Marina quer governar com “núcleos vivos” ou núcleos DE vivos?

Crônica

Não sei que diabo de fetiche é esse que a direita tem por alguns jogos de palavras que, a rigor, não querem dizer coisa alguma.

Querem ver?

Que porcaria é essa de “homens de bem”? É usada por outros autoproclamados “homens de bem” para definir os que consideram seus iguais.

Requisito básico? Ter bens, o que os torna, em vez de “homens de bem”, homens de bens.

De preferência, de muitos bens.

Para muito não me alongar, vamos ao ponto: agora importam, por aqui, expressão inútil, porém pomposa, que, faz tempo, encanta reacionários de países latinos onde o conflito com a direita acirrou-se de forma que nem podemos imaginar por aqui.

Quem trouxe essa belezura para cá? A candidata descolada, claro. Marina, a “nova política” das banqueiras, socialites e de toda uma “geração malhação” que, com papais, mamães e vovôs embonecados infestam shoppings, clubes e “points” invariavelmente ditos “exclusivos”.

Uma turma que, reunida, não enche o maracanã.

A expressão frequentemente usada por Marina em 2010, então chupada da direita latino-americana, voltou à tona. Segundo o Jornal Nacional, nesta semana ela citou uns tais de “núcleos vivos”, dizendo que governará com eles.

Conheci essa droga de expressão lendo o jornal local El Universo durante viagem a Guayaquil, Equador, em 2007. Só que, em vez de “núcleos”, o que se usava por lá era “Fuerzas vivas de la comunidad” ou “de Guayaquil”.

Grandes empresários, donos de veículos de mídia, setores ultraconservadores da Igreja Católica e um opositor do ainda hoje presidente Rafael Correa, o prefeito de então daquela cidade equatoriana, Jaime Nebot, reuniram-se em um evento contra o governo do país.

A direita equatoriana dissera-se “forças vivas da sociedade”, como se uma sociedade fosse composta por mortos e vivos.

Talvez o reaça equatoriano se referisse àquela maioria pobre de seu país que, até então, não vivia, mas sobrevivia, e que o presidente Correa começava a resgatar ao mudar o modelo comercial de extração de petróleo do país, que, naquele ano, era de concessão e mudou para partilha, como seria feito anos depois no Brasil, no caso do pré-sal.

Até então, a maior fonte de divisas equatoriana (o petróleo) ficava com as petroleiras estrangeiras na proporção de 90% para elas e 10% para o país. Correa mudou o modelo e inverteu esses percentuais. Com o modelo de partilha, agora quem ficava com 90% era o Equador.

Contra essa nova realidade, reuniram-se as tais “fuerzas vivas de Guayaquil”.

Destemido, carismático e sem papas na língua, Correa foi aos meios de comunicação no dia seguinte e disparou: “No son fuerzas vivas, son fuerzas DE vivos que saben muy bién por qué no quieren que este Pueblo disfrute de las ganancias del petroleo”.

Anos mais tarde, em 2012, agora na Venezuela, vejo na tevê local o anti Hugo Chávez de plantão, Henrique Capriles Radonski, em plena campanha eleitoral para presidente – que Chávez venceria antes de partir da vida –, referir-se a seus apoiadores como “fuerzas vivas venezolanas”.

Até nisso Marina endireitou.

Resgato, pois, resposta inesquecível de Correa, quem, até hoje, ostenta níveis estratosféricos de popularidade em seu país: Marina, você não quer governar com “núcleos vivos”, mas com núcleos DE vivos que pensam que você os colocará para cuidar do “galinheiro”.

As pesquisas, porém, já mostram que esses núcleos e sua candidata são muito menos “vivos” do que imaginam. Se bobearem, a festa se lhes acabará no próximo domingo.

69 comments

  • Que artigo incrível, Edú. Grande sacada. Parabéns!
    É verdade, na língua espanhola, chamar alguém de “vivo” equivale aos nossos adjetivos “espertinho” ou “espertalhão”, conforme o contexto. Não é?
    Nosso país e nossa querida América Latina não precisam dos homens de bens nem de espertinhos ou espertalhões. Por isso, DILMA no primeiro turno!

    Grande abraço

  • Wow! Essa foi uma resposta bem rápida meu caro Eduguim! Rápido no gatilho, tô impressionado!
    Esse caso do núcleo DE vivos é novo para mim, vou adicionar. Mandou bem!

  • Quem chega hoje na política pode achar que corrupção é invenção do PT, Antes de 2002 no Brasil chamavam de políticos ladrões, hoje para esconder os feitos do PT, a oposição criou a corrupção, O PT é o que mais combate os politicos ladrões com a PF, MP, etc, vocês acham que se é outro partido no poder a lei do ficha suja passaria, hummm, O PSDB é o mais corrupto segundo informação do TSE pela ficha suja, isto se colocar a proporção da bancada, é uma vergonha.
    confira http://www.viomundo.com.br/politica/o-ranking-dos-barrados-pela-ficha-limpa.html

  • Isso apenas reflete a forma como a direita vê as pessoas: desigualmente. Ora, se os homens não são iguais, há os homens melhores e os piores. Logo, há uma hierarquia. Há os “superiores”, os “homens de bem”, as “forças vivas”. E há o resto, abaixo deles, servindo-lhes em troca de migalhas.

    E a direita nem tem vergonha de pensar assim. Se pressionados, dirão apenas que se trata de uma questão evidente e de uma questão de eficiência (eles ADORAM falar em eficiência pra justificar as maiores barbaridades. Bombas nucleares no Japão? A forma mais eficiente de acabar com a guerra, por exemplo…)

    Dirão que deixar os “mais preparados” (ou seja, os mais ricos, pois, no ideário da direita, o sucesso prova a superioridade do indivíduo, e a superioridade do indivíduo justifica o sucesso – sim, é lógica circular, e é o melhor que eles podem fazer) guiarem a sociedade é “mais eficiente”, pois são superiores. E irão além, como fez Reagan, dizendo que quanto mais ricos esses homens de bem forem, mais migalhas sobrarão para os mais pobres – a tese estúpida do “trickle down”.

    No fundo, a direita tem um modelo de ubberman, de homem superior, que não está sujeito às regras que se aplicam aos outros mortais. E é sempre alguém muito parecido com a imagem que o direitista tem de si mesmo ou de quem almeja ser.

    Enfim, os direitistas se acham. Ou gostariam de se achar. Por isso se dão nomes floridos e pomposos, como “homens de bem” ou “forças vivas”. Por isso se dizem “pró-vida” a despeito de exigirem a pena de morte. Por isso saem à rua cantando “somos cultos, somos ricos”.

    Toda a ideologia da direita é apenas fruto de um ego doente e super-inflado. Ou o infeliz se acha a última bolacha do pacote, ou se acha inferior e quer se tornar igual a quem considera a última bolacha do pacote. Quer ser parte do clube “exclusivo” dos bem-sucedidos pra provar a sua suposta “superioridade” sobre os demais. Não é por outro motivo que reclamam tanto do aumento do salário mínimo, apesar do salário dele tbm ter aumentado: eles precisam ver os outros na pior, pra poderem se sentir melhor. Se os que eles consideram inferiores se aproximam deles, eles se sentem prejudicados!

    Não surpreende que deem nomes bonitinhos e pomposos pra suas tribos. Eles NÃO são melhores que ninguém, mas se pelo menos posarem como tal, tem muito trouxa que vai acreditar…

    • Caro Pierri…

      É a tal da meritocracia tão decantada por Aécio.

      Na visão tucana o mérito é o prêmio não do justo, mas do “vivo”.

      Grande Pierri, abração.

      • Verdade. No ideário da direita, o “mérito” é medido pelo sucesso, que justifica esse “mérito”. Pura lógica circular.

        E não poderia deixar de ser assim. Afinal, qual o “mérito” de se nascer em uma família abastada? Ou de ter a sorte de ser um pouco mais esperto? Nem digo inteligência pq essa turma rica é apenas esperta, e numa área só, e não necessariamente inteligente – aliás, não conheço nenhum rico que seja realmente inteligente e as pessoas mais inteligentes que conheço não são ricas.

        A única forma de medir o “mérito” seria pelo esforço individual, mas aí a turma da meritocracia não quer brincar, pq um catador de lixo se esforça mais do que todos os acionistas bilionários e, portanto, deveria ter mais “merecimento”. Assim, a única forma de se “medir” o “mérito” e ainda concluir que os maiss ricos “merecem” mais é apelar pra tautologia: mede-se o mérito pela riqueza, e justifica-se a riqueza pela “superioridade” revelada pelo “mérito”. A riqueza justifica a si mesma.

        E isso quando não perdem toda a vergonha e caem direto naquilo que querem encobrir com essa infantilidade de “meritocracia”: a aristocracia. A direita e os Tucanos em geral acreditam em “sangue azul” e acham que a “nobreza” – especialmente paulista e mineira – é naturalmente superior à plebe.

        Outro []s por aí.

      • E é por isso que a direita tem tanta raiva de Marx. Afinal, ele apontou isso séculos atrás. A classe dominante usa o Estado como um instrumento de dominação.

        O gozado é que os libertários – reaças que odeiam Marx acima de todas as coisas – adotaram não apenas o diagnóstico marxista, mas tbm a sua solução: o fim do Estado. Mas sem eliminar as ddesigualdades sociais primeiro – aliás, muito pelo contrário.

        O que os libertários querem é um comunismo com diferenças sociais. Ou seja, a dominação direta de uma classe pela outra, sem precisar usar o Estado pra isso – que, afinal, sempre pode acabar sendo tomado pela plebe ignara.

        Os libertários querem eliminar o intermediário que pode vir a se voltar contra eles.

  • Edu, como você pediu investigação aos institutos de pesquisa em 2010, gostaria que verificasse a pesquisa do Ibope. Veja: Dilma subiu 4pp em SP; 3pp no RJ; 4pp em MG.

    Me informei no site o cafezinho do Miguel, onde também dias atrás Dilma havia disparado na Bahia e, recentemente, no Tocantins.

    Como é que alguém sobe 4pp em cada um dos dois maiores colégios eleitorais; 3pp no RJ; sem qualquer indício de ter caído brutalmente no Nordeste ou no Sul (onde Tarso subiu 6pp) e, a nível nacional, “oscilou”(?!) estrondosos 1pp?!

    É demais para a minha compreensão. Ah, dirão, é a margem de erro! De repente, Dilma antes não tinha 38%, mas 36% e agora, subiu para 39%… conta outra. Dá uma olhada lá, já perguntei ao Miguel e acho que isso precisa ficar esclarecido.

    Obrigado.

  • Motorista de táxi em Nova York há 16 anos me contou que tinha regressado de seu país recentemente e que seus parentes estão muito felizes com Correa, pois agora tinham emprego e os salários vinham aumentando. A América Latina mudou e prá melhor.

  • Marina está assessora pelo pior do que existe na direita internacional, a grana vem de ONGs americanas, George Soros e cia. O Brasil tem que se unir contra esse abutres que sobrevoam os céus deste pais

  • Edu

    Muito esclarecedor!
    Essa maria osmarina vai se revelando o maior embuste na política brasileira.
    Obrigada pelo post certeiro, esse Rafael Correia é muito “fera”.

  • Putz! Tenho que escrever para lhe mandar um enorme abraço e parabéns, Edu.

    Outra vez dissecas muito bem essa representante da direita que passou a ser conhecida pelo nome de Marina. Aliás, ela também se descreveu muito bem quando se autodefiniu como uma carapanã.

    Ótimo texto, Edu.

  • Edu , não conhecia esse núcleo De vivo . Valeu por mais essa aula e por ir desmontando o discurso de Marina . É Dilma no primeiro turno . Precisamos intensificar nosso trabalho .

  • As palavras sempre foram usadas pra manter os currais sob controle. Não foi por menos que isso que a igreja católica foi o grande instrumento de manutenção do status quo durante a idade média. Eles tinham o poder sob o texto mais importante da época, a Bíblia, tinham os púlpitos para que padres fizessem a pregação doutrinária e a organização internacional para coordenar tudo.

  • Vamos decidir logo no 1º turno ! ! ! !

    Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Edu,

    o que acha que aconteceria em um eventual segundo turno Dilma/Marina? Ela está definhando, mas mesmo assim fico um pouco apreensivo, pois temo que os votos (a não ser os da Dilma) sigam em debandada à candidata do PSB. Não se pode subestimar o tempo de TV igualado, concorda?

    Os únicos votos que podem sair em favor da Dilma nesse eventual segundo turno, na minha opinião, são os da Luciana Genro e alguns do Aécio em Minas (os votos do Aécio fora de Minas seriam da Marina) não acha?

    Não acha que, por isso, seja melhor para Dilma um enfrentamento com Aécio. Percebo que muitos votos migrariam da Marina para ela, não acha?

    Abraço

  • Quero ver a crise existencial do 247 se o candidato drogado do PSDB e das gangues midiáticas for para esse improvável 2º turno. Vergonhosa a campanha que o site faz para alavancar o bicudo. Só muito pó na conta bancária dessa gente para uma torcida tão violenta. Nem os mervais, noblats, doras, jo$100000as e catanhedes têm sido tão tucanos nestes últimos dias de campanha!
    Pó parar, 247.

  • Verdade, Marina é cheia de expressões “enigmáticas”, isso a ponto de já ser conhecida como Marina Paraguaçu ..mas, convenhamos, a presidente de bege no mandato, AZUL no gabinete, e de vermelho na campanha, não fica muito atrás não.

    Por exemplo, NO SE SE REFERE A NOSSA presidente, hoje temos os “MAL FEITOS” em substituição a boa e velha corrupção, gatunagem, ladroagem, desvios etc

    ..afinal pergunto: o que seria um “mal feito” e um “bem feito”

    Será que a diferença estaria num, aonde a bandalheira NÃO seria pega (o “bem feito”) e o outro (o “mal feito”) aquele que espalha xerda pra todo lado e não deixa pedra sobre pedra ?

    convenhamos ..até aqui já tá na hora de mudar ..no mínimo na expressão ..não ?!

    https://www.youtube.com/watch?v=niMtQU7QfTo

    • Ah, sim. Tod o discurso sem nexo da Margarina pode ser comparado ao uso de uma única expressão – e isso sem falar que tal expressão é APENAS uma forma genérica e mais branda, usada pra “amaciar” o discurso e evitar acusações grosseiras.

      Mas isso só no planeta de onde esse infeliz veio. E depois de meia caixa de vodka.

      Caraca, haja saco pra aturar esse coitado que quer criticar por criticar, mesmo quando ignora completamente o assunto, ou é estúpido demais pra compreendê-lo.

      Vai urgentemente tomar uma caixa de Simancol, meu!

  • Inacreditável, como a Marina lançou-se com tamanha sofreguidão para a direita. Mas o que me irrita mais é esse tal jogo de palavras de que voce fala. Mas Edu, aqui no Rio, a gente chama isso de caô. A Marina é uma das maiores caôzeiras da história da política brasileira

  • Edu, é impressionante como as coisas demoram a chegar aqui no Brasil. A “Nova Política”
    da candidata é mais reacionária que o neoliberalismo do PSDB/DEM, esta não faz oposição
    por oposição (é sinal que não faz nenhuma coisa e nem outra), se contradiz o tempo inteiro
    e como já estava claro no seu comportamento quer governar com os homens de BENS. Eu
    passo a ter certeza que essas pesquisas são super dimensionadas em favor dessa elite que
    só querem se dar bem. Nunca vi uma candidata tão vazia e fraca, consegue ser pior do que
    o FHC e ainda tem gente que acha que o povão é que não sabe votar.

  • Esqueçam Marina. Ela é carta fora do baralho.

    Mesmo que na hipótese remota dela chegar ao segundo turno, não se elegerá.

    O segundo turno será entre Dilma e Aécio, que será um adversário (anotem ai) muito, mais muito difícil do que Marina.

    Marina foi facilmente desconstruída, por conta de suas próprias contradições. Aécio é político profissional. O negócio ali vai ser bem mais difícil.

    Mas enquanto vcs se preocuparam somente com Marina, o tucano foi crescendo e está ali na bica do segundo turno.

  • Eduardo,queria informar que no Blog do Nassif tem uma matéria dizendo que a veja foi ao STF para “anular” a decisão do TSE sobre direito de resposta na matéria caluniosa que a mesma escreveu sobre Dilma e sua campanha.Adivinha com que está o pedido?Isso mesmo,gilmar dantas.Ou seja,não haverá direito de resposta.Eduardo,como mulesta,této,besta-cigana é que sempre se “escolhe” esse sujeito para esses julgamentos?Queria entender!
    Charles.Alagoinha-PE.

    Com:TERESA LEITÃO-13613;
    FERNANDO FERRO-1313;
    JOÃO PAULO-130;
    Armando Monteiro-14;
    DILMA-13.

  • Caro Eduardo, como sou leigo em relação a fatos jurídicos, quero se for possível seja explicitado para mim e muitos que não tem conhecimento do sistema jurídico.
    .
    1- Se Dilma perde o direito de resposta ou seja protelado.

    2- Referente a matéria divulgada no Blog Os amigos do presidente lula.

    Obrigado

  • Edu, nos atemoriza o que podem estar preparando para Dilma no debate da Globo. Acho que, ao mencionarem o diretor da Petrobrás, ela deve com muita firmeza, enfatizar que ele era funcionário de carreira desde 1976 e que, foi ela quem o AFASTOU em 2012! Que seja firme! Quanto à corrupção mostrar o que tem feito e o que já se propõe quanto a esse assunto, em seu próximo governo. ENFATIZAR que no governo dela, nada vai para debaixo do tapete. Espero que ela se mantenha calma para revidar os ataques. Dilma não é como essas RAPOSAS POLÍTICAS que estão acostumadas aos debates no congresso, como Marina e Aécio, que há anos se locupletam, e treinam seus discursos eleitoreiros. E que nosso povo consiga ver no olhar dessa brava mulher, a firmeza, a dignidade e o amor que devota ao país e aos brasileiros! DILMA 13 !!!

  • Todo dia passo por aqui, gosto desse Blog, do Nassif, do PHA e outros sujinhos. Mas…discordo. A Blablá encontrou os homens de benz no Professor Hariovaldo…só pode.

  • Caro Eduguim,

    admiráveis suas capacidade de trabalho e perspicácia, parabéns.

    O cognome Marina Paraguassu, que alguém lançou aí atrás, é sensacional! Saudade do Dias Gomes…

    Mas o que queria mesmo é perguntar a razão do blog ‘Fatos e Dados’ não emitir manjfestação alguma desde 11.09.14.

    Agradeceria se pudesse me dizer.

    Abraço e felicidades.

  • Atenção: Mais uma mentira de Osmarina: Segundo S. Burburinho, Osmarina diz que Dilma só construiu 417 creches, quando na verdade foram 6.000. Vamos lá gente desmentir essa Osmarina que diz e desdiz e que mente descaradamente!

  • Prezado Eduardo:
    “Que porcaria é essa de “homens de bem”? É usada por outros autoproclamados “homens de bem” para definir os que consideram seus iguais.

    Requisito básico? Ter bens, o que os torna, em vez de “homens de bem”, homens de bens.”

    “Destemido, carismático e sem papas na língua, Correa foi aos meios de comunicação no dia seguinte e disparou: “No son fuerzas vivas, son fuerzas DE vivos que saben muy bién por qué no quieren que este Pueblo disfrute de las ganancias del petroleo”.

    Valeu, companheiro. Deixe-me explicar o que entendo por homens de bens quando a senhora Marina fala sobre esse assunto, considerando o que aconteceu no Equador e o que disse o presidente Rafael .

    1. “ A Chevron tem um processo judicial contra ela, cujo valor é 6 ( seis ) bilhões de dólares, em que cinco grupos indígenas de 80 comunidades equatorianas pleiteiam destruição de suas casas, de sua saúde, do meio ambiente e de seu meio de vida. O processo AGUINDA contra Chevron sustenta que de 1964 a 1992 a Texaco construiou e operou a exploração de petróleo e as instalações de produção da região Norte da Amazônia Equatoriana. As comunidades indígenas foram removidas das suas terras, abrindo caminho para a exploração de petróleo, e mais de 1 ( um ) milhão de hectares de antiga floresta tropical foram desmatados. De acordo com o processo judicial , em vez de instalar os controles ambientais padrão da época para a reinjeção de águas tóxicas de perfuração de volta no terreno, a Texaco despejou 70 bilhões de litros de resíduos tóxicos diretamente na floresta tropical; um vazamento 30 vezes maior que a quantidade despejada no desastre do Exxon Valdez. A conseqüência, sustentam os autores da ação, foi uma grave crise de saúde pública anos depopis entre os índios da região e as comunidades agrícolas, incluindo incidências muito altas de leucemia, e linfoma, assim como de câncer cervical, de estômago, de laringe, de fígado e de vesícula biliar. Segundo a Chevron, a empresa cumpriu a legislação equatoriana na ocasião e, desde então, mitigou todos os danos ambientais. O caso está em julgamento no Equador. Se a Chevron perder no Equador, o plano do Jones Day ( escritório de advocacia americano que defende a Chevron ) é, essencialmente, sustentar que o que acontece no Equador fica no Equador.” Antonia Juhasz, em A Tirania do Petróleo, Ediouro.
    Nós latinos conhecemos muito bem como funciona a justiça por essas bandas quando um paisdeste continente entra em questão judicial com empresas multinacionais.

    Só para lembrar aos leitores deste blog :

    1. A Chevron é a mesma companhia que o senhor José Serra disse que se eleito presidente entregaria o pré-sal a ela.

    2. “ As Big Oil ( ExxonMobil , Chevron, Shell, BP, Marathon, ConocoPhillps ) têm necessidades simples: Elas querem explorar, produzir, refinar e vender óleo e gasolina onde quer que seja e sem restrições. Pleiteiam leis que permitam a expansão de todas as suas operações. Desejam impedir a sanção de leis que atrapalhem e revogar as que já existem. As Big Oil querem amigos nos cargos públicos e inimigos fora deles, bem como autoridades reguladoras amistosas no governo e autoridades inamistosas fora fora do governo.” Antonia Juhasz, em A Tirania do Petróleo, Ediouro.

    Aqui faço as seguintes perguntas:

    Por que essa guerra toda contra a Petrobrás ? Há quanto tempo os “especialistas” da grande mídia vêm destruindo com seus comentários a nossa maior empresa que além de estar explorando uma das maiores reservas de petróleo do mundo é tambem dona da mesma ? Vamos mais uma vez citar
    Antonia Juhasz, em A Tirania do Petróleo

    “ Uma medida significativa de valor de uma ação de uma companhia petrolífera é o tamanho das reservas de petróleo dessa empresa. Portanto, a venda de petróleo não é suficiente. As Big Oil precisarão ser donas de uma maior quantidade de petróleo mundial se quiserem permanecer no topo. Infelizmente para as Big Oil, todo o petróleo remanescente do planeta está reservado. Os governos são donos da grande maioria das reservas existentes e mesmo aqueles que são aliados dos Estados Unidos não estão necessariamente inclinados a dar o nível e o tipo de acesso que as Big Oil desejam, de acordo com as condições que elas preferem.” Esta é uma das respostas do porque da guerra midiática contra a Petrobrás.
    Por que a candidata Marina Silva no seu programa de governo dedicou apenas uma única linha a essa fonte de energia que é o petróleo ? Eu mesmo respondo: porque ela está revelando o seu entreguismo .
    Falando ainda sobre os “ homens de bens, de muitos bens. “

    Esses homens de bens incluem no Decálogo da Agenda Globalizante, tão bem definido por Armindo Abreu, em O Poder Secreto, Kranion Editorial.

    “ Empenhar todas as forças universais disponíveis, até lograr:(dos dez itens comentados pelo autor, citarei apenas 4)

    1.O fim dos estados-nacionais.

    2ª limitação do Desenvolvimento Nacional de cada pais, pela chantagem ecológico-ambiental e pela depressão econômica forçada, obedecendo aos preceitos de uma era de “pós-industrialismo”

    3.O tráfego livre e desembaraçado de capitais voláteis e o fim dos impecilhos às transações financeiras de quaisquer espécies, facilitando a manobra especulativa do mercado..
    .
    4.A redução salarial irrestrita, planejada como forma de contenção das demandas sociaise materiais das famílias, num mundo em recessão forçada, e a desmoralização como instrumento de redução de exigências dos servidores públicos e das Forças Armadas, objetivando o enfraquecimento geral da sociedade e do estado
    Diz ainda o autor citado:

    Ficará bastante claro ao leitor de que forma, por imposição dessa AGENDA, o espaço no mundo do futuro escolherá para todos os seres humanos de sangue comum, especialmente os situados entre as classes de menor poder aquisitivo, cidadãos rasteiros e desprotegidos.

    “ Já na dialética modernista do mercado, onde o DNA não pesa tanto e o que conta de verdade é o poder do bolso, passarão a existir, somente, duas categorias de indivíduos: os “ consumidores( os pagadores de impostos, aqueles com empregos ou renda , conta bancária e cartão de crédito) contrapondo-se ao “ lixo humano residual “ a ser eliminado: desempregado, insubmissos, velhos, doentes, desajustados, drogados, estropiados sem utilidades para o sistema, conhecidos entre a elite oligárquica internacional com os “ useless eaters” ( literalmente comedores sem nenhuma utilidade, ou, em expressão vulgar” bocas inúteis”,isto é, os que se alimentam graças aos esforços de terceiros, sem conseguir trabalho ou produzir.)”

    “ Durante memorável entrevista sobre superpopulação, concedida em 1981, Maxwell Taylor ( um destacado membro do CFR)afirmava sobre seres humanos desvalidos que, no seu crudelíssimo imaginário, não passariam de “ bocas inúteis”:….” Eu já risquei das minhas considerações mais de um bilhão de pessoas. Elas vivem em lugares com a África, Ásia e América Latina. Nós não podemos salvá -las. A crise populacional e a questão de suprimento alimentar nos impõem o dever de nem tentar isso. É pura perda de tempo.”

    Não devemos esquecer que os nossos “ homens de bens “ são contra bolsa família, mais médicos, Petrobrás, aumento de salário mínimo com ganho real para o assalariado, participação de 60% da indústria nacional para fornecer equipamentos para a Petrobrás, regulamentação da mídia, contra a CPMF para a saúde, etc. etc…

  • Uma coisa comf ref ao Rafael Correa de que gostei muito e me fez mto bem ao figado foi na entrevista que com ele fez o Julian Assange. O assange tb riu muito quando Correa, que é formado em economia nos Usa, disse “Agora na america do sul tambem temos nosso consenso. O consenso sem uóxinton”

  • Esta me fez lembrar a paródia que o Barão de Itararé fez sobre a frase de Allan Kardec: “Os vivos estão, sempre e cada vez mais, sendo governados pelos… mais vivos…”

  • Edu, você é terrível, no bom sentido cara, não deixa a direitona ganhar uma, fica antenado em tudo e já desmonta e desmascara no ninho os blábláblás dos reaças logo de início, nem imaginava que essa palhaçada da Marina dos ” homens de bem ” e os tais ” núcleos vivos ” vem da direita latino americana, juro que achava que isso era coisa do blog do Professor Hariovaldo de Almeida Prado, site de finas ironias políticas.

    Nessa campanha a Marina jogou na lata de lixo sua história de vida, renegou suas origens e seu passado político de esquerda e progressista, aliou-se ao que existe de pior na política brasileira.

    Marina se revelou por inteira uma pessoa obsessiva pelo poder a qualquer custo, nisso não ficou devendo nada ao obsessivo-mór da direita, o tucano José Serra.

    Aliás, já pensaram numa chapa Serra/Marina ou Marina/Serra ?

    Marina esconde atrás do seu sofrido rosto e humilde figura, um interior crispado de raiva, ódio e sede de poder a qualquer custo, mesmo que seja ao custo da desgraça da maioria de seus antigos companheiros de classe social, os pobres e mais necessitados do nosso país.

    Marina se transformou numa fraude política ambulante, seu programa de governo está a direita dos entreguistas do PSDB, sorte que a população teve tempo de perceber o golpe que ela preparava, devemos isso a Presidenta Dilma, ao Lula, PT e a competência do João Santana.

    Vamos liquidar a fatura dia 5 de outubro votando na Dilma e no 13 de alto a baixo.

  • Vou gastar todas as minhas forças para que acabe no próximo domingo e esse núcleo de escrotos seja varrido mais uma vez pelo povo brasileiro. Sabe por que a direita adora palavras que nada significam? (como aliás o fazem também os “jornalistas” amestrados da mídia). Porque precisam esconder o que de fato pretendem, já que seus objetivos são “indizíveis”(dentro deles estão incluídas a exploração de milhões, a submissão do Brasil aos interesses estrangeiros e o fim de quaisquer perspectivas de vida para os oprimidos)e precisam assim escondê-los da população com baboseiras que não significam nada. CHOQUE DE GESTÃO, NOVA POLÍTICA, FIM DO CONFLITO DIREITA E ESQUERDA, TRIPÉ ECONÔMICO, MERITOCRACIA, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL , GOVERNO DOS BONS, SÃO ALGUMAS DAS MERDAS E IMBECILIDADES QUE OS FASCISTA USAM PARA ESCONDER AS SUAS INTENÇÕES, QUE SÃO AS MESMAS DESDE OS TEMPOS DA COLÔNIA : ROUBAR A RIQUEZA DO BRASIL, EXPLORAR A POPULAÇÃO E SUBMETER NOSSO DESTINO AOS INTERESSES DOS ESTRANGEIROS. São esses os mesmos objetivos de uma direita que é sempre a mesma, muda de nomes(acrescenta vendidos como Marina Silva, Eduardo Campos – morreu quando caminhava a passos acelerados para o conservadorismo – novas siglas), mas continua a acepção clara do projeto de uma escória que se diz elite e que odeia o seu povo e o país em que nasceu, pretendendo-nos destruir com sua tara doente de nos transformar numa caricatura patética da Europa e dos EUA, algo que nosso povo não quer ser e mostra-o nas urnas reelegendo os Governos do PT que estão implantando um projeto de desenvolvimento nacionalista no Brasil. Nos lembremos dessa luta até domingo, para que consigamos outros votos e assim elejamos Dilma em primeiro turno.

  • Você é mesmo desinformado, além de ter um péssimo gosto para trocadilhos. Se você estudasse um pouquinho da história política de seu próprio país, em vez de simular compreensão do que se passa em país estrangeiro, descobriria que a expressão “forças vivas da nação” era empregada por todos os lados nos anos 50 e sessenta no Brasil. Era muito comum aparecer na boca de representantes da esquerda nacionalista, que hoje volta a se assanhar através do PT e de seus camaradas da esquerda necrófila. Até a expressão “entreguista” tentam trazer de volta, enquanto os petistas são chamados de “trabalhistas”. Eita discursinho embolorado. Todos com Dilma, de volta para o passado!

Deixe uma resposta