Gilmar Mendes volta a dar razão a Joaquim Barbosa

Reportagem

gilmar

O ministro do STF Gilmar Mendes voltou à carga contra o PT. Porém, sua determinação para que a Procuradoria Geral da República “apure eventuais crimes relacionados à campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff” não passa de encenação teatral que se vale do poder de Estado para fazer política partidária.

Gilmar Mendes começou a buscar pelo em ovo nas contas de campanha de Dilma Rousseff logo após as eleições do ano passado. Em novembro, determinou à Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do TSE que fizesse uma devassa nas contas da adversária política.

A tese de Gilmar era a de que as doações à campanha de Dilma haviam sido feitas por “laranjas” de empreiteiras, apesar de estas terem doado a todos os candidatos a presidente em proporções bastante parecidas.

Em dezembro, porém, Gilmar teve que aprovar as contas da presidente após parecer sobre as contas eleitorais da presidente reeleita.

A empresa de auditoria MGI SENGERWAGNER Auditores Independentes emitira Relatório de Revisão Especial sobre o Parecer Técnico Conclusivo da Asepa, que, atuando a quatro mãos com Gilmar, recomendou a desaprovação das contas da campanha de Dilma e do PT.

Porém, conclusão do parecer independente foi arrasadora:

“(…) a recomendação da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias – ASEPA – do TSE no sentido da desaprovação da prestação de contas apresentada pela candidata Senhora Dilma Vana Rousseff ao cargo de Presidência da República, e seu Vice Presidente, Senhor Michel Miguel Elias Temer Lulia, é totalmente descabida, uma vez que a quantidade de erros materiais contida no Parecer Técnico Conclusivo tornou o mesmo praticamente imprestável para suportar tal recomendação (…)”.

Para ler o trabalho da auditoria independente, clique aqui.

Diante da inépcia da Asepa, Gilmar não teve outra alternativa a não ser aprovar as contas petistas, ainda que “com ressalvas”. Porém, determinou que as contas da presidente e de seu partido continuassem a ser investigadas.

Ou seja: há quase um ano que Gilmar tenta encontrar alguma coisa nas contas de Dilma, sem sucesso.

Desse modo, agora apelou para a Procuradoria apenas para gerar um fato político, pois doações eleitorais de empreiteiras ao PT já vem sendo investigadas pelo MPF e até pela Polícia Federal, em razão do que o ex-tesoureiro do partido, João  Vaccari, está detido há meses – sem uma explicação aceitável, diga-se.

Novidade zero. Ano passado, acusou o ex-presidente Lula de ter lhe pedido para inocentar os réus do mensalão. O ex-ministro Nelson Jobim presenciou a reunião entre os dois e desmentiu Gilmar.

Ainda no ano passado, Gilmar acusou de “lavagem de dinheiro” milhares de pessoas que fizeram doações a réus do mensalão para pagarem multas impostas pela Justiça. Interpelado judicialmente por mais de 200 leitores deste Blog, calou-se e nunca mais tocou no assunto.

Gilmar não se cansa de ser desmentido pelos fatos.

Com efeito, ele tomou essa última atitude político-partidária com objetivo escancaradamente claro de criar um fato político para influir na tentativa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de retaliar o governo Dilma por ter sido denunciado ao STF pelo procurador da República.

Agora já se sabe, pois, dos detalhes do que Cunha, Gilmar e Paulinho da Força Sindical combinaram na reunião que tiveram no dia 9 de julho último, que a imprensa afirmou que teria ocorrido para “discutir o impeachment” de Dilma.

Não existe seriedade nesse pedido do ministro do STF à PGR.

Ao continuar agindo como militante político, portanto, Gilmar apenas confirma previsões feitas pelos mais renomados juristas do país em 2002 – antes de ele tomar posse no STF – sobre como seria sua atuação naquela Corte. E, mais do que isso, o ministro confirma análise posterior dessa atuação feita, entre outros, pelo ex-ministro Joaquim Barbosa em 2009.

Como se sabe, Barbosa acusou Gilmar de “estar destruindo a credibilidade do Judiciário” e de “ter capangas” no Mato Grosso.

Para quem não lembra do caso, confira, abaixo, vídeo do bate-boca entre os dois.

Mas para entender a atuação atual de Gilmar Mendes vale lembrar que sua indicação ao STF por Fernando Henrique Cardoso, em 2002, foi tratada, em matéria da Folha de São Paulo, como “polêmica”.

Juristas de todo país avisaram que colocar alguém como Gilmar no STF seria uma temeridade. O jurista Dalmo de Abreu Dallari, por exemplo, afirmou que a ida dele para aquela Corte iria “degradá-la”.
Confira, abaixo, o artigo de Dallari publicado na Folha de São Paulo em 8 de maio de 2002, na página A3.

Mas para entender a atuação atual de Gilmar Mendes vale lembrar que sua indicação ao STF por Fernando Henrique Cardoso, em 2002, foi tratada, em matéria da Folha de São Paulo, como “polêmica”.

Juristas de todo país avisaram que colocar alguém como Gilmar no STF seria uma temeridade. O jurista Dalmo de Abreu Dallari, por exemplo, afirmou que a ida dele para aquela Corte iria “degradá-la”.

Confira, abaixo, o artigo de Dallari publicado na Folha de São Paulo em 8 de maio de 2002, na página A3.

gilmar 1

  • naldo

    Sr.. Eduardo, não se pode esperar outro comportamento desse ministro, estranho o PT nunca ter alegado o seu impedimento já que sua conduta contra o partido é flagrante, o partido já deveria ter ter colocado a boca no trombone contra ele; se fica quieto merece mais é apanhar; outros situação vergonhosa é a atuação ou omissão dos demais ministros do tse e do stf, parece que ali só tem um ministro que tudo pode enquanto os outros ficam amuados ou pior, fazem igual.

    • eduguim

      Isso se evidencia muito no caso do financiamento de campanhas. A atitude dele é um desrespeito ao resto da Corte

    • Helena/S.André SP

      Sr. Naldo já se fez até uma petição no avaaz pelo impeachment de Gilmar Mendes mas, por um motivo estranho, a petição foi retirada do ar. Um advogado, sr. Alberto Piovesan, entrou com um pedido de impeachment de Gilmar Mendes no ano de 2011, mas o senado arquivou o processo e o STF não deu andamento no processo, arquivando o mesmo, não sem antes ocorrer um azedamento no clima do Tribunal devido ao pedido de vista do ministro Marco Aurélio de Mello,o qual depois deu seu parecer favorável ao arquivamento do processo. Entretanto, Gilmar Mendes, através de sua “escolinha”, a IDP, por ter feito um contrato de mais de R$ 10 mlhões com o TJ da Bahia, sem licitação, já deveria ter sido sofrido “impeachment” e saído do STF. Aí fica a pergunta: Que estranhas forças poderosas impedem que Gilmar Mendes seja afastado do STF? Esse ministro é uma pessoa que desmoraliza o STF mas, pelo visto, é estranhamente protegido por essas forças poderosas que ninguém sabe de onde vem. Quem será que protege tanto Gilmar Mendes? Acho que somente o povo pode tirá-lo de lá.

    • Fabio

      O PT se cala em tudo, é um partido covarde, medroso, acuado, vergonhoso esse Gilmar bandido fazer o que quer e falar o que quer e não se vê um petista encara-lo e dizer a verdades sobre ele, que é um bandido tucano naquela corte.
      Até quando o PT vai ser saco de pancada e vai continuar assim, até quando.

      • Maria Antônia Ferreira Monteiro

        Fábio,
        Enquanto os dirigente do PT forem em sua maioria, paulistas, continuará tudo como dantes no Castelo da Capitania de São Vicente. Está no DNA. O PT é de esquerda quando faz distribuição de renda que favorece aos mais pobres, é capitalista porque, também, favorece o capital privado e é direitista na visão política no que diz respeito a elite paulista, porque, também é parte dela.
        Abraços
        Maria Antônia

        • Fabio

          Isso mesmo Antonia, disse muito bem.
          Quando olhamos o PT de outros estados, como nordeste e sul e o Rio, vemos um PT mais agarrido, mais corajoso.
          O PT de SP é irmão siames do PSDB, falam a mesma língua e vem da mesma origem burguesa, corrupta e fascista deste Estado.
          Infelizmente não vejo na Dilma nenhuma gana de encarar, mostrar aos fascistas que ela, Dilma, manda no Brasil e é ela quem deve governar a nação, ambasada em 54 milhões de votos que recebeu, votos democraticamente dados a ela pela maioria dos brasileiros.
          Pena que ela não vê isso e se acovardou e optou por achar que seu governo vive num mar de tranquilidades.
          Bons tempos do grande presidente Lula e do melhor ministro da economia que o Brasil teve, Guido Mantega.
          Agora é Lula 2018!!!

          • Fabio

            *embasada”

  • Enquanto a caravana do PT passa, os cães Tucanos, LADRAM.

  • alderijo bonache

    Este chaleira do FHC, ganhou esta sinecura do famigerado FHC, pela sua extrema vassalagem ao “Príncipe das Astúrias” !

  • Manoel

    Conseguiu tirar o cunha das manchetes e as voltou pra onde a mídia gosta. Só isso.

  • Valdir-Ba

    Prezado Eduardo:

    “Gilmar não se cansa de ser desmentido pelos fatos.”

    De acordo com o Dicionário Houaiss da Lingua Portuguesa, Ed. Objetiva:
    DESMENTIR : Afirmar ter (alguem) mentido, contradizer (uma pessoa)pretendendo que essa não tenha dito a verdade; desdizer; afirmar que algo contraria a verdade…

    Se os fatos desmentem constantemente o nosso ” ínclito” ministro; o que dizer de personagem tão importante que deseja a todo instante chamar a atenção pelas suas histrionices.?

    O prof. Dalmo Dallari foi bem claro “Se essa indicação vier a ser aprovada pelo Senado,não há exagero em afirmar que estarão correndo sério risco a proteção dos direitos no Brasil, o combate à corrupção e a própria normalidade constitucional”.

    Proteção só é dada a médico estuprador e banqueiros . . Afinal, a direita que só tem como projeto vender o nosso patrimônio ao capital financeiro internacional precisa voltar ao poder, por isso precisa de alguem para fazer um fuzuê na área jurídica. A normalidade constitucional que faz o país viver em harmonia, que se dane.

    • eduguim

      perfeito, Valdir

  • Herbert

    Caro Eduardo,

    É este o Poder Judiciário que temos hoje no Brasil. Um juiz da mais alta corte, atuando claramente como um parlamentar pertencente a um partido de oposição. O pior de tudo é que os seus pares do Supremo Tribunal Federal não tomam nenhuma providência contra essas aberrações. Isso tudo está acontecendo porque diversos setores da sociedade brasileira se voltaram contra o PT e o governo que este representa. Infelizmente, não há nada que se possa fazer para coibir o atual momento.

    • eduguim

      Há, sim, Herbert. Estamos fazendo isso aqui, ao lutar com nossa militância

  • Daniel

    Gilmar Mendes é um ser DESPREZÍVEL e o mal que esse homem faz esse homem faz ao judiciário brasileiro, a história reconhecerá.

    A história da conta, felizmente, de quase tudo e coloca os homens nos seus devidos lugares.

  • Marcelo Beraldo

    Eduardo, a foto de chamada ficou muito boa. Com sua permissão estarei compartilhando no meu perfil do facebook.

    • eduguim

      Claro, companheiro

  • Jaime

    Pelo visto, essa novela do impeachment não chegou ao fim. Tomara que Dilma Rousseff consiga reunir as condições necessárias para governar o país, pois, no que depender desses entusiastas do impeachment, nosso pais vai se tornar ingovernável…

    • eduguim

      Não se iluda, eles não vão desistir tão facilmente

      • Jaime

        Edu,
        Na verdade, não acredito que desistirão. Ao contrário, tudo farão para sabotar e inviabilizar o governo dela…

        • eduguim

          Na verdade, Jaime, sabotagem todos concordam que jamais sumirá. O que digo é que agora querem o impeachment porque dentro de seis a oito meses a economia comecará a reagir. Se conseguirem derrubar Dilma até o fim do ano, quando a economia reagir dirão que é obra deles

          • Jaime

            Edu,
            Você tem razão. Há da parte dos entusiastas do golpe o medo de que a economia volte a crescer dentro de alguns meses e, certamente, isso os leva a todas essas ações ”desesperadas” visando afastá-la do cargo sob qualquer pretexto antes que isso aconteça. Tomara que não consigam. Sigamos fazendo a nossa parte…

  • Jaime

    Pelo visto, essa novela do impeachment não chegou ao fim. Tomara que Dilma Rousseff consiga reunir as condições necessárias para governar o país, pois, no que depender desses entusiastas do impeachment, nosso país vai se tornar ingovernável…

  • Jose Medeiros

    São vários os fatores em jogo que convergem para um ponto: a oposição não tem projeto que convença a maioria e que sirva de base para vencer uma eleição. A oposição que se tem é o braço e a voz de uma Casa Grande mediocre. É entreguista, corrupta e atua de mãos dadas com a midia hegemônica e com um Judiciário que não foi eleito pelo povo mas que tenta arvorar-se como poder Supremo. É lastimável que o principal ideólogo politico da ingovernabilidade e do golpe, um ex-presidente da oposição, paute a sua atuação movido por ambições de grandeza pessoal. Pelo que se diz, usa pessoas que nomeou para cargos importantes nas esferas do Judiciário para proteger-se da punição dos malfeitos que praticou e perseguir e derrubar adversários dos quais sente inveja. Por outro lado, a Casa Grande insiste em trocar a ação opressora dos fardados, os quais já não lhe dão tanto suporte, pela dos togados. Pelo carater da aventura a que se propôs, Gilmar não conseguirá êxito nesta nova empreitada, porém o seu segundo objetivo é tumultuar ainda mais o ambiente político e prejudicar a governabilidade. Os seus mentores principais são, além do mimado e inconformado candidato recentemente derrotado nas urnas, um outro, um obcecado e incorrigivel entreguista que pretende passar a nossa Petrobras à Chévron e, além disto, o principal deles, um despeitado Salieri que à época do seu (des)governo nomeou o partidário e abusado Gilmar para a Supremo. De todos o mais perigoso é o Salieri tropical, o qual não se conforma de encontrar em um ex-torneiro mecânico um adversatio superior, um gênio politico que o derrotou e que saiu do governo com um percentual de aprovação nunca visto. Infelizmente, quanto mais o dito Salieri tropical avança em idade, mais invejoso, cinico e hipócrita se torna. A Historia não o poupará.

  • ANA RAMOS TERRA

    Grande Requião, o silêncio ensurdecedor do PSDB, a respeito de Eduardo Cunha (além da cumplicidade) é o silêncio do comparsa, é o silêncio que desmascara mais ainda a face obscura desse partido permeado de corruptos, sem moral para estar pousando de ‘bom moço’ e atirando pedra nos outros. É o silêncio daqueles que queriam apedrejar Maria Madalena. Viva Cristo, que haverá de tocar na mente do povo brasileiro para enxercar quem são Cunha, Aécio, Serra, FHC, Cássio, Agripino, Moro, Gilmar Mendes, Globo, revistas Época e Veja e companhia.

  • Trazibulo Meireles

    Esse bate-boca foi, ainda, quando Joaquim Barbosa não havia manifestado o seu amor pela mídia e vice-versa, não comia no mesmo prato com o boquirroto e irresponsável, Gilmar Mendes, “dono de capanga” em Diamantino – MT, segundo fala de JB.
    Esse golpista oligarca de Diamantino-MT, manda-chuva, tem feito muito estrago na justiça brasileira, quem não se lembra da denúncia feita por esse irresponsável juntamente com o corrupto Demóstenes Torres, de que havia grampo no STF, nunca comprovado? E a esposa desse ministro irresponsável que trabalha em escritório de um advogado famoso? Imagine a regalia e o favoritismo que tem um advogado, sobre os seus processos, tendo uma mulher de ministro trabalhando em seu escritório… o pior de tudo é que a mídia amiga não questiona nada do que esse indivíduo deletério faz ao país com o seu comportamento abjeto. Afinal, essa figura é paga por todos nós brasileiros e deve satisfação pelos seus atos antidemocrático e irresponsáveis, ou acha que o STF é o seu Instituto Brasileiro de Direito Público que retirou dinheiro dos contribuintes usando a influência que tinha na CGU? Por isso acho que o CNJ, corporativista, precisa ser reformulado para que figuras de juízes e ministros possam ser punidos pelos seus atos. A sociedade civil organizada precisa ter mecanismos de controle sobre o judiciário, numa escalada verticalizada, participativa, só assim acabaria com esses absurdos que assistimos, pasmos, sem podermos fazer nada, pois o quarto poder(livro sobre a mídia, PHA) não faz nada para criticar, além do corporativismo que é essa estrutura.

  • Júlio Crespo

    Bom Ministro do STF mesmo é o grande ex-advogado do PT, Dias Toffoli, que não possui carreira sólida na magistratura e nem na academia, né!!! E ainda por cima, foi reprovado nos dois concursos que prestou para juiz em São Paulo (talvez seja por isso que a esquerda tem um enorme despeito pelo juiz Sérgio Moro – a meritocracia do “juiz de primeira instância” ofende, né!!!). O Gilmar Mendes, perto do Dias Toffoli, é um catedrático.

    • eduguim

      Não há nenhum comportamento partidarizado que se possa atribuir a Tóffoli

      • Júlio Crespo

        Não há absurdo maior no Judiciário desse país do que o ministro do STF, Dias Toffoli (ex-advogado do PT), participar do julgamento do mensalão do PT e ser presidente do TSE nas últimas eleições em que o PT disputava a reeleição presidencial, e ainda por cima com essas urnas eletrônicas fraudáveis e a apuração secreta restrita a um grupo de pouco mais de 20 pessoas. Essas duas situações, mostram claramente a falta de isenção, de independência do Dias Toffoli para exercer essas duas funções tão importantes para as respectivas instituições e para a democracia no nosso país. O que vem depois disso é só a consequência desse escárnio com as nossas instituições.

        E o pior mesmo foi quando o ministro do STF e presidente do TSE, Dias Toffoli, alguns dias antes das eleições 2014, fez um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, dizendo que garantia que “o voto dado na urna eletrônica, será o voto computado”, ou seja, garantindo que as eleições e as urnas eletrônicas eram 100% seguras. O que muitos já sabiam naquela época, ser uma grande mentira, visto que é impossível afirmar que houve alguma fraude nas eleições 2014 ou que não houve, pois esse sistema utilizado pelo TSE não comporta uma auditoria confiável. Portanto, não há juridiquês que salve esse pronunciamento mentiroso do Dias Toffoli. A nossa democracia dessa forma pode não passar de uma farsa, de um jogo de cartas marcadas. Um jogo onde os grandes partidos políticos (PT, PMDB e PSDB), juntamente com as elites econômicas (banqueiros, empreiteiros etc.) e os tecnocratas burocratas (como o Dias Toffoli), possivelmente sequestraram a nossa democracia.

        • Wilsoleaks Alves

          Júlio, vou acabar encrespando com você.

      • Carlos Alberto Nassin

        Você acha impossível encontrar ilicitos nas contas da campanha de Dilma, eu não. Para quem mentiu sem nenhum escrupulo , atribuindo ao adversário aquilo que faria depois, tudo é possível.

        • Renata

          Júlio Crespo e Carlos Alberto Nassim: melhor contar a história inteira, para o bem da verdade.

          Em 2009 Lula assinou lei que previa a impressão do voto já para a eleição de 2014 (Dilma x Aécio). Ou seja, o governo petista não tinha a mínima intenção de eleição de carta marcada, pois a impressão propiciaria a auditoria.

          Daí Eduardo Azeredo do PSDB (o do mensalão, que renunciou ao mandato para perder o foro privilegiado visando à prescrição do crime, o que deve acontecer em 2018 com a ajuda da justiça mineira – mensalão que interessa é só o do PT) questionou a constitucionalidade da impressão e contou com o apoio da juíza Carmen Lúcia. O Brasil foi o único país que considerou a impressão inconstitucional. Outros países julgaram justamente o contrário.

          Se a auditoria não é possível, reclamem com o PSDB/Judiciário/Legislativo. O LULA DEVERIA SER PARABENIZADO POR TODOS QUE CONSIDERAM O SISTEMA DA URNA FRÁGIL.

          Se tivessem acatado a lei assinada por Lula, o PSDB não poderia fazer o ridículo de querer impugnar a eleição no dia seguinte e empossar o Aécio e, depois, o fuzuê da auditoria. Aliás, qual foi o resultado da maldita auditoria??

          Peço licença ao Edu para postar lá no fim dos comentários o resultado de um levantamento exaustivo que fiz em 2014 sobre a questão, devido às dúvidas que eram levantadas nas redes sociais. Pelo menos fica registrado aqui no blog, para alguém que ainda tiver dúvidas.

    • Edi Passos

      Gilmar Mendes, perto de Tóffoli ou de qualquer juiz sério não passa de um cabo eleitoral tucano, fanático e destemperado!

    • Avelino

      Oi Júlio
      Realmente, Gilmar Mendes é um catedrático, na safadeza.
      Saudações

    • Sávio Valença

      “…talvez seja por isso que a esquerda tem um enorme despeito pelo juiz Sérgio Moro – a meritocracia do “juiz de primeira instância” ofende, né!!!). O Gilmar Mendes, perto do Dias Toffoli, é um catedrático.”

      Que tamanha idiotice! Ninguém da esquerda pensa isto. Edu, esta cara, na falta de argumentos, nos provoca destes jeito, só porque mostramos verdades sobre Gilmar Mendes.

      Fausto De Sanctis – que foi o juiz que conduziu a abafada Satiagraha por “escutas ilegais”, que investigava a parte financeira da privataria, que envolvia Dantas – é um juiz de primeira instância, que era concursado e que conduzia as investigações de forma muito mais coerente que a Lava-jato.

      Vale ressaltar a história do grampo, pois no caso da Lava-Jato houve grampo mais do que ilegal e não se cessou o processo, ou seja, a Satiagraha acabou por causa disto, mas a Lava-Jato continua. Se é contra tucano, para! Se é contra petistas, vai com tudo e protege o que houver de tucanos.

      Estes coxinhas são muito cínicos.

      Tem outra coisa. Toffoli já atacou petistas e já ensaiou se unir ao PIG, já Gilmar Mendes, este daí só ataca petistas e só defende tucanos. É ser muito idiota em se prender a isto.

      • Júlio Crespo

        Porque Dias Toffoli é ministro do STF??? Notório saber jurídico e experiência na magistratura, que não é!!!

      • Júlio Crespo

        “Toffoli já atacou petistas e já ensaiou se unir ao PIG,…”

        Esse tipo de afirmação só poderia sair de uma mente esquerdopata, que pensa que o Dias Toffoli ainda é o advogado do PT, acumulando essa função com a de ministro do STF.

    • Sávio Valença

      Mal sabe ele que Gilmar Mendes é criticado por grandes nomes da doutrina. Ele é visto como medíocre. Teve um que fez uma analogia com a música. Era como se alguém acostuma a ouvir uma relíquia da MPB, ouvisse uma destas músicas de baixo calão depois, assim é Gilmar.

  • Luiz Antonio Barbosa

    Meus caros leitores do Blog da Cidadania, me sinto impotente para tecer algum comentário pois, se de um lado a matéria trata da gravidade da situação de um Ministro que sequer tenho como definir suas atitudes (que a liturgia do cargo exige) em razão do poder que ele do alto de sua vitaliciedade do cargo, do outro lado tenho medo, tenho mesmo medo dele e não me envergonho de dizer publicamente isso, e tenho razão de ter, porque é sabido de todos que leem diariamente os noticiários que ele tem capangas em Diamantino-MT, e ninguém competente até o presente momento se propôs colocar isso as claras. Tenham um bom fim de semana.

  • Benjamin Eurico Malucelli

    Gilmar Mendes é merecedor de total desprezo. Atuando a mando do PSDB, faz qualquer coisa para denegrir a imagem da presidenta Dilma, de Lula e do PT. É um pau-mandado; como tal, não merece confiança e, muito menos, respeito.

  • Alberto Fernando S Borges

    Eduardo, isso só comprova que o estado foi aparelhado, por, fhc( com minúscula, mesmo).

    Abraços.

    Alberto Borges.

  • Luís CPPrudente

    Gilmar Dantas é o mesmo pilantra que deu dois hcs recordes para liberar Daniel Mendes do Oportunistas & Tranqueiras Ltd, foi o mesmo delinquente que protegeu o médico estuprador, o mesmo imprestável que foi colocado no STF pelo finado FHC.

    Esse Gilmar Dantas vê pelo em ovo petista, mas não enxerga o Helicoca e nem o Aeroporto Internacional de Claudio que pertence ao senador Playboy do Leblon.

  • Virgilio

    O pior é termos que conviver com um crápula deste porte por mais de uma década enxovalhando a justiça e transformando os tribunais superiores em órgãos a serviço do seu partido!

  • Daniel

    Esse terceiro turno não vai acabar nunca.

    Li no Fernando Rodrigues que a oposição bolou uma estratégia para o impeachment. Vai esperar o CUNHA arquivar os pedidos que estão transitando. Dai eles recorrem ao plenário, que só precisaria de metade dos votos pro negócio andar. É um golpe sujo, essa galera conspira 24 horas por dia.

    Eu não digo que todo o PSDB, mas a trupe aecista conspira todos os dias, 24 horas por dia, maneiras de derrubar a presidente. Trupe aecista: Aécio, Carlos Sampaio e Cássio cunha lima.

    Quanto ao GILMAR, tem um momento dele maravilhoso. A cara que ele faz no dia 26 de outubro quando o TSE, as 20 da noite libera a primeira parcial da votação para presidente: Dilma 50,99%, Aécio 49,01%, com 95% das urnas apuradas. A cara do Gilmar é algo histórico.

  • Júlio César

    Prezado Eduardo Guimarães, Esse sujeito é pau mandado de FHC e do PSDB. Com certeza ele fez isso para tentar desviar a atenção do corrupto Eduardo Cunha. Ridículo a postura desse sujeito subserviente ao FHC. O governo e o PT deve denunciar em alto e bom som essa sua postura caninamente partidária pró-PSDB e sempre pra prejudicar o PT, DILMA e LULA. Atitudes como essa cada vez mais ele contribui com a desmoralização do Poder Judiciário perante a opinião pública.

  • Marat

    Certa feita, há alguns anos, ao sair de uma feira no Anhembi, vi alguém distribuindo santinhos e pedindo votos. Era Ivan Valente. ele mesmo… Ele não contratou prostitutas ou marqueteiros. Era ele em (muita) carne e osso… Conquistou meu voto!

  • Cláudio

    :

    01:13

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  • H.92

    Obrigado Edu por relembrar a ficha corrida do João Plenário do STF, é realmente um político, e parafraseando o pensador:

    “Quando Gilmar Mendes adentra ao STF, a Justiça sai pela porta mais próxima.”

  • Maria

    Sinto vergonha internacional. O principal motivo é que essa politicagem do STF ensejou o pronunciamento de Evo Morales. O secundario é que a OEA critica a atuacao do governo paulista.

  • Maria

    Na real, os tucanos sempre admitiram os crimes da privataria, agora provados e expostos no livro. Sabiam que algum dia numa mudanca de governo poderiam pagar por eles. Assim empoderaram tucanamente o STF. Ver no ggn por Helena Stephanowitz que a denuncia de Janot na pagina 40 etc liga Serra a Lava Jato. Isso liga FHC. Estao com medo de Moro e do Dominio do Fato. Mas com este STF nao correm riscos.

  • Dermeval Junior

    Dias atrás lia eu o blog do valente e destemido Jornalista Luis Nassif,quando para minha surpresa,deparai-me com um texto de Nassif,escrito do próprio punho,a afirmar que Gilmar Mendes,Dantas para Noblat,Deputado João Plenário para muitos,inclusive o acima assinado,seria um gênio SE não fosse o SE.Justificava a barbaridade,deblaterando SE não fosse isso,SE não fosse aquilo,SE não fosse aquil’outro.Contestei-o no ato.Disse a ele que SE não fosse o SE Papai,um dos maiores professores da língua portuguesa,estaria vivo.Papai também ensinou-me e a milhares de alunos dele,que de fato a palavra SE tinha diversas funções no vernáculo português,entre as quais uma das mais difíceis de identificação,como símbolo de indeterminação do sujeito,o que parece ser o caso..Disse mais.Papai não previu que o pronome SE,impenderia em futuro próximo,um Ministro do STF de SE tornar um quase SE gênio.Ate hoje procuro meu comentário,fiquei tão estarrecido que dei um tempo por lá.

    • Renata

      O Nassif entende da história do jornalismo (já ouvi várias palestras dele no youtube sobre o assunto), mas é ambíguo em muitos momentos. O Paulo Moreira Leite se diz sem partido – como convém a um jornalista, na visão dele – mas não é ambíguo. O Paulo Henrique Amorim se declara abertamente – varguista, brizolista, lulista, dilmista (rs). O Edu já se posicionou aqui várias vezes. Nassif ninguém sabe. Eu pessoalmente gosto quando o jornalista declara sua posição, seja qual for.

    • Wilsoleaks Alves

      Sei não…
      Mas tenho a impressão de que se o PSDB fosse governo, Luis Nassif se sentiria mais confortável.
      Se…

    • Luís CPPrudente

      Lembro que, por volta de 1993, Luis Nassif era um jornalista econômico que apoiava e dava razão à política de privatizações do governo do finado FHC.

      Considero que ele avançou no seu pensamento, mas algumas vezes ele sofre uma recaída de tucanice. Temos que apoiá-lo para que ele não tenha essas recaídas tucanas, pois ele não é um tipo de jornalista que se vende, como muitos dos colonistas que trabalham para o PIG.

  • Vanda Correa Nunes

    Minha pergunta: contra a atuação nefasta do ministro Gilmar nada, ninguém pode fazer NADA? Faça me o favor.

  • Carlos Henrique

    Na época em que ele pediu para as contas de Dilma continuarem sendo “investigadas”, mesmo após ter sido obrigado a aprová-las pelos fatos, percebi que guardava esse pedido como uma carta na manga para usar no momento mais adequado. E o momento mais adequado para os fascistas é agora, quando o Governo Dilma e as forças populares iniciam uma reação após o estrondoso sucesso das manifestações de apoio a Dilma ocorridas quinta-feira, que evidenciaram o grau de respaldo social que o projeto de esquerda possui, capazes de em pouco tempo conseguirem tocar a população alienada e despolitizada pela mídia, principalmente a classe média. Já comecei a ouvir pessoas da classe média, normalmente completamente envenenadas por Globo e sua turma, se não passarem a apoiar Dilma, ao menos reconhecerem o direito legítimo dela continuar no Governo e a evidência de que problemas de corrupção ocorrem em todo lugar, na esfera pública e privada); e também depois de acontecimentos positivos darem uma tônica de êxito ao Governo Dilma, que os barões da mídia tentavam estigmatizar como previamente fracassado(a inauguração da primeira etapa da transposição do Rio São Francisco, uma obra que aguardava desde o Império para ser feita e a visita da chaceler alemã, cheia de empresários daquele país desejosos de investir no Brasil) começavam a colocar no Governo Dilma uma marca de êxito muito superior à trégua estéril admitida pela Globo por medo da reação das forças populares ao golpismo e também para chantagear o Governo para que fosse adiada a entrega do espaço radioelétrico destinado ao 4G( e que hoje é usado pela TV analógica) para as operadoras de telefonia. É NESTE MOMENTO QUE MENDES SURGE COMO A NOVA JOGADA DE ATAQUE DOS REACIONÁRIOS, QUE DEFENDEM OS INTERESSES DA CLASSE DOMINANTE E DOS EUA, NO XADREZ POLÍTICO; JUNTAMENTE COM OUTRAS MEDIDAS DESTINADA A ATINGIR O GOVERNO E AS FORÇAS PROGRESSISTAS EM FLANCOS DIVERSOS(A “BARRIGA”, NOTÍCIA FALSA, DIVULGADA SOBRE A SAÍDA DE MICHEL TEMER DA COORDENAÇÃO POLÍTICA; E O MAIS QUE ESPERADO ARQUIVAMENTO PELO CNMP DAS DENÚNCIAS DE LULA CONTRA OS “PROCURADORES” FASCISTAS QUE TENTAM INCRIMINÁ-LO PELA SOMA DE NADA COM COISA NENHUMA). Tenhamos uma coisa clara, essa e outras barbaridades dos conservadores irão continuar até que consigam garantir que o Governo Dilma não funcione por quatro anos(derrubá-la daria prejuízo devido aos custo de fazê-lo) e impedir que Lula possa candidatar-se em 2018, pois sabem que ele vencerá, ainda que Dilma fracasse. Para impedir que esse golpismo continue só nossa ação política nas ruas poderá ser o contra ponto determinante. Perder tempo com instituições é tolice(elas estão aí para garantir a dominação deles). Só a verdadeira ação política, mostrando força nas ruas, dando nome à tática deles(golpismo disfarçado através da tentativa de impedir que o Governo funcione)e aos seus agentes; Gilmar Mendes, Ministério Público, Globo; garantirá a reversão desse quadro. Eles são covardes, Mendes tremeu nas bases após um relatório de uma auditoria séria e denúncias de Nassif e do Cidadania. Sugiro o 7 de setembro como nova data para manifestações com esse objetivo, impedir a sabotagem ao funcionamento do Governo Dilma e também a prisão de Lula, que são os objetivos verdadeiros dos fascistas. Eles sabem que sem golpe, e disfarçado ou explícito, serão derrotados. Precisamos denunciar quem eles são, mostrando ao povo seus verdadeiros objetivos, e principalmente a constatação do que querem preservar através dos seus golpes, uma Sociedade desumana que precisa ser modificada.

  • Euler

    Não tem vergonha na cara este ministro (sic) do PSDB. Colocou um exército de auditores para fiscalizar as contas de campanha da presidenta Dilma e não encontraram nada de errado. Tanto que as contas foram aprovadas inclusive por este ministro, aspas, do PSDB. Agora tem a cara de pau de tentar desviar as atenções das denúncias contra o aliado dos tucanos, Eduardo Achacador-mor Cunha. É a instrumentalização da justiça pelos tucanos. Um juiz pedir para o PGR investigar as contas já aprovadas com base em nada, ou seja, sem que haja qualquer indício, deveria ser motivo de afastamento deste ministro, aspas. Ele envergonha o país. Foi ele que em plantão deu dois HC para o banqueiro condenado Daniel Dantas. Foi ele que, na condição de presidente do STF, mandou soltar o médico monstro Roger Abdelmassih, que depois fugiu. Foi ele que ensaiou com o então senador Demóstenes Torres, ex-paladino da moralidade da Veja, aquela palhaçada do grampo sem áudio. É ele também que mantém empresa que presta serviços para o estado, contrariando os princípios da Carta Magna, que proíbem essas transações entre servidores e agentes públicos e órgãos do Estado. Enfim, trata-se de um militante do PSDB que usa o Tribunal de Justiça para fazer política partidária. Houvesse o mínimo de isenção, mandaria apurar todas as contas de candidatos que receberam dinheiro das empresas da Lava Jato, como é o caso do candidato Aécio Neves, que recebeu das empresas da Lava Jato volumes até maiores do que a então candidata Dilma. Mas, isso a mídia não diz, porque há um complô golpista ligando mídia, agentes dos tribunais de justiça, da PF e do MP a interesses escusos, contrários à vontade majoritária do povo brasileiro, que elegeu Dilma presidenta e não aceitará mudanças de governo no tapetão. Eles querem manter a presidenta Dilma enfraquecida, para que ela não consiga governar e o país viva um clima de permanente crise institucional, política e econômica. São inimigos do povo brasileiro.

  • Ramos

    Conservadora para manter os proprios interesses, tb tenho parentes proximos togados e sei de seus rolos, do seu inicio em porta de prisao como libertador de bandidos e outras coisitas mais, um deles na base da propina conseguiu aprovacao do MEC para montar uma universidade a toque de caixa. Eles tambem, como outros expoentes da sociedade em outros campos de atuacao tem ha mts anos, alguns herdados inclusive, seus soldados em postos estrategicos em todas as instancias. A corrupcao eh arvore centenaria, profundamente enraizada e com radiculas fartamente espalhadas em todo o territorio nacional, propiciar meios para acabar com ela como vem feito o PT eh motivo de emperdenida guerra.

  • Eduguim,

    Parabéns pelo seu artigo, onde compila a vergonhosa trajetória pública do Min. Gilmar “Dantas” Mendes, deixando patente que quando o Fernando “Boca de Sovaco” Henrique Cardoso acusa o PT de aparelhar os órgãos públicos, está repetindo o batedor de carteiras que, na iminência de ser capturado, sai correndo e gritando “Pega ladrão”. O PSDB todo, aliás, como todo bom hipócrita, é pródigo em acusar os outros daquilo que ele costumeiramente pratica, contando sempre com a blindagem da mídia subserviente, que sempre providencialmente “se esquece” do passado tucano, onde consta exatamente aquele comportamento acusado de vexatório.
    O que me indigna e causa estupefato é que não haja um único Senador petista que tenha tido a coragem de iniciar um “impeachment” contra este canalha travestido de juiz, pois é claro que alguém que consta na “Lista de Furnas”, além de tantas outras falcatruas denunciadas, não se enquadra no conceito de “reputação ilibada” que se exige de um juiz constitucional.

  • waldyr vaz

    Grande Eduardo !!!!!

    Até quando vamos suportar esses conspiradores e golpistas ?

    Em nenhum país do mundo se vê tamanha desfaçatez .

    Não há nenhum senador, nenhuma instituição que chame esse

    infeliz às falas.

    Lugar de conspirador e traidor é na CADEIA.

  • Nádia

    Não entendo como Gilmar Mendes ainda está solto, deveria estar atrás das grades há tempo. Basta de bandidos togados na justiça brasileira.

  • Eduardo Oliveira

    Gilmar é o retrato sem retoques da parcialidade no judiciário.

  • Renata

    A permanência do Gilmar Mendes e a omissão de órgãos que deveriam enfrentá-lo, assim como várias outras evidências, nos mostram que ainda temos muitos esquemas herdados da ditadura e do desgoverno FHC.

    Hoje li matéria de uma jornalista no DCM que mostra o impacto das deformações da Educação, na ditadura e no FHC. Ditadura: substituição das ciências sociais por ‘educação moral e cívica’, massificação via mobral, afastamento dos pensadores sobre o Brasil – Florestan e outros, das artes e dos artistas. FHC: privatização do ensino, falência das universidades federais e das escolas públicas.

    Não é assunto que não tenha a ver com a questão do Gilmar Mendes. Quem nasceu em 1960 tem 55 e está aí em cargos públicos, fundações. Pode ter estudado em escolas caras, mas não tem boa formação geral.

    Mais de uma geração zumbi, sem senso crítico e sem força pra fazer frente ao que representa o Gilmar Mendes.

    O analfabetismo funcional “atinge 68% da população; somados aos 8% da totalmente analfabeta, resultando em 76% da população que não possui o domínio pleno da leitura, da escrita e das operações matemáticas. Apenas um em cada quatro brasileiros (25% da população) é plenamente alfabetizado”.

    Falando sobre a manifestação da classe média que como se viu nas várias pesquisas tem predominantemente ensino superior, conclui a jornalista:

    “Para pedir a ditadura militar e a morte de políticos, as pessoas precisam passar por um apurado processo de animalização, aquele que o nosso sistema de ensino tem oferecido. O marketing transformando tudo em produto de consumo não durável, consumidores consumíveis, produz o restolho obsoleto do que teria sido um ser, e humano; hoje na avenida são zumbis alucinados”. E a gente acrescenta: geração formada pela grande mídia.

    Os governos petistas que permitem a investigação da corrupção e iniciaram a reversão desse quadro tão negativo da Educação são criminalizados – as pessoas sequer conhecem a história do país em que vivem.

  • Eliana

    Não entendo porque ninguém do judiciário faz nada para conter
    este cretino do Gilmar Mendes.

    Ele faz e acontece e não há uma reação dos juízes do STF ou STE.
    Permanece sempre as mentiras e o arroubos deste golpista ,pois ele
    tem caixa de ressonância no PIG.

    Edu não podíamos fazer alguma coisa para contestar o golpismo
    deste pilantra tucano?

    Não é possível que não se possa fazer nada, além de contestar nas mídias de
    esquerda.

  • Valéria PE

    Com todas as evidências das canalhices de Gilmar ,O STF se omite . Impeachment só de Gilmar.

  • José Neto

    Aécio foi intimado a dar uma resposta ao TSE sobre problemas nas contas de campanha em 72 horas, alguma notícia sobre o desfecho???

  • Renata

    Edu, vocês do Barão do Itararé já conversaram sobre uma eventual perseguição aos blogs? Tudo bem que a matéria reproduzida pelo Limpinho & Cheiroso faz uma acusação da qual o Moro tem o direito de se defender (se bem que a matéria não foi produzida pelo Limpinho). Espero que não comece uma sanha contra os blogs (que inclusive não têm o poderio financeiro da grande mídia).

  • Dilma, corta as verbas de publicidade e propaganda que alimentam os veículos GOLPISTAS desse país.

    Façam eles viverem o verdadeiro capitalismo que tanto pregam. Que façam valer a competição que tanto desejam aos demais, os mais competentes seguirão em frente. Devemos valorizar a MERITOCRACIA.

    Mostre a eles que, até você, está acreditando que o mundo vai acabar, como eles nos contam, diuturnamente, nos seus veículos de comunicação “isentos e imparciais”.

    Dilma, precisamos de CHOQUE DE CAPITALISMO no Brasil, então vamos começar com estes veículos de mídia, lesa pátria, que temos em nosso país.

    É preciso, Dilma, economizar durante esta crise. Comecemos então com os valores gastos em publicidade e propaganda, não é tão difícil, o Roberto Requião pode ser chamado a ser o Ministro das Comunicações, deixa a pasta com ele, que ele saberá o que fazer, pois já fez algo parecido no Estado do Paraná quando foi governador.

    Coragem Dilma, sabemos que você tem CORAÇÃO VALENTE!!!

    ‪#‎cortaasverbasDILMA‬

    https://rebeldesilente.wordpress.com

  • Fabio Rodrigues

    Qualquer criança sabe que o ministro (sic) Gilmar é um tucano em ação no judiciário e suas atitudes apenas revelam que quem aparelho o Estado é o republicano (sic) PSDB. Lula 2018 e Dilma Fica!
    Ainda não ouvi o Serra e o FHC pedirem para o Cunha renunciar…

    • Comandante em chefe das forças jurídicas do Tucanistão

  • Fabio Rodrigues

    Fico a imaginar se existe poder mais reacionário que o judiciário….

  • André

    Todos nós sabemos, e eles próprios também, que todas essas tentativas de golpe vão fracassar. Mas continuarão inventando uma atrás da outra até 2018.

  • walter melo

    é isso aí. “isso” e mais a “privataria tucana” e mais outros documentos tornados livros,comprados em qualquer livraria, é o que nos legou o (des)governo do fhc.
    o que me deixa perplexo é a “cara de pau” do senhor acima citado de posar como vestal. “caraco”!

  • JOHN J.

    • Vejam como era bom o governo do FHC, o tucano indicou Gilmar Mendes ao STF mesmo contra todos votos contrários, e que saqueou e sucateou o BRASIL em 8 anos do pior governo do Brasil em todos os tempos. SE NÃO EXISTISSE A INTERNET, O BRASIL ACREDITARIA NESSES DOIS CORRUPTOS QUE MENTEM REPETIDAMENTE PARA FAZER COM QUE SUAS MENTIRAS PAREÇAM VERDADES.
    .https://www.google.com.br/search?q=nos+tempos+de+fhc&espv=2&biw=1366&bih=643&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0CBwQsARqFQoTCKzF-vWuwMcCFQmOkAode2MOqQ

  • Ricardo Borja

    Acho que o STF e a PF, em realidade está rasgando a CF e aplicando o golpe tipo Paraguaio. Eles fazem absolutamente o que lhes dão na telha, inclusive a avacalhação da “Guantánamo” como diz PHA.

  • Renata

    A QUESTÃO DA URNA ELETRÔNICA (resumo postado no fb em 2014, baseado em vários artigos).

    A urna eletrônica se desenvolveu no Brasil entre 1995-1997. Juristas, desembargadores e funcionários da Justiça Eleitoral estabeleceram as premissas e engenheiros do Inpe, Exército, Aeronáutica, Marinha e CPqD desenvolveram o projeto.

    Na eleição de 2002 (FHC/Lula), totalmente informatizada, 73 cidades testaram a impressão do voto, mas houve falhas e esse processo foi abandonado.

    Em 2002, com a permissão do TSE, o PT encomendou à UFRJ um estudo da urna. Ainda em 2002 houve outro estudo planejado pelo TSE e SBC. Em 2003 o TSE contratou a Associação Brisa para mais um estudo.

    O TSE fez melhorias, mas desde 2003 a comunidade científica vem alertando sobre fragilidades do sistema. Cidadãos repercutiram o problema através de abaixo-assinados, petições e postagens nas redes sociais.

    Em 2004 a Venezuela adotou um modelo de 2ª geração considerado por observados internacionais um dos melhores do mundo. Além de outros mecanismos de segurança, imprime o voto para conferência do eleitor. Entre consultas populares, referendos e eleições o modelo já foi testado 17 vezes.

    O engenheiro e político Leonel Brizola disse desde o início que “sem o papelzinho” não seria possível conferir o resultado. De fato, em 2008 a Holanda e outros países proibiram o uso de máquinas sem comprovante por não permitir a conferência.

    Em 2009 os Deputados brasileiros apresentaram o projeto de Lei 12.034, cujo art. 5º previa a impressão do voto que valeria da eleição de 2014 (inclusive) em diante. Os Senadores vetaram o art. 5º, o projeto voltou à Câmara, foi reabilitado e afinal enviado para a sanção do presidente.

    Lula sancionou a lei em setembro de 2009.

    O jornalista Paulo Henrique Amorim comemorou: “Felizmente, o Congresso brasileiro e o Nunca Dantes impuseram o papelzinho, embora os progressistas de sempre – com a adesão incondicional do PIG – lutem contra ele”.

    O ministro Nelson Jobim, o então senador Eduardo Azeredo e a ministra Carmem Lúcia compuseram o lobby contra a lei. A ministra considerava que a impressão colocaria em risco o sigilo do voto.

    O senador Eduardo Azeredo do PSDB (atualmente réu no processo do mensalão tucano) considerava os temores de fraude “paranoia”, não via necessidade da impressão do voto e acreditava ser suficiente a melhoria do sistema de segurança e a disponibilidade dos dados para auditoria dos partidos.

    Azeredo apresentou a PLS 68/2010 para revogar o art. 5º da lei de 2009 com as seguintes justificativas: a impressão do voto “não agrega em termos de segurança e transparência”, “provoca uma série de problemas, tais como aumento das filas para votação, aumento de votos nulos e brancos, aumento do quantitativo das unas com apresentação de defeito…”. http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoaudiencia?id=881

    Foi então requerida uma Audiência Pública: especialistas da UNB reiteraram as falhas da urna e afirmaram que o voto impresso não colocaria em risco o sigilo do voto, com o que concordava o relator, João Capiberibe (PSB).

    Infelizmente, os “progressistas de sempre”, como disse ironicamente o Paulo Henrique Amorim, ganharam a questão. Em 2010 o STF considerou o art. 5º inconstitucional – “Art. 5º: Fica criado, a partir das eleições de 2014, inclusive, o voto impresso conferido pelo eleitor, garantido o total sigilo… – Ac.-STF, de 19.10.2010, na ADI nº 4.543: declara inconstitucional este artigo”.

    Em 2013 revogou o Art. 5º, para indignação de eleitores, movimentos civis, especialistas e alguns jornalistas. Em outros países deu-se o contrário: a impossibilidade de impressão do voto é que foi julgada inconstitucional.

    Entretanto foi aprovada a emenda determinando que os arquivos eletrônicos e as urnas utilizadas nas eleições ficassem disponíveis aos partidos, coligações e candidatos para auditagem dos votos.

    Isso que o PSDB comemora como “vitória” enganando os trouxas (conseguir a auditoria) era fato consumado em 2013 – por lei, os dados estão disponíveis para qualquer partido auditar a eleição.

    (***agora em junho de 2015 a câmara votou finalmente pela impressão do voto, como Lula queria).

    SITUAÇÃO DO VOTO ELETRÔNICO NO MUNDO HOJE:
    O Brasil, país pioneiro em voto eletrônico, é o único que permanece na 1ª geração (dependente de software) enquanto os países que a haviam adotado já a abandonaram e sequer estão usando votação eletrônica.

    Dez países estão na 2ª geração (independente de software).

    Quatro países estão testando modelos de 3ª geração independentes de software e com auditoria facilitada: Argentina (cédula com chip de radiofrequência – a auditoria da apuração pelo voto impresso é simultânea à contagem dos votos digitais na presença dos fiscais dos partidos imediatamente após o encerramento da votação), EUA (voto criptografado), Equador (agora em 2014 efetuou testes com a máquina argentina e também com a venezuelana e a russa de 2ª geração) e Israel (criptografia visual).

    Muitos países nunca adotaram o voto eletrônico.

  • Sabemos que Gilmar Mendes é o Comandante EM CHEFE das Forças Jurídicas do Tucanistão.

    Sabemos que a mídia irá sabotar, hoje e sempre, a Democracia no Brasil.

    O que fazer? Dizer a Dilma o que achamos que é certo.

    @dilmabr Corta as verbas de publicidade destes veículos golpistas, aplica na EBC ou na Educação. Não alimente cobras. #cortaasverbasdilma

    https://rebeldesilente.wordpress.com/2015/08/23/a-ditadura-instalada-no-brasil-um-pais-e-sua-democratica-fantasia-carnavalesca/

  • pikachu

    Menino,
    Que se pode esperar desse l BEIÇO DE SOLA?
    Outra coisa não poderia ser… associar-se a EDUARDO CUNHA (o achacador) e a PAULINHO DA FORCA (que recebeu grana dos patrões – R$ 500 mil – para gorar a greve dos operários).
    A única diferença é que CUNHA o preço é U$ 5 milhões e PAULINHO DA FORCA o preço foi R$ 500 mil….
    Algumas casas decimais e moedas diferentes.

  • Nome

    Ministro Gilmar Mendes tinha razão em relação as doações de campanha para Dilma, foram com dinheiro de propina do Petrolão… Portanto, dinheiro ilegal = caçar a chapa e punir o partido

    • eduguim

      Mas o dinheiro das doações ao PSDB foi com dinheiro do transação e o Gilmar e você não propõem o fechamento do PSDB