No governo da “meritocracia”, amiga da primeira-dama ganhará quase R$17 mil em cargo

Jair Bolsonaro não é o único morador do Palácio da Alvorada a nomear um amigo no governo. O ministro-chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni assinou a nomeação de Priscilla Gaspar de Oliveira, amiga da primeira-dama Michelle Bolsonaro, como Secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O cargo está sob o guarda-chuva do ministério dos Direitos Humanos, chefiado por Damares Alves. A nomeação foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União.

Ao assinar decreto das armas, Bolsonaro foi só improviso e trapalhadas

Sem dar “bom dia” ou fazer qualquer saudação, como recomenda o protocolo, Bolsonaro puxou o microfone para lançar uma frase de efeito que havia ensaiado. O microfone não funcionou. Um servidor esbaforido se dirigiu ao técnico de áudio: “Nelson, o microfone do presidente!”, repetia. Nelson garantiu que havia feito sua parte. Bolsonaro tentou falar assim mesmo, sem som, mas os cinegrafistas reclamaram.

Para Onyx, liquidificador em casa é tão mortal para uma criança quanto arma de fogo

“A gente vê criança pequena botar o dedo dentro do liquidificador e ligar o liquidificador e perder o dedinho. Então, nós vamos proibir os liquidificadores? Não. É uma questão de educação, é uma questão de orientação. No caso da arma, é a mesma coisa. Então, a gente colocou isso [a exigência de cofre] para mais uma vez alertar e proteger as crianças e os adolescentes”, afirmou o ministro Onyx Lorenzoni.

Armado, homem entra em shopping e mata ex-companheira a tiros

Um homem entrou armado em shopping no município de Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza, e assassinou a ex-companheira, na manhã desta terça-feira, 15. Segundo a polícia, Alighiery Oliveira de Oliveira, de 25 anos, chegou na loja em que Lidyanne Gomes da Silva, de 22 anos, trabalhava e efetuou três disparos contra a vítima, que morreu no local. Em seguida, Oliveira se matou.

Para especialistas, escolha de novo líder do governo é um risco

Após a nomeação do deputado federal eleito Major Vitor Hugo (PSL-GO) para liderar o governo na Câmara dos Deputados, a reportagem ouviu dois cientistas políticos para entender quais as possíveis consequências políticas do parlamentar. Major Vitor Hugo era consultor da Câmara na área de segurança e defesa, mas não tem experiência em articulação política e negociações, como outros líderes.

Para defender Justiça do Trabalho, juízes fazem dossiê confrontando Bolsonaro

A Associação Juízes para a Democracia (AJD), entidade não governamental e sem fins corporativos, preparou um dossiê sobre a Justiça do Trabalho para rebater o presidente Jair Bolsonaro. É o primeiro e mais completo documento com argumentos técnicos divulgado pela magistratura para tentar dissuadir o presidente de eventual plano de extinção da Justiça do Trabalho. O relatório mostra ‘a importância’ desse ramo do Judiciário na vida do País.