Kassab aumentou IPTU em até 357% e Fiesp não deu um pio

Sem categoria

 

Uma das grandes tragédias nacionais é a nossa amnésia crônica, coletiva e seletiva. A celeuma de escancarada – e “skafiana” – motivação político-eleitoral levantada pela Fiesp contra a adequação das alíquotas do IPTU tentada pela prefeitura paulistana – e barrada pelo STF – só venceu por conta desse fenômeno.

Não fosse assim, São Paulo se lembraria de que o antecessor do prefeito Fernando Haddad majorou muito mais o imposto e nem a Fiesp, nem o STF e nem o PSDB deram um pio. Até a mídia, sempre resistente à cobrança de impostos, resmungou um pouco e se calou rapidinho.

Para confirmar o fato, basta pesquisar os arquivos dos jornais. O da Folha de São Paulo, por exemplo, contém pérolas como reportagem de 14 de outubro de 2009 que mostra que, tal qual Fernando Haddad, seu antecessor, Gilberto Kassab, promoveu uma adequação tributária do IPTU em seu primeiro ano de governo.

Só que muito mais radical que a do sucessor. E o que é pior: sem os seus méritos.

Apesar do enorme aumento do IPTU que o então queridinho da mídia paulista se preparava para tascar no lombo dos paulistanos, a matéria comunicando a paulada nos munícipes foi sóbria, sem grandiloquência ou virulência como nas matérias disparadas contra Haddad.

Abaixo, a matéria

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

14 de outubro de 2009

Prefeitura planeja revisão geral do IPTU

Objetivo é rever imposto de acordo com a valorização imobiliária de cada região; dados preliminares apontam para reajuste de até 357%

A última revisão geral do valor de mercado dos imóveis foi feita em 2001; novo valor do imposto deve passar a valer em 2011

EVANDRO SPINELLI

MARIANA BARROS

DA REPORTAGEM LOCAL

A gestão Gilberto Kassab (DEM) já iniciou estudos para aumentar o IPTU na cidade de São Paulo de acordo com a valorização imobiliária de cada região nos últimos oito anos.

Dados obtidos pela Folha apontam para um aumento de até 357% -caso da rua Barão de Ladário, no Brás, beneficiada pela revitalização do largo da Concórdia e pelo fortalecimento do comércio no centro.

O estudo, comandado pela comissão de valores imobiliários da Secretaria Municipal de Finanças, já foi realizado para áreas como Higienópolis, Pacaembu, Barra Funda, Limão, Vila Maria e Santana.

A Folha apurou que o próprio Kassab defende a revisão do imposto. Diz que ela é justa considerando a valorização imobiliária de vários bairros, principalmente aqueles onde foram construídos shoppings ou estações de metrô.

Ele acredita também que algumas áreas terão redução do imposto, porque o valor de mercado dos imóveis se desvalorizou no período. A comissão começou o trabalho pelas áreas que tiveram valorização.

O prefeito só não definiu quando encaminhará o projeto ao Legislativo, pois teme a repercussão negativa que a medida pode causar -2010 é ano eleitoral, no qual ele apoiará o governador José Serra (PSDB).

O mais provável é que o projeto seja encaminhado para análise dos vereadores entre outubro e novembro de 2010, depois das eleições, para valer a partir do ano seguinte.

Em 2006, Kassab já tentou mudar o IPTU, mas acabou recuando. Na época, prometeu não mexer no IPTU até o fim daquele mandato (2008).

A última revisão geral do valor de mercado dos imóveis foi feita em 2001, primeiro ano da gestão da ex-prefeita Marta Suplicy (PT). De lá para cá, os valores sofreram apenas a correção da inflação do período.

Áreas próximas à marginal Tietê, onde as inundações deixaram de ser frequentes, também se valorizaram, segundo a comissão, em até 307% -casos da Vila Maria e do Tatuapé.

Na região da Vilaboim, em Higienópolis (centro), o reajuste deverá ser de 46,35%.

Luiz Paulo Pompéia, da comissão de valores imobiliários e diretor da Embraesp, empresa especializada em avaliações de patrimônio, estima que a planta genérica esteja defasada em até 30%. Com a revisão, a prefeitura pode arrecadar até R$ 1 bilhão a mais por ano -hoje, a receita é de R$ 3,1 bilhões.

Segundo ele, nas regiões mais verticalizadas a defasagem é maior, e áreas vizinhas a favelas e vulneráveis a enchentes se desvalorizaram.

Eduardo Della Manna, diretor de legislação urbana do Secovi (sindicato das imobiliárias), defende a revisão do IPTU a cada três anos, para manter o valor da planta genérica condizente com o de mercado.

—–

A iniciativa de Kassab, porém, não tinha os mesmos méritos da de seu sucessor. Kassab majorou com gosto o IPTU, mas sem promover justiça tributária como tentou fazer Haddad. Aumentou as alíquotas de forma praticamente linear – com poucas exceções.

Outra matéria da Folha de São Paulo, agora de 22 de novembro de 2009, foi mais condescendente com o aumento do imposto promovido por Kassab, evitando citar casos mais extremos. Ainda assim, deixou ver que o aumento médio promovido por ele foi muito maior do que o de Haddad e não fez justiça tributária. Pelo contrário, aumentou mais o imposto nas regiões mais pobres.

Abaixo, a matéria

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

22 de novembro de 2009

Kassab anuncia aumento de até 60% no IPTU; 1,7 milhão de imóveis será afetado

EVANDRO SPINELLI

DA REPORTAGEM LOCAL

A semana dos paulistanos foi marcada pela notícia de que o prefeito Gilberto Kassab (DEM) quer aumentar em até 60% o valor do IPTU na cidade.

Dos 2,8 milhões de imóveis da capital, 1,7 milhão terá aumento. Outros 86 mil pagarão menos. Imóveis residenciais terão no máximo 40% de aumento, diz o projeto. O teto de 60% valerá para os demais.

O projeto foi enviado à Câmara Municipal na terça-feira passada e precisa ser aprovado até o fim deste ano para ter validade já a partir de 2010. Os vereadores podem mudar o projeto, mas Kassab deve fazer prevalecer sua maioria na Casa para aprovar o texto no prazo.

Com a mudança, a prefeitura deve arrecadar R$ 744 milhões a mais de IPTU no ano que vem. A Folha antecipou no mês passado que Kassab pretendia aumentar o imposto.

Para reajustar o IPTU, o democrata determinou a revisão da planta genérica, que estabelece o valor de mercado do metro quadrado de terreno em todas as ruas. A última revisão havia sido feita em 2001, na gestão Marta Suplicy (PT).

A análise da nova planta genérica apontou para a prefeitura que certos imóveis da cracolândia -área no centro da cidade onde viciados usam drogas nas ruas em plena luz do dia- tiveram valorização maior que os das avenidas Paulista e Brigadeiro Faria Lima, dois símbolos paulistanos.

A revisão vai ter mais impacto na periferia que em áreas nobres. O metro quadrado na rua Lagoa da Tocha, no Grajaú (extremo sul), por exemplo, será aumentado em até 690%. Na av. Lavandisca, em Moema, o maior aumento será de 53%.

A prefeitura diz que não há erro nos cálculos e que a planta genérica reflete a valorização dos imóveis ocasionada pelos investimentos públicos e pelo próprio aquecimento do mercado imobiliário.

—–

Pior mesmo, porém, foi o uso que Kassab destinou aos recursos. Mais uma vez, recorro à Folha de São Paulo. Matéria de 8 de dezembro de 2009 mostra que parte do aumento que o paulistano pagaria no ano eleitoral de 2010 seria destinada a publicidade que favoreceria o padrinho de Kassab, José Serra, pois trataria de suas “realizações” antes de deixar a prefeitura.

Abaixo, a matéria.

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

8 de dezembro de 2010

Kassab gastará parte do IPTU extra com propaganda

Base governista aumenta previsão de gasto com publicidade de R$ 105 milhões para R$ 126 milhões para o próximo ano

Valor da nova proposta é recorde e cresceu numa proporção bem maior do que o bolo geral do Orçamento do ano que vem

MARIANA BARROS

DA REPORTAGEM LOCAL

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), vai usar parte do dinheiro extra obtido com o aumento do IPTU no ano que vem para turbinar seus gastos com propaganda.

A base de apoio do prefeito na Câmara Municipal, com o relator Milton Leite (DEM) à frente, já redefiniu o Orçamento de 2010, contando agora com os mais de R$ 600 milhões de arrecadação extra por causa do aumento do imposto.

O valor que constava no Orçamento original para propaganda em 2010, R$ 105 milhões -uma quantia recorde no que se refere a gastos em publicidade em SP-, foi aumentando agora para R$ 126 milhões.

Os gastos da prefeitura com propaganda já vêm numa escalada neste ano. A previsão inicial era gastar R$ 31 milhões, mas Kassab aumentou a verba da área e deve desembolsar até o fim do ano R$ 90 milhões.

A Câmara quer aprovar hoje, em primeira votação, a proposta de Orçamento de 2010, cujo valor total passou de R$ 28,1 bilhões para R$ 28,8 bilhões com a inclusão das receitas extras.

Para a base aliada, os gastos com propaganda – que aumentaram numa proporção bem maior do que o bolo geral do Orçamento- são necessários para fazer campanhas que informem a população, como as de combate à dengue ou as de alertas contra enchentes.

[…]

—–

A matéria da Folha de São Paulo a seguir mostra que Haddad, além de propor aumento menor do IPTU que o de Kassab, ainda tentou fazer justiça tributária elevando o patamar de isenção e promovendo os maiores aumentos em 45%, enquanto que os do antecessor chegaram a 60%. E isso sem contar os aumentos desproporcionais em regiões pobres que o ex-prefeito praticou.

Abaixo, a matéria

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

2 de outubro de 2013

Reajuste do IPTU poderá chegar a até 45% no ano que vem

Teto fixado por Haddad valerá para comércio ou indústria; para imóveis residenciais, aumento máximo será de 30%

Alta da cobrança está incluída no Orçamento enviado à Câmara, que prevê arrecadação 24% maior com imposto

DE SÃO PAULO

O reajuste do IPTU na cidade de São Paulo poderá chegar no ano que vem a até 30% para os imóveis residenciais e 45% para outros tipos, como comércio ou indústria.

Essas serão as “travas” do reajuste do imposto –percentual máximo de aumento para cada contribuinte.

As informações foram divulgadas ontem pela gestão Fernando Haddad (PT), que detalhou os cálculos de sua estimativa de aumentar em 24% a arrecadação do imposto em 2014, conforme previsto na proposta de Orçamento enviada por ele à Câmara.

O aumento médio para os imóveis residenciais será de 18%, mas a maioria dos contribuintes terá aumento de 20% a 30% nos valores.

O reajuste ficará bem acima da inflação dos últimos 12 meses –de 6%, pelo IPCA.

Outros 2% de imóveis que são isentos do imposto passarão a ter que pagá-lo, e 8% dos contribuintes terão redução no valor cobrado.

Todas as mudanças devem ocorrer devido à revisão da Planta Genérica de Valores, que define a valorização do m² na cidade. Esse preço é usado para calcular os valores venais dos imóveis, que são a base do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Segundo a prefeitura, os valores oficiais estão “bastantes defasados” porque a última atualização ocorreu em 2009, e, desde então, houve valorização imobiliária sem a devida revisão.

Segundo a gestão, os valores oficiais representam, hoje, cerca de 30% dos valores praticados pelo mercado. Em alguns bairros, os preços mais que dobraram nos últimos quatro anos.

MECANISMOS

Para evitar que toda a valorização seja repassada ao imposto, Haddad diz planejar três mecanismos.

O primeiro é a trava. O segundo é a redução da alíquota de cálculo do imposto. Por exemplo, a faixa de imóveis que hoje tem IPTU calculado em 0,8% do valor venal passará a ter alíquota de 0,7%.

O terceiro é atualizar os mecanismos de descontos.

Atualmente, são isentos os imóveis com valor venal de até R$ 97,6 mil e existe um desconto fixo de R$ 39 mil (no cálculo do imposto) para aqueles com valor venal entre R$ 97,6 mil e 195,2 mil.

A ideia é que a faixa de isenção passe para R$ 160 mil e que sejam aplicados descontos variáveis para imóveis com valor até R$ 320 mil.

Os descontos serão menores à medida que aumentar os valores dos imóveis. O objetivo, segundo a prefeitura, “é evitar distorções entre imóveis de valores semelhantes”.

Todos os dados são projeções da equipe de finanças de Haddad, já que as mudanças precisam ser encaminhadas e aprovadas pela Câmara.

O projeto será protocolado nos próximos dias. O petista espera aprovação até o fim do ano. Apesar de ter maioria, ele pode enfrentar dificuldades. Os vereadores reclamam de ter poucos meses para aprovar grandes projetos do Executivo, como o Plano Diretor, o Orçamento e o Plano Plurianual.

—–

Pergunta: onde estava a Fiesp quando Kassab aumentou muito mais o IPTU? Por que não entrou com ação na Justiça, como fez agora com Haddad?

A explicação é razoavelmente simples. Além de, àquela época, a Fiesp não estar preparando uma disputa eleitoral de um de seus quadros, Kassab não propôs distribuição de renda, que, para os grandes empresários paulistas, é sempre um palavrão.

Em entrevista recente concedida à Rádio Estado, o prefeito Fernando Haddad revelou que os moradores da periferia iriam pagar menos com a sua reforma do IPTU – 25 distritos iriam pagar menos do que em 2013 e 23 iriam pagar abaixo da inflação acumulada neste ano, ou seja, mais da metade da cidade iria pagar menos IPTU ou teria reajuste bem abaixo da inflação.

Por que, então, a mídia fala em “aumento do IPTU” quando, na verdade, mais da metade dos paulistanos vai pagar menos imposto? Não fica parecendo que só quem conta são os ricos? Pobre pagar menos imposto não entra no noticiário. A maioria dos paulistanos pagar menos imposto não conta. Só o que conta é o incômodo aos mais ricos.

Segundo pesquisa do instituto Datafolha divulgada recentemente, 89% dos paulistanos são contrários à reforma da cobrança do IPTU tentada por Haddad. Como essa reforma beneficiaria mais de 50% deles, isso quer dizer que esses beneficiados não sabem disso.

Recentemente, blogueiros entrevistaram Haddad. Nessa entrevista, criticaram sua política de comunicação. A falta de uma ampla campanha publicitária da prefeitura de São Paulo para informar aos paulistanos de que a maioria deles seria beneficiada pelo novo IPTU dá razão a tais críticas… É ou não é?

  • Gerson Carneiro

    Com o STF como parceiro os caras não vão permitir que qualquer governo petista governe para o povo.
    E com a péssima política de comunicação, os governos petistas ainda ficarão como vilões.

    • Juliano Santos

      O Haddad disse que a Casa Grande barrou o reajuste do Iptu, referindo-se á Fiesp. Então se o Barbosão negou o recurso do prefeito, só podemos concluir que trata-se de um capitão-do-mato.

      • Jason

        Na veia!

      • José Carlos lima

        Pelo que disse o deputado afrobrasileiro Edson. Santos, trata-sede um capitão do mato

        “Às vezes meus irmãos do movimento negro me perguntam porque eu não apoio Joaquim, já que ele é um irmão de cor. Eu respondo citando Cruz e Souza, poeta negro: os negros que seguram o chicote para bater em outros negros, não são meus irmãos”.

        – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/12/20/os-olhos-secos-da-liberdade/#sthash.6mTcX0F4.dpuf

        Responder

        Responder

  • jose Saguy Tenorio

    Manchete da “grande imprensa” brasileira:
    “O Fim do mundo em 2013 foi cancelado no Brasil, pois o país não tem estrutura para receber um evento desse porte”
    Então… Feliz 2014

    • saguy, que irretocável sintese a tua!
      ´brigado por nos fazer rir com gosto.

  • Tonelias

    Canalhas, seus atos não terão efeito, hoje o povo tem os blogs para se informar, portanto na hora da eleição(2014) tudo isso estará na memória. Mídia vassala e golpista. Dilma 2014, se Deus quiser!!!!

  • José Carlos lima

    Uma imagem vale mais do que mil palavras, o stf vai ate aonde com essas peraltices de Joaquim Barbosa
    Vejam que JB assumiu a postura física de um ditador ao receber haddad eleito pelo povo
    Para receber skaf representante do empresaríamos, a coisa mudou de figura

    http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/124713/Haddad-decis%C3%A3o-do-STF-tira-liberdade-de-prefeitos.htm

    Do Edson santos, deputado negro

    “Às vezes meus irmãos do movimento negro me perguntam porque eu não apoio Joaquim, já que ele é um irmão de cor. Eu respondo citando Cruz e Souza, poeta negro: os negros que seguram o chicote para bater em outros negros, não são meus irmãos”.

    – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/12/20/os-olhos-secos-da-liberdade/#sthash.6mTcX0F4.dpuf

    Responder

  • José Carlos lima

    E o Pt ja havia passado por essa experiência com erundina quando os isentos de iptu ficaram em pé de guerra com a prefeita pq os meios de comunicação fizeram crer que o aumento era para todos
    Bom nao nos esquecermos que o tribunal de contas quase derrubou erundina se nao me engano houve ate tentativa de impeachment, que o Pt se lembre disso então e se prepare desde ja para nao ter mais surpresas

  • Valterlei

    1) Justificar o erro de um (Haddad) com o erro de outro (Kassab) não faz sentido, ainda mais quando a população muda o mandatário.

    2) Há um erro grosseiro na aprovação da lei que aumenta o IPTU. Ou seja , Haddad deixou o flanco exposto quando deu ordem para os vereadores tratorarem na câmara.

    3) O principal para a prefeitura é aumentar a arrecadação, basta ler a petição apresentada ao Supremo. O resto é tentativa de tornar palatável a demarra.

    4) Por fim, quando o senhor Fiesp apoiou o PT no segundo turno da eleição municipal paulista, não li nada seu aqui no blog. Mais uma vez a linha petista: só é bom quando apoia os vermelhinhos.

    • eduguim

      E desde quando fazer política tributária é “erro”?

      • Valterlei

        O erro é a majoração de tributo. Se queria unicamente aplicar o princípio da progressividade, poderia ter feito isso de modo neutro, ou seja, sem aumento da arrecadação.
        Para quem ainda não entendeu, a majoração deveria ser apenas a necessária para cobrir as reduções e isenções dadas.

        • eduguim

          Sem aumentar alíquotas, só abaixando a dos mais pobres e não aumentando a dos mais ricos, a arrecadação diminuiria. Indique-me um só governo que tenha reduzido (voluntariamente) a arrecadação de IPTU em todo o país.

          • Valterlei

            Não sou contra o aumento dos “ricos”. Sou contra o aumento global na arrecadação do IPTU.
            Na campanha, Haddad ao fazer suas propostas em momento algum disse que para cumpri-las arrecadaria mais com o IPTU.

          • eduguim

            Todo prefeito aumenta IPTU em São Paulo. O que vocês exigem de Haddad é uma loucura, que em seu governo não possa contar com arrecadação de impostos corrigida como TODOS, ABSOLUTAMENTE TODOS os seus antecessores. Vocês são malucos.

          • leandro

            Então, que pelo menos a conta zerasse. e não que tivesse um aumento brutal de arrecadação como quis o prefeito, aliás, como tem sido costumeiro em todos os governos do pt. Basta ver que o país não cresceu mas a arrecadação bateu recorde em volume e a alíquota de impostos que pagamos também subiu. Mas, alguém tem que pagar a conta da farra de copa, olimpíada, corrupção….

          • eduguim

            Leia o post

      • Jader antonio reis

        Eduardo! você deve ser um “cara” muito rico!
        Não conheço ninguém em sã consciência que aprove tal absurdo, ademais o aumento que o kassab fez já vale por 10 anos, moro próximo a alameda santos e meu IPTU já é 3200,00, e em conversas nos últimos dias com mais de 100 pessoas não achei nenhuma que aprove esta sacanagem.
        num país que tem a carga tributária mais alta do mundo e o pior serviço público , o Haddad quer mais dinheiro pra que???

        • eduguim

          Eu não sou muito rico, eu sou simplesmente justo.

          Aqui no nosso bairro – moro perto de você – temos todos os serviços públicos e facilidades possíveis e imagináveis, os nossos imóveis valorizaram pornograficamente e pagamos a mesma alíquota que nos bairros da periferia onde os mesmos serviços são sofríveis ou inexistentes.

          Você demonstra sintoma dessa elite paulista escravocrata. Acha que o mundo se resume ao quadrilátero de bairros nobres em que está encerrado – sobretudo mentalmente.

          Mas isso é um problema que, em São Paulo, atinge até os pobres, mas que é exclusivo deste Estado. Por isso, apesar da roubalheira do PSDB que agora começa a vir à tona, votamos sempre nos mesmos há vinte anos sob a premissa estúpida de que sem justiça social poderemos viver em paz.

          • Jader antonio reis

            Quer fazer justiça social, faça com o seu dinheiro, não com o do contribuinte!!!!
            Quanto a valorização dos imoveis isso é piada me lembra a história da tulipas, qualquer apartamento vagabundo aqui na volta vale 1 milhão, isso é pura especulação e corretor mentiroso, conheço muitos que anunciam imóveis por 4 milhoes mas acabam vendendo por dois, muita mentira coisa de mercado…
            Mas a prefeitura deve e tem o dever de isonomia, sou da opinião se o cara quer morar bem, trabalhe, estude e não viva de bolsas e cotas.

          • Edi Passos

            Caro Eduardo,

            Como se diz aqui no Sul: “essa foi na moleira” do reaça!

    • Cervantes

      Valterlei, o que te faz proferir asneiras com tanta insistência ? Sente-se importante quando são contestadas ? É isso ?

      • Marcus Vinicius

        Cervantes, é uma das características dos “trolls” é justamente esta o que você citou sobre o dito cujo acima… e pode incluir a má-fé também !!!

  • Jader antonio reis

    me admira a sanha dos politicos brasileiros, só pensam em aumentar os impostos, o povo tem que bancar suas mordomias.

    • eduguim

      Imposto equivale à taxa de condomínio. Se você não pagar, o coletivo não pode pagar as contas coletivas.

      • Jader antonio reis

        a diferença do condominio pro imposto é que no primeiro voce não paga jatinhos, prostitutas, cocaina, e mordomias, saiba que mede do que é arrecadado é usado pra fazer a alegria dos politicos.
        Também importante perguntar, pra que serve os impostos mesmo????

        • eduguim

          Quer dizer que quando o governo é do PT os impostos são para pagar jatinhos, prostitutas, cocaína e mordomias, é? Você acusa o prefeito de querer elevar o IPTU pra gastar nisso? O que você andou ingerindo, colega?

          • Ricardo Lima

            Eduardo. Tem um lado bom nesta discussão: os reaças invadiram o seu blog. Você está incomodando bastante!

    • Juliano Santos

      Povo? De que “povo” voce fala? O povo dos Jardins?
      Mas é isso, Edu, não adianta falar que a proposta diminui imposto para áreas pobres. Os coxinhas, de todas as classes, são surdos.
      Cabe ao Haddad, agora que admite erros na comunicação, correr atrás do prejuízo. É dificil quebrar o bloqueio, mas tem que tentar

      • João Preto

        Acredito que Haddad deva ter uma coisa bem clara em mente. A arrecadação do IPTU, deveria ser TODA destinada a periferia e bairros mais podres. Literalmente abandonando os locais onde adoradores da FIESP habitam. Desde coleta de lixo, iluminação, varreção ate manutenção de ruas, para obterem esses serviços peçam pro mafioso da FIESP, ele que banque.

        • ramiza

          Ah tá. Os mais ‘ricos’ pagam e não têm direito a melhoria nenhuma. Quanto à FIESP, quanto ela contribui mesmo para o pleno emprego ‘do povo’? Será que é difícil PENSAR, o simples PENSAR?
          Gente desonesta e similares existe em qualquer camada da população. O importante é saber administrar.
          Essa gama de políticos não duraria um mês trabalhando na iniciativa privada. Seriam dispensados por, no mínimo, pura incompetência. Essa conversa de ‘elite’ é demonstração de burrice. A tal elite sustenta a classe menos favorecida, caso contrário tudo seria nivelado por baixo, como em Cuba, onde todos são pobres, mas parece que a ditadura lá já se deu conta do erro de mais de 50 anos.

          • eduguim

            Pobres ricaços. Tão injustiçados. Mas sempre, ao llongo da história da humanidade, existiram pessoas como você para defendê-los da opressão dos pobres

          • Paulo Roberto Ricette de Mendonça

            Que coisa, hein, Ramiza? Querer comparar governo com iniciativa privada… Na iniciativa privada o objetivo é o lucro, bem ao contrário do que deve ser um governo.

  • Eu gostaria, Edu de emendar a esse seu relato um lado que eu acho que é importante nessa hora para que possamos valorizar o que o Haddad está fazendo.
    Na minha singela opinião o Haddad está fazendo um trabalho de irmão para irmão com o companheiro Padilha. Ele está sem querer ou querendo se colocando como boi de piranha para facilitar a vida do Alexandre.

    Impressionante como o Haddad já desmontou todo o programa politico do Skaf. Haddad conseguiu deixar o Skaf COMPLETAMENTE nu.

    Dá para perceber que o PMDB vai cometendo o mesmo erro de 2012 quando acreditava que Haddad não fosse vencer o Serra. O Skaf acha que Padilha não tem bala na agulha para levar o Alckmin para um 2º turno nem muito menos ganhar a eleição.
    Eu acho que o Haddad já entendeu direitinho a plataforma politica do Skaf para o ano que vem.
    Posso estar enganada, mas o mote do Skaf será :

    ¨O homem bom que derrubou esse imposto espúrio chamado CPMF¨.

    Se isso acontecer será um grande erro, afinal a maioria da população apoia o programa MAIS MÉDICOS e não duvidaria que pela primeira vez a maioria veria esse imposto sobre movimentação financeira com algo positivo.
    Haddad já percebe isso e faz essa associação de maneira quase natural.
    Gostei do Haddad ter perdido pro Skaf e com o Barbosa no meio, parece loucura, mas gostei e vou explicar:
    1- Sou da doutrina que as vezes é preciso perde para ganhar. Isso vai ser muito bom para o Padilha. O Haddad saiu bem na fita como o prefeito que luta pelos oprimidos. Essa foto aqui http://www.brasil247.com/images/cache/1000×357/crop/images%7Ccms-image-000349105.jpg abalou a militância e militancia abalada é mais aguerrida.
    2- O PMDB vai perdendo apoio importante não só em SP, mas em todo o Brasil. Que prefeito ficou do lado do Skaf nessa hora? O que eu vi foi uma rede ABSOLUTA de solidariedade ao Haddad. Em ano eleitoral perder apoio de prefeito vai custar caro ao PMDB e nisso Padilha e Dilma ganham no estado e os demais candidatos também
    3-Vai deixar o Joaquinzão mais a vontade para sair por ai dizendo que é contra aumento de impostos. O problema que o STF teve apropriação abusiva e ilegal de dinheiro da UNIÃO para seguro de saúde que segundo a Constituição é proibido expressamente. Ele acha que tá lindo na foto, só que a maquiagem no sol derrete e o povo vai ver a sua verdadeira face.
    Eu não imaginava o Joaquim saindo do STF para se lançar candidato, ele não tem estofo politico nem para vereador , mas analisando o que muita gente diz : Ele em 2015 terá que obedecer ordens Ricardo Lawanswski. Quem chegou a mandar de maneira absolutista não vai aceitar ser mandado então já acho que ele vai sim se lançar a qualquer coisa para não ter que se rebaixar . Se isso acontecer de olho no Marco Aurélio de Mello, ele será a peça da discórdia.

    Volto a dizer, essa derrota do Haddad foi sua maior vitoria. ADOREI. E o lado da comunicação…As redes sociais estão agitadíssima, a maioria apoia o Haddad e seu imposto progressivo. A imprensa fez propaganda de graça no sentido ruim, só que o efeito foi outro.

    • Pois nas redes de vizinhança aqui no Tremembé, ninguém apoia o Haddad com seu aumento de impostos. O pessoal da rua respirou aliviado, até porque tem gente que ganha mil reais por mês e paga IPTU de 300. Infelizmente a conta não fecha…

  • Leonardo

    Edu, nosso querido Haddad já deveria saber disso. Ele tem um exemplo vivo, aliás dois: Lula e Dilma. Ambos fizeram governos populares, melhoraram e muito a vida do povo e o país; são massacrados pela mídia… e não fizeram ley de medios.

    Nossa gestora (presidenta é a Cristina) vai a tv uma vez na vida outra na morte, se sai bem – é verdade -, mas não bate nos caras. Haddad, ao menos, deu nome aos bois, chamando de “Casa Grande” a FIESP. Casa Grande esta da qual o mais novo e nobre obreiro é o negro de “alma branca” (branca de elitista, mesquinha, racista e preconceituosa) e presidente do stf, joaquim barbosa.

    Ele precisa ser desmascarado neste episódio. Se Haddad conseguir mostrar ao povo de SP que mais da metade da população iria pagar menos IPTU, nosso prefeito denunciará de que lado está o negro de “alma branca”. Do contrário, o perverso, vingativo e ditadorzinho sairá bem na foto.

    Haddad precisa fortalecer seu setor de comunicação, politizá-lo. Até porque, que não queira ser Bolchevique, mas não acreditar na luta de classes é – no mínimo – burrice… e irresponsabilidade.

  • valéria PE

    Enquanto no Brasil ainda existirem ministros no STF que trabalham para o PSDB e para o PIG ,a cena será sempre a mesma. Se o governo é do PT,que trabalha para a maioria pobre desse país,serão sempre contra. Acho que o sr. Barbosa deve acusar o PT por ter tido uma infância pobre. Quem sabe um dia esse senhor que se considera com poderes supremos, não decide colocar Deus na Papuda. Que Deus tenha piedade desses pobres espíritos que vivem a serviço do mal.

  • Olavo

    Esse Joaquim Barbosa é um caso sério. Tira dos pobres (quase todos pretos, como diz a música) para dar aos ricos (quase todos brancos…). Um verdadeiro Robin Hood às avessas. A história um dia ainda pega ele.

    • Mauricio Benedito

      Sr. Olavo

      Discordo veementemente, não precisamos de extrangeirismos, ainda que universais como “Robin Hood”.

      Na nossa trágica história escravocrata temos a figura do CAPITÃO-DO-MATO, que acredito se aplique melhor.

      Fraternas Saudações Democráticas,

  • Romanelli

    então ..e antes de Kassab teve a MARTAXA que tb arreliou até ser defenestrada

    …e mesmo agora, LOGO APÓS esse aumento dado por Kassab e “denunciado” pelo Guimarães, vem o MALDDAD e acha que pode enfiar mais um pouco em querer dar um aumento MUITO ACIMA da inflação ?!

    Isso tudo, mesmo que pra isso CAIA no ridículo de dizer que o POBRE, que já leva de todo lado o imposto regressivo, não iria pagar por isso, via INDEXAÇÃO

    Orra, que tal falarmos em EFICIÊNCIA, produtividade, HONESTIDADE, seriedade, RESPEITO e melhor escolha de prioridades ?!

    Ainda mais pra esta cidade em que uma AUDITORA chegou a declarar pro MP que aqui existem 3 tipos de funcionários municipais:

    os DESONESTOS que cobram propina pra fazer errado

    os HONESTOS, que fazem o certo, mas que recebem CAIXINHA pra trabalhar (que seria o caso dela rsrs)

    e os honestos ..que NÃO trabalham

    pode ??!! ..sinceramente, me tira o tubo por favor ?

    • eduguim

      Verifique quanto os imóveis se valorizaram em São Paulo de 2009 para cá #ficaadica

      • Romanelli

        tá bom, vou vender o meu pra não pagar imposto e viver de bolsa ..por favor por favor …valorização de bem não significa liquidez nem dinheiro no bolso colega

        • Romanelli

          fora que a valorização dos imóveis (que foi BARBEIRAGEM do governo de DILMA) não significa aumento de despesas nem de custos pro município

        • eduguim

          Todos os prefeitos, de todo o Brasil, atualizam as alíquotas de IPTU durante seus mandatos. Todos. Vocês querem tirar de Haddad simplesmente a arrecadação de impostos.Repito, contra o PT vocês enlouquecem. Dizem qualquer sandice como se fosse uma platitude.

          • Jader antonio reis

            Se haddad quer mais dinheiro, poderia começar a economizar, vai 6 sugestões simples:
            1- Acabar com o salario para prefeito, secretários e cargos de confiança.
            2-Acabar com carros oficiais de representação.
            3-Contratar empresa de contabilidade para fazer toda a atividade que não for fim.
            4-Demitir 30% dos funcionários públicos e aumentar em 2 horas a carga horária dos que ficarem
            5-acabar com diárias,viagens,cursos.
            6-acabar com verba de publicidade.

            Desta forma garanto que sobra muito dinheiro, aprendam que o “estado” tem que ser manejado como uma empresa privada, ou seja, se tem tem se não tem corta despesa.

          • eduguim

            Você está falando sério? Você bebeu? Até 2009, você aceitava que prefeitos, secretários e ocupantes de cargos de confiança tivessem salário; aceitava os carros oficiais de representação; aceitava o atual quadro de funcionários da prefeitura do tamanho que é hoje; aceitava que membros da prefeitura tivessem diárias, viagens, cursos; aceitava verbas de publicidade. Foi só Haddad assumir que quer que seja o primeiro prefeito sem salário do país. É mole ou quer mais?

  • Olavo

    Nós, ficamos “surpresos” com as atitudes dos Jornais, Mídia, STF, etc. Sinceramente não entendo nossa atitude. Os caras tão agindo de forma normal (pra eles). Se não fizerem isso não recuperam o poder. Com o voto popular já tá claro que eles não voltam mais. Então.Eles agem da única forma que podem e devem agir. Não tem nenhuma surpresa nisso.

  • Flavio Louzada

    Edu, talvez uma solução fosse aumentar o tributo de TODO mundo e depois dar descontos progressivos aos de baixa renda.

  • Jurema

    Edu, boa tarde, sempre leio seus posts, raramente comento. Mas este, não deixo passar, está excelente, parabens. E já desejo Boas Festas para voce e sua linda família, e muita disposição para 2014.

    • eduguim

      Oi, Jurema. Quanto tempo. Desejo o mesmo a você e aos seus. Beijão

  • jose luiz ribeiro da silva

    Quando Janio foi prefeito de São Paulo teve um entrevero parecido com este entre Haddad e Skaff sobre o IPTU.
    No caso, era entre Jânio e o então todo poderoso Abram Szajman. Jânio como medita educativa desapropriou a casa de Szajman indenizando-o pelo valor declarado no IR.
    Claro que prá isso precisa ter coragem.

  • MARIA ANTONIA F. MONTEIRO

    Caro Eduardo, sou leiga em leis tributárias. Se você ou outro colega comentarista do blog poder me ajudar ficarei grata. O que o STF tem a ver com o IPTU municipal? Se os vereadores e deputados estaduais é que são responsáveis pelas leis que regem o Município e o Estado onde entra o STF? O que o prefeito fez não foi mais uma vez, apesar de todas as reclamações a respeito do comportamento do STF de fazer judicialização da política, fazer exatamente judicialização política do IPTU? Agora tudo tem que ser resolvido pelo STF?
    Abraços

  • Mauricio Benedito

    Outra vez o Judiciário está se posicionando como um Poder acima do Executivo e do Legislativo.

    Tornando evidente sua auto-invocação como Poder Moderador Imperial (constituição do D. Pedro I ).

    Além de anacrônimo , este comportamento tem caráter PROTO-FASCISTA buscando a TUTELA dos Representantes eleitos pelo voto popular e soberano.

    Este é o cenário para especulações do golpismo burguês, repetindo Honduras e Paraguai (infelizmente com sucesso) e na Venezuela fracassado em virtude das históricas tradições democráticas e patrióticas das Forças Armadas Venezuelanas (infelizmente um caso único e isolado na América Latina).

    Enquanto o “terrorismo das manifestações populares” é denunciado, o Proto-fascismo dos gabinetes vai agindo sem ser incomodado.

    Mera coincidência ?

    Saudações Democráticas.

    • Mauricio Benedito

      Duas correções:

      anacrônico

      República Bolivariana da Venezuela.

    • Mauricio Benedito

      E o Prefeito Haddad foi para Brasília.

      Segue o link:
      http://esquerdopata.blogspot.com.br/2013/12/joaquim-barbosa-mais-uma-vez-mostrou-do.html

      Para que?

      Para legitimar que decisão do STF, “não se discute. cumpra-se” ?

      Para humilhar ainda mais o voto popular soberano ?

      Para mostrar que é bom moço e um inocente político ?

      Para lamber botas de um futuro “duce”( descartei fuhrer por motivos óbvios) ?

      Para que ?

      Saudações Democráticas.

  • Marat

    Com relação à FIESP, de triste memória – apoiadora da ditadura – não se pode esperar muito. Ali é um valhacouto onde se abrigam, notadamente, sonegadores e manipuladores de preços!

  • Olavo

    Maurício Benedito: O certo é ESTRANGEIRISMO. O Importante é que a história um dia PEGA ELE, com ROBIN HOOD ou CAPITÃO DO MATO.

    • Mauricio Benedito

      Sr. Olavo

      Grato pela correção.

      Espero que não precisemos esperar pela História.

      Fraternas Saudações Democráticas.

  • lucascosta

    É bom que se exponha o tratamento diferenciado, mas é melhor ainda não ter ilusões. Claro que o candidato favorito de Folha de S. Paulo, Estadão, Veja e Globo não era Fernando Haddad. A imprensa tem lado, assumidamente. Mas vale a exposição da contradição.

    E vale mais ainda o lembrete de que sem ajustes na tributação é impossível obter do Estado serviços públicos de qualidade. O mundo antigo, a Europa, sabe disso muito bem. Por lá os ricos sentem o peso forte da tributação. Que tem na qualidade de saúde e educação, dentre outros serviços prestados pelo Estado, a sua contrapartida. Não existe “welfare state” sem dinheiro – os leitores acríticos de Veja e Cia. morrem e não entendem, coitados, basta ler as caixas de comentários para constatar isso.

    (Não se pode sequer cogitar o “passe-livre” se o Estado estiver falido…)

  • lucascosta

    Veja como é o transporte público na Inglaterra (http://bit.ly/1e0gOMS)

    Por lá, paga-se pedágio. Os ônibus e metrôs são bons, pontuais e não lotados – adequados para o transporte de seres humanos, o que não ocorre no Brasil.

    Por trás de tudo a ideia ampla da tributação. As coisas que o Estado proporciona custam dinheiro. As pessoas pagam pedágio, porém podem se locomover – o que parece não acontecer em cidades como as megalópoles São Paulo, Rio de Janeiro e mesmo as minhas provincianas Recife ou Fortaleza.

    Tudo isso se deve ao comunismo da Inglaterra. Infelizmente o povo não deixa o Fernando Haddad ser comunista de modo parecido em São Paulo. Que fiquem com seu Olavo de Carvalho na cabeceira – e devidamente engarrafados no trânsito.

    Quem quer serviços do Estado, meus caros, tem que pagar para financiá-lo, na medida de suas possibilidades. E, sobretudo, cobrar do Estado que cobre mais de quem tem mais. Os ricos pagam, proporcionalmente, uma piada de impostos, em nosso país – o que não ocorre na Europa. Um percentual infinitamente menor do que este barnabé de uma obscura e provinciana repartição pública que ora escreve estas pobres linhas – uma situação impensável na Europa. É por isso que a nossa qualidade de vida urbana anda a anos luz da verificada nessa mesma Europa – a despeito do custo de vidar ser mais até mais alto por aqui, pasmo!

  • José Ricardo Romero

    Não adianta jogar com a lógica e apelar para a memória com a oposição, mídia e judiciário. Eles fazem qualquer coisa para impedir que um governo petista dê certo. Aumento do IPTU, por mais legal e necessário que seja e principalmente por ser socializante, é um argumento fácil de se manipular para atacar o Haddad. Enquanto o governo continuar financiando a mídia velha, fazendo salameleque e beija-mão com a oposição (o maldito comportamento republicano!) e fazendo vistas grossas para o desrespeito à lei e à constituição (a Dilma parece que se esqueceu do juramento de respeitar e defender a constituição na sua posse) pelo judiciário, que se transformou numa casa de Irene, as coisas vão continuar assim, porque é só o resta às elites, jogar merda no ventilador.

  • Carlos J. Ribeiro

    E o Haddad deve se dar por satisfeito por não ter sido preso pelo Min. Barbosa, senão estaria lá na Papuda(Royalties p/ um navegante do blog Conversa Afiada).

    A propósito, aqui na minha cidade, o prefeito(PSDB) também quis aumentar o IPTU nas áreas mais valorizadas e diminuir nas menos. Nos mesmos moldes do que foi feito em S.Paulo.Perdeu na Câmara.

  • Enquanto a Casa Grande tiver força a Senzala vai continuar amargando e esquecida ao seu próprio destino.

    O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), chamou a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) de “Casa Grande”, em oposição à senzala, ao comentar a derrota judicial na batalha jurídica contra a entidade em torno da planta genérica de valores. “A Casa Grande não deixa a desigualdade ser reduzida na velocidade que a gente deseja”, afirmou, na bibliotecaPortug Mário de Andrade, em discurso na cerimônia de sanção da criação da SP Cine, agência estatal de fomento ao cinema na cidade. “Sou socialista, acredito na necessidade da distribuição de renda.”

    http://www.blogdadilma.com/features/327-para-haddad-casa-grande-impede-justica-tributaria-em-sao-paulo

  • Luís CPPrudente

    O covarde Joaquim Barbosa mostrou a quem serve: aos ricos e aos poderosos.

  • MARIA ANTONIA F. MONTEIRO

    Caro Eduardo, o que mais admiro num ser humano é seu senso de justiça, não aquela justiça que atinge aos seus, mas a universal que contempla a todos igualmente. Amei a resposta dada ao senhor Jade Antonio Reis, principalmente no segundo parágrafo. Para mim apenas comprova o ser humano íntegro que você é. Parabéns.

    • eduguim

      Abraço

  • lee

    a diferença de tratamento dado pela justiça ao pt e psdb é cada vez mais gritante. já chegou ao nível de inaceitável. passou da hora de reações do executivo e do legislativo se processarem com a devida magnitude .Um pais como o nosso, com a grandeza que tem,não pode ter como imperador um capitão do mato.

  • nigro

    O aumento de impostos no Brasil, seja lá qual for, é injustificado.
    Não adianta citar a Suécia e a Noruega como exemplos. Estamos a anos luz daqueas países. Aqui, pagamos caro o imposto, pagamos caros os produtos pois tem imposto demais, temos que pagar a escola particular para os filhos, temos que pagar o transporte escolar para a escola particular, temos que pagar plano de saúde, temos que aguentar o asfalto esburacado, temos que demorar para chegar no trabalho….
    Não se deve aumentar mais as alíquotas. Deve-se sim enxugar o ” Estado” brasileiro. Esse gigante preguiçoso e sedentário e que toma de canudinho o dia inteiro.
    Kassab aumentou mesmo o IPTU e todos que pagam SABEM.

    O STF agiu corretamente. As análises são liminares. Na hora da avaliação do mérito, o Haddad pode até ganhar. Parem de espernear.

    A história dos corredores de ônibus feitos nas coxas, com aumento brutal dos congestionamentos é outra baboseira eleitoreira. é tapar o sol com a peneira.

    Bom moço esse Haddad, não é mal intencionado, mas é comunista demais, apesar de não abrir mão de um bom Brunello de Montalcino, como eu. http://www.implicante.org/blog/haddad-tira-ferias-na-italia-com-apenas-10-meses-de-trabalho/

    • Paulo Roberto Ricette de Mendonça

      Só faltou dizer que a culpa por todo esse descalabro que vivemos é do PT…

      • Nigro

        Nao. Seria injusto com o PT. Mas sao eles o partido dominante e cabe a eles agir, sem nos ferrar.
        A “culpa” é multifatorial e se intrinca com a propria natureza do brAsileiro, que entre outras coisas altamente desabonadoras, sofre da amnésia crônica muito bem mencionada no artigo.
        Chega de governantes incompetentes sangrando meu salario, me obrigando a pagar inss e tomando meu fgts a preço de banana.

    • Mauricio Benedito

      Sr. nigro.

      Como hoje é domingo, recomendo o vídeo do sr. Max Goazaga:

      http://www.youtube.com/watch?v=nd2YUNNBbrY

      Boa diversão, bom domingo !

      Saudações Democráticas.

      • Mauricio Benedito

        corrigindo: MAX GONZAGA.

      • Nigro

        Legal essa musica. Nao me enquadro nonperfil descrito e celreio que voce tambem nao. Não é po pensarmos de maneira diferente que somos burros certo Mauricio? Raducalização sempre dá errado. Abs

        • Nigro

          Desculpe os erros mas no celular sou péssimo.

          • Maricio Benedito

            Sr. nigro

            Não há necessidade de desculpa, eu também me ressinto com o uso do teclado em detrimento do manuscrito.

            Independente do conteúdo da letra, gostei da melodia , do arranjo e da interpretação.

            Espero, não ter melindrado ou ofendido o bom humor de ninguém .

            Caso contrário quem pede sinceras desculpas, sou eu.

            Saudações Democráticas.

          • Mauricio Benedito

            Sr. nigro

            Como já nos desculpamos o bastante, e nossa esgrida intelectual parece-me estimulante,e até agora respeitosa, amistosa e digna.

            Políticamente não achei muito elegante e ou oportuno o seu link sobre a carta de vinhos do prefeito, ainda mais que parece que o sr. também é beneficiário do câmbio sobre valorizado.

            Antes, que nos desculpemos de novo, não melindrou meu bom humor , nem achei Radicalismo Político a Cobrança sobre a Contradição: um Prefeito no Brasil Com Origem na Classe Média Eleito pelo PT QUE Na Origem FOI um Partido Operário COMPARTILHAR a Sua Preferência Pelas Garrafas do Brunelo de Montalcino, sendo sincero não me ofendi.

            E mais importante, e seguindo respeitosa nossa esgrima intelectual pode me chamar de Ditinho que passarei a tratá-lo por “mi, Nigro”. “Hasta la victória, hombre, my Hermano”, vamos nessa ?

            Sempre Respeitosas Saudações Democráticas.

  • Mauricio Benedito

    Acho isso muito engraçado no Brasil, a classe média é cheia de eufemismos do tipo: Casa Grande, Elite,…

    Até da simples palavra BUR-GUE-SIA , tem medo.

    Saudações Democráticas.

  • José Carlos lima

    2013 pano em que a elite tupiniquim descobriu q pode usar o judiciário o stf inclusive, para chegar ao poder através dos votos que nao conseguirá através do jogo democrático.

  • marcos augusto

    Pessoal, não se esqueça de uma coisa: FIESP não dá voto, só tira! Isto que ela vem fazendo, se bem explicado na época das eleições, vai ser um prato cheio para derrotar estes bandidos da Casa Grande!

  • Roper Carvalho

    Caro Edu,
    Caro Edu,

    Me preocupa a maneira como o executivo municipal e federal estão acuados diante das investidas dos herdeiros da casa grande, nesse momento personificados na simbiose entre o PIG e o judiciário nas sua diversas instâncias (as exceções confirmam a regra). Para romper o cerco político ao qual estão submetidos, o PT – governos municipais e federal – precisam se comunicar melhor com a população e, principalmente, restabelecer as pontes com as bases políticas que projetaram o partido em direção ao poder: sindicatos e movimentos sociais. Na comunicação é preciso expor melhor os projetos dos governos petistas e privilegiar inserções na mídia alternativa, principalmente com os “blogs sujos”, que já defendem o governo sem receberem nenhum centavo em troca, pois de que adianta anunciar no PIG e levar pau dia e noite. Quanto ao judiciário, este deve ser contraarrestado pela sociedade civil organizada, atualmente marginalizada pela forma supostamente pragmática de fazer política adotada pelo PT, a qual privilegia alianças com forças políticas institucionalizadas no parlamento como o PMDB e o PP. É preciso que o PT reoriente suas ações políticas porque senão quem perderá serão os setores da população que mais necessitam do Estado como formulador de políticas públicas voltadas à redistribuição de renda, etc.

    Esperanças de um 1014 de lutas e conquistas para você e os seus.

    Abraços,

    Roper

    • eduguim

      Grande abraço

  • Dias

    Guerra é guerra e seria muita ingenuidade imaginar que a mídia do Millenium e as hostes da Casa Grande, com o último bastião com algum poder em político em São Paulo, fossem deixar Haddad em sossego, lembremos de Erundina e Marta Suplicy.
    Portanto em vez de lamentar o negócio é partir pra guerra e nada melhor que enfiar durante alguns dias um comercial da prefeitura no horário do JN e da novela principal de Globo onde Haddad informaria que a mocinha morena simpática do JN quando informa que o IPTU subiria ATÉ tanto no residencial e ATÈ tanto no residencial esqueceu-se por questões políticas de uma mídia que se coloca como de oposição que, seria também reduzido de ATÉ tanto no residencial e no comercial nos bairros mais pobres e carentes, conforme o objetivo de seu governo de privilegiar os mais necessitados com distribuição de renda também através do IPTU, e que no caso o STF do Joaquim, a Fiesp do Skaff e a mídia das Globo jogam contra o povo mais necessitado. Simples assim, o resto é lamento e não leva objetivamente a nada. Guerra é guerra e o negócio ao invés de lamentar é atacar o inimigo e o nosso inimigo sabemos muito bem quem são.

    • Marcos Ferreira

      Concordo com o Dias, o prefeito errou ao não comunicar antes a população por meio de panfletos, carros de som, rádios comunitárias e internet, agora que o estrago tá feito é seguir essa estratégia.

  • Luiz Carlos

    O único responsável pela situação, é o próprio Haddad e o PT.
    Não se pode esperar colaboração do inimigo.
    Se a população de São Paulo tivesse sido devidamente informada, provavelmente o desfecho teria sido outro.
    O que o Haddad esperava? Que a imprensa, a Fiesp, e o PSDB, fossem compreensivos com ele, que informassem a população que o aumento não seria de 20% para todos, que muita gente teria o valor do IPTU diminuído?
    É esperar que o inimigo fizesse o que ele deveria ter feito.
    Porque ele não divulgou para a sociedade a verdade sobre o aumento?
    Eu já estava preocupado com a estratégia do Haddad, de achar que quando a população recebesse os carnês, descobrissem que a imprensa estava mentindo sobre o aumento. Acho que o mais provável, é que aqueles que descobrissem que teriam um aumento pequeno ou mesmo uma redução no IPTU, acabassem achando que aquilo estava ocorrendo por causa da pressão da mídia e da oposição.
    Agora, a população nunca saberá como seria o tal aumento.
    Espero que ele tenha aprendido algo com essa história.

    • Luís CPPrudente

      Até quando os governantes petistas vão continuar tendo uma péssima política de comunicação e aceitando os “critérios técnicos” do PIG para usar dinheiro público em propaganda?

      O prefeito Haddad já poderia ter iniciado uma nova política de comunicação usando os blogues da internet e criando um blog oficial da prefeitura.

      Ele também poderia dizer: “Que venha a Ley de Medios!”.

  • M Cruz

    Valterlei, Leandro, Jader, FIESP, superBarbosa, mídia, enfim os da casa-grande e simpatizantes,

    Nada a declarar sobre o governo paulista que aprovou no legislativo novas taxas e aumento, que chega a 233,64%, das já existentes? E sobre o aumento constante da carga tributária paulista em relação ao PIB do estado?
    Ah sim, trata-se de tucanos e todos (não só ricos) temos que pagar. Aí pode e nem um pio!

  • Avelino

    Caro Eduardo e demais
    Quando Kassab fez esse reajuste, Skaff e companhia, entendia que haveria de ser reforçado o caixa 2 para eles, e como sempre, o povo pagaria, pois esse é o critério dos partidos empresarias; com Haddad, além de não ter caixa 2, há uma clara preferência em privilegiar o povo, que não faz parte do critério do Skaff.
    Saudações

  • Seria por demais interessante publicar a tabela de como ficaria o IPTU:
    http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/comunicacao/noticias/iptu1.pdf

    Como se vê, é bastante considerável o número de distritos que teriam aumento menor do que a inflação, fora os que teriam redução.

    Não tenho dúvidas que muitos moradores desses bairros pensavam que teriam aumentos exorbitantes, pois tal informação lhes foram sonegadas pela mídia.

    Como será que reagirá o sujeito que teria redução de 12% no IPTU e agora, graças ao PSDB, FIESP, mídia e Judiciário, arcará com quase 6% de aumento.

    VAi ficar muito bravo com certeza. Ah, mas pra isso ele precisa ser informado!

    Quanto a Kassab e o IPTU, por acaso escrevi sobre o assunto no meu blog. Orgulho-me de minha coerência no tema. O texto é de 21.11.2009. Se alguém se interessar, favor clicar:
    http://sidnei-quasetudo.blogspot.com.br/2009/11/taxab-e-o-iptu-eu-apoio.html

    Obrigado e abraço, Edu, para você, família e leitores.

    • eduguim

      Igualmente

  • Osvaldo

    O Skaff já havia conseguido derrubar a CPMF ( imposto dos ricos e dos sonegadores ).

    Estamos cansados de ver os privilégios intocáveis das elites. ( No Brasil as denúncias e investigações contra os corruptos ricos ficam nas gavetas).

    Aos explorados resta a eleição, aproveitemos enquanto ela ainda existe.

    E deixo aqui uma nota zero bem grande para a comunicação dos governos petistas paulista e federal.

    A Copa vem aí e com ela mais uma temeridade.

    • Helena/Sto. André (SP)

      É isso mesmo, Osvaldo! E vamos ver se descobrimos essa tal empresa no Uruguai que dizem ser dele. Trata-se de uma empresa proprietária de máquinas operatrizes que ele “aluga” para uma grande indústria paulista. Agora, porque no Uruguai? Será uma empresa sonegadora de impostos? Seria interessante descobrir. E esse Skaf é dono de 2 mansões nos Jardins em SP e por elas ele vai pagar um aumento no IPTU tal qual quem possue uma casa no Grajaú. Esperto o homem né?

  • José Carlos lima

    Para receber skaf, representante do empresaríamos, barbas sentou-se, deixou-se fotografar no mesmonivel

    ja para recepcionar haddad, eleito pelovoto, Barbosa assumiu a postura do carrasco que é

    como pode o presidente da suprema corte ter tanta falta de apreço pela democracia

    http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/124793/Prefeitos-apoiam-Haddad-e-s

    • Luís CPPrudente

      Você escreveu carrasco, eu acrescento covarde na figura desse sujeito que tem cabecinha fraca e está se lambuzando com o poder.

  • Gloria

    Edu: Seu post , como sempre, muito bom .O que me faz gostar cada dia mais desse blog é a sua incrível paciência e a serenidade monástica para discutir com pessoas absolutamente fechadas a argumentação lógica. Meu abraço e votos de muita paz, saúde,e felicidade pra toda família ,especialmente á Victoria

    • eduguim

      Bjs

  • Jorge Sousa

    Caro Eduardo, aqui em Salvador cujo prefeito é do DEM (acm neto) e o secretário de finanças é o mauro Ricardo, (ele foi o secretario das finanças de SP durante esses fatos publicados do ISS), atualizaram a planta genérica de salvador resultando no aumento do valor venal do imóveis em até 800%.
    Nada se fala, nada se comenta, nada da Fieb interferir, porque será?
    A imprensa não toca no assunto e olhe que o poder financeiro do soteropolitano e infinitamente menor que o paulistano.
    A diferença é que o prefeito não é do PT se fosse o JB também impediria……….
    A hipocrisia é grande amigo.

  • Paulo Roberto Ricette de Mendonça

    Esse é maior problema do PT, quer fazer omelete sem quebrar os ovos… As iniciativas são boas, mas a divulgação é péssima, e, ainda por cima, não bate de frente com ninguém…

  • Cibele

    Edu, pra cima deles ano que vem!!! Vamos botar pra cima, Haddad, Padilha, todo mundo junto, blogueiros, militantes na rua o ano inteiro! Tem que entrar com tudo e não esperar por ninguém!

  • psdb NUNCA MAIS!

    Aqui no Brasil agora é assim: se for de um partido de direita o político pode fazer o que quiser que terá apoio no ministério público e no judiciário, em todas as instâncias. Mas ai dele se for do PT, aí é o contrário, será denunciado e condenado em todas as instâncias mesmo sem provas.

  • Vinicius

    Comunicação: o calcanhar de Aquiles do PT.

    é aquele ditado:“quem não se comunica,se trumbica´´´

  • Nilson

    Esse complexo de pequenez que tem a elite paulista, mostra o quão mesquinha e miserável que é.
    Depois de ler os comentários tenho certeza, se fosse Jesus Cristo o prefeito ele seria crucificado novamente.

    • eduguim

      Impressiona, não? Publiquei como curiosidade

  • Roberto Locatelli

    Viajemos na imaginação:

    – e se Haddad convocasse a militância petista para ir aos bairros e distribuir, de porta em porta, um impresso explicando que, para a AMPLA maioria, haverá redução?

    – e se a prefeitura convocasse os sindicatos sediados na capital para discutir a questão?

    – e se o PT fosse aos movimentos populares propor uma mobilização em torno do IPTU com justiça social?

  • … quem não se comunica se estrumbica… falta de dialogo com a sociedade… ou seja, democracia fajuta…

    … a FIESP é instituição que não luta pelos interesses do povo brasileiro, apoiou a ditadura e continua com o trabalho sujo…

    … o PT é cafe com leite faz tempo… nao tem culpa de nada… é vitima e não cumplice… alguma duvida?

    … se eu fosse o prefeito – pimenta nos olhos do povo é colirio- eu faria comicio toda semana para a população ficar informada, chamaria a blogosfera que luta para o time, colocaria os lideres dos movimentos para trabalharem em conjunto, publicaria o extrato bancario em rede, não aceitaria as mamatas, doaria parte do salario de maraja para causas populares, mudaria esta merda toda… mas é muito idealismo de minha parte… e a culpa é da “elite”…. que elite? ó sabio…

  • Gabriel

    Eduardo,

    eu gostaria q vc comentasse essa reportagem da folha

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/poderepolitica/2013/12/1388727-entrevista-com-luis-roberto-barroso.shtml

    O juiz me pareceu contundente, mas não manjo o suficiente de politica para tirar uma conclusão..

    • eduguim

      Quando puder comento. Abs

  • Dimas A.M.Renó

    Mudando um pouco de foco, no ninho tucano ressurge um novo(?) brilho, como um farol a lançar seu brilho intenso clareando e facilitando o caminho. Pode-se dizer que AGORA VAI!….Prá onde não se sabe.
    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/124794/Exclusivo-FHC-pode-ser-vice-na-chapa-de-A%C3%A9cio.htm

    • Cleo

      Porque vocês acham que FHC defende a candidatura do Aécio? Todo mundo sabe que Aécio não tem competência para governar e que precisaria de alguém que assumisse a presidência efetiva, um “conselheiro” ou com um vice-presidente que fizesse todo o trabalho. É óbvio que o candidato, na prática, seria o FHC. O que, também na prática, significaria entregar o governo para uma meia dúzia de empregados de grandes grupos econômicos. Aí a história já é conhecida. Sugariam os mais pobres e usariam parte do dinheiro em propaganda para que os explorados amem os exploradores. Aliás, o texto do Edu apresenta exatamente esta realidade.

  • Mauricio Bernardi

    O ministro do STF Luís Roberto Barroso insurge-se contra a inércia do Congresso em aprovar a reforma política. O ilustre neófito refere-se, em entrevista à Folha, à questão das doações eleitorais de empresas. Saiba Sua Excelência que toda questão tem, pelo menos, dois lados. Se o Congresso se omite, a outra parte, a FIESP, entidade da sociedade civil capitaneada pelo insigne Paulo Skaf, deveria fazer a sua parte, proibindo as doações. Será que só os políticos têm interesse nas doações? Se cobrarmos uma atitude da FIESP contra as doações eleitorais, pelo menos, colocaremos o Skaf em uma sinuca de bico.

  • Diego Vilela

    Edu, estas e demais acontecimentos como o julgamento do mensalão, só ilustram o quadro já muito bem definido por você em outros momentos:

    O Partido dos Trabalhadores chega aos cargos executivos, mas não conta com o “poder” necessário para enfrentar questões como esta, infelizmente o partido ainda demonstra uma fadiga crônica quanto a “tentar” lutar através de posicionamentos mais bem estabelecidos e políticas de comunicação mais eficientes.

    A mídia, e seus poderosos apoiadores parecem conseguir engolir a vontade das urnas, e a cada 4 anos o PT imagina que vai conseguir reverter toda a avalanche de escarnio com 2 meses de campanha…

    Uma hora a coisa não vai funcionar…

    • Pedro Cruz

      Diogo, gostei de seu comentário, curto e grosso. O PT, as fôrças democráticas, os movimentos sociais, tem grandes limitações, temos perdido batalhas importantes, reforma política, IPTU em São Paulo, etc. As eleições de 2014, será uma guerra das mais importantes, os golpistas tentarão de tudo, de tudo, usarão todas as armas, inclusive o golpe. Se não impormos uma grande, uma muito grande, derrota aos golpistas, se não ganharmos estados importantes, se não elegermos uma boa bancada na Câmara e no Senado, estamos fudidos. Quem estiver preocupado com a situação deve arregaçar as mangas em 2014, então, À LUTA.

    • Pedro Cruz

      Diego, me desculpe, troquei teu nome.

      • Diego Vilela

        Sem problemas Pedro, obrigado pela sua atenção ao meu post.
        E realmente, o PT parece não ter entendido a gravidade do confronto de 2014, não continuar no poder no momento em que toda a história do partido é vilipendiada pela mídia, vai ser algo que possivelmente irá além de uma simples derrota eleitoral, pois é na cova moral que os adversários querem sepultar o partido dos trabalhadores.
        I

  • Mauricio Bernardi

    Essa decisão do Joaquim, contra a atualização do IPTU em Sampa, deixou os 5.564 municípios brasileiros com a pulga atrás da orelha. São Pedro-SP deverá aprovar amanhã o novo código tributário do município com aumento do IPTU de 3 a 400%, conforme a localização do imóvel. Tenho uma casa em Itanhaém que vale um terço do preço de meu apartamento em Sampa e sempre paguei, lá, IPTU três vezes mais caro. É assim que o mundo roda. Os municípios, nos termos do artigo 30 da CF, têm autonomia em questões relativas ao interesse local. Por razões políticas, esse equilíbrio foi quebrado. Não é à toa que a Associação dos Municípios já protestou, dando apoio a Haddad.

  • Regina Braga

    Quando o PT acordar, que a turma deles pode tudo … e que o PT, não pode nada,vai ser um Deus nos acuda!

    • Pedro Cruz

      Regina, o PT sabe muito bem que a turma deles (imprensa golpista e judiciário) pode tudo, por isso, o extremo cuidado em enfrentá-los. Eu espero que com a reeleição de Dilma, com a conquista de governos importantes, com o aumento de deputados federais, com o aumento de senadores e, principalmente, com os movimentos sociais nas ruas, em 2014, possamos enfrentá-los em condições mais favoráveis. Sito duas derrotas importantes, sofridas pelos democratas, a reforma política e o aumento do IPTU em São Paulo. Se não vencermos bem 2014, nos ferramos.

  • Maria Rita

    Alckmin deve anunciar, se já não anunciou, vários aumentos e impostos. Será que teremos mais processos skafianos no STF? Como dizia o Chico: Chame ladrão, chame ladrão! Aliás, nunca ouvi do Skaf nenhuma queixa sobre os escândalos do metrô. Esse é o paulistão desvairado. E não é que ele é a cara da figura do quadro O grito de Munch. É o desespero da direita.

    • Fabio

      Ele já anunciou os aumentos e vi apenas um breve comentário na rede globo.
      O problema do PT é o próprio PT que continua preso na midia golpista, ja que ainda defende a tese do controle remoto e com isso a massa, o povão não sabe qual é a verdadeira realidade e não aquilo que o PIG passa.

    • Helena/Sto. André (SP)

      Alckmin encaminhou para a ALESP, para aprovação com urgência, um pacote fiscal com aumento de 200% nas taxas de trânsito. E isso trará para os cofres públicos de SP R$ 335 milhões. E o TJ não vai falar nada? Para quem tem carro vai ser uma verdadeira despesa extra.

  • Pisquila

    Tenho uma sugestão para que isso se resolva rapidamente: é só os moradores de cidades paulistas governadas por tucanos acionarem a justiça com uma enxurrada de ações contra aumentos do IPTU (que todos estão fazendo), que o Tribunal de Justiça de São Paulo julgará o mérito como improcedente, rápido, rápido. Ou então, todos fazerem uma campanha nacional contra o aumento do IPTU em todas as cidades brasileiras. Aí eu quero ver o que o tal Barbosa vai fazer. Daqui a pouco briga de marido e mulher irá parar no STF!

  • Pedro Cruz

    A folha, o uol, está dando um grande espaço para o Ministro Barroso, observemos com muito cuidado. Será que está tentando cooptar o Ministro???? Aposto todas minhas fichas que sim, a folha está tentando cooptar o ministro. Logo, logo, conheceremos o Ministro, saberemos a que veio.

  • MARIA ANTONIA F. MONTEIRO

    Senhor Roberto Locatelli

    Vejamos na imaginação:

    Eu também me fiz essas mesmas perguntas. A impressão que me dá é que o PT depois que chegou ao governo esqueceu-se de como se tornou governo. Principalmente pela militância política. Parece que uma paralisia mental se apoderou de todos e não sabem mais como fazer política da forma simples e direta que começou.

  • Augusto/São Roque

    Ola Edu.

    Gostei do texto, que dica muitas vezes impossível em
    acrescentar algo mais. Agora quero lhe preguntar,
    é muito difícil, vai muito dinheiro para fazer esse tipos
    de texto em forma auditiva, porque tem pessoas que,
    não tem prática em leituras e algumas até mesmo não
    sabem ler. Aqui no Interior a gente tem contato
    direto com muitas pessoas, profissionais braçais,
    e essa gente não tem prática em leitura, são gente
    que, também, não tem boa vontade, precisamos
    criarmos novos métodos para que os mesmo fiquem
    sabendo dessas coisas. Pensei em até reunir em uma
    sala, fazer ouvir os textos, mediante sorteio de um bem,
    porque sem ganhar nada, eles não vêem, sei-la o quê vc
    acha nisso tudo? Outra coisa é a moçada
    companheira ajudar a divulgar o Cidadania.com.

    • eduguim

      Me liga uma hora dessas, Augusto

    • Rodrigo SB

      Sorteio? Isso é coisa de tucano! É preciso rever o trabalho das comunidades eclesiais de base e chegar nessas pessoas. O lance do áudio é uma grande ideia, mas um sorteio destruiria toda e qualquer intenção de transmitir a verdade… Entregar uma lembrança do encontro, com uma figura, uma frase, é melhor do que um sorteio.

      • Mauricio Benedito

        Sr. Rodrigo SB.

        Concordo que a idéta do áudio é excelente.

        Talvez o estímulo para leituras e interpretações de texto coletivas e complementares, seja o suficiente.

        Acredito que uma das missões partidárias mais importantes é a educação complementar e política de todos os trabalhadores.

        Fraternas Saudações Democráticas.

  • emerson57
  • Marcelo Rocha Martins

    É 2014 que está em jogo, é o judiciário, a mídia, partidos de oposição, todos contra o PT. Além da possibilidade da reeleição da Dilma, estão morrendo de medo de perderem SP, MG e RJ. Principalmente SP que infelizmente para facilitar o trabalho da mídia golpista, conta com a ausência de uma comunicação eficiente dos governos petistas.

  • Helena/Sto. André (SP)

    Edu, vi no facebook do chamado “PT nunca mais” que já estão organizando uma manifestação para o dia 25/01/2014, sábado, às 17:00hs, o “Primeiro Grande Ato em 2014 contra a Copa”. Já tem 6.875 pessoas confirmadas e vai acontecer no vão do MASP. É, a direita já está se organizando . Será, pelo visto, o primeiro teste do que pode acontecer até junho do ano que vem. E estou vendo também que há uma espécie de “invasão” de trolls no site da Rede Brasil Atual para comentar as matérias, tentando conturbar o ambiente.

    • Rodrigo SB

      Helena, uma revista PIG, que não era a Veja na verdade, havia previsto os protestos fascistas de junho três meses antes. Eu sei porque eu gostava de ler essa revista para ver como eles pensavam. Na verdade, era até um alerta, e não uma “denúncia”: a Dilma primeiro havia parado de receber a base aliada, o PMDB, depois as centrais sindicais, depois os movimentos da sociedade e, por último, o próprio PT (Gilberto Carvalho mesmo estava isolado e pouco falava com ela, e isso era uma fala dele, não um factoide). Ela não dava mais entrevistas, ignorava os repórteres, e ficava enfurnada no gabinete, sozinha. Pouco antes de ler a matéria, comentamos em casa: dá a impressão de que não temos um governante. Coincidência?

      O Lula aparecia todo o dia para defender o governo, a si mesmo, os programas do governo, o país, o partido… Não houve protesto CONTRA a Copa quando o país venceu a disputa para sediá-la, porque um governante (quer as pessoas o amassem quer o odiassem) parecia ter o controle das coisas. O Lula não enfrentou ódio das ruas, porque aparecia para dizer: estou aqui.

      Então quando os protestos explodem, a Dilma finalmente aparece na TV. E o que acontece? CALMARIA, os protestos diminuem, pelo menos a classe média volta para a casa (tanto os reacionários quanto os progressistas – aqueles que não entendiam direito o que estava acontecendo e iam para a rua também). Ficam ainda os baderneiros, os radicais, os bandidos, e os aproveitadores, mas quem realmente importava PERCEBEU então que, para o bem ou para o mal, o país TINHA COMANDO sim.

      Agora o que você traz, Helena, é que os protestos vão acontecer contra algo absurdo, já que não há volta. E cadê a Dilma? Por que ela não pede paz, trégua, calma, respeito? Por que ela não elogia o caráter receptivo do povo brasileiro, a cordialidade, a amizade, para tentar neutralizar isso que está iminente? Se até usuários comuns da internet, como nós, sabemos que os protestos vão pesar, onde está o serviço de inteligência do governo que não a avisa? Por que ela não vem na TV, com a desculpa de que vai mandar uma mensagem de natal, e aproveita para mostrar que ela está lá, no comando, vendo tudo, pedindo colaboração, explicando que a Copa não é de todo ruim, repetindo tudo o que ela falou quando a coisa pegou fogo?

      Ela não é o Lula, mas não pode cair no mesmo erro de novo, ficando de novo presa no gabinete agora que está se recuperando nas avaliações.

  • Carlos Henrique

    É A LUTA DE CLASSES, MEU AMIGO, ALIADA A UM PT PASSIVO, FROUXO, QUE NÃO QUER PARTIR PARA A BRIGA DENTRO DESSE COMBATE, O VERDADEIRO MOTIVO DO CANALHAS FASCISTAS DA FIESP, OU SEJA, NOSSA CLASSE DOMINANTE,NÃO QUEREREM O AUMENTO DO IPTU PROPOSTO POR HADDAD : LUTA DE CLASSES, SIMPLESMENTE ISSO! Apavora os dominadores a ideia de que uma proposta progressista como justiça tributária(o uso dos tributos como instrumento de distribuição de renda e consequentemente de construção da justiça social)seja implanta logo na cidade mais reacionária, e mais debiloide, do país e, o que é pior QUE FAÇA SUCESSO! Se eles sempre odiaram qualquer proposta que signifique Solidariedade, Justiça, Fraternidade, Igualdade e Humanismo; tornarem-se ainda mais fóbicos a tais ideias depois do sucesso dos Governos Lula e Dilma e de propostas como O BOLSA-FAMÍLIA; AS COTAS NAS UNIVERSIDADES; A POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO; OS PROGRAMAS DE MICROCRÉDITO; O MAIS MÉDICOS; E TRATARAM DE IMPEDIR QUE ESSAS “PROPOSTAS SUBVERSIVAS” , QUE AMEAÇAM O REINO DE PRIVILÉGIOS E MISÉRIA QUE TANTO ADORAM, CHEGUEM AO SEU FEUDO. AFINAL, ANTES DE TUDO SÃO PAULO CONSTITUIU-SE NO BUNKER DO ATRASO NO BRASIL, O QUE EXISTE DE PIOR, DE MAIS MISERÁVEL EM MATÉRIA DE POLÍTICA(DE PROJETO POLÍTICO)ENCONTRA NESSA SUA TERRA; QUE NÃO CONHEÇO E JAMAIS PRETENDO CONHECER; A GUARIDA PERFEITA. Para os que acham que exagero, basta uma pequena retrospectiva : 20 anos de PSDB no Estado, prefeitura “revezada” entre PSDB e PFL(com dois breves interstícios petistas, capazes de arrumar o caos deixado pela direita, mas imediatamente expulsos após “arrumarem” um pouco da miséria que os conservadores criam). Portanto, o que a classe dominante paulista; e também a brasileira; não querem é antes de tudo a vitória ideológica que significaria a implantação da Justiça tributária por Haddad, num momento em que além de já ter conseguido a Prefeitura, com um político desconhecido e em pleno ataque midiático do “mensalão”, o PT ainda tem enormes chances de conseguir o Governo estadual, muito mais devido à corrupção tucana; escancarada com o “Trensalão”, do que por alguma elevação de consciência dos seus conterrâneos, historicamente reacionários, imersos em sua esquisofrenia conservadora mesmo com o restante do Brasil despertando da letargia política para fazer suas escolhas eleitorais de forma livre, não deixando-se influenciar pela mídia de direita. É claro que também os ricos não querem gastar dinheiro e o bandido Paulo Skaff quer se promover com um discurso de “menos impostos”(para quem, cara pálida? Para os ricos sonegadores). mas nem Skaff acha que tem chances reais de vencer as eleições para governador(ALCKMIN SIM, ELE NÃO!)E NEM OS RICOS, APESAR DE NÃO GOSTAREM DE PERDER DINHEIRO, DEIXARIAM DE ACEITAR UM “PREJUÍZO” FINANCEIRO SE ESSE “PREJUÍZO” LHES GARANTISSE A DESTRUIÇÃO DO GOVERNO HADDAD, O QUE NÃO É O CASO! Assim, o mote principal é o impedir uma vitória ideológica da esquerda, que pudesse despertar o fascista povo de São Paulo de sua letargia conservadora. É claro que essa guerra ideológica que a direita promoveu para não deixar que os dogmas conservadores/midiáticos sejam abalados pela realidade é facilitada pelo passividade petista. HADDAD, ASSIM COMO O PT EM GERAL(ATÉ MESMO LULA, QUE NO MÍNIMO TINHA “REAÇÃO LENTA” NESSA ASPECTO)NÃO SE CONSCIENTIZOU QUE A PRINCIPAL GUERRA A SE REALIZAR É A POLÍTICA, OU SEJA, A GUERRA DE PROJETOS QUE ACONTECE ATRAVÉS DO ENGAJAMENTO DAS MASSAS NAS PROPOSTAS QUE AS BENEFICIARÃO. E ESSE ENGAJAMENTO SÓ OCORRERÁ SE ESSAS MASSAS COMPREENDEREM A REALIDADE SÓCIO-POLÍTICA QUE AS CERCA PARA ASSIM DESEJAREM PARTICIPAR ATIVAMENTE DELA, JÁ QUE VERÃO QUE ESSA REALIDADE SÓCIO-POLÍTICA , E OS DESDOBRAMENTOS ADVINDOS DA AÇÃO POLÍTICA NELA, INFLUENCIARÃO DECISIVAMENTE SUAS VIDAS, OU SEJA, PERMITIRÃO QUE VIVAM DE MANEIRA DIGNA E COM OPORTUNIDADES OU SEJAM CONDENADOS À EXCLUSÃO. Essa guerra, Haddad precisa fazer, e também o PT nacional. A diferença entre ambos é que, ao contrário dos paulistas, os brasileiros vêm intuindo esses conceitos de forma natural, sem teorizações , mas com a certeza de quais escolhas devem fazer, por isso os projeto nacional triunfa e o local em São Paulo naufraga ou, se vence, é de maneira isolada e enfraquecida, facilmente atingível pelos ataques conservadores. É claro que a posição de uma administração municipal, seu poder “de fogo” e “barganha”, é infinitamente menor do que o de um Governo nacional; mas também é inegável que o PT paulista, em esfera estadual ou municipal, não soube construir a base de apoio social que o partido em nível nacional, ainda que precisando reaproximar-se dela, possui, tenham certeza, PERMITIU A CONSOLIDAÇÃO DE PROJETOS E VITÓRIAS DO PARTIDO, DESDE A DESISTÊNCIA DO PEDIDO DE IMPEACHMENT DE LULA EM 2005(PRETENDIDO, MAS ABANDONADO PELA DIREITA POR MEDO DA REAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS), ATÉ AS VITÓRIAS NO STF DE PROPOSTAS COMO O BOLSA-FAMÍLIA E AS COTAS RACIAIS NAS UNIVERSIDADES, CUJAS “INCONSTITUCIONALIDADES” FORAM PEDIDAS PELOS CONSERVADORES E NEGADAS PELO SUPREMO. E OS AVANÇOS SERIAM AINDA MAIORES SE O PARTIDO NACIONALMENTE TAMBÉM NÃO ESTIVESSE BASTANTE DEFASADO NA VERDADEIRA PRÁTICA POLÍTICA, QUE CONSISTE NA MOBILIZAÇÃO E DEMOCRATIZAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO POPULAR. É claro que tudo isso só se faz com comunicação, mas para “comunicar” precisa ter vontade. É essa “vontade” que Haddad, e também Dilma, precisam ter para não serem engolidos pelos fascistas da direita,.

    • Mauricio Benedito

      Sr. Carlos Henrique

      Apoiado. Assino embaixo.

      Fraternas Saudações Operárias.

  • joao

    ue, mas se foi absurdo o aumento de 357% do kassab, porque o Haddad quer aumentar denovo?? nao seria o correto entao diminuir em 357% o iptu?

    • eduguim

      Se voce vivesse no Brasil saberia da gigantesca valorização que houve no país de 2009 para cá. Por conta disso, todas as grandes cidades estão revendo pra cima o IPTU

      • eduardo

        Uma casa mais cara não implica em necessidade de mais imposto. E se for nessa linha, quando cair o valor do imóvel, vamos trazer o iptu pra baixo, certo? …sei sei…

      • eduardo

        Vc mora num apartamento e paga 1000 reais. Ai, ano que vem ele se valoriza e você é obrigado a pagar 1200 reais… bem justo mesmo. Vc não vendeu ou teve nenhujm lucro com o seu imóvel, ams o governo (seja ele PT ou PSDB) vai lá e mete a mão na “renda” que vc ainda nem teve, e nem sabe se terá…. aiai Brasil

        • Mauricio Benedito

          Sr, eduardo.

          Seu racíocínio linear é lógico.

          Porém os mais pobres continuaram pagando a vossa conta.

          Acha justo ???

          Saudações Democráticas.