O custo da popularidade de Dilma

Análise

O recuo anunciado do relator da CPI do Cachoeira, o petista Odair Cunha, no sentido de desistir dos indiciamentos do editor da revista Veja Policarpo Jr. e do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, tem significado forte. Resta, contudo, descobrir qual é.

O PT “amarelou”? Se sim, a pergunta que decorre é uma só: por quê? Medo, dirão. Mas medo de quê? O que a mídia poderia fazer a mais do que já está fazendo?

E a questão é a mídia, pois o PSDB, sem ela, não tem força alguma. Não tem militância para além de meia dúzia de bate-paus que escrevem cartinhas contra o PT a jornais e que passam o dia comentando em blogs simpatizantes do governo a fim de insultar blogueiros.

Bem, se a causa do anunciado recuo petista na CPI é a mídia, só pode ser dela que o PT supostamente tem medo. Só não se entende como ela poderia aumentar ainda mais os ataques ao partido, pois o dia só tem 24 horas…

Surge, então, a reflexão sobre por que o PT se empenha tão pouco em reagir aos ataques que sofre. E, aliás, sobre por que o partido do governo não usa as armas que tem como essa que a CPI lhe pôs no colo.

Qualquer investigação sobre o envolvimento de Policarpo Jr. com Cachoeira revelará muito mais do que a “mera relação entre repórter e fonte”. Fontes não escolhem onde o veículo do repórter deve publicar notícias e tampouco escolhem que notícias esse veículo irá publicar, e as escutas das conversas entre “Poli” e “Cachô” mostram exatamente isso.

Sem falar na declaração de ré do esquema, da mulher de Cachoeira, que disse a um juiz, em audiência oficial, que Policarpo era “empregado” do marido. E que ameaçou usar a revista em que o jornalista trabalha para difamar a autoridade que a interrogava.

Quanto ao procurador-geral da República, o caso é ainda mais grave. Não surgiu ainda uma explicação para o arquivamento das investigações contra Cachoeira e o acobertamento de Demóstenes Torres. No mínimo, deveria ser aberta uma investigação da Polícia Federal

Sobre Policarpo, Veja e Gurgel, portanto, espanta que o PT não se empenhe em usar armas como essas. Talvez esteja apenas atendendo ao Palácio do Planalto, mesmo que a contragosto. Afinal, Dilma nada em popularidade e não lhe interessa fazer marola.

Pela popularidade que a presidente tema perder, há, portanto, que quantificar seu preço. Enquanto o governo opta por apanhar sem reagir porque a surra não lhe reduz a popularidade, membros do partido desse governo – inclusive o mais importante, que o elegeu – vão sendo pisoteados pela mídia, alguns pagando altas penas de privação de liberdade…

Mas o governo segue forte. Dificilmente Dilma terá sua popularidade afetada por campanhas denuncistas. O povo vota com o bolso. Pelo menos até que a economia sofra algum revés. Então veremos o custo de o PT se deixar carimbar como inventor da corrupção no Brasil.

266 comments

  • Tinha que reagir! será que eles não sabem que tem um golpe em curso? será que eles acreditam que isso vai ficar nessa onda de dunincismo barato, nessa criação de factóides?

  • Popularidade não se negocia, se conquista. Estou triste e decepcionado já pendurando a chuteira é muita paulada e frustração é uma pena! Vlew Blogueiros e Twiteiros!

  • O medo do PT é um círculo vicioso. Existe apenas 1% de descontentes com os governos Lula – Dilma, tem-se dito, mas esse grupo é muito barulhento, tem poder e está defendendo seus privilégios. São as pessoas com quem uma parcela de nós convive, por isso digo que tem que ser NInja para militar no PT, não se tem direção nenhuma, não se ve as lideranças apontando caminhos, etc. Agora estão sendo marcados atos públicos, essa é minha esperança.

  • Edu:
    Fora do assunto. Tenho uma grande amiga que é também minha afilhada de casamento. Nos damos muito bem mas só quebramos o pau quando falamos de política, porque ela só não se chega para a direita porque é uma pessimista de carteirinha e simplesmente desacredita na política e tenta se “proteger” considerando-se “apolítica”. O caso é que ela me afirmou categoricamente que o Lula seria um dos homens mais ricos do mundo, com 2 bilhões de dólares, segundo a Forbes. Fiquei encafifado, porque não tinha vista essa notícia em lugar nenhum. Fui pesquisar e na internet só um site, e-farsas.com, apareceu desmascarando essa injúria, mas não me recordo de ter visto absolutamente nada na blogosfera a respeito. Você chegou a ver isso: O site está aqui: http://www.e-farsas.com/a-fortuna-de-lula-de-acordo-com-a-forbes.html.

    Que lixo!

    • Já recebi não sei quantos e.mails com essa pérola.
      E eu sempre vou na lista, na Wikipedia, copio e colo a verdadeira lista como resposta.
      Mas, não acho que adiante não.
      Eles são assim e vão continuar.

      Agora tem um novo assinado por um “advogado” com OAB de São Paulo.

      Só pelo jeito de citar o número do registro eu sabia que era falso.
      Entrei na consulta da OAB-SP e tive a informação que não existe esse número.
      Retornei para meus dois amigos e disse a eles que aquilo não era verdadeiro e adverti quanto a responsabilidade de disseminarem um e.mail que faz acusações de baixo calão a um ministro do Supremo.

      Mas, daqui a uns 30 dias o e.mail deverá voltar de novo e de novo e de novo.

      Existiu um bispo aqui – Dom Nivaldo Monte – que dizia que “toda palavra é uma semente” e nessa.esperança que eu continuo.

    • Carlos Lacerda, o “Corvo” dizia que JK era a sétima fortuna do mundo!! Juscelino deixou como patrimônio uma fazendola em Luziânia-GO, um Opala 75 e morreu pedindo dinheiro emprestado ao Adolfo Bloch.

  • Isso tudo é muito complicado. Para continuar as mudanças no país, precisamos do Congresso. Não temos o Congresso que gostaríamos, porque as pessoas ainda não perceberam, que na maioria das vezes o Planalto necessita do Congresso, que se diz aliado, mas na real, não é. Assim, vamos vivendo numa roda…..
    Urgente, mais do que tudo seria uma Reforma Política e Eleitoral no Brasil. A proposta que o PT apresenta seria ideal e moderna. Mas, vejam, até hoje, mesmo com maioria não conseguimos……

    Quando tivermos um Congresso comprometido com o povo brasileiro, aí sim nunca mais teremos que deixar de ser reféns da tal “governabilidade”.

    • Concordo com você. Cobram muito SÓ do PT e se esquecem que o PT, como nenhum partido, governa sozinho!
      De que adianta o PT levar à sério o que a CPMI demonstrou “de fato” o envolvimento do policarpo e a omissão do PGR se a base aliada, inclusive, “discorda” das denúncias?

  • sim, o PT amadureceu, ou seja, amarelou, e faz tempo

    ..SIM, pra mim os caras tem, dum lado, medo de perder a boquinha, e doutro, tudo indica, ainda mais pela qualidade de seu SEGUNDO escalão rotineiramente pego com a bund? suja, medo de que mais coisas apareçam.

    ..melhor pingar do que faltar, devem pensar ..e afinal, refletem, que opções o povão tem ?

    Ademais, desculpe, ademais meu caro, você SEQUER sabe se o que já se descobriu e VAZOU, foi toda a verdade, ou se os piguentos guardam o melhor do cardápio pra dar-lhes ainda mais vantagem.

    Da minha parte eu aposto um pouquinho em tudo o que eu disse acima, menos na existência e/ou vitória dos melhores de nossos princípios e ideologia, ainda mais se admito que é conveniente pra uma dita-democracia – pra todos os “atores” – que se existam ao mesmo DOIS partidos palhaços pra poderem dar conta do espetáculo circense, ups, melhor dizendo, desta nossa democracia assimétrica e INCONSEQUENTE.

  • Se for esse o caso, de algo vindo do Planalto, estará o PT sempre sujeito a estas “arbitrariedades” ?
    Se for esse o caso, não seria uma avaliação imediatista por parte do Planalto ?
    A presidenta Dilma um dia sai, e quando sair, o que haverá sobrado do PT ?
    O PT foi como em alguns outros casos, COVARDE!
    É difícil suportar todos os dias o massacre da imprensa sobre qualquer coisa que chegue a 1km do PT e quando deve ser feita a coisa certa, e digo até republicana, o partido e a base se acovardam.
    Todos os blogs ditos progressistas, que apoiam (muito embora o critiquem pela esquerda) o Governo e/ou o PT, deveriam dar um sinal claro de insatisfação, de que tanto o relator quanto seus pares no Congresso não estão merecendo o voto dado pelo povo.
    Sugiro uma “logomarca” com sinal de LUTO. Talvez até uma estrela do PT só que preta.
    Há momentos em que a atitude interessa mais, do que a busca por razões. Sempre se encontrarão motivos de A ou B para a COVARDIA.
    Eu quero motivos para a CORAGEM.

    Att
    Nicolás

  • Edu, acho que a Pres. Dilma deveria partir prá cima da velha mídia que substitui a oposição enfraquecida ( como disse DNa Judith Brito da associação dos jornais), exatamente aproveitando sua alta popularidade pois teria apoio da população. Com muito menos apoio a Pres. da Argentina está mostrando como tratar a mídia delá.

  • Eu simplesmente não consigo mais ler essas coisas, simplesmente porque estragam meu dia! Fica uma revolta contida dentro da gente, uma sensação de impotência contra essas forças que insistem no golpismo barato e o PT e o governo, que são atacados e deveriam dar uma resposta à altura a cada pedrada, se fingem de mortos ou “amarelam”. Não é possível que não haja uma única pessoa corajosa no governo e no PT disposta a peitar a mídia? Edu, aonde vamos chegar com isso? Infelizmente, eu desconfio que sei a resposta…

  • Por pura sorte para o PT, o povo brasileiro, de forma consciente ou nem tanto consciente assim, sabe que os principais políticos corruptos são os que mais bradam nas acusações e denúncias, os que sempre se beneficiaram ao longo dos anos, durante e após a ditadura do século passado. As ligações antigas e ocultas de velhas raposas políticas, os seus liames e conexões com os que são indicados para o exercício de algum poder republicano, nas três esferas administrativas ou no âmbito dos três poderes constitucionais são por demais expressivas para passarem ao largo. É só prestar atenção que os seus brados e odores extravasam o normal cotidiano de uma sociedade.

  • Lula vira a estrela na festa da Pirelli com Sophia Loren.
    Ai está meu caro Eduardo, o motivo de tanto ódio do PIG contra o Lula. Voltou da India com um premio que qualquer ser humano gostaria de receber e agora vira estrela na festa da Pirelli
    . Agora pergunto: Aonde anda o festejado pelo PIG, o grande FHC.
    Apesar de tudo isso o Partido dos Trabalhadores cuja grande figura é o Lula e sem o Grande Lula este partido jamais chegaria aonde chegou, agora borra nas calças com medo do PIG.
    Bando de Covardes é o que são.

  • O problema é se a grande mídia conseguir condenar Lula e Dilma através do domínio do fato tupiniquim. Então é bom Dilma e o PT abrirem os olhos.

  • A equação não fecha.

    1) O governo opta por apanhar sem reagir porque a surra não lhe reduz a popularidade.

    2) Mas o governo não reage aos ataques com medo de perder a popularidade.

    Que lógica maluca é essa?

    • O governo acha que se reagir aumentará o barulho e irá se expor, podendo perder popularidade com o acirramento dos ânimos. Não tem nada de maluca nessa lógica. Ou melhor, tem. Acho uma tese burra, porque quem cala consente. Estou descrevendo a paisagem que vejo na janela. Não tenho culpa se a paisagem não é bonita. Digo o que vejo

  • Acham que vai acontecer algum milagre ou algo assim,enquanto a Europa e EUA vivem dias de incerteza econômica ,aqui a midia ataca sem dó as politicas anticiclicas do governo para que a recessão mundial não chegue pra cá,não querem que o custo da energia eletrica caia ,querem o aumento nos preços dos combustiveis na esperança que haja um gatilho inflacionário,alem de fomentarem a desestabilidade dos partidos da base aliada do governo,não bastasse tudo isso o ministro Cardozo tem se revelado um ministro inabil ,sempre sendo surpreendido pelos fatos,enfim o governo Dilma é fraco politicamente e a midia trabalha incessantemente para que seu principal conselheiro politico afaste-se dela por conveniência das circunstancias.

  • Edú, acho que seu post de ontem foi muito claro e o partido não quer fazer este enfrentamento por não ter o apoio necessário, me admira o Rui Falcão lançar um vídeo em que denuncia os meios de comunicações, mas na base do próprio PT de São Paulo não encontra a sustentação necessária para indiciar personagens que nitidamente cometeram crimes graves. Quanto ao discurso repetitivo da oposição que não se pode indiciar quem não depôs, é a maior balela, por que Cavendish foi a CPMI e não depôs e no entanto sai como indiciado. Eu como mineiro gostaria de citar Guimarães Rosa “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa,
    sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.”

  • O que me parece é que o PT optou pelo desprezo. Não existe nada pior do que isso. A imprensa e os partidos de direita estão sendo desmentidos quase que instantaneamente. No caso do 123 telefonemas que a Rosimary teria feito pro Lula, a mentira não durou um dia quando a procuradora disse que não sabia de onde havia sido tirado aquilo. Sobre o Dirceu, o delegado desmentiu categoricamente.
    Estão como cachorro que corre atrás de carro. Só latem.

  • O motivo para retirar veja e Gurgel? O congresso e o Senado são compostos por vários partidos. O PT é um dêles. PMDB, PDT, PSB, PSD, PTB, dem, psdb e pps são contrários. É errado dizer que o PT amarelou, tem medo. Para se aprovar qualquer coisa é necessário ter maioria, é da democracia. Não adianta eu querer. Ou se constroi uma maioria ou se põe o bloco nas ruas. Como ninguem quer sair às ruas, é mais facil responsabilizar alguem.

    • Bingo!!!

      Existe gente de dentro do PT e dos partidos aliados que não quer essa CPI, principalmente o pessoal do PMDB. Ou vocês se esquecem da reunião do pessoal da Abril com o Michel Temer e Miro Teixeira, logo que a coisa começou a esquentar?

      E não tem jeito, se colocar a matéria em votação pelo Congresso incluindo Veja e Gurgel, não vai ser aprovada. Lembrem-se que grande parte dos deputados também são donos de empresas de mídia, mesmo que regionais, e eles temem os possíveis desdobramentos (condenações, jurisprudência, etc) que podem decorrer dessa CPI.

      Infelizmente, isso era esperado. Eles estão preocupados com seus próprios bolsos, o resto que se dane.

  • É, mas eu assisti ao BRILHANTE discurso de FERNANDO COLLOR DE MELLO, o oposto à pusilaminidade recorrente petista, e fiquei muito admirada com sua postura determinada, poder de análise e síntese; enfim, tudo que os ministros do STF tanto se esforçam em fazer, em seus discursos, que não passam de verborragia barata, Collor conseguiu brilhantemente. Seu discurso pôs os ministros do STF nos seus devidos lugares. Caracterizou o PRG Gurgel como “Pesado Entulho” a ser removido, destrinchando seu modus operandi, inclusive, na SP 470, e toda ação da midia no entorno como ação de criminosos: deu nome aos bois de maneira correta, precisa.

    Fez tudo que tanto gostaríamos, e esperávamos, ver de um petista. Repensei, e confirmei minha convicção de que ESSA BRIGA É PARA CACHORRO GRANDE. Vou acompanhar melhor toda ação de Collor, porque desconfio que o caçador de marajás, que mal teve tempo de exibir-se nesse esporte, é o que pode ser mais apto a praticar o nobre esporte de caça a raposa, ou, localmente, caça ao TUCANO, ave altamente predatória até de humanos, que está depredando nossas terras, que assola todo sistema ecológico por onde passa, e que, embora em extinção, resiste, aperfeiçoando cada vez mais seus métodos destrutivos, com apoio de outros o mesmo ecossistema. E extinção da ave e seus apoios exige um especialista no ecossistema.

    Neste episódio, foi interessante também a participação do senador Roberto Requião que, prontamente respondeu aos fatos escabrosos, cuidando de providenciar uma limitação temporária na permanência dos membros do STF nos postos.

    Enfim, já não é mais incondicional meu voto no PT, como tem sido há 32 anos. O compromisso está rompido. Votarei no que se mostrar mais apto e confiável em livrar o Brasil dos predadores. Por enquanto, se habilitaram Collor e Requião. .

  • A questão é matemática, faltam votos para aprovar o relatório, como faltou para convocar o caneta e o prevaricador, pela razão que o PMDB não vota junto, pois teme as consequências de aprofundarem a CPI e pegar governadores seus, em caixa dois com a Delta, por isso acordou com a mídia (Globo/Veja) não convocar jornalistas e patrões em troca de não insistirem com Sergio Cabral ser envolvido na CPI.

    Se o PT radicalizasse e insistisse, o PMDB não acompanharia, ficaria exposto e nessa situação provavelmente a coligação trincaria, o que o governo não deseja.

    A questão crítica que fica, é que ao PT sempre restam o ossos, tanto quando está envolvido, tanto quando não está, como nesse caso da CPI do Cachoeira.

    Segurou a barra do Sarney e do Renam, sacrificando seu prestígio e colocando-se sob fogo cerrado interno e externo, quando nada tinha a ver com o peixe.

    Mas nenhum dos aliados esforçou-se para ajudá-lo a segurar a barra do Dirceu, Genoíno, João Paulo e Delúbio, quando haviam petistas envolvidos e o PT precisava de ajuda. Terminaram condenados e uns podem terminar inclusive presos.

    Em 2014 a campanha deve ser planejada solicitando aos eleitores a maioria de deputados e senadores para governar de fato e de direito.

  • Prezado Edu:
    Sou leitor assiduo do seu blog e um admirador da sua luta. Mas estou impressionado com o seu conformismo dos ultimos post. Foi para isso que voce criou o movimento dos sem midias??? Voce esta sempre buscando as justificativas do governo para aceitar essa situção e parece me que aceitando as razões do governo para eesa posição pusilamine. A blogosfera progressista pro governo parece só agir para responder as baixarias da direita em período eleitoral. ´Realmente é um quadro desolador para aqueles que lutam por uma mídia mais democrática em nosso país.
    Atenciosamnet
    Pyerre Dias da Costa

    • Pyerre, se eu aceitasse não criaria o movimento, não faria representações e atos públicos. Estou apenas descrevendo a paisagem que enxergo. Daí a dizer que pretendo deixar de fazer o que tenho feito, vai uma distância enorme.

    • Edu está sendo realista. A verdade é que a militância sozinha não vai resolver nada, já que os lideres se acovardam. Essa mudança no relatório da CPI foi o cumúlo. E ai eu pergunto: o PT aceitar mudar o relatório por medo da midia é culpa da militancia ou da blogosfera
      /

  • Edu,

    Fontes que me disseram que Gurgel tem processos na mão que pode incriminar outros petistas, embora não existam provas. Entretanto, sabemos que para a Veja provas não são necessárias provas. Na arte de fabricar escândalos ela é sagaz, além de ser uma aliada de Gurgel nessa história. Não sei se este foi o motivo, mas não deve-se ter um pé atrás com quem tem a “caneta nas mãos”…

    Aliás, Gurgel cada vez mais se coloca como o “único homem a decidir tudo” na PGR, aparelhando os órgãos com seus “obedientes amigos”. Collor já o denunciou ( e eu espero que continue firme denunciando-o) apesar de não parecer estar dando em nada.

  • Endosso as palavras de todos, mas olha gente, tem horas que chego a pensar que o PT tem culpa no cartório. Não é possível não reage, alguma coisa tem. Tá difícil e não dá mais vontade em acessar a internet e os blogs para ver os noticiários, quase todos os dias é o mesmo blábláblá contra o Lula, PT , Dilma e corrupção. Será que alguém do planalto poderia nos esclarecer .

  • Complicado mesmo é ver e tentar entender como a política funciona. O governo Dilma é silencioso e obriga seu partido a ser discreto.Mas o que é aparência não corresponde à verdade. É preciso coragem para não reagir compulsivamente a cada ataque (sou pavio curto, sei bem o que é isso). Vamos relembrar que são 10 anos de ataques ininterruptos! Loucos, destemperados ataques, seguidos de entrevistas com as mesmas caras da triste e ineficiente oposição política que pedem sempre a mesma coisa: a cabeça do Lula. Também já clamei por passeatas e manifestos diante de tanta barbaridade. Mas vamos combinar, as últimas passeatas políticas de verdade foram as da Diretas Já! (não confundir com comícios em épocas de eleição).
    Essa passeata dos 200 mil pelos royaties no Rio de Janeiro alardeada pela imprensa não vale.Quer dizer, vale apenas para os interesses políticos e econômicos pontuais de algumas classes. Não foi espontânea simplesmente, foi uma festa com direitos a transportes, lanchinhos e showmício com muito dinheiro investido. Não bate nem nunca vai bater uma outra passeata famosa – a dos 100 mil, esta sim, lutava por direitos e garantias individuais e coletivas em plena ditadura militar.

    • Do que adianta passeata se os representantes do PT são covardes? Vc acha mesmo que passeatas adiantarão alguma coisa, se na hora de fazer a diretalha pagar pelos crimes que fez, vem um Odair Cunha da vida e fica com medo? Enquanto tivermos esse pessoal representando o PT ficaremos nessa…

  • Das duas uma: o PT vai sair do poder federal ou pelo golpe sempre tentado pela direita ou pelo descrédito dos seus eleitores. Em ambos os casos a culpa é do medo que o aprisiona cada vez mais e o paralisa cada vez mais. Infelizmente.

  • O Lula governou 8 anos cagando e andando para as manchetes, perdeu alguns anéis mas salvou o Brasil. A Dilma vai governar durante 8 anos, deve perder alguns anéis mas vai entregar novamente ao Lula mais 8 anos de governo. Os anéis, nenhum ficou mal. Todos estão bem de vida. Quanto ao Zé Dirceu ninguém acredita que irá preso, e se for, será igual ao Mandela, vai sair e se candidatar a presidência. Já tem meu voto, por tudo que fez para junto com o Lula tirar milhões da miséria. Este três, sõ pessoas que querem e sabem como governar o país e não apenas o entregar aos americanos como queria o PSDB.

  • Olha Eduardo, a covardia do PT em não apoiar o relatorio, para mim foi o atestado cabal e definitivo que tem muita gente no PT de rabo preso. Para mim chega, aqui na minha cidade ja perdi amigos, dinheiro e saude na minha luta e eu só pediria um pouquinho de dignidade a este partido que tanto fez pelo país. Infelizmente nada, absolutamente nada justifica esta covardia do PT. O Frei Beto, não aguentou quando viu que a turma foi picada pela mosca azul e este é o “X” da questão. De tanta sede em manter o poder vão perde-lo e serão responsaveis pelo retorno da dIreita e a consequente destruição do país. A história, infelizmente vai punir este bando de canalhas burros. Este é o ultimo comentario que faço sobre este partido em que tanto acreditei e lutei. Um grande abraço Eduardo, acho que o PT não merece mais a sua defesa, vamos lutar pelo país. Estou triste e deprimido, triste fim ter que admirar o Collor!!!!

    • J Marcos, me desculpe, mas sua conversa com o E Guimarães está aqui exposta, não me contive. É que você citou Frei Beto. Ele fez essas criticas, mas também nos deve uma explicação, afinal JB foi indicação dele a Lula

      • Cara Nilcemar, realmente o Beto fez a indicação do JB, mais ele nunca teve relacioanmento pessoal com o JB, ele cometeu o engano que todos nos, que conheciamos a bela historia do JB, cometemos. Não podemos culpar o Beto pelo fato do JB ter se vendido a gloria efemera dos holofotes.

    • Falou e disse. Estas mudanças no PT não são de hoje. Pude percebê-las quando participei de um congresso nacional do partido em BH, acho que em 1998. Em 2002 encheram a maquina federal com “novos petistas” em detrimento dos históricos. Deu no que está dando.

  • Com uma base política espraiada por quase todos partidos (menos PSDB, DEM e PPS) fica fácil para a Dilma não dar muita bola para outra coisa a não ser governar o país. Enquanto o Brasil tiver em alta é igual a time de futebol, não se mexe quando está ganhando.

  • Primeiro sobre a Presidenta Dilma. Existem centenas de boas notícias durante o ano que são sistemáticamente boicotadas pela velha mídia (ou PiG, ou imprensa marron), mas já que a Presidência da República pode requisitar horários em rede de tv e rádio, porque a Presidenta não fala mensalmente à nação, por poucos minutos, só para dar um balanço das boas notícias que a população que lê o PiG não fica sabendo? Com a palavra a Secretaria de Comunicação da Presidência.

    Sobre o show de covardia e omissão que os homens públicos da base de sustentação do governo dão diariamente, eles pensam que vão se reeleger assim?

  • O dep Odair Cunha será mais um que não sera reeleito.
    Melhor ele começar a procurar emprego. E o PT parece mulher de malandro – gosta de apanhar e fica quieto.
    Darvin.

  • Sr. Eduardo, nenhuma decepção com o PT, já não espero muita coisa do partido; tenho 45 anos e sou petista desde o tempo em que isso era tratado com jocosidade, do tempo da barraquinha em frente ao Mappim; o atual governo tem que rezar todo dia para o emprego se manter em niveis elevados e a inflação (que já come os nossos salarios vorazmente) reflua, senão, a mesma popularidade que a Dilma conseguiu se desmanchará rapidamente, a atual imagem do PT e seus membros é péssima, o mensalão já se impregnou no ideario da população (é o que escuto por aí todos os dias), o que salvou o PT até agora foi a figura do Lula; segundo o relator o esquema cachoeira movimentou 84 bi, isso talvez explique muita coisa, não é qualquer troquinho de 50 mil, é esquema de gente grande; gente grande que quer o PT bem longe da caneta e das chaves do planalto.

  • Pragmatismo não significa covardia, embora em alguns momentos a estratégia política exija recuos para alcançar objetivos. Mas o que assistimos há um bom tempo é um PT covarde, massacrado diariamente pela mídia e opositores no legislativo e judiciário. Infelizmente, Lula, um exímio estrategista, tem uma percepção errada deste processo de desgaste do PT. Ele e Dilma acham que as vitórias eleitorais demonstram o acerto desta estratégia de não enfrentamento à mídia – maior partido de oposição no país – bastando focar no sucesso econômico. De fato, apesar do PIB fraco, a distribuição da riqueza nacional ajuda na avaliação do atual governo e de Lula, mas estão errados, pois a desilusão é cada vez maior nos eleitores tradicionais da esquerda nacional e temo o afastamento definitivo deste eleitorado do PT.

  • …”O PT “amarelou”? Se sim, a pergunta que decorre é uma só: por quê? Medo, dirão. Mas medo de quê? O que a mídia poderia fazer a mais do que já está fazendo?”… Eu retiraria o “se” e afirmaria o “SIM”; O PT amarelou, SIM; E o motivo de minha ENORME indignação, reside justamente por não encontrar uma resposta justificável à sua própria indagação “medo de quê?”, senão no que tenho plena convicção de que seja o VERDADEIRO motivo de tão vergonhoso “recuo”: Síndrome do Cagaço, causada pelo vírus do RABO-PRESO…

  • Quiça, Collor, o senador, encontre um caminho de levar Gurgel a justiça , julgamento, indiciamento etc….Ficamos a ver navios no Saara. Odair se acovardou mesmo. Entrou para a história. Que falta faz um Genoíno, Um Dirceu nessa bancada de burocratas.A manchete: “PT livra Gurgel que condena o PT”

  • Reforma política, do jeito que tá não pode continuar. O PMDB é o grande aliado só que é mais sujo que pau de galinheiro. Quem está emperrando a CPMI é o PMDB. Vamos detonar esse partido de aluguel caro e de mercadoria estragada.

    Leiam a matéria:

    Henrique Alves e o preço da blindagem
    Meses atrás, um leitor do blog me disse ao telefone que a Veja chantagiara Henrique Alves. Na verdade, propusera um acordo.
    O teor do acordo: Henrique moveria o que pudesse para proteger Policarpo Júnior na CPI do Cachoeira. Em troca a Veja pouparia Henrique da publicação de uma notícia do passado do deputado. Este passado aqui. Parece que Henrique topou o acordo, como demonstra agora ao defender Policarpo Júnior.
    Releia meu post de agosto:
    O ético e limpo líder do PMDB na Câmara Federal, Henrique Alves, tem uma não explicada participação no esquema denunciada pela Operação Assepsia.
    Há quem acredite em Henrique.
    Será que já leu esta bem documentada matéria da IstoÉ de 20 de maio de 2002, que valeu a Alves o lugar de vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB) a presidência da República? É bom lembrar disso tudo.

    Na última semana, o presidente do PSDB, deputado José Aníbal (SP), recebeu uma carta da ex-mulher do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Mônica Infante de Azambuja Alves, garantindo que o vice indicado pelo PMDB para o candidato do PSDB, senador José Serra (SP), não tem pecados a esconder. Nas reuniões políticas, o próprio Henrique Eduardo, conhecido no Rio Grande do Norte como Henriquinho, garantiu a tucanos e a peemedebistas que seu passado é imune a dossiês. Com essas garantias, PSDB e PMDB decidiram que o deputado potiguar será o vice de Serra. “O nome será o deputado Henrique Eduardo Alves e queremos anunciar esta semana”, diz o presidente do PMDB, Michel Temer (SP). “O Henrique está mais forte
    do que nunca”, afirma o líder no Senado, Renan Calheiros (AL). “Não
    tem mais outro nome para discutir, é o de Henrique Alves e acabou”, confirma o presidente tucano, José Aníbal. Documentos obtidos por ISTOÉ desmentem o ex-casal. O processo de separação litigiosa de Mônica e Henrique Eduardo Alves, que corre na Justiça de Brasília
    desde outubro de 2000, está recheado de provas mostrando que o deputado declara rendimentos de classe média, mas tem hábitos e movimentação bancária de milionário.
    Na briga por uma fatia maior na partilha de bens, a ex-mulher de Alves entregou aos advogados uma coleção explosiva de extratos bancários, contas telefônicas, comprovantes de despesas de cartão de crédito e bilhetes. O material revela que o deputado tem uma dinheirama invejável em, no mínimo, três paraísos fiscais: Nassau, nas Bahamas; Ilhas Jersey, no canal da Mancha; e Genebra, na Suíça. A movimentação é coordenada pelo banco suíço Union Bancaire Privée (UBP), uma instituição financeira com clientela internacional refinada, atendida através de agências espalhadas por vários paraísos fiscais. Além disso, Henrique Alves tem ainda uma conta no Lloyds Bank, em Miami. Nada disso consta nas últimas quatro declarações de renda do deputado. Desde 1997, Henrique Eduardo Alves declara ter rendimentos anuais médios de R$ 240 mil brutos, ou seja, singelos R$ 20 mil mensais. Considerados os descontos de praxe, sobram R$ 5 mil da Câmara dos Deputados e R$ 10 mil por conta da participação societária no grupo de comunicação do clã Alves no Rio Grande do Norte, que controla emissoras de rádio, a repetidora local da Rede Globo e jornais impressos.
    A vida moderada que o vice de Serra diz ter é incompatível com, por exemplo, a impressionante movimentação financeira da conta numerada (245 3333 HM) no UBP de Jersey, usada pelo deputado para quitar as gordas despesas de seu cartão de crédito American Express emitido no Exterior e sem limite de gasto. Apenas em 1996, o entra-e-sai do dinheiro na conta soma quase US$ 500 mil. Pelas declarações de Mônica Alves, trata-se de uma pequena amostra do patrimônio extra-oficial do ex-marido. Ela afirmou aos advogados que o deputado omitiu do Fisco “diversas contas correntes bancárias existentes no Exterior que possuem saldo superior a US$ 15 milhões”. A ex-mulher declara ainda que Henrique Alves também usa laranjas para encobrir o patrimônio. Os advogados de Mônica cravam que o deputado “deixou de incluir diversos bens imóveis do casal, bem como várias empresas”, e comprou “vasto patrimônio em nome de terceiros, entre eles, a amante de seu pai, o pai de sua secretária e seu irmão”.
    Bilhetinhos – Mas não foi apenas aos advogados que Mônica Alves deu detalhes sobre a fortuna clandestina do ex-marido. Também revelou a existência dos US$ 15 milhões a amigas próximas, como Ruth Hélcias, sua testemunha no processo de separação e esposa de Anchieta Hélcias, um conhecido lobista de Brasília filiado ao PFL. Para a mulher do presidente dos liberais, Dulcinha Bornhausen, a ex de Henrique Alves disse mais: “Vou contar tudo.” Mas, até agora, ela não abriu o bico. Procurada insistentemente por ISTOÉ, Mônica não quis falar sobre o caso. O silêncio da ex do deputado encontra explicação nas idas e vindas em torno da separação. Alarmado com o poder destrutivo do papelório garimpado por Mônica, Henriquinho procurou-a para propor um acordo em outubro do ano passado. O deputado ofereceu uma pensão de R$ 10 mil mensais, mais R$ 1,4 milhão em ações do império de comunicação da família a título de indenização. O problema é que o chefão do clã, Aluízio Alves, ministro do governo Sarney, não topou. Há pouco mais de um mês, antevendo a chance de ser escolhido vice, o deputado sinalizou com um novo acerto e conseguiu a discrição da ex-mulher.
    O problema é a papelada que ela custodiou aos advogados. Em um bilhetinho manuscrito enviado por fax ao UBP de Genebra em 21 de março de 1995, o deputado pede a remessa dos cartões de crédito da família para Paris e autoriza a aplicação de US$ 420 mil por seis meses. Uma conta telefônica de Henrique Alves, de janeiro do mesmo ano, mostra que a gestão do dinheiro demandava uma frenética confabulação com o banco suíço. Foram 38 chamadas em apenas uma semana, 20 delas concentradas em apenas um único dia, 11 de janeiro de 1995. Como as ligações partiram do número do apartamento funcional da Câmara que Henrique Eduardo Alves ocupa em Brasília, foram todas pagas, naturalmente, pelo contribuinte. Meses antes da separação, que ocorreu no final de 1998, Mônica ainda conseguiu reunir mais documentos sobre estripulias financeiras de Henriquinho no Exterior naquele ano. Em uma correspondência ao Lloyds Bank de Miami, o vice de Serra pede o resgate de US$ 42 mil que mantinha em uma aplicação financeira internacional. Em outra carta, pede a transferência de US$ 28 mil para a conta de um outro brasileiro no Nations Bank da Florida. Em um terceiro documento, autoriza o pagamento de uma conta de US$ 13 mil.
    Os advogados do deputado negam os milhões no Exterior e atribuem as acusações a uma ex-mulher perdulária. Porém, as despesas nababescas dos cartões de crédito pessoais de Henrique Alves parecem confirmar as declarações
    de Mônica. Em 1996, os extratos do
    cartão American Express ligado à conta
    do paraíso fiscal das Ilhas Jersey
    somavam US$ 260 mil em faturas. Em
    abril daquele ano, por exemplo, as despesas chegaram a US$ 65 mil. Neste mesmo ano, o casal atravessou uma crise
    e chegou a se separar. “Não é possível
    que alguém ganhando R$ 15 mil por mês realize as inúmeras e volumosas despesas
    a que está acostumado. Veja-se a movimentação feita a partir dos EUA em paraísos fiscais como Nassau e Jersey”, acusam os advogados de Mônica nas suas petições.
    Os dados reunidos por Mônica na brigalhada judicial são tão eloquentes que ela acabou conseguindo a quebra dos sigilos bancário, fiscal e de três cartões de crédito emitidos no Brasil em nome do ex-marido.
    Apenas um deles mostra uma gastança espantosa. Henrique Alves e
    sua família gastaram com hotéis, passagens, restaurantes e lojas sofisticadas de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro o total de R$ 137 mil entre janeiro e setembro do ano passado, nada menos que 83% de
    tudo o que o deputado ganhou oficialmente no mesmo período,
    incluídos aí os lucros das empresas da família e dos pagamentos extras
    do Congresso Nacional. Só em abril de 2001, ele chegou a pagar
    R$ 41 mil na fatura. Coincidentemente, as contas mensais do cartão
    de crédito de Henrique Alves declinam à medida que o processo de separação começa a esquentar na Justiça.
    Mal de família – Na disputa por uma pensão mais gorda, Mônica Alves alega ter despesas mensais de R$ 17 mil, impossíveis de cobrir com o salário de R$ 3,4 mil que recebe pelo cargo de secretária parlamentar no gabinete do deputado e amigo de Henrique Eduardo Alves, Leur Lomanto (PMDB-BA). A própria Mônica confessa que nem aparece por lá. É “funcionária fantasma” em um emprego arranjado pelo ex-marido só para complementar seus rendimentos. Relações promíscuas com o Estado parecem ser uma marca do clã Alves. O tio do deputado Henrique Eduardo Alves, o governador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), enfrenta uma série de denúncias de irregularidades envolvendo seu cunhado Marcos Nelson Santos. Santos foi acusado de tráfico de influência e de montar empresas fantasmas para direcionar e superfaturar licitações no Estado. Há meses, o Ministério Público local tenta interrogar o cunhado do governador e não consegue. Na última tentativa, o Superior Tribunal de Justiça adiou o depoimento. Quem acusou Santos foi o empresário Luis Henrique Gusson, preso
    sob a acusação de assassinato.
    A metralhadora de Gusson também atingiu um outro cunhado, só que do pai de Henrique Eduardo Alves, Aluízio Alves. Ele denunciou direcionamento das licitações estaduais para a construtora M&K, que tem como executivo Hermani Lebedour, uma das testemunhas indicadas por Henrique Alves no processo de separação. A irmã do deputado, a também deputada Ana Catarina Alves, é acusada de usar um laranja para viabilizar um projeto milionário com verbas da Sudene no litoral do Estado. Trata-se de um sofisticado complexo hoteleiro em terras da família Alves que não foi adiante por problemas ambientais. Um outro caso rumoroso no Rio Grande do Norte deu dores de cabeça ao próprio candidato a vice de Serra. Em 1997, quando se tornou obrigatória a substituição das placas de automóveis amarelas para as cinza atuais, emergiu um escândalo envolvendo a empresa baiana Replak, que monopolizou por anos o serviço de troca e emplacamento dos 300 mil veículos que rodavam no Estado na época. O detalhe é que a empresa recebia R$ 36 por cada par de placas colocadas, o triplo cobrado pelas concorrentes locais.
    O envolvimento de Henrique Eduardo Alves na farra foi denunciado por Adilson Fernandes, um dos empresários prejudicados: “Quem trouxe a Replak para cá foi o Henrique Eduardo Alves.” Henriquinho é herdeiro de uma oligarquia política que domina o Rio Grande do Norte há 60 anos, e boa parte do seu poder foi consolidada por uma poderosa máquina de propaganda. O clã controla os principais meios de comunicação do Estado. A oposição se queixa que a família Alves monopoliza a produção, o agenciamento e a veiculação de todo o material de propaganda do governo estadual. Mas esse perfil não
    impediu que o PMDB o indicasse para subir nos palanques ao lado
    de José Serra, numa reunião que varou a madrugada na terça-feira
    14 e provocou ácidas discussões entre os chefões do partido. A
    pressão para indicar logo o vice partiu do próprio candidato José Serra, que defendia outros nomes, como o senador Pedro Simon (RS) ou a deputada Rita Camata (ES), mas acabou se rendendo à vontade da cúpula peemedebista. “Está passando a idéia de que o PMDB não quer a aliança, é preciso anunciar logo”, cobrou o tucano. O PMDB cessou o
    jogo de empurra. Revelado o passado financeiro do vice, a coligação,
    que já era difícil, fica com mais problemas.
    Será que isso também explica a proteção dada pela imprensa à Henrique Alves?
    Por exemplo, mesmo com O Globo realizando pauta em que mostrava a participação de Henrique na Operação Assepsia – será que ninguém mais se lembra de Cláudio Varela? -, a matéria foi derrubada.
    Em seguida, provoquei o jornalista Ricardo Noblat a tratar do assunto. Ele me pediu as informações – que eu passei. Até hoje, nenhuma linha.
    Henrique Alves, o blindado.
    Postado por Daniel Dantas Lemos às 11:31

    • Essa é a constatação do Brasil Sociedade Ltda (famílias Marinho, Maia, Magalhães, Alves, Frias, Mesquita etc etc). Parece ser coisa dos tempos das capitanias hereditárias. É de arrepiar pensar no que esse povo é capaz.

  • Rousseff está mexendo com muita gente poderosa,que nem Lula se atreveu a fazer. Se não vejamos : Comissão da Verdade – Militares de alto coturno; Continuou a baixar ainda mais os juros – Setor financeiro,bancos; Baixar preço de energia eletrica e rever concessões – Empresarios do setor eletrico pesado; Continuou e apertou o combate à corrupção dos grandes – Empresarios politicos,politicos empresarios,empresarios so,politicos so,funcionarios publicos de alto coturno.

  • Edu
    O fato é que eles (PIG) defendem uns aos outros, não deixaram o Policarpo na mão e a veja segue atacando sem parar.
    O preço é quanto vale continuar com popularidade alta com uma população que não está esclarecida, estão negando à população o aspecto pedagógico de uma resposta a imprensa quer age como quadrilha.
    Perde-se mais uma oportunidade de moralizar as instituições.

  • Deixo aqui meus parabéns ao Movimento dos Sem Mídia, ao Edu seu mentor de inefável entusiasmo, a todos que incansáveis acreditam na verdadeira democratização futura do país. Quem sabe, um futuro promissor aguarde nossos longínquos descendentes. Hoje, retiro-me desta labuta, para em oração trabalhar para que um novo e renovado Brasil nasça. Deste, não mais acredito. Abraços fraternos!

  • De que adianta haver passeatas se os homens que tem poder para acabar com essa palhaçada toda ficam com medo da midia?

    Será que uma passeata causaria mais dano a direitalha do que uma CPI e um julgamento onde seus principais membros fossem condenados? Com certeza não

    Odair Cunha teve a faca e o queijo na mão para por ordem na casa e acovardou-se. Agora não adianta vir falar que a culpa é da militancia, do povo que não se manifesta.

    O PT pode fazer uma passeata com 1 milhao de pessoas, mas nada fará efeito se seus representantes continuarem sendo covardes….

    O povo ja vem se manifestando até demais, vide a popularidade de Lula e Dilma.

    O que falta é o PT INTEIRO (Lula e Dilma inclusos) criarem coragem e combater a midia e seus asseclas.

    Chega de covardia, mudar a economia só não basta, precisamos mudar o Brasil por inteiro

  • EDÚ… tô acabrunhado e me perguntando: pra que ser governo assim?
    O PT (seus dirigentes) aos poucos vem enfraquecendo a militância
    Cadê o movimentos sociais, Edu?
    E as antigas bandeiras?
    Se pra ser governo vc precisa fazer xixi no copo e tomar, esquece!
    Acho este recuo brochante pra militância. Todos com que falei no meu trabalho ficaram envergonhados
    Acho que CUNHA e o presidente do PT (que me recuso falar seu nome) não se entenderam.
    Briga pelo “puder”. E pelo puder dane-se o Partido e seus militantes.
    ficar aqui defendendo com unhas e dentes o PT enquanto seus dirigentes “cagam e andam” para todos não tá fácil !
    Tá phoda, Edu…

  • O PT não tem que desistir de indiciamento porque a presidente nada em popularidade. As investigações tem que ser levadas até o fim para desmantelar uma quadrilha e ser feita justiça, independente do partido ou de nível de popularidade. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. O governo não pode medir suas ações através da popularidade da presidente. Presidente tem que governar, e fazer o correto para a sociedade, sem passar a mão na cabeça de bandido algum.

  • Eduardo,

    todo seu artigo parte da premissa:
    O PT “amarelou”? Se sim…

    Receio que a premissa possa ser falsa.

    Estou na dúvida pois não sei qual a consequência do relator bater o pé e não negociar a retirada de Policarpo e Gurgel. O que poderia acontecer?

    Sinceramente não sei e queria que alguém me esclarecesse.

    Impasse, CPI virando novela e não dando em nada?

    Agora sou eu com a premissa:

    se não negociar dá pizza, logo, negocia.

    Tem outra saída?

    Tomara.

  • Estou com vergonha. Antes do suicídio, meu pai, que era analfabeto, me falou que o Getúlio
    não era homem de fazer aquilo que dele falavam.
    Desde aquela tempo venho acompanhando e não tenho a menor dúvida de que o Brasil
    só não é melhor junstamente por culpa de mídia avessa à inclulsão de mais brasileiros
    no sistema de produção e desenvolvimento.
    Nunca existiu oportunidade maior do que agora para acabar com esse esquema de demolição
    de pessoas honestas.
    Sempre apoio os atuais administradores, mas não posso concordar que se apanhe todos
    osa dias e ainda continuam rindo. Sra Dillma, a senhora é masoquista. Nós não somos
    e estamos irritados.

  • Olá, Eduardo!

    O órgão principal para acompanhar a política não é o cérebro, o coração, o fígado, nem os olhos e nem os ouvidos. E não por que sejam desimportantes. Ao contrário, eles são, naturalmente essenciais. Mais há um órgão que deve se mostrar mais resistente do que os outros, mais importante, portanto: o estômago.

    A redemocratização do país, o surgimento do Partido dos Trabalhadores, os governos Lula e Dilma e o desenvolvimento de novos canais de comunicação provocaram mudanças quantitativas e qualitativas muito relevantes.

    Comentaristas do cotidiano (e a política compõe o cotidiano) de “portas de botequim” (referência meramente ilustrativa) foram guindados à posição – relativa – de “atores”, diante da multiplicação das sinapses dialéticas decorrentes das novas midias.

    E isso, creio, é saudável, o que, uma vez mais, dialeticamente, não comporta apenas “positividades”. A presença de estômagos fortes faz-se imprescindível para o acompanhar da política (não só a brasileira, de forma alguma) exatamente por conta de uma “negatividade”: o dia a dia da política está submetido a tortuosidades e à deglutição de sapos, em tudo conflitantes com os nossos desejos.

    Afinal, compreensivelmente, a tendência de quem se acha na posição de comentarista de algo em princípio distante – o território da política – é a de não aceitar o jugo do real.

    Podemos nos dar a esse luxo, em boa medida. Não governamos países, cidades, estados, órgãos públicos. Não somos parlamentares.

    Mas os operadores da política não podem fazer igual. Têm de saber avaliar a correlação de forças. Recuar para preservar o que se tem por avanço é tarefa imprescindível. Estratégia.

    Se boa, se má, somente o tempo dirá. E olha que mesmo assim, as avaliações poderão (e deverão) diferir. A vida, e a política é parte da vida, é complicada.

  • Para o pessoalzinho que está contra o PT, temos várias opções: psol, pstu, pdt, psdb, psb, pmdb, ptb. Outra opçaõ é entrar no partido e disputar posições. Se o PT quizer se isolar, faz o que os acusam de amarelar. Se quizer governar e continuar as mudanças, é fazer o que está fazendo, um governo de alianças com o PMDB. Alianças com o PMDB. Se quizer continuar governando, precisa da aliança com o PMDB. Aliança com o PMDB. Quem não concordar é só escolher outro caminho. Agora, querer o PT no governo sem o PMDB, não existe. Governo só do PT não condiz com o real, é sulreal . É pura matemática. 2+2= 4 . Voces são muito engraçado. Quem não quer a regulamentação dos meios de comunicação?? Quem não quer um Congresso com outra composição de forças?? Quem não quer punir esta imprensa golpista e bandida?? Quem não quer investigar até o fim a CPMI?? Quem levou a CPMI até agora, com tanta gente contra??? Querer é uma coisa, ter FORÇAS para fazer é outra. Quem quizer aprovar alguma coisa, tem que ter a maioria, a maioria, A MAIORIA. OU, O BLOCO NA RUA. Ou,chorar em algum Blog.

  • Edu,
    O PT está nos envergonhando.
    O que adianta a gente lutar, defender o Partido, se o mesmo faz este papelão?
    Não indiciar o Caneta e o Gurgel é o fim…
    Estou desanimando….

    • Do Ronaldo Braga:
      Das duas uma: o PT vai sair do poder federal ou pelo golpe sempre tentado pela direita ou pelo descrédito perante seus eleitores. Em ambos os casos a culpa é do medo que o aprisiona cada vez mais e o paralisa cada vez mais.
      Infelizmente.

    • do Marco St.

      A data de hoje deve ficar conhecida como o dia do fim do PT. Pelo menos do PT que achávamos que ainda poderia existir.

      Este partido não poderá reclamar de mais nada. E a militância tem que criar vergonha na cara e parar de tentar ficar defendendo o dos ataques da imprensa. Atitude inútil.

      Houve um ou dois deputados que se insurgiram contra esse massacre midiático. Nada além disso. Todos os outros, (inclusive os que eu votei e que não votarei mais), desavergonhadamente calados.

      Não há mais um partido de esquerda sério no Brasil. O PT virou PMDB, o PSB é um partido esquizofrênico, o PSOL e assemelhados são panfletários servindo para fortalecer a direita e por aí vai.

      Militantes de esquerda estão orfãos. Parabéns ao Rui Falcão: conseguiu o que a mídia não conseguiu fazer em 12 anos. Destruiu o PT.

      Palmas para ele. Provavelmente, depois de morto, vai virar nome de viaduto.

      • Concordo em g~enero número e grau. E a propósito isso me leva ao úlotimo capítulo do “A Privataria Tucana” em que esse Ruy Falcão é desnudado de forma grotesca. E o pior é que o PT está desmobilizando apoio….

        • do Alexandre Tambelli

          Uma coisa é certa! Com ou sem recuo do Deputado Odair Cunha ele perde. Se recua perde os votos dos petistas e seus eleitores, se não recua a velha mídia acaba com ele.

          O que é melhor? Ficar do lado dos petistas e mandar para frente o Relatório como estava ou recuar para não ter a sua reputação jogada às traças pela velha mídia.

          Mas de que adianta o PT ter tanto medo da velha mídia? O dia todo ele é “avacalhado” frente os televisores do Brasil, às rádios, revistas e jornais da velha mídia. Vale a pena ficar com medo de “botar tudo para quebrar” e passar de vez esta história a limpo?

          A velha mídia vai virar santinha com o PT porque o relatório da CPMI não teve coragem de incluir o Jornalista da Veja e o Procurador Geral da República?

          Vai o PT ganhar mais votos ou vai enfraquecer/desmotivar, novamente, toda uma militância que ressurgiu com o Julgamento Político do “Mensalão”?

          Quem será o vencedor? O PT ou a velha mídia?

          Só porque o resultado das eleições foi favorável à base aliada do Governo DILMA e o PT teve mais de 17 milhões de votos, sendo o partido mais votado, ele não deve patrocinar esta causa, que nada mais é do que a busca por Justiça, por atitudes mais corretas na utilização do patrimônio público pelos seus administradoress e suas relações com a iniciativa privada e por uma nova forma de se fazer Jornalismo no seio da velha mídia?

          Vamos viver da ideia de que a velha mídia não mais influencia no voto do brasileiro?

          E a insegurança de participar de uma administração petista ou de esquerda, com esses ataques absurdos a reputação das pessoas, as notícias falaciosas e/ou sem provas, os Ministros do STF e seus “domínios dos fatos”, nada disso conta?

          O que se pode prever para o futuro? O Brasil progressista e desenvolvido? Ou a derrubada de um Governo legitimamente eleito, pela maioria dos brasileiros, e que mais de 80% dos brasileiros aprovam?

          Quem vai peitar as injustiças? Elas não precisam ser coibidas? Será que o povo vai para as ruas protestar após um “golpe”? Ou não existe nenhuma possibilidade de golpe, via Judiciário ou Legislativo?

          Afinal, qual é a resposta para a nossa insatisfação de dizer que a CPMI não acabaria em PIZZA, se mesmo nos indispondo com quem disse que seria uma grande PIZZA, agora a tendência é de ser uma grande PIZZA?

          Onde a gente “enfia a cara”? Para que militar nessas causas? Para que gastar horas postando matérias dos mandos e desmandos do Cachoeira e das suas ligações escusas com a Revista Veja e sobre o Procurador que deixou esquecida por 2 anos e meio a Operação Vegas, Operação que já incriminava ali, o Senador Demóstenes Torres e outros da quadrilha?

          Quem somos nós? Qual a nossa importância? Qual o valor de nosso voto? Se na hora de ficar do nosso lado se recua? Ou será que não existe nenhuma possibilidade de modificar as coisas? Porque seria o “pior dos mundos” e a velha mídia ficaria ainda mais raivosa e desesperada. Mas e hoje, do jeito que está, pode piorar ainda mais a forma com a velha mídia trata o PT, o Governo Petista, o LULA e o DIRCEU, mesmo com índices economicos e sociais relevantes?

          Viveremos de “empurrar com a barriga” todas as ilicitudes da direita, em nome da governabilidade? Não lhes imputando as culpas devidas?

          O que quer a esquerda? O Sistema é muito mais poderoso do que ela? O Capitalismo é vencedor? E os bilhões de famintos pelo mundo? Não são provas de que o Capitalismo não é o Sistema Político, Econômico e Social correto?

          E o PT e as esquerdas? Afinal de que lado estão? Dos que defendem uma sociedade mais justa e igualitária? Ou olhando em torno de si mesmos e preocupados em vencer suas disputas eleitorais em 2014, seja para Deputado, Senador, Governador ou Presidente?

          Sem um ponta pé inicial, nunca se mudará o Brasil e nunca serão punidos por meio da Justiça os que merecem punição: os políticos e contraventores incrustrados no Estado. E veremos só os políticos do PT e aliados de ocasião julgados e punidos, mesmo que sem provas! Todos inocentes ou pés-de-chinelo perto da turma do Cachoeira e dos privateiros do Brasil, estes rindo da cara dos políticos do PT e de todos nós militantes de esquerda!

          O PT tem alguma culpa no cartório? Tem medo do quê? O Partido é infestado de corrupção e não pode se arriscar de colocar os nomes do Policarpo e do Procurador Geral, com medo de mostrarem todas as ilicitudes do partido? Ou não existem ilicitudes no PT e nas esquerdas?

          Se são corretos nas atitudes, qual o medo de incluir o Policarpo e o Procurador Geral?

          Afinal, o que são o PT e os partidos de esquerda aliados ao PT, hoje, no Brasil?

    • Lamentável, afinal não entendemos qual é a estratégia do PT ? Existe estratégia ? Ou todo mundo tem rabo preso ? O PIG deve ter recebido esse recuo como um salvo conduto para detonar qualquer um do PT utilizando todo o seu arsenal de golpes baixos, mentiras, factóides, estórinhas, espionagem, invasão de privacidade e etc.

    • Concordo totalmente com voce, o PT se acovarda e tem medo de enfrentar o PIG. Será que raciocina do seguinte modo: tenho uma bucha enorme contra o PIG, mas senão usá-lo talvez eles parem de nos atacar.
      Se pensa dessa forma está iludido pois o PIG que a volta do PSDB ao governo à todo custo.

  • voto no pt desde a sua fundação..não aceito em hipótese alguma esse recuo. o deputado-relator, desde o 1º momento dessa cpi. mostrou-se um covarde, pois sempre que iria inquerir alguém, só faltava pedir desculpas por ter nascido.não aceito ver, bandidos como esse gurgel, esse policarpo bosta qualquer, sairem ilesos dos crimes que cometeram contra o país.esse gurgel bandido, acaba de condenar sem nenhuma prova, integrantes do pt e enquanto isso, os deputados e senadores que estão na cpi, borram-se de medo dessa imprensa de esgôto. não aceito mesmo, pois se eles estão pensando em vingança se porventura for instalada a cpi da privataria tucana,aí sim, devem receber o troco nas urnas e nunca mais serem eleitos para representar-nos.bandidos como cachoeira,demóstenes,perillo,gurgel,policarpo,civita,rede globo e outros,parem por aí, tem que colocar na cadeia quem deve e as provas são imensas contra essa corja.esse relator,pode ir para a sua casa se de verdade mudar o relatório acusatório e aliviar para esses bandidos em pauta.tomara que o senador collor consiga manter esses réus no relatório e encha de porrada esse relator.
    reinaldo carletti

  • O PT sempre correu do enfrentamento com a direita. Desde os tempos de Lula que o partido vive acuado ante a fúria da direitalha despeitada. O caso do mensalão, do grampo sem áudio (que o Lula amarelou pro GM), enfim, todas as vezes que a oposição + Pig atacou, o PT correu. Ninguém do partido quer dar a cara pra apanhar. Um bando de fujões. A Dilma tá pensando nela, na próxima eleição, ela quer continuar no poder e fod*-se os incomodados. A trilogia politica dos governos petistas (Lula e Dilma) é: agradar as elites (cada vez mais rica), a questão racial (construir uma base eleitoral étnica) e ampliar as reservas de moeda. Contrabalanceando tudo isso tem o programa do bolsa-familia que parece resolver os problemas mais prementes. Nenhuma mudança institucional de força foi feita até agora. Nenhuma reforma das velhas e arcaicas estruturas do pais que beneficiam sempre os mais poderosos foi sequer agendada pelo governo. Uma lástima esses dois governos petistas, mas, infelizmente, é o que sobrou para o povo.

  • Sou petista de há muito. Paciência tem limite. Trocar índice de poularidade por se curvar diante do PIG não dignifica em nada o partido. Esse recuo do PT é inadmissível.

  • O problema é o estardalhaço da mídia.

    Ela transforma peido em bomba atômica, quando se trata do PT.

    E a mídia pertence a dezenas e mais dezenas de parlamentares ( principalmente aos que não são do PT ).

    É uma sinuca de bico.

    Sem falar no poder dos latifundiários, como se pode ler nesta matéria: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-politicos-latifundiarios-e-os-latifundiarios-politicos#comment-1164349

    Tem jeito de haver democracia assim?

  • A Dilma faz por merecer a admiração que tem. Independe do que o PT ache sobre a imprensa. Ela acha e fala que controle da mídia é o controle remoto. E não adula meliante pego cometendo crime. O PT mais atrapalha que ajuda a presidente.Esse relator da CPI, o Odair, agiu como pau mandado da ala xiita, do Lula. E Dilma não apoiou essa CPI de araque, incompetente e de espírito vingativo pueril, à imagem de Lula. Ele dá um trabalho danado para ela.

    • Dilma só se elegeu por indicação de Lula. Qualquer um que ele indicasse venceria. Só que Lula é um político. Dilma é uma administradora do país. Nem sequer na TV BRASIL, que, teoricamente é do governo federal, podemos obter informações corretas. Reproduz o Roda Viva, programa tucano, que sempre angaria quem está falando mal do PT no momento para entrevistar. E, no Observatório da Imprensa, mantém Alberto Dines, que desmerece seu passado, não faz crítica alguma, até ao contrário, ontem mesmo, estava se pondo a condenar alguém que se referiu ao “julgamento” tal qual é mesmo, uma farsa.

        • O DEM é uma agremiação mafiosa, pois como todo bom mafioso, eles têm um pacto, caso um deles seja pego em delito e flagrante, já esgotadas todas as tentativas de acobertar, como o PIG tentou, diga-se de passagem, então só resta dar uma de santo para sair bem na fita, e com o seu falso moralismo, expulsar o comparsa. É assim que funciona o DEM. No caso do DEMóstenes, provas materiais e atos de ofício abundavam, o que não é o caso de Dirceu / Genoíno.

      • Grosseria gratuita; o que mais se pode esperar de um MENSALEIRO CONDENADO POR JUIZES QUE ELE MESMO ESCOLHEU EM ULTIMA INSTANCIA COM TRANSMISSAO AO VIVO PRO MUNDO ?

        Joao Paulo Cunha ta’ te fazendo sofrer hoje…hehe

        • Deixa de ser hipócrita, se tivesse ocorrido a absolvição então vcs já estariam fazendo barulho dizendo que isto só ocorreu por terem sido escolhidos por Lula.

          Ao contrário de vcs direitóires, nós de esquerda só seríamos a favor das condenações se elas fossem condenação com provas, atos de ofício.

  • Vocês assistiram à leitura do relatório hoje pela manhã? Havia um pitibul (miro teixeira) sentado ao lado do Odair Cunha. Era o defensor do Policarpo, da Veja e do Gurgel. Somente com muita astúcia (e apoio) o coitado do relator conseguiria sair incólume daquela situação. Acho até que ele fez um ótimo trabalho, cujo relatório será enviado inclusive para a Receita Federal. Pelo menos, com toda essa polêmica, figuras detestáveis estão sendo desmascaradas e expostas. Resta ainda um fio de esperança…

  • Eu posso está muito enganada, mas o Governo, assim como o PT está refém não é da mídia e nem da justiça, está do único partido que tem o todo poderoso, José Sarney, presidente do Senado e o vice Michel Temer. Esses sim, deixam o Governo e o PT de quatro. O PMDB é phd em manipular os governos, sempre foi assim desde que era o MDB. Por que será que o sr. Sarney não se “aposentou” quando saiu da presidência? Por que tem poder por demais, esse senhor tem tentáculos que alcance todas as instituições brasileiras, e quem realmente ganha com a “guerrinha” PT e PSDB é ela, que parece mais mineiro do maranhense. Posso está imaginando coisa, mas…

      • do O Militante

        Leonardo, é importante situar a crítica do Nassif no campo onde ela é produzida – a social-democracia. Ele constata o que já havíamos dito há algum tempo – que o governo popular não se atreve nem mesmo a testar o limite da ação política que lhe é imposto pela classe dominante.

        A impressão que tenho é a de que o PT acabou por se subsumir no Centrão, este que fez tanto barulho na Constituinte de 1987 e que, de facto, comandou a longa transição “por cima” em que estamos metidos desde o fim da ditadura militar. Foi o “pedágio” que se dispôs a pagar por se tornar um partido da ordem, e ter, por assim dizer, o direito a participar do rodízio de poder.

        Lamentavelmente, o PT não foi capaz, ou não quis, perceber que havia limites para a conciliação de classes. Tudo o que lhe foi imposto como requisito para a realização de seu projeto de poder – desmobilização e cooptação das classes subalternas, manutenção – e, mais recentemente, intensificação – das políticas neoliberais como único “projeto” econômico possível, retrocesso explícito nas frentes de luta pelo avanço e/ou aprofundamento dos direitos civis etc. etc. – foi concedido de forma quase graciosa, sem contrapartida visível.

        A coisa até funcionou mais ou menos de acordo com o plano enquanto Lula esteve pessoalmente à frente do projeto – graças à sua capacidade política e ao legítimo apoio popular de que dispõe – e desandou com Dilma, em grande parte devido ao recrudescimento da crise econômica e em outra grande parte devido ao endireitamento acentuado de seu governo, aparentemente com o intuito de reforçar sua confiabilidade aos segmentos da classe dominante que ora o apoiam. Além disso, D. Dilma, talvez por auto-engano – acreditou que é mesmo a gerentona que seus marqueteiros inventaram para consumo da imprensa – e obcecada por uma política incompreensível de apaziguamento à direita que tem nessa mesma imprensa seu porta-voz, cometeu o grave erro de achar que poderia prescindir de uma articulação política de melhor qualidade, colocando em posições-chave nomes desoladoramente inexpressivos como Gleisi Hoffman ou José Eduardo Cardozo. A representação parlamentar do PT foi igualmente emasculada – e o resultado foi o agigantamento do PMDB, que é hoje, na prática, o sustentáculo do governo popular no Congresso. O problema é que o PMDB tem projeto, por assim dizer, próprio – e não tem tanta determinação assim para impedir que o governo seja atirado ao moinho satânico da imprensa, até porque sabe que pode perfeitamente viver sem o PT – e que a recíproca não é verdadeira.

        Num quadro como este, era de se esperar que a direita “legítima” retomasse a iniciativa, e é a isto que estamos assistindo exatamente agora. A apatia do governo diante desta ofensiva – na verdade, a sua insistência na política de apaziguamento – é um sintoma claro de que os jabs da direita estão entrando. Caso efetivamente a conjuntura econômica venha a se deteriorar um pouco mais – e há mais do que uma chance de que isto aconteça – podemos contar com uma direita unida e vitoriosa em torno de uma chapa de “salvação nacional” em 2014. E os doze anos de governo popular serão lamentados como mais uma oportunidade perdida de fazer avançar a democracia neste País.

  • depois deste recuo,vou dar um tempo,vou me dedicar aos meus netos,cachorros,muita praia,emfim quase tenho um AVC de tanta decepção!jamais vou deixar de passar aqui para saber noticias da Vitória e mais nada!grande abraço Edu,tô de saco cheio de Dilma,Lula,PT e Cia.

    • Pensando bem, com meus quase 60 anos nas costas vou tomar “DESMEMORIOL”, remedinho certeiro pra esquecer o que estou lendo sobre o PT. Nunca imaginei que o relatorio da cpmi, oportunidade rara de colocar a prova a verve do PT no que refere a manutenção da convocação do “caneta” e do gurgel, fosse retirada e me causasse tanto asco.
      Dilma esta “bem” por ora… a cada dia receberá novos bombardeios da midia e ela sugere usar o controle remoto, santa ingenuidade!!!

  • Eduardo, eu fico p da vida… imagino você, que entrega grande parte do seu precioso tempo comprando brigas por causa do PT. Acho que eles querem acabar com a militância e irão terminar por conseguir. Eu estou por um fio. Se Collor de Mello se candidatar, eu que escrevia a frase “Eu não tive cullpa”, sou agora capaz de votar nele… estou até entendo porque ele dizia que tinha “aquilo” roxo… Está faltando BRIO ao PT.

  • Edu,

    Realmente não entendo e acho que nem passa perto da sua suspeita. O PT não reage e não explica a seus simpatizantes e militantes o porque de não fazer!

  • “Sobre Policarpo, Veja e Gurgel, portanto, espanta que o PT não se empenhe em usar armas como essas. Talvez esteja apenas atendendo ao Palácio do Planalto, mesmo que a contragosto. Afinal, Dilma nada em popularidade e não lhe interessa fazer marola.”

    Poxa Edu, se você não tem certeza dessa informação, por que insinuá-la? Acho que a covardia foi do próprio deputado e não da Dilma.

  • O PT me decepcionou como partido. Estou com nojo deste partido. Sinceramente, se esse covarde retirar o indiciamento ficará provado que TODOS são farinha do mesmo saco e que NINGUÉM ali naquele antro quer saber de moralizar o que seja. Voto nulo se isso acontecer. E paro de ler e de militar. PT, partido de covardes!

  • Quem sabe então o PT não tem muito mais a ser denunciado? Do contrário não é normal apanhar tanto e continuar inerte como estão, este recuo na cpmi é uma vergonha, eu me envergonho de dizer que sou eleitor de um partido que se porta assim!

    • Pessoal, este aqui é mais um troll tucano que coloca comentários como se fosse um “petista arrependido”. É impressionante como os tucanos estão tão desmoralizados que precisam usar esses expedientes ridículos. Quem vai acreditar que alguém que tivesse votado no PT escreveira assim? Quem pode dar alguma credibilidade a um raciocínio tão torto e sem lógica?

      Por mais que possamos achar que o PT deveria ser mais combativo, nada nele chega seque perto do ridículo que esses tucanalhas fazem.

      E quando eu digo tucanalha incluo os aprtidos satélites (PPS, DEM) e os direitistas que estão em outros partidos, alguns até da base de sustentação do governo, tais como PMDB. PP, PTB, etc, que na verdade torcem contra o PT e reforçam o eleitorado bicudo. Incluo também o membros do PIG, a esquerda delirante (Plínio de Arruda Sampaio, seu direitista enrustido, estou falando de você) e todos aqueles que se dizem “apartidários” mas sempre estão agindo em favor do partido mais bicudo do Brasil.

      O trollzão que escreveu esse delírio piguiano a que se dirige minha resposta deveria refletir sobre a indignidade de um exprediente tão ridículo e sua inutilidade, já que não vai convencer ninguém com tamanha baboseira. Isso se não for um troll profissional, nesse caso que deveria refletir são os financiadores de tamanha boçalidade.

  • Dilma, Lula, ZD e o PT estao mais do que envolvidos com Delta-Cachu-Cabral;

    Policarpo e’ inimigo do PT mas e’ amigo dos amigos…..

    O que o PT vai fazer ? dar um abraco de afogado na VEJA ?? Porque se investigar, vai aparecer a sujeira SUPRA PARTIDARIA…..e me chamar de troll nao vai resolver nada nao !

    Onyx Lorenzoni PRESIDENTE, Miro Teixeira vice !

    • Esse Onix não é do DEM, partido do Demóstenes, do Arruda e do Perilo? Não é o mesmo DEM que está se desintegrando? Detalhe: prédio não tem presidente, tem síndico. E mesmo assim acho que esse sujeito não se elege.

      • Excelente resposta Eduardo.

        Só um detalhe. O Perilo é do PSDB. Mas como o DEM está prestes a se desintegrar e funciona como satélite do PSDB podemos considerar tudo a mesma merda.

        Ao PIG, que é a verdadeira oposição no País, só resta tentar o golpe (no que vão quebrar a cara DE NOVO e ainda mais). Já perceberam que esses partidos demotucanalhados estão é indo para o saco.

    • Se Lombroso tivesse razão, eu diria que ninguém no mundo tem mais cara de nazista de que esse Onix. E não é só a cara, é também o caráter, a insanidade, o ódio que espelha.
      Mas mesmo assim, um pústula como esse ainda angaria fãs que o querem para presidente. Enquanto tivermos eleitores desse naipe, será muito difícil fugirmos das ameaças do golpe.

  • Como, acertadamente , você falou, Eduardo, é a ECONOMIA que move o voto e a sensação de prosperidade vai aumentar, isso já é senso comum, ou seja, o povo sente a sensação de melhora: Então, o consórcio do satanás vai ficar cada vez menor : Vejam isto

    Mais indústrias no eixo Pacajus-Horizonte no Ceará

    Publicado em 28/11/2012 – 4:54 por Egídio Serpa | 1 Comentário

    Cresce o distrito industrial da conurbação Eusébio-Horizonte-Pacajus -CE.

    Nas margens direita e esquerda da rodovia BR-116, na Região Metropolitana de Fortaleza, constroem-se novas indústrias.

    Dois exemplos:

    A Ambev duplica sua gigantesca fábrica de cerveja e a Tubofort conclui sua unidade industrial em Itaitinga, que produzirá eletroeletrônicos com tecnologia de ponta.

    São mais empregos para a juventude cearense.
    Essa conversa de moralismo falso deles só encanta os tolos …Vão perder ,de novo, em 2014

  • Caro Eduardo, já que o PT está tão tranquilo assim a ponto de não indicar o indiciamento de pessoas sobre as quais existem tantas provas de crimes, então eu vou ficar tranquilo também e cuidar da minha vida. Chega de gastar tanto tempo e saliva defendendo o projeto do PT.

    Nas próximas eleições eu faço minha parte participando como sempre participei e quando perguntado vou dar minha opinião. No mais vou debater sobre Software Livre, Tecnologia, Ciência, História e Filosofia, que são coisas de que gosto muito e as quais acabei deixando um pouco de lado, devido a um certo superdimencionamento da atividade política e de cidadania.

    Vou ficar tranquilo também.

  • Na Ação Penal Pública a autoridade que não der prosseguimento ao feito estará cometendo o crime de prevaricação. Não é o caso de uma CPI. Mas é o caso, de nós Brasileiros, questionarmos na Justiça as condutas dos envolvidos no esquema do Cachoeira. É público e notório que houve desvio de conduta dos “acobertados” pelo PIG. Pergunto: Não é possível, através das fartas provas divulgadas, nós, Brasileiros, peticionarmos ao órgão competente e provocá-lo para um investigação paralela? Depois da constituição de 88 qualquer pessoa pode fazer isso. E o Estado é obrigado a investigar. Ou não?

  • Não é só na área econômica em que há melhora. Vejam isso:

    Ceará faz quarto transplante de pulmão e deve superar os números de 2011

    Qua, 28 de Novembro de 2012 10:17

    O Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes realizou em novembro, o quarto transplante de pulmão de 2012, igualando o número de cirurgias do ano passado, mas com possibilidade de superar essa marca, já que falta pouco mais de um mês para o fim do ano e há três pacientes na fila de espera aguardando doação. A diferença em relação a 2011 é que este ano três transplantes foram bilaterais, procedimento iniciado 2012 no Estado. Esse tipo de transplante permite maior sobrevida ao paciente. A cirurgia de transplante pulmonar bilateral é mais demorada e envolve maiores riscos. Por isso é indicada para pacientes de até 55 anos e em casos de doenças específicas que afetam os dois pulmões.

    A equipe do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, coordenada pelo cirurgião torácico Antero Gomes Neto, fez o primeiro transplante de pulmão do Norte e Nordeste no dia 14 de junho de 2011. A captação do do órgão para transplante é um processo complexo. O pulmão é o primeiro órgão a se deteriorar no processo de morte encefálica. Nessa condição, geralmente o potencial doador necessita de suporte respiratório que, muitas vezes, compromete a qualidade do órgão. Além disso, boa parte dos doadores com morte cerebral por acidente tem os pulmões comprometidos por trauma torácico, o que inviabiliza a doação. O pulmão é também um órgão sujeito à contaminação direta pelo ar, tanto no caso do doador quanto no do receptor. Todos esses fatores inviabilizam a captação de cerca de 80% dos pulmões doados.

    O Hospital de Messejana é uma unidade terciária especializada no diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas e pulmonares, dispondo de todos os procedimentos de alta complexidade nestas áreas e destacando-se no transplante cardíaco e pulmonar. O hospital, que pertence a Secretaria da Saúde do Estado, atende pacientes dos 184 municípios do Ceará e das regiões Norte e Nordeste do país.

    Transplantes

    Este ano, até a última quinta-feira (22) de novembro, o Ceará já superou os números do ano passado em transplantes de coração e medula óssea. Foram realizados 1.107 transplantes, sendo 249 de rim, 9 de rim/pâncreas, 28 de coração, 148 de fígado, 4 de pulmão, 20 de medula óssea, 15 de valva cardíaca, 619 de córnea 1 de pâncreas isolado, 2 de pâncreas pós-rim e 11 de esclera. Já são mais transplantes que os realizados anualmente até 2010. Desde 2007, o Ceará bate recordes sucessivos de transplantes. Naquele ano, foram realizadas 654 cirurgias, contra as 446 do ano anterior. Em 2008, novo recorde, com 742 transplantes realizados. Em 2009, foram 760 transplantes, e em 2010, o total ficou em 872. Em 2011, a marca dos mil procedimentos foi ultrapassada com a realização de 1.297 transplantes.

    Com 140 doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplantes até setembro, o Ceará confirmou a posição assumida no primeiro semestre do ano de segundo estado com maior número proporcional de doadores efetivos do país. Por milhão da população (pmp), o Ceará teve 22,1 doadores efetivos, atrás apenas de Santa Catarina, com 25,6 doadores efetivos por milhão da população, 120 doadores em número absoluto. Depois do Ceará aparecem o Distrito Federal, com 20,8 doadores efetivos pmp, São Paulo (19,1) e Rio Grande do Sul (17). Os números são do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), divulgado esta semana pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos e Tecidos (ABTO).

    28.11.2012

    Assessoria de Comunicação da Sesa(Secretaria de saúde do estado do Ceará)

    OBS : Essas coisas, a rede globolixo ÑÃO MOSTRA. Nosso estado é um centro adiantado em transplantes a quem interessar possa.

  • “Então veremos o custo de o PT se deixar carimbar como inventor da corrupção no Brasil.”

    Eduardo.
    Desculpe a expressão mas são uns “cagôes”.
    Há muita coisa a ser explorada em favor do PT. Alem da Satyagraha, o “Privataria Tucana”
    a “Folha de Furnas”, as CPIs de São Paulo “engavetadas”, a Oportunity, e muito mais “coisas” tem para derrubar a
    “crista” desses galinhos.
    Ou será que os principais dirigentes do PT têm rabo preso em alguma dessas?
    Ai a coisa é outra. Se assim for vão transformar o grande PT em “PTzinho”, que passará a ser mais um pequeno de aluguel.

  • Se a Dilma tem a postura de “come quieto” e os outros que se danem, visando sua reeleição, deveria pensar que a máxima “os fins justificam os meios” é uma fraude. Somente bons meios levam a bons fins. Maus meios só produzem maus resultados. O Complexo Lula/Dilma/governo/PT, que passo a chamar agora de “os covardes”, imaginam que haverá eleições em 2014. Repetindo-se os resultados das pesquisas que temos hoje, eu duvido que a oposição/PIG/judiciário vai deixar realizar as eleições ou deixar o PT participar. Eles não admitirão nova derrota. Estão partindo para o tudo ou nada. Os covardes acabarão por fim, realizando o seu sonho dourado, que é o de vicejar eternamente na oposição de onde nunca deveriam ter saído.

  • dilma e lula são estadistas, os primeiros que este país já teve. poderia ter sido o getúlio, mas a mancha de ditador apagou os benefícios que trouxe aos trabalhadores; poderia ter sido o JK, se ele tivesse se voltado mais aos trabalhadores. o que lula e dilma fizeram com o brasil nunca ninguém fez: colocaram o país como uma das melhores economias do mundo, mesmo com a crise lá fora, e ainda por cima deram ao Brasil uma cor política que jamais a américa latina teve em sua história.
    é por isso que a dilma está pedindo ao PT para não reagir, pois aí ela correrá o risco de por tudo água abaixo. ela é forte, o governo é forte, lula se elege e elege quem ele quiser. então, deixa o pau comer. mesmo porque, com isso, a cara da oposição fica cada evz mais explícita, e com cada vez menos votos.
    mas de uma coisa tenham certeza: o joaquim não vai levar para o túmulo essa de condenar sem provas. vai pagar por aqui mesmo. de que forma? só Deus, aquele que ele acha ser o único acima dela, é quem sabe!

  • Estou no SESC Bertioga a passeio com meu grupo de ginastica para 3ª idade.
    Aqui atendo o anseio de acessar o Cidadania. O tema proposto me leva a refletir…………

    Vejo pessoas descansando após o almoço. Alguns poucos leem jornal como fiz eu. E só o faço por estarem à disposição gratuita

    Este lutar continuo em busca da sanidade informativa. A utopia de que a mídia deveria TAMBEM ensinar a pensar (cf Rubem Alves). Não o faz. Por que? Diante da oportunidade que esta CPMI lhe dá. O discurso fortíssimo do Collor outro dia no Senado. Que o acessou para ler?

    “Afinal, Dilma nada em popularidade e não lhe interessa fazer marola.”
    “Mas o governo segue forte. Dificilmente Dilma terá sua popularidade afetada por campanhas denuncistas. O povo vota com o bolso. Pelo menos até que a economia sofra algum revés. Então veremos o custo de o PT se deixar carimbar como inventor da corrupção no Brasil.

    Até quando? neste ínterim alguns poucos de nós não vivem nas sombras da Caverna no que se refere aos meios de comunicação.
    A declaração da Presidenta quanto a nós sobre ser melhor o uso do controle remoto, no caso para desligar a TV! já que não informam ou como hoje só ler jornais de vez em quando para ver como manipulam “Jornal Agora manchete – Ex auditor envolve Dirceu no escândalo do suborno”

    Para atrair leitores a um jornal popular. Não pode ser.
    Paradoxalmente Dilma não é atingida enquanto a economia estiver funcionando a favor de diminuir a desigualdade de renda das famílias – o bolso!-

    Fora da influencia das sombras da caverna nos resta o regojizo de partilhar com a blogosfera o esplendor da luz

  • Sabe, não concordo com esse ponto de vista de que o PT amarelou. Amarelou porquê? Por que entregou o relatório da CPI e todos os dados? Pode não ter pedido indiciamentos, porque retirou na íntegra os capítulos 6 e 7 do relatório, em proposta do próprio relator que julgou uma perda menor comparada a não sair o relatório.
    O PMDB que tem a presidência da CPI era contra o indiciamento de vários. o PSDB de outros tantos. O PSDB chegou a ameaçar com um Relatório paralelo. Ora, os dados e os resultados das investigações estão todos no relatório. Ou seja, o relatório contém todas as provas para indiciamento. Tudo isso foi entregue ao Ministério Público, Polícia Federal e ao Ministério da Justiça e STF. Ou seja se esses orgãos quiserem têm tudo na mão para indiciar. Ruim seria se não houvesse relatório. Acho que o PT agiu bem. P PT não era o “dono” da CPI.

  • Edu,temos que pautar estes deputados do PT.O poder da blogosfera se mostrou bastante amplo,de “certa forma”,também “organizado” em alguns momentos.

    Cito dois : O auge das denúncias na campanha para eleição de Dilma em 2010,no segundo turno,além de movimento recente capitaneado por você,para que enviassemos mensagem de desagravo ao ministro Ricardo Lewandowski.

    No dia de hoje,boa parte desta turma de militantes de esquerda e simpatizantes do PT,teve um dissabor tremendo com a divulgação via mídia do recuo da bancada do PT,”aliados” e do relator em relação a CPI do Cachoeira e os nomes constantes do relatório final.

    Portanto Edu,sugiro que use da sua força na blogosfera e do poder de mobilização que você sabe que tem,para criar e fomentar um movimento de repúdio a toda bancada e pricipalmente ao relator,por este recuo inaceitável.

    O caminho é este Edu.

    Fale com o Deputado

    Você deseja :

    Reclamar .

    Link : http://www2.camara.leg.br/participe/fale-conosco/fale-com-o-deputado

    PT na Câmara
    Link : http://www.ptnacamara.org.br/index.php?option=com_content&view=category&id=48&Itemid=114

    Além destes canais,existe o twitter de muitos,e também o Fecebook.

    Vamos fazer estes parvos se incomodarem,o movimento tem que iniciar,crescer e ganhar força,a ponto desta turma sair das cordas.

    Olhe o texto que o Nassif,um dos blogueiros mais moderados que existe,mais pragmáticos acabou de subir Edu.

    O relatório Cunha e a falta de estadistas na República
    Link : http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-relatorio-cunha-e-a-falta-de-estadistas-na-republica

    Se não nos mobilizarmos,vamos ver um golpe institucionalizado via judiciário,antes de 2014 chegar.

  • Tenho 64 anos. O trabalhismo em que acredito é o de Vargas, Goulart, Brizola, Fernando Ferrari, Alberto Pasqualini e tantos outros. Defende um trabalhismo muito mais abrangente do que esse do PT, pois considera que todos os cidadãos são trabalhadores. Patrões e empregados. Tanto é que Vargas promoveu as leis trabalhistas mas também criou as federações das indústrias, as confederações patronais, incentivando os patrões a se organizarem também. Dizem as más línguas – e as boas também – que a criação do PT foi incentivada pelo gen. Golbery para ser uma barreira contra as pretensões de Leonel Brizola, de quem tiraram a sigla PTB. “Se non è vero, è ben trovato”. Mesmo assim votei em Luiz Inácio e na Dilma, não me arrependo nem um pouco pois vi as transformações sociais e econômicas positivas que o Brasil experimentou desde 2003. Mas em relação ao PT, estou arriando a mochila. Continuarei a defender o partido em conversas com amigos e familiares para não ser incoerente mas torcerei para que a conversa descambe para outros temas. Esse episódio Rui Falcão e Odair Cunha foi o limite. A Martha Suplicy tem mais culhões do que esses caras do PT.

  • Eu continuarei a votar no PT, até porque os outros são muito piores.Mas que não dá pra gente ficar esperando um PT combativo, um PT que irá fazer a lei da mídia , não dá. Nós vamos ter que nos conformarmos com um PT que vai até a meia página, esperar algo mais vai ser ilusão.Quem sabe no futuro o PT se torne mais corajoso e combativo.

  • Falta a voz de um Lula, a voz de um Dirceu (são poucos os homens de coragem no PT) e falta a voz de outros quadros também dentro do partido contra esse “cerco” que a imprensa paulista faz ao PT. A estratégia de salvaguardar o mandato de Dilma pode até ser correta, afinal a mulher precisa trabalhar, e o Brasil precisa evoluir, mas a mídia hipócrita não vai parar por aí…

    Até porque eles são prepotentes e arrogantes, jamais erram… E nós sabemos que pedir desculpas depois que se prova que eles estavam errado, ah, isso eles não fazem…

    A mídia fala muito em “ética” em “moralidade” mas não quer justificar porque seus jornalistas andam de mãos dadas com bandidos. Isso é injusto. E não dá pra crer.

  • Caro Edu, joguei a toalha, desisti de ficar defendendo o PT, enquanto a cúpula do partido e quem tem poder e obrigação de fazer o enfrentamento com o PIG e asseclas não faz. Antes achava que o PT tinha medo do PIG, hoje acho que tem outras coisas no jogo que faz com o que o partido se acovarde. Aliás, quando da instalação da CPMI te mandei um imeio dizendo que o relator, Odair Cunha, era da ala light, que a coisa não deveria andar como gostaríamos. Você foi muito feliz ao questionar o preço da popularidade da Dilma. Já escutei um monte de gente falando em desfiliação ou de parar de defender o partido. Como nunca filiado, só me resta parar de defender o PT.
    Grande abraço.

  • O histórico de pusilanimidade do PT é longo. Na Câmara Federal e no Senado não se ouve a voz de petistas defendendo o governo. No Senado, só Collor enfrenta essa imprensa vagabunda e o Requião, há alguns dias, defendendo o Pres. Luiz Inácio. E mais nada. A direção do PT soltou uma nota sobre a CPMI dando a entender que o relatório do deputado Odair Cunha não seria alterado em hipótese alguma. Escreveram uma coisa e fizeram outra. O relatório deveria ter sido apresentado na íntegra. O parlamentar que não concordasse, não aprovaria. Mas ele iria inteiro para o Ministério Público e Polícia Federal. E a CPI da Privataria Tucana? O presidente Marco Maia engavetou? Sei que em política há acordos, hora de recuar, de ceder, coisa e tal. Mas tanto assim?

  • Nos tempos da hecatombe nazi-direitista, havia na França a “inexpugnável” Linha Maginot, para impedir o avanço dos invasores do facínora adoldf hitler. A resistência “prudencial” do PT às oposições poderia comparar-se àquele obstaculo estratégico, francês. “Mas, porém,contudo”, há que indagar-se: e as célebres, tentaculares bases apoiadoras do Poder Executivo?! Dizem, não as más, ou viperinas línguas que mr. Gurgel está de guardião-engaveteiro de uma papelada comprometedora de executiva estadual num Estado do Norte, a qual é filha de um super-pajé,com poderes, tipo daquele lema da antiga RCA, detetentor portanto da natureza de Master’s voice, ao qual todos os dóceis ouvintes atenderão com total obediência e fidelidade. Num plano um tanto quanto mais alto, estaria também mexendo cordéis um certo senhor, que teria sido convocado pelo patronato de estrondosa voz de comando, determinou não se bulir, em matéria de mídia, nem com os Master’s Voice dessa corporação, nem com os da outra, cujo emblema é a arvorezinha, acompanha pelo nome do quarto mês do ano. Para desenrolar tal massaroca talvez nem se precise da Agatha Christie, do comissário Maigret, nem da dupla Sherlock/Watson. Bastaria a gente lembrar, entre outros meandros também da vigarice politiqueira e rabulesca, que a inexistência de princípios rígidos e proficientes, no quadro da verdadeira Ordem Política, é a matriz, de onde nascem todas prestidigitações legalmente cínicas,por via das quais o jovem, “afoito” relator da C P M I do bicheiro-empresário estaria sendo obrigado a dar feitos por não feitos. Em suma a engolir sapos, cobras e lagartos. Só que somente a instauração de Nova Ordem Politica jamais pode confundir-se com brados gongóricos em favor de uma “reforma politica.”

  • Capitulados! O PT trai, se acovorda, desmerece seus princípios na qual nos identificávamos, e se torna uma rés organização política igual a outras que nos tempos idos tanto criticou.
    Não é justo que as lideranças do PT façam isso com a militância!
    E pensar que o Collor, (o Collor !!!!!!) é aquele que tem culhão para dizer e pedir o que é justo…
    Quando poder pelo poder sobrepõe condutas e princípios é sinal da sua falência e enterro.
    …acho que a única coisa que nos nivela é que todos nós um dia passaremos: eu, Dantas, Policarpos, Cachoeiras, Sarneys, Collors, Ruis Falcão, Lula, Dilma, Famílias Marinho, Civitta, Frias e Mesquitas e mais um bando de sem vergonhas, que conspurcam fundamentos em nome do poder pelo poder.
    São essas coisas que desanimam na política rés que hoje se faz neste país capitaneada, infelizmente, por Petista Traidores!
    Se fosse na China, ou na antiga URSS, esse comportamento ou seria prisão ou uma conta para familias pagarem por balas atiradas num fuzilamento dos traidores do partido.
    Tempos infelizes esses ultimamente, não acham?

  • O PT precisa se importar com a militância não assalariada, pois está duro de ser “trollado” pelos tucanalhas, Dilma é uma Tolinha que deixa sua Polícia Federal invadir seu escritório? O Presidente do partido Rui Falcão não dá apoio ao Deputado Odair Cunha e ainda o desmente? A parte petista esquerdista informada não aguenta mais! Reage Dilma!!

  • A tchurma de lá de cima esta tentando a travessia ate um segundo mandato. Se , o conseguirem ai sim
    será uma hora crucial .
    A furia e o poder da elite , se mantidos, nao são compativeis com o voto, nem com uma democracia no Brasil.
    Se nao enfrentarmos ao menos ai o monstro
    nada ou quase nada sobrará do que foi construido a duras penas. Ou o fim da democracia ou o fim do petismo historico e de suas conquistas. Ou de ambos. E o que eu vejo entre as brumas, mais a frente, mas ainda nesta decada. Não é que a gente queira ver assim. Apenas nao se consegue vislumbrar coisa diversa.

  • Se a Dilma não quer reação à altura para evitar marola, só pode ter enlouquecido. Claro, para não ter marolas prefere enfrentar os tsunamis que a mídia inventa todo dia.

    Quanto ao medo do Odair Cunha, fontes do PIG me afirmaram que é porque o Mervlat descobriu que o deputado é obrigado pela mulher a fazer xixi sentado e agora está chantageando o pobre Odair. Se não pode ser comprovado, também não pode ser “descomprovado”, conforme reza o manual da Folha.

  • Confesso que hoje estou sem energia e se tivesse que tomar uma decisão talvez desistisse de lutar. Hoje ficamos sabendo que o Roberto Jeferson pegou pena menor do que José Dirceu. E que o relator retirará os nomes dos jornalistas e do PGR do relatório da CPI do Cachoeira. De verdade, dá pra ter alguma esperança neste país que vivemos? Dá pra imaginar que isso vai mudar um dia? Onde está a democracia neste país? Será que a história vai ser mesmo contada pelos perdedores de sempre? Vou confessar, hoje não estou bem…Como acreditar que nossa luta não é em vão?

  • Meu caro Eduardo, não sei qual foi o critério adotado por você, para não postar o que escrevi. Meu comentário não difere da grande maioria. Não ofendi ninguém, portanto estou sem saber o que o levou a censurar meu comentário. Respeito, pois o Blog é seu, e portanto, tem o direito de fazer o que bem entender. Vou continuar lendo seu Blog por achar que você é um cara bacana, que dialoga muito bem e nos mantém informados dos acontecimentos politicos do nosso amado Brasil. Mas fica aqui registrado, minha decepção.
    Grande abraço……

    • Senhora Wilma, já aconteceu comigo também, eu fiz um comentário, cliquei no submit comment, e parece que a Internet estava lenta ou havia caído, e não tratei de clicar de novo. Com isso perdi o comentário que eu tinha feito, também sem ofensas.

      Outro problema pode ser que dado o número de comentários ele ficar cada vez mais longe, pois se abre apenas uma página de comentários NOVOS, sendo que várias páginas de comentários ANTIGOS podem ser abertas.

  • Quem é vendedor sabe que falar mal do concorrente funciona. Mas para fazê-lo deve-se atender a dois requisitos: 1-Uma acusação não apenas bem fundamentada mas também verídica e comprovável. 2- Um produto tão bom ou melhor e condições comerciais convenientes. A inobservância destas condições retira o caluniador do mercado de forma absoluta.
    Talvez esteja aí a tática do govêrno. Numa destas o PIG fica sòzinho gritando “Lôbo, lôbo, lôbo…

  • Retirado do site http://www.redebrasilatual.com.br:

    Política
    Mesmo sem Policarpo e Gurgel, relatório de CPI corre risco de ser rejeitado
    Sessão de hoje terminou com pedido coletivo de vista após bate-boca; relator Odair Cunha (PT-MG) pede indiciamento do governador Marconi Perillo e do dono da empreiteira Delta

    Por: Redação da Rede Brasil Atual

    Publicado em 28/11/2012, 17:09

    Última atualização às 17:09

    Leitura do relatório da CPI do Cachoeira está sendo emperrada tanto por oposicionistas como pela base aliada (Foto: Laycer Tomaz/Ag Câmara)
    São Paulo – Mesmo após sofrer a perda de dois pontos espinhosos, o relatório final da CPMI do Cachoeira continuou sendo alvo de ataques, e um pedido de vista adiou para 5 de dezembro a votação do texto, que continua correndo o risco de ser rejeitado. Sob pressão, o relator da comissão, deputado Odair Cunha (PT-MG), retirou os nomes do jornalista Policarpo Júnior, chefe da sucursal de Brasília da revista Veja, e do procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

    Ainda assim, a bancada do PT não tem maioria na comissão, e o PMDB continua trabalhando contra alguns dos principais pontos, além da oposição do PSDB. Os dois pontos principais de discórdia agora são os pedidos de indiciamento do empresário Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta, e do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

    “Garantias (de aprovação) nunca se tem”, admitiu Cunha em conversa com jornalistas após a sessão. O deputado passou a semana tentando costurar a aprovação do texto, mas na sessão de hoje se sobressaiu a falta de acordo.

    Parte do processo para garantir a aprovação do relatório passou pela retirada dos nomes de Gurgel e de Policarpo. O primeiro poderia ser investigado por ter deixado por dois anos engavetada uma investigação a respeito de possíveis irregularidades cometidas pela Delta. Já o jornalista foi flagrado em quase 300 ligações telefônicas em contato próximo com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

    A oposição à convocação do profissional do Grupo Abril é antiga, e levou inclusive ao surgimento da chamada “bancada da Veja”, grupo de parlamentares dispostos a barrar qualquer medida contra Policarpo com o argumento de que se trataria de uma violação à liberdade de imprensa, ideia que se baseia na noção de que a relação com Cachoeira era de fonte e jornalista. Um dos que passou a apoiar o texto de Cunha é o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ). “O que aconteceu é que tiraram a cortina de fumaça que havia sobre o relatório com a retirada dos jornalistas e do procurador-geral. Agora, quem é contra o indiciamento do Perillo e do Cavendish terá que se manifestar publicamente”, argumentou.

    A principal corrente contrária ao indiciamento de Cavendish é dos parlamentares do PMDB, especialmente por conta das relações do empresário com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. O presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), nega, porém, que seu partido ou peemedebistas tenham lhe procurado com o objetivo de garantir a retirada do nome do dono da Delta. Cunha disse que o PMDB só lhe pediu que jornalistas não fossem indiciados pela CPI e para que não se pedisse investigação contra Gurgel no Conselho Nacional do Ministério Público (CNPM).

    Já a defesa de Perillo será feita pelos deputados e senadores da bancada tucana na CPI, que têm usado a estratégia de desqualificar o relatório do petista acusando-o de manobrar partidariamente o documento. “(O relator) está imputando a ele quase uma dezena de ilícitos, de condutas que ele tipifica de uma forma totalmente equivocada. É evidente que o Marconi Perillo foi fruto de uma orientação partidária”, argumentou aos jornalistas o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) ao final da sessão.

    Os tucanos tentarão, segundo Sampaio, derrotar o relatório de Cunha na comissão e apresentarão um voto em separado em substituição ao parecer final. A rejeição do relatório de Cunha também é planejada por um grupo de parlamentares que se autodenominam independentes e que também devem apresentar um texto paralelo na próxima semana.

    Caso o parecer do petista seja rejeitado e nenhum outro parecer paralelo seja aprovado, a CPI seria concluída sem um relatório final.

    Sem mudanças
    Nesta quarta, numa sessão tensa, o relator rejeitou um acordo que o obrigaria a modificar outras partes do texto se fosse derrotado pela maioria do plenário da comissão. Cunha só aceitou modificar esses dois pontos e ouvir sugestões sobre outras partes e decidir se aceita ou não fazer mudanças. A decisão do petista gerou uma grande confusão na sessão e ele chegou a ser acusado de autoritarismo. “Agora o senhor virou ditador?”, questionou o deputado Vaz de Lima (PSDB-SP).

    Apesar da avalanche de críticas, o presidente da CPI afirmou que o relator poderia adotar essa estratégia e não modificar outras partes que não concordasse. Com isso, mudanças pontuais no relatório só poderão ser feitas em acordo com Cunha. Ou seja, restará aos descontentes com partes do texto votar contra o parecer.

    A CPI retomará seus trabalhos no dia 5 de dezembro, quando o relatório começará a ser discutido e os pareceres paralelos serão apresentados ao plenário da comissão. O relatório pede o indiciamento de mais de 40 pessoas e pede que o Ministério Público a Receita Federal e a Polícia Federal aprofundem as investigações contra a construtora Delta.

    A CPI também pede o indiciamento do pivô das investigações, o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, que foi solto na semana passada do presídio da Papuda em Brasília. As investigações da CPI apontaram que Cachoeira atuava como sócio oculto da Delta.

    Com informações da Reuters.

  • Prezado Eduguim. A Presidenta está certa, quem tem que consertar a bagunça Republicana são os Eleitores. A partir de 2002 o eleitorado brasileiro, tem se aprimorado a olhos vistos, senão os viciados em ” complexo de vira latas” não minguariam tanto a cada eleição. E de onde sai e não entra, “ACABA”.

  • Não temos outra opção a não ser votar no PT.
    O PT desistiu até do mínimo enfrentamento, enquanto os inimigos quer destruí-lo.
    A Direita só tem uma opção a oferecer ao PT, a morte, e só.
    Houve gente na história desse partido que pagou com a própria morte.
    Outros, como é o caso desse que aqui escreve desde 2007, sofreu na própria pele o que é ser petista filiado.
    Sou filiado desde 1991.
    Sofri, e tenho testemunhas, assédio moral em uma empresa multinacional onde trabalhei a partir de 1993, quando a chefia soube da minha condição de filiado ao PT fui convidado a dar explicações.
    Ficaram assustados pois nos anos de 87 e 88 a tal empresa passou por um longo e tumultuado período de greves, o que levou a expurgar todos os “cabeças de greves”, “petistas”, “agitadores” e supostos “suspeitos” das três coisas.
    Não fui dispensado, mas vigiado durante 10 anos, tive apenas promoções: comecei como jardineiro, fui a varredor de pátio, lixeiro e finalmente carregador de caixas de produtos.
    Mas nesse período, voltei aos estudos, saí de uma 8ª série e assim que terminei a faculdade me fui.
    Hoje xiiiiii!!!
    Sou executivo, kkkkk!!!
    Pra mim muito triste ver o PT se capitular.
    A retirada de Gurgel e Policarpo do Relatório da CPMI / Veja-Cachoeira é um divisor de águas na história do PT e da Esquerda.
    Pra Direita um alento um fortificante, o PT ganha as eleições mas não leva o poder.
    Incompreensível, estupefação, repúdio, o gosto amargo da derrota que Odair Cunha nos impõe de forma tão humilhante.

    • Perfeito o texto.
      Magnifica colocação!
      PT tem que dizer ao povo que o elegeu, e continuará elegendo, porque permite este tipo de coisas!
      Se fosse em um caso de que tivesse culpa, e daí buscar justificativas para se esquivar, ainda se explicaria este fato!
      Mas, se todos sabem (quase todos; pelo menos os mais bem informados) que a culpa petista em casos de corrupção atualmente no Brasil se deve ao trato de ter tido como conduzir um país viciado em “mal-feitos”, acredito que uma reação ferrenha, com garra e honestidade já se faz mais que necessária!
      Levanta PT!
      Levanta Dilma e seus auxiliares do Planalto!

    • Cara, pra vc ver, como estou… Sou o oposto de vc. Nasci em família de militares. Estudei no colégio militar do rio de janeiro e, em campinas, na escola preparatória. Não fui pra aman, pq não sei… ou sei e não quero falar. Nessa época, jovem e despontado com o meu entorno, fiquei sem rumo… Verdade q mtos me auxiliavam. Verdade. Esses, eram em maior número q os q me prejudicavam, gratuitamente; talvez, por ouvir falar… Como mudar a vida de uma pessoa, jovem?… Mta covardia… Comecei a estudar economia; apesar de sempre ouvir q eu seria um suposto “estudante profissional”… Em contrapartida, até, ganhei emprego em uma empreiteira; onde trabalhei por mto tempo, durante um, único, dia… Continuei a luta e, pra deixar de ouvir “diretas” – poxa!,,, em nem me divertia, como normal na idade; e pra deixar de me aborrecer, passei a fazer concursos, todos q apareciam. Não era aproveitado em nenhum; não sei a razão… Até q fiz um concurso, onde concorriam milhares e milhares de pessoas. Deus me concedeu a Graça de ser aprovado e fui trabalhar em Santa Catarina. Algum tempo, passado; voltei pro Rio e fui trabalhar, por sorte, num órgão superior da empresa a q servia. Dai, prestei serviço, emprestado, ao governo e a uma estatal. Nessas duas oportunidades, voltei às origens, onde findei minha vida profissional. Estou aposentado e com idade bastane avançada. Eu não me acho um velho; sinto-me experiente e com um cesto orgulho de ter feito de minha vida, um serviço, contínuo; sem me preocupar em benefícios, q não as remunerações, relativas, inerentes. Nunca participei de “combinações”, pra galgar situações privilegiadas – por isso o orgulho. Apesar de ter como me aproveitar de meus familiares e suas amizades.
      Cara, olho pra trás e vejo como foi difícil. Como ralei pra conseguir formação superior; como me esforcei pra me realizar, profissionalmente. Acho q consegui um bom termo; pq até q era reconhecido, por pessoas estranhas, diversas de minhas relações de amizade ou familiar. Às vezes fico a pensar de como podia participar de reuniões, sindicais, dentro do trabalho… Como corria riscos…. Verdade q nunca fui propriamente, um sindicalista. Mas, q era um facilitador…. Esse pessoal, carioca, de esquerda partidária circulava ao meu redor… Em certos momentos, eu me sentia num antro subversivo; tanto, q depois da posse do collor, o ambiente de trabalho, da época, foi esvaziado… Eu sobrei, como por milagre. Eu e alguns, outros; julgo indispensáveis pra tocar o trabalho, restante.
      Cara, depois de tanta luta, agora, eu me achava num “céu de brigadeiro”… Poxa! O nosso país parecia uma Pátria; alcançou maioridade, internacional. Se podia dizer, até, não afirmar… independente. Na democracia, participativa, um sucesso, achava. Tdo bem; sempre soube q a elite, dominante, por aqui, era a continuidade de Washington. Sabia e não estava conformado. Mas, confiava q, não obstante as idas e vindas, políticas, poder-se-ia dar passos significativos pra adiante… Confiava, até agora. Roberto; não confio, mais… Desisti. Não vamos chegar a lugar algum. Minha experiência de vida balbucia em meus ouvidos. O partido dos trabalhadores é , mesmo, um grupo, político, igual aos demais…. Não temos futuro, meu caro. O baile acabou….

      • Uma analise por demais realista e o mais importante positiva, alentadora nesta hora. Acessem http://www.ocafezinho.com/2012/11/28/a-vitoria-da-midia-e-o-choro-dos-derrotados/ – A caminho de uma America Latina, berço de uma nova civilização. Ora o que perdemos ao buscarmos uma visão alentadora.
        O argumento do filme “Historia sem fim” quando perguntam ao lobo que representava o “NADA” que tudo atraia e devorava no seu vortice responde – Sou alimentado, fortalecido pelo “MEDO” de voces.
        Vamos no entanto descobrir como cobrar uma explicação para tal postura do PT. Vejam que a Historia tambem se constroi com aparentes paradoxos. O Collor. Ele que nominou a Veja como “coito de bandidos” e Gurgel como “prevaricador” da Republica.
        Nesta imensidão desconfortavel, congratulo-me com você Simas Mayer, Herbert

  • Dilma é o “poste” que ilumina o futuro do povo brasileiro.Qualquer país do mundo queria ter em seu sistema elétrico, digo de governo, um poste como este.

  • Toda vez que acontece alguma coisa para a qual não conseguimos uma explicação , aparecem inúmeros petistas arrependidos, envergonhados, cansados, desanimados. Estão cansados da militância virtual, cansados dos embates.

    “Homens de pouca fé!”. Precisamos ter fé . Lula e Dilma sabem o que estão fazendo. Eles sabem direitinho. Fico pensando o quanto dói neles engolir estes sapos. Será que alguém acredita que a Dilma fica feliz em não responder à altura tanta calúnia? Será que o Lula fica muito feliz ao ser atacado durante 24 horas por dia? Claro que não. Além de ter que engolir o sapo da oposição midiática, partidária ainda têm que ver parte da militância ameaçar se dispersar a cada momento. Esta parte da militância e de simpatizantes, agem como crianças mimadas. A cada vez que o governo não toma uma atitude de enfrentamento, que são contrariados em suas expectativas, ameçam abandonar a luta.

    Lula e Dilma e outras lideranças estão engolindo sapo por saberem que o momento e o ambiente não são propícios para retaliações. O que adianta o relatório da CPI denunciar o Policarpo, o Gurguel e outros? Além do endurecimento dos ataques ao governo o que vai acontecer? Quando esta denúncia chegar ao STF o Barbosão vai acatar a denúncia? Se acatar como será o julgamento? Acho que Dilma sabe bem estas respostas. Melhor continuar com a popularidade. Qualquer atitude não vai dar em nada pq tudo será barrado no caminho. Temos o exemplo da lista de furnas, mensalão do psdb. Sem contar que a mídia vai fazer tudo parecer revanchismo, vingança do PT pelas condenações do processo 470.

    Esta batalha não deve mesmo ser do governo. Tem que ser da sociedade. Cabe a nós cobrar as mudanças estruturais no poder legislativo e judiciário. Cabe a nós eleitores sermos a base sólida para as mudanças que estão acontecendo. Acho que Dilma está correta. Fazer política é a arte de engolir sapos com um sorriso nos lábios.

    • Fazer politica não é apenas a arte de engolir sapos com sorrisos amarelos, já aconteceu em nossa historia recente algo muito próximo ao que acontece hoje, quando as elites se enfurecem usando seu porta voz mídia, atacando sistematicamente o poder constituído, abramos bem os olhos antes que seja tarde demais como o foi em 64, pois estão legitimando mais um golpe nas “classes mais esclarecidas”, nas das opiniões formadas, e o povo e os movimentos sociais amorfos como estão hoje, não poderão resistir o poderio econômico que já cansou do “Gerentão” admitido em 2002 , e que agora procura meios para demiti-lo sumariamente, substituindo-o já, por um outro “Administrador” menos preocupado com avanços sociais…

    • Hilda Lima diz: Homens de pouca fé!”. Precisamos ter fé . Lula e Dilma sabem o que estão fazendo.

      Leio isso há 10 anos sobre Lula e Dilma, saber eles sabem, só não souberam neste longo paríodo indicar para o STF e PGR, procuradores e júizes imparciais identificados com um governo trabalhista e pelo social.

      Cabe a nós cobrar as nudanças estruturais no poder legislativo e judiciário.

      É fácil propor, mas cobrar de que forma, quais os meios que dispomos para cobrar essas mudanças?

      Continuo petista, mas quando li num blog tucano o que Rui Pardal digo Falcão, chamou o relator ás falas, é de lamentar, termos esse paraquedista na direção do PT.

    • “Nessas condições, o PT se encontra numa encruzilhada. Ou sai da defensiva com uma tática correta, ou se arrisca a soçobrar. ”

      Caminhos perigosos
      Escrito por Wladimir Pomar

      À medida que o tempo passa, vão ficando evidentes contradições mais agudas na situação política brasileira. Por um lado, o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma aparecem como favoritos para as eleições presidenciais de 2014. Por outro, na economia, na sociedade e na política se acumulam evidências de que os detentores do poder econômico, dos meios de comunicação e do aparato de Estado estão manobrando com o propósito de reverter a situação em que se encontram.

      A queda, mesmo insignificante, da taxa de juros; o aumento, mesmo incompleto, do emprego formal; a redução, mesmo leve, das taxas de eletricidade; o esforço, mesmo parcial, para reduzir os custos das obras públicas; a decisão, mais firme, de combater a corrupção política, através da extinção do financiamento privado das campanhas eleitorais, tudo isso parece haver acendido a luz vermelha nos círculos ideológicos mais influentes daqueles reais detentores do poder, fazendo-os procurar caminhos que lhes permitam acabar com a experiência, mesmo apenas levemente reformista, de governos centrais dirigidos pelo petismo.

      O primeiro e mais relevante desses caminhos, como já comentamos antes, consiste naquilo que alguns autores estão chamando de judicialização da política, e eu prefiro chamar de criminalização da política e da ação dos partidos. A política e os partidos passam a ser julgados não mais pelo povo, mas por juízes que, no chamado processo do mensalão, se arrogaram o direito de mudar a natureza do crime cometido, desdenhar provas, atropelar a Constituição e os procedimentos legais instituídos e se colocar acima dos demais poderes republicanos. E se alguém pensa que o STF se contentará em dar um exemplo apenas com esse julgamento, talvez se engane redondamente. Tudo indica que o poder judiciário, sob a tutela da alta corte, se empenhará em substituir o Congresso com normas e leis que intensifiquem a criminalização da política e a paralisia do governo dirigido pelo PT, através do levantamento de novos casos de corrupção, reais ou forjados, que envolvam o ex-presidente Lula, a presidenta Dilma e o PT.

      O segundo caminho vem consistindo na multiplicação das derrotas do governo na Câmara e no Senado, derrotas infligidas principalmente por parcelas dos partidos que constituem a base do próprio governo, a exemplo do Código Florestal e da divisão dos royalties do pré-sal. Com a assunção do PMDB à presidência das duas casas do Congresso, cresce a possibilidade de que tais derrotas se intensifiquem, a não ser que Dilma se curve às exigências dos aliados, a exemplo do que já vem ocorrendo na aceitação passiva e na assimilação de que há uma nova classe média no país, que merece atenção prioritária do governo.

      O terceiro caminho consiste na paralisia ou redução significativa dos investimentos privados, a pretexto da crise internacional, do alto custo dos salários, da alta carga de impostos, ou de outros motivos secundários, nenhum deles sendo relacionados à redução dos lucros máximos que o poder de monopólio garantia para as grandes corporações financeiras, industriais, agrícolas e comerciais. Como a elevação dos investimentos, especialmente na infraestrutura, indústria e agricultura de alimentos, é a chave para o crescimento e para a geração de empregos, embora alguns setores do governo não deem a atenção devida a isso, as previsões de crescimento de 3% a 4%, em 2013, podem ser frustradas.

      O quarto caminho parece consistir em revigorar a insegurança pública, através de chacinas descontroladas, quase certamente realizadas como ação diversionista para ocultar disputas internas nas polícias locais, associação com milícias e traficantes e outras correntes da criminalidade. O que traz à tona a contradição entre as taxas de desemprego oficiais e a grande massa populacional, sem acesso à educação e à qualificação profissional, incapaz de procurar emprego e cuja única opção consiste em servir como soldados do tráfico e do crime. Os casos de explosão de insegurança pública em São Paulo e em Santa Catarina talvez não sejam os únicos, nem os últimos.

      Esses caminhos parecem desligados ou disparatados. No entanto, quem se der ao trabalho de acompanhar a pauta do Partido da Grande Mídia pode concluir que eles estão intimamente relacionados, na perspectiva de corroer pelas beiras, e também por dentro, a experiência de governo do PT, de modo a fazer que ele desabe por seus próprios erros. Talvez não seja por acaso que, nos últimos tempos, tenham se multiplicado as publicações da A Arte da Guerra, de Sun Zi, o mestre dessa arte de vencer a guerra induzindo o inimigo a cair em armadilhas, desgastar-se e ser levado à derrota, sem necessidade de travar qualquer batalha decisiva.

      Nesse sentido, os promotores da criminalização da política estão provocando o PT a cair na armadilha de realizar uma defesa aberta dos réus julgados pelo STF, de modo a associá-lo umbilicalmente à suposta compra de votos de parlamentares e abrir canais para envolver o ex-presidente Lula e o partido, como um todo, na mesma teia que lhes permitiu julgar e condenar vários dirigentes do partido e aliados. Na verdade, talvez a melhor defesa dos condenados consista numa tática de ataque aberto, público, constante e intenso ao sistema eleitoral de financiamento privado das campanhas eleitorais, no qual o caixa dois é recorrente e não há qualquer indício de repúdio efetivo a ele pela Justiça. Por que o PT não faz uma campanha de vulto, como as muitas que fez no passado, para exigir que o judiciário coíba o uso desse crime e que o Congresso vote o financiamento público exclusivo das campanhas eleitorais?

      Nessas condições, o PT se encontra numa encruzilhada. Ou sai da defensiva com uma tática correta, ou se arrisca a soçobrar. O mesmo diz respeito a ele e ao governo Dilma quanto à economia e à conjuntura política. O PT e seus membros no governo precisam discutir, em conjunto, os problemas estruturais que emperram o desenvolvimento econômico e social no ritmo que a maior parte da sociedade necessita, a exemplo do poder de monopólio de um grupo de corporações empresariais sobre o conjunto da economia, dos gargalos que impedem o crescimento dos investimentos e dos empregos da grande massa da população que está fora do mercado de trabalho e dos aspectos macroeconômicos que incidem negativamente sobre a economia. Ou não terão nada a dizer para as camadas populares e médias da população, nem para mobilizá-las para as mudanças, mesmo as capitalistas, que só serão realizadas se a burguesia sentir que PT e governo possuem um apoio social firme e explícito, e que este apoio pretende avançar nas reformas democráticas e populares.

      Quando se confirmou a vitória de Dilma, em 2010, todos sabíamos que seu governo seria, ao mesmo tempo, continuidade do governo e com novas mudanças baseadas no que havia sido conquistado. Os caminhos para essa mudanças estão se tornando cada vez mais perigosos, mas o maior perigo consiste em não enfrentá-los.

    • Hilda Lima, tenho o mesmo pensamento, o ambiente não é favorável e achar que Dilma , Lula e PT são ingênuos é muita o ingenuidade e amadorismo.
      Temos visto que as decisões importantes a bancada do PT tem votado 100% e não tem obtido exito. Os Royalties do Petróleo para Educação é um exemplo, não conseguiram aprovar este projeto de lei e muitos outros, tais como CPMF, etc, se o governo não conseguiu aprovar um projeto de pequena magnitude por não conseguir a maioria no congresso imagina uma lei de Regulação das mídia onde grande parte de deputados e senadores tem o rabo preso até o tutano.

      Dizer que o PT amarelou, pode até ser, não acredito, O PT não consegue aprovar nada sozinho, benvindo a República e a Democracia e aos favores, é o que temos…

      Insisto REFORMA POLÍTICA é o caminho.
      Precisamos relacionar todos os deputados e senadores que possuem algum tipo de negócio com empresas de comunicações e começar a varrer estes vermes das próximas eleições.

      Se tem uma coisa que Dilma e Lula não possuem é AMADORISMO e INGENUIDADE .

      Voto 100% no PT e infelizmente sem o povo na rua a Reforma política e Democratização das comunicações poderá até vir mas somente em algumas décadas, talvez.

      Que o PT tem que balançar a roseiras e extremecer as estruturas não tenho a menor dúvida, mas fazer isto sozinho sem apoio popular e sem maioria no congresso, acho que seria amadorismo e ingenuidade.

    • Hahahahhhhhh!!!… Vc acha, Hilda, q está tdo numa boa? Q a dor de barriga vai passar? Ora, minha querida, como parar, se não se toma remédios; se não se toma um tino na vida e se modifica a dieta?
      Veja, bem; não é de agora… Pq, no momento, a dose está sendo cavalar… Antes, a cpi do “banestado” foi jogada fora,, no lixo, pelo próprio partido dos trabalhadores. A possível cpi da “privataria”, foi relegada ao esquecimento. O julgamento do chamado “mensalão do pt”, um escárnio,. á democracia e uma afronta à Constituição, republicana. Essa vergonheira da “cbf”, não tem cabimento. A pf e a ministério público federal, em sp, investigando mal feitos no escritório da presidência, e vazando informações sigilosas, afrontosamente, ` à mídia, maldita e mafiosa. E, isso, sem falar no próximo passo da dilma; esvaziando, de vez, o rio de janeiro, no caso dos royalties. Ou vc acha q ela não vai doar a grana paga, aos estados produtores, pelos riscos assumidos, aos demais estados, em sua totalidade; mesmo os q não sofrem riscos, algum. Ou vc acha q ela não sabe q royalties são uma coisa, são despesas de produção, e lucro da exploração é outra? Ela vai cometer o suicídio, diante do eleitorado, carioca, conscientemente, em conformidade com o desejado pela mídia, oligárquica e mafiosa, em benefício de seu descompromisso, total…. Total.
      Pq, minha cara, a Dilma, tem compromisso, mesmo, é com a elite, dominante e conservadora. Só faz, o q Washington autoriza. Não fosse, isso, ela já tinha aproveitado o momento, aquele dos “18 minutinhos” de propaganda eleitoral, no tal do jornal nacional, em benefício do zé cerra., e entrado com uma reação, qualquer, em qualquer lugar, cabível…. Podia ter feito uma “redentora” medida provisória, em rito urgente; podia ter representado no supremo, cambeta…. Podia., E não fez, pq não queria.
      Mocinha, o partido dos trabalhadores não existe, como opção partidária, mais. Está provado. Com atestado de insanidade, moral, este do oldair. A dilma, realmente, não é um poste do lula; é uma representante de Washington, no governo federal. ‘Tá provado. A festa acabou.,… Nos resta assistir a volta do “boca de caçapa”, pelas mãos do aécio, cambaleante, quiça um glorioso negro, igual ao obanana. Quem sabe, então, aquele neto do pobre do Arraes, q depois de velho, ao fim, viu seu neto, tão promissor, metido no mesmo saco dos “precatórios”. Lembra?
      Vc me desculpe, mocinha. Sinto, mto. Mas, a festa terminou…. ( Vou me mudar pra Miami… Lá, vou ser amigo do rei. Pensa o q?…)
      Fecha a porta, qdo sair

    • Paulo, eu acho que a popularidade da Dilma está se sustentando, dentre outros fatores, por apanhar calada.
      Infelizmente a maioria das pessoas não é politizada e não têm as mesmas demandas dos politizados.

      Aposto que a maioria do povo brasileiro está pouco se importando se a globo fica martelando contra Zé Dirceu, contra o Lula ou contra a Dilma. Estão preocupados com o dia-a-dia e estas questões da república passam longe de seus pensamentos,

      Tirar este poder dos “donos” da república exige tempo e estratégia. Dilma sabe que na hora que o bicho pegar não teremos milhões nas ruas, apoiando o governo. Aqui, ao contrário da Venezuela, o golpe será, sim, televisionado e a multidão enfurecida gritará, em minha opinião, “soltem Barrabás”.

  • Estou bastante desanimada e muito preocupada. É duro assistir a classe média ao meu redor cada dia mais conservadora, insuflada pela mídia e acreditando neste julgamento injusto do Supremo. Só não vê quem não quer. Bastará o primeiro suspiro da economia para tudo ir por água a baixo. Covardia sem sentido.

  • Amigos do blog, prezado Eduardo. Dos relatos anteriores o que mais me chamou atenção foi do “andre
    28/11/2012 • 17:52”. Me apego no ponto que ele muito bem salientou do recuo do relator desta CPMI.

    O PT está realmente com o rabo preso, sem meias palavras e a reboque do PMDB. Todos sabemos que dentro do saco de gatos que é o PMDB, estão vários parlamentares donos de concessões de rádios e TV´s, portanto vamos esquecer esse assunto de indiciamento de jornalistas, regulação de mídia, etc. e tal. O PT abandonou suas origens, o poder está corroendo o PT por dentro, vê-se nessa sucessão de escândalos (no que a mídia golpista usa muito bem na comunicação), que as coisas fugiram do controle.

    É inadmissível esse recuo, qual a mensagem que eles passam para os eleitores do partido (que é meu caso)? Não adianta ficarmos gastando tempo em debates, mensagens pela web, discussões com amigos, parentes, defendendo quem não tem mais porque ser defendido. A presidente Dilma não nasceu de geração espontânea, houve um compromentimento de idéias, plano de governo, e um partido por trás dando aval nesta candidatura. O PT apesar da popularidade da presidenta, nos deve satisfação sim!

    Sem quebra dos ovos não se faz omelete, e este PT que está aí definifivamente não mereçe defesa, foram tragados pela mosca da “governabilidade” a qualquer custo. Pulei fora deste barco, se a direita não tem programa nenhum para o Brasil, vejo que a esquerda precisa de um novo partido para empunhar a bandeira que tanto queremos, de desenvolvimento com justiça social. Mas sem subserviência com esta mídia que está aí, quem não deve não teme!

  • Pessoal vou plantar um pé de Cá-te-espera e ficar só na minha atual leitura preferida. Comprei, na Bienal do livro de Fortaleza, agora em novembro, 35 exemplares. Livros sobre história e literatura russa. Uma biografia de Trotski (Isaac Deutscher) em 3 volumes, Dostoievski, Gorki, Tchekov, Lenin, Stalin, Bukharin, Plekanov, Pleshakov. Uma beleza. Vou me desligar um pouco. Tô cheio do Joaquim Barbosa, do Odair, do ZéCardozo, etc, etc, etc.

  • Nunca pensei que diria isso, mas o Collor tem mais coragem do que todos os seus parlamentares do PT juntos, seja na câmara federal ou no senado. É como o Nassif comentou, o PT virou um partido de invertebrados. Pusilâmines, essa é a palavra.
    Alguém que tenha o dom,talento e domínio absoluto da escrita, deve chamar o PT as falas em uma carta aberta a todos os seus parlamentares e dirigentes.

  • Com isso!!!! Tem gente se aproveitando da covardia do PT. Não é, Collor? Eu acho que o PT tá a fim de entregar o cargo. Eu estou envergonhado, eu esperava o PT entrar e fazer à limpa, eu achava que as privatizações iam ser colocadas em pratos limpos e que iam fazer FHC sentar no banco dos réus, mas quem sentou foi o próprio PT, e em muito breve a mídia, essa mesma mídia anistiada pelo PT vai fazer Lula sentar neste banco. O PT está aprendendo muito com o PSBD, dai a pouco não teremos mais partidos de esquerda, pois, o PT esta tombando para direita, que sabe o PT e o PSDB não se tornam um partido só. Henrique Meireles era do PSDB e passou 8 anos como presidente do BC e os juros baixava a passos de tartaruga. PT nunca mais!!!!

  • Apesar do PT ser o partido da presidenta Dilma, a sua principal sustentação n Congresso, não há porque confundir, o partido tem que ter as suas próprias posições. No caso da CPI do Cachoeira, o relator falhou em não indicar no seu relatório os mafioso: Policarpo, Civita, Gurgel e cia.

  • Estou dando de ombros a tudo isso… Se precisarem de apoio para algum movimento ou campanha, talvez esteja de prontidão… Bem, o Governo Federal só movimentar-se-á se o ‘caldo estiver entornando’!

  • Talvez pudéssemos escrever para o Deputado Odair Cunha, Isso nós podemos fazer. Ele precisa saber o quanto estávamos admirando sua coragem e correção. A mída encurralou-o e a sensação de solidão dói e
    enfraquece. Ele precisa saber o quanto a sociedade o apiou e apoia, Enquanto ele lutava, nós tínhamos esperança. No final, nos frustrou,

  • Calma, é a única palavra-ação que me vem à mente quando o assunto é governar o Brasil. Agora, quero dizer.
    Temos como presidente uma mulher. Como se não bastasse, uma mulher que foi vítima do terrorismo da ditadura, se é que se pode separar terrorismo e ditadura. E não é só: Dilma é uma inteligência terna, previdente e nem um pouquinho ingênua nas suas relações com o país que governa. Para completar, sua disposição em fazer um trabalho que dignifica o povo, recupera sua cultura e transforma o pesadelo da realidade tornada cruel pelo descaso em um motivador claro para superar a indiferença dos poderosos de nossa geração.
    No caso de nossa presidenta, creio eu, e ao contrário do que normalmente defendo, o melhor é acreditar nela. Estamos em boas mãos.

  • Sou filiado ao PT desde que completei 18 anos, mas não me sinto mas motivado a continuar defendendo o que os próprios que foram eleitos não defendem o partido. Fico com mais raiva do PT que a oposição eles acusação e o PT se cala, sou eu que vou ficar berrando berrando. Com a retirada dos nomes do Gurgel e Policarbo quem começa duvidar do seu próprio partido sou eu, tenha santa paciência.

  • Meireles, engano seu, o relator colocou todos esses picaretas, mas a direção do PT um tal de Rui e sua direção obrigaram-no a retirar esses nomes.
    Ficamos defendendo-os e esses picaretas nos enganando abertamente.
    Esse Rui, deu a notícia para um blogueiro tucano, quando chamou o relator ás falas, criticando-o por colocar o Poli, Caneta e Policarpo e o PGR tucano na relatoria.
    Estão perdendo a identificação com o povo, se querem parecer tucanos que continuem se portando desta maneira.

  • A bem da verdade temos que colocar alguns pontos nos verdadeiros is!

    A CPMI não é do PT. Temos lá membros más estes são minoria. Assim como ocorre com a representação congressual, a CPMI mais ou menos mantém a proporcionalidade. Portanto, nas questões que foram retiradas pelo relator, só contávamos com os votos do PT e do PC do B e isso não dá sequer um 1/4 dos votos a favor do relatório.
    Porque o relator apresentou um relatório onde está exposto o pedido de investigação em cima do PGR e do jornalista da Veja, se ele sabia que isso não iria passar? Para criar um fato político importante.
    O que temos que fazer é jogar toda a nossa ira contra a base aliada. Nesta base temos gente que é da Dilma e também da Globo e da Veja! Como votam nesta questão do relator o progressista PSB?

    Creio que o fato do relator ter apresentado um trabalho que colocou o governador de Goiás e mais os dois citados é uma grade vitória! O que não dá é pra por a culpa em quem não tem!

    Sugiro que toda essa ira, que para alguns chega a decepção, que façam o possível para divulgar nomes como de parlamentares como os do PDT que se Brizola estivesse vivo já teria dado um jeito neles, o PMDB e seu rabinho de palha. Peguem seus jornais de sindicatos, entidades estudantis, exponham estes nomes. Façam manifestações de massa ou coisa e tal. O que não dá é ficar fazendo o jogo da Globo que é dar pau no único partido, inclua-se aqui o PC do B que faz alguma coisa séria.
    Como diria o caipira : ” é o fim da picada”

    • Luis, perfeito seu texto e assino embaixo.
      É exatamente isso: colocar os verdadeiros pingos nos verdadeiros is.
      Não podemos esquecer que se trata de briga de peixes grandes, como diziam meus avós.
      Abandonar o “barco” (projeto de nação que está apenas se esboçando ainda, no tempo histórico), por causa de marolas ou maremotos, é o que mais deseja a oposição.

    • Li a sua, Paula, e concordo plenamente, com você e com o Luis, acima. O Odair Cunha e o PT não são os “donos” da CPI e êle fez o que pôde. Devemos encoraja-lo.
      So não entendi ( não tem importância mas por curiosidade, ja que seleciono os blogs pra minha leitura) quem é você: Paula ou Helena? Pois o link é do blog da Helena, não?

      Mas de um modo geral, independentemente desta CPI, outros representante do partido poderiam estar se manifestando, nesses ultimos tempos de massacre da grande midia, nas sessões ordinarias. Nem posso ter certeza de que não estejam, pois não as assisto, mas se estivessem teriam eco, pelo menos na midia alternativa, que acompanho todos os dias.

  • Primeiro o STF “caiu de joelho” os falsos corajosos, tipo Joaquim Barbosa(o mais covarde e engandador,, Fux (o bravateiro lembrem-se do que ele disse “O STF não tem medo de ninguem” FUX piadista”, e o frouxo do Ayres) agora o PT e governo aceitaram o fato que a mídia é muito poderosa mais do que se imaginava para enfrenta-la e resolveram recuar, se a decisão é correta ou não somente o tempo para responder. Agora, não haverá tregua amanha mesmo a midia continuará os ataques contra o governo, a principio sem muita repecussão nas pesquisas eleitorais, até agora não sabemos no futuro próximo, talvez por isso o PT não “comprar a briga”.

  • Primeiro o STF “caiu de joelho” os falsos corajosos, tipo Joaquim Barbosa(o mais covarde e engandador,, Fux (o bravateiro lembrem-se do que ele disse “O STF não tem medo de ninguem” FUX piadista”, e o frouxo do Ayres) agora o PT e governo aceitaram o fato que a mídia é muito poderosa mais do que se imaginava para enfrenta-la e resolveram recuar, se a decisão é correta ou não somente o tempo para responder. Agora, não haverá tregua amanha mesmo a midia continuará os ataques contra o governo, a principio sem muita repecussão nas pesquisas eleitorais, até agora não sabemos no futuro próximo, talvez por isso o PT não “comprar a briga”. 2

  • Olha Edu… hoje meu irmão postou uma charge referente a Privataria Tucana no face … um camarada dele retrucou, citando a velha história dos dolares na cueca,,, eu com toda educação postei sobre a diferença entre o dinheiro de pinga daqueles dolares na cueca e os bilhões da privataria… meu Deus, pra que fiz isso, o cara desembestou a me chamar de bandida, de fazer parte da corja, mandou me internar, eu tirando de letra e ele ficando cada vez mais furioso… gente, o que estão fazendo com as pessoas, parece que espumam de raiva até! No final postei que ele precisa se tratar e se preparar pq em 2014 vai ser Dilma de novo, daí ele termina assim: todo idiota é assim mesmo… eu já p da vida postei: Escreve mais sobre vc então… Ele apagou todas as postagens dele.
    Vou te contar uma coisa,,, defender esse governo e o PT caaaaansa…e eles mesmo não se defendem.
    Olha, pra mim chega, ficar debatendo com troll é o fim da picada.
    Não sei como vc aguenta, haja estômago.

  • Prezado Edu,

    Sou eu, o chato.

    Nada de jogar a toalha, vamos fazer pressão onde temos mais chances de sucesso.

    Vamos lá.

    A alteração das leis de comunicação é o caminho mais difícil e com perspectivas de vitória mais incerta, mas existem outros caminhos.

    Minha sugestão:

    O PT deve recorrer a justiça comum para se defender quando for atacado, afinal, hoje, qualquer um pode inventar qualquer coisa contra Lula e o PT sem se preocupar com as consequências, esta apatia é responsável por muitos dos excessos e loucuras da mídia, alem disso, para muita gente boa, o silencio do PT é uma confissão de culpa.

    O PT não é uma ONG pobre e desprotegida, o PT é um partido politico forte, ligado a sindicatos e movimentos sociais com recursos humanos e financeiros para enfrentar disputas jurídicas.

    Recorrer a justiça independente do resultado é um sinal de coragem, pois mesmo sendo derrotado o PT terá na pior da hipóteses, a chance de divulgar a sua versão dos fatos, influenciar os ânimos dos juízes e mapear as tendencias dos magistrados.

    Basta de medo do judiciário, os benefícios superam os malefícios.

    Vamos botar pressão no PT!

    Reage PT!

  • Vou continuar votando no PT, não tenho outra alternativa, mas isso não me impede de ver essa dolorida e vergonhosa capitulação.
    Registro aqui minha indignação, repúdio.
    Definitivamente, o Dep. Odair Cunha e quem deu pito nele, o Sr. Rui Falcão não tem o meu apoio ao agirem dessa forma.
    Repito:
    Deixo aqui de forma registrada minha veemente estupefação, vergonha, repúdio e profunda tristeza com a retirada do Relatório da CPMI Civita/Cachoeira, dos nomes do Procurador-Geral da República Dr. Roberto Gurgel e do jornalista Policarpo Jr. da Veja.
    Dia de triste memória para a história do PT.
    Dirceu, Genoino, João Paulo Cunha, Delúbio vão levar essa “homenagem” para a cadeia.

  • Falar em nome do povo, o povo isto, o povo aquilo, sempre foi uma tentação irresistível. Não sei exatamente porque tratar o povo como vendido por falar a partir do bolso. Essa é a condição de viver na sociedade capitalista. E nenhuma parte da sociedade talvez esteja mais mergulhada na sua ideologia, que é elaborada sobretudo tendo o povo como objetivo e objeto, do que essa imensa parcela, a maioria, que os dominantes consideram sempre perigosos. O PT pode, e parece estar fazendo, intervir na crise capitalista e evitar uma das suas manifestações mais crueis, que é aumentar o sofrimento dos dominados, dos explorados, mas a continuação dessa façanha vai depender de mudanças profundas nas instituições capitalistas. Este lado da questão vai dominar o cenário político do mundo inteiro a partir de agora. Ou sobrevivem os 99%, ou será a barbárie para a qual o império está se preparando.

  • O Brasil sempre foi o país em que mesmo nas condições institucionais mais precárias como tendo sua Constituição estuprada por golpes e ditaduras as pessoas, atônitas ou não, conscientes ou não do que acontecia, enfiavam o galho dentro e conviviam pacificamente com as irregularidades, estupro constitucional incluso.

    Desde a proclamação da República tem sido esse o comportamento dos brasileiros com exceção de alguns lampejos de reação que ou foram dispersados no tapa e na bomba de gás lacrimogênio ou foram garantidos por alguma tênue estabilidade do período dito de “abertura” secundada pela transição que ensejou o movimento das “diretas já” do qual nem todos participaram nas ruas e na esplanada dos ministérios porque, de fato, ainda havia fortes sinais repressivos nos órgãos públicos e estatatais que impediram funcionários sairem de suas repartições naquela data histórica que demandou as diretas JÁ.

    O resumo da ópera é que no Brasil o argumento de quem estava no poder é que “os fins justificavam os meios”.

    Eu não acho que o Partido dos Trabalhadores tenha que ser perfeito.

    No PT tem gente de tudo quanto é espécie e por isso é representativo.

    A sociedade é corrupta e ninguém precisa sair catando lá em Brasília pessoas corruptas. Basta olhar no entorno que achará corruptos muito mais próximos do que se imagina.

    Na minha modesta opinião de eleitor, político é apenas representante do eleitorado, não seu tutor e, portanto, paradigma de exemplo de retidão.

    Político é, digamos, matematicamente falando, um evento, uma probabilidade, se fizermos um paralelo à teoria dos conjuntos ou sei lá mais o quê.

    Se somos 200 milhóes de habitantes e no Congresso tem 600 políticos, entre Deputados Federais e Senadores, é claro que a probabilidade de existir no Congresso corruptos não pode ser esperado que seja conjunto vazio.

    Lá tem na exata proporção que na Sociedade o número de corruptos correspondente e é tolice desistir dos políticos que nos representam baseado nesse sentimento purista de que “assim não é possível” ou como o FHC dizia, “assim não dá”.

    Isso é papo de quem ou não entende as mudanças institucionais importantes que estão acontecendo ou permanecem com um pensamento político retrogado, da década de 50, temeroso pelo próprio emprego.

    Quem faz o Brasil somos nós, os eleitores.

    Eu voto em políticas públicas e escolho candidatos que discursam as políticas públicas que almejo, que acredito, que acho justas para a sociedade.

    Os outros partidos políticos que detiveram o Poder até o Lula tomar posse nunca foram efetivos em cumprir as promessas aos eleitores menos favorecidos e maioria e, pelo contrário, a cada posse de cada autoridade econômica e diante das indagações da mídia direitista, “explicavam” que “primeiro iriam deixar o bolo crescer para depois distribuir”.

    Lula detonou esse conceito e partiu para distribuir a renda. Distribuição até tímida para meu gosto. Mas distribuiu. O resultado foi a consequente redução da base da pirämide social e o crescimento da economia beneficiando a muitos inclusive aos comerciantes classe média.

    As demais políticas que considero corretas (que sempre foram promessas jamais cumpridas outrora) foram encaminhadas para um Congresso representativo na acepcão da palavra da corrupção da sociedade que abriga em silêncio uma cem número de atos de corrupção que se descrevesse ficaria impedido de postar por haver limitação, imagino, do número de letras que se pode postar nesse blogs.

    Eu gostaria que os polítios do PT jogassem a merda no ventilador ainda que sobrasse para o próprio PT. Like o maluco do Jefferson que fez o que fez. Agora, que eu acho que a direita conservadora sempre fez e continua fazendo conspirações golpistas, ah, isso eu acho. Só que desta vez, eu acredito que não vão ser gatos pingados que irão defender as instituições. Vai ter muita gente disposta a, aí sim, seguir a Dilma dos seus 18 anos, como paradigma caso ousem novamente tentar estuprar a Constituição.

  • É galera. Depois dessa, quem somos nós e o PT para criticar o Joaquim Barbosa e os membros do STF?
    Aí está por que Dirceu e Genoino foram condenados. Todos tremem diante dessa mídia, inclusive quem deveria enfrentá-la.

  • Estou triste muito triste mesmo, sabe aquela hora que a gente pensa que tudo esta perdido. É o que penso hoje, o e os policos do pt?. Covardes.

    • Com tristeza, mas indignado, tenho que dizer que os políticos do PT e os sindicalistas deste país estão ficando gordos demais para manter qualquer luta. Quem sustenta o PT, as esquerdas e o governo são os militantes anônimos, de base, que nem holerite têm, ao contrário, pagam prá lutar. Mas em Brasília ninguém se lembra que essa gente existe, a não ser nos anos eleitorais. Um dia isso muda!…

  • Sou petista roxo. Mas hoje senti vergonha do meu partido e da fraqueza dos seus membros.
    Não posso deixar de elogiar coragem e a determinação de Fernando Collor.Acho, que esta atitude de Odair
    vai atingir a popularidade de Dilma.

  • ELA MERECE QUE ROBERTO GURGEL A DENUNCIE, BASEANDO-SE EM REPORCAGEM DA VEJA, COMO PROPRIETÁRIA DE UMA CONTA NA SUÍÇA, FABRICADA POR DANIEL DANTAS(COMO NA DENÚNCIA FALSA, FEITA ANOS ATRÁS, PELA VEJA CONTRA LULA), MAS DESTA VEZ COM A INDISCUTÍVEL VERACIDADE ATESTADA PELO “PERITO” MOLINA NO JORNAL NACIONAL. COM ISSO, A MÍDIA E A DIREITA CONSEGUIRIAM A “DESCULPA” QUE ESTÁ FALTANDO PARA DERRUBAREM DILMA, PRENDEREM LULA(QUE OBVIAMENTE TERIA UMA “CONTA CONJUNTA” COM A PRESIDENTA E FIDEL CASTRO, CONFORME AS “HONRADÍSSIMAS” DENÚNCIA DA GLOBO)E DAREM O GOLPE(IGUALMENTE NORMALIZADO PELA “OMBRIDADE” INQUESTIONÁVEL DE NOSSOS BARÕES DA COMUNICAÇÃO). NÃO DÁ PARA ACEITAR TANTA COVARDIA : O QUE O DILMA E O PT ESPERAM!!!!!!!!!????????? GANHAR DA MÍDIA E DA DIREITA PELO CANSAÇO!!!!!!!!!!!!! OU SERÁ QUE ACREDITAM QUE OS MARINHOS E TODO O RESTANTE DA QUADRILHA FAMILIAR-MIDIÁTICA TERÃO UMA LUZ DE CIVISMO E E PASSARÃO A APOIAR O MODELO SOCIAL INCLUDENTE QUE ESTÁ-SE TENTANDO IMPLANTAR NO BRASIL!!!!!!!!!!!!!! SERÁ QUE ELA NÃO VÊ QUE, DO MESMO MODO QUE EM NOSSAS BRIGUINAHS DE INFÂNCIA, O RECUO FAZ O FANFARRÃO SENTIR-SE AINDA MAIS FORTE E OUSAR CADA VEZ MAIS????????????Dilma e o PT estão suicindando-se(suicídio já praticado por Lula, que passou oito anos apanhando da mídia sem reagir – este blog cansou de reclamar do ex-presidente por tal postura – só inicando uma reação tímida no apagar das luzes de seu Governo). Só que agora o suicídio é ainda mais grave : para começar porque Dilma não é Lula, ou seja, não tem(e nunca terá)a verve do presidente para incendiar as massas, ainda que nade em popularidade. Segundo porque os ataques ampliaram-se : saíram da primeiro mandatária e de seu partido e passaram a açambarcar também um ex-Presidente. Lula não é poupado pelo barões da comunicação(e agora não tem o “palanque” presidencial para reagir), pois os coroneis eletrônicos sabem que, ainda que sem púlpito, ele é muito maior do que Dilma, o PT e toda a esquierda brasileira juntos; afinal, além de uma ldierança extraordinária, Lula já é um mito que a direita tenta destruir. E em terceiro lugar, os ataques agora partem para o golpismo puro, não há mais nenhuma esperança da direita em somente desmoralizar o Governo e derrotá-lo nas urnas : os conservadores já entenderam definitivamente; após as derrotas em 2002, 2006, 2010 e 2012; que não dá para vencer Lula(e agora Dilma)com o discurso moralista. Sabem que têm que impedí-los de competir, adotando o golpismo pseudolegalista tão em moda na América Latina(obviamente muito bem orientados pela CIA). NÃO DÁ PARA ESPERAR ENQUANTO O PT E DILMA BRINCAM COM TANTOS FIOS DESENCAMPADOS(TREMENDO DE MEDO DIANTE DA MÍDIA, ENQUANTO NO PRÓXIMO FINAL DE SEMANA TALVEZ SAIA MAIS UMA “DENÚNCIA” GOLPISTA DA VEJA, QUE O JORNAL NACIONAL REPERCUTIRÁ SEGUNDA, E A OPOSIÇÃO TENTARÁ O GOLPE PELA ENÉSIMA VEZ, COM CADA VEZ MAIS DETALHES EXPLICITANDO O OBJETIVO DE RETIRAR A PRESIDENTA DO CARGO A PULSO). TEMOS QUE PARTIR PARA A MOBILIZAÇLÃO DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA : EM JOGO NÃO ESTÁ DILMA, O PT, A ESQUERDA, UM CARGO OU MESMO UM TRIUNFO ELEITORAL. EM JOGO ESTÁ O PAÍS QUE QUEREMOS PARA NÓS, QUE VEM SENDO CONSTRUÍDO PELO PT AINDA QUE COM INÚMERAS CONCESSÕES AOS CONSERVADORES;. E QUE PODERÁ SER RETROCEDIDO ATÉ A MERDA QUE ERA NO DESGOVERNO FHC EM POUQUÍSSIMO TEMPO, COM A LENIÊNCIA DE UMA PRESIDENTA FROUXA E DE UM PARTIDO COVARDE.

    • Tem muito, pois o PMDB, o partido vacilão e fisiológico é o que tem mais votos nessa CPMI e não quis dar esses votos para o relatório do Odair Cunha.

      O Odair Cunha poderia falar em plena comissão que o PMDB deu para trás, mas isto não iria modificar o resultado para melhor e sim para pior.

      O bom seria que o PMDB se encolhesse muito e no seu lugar surgisse ou fortalecesse os partidos como o PSB, o PCdoB,o PRB, o PSOL e deputados progressistas, sindicalistas e nacionalistas de diversos outros partidos.

  • O PT ” amarelou” diante da pressão da mídia para retirar do relatório do CPMI os nomes do Procurador Geral da República Roberto Gurgel e o jornalista da revista de esgoto Policarpo . Estou indignado. O deputado Odair Cunha do PT foi um bundão e medroso. É triste. Até quando vamos assistir e ler atitudes criminosas e desleais do PIG no Brasil?

  • Quando a gente pensa que o PT estava com a faca e o queijo nas mãos, eles jogam a faca fora e ainda dão o queijo para os ratos.Sinceramente, já estou cansado de apanhar.

  • Desculpe copiar este texto do outro post, mas ele vem bem a calhar neste post.

    Infelizmente o Odair Cunha vai dar um passo para trás e livrar o bandido que trabalha para a famiglia Civita. Mas por que o Odair Cunha retrocedeu na CPMI? Por causa do PMDB. O PMDB é o partido que mais tem votos na CPMI, mas ele está negando estes votos para aprovar o relatório de Odair Cunha.

    Podemos criticar sim o PT, mas não podemos esquecer que o PT só tem cinco votos nessa CPMI e juntando com dois votos do PCdoB, seriam derrotados. Enquanto os deputados que defendem as famiglias do PIG e que fazem parte da bancada das famiglias do PIG é liderado pelo Miro Teixeira (que se bandeou de vez para o lado do atraso).

    O mesmo ocorre no Congresso Nacional em relação à Ley de Medios, onde o PMDB tem muitos votos ainda e os deputados medrosos, liderados pelo chefe da bancada das famiglias do PIG (que é o Miro Teixeira), podem desvirtuar a Ley de Medios como a maioria dos deputados desvirtuaram o Código Florestal (liderado pelo Aldo Rebelo, será que se bandeou para o lado do latifúndio?) e acabaram criando o Código da Devastação Florestal.

    A sociedade tem que pressionar o Congresso, o movimento sindical tem que assumir a bandeira da Ley de Medios e todos juntos pressionar o Congresso Nacional pela Ley de Medios!

    Temos que presssionar o PMDB, partido de vacilões a não ficar em cima do muro e tomar uma atitude em prol da Ley de Medios. Por que hoje o PMDB está do lado da imprensa golpista e que pode dar uma rasteira nesse partido de vacilões e fisiológicos chamado de PMDB.

  • Até o Nassif ja cansou das repetidas mostra de covardia do PT.

    O relatório Cunha e a falta de estadistas na República

    Enviado por luisnassif, qua, 28/11/2012 – 14:38

    Autor: Luis Nassif

    É sintomático o recuo do deputado Odair Cunha e do presidente do PT, Rui Falcão, em relação ao indiciamento de jornalistas claramente acumpliciados com o crime organizado.

    O PT tornou-se um partido invertebrado. No Congresso, a bancada inteira pesa menos que um Álvaro Dias.

    E invertebradas são as instituições brasileiras. Instituições têm a Inglaterra, capazes de julgar os abusos de Rupert Murdoch sem receio de que seus magistrados sejam atingidos por ataques pessoais ou que se coloque em dúvida o compromisso das instituições com a democracia.

    O próprio relatório inicial de Odair Cunha deixava claro que, ao propor o indiciamento do diretor da Veja em Brasília, Policarpo Jr., não se cogitava em brigas políticas ou em atentados à liberdade de imprensa, mas em combater especificamente alianças de veículos e jornalistas com o crime organizado. Era uma maneira de depurar a mídia e trazer a discussão dos limites da imprensa para uma arena republicana: o Judiciário, e não nas bobagens de um conselho de jornalismo, como se cogitou anos atrás.

    Nem isso se consegue.

    No Brasil, graças à covardia generalizada das instituições – Judiciário, Executivo, Legislativo e partidos –, a resistência contra essa aliança mídia-crime é individual, voluntarista, sujeitando os resistentes a ataques pessoais devastadores, porque sem limites judiciais.

    Na série “O caso de Veja” (https://sites.google.com/site/luisnassif02/) relato com pormenores algumas dessas jogadas. Mostro o massacre sobre a juíza Márcia Cunha, que concedeu liminar contra Daniel Dantas; a armação contra o desembargador que confirmou a liminar; os ataques aos jornalistas que ousaram denunciar a trama. Mostro a parceria da revista com os esquemas de Dantas e Cachoeira. Em vão!

    A abertura para as parcerias criminosas surgiu, inicialmente, da falta de limites aos exageros da mídia. O que, no início, era apenas mau jornalismo, tornou-se uma falta de critérios generalizada. Para alguns veículos, abriu-se a brecha para se oferecer como agente de guerras comerciais ou criminosas, como ocorreu na parceria Veja-Cachoeira ou Veja-Dantas.

    É um sistema que, hoje em dia, não poupa ninguém, de presidentes de Tribunais a procuradores, de políticos a administradores ou vítimas meramente do mau jornalismo ou de jogadas criminosas.

    Quem puder comprar proteção, faça como Ayres Britto. Quem se insurgir contra esse poder devastador, sofra as consequências, como Márcia Cunha.

    Quando o indescritível Ministro Luiz Fux diz que o Judiciário não teme ninguém, digo, ele mente: teme o poder dos ataques individualizados da mídia. Teme sim, da mesma maneira que Odair Cunha, Rui Falcão, Ayres Britto e outros.

    Só se melhorará a mídia com limites institucionais definidos pelo Judiciário ou pelo Legislativo, não pelo voluntarismo de pessoas que terminarão destruídas pelo poder avassalador da prática da difamação em larga escala.

    Mas há falta generalizada de estadistas em todos os poderes da República.

  • O PT está parecendo aquele time que tem chance de matar o jogo, mas joga pelo empate pois este resultado lhe dá a classificação. Só que nestes casos, geralmente o time acaba levando um gol aos 40 do segundo tempo, e aí não dá mais tempo de reagir. Só de se arrepender de não ter atacado, botado o time prá frente!
    Esse jogo tantas vezes já assistido no futebol, parece que vai se repetir na política de 2014. Ainda dá tempo, mas isso não entra na cabeça dessas pessoas!

  • Que ironia do destino: justamente quando temos uma presidenta que foi torturada na ditadura, o Brasil está prestes a viver uma nova ditadura, pois, pelo que vemos, não vai demorar muito para a direita tomar o poder das mãos da presidenta. Ela lutou tanto contra a outra ditadura e por que não luta mais agora contra essa que ameça chegar? Justo agora que ela tem o poder nas mãos?

  • Dilma acreditar que terá alguma contemplação por parte do PIG é igual ao Jango acreditar no seu “esquema militar”. Com fascistas não há trégua, e vence quem tem povo e coragem. Infelizmente, e até por geopolítica continental, o Brasil corre sérios riscos, com um governo que confunde popularidade com solidez democrática. Ao PT basta vencer eleições, acomodar a tropa; o povo brasileiro espera e logo exigirá muito mais.

  • É, parece que o único petista corajoso e tenaz é mesmo o Lula. O resto, todo junto,não vale um Álvaro Dias, como bem disse o Luis Nassif. Muito difícil manter o poder com essa frouxidão, e, principalmente, falta de comunicação com o povo, como fazia Lula. Penso, com tristeza, que quando Lula morrer, morre o PT.

  • O problema do PT é que ele não é esquerda de verdade.
    Esquerda mesmo é o PCdoB. Por enquanto o PCdoB é pequeno e depende do PT. Mas um dia este partido estará na crista da onda, quando poderá finalmente aplicar as medidas necessárias que tornarão o Brasil um país verdadeiramente socialista.
    Pense nisso e vote no PCdoB nas próximas eleições, ele não teria cedido no relatório como fez o PT.

    • Pode ser que o PCdoB não teria cedido nesta questão. E eu voto no PCdoB desde 1988 (votei no Protógenes e não no Aldo para deputaod federal), mas na questão do Código Florestal, o PCdoB cedeu tanto que transformou o Código Florestal no Código de Desmatamento!!! Ocorreu um grande arco partidário que ligou a UDN, o PMDB, o PSDB, o PFL, o PPS, os latifundiários e escravocratas à aprovação do Código de Desmatamento Florestal!!!!

      O PCdoB conseguiu colocar do mesmo lado dos pequenos agricultores os interesses dos latifundiários assassinos e escravocratas.

      Seria muito bom mesmo que o PCdoB crescesse bastante no Parlamento brsileiro, pois o Governo Dilma tá precisando de muitos deputados que defendam os avanços sociais e a criação de mais leis que defendam os interesses do povo brasileiro, pois se precisar contar com a ajuda do PMDB, todos nós estamos ferrados.

  • Novamente eu leio os comentários aqui: “o PT é covarde”, “apanha quieto”, “não reage” etc e tal. Agora eu pergunto: reagir como? Sei: democratizando a mídia. Pergunto mais: o PT tem votos no Congresso suficientes para ? Claro que não tem. A Câmara tem 513 cadeiras, das quais umas 85 são coupadas pelo PT. No Senado, de um total de 81 lugares, o PT ocupa 14, se muito.

    Vou repetir pela trilionésima vez: com menos de 20% das cadeiras no Congresso, o PT sozinho não aprova nem nome de rua, quanto mais uma Ley de Medios. E os outros partidos? Num tão nem aê pra regulação da mídia. O povo vota maciçamente em LULA ou em Dilma, mas ao mesmo tempo manda gente como Agripino, ACM Neto, Alvaro Dias, Bolsonaro, Caiado, Jarbas, Demóstenes e Pedro Taques pro Congresso. Assim não dá né, gente?

    Se o PT contasse com uma bancada aí de uns 60% do Congresso, coisa de 310 deputados e 50 senadores, aí sim, vocês poderiam cobrar ação. Mas com uma bancadinha mixuruca dessa (menos de 20%), é impossível, não adianta nem tentar.

    • A trinca Alvaro Dias, José Agripino e José Guerra, sozinha, faz mais barulho que a bancada inteira do PT, e põe todos esses “20%” com o rabo entre as pernas. Agora mesmo, o Fernando Collor, sozinho, bate no engavetador prevaricador Roberto Gurgel, e ninguém, ninguém mesmo, do PT tem um centésimo da coragem do Collor para isso. Uma vergonha completa. O único petista corajoso de verdade está sem mandato: LULA.

  • O PT infelizmente só vai reagir quando vierem com a ordem do Supremo, a pedido de Gurgel, prender o Lula e retirar, na calada da noite, a Dilma do Planalto, como fizeram com o Zelaya. Como as pancadas não têm impedido o partido de ganhar eleição, eles preferem continuar apanhando. Só que a imprensa, apoiada pela justiça, está cada dia mais afoita, mais ousada, e não sei até quando o PT resistirá e sairá ileso das pancadas.

  • Foi tão rápida a mudança de opinião do relator que possibilitou o exercício da imaginação para descobrir o motivo. Por exmplo: Covardia?? forças estranhas? ou suborno mesmo? quanto que custou o novo relatório?
    Lamentável

  • UMA questão pra NOSSA cidadania resolver

    e quando os “amigos” nos traem ? o que fazer ?

    Dentre as piores coisas que podem existir na vida de um indivíduo é a sensação de traição, de que foi passado pra trás, usado em sua boa fé, ainda mais se por aqueles que ele considerava amigo.

    Não é de hoje, aliás, mais precisamente, desde que GRAÇA FORTES assumiu, que muitas das decisões pretéritas da Petrobrás vem sendo colocadas em duvida.

    Primeiro foi a denuncia de que a Estatal estava sendo usada para bancar parte da farra de consumo via represamento no preço do combustível. (fato verdadeiro bastando para tanto verificarmos que hoje ela trabalha com prejuízo na compra de importados)

    Depois a certeza de que o BRASIL nunca foi auto-suficiente em óleo como dizia a antiga administração, e de que as promessas feitas via seus projetos, estariam sujeitas a toda sorte de imprecisão e adiamento.

    Um dos casos mais emblemáticos foi a Refinaria de Pernambuco que, fora a desistência e adiamento de seu sócio, a PDVSA, ainda fomos obrigados a engolir que o projeto avaliado em US$ 2,3 bi seria concretizado em verdade somente com um desembolso quase 10 x maior (hoje passa de US$ 20 bi)

    Não fossem estas GRAVES constatações de uso indevido do patrimônio dos brasileiros (em que pese que LULA já dizia que MAIS DA METADE de seus dividendos eram creditados no estrangeiro) agora a sociedade é novamente surpreendida com a notícia de que a estatal teria pago por uma refinaria nos EUA uma quantia 28 (vinte e oito vezes) maior do que ela valia. ..será possível ?

    Francamente, penso que pelo universo das denuncias, e se se comprovado mais esta ultima, da minha parte não restariam duvidas de que a diretoria anterior da Estatal deveria ser levada à prisão por tamanho atrevimento e assalto ao bem, e acima de tudo, a boa fé do público.

    ..e pensar que pra tamanha esculhambação os preços das ações foram até catapultados pra facilitar a “capitalização”. (lesando aqui toda sorte de acionistas envolvidos)

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia%20geral,comissao-investiga-compra-de-refinaria,136274,0.htm

    http://blogs.estadao.com.br/celso-ming/2012/09/04/inconsistencias-2/

    ps – aqui reitero, se NÃO queremos ouvir criticas injustas e generalistas de que uma sociedade não pode contar com um Estado ativo e altivo para ajudar-lhe a prover suas carências, com certeza, pra que isso ocorra, pra que retomemos a razão, HÁ a NECESSIDADE de abatermos estes corvos sugadores em pleno voo antes que mais estragos sejam feitos.

  • Eu acho que o poder executivo não deve bater de frente contra as forças PIGuentas, mas pode sim, indiretamente, combatê-los através da redução mais do que justa das verbas destinadas às concessões públicas radio-televisivas, e também às verbas destinadas à propaganda governamental nas revistas PIGuentas. Acredito esta ser uma prerrogativa válida e legal. Uma vez que estes meios vêm trabalhando de forma partidária e ofensiva.

    Agora, o partido em si, o PT deve entrar de frente na luta contra a injustiça e a desinformação. Ele tem que indiciar os envolvidos do PIG nas CPIs, não livrar a cara desta gente. Acredito que o PIG tenha muita bala na agulha contra muita gente em especifico, não ao partido sem si, mas a cada pessoa, um deputado ou um senador, para ter forças de livras os seus. Chantarem deve ser o que o PIG deva fazer, talvez por isso, o relator deve ter retirado o nome de “Poli” e do prevaricado “Brindeiro Gurgel” da lista da CPI do Cachoeira/veja.

  • Os amigos do Presidente Lula – publicaram e vejo da mesma forma a atual situação:

    Odair Cunha faz o possível na CPI. Temos que criticar é Miro Teixeira, Taques, o PMDB e demotucanos
    A CPI do Cachoeira é um colegiado que tem 34 parlamentares titulares. Destes, só 5 são do PT e 2 do PCdoB. Os demais partidos, salvo um ou outro parlamentar, são vozes discordantes em diversos temas. A maioria da base governista que apoia Dilma está também na bancada da Veja, da Globo.

    O PDT, por exemplo, tem Miro Teixeira (RJ) e Pedro Taques (MS) que se aliaram aos demotucanos para blindar a imprensa e o Procurador-Geral, mesmo diante de tantas evidências. O PMDB que, na época em que Renan Calheiros (AL) era alvo da Veja cogitou abrir uma CPI para investigar o Grupo Abril, não quis comprar brigas, preferindo fazer um acordão de bastidores com os barões da mídia.

    O relator Odair Cunha (PT-MG), mesmo com essa minoria, fez um relatório completo, honesto e corajoso. Só de ter feito, publicado e discutido publicamente, já foi uma vitória.

    Veio a reação da maioria da CPI. O colegiado não aprovaria o relatório se não tirasse o indiciamento do PGR e do jornalista Policarpo Júnior, da revista Veja. Sem votos suficientes, a CPI se encerraria sem relatório final, como aconteceu com a CPI do Banestado. Até Demóstenes Torres e Marconi Perillo (PSDB-GO) torciam para isso.

    Daí Odair Cunha e o PT acatar o veto da maioria, conforme explicou o relator na apresentação lida:

    “As Partes VI e VII que discorreram sobre as relações da Organização Criminosa com pessoas ligadas a veículos de comunicação e sobre a atuação do Procurador Geral da República na Operação Vegas, são RETIRADAS DO RELATÓRIO, pelos motivos já expostos que, em resumo, significam a ponderação deste Relator após ouvidos os membros desta Comissão, em busca da apresentação de um Relatório que represente o pensamento médio do Colegiado e que viabilize a aprovação deste importante trabalho.”

    É o que é possível fazer. CPI não é revolução popular, é colegiado de parlamentares das mais diversas tendências. Outras lutas são em outros fóruns, que envolvem mobilização popular e movimentos sociais.

    Vejo muitos amigos internautas crucificando Odair Cunha e o PT por isso. É um grande erro. Quem deve ser combatido por suas posições frouxas, anti-republicanas, são sobretudo Miro Teixeira (PDT), Pedro Taques (PDT), Randolfe Rodrigues (PSOL), o pessoal do PSB do Eduardo Campos, que buscam votos no eleitorado progressista, mas cortejam a mídia reacionária para obter apoio midiático, através de noticiário favorável. E também os parlamentares do PMDB, do PP, etc, além dos sócios da mídia reacionária que são os demotucanos, inclusive do PPS.

    Odair Cunha fez o seu dever republicano de relatar as coisas como elas foram apuradas, sem perseguir e sem fazer vistas grossas. Atacá-lo só leva a enfraquecer uma bancada progressista, minoritária, ajudando indiretamente a reeleger em 2014 os Miros Teixeiras e demotucanos da vida.”
    Êta PSOL cheirando a coisa velha e carcomida!PSOL PSOL FAZ MAL E AINDA COM GOSTINHO DE FORMOL!
    OH Paulo Ramos,OH Brizolas ,OH Cidinha e outros da parte combativa do PDT – quanto tempo ainda aguentaremos os MIROS e cia

    • Não tinha acompanhado isto, mas já muda minha visão. Infelizmente, outros parlamentares não valem nada. Compreendo a situação. Tá feia a coisa.

    • GABRIEL,PARABENS PELA CLAREZA.

      Todos gostaríamos de enquadrar o prevaricador geral da república e o PIG, mas temos que entender a composição do membros da CPI.

      Só o fato de ter divulgado o relatório já é pelos menos uma vitória parcial.

      Se focássemos apenas e obstinadamente um alvo: O DIREITO DE RESPOSTA E EVENTUAIS DESDOBRAMENTOS JURÍDICOS DE RESPONSABILIDADE já avançaríamos de uma forma bem consolidada.

    • Se o covarde Odair tivesse colocado o seu relatório em votação e perdido, todos nós estaríamos agora a aplaudir e defender o PT. Há momentos em que claramente se toma um lado, não há como escamotear e sair por aí tentando explicar. Este blog defende Lula de forma profissional,vocacional, o que se poderia esperar dele? O PT colou na testa, escreveu a sua história, caracterizou-se para o entendimento geral: é um partido vacilante, covarde e sonambúlico.

    • Cara:
      Q o relatório seja lido, como está. Q o relatório seja votado. Agora, se não vai ser aprovado; isso, vem depois.
      O negócio é q vejo só uma pessoa a falar da CPi do Banestado: o Requião. Ele dá nomes aos bois, direitinho. Então, q seja dado espaço pro Requião, ora.
      Existem momentos de enfrentamento, políticos, q não podem deixar de ser vividos, intensamente. Não interessa, se o resultado for negativo. O q não pode acontecer é comportamento inglório, covarde.
      Esse comportamento, aê, vai ser desastroso nas próximas eleições… pro PT. ( Eu não voto, mais, nesse partidinho…)

  • Eduardo,

    Acho que o PT, em quem sempre votei, se deixou enganar por si mesmo: passou a acreditar que é a única opção que pode dar continuidade ao estilo de governo instituído pelo Lula.

    Mas engana-se redondamente. Graças a Deus, vemos hoje o surgimento de novas lideranças comprometidas com os mesmos princípios básicos.

    Uma coisa coisa ficou certa: com o PT, não podemos esperar nenhuma melhoria institucional, aquelas coisas que podem forçar a melhoria de costumes em áreas críticas como a comunicação social feita pela mídia.

    Se o PT olhar no espelho hoje, verá uma cara muito semelhante à do PMDB, quando a necessidade de resistir ao regime militar já não era tão grande – com os resistente sendo deixados de lado, sobrepuseram-se os fisiológicos, levando o partido ao saco-de-gatos que é hoje.

    E não nãos esqueçamos: foi nas gestões do PMDB que a concessão de rádios e TVs tornou-se mercadoria distribuída principalmente a políticos em troca de apoios. Esses políticos donos de rádios, jornais e TVs são hoje os que, por trás do pano, impedem qualquer melhoria na regulação da propriedade dos meios.

    Hoje, estou envergonhado da covardia do PT. Seria preferível ver o relatório derrubado na CPI ou no plenário, mas ter a posição de resistência marcada. Os princípios conservados. Afinal, já não tem o poder e a massacrante popularidade?

    Abatidos pelo conformismo, pela pusilanimidade disfarçada em pragmatismo político.

    Bye, bye, PT. Vamos nos empenhar na eleição de alternativas que mantenham o rumo e contenham promessas efetivas de melhoras institucionais.

    Há uma música que pode vir a ser o réquiem do PT: “a gente não quer só comida, a gente quer bebida, diversão e arte!”.

  • Cara, como é duro esta atitude de ver o PT, partido do qual me identifico, apanhar deste jeito, e o pior, quando tem a possibilidade de retaliar tanta agressão, simplesmente, dá a outra face a tapa. Tou ficando cansado. Dá uma raiva.

    PT, pelo amor de Deus, reaja.

  • Prezado Eduardo,
    medo mais do quê? Como você disse, o dia tem 24 horas e em todas elas o PIG se esmera em atacar o Governo LULA/DILMA sem qualquer parcimônia. Pressão? Por acaso vão parar com essa volta atrás no relatório da CPMI do Cachoeira? Tristeza, indignação, desesperança e vergonha. Esses são os sentimentos de qualquer simpatizante do PT neste momento.

    • Esperar por Lula em 2018?
      O mesmo Lula que nomeou a amante p/ o cargo de Chefe de Gabinete da PR em SP e que a levava com ele nas viagens oficiais em que a primeira-dama nao o acompanhava?
      O memo Lula que fez do cargo de PR uma extensao de sua alcova?

  • Salve Edu!

    Será que esse recuo ocorreria em um segundo mandato de Dilma?

    No segundo mandato os governantes, normalmente, são mais ousados.

    Haja vista que, no governo Lula, Franklin Martins, e sua proposta de controle social da mídia, foi para o Ministério das Comunicações somente em 2007.

    • Anderson,

      Você está disposto a aguardar um segundo mandato da Dilma para ver iniciativas neste assunto?

      Eu não.

      Para mim, a Dilma é a continuidade do Lula. Então, na verdade está num TERCEIRO mandato. Se estão recuando tanto agora, vão recuar ainda mais adiante.

      Rei morto, rei posto!

  • Poxa Simas li o seu primeiro me congratulei. Agora não dá. Busco uma explicação estratosférica, transcendente se quiser. O fato de Haddad ter vencido o Serra, apesar da AP470 e o que ele virá a enfrentar de problemas alem da mídia. Ora a mídia não é uma imprensa livre e sim uma empresa livre. Quanto ao Gurgel veja o paradoxo do Collor a chamá-lo de prevaricador da Republica e a Veja de “coito de bandidos”.

    E o Cidadania colocando uma explicação. E o Nassif e o Miguel do Rosário em explicações do ocorrido.

    Ora me perdoe, mas o que eu perco em ser otimista……… Todos temos retrospectos na vida. Congratulei-me com você as 21,01 comentando o do Roberto Ribeiro as 18,56 do 28/11. Vou buscar aquela frase escrita na igreja que freqüentava, durante a ditadura. “Enquanto passo fome vocês fazem congressos para discutir minha fome” (simile de desigualdade de renda das familias)

    Está bem. Lula e Dilma não são ingênuos como nós não somos. A famosas explicações da correlação de forças e da realpolitk. Contemborizam? .Chavões, chavões. Esse outro………A felicidade está sempre onde nós a pomos, porem nunca a pomos onde nos encontramos”……Qual o agora no qual nos encontramos? Senão no conceito da “AGORA” grega – o partilhar da blogosfera progressista e “suja”.

    Outra; Em fins de ciclo apodrecido e gasto (JHS) para o surgimento de um novo com realce de novos (velhos) valores: as energias em confroto se agigantam. Um novo valor é a cooperação

    No mundo do trabalho. Trago a atual, verdadeira, indiscutível cooperativa de Mondragon nos paises bascos (a mesma de Guernica- Non passaran). A verdade; enquanto na Espanha o desemprego está em 25% na Shangrilá basca está em 12%. O complexo de Mondragon representa também “só” 12% do PIB espanhol. Ora juntando tudo; Estou no Brasil e não em Guernica que foi arrasada, porem a Historia o diz – depois do arraso – nesta região pobre da Espanha, com desemprego e falta de alternativas, um “alguém” começou a pensar na cooperação (nada mais de um moderno “tinham tudo em comum” bíblico) no mundo do trabalho. Veja este e outros pelo google http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=4&ved=0CEoQFjAD&url=http%3A%2F%2Fwww.sdr.rs.gov.br%2Fupload%2F1350930684_181012%2520-%2520Andr%25C3%25A9s%2520Bedio%2520Alonso_tarde.ppt&ei=cKmuUOShC-XC0QHojoCoCg&usg=AFQjCNHEeD3BSDac3LEi9f3lH4X4_0MK7Q&sig2=FCsWC4h3XU2xbJ47VISKwA .
    Estamos a viver o arraso da retirada do Gurgel e o caneta da Veja. O que surgirá daí?

    E neste ínterim o que fazemos………………A mim nada mais de pelo menos (sempre insuficiente pela minha consciência) a não ser contribuir com o MSM. Intervozes, Cafezinho, Brasil de Fato…….e Wishing Thinking, como forma pensamento em busca do sincronismo para uma loucura utópica de América latina, berço de uma nova civilização”

    Respeito e muito a sua postura de vida. Não posso compactuar entretando, com uma analogia em alimentar o “medo” conforme entendo com o filme “Historia sem fim”

  • Edu,
    uma pergunta que acabei de pensar: é possível utilizar os capítulos do relatório final da CPI sobre os jornalistas e o procurador geral como parte de um processo a ser encaminhado para o ministério público? Por exemplo, o MSM ou qualquer cidadão poderiam fazer essa representação?
    Abraços.

  • Cabe parabenizar à mídia pelo desserviço que faz a si mesma: nunca houve tanta perseguição à corrupção quanto no lulismo. Mesmo no próprio partido tem cabeças sendo cotadas, e não me refiro à novela das 10, “O Mensalão”. Nunca houve isso nos partidos de direita (leia-se Udenismo, Mídia e Judiciário).

  • Concordo com Orides, é preferível ver o relatório derrubado , a ter esta postura covarde.
    Nunca pensei que o PT seria responsável por sua derrocada.
    Esta atitude do PT foi um soco no estômago da militância.
    Onde está a resistência?
    Caso prospere esta desonra , nunca mais voto no PT.
    A vitoria ,neste caso, não será da mídia, será a derrota do PT por sua inoperância.
    Todos os ptitas que conheço , estão sentindo -se traídos.

  • Tô de saco cheio desta cúpula do PT. Tem que ir todo mundo pra cadeia mesmo.
    Estou lendo a biografia do João Goulart e as coisas são mesmo parecidas. Se ele tivesse tido peito, poderia ter evitado o golpe. Não teve, quis ser mais católico que o papa e por conta disto o Brasil sofreu 25 anos. Agora colocamos estes covardes no poder e corremos novo risco. Espero que encontrem os votos “preciosos” da classe média que estão esperando, pois o meu foi já era.

  • Tbm estou muito decepcionado com as atitudes petistas. Graças a bunda-molice do partido estamos vendo esse circo vergonhoso sendo armado. Acho que eles merecem cada torrada que está levando. A vida é assim, quem ñ bate apanha… uma hora o PT aprende e reage, ou é soterrado pela própria covardia… Que falta faz um Brizola para peitar essa imprensa vendida…

  • Antes de tudo, afirmo que sou filiado ao PT desde a década de 80. Parabéns ao Eduardo que mais uma vez soube alertar para uma questão crucial. Gostei e concordo com o comentário do Gabriel (29/11 – 8:43). Porém, (sempre um porém…) não são inválidas as críticas à frouxidão do PT. São preocupantes ( e muito!!!) o rumo e o desfecho desse processo contínuo de acusações para desgastar o PT. Não é somente pelo partido PT, como também pela nossa democracia. Lamentavelmente não vejo nenhuma reação vigorosa do PT e da esquerda como um todo. Desde 2005, quando deixaram a oposição pintar e bordar na CPI que deu origem ao relatório do “mensalão”, agora a mídia comandou a música da tal ação penal 470 e o supremo dançou com obediência. Agora estão farejando uma ação contra o Lula, não vai demorar encontrar um procurador que jogue um processo em cima do Lula. A Dilma está na linha de tiro. Golpe branco, com “fundamentos jurídicos”. Isso não é exagero nem drama.

  • vejam que interessante um vídeo que demonstra como o pessoal do PT esta perdidinho, abandonado pela ELITE pratidária

    nota inicial – NÃO concordo com o Paulo M.L. ..pra mim o mensalão como descrito (mensal, regular, dado diretamente a todo parlamentar da base, pra projeto específico etc) realmente NÃO existiu ..mas existiu DINHEIRO desviado, empréstimos forjado, a turma do MV e documentos falsos ..e o mensalão não existindo não quer dizer que não houve uma PISCINA de crimes e de irregularidades, que a democracia não foi agredida, que canalhas não abusaram se valendo do poder econômico pra enricarem e/ou desviarem ..e como sou daqueles que preza pelo MÉRITO e não pela forma dos processos, daí concluo que o STF mais acertou do errou no processo ..antes tamanha objetividade, combate a hipocrisia e lucidez valesse pra todas as bandeiras (aqui sim uma demanda justa vinda do PT)

    ..Aliás Roberto Jeferson (que realmente atirou numa coisa e acertou noutra) SUSTENTOU sim TUDO o que disse na CPI ao dizer pro delegado que CONFIRMAVA tudo o que tinha dito, mas que não iria repetir, contrariando Levandovsky e Paulo Moreira outra vez.

    ..mas vamos ao vídeo pra vcs verem a “qualidade, profundeza dos argumentos e solidez das estratégias”

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=_YEQfGdiE_I#!

  • acho que o relator, tambem deveria ser indiciado. uma pena o PT, que eu sempre votei, ter esse tipo de atitude. me parece que esses caras nao ve a realidade das coisas

  • Decerto você pensa que o MP dorme ou nada na incompetência. Se houvessem indícios de delito nas atitudes de Policarpo é mais que certo que já haveria denuncia e o consequente inquérito. O mesmo acontece com Gurgel. Situação diferente é o rosegate. Há fortes suspeitas de prevaricação, com o agravante de que a denunciada foi auxiliar direta de Lula e Dirceu .
    Sobre a popularidade de Dilma, o PT fez, até agora, um bom trabalho em acobertar os malfeitos e, no seu melhor estilo, acusar e baixar o pau em quem sabe que tem elementos para denunciar. Chegará uma hora em que as evidências serão tantas que o eleitor, por mais tapado que seja, vai se tocar.

  • Caetano sai em defesa da “mídia golpista”

    Brasil 247 – O compositor baiano Caetano Veloso nunca morreu de amores pelo PT e sempre gostou de uma boa polêmica. Ontem, ele defendeu a chamada “mídia golpista”, ou PIG (Partido da Imprensa Golpista), das críticas recebidas pelo partido, ao comentar os resultados do julgamento do mensalão.

    “Eu não compartilho com a visão de alguns petistas que dizem que isso é um golpe da mídia golpista, acho isso ridículo e desrespeitoso com a população”, disse ontem, ao participar de uma entrevista no jornal Estado de S. Paulo.

    Caetano também criticou o ex-presidente Lula. “Lula, logo que aconteceu (o mensalão) disse que tinha sido traído. Depois, dando a entender que o mensalão era caixa 2, disse que era uma coisa que todo mundo fazia no Brasil e que não tinha nada de mais. Agora está dizendo, ou insuflando as pessoas a dizerem, que se trata de golpe da mídia? Isso é um desrespeito.”

    Fonte: http://www.brasil247.com/pt/247/bahia247/86519/Caetano-sai-em-defesa-da-m%C3%ADdia-golpista.htm

  • João Goulart também éra muito popular quando houve o golpe de 64, segundo pesquisa Ibope feita na época. Isso não impediu que o Brasil tivesse 20 anos de ditadura.

    Um cidadão apoiar o governo é uma coisa. Esse mesmo cidadão sair à rua, fazer greves, enfrentar a polícia e o exército para defender o governo contra um golpe, é uma coisa absolutamente diferente.

    • Ele simplesmente esqueceu que em 1973 a TV Globo promoveu o long-play de um grupo chamado, se não me engano ”Chocolate da Bahia” às custas dele, Caetano Veloso, tirando entre vinte e tantas músicas do grupo o verso de uma que dizia ”a cobra mordeu Caetano”, alusão para lá de maldosa, visto que cobra é um dos muitos eufemismos usados para que as pessoas evitem mencionar pelo nome, o órgão masculino.

  • O jeito é organizar twitassos e espalhar no facebook, essa sacanagem que querem fazer com o relatório pra proteger Veja e PGR.

    Edu, sugiro que também façamos uma campanha enviando emails para os parlamentares que compõe a CPI. Esse Pedro Taques é um falso moralista do pau oco, aqui do meu Estado.

    O Brasil não pode aceitar que os crimes dessa revista podre e desse prevaricador Geral sejam abafados, pela pressão do PIG.

  • Hoje eu chorei, pois me lembrei da famosa frase do Lula: “Mais vale as lágrimas de uma derrota do que a vergonha de não ter lutado “. O meu sentimento ao ler esse post foi de tristeza, estou desmotivada, … como lutar por um partido que não luta? que não vai a lugar nenhum? Não consegue chegar às vias de fato de nenhuma CPI? quando na maioria das vezes elas ficam só no papel? …..Gente o que aconteceu com esse partido? Me sinto uma paspalha, acreditando em mudanças estruturais, no fortalecimento da democracia, … mas que a cada episódio, me parece a quilômetros de distância!!! Só podemos lutar por algo que acreditamos, e pelo visto o PT deixou de ser um diferencial, aceitou ser capacho de uma mídia sacana e de um bando de políticos corruptos aliados a ela. Esses políticos surfam na popularidade do Lula e Dilma, desfrutam dos benefícios do governo e apunhalam o PT. Que droga de base aliada é essa? De que adianta elegermos uma bancada tão grande para ela se coligar com a globo-veja-folha-estadão? O FHC foi mais coerente, pois juntamente com sua bancada, fez exatamente o que queriam os apoiadores de seu governo (mídia e elite), abafou todas as CPI’s, pelo menos nisso, ele foi coerente. Mas o comportamento que a militância esperou, ao colocar o PT e base aliada no poder, foi a apuração dos fatos e a penalização dos envolvidos, doa quem doer. Infelizmente o PT frustrou nossas expectativas, nos enfraqueceu na luta.

Deixe uma resposta