Bolsonaro coloca em diretoria do Inep nome indicado pelo “Escola sem Partido”

O governo de Jair Bolsonaro nomeou nesta quinta-feira, 17, Murilo Resende Ferreira para o cargo de diretor de Avaliação da Educação Básica (Daeb) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), diretoria que é diretamente responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Rossieli contradiz Doria e afirma ser contra Escola Sem Partido

“A única ideologia que deve nos interessar é a ideologia da aprendizagem, essa tem que ser a nossa obsessão”, disse. A posição forte, nada política, é ainda contrária ao que disse o governador João Doria justamente ao anunciá-lo para o cargo. Doria afirmou ser favorável à bandeira do presidente Jair Bolsonaro, que quer combater uma suposta doutrinação de professores nas escolas.

Professor expõe a relação entre neoliberalismo e ‘escola sem partido’

O Estado perde sua capacidade de investimento (problema que, no Brasil, é agravado pela emenda do teto de gastos) e torna-se refém dos interesses do capital, que trata a política como mero efeito colateral de seu objetivo primeiro de acumulação[3]. Como resultado, o Estado funciona para a consecução dos interesses do capital, muitas vezes em detrimento dos interesses da população.

Na Câmara Municipal de SP, oposição derruba votação do ‘Escola sem Partido’

vereadora de São Paulo Sâmia Bomfim (Psol) divulgou há pouco em sua página no Facebook que a oposição ao governo Doria/Covas na cidade de São Paulo conseguiu barrar hoje (20) a votação do projeto Escola Sem Partido na Câmara Municipal. “Tentaram colocar na pauta de votação, mas não houve quórum”, afirmou Sâmia em transmissão ao vivo.