Governo é acusado de impor limites à Comissão da Verdade

denúncia

“É uma Comissão da Verdade no País da Mentira”

 

A ligação estava ruim, mas pude perceber o tom quase choroso na voz da pessoa para a qual liguei tão logo terminei de assistir, na edição do Jornal Nacional de segunda-feira (2.9), reportagem sobre o editorial de O Globo publicado no sábado (31.8) que reconheceu que o jornal “errou” ao dar “apoio editorial” ao golpe de 1964.

Buscava uma fonte que me pudesse explicar o repentino surto de honestidade histórica das Organizações Globo, ainda que a explicação que o seu jornal impresso ofereceu e que o seu telejornal reproduziu tenha sido no sentido de que nenhum fato recente foi responsável pelo fenômeno, que teria decorrido de inauguração de site cuja a proposta é oferecer a versão daquele grupo empresarial para as diversas acusações que vem sofrendo através dos anos.

No fim de semana, surgiram especulações sobre aquele fenômeno de honestidade de uma empresa que se notabilizou justamente por adulterar ou omitir fatos que não lhe interessava que viessem a público.

Uma das teorias versa sobre a nova postura da Globo decorrer de preocupação com as manifestações de protesto das quais tem sido alvo. De fato, não é bom para uma empresa que depende da própria imagem que multidões saiam pelas ruas de grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro gritando palavras de ordem contra si e empreendendo formas menos ortodoxas que se pode conhecer nos vídeos abaixo. 

 

 

Tais protestos vêm se tornando recorrentes nas duas pontas do eixo São Paulo-Rio e a explicação que a Globo achou que deveria dar para estar fazendo mea-culpa pela sua postura em relação à ditadura só faz reforçar tal premissa devido ao fato de que site com suas versões para acusações ou citando supostos erros já existe há um bom tempo, apesar de ter sido reformulado e reinaugurado.

Porém, havia uma outra teoria na praça. A Globo estaria reconhecendo que errou ao apoiar a ditadura por estar preocupada com os trabalhos da Comissão da Verdade, pois teria medo de que ao fim daqueles trabalhos seu relatório final desmascarasse um tema que sempre tentou ocultar.

Em busca da melhor teoria para o mea-culpa global ter ido parar até no JN, ligo para alguém em condições de dizer se na Comissão da Verdade estaria em curso algum trabalho no sentido de contar – e essa é a função daquela Comissão – como foi a atuação dos grupos de mídia na formulação do Golpe de 1964 e na sustentação da ditadura que desencadeou.

Foi uma surpresa, portanto, que após apresentar a minha questão ao experimentado e bem-informado interlocutor ele tenha adotado tom que qualifiquei como “choroso” no início do texto. Esperava uma resposta positiva para a tese de que os trabalhos da Comissão da Verdade poderiam estar por trás do surto de honestidade histórica da Globo, mas foi o contrário.

O que descobri não foi nem um jato de água fria, mas uma verdadeira cachoeira. Meu interlocutor riu, com amargura, da hipótese que lhe apresentei. Minha proposição seria “impossível” porque a Globo não correria o menor risco de ser incomodada…

A Globo, segundo meu interlocutor, foi mais realista do que o rei. Teve uma coragem que a Comissão Nacional da Verdade, a seguir no rumo atual, não teria e provavelmente não terá nem mesmo com a Globo facilitando tanto ao confessar não só que apoiou a ditadura, mas que errou ao fazê-lo.

E não serão apenas os meios de comunicação partícipes do golpe de 64 a ser poupados de constrangimentos por ação da Comissão da Verdade. Há outros setores que ela estaria proibida de investigar, como grandes grupos empresariais, a embaixada norte-americana e o alto comando das Forças Armadas. E o que é pior: os “vetos” teriam partido “de cima”.

O interlocutor, ex-preso político e com outras relevantes qualificações que não serão reveladas por sua exigência, não escondeu o sofrimento diante do cerceamento da Comissão da Verdade. Sua frase textual: “É uma Comissão da Verdade no país da mentira; os jogos de interesse mantêm e manterão muitas verdades ocultas”.

91 comments

  • Agora só falta Dilma Rousseff admitir que ter integrado o Colina (Comando de Libertação Nacional) e a VAR-Palmares foi um erro. Afinal, essas organizações mataram pessoas inocentes em nome de sua causa. E matar pessoas inocentes, convenham, é injustificável em qualquer tempo. Mas acho que ela não o fará.

    • Certamente ela acha que foi um erro, mas não pelas razões que voce falou, que é uma abordagem superficial imposta pela direita para “igualar” os dois lados.
      Grande parte da esquerda passou a fazer auto-crítica da opção pela luta armada desde o total aniquilamento desses grupos pelos milicos. Hoje sabe-se que estavam isolados da sociedade brasileira que estava entorpecida pelas ilusões do “milagre econômico”.
      Dito isso, não há nível de comparação. Os tais “inocentes” “assassinados” pelos “terroristas”, não passam de dois ou três soldados e policiais mortos em trocas de tiros. Como comparar com sequestro, extermínio e tortura inclusive de crianças?
      Voces ficam repetindo esse lenga-lenga para ver se cola

          • Aposto como você admira os rebeldes que lutam contra a ditadura SÍRIA, mas os brasileiros que lutaram contra a ditadura no BRASIL você os considera terroristas , assassinos,bandidos e todos os adjetivos pejorativos possíveis.

          • O Estado brasileiro praticava o terrorismo, prendendo, torturando e executando sem julgamento, e chamava os que se insurgiam contra isso de terroristas. E há quem chame de “democrático” o golpe de 1° de abril e acredite nas mentiras veiculadas antes e depois do mesmo pelos seus apaniguados da imprensa vendida.

        • Matou a pau coisa nenhuma. O cara fala em “total aniquilamento desses grupos pelos milicos”. Decerto Fernando Gabeira, Dilma, José Dirceu, Genoino, e centenas de nomes hoje ganhando o seu nas fileiras do PT ou recebendo pensão da viuva , são ectoplasmas saídos deste tal aniquilamento.
          “Dois ou três soldados e policiais mortos em trocas de tiros” ? Ora, vai estudar a história recente do país antes de falar besteira, rapaz. Bancários, transeuntes, fazendeiros, donos de restaurantes, vigias noturnos, morreram e seu unico erro foi estar no local errado e na hora errada, vitimas das balas dos terroristas. Isso sem falar dos famigerados justiçamento que se faziam nas fileiras destes grupos.

          • Seu louco…Se é tiroteio, como os projeteis são apenas terroristas. Lamentável ouvir do senhor uma aberração dessa, aos moldes que, no pau da goiaba, que tinha dado o golpe foram os militares, que usurparam o poder democraticamente empossado pelo voto popular, não tratava de terrorista, e sim de resistência armada ao golpe implantado pela elite civil e apoiada pelos militares. Imagina você taxar de terrorista a resistência armada na França, durante a segunda guerra mundial, onde alguns civis e militares vendidos apoiaram a invasão alemã, oficializando a ocupação com alguns cargos no poder. Isso amigo é história, aquela que alguns não conhecem, pois não procuram estudar, evitando assim repetir os erros do passado. Aqui no Brasil a história contada foi sempre diferente da história de fato, principalmente no que tange a ditadura CIVIL-militar.

      • Juliano, super, hiper, mega lúcido seu comentário, é tudo isso aí. Parabéns. Os cara de pau, ficam dizendo que os militantes de esquerda matou tanto como fizeram os milicos. MENTIRA. A ditadura EXTERMINOU todos que podia, não mataram mais por que Deus não deixou, mas, a quantidade é ASSUSTADOR, realmente foi um extermínio a todos esquerdistas. É muita cara de pau comparar a resistência dos lutadores contra a ditadura com os ASSASSINATOS COLETIVOS que os militares praticaram. É nosso direito termos um verdadeira Comissão da Verdade, doa a quem doer, todo crime tem que se paga.

      • Mentira! E da pior especie!
        Fica aqui o desafio: reproduzir um documento, estatuto, comunicado, um unico que seja, que tenha sido tornado publico por qualquer dos grupos que participaram da luta armada na decada de 60 ou 70 no Brasil onde apareca a palavra “democracia”.

      • Juliano, você matou a pau sim. Esse tal de José Antonio é do tipo que criticaria os judeus que participaram do levante do Gueto de Varsóvia, alegando que “inocentes” soldados nazistas foram mortos por aqueles que ele certamente também chama de terroristas.

        • Pois é né pessoal? Me dá nos nervos quando esses caras vem com essa lenga-lenga. Cadê os registros de justiçamentos? As vítimas? Os familiares dos tais inocentes? Fora algumas figuras que a Veja acha lá não sei onde que afirma que é parente de um cidadão ‘covardemente assassinado pelos terrorista”?
          Se houve tantas vítimas de lado deles quanto da esquerda, porque não produzem um livro nos moldes do “Tortura nunca mais”, enumerando e provando esses casos que só existem na cabeça deles?
          Não fazem porque não tem como. Seria patético

          • A direita nao precisa escrever livro, pois a propria esquerda os escreve.
            Sugiro a leitura de “Combate nas Trevas – A Esquerda Brasileira: das ilusoes perdidas a luta armada” de Jacob Gorender.

  • reitero ..se sábios tentarem entender este ATO da direita, com humildade e NÃO com arrogância, como se sendo um gesto, uma tentativa de se patrocinar uma DISTENSÃO POLÍTICA ..talvez daqui possamos inaugurar uma nova forma de se fazer política neste país

    • Será que entendi bem Sábios tentarem entender este ato da direita, com humildade e não com arrogância.
      Não me engana que eu não gosto.
      Distensão política, A direita sabe lá o que é distensão política, desconhecem essas dua palavras. É só acompanhar nestes quase onze anos seu comportamento político.

      • Entendo que política é a arte do convivio entre os seres e visando a evolução e o aprimoramento das pessoas.. O bem comum é o objetivo principal da política não o acumulo, a concentração de recursos por poucos. Se não existisse a politica ela seria uma invenção do povo, como foi no passado. A democracia é uma bandeira do povo, logo da esquerda. A politica assim como a democracia são naturalmente de esquerda, não existe politica e democracia de direita, tendo em vista que os interesses da direita não são os mesmos da maioria do povo. A direita, como vemos hoje, não quer a democracia, ela atura e usa a democracia. Mas seu desejo é a dominação pura e simples do povo. Portanto, as bandeiras da direita são todas falsas, pois se expressarem realmente o que pensam, não chegam ao poder. Concluindo, não existe politico de direita, pois a democracia não exista no pensamento da direita.

    • Não há nenhuma tentativa de distensão, observe que o suposto reconhecimento do erro vem acompanhado de uma série de justificativas que praticamente anulam o reconhecimento, praticamente dizem, reconhecemos o erro, mas estávamos certos.
      Passados os anos após o golpe, nunca se posicionaram contra a ditadura, esconderam o quanto puderam o movimento pelas diretas e etc…, hoje continuam manipuladores e avêssos a qualquer avanço democrático ou social.

  • Não contavam com minha astúcia

    Foi o ministro Barroso do STF deliberar dobre o caso Donadon para que analistas tentassem puxar a sardinha pra sua brasa.

    Dum lado houve os que comemoraram e declararam que o destino dos mensaleiros já estava traçado, isso, isso enquanto outros alardeavam que a decisão só condenava presos em regime FECHADO cujo término da pena (1/6) se estendesse por um prazo superior aos seus próprios mandatos.

    Bom, aí eu fui dar uma olhadinha na Constituição, a nossa carta MAGDA, no seu XV artigo, e lá diz-se claramente que:

    Art. 15. É vedada a cassação de direitos políticos, cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de:

    I – cancelamento da naturalização por sentença transitada em julgado;
    II – incapacidade civil absoluta;

    III – condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos;

    IV – recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou prestação alternativa, nos termos do art. 5º, VIII;
    V – improbidade administrativa, nos termos do art. 37, § 4º.

    OU seja, segundo o inciso III, não importa se o cara é condenado em regime ABERTO ou FECHADO pra ter seus direitos perdidos ou suspensos (direito a voto por exemplo), mas sim se ele foi CONDENADO com transito em julgado.

    Portanto, pra efeitos de coerência e de manutenção da FÉ na JUSTIÇA (sem entrar no particular de cada réu), penso que aqui os mensaleiros não terão muito por onde escapar ..pra mim a perda é inevitável, com eles “almoçando” ou não na cadeia ..porque parece que dormir, já é certo que todos irão.

    http://www.youtube.com/watch?v=1FNqRZgNjJ8

    • Esqueceu um detalhe: o inciso VI do art. 55 da constituição em conjunto com seu § 2º, verbis:
      “Art. 55. Perderá o mandato o Deputado ou Senador:
      (…)
      VI – que sofrer condenação criminal em sentença transitada em julgado.
      (…)
      § 2º – Nos casos dos incisos I, II e VI, a perda do mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido político representado no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
      (…)”

      Pelo princípio da especificidade das normas, em caso de conflito aparente entre elas, sendo ambas de mesmo nível hierárquico, vale a norma mais específica em detrimento da mais genérica. Como neste caso concreto, ambas são normas constitucionais, o caso de Donadon está PERFEITAMENTE previsto pela Constituição. A Câmara acertou em votar a perda ou não de seu mandato. Seu presidente ERROU ao não tomar conhecimento da votação e dar posse ao suplente. O ministro Barroso ERROU ao conceder liminar pela anulação da votação. Em que pese sua condenação (não entro no mérito), sua prisão atualmente é TOTALMENTE INCONSTITUCIONAL. Achou ruim, mude a constituição por meio de Emenda. Simples.

      • Ronaldo

        ..não esqueci não ..concordo com vc

        ..a nossa Constituição MAGDA diz que mesmo pra um parlamentar condenado pela JUSTIÇA SUPREMA, que em verdade, quem decide se o cassa, é a sua turma e a máfia conglomerada.

        porém ..porém ..em se decidindo por culpa (que é o que o Barrosos esta tentando antever que acontecerá com a turma mensaleira ..aqui, tentando BLINDA-los mesmo) que a própria MAGDA diz que aí não tem escapatória

        ..que pra efeitos de perda e/ou suspensão não tem essa de se analisar condenados a meio período, e/ou a período integral ..é isso

        abrá

  • É lamentável, para usar um adjetivo ameno. Que saudades do velho Leonel Brizola (apesar d’eu ser petista com muita HONRA), mas somente o gaúcho enfrentou essa monstruosa rede. É covardia PURA do nosso governo ao se curvar diante de tais fatos. Ah o Chávez nestas bandas…
    Saiba que no meu “pequeníssimo” blog (rapadura – o blog do mingas) irei postar este seu ARTIGO e farei, com todas as “minhas forças”, ALGO para recriminar a postura do nosso governo DILMA. Seria necessário a volta do LULA ? Acredito que não, pois ELE também não foi CAPAZ. É UMA PENA.

  • Como dizem no meio policial, sigam o dinheiro. Alguém está coagindo os mandantes a disponibilizar algum numerário para suas despesas dos fins de semana? Espertos rondando poderes sempre existiu.

  • Uma comissão de meias verdades então! Infelizmente, no Brasil ainda há pessoas que se submetem a “ordens” que são contrárias aos anseios do povo. Anos depois e muita coisa permanece obscura relativas a este período. Creio que esta comissão deveria ser dissociada do governo, assim não haveriam ordens “de cima” para poupar ninguém.

  • Eu passei quase toda a minha vida esperando para ver o Brasil tornar-se o país do futuro. Agora anseio que seus governantes parem de enganar o povo e tenham caráter e amor à verdade para identificar os verdadeiros inimigos desta nação e coragem para denunciá-los. Não é mais possível, é completamente inaceitável que o governo e o PT continuem submissos à mídia e outras forças, como dito aí em cima, beijando os pés, fazendo salameleques e deitando verbas, dinheiro de nossos impostos, para esses inimigos do Brasil, mais do que nunca agora reais e identificados com a maior clareza .

  • Enquanto os governos progressistas da América Latina avançam, o governo brasileiro retrocede, em vários setores. Por exemplo: comissão da (meia) verdade, leilões do pré-sal…

    O fato é que, em 2014, nosso voto em Dilma será um voto crítico. Votamos em Dilma porque as alternativas são de arrepiar os cabelos: Serra, do propinoduto do metrô, Aécio, da lista de Furnas, Marina, do Banco Itaú.

    • Perfeito Roberto. Vou votar na Dilma é claro, pois as alternativas são infinitamente piores para o país, mais o triste é que deveria ser um voto entusiasta e não por total e absoluta falta de alternativas.

      Tudo isto é resultado de um império, que ao contrário do que previam, esta cada vez mais forte, todos se submetem à ele e na América latina eles travam a guerra perfeita pois não é preciso disparar nenhum tiro, as nossas elites fazem o jogo sujo deles e o PIG é o porta voz.

      Que inveja da Argentina…!!!!

    • Esperam que Dilma reeleita, ela irá fazer a coisa girar. Ela tem que ir devagar. Temos que fazer pelo menos um numero maior de deputados do PT/PCdo B para que a presidenta tenha mais facilidade para governar. Acho que já está na hora de nós comecarmos a trabalhar na busca dos nomes dos deputados e já comecar a trabalhar esses nomes. Por exemplo : SP quais säo os póssiveis candidatos a deputado federal ? alguem já tem uma idéia ?

    • Locatelli, o voto em Dilma é indescutível claro. O que precisamos fazer é refletir sobre o porque de suas posições dúbias. Ora ela enfrenta os bancos, com os spreads, coisa que nem Lula fez.. Ora ela cede para o pig em quaisquer de seus pleitos.
      Uma coisa solta aos olhos. Ela está muito mal servida de assessores. A própria o admitiu nesse episódio do senador boliviano, ao desculpar-se com Evo, dizendo que foi mal assessorada. Mas quem escolhe essas figuras é ela.
      Bom, o Edu que tem suas fontes próximas ao governo está em condições de aprofundar-se nisso

      • Juliano, você abordou outra questão que não consigo aceitar: A equipe que é escolha dela, não faz parte da negociação com os partidos aliados, também é péssima. Tenho batido nesta tecla com insistência, se a Dilma manter o Zé Cardoso Dantas, o Paulo Covarde Bernardo e respectiva Consorte, o Mercadante Adoro a FSP e a Helena Globo Chagas ela corre o risco de perder para ela mesmo.

    • De acordo, Locatelli, meu voto será, pela primeira vez, não ideológico. Votarei em Dilma, com o nariz tapado, por absoluta falta de opções.
      Acho que, nessas situações, a máxima trotskista deve ser considerada: “Meu Partido, certo ou errado.”
      []’s

    • Está no Wikipédia.” A história secreta da Rede Globo é um livro escrito por Daniel Herz e publicado originalmente pela editora Tchê! em 1986. O livro fala sobre as relações que Roberto Marinho, dono da Rede Globo, mantinha com a ditadura militar, além dos procedimentos ilegais que levaram à estruturação da emissora. Este livro, que foi publicado 14 vezes por duas editoras, foi uma das fontes de inspiração para o documentário britânico Muito Além do Cidadão Kane.” O livro pode ser baixado na Internet e o documentário já foi indicado e disponibilizado por este blog.

    • Tem uma em especial, bem interessante. É o livro ‘Cães de guarda” de Beatriz Kuchtner (não sei se escrevi certo). Ela desmistifica totalmente a história de que a imprensa brasileira foi censurada na época dura dos milcos.
      A censura era interna. Não havia a menor necessidade dos milicos pedirem para não publicar isso ou aquilo. Os próprios barões já se auto-censuravam com muito gosto. A autora conta direitinho essa história.
      A verdade é dura: A grande imprensa brasileira nunca foi censurada. Muito pelo contrário, ela é que censura as vozes contrárias

  • Tudo bem, mas me reservo o direito de duvidar dessa pessoa que não se identifica. É fácil culpar um lado que tem nome e cara e se esconder com um “não posso me identificar”. Acho que se a comissão da verdade está sendo barrada nas suas investigações deveria abrir a boca. A menos que ela esteja de acordo. Se eu estou numa situação e não concordo com os encaminhamentos dessa situação, no mínimo, eu caio fora. Quem cala consente.

    • Concordo plenamente! Essa estorinha de “vem de cima” é do tipo “ouvi dizer que foi a Dilma”, prática corriqueira do pig e seus camaradas da ultra esquerda. O rapaz não quer se identificar? Por que? Acusar com “vem de cima” não me parece atitude de gente séria.

  • A Globo declara que a opoio a ditadura.

    Os que tiveram familiares mortos e os que sofreram tortura, podem e têm direito de entrar com uma ação contra a emissora, solicitando indenizações por perda humanas e pelo o sofrimento que perduram até hoje.

  • O processo democrático tem conseqüências paralelas que podem ser lamentáveis. A mais grave, é a de que permite o surgimento de partidos como o PT, que através dos meios democráticos que este processo põe à disposição querem acabar com estes meios! O exemplo clássico, é o de que o PT usou da maior liberdade de imprensa, tanto que está há mais de 10 anos no poder, mas pretende acabar com a liberdade de imprensa com a falsa interpretação de que toda crítica que recebe seja encomendada pela oposição! Isto é, se julgam acima de quaisquer julgamentos. Porém, tudo não passa de uma grande farsa como uma forma de alimentar a simpatia de seus caudatários. Na realidade, querem se perpetuar no poder eliminando toda fonte de investigação! Em resumo, os petistas são incompatíveis com a rotatividade no governo e se imaginam os detentores eternos do poder, condições que os tornam inconciliáveis com o processo democrático como tem acontecido com os militantes da ideologia marxistas disfarçados sob a égide do PT – vide José Dirceu, um autêntico líder marxista que através de meios democráticos alcançou os píncaros do poder mas que acabou sendo desmascarado por estes mesmos meios – foi condenado por corrupção pelas instituições democráticas de um Estado de Direito! Parece que a nossa Democracia, neste caso, agiu como uma ratoeira – mostrou que o queijo parecia fácil mas acabou pegando o rato!
    Eugênio José Alati
    Em tempo I: onde está escrito “rato”, leia-se José Dirceu!
    Em tempo II: o comportamento do PT retirando seus deputados do plenário em favor do deputado Donadon mostrou como este partido é mesquinho!
    Em tempo III: por que os petistas só ficam indignados com as eventuais corrupções do PSDB? E as deles?

    • Em tempo IV: Quem comprou a reeleição por 200 mil mangos por cabeça?
      em tempo V; Quem desautorizou projeto para um terceiro mandato, mesmo sendo o presidente mais popular da história?
      Em tempo VI: Qual a dificuldade em entender que ninguém quer censurar o pig, apenas quer que se tenha espaço para as opiniões fora do PUM (pensamento unico da mídia)?
      Em tempo VII: Se o PT está a dez anos no poder, culpe o povo. Ou então tire as calças pela cabeça, Gegê

  • a ultima coisa que a casa grande quer expor
    é a própria cabeça
    ainda bem que há gente dessa CASA
    frequentando cada vez mais
    ruas com gente que também
    frequenta A casa grande
    e aprende a conhecer de perto
    COM QUEM ESTÁ FALANDO

  • Triste notícia. Mais triste para mim foi perceber que ela não me surpreendeu muito.
    Tal instrução vinda “de cima” parece-me bastante verossímil tendo em vista o pacto de governabilidade que frequentemente me causa tanto desgosto (cadê a Reforma Agrária, por exemplo? Katia Abreu que o diga…)
    Em todo caso, parabéns, Edu, pela apuração dessa informação. E olha que jornalismo nem é sua profissão! Imagina se fosse!

  • Acho que se expuserem TODA A VERDADE, esta alcançará fatos que não interessam à tal comissão e muito menos aos “DE CIMA”. Não é à toa que estão demorando tanto para concluir.
    Meia verdade NÃO! E ponto final.

  • infelizmente o brasil rasgou o que seria a sua história……..vivemos de quatro para sobreviver um sonho…não temos justiça, não temos orgulho, não temos responsabilidades para com tudo que a natureza nos deu,por ex. agora vemos que a exploração do pré-sal, está determinada aos grandes grupos do exterior, espere aí, o que é isso? onde está a nossa soberania, onde está o nosso gritar com todos, onde está chamar o negão americano às falas sobre as escutas e espionagens eletrônicas, onde estão os culhões dos nossos governantes de desenvolverem bombas atômicas para a nossa proteção,onde estão as pessoas que dirigem e amam este país? já não badtou ter um espião da cia na presidência da república? quando daremos um basta a isso tudo e iniciaremos de verdade a vivência de um país democrático e para os brasileiros? meu saco já explodiu , e o seu?
    reinaldo carletti

  • É o fenomeno da degenerecência já descrito pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha.

    Não mexe aonde tem que mexer e desgasta o assunto. E se futuramente alguem questionar, terão a desculpa de que o assunto já foi “investigado” pelas autoridades.

    Quanto a Globo, ela sonega impostos, sonega boa informação e sonega sua verdadeira origem e valores. Por quê o documentário Muito Além do Cidadão Kane (BBC 1993) é proibido de ser exibido no Brasil até hoje?.

  • Prezado Sr. Eduardo!

    No último sábado ouvi uma gravação que já tinha tido em mãos nos anos de 1970. Há nela um discurso de Leonel Brizola na véspera do golpe de 1º de abril. E como sabes, muitas coisas ditas na época ainda cabem em nssos dias.
    Os gigantescos esforços que Lula e Dilma fazem para tirar o nosso povo da miséria e da ignorância, bem como desenvolver o País em todas as áreas, ainda hoje, esbarram nessa elite medíocre e servil ao capital, especialmente ao capital internacional.

    Se houver interesse posso remetê-la.

    Abraço

    Rogério Bezerra

  • “grandes grupos empresariais, a embaixada norte-americana e o alto comando das Forças Armadas”

    Como enfrentá-los? Eles têm poder para abalar a economia e a política.

    Sinuca de bico.

    Só seria possível enfrentá-los se a nossa sociedade fosse mais consciente politicamente como são a
    Argentina, a Venezuela, o Uruguai, o Equador.

    O governo brasileiro não tem esse apoio.

  • Segundo o blogueiro a Globo estaria com medo da Comissão da Verdade. A mesma comissão instituida para averiguar só crimes cometidos pela direita. A mesma comissão, cujo presidente exonerou-se de puro constrangimento.

  • A Comissão da Verdade é patética por várias razões. Primeiro, por apurar os fatos sob uma única ótica, a das vítimas da ditadura militar. Como se as vítimas dos que pegaram em armas, não para defender a democracia, mas para impor outro tipo de ditadura, não merecessem o mesmo tratamento, ou como se os crimes não fossem iguais; Segundo, é desperdício de tempo e dinheiro publico, após a Lei de Anistia, vasculhar de novo as gavetas da ditadura. Para que a final? Para que eventuais culpados de um lado só sejam jogados à execração pública. Se é tão importante, que tal investirmos na apuração das vítimas da ditadura de Getúlio Vargas, a começar pelo caso Olga Benário. E assim vamos revisando a história até os primórdios da humanidade!

  • “É uma Comissão da Verdade no país da mentira; os jogos de interesse mantêm e manterão muitas verdades ocultas”. Dizer o quê diante dessa declaração que, certamente, reflete a verdade? Não é à toa o desânimo que vem abatendo a muitos…

  • A Globo estaria, então, com medo da Comissão da Verdade (verdade, não, mas uma versão adulterada dos fatos, contada pelos que tentaram dar um golpe comunista em 64)? Isso é risível. Esse mea culpa da Vênus Platinada por ter apoiado o movimento que salvou o país, naquela época, dos mesmos celerados que o estão destruindo agora, é a sua capitulação final diante do lulo-petismo. Ao qual já, aliás, já vem servindo, diligentemente, há uns bons anos, em troca de polpudas verbas publicitárias..

  • Em relação ao documento da Globo, não vi nada de novo. Aliás, pior a emenda… O documentodá uma linha sobre mea culpa e todo o resto, são justificativas como e outros fizeram também…Disse inclusive que houve legitimidade popular. Uma merda!
    Quanto as razões eu creio que o fato de dizer que as ruas…é pra justificar a feitura e esconder as razões.
    A Globo está tentando começar uma nova empreitada junto as redes sociais e tem como objetivo de fundo criar condições para que possa sobreviver. Digo isso porque o império não consegue caminhar se não impor limites aos novos atores do mercado.
    Alguém conhece jovens que assistem o Faustão? Novelas, poucos! O futebol, ainda vai, só que é cartel, se o CADE pegar pesado e der uma olhada nas contas dos dirigentes dos clubes…
    A Globo precisa de setores sociais que a rejeitam. A única forma que ela tem de sobrevivência é a regulação que está parada desde 88 por culpa dela e de seus macaquinhos no Congresso.
    Existem razões menores, mas esta é a principal a razão do documento, que aliás foi mal feito e não deixa dúvidas que além da contradição do conteúdo, a prática dela já demonstra que ela continua golpista.
    O fato de apresentar as denúncias do Snowden vem no mesmo sentido, objetivos o mercadológico que é dizer que o que vem dos EUA não é confiável, no caso entre tantos o Google. Até porque se quisesse poderia dar exemplo demitindo seus jornalistas que entram e saem das representações estadunidenses, principalmente perto de eleições.

  • A Comissão da Verdade mentirosa foi criada com o propósito exclusivo de apurar os fatos visto apenas pelo lado dos terroristas calhordas que a serviço de Moscou e Havana queriam tomar o país de assalto impondo aqui aquele aborto de regime: o da miséria coletiva e dos gulags. Talvez querem engordar ainda mais os seus bolsos com mais “bolsa terrorista” financiado pelo contribuinte. Já aqueles que foram motos ou mutilados por eles recebem uma banana.

    Os patifes ordinários impuseram seus justiçamentos matando integrantes das forças de segurança, seus próprios companheiros a quem achavam que eram traíras e pior: vários inocentes que não tinham nada em haver com o pato.

    Mas o que importa é que eles perderam. Perderam aqui e perderam no mundo com a implosão da mamãe URSS, com a destruição do muro de Berlin, com fim do comunismo no Leste Europeu e com o fim do comunismo na China.

    Hoje as viúvas choram em torno dos caixões vermelhos onde repousam eternamente as múmias de Stalin, Lenin Pol Pot, Mao Tsé-Tung e outras tranqueiras e excrescências da história mundial.

    • Gal Azedo…
      Por que nós sabemos que você está dizendo mentiras quando diz que “terroristas calhordas que a serviço de Moscou e Havana QUERIAM tomar o país de assalto impondo aqui aquele aborto de regime: o da miséria coletiva e dos gulags”?
      Simples… Porque essa merda aí que você diz, dez entre dez reacionários dizem ainda hoje do PT com a diferença que no lugar do verbo QUERIAM usam o verbo TOMARAM.
      Se mentira tem pernas curtas no seu caso ela é ápode.

    • Caro Sr Azevedo, não li o que o Sr escreveu por um simples motivo:

      Não me interessa qual é ou era a sua profissão, ninguém que escreve para este blog coloca a profissão antes, por exemplo: ninguém coloca advogado fulano; contador beltrano, técnico sicrano, etc

      Ninguém quer saber se o Sr é general, sargento, médico, etc. Ou o Sr só é valente com uma tropa pela frente???

  • Essa discussão é estéril porque todos sabem que qualquer que seja o resultado dessa comissão da verdade isso não vai dar em nada visto que, os militares e civis aliados da ditadura, que praticaram crimes hediondos contra o povo brasileiro, jamais serão punidos. Não aqui na terra.
    Posso estar redondamente enganado, mas acho que essa comissão da verdade não tem poder nenhum e por isso o Governo Federal não quer lhe dar apoio e comprar briga com os miseráveis da direita, que, queiramos ou não ainda têm muita força.
    Melhor que punir simbolicamente um ex-torturador e/ou um ex-assassino do regime militar é realmente avançar nos programas sociais e garantir a governabilidade.
    Se governar progressivamente é viver uma mentira, então, vivamos esta mentira.
    O bem estar da sociedade é uma quimera? Paciência… Mas entre retirar o nome do general genocida da Avenida e o Programa Bolsa Família, fico com a vida.

  • Erundina é autora de um projeto de lei que altera a Lei da Anistia (6683/79), o PL 573, de 2011, que exclui do rol de crimes anistiados após a ditadura aqueles cometidos por agentes públicos, militares, ou civis, contra pessoas que praticaram crimes políticos. “A Lei da Anistia brasileira é inconstitucional. Foi uma lei que anistiou todo mundo. Faço aqui um apelo muito forte, eu não sairia em paz se não fizesse esse desabafo. Vamos para a rua pedir Justiça! Estou na minha terra, eu deixei a minha terra natal, a minha Paraíba, por conta dessa luta, por defender reforma agrária e a luta dos camponeses”.

    “Não estou cobrando a Comissão da Verdade diretamente, mas o governo brasileiro, a sociedade brasileira, temos que nos manifestar, porque o próprio governo – que não é o governo da direita, das forças da ditadura – o nosso governo mesmo tem feito muito pouco para que essa verdade venha à tona.”

    http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2013/07/governo-tem-feito-pouco-para-que-verdade-venha-a-tona-critica-erundina-8873.html

  • Eduardo, por favor não é para publicação, não, até por questão de segurança, mas acho isso aqui sério e penso que você e os demais blogueiros devem se chamar à atenção e, principalmente, do governo e instituições.

    Você conhece o site http://www.defesanet.com.br, que trata de temas militares. É muito acessado por militares, inclusive jovens oficiais, e jovens em geral. Pois lá, a despeito de outras posições de direita, tem um oficial de inteligência – na reserva, mas muito “ouvido”, que escreve um artigo semanal. Veja abaixo o absurdo que ele escreveu nesse site, sempre passando sua visão de extrema-direita. É só uma parte do texto que copiei, mas tem outros absurdos. O nome dele é Gelio Fregapani.

    E outra: tem um trio de sites militares, que inclusive recebem respostas oficiais dos centros de comunicação das Forças Armadas (portanto muito acessados) e entrevistam altos e médios oficiais, que publicam atrocidades contra o governo e onde a presidente é tratada por “vaca”, “bandida” e onde são difundidas opiniões semelhantes às do texto abaixo. Os sites são: http://www.forte.jor.br, http://www.aereo.jor.br, http://www.naval.com.br/blog.

    Veja o texto (parte) ou leia a íntegra em http://www.defesanet.com.br:

    “Esta M. não tem solução?

    Temos recebido esta frase de vários dos nossos diletos amigos. É verdade que não há solução a vista. A Presidente se entregou às pressões estrangeiras, permitiu o aumento dos juros e como um novo FHC autoriza a venda à estrangeiros de bens como o pré-sal e a base de lançamentos da Alcântara. Internamente, agarra-se aos corruptos do seu partido e da sua base aliada perdendo o apoio popular que tinha conquistado e os postulantes a substituí-la são piores ainda.

    O Congresso, o mais caro (e mais corrupto) não vale mais nada depois de absolver um de seus membros nitidamente corrupto e já condenado em última instância e o Judiciário, já claudicante, terminará por cair na mão dos partidários Lewandovsky e Tofolli, que julgam pelo bem do partido.

    O nosso progresso é travado pelas ONGs ambientalistas e retalhado pelas indigenistas, sem reação. O País aceita tratados com cláusulas abusivas, se comprometendo a não concorrer com bens e serviços no mercado internacional da energia nuclear (TNP), sempre entregando a parte do leão para os “sócios”, levando a pior em todos os contratos internacionais, onde somente os intermediários e os lobistas têm lucrado. Vergonhosamente ajoelha-se ante o cocaleiro Morales.

    Entretanto, falar mal do próprio País e nada fazer para solucionar assemelha-se ao bastardo, com a mãe no baixo meretrício, que fala mal dela e não trabalha para tirá-la de lá. Dizer que esta m. não tem solução não ajuda em nada.

    Realmente, se não há solução dentro das regras vigentes teremos que solucionar fora das regras. O nosso País está em clima de revolução e já se fala abertamente em intervenção militar, mas ainda não é a hora. Bem e quando será a hora? Claro, quando o povo pedir e isto pode não estar longe.

    Enquanto isto, pensemos no que faríamos com o governo nas nossas mãos: reduziríamos o Congresso a um terço de seu tamanho? Expulsaríamos as ONGs estrangeiras e fecharíamos as subsidiárias nacionais? Desenvolveríamos as hidrovias e as ferrovias? Integraríamos os silvícolas à comunhão nacional? Incentivaríamos a produção agrícola? Protegeríamos a indústria nacional? Mas nacional mesmo ou as filiais das multinacionais para que remetessem seus lucros? Faríamos valer a justiça, inclusive no campo? Simplificaríamos e limparíamos o Judiciário? Denunciaríamos os tratados lesivos, como o TNP?

    Finalmente a quem entregaríamos o Governo? Aos entreguistas do PSDB, aos corruptos do PMDB, aos maluquinhos da Rede da Marina ou quem sabe de volta aos incompetentes do PT? Ou ainda, quem sabe, devemos conservar o poder até que o povo defina o que quer, como aconteceu com a Revolução de 64?

    Como vemos uma solução militar trás uma série imensa de problemas. Na verdade, não há solução sem defeitos. O pior é que pode, mesmo assim, tornar-se indispensável.”

  • Se a comissão de verdade foi criada para apurar as atrocidades do regime criminoso e ditatorial que infelizmente tivemos neste país, regime este que usurpou a democracia por ver nesta a chance de sua continuidade proporcionar o não retorno das forças reacionárias, então, esta comissão deveria apurar tudo de todos os assassinos. Se já se sabia que os grupos que cometeram os crimes na ditadura são ultra-poderosos, e por causa disto não se devia incomodá-los, então, seria melhor não ter criado esta comissão que, com estes fatos, acaba sendo uma comissão de mentira.

  • eduardo, ja q tens a menina lá na australia (ainda está) podes confirmar uma observaçao que vi de passagem no counterpunch.com : Julien Assange, ele proprio, estaria concorrendo agora mesmo a uma vaga de Senador em seu pais.
    Nao é extraordinario? Da pra confirmar?
    E saber tambem como os eleitores assim, cangurópteros o veem.

  • Felizmente para o Brasil governo do PT está nos seus estertores finais. Para o bom observador o Lula já não empolga mais, a Dilma não tem carisma e os nomes tradicionais deste partido têm um ranço lambuzado, bafio de coisa velha, defeito de fabricação ou pecha de safado. Envelheceram muito rápido no poder, os sinais dos seus vícios aparecem como uma legenda em seus retratos! Ou muito mais grave, o principal líder do PT, o canalha José Dirceu irá para a cadeia e será lembrado como um estigma, o de corrupto, que marcará para sempre este partido! Como não conseguiram formar outros quadros tiveram que apelar para caras novas sem tradição, cuja maior expressão é o Prefeito de São Paulo que não chega ser brilhante, ao contrário, permanece como um burocrata sem vocação para liderança – talvez venha a ser o picolé de chuchu do PT! Outro da mesma espécie, é o Ministro da Saúde cujo timbre não tem nem altos nem baixos, não sai de um tom murmurante tão baixo que não dá para ouvir. O Lula lembra muito Ademar de Barros, tão famigerado quanto ele, quando escolheu Lucas Nogueira Garcez para substituí-lo no governo de São Paulo, ou seja, os que são indicados não brilham devido às suas mediocridades. Finalmente os petistas estão caindo de podres, a fonte está secando e o trem já não vai passar mais!
    Eugênio José Alati

  • Edu, essa é pros idiotas que escrevem dizendo que o seu blog é chapa branca. Você critica sim o governo, mas onde ele merece ser criticado, na sua covardia em relação à midia. Parabéns mais uma vez.

  • Edu como estamos falando dobre a ditadura, acho que o Betinho merece essa homenagem.

    Rio de Janeiro, 4 de setembro de 2013
    HOMENAGEM PARA O BETINHO
    Prezado Maurício de Souza, cresci lendo as suas revistinhas, que eram muito interessantes e divertidas. Acho que até hoje, elas tem o poder de fazer, com que as crianças sonhem, com um mundo melhor. Por isso, gostaria de sugerir, que a Turminha da Mônica, ganhe mais um amiguinho de jornada, para inspirar as crianças praticarem o bem: O Betinho: em homenagem ao Herbet de Souza, um personagem engajado em várias campanhas do bem, como doar sangue, organizar campanhas contra a fome, frio, etc. Tenho certeza que o Brasil vai adorar esse novo personagem da Turma da Mônica, pois vai ser um personagem de um novo Brasil, que busca ser mais justo e solidário, pois desde cedo nós devemos educar as nossas crianças, para sempre praticarem o bem e ajudar quem precisa de ajuda. Como você já fez tantas homenagens, como para o Ronaldinho, Cláudia Leite, etc., tenho certeza, que essa, é mais que merecida e muito importante, para todas as crianças de hoje, pois o mundo precisa ser mais solidário e do bem, e o saudoso Betinho foi um cara, que plantou uma sementinha, que deu belos frutos para o Brasil. Sou um super fã do saudoso Betinho e acho que ele merece essa bela homenagem.
    Atenciosamente:
    Cláudio José, Um uma amigo do povo.

Deixe uma resposta