Agradeça às suas “meninas”, Jô!

Opinião do blog

jô capa

 

Como todo mundo que tem ao menos algum resquício de senso de justiça, fiquei satisfeito com a entrevista que Jô Soares fez com Dilma Rousseff na última sexta-feira (12/6), no Palácio da Alvorada, residência oficial da presidente da República.

Ainda que alguns analistas realmente independentes tenham avaliado que o humorista e apresentador “pegou leve” com a entrevistada, entendo que a iniciativa dele pretendeu dar voz a quem não tem tido por conta do massacre fascista de que tem sido alvo, de forma que ele a deixou se expressar mais livremente.

Quem quiser assistir ou rever a entrevista antes de continuar lendo o post, pode fazê-lo no vídeo abaixo – ou pode voltar a este ponto ao fim da leitura.

Claro que, no atual momento político, já era esperado que Jô entrevistasse Dilma civilizadamente – pois há algum tempo ele vem se posicionando em defesa dela – e que, após a entrevista, os famigerados fanáticos de extrema-direita tratassem de agredir a ambos.

O ponto de vista deste blogueiro sobre uma entrevista ideal é aquela em que o entrevistador faz ao entrevistado perguntas que ele possa responder, não perguntas que não passem de provocações, pois, aí, não há entrevista e, sim, debate.

Só para ilustrar a questão, confira, no vídeo abaixo, como foi que entrevistei a presidente, ano passado. O áudio está um pouco ruim, mas quem tiver um bom equipamento conseguirá ouvir.

Como se pode notar, apesar de ter feito uma questão que alguns dirão ser favorável à então candidata à reeleição, houve, sim, um questionamento. Critiquei o mutismo do governo e inclusive da presidente no que diz respeito ao contraponto que precisava ser feito aos ataques da mídia. A pergunta, basicamente, foi a seguinte:

— O seu segundo governo continuará apanhando calado?

Nesse aspecto, portanto, acho que Jô fez as perguntas certas. Apresentou questões que os antagonistas da presidente fazem e a deixou dar a sua versão dos fatos.

Claro que um certo jornalismo – coincidentemente, praticado pela mesma emissora que emprega Jô Soares – não costuma agir assim – todos se lembram da entrevista feita pelo âncora do Jornal Nacional, William Bonner, durante a eleição presidencial do ano passado, em que não deixava a entrevistada sequer responder às questões que fazia em tom que, longe de questionador, foi, literalmente, insolente.

Isso que você assistiu acima – se é que teve estômago para rever – não é entrevista e muito menos jornalismo; é debate político.

Não me darei ao mau-gosto de reproduzir os piores ataques que Jô Soares recebeu, pois a grande maioria foi agressiva não só à primeira mandatária da nação, mas, também, ao gênero feminino. Mas alguns exemplos mais “suaves” podem ser mostrados.

jô 2

 

jô 3

Como chegamos a isso? O que está acontecendo com Jô deveria servir de exemplo a todos os comunicadores que hoje se unem a essa onda fascista; no futuro, se contrariarem esses fanáticos, já sabem o que os espera.

Mas o fato é que não se pode negar que Jô, apesar de ter sido corajoso em sair em defesa de Dilma, tem responsabilidade pelo que aconteceu e eu nem preciso dizer por que.

Mas, assim mesmo, direi: por que, diabos, ele inventou o quadro antipetista “As Meninas do Jô”? Ou melhor: por que montou esse quadro com a configuração que vem se estendendo através dos anos, com “petefóbicas” como Lilian Witte Fibbe, Ana Maria Tahan ou Lucia Hippolito?

Todos se lembram muito bem do que elas fizeram ao longo dos anos, nesse quadro. No julgamento do mensalão, por exemplo, foi um massacre. Histriônicas, partidarizadas, transformaram o programa do Jô em uma sessão de masturbação antipetista.

É óbvio que ajudaram a inocular veneno nas mentes frágeis desses fanáticos que vilipendiaram como puderam o apresentador por ter entrevistado a presidente da República com respeito e seriedade.

Não acredito que Jô não pudesse ter ao menos colocado jornalistas menos partidarizadas nesse quadro. Poderia ter convidado, talvez, uma Cynara Menezes, à época colunista da Carta Capital, por exemplo, para integrar aquela bancada feminina de analistas políticas.

Lamento pelo Jô, pelos ataques que sofreu e pela mais do que provável demissão que o aguarda ao fim do contrato com a Globo, ano que vem. Mas não consigo entender por que ele serviu por tanto tempo a essa máfia midiática e só agora decidiu se rebelar.

 

153 comments

  • Eduardo, não sei se é o meu computador, mas abaixo do vídeo (Dilma e Jô Soares) está escrita a seguinte frase: “Isso que você assistiu acima – se é que teve estômago para rever – não é entrevista e muito menos jornalismo; é debate político”.

  • Não é só o Jô, muita gente está se rebelendo contra esta máfia global. Vai fazer 13 anos que não vejo esta máfia e muitos já fizeram o mesmo. Para você ter uma ideia, sou Pernambucano e torcedor do Sport que disputa a série A do Brasileiro e o campeanato Pernambucano que é comprado pela máfia. Prefiro ouvir no rádio a ver na máfia. Globo morreu para mim a 13 anos atrás.

  • Tomara que ele tenha repensado, se for o caso antes muitíssimo tarde do que nunca, mas infelizmente o Fascismo se instalou, não viverei tempo suficiente para ver a tragédia em que isso vai terminar.

  • Respeitosamente discordo somente do tom da entrevista.
    Poderia ter perguntado, entre outras coisas, a questão do “sigilo, por questões de segurança nacional”, dos famigerados cartões corporativos, sigilo esse que (dizem!) começou no primeiro governo Lula quando vai der desvendada. E o porque do governo não querer diminuir os ministérios, medida que poderia reduzir os gastos públicos, entre outras coisas? E mais uma coisa: presidente é um cargo, merece respeito. Ele deveria se dirigir à presidente como “senhora”, não como “você”… opinião minha, claro… no mais abraços, Edu, e sempre na torcida para tua filha! 🙂

  • De fato é algo interessante de ser questionado. Porque pelas poucas vezes que assisti àquele quadro com as “meninas”, nunca vi o Jô fazer um contraponto realmente importante a elas. Simplesmente deixava elas discorrerem histericamente sobre os assuntos. Agora uma coisa fundamental é que não estamos contra o quadro em si, só que o Jô soares teria estofo suficiente para convidar uma Cynara, uma Laura Capriglioni, enfim, alguma jornalista capaz de realmente fazer um contraponto relevante. Nunca fez isso. A única conclusão que posso tirar disso é: o gordo tá chutando o balde. Sabe que vai cair fora, porque a Globo não o quer mais e porque ele também provavelmente não queira nem a Globo e nem qualquer outra emissora, porque está velho, porque já ganhou muita grana e porque é inteligente pra saber a hora de parar.

  • Depois que a Mariana Godoy revelou em entrevista recente que o Bonner fala é o que os “chefes”mandam (o que todos nós já sabíamos aliás…), vou dizer o quê desta “entrevista” PODRE, VERGONHOSA, MAL ENCOMENDADA? Não foi à toa que, ao anunciar a vitória de Dilma no JN (e ele minutos antes já estava avisado de que, falsamente, o Aecim teria ganho as eleições), levou um susto e ficou com cara de “bundão”, tal e qual a cara do Merval, no mesmo momento exato. Vi tudo ao vivo e a cores! E a Cristiana Lobo, pior ainda, ficou de óculos na ponta do nariz, lendo os resultados na tela do seu “notbook”, com cara de quem não estava acreditando… Dizem as “más línguas”, aliás, que ela teria feito cocô, tamanho o estado nervoso que ficou.. A propósito ainda, minutos antes das 20 horas, a bancada de “comentaristas” da Globonews era só sorrisos, porque, também, já estavam “avisados” de que o resultado era praticamente Aecim na cabeça! Deu tudo errado, às 20 horas, e aí, tive “orgasmos” de alegria! Agora, com certeza é Lula 2018! SE DEUS QUISER, PARA O BEM DESTE PAÍS!

  • Eduardo Guimarães e amigos do Blog da Cidadania…

    Acabei de receber um telefonema de uma pessoa maravilhosa, a Maria Antônia, esposa do Jeffrey. Estou feliz por estar de volta a nossa casa. Mas vou dar um recado a militância de coxinhas e reaças: não esperem vida fácil comigo, até porque jamais os perdoarei por se terem feito passar por mim, não apenas me mudando de partido, mas, como disse Maria Antônia, mudando meu caráter.

    Um grande abraço a todos.

    • Sabia que havia alguém se passando pelo Wilsoleaks Alves aqui no blog. Os comentários postados pelo falso Wilso estavam por demais destoantes do que costumávamos ler do verdadeiro Wilso. Bom retorno, Wilsoleaks! A luta continua!

        • Eduardo,
          Ontem passei a tarde quase inteira procurando pelo Wilson na internet até encontrá-lo. Não foi tão difícil: sabia seu nome completo, a profissão e a cidade em que mora, que não é tão grande, o que facilitou, pois não tem tantos Wilson com o mesmo sobrenome, bem como o telefone que é do trabalho e por isso está na Listel. Foi muito agradável falar com ele. É gentil como parecia ser e muito bem-humorado. Para mim que tenho obsessão em observar comportamentos e caráter me incomodava profundamente, não o fato de ter mudado de ideologia política, o que me parece possível e natural, mas mudar a essência e a estrutura do caráter só é possível se acometido de algum tipo de doença neurológica e/ou então ter sofrido alguma pancada na cabeça! O Wood Allen tem um filme de comédia “Todos dizem eu te amo” que é bem interessante. Trata de mudança de caráter e ideologia política de um jovem por ter sofrido um acidente!
          Abraços
          Maria Antônia

          • Obrigado, querida amiga Maria Antônia. Você fez uma coisa muito legal que foi mostrar que amigo feito na internet pode ser amigo de verdade e não só virtual.
            Um grande abraço em você e no Jeffrey. Farei todo o possível para estar a altura dos debates.

          • Mauro,
            Obrigada.
            Dei uma pesquisada sobre o caso que você postou. Não o conhecia. É muito interessante e encontrei vários filmes e documentários sobre o caso Phineas Gage e outros semelhantes.
            Abraços
            Maria Antônia

        • E-mail falso, nomes falsos são artifícios que nenhum de nós tem a capacidade de produzir, nesse quesito os reacionários são insuperáveis.
          Abração Edu.

    • Grande Wilson,

      Eu sabia que tinham se passado por vc. Olha só o nível dessa gente. Não agravando a todos, mas tem muito psicopata na direita. Que bom.

      Abraço

    • Salve o Rei! Feliz regresso! Agora, quero dizer que fez-me muito mal rever o vídeo em que os marionetes globais, Bonner e Poeta, entrevistaram Dilma. Foram de preto à entrevista. Bonner foi de uma grosseria e estupidez jamais imaginável. Falta de respeito à Presidenta de seu país. Não há perdão para comportamento tão deplorável. NÃO VEJO MAIS O JN. Faz mal à minha saúde. Ver para que? Se o próprio Bonner já teria afirmado pouco antes de iniciar seu jornal, que era a hora de enganar o povo.

    • Feliz por sua volta, amigo Wilson. Sabia que não era você. O que aconteceu quando você viu que estavam usando seu nome? Ficamos bem confusos no começo, mas logo vimos do que se tratava. Bom retorno!

  • Dizem – e a mudança de atitude dele, se apartando do clima geral de “joga bosta na Geni (PT)” bate – teria relação ao falecimento do filho excepcional que ele tinha. Até no DCM, se não me engano, saiu uma matéria falando isso.

  • Você acha que ele “decidiu” se rebelar? O programa que Jô Soares apresenta não é dele, é do patrão dele, afinal, é custeado, produzido e transmitido pela Globo. Seria ingênuo achar que Jô tem autonomia para fazer algo diametralmente oposto ao que o patrão deseja em seu programa. Para quem duvida, basta lembrar-se das recentes declarações da jornalista global, cujo nome não me recordo, que após mais de 20 anos na emissora foi demitida e contratada pela RedeTV. Ao falar sobre a nova emissora, disse que finalmente o público a conheceria, pois nesses mais de 20 anos de Globo não teve oportunidade de agir como pensava em um só instante, já que todos os questionamentos que fazia eram determinados pelo editor, o que seria diferente na nova emissora, coisa que não acredito. Por isso, independentemente de suas posições pessoais(que acredito que sejam conservadoras)Jô, com as meninas e agora na versão “progressista”, segue um roteiro do seu patrão. Pode-se afirmar que é absurda essa colocação, pois porque a Globo, que dia sim e outro também bate no Governo Dilma, elegeria um dos suas estrelas para afagar a Presidenta? Todos conhecem a técnica do “policial mal, policial bonzinho”, pois acredito que seria uma versão dessa técnica, não exatamente a mesma, o que motivou a ação da Globo. Os Marinho sabem que precisam destruir Lula para impedir a continuidade do PT no poder e até mesmo a viabilidade do Governo Dilma. E já começaram a fazê-lo com a divulgação no Jornal nacional da enésima farsa destinada a atingí-lo. Por que não completar esse ataque começando por separar Dilma dele, num momento em que a Presidenta está fragilizada, com a popularidade baixa, apanhando diariamente, com problemas políticos e cercada pela direita? Não seria esse o melhor momento para atrair Dilma, com uma promessa de alívio, demonstrada por Jô, do tipo “veja como seria se fôssemos amigos?” Pode-se dizer que a Globo sabe que Dilma não se deixou seduzir pela mídia no início do primeiro mandato, quando os barões midiáticos tentaram separá-la de Lula, mas agora as condições são outras. Sem contar que nada melhor para enfraquecer Lula se, juntamente com as acusações, começarem a ocorrer deserções entre seus aliados. E qual a melhor deserção do que o afastamento da sua criação maior, Presidenta da República? O fato é que não acredito em acasos ou coincidências em política, como também tenho certeza de que a autonomia de Jô é nenhuma, como também a de todos os outros Globais e e sei que a Globo não dá ponto sem nó. Por isso, a despeito da entrevista feita por Jô com Dilma, que realmente foi boa, enxerguemos o que há por trás disso e saibamos que o apresentador responde a seus patrões e por isso faz parte de uma engrenagem perversa, que sabota o país sem parar há 50 anos e não agiria diferente agora, mesmo se parecer fazê-lo.

    • Eu gostei da entrevista, foi um golpe de mestre da emissora para ganhar uns pontinhos no IBOPE. Mas eu não confio em absolutamente NADA que venha dessa emissora relacionado a política. Como vc bem disse, eles não dão ponto sem nó, fiquemos atentos para os próximos episódios dessa aproximação via Jô, que por muito tempo eu não assisti por achá-lo chato, e qdo colocou as tais meninas, perdeu totalmente! A Globo não joga pra perder, isso pode sim, realmente ser uma forma de afastar a Dilma do Lula.

  • De fato, a entrevista foi um momento histórico. Uma conversa entre duas pessoas inteligentes sem rapapés nem apologias baratas . Sempre chamei minha mãe – por quem sempre tive muito respeito e ela muita autoridade – de “você”, porque ela dizia que o “senhora”era apenas uma forma de tratamento convencionada e que não cabia numa relação que deveria ser afetuosa, franca e de confiança.
    Jô tratou a Presidenta por “você” todo o tempo exatamente nessa linha. Assim permitiu a Dilma mostrar-se, antes do cargo, como Pessoa. E nisto, ela é grande como País que a elegeu. Tranquila, coerente, ciente de suas metas, profunda conhecedora do Brasil, mas com a simplicidade de uma cidadã que ama o seu País e luta por fazê-lo melhor. Eu ficaria muito mais horas ouvindo-a falar… tranquila porque entreguei a Dilma, como a Lula, os meus votos de confiança. Obrigada, Jô, com esta você também fez História!!!

  • Também não entendo porque o Jô Soares deixou a sua credibilidade cair ao se tornar um serviçal da famiglia Marinho. Ele perdeu muito com isto.

    Nunca é tarde para reconquistar a credibilidade que perdeu. Mas como o Eduguim escreveu, Jô Soares ajudou a criar um monte de coxinhas que agora jogam pedra nele.

  • É estranha mesmo essa mudança de atitude do Jõ. Não acredito que seja demência senil. Ele não da sinais disso. Muito pelo contrário, demonstra estar antenado com o momento histórico, raciocínio perfeito, presença de espírito e uma pitada de humor. Mas alguma coisa ele deve ter enxergado, que ninguém sabe explicar o que seja.

  • Boa, Eduardo! Talvez os 77 do Jô — e contemporâneas alterações em sua vida — me forcem a ponderar que não mais serve à máfia com a precisão de outrora.

  • Tem horas que fico espantada com esses fascistas que de repente mostraram as garras. Isso que estão fazendo é INTIMIDAÇÃO, temos que dar um basta nisso.

  • Fala do português ridículo do Rodrigo Constantino, mas comete erros crassos

    “Mas o fato é que não se pode negar que Jô, apesar de ter sido corajoso em sair em defesa de Dilma, tem responsabilidade pelo que aconteceu e eu nem preciso dizer POR QUÊ.

    Mas, assim mesmo, direi: por que (por que a vírgula?), diabos (por que a vírgula?), ele inventou o quadro antipetista “As Meninas do Jô”? Ou melhor: por que montou esse quadro com a configuração que vem se estendendo através (não se utiliza o através nesse caso) dos anos, com “petefóbicas” como Lilian Witte Fibbe, Ana Maria Tahan ou Lucia Hippolito?”

    Amigão, o melhor é pegar essa bolada que a Prefeitura de Guarulhos está te pagando e contratar um redator. Só uma dica, tudo bem?

    • Hummm… Você está se pegando em querelas gramaticais por não ter o que falar ou por ser mesmo um tremendo mau caráter? Hein, Vinícius?

    • Vinícius, não exponha sua ignorância e presunção de forma tão aberta. Pegou-se em questiúnculas de acento e vírgulas, desconhecendo que o uso de “através” no sentido de “no decorrer de” está perfeito (“esses costumes prolongam-se através dos séculos” – Houaiss). Erro crasso que vejo é somente o de sua pessoa, que deveria saber um pouquinho mais de português antes de pretender corrigir os outros.

  • Em um trecho da entrevista o Jô afirma ter sido acusado agressivamente de ser Petista. Ou seja,, a Casa Grande só considera como partido politico e o direito de simpatizar com algum deles aquele que tenha o seu DNA oriundo do sangue azul das “zelites”. Partido proveniente da senzala tem que ser proscrito. Que democracia é esta sô.

  • Eduardo, ainda estou com um pé atrás em relação ao Jô e ao CQC. Muita gente de esquerda já está comemorando as “mudanças”. Eu prefiro aguardar os acontecimentos.

  • Jô, apesar das suas “meninas”, é um ícone da cultura brasileira. É inteligente, afável, engraçado. Mesmo pessoas inteligentes são passíveis de ter uma espécie de apagão, como esse, tão prolongado, que Jô teve. Embora eu possa estar enunciando um lugar comum, acredito que todo homem inteligente pensa na imagem que vai deixar para a História, ainda não seja essa História, assim com “h” maiúsculo, para a sua história pessoal, conhecida por seus amigos, conhecidos, etc. Pode ser que Jô ainda venha a aprontar alguma – os homens de gênio costumam ser impulsivos, inconstantes, mas creio que ele quis dar uma aliviada na própria barra, o que com certeza fez bem a ele e a nós que o admiramos, e estávamos bastante decepcionados com ele.

  • Guimarães não é exatamente aextrema direita quem mais está ganhando com a política neoliberal do governo.
    Medidas como juros de 14 , cancelamento das refinarias com uma reserva do tamanho do Pré Sal , e a possivel encomenda de dez sondas a Coreia do Sul tem outros beneficiados

  • Jô Soares entrevistou quase vinte mil pessoas e jamais alguém foi destratado no programa, só os idiotas podem “pensar” que com Dilma deveria ser na tora.

  • a minha dúvida não é sobre as motivações do jô no quadro ‘as meninas do jô’. a minha dúvida é sobre o que exatamente o levou a mudar de postura.

  • Jo Soares passou por dois momentos complicados: um tratamento de câncer e a morte do filho. Talvez essas duas vivências o fizeram rever seus conceitos e melhoram o seu bom senso!

  • Caro Eduardo e demais
    Tenho comigo a entrevista do Jô com a Dilma, mas ainda não assisti.
    Essa foto me lembra Jô sendo rodeado por suas Górgonas.
    Que ele tenha recuperado sua sanidade, ótimo, o mesmo posso fazer do CQC com o haitiano?!
    Acredito em momento, em fases.
    Alguma coisa, Jô e o CQC querem.
    Saudações

  • Edu, não podemos nos esquecer que além da tragédia de perder o único filho, Jô ,recentemente, quase morreu, acredito que estes acontecimentos fazem a pessoa repensar a vida. Acredito também que não podemos nos esquecer do CQC, foi uma lição de vida e de moral a reportagem a respeito do frentista Haitiano, são sinais de que pode estar começando a ocorrer uma pequena distensão, quem sabe assustados com a própria cria, que parece querer no Brasil as leis de um “Estado Islâmico” só que Cristão, vide o projeto da Cristofobia, tornando hediondo, falar mal de Jesus,( e os Ateus onde é que ficam?), e nos remeter de volta a Idade Média…

  • Concordo com muito do que disse o Carlos Henrique em seu comentário. Em princípio, o que imaginei foi que o Jô estaria com um pé na rua – tal como vem ocorrendo com muitos na Globo, para enxugamento da folha -, daí ele dar esta guinada de 180º, com relação a Dilma e consequentemente ao PT. Afinal, também convenhamos: embora bastante lúcido, ele já não mais goza de uma boa saúde, não baste a idade. No entanto, não acredito que a máfia deixaria ir ao ar a entrevista, acaso não tenha algum interesse sub-repitício nesta história… Acredito em várias alternativas, inclusive a busca de audiência, que, a cada dia que passa, fica mais pífia…

  • Os coxinhas pensam que só pobre e miserável podem defender o socialismo! Eles têm um grande egoísmo na alma, para achar que só quem não tem nada pode reivindicar algo. Eles acham que pessoas que têm uma boa situação de vida não podem querer a melhoria de vida dos excluídos da sociedade. O Jô está perdoado pelas vezes que falou mal de Dilma, pois ele recuou e mudou a atitude, reconhecendo o seu erro. Uma pessoa que age assim, merece ainda mais o nosso respeito.

    • Em que inflação, recessão, juros altos e desemprego em massa causados por esse desgoverno melhoram a vida dos excluídos da sociedade?

      Em que lugar do mundo o socialismo trouxe algo diferente de morte e escravidão?

      E sim, quem defende o socialismo não precisa fazer voto de pobreza. Mas defender o socialismo criticando de forma o capitalismo, mas usufruindo de tudo o que o capitalismo oferece de bom, como tecnologia acessível a todos (sim, a todos, ocorre barateamento e popularização), apartamentos em Paris, viagem para a Europa em classe executiva, e compra de enxoval em Nova York…ah, vocês têm de me desculpar, mas é de uma incoerência em igual.

      O pior é que esses “socialistas” na verdade são uma verdadeira burguesia do capital alheio, pois muitas vezes usufruem das benesses do capitalismo com o dinheiro dos nossos impostos.

        • Sinto informar, mas a economia da China não é planificada. Muito pelo contrário. É muito mais capitalista que a nossa. De comunismo lá, temos o partido único, a falta de liberdade e execuções sumárias.

          • “Sinto informar, mas a economia da China não é planificada. Muito pelo contrário. É muito mais capitalista que a nossa. De comunismo lá, temos o partido único, a falta de liberdade e execuções sumárias.”

            Vc não entende algo sobre China e comunismo. Vc tem apenas a idéia infantil e tosca que te passam, ou que vc mesmo inventou.

      • “Em que inflação, recessão, juros altos e desemprego em massa causados por esse desgoverno melhoram a vida dos excluídos da sociedade?”

        Inflação: Desde o começo do governo do PT, todos os anos tiveram a inflação fechada dentro da meta e, em alguns casos, antes do teto. No governo de FHC, passou-se algumas vezes do teto, terminando o seu último governo com 12% (já teve caso de atingir o pico de 45%).

        Recessão: Só tivemos recessão técnica em 2014. O consumo ainda é alto. Na época de FHC tinhamos recessão de fato.

        Juros altos: Já chegamos a ter juros na casa dos 8% (SELIC), agora estamos na faixa dos 12%. Na época de FHC já chegou a 45%, e terminou com 25%.. O que importa é a vontade de baixá-lo, como o governo FHC é pró-banqueiro, a vontade dele era mantê-lo alto, como o PT é pró-povo, apesar das dificuldades, a vontade é tentar baixá-lo.

        Desemprego: No governo arrochante e neoliberal de FHC, o desemprego terminou com 12,6%, nos do PT, 2014 fechou com aproximadamente 4,8%. O mês de abril de 2015 está em 6,4%, aumento por causa do momento crítico (apesar de crítico, não chega nem aos pés do que foi no governo FHC) e das sabotagens da Lava-Jato em querer parar as empreiteiras.

        Não preciso mostrar demais número de melhora de renda, combate à fome, criação de universidades e escolas técnicas, moradia, saúde, etc.

  • Edu, se o Jô estiver maquinando com seus patrões na tentativa de separar Dilma de Lula, será uma traição sem nome ao que seja um jornalismo sério, o que o levará a ser queimado no fogo do inferno!
    Prefiro acreditar que ele tenha tido um surto de bom senso!

  • Jô Soares, que não é bobo nem nada, sabe que a audiência de seu programa há muito não vai bem das pernas e já está preparando terreno para uma vaguinha na Tv Brasil ou para um patrocínio em algum blog. Foi assim com Paulo Henrique Amorim, Luís Nassif, Rodrigo Vianna, etc que serviam á Globo e quando foram postos para fora, passaram a adorar o PT, não sem uma boa verba de patrocínio, que ninguém é de ferro, né??

  • O oportunidade SÉRIA e madura, por se ouvir da opinião, ou da resposta devida a indagações, citações ou mesmo suspeitas lançadas contra um governante, pra mim é um direito inalienável que deve ser garantido por qq democracia madura a um chefe de Estado ..e um DEVER que também deve ser cobrado destas autoridades de forma regular e TRANSPARENTE, dada a inúmeros veículos, e não só a escolhidos, daí..

    ..daí que também defendo que a JUSTIÇA – ela que melhor deveria representar a sociedade – abra processo pra OUVIR também a presidentE sobre seus sucessivos atos que resvalam o crime de RESPONSABILIDADE, para, por exemplo?

    ..pra descobrir se ela realmente teria sido OMISSA, INCOMPETENTE, IMPREVIDENTE e/ou CONIVENTE diante dos sucessivos escândalos e/ou denuncias que escurecem o seu mandato e que aterrorizam o país..

    ..pra descobrir se ela teve mesmo responsabilidade direta, indireta e/ou de oficio, pelos diversos desvios e ou DESMANDOS BILIONÁRIOS (que passam dos US$ 150 bilhões) havidos nos últimos tempos na Petrobrás, Eletrobrás, Correios, Lava Jato, em empréstimos subsidiados dados a montaras e/ou a países estrangeiros via BNDES, nas pedaladas e cabeçadas cometidas pela política econômica INAPTA que hoje coloca-nos novamente expostos a um endividamento excessivo e a toda sorte de especulações e fragilidades macroeconomicamente, enfim.

    Quanto a entrevista propriamente ..aquilo não um entrevista, mas sim o que se chama de ESCADA ..foi amadora, INSERVÍVEL, superficial, chapa branca, insossa, tipica daquela de períodos eleitorais, ou ..ou como as que nos eram servidas por Amaral Neto, Ferreira Neto, do sofá da Hebe, ou da cozinha da NhaMaria devidamente dublada pelo Loro José, ou mesmo da época do Ibrain Sued ..de leve..

    https://www.youtube.com/watch?v=uJrud4r8emw

    nota – talvez a parte que mais retrate o pensamento da presidente – excetuando-se o longo tempo dedicado a exaltação do seu passado, e às sucessivas tentativas feitas pelo entrevistador que chegou mesmo a quase esgarçar o saco da mandatária – pra mim foi a parte em que ela intui que NO FUTURO o número de ministérios no país deverá diminui (BRAVO), e desafia achando que o das mulheres e da igualdade permaneceriam, assim como o do pesca (que hoje JÁ esta agregado ao da Agricultura) ..e pior, sem que a entrevistada conseguisse claramente responder se, DE FATO, conhecia o nome e pensamento dos diversos ministros que ocupam aquele monte de pastas inservíveis e decorativas.

  • Caro Eduardo,

    concordo com você, o Jô e suas meninas “ajudaram a inocular veneno nas mentes frágeis desses fanáticos”.
    Nunca imaginei que, em pleno Século XXI, voltaríamos a ser chamados de “comunistas”, pelo simples fato de usar uma camisa vermelha. Ai, meu Deus, voltamos aos anos 1970?

  • Uma coisa que notei com Jô, foi que, após a morte do filho dele, ele começou a tender para o lado da esquerda e a criticar a direita. Acho que ele repensou sobre tudo.

    Uma vez, na época do mensalão e das “meninas do Jô”, assisti a um destes fatídicos programas, e, na época, surpreendentemente, quando as meninas desciam a madeira em José Dirceu, ele falou que convidava José Dirceu para dar a versão dele, que José Dirceu já tinha ido antes lá e que as portas estavam abertas para ele se defender. Confesso que na época, achei estranho ele ter feito tal convite. Para mim ele era muito tucano. Cheguei a pensar que ele queria que Dirceu fosse para lá para ser massacrado.

  • Edu,

    a sua última frase é perfeita, eu me faço a mesma pergunta.Mas afinal, o que estaria por trás dessa entrevista?
    Será que o Jô tem tanta autonomia ,assim, na Globo?No quadro Meninas do Jô ele fazia o contraponto?
    Será que não faz parte de uma estratégia da Globo de bater e soprar?Ou estaria a Globo tentando uma aproximação por interesses?

  • Ja que estamos na região do imponderavel,das hipóteses,eu penso que as munição ta acabando.Anos e anos de massacre e os resultados foram um tiro pela culatra,perda de audiencia(lógico que o fator internet pesa),prda de credibilidade,o que é mortal para um veiculo de informação.Acho que a velha mídia esta dando uma no cravo outra na ferradura,assistindo o cenario que vai se desenhando e em uma subida da poularidade do governo,ainda mais alta esta possibilidade com entrada de um imenso volume de capital chines e ja agora com altas possibilidades de um retorno do Lula,muitissimo nenos”manso” que Dilma.Vai praticando uma dualidade,se preparando ou para mudar o curso ou continuar como esta.O que ja li de ex reporteres destas emissoras,ate citado aqui no post é que se pode ter certeza que a entrevista de Dilma jamais se faria sem a permissão do Kamel ou do filhos do Marinho (eles não tem nomes próprios como diz o PHA) e nem o CQC mudaria tambem sem permissão do alto.So estranho é o Jô,pois se não era da turma do “odeio Dilma” porque participou da campanha que soltou estes pitbulls que agora o atacam,só esta a minha interrogação, a mudança da pessoa Jô Soares ????

  • “Não acredito que Jô não pudesse ter ao menos colocado jornalistas menos partidarizadas nesse quadro. Poderia ter convidado, talvez, uma Cynara Menezes, à época colunista da Carta Capital, por exemplo, para integrar aquela bancada feminina de analistas políticas.”

    Edu, isso é sem chance na Globo, na Globo impera o macartismo do Ali Kamel-o, implacável com quem for de esquerda, apesar de que comentam que esse Cynara já foi da Veja e atacou pesado a dona Marta (quando ainda não havia voltado a ser a perua das antigas) nas eleições pra prefeito.

    O quadro era pra atacar o PT e também dar audiência ao programa, uniam o útil ao “agradável” (pra visão dominante na Globo que passou a ser de parte da população, o que prova que parte do país é sim ignorante e estúpido, um país onde a Globo passando o lixo que passa ainda tem audiência, é preocupante).

    “Lamento pelo Jô, pelos ataques que sofreu e pela mais do que provável demissão que o aguarda ao fim do contrato com a Globo, ano que vem. Mas não consigo entender por que ele serviu por tanto tempo a essa máfia midiática e só agora decidiu se rebelar.”

    Eu não serei implacável com o Jô como alguns esquerdistas coxinhas (ressentidos, gente mimizenta que se apega a tudo, detesto isso) estão sendo dizendo que ele não mudou. Ele perdeu o filho recentemente, que é uma porrada sem precedentes que qualquer família pode receber e isso muda muita coisa, fora o enquadramento que o Ali Kamel-o vem dando nele só porque ele se rebelou uma vez porque, independente do tucanismo do Jô, ele sempre foi democrata (contra a ditadura e das forças ligadas a isso, por essa razão tb acredito que houve mudança quando ele viu as milícias fascistas na rua, passa um filme na cabeça de quem sabe que a coisa é perigosa) e não tolera fascismo.

    A demora se dá porque muita gente não via ou tinha dimensão da porcaria que estava se formando, e muitos chamavam a gente de alarmistas, agora que o monstro botou a cara de fora, estão se dando conta aos poucos (pode ver que não há mais clima hoje pra marcha coxinha na Paulista, a depressâo chegou aos coxas pela perda de apoio).

    O que o PT não se toca (refiro-me à cúpula) é que o povo está sim de saco cheio do PT, e isso tem sido uma constante, tive uma discussão com um cara que votava no PT (mas não muito politizado), mas leu o que eu tinha a dizer, e estão de saco cheio do PT só que odeiam o PSDB. Na verdade o PT tem sido eleito pela aversão do povo ao PSDB e não por aquele voto convicto no PT como opção política. A cúpula do PT é que continua como Cinderela ignorando o que se passa vide as resoluções ridículas desse último congresso do PT que não mudou coisa alguma com esse panaca do Rui Falcão afundando o PT e a corriola carreirista que o circunda. Se esses caras têm algum apreço ao país e ao passado histórico do PT, deveriam renunciar e deixar espaço pra turma mais nova do PT renovar o partido, mas não largam o osso em hipótese alguma.

    Além daquela ala divisionista do caudilho Tarso Genro (a tal Mensagem que apoia o Zé tucano Cardozo e sua PF que quer cassar o PT e blindar tucanos).

    O Jô quer sair da Globo, isso é visível na cara dele, acho que não saiu por conta de multa e até um membro do sexteto dele foi posto pra fora. Espero que ele saia daquele lixo, ele ainda tem o que dar ao país ao contrário da máfia/Estado Paralelo dos Marinho.

  • Essa Lucia Hipólito , em especial, é uma hipócrita sem vergonha na cara.
    Durante o Governo Sarney gozou de uma sinecura no IBGE.
    Basta perguntar a ela ou a antigos funcionários do Instituto.

  • SEGUNDO AS PALAVRAS DO PRÓPRIO BLOGUEIRO ESCRITAS EM JULHO DE 2013:

    A madrugada de segunda para terça-feira foi uma farra para a oposição ao governo Dilma Rousseff. A concessão pública de TV entregue à família Marinho se transformou em palanque para ataques à presidente da República, ao ex-presidente Lula e ao partido de ambos.

    Em clima de festa, o apresentador global Jô Soares e sua entrevistada principal da noite, a colunista da Folha de São Paulo Eliane Cantanhêde, demonstravam uma excitação incontida com o cenário político desfavorável ao governo federal.

    Quem tiver interesse em ver com os próprios olhos e ouvir com os próprios ouvidos o uso de uma concessão pública com fins político-partidários, pode clicar aqui. Ou, então, pode ler este relato.

    Em um dos momentos mais bizarros, a dupla “acusou” Lula de ser o “culpado” por trazer para o Brasil a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 e por Dilma Rousseff e Fernando Haddad terem sido eleitos.

    Além de terem passado 41 minutos e 30 segundos falando exclusivamente mal de Lula, Dilma e PT, o apresentador e sua convidada também agiram como porta-vozes do que chamaram de “o movimento”, referindo-se à onda de protestos que eclodiu pelo país no mês de junho.

    A dupla atribuiu esse movimento a uma revolta contra o “petismo”, que “ninguém aguenta mais”.

    NÃO SERIA UM MISTÉRIO A MUDANÇA RADICAL DO GORDO NOS DIAS ATUAIS?

  • Tenho uma curiosidade :
    Um dos filhos do roberto marinho obteve uma entrevista com a Dilma, já tem alum tempo. Até hoje não li qualquer comentário a respeito.
    O que será que ele queria? Foi fazer chantagem?
    O que foi fazer a criatura?
    Por que a Dilma deixa a globo livre , leve e solta?

  • Eduardo Temos que questionar por que os tesoureiros do PMDB, PSDB e PP estão soltos?….Palhaçada, um deputado do PT é noticia na mídia Golpista. Já o PP, praticamento o partido inteiro esta envolvido, até hj o juíz Moro pikareta não mandou prender o tesoureiro do PP, PMDB e PSDB, por que sera? não vamos esquecer do bandido Simão Sessim, Segue os nomes dos deputados do PP envolvidos: Simão Sessim PP/RJ, Benedito de Lira PP/AL, Arthur Lira PP/AL, José Otávio Germano PP/RS , João Alberto Pizzolati PP/SC, Nelson Meurer PP/PR, Roberto Teixeira PP/PE, Ciro Nogueira PP/PI, Gladson Cameli PP/AC, Aguinado Ribeiro PP/PB, Eduardo da Fonte PP/PE, Luiz Fernando Faria PP/MG, Dilceu Sperafico – PP/PR, Jeronimo Goergen – PP/RS,
    Sandes Júnior – PP/GO, Afonso Hamm – PP/RS, Missionário José Olímpio – PP/SP, Lázaro Botelho – PP/TO, Luis Carlos Heinze – PP/RS, Renato Molling – PP/RS, Renato Balestra – PP/GO, Lázaro Britto – PP/PP, Mario Negromote – ex-deputado federal – PP/BA, Pedro Corrêa – PP/PE, Aline Corrêa- PP/SP, Carlos Magno – PP/RO, João Leão – PP/BA, Luiz Argôlo – PP/BA (atualmente no Solidariedade), José Linhares – ex-deputado federal – PP/CE, Pedro Henry – PP/MT, Vilson Covatti – PP/RS………….É MOLE!!! Um partido inteiro, o delator-bandido é indicação do PP e quais destes senhores foi convocado na CPI? Quem o tesoureiro do PP? Alguém sabe o nome? Mesmo assim esse partido safado, herdeiro da ditadura votou a favor do financiamento de empresas. Para que? extorquir empresário, roubar dinheiro publico através de aditivos. Vamos atrás dos nomes, vamos expor esse Juíz malandro

  • É…acabou de sair….Dilma tem 30 dias para se explicar perante ao TCU. Mas não entendi bem isso que a mídia chama de “pedaladas”. Alguém poderia explicar o porquê de tanto bafafá?

  • Jô foi um grande humorista no passado e um entrevistador bacana na época do SBT, depois foi ficando muito chato, vi algumas entrevistas dele que me fez assistir cada vez menos o seu programa, uma delas foi com um pesquisador, se não me engano espanhol, sobre um livro cujo tema era a violência, e apesar de um estudo criterioso do autor, Jô tentou de todas as formas desvincular a violência e criminalidade no Brasil de causas sociais como pobreza, citou inclusive a Índia como exemplo. Claro que sua tese foi refutada prontamente pelo autor o que o deixou visivelmente irritado. Também a entrevista com a recém-eleita Marta para prefeitura de São Paulo foi de um mau gosto a toda prova, Outra entrevista chucra foi com a Eliane Cantanhêde em 2013 no momento em que o país passava pela onda de protestos que marcou esse ano, ela juntamente com o entrevistador tentaram de todas as formas “colar” um viés antipetista às manifestação, esquecendo, claro, que a origem dos protestos foi a violência policial do governo de SP contra o movimento passe livre. Depois criou um quadro que beirava a sandice com essas senhoras histéricas e fingindo ser analistas políticas, o nível do debate era tão tendencioso e banal, que a jornalista Maria Lídia que se apresentava de forma mais equilibrada, e por isso foi até hostilizada pelas outras, participou de alguns poucos programas e caiu fora. Portanto essa guinada do Jô não é a toa, ele sabe que o seu contrato não vai ser renovado, e como ele de burro não tem nada, resolveu dar um sentido civilizado ao seu final de turno na globo criticando frontalmente essa onda fascistoide que ele sempre soube se tratar de um delírio golpista, cujo seus quase ex-patrões aspiram com toda força.

  • Não tem explicação a mudança do Jô.

    Seu filho era autista e tinha qualidades excepcionais.

    Será que, antes de morrer, pediu ao pai para deixar de ser fdp?

    • Prezado Osvaldo,
      Seu comentário é tão asqueroso quanto aqueles que podemos esperar dos fascistas aos quais Eduardo, com muita razão, se refere aqui. Talvez você esteja aqui para nos lembrar que a direita fascista não tem o monopólio da falta de humanidade.
      Meus pêsames.

  • Há que se aguardar para ver realmente qual é a do Jô (e do CQC).

    Que o Lula se candidate e uma onda vermelha tome conta do País.

    Chega de aguentar ódio de coxinha!!!

    Melhoras para a guria, Edu.

    J. Fernandes
    Aracati-CE

  • Segundo Friedrich Nietzsche, só os imbecis não se contradizem…portanto, por mais que Jô Soares com suas barangas foi bem venenoso contra o governo Dilma, hoje ele resolve entrevistar a presidenta com todo respeito e esmero. E ainda, fugindo ao padrão Globo de entrevista, Jô ofereceu a Dilma todo o tempo que se fez necessário para responder perguntas de interesse nacional. Dilma teve a oportunidade de ser esclarecedora e até didática ao expor todas as medidas necessárias para enfrentar o mar revolto. Garantiu que ao final deste ano o Brasil já deverá entrar nos trilhos para seguir boa viagem até o final de 2018. Jô Soares, inteligente que é, preferiu sair da obediência “servil” aos patrões para se colocar como neutro diante da História.

    • Lucas, para vergonha geral da nação, toda a chamada grande imprensa é chapa azul, tucana até a medula.

      E ainda tentam vender essa empulhação como jornalismo, dá licença cara, nem com 100% de apoio da imprensa vocês vão conseguir voltar ao poder federal.

      Já são 4 derrotas seguidas e a 5a. está a caminho em 2018 com a volta do Lula.

      Game over para a direita no Brasil.

  • Segundo Friedrich Nietzsche, só os imbecis não se contradizem… Portanto, por mais que Jô Soares com suas barangas foi bem venenoso contra o governo Dilma, hoje ele resolve entrevistar a presidenta com todo respeito e esmero. E ainda, fugindo ao padrão Globo de entrevista, Jô ofereceu a Dilma todo o tempo que se fez necessário para responder perguntas de interesse nacional. Dilma teve a oportunidade de ser esclarecedora e até didática ao expor todas as medidas necessárias para enfrentar o mar revolto. Garantiu que ao final deste ano o Brasil já deverá entrar nos trilhos para seguir boa viagem até o final de 2018. Jô Soares, inteligente que é, preferiu sair da obediência “servil” aos patrões para se colocar como neutro diante da História.

    • Elias,
      Nietzsche tinham razão quanto as nossas contradições. Aprendemos todos os dias e por isso mudamos e crescemos. Entretanto, contradição não é repetição da mesma ideia e ação por longo período de tempo. Por décadas o senhor Jó Soares alimentou o ego das colegas jornalistas, aplaudindo e concordando com suas posições reacionárias e arrogantes, tanto quanto as dele. Porque mudou de ideia?! Não penso que tenha mudado de ideia. Apenas passou a reconhecer que a presidenta estava injustamente sendo massacrada. E querer o seu impedimento como governanta não tinha valor para além da estupidez e do oportunismo. Talvez, somente não queira chegar ao final de seus dias perdendo o respeito que adquiriu e seguindo o mesmo caminho do outro senhor, Fernando Henrique Cardoso, reconhecido como intelectual, embora depois de velho tenha se tornado um tolo a serviço dos próprios caprichos e da mídia que o adula.
      Maria Antônia

  • Edu,

    perdoa, mas o Jô precisa se esforçar um pouco mais para me enganar. Décadas rosnando, agora posa de imparcial? Faisfavô! Esta “virada de casaca” é só fingimento. Já no início da entrevista ele diz que a Dilma está em “boa companhia”, e emenda incluindo FHC. Fosse eu a Dilma, não teria deixado passar barato. E o tratamento? Não me parece educado tratar o presidente da república por “você”… É a força do hábito transparecendo, apesar da nova pele de cordeiro.

    Para mim é uma obviedade que o pau mandado está se rebelando depois de perder o horário, a banda, o estúdio, enfim, o “prestígio” de que se achava dono. Deve andar pendurado por algum fiapo do contrato, esperando pelo fim no ano que vem, e se tocou que não há futuro para um lambe-ovos sem a globo…

    Como qualquer outro patife, vendo o fim da estrada se aproximar, não tem pingo de compromisso com a imagem forjada anos a fio, ou com seu empregador, e começa a correr atrás do prejuízo, numa tentativa de se tornar mais palatável para outras audiências, pois aquela que ele pensava que tinha, micou, a GFK chegou.

  • Enquanto isto, a ministra do stf mantém a votação do financiamento privado, o tcu ameaça dar uma arma para o edu (o outro) e o renan, a maioridade será reduzida (sai satanás) e a curriola passa.

  • Essa entrevista não muda um milimetro do que penso sobre a Globo e não adianta ele querem dizer que quem quer regulação do monopólio midiático são radicais, então países que possuem legislação contra concentração da imprensa como Estados Unidos, Canadá e o Mêxico recentemente são radicais.Foram 12 anos de pauladas de uma lado só com o meninas do Jô.

  • A Globo apoia as safadezas do Eduardo Cunha porque ele já rendeu homenagens a ela e é sua segurança para impedir que entre na pauta da câmara a regulação econômica, se aqui tivéssemos a lei de mídia dos Estados Unidos, país que ela venera, teria que se desfazer dos jornais rádios e portais da internet se quisesse ficar com o canal de TV.

    Quando Renan era presidente do senado e Marconi Perillo o primeiro vice-presidente ela fez campanha maciça para derrubá-lo para para com isso abrir espaço para um processo de impedimento do Lula.
    Atualmente ela se abstêm de criticar o Cunha

  • Em artigo na revista Carta Capital Marcos Coimbra, através da pesquisa Vox Populi, descobriu que somente 12% odeia o PT, e que seria, segundo ele, uma boa notícia, já que 90% não tem este sentimento. O articulista seria mais honesto se na mesma pesquisa ele perguntasse quantos odeia o PSDB e principalmente FHC, No seu blog nós temos uma pequena amostra do sentimento de petista: nojento, FDP, safado, ladrão etc etc Quanto ao Jô , ele não fez uma entrevista jornalistica e sim um bate papo amigável. Uma pergunta que ele poderia fazer e não fez é das “pedaladas” que o governo fez para ganhar as eleições e que estão,hoje, sendo julgadas, ou estou exagerando?

  • Pessoas que nunca passaram grandes dificuldades tendem a acreditar que são semi-deuses, que são predestinados, escolhidos pela divindade para habitar entre mortais. Jô Soares era uma dessas pessoas, até que seu filho morreu e ele mesmo andou com um pé na cova. Daí tudo mudou e a ficha caiu.

    A meu ver Jô Soares apenas descobriu que é um ser humano.

    Grande abraço a todos.

    • Eu fiquei tão contente de pela primeira vez em muito tempo conseguir ouvir a presidenta falar num ambiente calmo, sem interrupção e agressão, que sinceramente não me importaram os motivos do Jô, se eu tivesse a chance até agradeceria pessoalmente a oportunidade que ele nos proporcionou.

      Acho que o impacto da entrevista entre os adoráveis, elegantes e amáveis ‘coxinhas’ vai fazer o Jô pensar. Alvo involuntário da sanha fascista, vai sentir um pouquinho o que vivemos todo santo dia.

    • Esse aí não sou eu.

      O wilsoleaks fake comentou a 1:52 da manhã e disse uma banalidade qualquer só para testar. Nesse horário eu estava em casa dormindo, aliás, não tenho internet em casa, só no trabalho.

      Você é covarde sujeito, age na sombra. É por causa de gente de tua laia que estamos passando por tantas dificuldades em nosso País. Mas seu tempo está se extinguindo.

      Aguarde, vagabundo.

  • Concordo com você, Eduardo… Essa mudança comportamental do Jô é um mistério, porém tenho pra mim que algo aconteceu na Globo que o deixou extremamente insatisfeito e isso é também uma retaliação da parte dele.

  • Essa de “pregar o socialismo” e ter bens é erro muito comum. Tem gente que pensa que a esquerda quer tirar os bens de todo mundo e dividir com a coletividade, ou que precisa ser pobre para defender os pobres. Uma mistura de ignorância e má fé.

  • :

    .:. Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:

    * 1 * 2 * 13 * 4

    *************

    Um poema (acróstico) para Dilma Rousseff, a depenadora de tucanus :

    .

    D uas vezes contra o espectro atro
    I nscreveu já seu nome na história
    L utando contra mídia venal & Cia e seu teatro
    M ulher forte de mais uma vitória
    A deixar tucanus na ó-posição de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! DE QUATRO ! ! ! !

    .:.

    D ilma, coração valente,
    I magem de todo o bem em que se sente
    L ivre o amor maior pela brasileira gente
    M uito humana e inteligente
    A PresidentA do nosso Lula 2018 de novo Presidente

    .:. Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 ! ! ! !

  • O Brasil é o País dos contrastes.
    Aí, mais uma grande prova.
    O que estaria afinal por trás de tudo isso?
    Um Homem realizado profissionalmente, com uma carreira cumprida quase que na totalidade na rede de Televisão mais safada deste País, de repente, muda de lado?
    Não é o único, é claro.
    Lembro muito bem do ocorrido com o âncora Cid Moreira.
    Muitos outros Jornalistas honrados e até mesmo atores e atrizes, abandonaram o barco Global, certamente por não concordarem com sua ideologia fascista.
    Porém o Jô, é um ícone dessa máfia midiática que joga tanto lixo no ar diariamente.
    Para aquelas pessoas que ainda não atingiram a maturidade política ideal, foi uma ação muito bem vinda.
    Já para aqueles que não acreditam em santinhos do pau oco a situação é, no mínimo, intrigante.
    Tomara que tudo seja verdade, e que o Jô consiga mostrar para os coxinhas, que o mundo não é deles.
    Por falar em coxinhas, estão levando muita paulada ultimamente.
    Gostaria de saber, por exemplo, onde estão os “milhões” de coxinhas que foram às ruas vestidos com a camisa da CBF?
    Queria ver a cara deles depois dos escândalos e do que o Romário falou sobre os dirigentes de nosso futebol.
    Como falei, os coxinhas estão levando muitas pedradas ultimamente.
    O postura do Jô foi só mais uma.

  • Algumas pessoas, quando passam por alguma provação bem séria, costumam repensar a vida e seus valores. Outras, nem assim… e continuam produzindo o mal.
    Quem sabe o Jô, tendo beirado a morte, esteja no primeiro grupo?!

  • Caro Eduardo!

    Permita-me expor o meu humilde ponto de vista.

    Jô Soares, inteligente e culto, (cultura difere de inteligência), sabe que seu programa, que lhe rende alguns $$$, dos quais ele já não depende mais, para assegurar uma vida confortável, e sabendo que seu contrato com a “vênus platinada”, talvez não seja renovado e que uma outra emissora, poderia lhe proporcionar um espaço para que ele mostre ao mundo,(ou a ele mesmo) “porque vim?”. -Para fazer diferença? – Para ser eu mesmo? – Para ganhar dinheiro como entrevistador ou apresentador? – Para ser lembrado como uma pessoa inteligente e culta (do inicio do paragrafo) e imparcial. Penso que pensou o gordo… Foda-se, sou mais Jô que gordo. Sou mais Jô que Globo. Sou mais Jô que Jô Soares Onze e Meia. Simplesmente serei lembrado pela educação, que alias vem do berço.

    Parabéns Jô, antes tarde de que nunca.

    Grande abraço, Eduardo.

    Douglas de Azevedo.

  • Concordo com vc…o Jô, ajudou a fomentar, o massacre contra a Dilma.Assim como o CQC…mas a radicalização nunca foi boa pra negócios…então,uma entrevista muito elegante.Gostei,sim!

  • Senadora Lúcia Vânia (GO) acaba de deixar o PSDB – “Não acredito em oposição movida a ódio”. Rapaz, estão acontecendo coisas muito estranhas ultimamente.

  • :

    Prezado blogueiro progressista Eduardo Guimarães,

    Não me leve a mal mas continuo achando um erro crasso a prática contraproducente do “site” em relação a algumas concessões por demais(?) democráticas(?? Dar as mesmas oportunidades para desiguais é manter a desigualdade) deste Blog da Cidadania para antidemocratas e/ou democratas de fachada, empenhados no mais evidente (às vezes nem tanto) simples diversionismo, ou em obter o trunfo do contraponto pelo mero contraponto desprovido de verdadeira fundamentação, sobre alguns de direita que desavergonhadamente vêm comentar aqui (e encontram toda liberdade para destilar o seu veneno), vale a seguinte citação, do livro “Um Jogo Cada Vez Mais Sujo”, do autor Andrew Jennings (!ª ed. – São Paulo: Panda Books, 2014, página 203), acerca do “padrão Fifa de fazer negócios e manter tudo em silêncio”, que serve bem para ilustrar o que ocorre aqui, no valoroso Blog da Cidadania, sob a ação deletéria de tais “comentaristas”:

    “”O filósofo marxista italiano Antonio Gramsci marcou um gol de placa ao dizer: “Como fazer uma revolução quando o inimigo fincou um posto avançado dentro da sua cabeça?”.”…

    O Blog da Cidadania (e outros blogs progressistas, dos quais alguns também apresentam o mesmo problema supracitado), o Blog da Cidadania e outros progressistas são a nossa cabeça, refletem o que pensamos e é extremamente desagradável perceber tais elementos covardes e mal intencionados se aproveitarem das benesses democráticas promovidas por esses blogueiros para que tais oportunistas “marquem presença” e/ou simplesmente estabeleçam o (um) contraponto (indevido) por mais insignificante que seja

    A atual ofensiva da direita começou daí: Estabelecer um contraponto SEMPRE (mesmo aos trancos e barrancos) e nunca permitir ou dificultar no máximo possível o contraponto adversário, dos progressistas.

    Se não me falha a memória, jamais comentei num blog de direita, não me interessa prestigiar com ao menos um número de presença nos visitantes de tais páginas mas tenho certeza de que seria bloqueado se tentasse postar alguma coisa, se não na primeira vez, nas oportunidades posteriores. Aqui os direitistas têm a sua segunda casa: lá e cá. É injusto.

    * * * * * * * * * * * * * Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 ! ! ! !

  • Pra mim não passou de freio de arrumação. Acredito que as ideias do Jô foram duas: 1- Mostrar à Rede Bobo que ainda possui independência e público. Para isso ele mirou justamente onde desagrada ao patrão. 2- Informou aos patrões o que ele pode fazer em outro canal se não renovarem seu contrato. Tv aberta teria mais de uma opinião e, talvez, contrárias. Eliminando dessa forma a exclusividade de opinião da emissora.
    Já um amigo meu, que não sabe nada de computador, me disse que foi mais uma chantagem da emissora. Disse que a entrevista foi proposta pela Rede Bobo e que mandou o Jô ir a Brasília, dias antes, levando tanto a proposta quanto as perguntas. Ele só não sabe ainda o que a emissora pedirá em troca.
    Edu, será que tem caroço nesse angú?

  • Rio de Janeiro, 18 de junho de 2015

    PROJETO: FUI E POR DEUS VOLTEI

    Caros amigos (as) infelizmente os nossos heróis, os pracinhas da segunda guerra, estão morrendo e nada tem sido feito, para preservar as suas memórias. Por isso, gostaria de sugerir um projeto em vídeo, FUI E POR DEUS VOLTEI, onde os pracinhas falariam de suas participações na segunda guera, para as novas gerações, pois precisamos guardar esses relatos, em nome da paz. Esses videos, poderiam fazer parte, do novo memorial dos nossos heróis, que foi prometido, que vai ser construído em Brasília. .

    Atenciosamente:
    Cláudio José, um amigo do povo e da paz.

    • Você se refere neste momento ao arruaceiro senador Playboy do Leblon? O pilantra foi para a Venezuela e (infelizmente) voltou ao Brasil.

  • EDU}
    Muito obrigado por me fazer lembra do ARRELIA, liguei me que o Jô, também é artista e que ambos representam,
    em circos distintos, um deixou alegria ou outro deixou rancor…
    O circo do ARRELIA foi despejado do terreno onde funcionava, a GLOBO ganha terras do cerra invade…
    ARRELIA amava as crianças JÔ adora a grana…

  • A entrevista do JN realmente é algo a ser esquecido, quanto ao Jô,
    penso que depois da morte de seu filho, ele andou fazendo umas boas reflexões,
    e se tornado humano e não só um ser.
    Agora, se ele continuar na Globo, aí então não haverá dúvida que são seus patrões em busca da audiência perdida. A Globo faz qualquer, repito, qualquer negócio para ter mais audiência, e um apresentador, entrevistador e humorista da dita cuja falando bem da Presidenta sobe qualquer audiência. Ou não.

  • Eduardo, ninguém consegue compartilhar as notícias do blogue Ricardo Vianna e agora está fora do ar o do Viamundo? O que está acontecendo?

  • Eu não tenho a mesma visão sobre este assunto, para mim Jô foi apenas oportunista e entrevistou a Presidenta dentro do contesto da Globo. O jogo do PIG é muito bem elaborado, a desfaçatez desta dúnia fascista não brinca em serviço, precisam parecer imparciais para fomentar o antipetismo com propriedade.
    Jô fez este jogo e a Presidenta caiu direitinho. Veja o desrespeito que ele cometeu durante todo tempo em que transcorreu a entrevista: em nenhum momento ele se dirigiu à Presidenta foi sempre “presidente”. Ele insistiu tanto que até a Dilma em certo momento se auto intitulou “presidente”. Ainda que ele não concorde com a utilização do feminino para a palavra, por delicadeza, por educação, por respeito poderia tê-lo usado, pelo menos uma vez.
    Não duvido que a pintura frente ao edifício onde ele mora tenha sido pintada por gente paga por ele. Ele precisa muito de visibilidade, o programa está respirando por aparelhos,também com a empáfia com que ele trata os convidados, estes só podem rarear.

Deixe uma resposta