Caravana de Lula revela ascensão incontestável do fascismo no Brasil

Há um processo de ascensão do fascismo no Brasil protagonizado por Jair Bolsonaro. Só faltava a violência dos “camisas pardas” do líder de extrema-direita. A humanidade já desdenhou de um monstro antes. Adolf Hitler era visto exatamente como Bolsonaro, uma figura histriônica que não oferecia risco pois ninguém acreditava que alguém tão caricato poderia chegar ao poder. Deu no que deu.

Conheça a máfia de extrema-direita que atacou Lula

Não resta dúvida do caráter criminoso das agressões que a caravana de Lula pelo Sul do país vem sofrendo. No Rio Grande do Sul, agressores chegaram a dar CHICOTADAS (!!) em jornalistas e, em Santa Catarina, o ex-presidente por pouco não foi atingido no rosto por uma pedra. Essa máfia de extrema-direita tem ramificações bem mais ao Norte, lá pelo Rio de Janeiro, onde a mesma máfia assassinou Marielle Franco.

Jornal diz que ato pró Lula foi “morno”, mas não mostra imagens

A mídia antipetista implicou com a Caravana de Lula ao Rio desde antes de começar; disse que Lula indo ao Rio seria associado a Cabral e Garotinho, presos por corrupção. Claro que nada disso aconteceu. Neste sábado, a Folha diz que o encerramento da Caravana foi “morno”, mas não mostrou uma mísera imagem. As imagens contidas no post mostram por que.

Estadão põe na boca do PT suas mentiras contra Lula

Se alianças políticas com o partido de Cabral e Pezão forem suficientes para estender os crimes deles a esses aliados, não escapam um só grande partido ou um só nome importante da política. A se dar crédito ao Estadão, a direção nacional do PT está repleta de traidores que vivem passando à mídia antipetista informações desabonadoras ao partido. O Estadão mente!