2016 não vai acabar tão cedo

2016, ano do golpe, da consolidação da crise, quando direitos dos trabalhadores e políticas de resgate de pobres e miseráveis começam a ser abandonados… Em 2016, a crise econômica se cristalizou a partir do beco sem saída a que chegou a crise política. E o pior é que 2016 não acabará tão cedo. Para isso seria necessário eleger novos governo e Congresso. Só pra começar.

Com 11 anos de atraso, FHC, Aécio, Serra e Alckmin serão investigados

As primeiras denúncias sobre a Lista de Furnas ocorreram em 2005. A lista comprova que FHC, Alckmin, Aécio, Serra e muitos outros tucanos receberam doações em 2002 por facilitarem roubalheira na empresa energética. O PSDB conseguiu prender os denunciantes do escândalo e a Procuradoria Geral da República engavetou o caso. Agora, porém, o MP do Rio é que fez o pedido de investigação à PGR, já que Serra, Alckmin e Aécio têm foro privilegiado. Sem pressão, eles continuarão impunes. Só com grandes atos públicos será possível impedir a mídia tucana e a procuradoria de abafarem de novo o caso.

Janot esfregou a lei na cara de Gilmar. Foi de lavar a alma

Está passando batido que o Procurador Geral da República passou uma dura carraspana em Gilmar Dantas. Se você não viu, tem que ver. E curtir. Não é sempre que alguém diz a Gilmar o que ele merece. Isso não apaga ou justifica eventuais decisões erradas que eu e outros como eu acham que o PGR tomou, mas mostra que nem todo mundo está disposto a ser desrespeitado por ele. Janot disse, em resumo, que Gilmar tentou proteger Aécio de investigação só porque ele pediu, desconsiderando a lei. Não é pouco, hein!

Se Teori Zavascki aceitar denúncia contra Aécio, PSDB inteiro dança

Ano passado, o ministro Teori Zavascki discordou de Rodrigo Janot quando ele pediu o arquivamento do processo contra Aécio envolvendo a “Lista de Furnas”. Na decisão em que aceitou o arquivamento, Zavascki escreveu que considerava “improcedentes” as razões de Janot para parar a investigação. A boa notícia é que o caso volta às mãos de Zavascki, quem a lei obrigou que aceitasse o pedido do PGR. E se puxarem o fio dessa meada virão Alckmin, Serra e, se bobear, até FHC.

Lava Jato não investiga Aécio porque foi criada para ajudar o PSDB

Aécio foi denunciado uma, duas, três, quatro vezes por diferentes delatores da Lava Jato como recebedor de propina. Há petistas encarcerados por muito menos. A cada denúncia, basta o PSDB emitir uma nota negando tudo que o juiz Sergio Moro acredita na hora. Precisa mais alguma prova de que a Lava Jato é uma farsa? Não indiciar Aécio Neves é o que mais desmoraliza essa operação farsesca, destinada a destruir o PT e a afundar a economia para atingir tal objetivo.

Se Aécio fosse petista já estaria na Papuda

Com a denúncia deste domingo contra Aécio Neves, já são três – uma, duas, três – as menções de delatores a ele no âmbito da Lava Jato. Tais menções, porém, não tem sido suficientes para que ele ao menos tenha a decência de calar a boca e parar de acusar outros por problemas com a Justiça que também tem. Afinal, ele sabe muito bem que, no Brasil de hoje, pau que bate em petista não bate em tucano. Mas tome cuidado, Aécio. Isso pode começar a mudar…

Ao defender Azeredo, PSDB perde condição de criticar o PT

Os tucanos se julgam muito espertos e, assim, acreditam que enganam a sociedade ao terem a cara-de-pau de acusar o PT por ficar ao lado de seus expoentes condenados enquanto faz o mesmo com os seus expoentes igualmente condenados. É por isso que o PSDB perdeu as quatro últimas eleições presidenciais e perderá a próxima, mesmo que, dessa vez, não seja para o PT, porque o Brasil sabe o quão hipócritas e mentirosos são os tucanos. E eles apenas acabam de dar mais uma prova disso.

Mais escândalos tucanos para a Justiça engavetar

No mês passado, o programa Roda Viva entrevistou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de quem se soube, neste fim de semana, que recebeu 1 milhão de reais da Odebrecht por palestra que não deu. Naquele programa, o tucano acusou e criticou Lula por receber dinheiro dessa mesma empreiteira por palestra não proferida. Confira o vídeo de mais um escândalo tucano que a Justiça terá o “enorme” trabalho de engavetar.

Juiza que investiga filho de Lula é irmã do prefeito tucano de Blumenau

Circula pela internet informação de que a juiza que determinou intempestivamente a operação de busca e apreensão no escritório do filho de Lula é irmã do prefeito tucano de Blumenau, Napoleão Bernardes. A matéria que vincula Celia Regina a Napoleão foi apagada pelo site de Blumenau que a veiculou, mas o Blog recuperou em cache. Para conferir, clique na imagem.

STF manda recado a golpistas: não somos republiqueta; estamos vigilantes

Vão se tornando mais verossímeis as previsões de que o Supremo Tribunal Federal se converterá, ao longo da crise política, em última linha de defesa da democracia brasileira. A nova configuração da Corte mostra-se promissora. Seu presidente e um de seus ministros mandaram recados muito claros aos golpistas liderados por Aécio Neves e Eduardo Cunha. Confira o vídeo clicando na imagem