O alvo é Dilma em 2014

Análise

publicado, originalmente, em 24 de setembro de 2012 às 14:51

 

O PT vai despertando de um transe que fez com que acreditasse que seria sustentável para a democracia brasileira conviver com monstrengos como esses impérios de comunicação que cada vez mais vão se tornando uma espécie de jabuticaba, porque, em breve, só existirão no Brasil. E há quem acredite que esse despertar já chegou até à presidente da República.

Ao Sul da América do Sul, porém, a semana começa com uma notícia que exige muita reflexão: até dezembro, os oligopólios de mídia argentinos, a começar pelo Grupo Clarín (a Globo argentina), terão que se desfazer de considerável parte de seus impérios no âmbito da entrada em vigor de uma lei da mídia idêntica à que existe em qualquer parte do mundo desenvolvido.

É um avanço imenso, impensável no Brasil. Afinal, em nenhum país civilizado existem grupos de comunicação que operam em todas as plataformas de mídia (televisão aberta e a cabo, rádio, jornais, revistas e portais de internet) como ainda ocorre em vários países latino-americanos, ainda que boa parte deles já esteja impondo regras a essa orgia comunicacional.

O resultado desse remanescente gigantismo e dessa voracidade por verbas públicas dos grandes grupos empresariais de comunicação todos estão vendo no Brasil. Cada vez mais, essas aberrações vão atuando como um poder paralelo ao do Estado – e, muitas vezes, prevalente.

Há pouco, ocorreu um fenômeno que só é possível em uma nação em que a comunicação não tenha regras e na qual um minúsculo grupo de grandes empresas de mídia consiga sufocar a pluralidade exigível em setor tão vital. Um veículo de imprensa escrita fez uma acusação grave a um ex-presidente da República, não apresentou uma só prova e essa acusação passou a ser vendida pelos outros três grandes impérios midiáticos e seus tentáculos como se fosse fato inquestionável.

Reflitamos sobre quantos veículos há hoje no Brasil com poder de:

1 – Pautar a Suprema Corte de Justiça e o Ministério Público, fazendo com que acusem e condenem sem provas seus adversários políticos.

2 – Fazer acusações gravíssimas aos adversários políticos sem apresentar uma só prova e sem responder por calúnia e difamação, porque qualquer reação é chamada de “censura”.

3 – Mandar repórter invadir até o quarto de dormir de adversários políticos.

4 – Manter fora do alcance de investigações funcionários envolvidos com o crime organizado.

A CPI do Cachoeira, por exemplo, irá investigar jornalistas envolvidos no esquema. Contudo, serão só os de pequenos veículos de Goiás. Ou seja: a licença para delinqüir em nome da “liberdade de imprensa” não é para a imprensa, mas só para algumas empresas de comunicação.

Essas empresas escolhidas (pelo tamanho e pelo poder econômico) põem seus funcionários para agredir as mais altas autoridades da República tecendo histórias que não provam e intimidando os agredidos com acusações de “censura”. E ninguém faz nada.

Os juízes do Supremo José Antônio Dias Tóffoli e Ricardo Lewandoski vêm sendo acusados, insultados, ridicularizados e até caluniados por funcionários de Veja, Globo, Folha e Estadão em suas “colunas” impressas e em “blogs” corporativos.

O ex-presidente Lula, que como todo ex-presidente deveria ser tratado com um mínimo de respeito, ainda que não esteja acima de críticas, foi insultado pesadamente por um colunista. Não houve uma acusação, houve xingamento puro e simples. É tratado como um criminoso condenado assim, abertamente.

Minha mulher pergunta “Como é que pode?”. Podendo, respondo. Ela quer saber se ninguém pode fazer nada. Digo que só quem poderia fazer é Lula e ele não processa ninguém. Não faz como Serra, que processou o autor de Privataria Tucana. E se processasse não adiantaria nada porque Veja tem muito dinheiro e, se condenada, paga a indenização e pronto.

Agora, se Lula entrasse na Justiça contra o tal colunista que só faltou xingar sua mãe, o processo demoraria anos e anos e, ao fim, a empresa que o emprega, paga. Garantir proteção aos seus pistoleiros é vital para que ataquem sem medo.

A classe política, o Judiciário, o Legislativo, o Executivo, todos se borram de medo de uma máquina que conta com uma horda de arapongas pronta a devassar a vida de qualquer um usando escutas ilegais, invasão de domicílio, chantagem e o que mais se puder imaginar.

E se a mídia não acha nada, inventa. E se não conseguir inventar, apela à ridicularização e à injúria, gerando desgaste emocional e destruindo o ambiente social de seus alvos. Imagine o sujeito que sai na capa da Veja ou da Folha, como lida com vizinhos, amigos, parentes, colegas de trabalho etc. É uma condenação. O sujeito paga a pena sem jamais ter sido condenado.

O julgamento do mensalão, pois, pretende plantar, já neste ano, a base de uma pretensa morte política do PT e do ex-presidente Lula. Mas o objetivo não são as eleições municipais de 2012 e o julgamento em tela não terminará após expedir suas sentenças. Está sendo plantada a base para que tenha um desenrolar.

O ministro do Supremo Joaquim Barbosa citou a presidente da República ao ler seu voto sobre uma das celeradas “fatias” que inventou para facilitar o curso desse que já é reconhecido por inúmeros juristas como um “tribunal de exceção”, ou seja, onde os critérios de julgamento fogem aos ditames do Direito e da jurisprudência.

Aqui e ali, nesse conclave entre o oligopólio midiático e os partidos de oposição ao governo federal, já se diz que o mensalão que está sendo julgado é parte de coisa ainda maior. Ou seja: estão ensaiando o discurso com o qual pretendem chegar a 2014.

Se a dobradinha entre Supremo e Procuradoria Geral da República de um lado e grande mídia de outro funcionar bem, lá pelo início de 2013 Lula será arrolado em alguma investigação sobre a acusação sem áudio, sem vídeo e sem confirmação alguma que a Veja lhe fez.

As certezas que os tais “colunistas” manifestam em que a Justiça será favorável ao plano, obviamente que derivam de conhecimento de bastidores por parte do patronato midiático em relação aos órgãos que dão curso à campanha de criminalização do PT e dos seus políticos mais eminentes.

Como não se fazem necessárias provas de nada para que o chefe do Ministério Público teça considerações sobre a hipótese de processar Lula, o mesmo valerá para qualquer outro cidadão brasileiro. Bastará uma reportagem que diga que ouviu dizer uma acusação pelo amigo, pelo parente ou pelo associado de alguém para que o Estado aceite a premissa.

Acabou a democracia no Brasil. Não é preciso mais provar nada para acusar alguém. E o que é pior: tal prerrogativa só vale para alguns, ou seja, para determinado grupo político.

O enfraquecimento do PT que está sendo plantado hoje com tanto afinco, com tanta sofreguidão, a um custo de milhões e milhões de dólares de campanhas publicitárias desencadeadas para difamar e caluniar, obviamente que não visa a eleição de prefeitos e vereadores.

Anote aí, leitor: está sendo plantada a semente do envolvimento da presidente Dilma Rousseff no mensalão 2, sobre o qual os mercenários empregados na grande mídia já falam abertamente.

Antes, porém, será preciso anular o padrinho político dela, de forma que não concorra em seu lugar se conseguirem envolvê-la em alguma coisa que a impeça de disputar a própria sucessão, contando, para isso, com o beneplácito da Procuradoria Geral da República e com a obediência do Supremo Tribunal Federal.

Os cínicos, os ingênuos e os mal-informados farão a mesma pergunta: ora, mas por que a mídia quereria tanto destruir um partido se o capitalismo vem ganhando tantos presentes dos últimos dois presidentes da República (Lula e Dilma)?

Sim, o governo Lula e o governo Dilma cederam muito ao capitalismo selvagem que vige no Brasil. Contudo, como se viu no caso dos bancos, os governos do PT cederam e cederão só enquanto não tiverem condições para deixar de ceder. Além disso, o gasto social de governos petistas e as políticas para redistribuir renda e oportunidades estão tornando o rico menos rico e o pobre menos pobre.

Quase posso ouvir a ultra-esquerda e a direita rindo juntas da afirmação que encerra o parágrafo anterior. Todavia, só se não tiver alguém para esfregar na cara delas o índice de Gini, que, aliás, melhora tanto no Brasil que pistoleiros do Partido da Imprensa Golpista já até tentaram desqualificar a mais reconhecida fórmula de mensuração da desigualdade.

Nos próximos anos, os índices oficiais mostrarão a continuidade de uma distribuição de renda que a partir do governo Lula ganhou um impulso visível a olho nu, sem nem necessidade de recorrer a estatísticas. E esse é o xis da questão.

Distribuição de renda no país virtualmente mais desigual do mundo obviamente que mobiliza contra si os poderes que produziram essa situação. Alguém já se perguntou por que o Brasil é tão mais desigual que qualquer outro país em estágio similar de desenvolvimento?

A concentração de renda brasileira é digna de qualquer republiqueta bananeira. Aliás, os países que se ombreiam conosco em injustiça social são só os países mais miseráveis e sem importância política da África e da América Latina. Ou seja: nenhum país com tanta riqueza e tecnologia quanto o nosso tem desigualdade sequer parecida.

A equação que construiu esse fenômeno desde a Proclamação da República se sustenta no uso de meios de comunicação de massa para produzir realidades virtuais e para calar quem disser o que não interessa aos beneficiários da injustiça social, aqueles que a mídia diz que não existem, que são invenção dos que querem “luta de classes”.

Eis porque o PT se tornou “inviável” para a elite que concentra renda e que é dona das maiores fortunas e dos mais importantes grupos de mídia.

Distribuição de renda? Ora, para dar a alguém há que tirar de alguém, por isso se diz distribuição, ou redistribuição. Desenhando: a quantidade de dinheiro que existe no país é uma só. Não dá para criar riqueza e dar só para quem tem pouco, tem que tirar de quem tem muito ou de quem tem mais ou menos e dar a quem não tem. É assim que funciona.

O mais engraçado de tudo isso é que os que têm muito sempre acabam empurrando uma conta desse tipo para quem tem mais ou menos, ou seja, para a classe média, que, no entanto, adota o discurso daquele que lhe empurra a conta. E achando-se muito inteligente por isso…

Enfim, digressões à parte, é assim que a banda toca. Se não houver uma reação já, o script é esse.

O tom arrogante dos mercenários da grande mídia se deve à certeza de que está tudo dominado: seus patrões, além de dinheiro, têm como chantagear qualquer poder da República com campanhas de difamação como as que se abateram sobre Tóffoli, Lewandowski, Lula etc.

É nesse contexto que se olha para a única pessoa que tem hoje poder para enfrentar tudo isso: Dilma Vana Rousseff. Porque mídia e oposição demo-tucana detêm o poder máximo do Judiciário graças a Lula e ela terem nomeado procuradores-gerais e ministros do Supremo de olhos fechados, acolhendo indicações da Justiça e do Ministério Público.

Lula chegou ao poder crente em que teria que agir de forma “republicana” na indicação daqueles que são os únicos que podem inclusive processar presidentes, condená-los e até destituí-los do cargo. Deu nisso aí.

O homem que agora está nas mãos de um procurador-geral da República que já se mostrou seu adversário político nomeou sempre aquele novo procurador-geral que o Ministério Público Federal indicava enquanto que os presidentes e governadores tucanos nomeavam e nomeiam procuradores-gerais afinados consigo politicamente.

Inocência? Sim, com absolta certeza. Lula foi inocente. Mas Dilma está sendo ainda mais. Começou seu governo achando que poderia se entender com a mídia sem entender que ela não passa de braço político de um setor da sociedade, o setor mais rico. Ponto.

Dilma também despertou? Alguns dirão que suas respostas aos insultos de Fernando Henrique Cardoso e de Joaquim Barbosa e a nomeação rápida do novo ministro do STF constituem sinais de que já entendeu o que está acontecendo. A preocupação, porém, é a seguinte: quem caiu naquele conto talvez ainda não tenha percebido que é o alvo final disso tudo.

***

Quero cumprimentar o leitorado deste blog pelo magnífico desempenho no apoio que emprestou à iniciativa desta página e do Movimento dos Sem Mídia de exigir que a lei eleitoral seja respeitada. A medida, agora, terá dinâmica própria. O Jurídico da ONG já encaminhou a representação. Assim que tiver notícias, faço o relato.

  • Analise absolutamente correta.

    • “Distribuição de renda? Ora, para dar a alguém há que tirar de alguém, por isso se diz distribuição, ou redistribuição. Desenhando: a quantidade de dinheiro que existe no país é uma só. Não dá para criar riqueza e dar só para quem tem pouco, tem que tirar de quem tem muito ou de quem tem mais ou menos e dar a quem não tem. É assim que funciona.”

      Essa afirmação não tem nenhuma propriedade, afinal, até as minhocas dos hamburgueres do McDonalds sabem que, para os proprietários dos meios de produção, tanto melhor, quanto maior for o mercado de consumo.
      Em outras palavras, não vale a pena morar num castelo, cercado por uma favela.
      Aliás, é de estranhar que um empresário tenha sido o autor da dita cuja.

      Mas, eu entendo, há que se criar muito argumento, com o intuito de arrebanhar e fidelizar cada vez mais seguidores, e, como tem mais gente que mal sabe de onde saem os fantasmas que as assombram, do que formiga no meu quintal, o sucesso é garantido.

      • Luiza

        Caro Décio, uma parte de nossa elite não quer ganhar na produção (para ela, consumo é um detalhe). Essa parte da elite quer ganhos financeiros. Just think about that.

      • Alex Herren – Meu nome também é Lula

        Engraçado que você não sai daqui. Isso demonstra que o que é dito aqui é verdade, senão por que sua preocupação? Acho que você faz parte daquela classe média que paga a conta dos ricos e ainda acha bom. Como diz o ditado: “enquanto existir cavalo, são Jorge não anda a pé”.

      • Ulisses

        Então Décio, me responde. Por que antes do Lula o Brasil nunca distribuiu renda? Por que o Brasil tem a maior concentração de renda do mundo e de terras? Por que comprar no Brasil é mais caro que no resto do mundo, mesmo tirando impostos? Por que o empresário brasileiro nunca ligou para o maior consumo. Por que o empresário quer produzir pouco e cobrar caro. Por que o empresário sempre mamou nas tetas governamentais e nunca distribuiu migalhas. Por que os banqueiros não querem diminuir os juros, onde os ricos ficam mais ricos e os pobres mais miseráveis. O empresário adora andar de Mercedes bens e ver o pobre de ônibus. Viajar em aviões só com os ricos e ver os pobres de ônibus. Nem nenhum empresário brasileiro quer ganhar na produção mas apenas no preço.

        • João Pedro

          Você me lembrou o Fernando Collor de Melo, és parente dele??? Foi com esse argumento que ele confiscou a popança de todos e nos afundou numa recessão.

          Um dos males que atormentava os mais pobres era a inflação. O pobre não tinha proteção nenhuma contra ela. Tem outras razões para o mal da concentração de renda, mas essa sem dúvida foi foi a pior. Desde a estabilização da moeda o Brasil vêm melhorando na distribuição de renda.

          • João, a estabilização da moeda foi a maior ação de distribuição de renda de que se tem notícia, nesse país.
            E essa estabilização foi proporcionada na implementação do Plano Real, o resto, é intriga da oposição, que manipula um monte de gente que desconhece essa realidade.

          • Juliano Santos

            Nenhum estudo feito até hoje corrobora o que você disse. Ok, de fato o fim da hiperinflação distribuiu renda. Só que todos os estudos mostram que se houve distribuição de renda no período que vai de 1995 a 2010, o intervalo entre 2003 3 2010 foi onde houve a maior queda da concentração de renda, disparado.
            Além disso por conta do populismo cambial para se reeleger, além de quebrar o Brasil três vezes, FHC teve que maxidesvalorizar o Real, o que trouxe de volta a fantasma da hipperinflação.
            Quem corrigiu isso? Ele mesmo, o Lulão de Garanhús

          • O “fim” da inflação não distribui renda coisa nenhuma. Ela apenas fez com que a renda que já existia não se consumisse tão rapidamente.

            E a diferença é imensa.

            O que distribui renda é salário e programas sociais. O “fim” da inflação (ela não acabou coisa nenhuma), foi bom para o povo, inegavelmente. Mas daí a dizer que foi “distribuição de renda” e “a maior delas” é coisa de troll.

        • Xiiii, Ulisses, já vi que responder pra você, vai ser difícil!!!
          Mas, sabe de uma coisa, os “chinas” estão mais do que certos, quando dizem que, melhor que dar o peixe, é ensinar a pescar;
          Nesse sentido, vou te dar uma dica, que vai responder a 99,99% de suas perguntas: busque as razões de todas as mazelas que descreveu, na presença do governo, inclusive nas gestões de governos que defende, na vida do cidadão.
          Você vai se surpreender..

          • Marianne

            Você está querendo dizer que os ´chinas´ fazem as coisas sem interferência do governo? Fala sério. Se for falar bem da China, tem que admitir que a intervenção do Estado na economia é uma coisa boa. Pode até dizer que a intervenção do Estado no Brasil é feita da forma errada, tudo bem. mas tem que concordar que a intervenção do Estado é que faz a diferença.

          • Não, Marianne, eu não estou dizendo que não existe intervenção estatal, na economia chinesa.
            Aliás, se existe capitalismo de Estado em algum lugar do mundo, esse lugar é a China.
            Eu quis dizer ao rapaz que, como qualquer coisa que eu dissesse não seria aceita poe ele, então, que fosse pesquisar, pois, assim fazendo, aprenderia e nunca mais esqueceria.

            E eu já dei várias dicas de que não dispenso a presença do Estado, como fator de equalização das diferenças causadas pela acumulação, que está no DNA do capitalismo.
            Mas, não me venha dizer que a China é um exemplo de intervenção estatal na economia do país, hein!!!
            O Estado brasileiro é muito melhor exemplo dessa intervenção, do que o deles.

      • Luciano Bastiani

        Catão, tú é pobre, mano!
        Pobre de espírito, pobre de intelligência, pobre de argumentos, pobre de grana (bota atibaia aí em cima mas mora em Nazaré…)
        E pobre de vergonha na cara: fica o tempo todo idolatrando a direitona e falando mal de quem quer ver pobre se dar bem. E isto me remete a pensar que você deve ter os pés todos fudidos, porque fica dando tiro neles toda hora.
        Cara, quero ser seu amigo, mas assim não dá!

        • Bastiani, você quer ser meu amigo, o “cazzo”.
          Você quer é me atormentar, até saber onde moro, mesmo.
          Então eu digo: pra sua decepção, eu moro em /Atibaia, mesmo, num terreno de 1.200m2, onde, há 20 anos atrás, construí uma casa de 200m2, com lareira, área de lazer, campinho gramado, árvores, vários cachorros…..
          Só não tem piscina, porque eu tenho muitos cunhados…..hehehe.
          E sabe onde fica?
          No Jardim Paulista.
          Se você conhece Atibaia, de verdade, sabe onde fica o Jardim Paulista.

          Mas, estou muito longe de ser um rico, aliás, muito pelo contrário.
          Além disso, faz mais ou menos 10 anos, na empresa que trabalhava, me propuseram a famigerada flexibilização das leis trabalhistas.
          Como eu não sou do tipo que fica batendo palmas pra doido dançar, mandei todos tomarem naquele lugar que não bate sol, e fui tocar meu próprio negócio, que eu mantenho até hoje, não sem as dificuldades de todo micro empresário.

          Pronto, falei demais, mas, falta dizer que, quanto a ser pobre de inteligência, meus testes de QI, costumavam ficar em torno de 120.
          Tá bom pra você?

          • QI? E vc acha que isso prova alguma coisa?

            E, pior, um índice de 120?!?!?!?!

            KKKKKKKKKKKKKK

          • Luciano Bastani

            Catão, quando vc fala em saber onde é o jardim Paulista já dá pra perceber a “carteirada”…..
            E se tem um treco nojento é a tal da carteirada: sabe quem sou eu?, o que eu tenho?, etc….
            Não me interessa se tu moras em Atibaia, Jarinú, Bragança, Nazaré, Bom Jesus dos Perdões ou no quinto dos infernos.
            Se vc tivesse um mínimo de humildade, nem vinha com este papinho de jardim paulista e QI elevado.
            Seu QI pode ser até de 240, porque inteligencia se usa pro bem e pro mal, e vc tá usando a sua pra atacar alguém que viu o meu lado e o lado de, por baixo, uns 40 milhões de pessoas que em certos casos nem tinham o que comer.
            Quanto a querer ser seu amigo, foi força de expressão, apesar de que nem todo mundo que é amigo necessariamente precisa comungar os mesmos gostos, pensamentos, preferências e o que mais tiver.
            Afinal, somos todos iguais e todos diferentes (já começa pela impressão digital).Diz o ditado e a lei do magnetismo que os opostos se atraem (sem sacanagem, hein?)
            E quanto a te atormentar, mais do que vc atormenta todo mundo por aqui não tem, a não ser o romanoff, hehehe
            Mas não fique bravo não.
            Eu também já me lasquei como empregado e hoje ralo por conta própria, e noro num lugar muito parecido com o seu, mesmo sem ficar fazendo apologia dele.
            Temos muitas semelhanças, camarada! E muitas diferenças!
            E continuaremos a defender nossos pontos de vista, vc do seu jeto e eu do meu.
            Tá bom assim?

      • Não é verdade que quanto maior o mercado, melhor para o capitalista.

        Mercado maior significa custos maiores, salários maiores, mais trabalhadores, maiores riscos, maior investimento.

        E isso significa um menor retorno para a mesma quantidade de capital investido, no mesmo tempo. Especialmente considerando que os preços são fixados no máximo que os trouxas estão dispostos a pagar.

        • Vítor Bonini

          Po Pierri , tenha ao menos conhecimentos basicos sobre aquilo que opina .
          Afirmar que um mercado maior a dispoisção de uma empresa ou prestadora de serviço não significa uma lucratividade maior é um verdadeiro absurdo sem tamanho . Talvez seja interessante voce dar uma pesquisada sobre lucratividade em escalas maiores , tanto na produção como na distribuição de produtos , bem como a influencia de escalas maiores nos custos .
          É o mínimo . É o basico .

          • Meu caro, aprenda a ler antes de abrir o bico.

            Estou falando do capitalista, em primeiro lugar, e não da empresa.

            Mais, eu não disse que o lucro em termos absolutos seja menor, mas sim que em termos relativos, em termos de quantas vezes o capitalista pode multiplicar seu capital, é menor, especialmente em face do risco.

            E é o capitalista quem manda no mercado.

          • Vítor Bonini

            Pieri , já te falei antes . Voce nem de longe é tão esperto como se ve . Muito pelo contrario aliás, rs .
            Copio a tua frase acima : “Mercado maior significa custos maiores, salários maiores, mais trabalhadores, maiores riscos, maior investimento.
            E isso significa um menor retorno para a mesma quantidade de capital investido, no mesmo tempo. Especialmente considerando que os preços são fixados no máximo que os trouxas estão dispostos a pagar.”

            Agora voce vem com este embromatyion de que estava falando só do capitalismo e não das empresas , rsrsrs . Veja lá a tua primeira frase Pierri , rs . Voce esta afirmando que ganho de escala seria ruim ou para as empresas ou para o mercado !!
            Po . seríssimo candidato ao Nobel de economia .

          • Meu caro, antes de sentenciar sobre a minha inteligência, pelo menos aprenda a ler.

            Eu não falei do “capitalismo”, mas do “capitalista”.

            Agora, releia.

            Bem devagar.

            E não mastigue nada enquanto estiver lendo.

          • Vítor Bonini

            Po , vamos te renomear candidato ao Nobel da Economia pela segunda vez e por mérito , pois voce acabou de descorbrir um capitalista ou o capitalismo desvinculado do mercado , rs .
            Genial .

        • “Não é verdade que quanto maior o mercado, melhor para o capitalista.
          Mercado maior significa custos maiores, salários maiores, mais trabalhadores, maiores riscos, maior investimento.
          E isso significa um menor retorno para a mesma quantidade de capital investido, no mesmo tempo. Especialmente considerando que os preços são fixados no máximo que os trouxas estão dispostos a pagar.”

          Ai, ai, meu Jesus Cristinho!!!!

          Pierri, eu já disse que você é um cara bem inteligente, mas retiro.
          Essa aí em cima, foi demais.

          Além disso, já deu mostras de que fala muito, afirma categoricamente várias coisas das quais não tem a menor convicção.
          Bota fé demais na sua verborragia, e não percebe que se contradiz.
          Quer ver:
          Eu já falei que o comprador de carro 0KM paga um preço 2X maior do que o que realmente vale, porque é bobo, e você me criticou um monte, e agora, diz que “os preços estão fixados no máximo que os trouxas estão dispostos a pagar.

          Numa outra oportunidade, eu dizia que cada poder da república tinha sua função específica, que o legislativo não julga, nem manda prender, e você, mais uma vez, me contestou.
          Logo depois, no tópico postado pelo Edu, “O harakiri eleitoral do /Serra”, você corrobora tudo o que eu falei

          Qual é a sua, negão?

          • eduguim

            Mas que saco. Vocês não se cansam, náo? vá ser fanático lá na tucanolândia. Vou começar a vetar suas palhaçadas.

  • FILIPPINI

    Se tiver que ir para qualquer tipo de luta que envolva a força e até mesmo as armas,irei sem pestanejar.

    Está turma irá sofrer as consequências do ódio que planta contra o Lula o PT e as esquerdas de um modo
    geral.A melhora de vida do povão está ferindo de morte estes conservadores saláfrarios.

    Quem venham quente,que estamos fervendo.Aglutinar o povão contra esta turma não vai ser difícil.Basta um pingo de piora de vida do povão.

    Vai ser o feitiço virando contra os feiticeiros.

    • Vinicius Dantas

      NOTA DO EDITOR: vocês precisavam ver o insulto que esse vagabundo escreveu contra a presidente Dilma. Mas não vão ver. Esse sujeito não comenta mais aqui.

      • Luciano Bastiani

        Eduguim, dá até pra imaginar….
        Mas, como dizia meu pai, não há de ser nada (e antes que venham me corrigir, tá errado mesmo, mas alguém aí teria coragem pra corrigir o Adoniram Barbosa?).
        O teu texto matou a pau essa leva de otários metidos a malandros, e na falta de argumentos, recorrem á selvageria.
        Esquenta, não.
        Antes eu brincava, quando alguém dizia que dias melhores virão, eu dizia que “um dia as mulheres virão”.
        Uma delas tá aí: Dilma Vana Roussef, querendo o vinicius dantas ou não!

    • Junior

      Pegar em armas!!!!
      Poxa, que belissísmo!!!
      Será a revolução de esquerda nos moldes do que houve em Cuba?
      Não acredito que o Brasil precise ser lavado com sangue.
      O povo brasileiro é de paz, conduziu Lula ao poder sem precisar pegar em armas, e hoje o Brasil está melhor sem que fosse necessário nenhuma morte para isso.
      Violência não é a solução. É triste ver que ainda tem gente que pensa em pegar em armas em vez de tentar resolver os problemas pelos meios democráticos.

      • Estou tentando postar esse comentário, mas está dando erro 500 do servidor. Assim, não sei se o comentário está sendo registrado ou não, e me desculpo pela eventual multiplicidade.

        Jango tbm não acreditava que o Brasil precisava ser banhado em sangue.

        Deu no que deu.

        Eu sou primariamente contra a violência. Mas isso NÃO inclui a legítima defesa. Se alguém me atacar e eu precisar revidar pra evitar o dano, pode ter certeza de que o farei.

        É exatamente essa a situação hoje. Não somos cordeiros para nos deixarmos ser sacrificados sem luta.

        Essa luta, se houver, não será para impor um modo de pensar à população, mas pra garantir que o modo de pensar dela, democraticamente revelado, seja respeitado por uma minoria que quer lhes negar a soberania DE NOVO.

        Chega. Uma vez foi mais do que o suficiente.

        • Cibele

          Pierri, é exatamente isso. As pessoas confundem as coisas, de propósito ou não. Você explicou muito bem e de maneira simples.

    • Sebastião

      Pegar em armas?
      Calma ai cidadão.
      Foi por causa de gente como você (de parte a parte – extrema esquerda e extrema direita) que tivemos aquela desgraça em 1964.

      • Marcos LC

        Você está com amnésia ? Ou está se fazendo de bobo ? Quem começou a desgraça de 64 foram os milicos apoiados pela direita e o tio Sam.

        • Helder

          E pelos donos da mídia!!!!!!! Não se pode esquecer isso, os pais do que se apossarão das concessões apoiaram em peso os militares.

      • Scan

        Que importa ao salafrário Sebastião a verdade?
        Que importa que ele, para defender suas canalhices, recorra à re-escrita da História?
        Claro, a direitalha de 64 “agiu para coibir um revolução de esquerda”, não é, sr. digníssimo salafra?
        Gente que não presta é assim mesmo.

        Tá difícil, Edu, tá muito difícil ter que ouvir dos golpistas impropérios como esse em todos os blogs, sejam sujos ou limpos.
        Essa canalha não hesitará, amanhã, em nos cravar uma faca nas costas, a nos torturar, a nos calar com a violência que tão bem conhecem e manejam com destreza.
        E nós lhes damos espaço em nome da democracia! A mesma democracia que eles estão destruindo, por enquanto, apenas com uso da imprensa.

        • Sebastião

          É, o cara me chama de salafrário e a minha resposta é suprimida pela censura, mesmo sendo apenas uma ironia sem nenhum xingamento.

          • Colhes o que plantas, meu caro.

            Uma lição para a vida…

      • Gersier

        Quem começou a desgraça de 64, como disse vc,foram os de verde que usados pelos espertos de plantão e pela CIA,,deram o golpe na democracia brasileira.
        Os adjetivados de esquerda,brasileiros honrados,partiram para a contra ofensiva e graças a eles,hoje não somos nenhuma Hondura e muito menos um Panamá.
        O Presidente do Equador proibiu os seus Ministros de dar entrevistas aos golpistas travestidos de empresários da comunicação,como aqui no Brasil,porque como sempre a elite parasita que detesta quem governa para a população,caluniam,distorcem e mentem descaradamente..
        Querem ter de volta governando nos países latinos americanos, canalhas para proteger interesses da matriz(deles)norte americana porque como sempre,pra eles irão sobrar algumas migalhas.

      • Luiza

        Não acho que se deva pegar em armas, mas daí a dizer que foi por causa das pessoas que lutaram contra a ditadura que a ditadura existiu… francamente! É abusar da inteligência do leitor do blog.

  • Maria Luiza Tonelli

    ‎”Nos tempos em que as bandeiras vermelhas da TFP saíam às ruas de São Paulo para combater as bandeiras vermelhas do comunismo – anos 1960,70 -, jornalistas de esquerda predominavam nas redações (…) Os ‘comunistas’ tinham fama de trabalhadores sérios, competentes, criativos. Dono de jornal, precisava vender jornal. Ainda que houvesse censura, imprensa precisava ser de ‘oposição’. Ninguém compra um jornal para ler elogios. O empresário não corria riscos de ver a ideologia de seu funcionário estampada nas páginas. Disso cuidava a censura. (…) Mais adiante, anos depois, a situação se inverteu. A ditadura caiu em 1985, graças ao empenho da esquerda, pois a direita ficou até a última hora ao lado da ditadura militar. Mas nas redações a situação se inverteu. A direita ocupou as posições da esquerda. Havia, em 2002, apenas um Diogo Mainardi – que saiu da Veja e entrou na GloboNews. Agora, são dezenas. Para ter um emprego bem remunerado, numa publicação de grande porte, a senha agora é ser de direita. Mais precisamente, falar mal de Lula e do PT. Falar mal de Lula e do PT passou a significar espaço garantido nos grandes veículos de comunicação, com as devidas recompensas monetárias.
    Os esquerdistas perderam seu encanto, seu talento? Não. Com o advento da democracia e o fim da censura, manter esquerdistas tornou-se perigoso. Agora, eles podem espalhar sua ideologia nas páginas dos jornais e revistas. Ao invés de vigiá-los, os patrões (de direita) preferem contratar profissionais de direita, que pensam como eles (os patrões). Devido a esse fenômeno, o pensamento de direita está desseminado em um número cada vez maior em veículos de comunicação no Brasil.”
    Trecho da matéria “A direita sai do armário (com roupas de esquerda)” , publicada na revista Brasileiros, no. 62 – setembro.

    • Vítor Bonini

      Mas que estranho Maria Luiza !! Se de fato a mídia atual é mentirosa e alienadora e se recsusa a postra a visão das esquerdas e do petismo dos fatos , há duas questões interessantes a comentar :
      – Seriam os leitores da mídia atual tão ignorantes , alienados e sem noção que se deixariam manipular de forma dócil pela mídia oligarquica ?
      – Se não ha uma mídia que difunda as suas verdades , então porque não criar uma ? OU melhor , porque exatamentt nenhuma das mídias de viés esquerdista consegue prosperar no mercado ? Afinal , basta um capital para colocar no mercado uma nova mídia ( o que já foi feito pelas esquerdas por diversas vezes no passado ) , contando com uma boa parcela de leitores que , quanto maior for , mas anunciantes vai trazer para a publicação e tornar a mesma economicamente viável . Agora , para ter leitores ( consumidores ) fieis e por consequencia ,anunaciantes fiéis , a mídia precisa ter credibilidade junto aos seus leitores .

      E aí eu lhe pergunto Maria , seriam os leitores da mídia atual todos uns ignorantes e manipulávei e por que exatamente uma mídia de esquerda nunca prpsperou neste país ?

      • 1) Sim.

        2) Qualquer veículo de esquerda morre de fome pois os anunciantes não querem colocar dinheiro em quem vai falar mal deles. Será perseguido pelo cartel da “grande imprensa” incessantemente.

        Tá num nível que vc consiga compreender?

        • Vítor Bonini

          Opa Pierri , mais algumas pérolas daquela tua imensa coleção, rs .
          Quer dizer então que os leitores da mídia atual são todos uns ignorantes , que antenado , bem informado e consciente só voce e teus pares ( esta tua humildade é comovente ) e que , agora vem a máxima , os anunciantes não investem dinheiro em uma mídia de esquerda ou alternativa , não porque a sua circulação é pequena , não pelo baixo número de leitores e sim , por que a tal míia e esquerda iria falar mal deles , rs .
          Ah vaaaaaaaaa , rsrs .

          • Sim. E sim.

            A imprensa COMPROVADAMENTE manipula a informação. Omite uns fatos, distorce outros, dá ênfase a ainda outros.

            Quem se informa por essa imprensa está recebendo informação manipulada e falsa. Desconhece os fatos omitidos, dá mais importância ao que a imprensa quer que ele dê.

            São, portanto, alienados e desinformados, pois essa imprensa aliena e desinforma.

            Outrossim, o fato de que o capital não põe dinheiro em veículos de esquerda é evidente. A maior fonte de rendas de um jornal, por exemplo, não vem nem das assinaturas, nem das vendas em bancas, mas sim dos anunciantes. E eles não estão interessados em colocar dinheiro em quem vai lhes dificultar a vida.

            De que adiantaria, do ponto de vista do anunciante, fazer propaganda em um veiculo cuja audiência, por maior que seja, compartilha de uma ideologia avessa à exploração que ele faz?

            Ainda mais tendo a opção de colocar dinheiro em veículos que existem apenas para reafirmar a ideologia que lhe coloca quase como um semi-deus e esconde seus abusos?

            Houve VÁRIOS jornais e revistas de esquerda. Há, evidentemente, público – e depois de 3 eleições fica difícil sustentar a mentira de que não há interesse em publicações de esquerda, né? A única coisa que explica a falta de um veículo de imprensa realmente grande é o desinteresse dos anunciantes, ponto.

            A menos, é claro, que vc ache que esquerdistas são péssimos administradores, aquele velho ad hominem da direita, que não tem nem pé, nem cabeça.

            E há outro aspecto: a “grande imprensa” tem sua tiragem “turbinada” por várias fraudes, e sua receita engordada pelos amigos governadores e prefeitos (e estão loucos por um presidente amigo de novo…) Se um governador ou prefeito de esquerda decide colocar dinheiro num veículo de esquerda, a “grande imprensa” reclama imediatamente, enquanto esconde o fato de que os de direita enche seus bolsos descaradamente.

            É um ciclo vicioso, um sistema que se auto-realimenta. VC só não vê pq não quer.

          • Vítor Bonini

            Voces precisam se decidir . Quando lhes interessa , voces rotulam o capital de insensível , que não liga para nada nem ninguém e só esta interessado nos lucros seja aonde e como for .
            Agora Pierre , não mais que de repente e para justificar a tua afirmação , o tal do capital passa a ser seletivo em termos para com idéias e posturas !!

            Some-se a esta hilaria incoerencia ( que voce provavelmente acha que não va dar na vista ) , a tua outra visão basatante limitada de que só a mídia que não se alinha com as tuas verdades seria tendenciosa , imparcial e tendenciosa , rs .Ora Pierri , só nas tuas fantasias existe alguma mídia 100% isenta , imparcial e sem qualqure tendencia , rs . Ou voce poderia me citar alguma revista , blog , programa ou seja lá qual mídia de esquerda que preencha todos estes requisitos que voce exige dos outros ? Menos né ?
            Percebo também que voce na acita , nada fala e se omite sobre o fato incontestável da baixa quantidade de leitores e consumidores de mídias de esquerda . Ou seria esta fato algo irrelevante ?

            Por fim , a tua frase que copiei : ‘Quem se informa por essa imprensa está recebendo informação manipulada e falsa. Desconhece os fatos omitidos, dá mais importância ao que a imprensa quer que ele dê.
            São, portanto, alienados e desinformados, pois essa imprensa aliena e desinforma. ” , deixam bem claro quais seriam as tuas noções sobre democracia , respeito e ética .
            E voce , porpalador deste absurdo , quer me dar lições sobre o marco regulatório da imprensa ??
            Impressionante .

          • 1) Não há incoerência alguma. O capital É insensível. Tudo o que lhe importa é a própria multiplicação. O que ele NÃO é é burro. Entre financiar um veículo que o pinta de maior invenção da humanidade desde a roda, e o que o desnuda como a força puramente interesseira que é, quem vc acha que o capital escolherá?

            Melhor: qual dos dois veículos lhe trará melhores resultados? Qual lhe permitirá se multiplicar mais facilmente?

            É uma simples questão de custo e benefício, como sempre. O capital é como a eletricidade ou a água, sempre escolhendo o caminho de menor resistência. E esse caminho é o da imprensa de direita.

            É um fenômeno mundial, meu caro. Em todos os países, a imprensa de direita é mais forte do que a de esquerda. Na maior parte das vezes, muito mais forte.

            2) Não falei em imparcialidade. Falei em HONESTIDADE. É possível ser parcial e honesto (muito embora, pra mim, a imprensa deva SEMPRE ser imparcial, essa não é uma possibilidade real hoje, infelizmente). A “Grande imprensa” é parcial e desonesta, e isso é um fato mais do que demonstrado. Tanto que vc teve que apelar pra esse homem de palha, fingindo que eu falei em imparcialidade…

            3) Quanto ao número de leitores de esquerda, releia o meu comentário, pois eu falei, sim, que eles existem. Mais, alertei que negar sua existência deois de 3 eleições de esquerda seria algo muito difícil. Os consumidores estão aí, e MUITAS publicações de esquerda sobrevivem APENAS de suas vendas em bancas e assinaturas, com pouquíssima, se alguma, publicidade em suas páginas.

            4) Dizer que a imprensa manipula e omite – algo que está mais do que comprovado – reflete minhas noções sobre democracia? Como é que é? Será que, pra ser “democrático” segundo vc, eu tenho que fechar os olhos para a mentira e manipulação da imprensa?

            Só pq vc quer! Noutro comentário vc falou em governos autoritários dominando a imprensa, mas parece que vc não percebe a RAZÃO pela qual o fazem – a mesma razão pela qual esse controle é errado. Se percebesse, entenderia que não faz a MENOR diferença se esse controle é efetuado por um governo ou por um grupo econômico, pois a manipulação, a desinformação, a arbitrariedade é exatamente a mesma. Seja a imprensa controlada por um governo ditatorial, seja ela controlada por um oligopólio econômico, seu efeito anti-democrático é evidente e igual.

            Ou será que, se for uma ditadura privada, está tudo bem, na sua cabeça?

            5) Por fim, não quer dar-lhe lição alguma, pois sei que seus ouvidos são moucos. Vc perguntou e eu simplesmente respondi. Se não gostou, não pergunte da próxima vez.

            Simples assim.

        • Vítor Bonini

          Antes de mais nada , agradeço por voce confirmar o que afirmei . Afinal , voce no teu primeiro item reafirma a velha ladainha sobre a insensibilidade do capitalismo ( como se o vergonhoso histórico de genocidio de concidadaos fosse algum tipo de atestado de sensibilidade ) . Portanto , para o insensível capitallismo , a ideologia ou linha editorial nada significa e , se houvesse alguma perspectiva de retorno , ele aunciaria nas mídias de esquerda . CQD , com a tua prestimosa colaboraçao .
          Percebo também que voce enrolou de forma bastante hilaria , mas estranhamente se absteve de informar ou nomear alguma mídia de esquerda totalmente honesta e imparcial .Voce igualmente nao cita quais seriam as tais mídias de esquerda que sobrevivem sem qualquer tipo de publicidade e com leitores suficientes para sutenta-las , voce no teu melhor estilo embromador confunde propositalmente nenhum leitor com quantidade de leitores suficientes para sustentar uma mídia , rs . Por que será ? Estranho !!
          O errado nesta falacia do tal marco regulatório ou controle social da mídia ( sejá lá o que isto significa ) , é o curriculum radical dos que o apoiam , a existencia de leis na costituiçao atual que preveem estes casos ( basta analisar a quantidade de jornalistas condenados por difamaçao ) E , no frigir dos ovos , no teu ultimo paragrafo voce espantosamente apoia a censura a mídia por parte de governos autoritarios , sob a estapafurdia justificativa de que a censura governamental seria equivalente ao poder de grandes grupos de mídia . Arriégua , mas totalmente coerente com a tua linha de raciocínio .
          Por fim , talvez seja interessante te lembrar que , dinheiro posto em mídias por governos , seja lá em qual esfera , é dinheiro estatal , ´publico . Comparar isto , sob o ponto de vista ético e moral a investimentos privados beira a insanidade , rs .

  • Ataíde

    O duro é aguentar o discurso fajuto de que foi o FHC que arrumou a econômia.

    • Gersier

      Mas foi ele que arrumou mesmo a economia,mas não a nossa.
      Mas a do FMI que não saia do Palácio do Planalto.

    • Vítor Bonini

      Ué Ataíde , para embasdar teu comentário , basta voce nos brindar com as medidas diferentes da politca economica de FHC , que Lula tenha adotado após ser eleito . É simples , direto e incontestável
      Agora , se voce não puder relacionar estas medidas , pelo menos então explique ao Gersier que LUla adotou e manteve a politica economica “imposta pelo FMI ” . Aquele mesmo FMI que Lula decidiu botar dinheiro publico para reforçar o caixa .
      Fico no aguardo Ataíde .

      • Ataíde

        É simples sr,em vez de ficar reclamando do protecionismo aos produtos agricolas brasileiros na europa ,Lula começou a comercializar com naçoes como a China,Russia e alguns países africanos ,voltou a garantir superavit comercial e se livrou do FMI,ao contrário de FHC que vivia as portas do FMI ,DO CLUBE DE PARIS e de quem tivesse algum pra emprestar durante seu segundo mandato recorreu tres vezes a esse expediente enquanto pagava ao capital especulativo juros de 45% a/a promovia um arrocho salarial e aumento da carga tributaria brutal destruindo a capacidade de produção e o consumo das familias enquanto Lula criou um novo mercado interno(chamado de nova classe C) atravésde politicas sociais de inclusão,mas foi durante a crise de 2008 que Lula diferenciou-se ainda mais do FHC ,em vez de arrocho monetario e aperto fiscal ,estimulou o consumo com isenção fiscal e antecipação do 13 aos aposentados,sua politica economica não foi mais ousada por causa da linha conciliadora que colocou uma pessoa do mercado financeiro (Henrique Meireles) no banco central
        FHC foi cruel aos brasileiros,expos industria nacional a ferocidade da concorrencia internacional ,empresas como o Pão de Açucar,Metal Leve ,Cofap foram internacionalizadas por não aguentarem a irrealidade da paridade real /dolar ,alem de desmontar toda infraestrutura de telecomunicações, energia eletrica e energetica vendendo a preço de banana metade da BR.Alem de chamar os desempregados de desqualificados e aposentados de vagabundos.

        • FHC está para a situação econômica de hoje como o vulcão está para a pedra que está sendo quebrada.

          Só que a pedra nem vulcânica é…

        • Ataíde, um cara inédito.
          Desfia um terço de medidas que o Lula, com o iluminado Mantega, implementou para tirar o país do fundo do poço, falando em paridade real/dólar, parecendo até ser economista, mas esquece de mencionar o Plano Real, como tendo sido a base de toda condição para que o Moluscão conseguisse fazer o que fez.

          Lembrei-me de um dos personagens da Escolinha do Professor Raimundo, que respondia corretamente a todas as perguntas do mestre, mas, no finzinho, dava aquela viajada na maionese.

          Ninguém tira um país continental e plural como o Brasil, do fundo do poço, num mandato…..e com o Mantega na Fazenda.
          Acorda, Alice.

          • Ataíde

            o que foi o real senão a paridade real/dolar com a quarentena da URV para que os preços fossem para as alturas ew os sala´rios ficassem congelados.
            Fhc foi cruel sim ,foi cruel ao ignorar que quem se aposentava com 50 anos havia abrido mão de parte da adolescencia para trabalhar,foi cruel ao chamar os desempregados, causados pelo arrocho economico que promovera sua politica economica,de “desqualificados inempregaveis”.foi cruel ao expor empress brasileiras a feroz concorrencia internacional acreditando no “livre mercado” provocando mais e mais desemprego estrutural.
            Se pegarmos os indices de inflação do governo FHC nunca ficaram dentro da meta o real foi um fiasco apoiado pela midia e sistema financeiro.
            Quando FHC deixou o poder ,ria da condição que deixara ao antecessor falando que o FMI não era bicho papão e que Lula não tinha competencia para aministrar o País ,entre outras barbaridades,falava até na “volta
            ao poder nas proximas eleições”
            Dói na alma pensar que nessa crise iniciada em2008 um partido sem preocupações sociais ,como o PSDB,pudesse estar captaneando a econômia.

      • As diferenças são imensas.

        Começa que FHC estabeleceu a paridade do real até sua reeleição comprada. Arrochou salários, segurou o quanto pôde o salário mínimo, desestimulou o consumo, podou o mercado consumidor, deixou de investir (já que não era “papel do Estado”), vendeu tudo em que pôde por as mãos, resolveu que a única forma de manter o capital que o Estado tanto precisava pra pagar suas contas era através do oferecimento das maiores taxas de juros da história do país para os agiotas internacionais, lidou apenas com a superfície da inflação, jogando-a, na verdade, para baixo do tapete da dívida interna (que explodiu), e por aí vai.

        Lula, ao contrário, apostou na criação de um mercado interno através da redistribuição de rendas e redução da pobreza como força motriz da economia, reduziu os juros internacionais, aumentou a confiança internacional no país, pagou as dívidas, reduziu a porcentagem do PIB que corresponde à dívida interna e seus acessórios, pôs o Estado para investir na infra-estrutura e na criação de empregos, apostou no crédito, aumentou o salário mínimo, incentivou a poupança, deixou de ser um mero subordinado dos EUA, diversificou os destinos das exportações, arrumou a Petrobrás que FHC sabotou até não poder mais, reduziu os juros a um nível quase aceitável, e por aí vai.

        É água e vinho. O fato de Lula não ter implantado um novo modelo econômico de cima a baixo não significam, de forma alguma, que “continuou” a política econômica de FHC, da mesma forma que ter folhas não faz da rosa um tipo de erva daninha. A direção da economia mudou 180 graus.

        Foi longe de ser perfeito, é verdade, mas foi o melhor que deixaram ele fazer – uma pena que ele não tinha um rolo compressor à disposição, como tinha FHC, não é mesmo?

        • Ataíde

          alguns dados para os ceticos compararem:
          PIB

          2002 – US$ 500 bilhões

          2012 – US$ 2,6 trilhões, o que faz do Brasil a SEXTA economia do Mundo

          PIB per capita

          2002 – US$ 2,8 mi

          2012 – US$ 13,3 mi

          Ou seja, os dois casos, o Brasil se multiplicou por CINCO.

          Produção de automóveis

          2002 – 1,8 milhão de unidades

          20111- 3,4 milhões de unidades, o que faz do Brasil o SEXTO maior produtor mundial

          Safra de grãos

          2002 – 96,8 milhões de toneladas

          2011 – 163 milhões (campeão mundial na produção de cana e vie campeão mundial na produção de soja)

          Taxa de investimento sobre o PIB

          2002 – 16, 4%

          2012 – 20,8%

          Investimento Estrangeiro Direto

          2002 – US$ 16,5 milhões

          2011 – US$ 66,6 bilhões – 4o. Lugar emingressos de IED

          Inflação – IPCA

          2002 – 12,5%

          2012 – 4,7%

          Desemprego

          2002 – 12,9%

          2011 – 4,7 – entre 2002 e 2001 o Nunca Dantes criou 18 milhões de postos de trabalho

          Formalização do trabalho

          2002 – 45,5%

          2011 – 53,2%

          Salário Mínimo nominal

          2002 – R$ 200

          2012 – R$ 622 – ganho real : 66%

          Coeficiente de Gini, que mede a desigualdade de renda (quanto mais perto de 1, pior)

          2002 – 0,589

          2011 – 0,541 – queda de 8,9%

          Taxa de pobreza (Classe “E” no total da população)

          2002 – 26,7%

          2012 – 12,8%

          Classe C sobre total da população

          2002 – 37%

          2012 – 50%

          Número de matrículas no ensino profissional

          2002 – 565 mil

          2012 – 924 mil

          Percentual da força de trabalho com 11 anos ou mais de estudo

          2002 – 44,7%

          2012 – 60,5%

          Bolsas de Mestrado e Doutorado no Capes e CNPq

          2002 – 35 mil

          2010 – 74 mil

          2013 – 105 mil

          Títulos em doutorado

          2002 – 6.894

          2012 – 13.304

          Dívida externa

          2002 – US$ 165 bilhões

          2011 – US$ – 79,1 bilhões

          Reservas Internacionais

          2oo2 – US$ 36 bilhões

          2012 – US$ 353 bilhões

          Exportações

          2002 – US$ 60 bilhões

          2011 – US$ 256 bilhões

          Juros – taxa Selic

          2002 – 25% aa

          2012 (31 janeiro) – 10,50% (9,75% em março)

          Taxa que o Brasil paga em título vendido no exterior

          2002 – 12,6% aa

          Janeiro de 2012 – 3,5% aa

          Dívida do setor público sobre o PIB

          2002 – 60,4%

          2012 – 36,9%

          % da dívida indexada à taxa de cambio

          2002 – 45,83%

          dez 2011 – 21,89

          Despesas de pessoal

          2002 – 4,8% do PIB

          2012 – 4,4% do PIB

          • Agora a cabeça do Décio explode!

            Mas ele vai dizer que é tudo culpa do Papai Noel, ops, do Plano Real, e tá tudo certo…

            Acho que ele acorda dizendo post hoc ergo propter hoc todos os dias, de tanto que ele adora essa falácia.

        • “Começa que FHC estabeleceu a paridade do real até sua reeleição comprada. Arrochou salários, segurou o quanto pôde o salário mínimo, desestimulou o consumo, podou o mercado consumidor, deixou de investir……

          Hellow ow……o país combatia a inflação ão.
          Contextualiza, Pierri, contextualiza.

          • Está contextualizado.

            A inflação “acabou” com a implantação do Real. Não havia mais “combate” algum a ser travado, e muito menos um que exigisse as medidas tomadas.

            Lula demonstrou que aquelas medidas eram completamente desnecessárias, abandonando-as. Ou será que o tal “combate a inflação” e a necessidade imperiosa daquelas medidas acabou em 1o de janeiro de 2003?

            Pense, Décio, pense.

  • Luiz Caniza

    Talvez um pouco alarmante este seu artigo, mas, também, plausível pois o governo de Lula e Dilma, até agora, não operam a regulação da mídia.
    Particularmente, tenho a expectativa que a presidenta bata de frente com esses hipócritas, aproveitando sua popularidade. É uma mulher muita corajosa e não deixa os seus de lado. Nem vai deixar o povo brasileiro. Vamos aguardar outras medidas da nossa presidente e do ministro Paulo Bernardo. Acordem!

  • Pinheiro Neto

    Continuo assinando embaixo.
    Não passarão, companheiro.

  • jose marcos

    Cara Eduardo, seu texto é extamente o que venho comentando faz tempo.

    1- Recordo de como apanhei de amigos ingenuos quando eu e outros criticamos a ida da Dilma a FSP.

    2- Ja disseram e é a pura verdade: A Dilma tem coragem de enfrentar os Bancos mais não tem coragem de enfrentar o PIG.

    3- Grande parte dos parlamentares do PT adoram lamber as botas do PIG e morrem de medo da Globo

    4-A área de comunicações do Governo com o Paulo Covarde Bernardo no ministério ea Helena Chagas no SECOM, me desculpem, mais é uma MERDA. Com estes 2 incompetentes o Governo não precisa de inimigos.

    5-Porque os burros do PT sentaram em cima da CPI da privataria??

    6-Será que a esquerda míope abrigada, principalmente no PSOL/PSTU acha que vão conquistar o poder de fato????Alias eles são instrumentos, no momento, convenientes para o PIG

    7-Agora, nomear os ministros do STF e o procurador geral como Lula/Dilma fizeram foi muita inocencia, para dizer o mínimo

    8-Não tenho esperanças que o governo mude radicalmente de postura, e se isto acontecer acho que será tarde, perderam o momento, a oportunidade passou, perderam o bonde da historia

    9-como diz o PHA: que inveja da Cristina!!!!

    10-No fundo a culpa de tudo é do governo/pt que subestimou a força das elites canalhas suportadas pela midia corrupta

    11- Estamos vivendo uma das mais terriveis ditadura da historia

    12-O judiciario é o pior poder da republica

    13-VAMOS TENTAR ORGANIZAR UM GRANDE MOVIMENTO NACIONAL PARA ENCAMINHARMOS UM PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR ALTERANDO A FORMA DE ESCOLHA E ESTABELECENDO MANDATOS, CONTROLES, ETC PARA OS MINISTROS DO PIG DIGO STF

  • eduguim

    Como assim? Você é da direita, a sua quadrilha é que deu golpe. Eu sou do lado golpeado. Você que é um lambe-botas de milico. Também estou limando você dos comentários. Aqui você não comenta mais

    • Marcos LC

      Dá-lhe Edu, fora com esse reaça safado.

    • Luiz Gomes da Silva

      Disse tudo Edu, nada a acrescentar!

    • Antonio Lyra Filho

      É assim que temos de agir Edu. Interdite este canalha no blog.

    • Leonardo Lani de Abreu

      Isto mesmo, Edu. Chega de complacência com esta canalha golpista. Chumbo trocado não dói.

    • Salvador LULA

      Isso ai!
      Faz tempo que eu outros companheiros do blog sugerimos isso.
      Pedimos: “não dê espaço aos sabujos detratores”.
      Agora estou sentindo que vc meu caro Eduardo, acordou.
      Muito bem. Que esses “bestinhas” chafurdem nos blogs “limpinhos”.

      • Maria Carvalho

        Só falta a Presidenta fazer igual ao Eduguim…

  • Roberto Ribeiro

    Enquanto isso, em alguma gaveta do Palácio do Planalto está escondido o Projeto de Franklin Martins.

  • Felipe

    ué, mas não foi!

  • Selminha

    Correta sua análise, a direita e os setores golpistas sabem que pelo voto dificilmente voltarão ao poder tão cedo, o julgamento do imprensalão é o ambiente que os aventureiros esperavam para plantarem suas sementes, não tenho a mínima dúvida de que esse STF que está ai vai endossar o golpismo com a maior cara de pau e deixar para o PIG a sua legitimação. Acorda PT!

  • Donizeti

    Eduardo, concordo com você, infelizmente o ex-Presidente Lula subestimou o grau de canalhice e periculosidade da grande mídia brasileira e a tradição golpista da direita política do país.

    Podem inclusive tentar um golpe a ” lá Paraguai, ” via legislativo com apoio do judiciário, o STF.

    o Plano B é preparar caminho para destruir a candidatura do PT em 2014, criminalizando o partido e seus filiados junto a sociedade.

    Realmente, também acho que todo esse estardalhaço da mídia sobre o tal mensalão não é para influir em disputa de cargos de vereadores e prefeitos pelo Brasil afora, por mais importante que a cidade seja, como a capital paulistana.

    O alvo que eles querem atingir é a campanha presidencial de 2014 e o PT, é disso que se trata.

    Essa sua análise foi profunda, uma das melhores que já lí sobre a atual conjuntura política do Brasil e muito preocupante.

    • eduguim

      Muito. Põe muito nisso.

  • Pedro Soto

    Análise perfeita, Eduardo. Disse tudo.
    Temos que nos convencer que estamos numa guerra, sim. NÃO TEM VOLTA!
    E eu, particularmente, não tenho mais idade para, como em 1964, ficar de braços cruzados.

  • Vítor Bonini

    Sinceramente Eduardo , custo a acreditar que voce tenha escrito este texto acima pautado nos fatos . Será que voce realmente não notou que as acusações que faz de forma tão eloquente a terceiros , são exatamente o roteiro do petismo nestes 11 anos de governo ?
    Senão vejamos :
    – Voce e o petismo , acusam o STF e os seus ministros ( 8 dos 11 indicados pelo petismo ) , de não seguirem as leis , de promoverem um julgamento viciado ( golpe ) e de serem pautados pela mídia !!!
    – Quando voce afirma que as oposições ao petismo fazem acusações gravíssimas sem base ,voce por acaso tem de fazer alguma força para simplesmente ignorar todas as acusações de Lula e de petistas , baseadas em acisimos , fofocas e deturpações nestes ultimos 11 anos ? Da bolsa família as zilitis , aos loiros de olhos azuis , ao neoliberalismo em contrapartida com a politica economica adotada pelo petismo . Dos ataques no passado a Sarney , Maluf e os apoios emocionados , sem ao menor corar !! Isto sem entrar muito no mérito da estranha opção de não acionar judicialmente quem supostamente estaria mentindo .Se de fato fosse mentiras , então porque Lula e os petistas se absteriam de processar os caluniadores ?? Porque não processam a Veja , toda vez que uma denuncia ou reportagem desta revista , rotulada de mentirosa , acaba sendo aceita pelo MP e gera investigações , julgamentos e condenações ?? Por acaso , se Veja fosse condenada e como voce afirma acima , ela pagasse as indenizações ppor ter muuito dinheiro , isto não seria uma vitória dos supostamente caluniados Eduardo ? Por acaso o que vale não é a condenação ? Ou , segundo o teu ponto de vista , seria a forma de indenização, rsrs ?
    – A invasão da quarto de José Dirceu ,tanto voce como nós , sabemos que é uma afirmação mentirosa Eduardo . Se houvessem invadido o quarto , obviamente DIrceu acionaria judicialmente o hotel e o repórter . Agora interessante mesmo é o petismo se indignar com uma obvia mentira e simplesmente ignorar o absurdo dos encontros com Dirceu , de ministros e politicos fora do planalto e a margem das suas agendas . De novo : Como assim Eduardo ??
    – Quer dizer então que temos de fazer de conta , fantasiar mesmo , que o governo e os partidos aliados não estejam fazendo de tudo possivel e o impossível , para manter as investigações da Delta restritas a Goias , ignorando de forma escabrosa e absurda , todos os indicios de maracutaias da Delta e de Cavendish , tanto com o governo do Rio , como com o governo federal e as obras do PAC ?? Po Eduardo , aí já é demais né ?
    – O respeito que voce cobra para com Lula , seria o mesmo respeito que Lula deveria prestar ao seu antecessor , sobre o qual mente de forma absurda , ou Lula seria um caso a parte , um ” Deus ” ???
    – Interessante também a sua afirmação de que se o resultado do julgamento do mensalão , for ruim para o petismo , emntão a culpa é das oposições , da mídia , das oligarquias e seja lá quem form , mas não de que praticou o crime , no caso os petistas , as agencias de publicidade e os bancos envolvidos ! Como assim Eduardo ??
    – Voce tem algum exemplo de um brasileiro , politicxo ou não que tenha sido condenado em ultima instancia pelo juiciario , baseado tão sómente em reportagens e sem porvas para embasar estas reportagens ? Ora Eduardo , menos né ?
    – O que o petismo rotula de zilitis e ataca de forma hilaria , são justamente os banqueiros , grandes empresarios e multinacionais que forma beneficiados de forma muito , mas muito maior do que em qualquer governo anterior , portanto estas afirmações não passam de balela . E , até aonde vai a lógica e o bom senso , nada mnelhor para banqueiros e empresarios que mais pessoas entrem nos grupos de coosumo elevado , já que isto significa mais vendas e mais lucros .Ao mesmo tempo, que tal voce nos repassar a base da tua afirmação de que os ricos fiocaram menos ricos com Lula , já que os dados de evolução de renda a patrimonio tantos dos que já eram milionários , como os que entraram nesta lista no Brasil , nos ultmos 10 anos , desmentem categoricamente a tua afirmação . Mas , aguardemos as tuas fontes para esta afirmação .
    – Por acaso , o petismo no poder , não usou de todas as formas republicanas ou não , as verbas de propaganda para também tirar a suas casquinha mediatica ? Seja nas inserções diarias de propagando em milhares de radios no norte/nordeste , seja nas propagandas estatais ( a autosuficiencia nos combustíves , a transposição do velho Chico , o PAC , o Fome Zero , o Primeiro Emprego , o Biocombustível , etc , etc , etc ) , seja no financiamento estatal de blogs alinhados com o governo ?

    Por fim , para acreditar no que voce e o petismo acusam constantemente a míia , ou seja , de esconder a verdade , de mentir , deturpar e manipular os cidadãos , então teríamos de simplesmente ignorar o poder da internet nos dias de hoje . Teríamos de fantasiar que , se alguma mentira cabeluda fosse dita pela mídia e o petismo tivesse arguumentos factíveis e creíveis , que a Internet não seria o veículo onde , tal qua aconteçe no resante do mundo , esta mentira seria desmascarada e este fato difundido de forma incontrolável . Também teríamos de fantasiar que todos os consumdiores da mídia escrita , falada ou de imagens ,não passam de uns idiotas , sem a menor capacidade de perceber o quanto são manipulados .

    Na soma de tudo o que voce denunciou , acaba sendo uma overdose de fantasias Eduardo .

    • Pedro Soto

      Você é o tipo de cara que acredita na farsa da fita crepe na cabaça do Serra, não?

      • Pedro Soto

        Desculpem o erro de digitação: ….. cabeça do Serra…;

      • Vítor Bonini

        Po , nada como debater e contrapor com bons argumentos , não é , rs ? O silencio em relação e realidade que postei é em sí só um ato de autodelação .Mas sempre resta a hilaria opção de tripudiar sobre os erros de digitação .

        Em relação a tal bolinha de papel , lamento , mas mais uma vez a realidade insiste em denegiri as suas afirmações . Afinal , o arremesso do objeto por parte dos dois sindicalistas que estavam presentes no comício de Serra , tinha sido filmado com imagens realmente pobres e sem uso . Mas eis que de repente , surge do nada , a denuncia de que a agressão tinha sido uma farsa , em um noticiario do SBT . E , para aqueles que até então não rtinham entendido exatamente o porque que o SBT de Sílvio Santos havia se exposto daquela maneira , a maracutaia do Banco Panamericano colocou od pingod nos i´s . Contrariando todas as analises de inviabilidade do mercado e de auditores , que já denunciavam as fraudes contabeis do Panamericano , Lula mandou a CEF comprar o banco . Após a analise detalhada , foi detectado que o rombo do Panamericano era muito maior do que previsto . Conclusão , Silvio Santos botou uma boa grana no bolso , do dinheiro publico usado para a compra do seu banco , e o governo teve no total que injetar quase outros R$ 3 bilhões para garantir os creditos da instituição quebrada .
        Nem precisa falar mais , precisa ?

        • Pedro Soto

          Qual o problema de se ter um erro de digitação e pedir desculpas, cara? Ainda não estamos num regime fascistóide como em 1964. Não sou do tipo de usar esse tipo de linguagem de graça.

          Agora, acreditar que um careca leva uma fita crepe na cabeça e não aparece nem uma vermelhidão, só mesmo um bobalhão de má-fé.

          • Vítor Bonini

            Bom Pedro , supreso fico eu quando posto uma série de contrapontos as verdades do petismo e voce se atem aos erros de digitação . Ou , seguindo a tua linha de raciocínio e cobrança , voce também não me deve desculpas por ter sido tão superficial e se abster de comentar o conteudo da minha postagem ?
            E , já que voce cita a tal vermelhidão que não foi vista como uma prova da tal falsidade ( mais uma vez se abstendo de comentar , neste caso a questão principal do Panamericano ) , quem sabe voce possa me informar de como esta vermelhidão poderia ser constatada ou defenestrada ?

        • Pedro Soto

          A TV Globo cria uma gigantesca farsa (como já está careca de fazer) para justificar uma agressão ao Serra que ninguém viu e quem tem a culpa é o Banco Panamericano?
          Vai vender o teu peixe para a direitalha lá no blog da Veja. Por aqui você ja´está cansando.

        • Vamos ver… como o Silvio Santos foi “salvo”, então o que atingiu o Serra foi um caminhão…

          Graaande argumento.

          E o fato de que as imagens mostram, efetivamente, que foi uma bolinha de papel ou algo que o valha, vc simplesmente ignora, né?

          E ainda quer ser levado a sério?

          KKKKKKKKKKK

      • João Paulo Ferreira de Assis

        Prezado confrade Pedro Soto:

        Eu diria mais. Diria que ele acredita ser possível fundir as células do boi com as do tomate. Afinal se a Veja disse…

        • Vítor Bonini

          Nossa João Paulo , é este teu melhor argumento , diante de tudo o que escreví ?

          Autodelação : mode on , rs .

          • João Paulo Ferreira de Assis

            Para muita gente a palavra da Veja é um evangelho. Principalmente para aqueles que acreditam nas mentiras que ela escreve.

    • Maravilha, outro da escola do Romalla, apostando que ao abordar dezenas de temas diferentes, cada um envolvendo uma série de insinuações, ninguém se dará ao trabalho de responder a cada uma dessas questões e ele poderá cantar de galo…

      E ele acha que o fato de ninguém querer perder o seu tempo rebatendo cada um dos pontos é algum tipo de “prova” de que ele está certo…

      Fazer o que, né?

      • Vítor Bonini

        Pierri , ou voce se acha muito mais esperto do que de fato é , ou que quem debate com voce seja um tapado , rs . Afinal , a arrogancia e a ignorancia sempre andam de mãos dadas , não é ? .
        Esta conversinha mole de que ninguém rebate os pontos que posto nos meus comentários , por não estarem com vontade de perder tempo , deixa bem claro a alienação e a falta de noção que te guiam , rs .
        Ora tolinho , voce fica aí encenando esta ópera bufa de que as uvas estavam verdes , como se não fossem as principais caracteristiscas do petismo justamente o rancor com quem discorda das suas fantasias , a necessidade de revanche e eliminação dos discordantes . E aí vem voce , todo pimpão , se achando a bala do debate e arrotando que só não contrapõe os fatos que postei , por não estarem afins de perder tempo, rsrs .
        Dããããã .

        • Não, meu caro. Eu não acho que todos que debatem comigo são tapados.

          Na verdade, os que realmente debatem, não o são.

          Gente como vc, que sequer sabe debater alguma coisa, que é incapaz de abrir a boca sem proferir uma falácia lógica do tamanho do Pão de Açúcar, que insiste em se esconder atrás delas pra fugir de qualquer debate – trolls, enfim -, esses, sim, eu acho que são tapados.

          E vc continua a demonstrar que estou certo.

          Por outro lado, se eu fosse arrogante como vc me acusa, eu não perderia meu tempo fundamentando o que escrevo, ou apontando as falhas no que passa por argumentos nos comentários de alguns.

          Mas há um limite pra isso. Quando vc fala em uma dezena de coisas diferentes, cada qual com várias questões embutidas, o esforço de listar cada uma e contestá-las apropriadamente, com argumentos que cairão em ouvidos moucos e só pra ver vc desrespeitar o esforço e fugir do debate com alguma falácia infantil é muito maior do que o benefício.

          Enfim, vc não vale a pena o esforço.

          Se vc quer chamar a falta de vontade de entrar num poço sem fundos cheio de lama só pra te mostrar como vc está errado de “arrogância”, que seja. O nome que vc dá à rosa é irrelevante.

          • Vítor Bonini

            Bom Pierri , acho que , no teu afã de posar de oraculo da razão e do debate , voce me percebeu que os tais diversos pontos , diversos temas , dezenas de pontos diferentes , que voce cita como supostos argumentos para os quais voce não perde tempo , são nada mais , nada menos do que a analise e minha opinião sobre o texto original deste post do Eduardo . Só posso concluir então que voce , por tabela , também critica e se abstem de comentar o texto original do Eduardo , pelos mesmo motivos , não e?
            E , para não pairar nenhuma duvida sobre aquela tua colossal humildade que citei , somada aos teus impressionantes poderes de adivinhação do futuro ( algo como uma Mãe Dinah dos debates ) , voce conclui que não vale a pena comentar minhas observações sobre o texto do Eduardo pois tenho os ouvidos moucos e , mais uma daquelas tuas pérolas , pois voce já anteve que vou figir do debate ou postra alguma falacia infantil , rs .

            Um verdadeiro poço de coerencia , rs .

          • Já vi que terei que desenhar.

            1) Não são os temas que não valem a pena.

            É VOCÊ quem não vale a pena, por que:

            a) vc abandona a defesa de suas teses e parte para outras não relacionadas num piscar de olhos,

            b) vc adora uma falácia, em especial a do homem de palha, e vive rebatendo o que ninguém escreveu (e acabo de responder a um comentário seu em que vc faz exatamente isso, pra variar) e

            c) vc acha que dar sua opinião é debater. E não é. O debate depende das razões, dos argumentos. As opiniões são a consequência deles, as conclusões. Vc ignora o debate, a troca de ideias, e parte logo pra pontificar, como se sua opinião fosse suficiente pra convencer alguém de alguma coisa. Lamento ter que dizer-lhe isso, mas a opinião não basta para convencer ninguém de nada.

            2) Não são os temas que são difíceis.

            É a imensa quantidade de temas não relacionados, empilhados num mesmo comentário, cada um com dezenas de sub-tópicos que teriam que ser debatidos, que torna trabalhoso demais respondê-los todos. Seria necessário VÁRIOS comentários só pra contestar cada um deles.

            Muito trabalho e muito tempo perdido com quem não vale a pena.

            Ficou claro, agora? Ou vc estava apenas fingindo não ter entendido da primeira vez?

  • Flávio

    Algumas considerações:

    O PT não conseguiu na CPI do Cachoeira convocar o Policarpo, porque o PMDB não topou fazê-lo.

    Alguém acredita que o PT conseguiria mudar a legislação de mídia do Brasíl?

    Nós temos dois lados e o PMDB, PP, PSD e outros estão do lado de lá. Do lado de cá está o PT, PC do B, PSB e… só. Não é possível mexer num vespeiro tão grande com as forças políticas que temos atualmente.

    Ou alguém acha que o Sarney irá enfrentar a Globo?

    • EDELMAR SERTÓRIO REIS

      SÓ UM ESCLARECIMENTO AQUI EM PORTO ALEGRE, O PSB E O PC DO B
      ESTÃO COM O PSD. QUE CONFUSÃO!

      • João Paulo Ferreira de Assis

        E em Barbacena MG o PC do B está no frentão que apoia Toninho Andrada do PSDB.

    • maria olimpia

      Flávio,
      A Presidenta da Argentina só conseguiu implantar a Lei da Mídia porque o CONGRESSO argentino aprovou.
      Não há outra maneira, infelizmente. Nosso Congresso aprovaria?

      • Scan

        Não, não aprovaria.
        Mas dá pra cortar o fluxo de grana pra imprensa?
        Dá pra asfixiá-la economicamente?
        “Corte de gastos” do governo não é bandeira do próprio PIG?
        Então. Que tal começar por aí?

      • Vítor Bonini

        Maria Olimpia , uma simples e superficial analise da história , vai comprovar inquestionavelmente que , quanto mais fechado , ditatorial , incompetentel e radical for o governo de um país , mais restrições a mídia e a liberdade de expressão ele vai tentar impor .
        É o obvio ululante .

        • E uma simples análise da história demonstra que quanto mais civilizado um país, melhor regulamentada a imprensa está.

          Por outro lado, é verdade que todo regime autocrático visa dominar a comunicação. Mas isso não significa que regulamentar a comunicação seja uma exclusividade deles. Regular não é dominar.

          Porém, se vc acha que o controle da imprensa é sinal de autoritarismo, pq vc não aplica o mesmo raciocínio quando a imprensa é controlada por um oligopólio privado em cartel? Pq não considera ESSE domínio da imprensa como ditatorial?

          Qual a diferença de um grupo político dominar a comunicação e um grupo econômico com uma agenda política única fazê-lo?

          Tenho certeza de que darei risadas com sua resposta.

          • Vítor Bonini

            Pierri , voce por acaso não esta confundido oligopolio comercial com oligopolio de opinião ? Ou voce poderia citar algum oligopolio mediatico no Brasil que tenha exclusividade sobre mercados ou temáticas ?
            E , percebo também que voce tem bastante dificuldade em dominar esta tua compulsão por espertezas ( faz parte daquela tua colossal humildade que citei acima ) , afinal , achar que o tal marco regulatório como foi proposto pelos isentíssimo e imparcialíssimos grupos dos tais movimentos sociais ( rs ) , não tenha nenhum viés censor e controlador da mídia é simplesmente do balacobaco, rsrs .
            Agora conta aquela da Freira e do papagaio .

          • Não, não estou confundindo os oligopólios.

            Oligopólio é o poder sendo dividido entre um pequeno grupo. Há um oligopólio econômico – os poucos e poderosos proprietários dos maiores meios de comunicação do país – que produz um “oligopólio de opinião” – um “pensamento único” ou, no dizer de Marx, uma ideologia. um conjunto de conceitos e ideias que tornam-se dominantes por serem as únicas publicadas e repetidas à exaustão.

            Vc pediu que eu citasse um exemplo, então aí vai: os 4 grupos econômicos (o oligopólio) tem virtual exclusividade sobre a imprensa brasileira (o mercado). O que um deles escreve é automaticamente “repercutido” pelos demais como verdade, sem nenhuma discussão, nem nenhuma crítica.

            E esse poder não se limita ao mercado editorial, haja vista a forma como esse oligopólio conseguiu impedir a investigação parlamentar de um de seus jornalistas, apesar de todas as provas, e como conseguiu forçar o STF a julgar um processo que lhe interessava em pleno período eleitoral.

            Quanto o marco regulatório, vc SUPÕE, a partir de seus preconceitos contra “movimentos sociais”, que seria uma “censura”. Mas, como sempre, não é capaz de apresentar nem um argumento além da sua opinião pré-concebida de que eles, de alguma forma inconcebível já que não possuem o controle do legislativo, impor a tal “censura”.

            E se vc quer uma piada, vou contar uma do papagaio: vc realmente acha que seus preconceitos contra os “movimentos sociais” são razões válidas para não regulamentar a imprensa. É realmente hilário!

  • Prof. Aglailson

    Eduardo, parabéns mais uma vez pelo comentário sério e contundente. Mas o que fazer? Parece que a letargia tomou conta do partido de Lula e Dilma. Estamos, contigo, Companheiro, ainda que para rabiscar mal traçadas linhas como estas que ora lhe envio. Abraços de quem muito o admira.

  • Fernando A

    Edu, um texto esclarecedor, mas amigo ou a presidenta Dilma acorda o mais rápido possível ou os problemas com essa imprensa golpista vão continuar.
    A ação do governo não pode ficar restrita às duas chamadas da presidenta a FGC e procurador relator do mensalão, este sr JBB não merece respeito da presidenta, por que ele não respeitou outro poder, quanto a FGC este já morreu e não sabe, apesar da Dilma querer ressucitá-lo.
    É urgente um reforma ministerial, não tendo que esperar ano que 2013.
    A parte da comunicação é um dos grandes erros do governo, mantendo o ministro Bernardo (uma decepção) e a Helena Cgagas, que segundo o jornalista Rui Martins, está no governo para distribuir verbas para seus ex-patrões e futuros patrões, excluindo as mídias alternativas que Helena ignora.
    Tantos jornalistas apoiadores do governo e colocar Helena Chagas.
    A Teresa Curvinel, já disse a que veio depois que saiu do governo, virou especialista em Dilma, o modo Dilma de demitir. Correio Brasiliense.
    Onde estão os assessores políticos da presidenta que não enchergam em seu meio, quem sabota os apoiadores do governo,

  • O alvo é Lula!!! Dilma vem por tabela.

    • Sou honesto em dizer: se acertarem o Lula, mas a Dilma sair ilesa e ficar, estou satisfeito.

      • Ou seja, vc não se importa com o meio, desde que o fim de acabar com aquele que vc odeia seja alcançado.

        Como se já não soubéssemos…

  • cida

    O problema do Brasil é o império global e os bandidos que existem na justiça escondidos atrás das togas Gente sem carater e sem amor ao Brasil. Golpistas !

  • Heidi Maria

    Edu,

    É só lembrar o “sequestro” do Abílio Diniz de 1989.
    Parece filme de faroeste onde os donos da cidade matam e esfolam quem ousar defender o povo

  • H.Pires

    Estamos em guerra declarada, contra os lacaios mercenários direitistas dos USA. Assim, tudo surge de uma necessidade revolucinária de libertação. O que segue é história pura. Este espaço e outros iguais, formam uma “barreira de fogo” extremamente poderoso contra o inimigo. Nós estamos vencendo. Assim, pequeno trecho da história: “…Ligada às Forças Populares de Libertação (FLP) (…) a Rádio
    Farabundo Martí surge em janeiro de 1982, passando a ter mobilidade constante
    dentro das zonas de controle revolucionário, a partir da constituição de uma
    rede de correspondentes de guerra e de unidades móveis de informação. Voltada
    exclusivamente para as informações referentes à guerra. Os problemas enfrentados
    pela emissora são semelhantes aos da rádio Venceremos e estão ligados à
    manutenção dos equipamentos, interferências e rastreamento por parte do
    inimigo. As dificuldades vão sendo superadas pela própria população (…) que
    tratou de criar círculos de escuta voltados para a formação política e núcleos
    de pessoas em torno da emissora. (…)..”.

  • Vanda Correa Nunes

    Edu o povo brasileiro e o mundo lá fora esta vendo a farsa, so falta Dilma cortar as verbas e chamar o Frankin Martins. Eles não terão como assumir e governar.

  • Donizeti – SP

    Edu, olha a prova prática de como a máfia midiática que infesta o país age contra seus desafetos ou adversários políticos, veja o nível do veneno e do recado, tipo assim, fica na sua senão escarafunchamos sua vida ao vivo e a cores.

    O Vereador Donato, que também é o coordenador da campanha do candidato Haddad do PT deu uma entrevista na semana passada onde duvida da correção da última pesquisa do instituto Datafolha, do grupo da Folha de São Paulo,que” descola” o tucano Serra do Haddad

    Pois bem, hoje saiu uma notícia desinteressada da Folha dizendo que 14% dos candidatos a Vereador na capital tem problemas na justiça e no final da notícia adivinha qual nome que apareceu fechando a matéria?

    Ele mesmo, o Vereador Donato.

    Segue a matéria do ” modus operandi ” do que chamamos de PIG-Partido da Imprensa Golpista, que faz política eleitoral disfarçada de notícia e de pauta jornalística.

    Eleições 2012

    14% dos candidatos à Câmara de SP têm problemas legais

    Principais crimes identificados são estelionato e contra a administração

    Número pode ser maior, pois candidatos só são obrigados a apresentar certidões da esfera criminal à Justiça

    BRUNA BORGES
    NATÁLIA PEIXOTO
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

    Pelo menos 14% dos 1.227 candidatos a vereador na cidade de São Paulo respondem a processos na Justiça ou já receberam ao menos uma condenação.

    O levantamento foi feito pela Folha junto às certidões entregues pelos candidatos à Justiça eleitoral. São 170 nomes com pendências e/ou condenações.

    Como a legislação diz que os candidatos só são obrigados a apresentar certidões na esfera criminal (é omissa a respeito da civil), o total pode ser maior.

    “É um número impressionante”, afirma o juiz Márlon Reis, militante do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e um dos formuladores da Lei da Ficha Limpa. “Não deveria ter nenhum.”

    Os crimes mais frequentes são contra a administração, que abarcam infrações como corrupção e peculato (desvio de dinheiro por pessoa com cargo público), furto ou roubo e estelionato (confira no quadro ao lado).

    Homicídio aparece em seis certidões. Cárcere privado ou sequestro estão em cinco. Estupro ou atentado violento ao pudor, em três.

    No conjunto das certidões que mencionam processo em andamento ou condenação, 49 não informam o crime em questão. Nesse mesmo universo, 115 (67%) não deixam claro o estágio do processo.

    O procurador regional eleitoral de São Paulo, André de Carvalho Ramos, reclama das lacunas: “A legislação eleitoral é pré-Ficha Limpa”, diz.

    Ele explica que, para analisar as candidaturas, os órgãos eleitorais precisam cruzar dados de mais de cem fontes sobre cada candidato. Só após essa avaliação, podem dar o veredicto.

    PENDENTES

    O ex-deputado estadual e agora candidato a vereador Conte Lopes (PTB) apresentou 89 certidões à Justiça eleitoral, o maior número na eleição paulistana.

    Capitão reformado da Polícia Militar, ele já respondeu por dois homicídios, cárcere privado e apropriação indébita. Várias outras certidões de Lopes não identificam o crime pelo qual ele foi acusado.

    Segundo o próprio candidato, que diz ter sido absolvido em todos os processos e afirma que não se preocupa com má impressão que eles podem causar no eleitorado, há em sua ficha “mais um monte de homicídio”. “Já matei todos em tiroteio com bandido”, diz.

    FICHA LIMPA

    O levantamento de certidões com pendências ou condenações na Justiça considera todos os tipos de crimes.

    Não se restringe, portanto, aos crimes que esbarram na Lei da Ficha Limpa, norma que impede a eleição de condenados em segunda instância, cassados ou que tenham renunciado para evitar a cassação.

    Por isso, nem todos os 170 candidatos que têm condenação ou pendências judiciais terão suas candidaturas canceladas pela Justiça eleitoral.

    Até agora, somente o registro da candidatura de Ângela Dovidio (PPS), condenada por apropriação indébita, foi barrado pela Ficha Limpa. Ângela não foi localizada. o PPS disse apenas que ela não é mais candidata.

    A lei também diz que o candidato pode concorrer oito anos após a condenação. É o caso de Marcelo Frisoni (PP), condenado em 1997 por falsificação de documento. Como o crime foi julgado há 15 anos, ele está liberado para disputar vaga na Câmara. Frisoni afirma não ter tido responsabilidade no episódio.

    Há também candidatos que têm pendência e podem disputar a eleição porque o caso ainda não foi analisado por um órgão colegiado, como determina a lei.

    Isso ocorre com o vereador Donato (PT), candidato à reeleição. Ele responde a uma ação de 2011 por desrespeito à lei de licitações, quando era coordenador das subprefeituras na gestão Marta Suplicy. Como não foi julgado, sua candidatura foi aceita.

    Rodrigo Rossler, advogado de Donato, diz que o caso foi julgado regular pelo Tribunal de Contas do Município.

    ……………………..

    Precisa dizer mais alguma coisa ?

  • Eugênio José Alati

    Mesmo supondo que os petistas imaginassem ter uma causa, eles a perderam! Aos poucos, a idéia de “subverter a democracia por meios democráticos” foi se transformando numa infâmia, num espetáculo grotesco que resultou no mensalão. Por menores que possam ser as conseqüências qualquer cidadão daqui pra frente, poderá chamar o Lula de mentiroso, ninguém poderá desmenti-lo! É claro que o Lula continuará na política mas com a estatura de um Paulo Maluf, patética e triste, será um deus de segunda classe, um a mais na sala dos troféus empoeirado num canto do memorial.

    Mas como os políticos são oportunistas já sabem disso. Assim, se preparam para substituí-lo rompendo o bloco monolítico. Mas por fim, o quê ficará escrito na história da nação? Ficará registrada a reincidência da corrupção, o estigma dos que se deixam deformar pela ambição!

    Deve-se considerar porém, que neste propósito indecoroso do PT os que estão sendo julgados foram apoiados por uma parcela enorme da população! É claro que formada por ignorantes, mas por outros muito mais danosos à nação, ou por aqueles que se aproveitaram dos crédulos inocentes como se as urnas detivessem um poder miraculoso de absolver os culpados. Refiro-me aos que ainda defendem o PT porque desfrutam das benesses do governo; à grande maioria do funcionalismo público que só ambiciona privilégios; aos sindicalistas e outras organizações pelegas como a UNE que se aproveitam de verbas e de cargos públicos; aos “jornalistas” de uma imprensa marrom que vive a expensas de publicidades oficiais e aos corruptos! A estes que infelicitam a nação, o mais baixo galardão!

    Eugênio José Alati

    Em tempo: é uma lástima que somente alguns mensaleiros serão encarcerados. Espero que a pena dos petistas que ficarão desarticulados seja a do desprezo!

    • Zé Nação

      Ai ai ai. Ô mestre Edu, já que você iniciou a limpeza nos comentários, parece que deixou passar alguns trolls.

      • eduguim

        Cara, eu tento não vetar mas não tenho mais paciência com esses caras. Vá ser cínico lá na…

        • Scan

          Lima, Edu, lima.
          Já temos problemas demais pra discutir e essa canalha só faz ruído.
          Então que o façam no blog do Reinaldinho, do Nunes e porcos da mesma vara.

          Se nos injuriamos com a atitude leniente da Dilma que não toma nenhuma providência quanto à regulamentação da mídia golpista, mentirosa e sacripanta, porque permitir que os braços desta mesma mídia se expressem aqui impunemente e com a mesma falta de vergonha na cara?
          Parece-me coisa algo ilógica.

          Eu sou a favor de um expurgo imediato, mas, claro, o blog é seu…
          []’s

          • Vítor Bonini

            Não entendo esta postura de voces .
            Afinal , neste binomio petista ou não petista que voces fomentam ( a favor ou contra o Brasil dos pobres , rs ) , nada seria mais vantajoso e exultante , do que detornar os comentários e argumentos de alguém que pensa diferente .
            Ao invés disto , voces inistem e até exigem que os diferentes não tenham espaço para postar as suas idéias .
            Chega a dar a impressão de que esta é a ultima opção daqueles aos quais faltam argumentos .
            Será ?

          • Marianne

            Vitor Bonini, argumentos não adiantam. Se for discutir com bons argumentos, não respondem. E, mais adiante, começam tudo de novo. É perda de tempo. Acho que a maior parte aqui já argumentou com o Alati, sem nenhum resultado. Mas, na minha opinião, enquanto mantiverem os insultos dentro do limite, não devem ser censurados. Mas não devemos responder, tampouco. (Adoro os adjetivos do Alati, é o que faz a diferença entre argumentar e insultar)

          • Lima, não Edu.
            O cara é educado, e, de acordo com suas convicções, tudo o que faz, é apresentar argumentos.

          • Décio, argumento não é sinônimo de opinião.

            E muito menos de preconceitos.

        • Cibele

          Limpeza geral! Seu blog era muito bem frequentado, Edu, e agora está tomado pelos cheirosos. Legítima defesa! Pelo menos neste momento. Aliás, que pedrada de texto, esse foi pra acordar, hein? Agora começou a semana.

      • Sem os “cheirosos”, como disse alguém, aí, só vai faltar bolinho de chuva, e chazinho.

      • E qual é a utilidade para o debate, de quem se limita a dizer que “o PT é uma quadrilha criminosa composta de comunistas comedores de criancinhas”? Ou que “os torturadores estavam certos e que eles retornem para a paz dos homens de bem”?

        O que acrescenta quem apenas repete acriticamente as mesmas bobagens ditas na imprensa marrom, e é incapaz de analisá-las criticamente? Se eu quiser saber o que a imprensa marrom tem a dizer, eu vou lá e a leio, não preciso de nenhum atravessador pra isso.

        E que diversidade das opiniões esses trolls trazem se eles compartilham EXATAMENTE a mesma? Se for o caso, que fique apenas um, então. Pra que dez papagaios repetindo a mesma ladainha?

        E qual o mérito de deixar uns poucos infelizes fazerem suas provocaçõezinhas infantis? Aceitar essas provocações e deixar os provocadores tumultuarem o ambiente é, de alguma forma, sinal de “democracia”?

        O blog não perderia absolutamente nada ao limar a maior parte desses trolls. Não é pq eles bebem na mesma fonte que vc, e repetem as mesmas bobagens acríticas, que eles devem permanecer para fazer volume.

        A coisa é simples: se o cara não contribui com o debate com argumentos, é um desperdício de espaço. O infeliz vir aqui vomitar seu ódio e expor suas “opiniões” sem apresentar sequer um fiapo de argumento racional não serve pra absolutamente nada. Ele que arranque as calças pela cabeça, se está com tanta raiva, ponto.

        E ninguém aqui está interessado em opiniões. O que queremos é argumentos e honestidade. E essas duas palavras não constam no dicionário dos trolls.

        • Vítor Bonini

          Pierre , não sei se voce percebeu , mas no teu afã de justificar que as uvas estavam verdes , voce acabou destilando todo o teu preconceito , as rotulagens decoradas e os teus tortos conceitos de liberdade de expressão e democracia . Ou voce poderia nos mostrar aqui neste tema algum comentário com ao teor “o PT é uma quadrilha criminosa composta de comunistas comedores de criancinhas”? Ou que “os torturadores estavam certos e que eles retornem para a paz dos homens de bem”? Ou então , que um comentário com este teor , passaria pelo crivo do blog ? Ora Pierre , tenha dó !! Da mesma forma que a tua afirmação de que não se perderia deixando de debater com os teus opostos nos da uma boa idéia das limitações que te guiam .

          E , após tornar publicas esta verdadeiras barbaridades , voce ainda se acha na posição de quere me dar aulas sobre o marco regulatório da imprensa , afirmando que a proposta que voce apoia é a mesma aplicada em paises desenvolvidos e com cidadãos tendo o mínimo de conhecimento e base em relação aos direitos de opinião e de terceiros ???

          Este teu rancor explícito , preconceito inaceitável , radicalismo absurdo , ao meu ver , são exatamente as posturas que denigrem boa parte da militancia petista e de esquerda para com a sociedade . Ora , pratique aquilo que exige de seus diferentes . Simples assim .
          O mais patético de toda esta ópera bufa que voce encena , é a tua premissa de que quando voce desce do teu olimpico trono e nos dá uma canja com os teus comentérios , recheados com toda esta suposta e autoproclamada intelectualidade e sapiencia , estes são de um infantilismo hilario e de uma alienação absurda .

          Espelho espelho meu Pierre .

        • “voce poderia nos mostrar aqui neste tema algum comentário com ao teor “o PT é uma quadrilha criminosa composta de comunistas comedores de criancinhas”? Ou que “os torturadores estavam certos e que eles retornem para a paz dos homens de bem””

          Basta ler o primeiro parágrafo do comentário do Eugênio: “Aos poucos, a idéia de “subverter a democracia por meios democráticos” foi se transformando numa infâmia, num espetáculo grotesco que resultou no mensalão.”

          Claro, há mais exemplos em outros posts, mas, [ironia] por alguma razão que me escapa [/ironia], vc achou por bem limitar o escopo a apenas este tema, né?

          “Da mesma forma que a tua afirmação de que não se perderia deixando de debater com os teus opostos nos da uma boa idéia das limitações que te guiam .”

          Como é que é? Onde foi que eu escrevi alguma coisa ao menos similar a isso?

          Sério, meu, não tenho a menor ideia de onde vc tira 80% das bobagens que vc afirma que os outros escreveram, mas essa foi particularmente estranha…

          Pergunto-me se vc não está se referindo ao comentário onde eu digo que é uma perda DE TEMPO responder a um comentário onde dezenas de questões carregadas de insinuações são atiradas. Mas vai saber se sua incapacidade de interpretar um texto chegaria a esse ponto…

          “voce ainda se acha na posição de quere me dar aulas”

          Repito: não quer lhe dar aula de nada. Não vale a pena. Vc perguntou e eu respondi. Se não gostou da resposta, prolema seu.

          “Este teu rancor explícito , preconceito inaceitável , radicalismo absurdo , ao meu ver , são exatamente as posturas que denigrem boa parte da militancia petista e de esquerda para com a sociedade .”

          Meu caro, o Eugênio, o exemplo que usei, e cujo comentário iniciou esse debate, escreveu, como já o fez antes, acusando o PT de querer “subverter a democracia”. O Augusto vive falando em querer os militares de volta, e de como tudo o que eles fizeram foi correto. O Décio diz que não se importa como, mas quer ver o Lula ferrado. O Haroldo diz que o PT vai instaurar um AI-5. Vc mesmo vem com a palhaçada cínica de falar em “financiamento estatal de blogs alinhados com o governo”…

          … e vc vem ME acusar de “radicalismo” e de ter “preconceito inaceitável”?????

          Ah, meu, vai catar coquinho, vai! Em que essas afirmações acima colaboram com o debate? Quais delas sequer PODEM ser chamadas de argumentações? Quais delas NÃO são puros preconceitos?

          E não é pra ter rancor com quem vem com esse papinho furado? Com esse cinismo, inclusive o seu? Alguém que defende a tortura, os estupros e os assassinatos da ditadura não merece ser alvo desse “rancor explícito”?

          Eu faço EXATAMENTE aquilo que exijo de vcs: defendo minhas opiniões com argumentos. Cuidadosamente. A ponto de ser chato pacas. Respeito quem me respeita. Quem não é cínico. Quem não ofende minha inteligência. E mesmo aqueles que o fazem, quando param, por um instante, de fazê-lo. Não acuso todo um partido de ser criminoso. Não sou leviano.

          E se vc não gosta disso, ou da forma como escrevo, ou do cuidado com que defendo minhas posições, se vc se sente frustrado com isso, ou acha que isso indica imerecida “intelectualidade e sapiência”, lamento, mas é problema seu. Não tenho que mudar meu estilo e meu conteúdo pra satisfazer suas necessidades. Já faço muito estruturando meus comentários e escrevendo da forma mais clara que consigo.

          No fundo, suas acusações não passam de uma transferência de teus próprios defeitos na minha pessoa. Não sou eu quem acha que minhas opiniões bastam pra convencer alguém. Não sou eu quem acha que tem todas as respostas pra tudo. Não sou eu quem apela quando não consegue argumentar…

          É simples assim. Não gostou, não leia, ponto.

    • Luiza

      Senhor Alati, os ataques ao dito mensalão têm dois objetivos únicos: 1) condenar Zé Dirceu; 2) na sequência, tentar condenar Lula e Dilma, derrubando o governo petista. Isso por que não conseguem ganhar no voto. O PSDB não consegue criar uma idéia nova e boa para encantar os brasileiros. Digo isso com a propriedade de quem votou duas vezes em FHC, uma decepção de presidente.

      No governo Lula, 40 milhões de brasileiros subiram de classe, sairam da classe D para a classe C. E Lula nunca foi “engolido” por uma parte da elite, que não aceita o fato de que seu governo foi o que foi: um governo bom para os mais humildes.

      No governo Dilma, a distribuição de renda segue. E as mesmas pessoas não conseguem engolir. Eu mesma tenho uma parenta (tia) que não engole o fato de que está mais difícil para ela arrumar empregadas domésticas a preço de banana, como era antes (agora, ela precisa pagar mais um pouco).

      Mensalão por mensalão, seria interessante ter sido julgado, primeiro, o mensalão do PSDB/MG do senhor Eduardo Azeredo. Mas o que estamos vendo, é: 1) um plano de condenação de Zé Dirceu, Lula e Dilma; 2) um Supremo que parece acuado diante de uma mídia raivosa, com um ministro relator que demonstra baixíssima auto-confiança; 3) uma mídia sem nenhuma isenção e que ataca somente um lado, aquele que é de seu interesse econômico.

      Por que essa mesma mídia, que quer o sangue de José Dirceu, Lula e Dilma, não investiga, por exemplo, as denúncias do livro “Privataria Tucana”, segundo o qual José Serra teria montado uma lavanderia de dinheiro no exterior, com filha, genro e cia? É isso aí. Será que deu para entender ou está difícil?

      • Vítor Bonini

        Luiza , eu não entendí !!
        Por acaso no seu comentário , voce da a entender de que , por o governo Lula ter supostamente implementado no país ações positivas , então o seu governo não poderia ser julgado pelo mensalão ?

        Sobre o mensalão tucano ( e reitero aqui o que afirmei de que , se forem culpados , que sejam condenados ) , o mesmo partiu da primeira instancia e como tal , tem todo um trajeto ou tramites juridicos a ser percorrido . Os envolvidos no mensalão petista optaram ( provavelmente com a certeza da impunidade ) , por usar o seu direito ao foro previlegiado e decidiram ir diretamente ao STF .

        • Marianne

          O governo Lula não pode ser julgado (no sentido de julgado pela justiça formal) pelo mensalão. Quem está sendo julgado são os acusados. O governo Lula (ou qualquer governo democrático) é julgado nas urnas. Não acho que ninguém deve ficar impune pelos crimes cometidos, nem do PT, nem de outro partido. Mas, no meu entender, tanto os tribunais quanto a mídia, num país democrático, têm que dar a mesma atenção aos crimes de todos.

  • Roberto Ribeiro

    Dilma na festa da Folha foi como ver uma vítima do Holocausto no aniversário do Partido Nazista.

  • Otto

    Edu, você descreveu bem o golpe hondurenho/paraguaio que está em gestação.

    Cabe a nós estarmos alertas, pois um golpe só se perpetra quando a resistência é pequena ou ineficaz.

    Veja a diferença entre 61 e 64.

    Em 61 o povo saiu à rua, na cadeia da legalidade, e em 64, talvez por conta dos ataques reiterados do PIG da época, associados à crise econômica e à lerdeza e insegurança do governo Jango, não – e o golpe se concretizou.

  • João Pedro

    Complicado ver o partido do governo querendo chamuscar a imagem de uma instituição como o STF. O PT deveria estar dando apoio e fortalecendo essa instituição, mesmo que para isso precisasse cortar na própria carne. Os ministros estão agindo baseado no autos, até os mais ligados ao petismo estão condenando , não tenho visto muito juristas criticando o julgamento não, vejo muitos petistas, como o Belluzo recentemente, que entende mal mal de economia, foi dá pitaco na justiça.

    Esse negócio de controle de imprensa da medo, já tivemos isso no passado e muitos de nós sabemos como foi horrível. O blogueiro fez um longo texto, mas não consegue detalhar como ele gostaria que fosse esse controle. Gato escaldado tem medo de água fria.

    É difícil entender a sua defesa de que as ‘elites”(donos do meio de produção) querem que o povo se ferre, pois quando melhor financeiramente o povo tiver, maior será o consumo e maior será os ganhos das elites. Isso é uma engrenagem se o povo ganha, ganha também as elites e o governo. É o que temos visto desde quando conseguimos resolver o problema da inflação no Brasil.

    • Putz, acabei de postar, lembrando que, quanto maior o mercado, melhor para aqueles a quem o blogueiro ataca.

      • Luciano Bastiani

        Atenção srs. João Pedro e catão de Nazaré Paulista:
        Leiam (mas leiam mesmo) novamente aquela parte em que a Luiza fala sobre a dificuldade em se conseguir empregadas(os) domesticas(os) no Brasil hoje.
        E me digam que isto não se deve á redistribuição de renda promovida nos últimos anos, bem como a facilitação para que estas pessoas estudem e se aprimorem.
        E pra acabar de uma vez por todas com este fla flu do cacete, o negócio é o seguinte: todo mundo tem o direito de evoluir!
        Se vocês acham que não, então, caiam fora daqui. e quando digo daqui, não é da discussão neste blog, é do Brasil! Porque aqui no Brasil, se depender de quem está no poder agora, essa evolução das pessoas que sempre foram massacradas vai continuar acontecendo, gostem os frias, os marinhos, os mesquitas, sirotskys, civitas, os joão pedros, os catões, os boninis, as ramizas, os romanoffs e o diabo a quatro ou não!
        E quem está no poder agora está lá porque as empregadas domésticas, os favelados, os bóias-frias, os sem-terra, os bancários, os metalúrgicos, os professores, os policiais (de verdade), os paulistas, os paulistanos, os cariocas, os mineiros, os baianos, os gaúchos, os pernambucanos, alagoanos, cearenses, paranaenses, e tantos outros que nem dá pra escrever tudo agora, os colocaram ali. Por três vezes. E não vai ser por um golpezinho barato, tramado por uma micharia de inconformados e repercutido por outra micharia de desconsolados que o Brasil vai deixar de evoluir.
        Se não gostaram do meu comentário, não percam tempo em responder. Sou só um eletricistazinho que amanhã de manhã vai levantar cedo pra ir trabalhar e ganhar o din din pra pagar aquelas velhas contas de sempre, acrescidas daquelas novas prestações de umas coisas que eu nem sonhava em ter há quinze anos atrás…..Estou evoluindo. Conseguiram entender?

        • João Pedro

          Luciano,
          Gostaria que você me indicasse no meu texto onde está a minha defesa de que as pessoas não tem o direito de evoluir? Também, onde eu digo que não reconheço o governo que aí está? Onde eu estou defendendo golpe? Se tem uma coisa que não quero para o Brasil chama-se ditadura. Nem de esquerda e nem de direita, nada pode ser mais importante que a liberdade.

          Digo na minha intervenção que se eu, você, o Décio e muitos outros estamos nos dando bem, as elites (os donos do meio de produção) vão ganhar dinheiro também. Pra mim isso é lógico. Ou não???

          Não nego que o Brasil esteja melhor. Só quem viu o tormento que foi a década de 80, com uma hiper-inflação e recessão monstruosa, consegue ter a dimensão de como avançamos. Agora, o Brasil vêm avançando desde o Sarney na presidência, até ele fez avanços na economia brasileira que nos ajudou a chegar onde estamos.

          Outra coisa que falo é a questão de controlar a impressa. Muita gente fala disso, mas não de forma clara. Como vai se dá?Você sabe? Eu não sei. Tenho medo disso, pois o Brasil sempre viveu altos e baixos em questão de liberdade.

    • Vamos por partes.

      Primeiro, se vc acha que o Belluzo entende “mal e mal” de economia, já fica claro que quem entende pouco é vc. Ele entende pouco é de ser presidente de clube de futebol, isso sim. Mas, de economia, o cara manja e é respeitado por seu conhecimento.

      Segundo, estamos todos sujeitos ao judiciário. Criticá-lo é nosso direito e dever, e isso não é “dar pitaco” em algo sobre o que não nos cabe opinar. Garanto que mesmo de direito o Belluzo entende mais do que vc.

      Terceiro, ninguém falou em “controlar a imprensa”. Isso é um homem de palha seu – durma com ele, se quiser. O que se quer é a REGULAMENTAÇÃO da imprensa, como a que existe em todos os países civilizados, que impeça o cartel que hoje vemos e que exija da imprensa e seus membros um mínimo de responsabilidade e ética.

      Será que isso é querer demais?

      Quarto, não é verdade que “quanto maior o mercado, melhor para a elite econômica”. Muito mais simples produzir pouco, para poucos e vender por muito.

      Aí está o “lucro Brasil” que não me deixa mentir. Oferta e demanda não tem NADA a ver com os preços e não passam de um mito capitalista que só é realmente válido em poucos e restritos nichos, mais significativamente no estabelecimento dos salários dos trabalhadores.

      Os preços são estabelecidos, como nos informam os responsáveis das montadoras de veículos, em razão daquilo que os trouxas, ops, “o mercado” está disposto a pagar. Assim, carros custam o dobro do que deveriam pq tem trouxa pra pagar o preço exorbitante que a montadora quer.

      Além disso, um mercado menor significa menos gente empregada, o que redunda em menores salários. Significa, também, que a renda se muito concentra nas mãos de poucos, dispostos a pagar aquilo que os menos favorecidos não podem.

      E isso significa maiores lucros.

      Por outro lado, um mercado grande significa a necessidade de produzir mais, de empregar mais, de pagar maiores salários e riscos exponencialmente maiores. Se, no mercado pequeno, o capital pode ficar, digamos, com 40%, no mercado grande precisa se contentar com uma porção muito menor, e o aumento das vendas só compensaria essa diferença se ela fosse desproporcionalmente maior que o aumento do mercado.

      Enfim, a melhor situação para a elite econômica é justamente um mercado pequeno cheio de trouxas dispostos a pagar o quanto eles estipularem, baixos salários, muito desemprego e poucos riscos.

      Por isso, querem mais que os pobres se explodam.

      • João Pedro

        Onde você arrumou esse seu manual de economia?

        Primeiro, eu não gosto do Beluzzo como economista, discordo dele em vários pontos. Ser reconhecido por um grupo, não é sinônimo de ser bom. Beluzzo é mais político do que economista.

        Segundo, criticar uma instituição como o judiciário tem limites. Um partido que está no governo tinha que procurar fortalecê-la. E não acusá-la de golpe.

        Terceiro, essa sua regulamentação da mídia é muito vaga, repito: Gato escaldado tem medo de água fria.

        Quarto: “Muito mais simples produzir pouco, para poucos e vender por muito.”. Isso não existe mais no Brasil. Se você aumentar o seu preço, quem vai vender é o seu concorrente. A abertura de mercado foi importante nisso.

        Você viajou demais, meu camarada. O empresariado brasileiro tem buscado expansão, não existe essa de querer ficar pequeno para pagar menos salários, e menos encargos. Muitos, tem procurado mercado até fora do país.

        • Não sigo manual de economia, meu caro. Não me meça por vc.

          1) Eu não gosto de cebola, mas isso não faz dela um alimento saudável. Se vc não gosta do Belluzo, problema seu. Conhecer de economia não significa “cair nas suas graças”.

          2) O limite das críticas é o limite do absurdo sendo criticado. O STF está vendo o absurdo pelo retrovisor faz tempo. E não, ninguém tem o “dever” de fortalecer o STF simplesmente pq ele ser o STF. Se ele comete absurdos e viola direitos, temos, sim, o dever de criticá-lo e condená-lo. Se vc se escusa desse dever apenas pq gosta do resultado, o errado é vc, e não nós. É o mesmo argumento que muita gente usou durante a ditadura, enquanto ela cometia suas atrocidades: “apoiar o executivo é um dever cívico…”

          3) O que há de vago em dizer que a regulamentação é para impedir a formação de cartéis e para exigir responsabilidade da imprensa e seus jornalistas? Faz o primeiro proibindo o controle cruzado – ou seja, que o mesmo grupo controle mais de um veículo em mais de uma área. Faz-se o segundo exigindo um mínimo de evidências, de confirmação fática, nas reportagens.

          4) O mercado de veículos é prova incontestável que vc está vivendo em um mundo de ilusão. A justificativa dos responsáveis por essas empresas é, literalmente, dizer que os preços são o dobro do que em outros países simplesmente pq as pessoas no Brasil PAGAM esses preços altos. A “concorrência” é conversa pra boi dormir.

          Recentemente, uma importadora trouxe carros chineses pra vender no país, e as montadoras a pressionaram para dobrar o preço. E foi o que fizeram. Um carro que poderia custas pouco mais de 10 mil está sendo vendido por 22 mil por exigência da “concorrência” que não queria reduzir seus preços.

          Jogue fora seu manual de economia. Ele foi feito pra enganar trouxas do tipo de paga o dobro do preço sem reclamar, só por acreditar no mito do mercado livre.

          5) O empresariado brasileiro não está tendo opção se não buscar a expansão. Foram obrigados a isso pelo governo. E estão usando, como sempre, o mínimo de seu próprio capital. E continuam a combater o sindicalismo pra evitar pagar mais salários. E continuam a reclamar da produtividade dos trabalhadores enquanto os obrigam a produzir cada vez mais no mesmo tempo e combatem a redução da jornada de trabalho. E querem acabar com os “encargos” trabalhistas.

          E tudo isso pq não são trouxas como vcs imaginam que eles sejam.

          • “um alimento saudável”

            Leia-se “menos saudável”, evidentemente.

          • João Pedro

            1- Comparar cebola com idéias é complicado. Se eu não compactuo com as idéias ecônomicas do Belluzo, eu não sou obrigado a achar que o cara entende alguma coisa. A nossa sorte que quando do lançamento do real esse senhor ja não estava mais no governo. Agora, se você compactua, uma boa digestão pra você

            2-Triste você achar que não deve fortalecer as instituições democráticas, isso deixa claro o seu perfil. Essas instituições tem que ser fortalecidas, sim senhor!!! E não aceitar a decisão de um processo feito com toda a lisura de um Estado de Direito é coisa de mal perdedor. Será que a Presidenta Dilma pensa do mesmo modo? Se pensa… Está sendo omissa!

            3-Vejo muita gente falando dessa “regulamentação”, mas nenhum parlamentar do PT escreve o texto. Só concluo que o negócio é complicado demais. É nicho que exige muito dinheiro para investimento.

            4-Você quer mesmo generalizar o mercado, com um exemplo xulo desses? Esquecendo que os impostos brasileiros nesse ramo automobilistico é um dos maiores do mundo.

            Você esquece que quem mais emprega no país é o micro e médio empresário. E esses sempre foram deixado de lados por todos os governos. São eles que mais empregam e mais pagam impostos e juros bancários. Esses que você citam, que tem empréstimo subsiado via BNDES são poucos meu camarada. São poucos os Eikes que almoçam com o Lula.

          • 1) Meu caro João, vc não tem obrigação de achar nada. O que vc acha é problema única e exclusivamente seu.

            Porém, ao externar essa opinião e se dispor a debater, vc tem, sim, a obrigação de apresentar argumentos razoáveis para defender sua opinião. E dizer que Belluzo “não entende nada de economia” pq vc “não concorda com ele” não é nem argumento, nem razoável.

            É apenas uma oportunidade perdida de ficar de boca fechada.

            Ou será que vc realmente acha que o fato de vc concordar ou não com alguém é o que define a competência dele?

            2) Ah, um homem de palha.. tava demorando… Eu NÃO disse que “não se deve fortalecer instituições democráticas”, mas vc achou por bem dizer que eu escrevi isso e contestar, em vez de atacar o que eu realmente escrevi.

            Acorde-me quando vc resolver ser honesto e falar sobre o que eu realmente escrevi, ok?

            3) É realmente algo complicado – não em termos de conteúdo, mas de como fazer -, e não vejo nenhuma em nenhum parlamentar do PT a coragem de enfrentar a dificuldade nesse momento. Mas isso não muda o fato de que é absolutamente necessária.

            4) Não é exemplo xulo coisa nenhuma, e os impostos não são os mais altos do undo coisa nenhuma. Não me culpe pela sua ignorância do assunto. Vá pesquisar, antes de condenar-me com base em sua falta de informações.

            Basta dizer que, MESMO subtraindo TODOS os impostos, o preço do MESMO carro, produzido no mesmo lugar, é o dobro no Brasil. E que alguns diretores e presidentes de montadoras já declaram, explicita e literalmente, que os preços são esses pq o “mercado” aceita pagá-los. E que o incidente com o carro chinês foi admitido pelos envolvidos.

            O lucro Brasil é imenso, e é pq há uma imensidão de trouxas que preferem apegar-se a suas certezas absolutas e ofender qualquer um que tenha a ousadia de não dizer que “a culpa é dos impostos”, em vez de se informarem…

          • João Pedro

            1- Se você não diz porque gosta o Beluzo não sou o obrigado a dizer porquê não gosta. Pelo o que eu já escrevi já dava para sacar a minha divergência com o dito economista.

            2- o que vc quer dizer com essa frase “E não, ninguém tem o “dever” de fortalecer o STF simplesmente pq ele ser o STF.”. Se você não sabe o STF é uma instituições democrática. Quem está sendo desonesto é o senhor.

            3-Pois é, quem defende a “regulação” da imprensa não sabe nem como se deve fazer. Não pode ser assim, vão estudar mais sobre o assunto.

            4-Não, o senhor não pode generalizar o mercado brasileiro apartir de um nicho tão específico. Isso também é desonestidade.

          • 1) Cara, vou ser curto e grosso: não quer saber pq vc não gosta do Belluzo. Nem ele, nem eu, nem o resto do mundo ligamos a mínima se vc gosta dele ou não. É muita arrogância sua achar que é certo medir o conhecimento dos outros a partir da sua concordância com as opiniões e teses deles. Aliás, é infantil e arrogante, e eu cansei de tentar de falar isso de forma mais ou menos polida. Mais arrogante ainda é exteriorizar essa infantilidade como se fosse algo trivial, como se todos agíssemos assim.

            Agora, se vc afirma que o cara nada sabe, é sua obrigação provar. Ou então admita que não pode e recolha-se a sua insignificância, ponto. Você pode gostar ou desgostar de quem vc quiser. O que vc NÃO pode é se arvorar no direito de julgar o conhecimento, competência e história alheias com base no seu gosto pessoal. VC NÃO é o dono da verdade, nem a medida de todas as coisas.

            Acostume-se com isso.

            2) Simples: não é por serem “democráticas” na sua opinião que as instituições merecem ser fortalecidas. Se fosse assim, vc deveria estar condenando o processo contra membros do Legislativo, que é muito mais “democrático” que o STF. E não diria nem um quinto do que diz contra o Executivo, pelo mesmo motivo.

            Agora, só pq é conveniente pra vc, os OUTROS têm a “obrigação” de fortalecer o STF?

            Não, o que fortalece o STF é a sobriedade e imparcialidade de seus atos. E esse STF NÃO está sendo nem uma coisa, nem outra. Estão errados e estão perseguindo um projeto de país. Estão julgando politicamente e, assim, extrapolando sua competência e função. Estão agindo, enfim, de forma ANTI-democrática ao defenestrar as partes inconvenientes da Constituição e da jurisprudência pra atingir um objetivo pré-programado.

            E, na medida em que faz isso, o STF NÃO merece ser fortalecido, e muito menos por vc achá-lo “democrático”.

            3) Eu lhe apontei como queremos fazer, mas vc não achou bom o suficiente e decidiu ignorar o que escrevi dizendo que não veio de nenhuma “parlamentar do PT”. Então, problema seu. Falta coragem aos parlamentares do PT, e não conhecimento do assunto, e não há nem uma razão para vc chegar nessa conclusão.

            4) Não estou generalizando nada. Estou, COMO AFIRMEI EM PORTUGUÊS CLARO, dando um exemplo. Fingir que uma coisa é outra é que é profundamente desonesto.

            No fundo, vc não tem argumentos pra negar o que escrevi. Aliás, vc até achou que era mentira, e que era “culpa dos impostos”. Agora, deve ter se informado um pouco, e resolveu partir pra esse papinho furado da “generalização” pra não dar o braço a torcer, isso sim.

            O FATO é que, se a lei da oferta e demanda é uma LEI, então TODOS os nichos deveriam ter seus preços estabelecidos por ela. O mercado dos carros, POR EXEMPLO, não está sujeito a essa lei, e isso é um fato comprovado. LOGO, a única conclusão possível é que a “lei” não é uma LEI. É meramente um mito pra enganar trouxa, usado como desculpa quando conveniente, e simplesmente descartado quando inconveniente.

            E é o Belluzo quem não sabe nada de economia, não é mesmo?

        • João Pedro

          Não é só o Belluzzo que não entende de economia, você também não entende bulhufas!!!

  • Eduardo CPQ

    Caro xará,

    comungo com sua análise/alerta.

    Se não fincarmos pé o muro cairá.

    Faço apenas um reparo, técnico. Quando você fala que, na divisão do bolo, se uns ganham outros fatalmente perderão, este raciocínio vale para um dado momento.

    Numa abordagem mais dinâmica, variando o tamanho do bolo, para cima, prefiro, os mais pobres podem ganhar e os mais ricos também, só que menos. Em miudos, para um crescimento de 5% num período, os mais pobres podem crescer 6% e os mais aquinhoados 2%, concorda?

    O lado sombrio no meu entorno de convivência: das pessoas que não gostavam do PT, muitas agora estão com ódio. Isto é perturbador. Para estes, o Min. Barbosa já é um herói nacional…

    Abraço.

  • Aanda

    Concordo com Tulio Vianna quando disse:
    “Ao ignorar ou – pior- rechaçar a natureza política e ideológica de suas indicações, Lula caiu no conto do juiz neutro, que decide tecnicamente, quase como um matemático e perdeu a chance de compor um STF realmente revolucionário.”
    http://tuliovianna.org/2010/11/25/indicacoes-ao-stf-nao-podem-ser-pessoais-mas-devem-ser-ideologicas/
    Infelizmente o mal está feito e as consequências ‘nada neutras’ já estão escancaradas.
    Com amplo respaldo do judiciário, o desmonte de Dilma já começou.
    Ressalto a necessidade de se alertar a população através de meios impressos que alcancem a todos, para o golpe em andamento.

    • Fernando A

      Aanda, este poste foi escrito em 25/11/2010 e o Tulio Vana já sabia o que ia acontecer no STF.
      Não adiantou nada ele alertar, depois disso vieram o Fux, Rosa Weber que decepção.
      Agora confirmei a indicação do Joaquim Benedito Barbosa foi influência do Frei Beto, depois abandonou o governo.
      Acorda presidenta Dilma, o Pertence foi embora, queria indicar os seus amiguinhos, a presidenta não permitiu. Já foi tarde., vamos para de indicar inimigos,chega os das provas tênues, indícios, presunção de inocência, provas robustas e outras novas formas jurídicas e o garantirismo só para os amigos, que este STF fez como jurispeudência.

  • José Honório

    Calma Eduardo! Voce está levando muito a sério a teoria da conspiração. Conspiração há … é claro, mas elas tem se revelado ineficaz contra um governo que melhorou a vida do povo. Estes achaques atuais não levarão a nada … estão muito evidentes.
    Quanto ao PT, fico com a análise de José Dirceu – O PT sairá mais fortes destas eleições. Não por acaso, Haddad já está na frente de Serra em São Paulo … e isto é bem emblemático.
    Quanto a Lula, não acho que o presidente deva se envolver com gente desclassificada … processando este ou aquele esbirro. Um processo é lento … e só serviria para dar visibilidade a algum calhorda vifgarista.
    A revista Veja e seus blogueiros de esgoto perseguem Lula desde sempre … e sempre Lula cresce junto ao povo. Não será diferente agora. Lula é um fenômeno a ser entendido – quanto mais o perseguem … mais ele cresce junto ao povo.
    Quanto à presidente Dilma … está na dela. Não se envolve e quando alguém de certa importância diz alguma bobagem … ela desce a borduna como aconteceu recentemente.
    Numa coisa entretanto sou obrigado a concordar com voce – o STF está pautado. Infelizmente alí tem pessoas que odeiam o Lula justamente porque foi nomeado por ele. Acredito que Barbosa e Carmem Lucia se vêem como poroduto de cota.
    Entretanto, tenho esperança que os ministros façam a coisa certa … pois o dia de amanhã não será só as capas de Veja, manchetes maravilhosas e lisonjas fáceis … restará também o julgamento da sociedade propriamente dita, esta que dá a Lula 80% de popularidade, o povo.

    • João Paulo Ferreira de Assis

      Gostaria muito que você estivesse certo, de que não há golpe a temer. Para mim, Joaquim Barbosa poderá ser o nosso próximo presidente. Aí vamos retroceder no tempo. E os negros é que vão sofrer mais, pois já tive conhecimento de negros que alcançaram posição privilegiada, como professores de faculdade perseguirem exatamente outros negros e mulatos que estudavam. E os branquinhos da sala não eram hostilizados.

  • Marcos Marques de Sousa Trindade

    O suspeito é ator da Globo, deputado do PPS, e recebeu dinheiro do Cachoeira. Atitude do Gurgel para com ele: arquivamento do inquérito. Será se o Barbosa condenaria baseado nos indícios… pobre Brasil, justiça diferenciada para alguns e para outros, ferocidade e truculência. Tempos difíceis estamos passando.

    Gurgel pede arquivamento de inquérito contra deputado no caso Cachoeira

    Publicidade

    ERICH DECAT
    DE BRASÍLIA

    O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, encaminhou ao STF (Supremo Tribunal Federal) parecer em que pede o arquivamento do inquérito contra o deputado Stepan Nercessian (PPS-RJ), supostamente envolvido no esquema do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

    No inquérito, que conta com 360 páginas, o deputado é suspeito de crimes praticados por funcionários públicos contra a administração em geral e corrupção passiva.

    O parecer foi encaminhado ao Supremo na última sexta-feira (21) e tem como relator o ministro Ricardo Lewandowski.

    De acordo com Gurgel, não ficou configurado o envolvimento do parlamentar no esquema de Cachoeira, preso desde a realização da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

    O empresário emprestou a Nercessian uma soma de R$ 175 mil. Desse total, R$ 160 mil, segundo o deputado, serviram para pagar um imóvel no Rio, e os outros R$ 15 mil para a compra de ingressos no Carnaval. Nercessian diz que o empréstimo já foi pago.

    “Ele [Carlos Cachoeira] me emprestou o dinheiro e devolvi dias depois. Não tenho nenhum tipo de envolvimento com nenhum esquema. A sensação é de alívio com essa decisão do procurador”, disse Nercessian.

    • Marianne

      Só que com a nova interpretação da corrupção, não faz diferença. Se recebeu, é crime de corrupção, mesmo tendo pago depois. Mesmo se não houve favorecimento, ou participação no esquema. A possibilidade de favorecer em data futura já é suficiente. Não é?

      • Verdade, é isso mesmo.

        Não importa o “ato de ofício”. Não importa a destinação do dinheiro. E basta a acusação.

        São as teses da PGR e do STF. Pq não valem nesse caso?

        Pq elas não valem pros amigos do rei…

  • Belmiro Machado Filho

    Ou a Dilma passa a tratar o PIG como verdadeiro partido de oposição ou brevemente teremos que chorar o leite derramado. Será uma pena perdermos todo esse avanço que obtivemos nos últimos anos de governos petistas. O Palácio do Planalto não pode ficar só pensando em índices de aprovação tem que tomar atitudes para inibir os golpes que se apresentam.

  • maria olimpia

    Edu,
    Texto extremamente preocupante e verdadeiro.

  • Jose Carlos

    A contradição ( ou má fé ) da revista em dois tempos:

    Primeiro –
    “Foi extraordinária, em todos os sentidos, a repercussão da reportagem de capa de VEJA da semana passada, com o publicitário mineiro Marcos Valério ….”

    Segundo –
    “Na semana passada, reportagem da VEJA revelou o que o publicitário anda a dizer a seus interlocutores: o verdadeiro …”

    Afinal, a entrevista foi com Marcos Valério ou com seus interlocutores?

  • Pedro Soto

    É IMPERDÍVEL:

    Se alguém quiser saber do que se trata a Ley de Medios na prática veja o video do governo argentino no site do jornal La Nación: “El Gobierno no descarta intervenir en Cablevision el de diciembre”.

    • Pedro Soto

      .É um espanhol que dá para entender bem.

      • Scan

        Pra que ver essas coisa, Pedro?
        Pra ficar com inveja dos argentinos e da sua presidenta?
        Pra comparar com o arremedo que temos aqui?
        Não, obrigado: em casa de enforcado não se fala em corda, meu caro.
        []’s

  • Janaina

    Enquanto o PT não for destruído e Dilma sofrer um impeachment eles não acordam.
    Tem jeito não, PT perdeu as forças e hoje é um partido bovino e covarde.
    Depois vem o Lula se matando na estrada pra tentar salvar os candidatos petistas.
    Não dá. Lula é só um homem e não faz milagres.

  • nelson

    Eduardo,a mídia tem que combinar com o povão antes de derrubar a DILMA e o LULA,aí eu acho que o buraco é mais embaixo,hoje o povão tem empregos,recuperação de salários,facilidades para a aquisição da casa própria,facilidades para os filhos entrarem nas escolas técnicas e até nas faculdades,até o otimismo do brasileiro melhorou,não vai ser entregue de mão beijada aos donos da mídia,O POVÃO NÃO É MAIS BOBO.

    • Maria Carvalho

      Entendo que o processo de “desmonte’ começou há muito tempo… as imagens do PT e do Lula vêm sendo lentamente desgastadas que, até mesmo na classe media, poucas pessoas sairiam às ruas contra um “pretenso golpe'”. Aquelas que tinham um “pé atrás” , agora “estão com os dois” fincados no chão…estão de “cabeça feita”. O tempo passou e, agora, mais essa do julgamento do “mensalão”, alardeado todos os dias, principalmente, na tv mais assistida no país, que tem até “sala e efeitos especiais” feitos especialmente para esse fim. Tudo muito bem planejado e com muita paciência. A própria satisfação pessoal com relação à melhoria da situação econômica, torna a pessoa acomodada. Eu sinto muito…

  • Luiz Monteiro de Barros

    Reflexões sobre a sela do cavalo do golpe

    Tem sido um verdadeiro milagre o que forjamos nestes anos a partir do “Brasil um pais para todos” e o atual “Pais rico é pais sem pobreza”. Sem os quais não chegaremos a sermos parte de uma “America latina, berço de uma nova civilização” ou por outras profecias como ser o “celeiro do mundo” ou pátria do “avatara”

    Sim o paradigma a ser implantado é a diminuição da desigualdade de renda das famílias. Outros países a têm mais aceitável como demonstram os índices de Gini e e IDH e que no Brasil é indigna por sermos o pais mais rico do planeta. Rico por ora nas riquezas materiais sem as quais não teríamos capital para usufruir uma educação de qualidade para compreender que a riqueza material precisa ser partilhada com os povos do planeta.
    Milagre continuamente ameaçado por selas que são preparadas em “cavalos para o golpe” A direita está pronta para montar tal cavalo.

    Houveram os golpes de Honduras e do Paraguai. Lá o Brasil serviu de refugio para a democracia que foi apeada com a deposição de Zelaya, e no Paraguai já atuando no contesto de uma America latina com a inclusão da Venezuela.

    Ambos golpes foram consagrados pelos respectivos STF(s). Quantos comentários na internet sobre as minuncias da ilegalidades de tais golpes. A polariadade insofismável: De um lado a mídia -o PIG- e seus comentaristas recojizando-se com o golpe e a esquerda demonstrando-o. As mentiras manipuladas como a “reeleição” (Zelaya) e “responsável por revoltas” (Lugo).

    Previamos que aqui no Brasil seria tentado um golpe, porem a sela do cavalo não estava configurada. Agora está sendo com o julgamento do mensalão querendo atingir Lula- o projeto profético de inclusão do povo- inviabilizando-o para o futuro no apoio a Dilma ou mesmo candidatando-se na falta dela. E a mesma polaridade: a mídia-PIG/oposição/STF/elite espúria e do outro lado o projeto profético, equilibrado entre a razão e a emoção, ou seja intuição de que“Pais rico é pais sem pobreza”.

    Essa polaridade tem estado mais que evidente. Há um consenso, uma forma pensamento, que de um lado impulsiona a profecia, aglutinando de forma cósmica energias transcendentes e de outro que identificam quais as energias que se contrapõem – o Pig/oposição não eleita, oposição eleita que não cumpre o seu papel- e agora o STF. Saibam que travamos um combate estratégico.

    Sempre estivemos avançando como parte da Humanidade diante das ameaças. Somos cooperantes das profecias. Eles defenderem que haja democracia sim, porem a restringem quando seja a exercida pelo povo que ditam como ignaro. A fraude contra a evolução da Humanidade se dá por conta da elite espúria a usar a academia para se locupletar. Uma psicopatologia.

    Nestes dias de setembro próximos das eleições municipais, com as manipulações das pesquisas, dezenas de artigos surjem explicando o golpe em curso. Alguns nomes apenas essa síntese: Dilma no blog do Planalto (bendita internet), Mercadante, Donato, Nassif, PHA, Azenha, Guimarães, Paulo Moreira Leite, Bob Fernandes, Mino, Belluzzo,Wanderleiy Coimbra, Bresser, o “Manifesto de intelecutuais em defesa de Dirceu” e do lado de lá ………….. os magos das sombras do mito da caverna de Platão!!!!

    Houveram alguns lances que demonstram estarmos atentos: Dilma a ademoestar FHC sobre a herança deixada por Lula, a corrigir um “equipamento” da sela do golpe instalado por Barbosa, a ilação da surpresa de Dilma. O não comparecimento dela no evento da Veja, a súbita retirada do Mantega do mesmo. A manifestação do Aluisio Mercadante.

    Por parte da blogosfera: o representação do MSM pelo seu presidente Eduardo Guirmarães, e vários posts sobre o que está se configurando no STF mancomunado com os golpes já proferidos pelos outros STF(s)

  • Osvaldo

    Prezado Eduardo,

    Foi dada a largada para as eleições de 2.014.

    À oposição restou o golpe.

    A ditadura fará 50 anos e não conseguimos acabar com ela…

    A Dilma tem que entender o que está acontecendo e passar a jogar muito mais duro, afinal é a democracia que está correndo risco de morte.

  • Maria Rita

    O que é pior é que parte desse dinheiro que paga as campanhas de difamação e as chantagens vem do chamado BV (Bônus de Volume), dinheiro do governo, portanto nosso dinheiro (impostos). Não é possível que nessa tranqueira toda judicial não haja uma brecha para que grupos de cidadãos entrem com algum recurso. Não podemos chamar de bulling o que fizeram e fazem com Lula, Dilma e PT, porque o termo é direcionado para menores. Se bem que a palavra bully significa judiar, intimidar. Mas podemos, com certeza, invocar o crime de assédio moral. Eu, como eleitora do PT, sinto tudo isso como uma afronta, um desrespeito. E, ressalto que não sou cega aos erros do partido, embora não seja filiada. Um dia, vamos poder falar dos seus erros, sem nos sentir intimidados ou usados por aqueles que não sabem fazer nem política nem oposição. No momento quem precisa de autocrítica são eles.

  • Ivo F Mathias

    Triste, muito triste mesmo ver este recrudescimento no Brasil. Nao havera vencedores deste embate, apenas vencidos, e todos irao carregar as dores e as culpas se o pais descarillar.
    Nao gostam do Lula e da Dilma? Tudo bem, sem problema. Acordem cedo no sabado, participem de reunioes, uma atraz da outra, se organizem, facam uma proposta, foi o que fizemos nos anos 80, nos organizamos, muitos ficaram pelo caminho, alguns( meu caso) sairam do pais, voltaram e sairam de novo….
    Olha eu nao gosto do FHC, do Serra, do Aecio, muito menos do Flamengo, mas nao fico perdendo meu tempo xingando eles, nem desrespeitando, eles, meu problema e politico e de opiniao. Eu acho que o desenvolvimento do Brasil passa por outra estrada que a deles.
    O Brasil, nao e um pais pacifico, nunca foi, o “pacifismo” brasileiro se deve unica e exclusivamente ao fato de que so tivemos um lado vencedor sempre, todo o resto sempre foi caldo a custo de muito sangue.

    Nao cutuquem a onca com vara curta…

  • Sebastião

    ” Distribuição de renda? Ora, para dar a alguém há que tirar de alguém, por isso se diz distribuição, ou redistribuição. Desenhando: a quantidade de dinheiro que existe no país é uma só…”

    Você me desculpe mas eu não concordo com essa filosofia dos esquerdistas da gema que já está ultrapassada ha tempos.
    A quantidade de dinheiro não é uma só. Fosse assim jamais haveria crescimento no PIB superior ao crescimento populacional nos países (jamais haveria aumento de renda per capita).
    Dá pra aumentar a renda dos mais pobres sem ter que empobrecer os ricos e os classe média aumentando-se a produtividade. Para isso tem que investir mais e melhor na educação e na capacitação profissional.

    Essa filosofia “Robin Hoodiana” simplória da esquerda radical que diz que “é necessário tirar os pães dos ricos para dar aos pobres” parece que não sabe que é possível aumentar a produtividade da padoca produzindo mais pães com o mesmo esforço e quantidades de pessoas.

    • Renda e riqueza são coisas diferentes, e o Edu realmente confundiu as duas em certa medidas, mas vc está indo muito além na sua.

      Grosso modo, riqueza é a soma de todos os bens produzidos e renda é o que a produção desses bens gera.

      A distribuição a que o Edu se refere é a de rendas. Ou seja, da melhor distribuição do resultado da produção da riqueza no país. Não interessa, portanto, se mais ou menos riqueza é produzida, mas sim a forma como a renda resultante é distribuída.

      Infelizmente, no capitalismo impera o mito de que o capital é mais importante que o trabalho pra produzir a riqueza. Assim, o capital SEMPRE recebe a parte do leão, ou seja, a distribuição é sempre maior para o lado dele, e o resto é dividido por quem efetivamente produziu alguma coisa com seu trabalho.

      É isso que provoca a concentração de riqueza absurda que há no Brasil. E fazer a melhor distribuição significa, necessariamente, determinar que o capital não “merece” a maior parte da renda produzida, como ocorre hoje. E isso significa, aos olhos de quem detêm o capital, retirar dele o que é dele “por direito” e transferir aos pobres.

      Esse SEMPRE foi o objetivo de toda tentativa de redistribuir a renda. Não é tirar a riqueza de quem já a detêm e transferi-la à força, mas sim alterar a forma como capital e trabalho são remunerados, reduzindo a concentração de riqueza, eventualmente, a um nível aceitável.

      Bom, aceitável pra nós, que não somos donos do capital. Pra eles e os trouxas que os seguem, é algo completamente inaceitável…

      • Sebastião

        Pierri, no capitalismo existe uma coisa que se chama “Imposto de Renda”.
        Nos países capitalistas que não há miséria (ou há muito pouca) esse mecanismo funciona muito bem, tendo uma boa progressividade (quanto mais se ganha maior a alíquota) e uma boa fiscalização (eficiente e não corrupta) que evita a sonegação.
        O IR é o principal forma de se fazer uma equalização na distribuição de renda, sem destruir a iniciativa privada e o empreendedorismo.

        • Sebastião

          … E só complementando:
          Se a coisa não funciona bem no Brasil a culpa não é do sistema. Mas a forma como é aplicado.

        • Sebastião, não há país capitalista onde não existe miséria. Sua produção é requisito do próprio sistema.

          Mas, deixando isso de lado, o IR não é uma ferramenta apropriada ou eficiente para distribuir rendas, mas PODE ser usado como tal se, e somente se, for realmente progressivo e tiver taxas máximas muito mais altas do que a brasileira.

          Por exemplo, mesmo nos EUA – que NÃO é exemplo de boa distribuição de rendas – a alíquota mais alta ultrapassa 33%, enquanto Suécia, Dinamarca, Holanda, Áustria, Bélgica e Grã-Bretanha, todos, possuem alíquota máxima acima de 50%.

          Mas o efeito distributivo do IR, embora significativo, torna-se completamente irrelevante quando não há emprego. Ou seja, sozinho, o IR não resolve nada (a menos que seja regressivo, algo que só existe na teoria, creio), a não ser o problema do governo. Não é por causa do IR que muitos países tem uma distribuição de rendas melhor do que a nossa, mas por terem empregos e bons salários, primariamente.

          As políticas sociais distributivas são emergenciais e contingenciais, é verdade, mas funcionam muito melhor do que o IR e em um período de tempo muito menor, em questão de meses, e não de décadas. É é completamente inútil no médio e longo prazos se não for acompanhado de uma política de criação de empregos minimamente razoável.

          No final das contas, o que realmente distribui rendas é o emprego. As políticas sociais distributivas resolvem as emergências e evitam o efeito bola de neve da miséria. O IR ajuda – e DEVE ser moldado pra isso -, mas não resolve nada por ele mesmo.

  • Joaquim Maria Duarte

    Espero que a nossa Presidente Dilma tenha atos espelhados em Cristina Kirchner, no tocante a imprensa golpista.

  • A midia golpista tem que ser tratada pelo governo por aquilo que ela é e não por aquilo que supostamente acreditamos que ela seja.A midia golpista é uma associação fundamentalmente formada para realizar objetivos criminosos e não um instrumento de informação e conscientização da sociedade.Sendo,portanto,o que é,uma associação de criminosos,vigaristas,espiões e os mais diversos tipos de traficantes travestidos de jornalistas e reporteres,tem que ser tratada como tal,ou seja,com os rigores da lei.

  • Marianne

    Não é assim. Com o crescimento da economia pode haver crescimento da renda de todos. É aí que se dá a distribuição de renda, a renda dos mais pobres aumenta mais que o crescimento da economia, enquanto a renda dos mais ricos aumenta menos. É uma coisa simples. Só que os mais ricos do Brasil estão acostumados com a situação exatamente ao contrário. A renda deles tem crescido mais do que o crescimento da economia, e a renda dos mais pobres, crescido menos. É uma situação que prevaleceu por todo o século XX. O desafio desse modelo está em crescer o suficiente para deixar alguma migalha para os mais pobres. Os governos Lula e Dilma tem tentado inverter a situação. Mas quem está acostumado a se apropriar de 95% do incremento de riqueza não quer se contentar com 90%. Eles acham que estão sendo roubados do que é o seu direito. Afinal, o sentido da existência do país é promover a riqueza cada vez maior desses 5% mais ricos. E sem isso, pode vir o caos.

    • Marianne

      O comentário é de resposta ao Sebastião, saiu no lugar errado.

    • Sebastião

      Como eu disse ao Pierri: O problema no Brasil não é o Sistema. É como é aplicado.
      Num país onde toda máquina está tomada pela corrupção e burocracia não há sistema que funcione bem pra reduzir a pobreza de forma rápida.
      Se tivéssemos feito como a Coréia do Sul que investiu pesado (e com eficiência) na educação teríamos nos tornado uma potência em apenas uma geração.

      • Marianne

        Que eu saiba é uma ditadura. Estou fora.

        • Sebastião

          É? Pelo que sei ditadura é a outra Coreia. A do Norte. Aquela dos Kins onde milhões de crianças passam fome e onde gastam dinheiro fazendo armas nucleares e mísseis…

          • Sebastião, a Marianne deve ter achado que você falava da Coréia do Norte, porque, não é possível que alguém ache que a do Sul seja uma ditadura….seria uma burrice imensa.

      • Isso não é verdade.

        O sistema brasileiro é feito pra não funcionar.

        Se vc está se referindo ao IR como mecanismo de distribuição de rendas, então, mais ainda. O IR brasileiro tem uma alíquota máxima pequena e onera mais a renda média do que a alta em relação a outros países.

        Como escrevi no outro comentário, vários países têm alíquotas maiores que 50%, por exemplo. E poucos países começam a cobrar as alíquotas mais altas com rendas tão baixas, como faz o Brasil.

        O sistema é cruel com a classe média e baixa e um pai para os mais ricos. Não há distribuição de rendas alguma nesse caso (e o IR, como eu disse, não é a melhor ferramenta distributiva).

        Por outro lado, o investimento na educação é, incontestavelmente, uma prioridade. Mas isso NÃO significa que é o suficiente para uma melhor distribuição de rendas.

        Por exemplo, há muita gente com educação superior trabalhando em empregos muito abaixo do que aqueles para os quais se preparou.

        Tanto a educação como o IR precisam ser melhorados, e pra ontem. Mas, sozinhos, NADA resolvem.

        O que distribui renda é o emprego e o salário.

        • Vítor Bonini

          Ou seja Pierri , neste universo fantasioso no qual voce gravita , não existiria a má aplicação dos recursos captados pelos governos municipais , estaduais e o federal . Não existiriam as obras e despesas superfaturadas em todos os níveis do país . Não existiriam excessos nos gastos tanto do executivo , como do legislativo , como do judiciario . Não existiriam gastos superfluos ou ineficientes .A aplicação dos recusrsos seria sempre de forma republicana , sem nenhum interesse politico , ideologico ou pessoal para aumentar os custos e , o controle dos gastos e dos investimentos é sério , eficiente e principalmente coercitivo com abusos !!! E , diante desta realidade , não ha nada que possa se fazer neste país para diminuir os custos das maquinas administrativas , investir melhor a dinheirama arrecadada , melhorando a vida da população com melhorias , por exemplo , no transporte , na saude , na educação , no lazer e na cultura !!
          É uma visão no mínimo sui generis da realidade .

          • Vítor Bonini

            Tenho um bom exemplo para ilustrar o que afirmei acima , com uma notícia que acabei de encontrar :

            O Senado vai pagar , ou seja , sairá dos nossos bolsos , a fatia do imposto de renda do 14º e 15º salario ( isso mesmo , os senadores recebem 15 salários por ano ) dos anos de 2007 a 2011 ( 4 anos ) , que não foram recolhidos na época .

            http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2012/09/25/senado-decide-arcar-com-pagamento-de-ir-devido-por-14-e-15-salarios-de-senadores.htm

          • E que relação tem essa sua diatribe com a distribuição de rendas a que me referia? Ou ao fato do sistema não ser feito pra funcionar?

            Nenhuma, né? E depois vc quer que eu o leve a sério e não entende pq digo que vc não debate coisa nenhuma. Estamos falando de uma coisa e vc vem com outra, completamente tangencial e irrelevante pro que está sendo debatido, só pra ventilar seus preconceitos.

            Mas vamos lá… vc não diz qual é o seu ponto ao fazer sua diatribe, então sou obrigado a supor que vc esteja querendo dizer que o IR no Brasil é adequado ou mesmo muito alto e não merece reparo, mesmo que seja uma das alíquotas mais baixas (é a 56a mais baixa em 81 países – 10 dos quais sequer possuindo um imposto de renda, como os Emirados Árabes, por exemplo -, segundo um estudo), já que os serviços públicos são “ruins” e o Estado “gasta mal” e blablabla, em comparação com países onde o IR é maior

            Primeiro, é evidente que SEMPRE há espaço pra melhorar. E isso não vale apenas para o Brasil, mas mesmo pra Suécia, onde a maior alíquota é de 56%, e todos os demais. Não existe perfeição, afinal. É igualmente evidente que os serviços e gastos públicos estão muito aquém do que deveriam ser, muito embora estejam melhorando.

            Mas nada disso é argumento para não mexer no IR.

            As razões de ser necessário alterar o IR são, basicamente, duas. Primeiro, ele, da forma como é hoje, é muito injusto, recaindo muito mais sobre a classe média do que sobre os mais ricos. E, segundo, para utilizá-lo como meio de reduzir a concentração de riqueza.

            E essas duas razões são muito mais importantes do que a velha e batida reclamação de que o “estado é ineficiente, gasta mal, oferece pouco”, tão repetida pela imprensa marrom, quer vc concorde com essas reclamações ou não.

            No Brasil, além de todos os impostos indiretos, o cidadão que recebe uns 4000 reais por mês paga a mesma alíquota que quem recebe 4 milhões por segundo. Na verdade, a renda mínima sobre a qual a maior alíquota do IR incide, no caso brasileiro, é a sétima menor entre os 81 países comparados. Ou seja, por aqui, quem recebe pouco paga muito. Até na China, onde a alíquota maior é de 45%, a menor renda sobre a qual ela incide é de mais de 100 mil dólares por ano – algo em torno de uns 15 mil reais por mês, grosso modo.

            Enfim, quem realmente financia o Estado brasileiro, com todas as suas mazelas e méritos, é a classe média, enquanto os mais ricos têm alíquotas muito, mas muito menores na comparação com outros países.

            Assim, sobre essa classe média, a carga tributária é desproporcionalmente alta. Mas para os mais ricos, é um paraíso. A injustiça dessa situação é razão mais que suficiente pra rever o IR, tornando-o realmente progressivo, e ainda transformando-o em um instrumento auxiliar para reduzir a concentração de rendas do país.

            Bom, vc tem alguma coisa a dizer sobre o que eu estava falando? Ou só queria entrar nessa tangente por falta do que dizer, ou necessidade de ventilar sua raiva com os “altos impostos” e a “ineficiência estatal”?

  • Scan

    E aí está o Prevaricador Geral:

    http://noticias.r7.com/brasil/noticias/gurgel-manda-arquivar-inquerito-contra-nercessian-20120924.html

    Para que investigar os 170.000,00 se vieram das mãos do Cachoeira, amigo do Prevaricador e do Nercessian?
    Como se vê, para condenar alguns são necessárias apenas “provas tênues”. Para outros, se da direitalha, a coisa muda…
    É asquerosa a forma de proceder deste golpista!
    E não podemos fazer nada.

  • Andrea Serpa

    Concordo com você, eles não estão para brincadeira.A carga é pesada porque o objetivo é grande. O mais louco e absurdo de tudo isso,é que como partido de oposição praticamente oficial(a mídia) segue o mesmo caminho da real oposição,e ao invés de buscar soluções para problemas que ainda temos ,novas propostas,preferem o caminho da destruição do concorrente,que a essa altura virou inimigo mortal.É preciso destruir o Lula , sua imagem e de seu governo,para por cima das cinzas se apresentarem como heróis.Não é por acaso que Joaquim Barbosa vem surgindo com essa imagem de salvador da pátria ,com direito a foto e tudo de super herói.Espalham um burburinho de JB vir a ser candidato a presidência pelo PSDB.Por isso amei sua campanha eu também sou Lula.E eles são tão medonhos ,que depois de tantos ataques ao Lula quando seus admiradores saem em sua defesa, são acusados de endeusa-lo de criar um mito e mi mi mi e blá blá blá.

  • Luiza

    Edu, excelente análise. Espero que a presidenta Dilma Vana Roussef consiga fazer algo a respeito.

  • alex

    O PT GOSTA DE APANHAR …
    VIROU UM PARTIDO DE FROUXOS .. de FLOZÔs
    Apanha da MídiaPIG
    Apanha dos DemoTucanos
    Apanha do Joaquinzão
    E ACHA GOSTOSO
    Diz que não reage pq o “país vive um momento democrático”
    ahahahahahahah … quáquáquá
    Vai falar isso para os 5 GANGSTERS que comandam a comunicação neste país!

    • Wilsoleaks Alves

      Alex…
      Você tá falando isso aí do PT só pra ninguém desconfiar que és um petista de quatro costados.
      Só porque você é branco, classe média e nunca cobrou pra furunfar tá tentando se esgueirar, mas não vai, não. E tem mais, se eu ficar na mesma cela que você, minha cama é a de cima, viu?

      • João Paulo Ferreira de Assis

        Não sei, prezado confrade, por isso vou conceder o benefício da dúvida ao comentarista alex. Acho que o que ele escreveu tem muito de verdade, embora possamos discordar de algumas palavras. Dou-lhe um exemplo, sugeri aos deputados federais do PT-MG na época da nossa greve de professores em Minas, que o Congresso Nacional pudesse ter competência subsidiária (ou seja, depois que a Assembleia Legislativa rejeitasse o pedido de impeachment do governador) para processar governadores que não cumprem a lei 11738, e nem investem em saúde e educação os percentuais ordenados pela Constituição. Pois bem, até hoje estou esperando. Nossa greve terminou em 29 de setembro do ano passado. E ao que parece os deputados estão omissos.

  • Helder

    Esse mais um post didático, Edu. Valeu.

  • Wilsoleaks Alves

    Ei Haroldo.
    Não seja bobo, mude seu nome pra Vinícios Dantas e faça aquele “comentário caprichado”.

  • cornelio carlos de alencar

    e um processo lento …………..

  • George Alkmim

    Mais uma vez Edu, você acerta na mosca.
    Um abraço.

    • eduguim

      pra vc também

  • Antonio Lyra Filho

    Temos duas chances de colocarmos a mídia e a oposição no seu devido lugar:

    – CPI do Cachoeira e o livro Privataria Tucana.

    O problema é se o .PT quer.

  • Liz Almeida

    Aaaah gente…

    Pára com essa estória de que a mídia vai fazer isso, vai tentar aquilo…

    Tentar é uma coisa, conseguir é outra. Já tivemos inúmeros exemplos que quanto mais o PIG bate, mas Lula/Dilma crescem. Deixa eles baterem…

    • Marcos

      O pig já teve sucesso contra outros governos populares, não os menospreze. De novo, temos a internet.

    • Luis Fernando

      O problema é que até esse ano, a elite só tinha o PIG. Hoje ela já tem também o Judiciário.

      • jose marcos

        Perfeito, não podemos ser ingenuos. A elite controla o PIG, o judiciario e tambem o legislativo. Não sejamos ingenuos, alem disto tem tambem as forças externas, leia-se EUA

    • Esse tipo de raciocínio era muito comum pouco antes do golpe militar de 1º de abril de 1964.
      A esquerda dizia: “ah, mas eles não têm força para dar um golpe”.

      • A esquerda, que esquerda?

        • Para saber a resposta, leia o livro “João Goulart”, biografia do presidente e da época em que ele viveu, do professor Jorge Ferreira (UFF) – Editora Civilização Brasileira.

          • Ué, mas não juravam de “pé junto” que nunca, em nenhum momento, Jango estaria flertando com a URSS, e que o golpe não teve justificativa?

  • Fátima

    Edu, quando acabei de ler a sua análise, nua e crua, pensei é ficção; só que infelizmente não é, a obsessão doentia mediática é de doer, tenho esperança de revertermos tudo isso, o nosso país não pode retroceder, temos por obrigação fazer um trabalho de formiguinha, mostrar para esses delinquentes que eles não são donos do Brasil. As redes sociais é um dos caminhos.

  • Apolônio

    Tenho defendido já algum tempo, que precisamos de um jornal escrito. Acho que os blogueiros deveriam criar uma associação, e, em ato contínuo, criar um jornal. Esse periódico poderia ser editado semanalmente, ou mensalmente. A distribuição seria nas ruas, praças, metrôs, associações, etc. Seria uma parte gratuita, com intuito de informar o povão do que está acontencendo. Os custos poderiam ser cobertos por assinaturas, doações, publicidades, etc. Sabemos que nem todo mundo acessa a internet, e, quando faz, o faz por outros interesses. O povão é bombardiado dia e noite pela grande mídia, ele se informa é por essa mídia. A internet é uma grande ferramenta, mas, não é tudo. Essa estratégia seria muito boa para todos os blogueiros progressistas, pois eles se tornariam mais conhecidos e emitiriam suas opiniões do que de fato ocorre em nosso país. Isso seria um contaponto à grande mídia. Vamos tentar ! Vamos passar essa idéia para frente !

    • Svibra

      Apolônio, penso que nossa TV pública poderia ser turbinada. Veja o trabalho de teleSUR e compare com as entrevistas em estúdios da nossa TV que podem satisfazer aos politizados, mas não atingem nosso povo.

      http://www.telesurtv.net/el-canal/senal-en-vivo

  • Wagner

    Não concordo com a maior parte do texto, o que me leva a ser, nas suas palavras, ou cínico, ou ingênuo ou mal-informado.

    Concordo mais com a cara da Carta Capital “É ele sim, sempre ele.”

    Alvo, se há, é Lula: o que não fala inglês, o que não estudou, blá, blá, blá.

    Porque é o único político, deste País, o ÚNICO, que realmente sabe falar ao povo e com quem o povo se identifica.

    Lula é o perigo, não a Dilma.

    Dilma, a gerente, nossa CEO, encanta a classe média paulista: “Tem modos”. “Não grita”. “não dá gafe lá fora”. “Não bebe”. “Não sobe em palanque”.

    Gosta de mostrar a imagem de workaholic, a executiva que não tem tempos pra politicagem porque está ocupada em trabalhar. A Dilma que não dá folga para os MInistros, A Dilma das broncas homéricas.

    A DILMA QUE NÃO RECEBE POLÍTICOS.

    A Dilma que ironizou e ignorou as reinvidicações dos servidores federais até a situação fugir do controle ganhou levas de elogios da direitona : de FHC ao jornal Estado de São Paulo.

    Essa Dilma, repito, é a cara de nossa classe média paulista.

    Se saísse do PT e se candidatasse a governadora em SP ganharia fácil.

    Porque, doa a quem doer, ela não “é o PT”.

    Aliás, você mesmo já escreveu neste espaço que a Dilma não está nem aí para o julgamento do mesnsalão.

    Inclusive, a escolha de um Juiz como o Teori Zavascki para uma cadeira do STF e em tão pouco tempo, já deixou bem claro que Dilma não queria pressão para nomear um novo Toffoli. Nomeou antes que juízes mais “alinhados” fossem sugeridos. Lavou as mãos mesmo.

    ___________________________________________________

    Quanto ao rancor contra a “ultraesquerda”, muito cuidado!

    O PSDB também já ridicularizou os “neobobos”, os atrasados, etc, que na verdade eram do PT.

    O PT era a “ultraesquerda” .

    Hoje a “ultraesquerda” é quem discorda do PT.

    Mas os tucanos foram varridos politicamente, e aquela “ultraesquerda” chegou lá.

    Chamar o PT de Centro há pouco anos seria ofender seriamente um petista. Hoje, se dizem centro-esquerda e detonam os que mantiveram os mesmo ideiais.

    __________________________________________________________

    Por fim, que mídia não gosta do PT, não é novidade.

    Nunca gostou.

    Apesar disso, o PT ganhou 3 eleições seguidas.

    O problema de se direcionar o pensamento político APENAS contra o PIG, como se 100% dos infortúnios petistas fossem culpa mídia (que obviamente tem grande participação, não nego), é que se mascara outros problemas reais.

    O PT de Recife vai sofer uma derrota acachapante, porque o PT paulista (Lula) foi lá e passou com o trator por cima da militância. Os petistas de lá, hoje, fazem campanha para o candidato do PSB.

    Haddad não vai ganhar em SP, e o PT é obrigado a ver o pupilo de Maluf e Edir Macedo devorar os votos petistas nas classes mais pobres da cidade. Porque Lula passou por cima da candidata que, sem se mexer, já começaria a eleição com 25%.

    O PT lançou o JPC como candidato em Osasco mesmo sabendo que poderia (como foi) ser condenado por corrupção o que inviabilziaria qualquer campanha.
    ___________________________________________________________

    Enfim, talvez seja hora de o PT voltar à democracia interna. Às prévias. E deveria, ao invés de ficar preocupado em chamar privatização de concessão, voltar um pouquinho às suas raízes e lembrar-se de algumas palavrinhas como “reforma agrária”, “prioridade à educação”, “Estado forte” dentre tantas que hoje são bandeira apenas da “ultraesquerda”.

    Obrigado

    Wagner

    Ultraesquerdista cínico, ingênuo e mal-informado.

    • lucio PB

      Caro Wagner, considero seu comentário lúcido, principalmente quando toca nas bobagens que o LULA fez em S.Paulo e em Recife. De todo modo, como se diz no futebol, LULA tem crédito, mas não pode mais continuar a querer ser Deus. A vaidade quando sobe à cabeça de alguém … só Jesus !!!

    • Marianne

      Dilma, sem dúvida, é mais agradável à classe média paulista do que Lula. Mas Temer seria ainda melhor. Merlhor mesmo é o PSDB, o DEM pou o PSD ganharem a próxima eleição.

    • Thelma Oliveira

      Duríssimo você. Mas muita coisa para pensar no seu texto. Mas que doeu, doeu.

    • reducionista. Bastante.
      Mesmo que de fato, a presidenta tenha diversas facetas que sao a cara da classe media paulista.
      (e tb. foi precisamente nao esquecendo disso que o torneiro mecanico põs ela la… ele é uma raposa)
      Mas ela tem uma ligaçao politico-ideologica junto com a chave do cofre
      por isso o alvo é ela, após a neutralizaçao do torneiro nove dedos.

      .

    • eurico

      Presidente, faça o seguinte:

      Em vez de se preocupar com a mídia malvada e os partidos de oposição, faça a reforma tributária e a reforma previdenciária de uma vez.
      A senhora tem força política para isso.
      Contra o progresso, não haverá mídia “maligna”, ou – a coisa mais absurda que já li – supremo tribunal vendido capazes de lhe subjulgar.
      Sempre votei no PSDB mas, caso a senhora proceda com essas reformas, meu voto é seu para sempre e para qualquer cargo.
      Quanto ao texto acima, meu senhor, leia o que escreve sobre a argentina, rsrsrsr
      Uma presidente como a deles, esta dando conta de acabar com as empresas – todas elas -, e com a renda da população.
      Me desculpe a ironia mas, a argentina esta sim conseguindo nivelar a renda da população…ocorre que infelizmente esse nivelamento ocorre porque todos estão ficando cada vez mais pobres!!!

    • Fabio

      Parabéns Wagner, disse tudo e muito bem dito.
      Excelente a sua exposição.

    • José Ricardo Romero

      Muito bem, Wagner, matou a cobra e mostrou o pau. Apenas gostaria de acrescentar um roteiro político que já se desenha e começará a ser implementado tão logo termine as eleições: PSB, PMDB, PTB e PDT se unirão ao PSDB numa espécie de frente única para detonar a Dilma, o Lula e o PT. A Dilma vai enfrentar imensas dificuldade com o congresso porque ela vai perder a maioria.

  • Salvador LULA

    Eduardo.
    Procurei, procurei e não encontrei meu comentário. Isso já ocorreu por mais de uma vez.
    Burrice minha ou há algo que impede presença aqui?

    • eduguim

      Não pode ser, não. Como vou te vetar, meu amigo?

    • João Paulo Ferreira de Assis

      Prezado confrade Salvador Lula

      O Edu não censura ninguém. O que acontece é quando os comentários são muitos, abre-se apenas uma página para os comentários novos. E várias para os antigos. Só fui descobrir isso quando ao chegar de viagem eu vi 443 comentários sobre o Lula. Abri uma página de antigos e li até embaixo, quando vi outra de antigos ao lado da página de novos.

  • Pedro Cruz

    Edu, na Argentina o governo está atacando a mídia, lá tem muita gente nas ruas, No Chile tem milhares de estudantes nas ruas, reivindicando reformas. Na Venezuela são milhares de pessoas defendendo a Revolução Bolivariana. No Equador o governo tem o apoio das ruas. Na Bolivia, idem. Nesses países existe muita gente nas ruas, reivindicando e apoiando reformas. No Brasil, queremos que a Dilma resolva tudo por nós. Vá na Argentina falar mal de Peron, de Nestor ou de Cristina, milhares sairão em suas defesas. No Brasil, este Governo Democrático e Popular é atacado e o maximo que conseguimos é um artigo apoiando. Agora, conseguimos avançar, um grupo de intelectuais soltam um manifesto em apoio a José Dirceu, BRAVOS!!, mas é muito pouco.Tentemos analisar a esquerda no Brasil, o PSB, o PDT, o PCdoB, em cada estado, em cada municipio, esses partidos assumem uma posição que mais lhes convem. O problema da aliança que elegeu Dilma não é só o PMDB, tôda ela tem limites. Os Governos de Lula e de Dilma, do PT, não merecem ser defendidos, nas ruas???? Quantos de nós, frequentadores deste e de outros blogs, estamos em campanha???? Este governo avançou o que podia, não foi pouco. Reforma nas comunicações, reforma política, reforma tributária, reforma agrária, SÓ COM MUITA GENTE NAS RUAS. SEM O BLOCO NAS RUAS, ESTAMOS FODIDOS!!!! O PT não tem nada de frouxo, não. Frouxos são aqueles que só rosnam, e de muito longe.

    Querem comparar Brasil e Argentina, tão de brincadeira. Lá, uma geração foi assassinada, já formaram outra. Vá a Buenos Aires, lá tem manifestação dia sim outro tambem. Enquanto tivermos pensamentos do tipo “alex”, publicados aqui, estaremos fodidos.

    • snd

      não concordo. a miltância está fazendo seu papel, ou o que sobrou dela. a miltância que nunca pediu cargos, mas seim um governo justo. o problema é, que ao longo do tempo, o PT no poder foi virando as costas para suas bases, que foram procurar apoio em outros partidos, PSTU, PSOL e outros, mais propensos em ouvir as reivindicações do povo. basta ver os sindicatos e diretórios estudantis. hoje o PT tem que pagar cabos eleitorais para balançar suas bandeiras. nós mesmos, com nossas denúncias contra o governo alckmin/serra na área da saúde, a que mais o povo sente as falhas do governo, junto com educação, nunca houve repercussão junto a bancada petista.. só tapinhas nas costas. o pt não é minoria na alesp e na câmara de são paulo. mas, foram 4 anos como se não houvesse petista; o julgamento da ap 470 poderia estar competindo pelas cpis do cachoeira, privataria tucana e outros. mas, o pt age como apêndice do psdb, querendo aparecer bem na mídia, cada um querendo salvar seu próprio mandato. agora, vai ser duro daqui pra frente, o pt explicar aos eleitores porque é o único partido condenado por corrupção e por corromper os demais partidos (coitadinhos), que não se corromperiam se não fossem aliados do pt. o psdb volta para o começo, quando era conhecido como o partido da honestidade. enquanto isso, porque não há cpis contra os demotucanos, o pt fica numa sinuca de bico, não pode ir contra a ap470 porque se não é a favor de políticos corruptos, se condenado é um partido corrupto. o tempo de alianças acabou (porque tentar compor com kassab ou maluf?). bem, vamos continuar fazendo a nossa parte (ou o que sobrar da miltância daqui a algum tempo): haddad para prefeito

    • Jaciara

      Pedro,

      Eu concordo com vc, mas como conseguimos isso?

  • Pedro Cruz

    Wilsoleaks, o alex estara do outro lado da cela, ou seja, fora dela. Ele estara usando coturno.

  • spin

    A relutância de Lula em assumir o poder em toda a sua plenitude é um caso a ser estudado. Afinal de contas o povo votou nele prá isso. Quando Lula foi eleito pela primeira vez eu participava de reuniões do PT e lembro que numa dessas reuniões, quando se negociava cargos(eu nunca ocupei cargo em comissão em nenhum governo nunca precisei graças a deus), lembro-me que os dirigentes foram bem claros. O PT não fará qualquer indicação para ocupação de cargos na Receita Federal, BB e CEF, não me lembro se a PF entrou nesta lógica. A não indicação era para demonstrar o não aparelhamento de tais Órgãos por parte do PT, enfim, ficaria assim garantida a isenção e independencia de tais Órgãos. Não demorou muito para a Lina Vieira apontar suas garras e, agora, Gurgel, Barbosa…
    Este Órgãos, não sei ao certo, mas desconfio que continuam dominados por tucanos. Se tem tucano não é aparelhamento mas se tem algum petista é república sindicalista. E leve ferro na tarraqueta, como estamos vendo ai no STF.
    Poder é prá ser ocupado, se o PT não ocupa por receio ou democratismo, o PSDB que de boto não tem nada toma de conta né.

  • Luiz Fernando Mendes de Santana

    Prezado Edu,

    Talvez tenhamos uma alternativa para combater o golpismo midiático: atacar no bolso.
    Explico. A cada mentira propagada pelos veículos poderíamos embasar cartas aos anunciantes, mostrando o quanto estão se prejudicando ao financiarem órgãos que ferem o príncipio da honestidade e da credibilidade.
    Neste episódio da VEJA, poderíamos enviar cartas com um número representativo de assinaturas aos princ´pais anunciantes da revista, mostrando a farsa produzida e questionando dos anunciantes se estes querem continuar bancando uma revista, que, aos olhos de muitos formadores de opinião (nós somos) não é crível nas suas matérias. E melhor solicitando aos mesmos que interpelem a revista, atendendo ao pedido do Chapeleiro, sobre a divulgação de possível gravação de entrevista com Marcos Valério. Eles não atenderão a pedidos de “petralhas” como alguns pobres de pensamento que escrevem para o “forro de gaiol de passarinhos”, nos denominam, mas pensarão 3 vezes antes de negar um pedido de um anunciante.

    • Scan

      Legal, Luis.
      Que tal mandarmos cartas para o Banco do Brasil, Petrobras e Governo Federal?
      Podemos começar por esses anunciantes, não é?

  • Pois é, continuo afirmando que Direita Boa é Direita Morta.
    Se alguém pensa que pode dialogar com a Direita, está vendo agora, que não há nenhuma possibilidade de isto que possa acontecer com o mínimo de civilidade.
    A Direita inventou a fome, a miséria, a desigualdade, a violência, a ignorância, a escravidão e vai nos enterrar vivos, estuprar nossas mulheres e escravizar nossos filhos.
    Vamos deixar ?

    • eurico

      mude-se para cuba amigo, la a esquerda ainda domina e tudo esta maravilhoso!!
      Ta tudo tão bom, que os castro estão cada vez mais ricos e o resto do povo tenta fugir da ilha e, quando são pegos, vão presos.
      Imagino que num governo de esquerda ideal as pessoas ainda assim devem ser livres para ir e vir, o que ocorre então em Cuba e seu maravilhoso governo??
      A argentina agora implementou uma regra em que os cidadãos devem, de maneira simplista, ser autorizados pelo governo a viajar ao exterior.
      Se voce conseguir me apontar alguma coisa boa nisso me mudo com voce pra la e vamos viver no mundo maravilhoso da esquerda trabalhando em algum hotel e ficando felizes quando algum turista alemão ou japones nos der uma pasta de dentes como gorjeta..não sei se vc sabe, mas em cuba até as pastas de dentes são racionadas.
      Falar mal do capitalismo é facil desde que se viva nele!!! e vc, o que de fato faz para mudar alguma coisa??

      • João Paulo Ferreira de Assis

        Quando se ignora o criminoso bloqueio imposto a Cuba pelos Estados Unidos, é mais uma prova de má fé de vocês da direita. Direita boa é direita morta, sim. E TENHO DITO.

        • Vítor Bonini

          Mas como assim João Assis ?? Cuba tem, todo o direito de manter relações comerciais com todos os outros paises do mundo , seja a Europa ( aonde mantem relações principalmente com a Espanha ) , seja com o Oriente , seja com os paises da união bolivariana . A questão é exatamente o que Cuba teria para negociar , uma vez que , como resultado da mais antiga e sanguinaria ditadura das Américas , o pais quebrou . Nada produz , nada ofereçe nem a população e muito menos para a exportação .
          Engraçado mesmo são os militantes favoráveis a ditadura cubana que , com uma mão descem o pau no capitalismo americano ( sem nunca obviamente abrir mão do seu ussfruto do mesmo ) e com a outra , exigem que os EUA mantenham relações comerciais capitalistas com a ilha presidio .

          Fantasia tem limites cara .

          • Vai se informar sobre o bloqueio, vai. Poupe-se de fazer esse papel de ignorante e poupe-nos de suas besteiras.

            Depois que vc entender O QUE é o embargo, aí vc volta pra se desculpar por ter falado bobagem. Ou para fingir que não entendeu e ignorar a realidade, insistindo na versão fantasiosa que a propaganda anti-comunista te vendeu pra não admitir que fostes engando e pedistes mais.

            A escolha é sua, como sempre.

          • Bom mesmo é ficar esperando 2 horas numa fila, para tomar um sorvete.
            Mas, o que não sabem, é que o embargo serviu para justificar, ao longo de décadas, o fracasso da política econômica cubana.
            Tudo por causa dos ianques, aqueles malvadões.
            !!!

          • Vítor Bonini

            Ora Pierri , nao se avexe e nos de uma aula sobre o bloqueio . Demosntre aqui que o bloqueio também atinge os paises da Europa e do Oriente . Demosntre que Cuba nao tem nenhum acordo comercial com a Espanha em andamento e , principalmente , nos relacione exaamente quais bens ou serviços Cuba teria para exportar .
            Aguardo a aula , rs .

  • Maria Carvalho

    Para mim, uma solução bem prática para mirrar/acabar com a mídia golpista: deixar de anunciar nesses veículos de comunicação. Sem dinheiro, ficarão calados. Vai faltar dinheiro para pagar os salários dos “pistoleiros” de honras alheias, vai faltar papel para a impressão de notícias caluniosas ou difamátorias, vai faltar dinheiro para manter a vida confortável dos proprietários/quase deuses, etc. Vou além: entendo que nenhum governo precisa fazer propaganda de suas realizações na mídia, pois em certos casos serve até mesmo de “cala boca” (não no caso que aqui se discute) pois, em estados pobres, as notícias são sempre favoráveis a quem está no poder, é proibido falar mal do governo, a mídia vive “cabisbaixa”…Governo não é empresa comércial que precisa conquistar clientes. A melhor propaganda é a boca do povo.

  • Márcia Figueiredo

    É isso o que mais me dói : O Lula ter indicado e nomeado os algozes do PT e do povo brasileiro. Pobre Lula, acreditando em critérios de mérito e merecimento…….quando, na verdade, deveria ter levado em conta, principalmente, a afinidade com as plataformas políticas e ideológicas da esquerda… É simples: trata-se de uma guerra, e todas as posições são importantes e estratégicas. Agora, dá medo desse Supremo, com esse poder todo nas mãos. Pobre do petista que cair nas suas garras……..

    • eurico

      leia a constutuição e entenda os critérios de indicação para os ministros do supremo.
      Deve-se ter notório saber jurídico, é por isso que o ministro joaquim barbosa e o ricardo levandovski foram indicados e não voce.

  • waldyr wanderley vaz

    Mais um texto exelente.
    O P.I.G é o inimigo do povo brasileiro,temos que combatelos
    com todas as forças.Não podemos permitir mais nenhum
    golpe contra o Brasil e o povo brasileiro.
    Eduardo,por favor, não deixe, esses troll poluirem o seu blog.
    Esses troll são assalariados dos golpistas,são lambe botas.
    Fora com os troll.

  • Valério Santiago

    O alvo não é Dilma em 2014 ou em qualquer época. O alvo são os socialistas,anti´-capitalistas,que lutam por igualdade. Se Lula,Dilma,Zé Dirceu,parte da esquerda tivessem se vendido e aderissem o NEOLIBERALISMO,do PSDB/PFL,PPS e alguns esquerdas q aderiram os privilégios ,eles seriam odiados assim???

  • Carlos Henrique

    Está mais do que na hora de peitar os dominadores, já que o desenvolvimento natural do processo de modificação sócio-econômica em nossa Sociedade; que começou ainda que moderadamente a enfrentar os fundamentos da estrutura de dominação classista(a queda dos juros, a briga com os Bancos e a política de desenvolvimento tecnológico independente são exemplos claros disso)atingiu o momento do confronto, ou seja, os conservadores sentem que o poder começa a escapar-lhes de fato e por isso iniciam uma reação mais extrema, a qual se manifesta através do sempre presente golpe de estado, que dessa vez terá uma versão diferente, embora não menos golpista que a de 64, apresentada através da tentativa em curso de inviabilizar politicamente os três maiores líderes de esquerda deste país, Lula, Dilma e José Dirceu. Os primeiros passos nesse caminho foram dados há alguns anos atrás com a aprovação da nefasta “Lei da Ficha Limpa” : aproveitando-se do moralismo hipócrita alardeado pela direita e pela mídia, como única opção de discurso para quem não pode explicitar o projeto político que defende, uma vez que ele centra-se na exclusão e exploração de milhões; os conservadores, com o apoio ingênuo e/ou covarde de alguns progressistas, enfiaram goela abaixo da sociedade uma lei que garante a cassação dos direitos políticos de alguém acusado de atos de corrupção, sem que essa acusação tenha transitado em julgado definitivamente, ou seja, sem que se tenham esgotado todas as possibilidades de recurso garantidas como proteção ao princípio da ampla defesa. Ou seja, os conservadores deram o primeiro passo para suprir o essencial princípio jurídico da presunção de inocência, que atribui a condição de inocente a qualquer réu que ainda não foi condenado definitivamente, iniciando assim a construção do cenário para tornar previamente culpados quaisquer pessoas e/ou instituições que sofressem acusação, as quais obviamente iriam ser apresentadas pela mídia conservadora, que desde a vitória de Lula mergulhou por completo no moralismo hipócrita contra as forças populares(enquanto sempre calou-se diante dos casos de corrupção envolvendo a direita)e iriam destinar-se aos representantes e partidos de esquerda, principalmente o PT. É a partir desse passo que se pode entender não somente os ataques de hoje, mas o evidente processo de interdição destinado a atingir Lula e Dilma, do qual a reporcargem canalha da Veja foi somente uma amostra, e seguirá sua construção para culminar com um vendaval de acusações a medida que aproximarem-se as eleições de 2014, as quais, baseadas na autoritária “Lei” da Ficha Limpa, poderão tornar inelegíveis esses dois representantes das forças populares mesmo que ainda não se tenham esgotado todas as possibilidades de defesa para ambos, ou seja, será a presunção da culpa. E COMO PODEREMOS REAGIR A ESSE GOLPE, UMA VEZ QUE NÃO DEVEMOS ESPERAR ATÉ QUE DILMA ROUSSELF ACORDE PARA O QUE OCORRE A SUA VOLTA(TORÇO PARA QUE JÁ TENHA ACORDADO), UMA VEZ QUE ESTÁ EM JOGO O NOSSO FUTURO? É ÓBVIO QUE TEMOS QUE REAGIR ATRAVÉS DA MOBILIZAÇÃO POPULAR, A MESMA QUE IMPEDIU QUE O GOLPE DO MENSALÃO DERRUBASSE LULA EM 2014(FOI O MEDO DO POVO QUE IMPEDIU O IMPEACHEMENT DO PRESIDENTE, NÃO A LIVRE ESCOLHA DA DIREITA POR UM SANGRAMENTO DE RESULTADOS DUVIDOSOS E IMPREVISÍVEIS, SÓ UM TOLO ACREDITA NISSO), QUE PRECISA ACONTECER IMEDIATAMNENTE. O PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO QUE O MSM FEZ, COMO UM COMPLEMENTO À INVESTIGAÇÃO JÁ EM CURSO NA PF SOBRE AS FRAUDES EMPREENDIDAS PELO DATAFOLHA(AO QUAL ADERIREI APÓS ESTE COMENTÁRIO)PODE SER UM BOM MOTE PARA COMEÇARMOS ESSAS MOBILIZAÇÕES, JÁ QUE ASCENDE A DISCUSSÃO SOBRE O GOLPISMO MIDIÁTICO. CONTUDO É SOMENTE UM PEQUENO COMEÇO, PARA EFETIVÁ-LO EM ALGO MAIOR É PRECISO QUE A SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA; MÍDIA ALTERNATIVA, SINDICATOS, MOVIMENTOS SOCIAIS, ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS, MOVIMENTO ESTUDANTIL; COMPREENDAM A GRAVIDADE DO MOMENTO QUE VIVEMOS E SAIA ÀS RUAS, SE POSSÍVEL ANTES DAS ELEIÇÕES, PARA DENUNCIAR AO BRASIL E AO MUNDO O GOLPISMO EM CURSO, COMO TAMBÉM O ABSURDO QUE É A CONCENTRAÇÃO DA PROPRIEDADE DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NO BRASIL, A QUAL TORNA POSSÍVEL QUE TAMANHO PROCESSO DE DESINFORMAÇÃO E CALÚNIA SEJA LEVADO A CABO SEM QUALQUER REAÇÃO DAS VITIMAS DIRETAS DELE E DA SOCIEDADE CIVIL EM GERAL. É FUNDAMENTAL QUE DÊ-SE NOME AOS BOIS : GLOBO, VEJA, FOLHA, ESTADÃO, BAND E SEUS EMPREGADOS, NOBLAT, CANTANHEDE, POLICARPO, MERVAL, BONNER PRECISAM SER DENUNCIADOS AO MUNDO EM GERAL, COMO TAMBÉM DEVE-SE EXIGIR DO GOVERNO A IMEDIATA DEMOCRATIZAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES PARA QUE A LIBERDADE DE EXPRESSÃO SEJA RESGATADA DAQUELES QUE A ENCARCERARAM E TRANSFORMARAM NUMA ARMA PARA A IMPOSIÇÃO TIRÂNICA DO PODER DE UMA MINORIA ATRAVÉS DO SILÊNCIO FORÇADO DE MILHÕES.GARANTO ÀQUELES QUE ACHAM DIFÍCIL A REALIZAÇÃO DESSAS PROVIDÊNCIAS QUE, ALÉM DE SUA EFETIVAÇÃO SER BEM MAIS FÁCIL DO QUE PARECE, BEM PIORES DO QUE OS ESFOÇOS E PERCALÇOS PARA TORNARMOS ESSAS IDEIAS REALIDADE SERÃO AS CONSEQUÊNCIAS DE NOSSA APATIA, QUE SEM DÚVIDA LEVARÁ À CONCRETIZAÇÃO DE UM GOLPE DE ESTADO EM 2014, DESSA VEZ SEM TANQUES NA RUA(AO MENOS POR ENQUANTO), MASS COM O MESMO AUTORITARISMO DO ANTERIOR E ESTUPRANDO A VONTADE POPULAR E O FUTURO DE 190 MILHÕES DE BRASILEIROS DA MESMA MANEIRA QUE NO PASSADO. TEMOS QUE AGIR ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS PARA FAZÊ-LO, TODOS SABEM DO QUE OS CONSERVADORES SÃO CAPAZES.

  • Regina Braga

    Edú…acho que o alvo é mesmo a Dilma.Discordo da data.Acredito que a mobilização seja imediatista.

  • Douglas Otaviani Tôrres

    Me permita discordar em um ponto de seu excelente texto,caro Edú.A oposição,PIG,Elite conservadora queriam sim uma vitória de Serra principalmente,e uma refreio na escalada de ascenção da esquerda no pais,pois isto facilitará o golpe em andamento.2002 foi “uma eleição”,2006 foi outra,2010 tambem ,com suas peculiaridades.Mas o fator comum,principalmente em 2006 e 2010 e que será maior ainda em 2014,é pluralidade de informação.O mensalão que ocupou espaços nas redes sociais,praticamente desapareceu.Podemos tecer análises sobre isto,mas o fato é que a mídia não mobiliza mais nada.Ha uma crescente força contrária a este hoje pseudo monopólio da informação.Tentar colocar Lula no banco dos réus,é temerário.Seria o estopim para uma revolução(não a clássica ,de armas na mão)mas colocar o povo nas ruas contra a mídia e judiciário.Seria o catalizador que tanto queremos para mobilizar a sociedade contra este entulho que o país arrasta,o conservadorismo hipócrita da velha mídia e judiciário,e ai o congresso agiria,agirá,pois não será a manchete com seu nome e foto que o ameaçará,mas o olhar direto da população.Posso estar sendo otimista,utópico até,mas é isso que alimenta minha’lma,da norte a minha militância,a minha ideologia,não passaram,não passaram !!!

  • Fátima

    Edu, se puder da uma olhadinha nesse link. abs
    Mas um do clube dos cafajestes.

    http://www.alertatotal.net/

    • Scan

      Pelamordedeus, Fátima!
      Não merecemos coisas assim.

  • Douglas Otaviani Tôrres

    Do site Carta Maior,blog das frases :

    ‘MENSALÃO’: UM MANIFESTO CONTRA A PRESUNÇÃO DA CULPA
    O risco de um julgamento de exceção, pré-concebido para condenar um partido, conforme advertiu o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos, em entrevista recente ao jornal Valor, motivou um manifesto que tem recebido a adesão de intelectuais e artistas e deve ser enviado aos ministros do Supremo. O que se reivindica é isenção e equilíbrio. Entre as duas centenas de personalidades que já assinaram o texto estão: Oscar Niemeyer, Alceu Valença, Luiz Carlos Bresser Pereira, Bruno Barreto, Jorge Mautner, Flora Gil, Emir Sader, Eric Nepomuceno. Ouvido pelo jornal O Globo, o arquiteto Oscar Niemeyer, um dos primeiros signatários, afirmou: ” Assinei o manifesto porque acredito que desde o início há uma campanha contra o José Dirceu”

  • Svibra

    Edu, mais uma vez uma postagem digna de ser lida e refletida.

    Estamos caminhando…

    Pode se enumerar uma quantidade grande de itens – ciência, arte, filosofia, igualdade social etc, – onde seria muito bom que o Brasil os possuísse, o que poderia ter acontecido, não fosse nossa rota política desde a sua descoberta.

    A mídia, a grande, que vem sendo com justiça muito criticada, de fato tem um grande poder, mas não todo esse que se supõe.

    Quer um exemplo recente? Segundo as pesquisas , apesar de suspeitas, o fortíssimo candidato, enaltecido, defendido, usado como referência, omitidos suas graves suspeitas, enfim todo um estardalhaço feito por esta grande mídia, apontam o Serra com um índice de rejeição astronômicos e uma intenção de votos, muito abaixo do que se esperava, ao se acreditar no poder maior desta grupo de comunicação. Onde está a força da mídia?

    E isto para falar de um Estado, onde a penetração da grande mídia é muito maior – tem muito lugar que o peão e o capataz não tem tempo de ficar lendo e assistindo esta degradação. Em outros tantos o cidadão lê ou assiste a mídia e olha para fora da janela e não se vê semelhança. Ora se em São Paulo, o grande apoiado por esta mídia está fazendo água, o que deve estar acontecendo em outros lugares?

    Vamos acreditar na tal “fadiga” ou no descrédito que pode estar subindo velozmente.

    Infelizmente fomos o último a abolir a escravatura, o último a examinar (punir?) os terríveis crimes contra a humanidade e provavelmente seremos os últimos em muitas outras coisas, inclusive regular a mídia. Mas também estamos sendo os primeiros em diversas outras áreas, apesar dela.

    Concordo que existe o perigo de uma tentativa de golpe paraguaio, porém se esta minoria tiver sucesso nesta empreitada, sem encontrar resistências bolivarianas e porque merecemos e há de se recomeçar e buscar outro caminho.

    A mais recente colocação de Lula e a lembrança de quantas décadas ele trabalhou para nos unir e é neste caminho que devemos acreditar. Entrar nesta guerra é tudo que esta minoria deseja.

  • spin

    Monopolio vergonhoso com reserva de mercado. Busquei agora no Google com as palavras pesquisa vox populi band sp. E nada. O pig manda na TV, rádio, pesquisas de opinião, internet, TV a cabo, uma lástima

    • eduguim

      Está na home do UOL

      • spin

        Sim, questiono é não ter surgido no resultado de busca do Google., os resultados são antigos, nem a que foi publicada pela Band apareceu, quer dizer, dizem que varia de pc para pc, acessei de um pc de lan house

  • Luís CPPrudente

    O PT tendo medo de enfrentar o PIG vai se transformando aos poucos num PMDB, o que pode prejudicar a democracia e as conquistas sociais dos trabalhadores, podendo ocorrer no Brasil o que ocorreu no Chile, onde a esquerda no governo perdeu o governo para uma direita fraca.

    A Ley de Medios é necessária. Acorda Dilma e mande logo para o Congresso Nacional a Ley de Medios.

  • spin

    Os ataques a Pimentel voltaram, será que o pig tá aproveitando os bons ventos a seu favor, que haviam sido atrapalhados pela CPI do Cachoeira, para voltar a detonar ministros

    • Marianne

      Também me ocorreu.

  • Henrique

    MAIS DO MESMO DA ZONA DO STF que é a mais pura SOCIEDADE MIDIÁTICA em campanha eleitoral.

    O judiciário, sempre com seus serviços ao que há mais de retrógado e elitista neste país, se locupletou de vez agora.
    Será que só uma capa preta faz virar um magistrado?
    O básico, o técnico do Direito não passa no STF.
    Não há noção e nem sequer um questionamento dos atos jurídicos(?).
    A mais alta corte do país nega o direito a defesa e não respeita a constituição, podemos esperar que só vem golpe por aí.
    Para mim tem que haver passeatas e denúncias em rede nacional do golpe que o STF midiático e PIG estão armando.
    Se não for tomada providências por parte do governo, acredito que a democracia estará em uma situação delicada.

  • Milton Maldonado Jr

    Depois do julgamento do dito “mensalão do PT” ser passado na frente do “mensalão do PSDB” e atropelando as CPIs do Cachoeira e da privataria, eu desisto.

    Tá tudo dominado. A elite manda, o pig dá o recado e o judiciário cumpre. Simples assim. Quem mandou a Dilma mexer com os bancos?

    E o Brasil socio-democrata foi um sonho de verão. Quando vi o Huck fazendo a propagando do Itaú, pensei: “F*DEU!!!”.

    Vai ser Serra presidente em 2014, petróleo dado aos gringos, Privataria II, III e IV, quem sabe trazem de volta a Alca? Sem querer usar aquela palavra ridícula da burguesia paulista, mas já usando… CANSEI.

    Abraços e boa sorte… muita boa sorte que vamos precisar!

    • Valerio Santiago

      Milton concordo contigo: Comissão da Verdade,Bancos etc etc,só gente grauda.

  • Marcos AC Lopes

    Não menosprezem o poder da mídia e das elites conservadoras e golpistas.Essa mania de achar que nada vai acontecer existiu no momento da ascensâo do nazismo e do golpe militar de 64.Todos achavam, inclusive os próprios judeus, que Hitler não faria o que fez (os que não fugiram logo tiveram seus bens confiscados e foram parar nos campos de concentração e na fornalha). Em 64, salvo Brizola (sempre ele), muita gente achava que os militares não iam dar o golpe e que Jango tinha o apoio da população e deu no que deu:21 anos de ditadura sangrenta. Edu tem razão, o script é esse mesmo: desmoralizar o Lula, inviabilizar o seu retorno em 2014, atingir a Dilma tornado-a inelegível, desacreditar qualquer candidatura petista e abrir espaço para o vampiro paulista. Já venho dizendo isso há anos. Ou vamos defender o governo, ou veremos acontecer aqui o que aconteceu no Paraguai e em Honduras.Depois de feito, não há gente na rua que desmanche.Espero que Dilma tenha acordado mesmo.

    • Valerio Santiago

      Marcos concordo contigo: Depois de feito não tem quem desmanche,até porque a midia e a nossa “elite”estão com o golpe. É o arrependimento deles não ter tirado Lula em 2005. Eles ficaram com medo de outra ditadura Militar-Civil,q todo mundo sabe como começa,mas ninguem sabe qdo e como termina.

  • Maria Rodrigues

    Eduardo, vc sempre muito atento. Gostei do texto, só não gostei do sinal (alvo) na testa da Presidenta. Acho dispensável e até perigoso. Abraços!

  • Juliano Santos

    Edu, eles não conseguirão interditar o Lula. Imagina se o Gurgel oferecer e o STF receber a denuncia? A gente vai lá e acampa em frente ao PGR e o STf. E nós aqui do Cidadania somos só uma parte.
    A CUT, o MST e demais movimentos sociais mobilizariam bastante gente. Sem contar que a Dilma já mostrou que na hora H não deixa o Lula na mão, portanto, acho que mobilizaria até o aparato do governo.
    Não são loucos. É ruim que vão botar o Lula no banco dos réus, achando que ninguém vai reagir

  • Meu caro, AINDA estamos em 68.

    E só vc não se deu conta disso ainda.

    A “grande imprensa” tem sua própria versão do AI-5. E a chama de “liberdade de imprensa”, que só se aplica a eles na parte que os beneficia, e aos demais, na que os prejudica.

    Não mudou absolutamente nada. A Folha continua a emprestar seus veículos para os torturadores, os Lacerdas continuam a clamar pela perseguição aos vermelhos. A TFP continua a pautar os “valores” esposados pela imprensa.

    Só que, hoje, nem mesmo uma receita de bolo sai nas páginas da Folha. Só sai nas da Falha…

  • spin

    Lina Vieira, Gurgel, Perrtence, Barbosa….
    Lula imaginou que essas figuras fossem atuar como técnicos.
    Infelizmente enganou-se.
    Democratismo?
    Não sei.
    O certo é que Lula, em sua santa inocência, quis um Estado Republicano, com técnicos atuando acima do politiquismo
    Deu no que deu, a trupe de golpistas mostrou as garras, não perdendo a oportunidade de se deixarem ser picados pela mosca azul do poder, da bonanças, homenagens e aplausos em recintos vips
    Tudo oferecido pelo pig, de “graça”

    • Romanelli

      diga pra mim, dos condenados até agora, aonde você achou que FALTARAM provas, que foram vilipendiados direitos, ou que as evidências foram insuficientes pra condenar alguém ?

      francamente…você pode até não concordar com o cenário imaginado ..ou com a classificação deste ou daquele malaco, em um ou outro delito …mas fazer no atacado como muitos COMANDADOS estão tentando fazer ? isso é pedir pra se cair em DESGRAÇA e descrença cumpadi ..pra se perder a força da palavra e do argumento ..eu hein…

      Diz, diz pra mim, Marcos Valério e trupe, Banco Rural e associados, Roberto Jeferson e Valdemar da Costa Neto , todos agiram por altruísmo pra você ?

      • Eita cara de pau… pergunta como se não tivesse lido as várias vezes em que essa pergunta já foi respondida.

        Tinha que ser o romalla, o troll.

    • luiz

      Essa foi uma das manifestações mais fora de órbita que já li por aqui. Dizer que lula é um santo inocente (essa vai pro álbum) que queria técnicos agindo acima do politicismo (essa vai…..sei lá, acho que não existe onde arquivar isso).
      É como disse o Romanelli: sorria, você está sendo manipulado…………….

  • Romanelli

    se o alvo é ou não DILMA, pra mim pouco importa se as matérias jornalística estiverem LIVRES da manipulação partidária e/ou da mentira ..se estiverem mantidas pelo respeito ao direito e a isonomia

    ..aqui NUNCA podemos nos esquecer que entre 1994-2002 o ALVO, só que de proteção e CUMPLICIDADE, o alvo era THC, este que deveria ter sido colocado numa redoma, como o foi, até que se terminassem com a PILHAGEM

    digressões à parte, eu tb tenho das minhas pra este tema polêmico ..veja mais dois exemplos de risco de manipulação que ocorre com as mídias

    ..do canal do “descobrimento”, quando a coisa é insuficiente

    Afetando a ciência popular, insuflando as superstições, crendices e fanatismos diversos, a IGNORÂNCIA mesmo, lembro que o MUNDO foi invadido nos últimos 5 anos com o tema FIM DO MUNDO pela profecia Maia, o do tal código de Dresden. Documentários feitos dentro de um vício já manjado, o de se parecer científico e neutro, quando em verdade se tenta catapultar a audiência pra se ganhar grana mesmo que a custa da “boa fé” das pessoas. (tipo código Da Vinci tb)

    Pois bem, agora, perto da chegada do momento, de dez/2012, eis que o mesmo canal já lança OUTROS documentários (produtos) em que “prova cientificamente” que o que se dizia até agora como certo era bobagem, e/ou não passava de equivoco científico. ..tá certo

    ..e outro exemplo, só que do excesso de zelo partido de membro o Congresso em que EU mesmo ajudei a eleger

    Leio que o deputado Protógenes ficou indignado com a qualidade e mensagem do filme TED, uma comédia. Diz ele, certo ou não, que o filme seria de péssima qualidade, e SEQUER deveria ser liberado pra exibição, por fazer apologia e/ou induzir as pessoas a pensarem que quem consome drogas e não tem ocupação estaria de bem com a vida e do lado “os mocinhos”, isso, mesmo considerando que o filme foi liberado aqui pra quem tem mais de 16 anos, ou seja, prum público que de “tão esperto” e vivido, pode até votar. ..oras vá ??!!

    Francamente, penso, do jeito que vai, com autoridades querendo nos fazer leis que FEREM o direito de escolha e reflexão das pessoas ..PRINCIPAL e exclusivamente quando este NÃO afeta e nem coloca em risco o direito alheio (tipo com o uso do capacete e desarmamento)… penso que já já teremos parlamentares que tentarão passar a lei que nos obrigará a chamar do Estado pra nos limpar todo dia, logo após termos usado do banheiro

    ASSIM não dá ..eita equilíbrio difícil

    http://www.youtube.com/watch?v=9vwpkf7slKo

  • Valerio Santiago

    segunda-feira, 24 de setembro de 2012

    É preciso vomitar o “sapo barbudo”

    Por Roberto Amaral, vice-presidente do Partido Socialista Brasileiro, na CartaCapital:

    Quem quiser, no que resta de esquerda brasileira, que construa castelos de areia sobre a ilusão do fim da luta de classes, ou da conciliação dos interesses populares com a burguesia reacionária, rentista, quatrocentona, de nariz arrebitado e cartórios na Avenida Paulista. Nossas ‘elites’ conservadoras têm consciência de classe, mais aguda e mais profundamente que os dirigentes da Força Sindical. A classe dominante (vai a expressão em desuso como homenagem ao sempre saudoso Florestan Fernandes) conhece seus objetivos e sabe escolher os adversários segundo a ‘periculosidade’ que atribui a cada um. Uns são adversários passageiros, ocasionais, outros são inimigos históricos, que cumpre o quanto antes eliminar.

    Lula, considere-se ele intimamente de esquerda ou não, socialista ou não, é, independentemente de sua vontade, esse inimigo fundamental: de extração operária (daí, contrário senso, a boa vontade da classe média com Dilma, pois não vem do andar de baixo) está, no campo da esquerda, no campo popular e no campo das lutas sociais. Para além, portanto, das reivindicações econômicas do sindicalismo, quando chegou a encantar certos setores da burguesia que nele viam então apenas uma alternativa sindical aos cartéis do “peleguismo”, dóceis, e do que restava de varguismo e comunismo.

    Hoje, queira ou não, continua a ser o “sapo barbudo” que a direita foi obrigada a engolir, mas está sempre tentando regurgitar. A direita — impressa ou partidária (esta sob o comando daquela, ambas mercantis, desligadas do interesse nacional) –, ao contrário de certos setores pueris de nossa esquerda, age em função de seus objetivos estratégicos e em torno deles se unifica. Recua, quando necessário, em pontos secundários em face de dificuldades conjunturais para avançar no fundamental, exercitando a lição leninista do “um passo atrás, dois à frente”. Muitos de nós operam na inversão da frase.

    No governo, cingido à realidade fática da “correlação de forças”, nosso governo (o de coalisão liderado pelo presidente Lula, que abarcou todos os partidos de esquerda e mais os apêndices que foram do centro à direita assistencialista) não realizou as reformas políticas, da estrutura estatal, que poderiam, passo a passo, abrir caminho para uma efetiva, ainda que a médio e longo prazos, alternância de poder.

    Neste ponto, conciliou com mais competência que Vargas e Jango (pois se manteve no poder e o conservou ao fazer sua sucessora), para realizar o que não conseguiram esses seus antecessores, atingidos que foram por golpes de Estado, do que Lula se livrou em 2005. O governo Lula realizou, porém, o inaceitável: transferir o centro ideológico dos interesses do Estado para as maiorias marginalizadas pelo capitalismo predador, o que o tornou inimigo estratégico da nossa carcomida direita. E, audacioso – rompendo com o complexo de vira-latas das ‘elites’ econômicas alienadas ao forâneo–, construiu (salvas a Amorim-Samuel-Marco Aurélio) uma inserção soberana no cenário internacional, rompendo com décadas de submissão aos interesses externos, cujo exemplo maior é oferecido pelas administrações dos dois Fernandos. Ao contrário de Jânio, que acenava no plano externo com uma política independente para no campo interno realizar uma política recessiva e anti-popular, Lula, que encontrou falido o país de FHC, rompe com a submissão recessivista para colocar o Brasil na rota do desenvolvimento com distribuição de renda, incorporando à cidadania milhões de brasileiros até então marginalizados.

    Para a burguesia reacionária essa política soou como um rompimento com a “Carta aos brasileiros”, e era o sinal para a tentativa de desestabilização do governo.

    Tudo o que se segue é história recente, daí decorrente.

    Nada de novo, portanto.

    A direita brasileira foi sempre, é, e sempre será golpista. Não podendo derrotar Vargas, impôs-lhe o golpe-de-Estado de agosto de 1954, consumado com a posse de Café Filho e o governo reacionário – leia-se anti-nacional – de Eugênio Gudin-Eduardo Gomes-Juarez Távora. Derrotada pelo povo na tentativa de impedir a posse de Jango, impôs-lhe o golpe de Estado de 1964, abrindo as portas para a ditadura militar. O grande legado histórico da UDN e da “grande imprensa”. Antes, por cinco anos, tentara, inclusive com insurreições militares e seguidos pedidos de impeachment (e a oposição dos jornalões de sempre) desestabilizar o governo JK. Ora, se o presidente era um quadro do pessedismo conservador, tinha como vice-presidente o inaceitável Jango e sua administração apoiada pelos comunistas. Em 1954, para fazer face ao nacionalismo de Vargas, a direita inventou um “mar de lama”, que, como as armas de Saddam Hussein, jamais existiu. Em1964, a aleivosia foi uma “conspiração comunista” que a simples fragilidade do governo, derrubado sem resistência, revelou fantasiosa. Agora, e como sempre, os herdeiros do golpismo, aprendizes medíocres do lacerdismo anacrônico, investem na injúria e na mentira para tentar denegrir a honra do mais importante líder popular contemporâneo.

    Eis um inimigo que precisa ser destruído, como a era Vargas que FHC prometeu apagar da história.

    Uma notória revista de questionável padrão ético, alimentada por “segundo consta” e “segundo teria dito” um réu da ação penal 470, procura, uma vez mais e não pela última vez, politizar o julgamento do “mensalão”, tentando aproximá-lo do ex-Presidente. Este objetivo é perseguido, incansavelmente, mediante, intrigas e futricas, desde 2005.

    A imprensa levanta a tese, e, como respondendo a um reflexo condicionado, como o cão de Pavlov, os Partidos de direita assumem a acusação leviana como bandeira de lutas.

    Estranha história: são as atuais forças da reação – PSDB e DEM (e o penduricalho do PPS) — as fundadoras, no primeiro governo FHC, da grande fraude que foi a compra de votos para assegurar a imoral aprovação da emenda permissiva da reeleição. Foi o PSDB que, no governo de Eduardo Azeredo, com os personagens de hoje, fundou o “mensalão”. Foi o DEM do “mosqueteiro” Demóstenes quem deu sustentação à quadrilha de Cachoeira e foi o DEM de Arruda quem instalou o “mensalão”, no Distrito Federal. São essas as forças que apontam o dedo sujo na direção do presidente Lula.

    A história não se repete, sabemos (a não ser como tragédia ou farsa) mas no Brasil ela é recorrente: direita impressa, meramente mercantil ou partidária, ou seja, a direita em quaisquer de suas representações, reiteradamente derrotada nas urnas, está sempre em busca de uma crise política salvadora, que a leve ao poder, pelo golpe inclusive, já que pelo voto não o consegue. A infâmia, a mentira, a calúnia, são, no caso, preços moralmente irrelevantes que a reação brasileira está disposta a pagar para “varrer a era Lula”.

    http://correiodobrasil.com.br/e-preciso-vomitar-o-sapo-barbudo/519797/#.UGEJH67F00k

    [

    • Excelente!

      Valeu pela dica.

  • Precisamos levar informação para todos. Fundamental sempre compartilhar os posts, clicando no link do Facebook logo abaixo dos títulos.

  • Valerio Santiago

    segunda-feira, 24 de setembro de 2012

    É preciso vomitar o “sapo barbudo”

    Por Roberto Amaral, vice-presidente do Partido Socialista Brasileiro, na CartaCapital:

    Quem quiser, no que resta de esquerda brasileira, que construa castelos de areia sobre a ilusão do fim da luta de classes, ou da conciliação dos interesses populares com a burguesia reacionária, rentista, quatrocentona, de nariz arrebitado e cartórios na Avenida Paulista. Nossas ‘elites’ conservadoras têm consciência de classe, mais aguda e mais profundamente que os dirigentes da Força Sindical. A classe dominante (vai a expressão em desuso como homenagem ao sempre saudoso Florestan Fernandes) conhece seus objetivos e sabe escolher os adversários segundo a ‘periculosidade’ que atribui a cada um. Uns são adversários passageiros, ocasionais, outros são inimigos históricos, que cumpre o quanto antes eliminar.

    Lula, considere-se ele intimamente de esquerda ou não, socialista ou não, é, independentemente de sua vontade, esse inimigo fundamental: de extração operária (daí, contrário senso, a boa vontade da classe média com Dilma, pois não vem do andar de baixo) está, no campo da esquerda, no campo popular e no campo das lutas sociais. Para além, portanto, das reivindicações econômicas do sindicalismo, quando chegou a encantar certos setores da burguesia que nele viam então apenas uma alternativa sindical aos cartéis do “peleguismo”, dóceis, e do que restava de varguismo e comunismo.

    Hoje, queira ou não, continua a ser o “sapo barbudo” que a direita foi obrigada a engolir, mas está sempre tentando regurgitar. A direita — impressa ou partidária (esta sob o comando daquela, ambas mercantis, desligadas do interesse nacional) –, ao contrário de certos setores pueris de nossa esquerda, age em função de seus objetivos estratégicos e em torno deles se unifica. Recua, quando necessário, em pontos secundários em face de dificuldades conjunturais para avançar no fundamental, exercitando a lição leninista do “um passo atrás, dois à frente”. Muitos de nós operam na inversão da frase.

    No governo, cingido à realidade fática da “correlação de forças”, nosso governo (o de coalisão liderado pelo presidente Lula, que abarcou todos os partidos de esquerda e mais os apêndices que foram do centro à direita assistencialista) não realizou as reformas políticas, da estrutura estatal, que poderiam, passo a passo, abrir caminho para uma efetiva, ainda que a médio e longo prazos, alternância de poder.

    Neste ponto, conciliou com mais competência que Vargas e Jango (pois se manteve no poder e o conservou ao fazer sua sucessora), para realizar o que não conseguiram esses seus antecessores, atingidos que foram por golpes de Estado, do que Lula se livrou em 2005. O governo Lula realizou, porém, o inaceitável: transferir o centro ideológico dos interesses do Estado para as maiorias marginalizadas pelo capitalismo predador, o que o tornou inimigo estratégico da nossa carcomida direita. E, audacioso – rompendo com o complexo de vira-latas das ‘elites’ econômicas alienadas ao forâneo–, construiu (salvas a Amorim-Samuel-Marco Aurélio) uma inserção soberana no cenário internacional, rompendo com décadas de submissão aos interesses externos, cujo exemplo maior é oferecido pelas administrações dos dois Fernandos. Ao contrário de Jânio, que acenava no plano externo com uma política independente para no campo interno realizar uma política recessiva e anti-popular, Lula, que encontrou falido o país de FHC, rompe com a submissão recessivista para colocar o Brasil na rota do desenvolvimento com distribuição de renda, incorporando à cidadania milhões de brasileiros até então marginalizados.

    Para a burguesia reacionária essa política soou como um rompimento com a “Carta aos brasileiros”, e era o sinal para a tentativa de desestabilização do governo.

    Tudo o que se segue é história recente, daí decorrente.

    Nada de novo, portanto.

    A direita brasileira foi sempre, é, e sempre será golpista. Não podendo derrotar Vargas, impôs-lhe o golpe-de-Estado de agosto de 1954, consumado com a posse de Café Filho e o governo reacionário – leia-se anti-nacional – de Eugênio Gudin-Eduardo Gomes-Juarez Távora. Derrotada pelo povo na tentativa de impedir a posse de Jango, impôs-lhe o golpe de Estado de 1964, abrindo as portas para a ditadura militar. O grande legado histórico da UDN e da “grande imprensa”. Antes, por cinco anos, tentara, inclusive com insurreições militares e seguidos pedidos de impeachment (e a oposição dos jornalões de sempre) desestabilizar o governo JK. Ora, se o presidente era um quadro do pessedismo conservador, tinha como vice-presidente o inaceitável Jango e sua administração apoiada pelos comunistas. Em 1954, para fazer face ao nacionalismo de Vargas, a direita inventou um “mar de lama”, que, como as armas de Saddam Hussein, jamais existiu. Em1964, a aleivosia foi uma “conspiração comunista” que a simples fragilidade do governo, derrubado sem resistência, revelou fantasiosa. Agora, e como sempre, os herdeiros do golpismo, aprendizes medíocres do lacerdismo anacrônico, investem na injúria e na mentira para tentar denegrir a honra do mais importante líder popular contemporâneo.

    Eis um inimigo que precisa ser destruído, como a era Vargas que FHC prometeu apagar da história.

    Uma notória revista de questionável padrão ético, alimentada por “segundo consta” e “segundo teria dito” um réu da ação penal 470, procura, uma vez mais e não pela última vez, politizar o julgamento do “mensalão”, tentando aproximá-lo do ex-Presidente. Este objetivo é perseguido, incansavelmente, mediante, intrigas e futricas, desde 2005.

    A imprensa levanta a tese, e, como respondendo a um reflexo condicionado, como o cão de Pavlov, os Partidos de direita assumem a acusação leviana como bandeira de lutas.

    Estranha história: são as atuais forças da reação – PSDB e DEM (e o penduricalho do PPS) — as fundadoras, no primeiro governo FHC, da grande fraude que foi a compra de votos para assegurar a imoral aprovação da emenda permissiva da reeleição. Foi o PSDB que, no governo de Eduardo Azeredo, com os personagens de hoje, fundou o “mensalão”. Foi o DEM do “mosqueteiro” Demóstenes quem deu sustentação à quadrilha de Cachoeira e foi o DEM de Arruda quem instalou o “mensalão”, no Distrito Federal. São essas as forças que apontam o dedo sujo na direção do presidente Lula.

    A história não se repete, sabemos (a não ser como tragédia ou farsa) mas no Brasil ela é recorrente: direita impressa, meramente mercantil ou partidária, ou seja, a direita em quaisquer de suas representações, reiteradamente derrotada nas urnas, está sempre em busca de uma crise política salvadora, que a leve ao poder, pelo golpe inclusive, já que pelo voto não o consegue. A infâmia, a mentira, a calúnia, são, no caso, preços moralmente irrelevantes que a reação brasileira está disposta a pagar para “varrer a era Lula”.

    http://correiodobrasil.com.br/e-preciso-vomitar-o-sapo-barbudo/519797/#.UGEJH67F00k

    [A rede castorphoto é uma rede independente tem pert

  • o insuportavel é ter FHC/Cerra/Aécio e seus pares posando de Vestais, de impolutos…

    quando assisto aos canais de tv venezolanos como a Telesur ou a VTV vejo que apesar dos bons canais criados pelo governo Lula como a NBR e a Tv Brasil, são iniciativas tímidas demais, SEM DEBATES POLITICOS (exceção ocasional ao Ver TV do prof Laurindo Leal Filho, e ao Brasilianas do Nassif), a Tv Brasil infestada de oposicionistas – como se eles já não tivessem TODO o espaço do universo no espectro das ondas eletromagneticas…

    Tinha que ter programas diários para comentar as reportagens da #MidiaBandida, programas explicativos “Do Lado de Cá” para explicar as noticias politicas e economicas e SIM, debates, inclusive com os vampiros da oposição. Mas MEDIADOS por Jornalistas, não pelos vendidos da midia corporativa.

    Não é tão dificil. Será que ainda haverá tempo para evitar o GOLPE da canalha oposicionista associada ao judiciario?

    • Romanelli

      SORRIA, você esta sendo MANIPULADO

      “..o insuportavel é ter FHC/Cerra/Aécio e seus pares posando de Vestais, de impolutos..”

      desculpe, aqui eu tb não me conformo ..me diga, em OITO anos de governo, o que LULA fez pra nos evitar disso ? ..pra provar que eles eram o que falavam deles, do que eles faziam ? ..lembra do que ocorreu com a POLICIA FEDERAL sob seu comando ? ..arregou

      NADA, esta é a verdade, não fez nada !!! ..melhor seria mantê-los no “estoque da maldade” pra qq eventualidade, pra escolha ou eleição dum cristo

      O PIOR exército é aquele que não tem um inimigo pra combater

      bobo eu …vai que eliminamos os “mano” e o povo fica mais atento ao que fazemos, vai ver pensou, né mesmo ?

      sinceramente, neste processo abjeto todo sobra tudo, desde falta de transparência, a até descrença

  • Fausto Ishiai

    Caro Edu, o seu post “Meu nome também é Lula”, veio na hora e na dosagem certa. Pegou-nos na emoção e nos calou fundo. Foi uma espécie de catarse coletiva, mais de 600 comentários e uma só voz em uníssono. Você captou o nosso inconsciente e junto ao seu produziu aquele belíssimo texto. Solidariedade plena, 600 almas gêmeas unidas num só pensamento: “Lula”. Tenho certeza que as centenas de almas aqui manifestas no seu blog traduzem o sentimento de outras dezenas de milhões, Brasil afora.

    • Unidos jamais seremos vencidos!
    • Lula é a nossa voz, e nós a dele!
    • Lula é meu amigo: mexeu com ele, mexeu comigo!

    Não importa qual seja o bordão, “o fato concreto é que nunca antes na história desse país”, um político foi tão odiado por poucos, e tão amado por muitos. Não há meio termo, é tudo ou nada! Há duas décadas Luis Inácio da Silva ocupa diariamente os noticiários, falem bem ou mal, mas não se vive sem Lula. Sem ele alguém se lembraria que FHC existiu ou existe? É Lula quem permite FHC existir!

    Ministro Joaquim “Silvério dos Reis” Barbosa, o Torquemada do STF, borrou sua biografia e entrará para a história como o pau mandado da Casa Grande (Globo). Contam-se nos dedos os atores negros da Platinada, assim como poucos são os negros no PSDB. Se dependesse da Globo, Barbosa nunca seria ministro do Supremo. Goste ou não, não fosse Lula, o inquisidor medieval jamais tomaria assento na mais alta corte. Sorte de Barbosa, azar de Lula!

    O ex-presidente sociólogo a quem hoje o futuro presidente do STF contempla, viveu sempre de frente para os EUA e de costas para a África, foi preciso que Lula chegasse à presidência da República, para que o Brasil redescobrisse o continente africano. Lula é amado e respeitado pelos povos africanos, pena que Barbosa não aja assim e prefira os elogios dos lordes do Instituto Millenium…

    Ao PIG o que é do PIG, ou seja, o golpe. É preciso golpeá-lo na a cabeça, ou melhor, no bolso, o seu calcanhar de Aquiles.

    Queremos a suspensão da verba publicitária para o PIG, é um direito nosso enquanto contribuintes que somos. Não quero ver o meu dinheiro dos impostos que pago enriquecendo os Barões da mídia que só ferra o povo. Somos a maioria absoluta, 96% da população que aprovam os governos Lula-Dilma, sendo achincalhados diariamente pelos bandidos piguentos representantes dos minguados 4% da população anti-Lula. Com o dinheiro que se gasta com o PIG dá para montar uma Rede de Televisão Governamental de alcance nacional e interativa com as redes sociais. Já somos oitenta milhões de internautas, mais que a audiência da TV Globo, e podemos chegar facilmente ao dobro disso se houver banda larga acessível a todos. É preciso radicalizar; rever as concessões públicas e priorizar os Blogs Progressistas. Ley de Medios já! É agora, ou nunca! Chega, não dá mais!

  • Va passear, (e olha que que eu nao disse em Itú), sr rodriguez.
    A midia e as instancias de poder sao golpistas e assassinas HISTORICAMENTE – estando o pt certo ou errado.E qualquer força politica trabalhista e social, esteja certa ou errada. E nos do povo nao temos poder.
    Essa é a equaçao: tente outra via de convencimentom sr. Rod.
    Mas temos algumas armas e esquerda aprendeu algo.
    voces nao passarão.

  • Valerio Santiago

    Dilma e a repetição da história

    Por Luis Nassif, em seu blog:

    São significativas as semelhanças entre os tempos atuais e o período pré-64, que levou à queda de Jango e ao início do regime militar e mesmo o período 1954, que levou ao suicídio de Getúlio Vargas.

    Os tempos são outros, é verdade, e há pelo menos duas diferenças fundamentais descartando a possibilidade de um mesmo desfecho: uma economia sob controle e uma presidência exercida na sua plenitude, sem vácuo de poder.

    *****

    Tirando essas diferenças, a dança é a mesma.

    A falta de perspectivas da oposição em assumir o poder, ou em desenvolver um discurso propositivo, leva-a a explorar caminhos não-eleitorais.

    Parte-se, então, para duas estratégias de desestabilização – ambas em pacto com a chamada grande mídia.

    Uma, a demonização dos personagens políticos. Antes do seu suicídio, Vargas foi submetido a uma campanha implacável, inclusive com ataques à sua honra pessoal – que, depois, revelaram-se falsos.

    No quadro atual, sem espaço para criticar a presidente Dilma Rousseff, a mídia – especialmente a revista Veja – move uma campanha implacável contra Lula. Chegou ao cúmulo de ameaçar com uma entrevista supostamente gravada (e não divulgada) de Marcos Valério, como se Valério tivesse qualquer credibilidade.

    Surpreendente foi a participação de FHC, em artigo no Estadão, sustentando que o julgamento do “mensalão” marca uma nova era na política. Até agora, o único caso documentado de compra de votos foi no episódio da votação da emenda da reeleição – que beneficiou o próprio FHC.

    *****

    A segunda estratégia tem sido a de levantar o fantasma da guerra fria. Mesmo sabendo que Jango jamais foi comunista (aliás, o personagem que mais admirava era o presidente norte-americano John Kennedy) durante meses e meses levantou-se o “perigo vermelho” como ameaça.

    Grande intelectual, oposicionista, membro da banda de música da UDN, em 1963 Afonso Arino escreveu um artigo descrevendo o momento. Nele, mencionava o anacronismo de (em 1963!) se falar de guerra fria, logo depois de Kennedy e Kruschev terem apertado as mãos. E dizia que, mesmo sendo anacronismo, esse tipo de campanha acabaria levando à queda do governo pelo meio militar, devido à falta de pulso de Jango, na condução do governo.

    *****

    O modelo de atuação da velha mídia é o mesmo de 1964, com a diferença de que hoje em dia não há vácuo de poder, como com Jango.

    Primeiro, buscam-se personalidades, pessoas que detenham algum ativo público (como jornalistas, intelectuais, artistas etc.). Depois, abre-se a demanda por comentaristas ferozes. Para se habilitar à visibilidade ofertada, os candidatos precisam se superar na ferocidade dos ataques.

    Poetas esquecidos, críticos de música, acadêmicos atrás de visibilidade, jornalistas, empenham-se em uma batalha similar às arenas romanas, onde a vitória não será do mais analítico, ponderado, sábio, mas do que souber melhor agredir o inimigo. É a grande noite do cachorro louco, uma selvageria sem paralelo nas últimas duas décadas.

    Com sua postura de não se restringir ao julgamento do “mensalão” em si, mas permitir provocações à presidente da República e a partidos, o STF não cumpre seu papel.

    Aliás, o STF do pós-golpe foi muito mais democrático do que o atual Supremo.

    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2012/09/dilma-e-repeticao-da-historia.html
    Apagar ResponderResponder EncaminharSpamMoverImprimir Ações PróximaAnterior

    • Romanelli

      chega a ser até suspeita ver TANTA besteira alarmista partir de um dito “renomado” analista político

      ..um que antes servia a grande mídia e que hoje esta até o ultimo fio de cabelo ligado e PATROCINADO a quem, pra variar como SEMPRE tentou fazer, a quem esta encastelado no poder

      • [ironia]

        Caraca, o Romalla acha que é tudo besteira!

        Não precisa mais nada. Estou plenamente convencido de que tudo não passa das mais infundadas besteiras!

        Argumentos? Mas quem precisa de argumentos?!?!?!

        O Romalla falou, tá falado.

        [/ironia]

  • Acabo de ler a frase de um comentarista do Conversa Afiada:
    “Lula só precisa de uma frase, e o povo estará na rua. Querem derrubar a Dilma? Antes têm que derrubar o Lula, e aí o bicho pega”.

    A frase não corresponde à verdade. Não basta uma palavra de Lula ou de quem quer que seja para o povo ir às ruas. Para isso, é preciso organizar a sociedade. É preciso que a esquerda tenha um trabalho de base nos bairros, nos sindicatos, no campo. E não há esse trabalho, hoje. Falta capilaridade à discussão política. O PT precisa, urgentemente, se (re)enraizar no movimento popular. Antes que seja tarde.

    • Romanelli

      FALTA ….CRE_DI_BI_LI_DA_DE ..ainda mais com muitos querendo defender o INDEFENSÁVEL como vêm tentando fazer

      • eduguim

        Há um amplo setor da sociedade se levantando contra o casuísmo no STF. Juristas, artistas, intelectuais. Hoje mesmo a imprensa noticia que nomes como Oscar Niemeyer, Luiz Carlos Bresser Pereira e tantos outros se aglutinam em defesa de José Dirceu. Dezenas de juristas renomados já discorreram sobre os malefícios do casuísmo desse julgamento para a democracia. Só porque você não se informa, só enxerga um lado, não quer dizer que não esteja acontecendo. Indefensável é mudar leis e processos legais para atender a impérios empresariais de mídia e grupos políticos.

        • Romanelli

          que casuísmo, me diga ? ..alguém ali ficou sem defesa, não deu tempo, do que ? ou será que foram traídos por PAPAREM MOSCAS em seus próprios artifícios protelatórios ? ..quem sabe por pensarem que estavam garantidos por seus alunos que se saíram mas altivos que o próprio mestre ? ..vai saber

          chegou a hora da onça beber água cumpadi ..e quem deve que pague ..e isso, antes de morrer, eu quero ver

          -ou será que há casualismo em se achar que MARMANJO BARBADO, líder político, ou qualquer outro ser, não ganha grana farta do NADA sem SE VENDER, merecer ou fazer pra valer ?

          o respeito a DEMOCRACIA tem várias faces, inclusive daquela que pede transparência, integridade, LEALDADE às vontades e desejos da massa

          eu não sou influenciável por opinião alheia, necessito de convencimento ..MUITO MENOS defendo este estado de coisas que esta aí ..sequer sou por esta democracia representativa, você sabe, esta de escolhidos a dedo que NUNCA dizem o que pensam e o que pretendem fazer

          Verdade é que todas as correntes já foram testadas e NINGUÉM nos deu respostas a tempo e/ou a contento ..jogam tudo como sendo culpa do passado e que demorará GERAÇÕES pra se sanar ..oras vá

          ..a não ser PROS DELES que a coisa sai rapidinho ..e como ??!!

          ..esta tentativa de preservação do STATUS QUO corporativo é que me ofende ..tem gente SUJA sendo defendida por puro casualismo e interesse

          cansei de ver estas duas correntes, dum lado os que defendem empresários ordinários e corruptores, e doutro esta CASTA de funcionalismo que só sabe olhar seu umbigo corruptível

          Que José Dirceu espere a vez dele, os argumentos de todos os lados, aí eu me pronuncio …por enquanto estou acompanhando a evolução dos julgamentos, e sinceramente, NENHUMA das condenações e/ou absolvições me ficou devendo ..aliás, só espero, e cobrarei, pra que a mesma régua seja estendida a TODOS de forma indistinta

          a maioria que fala CONTRA agora esta comprometida com este ou aquele, ou com seus próprios MEDOS e interesses (citar Bresser como exemplo é o que há ..quem sabe possamos falar do Mendonça de Barros e seus limiares de responsabilidade, lembra ? ??!! re re re ..ali tb diriam que NÃO haviam provas, só evidências inconclusivas ..e o mesmo pra compra de voto pra reeleição)

          FICO imaginando a quantidade de elementos que estão PISCANDO com a possibilidade desta corrente mais afeita às evidências, estas que NUNCA são desfeitas por álibis convincentes, esta corrente afeita mais aos MÉRITOS, frente a outra mais “data venia” e protelatória, prevalecer ?

          Você se lembra como Paulo Maluf e Filho foram soltos ? ..com o argumento de que dava PENA ver pai e filho presos em mesma cela (UAI, era só trancar um num BANHEIRO que tudo bem, não?) ..e isso foi dito e ASSINADO não por advogados, mas por MINISTROS sUPREMOS formais, tipo Msrrrrco Aurelio quando soltou Abidel Malac e duzias de outros

          eu não me iludo, nesta MULTIDÃO de incrédulos e indignados, tem muito MALACA que tem muito a perder e esta tratando de preservar seus próprios dedos ..FOICE NELES todos

          em tempo, pra NOSSA reflexão e DEBATE

          http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/lewandowski-expoe-hipocrisia-dos-garantistas-do-stf

        • Edu, meu amigo… pra que vc perde seu tempo tentando dialogar como Romalla. Ele tem alergia ao debate.

          Veja como ele finge que “não leu” as dezenas ou centenas de vezes que as críticas ao STF foram expostas nos comentários deste blog.

          O trollzinho infeliz é cínico. Transparentemente cínico.

          E, mesmo sem nenhum conhecimento jurídico, arvora-se na posição de decretar que todas as críticas – as mesmas que ele ignora e das quais foge como o Serra da água benta – são “indefensáveis”.

          Chega a doer ver alguém que fala em “decurso de prazo” para se referir à prescrição achar que pode julgar as críticas técnicas dessa forma.

          Prefiro apenas expor o cinismo dele, sua desabalada hipocrisia de falar em “debate” e depois fugir com o rabo entre as pernas, do que dignar-lhe com uma resposta. Veja como ele respondeu ao seu comentário.. quantos temas diferentes ele abordou pra evitar falar do argumento principal?

          Ele não quer debater nada. Ele quer é pontificar.

    • Juliano Santos

      Locatelli, sou menos pessimista que você. Não é que basta que o Lula dê uma palavra e imediatamente o povo vai às ruas. Mas ele pode encabeçar a reação ao golpismo da dupla pig/judiciário.
      Nós aqui da classe média admiramos e apoiamos o Lula, mas muita gente do povão o idolatra. E com a infraestrutura de mobilização que tem uma CUT, por exemplo, o bicho pega para eles, pode ter certeza disso

    • Fernando Alvares

      Mas será que o atual PT quer se (re) enraizar ou optpou de vez pelo pragmatismo, pela politica de cupula e não de base?

    • A esquerda ficou obesa, preguiçosa…….e venal, nem liga mais para as bandeiras de outrora, embevecida que está, como a nova prática de exercício o poder.

  • Svibra

    Então está decretado: Joaquim Barbosa o próximo Nobel da Paz!

    Quando criança não entendia este negócio de coligação partidária, principalmente os constantes reagrupamentos a cada eleição.

    Em Israel, por exemplo, uma grande quantidade de partidos, que sempre resultam em um equilíbrio eleitoral, tem em um pequeno e feroz partido religioso com leitores fieis, o Likud, o fiel da balança. O Likud, a partir desta posição consegue mante o Governo, qualquer que seja, debaixo de posições doutrinários que defende.

    Muitos outros exemplos mundiais caberiam aqui, inclusive envolvendo partidos políticos sem qualquer ideologia, simplesmente atrás de fatias de participação executiva com o propósito, no mínimo, de manter-se em evidência para prosperar eleitoralmente. Claro que em muitos lugares, esta participação tem outros propósito$.

    Depois que me politizei um pouco, compreendi a balburdia de um governo democrático sem apoio parlamentar. Fica totalmente engessado, asfixiado sem outra alternativa a não ser renunciar ao mandato (ou ser expurgado). Gostei da adjetivação que foi dada ao processo de coalizão: Governabilidade, largamente usada em todo mundo a não ser em poucos casos com bipartidarismo ou algo próximo disto, o que dá no mesmo, pois dentro de cada um deles, deverão caber todas as correntes de pensamento ideológico.

    O Barbozão veio botar o dedo na ferida: vamos acabar com esta farsa democrática. Coalizão pode existir, porém os partidos que não sejam o central da coalizão não podem receber nenhuma contrapartida, nenhum suporte financeiro e muito menos cargos no governo. Devem permanecer os 4/5 anos nos plenários, votando e aplaudindo. Não deveriam sequer serem mencionados pelo governo pois isto seria uma vantagem eleitoral e isto vai contra a pureza da democracia do Barbosão.

    Que se danem, segundo o Barbosão, a torre de Babel que será imediatamente instalada no mundo democrático, pois Barbosão está lá para condenar a distorção, e outro que se encarregue da solução. Aliás existem muitas propostas prontas, todas ao largo de uma democracia.

    Barbosão, com seu Estado Democrático Ideológico (EDI), a maior utopia que já ví, de qualquer forma é o meu candidato ao Nobel da Paz.

  • filho

    Sempre disse e repito novamente, que quer ser Bachelet vai se arrepender no futuro por não ter sido um (a) Kirchner. Ainda há tempo.

  • Edu esta sua narrativa é extremamente importante. Afinal este é o Brasil, a midia e a direita sempre caminham juntas para tentar barrar a força popular. É fato que o alvo neste momento não são as eleições municipais. Estão mirando em Dilma pra acertar no Lula.

  • Edu, cada vez que leio um post como este, não sou capaz de descrever a indignação que sinto. Não pelo fato de você estar certíssimo em sua avaliação, mas sim pela falta de ação que acomete aqueles que devem agir rápido, pra ontem; entre eles, a própria Dilma!

    Indago-me sobre o que acontece quando militantes dos movimentos sociais chegam ao legislativo federal? Esquecem-se de sua origem de lutas e entram em transe ao ouvir o “canto da sereia” da grande imprensa? Recuso-me a acreditar nesta hipótese, embora esta se mostre cada vez mais verdadeira, tamanha a covardia dos que precisam agir!

    Quato mais será preciso que a atual ditadura midiática avance até que acordem?

    Se a grande mídia é capaz de agredir de forma tão aberta o Estado Democrático de Direito contra seus adversários politicos, então vivemos sim sob uma ditadura.

    Será preciso que a mídia consiga estender seus tentáculos contra o cidadão comum para que todos acordem, fazendo uma analogia com as manifestações que sucederam a morte do estudante Edson Luís de Lima Sounto em 1968.

  • Irineu

    Bom dia meu caro.

    Excelente e esclarecedor texto ! Parabéns!!!

    Sou filiado e militante do Partido dos Trabalhadores, e penso que estamos colhendo o que permitimos que se agigantasse o que já era grande neste país, ou seja, a grande mídia !!!
    Depois de 2 governos do Presidente Lula e quase a metade do de Dilma, ainda os mantemos fortes e bem alimentados com 70% da verba destinada ao setor.
    Por fim, ou o Governo muda radicalmente a sua relação com esses terroristas midiáticos, ou , o estrago ao país será muito maior daqui pra frente.

    Um abraço.

  • rubem

    Divulgar a verdade por mídias alternativas é o papel da militância atualmente, a verdade sempre triunfa sobre a mentira e dissimulação.
    Os barões da mídia e seu conluio com direitona brasileira não irão vencer.

  • mauricio

    O cúmulo da ingenuidade é o inacreditável “mais verba publicitária para quem tem mais audiência”, da Helena Chagas.

    • Romanelli

      certo mesmo estava REQUIÃO, que pra NOSSA realidade e estágio evolutivo (primitivos cavernosas), quando governador do PR, optou por melhor mesmo seria SUSPENDER e proibir a propaganda oficial (e de empresas estatais tb) pra TODOS

      ..ao menos até que a MOLECADA tenha modos (e consequência) e aí nós voltamos a conversar

      • Salvador LULA

        Romanelli.
        Assino em baixo.

  • Ferreira

    Edu, creio que o os blogs poderiam fazer um discurso direto indo de encontro um grande anseio da população: melhoria no serviço de saúde.

    E como isso poderia ser feito? simples: Basta mostrar a verba que o governo federal gasta com publicidade no PiG e fazer um estudo comparativo de como esse valor gasto em publicidade poderia ser investido na saúde pública e após isso veicular esse estudo nos blogs, colunas, emissoras de TV fora do Pig, etc propondo um projeto de lei em torno desse tema…..É certo que povo aprovaria um projeto de lei desse

    É preciso mostrar ao povão que instituições como Caixa, Banco do Brasil, Petrobras, Correios etc não precisam de publicidade, o povo brasileiro já as conhece e sempre lhes depositou confiança.

    Nesse caso não teria como o Pig falar em censura, pois não se trata de fiscalização de conteudo veiculado por eles, mas sim de não fornecimento de verba. E sem a verba pública o Pig vai a falência….

    • Salvador LULA

      Eduardo.

      Pergunto-me porque os blogs que se reúnem no “Barão de Itararé” e fazem aquela
      CORRENTE já realizada para outros feitos, não fazem um chamamento para que
      todos os “sujinhos” se manifestem e isso possa levar o povo que não lê a pig e lê
      blogs ajudem espalhar “a pólvora”? Será que não podemos levantar o grito do
      “O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO?

      • Salvador LULA

        Perdão:
        o povo que não lê a pig e lê blogs AJUDE

  • E sua excia., o Zumbi do Jardim Botânico como está?
    duplipensar é só repensar.

  • Sebastião

    Alguns ai falam:”por que o governo não tira as verbas do PIG? – Vamos sangrar o PIG tirando a grana deles, etc…”
    Ora, mas que conversa mais ingênua. Se o governo quisesse já teria tirado a verbas publicitárias do que vocês chamam de “PIG” (jornais, revistas TV, internet) há muito tempo.
    Não tira, pois sabe que sua imagem ficaria bem pior sem gastar milhões que gasta em publicidade dizendo que fazem isso e aquilo e bla-bla-bla pelo povo.
    Sabe que só fazendo propaganda em seus próprios meios (TV Brasil, Voz do Brasil, etc) seria totalmente inócuo, pois são meios que simplesmente dão “traço no Ibope”.

    Se o governo federal suprimir as verbas publicitárias que vão para o que vocês chamam de PIG seria um tiro saindo pela culatra… hehe…

    • Salvador LULA

      Sebastião.
      Petrobrás, Caixa Econômica, Banco do Brasilç etc, etc. e tal,
      precisam fazer tanta propaganda?

  • Maurício – Santos

    Olá Eduardo!

    No cheguei a fazer um comentário no post das assinaturas sobre um processo que o MP/DF abriu contra o Lula e mais um ministros pedindo a devolução de aproximadamente R$9.000.000,00, como forma de ressarcir o erário público.Tal gasto, segundo a Procuradora luciana Loureito se deve em face do envio de forma irregular de milhares de correspondência a segurados do INSS.Por acaso, esta sua suspeita de que estão armando com o Lula tem a ver com esse assunto?Eu achei no mínimno estranho e confirmei….o processo existe sim e se vc tiver interesse, se já não tiver conhecimento, eu posso estar te passando o número de referido processo.

    abs.

    • Jáder

      Não importa o pretexto, Maurício – o alvo é Dilma, o PT e as eleições. Quer um exemplo? Agendar o julgamento dessa ação pra antevéspera das eleições – Ayres Britto até mencionou isso, mas depois ‘entubou’. Tentar fazer coincidir a sentença com a data das eleições, apressar o julgamento, dar pouco tempo às defesas, atuar de pé, publicar penas antecipadamente – putz, pra quem se reclama disso tudo? Isso tudo é antijurídico, é ilegal. Quer mais? Dar tratamento diferenciado a casos semelhantes (mensalão tucano e mensalão imputado ao PT). Dois pesos e duas medidas. Quer mais? O site da PGR praticar em seu site, na página para crianças, prejulgamento dos acusados. O Gurgel sabe do que estamos falando, ele foi denunciado à corregedoria por isso. Tá mais que na hora de todo mundo protestar. Tribunais não podem virar sucursais de redações de revistas e jornais. Juízes têm que ter independência e isenção ao julgar. Prejulgamento é caso de suspeição.

      • Vítor Bonini

        Jader , se tal procedimento , como o dscrito acima , fosse realizado por um tucano ou democrata , voce teria a mesma postura ?
        Ou voce poderia me explicar o porque que não se deve abrir um processo em um caso como este ?

        • João Paulo Ferreira de Assis

          Aliás, vocês só vão tomar o governo na base do golpe mesmo, porque voto vocês não tem.

      • Adelaide Giusti

        Concordo inteiramente. Esse julgamento seria anulado tecnicamente, à luz do Direito.

      • Adelaide Giusti

        Eu concordo com o Jader. Mas minha resposta saiu em outro lugar.

      • Romanelli

        VERDADE mesmo inegável é que HÁ uma piscina de crimes e de bandidos no caso

        ..e mesmo em suas PERTINENTES observações e/ou preocupações, justas eu diria, há sim argumentos que meio que as relativizam, ou as transformam em mero coadjuvantes num enredo tocado por outros IMPORTANTES elementos e fatos

        você diz :

        “..Agendar o julgamento dessa ação pra antevéspera das eleições – Ayres Britto até mencionou isso, mas depois ‘entubou’. Tentar fazer coincidir a sentença com a data das eleições, apressar o julgamento..”

        desculpe, MAS NUNCA se esqueça de que a NAÇÃO brasileira corria o risco concreto (já já teremos mais um recesso) de ver alguns dos crimes caírem por decurso de prazo ..fosse algum de nossos governos, passados e presente, sérios, atentos e COMPROMETIDOS com nossos melhores valores e com o clamor popular, e IMEDIATAMENTE eles juntariam forças pra ACABAR há anos com essa palhaçada de vermos ações protelatórias que tentam safar SERES ABJETOS, ora por tempo decorrido e/ou por idade mesmo, de prestarem contas de seus atos criminosos.

        “..dar pouco tempo às defesas, atuar de pé..”

        Aqui discordo veementemente, pra mim foi dado tempo de mais mesmo, e isso CUSTA, os crimes ocorreram entre 2002-2004 e foram descobertos em 2005 ..caraca véi, queria o que mais, a morte da jumenta ?

        Agora quero ver a JUSTIÇA reaver a dinheirama desviada retornando-a a seus antigos donos ..aí você vai ver como este país e LEIS são de brincadeira, pois INVARIAVELMENTE o que mais vemos nestes casos é que quem GANHA não LEVA ..vide casos emblemáticos como o de LALAU e Maluf pra entender do que penso

        ..e quanto a atuar de pé, por acaso vc se refere ao problema na COLUNA do relator que o faz constantemente ter que se mexer pra suportar a dor ?

        “..publicar penas antecipadamente –Dar tratamento diferenciado a casos semelhantes (mensalão tucano e mensalão imputado ao PT..”

        sim, este processo EM BANDO talvez seja o primeiro que o STF julga, assim é normal haverem de NOVAS JURISPRUDÊNCIAS ..o que é bem diferente de haver casualidades e ilegalidades

        do que lembro, foi feito “um acordo” pra que a DOSIMETRIA da pena fosse anunciada ao final de tudo ..caso em que um dos ministros que ia se aposentar preferiu deixar antecipado sua posição (afinal, ao final ele não estará lá e NEM apenará outros que sequer ele participou do julgamento) ..no outro caso de divulgação da pena, primeiro que NÃO foi caso GERAL e sim de uma parte assumida como equivoco por assessoria do Barbosa, ou estou enganado ?

        E sobre os casos semelhantes ..pois é ..aqui é o tal foro privilegiado ..ocorre que quando apreciado alguns dos membros dos diferentes processos eram deputados, assim, pro caso do PT o foro seria esse mesmo o SUPREMO ..já quando da denuncia do tucanato, os MALACOS foram pra 1a instancia e tem grandes chances de, infelizmente, se safarem

        ..mas aqui eu concluo, ANTES, em discurso e palanque, lembro que as correntes progressistas SEMPRE prometeram lisura e isonomia de tratamento entre nossos cidadãos ..então, então o que estes grupos fizeram até hoje pra ELIMINAREM de nossa realidade praticas reprováveis como a prisão especial e o foro protelatório hein ?

        ..então aqui prefiro pensar assim, HOJE eles pagam um castigo merecido, no mínimo o de omissão e, acima de tudo, REPITO, pensar que apesar de haver certa possibilidade de ocorrer algum equívoco processual, de que nada disso fará com que os acusados NEGUEM que, no mínimo, juntos, eles cometeram uma PISCINA de crimes e por eles tem que pagar

        abrá

        • Sergio L

          Voce, romanelli, só esqueceu de dizer que o mensalão tucano é o precursor e PAI deste suposto mensalão… e que ocorreu em 1998, REPITO, 1998!!!
          Pelas leis do Direito, os TUCANOS é que deveriam estar no julgamento de agora por um CRIME COMPROVADO com PROVAS MATERIAIS e não ilações…
          Afinal ocorreu 7 anos, REPITO, 7 ANOS ANTES!!!
          A AP 470 deveria, isto sim, estar na fila, como todos os outros processos que a antecedem.
          Portanto é casuísmo puro (para não dizer GOLPE) antecipá-lo, apressar seu processo, já que supostamente envolve não um, mas 38 réus e marcar seu veredito às vesperas de um pleito eleitoral.
          Sabe porque não fizeram em 2011 ou deixaram para 2013? Porque NÃO HÁ ELEIÇÕES, simples assim…

    • Adelaide Giusti

      …”eu posso ESTAR TE MANDANDO”???? Esse gerundismo chega até você?
      Então você não deve ter razão nenhuma…

  • Fabio Amaral Di Fini

    Este é um texto exemplar, que ilustra claro como água a indefinição política pela qual vem passando o país. Parabéns, Edu.

  • Luciano Baía Meneghite

    Perfeito! Tomara mesmo Dilma tenha acordado.

  • André Oliveira

    Não é à toa que tem gente que ameaça bater no Eduardo de vez em quando. Se fosse um zagueiro seria o Gamarra dos bons tempos. Sempre preciso. O ódio da elite e seus capachos não é nem da renda que eles tem hoje, é a que eles estão perdendo junto com as oportunidades, pois imagina agora que filho de favelado está virando médico se o filho do bacana vai ter que concorrer com ele por um emprego num hospital ou uma vaga na residência de cirurgia.

  • Edu!
    Tudo isso está acontecendo porque tanto Lula quanto Dilma acreditam na santificação da “imprensa livre”.
    Eles, só se darão conta quando não tiver mais jeito, ou… O golpe for dado!
    Dilma… O Brasil quer é coragem!
    Ley de Medios já!
    Ah! Que inveja da Argentina.

  • José Neto

    Ela enfrenta Obama, Angela Merkel e não enfrentar o PIG? Acho que chegou a hora do PIG dançar o samba do crioulo doido, e vai ser um ritmo alucinante.

  • Ângelo

    Caro Eduardo, tenho convicção de que a única ameaça à democracia hoje no país é o Partido da Imprensa Golpista que, como diz o presidente do Equador, não foi eleito para ser oposição. A presidente Dilma ficar atenta a isso, pois com certeza é a bola da vez. Como contra-ponto forte ao PIG, o PT deveria criar uma mídia popular, de grande penetração social, a fim de combater de forma estruturada os ataques eternos (repito, eternos) da velha mídia, golpista em sua essência.

  • Um pequeno e humilde recado a Presidenta Dilma: Em conversa com o adversario, convide-o a uma conversa clara, sem confidencialidade. Eles terao mais respeito e temor! Grave suas conversas.

  • mauricio ramos thomaz
  • Marcos Rizzatti

    Excelente texto, brilhante, Eduguim, creio que se a Presidente não abrir o olho, logo ali adiante (antes das eleições 2014) ela será apeada do governo por uma mídia falsa e praticamente afiliada as siglas PSDB E DEM.
    Edu lendo o texto pensei, por que nao envia este seu texto via email á Presidente Dilma Roussef, ao ex Presidente Lula, José Dirceu e outros que estão sendo acusados tanto pela Mídia e o STF.. assim quem sabe eles possam refletir e começar a tomar uma atitude mais dura (sem ser antidemocrático) para que estas situações não ocorram mais ou que pelo menos o PIG e o STF pensem 2x antes de acusar qualquer pessoa (poderia ser qualquer um de nós cidadões).
    abraços e FORÇA a Victória!

  • Marcos

    Prezado Edu!

    Essa notícia é “balão de ensaio” ou os conflitos estão tomando proporções gigantescas?

    abraço
    Marcos

    • • •

    Inteligência do Exército decide dar proteção a Joaquim Barbosa e cria zona de conflito com Dilma Rousseff

    http://brasil.issoebrasilia.com.br/2012/09/exercito-decide-dar-protecao-joaquim.html

    • Marcos Rizzatti

      incrível xará, tu viu os comentários desse site http://brasil.issoebrasilia.com.br/2012/09/exercito-decide-dar-protecao-joaquim.html ? poxa a maioria comemorando e querendo a volta da DITADURA tal como ela era.. por isso digo.. sempre melhor a Democracia.. aos menos nós TODOS podemos nos manifestar e ir e vir sem precisar tem um SOLDADO (exército) de olho quem cada pensamento, fala, ou passos que dermos.. essa gente que quer a volta da DITADURA, CERTAMENTE naquela época nao viveram ou ainda foram MUITO MAL informados (ou melhor DESINFORMADOS) e outra ainda.. segunda a CF o exército nao se destina a proteger um cidadão ISOLADAMENTE.. aliás isto é inconstitucional. para isso existe a POLICIA FEDERAL que aliás tem escolta para os Ministros do STF Ricardo Lewandovsky e Tóffoli, me pergunto porque o exército só vai “proteger” o Ministro Joaquim Barbosa? e os outros Ministros que estão julgando e CONDENANDO os “RÉUS POLÍTICOS ” o EXÉRCITO nao tem interesse em “Proteger”? nao acha isso um tanto “ESTRANHO”??? e o pior de tudo pelo que li no texto, sem a autorização do chefe de estado, Presidenta Dilma Roussef. praticamente estão passando por cima da autoridade da presidenta, pra mim isso já um indício que JA VEM UM GOLPE DE ESTADO, logo ali adiante!

      • Michel

        MINISTÉRIO DA DEFESA
        EXÉRCITO BRASILEIRO
        GABINETE DO COMANDANTE
        CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

        Prezado Senhor(a),

        O Exército Brasileiro é uma Instituição compromissada, de forma exclusiva e perene, com a sociedade brasileira, o Estado e a Constituição, de modo a responder todos os questionamentos.
        Em atenção ao seu email, agradecemos o envio e informamos que não é verdade o artigo publicado.

        Atenciosamente,

        Seção de Relações Públicas/CCOMSEx
        Acesse: http://www.exercito.gov.br
        Exército Brasileiro, Braço Forte, Mão Amiga

        Em 22/10/2012 08:50, [email protected] escreveu:
        > Nome* : Michel Alencar Morandi
        > E-mail* : [email protected]
        > Assunto : Outros
        > Escreva aqui a sua Mensagem* : Bom dia
        >
        > Gostaria de verificar a veracidade e procedência desse artigo publicado em blogs da internet, vários blogs repetem mas não citam fontes confiáveis, agradeço.
        >
        > http://ucho.info/exercito-decide-dar-protecao-a-joaquim-barbosa-e-cria-zona-de-conflito-com-dilma-rousseff
        > Parágrafo : null
        >
        >

      • associaçao dos trabalhadores rurais do vale do rio guapore no estado de rondonia,vem mui.respeitosamente, e responsavelmente, SR.MARCOS RIZZATTI.as vezes nos Seres Humanos.pedimos algumas informaçoes,sobre.por exemplo.direitos,deveres,ou sobre politicas,o mesmo,sobre leis.entao assim como sou,uma pessoa,homilde,e tambem,em conjuntos,com os nossos lideres da (vale do rio guapore).estamos em nomes de milhares de associados,um pouquinho do seu,precioso tempo.para nos,lhes contar,quanta maldade,que existem,quando simplesmente,nos ,nao temos,uma informaçao precisa,entao sobre a sua opinioes,sobre o nosso Exercito Brasileiro,sendo um instituiçao das mais preparada do nosso paiz, desde quando,nos dizemos,sobre o Chefe do Executivo,em nossa democracia brasileira,ja mais a midia,tem que ficar sabendo,quando,PRINCIPALMENTE. se trata,de segredo de Estado,ENTAO NEM TUDO QUE LEMOS, EM JORNAIS DIZEM VERDADES,POIS NOS TAMBEM LEMOS QUE FOI SEM AUTORIZAÇAO DA EXCELENTISSIMA PRES,DILMA RUSSEFF.QUE FOI CONSEDIDO A PROTEÇAO DO EXERCITO BRASILEIRO.SOBRE AO EXCELENTISSISSIMO,MINISTRO DO STF.DR,JOAQUIM BARBOSA.POIS JA MAIS,OS SRS,CHEFES DO COMANDO DAS FORÇAS ARMADAS,ROMARIAM,JA MAIS ALGUMA DECISOES.SEM QUE A EXCELENTISSIMA,PRES,DILMA RUSSEFF,AUTORIZASSE.NOSSO MUITO OBRIGADO,AO SENHOR MARCOS,POR ESCREVER,ESSAS OPINIOES.POIS SOMOS GRATOS,POIS SENTIMOS ORGULHO DA NOSSA DEMOCRACIA,SENDO PROTEGIDA.POR AS NOSSAS FORÇAS ARMADAS.POIS SOMOS MUITO MAIS HONRADOS,QUANDO ENCONTRAMOS,SENHORES,E SENHORAS,COM AS SUAS MAOS AMIGAS,E MAOS FORTES,NOSSO MUITO OBRIGADO,E A TODOS DO BEM.UM FORTE ABRAÇO,DE HERMES CAVALHEIRO

  • Valerio Santiago

    Pensamento do PIG explicitado,e o pior é q eles nem escondem,eles acham certo: “Na vida como ela é, só têm controle verdadeiro sobre um órgão de imprensa OS SEUS PROPRIETARIOS ou, então, o departamento de censura. Todo o resto é pura tapeação”. ( “Jornali$ta” J.R. Guzzo-Revi$ta Veja de 24.09.2012).

  • Marcos Rizzatti

    Edu, olha só isso.. acabei de ler em outro blog:

    Brasil
    Exército decide dar proteção a Joaquim Barbosa e cria zona de conflito com Dilma Rousseff

    Azedou a relação entre o Palácio do Planalto e a cúpula do Exército brasileiro. Sem que a presidente Dilma Rousseff fosse consultada, o Exército destacou os melhores e mais preparados oficiais da inteligência para dar proteção diuturna ao ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do Mensalão do PT (Ação Penal 470).

    Ao criar o esquema que dá garantia de vida a Joaquim Barbosa, que tem ojeriza a esse tipo de situação, o Exército, que se valeu de militares cedidos à Agência Brasileira de Inteligência, acabou passando por cima da Presidência da República, do Ministério da Justiça e da cúpula da Polícia Federal, que por questões óbvias não foram consultados, mas a quem, por dever de ofício, caberia a decisão.

    Outros dois ministros do Supremo, Ricardo Lewandowski e José Antônio Dias Toffolli, reconhecidamente ligados ao Partido dos Trabalhadores e a alguns dos seus mais altos dirigentes, também contam com escolta, mas da Polícia Federal. O esquema criado para o ministro-relator não se limite à proteção física, mas inclui também monitoramento constante de ambientes e do sistema telefônico utilizado pelo magistrado.

    A proteção ao ministro Joaquim Barbosa foi uma decisão tomada pelo alto comando do Exército e pelo general José Elito, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Esse episódio, que tem como palco a necessária proteção a Joaquim Barbosa, deve aumentar a tensão entre Dilma e os militares, que ganhou reforço extra com a criação da Comissão da Verdade, que investigará apenas os crimes cometidos por agentes do Estado durante a ditadura, deixando de fora os protagonizados pelos terroristas que chegaram ao poder no vácuo de um discurso fácil, repetitivo e mentiroso.
    Killuminati

  • Helena Chagas,Paulo Bernardo,Gleisi Hoffmann,o numero de assessores de Dilma que parece trabalhar contra o governo estando no governo chega a ser assustador.Lembrando apenas que a chefe da secretaria de Comunicação Social,Helena Chagas,é filha do jornalista Carlos Chagas,um tucano de carteirinha.Lembrando tambem que Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann é o casal que apoia o ex tucano mas ainda assim tucano Gustavo Fruet para a prefeitura de Curitiba.Será que o governo Dilma,com esse trio de assessores,quer mesmo se defender de um possivel golpe?Em politica aceita-se tudo,até mesmo mentiras,trapaças de todos os niveis e rasteiras dos mais variados niveis,tendo em vista que é um jogo violento e sem muita etica.Mas em politica não se aceita ingenuidade e quem é ingenuo é posto para fora do jogo em dois simples movimentos.Ou o governo tem rabo preso ou é um governo covarde e portanto um governo fraco.Acredito que a segunda alternativa(governo fraco e covarde)seja a alternativa bem mais provavel.O que é de se lamentar,tendo em vista o nivel recorde de aprovação do atual governo.O governo não confia no apoio da população?

  • Nelson Menezes

    Parabéns a Presidenta Dilma,não tem medo dos gringos fala de igual para igual com o Obama, só que para retornar ao Brasil,tem que pedir licença para quem realmente manda neste país a meia duzia de familía da grande imprensa brasileira,é dificil dizer isso mas é o que eu e a maioria do povo que votou na Dilma está sentindo,ninguem duvidou ou duvida de sua coragem na luta contra a ditadura,no seu empenho em continuar as conquistas do ex Pres. Lula,mas também ninguem das esquerdas também entende o porque deste MEDO de usar-mos no minimo o que reza a constituição par nos defender-mos e não estar como gado adivinhando o fim tragico rumo ao matadouro.

  • PedroAurelioZabaleta

    Alguém sabe informar como é que se faz para assinar/apoiar o documento que ” intelectuais e acadêmicos estão preparando, que já conta com mais de 200 assinaturas, em defesa de um julgamento que respeite os réus e não ceda ao massacre promovido pelos meios de comunicação.”.
    Tá na blogosfera “suja”?
    Pelamordosmeusfilhinhos!
    Temos que recolher um milhão de assinaturas.
    Ô EduGuim, dá uma força aí!

  • Salvador LULA

    Senhor Sebastião.

    Petrobrás, Caixa Econômica, Banco do Brasil e tantos outros órgãos precisam
    de propaganda?
    Creio que NÃO.

  • Diego
  • Alex Catarino

    Imprimam essa entrada de blog!
    Quando, em 2014, a Presidente Dilma for reeleita no primeiro turno, temos que voltar aqui e rir dessa teoria da conspiração absurda e sem sentido. O “PIG” tem força, tem. O “PIG” tem minado iniciativas do Governo, tem. Mas o povo Brasileiro tem mais força.

    Se a economia Brasileira estiver crescendo e o povo enriquecendo com mais ou menos redistribuição de renda, não tem o PT perder o poder quando a alternativa está desorganizada.

    • Milton Maldonado Jr

      O problema não é a popularidade da Dilma, isso são favas contadas.

      Eles querem inventar algo para ela ficar “ficha suja” e não poder concorrer. E o mesmo será feito com o Lula.

      Por isso se diz que o próximo golpe será pelo judiciário. Quando Lula e Dilma provarem sua inocência lá pelos idos de 2044, se ainda estiverem vivos, já vai ser tarde…

      • A verdade é que enquanto as pessoas estiverem satisfeitas com a vida,trabalhando,pondo comida na mesa,fazendo faculdade,comprando carro,eletrodomesticos,viajando,a oposição pode continuar tentando que vai apenas continuar na tentativa,clamando no deserto,mesmo com todo o aparato midiatico.Enquanto a economia estiver bombando,empregos sendo criados,renda circulando,pessoas consumindo,ninguem vai dar atenção ao que o PIG e oposição inventam.E daqui ha algum tempo com a aprovação do governo Dilma beirando os cem por cento(apesar de muitos senões que se possa fazer ao governo)um golpe pode significar um tiro de canhão saindo pela culatra.A oposição parlamentar e a oposição midiatica são canalhas,mas não são loucas de embarcarem numa aventuras que pode acabar bem mal para tais oposições.

  • ARTHUR/WALTER

    DISSE AQUI, LOGO DEPOIS DA INVASÃO DA LÍBIA E VITORIA DOS MERCENÁRIOS/ASSASSINOS, PAGOS PELOS EUA E A UE (ELES MATARAM MAIS DE 40 MIL PESSOAS E EMPALARAM CERCA DE 600 CRIANÇAS) E QUE HOJE ESTÃO EM NÚMERO TRIPLO NA SÍRIA. EU DISSE, REPITO, QUE A PRÓXIMA VÍTIMA SERIA O BRASIL POR CAUSA DA RIQUEZA DO PRÉ-SAL E ETC. JÁ COMEÇOU COM A BANDNEWS TOCANDO O HINO NACIONAL DOS EUA TODA VEZ QUE VAI FALAR DAS ELEIÇÕES DOS EUA E A NOSSA MÍDIA PRESSIONANDO O STF PARA JULGAR O MENSALÃO ANTES DAS ELEIÇÕES DE PREFEITOS. PARA MIM, EDUARDO, A SAÍDA É FAZER PRESSÃO ATÉ COM ASSINATURAS PARA O CONGRESSO NACIONAL VOTAR A LEI DE IMPRENSA DOS EUA , PAÍS EXEMPLO DE DEMOCRACIA, PARA SER APLICADA NO BRASIL. AÍ EU QUERO VER A NOSSA MÍDIA VENDIDA DIZER QUE ELA É DITATORIAL E OUTRAS BABOSEIRAS MAIS … NOTA MIL PARA O TEXTO!!!

  • Maria Lucia

    Eduardo, faltou dizer quem será o candidato da direita.Joaquim Barbosa, o caçador dos “corruptos”!

  • ARTHUR/WALTER

    Aquele teste/ensaio do google em Mato Grosso, que não colou, era um aplicativo para ser usado nos grandes Estados brasileiros durante as eleições presidenciais. Todavia, como aparentemente não deu certo essa direita vendida (essa termo já eu ouvia nos meus quinze anos- logo eu que tenho 79) vai arrumar dezenas de maneiras de burlar a lei eleitoral, para evitar um segundo mandato da Dilma ou a eleição do Lula. Lembram-se dos movimentos recentes dos caminheiros (vi isso no Chile de Allende) e das associações de soldados e graduados das forças auxiliares (este com atos de pura indisciplina). É mais que evidente que o governador teve bastante culpa no resultado do movimento, por achar que estava muito bem nas pesquisas, podia tratar com desprezo e terror os líderes do movimento. Lembro-me, como exemplo, que o PT do RJ comandava o sindicato dos professores e fazia muita greve política sob a capa de aumento de salários, mas no governo Brizola, esses senhores não se deram bem, porque diziam que o governo tinha dinheiro para pagar o aumento e não queria pagar. Então Brizola mandava os líderes nomear uma comissão e a autorizava a vasculhar a secretaria de finanças e outras, para ver se tinha dinheiro mesmo para dar o aumento salarial. E a resposta era sempre que não tinha. Só mesmo parcelado. E eles ficavam muito mal diante dos seus companheiros, porque haviam mentido! ERA O QUE O SERGIO CABRAL DEVERIA TER FEITO E NÃO CHAMAR A TROPA DE CHOQUE DA PM PARA ENCURRALAR OS REVOLTOSOS NO QUARTEL CENTRAL DOS PRÓPRIOS BOMBEIROS, HUMILHANDO-OS PERANTE O MUNDO!!!

  • Cláudio

    Texto brilhante, que diz quase tudo do que pensamos: “Distribuição de renda? Ora, para dar a alguém há que tirar de alguém, por isso se diz distribuição, ou redistribuição. Desenhando: a quantidade de dinheiro que existe no país é uma só. Não dá para criar riqueza e dar só para quem tem pouco, tem que tirar de quem tem muito ou de quem tem mais ou menos e dar a quem não tem. É assim que funciona.

    O mais engraçado de tudo isso é que os que têm muito sempre acabam empurrando uma conta desse tipo para quem tem mais ou menos, ou seja, para a classe média, que, no entanto, adota o discurso daquele que lhe empurra a conta. E achando-se muito inteligente por isso…”

    E essa subserviencia de classe é o que sempre critiquei e critico em especial, inexplicável, idiotesca (idiota mais dantesca), absurda. Completamente cegos os classe média, especialmente os de São Paulo mas também desse capitolismo tupuniquim, coisa doutro mundo, terrível.

  • O EXERCITO TEM QUE TIRAR TODOS OS POLIICOS E FAZER NOVAS LEIS E ELEIÇÕES NO MAXIMO 06 ANOS NO PODER.POLITO ROBO 01 CENTAVO PENA E NUNCA MAIS SER CANDIDATO,
    SAUDE HORROR,COMBUSTIVEIS CAROS E PORCARIA,APOSENTADO DEFAZADO, SER PRESIDENTE POR UMA VES RECEBE DEPOIS O RESTO DA VIDA ISTO TEM QUE ACABAR ,CARGO POLITICOS NÃO PODE SER APOSENTADO POR TEMPO DE MANDATO E SIM SOBRE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO, LEIS E UM FRACASSO,POLICIAIS O SALARIO E UMA OFENÇA E DOS PROFESSORES TANBEM,LEIS SOBRE O MENOR,ENSINO PUBLICO E PORCARIA,PEDAGIOS NÃO PODERIA EXISTIR E MAIS AINDA OS MUNICIPAIS LULA ERA CONTRA OS PEDAGIOS DEPOIS IMPLANTOU NAS BR DO PAIS,NUMEROS DE POLITICOS TEM QUE REDUZIR 70%,MAFIA DOS CONBUSTIVEIS POSTOS GANHA MAIS DE 40& PORCENTO NOS COMBUSTIVEIS E SIM TABELAR A MARGEM DE LUCRO MAXIMO 20% DE LUCRO E AS DISTRIBUIDORAS 15% DE LUCRUCO SÓ ASSIM VAI ACABAR COM A MAFIA,ALTORIDAS NÃO PODE TER CARGOS POLITICOS,MAFIA DAS PLACAS DE VEICULOS,IMPOSTO ALTO,DROGA TEM QUE ACABAR.APOSENTADO COM UM SALARIO TEM QUE TER REMEDIO DE GRAÇA E ATENDIMENTO TODO HOSPITALAR GRATUIDO, SÓ FINALISAR DIZEM QUE A PREFEITURA DE SP E DONA DAS FUNERARIAS E NÃO TEM CONCORRECIA E COBRA O DOBRO DAS CIDADES VIZINHAS ,UM ABRADO A TODOS O BRASILEIROS.

  • A LEMBRANDO O TRABLADOR PAGA SOBRE O QUE GANHA ACIMA DE 1600,00 E UMA VERGONHA ISTO TEM QUE ACABAR, MAIS UMA VEIS UM ABRAÇO ATODOS E NÃO UM ABRACO.

  • Ronaldo

    No Brasil que estou vivendo. Vejo rios de dinheiro indo do meu imposto diretamente para as grandes mídias brasileiras a capa de uma revista de grande circulação traz caricaturas de personagens conhecidas se divertindo no carnaval após serem absolvidos, essa foi a maior mensagem subliminar que já na capa dessa revista porque os eleitores dos nossos atuais “presidentes” não compram essa revista só olham de longe na banca. Essa semana entrei num grande portal de notícias falavam sobre uma manifestação no Rio, só mostraram uma foto onde bombeiros e garis limpavam a jugeira deixada por manifestantes, não vi uma única foto da manifestação. Estão todos comprados e vão ajudar a reeleger mais um sangue suga. SE NAO PODEM ENCARAR ESSA REALIDADE NAO FUNGIM.

  • Ronaldo

    Apesar de textos bem escritos vejo pessoas ignorantes JB não pode se candidatar a nada nem partido tem. Eu não tenho TV em casa e por isso não tenho vendas, não valem nada são todos do mesmo balaio, todos os Partidos, não sei qual é a solução mais nosso modelo atual de política, mídia, saúde, educação, transporte e progresso sócio econômico não servem. Estou cansado de pagar tudo duas vezes, pago para o governo e para o privado, ou alguém aqui é totalmente atendido pelo serviço público do nosso pais ? Acho mesmo é que tem muita gente com medo de ver o poço secar.