A Revolução da Elite Branca

Reportagem

elite 3

Residente da região da avenida Paulista, onde centenas de milhares de cidadãos organizados se reuniram no último domingo (15/3) para exigir a deposição da presidente Dilma Rousseff, ao sair de casa, por volta do meio dia, para ir registrar imagens, vejo-os saindo dos condomínios ao lado daquele em que resido.

Espalhafatosos e reluzentes em suas “armaduras” verde-amarelas, deixavam imóveis que custam entre 1 e 20 milhões de reais, em média, na região.

Caminho pelas ruas limpas, servidas por coleta de lixo eficiente, por policiamento farto, por todos os serviços públicos e privados de que se possa necessitar. Misturo-me a eles, ouço o que dizem enquanto marchamos, todos, rumo à paulista.

Quando chegamos à extremidade Sul da avenida, noto que aqueles que deixavam suas residências ainda sonolentos e de cabelo molhado, ingressam no shopping que leva o nome da avenida. Vou com eles. Grande parte tinha ido comer alguma coisa antes de ir à cruzada contra o governo que abomina.

elite 2

Reflito que, se todos os que moram na região forem se manifestar, somarão centenas de milhares, pois, apesar de ser uma região pequena, a esmagadora maioria das residências é composta de edifícios de 10, 15, 20 andares. Cada condomínio abriga 100, 200 pessoas.

Mas não eram só os habitantes daquela região que vinham chegando à Paulista. Eles também brotavam do chão, vindos dos bairros servidos pelo metrô – ou seja, só os bairros centrais.

Dizem que o governo Alckmin liberou as catracas do metrô para que todos pudessem se manifestar de forma mais econômica. Quem paga? Todos os paulistas, inclusive os que discordam da manifestação.

elite 1

Volto à avenida e eles continuam chegando de suas residências nas ruas transversais ou do subsolo. Encantam-se com um homem vestido com a bandeira norte-americana, sugerindo coisa diferente do que diziam suas roupas verde-amarelas.

elite 3

Caminho mais alguns passos e vejo uma multidão de camisas amarelas aos berros, xingando, mostrando o dedo, vaiando alguma coisa que parecia estar no céu. Espantado, ergo os olhos e vejo alguém, no alto de um prédio, agitando uma bandeira vermelha do PT.

elite 4A caminhada até manifestação gigantesca me permite afirmar que quem se manifestou contra Dilma Rousseff foi uma classe social de uma região específica de uma cidade que tem 11 milhões de habitantes, o que agiganta qualquer aglomeração humana que for convocada com sucesso.

O Blog produziu um vídeo dessa caminhada que permite comprovar o que diz o parágrafo anterior. Assista-o, abaixo, e tire suas conclusões. Em seguida, assista ao vídeo de entrevista que este blogueiro deu à TV dos trabalhadores

Entrevista à TVT

 

  • Dilson

    Vou explicar como vejo a situação
    Sabe os 7 x 1 na Copa?
    Algum brasileiro ficou feliz com o resultado?
    Não né?
    Então vamos organizar uma passeata com 200.000 pessoas na frente da FIFA,todos uniformizados com as cores da seleção e exigir que a partida seja anulada.Mais que isso,vamos exigir que o titulo da Copa do mundo 2014 seja entregue direto pro Brasil,sem precisar jogar com a Argentina,porque acho sinceramente que a gente perderia neste momento.A Argentina tem uma seleção mais forte.
    Dá pra mudar o resultado da Copa no grito?
    E a reforma politica?
    Nenhum cartaz a respeito.Nenhuma camiseta (de grife) escrito “Financiamento publico de campanha”.
    Reforma politica é coisa de petralha…pela lógica da elite branca, não deve ser coisa boa.
    Só que uma reforma politica e o fim do financiamento privado de campanhas não daria fim a uma série de esquemas de corrupção e caixa 2 de campanhas eleitorais?
    Se o PT se beneficiou tanto destes esquemas,porque defenderia um projeto no sentido de acabar com esta corrupção?
    Esqueça a lógica,se é petralha,então não deve ser coisa boa.

    • Romanelli

      ..já existe uma reforma em andamento, e APOSTO que ela não é a que vc sonha ..veja:

      – ela NÃO fala em transformar o Congresso numa casa MONOCAMERAL ..insiste em nos manter um Senado que nos custa muito caro ..uma casa reacionária, retardatária, comandada normalmente por uma oligarquia que se justifica NÃO pelas idéias e liderança, mas só por uma geografia pintada num Mapa contendo Estados e PIB, criados ao saber do melhor casuísmo momentâneo.

      – ela NÃO fala em nos fazer valer a proporcionalidade e a cidadania ..veja vc cumpadi, SP, com 22% da população do país, é representado no Senado em 3,7% dos votos, e na CÂMARA com 13% das vozes, na média com 12% do legislativo ..PIOR ainda é que estes brasileiros representam 33% do PIB do país

      ..acho que deve ser dos poucos casos de POVO no MUNDO que, em maioria, paga a conta e ainda é escorraçado pelos que deles abusam e vivem mamando, fora de despacharem pra cá, pra debaixo do tapete, muitos dos seus passivos seculares (agora inclusive vindos do Haiti, Africa e America Latina)

      – esta reforma não nos faz mais iguais – preservando o UM HOMEM um voto, a cidadania que o EDU diz tanto defender – mesmo dizendo que nos dará o tal VOTO DISTRITAL que, ao que entendi, ainda será limitado pela geografia dos rios e montanhas.

      – a reforma prometida NÃO fala que será mais consequente, ética, ao por exemplo, cobrando com que as PROMESSAS e falas de campanha sejam cumpridas a termo ..ou muito bem explicadas caso não se concretizem.

      – a reforma atual fala dum casuísmo, dum engessamento, fala em limitar o número de partidos ..e aqui me lembra a Eliane Cantanhede que queria “mandato vitalício” pro seu padrinho, o fernandenrinque

      – e o PIOR, a reforma atual, assim como qq outra, não nos dá respostas satisfatórias para o dilema Financiamento Público x Particular (fora do horário na mídia) ..perceba:

      se público – de quanto será a conta ? ..ontem mesmo o Congresso aumentou a verba pros partidos, muito mais que o SM, mas não aumentou pra saúde

      ..mais, se público, como e pra quem será dividido ? só pros que estão aí ? e se NOVOS quiserem participar ? ..dentro dos partidos, como repartir e não preservar caciques ?

      se particular ..HOJE já sabemos que não existe almoço de graça ..que empresa não doa nada, que repassa

      qual seja, o dilema é entre se ROUBAR direta ou, indiretamente do Estado, não ?

      mais ..se financiamento público, como impedirmos a impessoalidade e o destrato por tudo quanto é publico, tal qual acontece com os demais serviços dados pelo Estado?

      se particular, como impedir o abuso do poder econômico ? ..por outro lado, parece ser o mais apropriado no quesito PRENDER o político com os interesses diretos do “seu eleitorado”, não ?

      bem ..sem mais me estender ..veja como a coisa é complexa ..então, como debater e explicar prum povo que ainda elege ANALFABETO pra fazer suas leis ?

      a mim, parece, o menos pior é o financiamento particular, com grana de FILIADO e de pessoa física ..e cadeia pra quem fizer caixa dois vindo de onde vier (de empresas, bancos, igrejas, partidos e governos de outros países)

      qual seja, se o BRASIL quer democracia, antes de tudo, ele tem que saber que DEMOCRACIA também custa

      • Romanelli

        ah sim, assim como temos um projeto de Reforma Política ..parece que tem outro que DEIXA muito claro que a Petrobrás é “IMPRIVATIZÁVEL” ..com isso, com sua aprovação, poderíamos então passar a OUTROS TEMAS e qualificarmos melhor o debate político, não ?]

        ..o projeto foi apresentado pelo PSDB ..mas parece que o PT ainda não cobrou que viesse a votação, porque ? sei lá

    • Renata

      Mas pelo jeito a lógica foi pras cucuia faz tempo, rs

  • Jussara Lourenco

    Excelente registro, Eduardo!
    Só não concordo com o “pobre” que foi ganhar dinheiro.
    Penso que ele era um “classe média” muito “ixperto”.

  • Paulo Soares

    Brilhante entrevista EDU. quero sugerir depois de mais um capítulo vergonhoso da rede Globo, nas manifestações, que fassamos uma campanha nas redes sociais convocando as pessoas para uma manifestação de rua com o tema : O FIM DA REDE GLOBO! Com data a ser combinada.

    • Vaberlene Soares

      Concordo Paulo Soares, nós deveríamos fazer uma grande manifestação, com pelo menos 10 milhões de pessoas em todo o Brasil, pedindo a cassação da Globo! É o povo que não quer mais esse lixo no Brasil! É a maioria dos brasileiros que não quer mais! O que quer a minoria, diga-se elite, não vem ao caso, pois, numa democracia, quem manda é a maioria! Abaixo à Globo! Chega! Não podemos mais tolerar essa televisão golpista com uma concessão pública!

    • Nádia

      Terá manifestação no dia 01/04 – Contra a Globo.

  • Guilherme Nagano

    Fiquei esperando 30 minutos para utilizar um banheiro quimico em Brasilia e tinha 2 afrodescendentes na minha frente! Vi branco, negro, asiatico (eu por exemplo)! Esses ataques raciais do PT querendo transformar a classe média em demonios raivosos racistas que odeiam quem sobe na vida vai afundar ainda mais essa crise! Vcs estão colhendo o que plantaram….

    • eduguim

      Em Brasília não sei; em SP era 1 negro ou pardo para cada 100 brancos

      • Claudio Marcio

        Cada local de uma forma. Aqui em Cuiabá os pardos e negros eram entre um terço e a metade. Em Curitiba provavelmente houve uns 1000 brancos para cada pardo. O Brasil não é uniforme. E eu não posso ser branco e pobre? Queria que fosse tão fácil assim eu ser da elite. Basta ser branco e vaiar a Dilma. Agora, com licença que tenho de voltar ao trabalho, antes que meu chefe me pegue na net.

        • Renata

          Você pode ser branco e pobre, como já há negro rico. O que o Edu disse e estava na cara para quem quisesse ver é que aqui em São Paulo foi uma manifestação de classe média branca.

      • Luciano

        Foi assim na maior parte do país, gente branca e bem nascida, são todos não + digo q 80 a 90% e composta por essa gente…aqui em Teresina q tava protestando era da região onde a Dilma teve menos, o povão da periferia tava era tomando gelada e curtindo o fim de semana. Esse pessoal tem q aceitar o resultado das eleições. Perderam Play Boys. Abraço EDU.

    • Juliano Santos

      Raivosos machistas também, pois chamar uma senhora de vaca é o que? E quem transformou voces em irracionais intolerantes que não aceitam a derrota nas urnas foi a imprensa que opera lobotomia em suas cacholas desde sempre. Eu gostaria que voces fossem civilizados. Mas senão são, terão que aguentar as consequências
      PS: Aqui no Rio, foram entorno de 5 mil do coxinhas da zona sul que esticaram depois de praia, em Copacabana mesmo

    • paulo pavaneli

      Prezado Senhor:
      além dois dois “afrodescendentes” na fila do banheiro químico, quantos mais havia na Reunião convocada pela Rede Globo de Televisão?

    • É a realidade, cara. Essa turma odeia quem está subindo na vida sem ser pelo elevador de serviço.

      Não existe nenhuma outra explicação. E, aliás, eles deixam isso BEM CLARO quando falam que a pobreza é culpa do pobre, que não “merece” ser rico como eles.

      É por isso que fazem “protesto” quando a miséria está sendo combatida, a fome, quase vencida, os salários tem aumento real, a inflação está controlada, o desemprego está baixo… É disso que eles não gostam pq, se gostassem, dada a evidência de que a alternativa ao PT sempre fez e defendeu o contrário, poderiam até reclamar, mas não exigiriam um golpe de Estado pra tirar o PT do poder.

      Vc pode não gostar da verdade, mas como ela não liga pros seus gostos…

  • suely donato

    Gostei muito da entrevista. Sigilo bancário em CPI? Sobre manifestações, muitos e a grande maioria nem sabe o que foi a história do Brasil! Estão guiados mesmo pela grande mídia!

  • Luiz Fernando

    A revolução da classe média paulistana….

  • Jimmy Cricket™

    ♫ Edu, divertido foi em Porto Alegre, onde a turma fez um churrasco de coxinha (de frango) na praça pública. Como diz o dístico do Grêmio 11 de Agosto, “Ridendo castigat mores”; mas se for preciso a gente adota o da FAB: “Senta a pua!”

  • Olá, Estimado Eduardo
    Talvez vc não recorde de mim agora,
    Eu o encontrei na manifestação da sexta-feira, dia 13, as 15:30 aproximadamente , vc estava conversando com uma mulher e eu falei contigo rapidamente, me apresentando com “Prof. Geraldo”
    Parabéns por todo esta sua batalha e participação
    Mais do que nunca, agora precisamos nos unir, inclusive os blogueiros “sujos”, Vcs precisam passar esta experiência de vcs para nós compartilharmos e aprimorarmos a nossa comunicação.

    Quanto ao que vc escreveu, concordo contigo!!!
    Eu já havia feito esta mesma dedução, tendo como referência a manifestação do dia 20 de junho de 2013.
    Um forte Abraço!!!!

    • eduguim

      Abs

  • Delano

    É uma pena que aqui no Parque Ipê na região do Butantã o sinal da TVT tá ruim e não tem pegado.
    Queria assistir e me livrar do PIG.

  • Fabio Amaral Di Fini

    O tamanho das manifestações deste domingo, 15/03, têm origem na deslavada campanha promocional levada pela mídia partidarizada e unilateral que vitima este país há tanto tempo. Por que não promover manifestações estritamente contra a “corrupção”, tendo imprimido a elas um caráter nitidamente golpista e contrário ao recém-empossado governo Dilma? Obviamente, há interesses outros aí, usando, sempre com o auxílio da mídia, as massas pouco politizadas do país como rebanho de manobras… É fácil perceber isto; basta analisar friamente o contexto recente do país. Acorda Brasil; olha seu petróleo!!!

  • Renata

    Muito boa sua entrevista à TV dos trabalhadores e o relato da sua caminhada junto aos manifestantes. Para nós que estivemos na manifestação de 6a, é evidente a questão de classe.

    Houve uma diferença entre a manifestação de ontem e a primeira (Bolsonaro armado) em que pediram intervenção americana e militar. Isso foi um amadurecimento do movimento de direita deles ou só uma ‘limpeza’ aparente, para dar mais legitimidade? O interessante é que não sabem o que fazer com a saída da Dilma.

    Outro assunto, mais importante:

    Que emblemática a propaganda do PSDB ontem, não? A propaganda faz uma colocação do PSDB e atrás aparecem as manchetes dos jornais que corroboram a fala do partido. PSDB/Imprensa: alinhamento total.

    Imprensa, grande articuladora do Golpe e seu porta voz e braço político, PSDB.

    • Renata

      Retiro o que disse, acabei de ver fotos da manifestação com Dilma enforcada, ‘comunista bom é morto’ (esse pessoal faz cada confusão com as linhas ideológicas), ‘intervenção militar já’, ‘arm, navy and air force, save us’ – é… não tem jeito

      • Jaide

        Imagino que as faixas em inglês destinavam-se à matriz do golpe. Uma particularmente chamou minha atenção. Estava bem confeccionada, carregada por um casal que podia ser estrangeiro, e estava escrito: GOP HELP TO SAVE BRAZIL FROM BOLIVARIANISM!”.
        O inusitado é a expressão GOP. Poucos sabem, mesmo nos “states”, que GOP é uma sigla utilizada por lá para se referir ao Partido Republicano, o GREAT OLD PARTY. Essa sigla numa faixa em inglês numa manifestação no Brasil é ESTRANHÍSSIMO. Uma senhora BANDEIRA. Ato falho?
        Faixas com referência às ARMED FORCES. Apelo à intervenção militar dos EUA no Brasil?
        Acho que quem imagina que esse vendaval é coisa exclusiva dos golpistas nativos, é melhor repensar. Os sinais não dão margem à dúvidas.

  • jose carlos lima
  • Jorge a.

    Se o povo que foi ás ruas ontem em SP fosse contra a corrupção, Já teria tirado o PSDB faz tempo, pois esse partido rouba SP desde os tempos de FHC. Os motivos dessa gente é tudo, ódio, preconceito partidário,…menos combate à corrupção. Tenho vergonha, misturado com nojo de ver uma sociedade reeditar o absurdo que aconteceu em 1964, de ver também uma mídia golpista, usando uma concessão publica para praticar um crime que é a derrubada de um governo eleito nas urnas com menos de 3 meses. Hoje penso que a sociedade brasileira já não é mais vitima, ela passou faz tempo a ser a vilã dessa historia. Em 1964 os militares assumiram o poder, mais quem deu o golpe foi a própria sociedade,o golpe de 1964 foi civil(Mídia + sociedade) militar.

    • Claudio Marcio

      Dizia o Lula em 1992. O povo põe, o povo tira. Está na constituição e na lei o Impeahment. Mas sou contra. Não acho que uma ruptura dessas seja boa para o país. Agora, o PT tem de parar com essa de golpeamos e terceiro turno, ouvir a sociedade e parar com absurdos como proibir financiamentos privados de campanha. Ninguém da pediu isso. Isso só interessa aos partidos no poder. E ainda estimula o caixa dois. Logo o PT, que mais recebeu dinheiro de entesas entre todos os partidos.

      • eduguim

        Sua tese sobre financiamento de campanha é estarrecedora

  • Paula Souza

    Olá Eduardo.
    Ontem foi 1964 reeditado. Quem não fugiu das aulas de História e não comanda a sua vida com ódio e preconceito sabe disso. Embarcaremos mais uma vez na ciranda golpista da elite brasileira que não aceita ver o pobre brasileiro possuir pelo menos o necessário para comer. E depois criticamos os EUA, dizemos que os europeus são frios, como se pudéssemos falar de alguém.
    Nossa elite é a pior do mundo porque não aceita ver a sociedade menos privilegiada desse país ter ao menos o que comer e dar de comer a seus filhos, não vejo futuro para o Governo Dilma e não por causa da corrupção é exatamente o contrário é o combate a ela que está derrubando essa mulher.
    Se o problema fosse corrupção o PSDB não estaria em São Paulo a mais de 20 anos, Aécio Neves bem como todos o seu partido não seria a menina dos olhos dessa gente, a Globo não estaria gritando fora Dilma histericamente, basta uma breve pesquisa na internet com o título “corrupção do PSDB” e você terá inúmeras matérias de diferente veículos de comunicação comprovando o que eu disse, só o livro de Amaury Ribeiro contabiliza 145 bilhões. Dito isso só me resta esperar o dia em que Dilma será deposta e um pouco mais para ver as pessoas perdendo seus empregos, os juros aumentado exorbitantemente, os financiamentos de casa , bolsa de estudos bem como de negócios serem cancelados, a PETROBRAS e todo o pré-sal passando para o controle dos EUA , enfim todas as conquistas dos último 12 anos indo pelo ralo e o Brasil voltando a sua “perfeição” vendida pela Globo e pela Elite Brasileira e nós sorrindo do nosso sofá.

  • Roberto L.

    Edu, parabéns mais uma vez pelos vídeos e pela entrevista à TVT (assisti toda).

    “A caminhada até manifestação gigantesca me permite afirmar que quem se manifestou contra Dilma Rousseff foi uma classe social de uma região específica de uma cidade que tem 11 milhões de habitantes, o que agiganta qualquer aglomeração humana que for convocada com sucesso.

    Eu só errei no prognóstico que dizia que seria um fiasco em SP, apesar de achar que daria (estourando, no máximo) algo próximo ao número colocado na sexta pelos movimentos sociais/sindicatos (sem chamada de TV, deve-se ressaltar isso, aquela multidão foi convocada pela internet, praticamente), mas o tal piti/chilique da elite branca tupiniquim com a Dilma foi um fiasco nas demais capitais do país, com alguns espamos no Rio e Minas, onde o Aécio tá sendo execrado até hoje (foi a forma das viúvas dele celebrarem a memória de ditadorzinho das Gerais).

    Mas vale ressaltar uma coisa disso (a mais séria de todas): a meu ver a Globo ultrapassou a linha vermelha, aquela linha limite da guerra que quando se passa não tem volta. Foi o maior ataque a um governo eleito, desde o fim da ditadura, feito por esta emissora, explicitamente um ataque golpista (incitando isto). Usando, como cheguei a citar, manipulação de imagem pra inflar o protesto pra dizer que se trata de “algo nacional” quando o que se viu foi o choro da República da Av. Paulista onde o Aécio é “presidente” da mesma e não do Brasil.

    Ou a Dilma corta as verbas da Globo (agora ela tem um pretexto pra fazer isso, caso não tinha antes um bem grave), ou a Globo engole ela. Pensando maquiavelicamente, a Dilma deveria engordar a Record e deixar essa triturar a Globo, o bispo Macedo (que não é nem um santo, obviamente, mas é um pensamento maquiavélico e não aquele “republicanismo” banana que certas figuras do PT pregam, os discípulos de Ghandi) se encarregaria de fazer o serviço, com um adendo que a audiência da TV aberta jamais será a mesma (não teremos mais o apogeu que a Globo teve um dia). Ou o PT e Dilma declaram guerra aberta a Globo (a Globo já declarou ontem), ou vão ser tragados pela história por silenciarem sobre isso, não há mais condições deles fazerem de conta que o problema não é com a Globo.

    E só um adendo (com sua permissão) pra fazer um acréscimo sobre as infos da Globo: a Globo era uma emissora ou TV (já que não abringia território nacional no começo, só foi ocorrer isso nos anos 70 eu acho) quase falida no início da ditadura, só que a origem do dinheiro que ela recebeu é ainda mais grave. A Globo cresceu com o aporte de dinheiro norte-americano do grupo Time-Life (a mando dos EUA) pra injetar dinheiro nessa TV pra criar a aberração que até hoje vemos.

    A Globo, com a perseguição da ditadura às outras TVs (Tupi, Record etc), passou a ser a TV do regime e posteriormente emissora com sinal em todo território nacional. Seu ex-funcionário, Silvio Santos, adulado não sei por qual razão (acho aquele cara insuportável, sempre achei), criou o SBT nos anos 80 adulando os militares. O SBT é outra TV que tem feito propaganda de extrema-direita explícita.

    O monstrengo que enfrentamos hoje, a Globo, foi sim criado pelos Estados Unidos, ou um grupo privado norte-americano (que nunca age sozinho, sempre a mando do Departamento de Estado dos EUA, principalmente na Guerra Fria). Essa negociata com o Time-Life é simplesmente podre, é tanto que até a Globo criou uma página nos portais dela pra “desmentir” os “excessos” que comentam sobre os podres dela (uma das primeiras páginas que vc depara quando clica em Time-Life+Globo é da própria Globo). Essa organizaão criminosa não dá ponto sem nó e tem dedo dos EUA a palhaçada de ontem. No FB a Revista Época (da Globo) ficava em destaque no Mural o tempo todo (pagaram pesado ao FB pra fazer isso).

    • Renata

      Concordo. A atuação da Globo ontem foi de guerra declarada, ultrapassou qualquer limite de concessão pública e, notem, com a programação pontuada por propagandas do PSDB contra o governo, na Globonews.

  • laura

    Ainda acho que este fenomeno tem que ser entendido pela esquerda. E uma porção da classe media Entre classe media média e classe média alta.Porque a classe media está tão revoltada com o PT? Fora estar sendo manipulada pela midia, acredito que ha razões objetivas para isso e é esta questão que necessita ser compreendida.

    • Vaberlene Soares

      Laura, eu sou classe média, mas não estou revoltada com o PT. Sabe porquê? Talvez seja porque eu sou uma pessoa que tem origem pobre, que sei quais são as dificuldades que uma pessoa pobre passa, por isso quero que os pobres tenham oportunidades, que melhorem de vida. Não nasci classe média, por isso não sou egoísta e reconheço o direito dos outros que ainda precisam melhorar.

    • Renata

      Historicamente, aqui e em outros países, a classe média se arvora em momentos de crise a guardiã da moralidade, coisa que geralmente vem acompanhada de escalada fascista. Normalmente ela não o faz espontaneamente, mas é conduzida a isso, como foi aqui pela mídia. O outro fator é que ela não ganha uma eleição há 12 anos, quando historicamente era ela que formava a opinião pública e em geral ganhava eleição. Ela perdeu poder político e teme perder o espaço social para os que estão subindo de classe. Está apavorada.

    • Eles dizem abertamente qual a razão: os pobres estão chegando perto demais deles. O salário mínimo aumentou mais, proporcionalmente, do que o salário deles e, pra eles, isso significa uma desvalorização.

      Se vc perguntar pra um desses “revoltados”, ele dirá que é pq se a coisa continuar assim, ele vai acabar ganhando um salário mínimo, como os mais pobres. E isso é inaceitável, mesmo que signifique um aumento do poder de compra dele.

      A classe média é aquela que possui alguns privilégios individuais e familiares. Tem preferência na hora de escolher em que trabalhar. Tem condições de mandar os filhos pra escolas melhores, dando-lhes uma vantagem no futuro.

      são vantagens pequenas, mas que permitem que se mantenham na mesma classe social com pouco esforço.

      É mais difícil cair da classe média do que chegar nela, exatamente por conta desses privilégios.

      Isso é uma “propina”, que a classe dominante dá à classe média pra mantê-la do seu lado. Pq, em termos de número, a classe dominante é fraca e sem a aliança com outra classe, ela já teria desabado faz tempo. então a classe dominante usa de seu controle sobre o Estado e a sociedade pra cristalizar esses privilégios em estruturas jurídicas simples.

      E na criação de um aparato de opressão contra qualquer avanço que as classes mais pobres reivindiquem.

      Mas o PT ousou distribuir riqueza com os mais pobres. Ousou aumentar seus salários e introduzi-los na classe média, forçando-a a dividir esses privilégios, diluindo-o quase ao ponto de se tornar inútil.

      E aí eles gritam. Não aceitam perder a propina que sempre receberam. Temem que seus filhos e netos não tenham mais condições de chegar com vantagem significativa na faculdade e no mercado de trabalho privilegiado de quem completa uma faculdade.

      Temem, como sempre temeram, a competição. Gostam, como sempre gostaram, do jogo de cartas marcadas.

  • laura

    Até one entendo a classe media tem sido espremida pelo modelo atual e ha razões economicas por tras disso péssimamente trabalhadas pelos meios de comunicação claro, e também pelo proprio PT que não tem politicas para a classe media. Pelo contrario, a demoniza.

    • Renata

      Essa classe média NUNCA gostou do PT, não é de agora em que está espremida ou algo que o valha. Quando o PT surgiu ela já o execrava. Desprezou o Lula de todas as formas possíveis, xingando, vociferando – ignorante, reles operário, fala errado, não fala inglês, não estudou, não tem condições de governar o país…

    • É mesmo? E como é que a classe média está sendo “espremida”?

      Seus salários não estão sendo aumentados acima da inflação? Aumentaram os impostos sobre ela?

      Onde está esse “aperto”? Não seria o fato de que a classe mais pobre está se aproximando demais da classe média? Que a classe média aumentou quase explosivamente de número, por causa disso?

      Mas como é que isso significa “espremer a classe média”? Em que exatamente isso os prejudica?

  • Eduardo

    Quando, na luta de classes, vemos ódio e violência partindo dos menos favorecidos, isso é perfeitamente compreensível, apesar de não desejável. Mas o que é isso que vimos nesse final de semana? Que inversão é essa? Na sexta-feira, uma marcha de amor, amor à Petrobrás, amor à Democracia, amor ao Brasil. Tudo partindo dos do andar debaixo, porão mesmo, E ontem? Ódio à Democracia, ódio à Presidenta, enforcada em seus desejos, ódio ao Brasil com disfarce de verde-amarelo, ódio explícito ao andar debaixo, impedindo o uso de uma camisa vermelha, violência contra a sede de um partido, tudo partindo do andar de cima, a famosa elite branca na genial definição de Claudio Lembo, membro dessa elite mas que tem cérebro, tal qual Bresser Pereira. Os que foram à rua ontem o que estão querendo? Lutar contra a corrupção? Seria a corrupçao do mensalão mineiro, do trensalão paulista, da lista de Furnas, da Privataria Tucana, do Suiçalão HSBC ? Hoje estou necessitado de um prozac. Depressão profunda!

    • Renata

      A moralidade é a bandeira crível e oportuna que podem usar, pois não sairiam às ruas para dizer – “queremos nosso poder político de volta e nosso poder como formadores de opinião, queremos que os mais pobres continuem nos seguindo”. Deu-se conta que não ganha eleição há anos e que apesar do seu esforço e o da mídia, a maioria da população votou por conta própria.

      Imaginem: na época do 2o turno a corrupção já estava aí, a imprensa já caía de pau no governo, já colocava Dilma sob suspeita e, apesar disso, a maioria do povo reelegeu Dilma. Indesculpável essa independência.

  • Luiz Fernando

    Eduardo, muito boas as imagens. E muito boa a entrevista. Parabéns!

  • Paulo Ribeiro

    Bando de coxinhas fascistas brincando de fazer política. O povo está ao lado de Dilma Rousseff e simplesmente agiu co sabedoria ao evitar o confronto. Basta observar o comportamento da truculenta polícia militar tucana, que estava lá para tirar selfies ao lados dos manifestantes. Em outras ocasiões, a polícia agiria com violência para dispersar a população e tenho certeza que agiria criminosamente se lá estivessem apoiadores da presidenta Dilma.

    • Claudio Marcio

      Apoiadores de Dilma, em especial os Black Blocs, provavelmente começariam o tumulto quebrando vidraças de bancos, tacando fogo em bancas de jornal e jogando rojões e coquetéis Molotov contra a polícia.

      • eduguim

        Black blocs apoiam Dilma… Então, tá

        • Claudio Marcio

          Então por que Gilberto carvalho chama esses arruaceiros pra a conversar? Eles e outros grupos se
          Cometem crimes, mas não trabalhadores e pagadores de impostos?

      • El Cid

        Seria mais sincero de sua parte quando vier comentar, diga assim “aqui, preciso que alguém leia minhas boçalidades, por favor”…

        Aí por questão de “caridade”, vamos fazer isso por você, o que acha?

  • Roberto Pereira

    Eu não vejo tv faz tempo, e nem é por questão política, é que acho a internet muito melhor pra tudo. Mas pelo que vejo nos comentários, ontem a globo/globonews perdeu qualquer pudor de disfarçar. É a globovision contra Chávez nas véspoeras do golpe de 2002. Tão atiçando a mamada sem pensar em mais nada. Querem o circo pegando fogo.

    Que jogo o PT tá travando pra justificar ódio tão aberto? Pré-sal?

  • Romanelli

    pérolas:

    De onde vem esta massa ? Como explicar ? pensa pensa pensa

    “..De bairros adjacentes, servidos pelo metrô”

    “..não havia diversidade étnica ..FALAM MUITO ALTO” – sem duvida isso é gravíssimo, falar alto, né ?

    “..não aceitam divergência” – é mesmo, e parecem com quem ?!

    “..Além de tudo isso eu digo pra você..” pausa ..pense pense pense – será mesmo que você tem algo a dizer, ou ainda esta tentando explicar até mesmo pra você ? Sugestão, SE BELISQUE mermão

    Diz um camarada “..o que a gente quer é “revolução”, reflete Eduguim “..revolução é violência..” – UAI, vc descobriu isso só agora ou depois de assistir as campesinas ?

    “..eles pregam a violência e partem pra violência ..dentre eles há grandes empresários..”

    Vamos agora então escutar o sr Alexandre, emérito representante escolhido a dedo pra ser o PARVO da vez, disse ele :

    “..ta indo pelo mesmo caminho de 64..” ..rsrsrs (dos ancoras), então falta aí analise, conhecimento, reflexão..

    UAI, Mina Santa Rita da Piriquitinha TORTA, não é exatamente isso que o Eduguim e toda esquerdopatia reacionária mamífera fala, toda vez em que são ameaçados de serem apeados do poder ?

    Passemos a outro ponto, ao vermos Eduguim ser pego de surpresa pela ancora e ter que opinar, vejamos:

    “..então (indaga a ancora a EDUGUIM): como você avalia a incitação ao ódio, a falta de reflexão, não só política como ideológica (pombas) – o país esta passando AGORA por ALGUMA dificuldade econômica (sic) por esta disputa política (por culpa dos EUA e efeagacê, provavelmente) – e o papel da grande mídia, por exemplo hoje quando os grandes meios convocaram a população pra participar destes atos ?

    resp : escandaloso ..tem um CONLUIO pra esse golpe ..a mídia faz denuncia seletiva

    • Romanelli

      O que acho interessante é que antes a MÍDIA era acusada de “alienar”, de oferecer entretenimento raso, e não ajudar a politizar, ao cidadão tomar consciência do seu papel insignificante no mundo ..acusada de tentar divertir e amansar ..noutras oportunidades então, ouvíamos que era a Classe Média que seria abestada, que não saia de casa por nenhuma causa, nem pra defender seus interesses, que vivia só no Guarujá ou nos states

      e agora é isso, co vento soprado no fundilho da popa ..o tempo passa como diria Fiori Giliotti ..e ainda, sem estarmos surdos, temos que ouvir ” ..sem duvida falta uma reflexão e análise mais profunda”

      Colega, se formos pescar as BESTEIRAS que ouvimos vinda do “proletário” (inclusive partidas das Marilenas da vida), as ditas “repressões da zelite”, sobre o “bicho papão comedor de criancinha que seriam os capitalistas”, da luta de cRasse e sobre a LUTA FRATRICIDA pra manter-se o status conquistado ..do paulista contra nordestino, de branco contra preto, de homem contra mulher, de sulista contra nortista, de rico contra pobre, de iris castanha versos iris azul ..de só o pobre poder ser a vítima e merecer todo tipo de indulto pra seus crimes de roupo, invasão, pilhagem e assassinato, vichi ??!!

      RELAXE e goze colega ..pense assim ..eles também tem direitos, ESPERTo é quem lhes da ouvidos ..se pra eles reclamarem, é que já passou MUITO do ponto ..ou isso, ou fique pensando tal qual o Rossetto e culpando sempre as estrelas

      https://www.youtube.com/watch?v=LVLgQqO0UUQ

      • Romanelli

        e por se falar em Rosetto , o que foi aquilo, a dobradinha dele com o Sinistro da Justiça ?

        Enquanto um falava ou outro desdizia, o que era aquilo ? uma dupla sertaneja ? O Dito e o Negado por acaso ?

        ..pior que falavam que diziam em nome de DILMA ..olha, se isso, ela esta esquizofrênica, pois os conflitos internos ficaram evidentes, viu ??!!

        Sinceramente, fiquei com Mercadante e o Caridoso ..o que se viu foi PROVA de maturidade, pluralidade, defesa de interesses legítimos, ato civilizado que a nossa democracia, mesmo esta inconsequência, lenta, desproporcional, irresponsável, não reativa, FARSESCA e mentirosa, ardilosa e cínica, precisa aprender a conviver.

        Aliás, Rossetto falou que ontem vi fascistas, atos de raiva e vingança, 3o turno, que nos atos só tinha gente que NÃO votou em DILMA (olha, diz a boa filosofia – que ele tb não deve ter estudado – que se há uma exceção, que a teoria é FALSA, pergunta até pra Chauí – e eu conheci diversas exceções que estiveram presentes ontem)

      • Romanelli

        Fato, NEM DILMA nem Aécio podem considerar que detinham os votos conquistados

        A coisa tava tão brava que um e outro contaram com os ANTI ..votos dos que optaram pelo que acharam MENOS PIOR ..e se a diferença foi pouca, HOJE, com a IMENSA MAIORIA mostrando descontentamento latente, a verdade é insofismável ..o povo não gosta da patroa, dot ponto !

        mas ainda faltam 45 meses..

        Não se esqueça, tanto no dia 13, dos milhares – o UNICO ato que o Sinistro desmiolado Rosetto reconheceu – como no ato do dia 15, dos milhões, houveram PROTESTOS legítimos, estes que provam o isolamento da dama de bege

        ..atos que NÃO me representavam por completo por exemplo, daí não ter ido ..qual seja, se eu não sou uma ilusão (embora a física nos diga o contrário) acho que tem milhões que ainda pensam como eu.

        e o que EU penso afinal ?

        As evidências provam, ou dão mostras, que PRECISAMOS investigar, mas em o STF que diz, agora não.

        ..mostras de que há fortíssimas evidências de que DILMA e/ou se omitiu, foi conivente, INCOMPETENTE, que mentiu e/ou prevaricou às pencas ..que cometeu desvios éticos sérios depois de eleita, ou do crime de RESPONSABILIDADE como presidente, ou como ministra da energia, casa civil, membro e presidente do Conselho da Petrobrás.

        PROBLEMA é que não temos LEI que a pegue ..esquecemos de legislar sobre a figura da reeleição como CONTINUIDADE, veja você ?! (uma pena)

        ..assim, por estar em início de mandato, evidente que todos os desvios foram cometidos em períodos pretéritos (no máximo na campanha de 2014 que esta fora do escopo), e ai, esta democracia que sempre menosprezo por tentar me enganar e diminuir ainda mais, já disse que o caso dela é inimputável

        ..que pena, pra NÓS, que teremos que ser governados por uma “pata manca” por mais quase 4 longos anos inteiros ..aliás como eu mesmo predisse aqui ..aliás, isso, ou..

        ..ou a coisa ficar TÃO, mas tão ingovernável que, sob um ato de GRANDEZA, Dilma, NÃO precisar imitar um Getúlio, não, nem sofrer “as agruras” dum Jango, ou o destino merecido dum Collor, mas sim tentar copiar a saída do JÂNIO, e de quebra imitar D.Pedro dizendo que:

        “se é para o bem da Nação, diga ao povo que me VOU, que renuncio !”

        https://www.youtube.com/watch?v=jeuWcBQyAlk

  • Eliseu Leão

    Trecho do comentario de um leitor do Tijolaço:

    ”Concordo com a análise de disputa em torno das Tropas. Eles têm a máquina de propaganda de guerra funcionando a todo vapor, nós se quer uma contrapropaganda. Além do mais há o aparelho repressor do Estado de São Paulo, a PM enraizada e atolada até a alma em uma doutrina Fascista que age conforme esse viés (bem republicano)!

    Um exemplo é a forma pensada de como a PM conduziu o fechamento da Paulista no dia 13 e no dia 15. No dia 13, somente uma faixa foi liberada. No dia 15, as duas, em frente ao MASP. Isso teve um fator visual para máquina de propaganda, pois no dia 13, a massa ficou uma grande “linguiça” e no dia 15 uma massa mais concentrada, ou seja, a liberação seletiva da PM deu a máquina de propaganda de guerra as imagens que eles precisavam.

    Do nosso lado há um bom número de soldados. Eles são mais organizados (organicame…nte), dispostos a lutar, mais conscientes de seu lado e com uma imensa vontade. Faltam os estrategistas e oficiais. Um dos grandes ensinamentos da história é aquele na qual o organizado supera o desorganizado.”

  • Silvio

    Mas o sujeito com a bandeira americana é negro!

    • Eliseu Leão

      Negro não, é um ”sosia” do Baback Obama.

    • E todos à volta dele, não!

  • Valdir-Ba

    Prezado Eduardo:

    1. Volto a dizer: se derrubarem a presidenta Dilma, muita gente vai morrer.
    2. Essa turma que apareceu no vídeo, na hora do pega prá capar, não dá nem pro cheiro.
    3. Pelas respostas que ouví dos entrevistados, nota-se que não têm consciência política. São uns manipulados pela grande mídia e é essa turma (a grande mídia ) que deve ser considerado o inimigo principal do pais.

    • Eliseu Leão

      Bem observado: é preciso saber individuar — e denunciar — os verdadeiros inimigos do Brasil.

  • tiao

    E este idiota com a bandeira dos EUA nas mãos? Que coisa mais bizarra!

  • Nilo

    Bom dia Euardo. A verdade é que a globo durante o gov tucano conseguiu que privatizassem, roubassem , comprassem a reeleição , aprovassem e renovassem a CPMF, aumentassem impostos, quebrassem o país 3x,deixassem o FMI mandar aqui, sem falar da saúde, fome, etc enquanto o povo assistia tudo anestesiado e ainda com a impressão que tudo ia muito bem. Com o PT no poder mesmo com todos os avanços que tivemos em todos os sentidos as pessoas assistem a tudo e são induzidas a pensar que tudo está errado uma droga e o pior é que tem gente que ainda pensa que a globo protege o PT. Onde quero chegar é que não adotamos a estratégia certa como fizeram na Venezuela. E não é uma questão de lei de meios pois fatiar a globo não resolveria é problema do conteúdo. Podíamos talvez ter comprado a falida tv manchete e investir as verbas alí e fazer o contra ponto. Infelizmente na minha opinião o Lula errou nisso e hoje talvez seja tarde demais porque vai parecer que quebraram o país e agora querem calar a imprensa. O caso da sonegação agora swissleak corremos o risco de não sair a verdade na imprensa. Vejo gente falar que perdemos a batalha da comunicação, ora como se sequer lutamos alguma. abraços

    • Claudio Marcio

      Qual a estratégia certa que a Venezuela fez? Poderes ditatoriais paa o presidente? Poder atirar para matar a população em protestos? Ou fila para comprar papel higiênico?

      • Renata

        Pois é, é realmente difícil entender a situação da Venezuela, ameaçada agora de invasão dos EUA, possibilidade aprovada pelo congresso americano. O que querem? Que a Venezuela fique quietinha, esperando ser invadida? Não deixam a Venezuela se resolver desde Chávez. Não estão deixando Cristina em paz. Daqui a pouco vão pra cima do Evo. Em cima da Dilma, já estão. Brics? Unasul? Moeda à parte? Pré-sal?

        • Claudio Marcio

          A situação da Venezuela é terrível por causa da Chavez, não por cauda dos EUA. Os problemas começaram antes da caracterização da Venezuela como ameaça à segurança nacional americana. E se os EUA são lá malévolos assim, por que a Venezuela não para de vender petróleo a eles? Pois é…

          • eduguim

            Se a Venezuela é tão malévola, por que os americanos não param de comprar petróleo desse país “do mal”?

  • leandro

    Elite branca?? A mulher tem um digito de aprovação e voce fala em elite branca?

    • Juliano Santos

      Existe uma diferença básica entre não estar satisfeito com o governo e querer derrubá-lo na marra. Só indivíduos toscamente binários acham que é a mesma coisa

  • reinaldo bordon carletti

    escrevi no facebook, onde está o “ministro berzoini”? uma rede de televisão, que sonega impostos federais, que falsifica cnpj para conseguir a renovação de sua concessão PÚBLICA, que incentiva um ato contra uma presidente, legitimamente eleita, que desdenha da fragil democracia brasileira, neste momento sr “ministro”, a sua autoridade lhe dá o direito de tirar essa emissora do ar, no brasil todo e em seguida, aplicar todas as sanções contra ela, que já estão na constituição do país….só isso, sr “ministro”, mas na verdade, o mais fácil o sr. fez, foi calar-se.
    reinaldo carletti

  • Paulo Silveira

    Edu, bom dia!
    Ontem dei meus parabéns pela manifestação de 6ª feira, pelo nº muito grande e também ser ordeira.
    As imagens de ontem só confirmaram o que o seu e os vários blogs progressistas vem mostrando.
    1º Que é um golpe manipulado pela rede Globosta de manipulação é que coloca o povo na rua! A cobertura foi cimpleta e seletiva. Na Record, que tentou se manifestar pedindo mais moradias foi agredido.
    2º Só atraem a classe mais alta, quase não se vê negros, nordestinos, enfim as minorias!
    3º Que praticamente São Paulo é o centro do golpe. Apesar das manifestações em outros grandes centros,
    o nº ficou muito aquém o de SP.

  • Sérgio Pestana

    Edu, vi uma foto de Salvador, cidade mais negra do país: sem negro no “passeio” dos coxinhas. Estes vomitavam seus ódios, suas frustrações, seus desejos e mostravam o quanto são despolitizados, manipuláveis e, acima de tudo, massa de manobra dos sanguessugas do país. Será preciso nomeá-los? São os mesmos golpistas de 54 e 64 ao seguirem a cartilha lacerdista de então.

  • Romanelli

    Coincidência ?

    Renato Duque (co cunhado de J.Dirceu) foi preso ..agora parece que não sai mais

    O que ele tem em comum com personalidades como o senador Lindberg Farias, Candido Vacarezza, com o atual Ministro das Minas e Energia Eduardo Braga, com Sérgio Gabrielli, Delcídio Amaral, Walter Pinheiro, Devanir Ribeiro e Fernando Pimentel por exemplo ?

    é que todos, em HORÁRIO de expediente, ainda em 2011, foram flagrados no mesmo cafofo de Hotel, tendo orientações de José Dirceu.

    Interessante que todos, indiretamente todos foram lembrados na operação Lava Jato, sendo que os dois primeiros, mais o trancafiado, já estão sendo inclusive investigados.

  • Vaberlene Soares

    É o maior disparate do mundo a mídia golpista querer que uma pequena parcela da população faça a opinião pública pensar que a maioria dos brasileiros querem a derrubada de uma presidenta eleita de forma honesta e democrática! A imensa maioria que votou nela não está de acordo com o que pensa essa minoria egoísta, ignorante e golpista! É por isso que nós outros, que somos seres pensantes, temos de lutar com muita bravura para não deixar que a mídia apoiadora de ditaduras e golpes faça o povo pensar que uma minoria tem força suficiente para levar para o fundo do poço todo um país do tamanho do Brasil!

  • Nelson

    Parabéns pela matéria e pela entrevista, Edu.
    Tenho só uma discordância: Lúcifer não era corrupto, era rebelde…rsrsrs!

  • HenriqueD

    Eduardo, eu penso que o Governo deveria chamar essas pessoas para um dialogo. O que querem essas pessoas? Talvez nem elas mesmas saibam. Se o governo abrir um dialogo eles terão que escolher um líder e este terá que apresentar pautas mais concretas do que Impeachment. Entre os “Fora Dillma” será que não existem pessoas quem um dia votaram em Lula? Será que não existem aqueles que também defendem a Petrobras e o petróleo como riquezas a serem preservadas. Será que não existem aqueles que até concordam com a distribuição de renda que houve nos últimos tempos? Conversar com essas pessoas é um tanto difícil pois não se sabe sequer quem são elas. É curioso isso: são tão visíveis e ao mesmo tempo tão desconhecidas. Será que não se trata de um segmento que precisa ser ouvido para ate mesmo firmar uma posição sobre suas próprias ideias? Lula conversou com catadores de papel. Os segmentos mais humildes da sociedade estão de certa forma organizados e esses indivíduos da classe media? E claro que parto do principio de que eles queiram ser ouvidos; pode ser que não queiram. Mas conversar com eles seria uma forma de saber o que querem e de filtrar entre suas ideias aquelas que tem o mínimo de consistência e deixar de lado os que estão lá somente por oba-oba. Duzentas mil pessoas na paulista não da pra dizer que são todos manipulados pela Globo. Penso que muitos ate gritariam um sonoro Fora Globo em outras circunstancias. Duzentas mil pessoas que de repente pudessem ser recebidas pelo Governo e pudessem ter suas reivindicações ouvidas! Não sei. Pode ser que não queiram dizer nada, mas pode ser que queiram. Não se trata de tarefa simples mas não vale uma tentativa? Quando Marilena Chauí, por quem tenho certa admiração, diz que odeia Classe Media esta se referindo a essas pessoas. Como elas devolvem esse insulto?
    Eu sou classe media e não me sinto atingido por Marilena Chauí mas já vi pessoas muito próximas abominarem-na por esse motivo. Estarei sendo ingênuo em pretender esse dialogo? Sei lá ! Grande abraço!

    • Renata

      É claro que o governo tem que entender o que está acontecendo com a classe média pois, como diz Dilma, ela governa para duzentos milhões. A classe média quer o Impeachment – acredita que o governo está atolado em corrupção e levando o país à bancarrota econômica. Nem sabe, como mostram os vídeos do Edu, o que fazer com a saída da Dilma. Os poderes que estão por trás dela sabem direitinho.

  • Heitor

    Infelizmente o Governo e todo seu Ministério são medrosos. Continuam vindo à público afirmar projetos de combate à corrupção, fingindo não entender que as manifestações querem o golpe e não o fim da corrupção, vez que esta pode figurar à vontade em governos tucanos.

    • Paulo

      Perfeito, exatamente o que eu penso, essemrepublicanismo do PT dá nos nervos.

      • Renata

        É, de novo não politizaram os discurso, não fincaram a bandeira ideológica, como se isso fosse amainar os ânimos.

    • Nelia

      Falou tudo, Heitor! No Viomundo disseram: “Depois de um show de intolerância, para Dilma ouvir as ruas tem de aceitar a guilhotina”
      http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/depois-de-um-show-de-intolerancia-para-dilma-ouvir-as-ruas-tem-de-aceitar-a-guilhotina.html
      O que se vê a cada resposta “republicana” da Dilma e seus patetas aos protestos é eles querendo mais sangue. A Dilma está aceitando a guilhotina.

      • Junior-RP

        Quando o site do PT disse que os números de pessoas foram manipulados pela PM,que um diretório do PT tinha sido depredado, que havia crime de ódio nas manifestações, que a cobertura da Globo foi tendenciosa, pensei: agora vai…… Mas em seguida, na entrevista do Rossetto e do Zé ao PIG, não se refereriram a nenhum desses assuntos.Pediram até desculpas por ter colocado no Ministério da Justiça um artigo sobre crimes de ódio( artigo este retirado). A guerra até a posse do Lula(se Deus quiser) será sangrenta. Se a esquerda não se unir, já era.

    • Eles não estão falando pra quem foi às ruas, mas pra quem não foi. Os que foram não tem remédio. Não adianta falar com eles. Os que não foram é que precisam ter os olhos abertos pro fato de que o que os fascistas querem é o fim do governo trabalhista e não o fim da corrupção.

  • manoel

    Edu, bom dia!
    Belo trabalho o seu durante o dia de ontem. Mesmo como jornalista, imagino a sua dificuldade de estar lá e presenciar a articulação da direita neste momento.
    Porém, o que não devemos fazer agora é desqualificar o movimento, que feliz ou infelizmente, tende a crescer. Usando uma metáfora futebolística, como gosta o nosso presidente Lula, um time que joga só na defesa, ou empata ou leva um gol e sai derrotado, não tem jeito.
    O governo tem que sair da retranca e nós também temos que parar de desqualificar um movimento que é bem organizado de forma fluida pelas redes sociais e com grande apoio da chamada grande imprensa. É um momento especial no Brasil, e saídas tem que ser encontradas. O que devemos defender é o valor do voto, a democracia, o mandato conquistado nas urnas e a nossa economia, com foco na Petrobrás.
    Abraço e serenidade para a luta que nunca terminou.

  • joaquim

    Me desculpe Eduardo mas tentar dissociar essa manifestacao da populacao em geral eé um erro.

    Nao so o PT mas os partidos de esquerdam batem nessa tecla de que “uma elite branca” protestou contra Dilma ontem… Nao é verdade e acaba sendo um grande erro de estrategia os petistas insistirem nessa alegacao.

    Os protestos nao foram so contra o governo, mas sim contra um sistema politico ineficiente.

    Temos presidente, governadores, varias camadas politicas que gastam muito , arrecadam exageradamente e nao conseguem suprir as necessidades basicas da populacao e chegamos em um ponto onde todos estao cansados.

    Pena que os radicais ( dos dois lados) tentam criar essa ilusao , e infelizmente incluo voce e varios que frequentam essa blog.

    O radicalismo nao levara o Brasil a uma situacao melhor. Temos que encontrar um meio termo para que o pais avance, crie empregos, se desenvolva.

    Esse texto apenas esta tentando “jogar a culpa” em uma classe social que tambem e brasileira, tambem paga impostos e tem os mesmos direitos que todos os cidadaos , quando na verdade a culpa e de todos nos, que elegemos mal, que criamos um sistema de governo que nao funciona.

    Dilma, Aecio…. tanto faz…. podem ter otimas ideias, mas o sistema politico nao permite que elas sejam executadas e isso que deve ser combatido.

    Agora radicalismo de esquerda ou direita nao ira resolver nada.

    • Nelia

      Vc viu as fotos de Salvador? Um estado em que 80% da população é negra não se via negro nas manifestações. Os protestos não eram anticorrupção nem contra os maus políticos, queriam e querem destituição da Dilma e varrer o PT da vida pública. Desejos da elite econômica que joga com a desinformação para angarias os inocentes úteis e os analfabetos políticos.

      • Renata

        “não conseguem suprir as necessidades básicas da populacão”? De qual parte da população? 30 milhões fora da linha da pobreza, não é suprir as necessidades básicas da população? Muito ainda tem que ser feito e melhorado mas não reconhecer o avanço social dos governos petistas é impossível.

        • Joaquim

          30 milhoes fora da linha da pobreza…. Vamos considerar que quem esta fora da linha da pobreza tem condicoes de se sustentar sem ajuda governamental apos mais de 12 anos de ajuda do governo petista. Mas sabemos que isso nao acontece.

          Outro exemplo: educacao: houve uma grande melhora em quase uma decada e meia de governo? existem pessoas tirando seus filhos das escolas particulares e colocando em escolas publicas porque estas melhoraram sua qualidade de ensino? Sabemos que nao.

          Outro exemplo: Saude: As pessoas estao deixando de ir a Hospitais particulares e indo a hospitais publicos porque o hospital publico hoje é melhor do que o particular? Sabemos que nao ( inclusive a alta cupula do governo so utiliza hospitais particulares de alto custo)

          Hoje vemos sim avancos ( minimos) de ajuda governamental com bolsa familia a uma grande parcela da populacao, mas vemos que esta populacao de tornou dependente desta ajuda e o programa nao deveria ter esse resultado. Um bom programa assistencial deve iniciar com um grande numero de assistencia ( como foi ) mas esses numeros deveriam diminuir com o tempo pois teoricamente essas familias melhorariam de vida, “tendo condicoes de atender suas necessidades mais basicas”.. Nao vemos isso hoje.

          Existem inumeros exemplos de pais que em menos de 10 anos transformaram o país ( Irlanda, Coreia do Sul ).

          Nao podemos ser radicais a ponto de achar que tudo que o PT faz é errado, mas nao podemos achar que tudo que ele faz é certo. E no momento do Governo Dilma esta pecando pela soberba de sempre achar que esta certo.

          Ja disse isso algumas vezes. O radicalismo tanto de esquerda quanto de direita so fazem mal ao país.

  • Leici

    Foi um grande “classe média sofre”. Pobre dessa gente, vou até separar umas roupas pra doar pra eles.

    • Claudio Marcio

      Peralá…mas segundo o grande líder Lula, a classe média já não é a maior parte da população, com mais 50%, considerando a nova classe média? Ou com a inflação elevada e o baixo crescimento voltaram a ser pobres? Não entendi. Para dizer que a vida melhorou, a classe média cresce. Para protestar contra o governo, é um bando de gatos pingados da Zelite.

      • eduguim

        Aqui você vai entender, já que ver no vídeo com seus próprios olhos não lhe basta http://www.theguardian.com/world/2015/mar/15/brazil-protesters-rouseff-impeachment-petrobas

        • Cuiabá

          Pois é….na hora em que convém a você, as publicações de países imperialistas são úteis e justificam seus argumentos, e os números do Datafolha servem….Caso são contrários, fazem parte da mídia golpista internacional. E o Datafolha…aprendi neste blog que é um instituto não confiável. Mas hoje acertou no número de manifestantes, ao contrário da PM….

          • eduguim

            Não tem jeito, tenho que te bloquear de vez. Você não vai parar de mudar de nome? Deixe de ser ridículo. É fácil saber que é você. Acredita mesmo que me engana inventando nomes? Escuta, você não trabalha? Acho que vou fazer uma reportagem com você. Vou aí fotografar sua cara de bandido e vou jogar na rede com todas as barbaridades que já escreveu. Que acha? Você fica me perseguindo para me insultar e cometer até crimes, então vou tomar uma decisão. Tenho tudo de pior que você já escreveu arquivado. É meu último aviso: pare de me encher a paciência ou vai ter que responder por isso. Não aviso mais.

  • eduguim

    Milhões?

  • Romanelli

    será que agora acreditam ?

    “a desaceleração da China e o preço das commodities afetaram o BRASIL, MAS A ATUAL fraqueza se deve a quatro anos de políticas financeiras, monetárias e fiscais ERRADAS”

    Sabe o que é PIOR do que ouvir isso dum estrangeiro, SÓ AGORA, depois do leite da vaca derramado, pelo papa dos papas atuais, o Roubini ?! ..é eu ter predito isso e dividido até aqui com os colegas, e por isso, por ter insistido em dizer que a terra era redonda, inclusive ter sido EXPULSO de espaços tidos “pogrecistas”

    Desgraça maior é saber ainda que “o tempo é o sr da razão”, frase propagada por Prost e imitada até pelo “homem do saco roxo”, aquele que com o tempo continua se contradizendo ao insistir em não mudar, muito menos a amadurecer.

  • Cesar Oliveira

    Elite Branca, etnicamente misturada, desde a Europa, imaginem aqui. Elite sem livros em casa. Conheço vários. Tez clara e etnicidade mesclada – judeus, árabes, hispânicos, arianos, berberes e por ai vai…. Como o professor nazista de Blumenau/Pomerode, seriam negados em grupos neonazistas europeus. Ausência total de livros em casa. Globo forma suas opiniões.

  • Heidi Maria

    Edu,

    A zelite paulista tá pobre de grana e de ideias. Passaram pro mundo o que a gente sabe há anos, são intolerantes. Ignorantes e não sabem o que é cidadania. São do lema ” o que é meu , e meu, o que é dos outros está em discussão” .

  • Carlos

    Ontem foi um dia negro na história do Brasil. O inimigo (não dá pra aliviar na definição) é a globo. Furando a bola da globo, o movimento golpista se esvazia. Como diz PHA, o PSDB não coloca ninguém na rua. Mas o governo e o PT, pelamordedeus!, não podem deixar de fazer sua parte, politizando especialmente os mais pobres. Moro na periferia e estou absolutamente revoltado com o que tenho ouvido de gente que só deveria agradecer Dilma, Lula e até o próprio PT. Pra falar a verdade, ando meio querendo que pobre se exploda. Que O governo faça o que tem que ser feito pelo bem da maioria, mas que não fique achando que muitos dos pobres valem alguma coisa. Por aqui ando vendo tontos demais cuspindo no prato em que comeram.

  • Eliseu Leão

    Os entrevistados afirmam que a única solução é a expulsão do atual governo e a posse — democrática — de um governo militar. Eles estão seguros que os militares aceitarão? Falam em nome de comandantes militares? Foram autorizados a reivindicar essa tomada de posição? O comando das FFAA confirmaram essa disponibilidade?? Os Revoltados são aloprados autorizados a reivindicar a presença dos militares e sabem que os militares farão pronunciamentos segundo um cronograma já estabelecido?

  • Carlos

    Eduardo, agora acusam o PT de fomentar antagonismos perigosos. Ora, no governo Lula havia 7 ministros afro-descendentes. Eu nunca vi isto acontecer no Brasil. E nunca mais acontecerá, com certeza. Tivemos a fomentação do sistema de cotas. No Prouni, 75% dos beneficiados são afro. Qual a época, depois da escravidão, o Brasil teve isso? A raça negra e descendentes nunca foi tão beneficiada, e eu também pertenço a ela. Devemos muito ao presidente Lula que teve a coragem de fazer isso. E há diversos exemplos dentro do partido como líderes. Temos Vicentinho, Benedita, Simbá, Edson Santos… Não é falácia não. E os outros? Qual o partido trata o negro com mais dignidade?

    • Renata

      Nenhum.

      • Renata

        Só o PT.

        Criticaram as Secretarias especiais voltadas para o direito dos negros, das mulheres, etc. Achando que isto “aparelharia” ainda mais o governo e incharia ministérios. Um país em que os negros ainda ganham menos e comparativamente aos brancos são mais acachapados em impostos, em que mulheres ainda são agredidas cotidianamente… tem gente que critica essas medidas maravilhosas do governo que combatem centenas de anos de exclusão e maus tratos.

  • Miguel K

    Excelente entrevista, parabéns!

    • eduguim

      Grato

  • André Freitas

    Obrigado por ter bloqueado do Face pessoas que discordaram das opiniões negativas das manifestações ontem… pessoas que apenas foram discordantes e em nenhum momento foram mal-educadas (um amigo meu foi um claro exemplo, apenas postou sua opinião e reportagens que quantificavam os números das pessoas e mesmo assim foi bloqueado)… assim caminha a humanidade…

  • Juliano Santos

    Edu, a Globo transformou as manifestações em um evento esportivo. Começaram desde de manhã no Esporte Espetacular a promover a coisa, com a desculpa de estar “cobrindo protestos”. Na verdade estavam incentivando a classe média paulistana a ir “para o jogo”. Os tais protestos eram esparsos e minguados. Aquele babaca do Globo Esporte aparecia também nos intervalos do programa seguinte, da Casé.
    Isso não vai acabar bem. Vê-se claramente que os coxinhas estão convencidos que vão derrubar a Dilma. Que é só ir para a rua para a Globo filmar. Só que a esquerda também vai, eu vou. E a CUT mostrou que ainda tem poder de mobilização. Botaram mais de 50 mil em um ato organizado em pouco tempo. Ao contrário dos golpsitas que vem divulgando o seu faz muito tempo.
    No grito eles não ganham. Vou para a rua quantas vezes for necessário

  • Kleber Carvalho

    Fico a imaginar se toda a massa proletária que mora nas comunidades do RJ resolver descer para o asfalto e protestar contra aquela aberração social que existe lá, 500 mil pessoas na zona sul protestando contra a elite branca carioca.

    • Marly

      Eu amaria. E com faixas: Globo Golpista!

    • Ivanildo Rodrigues

      Este que estar com uma bandeira americana, e todo cheguei, se tivesse colocado um espanador de pena de pavão na bunda, ele com certeza ele chamaria mais atenção.

  • Juliano Santos

    Só um adendo, Edu. O governo precisa reagir rápido. Pois virão dificuldades na economia, afetando emprego e salário. Senão se fortalecer agora, pode não ter o apoio dos trabalhadores na hora H. Tem que voltar a se comunicar como fez no segundo turno. O terceiro turno está aí, é isso que está acontecendo. Dilma tem que ter essa consciência

  • Lia

    Edu, gostei da reportagem, da entrevista, e da sua alusão ao Lucifer, mencionando também Deus.

    Essas referências têm que ser mencionadas sempre que puder, para despertar no subconsciente, de que lado pertence cada um.

    O que deu certo mesmo pelo jeito foi a “política de cretinização do povo”, em escala “Global” do pós-ditadura militar, que continua através da TV e mídia oficial, no mundo tôdo, pelos globalistas.

    Só um exemplo de hipocrisia: Quantas dessas “elites fihas de militares” recebem pensão, enquanto criticam a Bolsa Família?

    Essa “elite é muito feia, na postura e na expressão facial. Gritos, apitos, euforia de massa! Zumbi da Globo!

    A mídia imperialista serve só para propagandear interêsses oligárquicos e ocultar a verdade. São cruéis demais!

    A Dilma nem está rica, e ela só está tentando salvar nos do mal que imperou o Brasil por 500 anos!

    Não percebem isso por estarem totalmente apossados, hipnotizados pela propaganda midiática.

    Se tivesse govêrno naquele tempo, Lucifer estaria na corrupção, sim.

    Enfim, é triste, mas talvez o mundo nunca mudou, é apenas o Sodoma e Gomorra de hoje.

  • Paulo

    Concordo que na manifestação o que se via era a elite branca desse país, exemplo Salvador, numa população de maioria negra era difícil ver um negro. Mas acredito que pode se alastrar se dona Dilma continuar insistindo em não fazer politica. Continuar se omitindo, se escondendo e não peitar o golpe, ela que telefone para a presidenta argentina e tome umas aulas. Também deveria chutar fora o Levy, pra mim um infiltrado da direita. Não é momento de arrocho. Quanto a oposição, não sobreviviria sem o apoio da mídia.

  • Osvaldo

    São dois Brasis: o real e o do PIG.

    Por enquanto, o povão está no Brasil real.

    No Brasil do PIG estão 500 mil pessoas.

  • Mad

    Com todo o respeito mas esta usando o mesmo metodo tao criticado pela imprensa golpista. So viu aquilo que lhe interessava.

  • Wagner Ortiz

    Edu, eu não chamaria de revolução. Com algumas características diferentes, isto vai dar em outra primavera árabe. A diferença é que, fica visível a pequena presença dos jovens que predominaram nos eventos árabes. Como você disse, a revolução branca. Eu não chamaria de “revolução”. Os black blocs são o que poderiam representar os revolucionários, mas parece que eles resolveram ficar de fora dessa. Parece que estamos mais para um Golpe da elite branca (paraguaio ou venezuelano) que para uma revolução. E a globo, claro, açulando a massa cheirosa.
    Dia 14/4 estão preparando outra “manifestação” e com o auxílio da globo, ela atrairá mais gente, inclusive outro tipo de inocente útil: a classe C. Isto porque estamos carecas de saber: Dilma não se comunica. Aquele trololó de democracia, direito de manifestação, controle remoto, etc, não veio acompanhado de uma lei de mídias, uma politização maior para o povo, uma consciência nacionalista. Se você perguntar para 90% do povo, eles dizem que está tudo errado. Aí você pergunta o porquê, eles falam feito robôs da globo. Inflação, corrupção, desemprego, saúde, educação. O martelamento diário da mídia, incluindo a violenta Sherazade, faz com que o povo acredite que o país está uma merda. Culpa do PT e de Dilma, que não se comunicam, não aparecem na mídia, não criaram uma tv estatal poderosa, com fez a Argentina e a Venezuela.
    Se não for tarde demais, é bom Dilma e Lula se mexerem, caso contrário, o governo do PT não chega em 2018. Se chegar, não vai eleger o presidente, com Lula ou não Vai perder mais cadeiras no congresso, governadores, etc.

    • Só se for nós os Militantes que vamos assistir a comunicação do Governo, porque estes que estão querendo a derrubada, eles DUVIDO que escutem ou queiram saber.

      E a presidenta Dilma ela tem que se proteger porque se ela não cair, mais como já foi dito vão sangrar ela nestes quatro anos.

      Eu ficaria triste se fosse os pobres contra o Governo do PT, mais os ricos e empresários que não aceitam que a presidenta arrume a casa, então é normal, só que nós o POVÃO não podemos jogar a toalha e o terceiro turno continua.

  • Avelino

    Caro Eduardo
    A direita precisa sempre mentir, eles estão numa encruzilhada, para continuarem a existir eles adotam os lemas das esquerdas.
    Quem não é contra a contra a corrupção, somente a direita é, mesmo setores da classe média não gostam disso.
    Mas a direita é esperta, manipulou todo o mensalão, e jogou a culpa no PT. Mas setores da classe média, não são muito chegados em detalhes, o mensalão pegou legal entre eles, uma que eles já não gostavam do PT e nem votam nele.
    Mas o tema corrupção roubado pela direita é por onde a Dilma deve trilhar.Esmagar, não deixar pedra sobre pedra.
    O silêncio dela é criminoso. Ela tem que mostrar quem se esconde na luta da corrupção, quem manipula as cordas.
    Saudações

    • Roseli Carvalho

      Sabe, Avelino, acho que a Dilma e todos nós, militantes de esquerda, deveríamos mudar o nosso discurso de combater a corrupção. Acho que a corrupção faz parte do DNA do ser humano. Qualquer pessoa, seja rica ou pobre, pode se corromper um dia, tanto “comprando” ou se “deixar comprar” através de grandes ou pequenos delitos. Afinal, podemos sempre praticar honestidade mas quem é que não tem os seus pecadinhos, é ou não é?
      Já a sonegação não é coisa de pobre ou de trabalhador. Sonegação é coisa de elite mesmo. E, neste país, a sonegação é dez vezes maior que a corrupção. Um terço do nosso PIB se encontra nos paraísos fiscais.
      Já imaginou o que daria para fazer com todo esse dinheiro que os ricos sonegam? Quantos hospitais, quantas escolas, quanto de saneamento poderia ser feito num país tão necessitado como o nosso?
      É isso o que eu acho. E outra coisa, com relação à manifestação de ontem, se a elite foi protestar é porque a Dilma está fazendo o governo correto. Se os pobres não compareceram (a não ser uma pequena minoria que se alia à classe dominante) é porque o direcionamento do governo que elegemos está voltado a essa classe que sempre foi renegada no passado.

      • É uma ótima ideia. E creio já estar sendo posta em prática faz tempo, com pouco resultado.

        A estratégia mais comum pra se vencer um debate ou batalha, é ditar seus termos de forma a dar a si mesmo a maior vantagem.

        Em inglês, chamam isso de “framing”, a definição dos termos e dos limites do debate. No caso, reduzindo “política” a “corrupção” e limitando esta à “do PT”, usando uma série de falácias compostas difíceis e demoradas de desfazer.

        O “reframing”, a mudança dos termos, de “corrupção” pra “sonegação” é a opção mais eficiente, usando as próprias falácias contra eles mesmos. Claro, isso traz o risco de perpetuar essas falácias e, portanto, deve ser acompanhado de sua desconstrução, mas sem ficar dependente dela, que é demorada e difícil.

        A questão, porém, não é o que fazer, mas como. A imprensa, como sempre, censura e cala qualquer argumento que não lhe interesse, como esse. Então, como superá-la?

        Com atos? Fazendo uma campanha contra a sonegação, praticamente obrigando a imprensa a falar sobre isso? Usando os nomes ligados à imprensa que estão na lista do HSBC pra levantar o tema e colocar a imprensa na defensiva?

        Tem que ser algo bombástico. Acho que passou a hora das atitudes meia-boca. Tem que ir fundo e firme.

      • Avelino

        Oi Roseli
        Entendo o que você falou, também entendo que sonegar também é corrupção. Que deve ser uma batalha conjunta.
        Mas o PT que levantava essa bandeira, que caiu nas mãos da direita e que arremessou contra o PT em meio a um conjunto de falcatruas e temos esse esquema todo.
        É necessário o PT assumir a liderança da luta.
        Saudações

  • Cláudio José

    Falei a mesma coisa com a minha mãe, não tinha quase nenhum negro do povo nessa manifestação do Omo lava mais branco.

  • Renata

    Não há dúvida que um partido que foi tanto tempo de oposição e por isso se utilizava tanto das ruas, quando vai para o governo sofre uma transformação, seria demais acreditar que isso não aconteceria. O PT precisa dar uma parada para se rever e fincar suas bandeiras históricas. O PSDB então nem se diga, um partido sem propostas.

    • Paulo

      Renata, vou aqui deixar um relato. No final da década de 80 inicio dos anos 90, frequentei muito a paróquia perto de casa, em todas as pastorais sociais haviam militantes do PT, havia uma conscientização política nesse movimentos e todos eles com forte viez de esquerda. Apesar de hoje em dia a igreja católica em sp seguir o pensamento da classe media paulista, com renovação carismática e outras bobagens, houve da parte do PT um abandono dessa militância junto a sociedade. Continuando assim esse pensamento retrógrado vai se alastrar pela sociedade, inclusive entre aqueles que se beneficiaram com o governo petista de inclusão. O PT esta abandonando sua militância, isso é um erro que pode custar caro não só ao partido, mas principalmente ao país.

      • Renata

        Concordo plenamente e sinto isso na pele, há uma parte da classe média que não se identifica com a classe média que foi para a Paulista e que historicamente foi militante do partido com o qual encontrava canais de diálogo e participação – e que perdeu esse contato, só restou a militância na internet. O PT precisa descer das tamancas e voltar a ser um partido mais orgânico com as várias instâncias da sociedade civil, acho que é isso que o Lula anda falando. E se não fizer isso corre o risco de não ter a mesma representatividade nas eleições.

  • alex

    Edu, meu caro: a verdade é que levaram uns 300 mil carinhas para a Paulista. Com a ajuda da mídiaPIG e do próprio PT. Aliás, Edu, vc é um dos “blogueiros sujos” né? Você já foi considerado pelo PT um dos blogueiros viajadões “que acreditavam nesse negócio de midiaPIG”. Taí. O PT ficou 12 anos na cadeira achando que era viável negociar com os barões da mídia. Edú essas 6 famílias vão afundar o PT. Eles têm a força. Foram eles que levaram 300 mil para a Paulista. Dilma agora tem que governar e parar com o nhen nhen nhen… Eles já estão marcando outro para Abril. Querem levar mais gente. Com a ajuda da mídiaPIG, bem no nariz do governo petista.

    • eduguim

      O golpe será dado com o apoio da esquerda e de parte do PT, só que estes vão se arrepender

      • manoel

        Concordo Edu, olje isto, é a esquerda:
        http://umblogamaisnessemundo.blogspot.com.br/

        • Que nada.

          Isso é traíra burro.

        • Luiza

          A CILADA DO BLOG – http://umblogamaisnessemundo.blogspot.com.br/

          Nao !! Isto não é a esquerda. É uma falsa bandeira. Um serviço de desinformaçao “plantado” na rede para despolitizar o povo.
          O artigo é uma armadilha que apela utilizando palavras de ordem com intuito de “desinformar”, e”despolitizar” o leitor colocando-o em confronto com o raciocínio lógico da noção de direitos e respeito às instituições democráticas. O objetivo é a ruptura com tudo e todos com base na ideia de um Estado Individual, personalíssimo.

          Na medida em que sugere o rompimento com as instituições democráticas, organizações sociais e termina com uma conclusão que resulta no próprio ataque ao Estado Democrático de direito – às custas de um discurso distorcido para confundir o seu leitor – percebe-se que a manobra é tao somente a de promover a negação das bases de representatividade da sociedade, ou seja, nega os partidos políticos, os sindicatos, órgãos de classe da sociedade civil, associações, movimentos sociais etc, propondo, claro, a tal terceira via, sugerindo para isso a “VIOLENCIA” E A “REVOLTA DE CLASSES” – isto se le no texto em “Podemos transformar cansaço em revolta e revolta em luta de classes.”

          Nao tem jeito – a guerra é sempre suja.

      • Nádia

        Assim como JK se arrependeu em apoiar o golpe de 64. A extrema esquerda está cometendo erro grave. Eles serão os primeiros a serem prejudicados, ou eles acham que vão se beneficiar com um possível golpe?

      • Mauro

        Esquerda burra, a nossa!

        • Renata

          Qual parte do PT, Edu?

  • Salvador Ferreira

    Ótima reportagem, Eduardo.
    Repassei como de costume, o link do Blog para tantos quanto pude.
    Uma coisa espanta esse seu leitor e amigo: Vi nas fotos raríssimos afro-descendentes.
    Um que nem é “tanto afro”, mas deve ser um americanalhado nascido bem, usava
    indumentária totalmente dirigida a sua terra e amor profundo. O panaca ainda portava uma
    bandeira Nacional Brasileira. Que anta.
    Na totalidade das imagens, só branquinhos e bem vestidos. Os operários ainda estavam
    trabalhando aquele horário, suponho. Verdadeiro desfile de coxinhas e filhinhos bem
    nascidos e bem nutridos fisicamente e totalmente desprovidos de patriotismo.

  • Maurílio de Carvalho

    Edu, você é um exemplo para todos nós. Parabéns pela sua coragem e clareza. Precisamos muito de pessoas como você.
    Grande abraço,

    • eduguim

      Grande abraço

  • El Bartho

    Elite branca? não, ela não participa do bloco (que por sinal tem um bonito o abada), apenas o criaram. A maioria destes “manifestantes”, são os verdadeiros bovinos a que se referiu um “colonista” e o pior tentando criar seu próprio matadouro. Seria elite branca ou coxinhas burras e gordas rs….

  • alex

    DESCULPE, EDU..EM TEMPO: hoje logo cedo encontro meu amigo petista no hall de entrada do prédio. Somos 4, contadinhos, num prédio onde mora 60 famílias aqui na Pompéia. Ele me diz “ó mineiro, essa coisa vai se alastrar. Anote aí. Eles vão grudar a pecha de incompetência e ladroagem nesse governo. E não vão deixar Dilma falar. Vão emparedá-la. Sem contar que não dá para não enxergar que estão muito organizados. Além da mídia totalmente favorável a eles, estão com muita grana para fazer a logística”. Esse meu amigo é professor de sociologia.

    • eduguim

      Jornal britânico The Guardian concorda que quem se manifestou ontem foi a elite branca brasileira theguardian.com/world/2015/mar…

      • claudia

        Jornal britânico não é referência pra nós, pois a Inglaterra é um estado diferente mas que em muito se assemelha ao tipo de estado que o PT ou seja, o estado intervencionista e intrometido na vida do cidadão, o estado que quer dizer como o cidadão tem de se comportar , conheço bem a Inglaterra e digo o sistema de saúde deles é um lixo é um SUS mais sofisticado, aonde os médicos são velhos e voltados á saúde pública, derradeiro disso o estado lá controla tudo desde alimentos até produtos duráveis, pois sabe que houver um “acidente de consumo” quem bancará o tratamento é o próprio estado, ou seja, o estado regulamenta a vida…
        E não é isso que queremos para o Brasil, queremos o estado cuidando somente da Segurança Pública e da educação básica, o resto a iniciativa privada faz.

        • Mauro
          • Nádia

            Muito bom, mas, é preocupante.

        • “Queremos” quem, cara pálida?

          Isso é o que VOCÊS querem. O Estado mínimo deixando roubar ao máximo.

          A Inglaterra não é nem PRÓXIMO do que o PT pretende para o Brasil. Pelo contrário – aliás, vc já ouviu falar de Tatcher e o que ela fez com o Estado inglês? -, é um exemplo daquilo que NÃO queremos.

          Regulamentar e GARANTIR direitos não é “se intrometer” na vida das pessoas e nem “dizer como devem viver”.

          Impedir que um sem vergonha utilize sua propriedade pra lucrar horrores, às custas da saúde dos outros NÃO É “intromissão na vida dos cidadãos”. É apenas a RAZÃO de existência do Estado.

          Todo esse papinho furado de vcs – principalmente o vindo dos libertários otários – não passa de uma cortina de fumaça pro que vcs realmente querem: a libertinagem, o poder de explorar ao máximo, sem nenhum limite, sem nenhum controle. É a imposição da vontade de uns poucos endinheirados sobre a maioria PELA FORÇA.

          Reclamam que o Estado “interfere”, mas não quando é outro particular que o faz, através, por exemplo dos oligopólios, FORÇANDO o povo a consumir o que lhes faz mal. Ou poluindo o ar que todos respiramos, e a água que todos bebemos.

          Aí pode. E vcs ainda tem a cara de pau de dizer que “o mercado” exclui esse tipo de prática! Como se a excluísse HOJE!

          Ah, vão catar coquinho e levem junto essas mentiras deslavadas. O Estado inglês é mezzo a mezzo, fascista e liberal ao mesmo tempo. Não tem NADA a ver com o que queremos pra nós.

          E reclamar do sistema do SUS é imbecilidade. Qual a alternativa? Pague ou morra, como nos EUA?

          Aposto que vc gostaria disso, né não?

          Ah, e pare de se esconder atrás de nomes de mulheres, trollzinho. Nunca colou. Eu sei que libertários e neoliberais tem profunda vergonha daquilo que defendem e sabem ser apenas fachada, mas pelo menos use um nick só em vez de se esconder atrás de uma fila de nomes femininos óbvios. Fica menos feio pra vc.

          • claudia

            Palavra de quem talvez nunca saiu de sua cidade.só rindo…

          • Renata

            o Estado inglês foi bem intervencionista em outros países, não? Ditando o que esses países deviam fazer, o que deviam produzir e como deviam prover o bem estar inglês.

          • Edi Passos

            Perfeito meu caro.

            Se a coxinha debiloide souber soletrar sozinha ela entenderá!

          • Uma dica, trollzinho: se vc não tem o que dizer, prefira ficar calado a falar uma bobagem desse tamanho. SE vc não tem argumento, aceite a derrota e pare pra pensar por um momento antes de abrir a torneirinha de acusações vazias.

            E pare de tomar chá e cogumelo. Acaba com o cérebro…

        • Luiz Fernando

          Cláudia, sua frase

          “E não é isso que queremos para o Brasil, queremos o estado cuidando somente da Segurança Pública e da educação básica, o resto a iniciativa privada faz”.

          é sua. Você não está autorizada a falar a não ser por você mesma. Não tem mandato político e nem representa ninguém. Portanto, sugiro calibrar seu português, em prol da humildade.

          Além disso, o papel do estado no capitalismo moderno é muito maior do que isso que você apresentou. O estado precisa é muito mais do que isso.

    • Almir

      Ora, se a direita quisesse mesmo aplicar um golpe, não necessitaria “se apoiar” numa micareta coxinha. Aplicaria e ponto final. Afinal, todos os segmentos da elite nacional são de direita. Membros do Ministério Público, quase todo o Judiciário, mais de 80% do Congresso, as Forças Armadas, a imprensa, as igrejas, o escambau. Daí por que Dilma não pode sair por aí vestida de Rambo, com uma faca nos dentes.

      Aquela micareta foi promovida pela rede globo, com a colaboração dos “satélites”, pra requentar a galera. O ódio dá “liga” e também IBOPE, entende?

      • Flávio

        É isso mesmo, você está certíssimo. Cabeça é feita para pensar. Abraço.

      • Não é assim, não. Se não tiverem ao menos a aparência de apoio popular, nenhum golpe vinga. Como aconteceu na Venezuela.

        A palhaçada de ontem teve dois objetivos: propaganda, tentando convencer o restante do povo de que a vida deles está ruim e mostrar força, pra pressionar o Congresso.

        Na época de FHC houve manifestações como essa, sem o apoio da imprensa, é claro. E havia motivo para um impeachment, dada a compra da reeleição e a privataria. Ou seja, o impedimento era legítimo e lícito. Além disso, havia desemprego de monte, os salários estavam perdendo pra inflação todo ano, arrocho salarial, aumento de impostos, fome, miséria e inflação bem mais alta do que hoje.

        Havia PQ reclamar nas ruas.

        Agora, eles fazem “manifestações” com desemprego baixo, salários com ganho real há 12 anos, inflação baixa, sem arrocho, sem aumento de impostos, com a fome e a miséria diminuindo. E pedem uma medida ilegal e ilegítima.

        Ou seja, a imprensa e os setores que odeiam o PT e a esquerda ideológica e fanaticamente conseguiram convencer aquele bando de gente que estão em uma situação ruim, explorando o medo delas de perderem seus privilégios.

        É a força da imprensa, que tanta gente achou que já era. Já era o caramba. Eles se adaptaram, tomaram os meios de comunicação alternativos de assalto, enquanto a esquerda tentava se convencer de que ” a história havia acabado”. Por três eleições, os resultados reforçaram o equívoco.

        E agora, José? Ou recuperamos o terreno e o tempo perdido, ou daremos olá pra PRISÃO – pq é isso que nos espera se a coisa continuar no presente rumo. Prisão e tortura e cemitério, pq nem a imprensa vai conseguir conter os fanáticos depois que eles obtiverem o controle, COMO ACONTECEU EM 64!

        Se a coisa continuar nesse rumo e nessa velocidade, é apenas questão de tempo até que os linchamentos comecem – se é que já não começaram e estão abafando, coisa que eu não duvidaria nem um pouco.

  • jose marcos

    Desculpe Eduardo, como já disse, estou quieto faz tempo para não colocar lenha na fogueira, mais PQP, a entrevista do Zé e do Miguel ontem foi patética. Pouparam, para variar, a Globo e só faltou dizerem que a Dilma estava muito satisfeita com o tal caráter democrático das manifestações. Abraços

    • eduguim

      Abraços

    • Cara, estamos numa batalha no campo do inimigo que, além de dominar o campo, possui mais armas convencionais do que nós.

      E vc quer que ataquemos de frente? Pra que? Pra sermos esmagados de uma vez?

      As entrevistas tiraram o melhor argumento que a imprensa sempre usou contra o governo: autoritarismo. O ataque frontal, a acusação vaga e sem provas daria e ela TRÊS excelentes argumentos contra nós: censura, medo e fragilidade.

      Como é que se enfrenta um inimigo com superioridade numérica em seu próprio campo de batalha? Não se enfrenta. Muda-se o campo de batalha, divide-se o inimigo, ataca-se de longe pra miná-lo, usa-se táticas de guerrilha, atacando e recuando, cria-se emboscadas.

      Mas nunca, nunca mesmo, de frente pq isso a forma mais rápida de perder a batalha E a guerra de uma só vez.

      O problema – e aí sim eu concordo – é a lentidão e aparente desinteresse em confrontar o inimigo de outras formas. A lista do HSBC é algo que deve ser usado, por exemplo. Como o Cachoeira deveria ter sido.

      Disso, sim, devemos reclamar, e não de uma bravata e acusação inúteis numa entrevista.

      Só se ataca frontalmente um inimigo em duas situações: quando se tem absoluta certeza da vitória, ou quando não há outra alternativa, ou seja, no desespero. No dia em que o governo aparecer na telinha acusando a Globo ou quem quer que seja de estar conspirando, pode ter certeza de que estaremos nas cordas e prestes a beijar a lona.

  • Renata

    Realmente ele escorregou, embora é claro que os eleitores de Aécio estivessem ali – quem estaria?

  • Roberto de Paulo

    Foi a manifestação de coxinhas idiotas,só isto,em S.P,era o esperado,em outras capitais,foi um fracasso,e manipulados por uma mídia partidária.

    • Flávio

      Exatamente.

      Não passarão.

      • Junior-RP

        Na minha cidade, no interior de São Paulo, os coxinhas(agropecuaristas,médicos,grandes empresários,etc) comandavam a massa e no final tiveram a cara de pau de cantarem a musica do Geraldo Vandré.

  • Euler

    A Globo é o estado-maior do golpe. Os outros – Folha, Rádio itatiaia, Veja, Band – vêm na rabeira. Os tucanos enquanto partido não existem mais, e só servem para oferecer os quadros que assumiriam o governo com o golpe. Dilma tem que acordar e mudar tudo. A começar pelos seus assessores. Vou dar aqui a minha visão do que ela deveria fazer:

    1) montar um conselho político de guerra – estamos em guerra contra a direita, Dilma, não adianta querer esconder o que está nas ruas. E para este conselho tem que ter um time com autoridade moral, prestígio popular e pronto para a luta. Vou sugerir alguns nomes: Lula – que deveria coordenar este conselho; Ciro Gomes, Requião e Aldo Rebelo, para travar o combate direto com a mídia; um bom jurista; diplomatas Celso Amorim, Samuel Pinheiro e Marco Aurélio Garcia; além de representantes dos partidos aliados – PCdoB, PMDB, etc., da CUT, do MST, do MTST, da UNE;

    2) montar um conselho de comunicação para derrotar a mídia golpista. Franklin Martins à frente deste conselho. Convoquem também: Luis Nassif, PHA, Luiz Carlos Azenha, Miguel do Rosário, Eduardo Guimarães, Paulo Nogueira, Maria Frô, Conceição Lemes, Renato Ravoi, Fernando Brito, Altomiro Borges, entre outros. Missão: cortar 100% das verbas publicitárias da mídia golpista e financiar um projeto de comunicação popular para gerar 2 milhões de empregos, através da combinação de TVs públicas, rádios comunitárias, jornais de interior, documentários, blogs e portais na Internet, etc. De imediato, como são muitos os programas a serem anunciados para o Brasil, serão convocadas redes de rádio e TV diariamente, durante 90 dias, para esclarecimentos, em horário nobre, claro;

    3) convidar os movimentos sociais – sem terra, sem teto, centrais sindicais, sindicatos, entidades estudantis, etc., para a formulação imediata de uma proposta de governo: a) revogação imediata das medidas de ataque ao seguro desemprego e às pensões; b) baixar as taxas de juros para estimular o consumo e fortalecer o mercado interno; c) construção de 2 milhões de casas populares para quem recebe até dois salários mínimos, numa gestão realizada pelo próprio movimento sem-teto. Um apartamento que é vendido hoje por R$ 150 mil, pode baixar para R$ 30 mil; d) reforma agrária com assentamento sustentável para produção de alimentos orgânicos, sob a coordenação do MST; e) ampliação do Mais Médicos, mais investimentos na Saúde pública e na Educação; d) transporte coletivo gratuito para os desempregados, usuários do Bolsa Família, dos estudantes; entre outras medidas, incluindo o incentivo às micro e pequenas empresas.

    Quem vai bancar tudo isso? Claro: quem tem dinheiro no país. É hora de taxar os ricos, para que eles deem a sua contribuição para o país, já que até agora só ganharam dinheiro, e mais nada. Além disso, combate sistemático à sonegação de impostos, a começar pela Globo, e pelas contas secretas do HSBC. E se faltar dinheiro, lançar mão de parte das reservas internacionais, num percentual pequeno (20%), que em nada enfraqueceria o país. A partir disso, a máquina da economia gira por si.

    Junto com tudo isso, feito essa amarração política com esses diversos atores, Dilma deveria convocar a população para ocupar as ruas do Brasil num único dia, com telões por todas as cidades, quando este conselho político anunciaria os projetos e convidaria a população para participar ativamente dessas propostas e não aceitar o golpismo da direita e de sua mídia. Se milhões de pessoas de baixa renda ocuparem as ruas de Norte a Sul do país, nenhum louco vai falar em golpe mais. Se insistirem, é a lei que prevê penas contra quem atenta contra a democracia e a vontade soberana do povo brasileiro.

    Para encarar essa direita assanhada é preciso algo mais ou menos assim. Mostrar força. Nas ruas, na formulação de políticas públicas e no uso dos instrumentos de poder que foram dados pela maioria do povo brasileiro à presidenta da República.

    • Nádia

      Assino embaixo.

    • A intenção é boa, mas a forma é equivocada.

      Não se coloca o general na linha de frente da batalha. Quem coordena e organiza deve ficar bem longe e jamais se engajar com o inimigo.

      Quer dizer, ou Lula e os demais que vc listou são a infantaria, enfrentando a batalha diária, ou são os generais comandando e coordenando os exércitos. Não dá pra fazer as duas coisas. O general deve ficar bem longe do combate nas folhas dos jornais, inclusive pra não contaminar a estratégia geral com questões pontuais.

  • João

    “Dez milhões de ignorâncias não constituem uma sabedoria” (Taine).

  • Wpires

    Edu,

    Diante dos protestos, acho que a solução é uma Reforma Política, reforma esta que o Congresso nunca fará. Há uma união de mais de 100 entidades(entre elas OAB, CNBB, etc…) que estão se mobilizando pela Reforma Política. Segue o link : http://www.reformapoliticademocratica.org.br/conheca-o…/

  • Douglas Otaviani Tôrred

    Passei por varios blogs “sujos” e cada um com uma opinião,mas o unico item que foi quase unanime é o imobilismo do governo.Outra acho muito cedo para analisar os atos de Domingo,vi pessoas conhecidas que apoiavam a manifestação ficando com um pé atraz depois de um verdadeiro circo de horrores,um clima de odio que quase dava para se cheirar.Muitas não gostaram do que vir,se assustaram tambem.Temos que dar um tempo para ver realmente as consequencias de domingo,e outra pelo que tenho lido tambem, parece que secta nem existiu.Eu prefuro ver a poeira assentar para ver o que foi esta passagem desta manada ensandescida.

  • Thal Caló

    Eduardo,

    Na sua opinião, após o manifesto de ontem o que o Governo Dilma deve fazer ? Pois me parece que estão entrando numa “caixa de brita” perigosa. Fechar os olhos a isso não dá, pois a Globo vai continuar insuflando a população, principalmente a de São Paulo.

    Qual deve ser a postura do Governo Dilma? Continuar dependente dos valorosos blogs da esquerda progressista nesse guerra de informação, numa descomunal diferença de força contra o PIG?

    Levy, CUT, MST, Katia Abreu, Cardozo, STF ???? Está muito confuso saber qual o direcionamento e estratégia desse governo, e percebemos que por causa dessas indefinições a direita tem se fortalecido e muito.

    Você como um bom analista político e mais próximo de pessoas do Governo Dilma poderia nos dar sua opinião neste momento.

    • eduguim

      Uma boa forma de analisar a situação é se pôr no lugar de Dilma e pensar no que faria, sempre lembrando que poder de presidente não é o que pensam que é

      • Nádia

        Infelizmente é fato. Falar é fácil, quero ver é estar lá.

        • Netto

          Sem dúvida a posição dela não deve ser das mais fáceis, e não seria também se fosse outro presidente. Que a economia não ia bem era fato, que precisaria de ajustes impopulares, inevitável. Agora discursar em período pré eleitoral como se tudo estivesse extremamente controlável e depois mostrar a realidade na cara dura, manter tanto tempo Graça no poder da Petrobras enquanto o mercado pedia sua saída, e quando tira coloca Bendine enquanto podia dar uma mensagem de honestidade para o povo, não entendo. Proceder com ajustes fiscais, mas sem diminuir ministérios e outros fatos só passaram uma imagem de descaso com o povo.

          • Nádia

            Netto, com aquele congresso e senado, não tem como fazer nada.

          • Netto

            É isso que é mais revoltante Nadia. As pessoas gritam fora Dilma fora Dilma e esquecem , o fora Renan , fora Cunha…presidentes que usam do seu poder pra dificultar o progresso do Brasil…usam o poder pra pressionar o governo para suas vontades próprias..e tudo isso é tão explicito e ninguém fala nada, ninguém protesta..é por essas que vejo que o Brasil é um analfabeto politico..acha que a Dilma é a manda chuva de todos os poderes. E ai vem o cara de pau do Cunha criticar a presidente que não deu uma resposta ao povo, como se ele estivesse do lado do povo. Esse país precisa mudar muito, começando pelo povo.

      • Thal Caló

        Acho que parte da resposta tem a ver com o artigo publicado hoje por Saul Leblon em Carta Maior, de uma olhada depois.

  • Abel Botelho

    E na sua opinião, o protesto merece ser diminuído por ter sido organizado e ter tido a participação maciça da “elite branca”?

    • eduguim

      Não, apenas mostra que uma classe ínfima se organizou e foi à rua e está defendendo os SEUS interesses, não os da maioria. Acho que, em algum momento, todos os que vão se ferrar vão entender isso. É a Roda da História

      • Hermes Sanchez

        Mas então pode-se dizer o mesmo das manifestações de 13/3, majoritariamente tomadas pela CUT, FUP. MST, etc., e não pelo povo em geral?

        • eduguim

          CUT, FUP, MST são compostos pelo povo, pelos pobres, pelos negros (tão oprimidos), mas também por brancos.

      • Abel Botelho

        Curioso…me explique, então, porque se o atual governo é voltado para pobres, oprimidos e negros, a presidente não dá o primeiro exemplo é nomeia mais negros para os Ministérios? Salvo engano, o único (ou única) negro(a) no ministério deve ocupar a secretaria de igualdade racial…

    • Nádia

      Até você Abel vai se ferrar. O eminente sistema econômico que os 1% mais rica do mundo está implantando em todo planeta, pode ter certeza que você estará fora. Vais chorar sangue.

  • Alfredo

    Edu, a diferença é que os manifestantes do dia 13 eram pobres, e no dia 15 os de barriga cheia. Nós somos oposição! Sempre! Embora tenhamos conseguido eleger Lula e Dilma. Seguimos na oposição, lutando contra essa massa manipulada por meios que destruíram, por exemplo, o movimento estudantil. Vejo hoje estudantes (?) seguindo indecisos cordões, amorfos, zumbis, como já foi dito acima. Ou fazemos a hora, ou voltamos no tempo.
    PS: Eu não vou jogar a toalha, não enquanto ainda tivermos sangue nas veias, e jornalistas como você. O tempo URGE!

    • eduguim

      Assino embaixo

    • Jorge MG

      O que falta aos brasileiros e por consequência aos estudantes é conhecer a História do Brasil…

      Os amores na mente
      As flores no chão
      A certeza na frente
      A (história) na mão
      Caminhando e cantando
      E seguindo a canção
      Aprendendo e ensinando
      Uma nova lição…

      _

      Filipe e o etíope presentes em Atos dos Apóstolos 8 v30,31…
      30- Então Filipe correu para a carruagem, ouviu o homem lendo o profeta Isaías e lhe perguntou: “O senhor entende o que está lendo?” 31- Ele respondeu: “(Como posso entender se alguém não me explicar?”)

      _
      Nós militantes de esquerda precisamos fazer meia-culpa.

      O sonha ainda não acabou.

  • Renata

    Acabo de ler PHA e concordo integralmente. O governo, na comunicação, envia os pés pelas mãos, não dá nome aos bois, não enfrenta a Globo, não politiza o discurso, não se coloca claramente. O que acontece??

    • eduguim

      Isso já foi dito um milhão de vezes. Constatar o problema uma, duas, cem vezes é bom, mas em algum momento há que dizer o que fazer agora.

      • Renata

        Certo, Edu, de fora é difícil imaginar o que a presidência deve fazer. Mas não poderia ter ido ao foco ao invés de discorrer sobre o direito ao contraditório numa democracia?

        Algo que dê uma satisfação real do que está acontecendo – “nossa proposta é diferente da que perdeu as eleições e há um contingente de pessoas que não aceita que sua escolha não tenha vencido e tenta associar a corrupção ao governo para ter argumentos para um impeachment. A Rede Globo se posicionou ao lado desse contingente de pessoas, como todos puderam ver ao longo deste domingo. Quanto aos trabalhadores há insatisfação com medidas que estão sendo tomadas, que passamos a explicar…”.

        O que teria acontecido se o discurso fosse direto? Nesse momento – 20:44 da 2ª, 16/02 – ouço lá na rua “Fora Dilma”, “Fora PT”, cornetas e buzinas. Esse povo não vai parar. Por isso acredito que é melhor um posicionamento claro e direto.

  • Parabéns Edu por esse trabalho. Não concordo que o golpe seja líquido e certo. Não. Fui à manifestação da Paulista na sexta e vi do que a CUT é capaz. Homens e mulheres fortes, rostos marcados,mãos pesadas. Mãos de trabalhadores. Preocupante é que esses grupos tão heterogêneos se encontrem. É preciso chamar o governador às falas, usar o horário nobre de TV com comunicado da Presidenta. Há que serem acalmados os ânimos e sem arrogância a maior autoridade do País, acompanhada de outras tantas autoridades, argumentar que uma eleição democrática tem mandato para concluir. E que todos podem começar a preparar seus candidatos para 2.018.

  • Melo

    Para mudar essa situação a globo precisa ser peitada sim, por quem? obrigatoriamente por DILMA, ela tem que ter coragem, ai sim, o resto deixa com a militância.

  • Uma parte dos que elegeram Dilma e que exigem respeito a seu voto e à legalidade democrática foi às ruas na sexta-feira. A Presidenta resolveu, depois das eleições, governar para os perdedores, executando uma política econômica tal qual faria Armínio Fraga para Aécio ou a turma do Itaú para Marina. Resultado, está perdendo velozmente o apoio dos seus eleitores (esquecidos de que será pior sem ela) e não conseguiu o dos eleitores do outro lado, como mostraram as ruas no domingo. Ou muda ou estará perdida. Ou melhor, estaremos, mesmo em maioria.

    • Isso é o que a imprensa quer que acreditemos…

    • Abel Botelho

      Concordo 100% com vc. Isso se chama estelionato eleitoral. Mas eu já sabia! E fiz a minha parte. Não votei nela.

    • Sávio Valença

      ” A Presidenta resolveu, depois das eleições, governar para os perdedores, executando uma política econômica tal qual faria Armínio Fraga para Aécio ou a turma do Itaú para Marina.”

      Não vá por este caminho. Não é a mesma coisa. É muito mais brando o ajuste que o governo faz agora do que o que seria feito por eles. Aliás, as metas de superávit primário que o governo irá fazer já mostrar um teor progressista e não conservador.

  • Professor Aglailson

    Edu, parabéns pela matéria. Companheiro, hoje, conversei com algumas pessoas aqui em Fortaleza e o que mais ouvi foi que aquela gente da Paulista, ou elite branca como bem disse o Lembo, não tem noção de absolutamente nada. A fala mais recorrente é a de que o governo tem muitos erros, mas daí pedir o impedimento da Presidenta já é coisa bem distante. Concluindo, o erro do governo Federal, pelo que entendi ao falar com essas pessoas, reside na falta de comunicação, parece uma coisa óbvia, mas o Governo não enxerga. Essas pessoas ainda estão com a Presidenta, basta ela, Dilma, falar para essas pessoas. E se falar, pode ter certeza, se o discurso for objetivo, sem rodeios, o povo vai apoiar a Presidenta. Um forte abraço deste que muito o admira.

  • Francisco Oliveira

    Elite branca? Tá de brincadeira. Fala sério.
    Você poderia ter se esforçado mais e ter feito um post não só mais convincente, mas sem faltar com a verdade, dentro da realidade dos fatos.
    A cada dia que passa está mais difícil esse papel desses blogs alinhados ao PT no quesito “tapar o sol com a peneira”. A coisa já começa a adentrar às raias do ridículo.

    • eduguim
    • Mauro

      Explique-se melhor!
      Falou, falou mas não disse nada!

    • Ridículo mesmo é um “protesto” contra a “corrupção” que não toca em mensalão tucano, metrolão, privataria, HSBC…

      E num momento em que o desemprego é baixo, os salários tem aumentos reais há 12 anos, a inflação está controlada, etc, etc, etc.

      E não há nem um fato capaz de justificar um impeachment.

      E isso sem falar na PM forçando alguém a tirar uma camisa vermelha pq os “cheirosos” não gostaram. Ou na liberação das catracas do metrô.

      Ridículo é como é que alguém, pode realmente se convencer de que a turba cheirosa de ontem estava protestando “contra a corrupção”. Ridículo achar que alguém é burro o suficiente pra crer que só há corrupção do PT, né?

      Não é burrice, é malícia mesmo. A manifestação, assim como a “indignação” de vcs não é e nunca foi contra a corrupção, mas sim contra o PT. São os derrotados de ontem batendo o pé e ameaçando furar a bola se não conseguirem o que querem, mais nada.

      Ridículo até não poder mais. Como vc e seu ad hominem.

  • Claudio-sj

    Reparem só onde chegamos. Uma grande parte dessa turba que lotou as avenidas ontem a tarde, foi à igreja pela manhã. São pessoas que falam em Deus, Familia etc.

    Ocorre que a tarde se transformaram em pessoas cheias de ódio, pregando a violência e todo o tipo de ações criminosas contra Dilma e o PT.

    Que contrasenso. Essas pessoas de manhã ouvem os ensinamentos cristãos de que há ter tolerância, paz e amor ao próximo, só que a tarde partem para o ataque com muito ódio e violência. Afinal, qual doutrina está sendo pregada nas igrejas cristãs???

    Pelo que aprendi, Jesus Cristo pregava o amor ao próximo e não o ódio.

    Portanto, seus fascistas, parem de frequentar os cultos cristãos. Fiquem em casa ensinando seus filhos como ter ódio e intolerância com o próximo.

    Bando de hipócritas….

  • Fabiana

    Senhor Edu,
    Não lhe conheço para lhe criticar. Mas talvez o senhor tenha ficado com preguiça de se deslocar até onde chegam os ônibus? Se o tivesse feito, veria que muitos dos milhares ali chegaram utilizando este meio de transporte, mas ok, fica longe né? É preciso caminhar para constatar… Mais fácil mesmo é ir ao shopping mais próximo para fortalecer o corpo antes, como pelo visto fez o senhor e sua vizinhança, a quem ainda critica! Penso que o senhor não pague impostos e use a saúde particular, assim como escolas, caso tenha filhos ou netos que as frequentem… Isso, só para tocar no básico, não vamos nem falar na falta de possibilidades culturais e de lazer que faltam aos que não podem morar a seu lado ou que protestaram em seus bairros de subúrbio pois não tinham dinheiro para o deslocamento até à Paulista. Não, talvez esses estivessem acomodados em suas casas alugadas (já que não possuem casas próprias) de 40 metros quadrados assistindo ao senhor na Paulista pela tv de “tubo”!

    • eduguim

      Fique tranquila, eu vi tudo. Aliás, hoje o jornal britânico The Guardian diz a mesma coisa que eu, que foi a elite branca que se manifestou no domingo http://www.theguardian.com/world/2015/mar/15/brazil-protesters-rouseff-impeachment-petrobas

    • Almir

      Até parece que todos os impostos arrecadados no país vão parar nos cofres do governo federal e ficam por lá. Se a senhora não sabe, os Estados ficam com a maior parte dos tributos. Então comece cobrando do seu governador, que não se mexe nem pra proporcionar ao povo um dos mais básicos, essencial à vida: A ÁGUA.
      E não me venha com essa história de “seca”, que castigaria o Sudeste há vários anos. O problema é de gestão mesmo (será que ele negociou um bem tão vital como a água pra quem pagasse mais?).

      • Nádia

        Almir, desde o começo do ano vem chovendo quase diariamente aqui em sampa, só não entendo que seca é essa? nunca vi seca com chuva.

    • Sávio Valença

      Pobre de direita é aquele que serve ao rico de direita, lasca-se todo quando vota no candidato da direita, lasca os outros que não são ricos de direita, e assim, atende aos interesses da minoria rica, tanto interna quanto externa.

      Acorda e não seja sadomasoquista ou um inocente útil.

      O mesmo vale para o classe média de direita. Este para mim ainda é pior. Acha-se rico, vota na direita, lasca a si mesmo, lasca os outros que não são ricos, e ainda vai sofrer com os problemas sociais e econômicos criados pela direita.

    • leonardo 73

      FABIANA:
      Só para entender como sabe que se o Sr. Eduardo não esteve onde chega os onibos, pelo visto vc
      tambem não estva nem no shooping, provavelmente estava procurado panelas se sabe oque é…

  • Eliana – Juiz de Fora

    Golpistas,
    Não passarão!
    Eles esperneiam e o povo elege Dilma.

  • Leonardo

    Em Porto Alegre, também parecia a Africa do Sul do regime do apartheid, não se viu um negro, pardo ou indígena.

    Foi um protesto eminentemente da classe média branca.

    • Claudio-SJ

      Leonardo

      Olhe só como o ódio cega as pessoas. No Rio, um manifestante negro foi escorrachado e chamado de petista. Ele reagiu dizendo que era empresário e filiado ao PSDB.

      Se ele tiver um pouquinho de vergonha na cara se desfiliaria desse partido e nunca mais sairia em manifestação com a elite branca.

      Para essa elite, não basta ser rico tem que ser branco também. Isso me fez lembrar como é na India, em que a sociedade é dividida por castas e não podem se misturar de jeito nenhum.

  • David

    Por favor, vamos deixar como está, já roubaram bastante e vão continuar roubando, esse país é uma merda, povo pilantra com representantes pilantras.

    • Almir

      Bom mesmo era no tempo de FHC. O roubo comia solto e você não dava um pio, e quem pagava o pato eram os sacoleiros.

  • Nelson

    Edu, uma coisa ficou clara para mim com a entrevista dos Ministros Rosseto e Zé Cardoso após as manifestações: eles, principalmente o Zé, não tem condições de enfrentar a mídia e os golpistas, que estão mais fortes do que nunca. Passam a impressão de culpa, medo, insegurança, e não sabem defender, muito menos contra atacar. O Zé tá achando que essa Elite Branca foi às ruas contra a corrupção: uma ova, fosse o caso, ela não teria votado no Aécio; quer mesmo é tirar o PT do poder e reverter o que foi feito a favor do povão nos últimos 12 anos, nada mais. O governo não tem alternativa, não pode mais tratar a mídia de forma amistosa, “republicana”. Tem que colocar os pingos nos is e mostrar ao povão quem são os seus verdadeiros inimigos. A história colocou o governo nessa encruzilhada e não é mais possível disfarçar. O tempo das boas maneiras ficou para trás, quer queira ou não o PT. Agora, a disputa ficou muito mais difícil e não há mais lugar para cabeças de bagre. Dilma vai precisar mexer no time, se quiser virar o jogo.

    • Junior-RP

      Concordo. Jacques Vagner na Justiça seria um bom começo. Chamar todos os partidos de esquerda para conversar. Dar carta branca ao Stedile, o combate final será nas ruas.

    • Na boa, vcs estão partindo do princípio de que o combate se dá tentando convencer que foi às ruas e de que o melhor momento pra “contra-atacar” é justamente depois de receber uma paulada contundente.

      Os Ministros fizeram bem o seu papel: contenção de danos, falando pra quem NÃO foi às ruas e sem dar mais munição pro inimigo, mostrando respeitar divergências, por mais equivocadas que sejam.

      É verdade que o Zé pareça estar falando pra estudantes de Direito e não pro povo. Nesse ponto, sim, pode-se falar que não foi a melhor escolha.

      Mas adianta alguma coisa ficar apontando pra isso agora? Já foi e ficar martelando em algo que sequer é unanimidade é desperdiçar energia e dividir na hora em que é preciso se unir.

      Se demonstraram fragilidade, ÓTIMO. Pior seria demonstrar estar DERROTADO – que é o que aconteceria caso tivessem desandado a negar a realidade da PANCADA que receberam com bravatas e acusações vazias e inúteis.

      Doeu, demonstramos que doeu. Vamos nos reagrupar, curar e seguir em frente nos nossos termos, e não no deles. Tentar enfrentar frontalmente alguém ainda grogues por causa de uma pancada é pedir pra ser finalizado.

  • Maria Antônia Ferreira Monteiro

    Caros Eduardo e colegas,
    Sinceramente?! Ficar discutindo a quantidade de pessoas que foram às ruas ontem e se elas não são pretas e nem pobres; que os jornais internacionais também concordam que a maioria delas pertence à classe média branca não tem muita noção da gravidade do que aconteceu ontem!
    O que aconteceu ontem foi a desmoralização integral de um partido político de esquerda que à duras penas conseguiu levar à categoria de consumidores as classes miseráveis e os pobres à classe média, ser vilipendiado, execrado e reduzido a coadjuvante do cenário político! A Senhora presidenta Dilma Roussef merece todo o meu carinho e respeito, visto que é uma senhora digna, decente e não temo em dizer, incorruptível, e isso até as baratas da minha casa são sabedoras. Contudo, não sabe e não parece disposta a aprender a fazer política! Dispor Ministros como os senhores José Cardozo e o senhor Miguel Rosseto( com todo respeito ao senhor Rosseto, que me parece ser um político esforçado, no entanto, ninguém o conhece) para fazer análise dos acontecimento de ontem, isso não é sério! Quem são esses senhores?! Quem no Brasil conhece esses senhores?! Talvez, a classe média brasileira tradicionalista, retrógrada e fascista e em especial, a paulista, os conheça! Tem alguma coisa muita errada dentro do governo que nós e outros não estamos sabendo!
    Hoje a presidenta se reúne com seus aspones e o vice- presidente para discutir novas medidas contra a corrupção! Ninguém até agora teve a decência de dizer a ela, que nada, absolutamente nada de todos os acontecimentos dos últimos meses tem haver com CORRUPÇÃO!? Há meses que vejo a verdadeira pauta política ser ditada e editada pelo PSDB e a mídia comercial e patronal! A despeito de todos os escândalos que têm surgidos envolvendo essa súcia! Mas quem terá coragem de peitá-los?! A senhora presidenta, com absoluta certeza, não é! Dizer que o governo está, especialmente no caso da Petrobras, investigando as corrupções e punindo os corruptos, que governo?! Só se for o do senhor Fernando Henrique Cardozo, sob o mando e desmando do senhor Juíz Moro e de toda a sua trupe de Juízes e Políciais Federais! Há! Mas o senhor Cardozo, dizem, Ministro da Justiça, estar tomando atitudes sem alardes e os resultados virão! Vocês verão! Temos visto os resultados! Quantas criaturas, direitistas, raivosas e babando ódio estiveram nas ruas ontem?! O número matemático não é tão importante, mas o poder que elas têm sim! Não que elas tenha poder como indivíduos, mas quem estar por trás, sim! Sabemos, no entanto, que o número foi suficiente para perceber quem está de verdade no comando do nosso País!
    Numa língua falada, no nosso caso o português brasileiro, a ideia de erro só é aceita e respeitada por aqueles que não têm conhecimento fundamentado do que é uma língua e de como ela é processada na mente de seus falantes (Marcus Bagno). Em política é ao contrário, a fundamentação lógica e teórica tem que ficar dentro das academias, porque nas ruas, para o povo, a credibilidade só é conseguida abrindo a boca e falando e falando e falando até a exaustão! Até se tornar verdadeiro! O povo como falante de uma língua é quem tem poder de transformá-la, mesmo que ele não tenha ciência disso! Mas em política o agente transformador é o político. E o político que não tem esse poder não deveria se candidatar a cargos executivos! Não para cargos executivos de complexidades gigantes como as de nosso País! O senhor Senador Cristovam Buarque que o diga, é excelente orador, entretanto, conhecemos os seus feitos e ações! Ate agora o PSDB e a Rede Globo e congêneres é que têm cumprido bem esse papel e da pior maneira, MENTINDO! E nossa presidenta tem tudo a seu favor, e não precisa mentir, mas precisa falar, falar, falar e falar!!!…
    Abraços
    Maria Antônia

  • Sávio Valença

    Essa marcha para mim soa como a abertura da porta do inferno, onde todas as bestas-feras estão pairando desgarradas a procura de almas para consumir. Horrível!

    Tem que haver uma passeata programada, nas redes sociais, no boca a boca, no partido, com apoio da CUT, do MST, dos eleitores do PT do núcleo duro e de outras entidades sociais.

    • Abel Botelho

      Ótima ideia! Assim podemos comparar quem está com mais apoio popular. Mas vamos combinar a regra n. 1? Não vale pagar lanche, condução nem 30 reais aos participantes, ok? #eufuidegraça

      • Sávio Valença

        Da mesma forma que não vale pagar lanche, deveria muito menos ter empresários, cia et caterva gastando milhões para grupos fascistas no facebook promoverem as marchas fascistas. Deveria não haver propaganda de concessões públicas, que são pagas com dinheiro público através do BV, conclamando zumbis para as marchas fascistas. Deveria também o governo do estado de São Paulo não liberar a catraca dos metros já assaltados com o trensalão.

      • Lagal, vamos comparar a publicidade. A gente não paga pra ninguém ir, como nunca pagamos, e a imprensa para de fazer propaganda, como fez esse mês inteiro. E vcs mostram quem está financiando e com quanto, e a gente faz a mesma coisa, como sempre fizemos.

        Aí a gente vê quem manda nas ruas…

  • Jarbas Similevinsk

    Edu:

    Essa Elite Branca são, na verdade, os Revoltados do Obama. Ou então os Gladiadores do Tio Sam…

  • Valério S. de Alququerque.

    1% dos ricos tem mais dinheiro do que mais de metade da população do Brasil, mas os seus votos não valem mais do que o nosso voto!! Eleição se ganha com VOTO não com VETO!!!

  • ademir

    Boa tarde Edu!

    então os paulista já provocaram uma guerra civil em 32, a Contra Revolução de 32,
    segundo o livro de Carlos Lira morreram 653 pessoas no conflito.
    Engraçado que nem uma guerra civil derrubou o Governo Federal numa época mais
    selvagem da História, e a História se repete, 4 anos para Dilma e mais 4 para o
    Lula.

    um abç.

  • Mauro

    O Ricardo Boechat ganhou o prêmio Esso de jornalismo em 89 por denunciar a corrupção na Petrobrás.

    Nada se investigou.

    O Paulo Francis denunciou a corrupção na Petrobrás em 96 e nada se investigou.

    O Itamar Franco criou uma comissão de investigação de corrupção pelo decreto 1001 de 6 de Dezembro de 1993

    O FHC extinguiu essa comissão pelo decreto 1376 de 19 Janeiro de 1995

    Agora as pessoas querem derrubar a presidente que deixa investigar e deixa punir a corrupção no Brasil.

    Será que estas pessoas sabem o que estão fazendo?

    Edu,

    você não acha que a presidenta precisa fazer o povo saber disso?

    Tem muita gente mal informada, além dos golpistas.Acha até que estes últimos são minoria dentro do

    movimento.Penso que a estratégia é diminuir essa massa com informação.

    O que você pensa?

    Parabéns pelo video, cada vez mais te admiro.

    • eduguim

      Grato, companheiro

    • Mauro

      Errata:..acho até que estes últimos são minoria.

    • Almir

      Sobre sua pergunta “se a presidenta precisa fazer o povo saber disso?”
      Ora, ano passado, durante a campanha, a presidenta falou isso várias vezes, no guia eleitoral e nos debates. Até meu compadre Titico, um matuto analfabeto que mora lá no pé da Serra da Borborema ouviu e entendeu muito bem, imagina um coxinha que mora nos Jardins.
      Os paneleiros não querem combater corrupção coisa nenhuma. Isso é apenas o pretexto pra fazer barulho e aparecer na globo. Talvez se a direita quiser usar essas manifestações como “justa causa”. Mas desde quando golpistas precisam de “justa causa”? Aplica o golpe e pronto. Quem resistir é um homem morto (ou uma mulher morta).

    • Evidentemente que ia pra partidos políticos, se vc acredita na versão do delator. E pra todos, pois as empreiteiras sempre doaram pra todos os partidos.

      Eu não acredito numa palavra do delator. A versão dele é profundamente incoerente e sem sentido. E termina na conclusão de que a ilegalidade das doações é seletiva: se era pro PT, era “propina”. Se era pros demais partidos, era “expressão do espírito cívico da empreiteira”.

      É EXATAMENTE o mesmo esquema do trensalão de SP. Mas o tratamento é completamente diferente. Aliás, como tratam o MESMO esquema da Petrobras de formas diferentes, dependendo da época: se foi durante os anos FHC, era “corrupção individual”. Se foi durante o governo do PT, então é “corrupção institucionalizada” (seja lá o que isso signifique). Doações ao PT são criminosas, doações ao PSDB são legítimas e legais, enfim.

      E a hipocrisia pinga copiosamente dos “indignados seletivos” de sempre. Se o Merdal inventou a “corrupção boa” do PSDB, contra a “corrupção ruim” do PT, vcs deram um passo além.

      Se há algo que está institucionalizado de verdade, é a hipocrisia descarada de vcs.

  • Sávio Valença

    Há algumas coisas a se falar destas passeatas fascistas da elite branca.

    – Não sei se chegaram a reunir os 3 milhões que o PIG diz, pode até ter sido, apesar das divergências dentro do próprio PIG – Datafolha diz que foram 210 mil na paulista, e o Globo, junto com a polícia militar tucana dizem que foi 1 milhão;

    – As passeatas da CUT/FUP/UNE foram marcadas de última hora, com pouca divulgação, e reuniram em pouco tempo 200 mil manifestantes. O que foi bom para o pouco tempo e para o que acreditava a direita, que teria ninguém.

    • Já aumentaram pra 3 milhões? Ontem ainda falavam em 2 milhões…

      Isso sim e inflação galopante. 50% ao dia.

  • leonardo 73

    EDUARDO:
    Sr. Eduardo esse pessoal das manifestações por acso não são furtacor ?(sem essa de brancos)…
    Quando nascem são rosa ou pink.
    Quando ficam com medinho ficam amrelo.
    Quando ficam com odio ficam vermelhos.
    Quando morrem ficam rocho, ou marrom
    Quando se envergonham, quando tem, cor de burro quando foge.
    Mudando de pato para pata acho que tinha mais de um milhão de tucanos na PAULISTA, foram sem
    o bico e as penas, por isso deu mais de 30 tucanos por m2…. (todos embalados na camisa da canarinho…)
    O pig sabe das coisa…

  • Armando

    E agora, Eduardo? Da série “Os meninos do Brasil”, e como transplantar, gerar e procriar neonazistas na AL: http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/173438/MPF-criminaliza-doa%C3%A7%C3%B5es-legais-ao-PT-%E2%80%9C%C3%A9-propina%E2%80%9D.htm – o MPF criminalizando doações legais ao PT. Fora aquela turminha de mauricinhos do MBL. Caraca!
    Prato cheio para as próximas manifestações globais, com boçais globais a repercuti-las. Para onde vamos Eduardo? Parabéns pelo seu trabalho.

    • eduguim

      GRato, Armando

  • Estamos realmente numa guerra. E esse momento é uma batalha.

    O campo dessa batalha é o discurso. O objetivo de qualquer batalha é conquistar vantagens estratégicas, reduzindo a força do inimigo, enfraquecendo-o passo a passo até que não possa mais combater.

    A munição principal são argumentos. A arma é que conduz os argumentos ao público.

    O inimigo controla virtualmente todo o campo de batalha, eliminando nossa capacidade de combater.

    Um ataque frontal, portanto, seria suicídio. Atacar pelos flancos, usando outros meios de levar os argumentos ao público, como a internet, é possível. Mas o inimigo tbm já invadiu esse campo.

    Atacar indiretamente, cortando as linhas de suprimento – uma tática testada e aprovada contra a direita – é uma excelente opção, desde que utilizemos os campos ainda não sob completo controle do inimigo, como o judiciário.

    Outra opção é a guerrilha. Atacar e recuar, sempre pelos flancos – ou seja, pela internet – que ainda não estão completamente controlados pelo inimigo.

    Uma outra tática testada e aprovada por milênios, é dividir e conquistar, fora do campo de batalha principal, na surdina, nos bastidores ou abrindo outros campos de batalha, em áreas além do controle do inimigo, atraindo parte de suas forças e separando-as do principal.

    Emboscadas tbm são úteis. Separar um pequeno contingente do inimigo de sua força principal, e conduzi-lo a um campo que controlamos é sempre uma excelente tática.

    O que é absolutamente certo é que usar uma tática que não nos dê uma grande vantagem será suicídio. melhor RECUAR do que ser forçado a um embate em desvantagem avassaladora.

    Essas táticas precisam ser usadas de acordo com uma estratégia que é a única a nossa disposição no momento: reduzir o controle do inimigo sobre o campo de batalha, eliminando sua vantagem – seja reduzindo suas forças, seja cortando seus suprimentos, seja dividindo e conquistando.

    Sem isso, NADA vai adiantar pq, por mais eficientes e brilhantes que sejam os ataques indiretos, eles não ganham a batalha sozinhos.

    Eventualmente, haverá o confronto com a força principal, numa batalha campal. Não tem jeito de evitar. Se, nesse momento – que se aproxima! – não tivermos reduzido o controle que o inimigo tem do campo de batalha, a derrota será certa.

    Então, trocando em miúdos, o que fazer?

    1) Criar canais de comunicação fora do domínio da imprensa. Internet e veículos de comunicação – revistas, jornais, rádios e tvs – de esquerda ou, ao menos, neutros.

    2) Atacar a imprensa judicial e logisticamente. Regulamentar o setor é virtualmente impossível, mas usar o direito de resposta é uma forma possível de, ao menos, distrair o inimigo. Atacar judicial e economicamente quem financia a campanha da imprensa é evidente.

    3) Reduzir o financiamento da imprensa. As licitações fajutas feitas pelo Estado de SP pra comprar revistas e jornais são um ponto bem frágil, que pode ser atacado tanto judicialmente, como em outros meios. Os gastos com publicidade do governo federal – que não estão trazendo nenhuma vantagem pra ele – são o caminho mais simples e óbvio.

    4) Minar a infantaria da imprensa. O caso Cachoeira era um excelente caminho, mas alguém teve a ideia “jenial” de abortar por medo ou sei lá o que. A lista do HSBC nos dá uma nova oportunidade que precisa ser profundamente explorada.

    5) Ir pras ruas pra passar por cima do controle do inimigo. Pra isso, é preciso de uma razão muito forte, urgente e bem disseminada pelos meios alternativos e comunicação, especialmente a internet. Quer dizer, é algo que deverá suceder a criação de canais de comunicação eficientes, como o “muda mais”.

    6) Financiamento – esse é o ponto crucial, que o inimigo já minou preemptivamente. Quer dizer, nossas linhas de suprimento já foram cortadas, o que nos forçou a usar exclusivamente táticas de guerrilha por anos a fio – táticas que são PERDEDORAS no médio prazo.

    Temos que recuperá-las. O governo não pode colocar nem um tostão em blogs, por exemplo. Então temos que pensar “fora da caixa” e a minha sugestão é a mesma que já descrevi antes: os blogueiros precisam se organizar em uma estrutura que permita reduzir custos e centralizar o financiamento, permitindo, por exemplo, que os leitores possam contribuir com todos de uma só vez, em vez de cada um ficar passando o chapéu isoladamente.

    As vantagens são mais do que óbvias, e ainda permitirão um AUMENTO do número de vozes – gente que gostaria e tem condições de contribuir mas que não consegue por falta de grana. É uma capacidade ociosa que pode estar escondendo verdadeiros diamantes.

    E isso passa pela conscientização de que é preciso, que é fundamental e absolutamente necessário ESCOLHER UM LADO. Essa bobagem de não “querer se misturar” ou termina de uma vez, ou acabará conosco. Não é hora de picuinhas, nem de não-me-toques. Ou deixamos de bobagem, ou seremos atropelados.

    É crucial compreender que HAVERÁ baixas do nosso lado, inevitavelmente. Reduzir a propaganda governamental, por exemplo, atingirá a Carta Capital. Ao aprofundar a lista do HSBC é capaz de expor um dos nossos. Ter continuado na questão do Cachoeira teria um custo bem alto pra nós. Consolidar os blogueiros progressistas atingirá as vaidades de uns e outros.

    Mas as vaidades que se explodam (expludam?). A aposta é alta demais pra ficar com essas bobagens.

    Não há tática garantida e sem custos. Se uma não der certo, é preciso não ter medo de recuar. E jamais podemos nos dar ao luxo de usar apenas uma por vez.

    Precisamos, portanto, de organização e coordenação. E não pode vir do governo, nem do PT, embora DEVA conter gente de um e de outro, pelo menos de forma indireta.

    O fato é que se formos usar as armas do inimigo nos termos dele, ele é imbatível. Mas isso tbm vale pra nós. Se forçarmos o inimigo a usar as nossas armas, nos nossos termos, venceremos. É uma questão de conduzir o combate na direção que queremos.

    E ficar reclamando que o governo não ataca frontalmente o inimigo NÃO AJUDA EM NADA. Assim como essa campanha ridícula contra esse ou aquele Ministro. Não é hora de divisão, mas de união, caraca! Vai ter muito tempo pra reclamar dos desafetos depois que vencermos a guerra.

  • Dorival

    Caro Edu, Parabéns pelas imagens expressivas que vc captou na Paulista, ricas em demonstrar o perfil de uma parte dos brasileiros. Lembrei-me do dia 25/01/84 quando estive na praça da Sé no comício pelas “Diretas Já”. Naquele evento havia em sentimento de otimismo e irmandade em toda aquela multidão. Saí de lá otimista em relação ao nosso Brasil, achava que o futuro seria de grandes conquistas para o nosso povo. Pois é, 31 e um anos depois…e vendo essas imagens…o que dizer? O que pensar? Pra onde ir? Somos um povo que não anda pra frente, que não constrói o futuro. Voltamos a 1954 e 1964, mas os golpistas de hoje não contam com figuras como Carlos Lacerda, Ademar de Barros, Magalhães Pinto, Auro Moura Andrade e, principalmente, Lincoln Gordon e Vernon Waters.

    • eduguim

      valeu

  • Maria Luisa

    Eduardo, vendo hoje uma foto da presidenta na internet, achei-a abatida, como não poderia deixar de ser. São muitas pressões e muitas pessoas dizendo o que ela deve e o que ela não deve fazer.

    Mas ninguém está na pele dela para saber o que está rolando. É muito pitaco e pouca compreensão em relação às dificuldades que ela enfrenta.

    Neste momento, desejo à presidenta da República do Brasil, Dilma Vana Roussef, que já passou por muita coisa difícil na vida (mas que pode vencer muito mais!), muita luz e tranquilidade, para refletir sobre o que fazer.

    Em alguns momentos, a solidão deve ser grande, mas ela precisa abrir o coração a Deus, descansar n’Ele e, confiando n’Ele, contar com a ajuda de pessoas de bem ao seu redor, que também são parte D’Ele, assim como ela própria o é.

    E sugiro a todos os que torcem pelo bem do Brasil orarem pela presidenta e pela sua equipe, imaginando as mãos de Jesus Cristo protegendo-os. Pelo Brasil.

    E devemos orar também pelos líderes políticos no Legislativo e no Judiciário, independentemente de simpatizarmos ou não com eles, por que é o Brasil que está em jogo.

  • Claudio

    Olha, sem querer promover luta de classes, mas não sendo hipócrita de achar que ela não existe, sabendo que Dilma é a presidente e deve ser neutra, acho o PT e o Lula tem que buscar apoio onde é aceito e para quem prioriza seu governo, na periferia, nos bairros distantes, nas favelas.

    Por que os trabalhadores têm que ir ao centro, no habitat da elite para se manifestar? Por que não no seu próprio território, convidando as pessoas que aprovam esse projeto, essa forma de governar, sejam de que classe forem, para que se desloquem até lá? Por que não fazer dali um barulho ensurdecedor dos que não tem a voz da mídia, de forma que nem ela possa ignorar?

    Daí sim, dando um pouco de autoestima ao povo, que verdadeiramente precisa do Estado, e mostrando que esse governo é o que mais sucesso teve em “diminuir desigualdades” ou em promover “igualdades” , convidá-los a saber que têm direito de estar em todos os lugares, enquanto permitirem que o sistema seja “um homem = um voto”, o que lhes confere força capaz de fazer frente ao poder econômico, de modo que não possam ser ignorados nem pela mídia.

    Acho que o PT tem que governar pensando em todos, mas não pode perder a raiz que lhe sustenta.

  • Diz aí uma coisa pra gente… vc não tem nenhuma vergonha na cara, não?

    O Lula está falando CLARAMENTE de uma PARTE do PT – aquela que ele diz explicitamente ser a que está mais preocupada em se manter no poder do que em fazer militância. Quando ele fala em “ninguém”, está obviamente se referindo à “militância paga”, que ele considera um erro.

    É claro e evidente, mas vcs, sem vergonha alguma, mesmo diante do texto, descontextualizam na cara dura, se fazendo de idiotas.

    Vou repetir, a coisa mais triste é ver argumentos que são tão frágeis que mesmo quem tem um QI 150 pontos abaixo daquele que pensa ter precisa se fazer de idiota pra poder fingir que é verdadeiro.

    Dá pena. Entregam a própria integridade de graça e dessa forma explícita.

  • renato

    O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu nesta segunda-feira (16), em Curitiba, Luiz Abi, primo do governador Beto Richa (PSDB).
    Segundo informações preliminares, coube ao Gaeco de Londrina efetuar a prisão do “primo rico” do governador do PSDB sob a acusação de extorsão e formação de quadrilha.

    A suspeita é que o primo de Beto Richa comande um esquema que causou prejuízo de até R$ 500 milhões à Receita Estadual do Paraná.
    Blog Esmael.
    E meu IPVA nas estrelas..

  • E vc achou que só tinha dúzias de coxinhas fascistas e trouxas?

    É isso mesmo?

    Santa ingenuidade…

  • cid carneiro

    Aqui em Fortaleza a manifestação foi ”omo” – branco total! Agora, o governo já deveria ter tomado medidas há muito tempo. Alguns não concordam, mas já passa da da hora da contratação de ”anti-trolls” para atuar 24 horas nos lamaçais oposicionistas/golpistas da rede. É guerra? Vamos com as mesmas armas.

  • elisa
    • Juliano

      Foi isso mesmo abriram as catracas.

  • O JUIZ

    Caro Eduardo.
    Seu fiel relato feito “in loco”, vem de encontro a comentários que fiz com a família, quando estava observando a movimentação pela TV.
    Se temos em São Paulo 11 milhões de habitantes, essa manifestação foi, na verdade. um fracasso retumbante.
    Acontece que, meia dúzia de loiros de olhos azuis, nas tela da Globo, se multiplicam por milhões.
    Mas esse povo gosta da ilusão Global. Vive dela e por ela.
    Os chacais da oposição sabem, que um impeachment vazio como esse não cola.
    Eles próprios poderão experimentar desse veneno no futuro, se voltarem ao poder algum dia.
    Por isso, ficaram nas confortáveis almofadas de seus tronos e mandaram pra rua seu povo.
    Imagino que se sentiram com um Imperador Romano, que mandava para a arena seus gladiadores para lutarem até a morte.
    Do alto de seus tronos, vibravam com escárnio e apenas balançavam seu dedo polegar.
    Para cima e para baixo.
    Dependendo de quem era a vítima.
    Os loiros de olhos azuis, foram para as ruas vestidos com a camisa da seleção da Globo.
    Certamente, foi para recordar a paulada que levamos da Alemanha naquele inesquecível 7 x 1.
    Essa gente adora recordar uma derrota.
    Primeiro nos campos.
    Depois nas Urnas.

  • Lia

    Claro que “The Guardian’ apenas reflete a mídia oficial daqui, sem ouvir o outro lado.

    A mídia oligárquica no Brasil jamais dará o espaço `a Dilma.

    A mídia oligárquica não quer ninguém que fale a verdade em suas telas.

    A Dilma é educada e fina demais, para a chamada “elite branca” que fala palavrão e vaia com facilidade.

    Muitos não percebem a manipulação da mídia, que sempre oculta a verdade em serviço `a oligarquia.

    • Luiza

      Sim, a mídia oligárquica no Brasil nunca deu espaço ao PT, principalmente depois de 2002, então era de se esperar que, também, jamais daria espaço a Dilma, MAS ELA SABIA DISSO DESDE O INÍCIO…

      Sim, “A mídia oligárquica não quer ninguém que fale a verdade em suas telas”, POR ISSO LULA sempre FOI PARA AS RUAS BUSCAR A VERDADE E O APOIO DAS CLASSES MENOS FAVORECIDAS, [além da sua militância];

      Sim, “A Dilma é educada e fina demais, para a chamada “elite branca” que fala palavrão e vaia com facilidade”, SÓ QUE AO SE RECOLHER NO PLANALTO E NAO CRIAR UM ELO E UMA COMUNICAÇAO COM O POVO E COM OS MOVIMENTOS SOCIAIS ELA PERDEU APOIO E FICOU ISOLADA DENTRO E FORA DO PLANALTO. Dilma confunde “gerencia” com o “cargo político” de Presidente daRepública.

      Sim, é verdade, “Muitos não percebem a manipulação da mídia, que sempre oculta a verdade em serviço `a oligarquia, POR ISSO É QUE O MINISTRO DAS COMUNICAÇOES TERIA QUE TER SIDO ESCOLHIDO COM CALMA, MUITO CARINHO, PARA QUE NAO SUCUMBISSE QUE NEM O BERNARDO E O FRANKLIN MARTINS. Mas, isso só seria prioridade se fosse para travar a guerra da regulamentaçao do texto constitucional sobre o monopólio midiático, o que, aliás, nunca foi prioridade para os trabalhistas porque implica em ruptura e o PT é adepto da conciliação. É pena, porque isso coloca em risco todas as nossas conquistas desde o governo Lula.

      Mas nao é só isso : “A dimensão da jornada antidemocrática….mostra que é outra a questão crucial: sem uma repactuação urgente com o campo popular, o petismo perderá as condições de disputar vitoriosamente as praças públicas, os corações e mentes dos milhões de trabalhadores que formam sua base social.
      Não há tempo a perder, esta é a verdade.
      A presidente instalou um clima de confusão, divisão e desânimo nos últimos meses, com as medidas de ajuste fiscal e a nomeação de ministros sem qualquer compromisso com o programa vitorioso em 2014.
      Talvez acreditasse que seu problema principal fosse o mesmo de sempre: como obter maioria parlamentar e apaziguar o capital, de tal forma que sua administração pudesse evitar o isolamento e enfrentar as dificuldades da economia.
      Se for esta a estratégia, por falar em história, o governo correrá o risco de repetir cenário provocado por Neville Chamberlain, então primeiro-ministro inglês, quando cedeu a Tchecoslováquia para os alemães, em 1938, tentando apaziguar Hitler. “Entre a guerra e a desonra, escolheu a desonra, e terá a guerra”, afirmou Winston Churchill, seu clarividente conterrâneo e sucessor. Trecho do artigo de Brreno Altman extraído do site – http://www.conversaafiada.com.br/pig/2015/03/16/ze-e-rossetto-pouparam-a-globo/

  • Liduina

    Interessante falar em golpe,”tem que tirar todo mundo”, depois de reeleger o Geraldo Alckmim.
    Esse povo não pode ser normal.

  • Leonardo

    Cobrindo as manifestações deste domingo, a Rede Globo teve sua pior audiência dos últimos 20 anos, emissora chegou ao medidor de audiência de apenas 7.2

    Por Redação – com informações do TV Foco

    Durante as medições de audiência do Ibope, a Rede Globo teve neste domingo sua pior audiência dos últimos vinte anos. A informação é da RealTime do site TV Foco.
    Neste domingo, a Rede Globo deixou até seu noticiário esportivo de maior audiência do domingo para cobrir as manifestações, assim como vários outros canais de televisão aberta, porém, não obteve muito sucesso.
    A emissora chegou a medir em horário pela manhã desde o inicio da cobertura apenas 7,2 pontos. Em horário de maior pico foram 17.2. A emissora não tinha uma audiência tão baixa quanto há 20 anos atrás em jogos de quarta-feira.
    A militância do PT havia divulgado nas Redes Sociais o boicote a audiência da Rede Globo neste domingo, especialmente no horário do Fantástico.
    A Rede Globo conseguiu recuperar sua audiência apenas ao fim do programa de Geraldo Luis, e teve novamente uma recaída no inicio da partida de futebol.

    Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/03/cobrindo-as-manifestacoes-globo-teve.html#ixzz3Ub7p2Fn9

  • Carlos Henrique

    Foi exatamente essa a mesma composição da “manifestação” que ocorreu em Recife, em Boa Viagem, também conduzida somente pela “elite” branca, a qual, não passa de uma horda de ignorantes, truculentos, mal educados, arrogantes e imbecis, em qualquer estado do Brasil, que usaram essa demonstração de barbárie e autoritarismo para expressar todo o nada que significam suas sandices, indiossincrasias e preconceitos; defendendo um modelo de Sociedade que não beneficia a muitos deles; pois grande parte da “classe média” branca é composta por assalariados de melhor remuneração, que estão há anos-luz de distância do poder aquisitivo da verdadeira classe dominante; e ainda assim insistem em defender uma ordem social na qual também são explorados. Tamanha cegueira só pdoe ser explicada pelo somatório da lavagem cerebral realizada pela mídia, acrescida da espantosa BURRICE daqueles que não enxergam um milímetro além da estreiteza dos seus preconceitos e egoísmo. CONTUDO NÃO DÁ PARA CONTEMPORIZAR COM ESSES ANIMAIS, ELES NÃO QUEREM E NÃO MERECEM CONTEMPORIZAÇÃO. AO GOVERNO DILMA SÓ RESTA PARTIR PARA O ATAQUE, SE CONTINUAR A SE CURVAR PARA OS FASCISTAS, COMO FEZ NOVAMENTE AGORA NA PÉSSIMA ENTREVISTA COLETIVA DE DILMA(QUE SOMOU-SE À PATÉTICA DECLARAÇÃO DOS MINISTROS ROSSETTO E CARDOZO, DADA LOGO APÓS AS “MANIFESTAÇÕES” DOS GOLPISTAS)SÓ ESTIMULARÁ A DIREITA FASCISTA E A GLOBO, QUE A COMANDA, A PARTIREM PARA EXTREMISMOS AINDA MAIORES. Dilma tem que partir para o ataque, começando por chamar essas “manifestações” pelo que são, GOLPE DE ESTADO, conclamando as forças que a apoiaram a partirem para as ruas em defesa das conquistas desses doze anos(para isso precisa dizer claramente que o verdadeiro motivo do ódio dessa gente pelo PT é a ascensão social dos mais pobres, que o partido permitiu nesses doze anos). Motivo esse que é o mesmo que leva a mídia, Globo à frente, a partir escandalosamente para o golpe, sendo que o papel golpista da globo, além de dever ser ressaltado claramente pelo Governo, precisa receber o devida repressão. QUE TAL A ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO ENTRAR COM UMA REPRESENTAÇÃO CONTRA A GLOBO, POR INCITAÇÃO AO ÓDIO E À DESORDEM NAS “MANIFESTAÇÕES” DE DOMINGO, JÁ QUE A EXPLORADORA DE UMA CONCESSÃO PÚBLICA USOU ESSA CONCESSÃO, QUE PERTENCE A TODOS OS BRASILEIROS(INCLUINDO-SE OS MAIS DE 90% QUE NÃO PARTICIPARAM DESSE ATO), PARA CONVOCAR E POSICIONAR-SE EM APOIO A UM ATO DE UM GRUPO MINORITÁRIO ESPECÍFICO, DESRESPEITANDO TODOS OS OUTROS GRUPOS PROPRIETÁRIOS DA CONCESSÃO, E USANDO UM BEM PÚBLICO EM FAVOR DE UM SETOR PARTICULAR, AGREDINDO TODO O RESTO DO PÚBLICO CONTRÁRIO A ESSE SETOR. Elementos não faltam para a AGU(a Lei de Serviços de Telecomunicações permite essa abordagem). POR QUE A RECEITA FEDERAL NÃO COBRA À GLOBO O VALOR DE IMPOSTOS, ATUALMENTE EM MAIS DE R$ 1 BILHÃO, QUE ELA SONEGOU AO FISCO!!!!!!!??? SERÁ QUE OS GLOBAIS ALEGARÃO QUE A TAL “LIBERDADE DE IMPRENSA” DELES É TAMBÉM LIBERDADE PARA NÃO PAGAREM IMPOSTOS!!!!!!!!!!?????? Está na hora do Governo criminalizar a defesa de um golpe militar; como diversos países europeus criminalizaram a defesa do nazismo; e colocar gente como esse monte de merda que você entrevistou na cadeia. A reação precisa acontecer agora e ter como base as manifestações progressistas do dia 13, Dilma e Lula, que sumiu no dia 13, precisam liderar essa massa em atos futuros, que ocorrerão em defesa do Governo, capazes de deixar os coxinhas acuados. Que tal o Levante Popular da Juventude realizar Escrachos, semelhantes aos feitos em frente à casa dos torturadores, em todas as sedes da Globo no Brasil!!!!!!!????? Vamos deixá-los tremendo de medo, como já ficaram no sábado. Se atacarmos agora, acabamos com esse golpe, que precisa também ser revelado como uma orquestração dos EUA, rapidamente.

  • João de Azevedo

    Em Joinville prometiam levar 30.000 pessoas à rua no final de semana e só compareceram umas 3.000 pessoas, mesmo com toda propaganda feita durante toda a semana pelo grupo RBS.

    A GLOBO se vestiu de golpista e não tem mais como ela recuar. Só que o Governo continua inerte. Eu não entendo esse comportamento.

  • Maria Negrissima Maciel
    – “Vamos parar com esse negócio de que só a elite está aqui. Sou negro e pobre (((vendido e traíra))) e estou pedindo a saída de Dilma” e. (((a saída de Dilma e o Geraldo Alckmin são dois estelionatos enganaram os afros- eleitorais))) A Afirmação foi feita a Folha por Fernando Silva, o Fernando Holiday, um dos milhares de manifestantes que participaram neste domingo. A Véia Demoniacracia da Dita-dura das Casas Grande como dizia o Ditusantus tem sempre capitão de mato e as cunhãs pra defender os sinhozinhos falando em nome da senzala (alias será que ainda tem senzalas? O tal o Fernando Holiday (conhecido membro do Tucanafro tem todo direito de manifestar é deve, o que não e deve é sacanear, $$$ubir no palanque Tucano a estrema direita conservadora racista e ler o testo da Folha SP, Veja Abril e Rede Globo aliados do Geraldo Alckmin um governo racista segregador como se fosse bom para comunidade afro paulista na verdade é péssimo. Para mim igual a Dilma que nos seus 4 anos de governo jogaram e torraram bilhões em dinheiro para todo lado, menos para os negros, mas eu respeito os negros que defendem esta PT e outros o PSDB, afinal e a liberdade de expressão da Republica das Bananas Podres. O que é lamentável uma Onda Branca de centenas milhares de pessoas brancos, que só vêm o seu lado de certo, direitos e justiça, mas ignora e até despreza o certo, direitos e justiça dos não brancos. O Brasil pais cristão dominado por judeus, imoral e racista. Onde estão as lideranças e os movimentos, setores, entidades, ONGs. grupos. pessoas os jovens negros- afros onde esta a negritude. Que saudade do prof. Eduardo Oliveira do CNAB, cadê os radicais Militao Barbosa e Reginaldo Bispo do MNU, Josias Abom e Jorge Oba da ONNQ, cadê o França o pessoal do UNEGRO, o Geledés e tantos outras guerreiros e guerreiras das batalhas desiguais. Será que cansaram ou estão comendo pipocas:?
    [email protected]

  • Carlos
  • Antes da entrevista de Dilma, a Globo News transmitiu outra entrevista com procuradores paranaenses que acusam de corrupção diretamente o tesoureiro do PT Vaccari Neto. Logo depois vem uma Dilma sorridente e descontraída falando que a corrupção será combatida com rigor independente de quem for, muito bonita colocação, agora como a população vai entender que o governo não é corrupto se só os de seu partido, no caso o PT, são acusados, condenados e presos. Com essa postura eqüidistante dos acontecimentos e de não defender os seus quadros, o que nós estamos assistindo é o.PT se tornar o partido mais corrupto do pais, com as bençãos do governo. Na verdade, a presidenta deu carta branca a república do Paraná de continuar incriminando e prendendo petista e de blindar tucano. E o pior e que logo depois da entrevista vem os comentaristas da Globo e desfazem toda a fala dela, o governo insiste na tática errada de estender as mãos para quem lhe está jogando pedras.

  • Jorge Portugal

    Edu gostaria de te fazer uma pergunta!!! Você que é um cara influente, está sempre fazendo reportagem com Lula, conhece o pessoal do PT. Pergunto: Do jeito que o governo vai, se não mudar algumas atitudes como: regulamentação da mídia e uma reforma politica, esperada há muito tempo, aguentará o tranco?

    • eduguim

      Cara, não sou influente no governo. Agora, já escrevi muitas vezes sobre isso, mas vamos lá. Como é que se regulamenta a mídia? Via Congresso. O Congresso aprovaria? Não. Então não tem como

  • NALDO

    Sr. Eduardo, tem que avisar esse pessoal do governo para parar de falar em corrupção, é isso que a oposição e a mida quer, quem tem que cuidar da corrupção quando houver é a policia a justiça e o mp, governo tem que governar, parece que alguns do governo tem o cerebro embotado, não votamos na Dilma para ela combater a corrupção, não elegemos um xerife e sim um presidente da republica, votamos para fazer do Brasil um país melhor.

    • Renata

      Foi o recado que o Lula deu para ela – deixar de lado esse assunto. No entanto, o governo fez o oposto. Legitimou a reivindicação da manifestação branca – como se fosse disso que se trata – e não a de 6a. Ai, ai.

  • Thiago

    Caros,
    Fato que, cada vez mais, vejo pessoas “largando a bandeira” do PT e do governo. Se com esse pessoal da chamada “elite branca” não há diálogo, vejo que do outro lado, está cada vez mais difícil sair da mesmice.
    Tudo agora é coisa do que se convencionou chamar de PIG… ORAS! Um governo tem que fazer valer a constituição… só na hora que começaram a “fritar” o petistas e governo a valer, parece que alguém se atentou pra isso. Sejamos francos: a regulação econômica da mídia só “entrou na agenda” depois que Dilma ganhou a segunda eleição.
    Porém, já cansei de dizer a amigos ligados ao PT, alguns que até já tiveram cargos: não adianta querer alimentar o discurso da regulação e da reforma política, quando de fato, o partido passa por uma crise de credibilidade ferrenha… creio até que um encolhimento eleitoral e um possível desaparecimento, não são absurdos a se considerar. Não é possível que esse ódio todo seja só fruto da campanha nefanda da mídia… acho muito cômodo ficar nesse monodiscurso, sem se debruçar com lupa sobre – inclusive – as manifestações de ontem. Creio que se criou uma ficção. Se é fato que o PT realizou medidas importantíssimas e das mais necessárias, em outros pontos, foi tão ruim, ou até pior, ou nulo igual, governos tucanos. Vá visitar uma carceragem qualquer, um posto da Previdência Social, uma Agência da Caixa, entre outros exemplos inúmeros, pra ver se aquilo é de fato o que uma população espera. Noutro ponto, vá visitar alguns fundões do Brasil, ou mesmo fundões das cidades, pra ver se o Estado chegou ao benefício destas. A estupidez de ter pautado um desenvolvimento econômico, no consumo imediatista afim do aquecimento, sem fomentar – com políticas públicas – outras formas de inserção no todo, de individuos. Percebo cada vez mais no meu dia a dia, o quanto isso foi nefando e que ainda não podemos prever as consequências disso. O Gilberto Carvalho já tinha alertado pra isso, e virou voz isolada no governo Dilma, acabando por ser demitido.
    Recentemente tivemos o problema do FIES, relatado aqui pelo Edu… vi pessoas que perderam o programa por conta da crise no sistema que não oferecia acesso. Aquele monte de mensagens mandadas pelo MEC que deixaram alguns em pânico. E sejamos francos: aquela desculpa de aumento das mensalidades de modo unilateral, não foi algo de forma generalizada como afirmaram alguns. Quando relatei a pessoas do PT sobre o tema, a resposta foi: “Deixa falir!”. Como é possível isso?!?!? São 2 MILHÕES de pessoas que são beneficiadas por um programa que não é “qualquer coisa” na vida delas! “Deixa falir”?!? Estão mais preocupados em causar estrago na vida do empresário da educação pertencente à “elite branca” do que com os 2 milhões de baixa renda?!?!? E pior, vindo de gente de dentro do partido ou que o apoia?!?
    Outro dia numa agência da Caixa estavam umas pessoas em pânico. Segundo o que entendi, o mesmo problema que sofreram as pessoas já antigas de FIES, sofriam agora algumas pessoas do “Minha Casa, minha vida”… justiça seja feita, os bancários estavam enlouquecidos tentando obter informações sobre as supostas mudanças, que não se tinha ainda nenhum comunicado oficial de novos procedimentos… assim como foi, e está sendo com o FIES, até hoje, sem nenhum comunicado oficial do MEC ou FNDE.
    Tenho amigos próximos que trabalham na Funai e outras organizações da questão indígena, disseram que em todo tempo que estão lá, nunca o tema foi tão abandonado por um governo, como o governo Lula, mas sobretudo, Dilma, onde por vezes, é como se mostrasse como um “tratos” com as comunidades.
    Muito se fala sobre a questão da violência policial. Fato é: as policias são atribuições dos governadores (militar e civil), mas a legislar sobre matéria penal é competência da esfera federal… e até hoje, não se houve UMA proposta, sequer um início de discussão oficial, sobre temas sensíveis, que por vezes, são o foco da violência policial, que ao menos indicasse um rumo em certo sentido civilizatório… ou ao menos, que se pensasse em temas doloridos, fora da esfera penalista, como acontece em demais países.
    Teria muito mais a escrever, mas acho que meu comentário nem será aceito… dias atrás escrevi um pra comunicar sobre o caso Fies, e não foi aceito…. enfim, sem problemas.
    Se a mídia faz uma campanha contra o governo e o PT, faz, é fato e ninguém nega… mas ainda bem que ela faz de modo rasteiro… porque se fizesse nos pontos “certos”, ou o governo e PT se reinventavam nas suas bandeiras, ou estariam no chão em seis meses. Querer minimizar, ou simplesmente rotular o que foi domingo, é pedir pra apanhar nas urnas, e logo, logo, nas ruas… tem que se olhar “com lupa” ao que está acontecendo… não é só ódio de classe alimentado pela mídia, há uma insatisfação generalizada e é preciso compreender, senão eleitoralmente, ao menos politicamente crível. Acredito que PT e petistas erram em satanizar a classe média, como fez a sra. Marilena Chauí, quando foi bem infeliz – ao meu ver – em vídeos amplamente divulgados na rede, vejo agora alguns também rotulando o tacanhice de alguns slogans de 15/03, de “coisa de classe média”… generalizar assim é um erro, e vai custar caro… o “motor” do país é de forma intensa essa classe, que se percebe cada vez mais apertada e esmagada, até tantos que ascenderam, estão já em início de declínio.
    Enfim, recomendo o texto de hoje da Eliane Brum no El País “A mais maldita das heranças do PT” e os últimos textos do Matheus Pichonelli, em seu blog no Yahoo. Continuarei um leitor assíduo do Blog da Cidadania, e continuarei recomendando… mas, precisamos fazer ma crítica, para correção de rotas, que já tardam em acontecer. No mais, precisamos lembrar que “elite branca”, foi um termo forjado por um conservador, que até hoje deve causar inveja na esquerda… e que muitos desta, jamais tiveram coragem de proferir, até se verem na “vitrine sob ameaça de pedrada” (não é uma crítica a você, Edu)… e no fim, ao que parece (embora não goste muito de previsões), em 2018 acaba o ciclo de governos populares… se continuar assim, sem as devidas medidas, além de observar o clima que vai se instalando sem a devida sapiência, será nossa triste profecia.

    • Georgeis10

      Comentário absolutamente sincero e brilhante!

  • Zé Olavo

    A Marcha dos Hipócritas (por Leandro Fortes)

    http://www.sul21.com.br/jornal/a-marcha-dos-hipocritas-por-leandro-fortes/

    Primeiro, vamos combinar uma coisa: se você votou em Aécio Neves, nas eleições passadas, você não está preocupado com corrupção.

    Você nem liga para isso, admita.
    Aécio usou dinheiro público para construir um aeroporto nas terras da família dele e deu a chave do lugar, um patrimônio estadual, para um tio.

    Aécio garantiu o repasse de dinheiro público do estado de Minas Gerais, cerca de 1,2 milhão reais, a três rádios e um jornal ligados à família dele.
    Isso é corrupção.

    Então, você que votou em Aécio, pare com essa hipocrisia de que foi às ruas se manifestar porque não aguenta mais corrupção.
    É mentira.

    Você foi à rua porque, derrotado nas eleições passadas, viu, outra vez, naufragar o modelo de país que 12 anos de governos do PT viraram de cabeça para baixo.

    Você foi para a rua porque, classe média remediada, precisa absorver com volúpia o discurso das classes dominantes e, assim, ser aceito por elas.

    Você foi para a rua porque você odeia cotas raciais, e não apenas porque elas modificaram a estrutura de entrada no ensino superior ou no serviço público.

    Você odeia as cotas raciais porque elas expõem o seu racismo, esse que você só esconde porque tem medo de ser execrado em público ou nas redes sociais. Ou preso.

    Você foi para a rua porque, apesar de viver e comer bem, é um analfabeto político nutrido à base de uma ração de ódio, intolerância e veneno editorial administrada por grupos de comunicação que contam com você para se perpetuar como oligopólios.

    Foram eles, esses meios de comunicação, emprenhados de dinheiro público desde sempre, que encheram a sua alma de veneno, que tocaram você como gado para a rua, com direito a banda de música e selfies com atores e atrizes de corpo sarado e cabecinha miúda.

    Não tem nada a ver com corrupção. Admita. Você nunca deu a mínima para corrupção.

    Você votou em Fernando Collor, no PFL, no DEM, no PP, em Maluf, em deputados fisiológicos, em senadores vis, em governadores idem.

    Você votou no PSDB a vida toda, mesmo sabendo que Fernando Henrique comprou a reeleição para, então, vender o patrimônio do país a preço de banana.

    Ainda assim, você foi para a rua bradar contra a corrupção.

    E, para isso, você nem ligou de estar, ombro a ombro, com dementes que defendem o golpe militar, a homofobia, o racismo, a violência contra crianças e animais.

    Você foi para a rua com fascistas, nazistas e sociopatas das mais diversas cepas.

    Você se lambuzou com eles porque quis, porque não suporta mais as cotas, as bolsas, a mistura social, os pobres nos aeroportos, os negros nas faculdades, as mulheres de cabeça erguida, os gays como pais naturais.

    Você odeia esse mundo laico, plural, multigênero, democraticamente caótico, onde a gente invisível passou a ser vista – e vista como gente.

    Você foi não foi para a rua pedir nada.

    Você só foi fingir que odeia a corrupção para esconder o óbvio.

    De que você foi para a rua porque, no fundo, você só sabe odiar.

  • Roberto Guimarães

    EDU, me parece que os problemas começaram e se agravaram depois das duas reuniões que um dos filhos do Roberto M. teve com a Dilma. Até hoje não se sabe o que foi falado. Especulou-se, na época, que os assuntos teriam sido publicidade e lei de médios mas não se sabe nada sobre o diálogo entre ambos. Não se sabe se foi cordial, tenso, ríspido, ameaçador ou se chantagens ocorreram. Os filhos estão mostrando o poder que possuem e sempre possuíram. Jango e Collor não suportaram. Será Dilma forte o bastante para permanecer no cargo ou eles vão vencer mais uma?

  • Trazibulo Meireles de Souza

    É um desrespeito ao povo de São Paulo um governador eleito democraticamente, apesar do poder econômico e do estelionato da água, apoiado, majoritariamente pela mídia, liberar as catracas de metrô para forçar uma manifestação golpista de uma emissora de TV, a globo (minúscula mesmo).

  • Sonia Alves

    Querida classe média,

    Não escrevo para defender o PT. Tenho lhes enviado textos e análises consistentes do momento histórico por que passa o nosso país. Visões de pessoas com conhecimento e formação e que não estão contaminadas pelos sentimentos de hipocrisia e histeria.

    Por que hipocrisia e por que histeria?

    Hipocrisia, porque vocês, da classe média, não estão interessados em combater a corrupção. Se estivessem não teriam votado em Aécio Neves. Segundo a pesquisa Data-Folha, 82% dos revoltados da Paulista votou em Aécio Neves. Como pode gritar contra a corrupção quem vota numa pessoa que construiu, com dinheiro público, dois aeroportos em terras da família?

    Como pode bradar pela ética quem votou em Geraldo Alckmin que está enterrado até o pescoço nos escândalos de desvios milionários dos trens e metrô de São Paulo?

    Vocês, classe média, marcharam contra a corrupção ao lado do juiz do Trabalho Domingos Sávio Gomes dos Santos, afastado do CNJ por corrupção; ao lado de Fernanda Mano de Almeida, filha de ex-diretor do Metrô, cuja conta na Suíça está recheada de milhões desviados do trensalão de São Paulo; ao lado, ainda, do primo do governador Beto Richa, o lobista Luiz Abi, preso, um dia após as manifestações, por fraude em licitações no governo do Paraná.

    Onde estavam vocês, classe média, quando o Brasil assistia a compra de votos de mais de 200 parlamentares do Congresso Nacional, por um presidente, por montante maior de R$ 200.000,00 cada um para ver aprovada a sua reeleição?

    Onde estavam vocês quando o patrimônio nacional estava sendo dilapidado, vendido a preço de banana às multinacionais sedentas de lucro? Quando as privatizações desenfreadas e sem nenhum critério amealharam milhões que hoje estão nas contas pessoais do HSBC na Suíça?

    Onde estavam vocês nos tempos dos escândalos da Pasta Rosa, do BNDES, dos Bancos Marka e FonteCindam, entre tantos outros que foram soterrados pela Procuradoria Geral da República a mando do presidente da época?

    Vocês não foram para as ruas.

    Eu vi, pelos estudos da história desse país, que vocês, classe média, estiveram nas ruas sim, contra outro governo democrático e popular que tentava ampliar os direitos trabalhistas, fazer a reforma agrária e aprofundar os direitos sociais. Esse governo, de João Goulart, vocês derrubaram. Vocês encheram as ruas com a “Marcha da família, com Deus, pela liberdade”, que abriu caminho para o golpe militar de 1964 que jogou o Brasil no obscurantismo, institucionalizou a prática da tortura, matou, calou e aprofundou as desigualdades sociais e a dependência do Brasil ao poderio econômico dos países do hemisfério norte.

    Agora, vocês querem fazer o mesmo.

    A histeria coletiva é outro fenômeno que abateu a classe média de 64 e a de agora. Propaga-se o medo do apocalipse na economia brasileira.

    Pois bem, vamos, de novo, aos fatos: o país está com um índice de desemprego em torno de 6%, com uma inflação de 7,70% (inflação acumulada de 12 meses), uma taxa de juros (taxa selic) de 12,65% ao ano e um crescimento do PIB, no último ano, em torno de 1%.

    Onde estavam vocês quando o Brasil viveu um crescimento do desemprego de mais de 47%, chegando a 12,6% da população desempregada? Quando a inflação chegou a 12,52% em 2002; quando a taxa de juros (selic) chegou a 45% ao ano; e quando o PIB foi negativo, todos na era do sociólogo FHC? Onde estavam quando o Brasil quebrou três vezes no período de oito anos de governo desse sociólogo?

    Onde encontrar vocês quando a fome no Brasil era manchete dos principais periódicos do mundo; quando a concentração de renda era uma das mais altas do planeta; quando o trabalho infantil, esse sim, era motivo de vergonha dos brasileiros; quando sofríamos apagão energético, afundamento das plataformas de petróleo, e os aposentados eram chamados de vagabundos?

    Não vi vocês nas ruas.

    E não vi porque, embora o Brasil vivesse os maiores escândalos de corrupção e amargasse suas piores crises econômicas, tudo estava na mais perfeita ordem. Os lucros da elite dominante estavam garantidos. O governo de então representava os interesses dos donos do poder econômico. O PROER continuava salvando bancos de suas atividades criminosas, com mais de 60 bilhões de reais de dinheiro público. As grandes fortunas não estavam prestes a serem taxadas. As empresas continuavam obtendo lucros gigantescos em detrimento dos baixos salários; os aeroportos eram espaços privativos de poucos.

    Vocês, classe média, vão conseguir. Vão conseguir derrubar uma sequência de 12 anos de governos democráticos e populares que garantiram: a ascensão de mais de 30 milhões de brasileiros à classe média, saindo das profundezas da pobreza; a erradicação do trabalho infantil através do programa bolsa família; o acesso dos jovens pobres das periferias às universidades, através do PROUNI e do FIES; a vida digna de milhares de pessoas com a valorização constante do salário mínimo, melhorando, inclusive a vida dos aposentados; o crescimento do nordeste brasileiro, retirando-o da penúria da falta de água, através da construção de inúmeras cisternas que nenhum outro governo fez. Governos populares que resgataram a altivez do país alterando sua condição de devedor à credor do FMI; que colocaram o país no patamar de líder da criação de mercados comuns na América Latina e presidente do Banco dos BRICS, alternativas de mercados para além das fronteiras impostas pelo império do capitalismo.

    Isso, vocês vão conseguir. E não importa se os muros das universidades ficarão intransponíveis aos mais pobres e se, como consequência disso, o Brasil vá atrasar mais décadas na formação de seus jovens para um trabalho mais qualificado e para o avanço da pesquisa e da produção científica.

    Não importa se os direitos trabalhistas recuarem aos níveis do século XVIII, sem décimo terceiro salário, sem férias remuneradas, sem direitos das empregadas domésticas.

    Não importa se a concentração de renda voltar a crescer, a miséria voltar a abater os mais vulneráveis, se o crescimento econômico for desigual privilegiando o sul e o sudeste em detrimento do restante do país.

    Não importa se ficaremos de novo de joelhos frente aos países centrais do capitalismo, esmolando empréstimos, vendendo nossas estatais (ou que o sobrou delas) e, quem sabe, vendendo até a amazônia para garantir a ganância crescente de lucros do capital internacional.

    Isso não importa. Importa tudo estar na mais perfeita ordem, a ordem dos interesses da classe dominante: os aeroportos vazios, frequentados apenas pelas madames e pelos emplumados; as faculdades cheias de mauricinhos e patricinhas disputando as melhores grifes; as senhoras dos jardins podendo gastar mais nos shoppings e em Miami porque estão pagando menos suas empregadas.

    E quando vocês, classe média, conquistarem isso, estarão sentados em volta do picadeiro aplaudindo a elite no centro do tablado. O ódio de classe de hoje dará lugar a sorrisos sarcásticos e opulentos. Mas, lembrem-se, a vocês, classe média, não irão sobrar nem as migalhas do bolo. Mas, novamente, isso não importa. Importante é vocês terem marchado com eles. Vocês não precisam ter o que eles têm. A vocês basta se parecerem com eles.

    Um abraço.

    Sônia Alves – economista
    São Paulo/Sp