesto é por mim assinado, cobrando do Doutor Joaquim Barbosa Ministro Presidente do Superior Tribunal Federal, respeito e compostura aos demais membros desta Suprema Corte.

  • Senhor Ministro, exigimos compostura e trabalho com toda a base de dados disponível à todas as partes e observância de todas as circunstâncias REAIS para consagrar a legalidade de seus veredictos.

  • Confirmo meu pedido de compostura ao Presidente Joaquim Barbosa, do STF.

    Meu Deus, a que ponto chegamos !

    E ao Ministro Lewandowski meus respeitos e admiração por sua postura civilizada, republicana e de um verdadeiro magistrado onde tal comportamento não pode mais ser assumido como comum a todos no Plenário do STF.

  • Assino com prazer, mas também com sentimento de indignação por ver um homem tão descontrolado e prepotente ocupando tão nobre cargo. Quero crer que este abaixo-assinado seja a primeira de outras iniciativas e manifestações de todos aqueles que repudiam o comportamento tirano e desequilibrado de Joaquim Barbosa no sentido de inspirá-lo a fazer algo de digno naquela tão importante casa, ou seja, renunciar ao cargo para o qual ele, definitivamente, não está preparado para exercer.

  • Joaquim Barbosa está onde está para fazer o que está fazendo. Sente-se seguro porque
    sabe que o soberano está além do bem e do mal. Sabe que a lei é para os bodes
    expiatórios; não para o soberano, razão pela qual age em nome do soberano – no Brasil
    em nome da soberana Globo; fora do Brasil em nome do soberano Estados Unidos. É
    um fiel servidor de ambos.

  • Assino com prazer, mas também com sentimento de indignação por ver um homem tão descontrolado e prepotente ocupando tão nobre cargo. Quero crer que este abaixo-assinado seja a primeira de outras iniciativas e manifestações de todos aqueles que repudiam o comportamento tirano e desequilibrado de Joaquim Barbosa, no sentido de inspirá-lo a fazer algo de digno naquela tão importante casa, ou seja, renunciar ao cargo que ele, definitivamente, não está preparado para exercer.

  • Comportamento inaceitável para qualquer jurista. O que se pode dizer então, quando vemos tal comportamento em um juiz da mais alta corte de justiça do nosso país?!