Filho de Lula sofre armação igual à sofrida pelo irmão do ex-presidente em 2007

Em 2007, Vavá, irmão mais velho de Lula, foi alvo da Operação Xeque-Mate, da PF, por suposto tráfico de influência. Chegaram a pedir a prisão dele. O assunto foi anunciado com estardalhaço pela mídia. Semanas depois, o Ministério Público tirou Vavá da investigação por falta de provas. Agora, outra operação da PF investe contra outro parente de Lula, seu filho Luiz Cláudio. A tese é maluca: ele teria recebido pagamento só em 2014 por tráfico de influência que teria praticado 5 anos antes, quando Lula, em 2009, reeditou medida provisória isentando montadoras de impostos para carros 1.0. À época, o Brasil tentava escapar da recessão após a crise mundial ter se instalado em 2008. Dezenas de isenções foram concedidas a vários setores da economia.

Republicanismo do PT veio para ficar; briga de Cunha é com o MP

Lula e Dilma poderiam ter colocado cupinchas na Procuradoria Geral da República, na Polícia Federal ou no Supremo. FHC e seus antecessores nomeavam apaniguados para os órgãos de controle. Os petistas poderiam ter feito o mesmo. Não teria havido julgamento do mensalão ou Operação Lava Jato. Mas é isso que o Brasil espera de um governante sério, que acoberte a si mesmo?

Abertura de contas no HSBC de 1997 a 2002 supera a de 2006 a 2007

Estranhamente, a grande mídia brasileira comenta apenas o pico de abertura de contas no HSBC suíço entre 2006 e 2007 como período suspeito por terem sido criadas 207 contas após terem sido fechadas 210 contas de 2003 a 2005, mas a mesma mídia não comenta um pico muito maior dessas aberturas de contas, de 1997 a 2002, quando foram abertas 317 contas de brasileiros. Confira, no link abaixo, os dados levantados pelo Blog no site do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, que explicam por que o PSDB não quis assinar a CPI do Swiss Leaks

Alô, PF! Não vai prender os autores do boato sobre confisco da poupança?

Não estou entre os que fazem tiro ao alvo contra o ministro da Justiça, mas, às vezes, tenho vontade de me juntar a eles. O que este post relata só ocorre por inação das autoridades. Seja como for, já se sabe quem criou a farsa sobre confisco da poupança. Mesmo que tenha apagado a página, tem que ser punido. Detalhe: é esse tipo de gente que quer a volta da ditadura e o impeachment de Dilma.

Curso relâmpago de FHC sobre engavetamento de investigações

Andam dizendo que Lula e Dilma não só não têm mérito pelo STF da era petista ter interrompido sua prática histórica de sepultar processos contra políticos importantes como também por hoje estarmos vendo donos de empreiteiras indo ver o sol nascer quadrado. Este post mostra o método FHC para governantes que querem impedir investigações. E desmente quem diz que Dilma não poderia fazê-lo, se quisesse