Dilma vai cortar ministérios e agora mídia diz que “não precisa”

Reportagem

ministerios capa

Mídia e oposição atacam Dilma e Lula há cerca de uma década por terem criado “excesso de ministérios”. Na campanha eleitoral de 2014, Aécio Neves, Eduardo Campos e a candidata que o sucedeu, Marina Silva, fizeram um cavalo de batalha por conta dos 39 ministérios – Eduardo e Marina só não criticavam quando eram ministros dos governos petistas.

 

A mídia, como sempre, fez coro ao cavalo de batalha da oposição, que vinha tratando de contabilizar o “Custo dos 39 ministérios” para o país, como em reportagem do jornal O Globo intitulada “A conta do inchaço de ministérios no governo Dilma”, em que o jornal contou uma lorota ao distinto público, a de que o “Custo para manter o número recorde de 39 ministérios” seria de “R$ 58 bilhões” – por que é uma lorota, o leitor entenderá mais adiante.

Dizia, então, o jornal da família Marinho que “Manter a estrutura e os funcionários das atuais 39 pastas do governo Dilma Rousseff, instaladas na Esplanada dos Ministérios e em outros prédios espalhados pela capital, custa pelo menos R$ 58,4 bilhões por ano aos cofres públicos.

Dizia, ainda, a matéria que “Esta verba, que está prevista no Orçamento Geral da União de 2013 para o custeio da máquina em Brasília, é mais que o dobro da que foi destinada ao maior programa social do governo, o Bolsa Família, que custará R$ 24,9 bilhões este ano”.

Dessa forma, parte do país acabou acreditando na farsa de que o “custo” dos ministérios seria de quase seis dezenas de bilhões de reais por serem 39 pastas. A mídia antipetista divulgava gráficos para mostrar como havia crescido o número de ministérios nos governos Lula e Dilma, apresentando esse crescimento como raiz de todos os males.

ministerios 1

Para começar a entender como tudo isso nunca passou de uma enorme bobagem, há que entender que o grosso do orçamento dos ministérios está concentrado em apenas dez pastas.

ministerios 2

Mas antes de entendermos por que cortar ministérios é mais um fetiche político do que prático, temos que nos surpreender – pero no mucho – com o que decorreu do recente anúncio do governo Dilma de que irá cortar 10 das 39 pastas.

De repente, começam a surgir matérias dos que atacavam o número de ministérios dizendo, agora, o mesmo que este blogueiro disse acima – e em incontáveis posts publicados nesta página –, ou seja, que cortar ministérios – sejam 10, 15 ou 20 não representará economia relevante.

Quem disse isso? Por exemplo, a mesma Folha de São Paulo que tanto bradou pelo corte de ministérios. Em matéria desta semana em seu portal na internet, o jornal diz que “A redução [de ministérios] será pouco relevante, porque os servidores têm estabilidade no emprego e os cargos comissionados representam uma parcela pequena das despesas com pessoal”.

Mas não é só isso. Bastou Dilma formalizar a intenção de reduzir ministérios para começarem a pipocar matérias dizendo que não haverá efeito prático sobre as contas públicas na redução do número de pastas.

E, apesar de alguns oposicionistas mais afoitos como Reinaldo Azevedo, da Veja, terem dito, nesta semana, que “Até mês passado, Dilma chamava corte de ministérios de “lorota“, a presidente já vinha manifestando intenção de reduzi-los desde o começo do ano, como mostra matéria da Folha de 27 de março. Segundo disse o jornal, “A diminuição [do número de pastas] é uma possibilidade que está em cogitação pelo Palácio do Planalto”.

A mídia começou a produzir matérias como a publicada pelo UOL na última terça-feira, cujo título é “Dilma anuncia corte de ministérios, mas efeito é visto com ressalvas“. O texto diz a mesma coisa que a oposição, que agora “não adianta”, que é “tarde demais”, o que faz lembrar do vídeo acima, no qual Aécio Neves diz, durante a campanha eleitoral, que, se vencesse a eleição, iria cortar ministérios neste ano – agora, porém, os tucanos dizem que cortar ministérios neste ano seria “tarde”.

Nem é tarde nem é inútil cortar ministérios agora e Dilma tomou essa decisão não para fazer economia, mas porque é simbólico fazê-lo. O governo irá demonstrar que está “cortando na própria carne” em um momento em que pede sacrifícios à sociedade.

Porém, o corte de supostos 10 ministérios não produzirá impacto relevante no sentido de melhorar as contas públicas e viabilizar um ajuste fiscal mais robusto.

A grande maioria dos gastos do governo está concentrada em poucos ministérios, principalmente na área social. Boa parte são despesas obrigatórias – com saúde, educação, aposentadorias – que não podem ser reduzidas com uma mera canetada.

Segundo matéria da BBC Brasil, o especialista em contas públicas Mansueto Almeida, economista licenciado do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), calcula que apenas cinco ministérios – Educação, Saúde, Previdência Social, Desenvolvimento Social e Trabalho – respondem por 89% dos gastos de custeio do governo.

Ou seja, do total de R$ 312,8 bilhões aplicados no funcionamento da máquina pública, R$ 268,66 bilhões foram consumidos por essas cinco pastas, em gastos com aposentadorias, seguro-desemprego, Bolsa Família, hospitais, universidades etc.

Outra fatia importante dos gastos foram as despesas com encargos especiais (R$ 26,3 bilhões) – por exemplo, recursos para cobrir perdas da Previdência com a desoneração da folha de pagamento, subsídios para compensar juros mais baixos praticados pelo BNDES ou pagamento de precatórios (decisões judiciais contra a União).

Esses gastos, somados às despesas dos cinco principais ministérios, representaram 94,3% dos dispêndios de custeio nos cinco primeiros meses do ano, segundo Almeida.

Além do custeio, o governo tem gastos elevados com juros da dívida e com pessoal, despesas que também não podem ser cortadas facilmente – a maioria dos funcionários públicos é concursada e tem estabilidade, enquanto o pagamento de juros está previsto em contratos cujo rompimento provocaria uma fuga de investidores que financiam o governo por meio de títulos públicos.

Outras despesas obrigatórias, como previdência e seguro-desemprego, só podem ser reduzidas alterando leis por meio do Congresso, em votações altamente impopulares.

Entende-se a iniciativa que o governo vem preparando desde o início do ano. Visa dar exemplo de austeridade, mas também mostrar à sociedade que a presidente está atenta às suas demandas.

Porém, o que haverá, de fato, é mudança de status de algumas pastas. Serão trocadas algumas placas de portas e alguns poucos servidores serão realocados. Assim como criar os ministérios custou pouco, extingui-los economizará pouco.

O status de ministério para algumas secretarias que funcionavam em algumas pastas só serviu para conferir importância a ações do governo. Tendo status de ministérios, facilitariam o trâmite político de medidas reclamadas por movimentos sociais, que deverão se posicionar contra a medida.

Para o governo – e, sobretudo, para a presidente – fica mais um aprendizado político: não adianta tentar agradar aos setores que querem emperrar o país por motivos políticos. Se Jesus Cristo Descer à Terra Dizendo que Dilma tem razão em alguma coisa, a mídia e essa fascistada que perambula pelas ruas tentarão reescrever a Bíblia e transformá-Lo no capeta.

101 comments

  • :

    .:. 19:13
    … .
    Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:
    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !
    … .
    * 1 * 2 * 13 * 4
    *************
    … .
    Uns poemas (acrósticos) de autoria de Cláudio Carvalho Fernandes (poeta anarcoexistencialista) para Dilma Rousseff, a depenadora de tucanus, e Lula, o comedor de tucanus :
    .:.
    D uas vezes contra o espectro atro
    I nscreveu já seu nome na história
    L utando contra mídia venal & Cia e seu teatro
    M ulher forte de mais uma vitória
    A deixar tucanus na ó-posição de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! DE QUATRO ! ! ! !
    .:.
    D ilma, coração valente,
    I magem de todo o bem em que se sente
    L ivre o amor maior pela brasileira gente
    M uito humana e inteligente
    A PresidentA do nosso Lula 2018 de novo Presidente
    .:.
    D ignidade
    I ntegridade
    L iberdade
    M aturidade
    A mabilidade
    .:.

    D ilma, de uma nação vitoriosa
    I lustre brasileira lutadora
    L uz de dedicação esplendorosa
    M otivando a pátria gloriosa
    A uma luta digna, vencedora.
    ::
    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do Brasil inteiro.
    .:.
    D ilma, os conscientes te agradecem
    I nfinitamente por tua digna história
    L utando por todos que reconhecem
    M ais a vida no bem comum de fazer na glória
    A grande pátria-nação que os brasileiros merecem
    .:.
    D ilma, coração valente,
    I sso que a gente sente
    L ibertar o ser plenamente
    M antendo sempre presente
    A humanidade inteligente
    .:.
    D ilma deu mais uma surra na ó-posição
    I gual ao que Lula também já fez
    L ivrando o povo brasileiro da infelicitação
    M ostrando que o Brasil tem voz e vez
    A o mundo todo dignificando sua população
    .:.
    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes
    .:.

    D ilmais deu mais uma surra na ó-posição
    I nstalada na grande mídia venal
    L ula teve a sua participação
    M andando o pig & Cia ao
    A bismo na quarta eleição
    .:.
    D oar-se a seu povo é exemplo dignificante
    I luminando a vida de outros seres lhanos
    L ouve-se quem bem merece que se cante
    M aravilhas de se acreditar nos humanos
    A promover em cada ser o mais do ser em ser interessante
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia
    … .
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !

  • Como você muito bem sabe e denuncia, Eduardo, a “grande” mídia é oposição desleal e leviana ao PT, perseguindo o governo 24 horas por dia por esse motivo. Tudo o que Dilma fizer, então, será criticado. Mas cortar ministérios, realmente, não resolve nada do ponto de vista de economia e ainda cria problemas políticos. O que tenderia a resolver e ela não tem coragem ou vontade de adotar seriam, por exemplo, os projetos da “Pauta da Virada”, apresentada hoje pelos deputados da base.

  • Realmente, essa gritaria da carcomídia (Globo, Folha etc) contra o “excesso” de ministérios sempre foi uma bobagem. Se ocorrer, essa redução representaria — como mostrou o Tijolaço — algo como 0,0018% do orçamento.

    Enquanto isso, essa mesma carcomídia fica bem quietinha em relação à taxa Selic, a taxa básica de juros. Se essa taxa diminuísse em, digamos, 0,5%, isso já representaria uma economia MILHARES DE VEZES maior para o Governo do que a tal redução de ministérios. Mas como esses veículos representam os interesses de banqueiros, rentistas e especuladores, eles não só ficam quietos em relação à taxa de juros, como também colocam seus comentaristas para defender o AUMENTO dessa taxa.

  • O desfecho de seu texto tem o melhor recado a ser dado: Dilma precisa parar, urgentemente, de fazer concessões à direita. Não dá mais. É perda de tempo.
    E quais vão ser os ministérios que ela vai cortar? Não importa, o dano político para a matéria da pasta cortada vai ser evidente. resta saber, pois, qual segmento vai arcar com o desprestígio político.

  • devo admitir que às vezes fica difícil defender o governo. Além de financeiramente a medida ser inócua, o governo tá fazendo exatamente o que a oposição faria se estivesse no poder: cortar ministérios. A medida se justificaria se desse maior agilidade política e burocrática para alguns setores, ao juntar pastas e tals. Por exemplo, temos duas agências de fomento à pesquisa: CAPES (MEC) e CNPq (MCT). Por que não juntam as duas, fazendo uma política de educação e pesquisa e direcionando melhor os recursos? Mas não, justifica-se pelos motivos errados. Realmente não sei o que tá se passando no governo ultimamente; só sei que não votei nele pra fazer o que o PSDB faria. Desculpe o desabafo, mas tem hora que cansa, Eduardo…

    • com a redução de ministérios, reduz-se o número de ministros (óbvio). Ou seja, menos cargos a serem distribuídos entre a base aliada. Será que o governo não quer diminuir a força do PMDB, dando a eles menos ministérios? Já que Dilma sabe que cortar ministérios não vai cortar custos, pode ser que ela esteja dando um recado para a base aliada. Só to especulando, sem base política ou fofocas no planalto.

  • …..aprendizado político: não adianta tentar agradar aos setores que querem emperrar o país por motivos políticos. Se Jesus Cristo Descer à Terra Dizendo que Dilma tem razão em alguma coisa, a mídia e essa fascistada que perambula pelas ruas tentarão reescrever a Bíblia e transformá-Lo no capeta.

    Eduardo, essa frase sua o torna equivalente ao Veríssimo, ri muito, foi um prêmio por ler todo o seu ótimo texto.

  • A Dilma estava certa na campanha, quando disse na época da campanha era uma bobagem!!! Do ponto de vista político faz marketing, do ponto de vista econômico é bobagem!!! Não entendi porque Dilma mudou de opinião!!

  • Prezado Eduardo:
    1. Sou a favor da diminuição do número de ministérios e de secretarias. Acredito que com essa decisão a presidenta terá mais condições de monitorar melhor os resultados alcançados em função de objetivos previamente definidos para cada área.Na minha ótica esse melhor resultado virá em função da diminuição da amplitude do controle, concentrando a cobrança em menor número de subordinados e tambem em função do número de relações ( chefes-subordinados). Com a diminuição de chefes/ subordinados certamente as informações fluirão mais rápidas, visto que a estrutura organizacional ficará mais leve pois o organograma sofrerá um grande encolhimento( pelo menos na horizontal ). Acredito que a presidenta Dilma já deve ter lido alguma coisa sobre um velho consultor chamado GRAICUNAS quando ele fala sobre esse assunto.
    Certamente alguns leitores acharão graça do que estou dizendo e dirão que” Graicunas já era”, mas é assim que a coisa funciona na prática em se tratando de estrutura organizacional.
    2. Quanto o que a imprensa diz devemos levar em conta que o lema dessa turma é ” O governo é do PT? sou contra tudo que que ele faz).
    3. Concordo com tudo o que você escreveu.
    4. Diga-nos quantas secretarias tinha o governo de Minas quando o PSDB governou aquele estado. Realmente esse Aécio Neves não passa de um grande demagogo.

  • O que adiante é fazer um Governo de esquerda, com medidas de esquerda, e entre elas está combater a praga dos pagamento da dívida interna, que, apesar de falada em seu texto de forma suave, é responsável pela maior sangria de recursos da Sociedade brasileira, mais precisamente à entrega de graça a especuladores que compõem o Sistema Financeiro Internacional. Essa sim é a grande responsável por retirar recursos do país, manter o Brasil amarrado às regras ditadas pela Banca Internacional e inibir um projeto nacional de desenvolvimento. Antes que você imagine que estou propondo algo fora da realidade, que o país não poderia enfrentar a Banca sob pena de fuga de investidores, reafirmo que essa é a grande batalha do desenvolviemnto brasileiro. Uma batalha que precisa ser feita, não de forma brusca, mas paulatina e constante. Só assim sairemos de nossa posição subalterna no mundo, dependentes do dinheiro estrangeiro e ao mesmo tempo roubados em nossas riquezas pelos especuladores estrangeiros, que retiram muito mais do que entregam, de forma absurda, já que emprestam em dólar num regime de câmbio flutuante(outra praga neoliberal), veem a dívida da União com eles crescer enormemente graças a escandalosas taxas de juros, para receberem novamente em dólar, num câmbio flutuante onde a moeda ianque valoriza-se a cada dia. Ou seja, ganham duplamente, na taxa e na conversão. E como sair dessa armadilha, de forma concreta, sem loucuras psolistas. Mudando a política industrial e comercial do país. Abrindo novos Mercados para o Brasil, onde possamos exportar não apenas commodities, mas principalmente produtos industrializados ou semi-industrializados, onde tenhamos ganhos de escala. Ao mesmo tempo, incentivando processos para industrializar o país, estimulando o surgimento de indústrias complexas, principalmente em setores e cadeias de produção que em que tenhamos vantagem competitiva, ou seja, facilidades de tecnologia já existente, recursos naturais, estrutura de pesquisa avançada de ponta, mercado, logística ou quaisquer outros que ajudem a já ingressarmos de forma vantajosa nesses ramos. Foi isso que Lula fez em seus governos, abrindo o Brasil para Mercados como a América Latina, a África e o Oriente Médio; também iniciando uma política de industrialização, algo que infelizmente ficou pela metade. Todavia, essa prática, apesar de mantida por Dilma, não recebeu da presidenta a mesma abordagem enfática que Lula tinha e foi definitivamente abandonada, ou colocada em marcha lenta, após o processo de sabotagem golpista que o Brasil enfrentou desde 2013. ESSA É A MUDANÇA QUE MELHORARÁ AS CONTAS PÚBLICAS, MAIS DO QUE ISSO, RETIRARÁ O BRASIL DE SUA INSERÇÃO DEFICITÁRIA NA ECONOMIA INTERNACIONAL. ELA PRECISA DE UM ESTADO FORTE, ATIVO, QUE SEJA O CONDUTOR DO DESENVOLVIMENTO. NÃO SERÃO BOBAGENS NEOLIBERAIS, QUE FALSAMENTE ECONOMIZAM TROCADOS(NA VERDADE NÃO ECONOMIZAM NADA, POIS O ESTADO ENFRAQUECIDO GERA MUITO MAIS PREJUÍZOS AO PAÍS , QUE VÊ SEU DESENVOLVIMENTO SOBERANO ABANDONADO)QUE REPRESENTARÃO ALGO POSITIVO PARA A ECONOMIA NACIONAL. ELAS SÓ VISAM DESTRUIR O ESTADO E ENTREGAR O BRASIL AOS DITAMES DO “MERCADO”, OU SEJA, CONHECENDO-SE NOSSO MERCADO SUBALTERNO E NOSSA BURGUESIA CANALHA E CAPACHA, AOS INTERESSES DOS EUA E DAQUELES QUE DESEJAM MANTER O BRASIL SUBMISSO AOS INTERESSES DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL. Dilma infelizmente cedeu ao senso comum midiático, papagaiado também pela classe média retardada e fascista, e abandonou uma política de esquerda e um projeto de desenvolvimento nacional, ao menos o faz quando toma medida imbecis como essa. Precisa convencer-se que a única forma de não cair e vencer a direita é partir para o combate e ser cada vez mais de esquerda

  • Essa ressalva mostrada , dando conta que Folha já havia dito em março que o Planalto cogitava uma diminuição de ministérios, foi pra mim um alívio pois eu tinha ficado com o sentimento de que Dilma estava simplesmente fazendo o que a oposição queria., mais uma vez…
    Foi ótimo ter lido sobre o assunto neste blog.

  • Acabei de ler no Globo que mais de 5 mil jovens ovacionaram Mujica e gritavam: Não Vai ter GOLPE!!!! É isso que a esquerda no Brasil tem que fazer. Buscar pessoas que representam o lado bom, que tem público e idéias. Imagine um mega evento com outros políticos da América latina juntos defendendo a democracia? É assim que os jovens podem ser resgatados, é assim que a esquerda pode ser reinventada. O PT tem que começar a realizar eventos de grandes proporções que atinjam principalmente a camada dos mais jovens.

  • Maurício de Souza criou um notável personagem, que me lembra alguns conhecidos e é a cara da nossa oposição. Estou falando do Do Contra, um garotinho que faz tudo ao contrário do que se espera dele. Quem tem por volta de 20 anos, ou tem filhos nessa idade, deve ter lido algumas revistinhas da Mônica, Cebolinha e Cascão, sem falar na comilona Magali, e deve ter conhecido o “Do Contra”. É ou não é o retrato da oposição?

  • Meu caro Eduardo, sinceramente está muito difícil se informar pela nossa mídia tupiniquim. Sinceramente, estou pensando em dar um tempo de internet. Muita hipocrisia. Estou vendo a hora de encontrar um cara deste da imprensa na rua e falar poucas e boas pra ele. Tá tenso de aguentar!

    • Xará, quando ouço alguém dizer que vai desistir eu sempre digo: já tirou seu passaporte, porque não dá pra desistir de nada ficando no país. Omitir-se é entregar o país à direita nazi fascista

  • Você entendeu o ” “Até mês passado, Dilma chamava corte de ministérios de “lorota”” errado. Veja os programas eleitorai, onde Dilma retira das conversas a possibilidade de cortes, é disto que ele está falando, não?

    Tem programas e mais programas onde ela repete (principalmente nos debates) que não irá cortar nada.

  • Caro Edú,
    É lamentável constatar, mais uma vez, que você é mais eficaz do que todo o ministério das comunicações inteiro.
    Aliás, esse é um dos que podem acabar, já que não funciona mesmo.
    abração
    Ricardo Grillo

  • ♫ As atitudes da mérdia me lembram sempre a fábula do lobo e do cordeiro que foram beber água no mesmo riacho. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come…

  • Verdade. E nessa cavalgada, em vez de repartirem o pão, repartem o ódio e a perseguição. Quem sabe desta vez a nossa presidenta aprenda a lição. Melhor ser firme no seu propósito, porque agradar e não agradar, dá no mesmo.

  • :

    : 04:13

    .:.

    Ouvindo As Vozes do Bra♥S♥il e postando:

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  • Evidente que o BRASIL precisa diminuir o número destes ministérios ..já DILMA ?! bem, esta perdeu a chance, mais uma vez, de marcar um gol, de estar a frente do seu tempo.

    Claro que o país fica PARALISADO com esta quantidade imensa de caciques INCAPAZES e despreparados

    ..sem duvida que o excesso de equipe torna o processo moroso, lento, pesado, vulnerável a CORRUPÇÃO, desvios, desmandos, abusos ..mas, convenhamos, o que DILMA entende disso ? ..nada .nadica de nada

    e olha que bacana que podemos extrair do texto :

    Os gastos com SAÚDE e EDUCAÇÃO correspondem a METADE do que o governo do BRASIL gastará com JUROS este ano (R$ 400 bi)

    Os dispêndios dados com seguro desemprego, bolsa família, aposentados, hospitais e universidades, correspondem a 70 % da orgia que esta sendo feita com a SELIC,

    ..pior que diante de tudo isso a turma ainda não acordou pra refletir que o PERIGO no mundo se chama DEFLAÇÃO ..e que o que afeta o país tem nome, e não é recessão, chama-se DEPRESSÃO ..uma coisa muita mais destrutiva e marcante

    e enquanto isso, a DONA DILMA tenta administrar o país com 6, 12, 24 meses de atraso

  • INCOMPETÊNCIA, seu dono tem nome.

    Pronto, o governo finalmente acordou e agora pede a CPMF ..CONCORDO, apoio ..é a forma mais limpa, rápida e segura de colocar a conta do ESTADO em dia (federal, estadual e municipal)

    Claro que a população e empresariado tem reservas pois, pela experiência, todos sabem que corremos o risco de que boa parte disso vá acabar na Suíça, no bolso de partidos e/ou de suas súsias, ou nas contas dum funcionalismo cada vez mais PREGUIÇOSO, abusado, inservível, corporativo, VAGABUNDO mesmo, quiça numa verba publicitária dada a amigos, num fundo sindical qq, ou mesmo pra cobrir a FUZARCA que este BC faz com a SELIC ??!!.

    Mas fazer o que ? O brasil precisa ??!!

    Um ministro vem e sapeca logo 0.38% ..desculpe, é MUITO ..e fala que tal percentual resultaria em R$ 83 bi

    ..desculpe ministro, aliás, vc tem condições de ser um ministro ???, então FAÇA umas simples CONTA, R$ 83 esta subestimado ..com a inflação desde 2007 (62%), este % promete gerar MUITO MAIS (algo como R$ 120-130 bi em 2016)

    ..não me engana ..pra que mentir ? pra que me enganar ? não nos tratem como RETARDADOS carajo !!!!!!

    Claro que eu sou a FAVOR da CPMF pro BRASIL (e não pra esteSS governoSS corruptos, mas fazer o que?)

    A CPMF pega rico e pobre, é isonômica, menos regressiva ..cata traficante, ladrão, caixa 2, economia informal, sonegador ..de pião a barão ..é barato e rápido de implantar, arrecadar, auditar .porém… porém… porém…

    ..porém pra que seus efeitos sejam sentidos ..fora o emergencial de se TAPAR o ROMBO pra se devolver minimamente ao Estado o poder de comando e indução econômica ..pra nos evitar do aprofundamento desta DEPRESSÃO em que nos meteram..

    ..há que nos COMPROMETERMOS que depois de passado um tempo (digamos 2 anos), OUTROS impostos deverão ser extintos, minimizados, substituídos (e com eles boa parte da sua fúria arrecadadora e PERDULÁRIA) ..aqui então a CPMF funcionaria como um divisor de águas ..um pré operatório, uma pré reforma

    O BRASIL já mostrou pro mundo que este imposto dá pé ..não há pq se falar em improdutividade ..seu impacto no custo de vida é muito inferior aos 25% de ICMS que colocam na energia ..ou a NENHUM que colocam nas importações fraudadas da CHINA

    Mas como confiar numa política séria de LP, em DILMA ? ..como se já tem MAFAGAFO querendo carimbar esta grana pra saúde ?? (já não terão a pré sal ? ..já não perceberam que o que nos mata é o CARIMBO, a despesa rígida, o orçamento inflexível minha santa maria da piriquitinha torta ??!!

    santo Deus ..mas que bando de imprestáveis mesmo !!!!???

    https://www.youtube.com/watch?v=lyY6xYET1Xs

    • ..ministro, DESCULPE tê-lo questionado ofensivamente ..em verdade é difícil se fazer um prognóstico sobre o quanto se irá arrecadar ..problema é que o potencial de arrecadação da CPMF, fora a inflação (2008-16) deveria levar em conta outros fenômenos como expansão das importações (em especial da CHINA) e o crescimento do PIB por exemplo ..isso, somado ao % mantido, faz nos acreditar que muito mais do que os R$ 83 bi seriam amealhados ..e que tal montante não deveria, diante do quadro econômico severo que enfrentamos, ser carimbado para um setor, mas voltado a ajudar a colocar as finanças públicas em dia.

  • Não se esqueça de esclarecer ao público de seu Blog os benefícios da nova CPMF.

    Vale esclarecer que todo buraco das contas públicas é por conta do termino desta contribuição.

    Agora ela voltará finalmente.

    Poderemos assim vislumbrar um 2016 com crescimento sustentado em torno de 3 a 4%.

    Como diz nosso ministro da Saúde, : ” Sem a volta da CPMF a Saúde será um caos”

    Devemos esclarecer aos fascistas que nosso guia maior Lula, ja disse repetidas vezes. “No Brasil se paga pouco imposto.”

      • Chegamos a 1 trilhão de sonegação; só neste ano a 320 bi, algo assim. Haja Lava-a-Jato para chegar a esse nível. Se o governo conseguir coibir a sonegação e auditar a dívida pública, seria muito bom.

    • Sobre isso li no blog do Esmael Morais de que se ainda tivéssemos a CPMF haveria combate a todas as movimentações suspeitas da Lava Jato. Diz o post: “A alíquota de 0,38% foi defenestrada porque possibilitava o controle da circulação de grandes somas de dinheiro, geralmente sonegados, por meio da Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) A roubalheira que hoje é investigada na Lava Jato poderia ter sido combatida na origem se a CPMF ainda existisse. Portanto, os que são contra o “imposto sobre cheque” é porque temem a Receita Federal e praticam a sonegação. Na época, o Coaf exigia que se informasse ao governo as movimentações de pessoas físicas ou jurídicas que ultrapassassem o volume de R$ 5 mil a R$ 10 mil por semestre. Era um horror para os sonegadores contumazes. A volta da CPMF sob o rótulo de “Contribuição Interfederativa da Saúde (CIS)” seria uma benção à saúde pública e um reforço no com bate à corrupção e facilitaria operações como a Lava Jato. Seja bem-vinda, CIS. E os larápios que entrem debaixo da cama.”

  • Precisa é esconder o Aécio. Essa agora de toda a mídia internacional ter noticiado a acusação do doleiro contra o playboy e o pig fingir que não ouviu foi demais, einh, Edu? A Cantanhede disse que “era muito assunto por isso passou batido, amanhã encaixa em algum comentário”. Muito assunto contra o governo claro, daí contra o PSDB “não encaixa”. São uns pilantras

  • Eduardo Guimarães, cortar ministérios não só é uma medida inócua como soa pura demagogia.

    Em primeiro lugar, porque Ministérios de fato, só existem 24, e não 39.

    Dentre os outros 15 “Ministérios” fazem parte: a AGU, o BACEN, a CGU, o GSI, a Casa Civil e algumas das Secretarias ligadas a Presidência da República.

    Quem é louco de “acabar” com um desses órgãos, que são essenciais ao funcionamento do Estado Brasileiro?

    Na verdade, o status de “Ministério” serve muito mais para definir o foro competente ao qual serão submetidos as autoridades que comandarem tais órgãos e para tentar dar uma maior dinâmica e eficiência a determinadas políticas públicas. É apenas uma desconcentração administrativa. Se, p.exemplo, extinguirem a Secretaria de Mulheres, fatalmente as políticas públicas dirigidas por essa pasta serão deslocadas para o Ministério da Justiça ou dos Direitos Humanos. O corte de gastos será próximo de zero.

  • O problema não é o número de ministérios, mas sim o de cargos comissionados: 100 mil pessoas estão em cargos comissionados no governo federal – e sem concurso. Mas, como grande parte é de apadrinhados políticos, isso o governo não corta.

  • Bom dia Edu!

    Corte em ministérios realmente não é problema, o grande problema é a sonegação de impostos que os coxinhas fazem questão de fazer!

  • Já contei aqui um “causo” do MENINO, do VELHO e do BURRO, para mostrar como pensam a oposição e a mídia.
    O velho e o menino montaram no burro para viajar. A certa altura do caminho, encontraram um grupo de pessoas que fez o seguinte comentário: onde já se viu duas pessoas montarem em um pobre animal? Ante este comentário, os dois desceram do burro e continuaram sua viagem.
    Mais adiante, encontraram outro grupo, que fez a seguinte censura: olhe os dois idiotas puxando o burro, ao invés de montá-lo.
    Então, eles pararam, o velho montou no burro, e o menino se pôs a puxá-lo, dando prosseguimento à viagem.
    Mais à frente apareceu outro grupo, que comentou: que velho desalmado! Como ele fica no bem-bom e deixa o pobre menino puxando o burro neste sol ardente?
    Novamente, eles interromperam a caminhada, trocaram de posição e prosseguiram. Ainda mais adiante, apareceu outro grupo, que comentou: que menino mal educado! Está no bem-bom e deixa o pobre velho sofrendo neste calor.
    Mais uma vez, os dois interrompem a caminhada, o menino desce da montaria, e resolvem carregar o burro nas costas, continuando seu caminho.
    Quando chegam a seu destino, encontraram um grande grupo à espera deles, que receberam uma calorosa vaia, dado o inusitado de carregarem um burro nas costas.
    .
    Assim é essa oposição ridícula e o PIG: tudo que o governo faz está errado, mesmo que as medidas por ele adotadas foram reclamadas em outras oportunidades.

      • Controverso. Alguns a consideram classe trabalhadora por não se tratar bem da classe média tradicional. Acho que a Marilena Chauí é dessa linha que considera que houve um inchaço da classe trabalhadora, não da classe média.

        • Estamos longe de alcançar o que dizem alguns estudiosos, de que democracia pra valer se sustenta numa classe média robusta. Não tivéssemos os problemas atuais e os avanços prosseguissem sem percalços, talvez daqui a uns vinte anos ou trinta anos chegássemos lá. Continuamos um dos países mais desiguais do mundo. Saímos do mapa da fome porque atingimos a meta de combater 50% da pobreza extrema – restam os outros 50%.

  • Pois é Edu, com as matérias doidas desse PIG, não precisa nem o uso de drogas, já é uma viagem chapada. Eles mudam o assunto a toda hora. O importante é falar mal do PT o tempo todo.

  • Interessante: conforme ilustração do gráfico, os governos de Itamar, Lula e Dilma, justamente os melhores dos últimos 25 anos, foram os que mais tiveram ministérios.
    Em compensação, Collor e FHC, os piores do mesmo período, foram os que tiveram menos.
    Se haver menos ministérios significasse alguma coisa, Collor e FHC teriam sido melhores do que Itamar, Lula e Dilma, o que é um rematado absurdo.

    • Lula e Dilma os melhores? ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha….chorei de rir

  • Enquanto isso o ex presidente Lula esteve em Montes Claros participando de dois eventos, encontro com estudantes, prefeitos do norte de Minas e Vale do Jequitinhonha,antes da era Lula uma das regiões mais abandonadas do Brasil. Depois falou pra mais de seis mil pessoas em um recinto parcialmente fechado. Chamou o evento de “encontro”. Pois bem, a afiliada da famigerada globo disse que “no comício, segundo cálculos da Polícia Militar, haviam três mil pessoas”. Aí mostrou uns gatos pingados fazendo “protesto” numa das avenidas central dizendo que “havia cerca de “trinta pessoas”. Na imagem se percebe que não haviam nem dez. Um detalhe, os eventos aconteceram em uma das Universidades particulares local e distante do centro. Essa mídia é uma piada e de muito mau gosto.

  • Mais um imposto? E você acha que vai afetar somente quem tem milhões em aplicações? Isso será revertido nos preços, aumentar a inflação, castigar ainda mais os mais pobres….

    • Bobagem. A CPMF é um instrumento poderosíssimo de combate à corrupção, ao crime organizado e à sonegação. Foi uma das poucas coisas boas que FHC criou

      • Então que fosse 0,1% ou menos, como já foi cogitado para justamente combater a corrupção. Essa justificativa que você dá é balela. O objetivo é avançar ainda mais no bolso do cidadão para cobrir o déficit primário….

      • Concordo Edu!

        Na verdade eu acho que a maior parte das cobranças de impostos deveriam ter como a CPMF, no qual, o pagamento vem direto da conta corrente, ou seja, é um imposto que não tem como sonegar!

        • Também concordo com a volta da CPMF, pois ela tira mais do bolso dos ricos do que do meu bolso. Além de ser um imposto que fiscaliza a origem de parte do dinheiro que entra “lavado” na conta dos que são contra a CPMF.

      • Uma sugestão: É claro que qualquer aumento de imposto é impopular e também é claro que o imposto como o CPMF é um instrumento poderoso de combate à sonegação e crimes financeiros . Então porque o governo não propõe este imposto mas tira o equivalente em outro, mantendo a mesma carga tributária . Ainda assim acho que o governo ganha e acaba com o discurso dos contrários.

    • Jackson, não sei se você sabe que com a aueda da CPMF, o percentual cobrado das empresas não foi repassado para os consumidores. Essa estorinha que a contribuição vai causar aumento da inflação é conversa para boi dormir de sonegador.
      Para você ter uma idéia da insignificância da antiga CPMF, se você emitisse um cheque de 100 mil reais para pagar a compra de um carro, o valor da contribuição seria de apenas 380 reais. O que isto significa para quem pode gastar tamanha importância?

  • Edu

    Acho que se Jesus retornasse e desse razão à Dilma, a oposição iria repetir a Bíblia: os tucanos fariseus, os Judas aliados e os Malafaias Caifáses iriam crucificá-lo novamente no lugar dos Cunhas Barrabáses com a bênção dos supremos tribunais. Falsamente, o PIG Pilatos lavaria as mãos.

  • Os midiotas que, enrolados em bandeira americana, pediam intervenção militar (obamamericana) contra o governo nacionalista, gritavam como papagaios da midia pela redução dos ministérios sem saber bem o porquê. Nao tenho dúvida de que o astuto Roberto Marinho substituiu um tal Chateau como o Rei do Brasil. Grande parte da verdadeira herança maldita, não taxada, é a que o Bob Marinho deixou, a continuidade dos seus três filhos “coroados” vice reis do boteco. Porque quem de fato manda é o consenso de Washington, com a sua CIA e os seus “marines” e os vice reis pintam e bordam por aqui a mando dos senhores da Metrópole imperial.

    Se os EUA querem acabar com a concorrência das empreiteiras e da indústria nacionais e exigem a entrega do pré sal à Chévron basta um estalar dos dedos. Depuseram, quando bem entenderam, os militares que começaram a passar os pés pelas mãos, a sonhar alto, com bombas atômicas, ainda que tais militares preferissem o cheiro de cavalo ao cheiro fétido do povo, e colocaram os serviçais Sarneys e FHC totalmente subalternos ao Consenso da banca internacional. Por outro lado, como os militares não tem, por enquanto, mais serventia para os donos do mundo e, além disto, os paus mandados dos FHCs entreguistas são sistematicamente derrotados nas urnas, observa-se que mudaram de tática e agem via Judiciário, um poder agora hipertrofiado, sem votos e aparentemente cooptado.
    Alguma coisa está errada, um poder sem votos destruir de forma irresponsável tudo o que se fez e se faz para tornar o país o mais autosuficiente possível .
    É claro que se tem que investigar e punir, isto é necessario e salutar, mas por que teria de ser desta forma vergonhosamente seletiva para destruir os que defendem um projeto nacionalista, não entreguista ao tempo em que os novos justiceiros consideram “não vir ao caso” a Privataria Tucana e os mais de 90 escândalos do governo FHC e outros tantos como a Lista de Furnas, aecioporto de Claudio, helipoptero com cerca de 500 kg de pasta de coca dos Perrella e, em São Paulo, como o trensalão, o rouboanel e a cratera do metrô?
    Para moderar este poder exagerado conferido a um grupo, do Judiciário, não seria o caso de se ter um conselho politico de homens verdadeiramente comprometidos com o projeto de um pais soberano, um conselho de notáveis envolvendo todas as esferas dos 3 poderes, inclusive um leque amplo.de juristas não só conservadores da Casa Grande, para por freios em individuos que de repente se comportam como napoleões e, na propria visão limitada e ofuscada pelos holofotes dos corvos da mídia, visão messiânica e comendo a corda dos vice reis marinhos, destruir a indústria e o conteufo nacionais das encomendas da Petrobras, levar à falencia as empreiteiras concorrentes dos interesses imperialistas, os empregos e os sonhos dos brasileiros ?.

  • sr Paulo Skaf ..antes da sua vaidade, nos ajude a refletir sobre a situação precária que atravessa o Estado brasileiro

    O sr diz que a CPMF nos trará mais dissabores do que conquistas, será ?

    Convenhamos, que tipo de Carga Tributária temos ? Por acaso os impostos regressivos, que batem no consumo – tipo Pis/cofins e ICMS -, podem ser considerar melhor que o de sobre movimentações financeiras

    E sobre este último incidir sobre a economia informal e subterrânea, a ilegal, clandestina e BANDIDA, sobre praticamente não cobrar por uma estrutura burocrática de arrecadação e fiscalização, por ser barato, rápido e previsível, nenhuma consideração ?

    Um dos pontos que a FIESP mais bate, com razão, é o nível do Juros básico, não é ? Ele que encarece diretamente o crédito das famílias e das empresas, que suga e concentra renda ..deixa o pobre mais pobre e o rico mais rico ..ele que inibe consumo e investimento ..mas, pergunta: pq os juros aqui são tão altos sr Skaf ? Dentre tantos motivos não seria pq o Estado esta sempre de quatro, de pires na mão, fragilizado, com as contas estouradas ? então ?

    Um dos fatores que nos mantém paralisados hoje não seria pq o Estado não esta conseguindo desemprenhar melhor sua política anticíclica, pró ativa, ou mesmo em desempenhar papel positivo e propositivo como indutor de crescimento ?

    Claro que lá atrás, por questões políticas, PT e LULA foram contra a contribuição ..evidente que, pra variar, eles estavam errados neste tema ..mas será que o país hoje tem mesmo que pagar pela insensatez dessa turma ? é de revanche então que falamos ?

    O Estado, como desenhado, sim, ele é um mal necessário ..ainda mais se descontrolado e agigantado, SEM meta nem rumo, sem controle nem rédeas, sem prumo nem ética..

    ..de certo que há que cobrarmos por uma melhor racionalidade e emprego dos recursos que por ele são tomados e sugados em sua estrutura que pouco retorno oferece aos contribuintes ..mas hoje a situação é emergencial

    ..será que daí a querermos tê-lo ainda mais desidratado, desculpe, mas isso não seria um grave erro que cometeremos, o de termos que, querendo ou não, carregarmos este moribundo pelos próximos 4,5 6 anos ?

    veja que interessante do que foi extraído no noticiário apenas ONTEM :

    O JN anuncio o caso de uma cidade que, por falta de creche, seus moradores estão conseguindo sentença judicial pra que a prefeitura pague pras famílias inscreverem seus filhos em estabelecimentos particulares

    O mesmo JN anunciou que o RS não tem dinheiro pra pagar o salário dos funcionários

    Ainda, que a Justiça faz MUTIRÃO pra aprovar aposentadoria pra quase uma cidade inteira que sofre duma doença genética, de pele, que inviabiliza as pessoas pra trabalhos à luz do dia

    ..inclusive, tb ontem, foi anunciado que o Governo Federal irá atender a um apelo dos esportistas e apoiar a ampliação dos recursos destinados ao BOLSA ESPORTISTA, principalmente visando as olimpíadas (já que aqui a inciativa privada e seu espírito patriótico comparecem com muito pouco)

    pergunta sr Skaf ? sem entrarmos no mérito das causas, muito menos abordarmos os aspectos legais e constitucionais que amparam muito destes atos ..perguntinha ..quem vai pagar por tudo isso ? como ?

    em tempo – se não me falhe a memória, já quando vigorava até 2007, o mercado financeiro, pra transações feitas com ações, recebeu um tratamento diferenciado pra incidência da CPMF ..se isso, as críticas feitas por este segmento tb carecem, ao meu juízo, de propósito

    então é isso ..se a turma “do governo” que defende este tributo, se ela não apresentar argumentos, vai ficar difícil, quase impossível aprovar

    APOIAR a volta da CPMF é, antes de tudo, diminuirmos riscos e incertezas ..garantirmos o Grau de Investimento ..removermos muitas das incertezas que hoje nos custam muito caro no cenário econômico ..dentre tantas, inclusive ABREVIARMOS o pagamento de juros internos extravagantes por parte do Estado, este que melhor canalizado, poderá gerar um novo impulso de crescimento mais a frente,

    então sr Skaf, quais seriam outros de seus argumentos ? (fora o rasgar de livros fiscais como apregoou até há alguns anos, claro ?)

  • Eles ficam contra ou a favor do que lhes interessa! Mas o objetivo final é sempre inviabilizar o governo. Mídia criminosa que fabrica midiotas. Quando os brasileiros vão acordar para entender esse conluio? Eles querem destruir o país. Viva Dilma!

    • Marly, ontem, conversando com uma vizinha com a qual tenho relações amistosas, falei que tinha curiosidade de entender o processo que a fez passar de uma visão mais de direita para uma linha progressista. Ela disse que quando comentava alguma coisa, a filha dizia – mãe, não é bem assim, vem cá, e mostrava outras interpretações além daquelas que ela via na TV e nos jornais. Aí essa vizinha me disse que um dia foi como se a mente dela se abrisse e enxergasse tudo claramente e começou a perceber coisas que não percebia (ela citou o tratamento dado aos negros, por ex.) e passou a pensar por si própria. Deixou de ser zumbi, foi o que praticamente disse. Esse é o valor do diálogo (como o da filha com ela) e da Educação. Por isso, como diz o Edu, a gente não pode desistir.

  • Aécio pôs a corda no pescoço, e se enforcou, na politica sera difícil ele chegar a presidência, demostrou que não tem capacidade para conduzir a nação, ele certamente sera posto para escanteio pelo PSDB

  • Se é para cortar despesas por que Aécio não contribui reduzindo a quantidade de assessores que ele tem no gabinete? Pelo que eu sei são 25 assessores. Afinal pra que ele precisa de tantos assessores assim? Será que todos realmente trabalham?Quando o sr. Demóstenes Torres era senador ficamos sabendo que a filha do FHC, sra. Luciana Cardoso, era uma de suas assessoras “fantasma”, pois a mesma “trabalhava” para ele, mas em sua casa. Portanto, se exigiram que Dilma realizasse uma “contenção de despesas” cortando ministérios, por que os senadores e deputados também não o fazem em seus gabinetes reduzindo a quantidade de seus assessores?

  • É o poder,estúpido!!!
    O Brasil tem 202 milhoes de habitantes e 39 ministérios; São Paulo tem 52 milhões de habitantes e 29 secretarias; O Brasil tem 22 mil cargos comissionados,sendo 70% de funcionários públicos federais; O Estado de São Paulo tem quantos cargos comissionados e quantos são FPE????

  • Caro Edu

    Precisamos dizer a Dilma que ganhamos uma eleição e e nenhum momento foi com o projeto que está sendo executado, aliás acho que a oposição não tem do que reclamar, política de juros de acordo com o que a oposição pensa o Brasil, borrando as botas quando o assunto é regular a mídia, eu como fundador do PT me envergonho de após doze anos de governo central termos formado uma sociedade vil, reacionária e enfrentando dificuldades até na base que nos elegemos (os pobres e deserdados), estou triste e desanimado.

  • Quanto aos ministérios, é de uma obviedade ululante que muitos podem ser cortados (ex: Agricultura e Desenvolvimento Agrário), e é mais óbvio ainda que haverá menos dinheiro jogado fora.

    Quanto à CPMF, é um imposto perverso que só estoura em cima dos menos favorecidos, é um descalabro tapar com mais imposto o buraco que a incompetência e a roubalheira criaram, e é mais do que claro que, a exemplo do passado, não haverá nenhum benefício para Saude, Educação como pensam os mais ingênuos.

  • Tem que reduzir o desperdicio, a mordomia, os carros oficiais, os apartamentos funcionais. Enfim, todo o lixo estatal tupiniquim.
    Claro que combater o desvio, também.
    Reduzir os ministerios é bom, desde que caia substancialmente o numero de cargos. Façam os funcionarios publicos trabalharem de verdade. Tem também efeito simbólico.

  • :

    : 19:13 Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:

    * 1 * 2 * 13 * 4

    *************
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia
    ::
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !

  • Eduardo, para terminar um bom dia, aplausos para Manu Thomaziello, que enfrentou os coxinhas e furou o boneco do Lula.Somos todos Manu. Que venham as brigadas lulistas.

  • :

    :

    .:. 01:13

    .:.

    Ouvindo As Vozes do Bra♥S♥il e postando:

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  • Não criticaram quando houve o aumento da conta de energia elétrica? Agora que se anunciou a redução do preço criticaram também, disseram que o governo deveria manter ligadas as termoelétricas (jornal da globo, w. waack).

  • ♫ Enquanto isso, o Gerry Aidimim “congelou” a construção do monotrilho Tiradentes e Paraisópolis. Como ele afirmou recentemente que faria o dito cujo, posando inclusive com cartazete alusivo e sendo gravado dizendo isso em vídeo, acho que ele é um forte concorrente ao título “Naso di Pinocchio” deste ano.
    E a Falha de São Paulo continua exigindo que eu assine aquele pasquim reacionário, para me deixar comentar o que ela mal e mal noticia… Mas nem morto! Prefiro comprar papel de embrulho para forrar a lata de lixo, a ser embrulhado por jornal vigarista em situação pré-falimentar…

  • :

    : 04:13 : Ouvindo As Vozes do Bra♥S♥il e postando: * 1 * 2 * 13 * 4

    *************
    .:.
    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do Brasil inteiro.
    ::
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !

  • Triste é ler o último post do jornalista Ricardo Kotscho intitulado “Governo Dilma-2 caminha para a autodestruição”. Ele realmente “jogou a toalha”, para alegria da coxinhada que anda comentando por lá. Triste mesmo.

  • Apesar de ser antipetista devo concordar com o Ciro que cortar ministérios não vai dar bilhão.O governo deveria cortar na carne,demitindo funcionários públicos,diminuindo gastos com propagandas e programas sociais como bolsa-família,pró-uni e mais médicos.Não sou nenhuma burguesinha!Só acho que você não pode dar o que não tem,e o governo brasileiro não tem condições de manter esses gastos todos.Voltar ao tripé básico da economia é a única forma do governo recuperar a confiança dos investidores,mas como é certo que o PT não fará nada disso,pode esperar as agências de risco diminuindo a nota do Brasil,aí a situação vai complicar de vez e o PT será humilhado como foi o Tsipras na Grécia.É loucura se rebelar contra o capitalismo,as leis do mercado internacional etc.

Deixe uma resposta