Direita não quer mais se arriscar a tirar Temer e pôr FHC

Análise

temerario

Não vou escrever sobre 2016, não vou fazer retrospectiva. Chega a ser um desrespeito para com a inteligência das pessoas dizer a elas como foi o inferno que viveram neste ano. É chamar o sujeito de idiota, ainda que muitos adorem que a mídia os chame de alguma forma, nem que seja de idiotas.

Prefiro falar do futuro imediato, de 2017, que precisaremos dividir em tópicos.

Tópico 1 = Fora, Temer?

Não sei se vai rolar… Acho que Temer se fortaleceu entre os golpistas por conta de que se ele cair pode ocorrer uma surpresa na sua sucessão. Podem ver que o PSDB está todinho fechado com ele, tirando até fotos, abraçadinhos etc.

O que, convenhamos, é um péssimo negócio, ainda mais em um momento em que estão arrancando os direitos dos trabalhadores, coisa que muita gente é sem saber, preferindo achar que está “do outro lado” por ser de classe média.

Cheguei a achar que a queda de Temer pela cassação da chapa Dilma-Ele seria ruim porque obviamente a eleição do presidente substituto não ocorreria, já que o ano está terminando e se a eleição não ocorre até o fim do segundo ano do mandato do último presidente eleito, uma eventual substituição seria por eleição indireta, de modo que, além de o Brasil trocar duas vezes de presidente em menos de um ano ser (mais) um golpe mortal para a economia, ainda nos empurrariam, pela garganta abaixo, um FHC ou outro reaça qualquer.

Contudo, como já disse, não há sinais de que Temer será abandonado no meio do caminho, ainda mais depois de emplacar o teto de gastos e a recente proposta de arrocho nos direitos trabalhistas, que talvez tenha sido o pior retrocesso da história para o trabalho assalariado.

Tópico 2 = Eleição indireta ou diretas já?

É muito arriscado para os golpistas. Os brasileiros gostam de xingar os políticos, mas não abrem mão da eleição direta. Até quem não vota quer que a eleição seja direta. Porque a maioria intui que pôr alguém pra mandar em tudo que ninguém sabe como será escolhido não é lá um bom negócio pra ninguém.

Uma campanha pelas diretas já pode contaminar o país. E se contaminar o país não vai dar tempo de condenarem Lula em segunda instância, e sem condenarem Lula em segunda instância não será possível impedi-lo de disputar uma eleição presidencial que acabará virando eleição direta.

Aliás, regra estabelecida na minirreforma eleitoral de 2015 diz que uma eleição para substituir presidente já no terceiro ano de mandato só será indireta se o registro da chapa for cassado nos últimos seis meses do mandato.

Embora a regra esteja no Código Eleitoral e na Constituição, ela gera dúvidas. Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), protocolou uma consulta no TSE para saber quem elegerá o novo presidente, caso a chapa Dilma-Temer seja cassada.

Ou se Temer sofrer impeachment, ou se renunciar.

Seja como for, é de interesse dos golpistas, portanto, o Fica, Temer.

Precisa explicar mais? Acho que não…

Então vamos ao terceiro tópico.

Tópico 3 = governabilidade

Durante os últimos anos do governo Dilma setores mais extremistas de esquerda e direita começaram a demonizar o conceito de “governabilidade”. No dizer dos dois extremos do espectro político, busca de governabilidade teria sido uma desculpa de Lula e Dilma para fazerem acordos com corruptos por, obviamente, serem também eles corruptos…

É uma bobagem, a famosa ideia de jerico, mas até hoje tem muito panaca que fala sobre governabilidade sob esse viés.

Governabilidade, porém, é condição incondicional para um governante poder fazer o seu trabalho e, como agora se sabe, não ser derrubado.

Para obter governabilidade o governante tem dois caminhos. Um deles é o seu partido conseguir eleger uma enorme bancada de parlamentares para lhe dar sustentação na casa legislativa de seu nível de governo – federal, estadual ou municipal. O outro é o governante fazer alianças.

Vamos fazer um acordo, leitor? Vamos estabelecer que político que promete governar sem apoio legislativo é um picareta, mistificador, enganador, malandro que você deve evitar?

Ok, obrigado. Então vamos em frente.

Não adianta Lula ou qualquer outro esquerdista vencer uma eleição se com ele for eleito um Congresso como esse, o mais conservador da história, gerado pelas convulsões sociais de junho de 2013.

Esquerdista ou direitista, para se eleger presidente, governador ou prefeito precisa de apoio parlamentar.

O que ocorre, porém, é que a esquerda nunca conseguiu força no Brasil para eleger grandes quantidades de parlamentares porque campanhas para casas legislativas também dependem de quantidades gigantescas de dinheiro e, obviamente, o dinheiro não está na mão da esquerda.

O dinheiro está nas mãos do empresariado e o empresariado é de direita. Ponto. Assim, mesmo sem poder financiar diretamente o político, ele pode doar e arrumar amigos ricos para doarem também, mesmo que repasse dinheiro a esses amigos pelos meios mais diversos.

Portanto, eleger Lula seria factível se a direita aceitasse derrubar Temer. Mas só se a direita aceitasse sua derrubada, pois ela controla tudo – Executivo, Legislativo, Judiciário, Mídia, Ministério Público e Polícia Federal. E havendo risco de Lula se eleger, a direita não vai se arriscar.

Mas se o TSE fosse isento como deveria, cassaria a chapa Dilma-Temer como andou ameaçando fazer, mas que agora não fará porque sabe que fazê-lo pode dar merda. E será fácil não cassar essa chapa; bastaria usar as razões corretas pelas quais essa medida seria um absurdo.

Porém, o TSE não pode inocentar a chapa Dilma-Temer, pois acabaria com grande parte do discurso do golpe. E então, o que fazer? Ir cozinhando o galo, em fogo brando.

O grande desafio do Brasil, porém, não é nem eleger Lula. Do jeito que a direita está ferrando o povo, qualquer um que se apresentar pela esquerda daqui a dois anos terá grande chance de se eleger. O problema é o Congresso. Mesmo que não seja tão reacionário, ainda estará longe de ser o Congresso que o Brasil precisa.

A única fórmula de acabar com a interferência do dinheiro em eleições será o financiamento público de campanha. E sob regras muito igualitárias, o que seria uma guerra dentro da guerra…

Enfim, o fato é que o Fora, Temer ficou mais distante. No entanto, há muita delação por aí. Mas de repente a Lava Jato entende que vai ser desmascarada e que seus condutores ainda vão ter que enfrentar as consequências de seus atos arbitrários e ilegais e acaba pegando Temer via STF.

De outro jeito será muito difícil Temer cair. Os golpistas precisam dele como eu e você precisamos de ar. Sem ele, o golpe desaba e Lula volta, porém sob um risco nada desprezível de vir a ser alvo do mesmo processo que cassou Dilma caso com ele não for eleita uma bela base de apoio.

Os golpistas se unirão em torno de Temer como se ele fosse uma boia salva-vidas. Inclusive o PSDB e a mídia.

51 comments

  • Financiamento público????
    Vade retro.

    Tem que acabar de vez com todo e qualquer financiamento do estado a partidos ou outros lixos como sindicatos, “ongs”, olimpíada, copa….

    • O texto do Eduardo explica primorosamente porque os direitistas e puxa-saco dos patrões abominam o financiamento público de campanha.

      Sob a desculpa mentirosa e esfarramada de “não dar dinheiro a políticos” querem esses canalhas manter um sistema onde as empresas financiam os políticos que querem para depois usá-los como fantoches de seus interesses particulares (e obviamente só financiam aqueles que não apenas aceitam como querem representar esse papel), roubando o Estado e com isso recuperando várias vezes mais o dinheiro “investido” nas campanhas eleitorais.

      A desculpa é não usar o dinheiro público para a política, mas querem mesmo é usar a olítica para meter a mão no dinheiro público.

      Por isso mesmo a escumalha que se esforça por puxar o saco do poder econômico na ilusão de se beneficiar um dia com alguma migalha (a ilusão do capitão-do-mato) sempre vem com essa conversinha mole, mentirosa e canalha contra o financiamento úblico de campanha, que é a única forma de impedir o poder econômico de se apoderar do poder polítco.

    • Vade Retro o financiamento privado por empresas, isto sim provoca corrupção de verdade. A base da Lava Jato é esta, ou vcs querem que empreiteiras ou o escambau comprem políticos? Ah, sim, querem, desde que sejam do PSDB/PMDB/DEM…

    • Vade retro Brinco. Quem é pilantra, canalha e picareta torce contra o financiamento público de campanha. Casos dos diversos tipos de tucanos e seus apaniguados. Este é o Brinco, sempre a favor dos canalhas e nunca a favor do povo.

  • De fato, tudo indica que os golpistas já se decidiram pela permanência do usurpador no Poder. Alguns deputados e senadores já declararam, nas redes sociais, apoio ao Temer. O Deputado Domingos Sávio, v. g., defendeu recentemente a continuidade do governo Temer até 2018. A grande Mídia, pelo noticiário dos últimos dois dias, também já começa a alimentar essa ideia.

    Parece que os artífices do Golpe estão pondo em prática um PLANO-B. Mas por quê? O que teria acontecido no meio do caminho? Uma Pedra? Que Pedra?

    A trama inicial urdida pelos golpistas era: primeiro derrubar Dilma e Lula, depois “permitir” que Temer governasse até o fim deste ano (2016) e já no início de 2017, a Mídia golpista começaria a bombardeá-lo com acusações de prática de corrupção, baseada em informações vazadas via República do Paraná. Em pouco tempo, 3 a 6 meses, Temer cairia, porque a finalidade do Golpe era (e continua sendo) levar ao Poder a direita conservadora e fascista, por meio dos tucanos, elegendo, para tanto, FHC ou Aécio por meio de eleições INDIRETAS. Não era (e não é) o Temer que as elites desejam no Poder, mas um dos caciques tucanos.

    De repente, os congressistas, quase a totalidade deles (88%) começam a ensaiar uma outra narrativa, a de que o “governo Temer tem condições de conduzir o país até 2018.”

    E aqui, cabe, por oportuno, uma brevíssima reflexão: A PEDRA NO CAMINHO DOS GOLPISTAS SERIA LUIS INÁCIO LULA DA SILVA? Penso, a princípio, que sim. Por tudo de bom e construtivo que realizou em benefício do povo brasileiro, em apenas oito anos de gestão, pelos avanços e conquistas que o país experimentou durante o seu governo, pelo bem sem precedentes que fez às classes menos favorecidas, pelo inestimável legado que deixou, o garoto pobre de Caetés, o ex-metalúrgico, o presidente cuja única obsessão foi dar água aquem tem sede e pão a quem tem fome, LUALmaior estadista da história do Brasil, LULA tornou-se sim

  • De fato, tudo indica que os golpistas já se decidiram pela permanência do usurpador, Temer. Alguns deputados e senadores têm declarado, nas redes sociais, apoio ao Temer. O Deputado Domingos Sávio, v. g., defendeu recentemente a continuidade do governo Temer até 2018. A grande Mídia, pelo noticiário dos últimos dois dias, também já começa a alimentar essa ideia.

    Parece que os artífices do Golpe estão pondo em prática um PLANO-B. Mas por quê? O que teria acontecido no meio do caminho? Uma Pedra? Que Pedra seria essa que não se consegue destruir nem com o poderoso consórcio formado pelos golpistas?

    A trama inicial urdida pelos golpistas era primeiro derrubar Dilma e Lula, depois “permitir” que Temer governasse até o fim deste ano (2016) e já no início de 2017, a Mídia golpista começaria a bombardeá-lo com acusações de prática de corrupção, baseadas em informações vazadas pela República do Paraná. Em pouco tempo, Temer cairia, porque a finalidade do Golpe era (e continua sendo) levar ao Poder a direita conservadora e fascista, por meio dos tucanos, elegendo algum dos seus caciques por meio de eleições INDIRETAS. Não era o Temer que as elites desejavam no Poder, mas um tucanos (ou qualquer um que governe para as elites nacionais, privilegiando sobretudo o capital financeiro e os oligopólios de comunicação).

    De repente, os congressistas, quase a totalidade deles (88%) começam a ensaiar uma outra narrativa, a de que o “governo Temer tem condições de conduzir o país até 2018.”

    E aqui, cabe, por oportuno, uma brevíssima reflexão: A PEDRA NO CAMINHO DOS GOLPISTAS SERIA LUIS INÁCIO LULA DA SILVA? Penso, a princípio, que sim. Por tudo de bom e construtivo que realizou em benefício do povo brasileiro em apenas oito anos de gestão, pelos avanços e conquistas que o país experimentou durante o seu governo, pelo bem sem precedentes que fez às classes menos favorecidas, pelo inestimável legado que deixou, o garoto pobre de Caetés, o ex-metalúrgico, o presidente cuja única obsessão foi dar água a sedentos e pão a famigerados, LULA, o maior estadista da história do Brasil, apesar da perseguição implacável que sofreu (e sofre) tornou-se, sim, uma robusta pedra, dura e resistente, no caminho dos golpistas.

    Pode-se dizer que Lula é uma pedra indestrutível, pois os malditos golpistas que o perseguem poderão até matá-lo, mas não conseguirão destruir seu legado, que já está inscrito na história pelas páginas da internet, consignado nas crônicas diárias, sobretudo, dos blogueiros progressistas, como testemunho indelével do momento político que vivemos.

    Uma outra razão para se querer a permanência do Temer até 2018 seria a descrença do povo brasileiro com a classe política, incluídos aqui todos os partidos políticos, sem exceção. E isso ocorre porque, de tanto atacar e destruir o PT com calúnias e difamações, impondo-lhe uma derrota arrasadora, as elites nacionais acabaram fazendo ‘terra arrasada’ da totalidade das instituições políticas, colocando no mesmo patamar,no que tange ao descrédito do eleitor, todos os potenciais candidatos da Direita. Nesse sentido, uma eventual eleição indireta para presidente da República redundaria certamente em intensa repulsa social. Daí, a necessidade imperiosa, por parte dos golpistas, de manter-se Temer até 2018.

  • Edu, só se surgir um improvável vazamento indefensável e apartir daí o fator STF resolver se sacudir pra salvar sua imagem e pra livrar de algumas pulgas e acabe causando um fato novo, senão tamos lascado…

    • O stf esta mais sujo que pau de galinheiro. Não salva um. Sem honra, sem dignidade, apatridas, não há a mínima condição de ter confiança nesta mafia. Só querem suas mordomias, não importando a situação geral do povo brasileiro que os sustenta. Vergonha, vergonha, vergonha!!!

    • O STF é um caso perdido, é uma organização que perdeu a legitimidade e a credibilidade. Deixou de ser uma instituição para se tornar uma organização de covardes e canalhas. Somente com uma reforma democrática no Judiciário e os fins das mordomias dos seus marajás é que o STF poderá voltar a ser uma instituição legítima e com credibilidade.

      • Em qualquer país do Mundo em q o executivo indica os juizes do STF, existem a principio 3 possibilidades:

        1) Juizes agem de má-fé e protegem quem os indicou
        2) Juizes simplesmente agem de acordo com a lei e estao evidentemente sujeitos a erros
        3) Juizes agem de má-fé e protegem o adversario de quem os indicou.

        Esta ultima opcao é, evidentemente, o que se pode chamar de “estupro ao minimo senso comum”, portanto só restam as outras 2.

        Ou seja, se um STF q tem 8 juizes indicados pelo PT condena o proprio PT e absolve o PSDB, age de forma puramente tecnica (opcao 2).

        Por outro lado, se condena o PSDB e absolve o PT, há suspeicao. O mesmo raciocínio vale para qualquer lado em qualquer país do Mundo.

  • Dilemas interessantes ..do que entendi pra haver novas eleições diretas

    A constituição fala em Vacância da Presidência (caso de morte e impeach) e prazo máximo até o fim do segundo ano de mandato (31.12.16 no caso)

    Já a lei eleitoral em CASSAÇÃO de registro ..factível ..com prazo até seis meses antes do final do mandato (30.06.18) ..porém só depois do TRANSITO em JULGADO (afffi maria) ..impossível

    Há quem aposte que os camaradas MORCEGÕES (verdadeira CASTA de empregos vitalícios, direitos exclusivos e benefícios ofensivos) vão pedir VISTAS e enrolar até aonde der com seus data venia e NÃO VEM AO CASO dos “Agilmal Mendes” , “Fux” e, “Tófoli”

    ocorre que..

    A direita esta num abraço de afogados com Temeroso e sem alternativa ..a esquerda não quer nem tem BOTE pra resgatar

    Na economia…

    ..as medidas ainda são muito tímidas ..o juros básico RETARDATÁRIO demora a fazer efeito ..o do cartão cai por TRUQUE estatístico enquanto seu devedor consumidor continuará, assim como as empresas endividadas, com dívidas insanáveis ..bem como os Estados e Municípios imobilizados tamanho seus endividamentos versus suas receitas

    Agora há quem fale em turbinar novamente o BNDES, as Concessões e privatarias (que tirando o Pré Sal o resto apresenta risco em incerteza)

    Irrigar o crédito, a liquidez, investimentos e programas sociais, pelo próprio discurso SUICIDA e INSANO do pai do Michelzinho, acabou virando crime ..qual seja, uma saída que o próprio “eu_gênio” não se permitiria ..logo

    Os grandes projetos de INFRA ou já foram entregues ou estão quase que paralisados pela turma de Curitiba

    As reformas tb (corte de gastos e trabalhista) só prometem efeito no médio e Longo Prazo (isso SE),,

    ..previdenciária e tributária são osso duro de roer e um sonho ainda distante, com efeitos muito mais pra geração do Michelzinho do que pra Marcela ..já que Michel pai não deve sobreviver por mais uma década

    então ..pela retomada a ser dada em ritmo de LESMA em 2017

    então só nos resta desejar mesmo um Feliz 2018 pra todos vocês

    ps – na emergência eu ainda mantenho a aposta na saída JOBIN (..embora reconheça que o povo não iria querer ver um indireto alçado ao Poder por este Congresso)

  • PEC 55, mexer com CLT, no mínimo um empenho na reforma da Previdência… Apoio de mais de 80% do Congresso… Lugar na história já reservado para os piores sacanas da política brasileira…
    Tudo isso faz Temer, dentro da leitura de hoje, estar garantido até 2018.
    Só que a política brasileira se encontra num mar de imprevisibilidade, por conta da LavaJato e da caixa de pandora aberta em junho de 2016.
    Não aparecendo na área o “imponderável da silva”, Temer fica mesmo.
    E ele age com algum método: a correria dele neste fim de ano foi justamente para mostrar para a direita brasileira o quanto ele é “confiável”.

  • É, realmente, a direita não vai mexer em “time que está ganhando”. Todos os direitos trabalhistas, previdenciários e sociais estão sendo dizimados. Para que tirar “o cara” deles?

  • Apenas um alerta aos inocentes e sem memória

    O PMDB esta no PODER desde Tancrééédo e Sarney ..navegou com Collor, Itamar, THC1 e 2 (o do golpe da reeleição) ..com LULA 1 e 2 ..e com Dilma 1 e 1/2 (o do golpe do Congresso)
    `
    Portanto srs ..qq grupo que quiser tirar esta turma do poder tem que ser muito boa de serviço (o que é extremamente difícil) ..caso contrário ..não se enganem ..o pacote de bondades não tardara a chegar em 2017 para que já em 2018 o cenário (qq que seja ele) esteja no ponto pro grupo continuar a governar

    sim sim ..só vai faltar um candidato palatável que Deus haverá de DAR ..um detalhe pra este nosso “PRI” sul americano

    https://www.youtube.com/watch?v=3BbxzwCEb-E

  • Com o Lula eleito, acho que viraria o jogo. Ele tem a habilidade e o bom senso que faltaram a Dilma.

    Só é desolador pensar que podemos ter ainda dois anos de trevas. Mas o que não mata fortalece, não é mesmo?

      • Vai ser a primeira vez que a direita vai aplicar sua fórmula para manter o povo na miséria, após esse mesmo povo ter sentido como é um governo que tem a prioridade contrária, a de tirar o povo da miséria.

        Pode ser que o povo se mantenha na passividade bovina que demonstrou até aqui, mas se não o fizer, pode ser que que ocorra um fenômeno social inédito na História do Brasil.

        Quem viver (e não ficar cego) verá…

        • Ah, isso não vai demorar muito tempo para o povo tomar no lugar bem feio e começar a querer denovo um governo de esquerda a ponto até de falarem que eram felizes com o PT e não sabiam! Pois a população está empobrecendo e o desemprego aumentando muito!

      • Com certeza Eduardo, aliás estão saindo melhor que por encomenda, numa velocidade impressionante.

        Acho que estão seguindo o lema do JK as avessas. No caso deles iremos regredir cerca de 20 anos em 2.

  • Sem dúvida Edu, o pessoal fica contando com desavenças entre eles. Esqueçam, no final eles sempre se arranjam, acomodando aqui e ali os interesses pessoais. Aécio já compôs com Serra. Padilha deu bolsa mídia para o pig, e Gilmar está ajudando o Temer.
    O que conta para eles é não permitir a volta do PT que é a esquerda viável. Por isso o negócio é ir para a rua com o fora Temer, pedir diretas, defender o Lula, nosso candidato e partir para o pau (sem black bloc e sem guerriilha a la anos 70)

  • Concordo em grande parte. É muito mais importante eleger um congresso decente, realmente representativo das necessidades e anseios das massas populares do que ficar pensando em salvadores da pátria como presidente para 2018. Incluindo aí o Lula, pois ganhando ele, não apenas vai ter enorme dificuldade de governar se tiver um congresso hostil e traiçoeiro, como teve a Dilma, como também proclama hoje aos quatro cantos que faria tudo igual se fosse novamente eleito. Este “tudo igual” levou a essa merda que vivemos agora. Lula precisaria se reciclar 100%, coisa que ele nesta idade e com as pressões que tem do lawfare em cima dele não vai conseguir(ele está e continuará para sempre em sua vida totalmente enroscado com a lei, justa ou injustamente. A esperteza está em que o judiciário golpista soube tecer uma malha em volta dele que o enreda e imobiliza o tempo todo). Mais do mesmo não vale a pena que levantemos um único mindinho de nossas mãos. Lula e pt não dão mais.
    Não podemos nos esquecer que esta porcaria de congresso, assembleias e câmaras legislativas foram eleitas pelo povo, pelos eleitores. Alguém pode ter força o bastante, ainda que com razão, de ir contra a posição política de um deputado se ele argumenta que foi eleito legitimamente? O que precisa mudar é a cabeça do eleitor para ter um mínimo de discernimento na escolha dos seus representantes no legislativo.

  • olá Eduardo

    um Natal e um 2017 de muita saúde e luz, saúde e realizações para você e sua família.

    na minha opinião, o Brasil somente será uma nação depois que for quebrado o ritmo de à cada 20/30 anos termos um golpe.
    precisamos ter muito sangue rolando para isso acontecer.
    abracos

  • > Cheguei a achar que a queda de Temer pela cassação da chapa Dilma-Ele
    > seria ruim porque obviamente a eleição do presidente substituto não ocorreria,
    > já que o ano está terminando e se a eleição não ocorre até o fim do segundo
    > ano do mandato do último presidente eleito, uma eventual substituição seria
    > por eleição indireta

    Li em algum lugar que se a queda se der por cassação da chapa a eleição seria direta.

    So’ seria indireta se a queda se desse por outros meios, por exemplo, renuncia ou impeachment.

    Confere?

  • A luta deve ter como base a história. E 1964 esta aí pra ser aprendida.
    O discurso do Castello era o mesmo de hoje: em 1965 chamaremos eleições diretas. A oligarquia, a imprensa e os reacionários trabalharam para que fosse indireta. Tinha até candidato civil. Quando começou uma reação o sistema recrudesceu de vez em 1967.
    O passado repete-se, com quase os mesmos protagonistas, adicionando a veemência de parte do poder judiciário hoje.
    A mobilização social tem maior potencial hoje, mas não esta nas ruas e não parece que irá lá.
    Então acredito muito numa eleição indireta, se não 2017, será 2018. O golpe esta em andamento….

  • 1. Aprovação da PEC do teto de gastos, medida que só pode contrariar os desprovidos de raciocínio lógico ou espertalhões que fazem do desperdício de dinheiro público sua fonte de subsistência

    2. Reforma de ensino médio, que vem tentar resgatar um sistema educacional dilapidado pelos governos que, enquanto se jactam de terem melhorado a vida do povo, submergiram esse mesmo povo nas trevas da ignorância que resulta em contingente de mais de 40% de analfabetos funcionais, afora os índices vergonhosos que ostentamos nos rankings internacionais.

    3. Aprovação da Lei de Governança das estatais, no seio das quais foi gestada e parida a mais sórdida das gatunagens que o mundo moderno tem testemunhado, que levou à lona a outrora imbatível Petrobras.

    4. Reforma do setor elétrico, dilacerado pela sanha populista da ex-president”a” de triste memória

    5. Encaminhamento de reforma da Previdência, mastodonte que chafurda no pantanal da insolvência.

    6. Projeto de lei de reforma trabalhista, mesmo sem conter o aluvião de direitos que, se beneficiam os trabalhadores empregados, alijam mais de 12 milhões de cidadãos que querem trabalhar antes de zelar pelos direitos que mumificam as relações trabalhistas, e afastam os investidores refratários ao altíssimo “custo Brasil”.

    7. Reabilitação da “Última flor do Lascio…” como idioma pátrio, que durante anos foi substituido por dialetos guaranhuense ou búlgaro-mineiro.

    Eis um pouco do que já foi alcançado pelo tal do “golpe”. Sem popularidade, Temer se move com desenvoltura entre próceres do Legislativo e do Judiciário, cercou-se de equipe econômica sem precedentes em termos de gabarito. Não será fácil a reconstrução de nossa Pompéia tropical, que o Vesúvio petista tentou e quase conseguiu soterrar sob as lavas da corrupção e do assalto ao Estado. Mas é um começo.

    • Cara, vai ter que ter eleições em 2018, se estas forem canceladas o povo com certeza não irá aceitar, pois irá ficar totalmente claro que teve golpe e o povo começará a enxergar o golpe, por isso, as eleições irão acontecer em 2018 sim, mas com as condições de colocarem um tucano lá!

  • Um país onde a suprema corte assiste quieta a todo tipo de ilegalidade , o que podemos fazer? Em 2018 será que ainda existirá um país chamado Brasil? ou seremos oficialmente uma colônia americana? Em 2018 o PSDB, PMDB e seus comandados com o apoio da globo( que em minhas orações peço a Deus para que seja exterminada),STF .PGR MP… vão instituir o parlamentarismo, para que possam se perpetuar no poder. Na verdade o STF , PGR , MP … deveriam ser extintos. Qual a finalidade em existir se tem como único objetivo colaborar com a destruição do país.

  • Acho que você se engana em um aspecto : O GRANDE DESAFIO DO BRASIL É SIM ELEGER LULA, NÃO HÁ A MENOR POSSIBILIDADE DE ASSIM NÃO SER. Entretanto, se vai consegui-lo, é outra coisa. Particularmente acho que não vai. A direita é muito poderosa neste país, com o apoio do dinheiro que ela controla e a ainda maior “ajuda” dos EUA, para dar um golpe e deixar o jogo virar assim, sem mais nem menos Como também a Sociedade brasileira ainda é muito fraca, FRAQUÍSSIMA, no que se refere a lutar por seus direitos para contrabalançar esse poder com sua superioridade numérica, ou seja, para ir para a porrada e deixar os donos do dinheiro com tanto medo de uma convulsão social que teriam que engolir Lula. Isso não vai acontecer, os brasileiros vão preocupar-se com suas mesquinharias diária e como sempre fingirão que a História de seu país, e os destinos deles próprios, “não são com eles”. E por que eleger Lula é tão fundamental? PORQUE SÓ LULA SERIA CAPAZ DE CONDUZIR UMA TRANSIÇÃO DEMOCRÁTICA BEM SUCEDIDA, ENFRENTANDO DIREITA, MÍDIA E JUDICIÁRIO COM SUA LIDERANÇA NATA JUNTO À POPULAÇÃO, CAPAZ DE MOBILIZÁ-LA POLITICAMENTE NA HORA CERTA, E SUA IMENSA HABILIDADE POLÍTICA. Só Lula conseguiria eleger um Congresso “melhorzinho”. E o que é um Congresso “melhorzinho”? Seria um Congresso onde, ainda que a direita continuasse majoritária(e não nos iludamos, ela continuará devido ao financiamento privado de campanha)sua superioridade seria menor, o que facilitaria a ação política do presidente. Mas a direita não continuaria majoritária (diriam os incautos)? Continuaria, MAS AÍ TERÍAMOS A HABILIDADE POLÍTICA DE LULA AGINDO PARA CONTORNAR ESSA MAIORIA, COMO FEZ EM SEUS GOVERNOS, TENDO ALGUM “OXIGÊNIO” PARA AGIR POR SER UMA MAIORIA INEGÁVEL, MAS UM POUCO “ALIVIADA” PELA ELEIÇÃO DE UM CONGRESSO MENOS REACIONÁRIO. Mesmo em um quadro onde somente Lula fosse eleito, com esse Congresso atual, apenas ele poderia sobreviver,embora fosse muito mais difícil. No resto, concordo com seu artigo no que se refere à não queda de Temer. Aliás, já vinha dizendo isso há semanas, basta olhar meus textos. TEMER NÃO CAIRÁ OFICIALMENTE, PORQUE JÁ CAIU DE FATO, OU ESTÁ PRESTES A CAIR. Para ser mais claro, Temer será uma “rainha da Inglaterra”(é claro que já é isso em grande parte, mas agora o será por completo), continuará formalmente no poder, mas verá sua turminha alijada e o controle político e administrativo nas mãos do PSDB. Moreira Franco e Eliseu Padiilha, a dupla de ladrões, cairá em breve e o PSDB controlará tudo, restando a Temer o posto de assinador oficial dos documentos. OU SEJA, O PSDB CONSEGUIU ELEGER-SE DA FORMA QUE REALMENTE GOSTA, SEM VOTO NENHUM, NEM MESMO OS VOTOS INDIRETOS DE UM CONGRESSO GOLPISTA. Isso são o PSDB e a direita a quem ele representa que só suportará Temer porque, além do risco que uma queda do ditador poderá trazer para eles(o povo pressionando por eleição direta que seria ganha por Lula)tirarão o “ladraozinho de galinha”, Temer, de junto do tesouro e COLOCARÃO SEUS LADRÕES PROFISSIONAIS DO PSDB, QUE OS REPRESENTAM, E COMO ELES CONHECEM A “ARTE” DE ROUBAR O BRASIL POR COMPLETO, DEPENANDO-O, COM “TALENTO”, SEM DEIXAR QUE “BRIGUINHAS PALACIANAS” (NA VISÃO DELES)COMO A DE GEDDEL,. QUE TAMBÉM OCORREM COM OS TUCANOS, CHEGUEM ATÉ OS OUVIDOS DA TURBA, ALÉM DE ENTENDEREM-SE PERFEITAMENTE COM OS NAZISTA DA LAVA JATO, AFINAL TODOS SÃO SERVOS DE CONFIANÇA DOS MESMOS PATRÕES, A CLASSE DOMINANTE E OS EUA. Esse é o quadro de 2017, que para mim terá pouquíssimas chances de mudar, graças a essa população burra e covarde que temos. Mais uma vez, nos manteremos como colônia .

  • Será que, com tantas perdas de direitos, os trabalhadores preferirão continuar passivos e aceitando o chamamento da Rede Globo (uma organização criminosa que tem que ser destruída) ao invés de se manifestar e partir para cima das organizações criminosas (em especial a criminosa Rede Globo de Televisão)?

    É necessário bater na tecla da democratização dos meios de comunicação (com o fim obrigatório da criminosa e perniciosa Rede Globo de Televisão e suas organizações mafiosas).

  • 2016 foi o ano em que, definitivamente, descobrimos que Lei só é aplicada em pobre, preto, puta e petista e que, todos eles tem o direito de fazer prova de inocência do que são acusados pelo onipotente, onisciente e onipresente SISTEMA JUDICIÁRIO … que começa pelo praça uniformizado te executando na quebrada.

  • Bom dia Edu!

    Talvez os tucanos e a parcela empresarial plutocrata pensaram melhor em manter o Mordomo das Trevas no poder porque ele atualmente está com muito apoio do congresso (comprando os parlamentares através de muito dinheiro público) e se derrubar ele para por um tucano no poder vai ser um tiro no próprio pé deles! Digo e repito, do jeito que a crise vai piorar, até o final do ano que vem já vai ter muita gente arrependida e desejando a volta de um governo de esquerda!

    Um abraço!

  • TEMER NÃO TEM MAIS CONDIÇÃO DE FAZER NADA. É UM INÚTIL, NEM DECORATIVO É.
    VOLTA ATRÁS EM TUDO QUE FAZ. UM VERDADEIRO BOÇAL A DESSERVIÇO DO BRASIL.
    ESTÁ PERDIDO E VAI ACABAR MUITO MAL SE NÃO MUDAR SEU GOVERNO JÁ.
    GOLPISTA TEMER, A ÚNICA FORMA DE VOCÊ DE SAFAR DE UM FUTURO TENEBROSO, É EDITAR A PEC DAS “DIRETAS JÁ”.
    Essa PEC das DIRETAS JÁ, seria a única forma do golpista MICHEL TEMER sobreviver ileso a todas asneiras que já fez. E ELE FIZER ISSO, VAI CONSEGUIR SOBREVIVER DEPOIS DE TUDO. O POVO VAI PARAR DE SACANEÁ-LO NAS RUAS E TODOS LUGARES ONDE ELE E SUA FAMÍLIA FOREM. PODERÁ ATÉ RECEBER ALGUMAS HOMENAGENS HONESTAS, diferentes daquela da IstoÉ que recebeu só para mostrarem AO MUNDO QUE ELE É O PIOR HOMEM DO ANO DE 2016 NO BRASIL, QUIÇÁ, DO MUNDO.
    TEMER, GOLPISTA, SALVE-SE. EDITE COM URGÊNCIA ESSA PEC E DÊ AO POVO BRASILEIRO, PELO MENOS, UMA VEZ EM SUA INÚTIL VIDA DE POLÍTICO, ALGO BOM QUE SAIA DE VOCÊ.

Deixe uma resposta