Mensalão, a página que não pode ser “virada”

Opinião do blog

 

Este texto tem endereço certo: os setores do PT e do governo Dilma que já acreditaram – e que, em boa parte, ainda parecem acreditar – que é possível “virar a página” do episódio do mensalão agora que seus alvos principais se encontram trancafiados por obra e graça de medida judicial monocrática, açodada e, por isso mesmo, suspeita de ser politiqueira.

É fácil entender o pensamento político do PT e de seu governo: deixar os adversários se esbaldarem agora com a deturpação dos fatos e, ano que vem, contar com o fenômeno eleitoral que vem sendo constado desde 2005, ou seja, o desprezo do eleitorado à teoria de que haveria mais corrupção no PT do que em outros partidos.

A partir de meados de 2005, com aquela bombástica entrevista do então deputado Roberto Jefferson à Folha de São Paulo que desencadeou o processo que, aparentemente, estaria chegando ao fim com a execução das penas dos condenados, em nenhum dos cerca de três milhares de dias seguintes o mensalão deixou de monopolizar o noticiário.

Contudo, a teoria que vem levando a presidente Dilma a não se pronunciar sobre a prisão intempestiva dos petistas imolados e que tem feito a cúpula do PT ser comedida na condenação dessas prisões e no apoio aos companheiros encarcerados é a de que, com a desgraça deles, a odisseia persecutória da mídia estaria chegando ao fim.

Trata-se de um erro de avaliação. Em confronto com a visão dessas cabeças coroadas do PT e do governo – e, muito provavelmente, com a visão dos marqueteiros que orientam esse governo – na última terça-feira estreou, em horário nobre, a crônica do cárcere dos “mensaleiros”.

A nova novela do mensalão, agora, tem como enredo “regalias” de que os condenados estariam desfrutando devido a suas ligações políticas. Saírem das celas para tomar banho de sol, receberem parentes, tudo servirá para manter o mensalão em evidência. E, enquanto cumprem a pena, os recursos de suas penas que ainda não foram julgados manterão o caso em evidência.

Erram Dilma, Lula e a cúpula do PT, portanto, ao avaliarem que seria possível “virar a página” desse processo.

Muito pelo contrário, o desfecho que teve vem sendo buscado sofregamente pela mídia oposicionista justamente para ser usado como mote eleitoral no ano que vem, quando dirá que, agora, é oficial: o PT é o mais corrupto porque é o único partido a ter algumas de suas maiores lideranças condenadas e cumprindo pena.

A página do mensalão não será virada porque a mídia oposicionista não deixará, mas há que perguntar se é bom que seja.

Os abusos e as violações dos ritos processuais e da jurisprudência ao longo do julgamento da ação penal 470 e, agora, na execução das penas dos condenados requerem uma reflexão: o Brasil pode e deve “virar a página” de um atentado à democracia e ao próprio Estado de Direito?

O que será desencadeado, neste país, se for aceito que pessoas sejam mandadas para o cárcere sem provas e, ainda, sob penas mais duras do que a sentença condenatória determinou? Como pode uma democracia funcionar normalmente sabendo-se que a lei endurece ou afrouxa de acordo com o campo político-ideológico do acusado?

Enquanto no PT e no governo Dilma falam em “virar a página” do mensalão, na capital paulista o ex-secretário de governo do prefeito Fernando Hadadd, o vereador Antonio Donato, tornou-se vítima de uma manobra dos criminosos envolvidos na máfia dos fiscais durante os governos José Serra e Gilberto Kassab, que o acusaram de envolvimento no caso com o objetivo escancaradamente evidente de desviar o foco das investigações.

Nesse processo, o Ministério Público de São Paulo atua como preposto da quadrilha e de seus coligados políticos ao abrir investigação contra um membro do governo que sucedeu o governo durante o qual ocorreram os fatos delituosos.

Ou seja, as relações promíscuas do PSDB, do DEM e da mídia com o Ministério Público e com a Justiça seguem firmes e fortes, blindando os corruptos desses partidos, os caciques políticos deles em São Paulo e, inclusive, perseguindo petistas pela corrupção que grassou e grassa nos governos demo-tucanos.

Não, a “pagina” do mensalão não será “virada”. Isso não vai ocorrer porque a mídia não vai deixar e não deve ocorrer porque esse processo é espúrio, antidemocrático e, como tal, deve ser denunciado e desmascarado, custe o que custar.

A tese de que o PSDB et caterva não obterão lucros eleitorais com um caso para o qual a sociedade deu de ombros nas eleições de 2006, 2008, 2010 e 2012, quando o PT continuou crescendo e vencendo para os principais cargos no Executivo e no Legislativo, não elide o fato de que a democracia foi violada e de que a mídia continuará martelando esse caso.

Desde a eclosão do mensalão, em 2005, a oposição perdeu mais do que a situação, apesar dos esforços da mídia – enquanto o PT perdeu, na última eleição federal, cerca de 8% dos deputados federais em relação a 2002 (bancada caiu de 91 em 2002 para 88 em 2010), o PSDB perdeu 24% (sua bancada caiu de 70 para 53 deputados). Mas será que o aspecto eleitoral é só o que importa?

Não se enganem, presidente Dilma, presidente Lula e Partido dos Trabalhadores: os próximos alvos serão Lula e Fernando Haddad. Ano que vem, o Ministério Público atucanado e midiatizado deverá investir contra o ex-presidente em plena campanha eleitoral. Irá acusá-lo de ser o verdadeiro artífice do mensalão, tentando diminuir sua influência no processo.

Chegou a hora de o PT, a presidente Dilma e, sobretudo, Lula investirem contra esse processo vergonhoso, kafkiano, antidemocrático. Podem fazer isso antecipando-se aos fatos ou a reboque deles. Na primeira hipótese, desfrutarão da vantagem de tomar a iniciativa; na segunda, da desvantagem de começar a luta na defensiva.

143 comments

  • Aceitar a situação e virar a página é como dar como verdadeiro e justo um julgamento mentiroso e injusto,
    virar a página é absorver o golpe…é absolver o golpe…

    • A luta de classes existe. O PT – querendo ou não sua direção – representa os trabalhadores, devido à sua origem nas lutas sindicais e nos movimentos populares. Do outro lado estão: a velha mídia (emissoras de rádio/tv e veículos em papel) o poder judiciário, os ministérios públicos – federal e estaduais, todos defendendo os interesses da elite rentista.

      Como diz o texto – e o comentarista Rubens Jamil resume, “virar a página é absorver o golpe… é absolver o golpe…” A direita não permitirá que o “mentirão” (na definição de Hildegard Angel) caia no esquecimento. A direção do PT tem que enfrentar essa fera que é a trupe midiática do Joaquim Batman e a velha mídia (PIG – Partido da Imprensa Golpista).

      A solução é aquela que o PT não quer adotar: voltar aos bairros, aos sindicatos, ao movimento popular. Além de a direção do PT divulgar sua versão dos fatos na internet, há que se imprimi-la e distribui-la cuidadosamente em todos os lugares onde (ainda) haja militância petista.

      As eleições de 2014 serão diferentes das demais porque a crise aguda do capitalismo se arrasta desde 2008. O capital financeiro necessita que a América Latina volte a ser seu quintal, para jogar a crise em nossas costas. No entanto, os líderes de centro-esquerda do Continente estão impedindo que isso seja possível. Eles se colocaram como um bloqueio aos interesses da banca, pois estão distribuindo renda, melhorando salários, fortalecendo o Estado, promovendo justiça social. Por isso, a direita os vê como inimigos a serem derrubados. Para a elite rentista, é crucial retomar os governos do Continente. Não descarto a possibilidade de Joaquim Batman e sua trupe cassarem o registro eleitoral do PT, impedindo que o partido dispute eleições.

      Veja-se o exemplo da capital: Haddad, depois de 10 meses de governo, estourou o ninho de corrupção dos demotucanos (Serra e Kassab). Resultado: sua administração está sendo “investigada” pelo ministério público tucano. Serra e Kassab estão sendo protegidos. E o que diz o tal “Edinho”, presidente do PT de SP? Que não devemos atacar Kassab, pois ele é um “aliado” importante!!

      Ainda falando de São Paulo: o IPTU teve REDUÇÃO ou zero de reajuste para a ampla maioria dos paulistanos. E como o PIG noticiou isso? “aumento” do IPTU! Não seria o caso de o PT distribuir, DE PORTA EM PORTA, sua versão do reajuste do IPTU? Mas isso não ocorrerá porque a direção do PT de SP é constituída de tucanos enrustidos.

      A direita continua destilando ódio contra o PT, com todas as suas forças, e usando todos os seus poderes: mídia, ministério público e juízes, além de contar com os serviços dos black-blocs-tucanonymous-ninjas-eixos-quebrados. Não é possível fazer cara de paisagem, achando que as coisas se resolverão por si mesmas.

  • Desta vez discordo de você Eduardo.
    Os podres poderes só estão esperando uma reação mais incisiva do Governo Federal para colocar os arreios no cavalo do golpe e daí, amigo, não há de faltar que o monte.
    A meu ver, faz bem o Governo Petista por ao menos aparentar a não resistência, pois é justo isso que lhe tem garantido enorme apoio apesar dos sucessivos e renhidos ataques por parte das oposições e das corporações midiáticas.
    Grande Abraço.

    • Também concordo com o Wilsoleaks Alves 20/11/2013 • 14:49 .
      Eles estão jogando e vão fazer de tudo provocar uma resposta que desague numa crise.
      Vejam este post do Stanley Burburinho no Facebook:
      Stanley Burburinho 18 de novembro
      As prisões ilegais de Dirceu e Genoíno é armação de Joaquim Barbosa com a velha mídia e partidos de oposição. Estão provocando Dilma que se fizer alguma coisa, e a lei permite que ela pode fazer, dirão que ela está querendo livrar gente do mesmo partido que ela que é a Presidenta. Aí, forma-se uma crise institucional e a velha mídia convocará para as ruas os manifestantes, black blocs, etc. Leia abaixo:

      “As irregularidades na prisão de Genoino e a responsabilização por atos judiciais”

      http://www.jornalggn.com.br/noticia/as-irregularidades-na-prisao-de-genoino-e-a-responsabilizacao-por-atos-judiciais#.UoouolbGmPY.twitter

      Neste momento, será preciso estar atento a manobras de última hora que queiram interpretar em conformidade com a Constituição o dispositivo da LEP que diz que a competência é do Presidente da República. Podem querer enfiar goela abaixo uma interpretação que diga que, em algumas situações, não previstas em lei, como a de uma importante liderança do partido que está no poder ser o preso requerente do indulto, o Executivo não teria a isenção necessária para julgar o pedido de indulto e que, em tal condição, a decisão caberia excepcionalmente ao judiciário.

      Neste caso, produzida uma exceção irrazoável e atentatória aos direitos humanos, estará aberta uma grave crise institucional, cujas repercussões são imprevisíveis. E agora eu entendo melhor o que pode estar em jogo com essa estratégia de submeter Genoíno a uma situação de grave desrespeito aos seus direitos mais básicos. Pode realmente ser uma provocação maquiavélica para agravar a situação institucional, como sugeriu um participante do blog de nome “RACS”, mas usando argumento diverso (para ele, a minha sugestão de recorrer ao indulto seria ruim porque a presidenta Dilma Rousseff se submeteria a pressões, ficaria desgastada e etc). Na verdade, o quadro é muito mais complicado. Pode-se criar um “cabo de guerra” entre poderes, com o Executivo sendo desautorizado pelo Judiciário em sua própria competência. Percebi isso melhor agora, ao constatar o que poderia ser levantado pelo STF para barrar a competência do Executivo. De fato, existe um caminho que abre espaço para isso. E aí estará criada uma crise institucional muito grave

        • não concordo.
          se o PT (e nós!) cada dia cedermos um pouquinho,
          amanhã estaremos de quatro.
          o PT não é só Dilma e Lula. Aonde estão os ministros, os deputados, os senadores do PT?
          estarão por acaso, cuidando da sua própria vida, adiantando o seu lado enquanto é tempo?
          e o governo continua alimentando a fera do pig? (proba imprensa gloriosa), inclusive contra a lei no caso dos piguentos plim plim, devedores à união e que Não mostram o DARF e ainda somem com os processos?
          se o governo só apanhar sem revidar, daqui a pouco vai a nocaute!
          se não sabem como fazer para revidar é só assistir as aulas na tevê Telesur, aonde um simples motorista de ônibus (Ncolás Maduro) enquadra os golpistas e os antipatriotas.

    • Se Lula tivesse batido de frente em 2005, denunciado a midia e as oposições, teria sido reeleito e, em seguida, eleito Dilma? E Haddad?
      É provável que os marketeiros tenham acertado a medida quanto à resposta que se deve dar ao “mensalão”, sem dar mais meios de bate-boca, sem dar maior exposição, além do que a midia tanto quer.

      Certamente, nós, os mortais, diante de tanta mentira e provocação, adoraríamos jogar gasolina na fogueira acesa por Dilma ou Lula …seria delicioso … mas nada produtivo!
      Abraços!

      • Julio, está difícil, quem não está contaminado está míope, quase cego. Todo mundo quer imputar responsabilidades, ninguem quer trabalhar. A culpa nunca é minha, sua, da sociedade, é do São Lula, da Milagrosa Dilma e dos caciques medrosos do PT. Com amigos como esses, para que os barbosas!!

      • Décio, pá de cal não, trabalhar para 2014 fazermos barba e cabelo. Minas, São Paulo, Rio de Janeiro e algumas outras capitais são conquistaveis, assim como uma bela maioria no senado e na Câmara dos Deputados. É só tirarmos a bunda da cadeira e trabalhar.

    • Eduardo, o que venho notando pelo menos nos meus contatos do Facebook é que ninguém mais hoje tem coragem de defender o PSDB, o Serra ou o Alckimin. Venho a tempos inundando meu Faccebook com denúncias e mais denúncias sobre o PSDB. E nenhum dos meus contatos tem coragem de defender o PSDB. Alguns poucos ainda continuam postando fotos e e notícias sobre no mensalão, o do PT. Mas tem vergonha de defender o Alckimin e o Aécio. o governo da Dilma e do Lula conseguiram manter-se afastados do mensalão e isso garantiu a vitória nas duas últimas eleições presidenciais. E ainda conseguimos atingir o núcleo tucano na prefeitura de São Paulo. O mensalão, pelo visto, nunca rendeu muitos dividendos eleitorais para a oposição e acredito que não vai mudar muito agora.

    • Concordo com você Wilsoleaks Alves, o exemplo foi ontem um colega do trabalho, veio falando que está achando estranho o que está acontecendo(ele só lê, ouve e vê pig), ele me disse que “não está entendendo nada, como pode uma corrupção que aconteceu na época do Serra e Kassab, eles estarem atribuindo à gestão Haddad, e esse mensalão, só falam nele há anos, não aguento mais, quando começam a noticiar, mudo de canal”…Aproveitei a oportunidade para explicar TUDO, ainda passei endereço dos blogs sujo. Olha! ganhamos mais um petista.

    • Estou com o Wilsoleaks e o M. Iack. Acho até que o Pizzolato fez um favor ao PT em fugir, pois assim, não só poderá colocar a justiça italiana no circuito, para examinar as provas que foram desprezadas pelo STF, como obrigou Marco Aurélio de Mello a justificar o seu habeas corpus à Cacciola em 2008. Naquela época, como devem lembrar, Mello veio a público para dizer que era direito do condenado fugir. Não poderia fazer diferente agora só porque o foragido não era banqueiro. Creio que colocar as cortes de justiça internacionais no circuito causará maior efeito do que tentar pressionar o STF ou a imprensa para que mudem de ponto de vista – isto provocaria o efeito contrário ao esperado. Agora, também não acho que o governo deve assistir ao massacre passivamente. Os inimigos da democracia tem podres – e são muitos. Creio que chegou a hora de começar a divulgá-los para que o restante do Brasil saiba com quem estamos lidando. Snowden? Alguém?

    • Discordo, o PT tem que reagir e irmos para cima. O povo não tem informação, pois os aparelhos privados de hegemonia estão sob controle dos demotucanos.

  • Suas análises são quase sempre extremamente lúcidas e pertinentes, mas há um componente aí que está sendo desconsiderado. Vou postar um trecho do que Dilma disse:

    “Eu sou presidenta da República e queria te dizer que eu tenho, como presidenta, ter e cumprir alguns requisitos. Um deles é o absoluto respeito à Constituição. Para você ter uma ideia, o artigo 2º da Constituição diz que são poderes, sei assim praticamente de cor, são poderes da União e independentes e harmônicos entre si o Legislativo, o Executivo e o Judiciário. Quer dizer que somos independentes uns dos outros, mas somos harmônicos.

    Eu não me permito como presidenta fazer qualquer observação, análise ou avaliação sobre atos do poder Judiciário, em especial, aí no caso, eu estou me referindo a decisões do STF. Isso não significa que eu não tenha minhas convicções, eu as tenho. No entanto, enquanto eu for presidenta, minha condução vai ser essa. Eu não faço observações, críticas ou análises a respeito de sentenças da Suprema Corte do meu país, e acho que esse é um procedimento exigido dos presidentes dos poderes, não é só de mim, é dos presidentes dos poderes no sentido de respeito ao outro poder e de convivência harmônica, pois caso contrário eu estaria desrespeitando a Constituição.

    Isso não me impede de fazer considerações sobre aspectos humanitários. Eu manifestei de fato uma grande preocupação humanitária em relação à saúde do deputado federal José Genoino. Fiz porque sei as condições de saúde dele, ele teve uma doença extremamente grave do coração, e sei que ele toma anticoagulante, e ao mesmo tempo é importante que eu te diga que tenho uma relação pessoal com a família do Genoino, eu estive encarcerada com a mulher do Genoíno, que se chama Rioko, durante o período da ditadura militar. Portanto, manifestei a minha preopcuação com a saúde dele em caráter estritamente pessoal.”

    O primeiro parágrafo diz tudo.

  • Edu,

    Discordo da sua análise.

    2014 será a terceira eleição onde o mensalão foi colocado sob os holofotes da mídia; e o efeito tem sido cada vez menos espetacular, tendo em vista os resultados de 2012, no ápice do julgamento.

    A mídia continuará tentando, é certo; mas continuará pregando para os já convertidos, uma minoria cada vez mais reduzida diante da queda de credibilidade da imprensa.

    Basta lembrar que o mensalão tucano, mais antigo do que o PT, ainda não foi julgado. E a cobertura da máfia dos fiscais em São Paulo está confirmando, mais uma vez, que o PT apura corrupção, e que a mídia faz tudo para proteger os tucanos.

    Isto posto, existe sim uma razão pela qual o mensalão não pode se tornar uma página virada: é uma questão de justiça, e não leitoral.

    • É isso aí foo, só que atirar pedras é muito mais facíl. Tem mais, as sujeiras dos tucanalhas não cabem mais em baixo do tapete, vão aparecer tôdas. O cinismo dos golpistas ficará escancarado, mais ainda. O PT resistiu a tudo isso, os pulhas da canalha golpista não aguentam um peido. Esssa pequena burguesia é phoda, ou é coxinha ou é apressadinha.

  • Olá Edú,

    Quantas e quantas vezes você tem alertado o PT quanto a isso, mas tanto quanto a sociedade dá de ombros para o que o PIG diz, A Presidenta Dilma, o Pres. Lula e os iluminados do PT, também dão de ombros ao que vc, muitos blogueiros e comentaristas alertam. É uma pena. Quem sabe, essas prisões os acordem.

  • Eduardo, a maior das batalhas é enfrentar o PIG, e para isso estamos no MSM, denunciar o golpismo do mensalão em pleno século XXI é fundamental, não se pode permitir que essa mídia continue a torturar, humilhar, destruir a vida de pessoas, sem respeitar o direitos fundamentais garantidos pela Constituição em plena democracia. Quanto aos caciques do PT, infelizmente não espero que tenham iniciativa de enfrentar o que aí está, a estratégia eleitoral fala mais alto.

    • Marcelo, os caciques do PT não vão fazer nada. Que tal voce começar a fazer???? Denunciar pelo MSM, tá de brincadeira, prefiro as ações dos caciques do PT.

  • A melhor defesa é o ataque. O governo Federal deve apertar inda mais o cerco à corrupção. Onde existir corrupção,de 100 pessoas envolvidas 95% é de direita,5% é de esquerda.

  • Quanto mais um grupo ganha poder, mais ele exercerá, com maior violência até. Essa encruzilhada que o PT se meteu já foi prevista por Florestan Fernandes enquanto vivo. Ou se torna um partido contra a ordem ou será engolido pelo sistema. Penso que já foi engolido. Talvez valha um apêlo: petistas de boa índole e que tenham uma esperança para o Brasil: ganhem o partido, coloque-o em um rumo consequente, ou então abandonem o barco.

  • imagine na Venezuela um julgamento destes….
    no qual o agente autor foi o 4° poder, aqui neste Brasil conhecido como PIG (proba imprensa gloriosa, como diz mestre Hariovaldo) restando ao esseteéfe o papel de mero executor.
    o companheiro Maduro, assim como fazia Chaves, viria à televisão e falaria diretamente com o povo., como vejo diariamente na Telesur.
    aqui o PT faz de conta que não é com ele. seus deputados e senadores agora fazem parte da “zélite” e não podem perder essa “boquinha”.
    dona Dilma espera a poeira baixar e não viu nada.
    entrega o cargo de procurador geral da república a uma pessoa que nem esquentou a cadeira e parte, ao arrepio da lei, para cima dos companheiros de partido da presidenta. e fica por isso mesmo.
    parece que quem governa é o PIG, liderado pelo plim plim.
    que NÃO mostra o DARF, surrupia processo e de castigo vê engordada a verba que, mesmo estando impedido por ser devedor, recebe do governo.
    -é. esse Brasil está virado !

  • Isso tudo é um jogo de xadrez (com regras tupiniquins, of course!), por exemplo:

    Se o governo Dilma se manifestar agora, de forma incisiva, será a desculpa para um pedido de impeachment, pois isso criaria uma crise institucional (falsa) e talvez até econômica (possível), que não interessa ao governo e sim à oposição que esta perdendo o jogo (como o Lula adora fazer referências ao futebol, seria a mesma coisa que o time adversário tentar “cavar” expulsões no time mais forte para enfraquece-lo ou mesmo “melar”o jogo);

    A direita, apesar de toda a histeria, parece assustada com a repercussão muito mais negativas das prisões arbitrárias e sem falar no estado de saúde do Genoino. Pau que bate em chico…

    O Zé Dirceu não tem nada de bobo e é um animal político (ele não pode falar quem foi o verdadeiro financiador do caixa 2, vulgo mensalão, o banqueiro impoluto , by PHA), porém, ele não é tão velho assim e imaginem o seguinte frase em sua boca: “Se o preço a ser pago para tirar 40 milhões de brasileiros da miséria absoluta foi dormir num colchão sujo de uma penitenciaria, então valeu a pena a minha vida…”. Tem futuro o rapaz , hein?

    E finalmente, a fuga do Pizzolato não foi uma coisa individualista e espontânea, ele foi ajudado e carrega consigo documentos suficientes para desmoralizar toda a turma do Barbosão et caterva.

    Os próximos capítulos prometem e o nosso batman parece estar um tanto acuado, não?

  • Que texto! Que visão! Parabéns, Eduardo.
    Se permitimos esse absurdo agora, o que poderemos esperar do futuro? O PIG só vai mudar quando, definitivamente mexermos no seus bolsos. Como? Fazendo campanha muito bem articulada contra seus anunciantes nas redes, mandando e-mail pra eles pedindo para não anunciar em determinados veículos de comunicação que apoiam a ditadura e que tentam derrubar o governo popular do Brasil. Começando pelos pequenos, expondo produtos nas redes e sugerindo outros produtos concorrentes.

    ANULAÇÃO DO MENTIRANRÃO DO BARBOSÃO, JÁ

    FORA JOAQUIM BARBOSA, JÁ

  • Grande!!! Eduardo.

    Dessa vez discorde de vc. e concordo com os comentários de:

    Wilsolears

    Reinaldo

    Foo

    Olha, tenho andado de ônibus,

    Frequentado padarias,lanchonetes,bares e academias.

    Tenho passado nas bancas de revistas.E…lá estão as pilhas
    de jornais e revistas. Sobrando.Sei que sobrou porque passo pela manhã e
    depois faço uma visitinha a noite.

    A grande maioria das pessoas, sabem que tudo isso é um golpe.

    E, cada vez mais as pessoas tem nojo, asco da redegolpe e seus cães de guarda.

    Quando ligo a TV é só na tv Brasil. Só.

    Muito axé!!! e muita luz.
    Feliz sempre.

  • Vai fazer 50 anos o golpe.

    Essa página ainda não virou.

    A ditadura não acabou.

    A mídia é oligopólio.

    Portanto não existe ainda a democracia propriamente dita.

    O golpe do Mentirão é página escancarada ( até para alguns valorosos jornalistas da grande mídia ).

    A mídia canalha está doidinha para a Dilma ou o Lula criticarem esse novo golpe.

    Mas Dilma e Lula são experientes. Dilma foi presa e torturada durante a ditadura militar e Lula também foi preso e é perseguido há uns 50 anos, sem trégua.

    Vamos avançando aos trancos e barrancos nesse terrreno minado.

  • Edu, ja falei isso no Facebook e vou repetir aqui. Vc faz uma brilhante analise das causas e efeitos passados e possiveis perdas futuras. Ate acredito que Lula e Dilma devem tomar acoes, e talvez ja estejam tomando, mas na mnha opiniao tem que ser tudo sem alarde e sem confronto publico. So temos a perder se eles partirem para o confronto. Politicamente pode-se fazer muito, sem precisar chamar ninguem pra briga. Ate mesmo os grandes mestres das guerras ou Maquiavel sabia brigar sem ser percebido. Vamos deixar o Capitao do Mato monopolizar as baixarias.

  • Agora é hora de ficar todo santo dia cobrando que a justiça julgue o mensalão do PSDB, aplique o domínio do fato sobre os governadores e prefeitos que comandavam o Estado de São Paulo e a cidade de São Paulo nos casos do propinoduto do metrô e da máfia dos fiscais. Tem que exigir agora que aplique a mesma lei aos Tucanos. O PT não pode só ficar na defensiva, mas mudar o foco do debate e direcionar o mesmo para a corrupção do PSDB em todos os níveis (Federal, Estadual e Municipal) e que até hoje ninguém foi julgado e ninguém foi preso. Se Dilma, Lula e o PT me pedissem um conselho diria: batam na tecla todos os dias. Queremos que julguem e condenem os corruptos do PSDB. O PT tem que se unir a todos os movimentos sociais e pressionar a justiça brasileira, ou seja, os togados para que apliquem a lei no caso da corrupção do PSDB. Outra sugestão seria: envolver todas a sociedade para pressionar o congresso afim de aprovar uma Ley de Medios,

  • UM DIA A CASA CAI: AGUA MOLE EM PEDRA DURA….NÃO PODEMOS FICAR O TEMPO TODO CONFIANDO QUE ESSE BOMBARDEIO UM DIA NÃO VÁ CONSEGUIR ATINGIR O OBJETIVO. LULA NÃO FALA, DILMA FALA EM CRISE INSTITUCIONAL SE ELA SE MANIFESTAR. CRISE INSTITUCIONAL É A QUE SE PROCESSA NESTE MOMENTO. A PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DO LÍDER DEVE SER A CORAGEM. LIDERES QUE TEM COMO PRINCIPAL VIRTUDE A CONCILIAÇÃO. TENHO MINHAS DÚVIDAS. TEM HORA QUE SÓ O ENFRENTAMENTO RESOLVE. ESSE É UM DELES.

    • Não concordo com nada do que você está dizendo. Mas sabe o que mais me incomodou: Você escrever em CAIXA ALTA, na internet isso é falta de educação, é como se estivesse gritando e impondo a sua opinião. E eu não sou surdo!

  • Precisamos parar de chorar. Temos que ganhar 2014, reeleger Dilma, eleger governadores do PT em São Paulo, em Minas, no Rio e em outros estados. Precisamos ter a maioria, não essa maioria que temos hoje, uma maioria comprometida com um Governo Popular, só assim avançaremos. Para ganhar, para construir essa maioria, precisamos parar de chorar e trabalhar, precisamos aumentar o apoio da sociedade para nosso projeto, precisamos ter muito mais VOTO. Os golpistas estão se isolando, qual setor da sociedade apóia suas barbaridades??? Precisamos fazer o que cobramos do governo e do PT. Quantos dos que estão reclamando vão arregaçar as mangas nas eleições???? A sociedade está começando a se declarar contrária aos golpistas, manifestos contra as arbitrariedades do stf não são poucas, Grandes Juristas estão se posicionando, a OAB está esboçando reações, saiamos da frente do computador, vamos para as reuniões, vamos parar de lamentar, vamos para as ruas. Parem de atacar o PT, os iluminados do PT, parem de atacar os caciques do PT, parem de deixar para outros realizarem tarefas que são suas. VENHAM AJUDAR A CONSTRUIR UMA OUTRA SOCIEDADE, venham ajudar o PT. Se Lula, Dilma e o PT não fazem mais, não é porque não querem, é porque acham que não tem fôrças. Tem muita gente sabendo o que tem de ser feito, tem pouca gente trabalhando de fato, sem gente não dá para fazer muito.

  • É isto, Eduardo. Uma luta que não se pode fugir. Já deveria ter sido travada há anos, mas que seja agora.

    Hoje escutei a Dilma no rádio. Defendendo o Genoíno com todas as letras. Gostei! Que seja o começo de uma reviravolta comportamental dela, do PT.

  • 10 boas razões pelas quais a página do Golpe do Mensalão ainda não poder ser virada. A principal delas é que a estratégia que engendrou a aventura criminosa não mudou, e as nossas instituições continuam em perigo.

    1 – O PROBLEMA PRINCIPAL DO MENSALÃO NÃO É A CORRUPÇÃO
    Chamou-se de mensalão a um esquema de compra de parlamentares e outros agentes públicos e privados comandado por altos funcionários do primeiro governo Lula e por dirigentes do Partido dos Trabalhadores. A palavra – cunhada pelo delator Roberto Jefferson – se referia à suposta periodicidade mensal dos subornos (o que não é fato). Tratou-se, aparentemente, de corrupção. Mas foi bem mais do que isso: o objetivo era capturar o Estado brasileiro e as instituições democráticas para que um grupo privado pudesse se prorrogar indefinidamente no poder falsificando na prática o princípio da alternância ou da rotatividade.

    2 – O OBJETIVO DO MENSALÃO NÃO ERA ENRIQUECER INDIVÍDUOS
    Os operadores do mensalão, sobretudo os seus chefes, não tinham o objetivo de enriquecer pessoalmente. Ainda que isso possa ter eventualmente acontecido aqui e ali, era uma tarefa partidária (delegada pela direção real do PT, que nunca coincidiu com sua direção formal ou legal).

    3 – MENSALÃO NÃO É CAIXA 2
    Não é verdade que o mensalão seja consequência do nosso imperfeito modelo de financiamento de campanhas eleitorais, porque o objetivo do esquema não era simplesmente eleitoral (formação de Caixa 2). As ações criminosas, em sua maior parte, foram praticadas em períodos não eleitorais. Eram ações permanentes, orientadas por uma estratégia maior de conquista de hegemonia no Estado e na sociedade. O mensalão configurou um inédito tipo de caixa – poder-se-ia dizer: um Caixa 3 – voltado ao financiamento de ações estratégicas legais e ilegais de uma espécie de Estado paralelo.

    4 – NUNCA HOUVE OUTRO MENSALÃO NA HISTÓRIA DO BRASIL
    Corrupção existe no Brasil desde as capitanias hereditárias e por isso se diz que há corrupção endêmica no país: os governos de todos os níveis são mais ou menos corruptos (ou praticam ou toleram a corrupção em maior ou menor grau), os partidos transigem mais cedo ou mais tarde com a corrupção e os agentes políticos são, em alguma medida, coniventes ou lenientes com a corrupção. Mas um esquema sistêmico – como o que foi revelado pelo processo do mensalão: pela sua abrangência, profundidade e organicidade, com comando centralizado e hierarquia operativa, com governança corporativa de holding, outsourcing e terceirização – é fato inédito na história do Brasil. Não houve nada semelhante na velha República, nem nos governos militares, nem no governo Sarney, nem no governo Collor, nem no governo Itamar, nem no governo FHC. Foi uma inovação introduzida pelo governo Lula. Caixa 2, sim, sempre existiu na maioria desses governos. Mas mensalão não foi caixa 2 e sim caixa 3.

    5 – NÃO HOUVE UMA QUADRILHA ESPECÍFICA DO MENSALÃO
    Embora o mensalão seja crime de quadrilha, não se formou uma quadrilha específica para praticar o mensalão. O núcleo da quadrilha já existia estruturado no partido há vários anos, como parte da estratégia de poder arquitetada por um conjunto de dirigentes partidários (que constituíam a direção de fato ou real do PT desde a década de 80). Essa estratégia teve como ponto de partida a constatação (errada) de que as elites que dominaram o país por vários séculos sempre lançaram mão de expedientes semelhantes para conquistar o poder e nele se manter e que, portanto, isso era uma espécie de imperativo da realpolitik. O erro não foi a constatação de que as elites praticaram a corrupção e sim de que elas teriam feito isso voluntariamente de forma sistêmica, em nome de uma causa ou propósito explícito e coordenado de modo centralizado; não, isso não era necessário porque o sistema era a própria corrupção institucionalizada e a corrupção dos chefes políticos – cada qual visando apenas seus próprios interesses egotistas – fazia parte desse mercado político que se autorregulava perversamente. A avaliação errada gerou um novo comportamento adaptativo (e por isso o mensalão como forma organizativa foi inédito). Com a vitória de Lula, a partir de 2003, o contingente dedicado a implementar a estratégia se deslocou para o centro do governo federal, instalando-se na presidência da República. O caso Waldomiro Diniz (assessor de Dirceu na Casa Civil) já era parte das ações da quadrilha.

    6 – NÃO FOI O PT QUE PLANEJOU E EXECUTOU O MENSALÃO
    A quadrilha não era o PT, se entendermos por isso o conjunto de filiados, dirigentes e instâncias formais do partido. Os que planejaram e executaram o mensalão eram uma parte dos que detinham o poder real no Partido dos Trabalhadores e que passaram a se organizar a partir da tendência originalmente chamada de Articulação dos 113, que tinha como chefes Lula e Dirceu. Sobretudo durante a década de 90, o PT foi profissionalizado – sob o comando operacional de Dirceu e seus seguidores – como uma máquina azeitada para servir de instrumento à estratégia de conquista (eleitoral) do poder e de retenção do poder (por todos os meios: eleitorais e não eleitorais, legais e ilegais) por prazo indeterminado.

    7 – OS RÉUS DA AÇÃO PENAL 470 COMPÕEM UMA ÍNFIMA PARTE DOS CULPADOS PELO MENSALÃO
    Os reus da Ação Penal 470 não representam nem 1% dos operadores da estratégia que veio parcialmente à luz com o nome de mensalão. Foram operadores da estratégia que – em parte – veio à luz com o nome de mensalão, todos os dirigentes e militantes subordinados à orientação do subconjunto do núcleo duro da tendência majoritária do PT que desenhou a estratégia. Esse contingente estava (e está) distribuído em instâncias do PT em todo o Brasil, nas instituições do Estado e do governo, em empresas estatais, fundos de pensão e, inclusive, em organizações privadas empresariais e sociais. Entenda-se bem: nem todos os membros desse contingente são mensaleiros. A estratégia é complexa e tem vários tipos de ações. Além disso, tal contingente não se confunde com o PT, nem com a imensa maioria de seus filiados, muito menos com seus eleitores fiéis (que nunca souberam de nada disso).

    8 – O VERDADEIRO BENEFICIÁRIO DO MENSALÃO NÃO FOI PROCESSADO
    O chefe supremo do núcleo duro da tendência majoritária do PT – embora tenha sido objetivamente o maior beneficiário do mensalão – não foi sequer indiciado, muito menos processado.

    9 – OS DIRIGENTES CONDENADOS PELO MENSALÃO CONTINUAM NA DIREÇÃO REAL DO PT
    Os atores políticos condenados pelo mensalão não são ex-dirigentes do PT (como se noticia), mas continuam, em parte, na direção real do partido: são assim acatados por quase todos e, ademais, reverenciados como grandes líderes pela militância mais aguerrida. Continuarão, ao que tudo indica, exercendo seu papel dirigente dentro da cadeia. Continuarão, estejam onde estiverem, articulando e operando a estratégia que vazou, em parte, em razão da denúncia do mensalão. E continuarão sendo obedecidos por um grande contingente de petistas, de lulistas e de seus aliados estratégicos.

    10 – A ESTRATÉGIA QUE ENSEJOU O MENSALÃO CONTINUA VIGENDO
    As justificativas apresentadas pelos condenados indicam que eles não estão arrependidos. As declarações ríspidas e os gestos agressivos (como o punho levantado) são um sinal de que eles acham que estão certos e de que fariam tudo outra vez. E indicam também que a estratégia que ensejou o mensalão continua vigendo. Quando reclamam que nada fizeram e que tudo não passou de um golpe das elites, isso não é apenas uma alegação de autodefesa e sim uma tática derivada da mesma estratégia de hegemonização das instituições do Estado e da sociedade com objetivos de retenção do poder em mãos de um grupo privado por longo prazo. Ao caracterizar todos os que não estão sob seu controle ou que põem reparos à sua atuação como “elites”, “direita”, “conservadores”, essa tática visa demarcá-los como alvos de sucessivas campanhas políticas de difamação, isolamento, cerco e aniquilamento (da sua condição de atores políticos válidos perante a sociedade em uma democracia).

    Enfim… o grande problema do mensalão não é a velha corrupção. Antes fosse! O dinheiro desviado não era para a locupletação de indivíduos e sim para financiar uma guerra (na ‘formule-inverse’ de Clausewitz-Lenin: a política como continuação da guerra por outros meios) cujo objetivo é destruir os inimigos capazes de impedir a degeneração institucional necessária e funcional para que um grupo privado possa reter autocraticamente o poder em suas mãos por prazo indeterminado, usando a democracia (notadamente as eleições) contra a própria democracia. O mensalão, portanto, é apenas a parte que veio à luz de uma estratégia maior de enfreamento do processo de democratização no Brasil. Foi, definitivamente, um atentado à democracia (como, aliás, perceberam – e declararam nos autos – os ministros do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto e Celso de Mello).

    Do Blog do Augusto Nunes.

    • Esse aí é da sua turma, joão. Quem deve se solidarizar com ele são vocês. Aliás, se não fosse por roberto jeferson não haveria AP 470 nem sua alcunha mensalão.

      • Pelo que consta Ele ( jefferson) era da base do governo e ele que disse que existia um carequinha que era o responsável por arrumar dinheiro para ilícitos do pt , a cpi foi atras e encontrou Marcos valerio, jefferson falou que deputados iam buscar dinheiro em malas, bolsas e cuecas, 3 dias depois pegaram o assessor do irmão do genoino com as cuecas cheia de dolares sem origem, 8 dias depois descobriu-se que o que jefersson falou era tudo verdade, agora me digam qual a parte era mentira???

        • O carequinha serviu ao seu mensalão tucano que usurpou dinheiro público – com provas, e não é visanet -, e o seu bob jefferson já foi aliado do seu amado fhcgagá.

        • Vou te dizer qual parte era mentira, joão.
          Toda a estória de Roberto Jeferson, e tanto, que o mesmo a desmentiu em juízo.
          Deputados portando malas e bolsas não são prova de nada, até porque mala e bolsa pode carregar qualquer coisa, até mesmo dinheiro.
          Quanto ao assessor do deputado José Nobre pego com reais e dólares nas vestes, o fato já foi esclarecido há muito tempo e atualmente a lembrança do episódio só serve como reforço retórico para a direita atacar o PT. Assim como faz, rotineiramente, com os casos Celso Daniel e Toninho do PT.
          Pelo que nos consta sofisma também é mentira, mesmo quando contada milhares de vezes.

  • Olá Eduardo:
    O silêncio de Lula e Dilma me ensurdece. Não compreendo a razão de Dilma deixar claro a todos que só tem ligações com Genoino. Faz fotos com Zeca Dirceu, sorridente, e sobre o pai, nada. Recebe a ex mulher de Dirceu em evento no Palácio e nenhuma palavra. Oras…
    Quem foi afinal a maior favorecida com a queda do Zé Dirceu? Quem ocupa uma cadeira que não era para ser sua?
    Quanto a Lula, ainda tenho esperanças que o muito que ele tem a falar depois do julgamento seja muito mesmo. Como eleitora do PT, não aceitarei um “eu não sabia”, ou “fui traído”. Espero a explicação do quanto é difícil fazer uma campanha política sem recursos diante do poder econômico das elites.
    Considero Genoino merecedor de todo afeto e respeito . Porém acho que Dirceu e Delúbio também o merecem.
    Abraços em você e em Vitória.

  • Esses dias eu estava conversando sobre até quando o “mensalão” seria tema atual. Calculamos que se desde 1964 o golpe militar é comentado o tempo todo, então esse que é “o maior crime de corrupção da história” poderá ser martelado de agora até 50 ou 60 anos, ou mais. A imprensa jamais vai esquecer o assunto, até mesmo para mascarar a roubalheira da direita.

  • Conclamo os companheiros que, em sendo petistas ainda não se filiaram ao PT que o façam.
    Precisamos aumentar essa corrente. Precisamos um 2014 acima do que ”eles” imaginam.

  • O executivo não deve fazer nada. Mas o Senado deve abrir processos de investigação de crimes de responsabilidade, convocando ministros do STF para prestar esclarecimentos perante o colegiado.

  • Lucas Pasquale filho duma véia!
    Já te falei várias vezes pra colocar o nome do autor de seus textos no início.
    E agora? quem vai pagar meus minutos perdidos, hein? Você?!

    • Desculpe Edu e amigos.

      Meu desabafo saiu no lugar errado. Se fosse no Yahoo ou no Nassif eu teria deletado o comentário que saiu errado para poupá-los o máximo possível, mas aqui não tenho esse recurso.

  • Estava lendo o texto e achei que você não diria, mas no fim disse exatamente o que eu pensava, Lula será o próximo alvo! O mensalão é a única e última carta dessa cambada, e sempre tentarão inventar e tirar algo mais dele. Está na hora de dar um basta, e de todos os que estão fartos disso finalmente agirem pra bambear as pernas dessa corja, como quando o feitiço virou contra a “feiticeira” durante os protestos. Eles estão procurando isso com todas suas forças!

    • Não sei se Lula será o próximo alvo, porque a mídia o protege, mas, eu estou ansioso para saber quais serão as justificativas, dele e dos petistas, para o caso Rose Noronha, quando não der mais pra abafar o dito cujo.

      • “Não sei se Lula será o próximo alvo, porque a mídia o protege”…

        o seu cinismo tem oscilações de fedor e humor ao mesmo tempo… e você deve ter digitado isso com a cara mais lavada do planeta, Catão !!

        • É cinismo demais, mesmo! Não sei onde, em que planeta esses “Décios” vivem pra dizer que a mídia protege Lula! A mídia caça o Lula!

          Se resolvessem, por uma semana, fazer a devassa que fazem na vida dele, anos a fio, com alguns desses figurões da direita e da própria grande mídia, não restava um de pé!

          Vê se acorda, manipulado!

        • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Foste muito educado. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Esse Catão de Atibaia é uma pessoa honesta, honestíssima, do mesmo quilate do Álvaro Dias, do Demóstenes Torres, do Carlos Cachoeira, do Geraldo Alckimin e da famiglia Marinho!

  • Com esse podre r judiciário e esse ministério “público” qualquer iniciativa que seja tomada para questionar os atos de suas MAJESTADES, vira contra o PT com todas as forças . Um exemplo é o caso de são paulo em que a palavra de um dos fiscais envolvido no caso das propinas do ISS teve tanto valor como a palavra do jeferson ,a unica que acusava o José Dirceu ,sem provas,e todos viram no que deu.

  • Sou apenas mais um entre tantos cidadãos e cidadãs em meu Estado, Pernambuco, a dizer exatamente o que você está dizendo, Eduardo. Não houve julgamente e sim linchamento. O Estado de Direito foi e está sendo violado por togados golpistas, Ministério Público golpista e imprensa golpista. A extrema-direita está na ofensiva e não podemos deixar ganhar.

  • Você está certo Edu. Essa página do mensalão não será virada tão cedo. Agora acho que Lula e Dilma não podem emitir juízo de valor, por enquanto, agora o PT teria obrigação de denunciar essa farsa e sua bancada no Senado e na Câmara ser mais contundente e cobrar responsabilidades.

  • Apesar de o golpista que ora chefia o judiciário não ter conseguido derrubar a Presidente e nem fechar o Congresso Nacional como gostaria, é também verdade que desde que o stf negou o duplo grau de jurisdição aos acusados, ou seja, desde o início da AP470, vivemos numa situação que não pode ser qualificada de Estado Democrático de Direito. Só quando a maioria absoluta do stf decidir retornar ao império da Lei, é que poderemos dizer que voltamos a viver sob um Estado que cumpre os princípios básicos da Democracia.

  • Caro Eduardo Guimarães, a elite brasileira, camuflada de mídia partidarizada (Globo/Veja/Folha?Estadão etc.) está na esperança de que a Presidenta Dilma tome medidas em favor dos condenados, pois só assim haveria a possibilidade de uma crise institucional. Acho que a Direita (PSDB/DEM/PPS), deu um tiro no pé (de canhão), com essa cobertura midiática das prisões via camburão à jato e as medidas tomadas pelo “Chefe” do Supremo Sr. Joaquim Barbosa em pleno feriado de 15 de novembro. Acho que a maior possibilidade de desmascaramento dessa farsa do Mensalão (Mentirão), está nas mãos do cidadão de dupla cidadania que nesse momento se encontra em sua segunda Pátria para se defender. Acho que os Blogueiros Alternativos devem continuar a mostrar diuturnamente ao cidadão brasileiro, a grande farsa que representa esse caso do Mensalão (Mentirão). A própria Justiça Brasileira, como você bem mencionou em seu Blog da Cidadania, está com a pecha (marca) de que só pune “pobres”, “pretos”, “putas” e “petistas” e tenho certeza, com a prescrição dos crimes do Mensalão Tucano (a Justiça tem seu dedo nisso) essa marca citada acima tende a aumentar,, mostrando ao povo brasileiro que os verdadeiros ladrões se encontram livres, leves e soltos.

  • O PIG chegou ao fundo do poço.

    Viram a 1ª página do jornal Globo de hoje?

    Vem dizendo que Pizzolato fugiu com documentos falsos.

    Agora terão de desacreditar os documentos do Pizzolato, pois, a imprensa lá fora apesar de ter lado não é tão desonesta, baixa, vil, parcial quanto a daqui.

    Pizzolato deve ter levado cópia do processo, eis que, seu advogado teve amplo acesso aos autos e deve ter xerocopiado tudo.

    Terão de desacreditar as cópias do Pizzolato para a imprensa ionternacional.

    • Não vai ser fácil convencer alguém que documentos numerados, rubricados e assinados, pelo prevaricador da PGR , por funcionários do STF, e até pelo Ministro Relator Joaquim Ide Amin Barbosa, sejam falsos. Até por que os documentos estão apensados num inquérito no próprio STF.

    • Pois é Felipe… E como sabem que os documentos são falsos?
      Tá parecendo coisa de criança que aprontou todas e quando a irmãzinha começa a falar, logo grita:
      -É MENTIRA!, É MENTIRA!!!!

    • Hummm, deixa ver se entendi Luis Felipe, se os documentos são falsos e assinados pelos órgãos que investigaram todo o processo, quer dizer então que o tal “mensalão” se baseou em documentos falsos? sério isso? jura? hum acho que o PIG ta mais perdido que bêbado em meio a um tiroteio no escuro hahaha!!!

  • Com o Linchamento Político dos Petistas a Grande Imprensa manda um recado ao Político Brasileiro:

    “Quer seguir carreira política e roubar à vontade?
    Filie-se ao PSDB ou alie-se aos Tucanos eles são nossos serviçais.
    Se você for um dos Ladrões Tucanos ou comparsa deles, você terá apoio, incentivo, e proteção nossa, da PF, da PGR, do STF e do Povo.

    Se você pensar em ser um relés Ladrão de Galinha Petista, você será humilhado por nós da Imprensa, que mandaremos a PGR, e o STF se ajoelharem perante nós para ter investigar, julgar e mandar a Polícia Federal te prender com os maiores requintes de crueldade, desumanidade e humilhação, e mais, nós da Imprensa temos as mentes do Povo nas nossas mãos e somos nós que dizemos pra ele, e ele acredita, quem são os ladrões e os santos.
    Mesmo que você seja o maior ladrão do País, um Privateiro Vendedor da Própria Pátria, Quadrilheiro do Metrô, Chefe da Quadrilha do Rouboanel, Chefe de Quadrilha das Ambulâncias, Vendedor de Emendas na Assembleia Legislativa de SP, se for Tucano ou aliado vamos dizer que você é um santo.
    Então deixe de ser besta, filie-se ou alie-se ao PSDB.

    Agora, se você se filiar, ou se aliar ao PT, não foi por falta de aviso, o nosso Jaquim Barbosa te espera, entendeu… vacilão… !!!

    • É isso aí Roberto, realmente se digamos que um Dirceu ou Genoíno resolvem trocar de partido e se filiasse ao DEM ou P$DB ou algum outro partido que apóia os dois primeiros, certamente tudo o que até hoje falaram mal deles, o PIG, passariam a dizer que eles são santos, convertidos, etc.. porque dizemos isso? ora é simples, basta ver que quando estoura um escândalo quem tem a digital do P$DB e DEM simplesmente o PIG não da nome aos bois, escondem a sigla e ate mesmo os nomes do envolvidos dando manchetes genéricas e muitas vezes tentando jogar o escândalo no colo do PT. isso é perceptível, basta prestarem atenção quando surge algo que de uma maneira ou outra envolve os tucanos e et caverna, resumindo, hoje eu digo que sou petista, me rotulam de corrupto, agora se amanhã eu digo que sou tucano, logo a MÍDIA GOLPISTA IRÃO ME ENTREVISTAR DIZENDO QUE SOU UM GRANDE BRASILEIRO E CUMPRIDOR DA CONSTITUIÇÃO ETC E TAL.

  • Eduardo, a pagina não pode ser virada até por que o julgamento não acabou. Quanto ao comportamento do PT, concordo que tem que ser o de continuar denunciando o julgamento de exceção. E essa tarefa cabe também aos militantes do partido, grupo a que pertenço. Mas, a intervenção do governo, me parece contraproducente por ter o potencial de criar uma crise institucional. E é o melhor dos mundos para a direita, num ano eleitoral. Vamos aguardar o desdobramento da ida do Henrique Pizzolato para a Itália, e a consequente divulgação dos documentos que foram escamoteados do processo pelo relator Joaquim Ide Amin Barbosa. A revelação de que Henrique Pizzolato é inocente, e que o dinheiro da Visa Net não é público, derruba a acusação de peculato, seria o fim da AP 470, que desmoronaria como um “castelo de cartas”.

  • Enquanto isto, os escândalos do PSDB em São Paulo sumiram da mídia. Executivo que delatou o Serra está esquecido, juiz que engavetou está agora no triangulo das bermudas e processo provavelmente dormirá em berço esplendido! Nada mau para um capitão do mato. Atendendo ao pedido do seu patrão, Serra e filiados do PSDB, criou uma cortina de fumaça conveniente e todos morderam a isca, a imprensa claro adorou!

  • O que foi feito é uma situação séria, tudo parece convergir para um golpe contra a democracia,se é que já não estamos dentro dele.Tudo isso já foi longe demais. Esse ministro acuou seus pares,ofendeu a Constituição, colocou-nos, sob seu tacão Mais firmeza minha gente, não podemos ter medo desse senhor que não merece respeito a não ser dos canalhas que querem ver a volta dos militares.

  • Concordo ipsis litteris com seu texto Eduardo e a prova de que você está certo, Lula, Dilma e o PT errados encontra-se em nosso vizinho a Venezuela. Lá, Chaves começou como um cordeirinho, contemporizando com as elites, tentando fazer um governo de conciliação nacional e quase cai num covarde golpe de Estado. Foi para o ataque, confrontou as elites e todo o sistema: político, judiciário, imprensa, ministério público, econômico. Fez uma interlocução direta com o povo, radicalizou o processo de mudanças que desencadeou um tipo de inclusão social que hoje não tem mais volta, ainda que os representantes de seu projeto político venham a perder as eleições em algum ponto do futuro. A maior liderança de oposição da Venezuela incorporou em seu discurso a manutenção de muitos dos programas do chavismo porque sabe que para o povo quaisquer subtrações dessas co9nquistas seria inaceitável. Se Chavez não tivesse a firme determinação de levar adiante seu projeto político de inclusão social, a Venezuela jamais alcançaria o estágio atual e seu povo permaneceria à margem do processo secular de concentração de renda. O PT não vai permanecer ad infinitum no poder e quando de lá for apeado, tudo que até então a duras penas conseguiu construir será facilmente derrubado, não haverá nem destroços sobre quais possamos derramar nossas lágrimas.

  • Edu,

    Olha o que achei no Blog do Esmael:
    “Ministro Joaquim Barbosa conseguiu a proeza de unir, nacionalmente, tucanos, peemedebistas e petistas; aos poucos, presidente do STF vai conseguindo se tornar uma unanimidade contrária no país; ontem, em Curitiba, o presidente em exercício da Câmara, André Vargas (PT-PR), e o senador Sérgio Souza, coordenador da Frente Parlamentar pela criação dos TRFs, se reuniram com o governador Beto Richa (PSDB), o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), e da Bahia, Jacques Wagner (PT); ato político hoje, em Brasília, pode desencadear em impeachment do magistrado da Corte Suprema.”
    Eu tô dentro

  • Liguei ontem na TV Senado e la estava o Senador Aloysio Nunes defendendo as atitudes fora da lei de Joaquim Barbosa, em seguida o Senador Paim do PT subiu à tribuna e começou uma longa narrativa sobre a produção de Erva Mate do RS, mudei de canal e quando voltei para o canal legislativo, estava com a palavra o senador Mauro Couto dizendo que a doença do Genoino era fingimento.
    Meu caro Edu, não sei até quando eu vou aguentar.

    • Se você espera algo do Paim, desista! O Suplicy ainda tem a desculpa da idade, mas ele nem isso. Costumo dizer que o Paim, é um privilegiado deputado do “baixo clero”, com oito anos de mandato.

    • Bem, uma coisa é certa: a doença do Genoino certamente não é fingimento, é doença grave, com expectativas de piora, portanto, não deveria ser problema que fosse transferido para sua residência, para cumprir sua pena, afinal, ele não vai deixar de ser um condenado da justiça por isso, o que já deveria ser suficiente para os que o consideram culpado.
      De acordo com um delegado entrevistado numa rádio paulistana, só não seria esperado que ele tivesse um policial à porta, garantindo o cumprimento da pena, e que uma tornozeleira seria bem adequada, para tanto.

      • Uma tornozeleira na tua lingua seria bem apropriada também, não acha, catão?
        Tolo!
        Se o Genoino quisesse fugir já o teria feito há muito tempo.
        E antes que vc venha com lorota a respeito do Pizzolato, ele tá certíssimo! Já que, por não ter foro privilegiado e portanto ter direito a duplo grau de jurisdição, o que não foi proporcionado a ele de forma leviana, pra dizer o mínimo, o negócio é recorrer à outra patria. Quem sabe lá o judiciário é mais honesto que aqui.
        E quer saber? Até tu se tivesse dupla cidadania faria o mesmo, portanto, silêncio!

  • A Dilma explicou bem porque não toma partido na história do mensalão e concordo com ela. Mas não entendo por que Lula e o PT estão tímidos quanto a isso. Poderiam ser mais incisivos defendendo Dirceu, Genoíno e demais petistas envolvidos. Por que não usar a o horário gratuito na tv reservado a partidos para explicar à população o quanto essa história do mensalão foi marketing político, bem como mostrar a corrupção nos demais partidos? Fora a presença mais forte nas redes sociais. Espero que não percam o bonde, aproveitando a onda de novos filiados e apoio aos presos políticos.

  • Está evidente que as ações do ‘establishment’ decadente e corroído são ALTAMENTE PROVOCATIVAS e visam uma resposta mais firme do Governo, que está indo bem e não quer “marola”, para poder entrar de sola. Até quando o Governo vai suportar calado a essa CRIMINALIZAÇÂO CRIMINOSA, e ficar nas cordas pela governabilidade, é que é a questão… A meu ver a GOVERNABILIDADE já está em perigo há muito tempo, e “demorô” para tomar uma atitude contra esse coro de beatas esclerosadas posando de modernas e responsssáveis. .

    ANOS tuKKKânus LEWINSKYânus NUNCA MAIS !!! NO PASSARÁN !! VIVA GENOÍNO !! VIVA ZÈ DIRCEU !! VIVA A LIBERDADE, A DEMOCRACIA E A LEGALIDADE !! VIVA LULA !! VIVA DILMA !! VIVA O PT !! VIVA O BRASIL SOBERANO !! LIBERDADE PARA JULIAN ASSANGE, BRADLEY MANNING E EDWARD SNOWDEN JÁ !! FORA YOANI e MÉDICOS COXINHAS !! ABAIXO A DITADURA DO STF gloBBBobalizado !! ABAIXO A GRANDE MÍDIA CORPORATIVA, SEU ‘MERCADO’ & SEUS LACAIOS & ASSECLAS !! CPI DA PRIVATARIA TUCANA, JÁ !! LEI DE MÍDIAS, JÁ !! “O BRASIL PARA TODOS não passa no SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO – O que passa SISTEMA gloBBBo de SONEGAÇÃO é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • Concordo totalmente com o texto acima.
    O Lula, a Dilma e o PT não estão enxergando o que está aí -e sempre esteve- a olhos vistos. O Brasil está prestes a sofrer novamente um tremenda guinada para o reacionarismo de direita e, desta vez, não precisaram nem dos militares. Infelizmente não temos nenhum homem da estatura de Leonel Brizola, que nunca esmoreceu em seu ímpeto de combater a elite brasileira, principalmente, a Globo, do Roberto Marinho, que é um verdadeiro ovo de serpente no seio da sociedade brasileira.

  • O covarde, prepotente e arrogante Joaquim Barbosa não tem mais pressa, mandou prender num feriado José Genoino, José Dirceu, Pizzolato e outros. Mas agora o mesmo covarde, prepotente e arrogante Joaquim Barbosa nada fez em relação ao Roberto Jefferson. O mesmo Joaquim Barbosa, o covarde e prepotente, nada decide sobre a Operação Satiagraha e nem Castelo de Areia, onde tucanos estão envolvidos de corpo e alma.

    O covarde e prepotente Joaquim Barbosa mostrou que ele tem um lado, não é imparcial e decide de acordo com o PIG.

    O covarde Joaquim Barbosa tem que ser denunciado por prevaricar e esconder provas da inocência de pessoas.

  • Edu para mim o que extra direita representada pelo pstf quer dá o golpe no governo. Por outro lado, o governo não enfrenta a oposição golpista. Espero que a presidenta Dilma tome atitudide contra os gopistas.

  • Eduardo, concordo com tudo que você disser, salvo sobre o silêncio da Presidenta, porque a liturgia do cargo não permite que ela censure ou critique decisão de outro Poder da República.

  • Se o PT deixar para que a grande mídia e adversários falem por ele, vai se dar mal, e o Brasil também.
    Capítulos inéditos desta “novela” surgirão a todo momento, e, lamentavelmente, ainda, muita gente se deixa levar por esses golpistas.
    Na fila de espera de um banco, hoje, ouvi que os condenados do “mensalão” querem prisão domiciliar, Lula é o maior ladrão desta história, e outras baboseiras.
    Fique esperto PT!

  • Politicamente Dilma é um desastre.
    Iniciou o seu governo com afagos à Globo e só levou bordoada.
    Lula tem afirmado reiteradamente que tem muito a falar quando o processo encerrar.
    Se for falar, tem de ser uma bomba atômica, porque nesses onze anos de governo Lula/Dilma só tem apanhado.
    Se a tática adotada vem dando certo, não confie cegamente que em 2014 continue.

    • Nem sempre é aconselhável você jogar a boia para salvar afogados políticos. O somatório dos resultados objetivos alcançados até aqui pelo PT recomenda não ingressar em faixa conflitual, sem a devida cautela. A mídia açula a resposta dos adversários de sua ação destruidora e a intensidade dos seus ataques é proporcional à frustração de seus objetivos de desconstruir o petismo e o governo. A única medida para se verificar o acerto das ações do PT é o apoio popular e o teste das eleições. De observar que, apesar de tudo, os virulentos ataques da mídia em nada tem beneficiado a oposição política que se debate em agudas contradições e baixa no acolhimento, revelado pelas pesquisas.
      As considerações expedidas anteriormente nesse blog fortalecem este pensamento. Lembrar, por fim, que , ao contrário, do afirmado o partido tem sabido se comunicar com o povo.

    • Pode ser Luiza,

      e não discordo de você Eduardo.

      Mas quem tem … , tem medo.
      É só lembrar do J.F. Kennedy…
      E pensar o que faríamos no lugar deles.
      Sinceramente, não sei o que faria, por isso não opino.
      É fácil falarmos sem estarmos na reta.
      E existe um projeto de governo em andamento…

  • A TENTATIVA DE ASSASSINATO DE JOSÉ GENOÍNO

    Nenhuma atitude aliviará jamais esta tentativa de assassinato de José Genoíno, sob a responsabilidade de Joaquim Barbosa, que entra para a história do Brasil como o mais repugnante, vil e vergonhoso torturador de prisioneiros sob custódia do Estado Brasileiro, por sua índole composta de ódio e pelo uso do cargo de presidente do STF para cometer tal selvageria, pela qual se nivelou aos torturadores da ditadura.

    E o PGR Ricardo Janot e todos os outros ministros do Supremo, sem exceção têm culpa também nesta tentativa de assassinato, por terem incitado, o primeiro, dado carta branca, os segundos, e liberado, todos, a invasão do espaço da justiça para esta fera dar vazão aos instintos mais selvagens e cometer tamanha covardia.

    Covardia e selvageria que cometeu a mando, e sob proteção, da Rede Globo, porta-voz e componente da elite escravocrata brasileira, sem a qual jamais ousaria cometer tal ato, em que assumiu o risco de matar.

  • A omissão da Dilma possivelmente terá um preço. Como aquele time de futebol com potencial para atacar e decidir o jogo, que prefere recuar, jogar pelo resultado e esperar o tempo passar. Geralmente acaba levando o gol fatal nos minutos finais. Aí vem o arrependimento, não jogou, deixou o adversário gostar do jogo e perdeu. Cruel.

    • Que dívida ele tem com a sociedade, só se for com vcs da “hi-society”. Não existe uma prova sequer contra ele. Julgamento de exceção não é julgamento.

      Apresente as provas de que Genoíno é culpado. Eu lhe apresento as provas de que ele não é.

        • Você paga os impostos que paga a polícia que bate e prende inocentes, e um judiciário corrupto..Você é parte da sociedade, SIM!
          Não tira o corpo fora, você faz parte da sociedade tanto quanto qualquer um, e se existem provas e / ou indícios de inocência de uma pessoa e você se omite,não se informa, não quer nem saber, então você é conivente:

          Quer saber onde você está nessa sociedade?
          Leia abaixo que você vai se reconhecer:

          JOSEPH PULITZER ( 1847 – 1911 )

          “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”.

          Millôr Fernandes em 2006:
          ““A imprensa brasileira sempre foi canalha. Eu acredito que se a imprensa brasileira fosse um pouco melhor poderia ter uma influência realmente maravilhosa sobre o País. Acho que uma das grandes culpadas das condições do País, mais do que as forças que o dominam politicamente, é nossa imprensa. Repito, apesar de toda a evolução, nossa imprensa é lamentavelmente ruim. E não quero falar da televisão, que já nasceu pusilânime”.

  • Para quem defende que o silêncio de Dilma é uma estratégia para a reeleição, lembraria que nomes como José Dirceu e José Genoino são tão importantes para a esquerda brasileira, que deveriam estar acima de uma eventual vitória na eleição. Já a importância da Dilma para a esquerda é proporcional a um dedo mindinho para Lula.

    • Prezado Renato venho no PT desde a fundação, estive em espaços de direção em vários momentos da vida partidária e nem mesmo no ápice da crise do mensalão me passou pela cabeça sair do partido, mas agora diante de tamanha covardia do Partido na posição em defesa dos companheiros presos devo dizer que estou a repensar minha filiação. Mas devo desde já também afirmar que concordo plenamente com sua avaliação quanto a importância de Dilma para a esquerda brasileira, não é só a sua prisão que justifica se querer dar a ela a bandeira de histórica na construção do processo de luta no Brasil, aliás onde estava mesmo ela durante este tempo todo até retomar a vida pública como Ministra de Lula?
      Mas uma coisa há muito vem me chamando a atenção, o silêncio de Lula diante do fato, no primeiro momento me pareceu ser tática para isolá-lo do bombardeio, mas e agora? deixar chegar a esse ponto e não se ver reação concreta do partido, da bancada, das figuras de “frente”, exceção se dê ao governador Tarso Genro que com um bom texto se expôs e foi em defesa dos companheiros. Não se justifica o sacrifício, não dos companheiros, mas da estabilidade democrática, do Estado de direito, em nome de uma eleição.
      Tem momentos que acho até que este jogo é de carta marcada na busca da eliminação de Zé Dirceu e de Genoíno, não gostaria nem de pensar nisso, mas começo a suspeitar que tem algo de muito errado nessa história toda.
      Meu pleno e total apoio aos companheiros Zé Dirce e Genoíno, acredito ferrenhamente na inocência deles, se por acaso tenha havido algum fato tipo caixa 2, não caberia só a estes a culpa, pois em sendo assim e, é bem possível que tenha sido, todo mundo foi beneficiado pelo fato.
      Prezado Companheiro Lula já é passada a hora de falar abertamente e provar que não é do seu interesse o isolamento dos companheiros do processo.
      Zé Dirceu ou Genoíno para Presidente. este seria o meu voto.

  • Os atentados ao “estado do Direito” no Brasil sempre ocorrem. Imagine então aquele coitado que foi acusado de um crime não cometido, que ficou na mão da defensoria pública. Resta a ele chorar na cadeia. Posso GARANTIR que isso é bem mais comum do que vocês imaginam.
    Ora, imaginem o caso da menina jogada pela janela…. Será que dá para confiar em provas periciais produzidas pelo “CSI” tupiniquim? E as “provas ” contra o Abdelmassih? De maneira análoga, houve julgamento midiático pesado, não há como estes réus terem um julgamento honesto.
    Recentemente nos EUA houve aquele caso do vigia que matou o menino negro. Apesar de todo o bombardeio midiático, o júri o inocentou. O cara até pode ser culpado, mas a justiça só condena se provar de maneira cabal.
    Lembram do Protógenes Queirós? Ele e o “intérpido” De Sanctis quebraram várias regras para prender o Daniel Dantas. Mas, com regras quebradas não valem! Infelizmente.
    No caso do mensalão, para mim vale uma analogia. Em primeiro lugar, pela presença do STF, um lixo. Em segundo por que ainda que eu acredite na culpa dos petistas, parece-me que o processo tem falhas. Assim poderiam ter o mesmo benefício do DDantas, baseado na inépcia do “Estado” em investigar e coletar dados.
    Quanto à mídia, que vocês tanto reclamam, não pode tanto assim…. Sim, a televisão no Brasil é um lixo. Sim, os jornais dão excesso de repercussão. Mas ora. Vejamos o livro do Palmério Dória, Príncipe da Privataria. Quase todas as citações jornalísticas são do que vocês chamam PIG. Ora, quem está em evidência é mais alvo, vende mais…. É natural pessoal, ossos do ofício, um efeito colateral do sucesso.
    Para Lula e Dilma é um dilema Mexer no vespeiro ou deixar passar… Acho que eles estão sendo astutos, pois as penas corretas serão cumpridas (semiaberto) e as penas para formação de quadrilha cairão com os embargos. Aí os petistas retornam mais fortes do que nunca, com a pecha de presos políticos, revolucionários, e etc, toda a marquetagem que eles sempre usaram muito bem. E com a falta de oposição real no Brasil, tá mole.
    Eu sou sim um liberal. Mas vocês precisam parar de confundir as coisas. Petista não é sinônimo de ladrão, tampouco liberal o é.

  • Mas quem quer virar essa página é zelite tupiniquim. Ocorre que até hoje tentam virar a página da ditadura militar e até hoje não conseguiram pq não silenciamos. Naquela época eu e muitos brasileiros jurava de pés juntos que jovens como Dilma, Ze Dirceu e Genoino eram terroristas Depois ficamos sabendo que havia outro lada da moeda. Enfim, os esculachos que virão por ai não serão contra Genoino… Imagina quem serão os futuros esculachados, te cuida Barbosa

  • Prezado Edu

    No meu entendimento, há duas razões principais que justificam essa letargia da direção do Partido dos Trabalhadores.

    Primeiro, o PT chegou ao poder. Quer seja na presidência da República, ou nos estados e municipios. Suas lideranças se acomodaram no privilégio da máquina pública. São milhares de cargos comissionados ocupados pelos “companheiros e companheiras”.

    Esse “companheiros e companheiras” jogaram na lata de lixo toda aquela ideologia socialista, bem como também o espírito de solidariedade, luta e companheirismo. Eles estão defendendo o seu, o resto que se dane…

    Segundo, as lideranças do PT ainda acreditam que têm que ser puros, diferentes, ter ética na politica e se preocupar com tal da governabilidade. Ora, ética o escambau! Enquanto posam com esse ar angelical, os adversários estão escorraçando com o partido e seus militantes.

    Nos últimos anos, os adversários estão se utilizando de todas as armas que se possa imaginar para atacar o partido, e sua direção não reage, aliás, ainda dão mais munição aos inimigos. A reação teria que ser igual ou acima disso. Se for preciso, tem que se utilizar sim dos mesmos modus operandi dos adversários e inimigos.

    Produzam-se quanto dossies forem necessários; vasculhem a vida pessoal e profissional dos mais proeminentes inimigos (com certeza irão encontrar muita coisa podre); fortaleçam os meios de comunicação alternativos, tais como a blogosfera progressista; produzam e distribuam jornais nos bairros, nos pontos de ônibus, nas feiras, nas portas de igreja, nos boletins de sindicatos aliados etc; comprem concessões das rádios e tvs. Ou seja, é preciso contra-atacar a midia golpista e a direita raivosa com todas as armas possíveis sem se prender em ética ou governabilidade.

    Hoje, estamos enfrentando uma guerra midiática, sem precedentes em nossa história, no entanto, a cúpula do PT ainda não se deu conta dessa realidade.

    Tanto que até já esqueceram daquela famosa frase…..”A luta continua, companheiros!”

  • A Revista Veja publicou uma série de perguntas e respostas que mostram que o Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) agiu corretamente, sem ferir nenhum preceito legal. O problema é a máquina de mentiras do PT, acostumada a destruir reputações, que agora se volta contra o Presidente do Supremo.

    1. É legal transportar os condenados para Brasília previamente, mesmo antes da definição do local definitivo para o cumprimento da pena?

    Sim. O juiz responsável pela execução se encarrega de estabelecer todas as condições para o cumprimento da pena e isso pressupõe que todos os réus possam ser levados ao local onde fica o magistrado. A justificativa para a transferência dos condenados baseia-se, por exemplo, na possibilidade de o juiz achar necessário convocar audiências, determinar exames médicos ou verificar previamente condições de cumprimento de prisões em regime semiaberto. No caso do mensalão, o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, dividiu as funções de execução com o juiz Ademar Silva de Vasconcelos, da Vara de Execução Penal (VEP) do DF. Caberá ao relator do mensalão, por exemplo, analisar pedidos de indulto e liberdade condicional, enquanto a Vara será responsável por emitir guias de recolhimento dos mensaleiros e calcular as multas impostas aos condenados.

    2. É legal determinar a prisão de um condenado mesmo sem a expedição da carta de sentença?

    A Lei de Execução Penal e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) exigem a expedição da carta de sentença para se documentar o início do processo de execução da pena, mas não estabelecem nenhum tipo de sanção caso a guia não seja encaminhada previamente ao juiz. Para juristas, a divulgação do documento é um ato meramente protocolar e administrativo, ou seja, não se pode classificar como ilegal a prisão de um condenado sem a carta se sentença.

    3. Um condenado reconhecidamente em estado de saúde debilitada pode cumprir a pena normalmente em um presídio, independentemente de ser na ala para regime fechado ou semiaberto?

    Sim. A decisão cabe ao juiz de execução, que, para proferir seu veredicto, pode pedir laudos periciais e análises de juntas médicas especializadas. Com base nesses documentos, o juiz pode negar, por exemplo, pedido de prisão domiciliar e determinar que o detento continue no presídio. O condenado tem direito à assistência de médicos, enfermeiros, dentistas, psicólogos e nutricionistas, mas caso ele precise de atendimento específico na área da saúde, a direção do presídio e o juiz da execução podem conceder autorização especial para tratamento fora da unidade prisional.

    4. O juiz pode se recusar a enviar um preso para cumprir pena perto da família?

    Sim, desde que fundamente sua decisão. Em geral, os argumentos utilizados pelos juízes para negar pedidos desta natureza são questões de segurança, ausência de vagas e alertas para evitar que o condenado exerça influência de dentro da cadeia. Em casos específicos, o criminoso pode ser transportado para presídios distantes do local onde sua família vive. É o caso de presos que são encaminhados, por exemplo, aos presídios de segurança máxima no interior de São Paulo.

    5. O juiz pode se negar a autorizar trabalho externo para um condenado em regime semiaberto?

    Sim. A Lei de Execução Penal não prevê o trabalho externo como um direito automático dos condenados em regime semiaberto. Para pedir o benefício, o condenado precisa apresentar carta com proposta de emprego na unidade prisional onde estiver cumprindo pena. O presídio encaminhará uma assistente social ao local do emprego para fazer um relatório sobre as condições de trabalho. Por lei, o trabalho externo só é autorizado quando o condenado tiver cumprido, no mínimo, um sexto da pena, mas o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tem jurisprudência que autoriza o trabalho independentemente deste cumprimento. O Supremo Tribunal Federal (STF), entretanto, tem decisões em sentido contrário exigindo a comprovação de cumprimento prévio de parte da sentença,

    6. Em que circunstâncias um condenado pode utilizar tornozeleira eletrônica?

    O juiz, a seu critério, pode decidir se um condenado que cumpre pena nos regimes semiaberto ou domiciliar deve ser fiscalizado por meio de tornozeleira ou colar eletrônico. As tornozeleiras devem ser equipadas de sistemas GPS, blindadas e à prova de fogo e de água. No caso dos condenados no mensalão, a tornozeleira eletrônica pode ser usada para evitar que seja necessário deixar policiais federais na vigilância dos detentos.

    7. Que tipo de trabalho o condenado pode fazer na prisão? E em regime semiaberto?

    Cabe ao juiz analisar subjetivamente que atividades podem ser desenvolvidas pelo condenado, desde que as atividades tenham dever social e respeitem a dignidade humana. O trabalho do detento tem de necessariamente ter finalidade educativa e produtiva. O condenado pode trabalhar enquanto cumpre pena, inclusive em regime fechado, sendo remunerado por isso. A cada três dias de trabalho, o preso tem direito a redução de um dia da pena. A jornada é de seis a oito horas diárias, com descanso aos domingos e feriados. O trabalho externo é permitido para presos em regime fechado somente em obras públicas ou empreendimentos de entidades privadas, desde que tomadas cautelas contra fugas. A Lei de Execução Penal não traz orientação expressa sobre o trabalho dos condenados em regime semiaberto, mas cabe ao juiz autorizar ou não que o detento exerça atividade externa.

    Para a elaboração das respostas, o site de VEJA se baseou na Lei de Execução Penal, em documentos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e ouviu dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), além do ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior e do ex-presidente do STF Carlos Velloso.

  • SE DILMA, LULA E O PT NÃO REAGIREM A ESSE ABSURDO CHAMADO DE “JULGAMENTO”, AMANHÃ JOAQUIM BARBOSA E SEUS BLUE CAPS VÃO CASSAR A CANDIDATURA DE DILMA E PRENDERÃO LULA, ESSA É A ÚNICA MANEIRA DE CONSEGUIREM VOLTAR AO PODER. POR SINAL, ELES SABEM MUITO BEM DISSO E O IMOBILISMO DO PT SÓ OS ETIMULA A SEREM MAIS AFOITOS E CONCRETIZAREM SEUS PLANOS. Absurdos jurídicos que possam justificar algo tão improvável, tenham certeza de que eles fabricam, isso não importa : Justiça não existe, Lei é uma forma de tentar-se equilibrar um pouco a dialética da relação de classes e, num lugar onde essa relação é tão desigual, devido à concentração de renda, ela tende a ser ainda mais explicitamente uma arma em favor da defesa dos interesses dominantes. Sea em seu texto, seja nas “interpretações” dadas por um Judiciário fascista e um MP reacionário e hipócrita. No país onde é mais fácil ir-se para a cadeia por invasão de propriedade do que por homicídio, em caso de réu primário, pode-se explicar o porquê das condenações sem provas do “mensalão”, do uso de uma teoria do direito estrangeiro(e ainda assim completamente deturpada, exatamente para retirar-se a exigência de prova nela contida)e a condenação a penas monstruosas de homens como José Dirceu e José Genoíno, que dedicaram suas vidas, sua juventude e todo o seus esforço para construir um Brasil mais justo e soberano, tudo o que esses calhordas não querem, é por esse motivo que pagam na cadeia pela “ousadia”(na visão desses merdas) de lutarem por um Brasil melhor, includente e independente da exploração estrangeira. Do mesmo modo que conseguiram “condenar” Humberto Costa pelos crimes de corrupção de José Serra no Ministério da Saúde(Humberto acabou absolvido no STF, mas teve´”só” o prejuízo de perder uma eleição para Governador de Pernambuco, praticamente ganha, devido ao estardalhaço midiático que atribuiu a ele a culpa por um esquema de corrupção que denunciou); e agora tentam fazer o mesmo com Antônio Donato; envolverão Dilma, o resto do PT e Lula nesse absurdo do mensalão, como fizeram condenando José Dirceu e José Genoíno sem provas, por uma acusação absurda de “compra” de votos de pouco mais de dez deputados, num universo de 513 e sem que fosse citado o envolvimento de nenhum Senador(isso num Sistema Parlamentar Bicameral); ou seja, acusam o PT, e botaram pessoas na cadeia por isso, de tentar comporar votos numa quantidade mais irrelvante, que não permitia a aprovação de nada, e só em uma Casa, num Sistema Bicameral, ou seja, sem “preocupar-se” nem em atingir um número adequado de parlamentares em uma das Casas e sem “comprar” ninguém na outra Casa, o que impediria a aprovação de qualquer Lei, ainda que existisse uma quantidade de apoio favorável na tal Casa onde supostamente “comprou-se” votos, o que segundo o número de “acusados” da denúncia, não havia. Se não bastasse esse show de despautérios, ainda acompanha-os a constatação de que as votações “compradas”, de acordo com o conto de fadas contado pela Justiça e pelo MP, foram aprovadas por ampla maioria, com os votos dos partidos de oposição, como PSDB e DEM, como a reforma da previdência(considerada uma medida conservadora do governo Lula)por isso jamais precisariam da compra de apoio para sua aprovação, pois passaram facilmente. E PORQUÊ O NOSSO BRIOSO STF NÃO COGITOU ANULAR A REFORMA DE PREVIDÊNCIA E OUTRAS SUPOSTAS “VOTAÇÕES” COMPRADAS? ALIÁS, SERIA A ÚNICA COISA BOA DESSE GOLPE, JÁ QUE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA FOI UM ERRO DO GOVERNO LULA, UM DOS POUCOS, E É UMA MEDIDA COM PERFIL NEO-LIBERAL, OPOSTO AO PROJETO DE GOVERNO QUE LULA E DILMA IMPLANTARAM NO PAÍS. É EXATAMENTE ESSE CARÁTER CONSERVADOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA, ENFRAQUECE A PREVIDÊNCIA PÚBLICA E ESTIMULA A AQUISIÇÃO DOS PLANOS DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, QUE EXPLICA O STF FALAR FININHO QUANDO SE TRATA DE DESAGRADAR O EMPRESARIADO E NEM COGITAR ANULAR AS VOTAÇÕES QUE, SEGUNDO A ESTÓRIA DA CAROCINHA QUE JOAQUIM BARBOSA CONTOU, FORAM “COMPRADAS”, PORTANTO SOFREM DE VÍCIO DE FRAUDE E DEVERIAM SER ANULADAS. É esse espetáculo de hipocrisia e bestialização, enfiado goela abaixo de uma Sociedade despolitizada(e principalmente de uma classe média burra e reacionária)que ameaça não somente a Democracia no Brasil, mas todo o processo histórico de libertação da dominação estrangeira que ocorre na América Latina desde 1999, com a vitória de Hugo Chávez na Venezuela, levado a cabo por um bando de arrogantes que nada entendem de História e de luta políítica(nem querem entender e se o fizessem, estariam do lado do atraso)e por interesses muito maiores, da classe dominante e dos EUA, que estão por trás da arrogância de Barbosa, além de seus recalques pessoais, e de todos os absurdos cometidos nesse “julgamento”. Sumiço de provas(o inquérito 2474 até hoje em “Segredo de Justiça” na Justiça comum e o Laudo 2828, só juntado ao inquérito que gerou a AP 470 após ele ser aceito, o que impediu sua utilização como prova. Ambas as ações “obras” de Joaquim Barbosa e do Ministério Público são algumas dos absurdos que têm que ser expostos sobre esse caso, não somente na mídia alternativa, mas também nas ruas). Temos que fazer este país ferver, e o PT e Lula têm obrigação de fazê-lo, só assim esse show vai não apenas acabar, mas ser revisto, e eles desistirão do golpe que tramam para o ano que vem, seja prendendo Lula e tentando destruir Dilma eleitoralmente, ou seja, em caso de insucesso eleitoral desse primeiro golpe, a “bala de prata”, colocando Lula na cadeia e simultaneamente cassando a candidatura de Dilma, acusando-os de envolvimento com o “mensalão” ou com o que quer que seja, têm a Glogo e a Veja para convencerem uma classe média retardada e têm uma população carente por demais passiva, ainda com as chicotadas da escravidão pesando nos ombros, para irem às ruas por si próprios, a não ser que sejam capitaneados pela Sociedade Civil organziada. Não cassaram Lula em 2005 exatamente por medo da reação popular(qualquer outrra bobagem sobre “preferir” o sangramento é mentira, eles não trocariam uma cassação certa por um “sangramento” duvidoso se pudessem escolhê-lo. Só que o medo do povo os obrigou a seguirem a segunda opção. E esse medo só surgiu porque foram alertados pelos movimentos sociais de que esse país ferviria se Lula fosse cassado). Temos que dar esse mesmo “alerta” para eles(ou essa merda acaba, e é revista)ou o Brasil vai ferver, começando pelas sedes de todas as empresas de mídia, que teriam multidões às suas portas acusando-as pelos crimes desinformativos cometidos no “mensalão” e por todos os outros crimes cometidos ao longo do tempo. Dilma, Lula e o PT precisam liderar essa reação, sem eles não é possível fazê-lo, ao menos de forma exitosa; do contrário terão a responsabilidade histórica pelo golpe que a direita dará no ano que vem.

  • Essa “exaltação” do chamado mensalão teve sempre uma única finalidade: apear a esquerda do poder.
    Imaginem se essas zelites carcomidas alguma vez se preocuparam com a corrupção. Eles não estão nem aí.

  • Muito bem dito, Edu, que o canhão agora vai apontar para o Lula, não tenha dúvida, o roteiro tá sendo óbvio… o mesmo “dominio de fato” que prende Dirceu vai ser usado contra o ex-presidente..

    • Muito bem dito, Edu, que o canhão agora vai apontar para o Lula, não tenha dúvida, o roteiro tá sendo óbvio… o mesmo “dominio de fato” que prende Dirceu vai ser usado contra o ex-presidente.. É só ler os Blogs pessoais dos procuradores pra constatar isso, eles vão deixando um rastro…

  • Vejo que há um divisão aqui no blog. Alguns concordam com o Edu, outros que a Dilma não deveria reagir, que isso tudo é uma provocação.
    Eu acho que não cabe a Dilma enquanto presidente questionar as decisões do STf. Mas uma coisa deveria ser ponto pacífico. Toda esse espetáculo forjado pelo boçal midiático e o pig não aconteceria sem a participação puslianime e suspeita da PF.
    O maior absurdo é esse. A humilhação imposta a lideranças históricas do PT foi executada pelo PF do governo petista! Se a Dilma quisesse, teria evitado essa barbaridade

  • O que o PT, LULA E DILMA tem que entender rapidamente, é que a sociedade confia neles. Querem resposta e posições deles. Se eles não respondem a altura, teremos que mudar, pois não vamos continuar votando em alguém para governar o país e este alguém entrega o país nas mãos de uma emissora de televisão e de um ´STF.
    Realmente, o que estamos fazendo?
    Queremos poder a quem nós demos poder.
    Quanto a justiça, não é nem para aparecer, é para ser feita sem a cara de ninguém, pois ninguém recebeu voto popular. Justiça é para ser feita a partir da Carta Magna. Da Constituição Brasileira.
    Coronel, ha, coronel, já passamos deste período.
    Força Genoino. Que Deus de matenha vivo até o fim desta vergonha que nos impuseram.

  • EDU:
    Respeito suas opiniões, e dos demais, mas fico com LULA e DILMA, assim como com DIRCEU e JENUINO…
    Sou grato por vc existir pelo oque faz por nos todos brasileiros jamais perderei a fé que estamos no caminho correto…

  • Não acredito que LULA/DILMA estão indiferentes a situação envolvendo Genuino/Dirceu, etc. Acredito sim que eles estão defendendo um projeto em andamento. Acredito até que exista um pedido por parte de Genuino e Dirceu para que tenham cautela, pois a direita brasileira já provou que está disposta a tudo para retomar o poder. So peço que Deus dê iluminação e sabedoria a LULA/DILMA/ GENUINO/DIRCEU para suportar tudo isso. A cruz é pesada demais, os abutres insanos não dão uma trégua.

Deixe uma resposta