Dizei-me com quem andais que vos direi quem sois

Manifesto

O adágio popular cabe como uma luva para uma situação que está não apenas destruindo a imagem do Brasil perante o mundo, mas prejudicando a economia, gerando medo, violência e incerteza entre a sociedade e, o que é pior, sem uma justificativa inteligível.

É triste ver um país em que o padrão de vida melhorou tanto ao longo da última década se deixar levar por um modismo inconsequente que está por arrasar todas as conquistas obtidas com tanto custo nesse período.

Os últimos acontecimentos durante os protestos pelo país, em questão de horas serviram para que os ideólogos da “primavera brasileira” parassem e pensassem que sem Estado e política o que sobra é o caos.

A constante criminalização da política e a militância política travestida de jornalismo fundamentaram a tese dos que querem abolir todas as instâncias democráticas em troca de uma causa que não se apresenta, oculta sob frases feitas e generalistas.

Aos poucos, porém, as pessoas vão se dando conta da verdade. Sobretudo aquelas que se encastelaram no poder e esqueceram que não se governa um país sem fazer política, e que se mancomunam até com o diabo contanto que ele concorde com elas.

Os que acusam Dilma de se aliar a partidos cheios de picaretas em prol da governabilidade ou de se encolher de medo diante de um “jornalismo” mafioso, porém, decidiram ir às ruas ao lado de psicopatas de ultradireita que se aproveitam dos protestos para tocar o terror.

Quem diz que as manifestações são pacíficas e só reagem à violência de uma polícia inegavelmente despreparada, violenta e até corrupta se calam quando fica claro que não precisa polícia nenhuma para o vandalismo eclodir.

Nos últimos dias, a polícia que deu sua contribuição ao vandalismo se recolheu e os protestos degringolaram para a violência do mesmo jeito. E, pasme-se, agora acusam as autoridades de não acionarem a mesma… Polícia!

E quanto à tese de que a própria polícia praticava o terror com infiltrados, apesar do caráter comprovadamente violento dela caiu por terra com as cenas dos últimos dias pelas ruas do país, até porque os autores dessa tese se calaram.

Os que geraram o ambiente que permitiu o caos apesar de não participarem dele, têm que assumir que jogaram centenas de milhares na rua, marcharam ao lado deles e quando desencadearam o terror, agora dizem que nada têm com isso.

Já o governo que pretende governar sem fazer política acaba de ter confirmada a sua queda de popularidade. O instituto Ibope concorda com o Datafolha e mostra que Dilma perdeu popularidade.

Quem prega que ela se mantenha na rota do mutismo e da ojeriza à política se aferra à comparação com a popularidade de outros presidentes com o mesmo tempo de mandato sem levar em conta que a trajetória da presidente é de queda.

Esta, continua dando declarações curtíssimas, não fala ao povo, não lidera o país justamente no momento em que este precisa de liderança, que está sendo usurpada não só do governo, mas da oposição e até da mídia por um grupo de jovens de classe média e alguns vovôs que tentam recuperar a juventude perdida.

Na última terça-feira, assistindo aos telejornais, constato que “um grupo pequeno” tocou o terror pelo país afora, sobretudo no centro de São Paulo. Em um desses telejornais, assisto a 30 minutos incessantes de quebradeira praticada por um “grupo pequeno”.

A avaliação dos telejornais é de que centenas de pessoas destruíram a fachada da prefeitura de São Paulo e arrombaram, depredaram e saquearam dezenas de estabelecimentos comerciais, sem falar em certa rede de televisão que estimulou ao vivo os manifestantes a invadirem a prefeitura ao dizer “culpado por tudo” o prefeito que está há cinco meses no cargo.

Os manifestantes pacíficos que marcharam ao lado de dementes de ultradireita descobrem que estavam em má companhia e, como se tivessem chegado agora e não tivessem nada com isso, querem impedi-los de barbarizar.

Você leva uma matilha de lobos ao centro de uma cidade e quando começam a devorar as pessoas diz que não tem nada com isso porque não está devorando ninguém.

Ninguém tem coragem de dizer isso e, também, que o preço das passagens não tem nada que ver com o peixe.

Várias cidades de todo país cederam aos manifestantes, reduziram o preço da passagem e as manifestações continuaram, com os bandidos que marcharam ao lado dos pacíficos quebrando tudo.

Não é um milagre que “apenas” mutilações e ferimentos entre graves, médios e leves tenham ocorrido entre policiais e manifestantes? Chega a ser inacreditável que ainda não morreu ninguém. Mas, sendo racional, não se pode acreditar que isso não irá mudar.

O que espanta e deprime é ver que ninguém diz o que é preciso porque foi montada uma rede de difamação e intimidação, um verdadeiro tribunal ideológico com pistoleiros ideológicos agindo para calar qualquer divergência.

Nesse processo, muitos que confidenciam em privado que reconhecem o verdadeiro caráter desse movimento que tanto está prejudicando o Brasil por uma causa que ninguém sabe qual é, mas publicamente se omitem, concordam com ele e até o exaltam.

Tudo por medo dos tribunais e dos justiçamentos ideológicos.

Quando as pessoas chegam a ter medo de dizer opiniões legítimas por conta de que serão tachadas de “reacionárias”, “falsos esquerdistas” etc., instalou-se um processo inquisitorial no país.

Desde o primeiro momento, este espaço acusou o risco que representava jogar nas ruas massas incontroláveis. Ao contrário do que dizem alguns pistoleiros ideológicos, aqui jamais houve mudança de rota.

O que tem sido dito é que se deixarem essas manifestações ocorrerem sem contraponto, irão gerar uma tragédia política, econômica e física para o país e que, portanto, se não se pode impedir as pessoas de exercerem o direito de irem à rua, há que ir também e tentar pregar bom senso.

Isso, claro, se não se puder instilar bom senso na sociedade, que precisa entender que um país não pode ser governado por grupos que vão às ruas, mas através daqueles que a maioria eleger pelo voto livre e consciente.

O que sempre foi dito aqui é que não se pode levar massas incontroláveis às ruas e quando saírem previsivelmente de controle ninguém se responsabilizar. E que é antiético inventar uma bandeira fictícia de redução do preço das passagens quando a motivação é outra.

417 comments

  • Desde o começo de tudo isto eu alertava as pessoas da esquerda moderada para não se deixarem seduzir, mas se deixaram.

    Desde o começo eu dizia que iriam se arrepender amargamente de apoiar este movimento.

    Eu queria estar errado, torcia e torço para estar errado, mas tudo o que vejo, tragicamente, comprova minhas primeiras impressões e opiniões.

    Para quem ainda não percebeu, está chegando a hora de um grande acerto de contas, a direita vem com tudo e com sede de vingança.

    Apesar de não ser religioso, já estou quase rezando para estar errado, para as minhas previsões não se confirmarem.

  • by Esron Vieira O povão de São Paulo está muito passivo quanto ao verdadeiro motivo da carestia no estado que é o preço abusivo dos pedágios que eleva todos os custos da cadeia produtiva e do comércio. Passou da hora do povo protestar contra o pedágio caro nas rodovias assim como foi feito na Imigrantes. O frete da China até Santos, é bem mais barato do que de Santos à São Paulo (absurdo),´por conta dos preços do pedágio. Protesto pacífico neles.

  • Pois é, eu falei. Minha colega de trabalho aqui, ativista de Facebook, se calou e não vai mais a passeatas “apartidárias”. E agora? Molecada de classe média que não sabe de nada; brincando de primavera árabe e occupy wall street num cenário quer não tem nada a ver com esses. E um monte de gente de esquerda sustentando isso.
    São tão macaqueadores esses cretinos que iniciam um movimento de desmoralização do governo sem saber o que estão fazendo e sem ter ideia do pode vir a acontecer.
    Quero ver se vão por a cura gay na pauta. Duvido.
    Depois de tanta luta para instaurar um governo que, a despeito de todas as melhores decisões que poderia ter tomado, trabalha pelo Brasil e pelo povo, vem um bando de moleques remediados sem noção do que é a política e o mundo, juntamente com uma maturidade romântico-idiota, falar em mudar o país. Imbecis! estão é abrindo o espaço para a manutenção da situação ainda terrível deste país.
    É gatopardismo de carona nesses retardados desses moleques.

  • A distorção dos fatos diários feitos pela Rede Globo, sem reação da Presidenta Dilma e seus ministros fez com que este sentimento de desilusão, é pena, pois muita gente derramou sangue para chegarmos até aqui.

    • Aí torna-se necessária a pergunta que não quer calar: Cadê a comunicação do governo que a expressiva maioria do povo elegeu para governar? Por que temos que aceitar uma mídia que se diz partido de oposição utilizando uma concessão pública, a TV, para fazer ilegalmente proselitismo político contra o governo constitucionalmente eleito?
      Cadê a coragem que a vida quer, nessa hora?

  • Nao há controle, Eduardo. Belo texto. Eduardo.

    E ridículo o que esta acontecendo em Fortaleza, e ridículo dar as costas ao hino nacional, isso deixa claro o que querem, e fascismo. Um golpe de Estado.

  • Edu,

    Concordo plenamente com você, alias desde o começo das manifestações achei tudo meio nebuloso.
    Estou com o sentimento que podemos estar diante de uma das maiores armações já realizadas (lembram do guru indiano trabalhando nas redes sociais?).
    Acho que muitas pessoas começaram a acordar (até o Rodrigo Viana…)

  • Edu, estive na praça da se ontem, e a maioria é sim de filhos de classe media de bairros centrais. Quem mora na periferia estava mais preocupado em ir embora pra casa, o comercio e as empresas da região fecharam mais cedo e a consequencia foi plataformas do metro e pontos de onibus cheios, os trabalhadores indo embora e os manifestantes chegando. Virou manada mesmo , carnaval , circo. Voce esqueceu de dizer dos pseudo esquerdistas que pensam que estão em 64/68 ainda…

  • O que dá mais medo é não conseguir identificar o que esses bandidos querem. Estouraram portão do palácio do governo, porta da prefeitura, carro da Record, jornalista da Globo…política no Brasil geralmente tem dois lados, vc consegue identificar, rastrear canalhas até políticos ou militantes, aqui há simplesmente ódio sem RG, o que torna difícil previní-lo.

    Infelizmente, a única alternativa é a polícia reagir de acordo no momento em que isso acontecer. Quem for de bem e estiver nos protestos vai saber que não vale brigar por essas pessoas; são animais, simplesmente.

    • Esse RG não existe porque provavelmente as impressões digitais é de gente de fora do País.

      Se começarem a julgar que Dilma é uma governante fraca e incapaz, o pedido de impeachment que já está correndo a internet vai virar alternativa. E quem assumirá será o Michel Temer…boa perspectiva para os conservadores e a Globo que entende do riscado, pois no passado já criou um impeachment em bases bem mais frágeis e que funcionou.

      O que será que o PT está esperando para chamar o povo a defender a democracia?

  • A ideia era boa no início, mas foi desvirtuado por aqueles que viram no movimento uma nova oportunidade de dar azo ao golpe, tentado por outras vias desde 2005. Se a mídia e os reaças eram contra os “vândalos”, de uns dias para cá viram neles a tábua de salvação, sem contar os ladrões oportunistas.
    As PMs são de direita e sempre serão. Cobrar dela atitude ou interferência em alguma ação que possa beneficiar politicamente/proteger um governo de esquerda é pedir demais. Foi assim na Virada Cultural, quando até arrastão rolou e a PM nada fez. Sendo de direita, as PMs odeiam democracia, pois nem dentro dos quartéis ela existe. Pensar que a PM tem de respeitar um político de esquerda eleito é utopia. Alckmin e sua PM desrespeitaram Governo e Justiça Federal no Pinheirinho, atropelando liminar e o escambau. Ninguém responde nada nem vai responder pelos inúmeros crimes praticados.
    Instituição PM só respeita ditador, fascista, nazista, etc. porque tem os mesmos princípios, meios e fins.
    A verdade é a seguinte, na minha humilde e honesta opinião: a direita viu uma oportunidade enorme de chegar ao poder pelo voto, em primeira mão, com o desgaste que essas manifestações irão causar em Dilma. Mas, se não der certo no voto (pesquisas e intenção de voto…), creio que o golpe virá. As chances são enormes.
    O brasileiro adora baderna e não vai perder a chance de se mostrar nas tevês, ainda mais a PM fazendo corpo mole quando o prejudicado é alguém da esquerda, do PT.
    Crítica ao omisso PTSP… vou me abster.
    Um abraço, Edu.

  • Estou de saco cheio de defender este governo .Desde 2005 estamos enfrentando uma direita que nunca teve escrúpulos e vai fazer qualquer coisa para voltar ao poder. A culpada das coisas chegarem a este ponto é a Presidenta Dilma, quero ver se o controle remoto vai tirar as pessoas das ruas. A maioria destes manifestantes não viveu os anos de desemprego, falta de universidades, investimentos públicos,etc, por isso não reconhecem os avanços da ultima década.
    Agora, só existe uma possibilidade deste projeto continuar, é Lula de novo em 2014.

  • Parabéns! Seu texto é irrepreensível e diz tudo que estou sentindo agora. A preocupação começa a tomar conta das mentes mais serenas, mas muitos adultos idiotizados e que deveriam ter mais responsabilidade continuam a se derramar em elogios a essa “moçada”, “rapaziada”, que virou o Brasil de cabeça para baixo e está nos dando “lições de democracia”. Quanta insensatez! Onde está a democracia numa postura que diz assim: “se você não fizer o que eu quero, quebro a sua cara”. Pois é exatamente isso que esses jovens do Movimento Passe Livre estão fazendo: se nossa exigência não for atendida, vamos parar a cidade e, quem sabe, o país! Onde está a democracia numa atitude como esta?! Quando se tenta impor uma vontade dessa maneira, sem aceitar negociação, conversa, ponderação, não se está agindo com o mínimo de respeito à verdadeira democracia. Tenta-se apenas sitiar um governo e uma cidade, em nome dos “direitos” de uma minoria que se julga representante de todos. Parabéns por manter este espaço livre da insensatez. Obrigada por me representar de fato. Um grande abraço.

  • Cadê a passeata na porta da Globo ?!

    Porque a FSP que fica no centrão…facil de ser acessada, não foi alvo dos protestos ?

    A Revista Veja até agora está tranquila na marginal Pinheiros. Até quando ?

    E o estadão dorme o sono dos justos na marginal Tietê. Até quando ?

    Quando os revoltosos com a concentração da mídia iram marchar para cima desses escroques ?

    Quando os veículos da velha mídia se articularem e batizarem esse movimento (assim como o fizeram com o mensalão) aí a m**** estará feita !!!

    Vão achar um nome “bonitinho” para essa manifestação e logo associá-lo ao PT, a Dilma, ao Lula, ao Haddad…

    Aí , meu caro não adianta ficar atrás do teclado escrevendo…

    O momento é chamar esse povo que busca uma direção e mostrar para eles que grande parte dos problemas existentes advêm da velha midia esclerosada e venal.

    Tem que levar essa moçada para frente da Globo, da FSP, do Estadão, da Veja….

    Aí eu quero ver !!!

    • Disse bem!

      Alguns manifestantes atacam a grande mídia, mas tá faltando encostá-la na parede.

      Apesar disso, parece que há um forte discurso anti velha mídia circulando por aí. Pelo menos em SP parte dos manifestantes está vacinada contra a Globo e similares. Vejamos…

  • Caro Eduardo, assim como você comprei muitas brigas em família por não apoiar protestos sem causa definida realizada por revolucionários de butequim de faculdade.

    Muitos analistas de esquerda embarcaram nessa canoa furada, a maioria por pura ingenuidade, alguns para parecerem eternos jovens rebeldes.

    Era sabido que isso não acabaria bem e que a mídia golpista acabaria tomando conta da agenda assim como fez com o STF e manipulou o julgamento do mentirão à luz do dia e com direito à transmissão pela televisão.

    Só quem não conhece a perversidade das elites latino-americanas e, em especial a brasileira, poderia acreditar em coelhinho da páscoa, o governo Dilma está encurralado por um problema que nem é seu, a globo deita e rola e os golpistas estão mais assanhados do que nunca.

  • Tudo estava muito claro desde a primeira manifestação. Mais óbvio impossível de que a extrema direita em seus diversos segmentos, respaldada por mais de uma década pela golpista mídia hegemônica, é que esta por trás de tudo. O odor de 1964 está se tornando insuportável. Só não o percebe quem, por idade, não o conheceu ou quem o conheceu mas, por uma razão qualquer, perdeu o olfato político com o correr dos anos. O roteiro é similar ao daquele ano fatídico. A manifestações atuais são a edição “moderno-facebookiana” das famigeradas “marchas da família com deus pela liberdade” daquele tempo. Agora só estão faltando os mártires que, pelo andar da carruagem, não tardarão. Aí o governador (repetindo o papel do Adhemar de Barros de então) solicitará a presença do exército, alegando não poder conter a situação com suas forças locais de segurança. A Presidente Dilma, obviamente, se oporá. Então um general qualquer aqui do II Exército assumirá, à revelia, a repressão ao movimento. E por final, outros generais do mais alto escalão, alegando perda do controle pelo governo federal, educadamente desta vez, exigirão o afastamento da Pres. Dilma. Este é o terrível quadro que pode se tornar realidade, infelizmente. A extrema direita, os grupos golpistas de sempre, incubados desde 1984, veem o momento como uma oportunidade única de voltar ao poder.

    • Pois é…
      Quando o Eduardo escreveu ” 2013 o ano do golpe”, pensei que ele estava exagerando.
      Estou com uma sensação de angústia com o que está acontecendo. POVO BURRO!!!!

  • Dementes de ultradireita???? Todos as pessoas realmente comprometidas com a verdade sabem que o MPL sempre teve incentivo do PT, PSTU, PSOL, todos de esquerda. Sempre realizaram protestos e barulho quando governaram São Paulo partidos de oposição, agora que o movimento ampliou e os esquerdistas perderam o controle – pois se passou a protestar contra tudo e todos e vandalizar – querem negar a paternidade. Ora, qualquer inteligência mediana sabe que um estado gigante e pai, que dê gratuiitamente tudo a todos, é sonho da extrema esquerda. Lamentável que o fanatismo pela defesa de um partido político que, em dez anos de poder, não avançou em questões urgentes como segurança pública, educação e saúde, limitando-se a manter pobres dependentes de bolsas-esmolas com fim eleitoreiro,, não o permita admitir a verdade.

    • Dificilmente alguém que vá escrever algo realmente importante, aliás, como bem fizeram os comentaristas até o momento, usaria do expediente de grafar um pergunta com tantas interrogações assim como você fez no início de seu rancoroso comentário.
      O PT jamais se aliou a PSOL, PSTU, PCO ou qualquer outra excrescência partidária para agredir instituições ou cidadãos e por isso mesmo é o partido mais bem quisto do país. Um em cada quatro eleitores brasileiros sente alguma empatia pelo partido de Lula e Dilma
      Quando você fala um filete de veneno lhe escorre pelo canto da boca porque seus argumentos foram extraídos lá do Reinaldo Azevedo, dos coturnos noturnos da vida.

  • Sou de Campinas, tenho dois “amigos” no meu face que säo do PSOL. Um foi candidato à prefeito ano passado e a moca candidata a vereadora. Até pedi votos para eles.. Precisam ver ,como eles deliram com a situacäo, para mim foi uma decepcäo, pois como militantes eles deveriam ser exemplo. Hoje ele postou um vídeo com ele , falando ,convencendo pessoas para ir ao manifesto que acontecerá em Campinas. Que desilusäo com esse tipo de gente. Para mim näo tem carater, tudo em nome do próprio interesse, ele está apenas tentando tirar proveito desta situacäo para angariar votos para a próxima eleicäo. Acho isso nojento.

  • Conforme testemunhou o Azenha ontem na frente da prefeitura, quando manifestantes de classe média alta gritam “foda-se o Brasil”, queimam a nossa bandeira e partem para depredações e quebra-quebra está mais do que na hora de todos os democratas de todas ideologias, partidos, movimentos sociais e sindicatos reagirem. Este ovo da serpente tem que ser esmagado agora antes que seja tarde demais. Basta!

  • “Você leva uma matilha de lobos ao centro de uma cidade e quando começam a devorar as pessoas diz que não tem nada com isso porque não está devorando ninguém.”

    Concordo. concordo, concordo

    Ontem fui a única voz destoante em uma discussão (conversa acalorada) entre umas oito pessoas, por defender idéia idêntica.
    Já enviei e-mail com o link deste artigo para todos.
    Estes protestos são tão infames, que pela primeira vez Eduardo Guimarães e Reinaldo Azevedo estão do mesmo lado.

  • Eduardo, como sempre seu texto é perfeito.

    Você vai direto ao alvo, acerta exatamente no ponto.

    Eu penso que os líderes do MLP (que se diz horizontal, sem liderança) deveriam ser responsabilizados judicialmente sobre o que está ocorrendo.

  • ah presidenta dilma tem culpa nisso, nunca deu uma resposta, pra midia, fica calada, como se tivesse medo.
    agora tem q ir a tv, se nao vai perder mais popularidade.

  • Edu, to contigo, sei que tem grande experiencia em manifestaçao, fiquei encima do muro com este MPL, tenho até camaradas de outras manifestaçoes, ele mesmo disse tem muita direita infiltrada, creio que eles nao tem mais controle, a Rede Globo e os grupos extrema-direita do Serra e da oposiçao tomaram conta!!! levantei isto na NET, de uma olhada!!!
    Este é o Machao que era o liderr do grupo de vandalos que foi contratado nao por quem???
    a policia foi atras mas nao o achou??? nao havia interesse??? aconteceu o mesmo no RJ, DF, CE, MG, PR, eles querem um MORTO, para começar o GOLPE DE ESTADO, tipo Paraguai ou Honduras???

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=534317809949720&set=a.531379120243589.1073741828.531371666911001&type=1
    https://twitter.com/surigueira/status/347157925124534272/photo/1
    https://twitter.com/franchini/status/347165071828459520 e aqui:https://twitter.com/franchini/status/347187679781347329

    CPF/CNPJ: 00022334770817
    NOME: TIAGO CIRO TADEU FARIA
    NOME DA MÃE: MEIRE DA PENHA FARIA
    DATA DE NASCIMENTO: 04/03/1982
    [email protected]
    GKE1234 I/HONDA CBR 600RR 2010/2011

  • Boa tarde Eduardo,

    Votei na Dilma. Voto nela mais 600.000 vezes se necessário. Sei que o governo dela é muuuuuito deficiente no que diz respeito as comunicações, mas o seu e o meu “trabalho” é manter os canais abertos e não descansar em buscar a verdade e retirar a máscara da canalhada!

    Abraços

  • dez anos de ódio infundado, derramado pelo pig sobre os brasileiros deram nisso.
    todos tem a perder.
    os únicos que podem faturar algo são os reaças.
    pela internet chegam mail deles com a rubrica: eu não avisei?
    são os tais 4% (eles não me representam).
    penso que, do jeito que a coisa vai, a única liderança que poderia unir os brasileiros é lula da silva. (será?)
    infelizmente dilma vai perdendo o bonde da história.
    se o governo tentar fazer a licitação das áreas do pré sal, vai ser o diabo.

  • A hora de parar…
    Uma reflexão: Quando a esmola é demais o santo desconfia…A imprensa/mídia reverteu muito rapidamente o seu discurso. A princípio achei que fora um passo inevitável diante de tanta barbaridade da PM na quinta – (na quarta manifestação). Ocorre que foi dada uma senha do governador à bandidagem e aos extremistas … Tal senha seria a total liberdade para a manifestação ‘pacífica’. São Paulo foi lá e fez a manifestação com mais de 200 mil nas ruas sem nenhum, absolutamente nenhum incidente. Cuidado que todos os manifestantes tiveram em não depredar, não criar conflitos etc…Mas, no palácio, área de segurança, que há muitos anos ninguém chega nem perto, a polícia ‘prevaricou”
    deixou tudo rolar absolutamente tudo. A PM, não tem meio termo …é pau, ou nada! Então não faz nada e assim legitima o pau! Os manifestantes não entraram no palácio porque não quiseram. Essa foi a senha. Pois no dia seguinte os saques e quebra-quebra no centro deram novas motivações para a intervenção da polícia, agora legitimada e pronta para defender desta vez, nada mais nada menos do que quem? … os ‘manifestantes’.
    A imprensa por sua vez, mudou o discurso e percebeu que poderia se apropriar do discurso alheio e tudo pode ser, agora sim direcionado contra Dilma, PT etc.. A mídia usou para si e reproduz o discurso que quer. Embutiu sua pauta ilegítima na dos na dos que protestam legitimamente. Porque a pauta dos manifestantes é o aumento de $ 0,20!! Mas coube tudo dentro da dimensão tomada… Então, agora os apresentadores de TV estão ‘cheios de dedos’ para falar, – ÓH, são só uns poucos infiltrados, a manifestação é pacífica, democrática, como é linda a Paulista… Amanhã todo mundo lá heimmmm!!!

  • Caro Eduardo,
    O desencanto entre os jovens com os partidos (não com a política), e com a própria democracia representativa (o que é muito mais grave), é inequívoco, daí a amplitude inédita das mobilizações que, queiramos ou não, não podem ser ignoradas. Considero um erro, portanto, estigmatizá-las.
    Talvez fosse a hora de a esquerda minimamente organizada (partidos, sindicatos, organizações estudantis, movimento dos sem terra, etc.) tentarem elaborar uma pauta mínima de bandeiras e palavras de ordem e a acoplassem ao movimento pelo congelamento da tarifa. Reivindicações como “40 horas semanais”, “Reforma agrária ampla”, “Transporte público gratuito e de qualidade”, “Proibição de financiamento eleitoral privado”, “Marco Regulatório para as Comunicações”, podem dar uma direção consequente ao movimento, aproveitando a energia e a vitalidade já despertadas. Além disso, com a participação dessas entidades as manifestações teriam um cunho muito menos anárquico, baderneiro e conservador. É aquela velha história de fazer do limão uma limonada.
    Além disso, o recado aos partidos e políticos é claro. A juventude não se sente representada por qualquer um deles. Que os governos petistas tenham realizado uma transformação social importante no País é fato inegável; porém é necessário avançar, e muito. A começar pelo arejamento das instâncias internas do partido, enferrujadas pelo desaparecimento da militância, principalmente dos jovens, que não se sentem motivados a participar da disputa entre tendências por cargos no(s) governo(s) e posições de direção no partido, que é o que restou da antiga, real e decantada democracia interna do PT.
    Se me refiro exclusivamente ao PT é porque, além de ser um antigo militante, continuo a achar que, dentro do atual espectro político-partidário, é o único que ainda pode voltar a ter, pelo menos, uma parcela da antiga representatividade. Espero que o partido aprenda alguma coisa com esse “tranco”, caso contrário pagará o preço nas urnas, mais cedo ou mais tarde. Como dizia o grande Florestan Fernandes, “partidos são passageiros; a luta social é permanente.”
    Um abraço.

    • Mas é exatamente isso que estou dizendo, vamos aproveitar a onda da manifestação para pedir a regulação dos meios, reforma política, reforma judiciária, etc… vamos todos unir, e todos nós teremos a verdadeira bandeira, pois, do jeito que está, ninguém está entendendo nada, ninguém sabe porque está protestando, já perguntei para vários e todos dizem a mesma coisa, “protestando por tudo”, ou seja, não sabem. Agora é hora, pois, as bandeiras chamarão atenção, e já que a mídia está “apoiando” dizendo que os baderneiros são infiltrados, e que a manifestação é pacífica, é melhor ainda para nós. Vamos lá galera, não podemos perder essa oportunidade, será a voz do povo pedindo, e podem ter certeza será milhões.

      • Gente, acabei de ver no face, a CUT vai estar na Candelária-RJ amanhã a partir das 16:30, para manifestar o que acabamos de dizer, pela regulação dos meios, reforma política, etc. Galera do Rio não percam!

  • Desqualificar esses manifestantes, chamar tudo isso de modismo (!) de classe média ignorante, rotulá-los de rebeldes sem causa acompanhados de vovôs em busca de juventude perdida (!!), é o primeiro passo para ser engolido por tudo isso.

    Os protestos não são contra a Dilma ou o PT, apesar de obviamente afetarem ambos por serem a presidente e seu partido. Os protestos também não são contra a política de forma geral; eles são contra o MODO como se tem feito política no Brasil, independentemente de partidos ou pessoas.

    Faz tempo que o norte último de qualquer governo tem sido a reeleição – ou a eleição de seu sucessor. Sintomático que depois de protestos gigantes pedindo entre outras coisa melhor saúde e educação, a presidente não correu para se reunir com seus ministros da saúde e da educação: correu para se encontrar com seu marketeiro.

    Mas repito, essa eclosão de insatisfações acabaria acontecendo mais cedo ou mais tarde, não é culpa específica ou isolada de um grupo político ou outro. Apenas calhou de coincidir com o PT no poder. Se sairá melhor dessa que reconhecer os novos tempos, ao invés de ficar negando o óbvio.

    Dilma e o PT fariam bem se reconhecessem sem demora (e de fato, mas não apenas no discurso vazio de uma notinha oficial) a legitimidade da insatisfação popular, mesmo que as demandas sejam difusas e pouca claras. O primeiro passo para resolver um problema é reconhecer que ele existe! Quem não entender isso vai perder o bonde.

  • Edu, desde o último post aqui do blog – O preço de deslegitimar o poder e a política – eu fiquei com um pé atrás quanto ao que era dito em relação à manifestação. Primeiramente gostaria de fazer uma observação ao post anterior, pode parecer uma repreensão mas não é. Lá você menciona que foi ao protesto de carro, a partir daí você, na minha opinião, perdeu totalmente o crédito. Todo mundo sabe como funciona um protesto, sai de um lugar para chegar a outro, muitas vezes, longe do ponto de partida, a partir do momento em que você vai de carro há a necessidade de se voltar para o ponto inicial, ou seja, a probabilidade de adesão ao movimento do início ao fim é pequena, o que de fato observou-se. E ir de carro para um protesto contra o aumento no preço da tarifa de ônibus? Isso não soa um pouco, como eu posso dizer sem ser desrespeitoso?,… fora do comum? Afinal, a questão central do protesto é o aumento em si do preço da passagem, mas não só isso, e sim o fato de que não aturarmos mais aumentos consecutivos pelo que nos é oferecido. As pessoas que foram ao ato, em sua grande maioria, utilizam o sistema público de transporte como principal meio de locomoção e assim o fizeram para ir ao Largo da Batata. Em meio a essa onda que invadiu o Facebook com imagens e etc, me deparei com uma interessante que enquanto os motoristas reclamavam do trânsito “causado” pela manifestação, ouvia como resposta que ele, o carro, era o trânsito, e não deixa de ser um pouco de verdade, afinal o excesso de carros é um dos motivos que levam aos congestionamentos em sp. Não sei onde você trabalha nem com o que, mas você mesmo já disse que mora na região da paulista, sério, eu pego ônibus e metrô todos os dias, e o que mais me irrita é o ônibus pela sua irregularidade no quesito tempo, e percebi que eu me estressava por nada, ir andando é bem melhor, às vezes vou lendo, sim é possível ler e andar ao mesmo tempo, ouvindo música, quando tenho companhia vou conversando e não me estresso com o busão e ainda economizo R$3,20. Então eu te peço encarecidamente, tente rever seus hábitos, não só para você, mas para quem ler isso daqui, no começo é chato, você tem que se programar melhor, se for gordinho como eu, dependendo do trajeto vai suar um pouco sim, mas nada que faça você parecer que saiu da academia e não permita que se apresente daquele jeito para seu chefe. Ah, e não me venha com desculpas sobre tempo ou otimização deste, pois dá para se fazer tudo, ainda mais na região da Paulista que é um lugar muito bom para se andar, falo isso porque moro na ZN e quem conhece sabe que aqui é só morro.
    Bom, escrevi tudo isso para tentar mostrar minha indignação com uma pessoa que vai a um protesto de carro, nada contra, mas tente se colocar do outro lado.

    Eu ia falar do testo em si, mas confesso que cansei um pouco, digo que não gostei muito, há um pouco de excessos de esteriótipos como “modismo inconsequente”, “pessoas vão se dando conta da verdade”, “psicopatas de ultradireita” e outras coisas que não vou me postergar.
    Mas antes de ir, gostaria de perguntar o que você quer dizer exatamente com:

    “O que sempre foi dito aqui é que não se pode levar massas incontroláveis às ruas e quando saírem previsivelmente de controle ninguém se responsabilizar. E que é antiético inventar uma bandeira fictícia de redução do preço das passagens quando a motivação é outra.”

    Porque, na minha opinião essas massas são controláveis sim, haja visto que há quem esteja pedindo o fim da corrupção, PEC 37 e outras coisas que não tem a ver com o ato inicial. E a bandeira da redução do preço é uma bandeira real, agora o que fizeram foi tentar colocar outras bandeiras nesse mastro.

    Grato,

    Henrique.

  • Escreve aí, Edu: o PT vai sair muito mais forte disto tudo. A cada ação corresponde uma reação de igual intensidade e sentido contrário. Acredito muito na dialética. Hoje de manhã, no meu trabalho, tive oportunidade de defender o PT para colegas que geralmente nada falam sobre política. Ao pregar a descrença na política, os manifestantes a estão colocando na pauta. Agora é a chance da Dilma identificar as demandas reprimidas, atendê-las e vencer no primeiro turno. A grande derrotada, na minha opinião, é a Marina, que insufla, com a sua rede, o descrédito da política, e vai ter a sua imagem associada com a destes jovens reacionários, desarticulados e baderneiros.

  • Não podemos condenar todo um movimento por causa de meia dúzia de baderneiros que se infiltram no movimento. Esses problemas podem ocorrer em qualquer manifestação!!!

    As manifestações começaram sem foco, mas começa a tomar um norte, o povo cansou de tanta coisa que não funciona nesse país. Nada mais legítimo do que sair às ruas!!!

    • Concordo, mas quem se dispõe a promover um protesto desses deveria saber que ele bem pode ser infiltrado por agentes provocadores. E criar mecanismos para preservar os militantes pacíficos. Assim, eles poderiam manter a pureza do seu movimento e desvincular-se de vândalos eventuais.

    • Permita-me indagar. Em uma democracia representativa os indivíduos podem ser e geralmente são organizados pelos partidos, estancia legítima da atuação política. Então como e porque não se pode declarar tais pertencimentos? O tempo todo aqueles jovens se dizem apartidários etc…Chegamos nessa geléia geral, massa amorfa que parece passear sem destino. É, as aparências enganam a unidade do movimento virá de fora, exatamente do nucleo que o concebe estratégicamente. Por isso essa reunião de fragmentos é muito propícia a um comando, que a meu ver está chegando. Lembremo-nos que o STF já tem tudo organizado. Pois até a delaçáo premiada do sr Marcos Valério foi arquitetada para incriminar o Presidente Lula e com isso tirá-lo de cena.
      O ódio de classe chegou no limite. Talvez, talvez ainda dê tempo.

  • Deixa os esquerdopatas quebrarem tudo, ocuparem tudo… Quando o povo de verdade não aguentar mais a arruaça de vocês, adivinha por quem vão pedir para colocar ordem? Vai ser lindo.

  • Vc, Eduardo, ficou em cima do muro sim!

    E tem sua parcela de culpa, sim!

    Custou a perceber o que estava acontecendo, e perdeu um tempo danado indo a manifestação e descrevendo a mesma, como se fosse um reporter!

    Vc é uma analista politico e esquerdista! E isto é muito e gostamos de vc por causa disto! E muito inteligente também! E escreve muito bem, como poucos!

    Mas todos tem o direito de errar, pois sabemos que é bem intencionado, e muito! Um dos maiores valores da esquerda brasileira!

    Mas assumir o erro é sinal de sabedoria também. Avisamos aqui deste a primeira hora! Aqui e no Nassif, outro que ficou se equilibrando em malabarismos sociologicos para explicar o óbvio: os filhos da Veja, do PIG, estão nas ruas, despolitizadoS e mal informados como eles queriam.

    E vcs dois malandros velhoS, caindo nesta armadilha básica!

    Vamos para a luta, para desmoralizar estes fascistinhas de classe média alta, junto com extrema esquerdas infantis e anarquistas profissionais!

    Abcs e parabéns por este excelente post, à excessão da patrulha ideológica que simplesmente queria te alertar! Devia é agradecer, isto sim!

  • Eduardo, tá tudo muito bem tá tudo muito certo sobre o que você escreveu, mas se quem tem obrigação legal, moral , institucional e inclusive -vergonha na cara- e reagir e conduzir a nação, parecer ter narcolepsia,( como você mesmo escreveu” Apertem os cintos a Piloto sumiu”, o que podemos nós fazer?( O Blatter é quem está falando das vantagens da Copa, como investimentos turismo, hotéis etc, o que se gasta será recuperado 10x mais), mas a Piloto sumiu…

  • É que pode parecer um julgamento moral, mas é um pouco de inveja em si. Quantas pessoas não dariam tudo para morar perto de um metrô e, se possível trabalhar perto de um. Tirado quando há problemas, que apesar de terem aumentado são exceções, o metrô é previsível e por mais que o trajeto percorrido seja longo, quanto tempo você fica desconfortável dentro de um vagão? 20, 30 minutos se o seu trajeto contar com CPTM, senão serão 20 minutos, sendo que não serão os 20 em um lata de sardinha. Portanto, para mim pelo menos, não é racional utilizar carro quando tem o metrô como opção. Entende?

    • Que lucidez você espera?
      Conversei hoje no Shopping com uma garota, tipo classe media,
      ela sentou-se na mesma mesa que eu na area de alimentações. Convocava os amigos
      para manifestação de amanha em Salvador.
      Comecei a lhe perguntar sobre o movimento e o queriam, nao dizia coisa com coisa, alguns
      chavões globais e mesmo assim sem muita lógica.
      No final das contas, lhe perguntei, se tudo era uma merda agora, o que ela achava que foi o
      tempo de ACM.: Resposta, ele roubava, mas, pelo menos fazia.

  • Edu.
    Mais um belo texto.
    Trabalho próximo a praça 7 em Belo Horizonte.
    Estou estarrecido com o que vejo, é uma multidão de jovens que param todo o centro comercial.
    Não existe uma liderança, nada.
    Como sair desse impasse? Ouço pessoas nos pontos de ônibus recriminando o PT e a Dilma por conta da das manifestações. Tento conversar com elas mas minha esposa pede que não. Diz que estou transtornado e que não tenho serenidade para argumentar. Talvez tenha razão.
    Mas enfim, não acha que não está na hora da Dilma vir a público tentar arrefecer os ânimos?
    E o ministro da justiça, e o PT?
    O que podemos fazer?
    Obrigado por tudo e um grande abraço.

  • Concordo com bastante coisa do texto, também não tenho muita simpatia por um protesto meio sem objetivo, com quebradeira, etc. e é claro que há muitos oportunistas pegando carona.
    Mas acho que tem um ponto que você escorrega, aliás como muitos nesse blog. Vocês insistem em que o país está uma maravilha, não há motivo para protestar, são 10 anos de avanços, etc.
    Como assim? claro que avançamos (e não foi só nos últimos 10 anos, estamos sempre avançando um pouco) mas ainda há muito que fazer, o governo Dilma é, em muitos aspectos, uma decepção (por exemplo na defesa das mulheres e outras minorias é de uma omissão absurda). Quer vocês queiram ou não, a economia NÃO está bombando, a situação hoje é pior do que há 5 ou 3 anos. Vocês talvez sejam daqueles petistas encastelados nas estatais e que estão sempre longe do mundo real, mas quem está ralando nos empregos ‘normais’ está vendo que há problemas, pra não falar de outras coisas que não avançaram ou avançaram muito pouco, como a infraestrutura, a segurança, educação, saúde etc.
    Avançamos, sem dúvida, e eu aplaudo em muitas coisas os governos do PT, mas dizer que não há motivo pra protestar é o fim da picada, é de uma cegueira ideológica absoluta.

  • Discordo de sua avaliação sobre as manifestações e não acho que estejam prejudicando o Brasil. Estive na manifestação que saiu do largo da Batata e ontem estive na Paulista, os manifestantes sabem porque estão na rua. Você reduz os manifestantes a “massas incontroláveis” e não tem nada a ver. As pessoas estão insatisfeitas, raciocinam, tem opiniões legítimas sobre o Brasil e não se faz política apenas por meio de partidos, certo? Votei em um PT que prometia que faria política diferente e acabei tendo que engolir o Sarney. A popularidade da Dilma (em quem votei) cai porque ela decepciona, o eleitorado não é imbecil nem massa de manobra. Aprova quando está bom e desaprova quando não está. Também não acho que a responsabilidade pelo vandalismo seja dos integrantes do Movimento Passe Livre, é responsabilidade do Estado o controle e não de um movimento civil. Assim como em outras áreas do serviço público, falta preparo a polícia.

  • Edu,

    Charles de Gaulle, disse : “O Brasil não é um país sério”, na guerra da lagosta, em 1960 e pouco.
    O gen não mudou e os brasileiros continuam com a síndrome do “cachorro que caiu do caminhão de mudanças”

  • Meus primeiro comentário nas redes sociais na semana passada:

    Nada disso estaria acontecendo se o prefeito de São Paulo fosse José Serra, a passagem iria para R$ 3,50 ou R4,00, haveria alguma manifestação, e depois de um ou dois dias ninguém mais tocaria no assunto.

    Parte da Blogosfera Progressista, toda festiva, apoiou os primeiros protestos.

    • Concordo com você, estes dias falei algo parecido com outras palavras, certamente se fosse o Serra ou qualquer um do PSDB ainda na prefeitura, nada iria acontecer, e o pior a imprensa se calaria se fazendo de santinha..

    • Caro Roberto
      Concordo, se com a perda da prefeitura de SP, é tudo isso, imagine, quando eles tiverem que entregar o Estado de SP nas mãos do PT. Faz parte da guerra declarada.
      Saudações

  • A grande maioria do povo brasileiro sabe que o país está melhor em comparação com o resto do mundo, vamos levar fé nessa gente que ama a Paz.

  • Mais um ótimo texto, Edu.
    Agora começo a matutar: sera que a extrema dificuldade de se convencer as pessoas a terem participação politica nas ruas, em manifestações, não decorre justo do fato de que SEMPRE a nossa direita raivosa e assassina colocar provocadores e violentos infiltrados em quase todas as manifestações publicas?
    Dai desestimulam a participação, pois “sempre degenera em baderna”.
    Uma tática perfeitamente plausível, e que a CIA poderia muito bem usar.
    E não me venham com teoria da conspiração, que nossos “amigos” do norte não brincam em serviço e tem imaginação para fazer o impensável.
    Por isso mesmo é que estão mantendo sua hegemonia imperial (por tempo não muito longo mais, espero).

  • A elite tupiquim, que de boba não tem nada, após um susto inicial, se reacomodou e, atravês da velha imprensa conduz o movimento ao seu bl prazer e com uma pauta que já é bem conhecida, vejam a capa do jornal o popular de Goiânia veriquem a convocatória via Twitter e a pauta que já nao tem mais a ver com os pontos defendidos pelo MPL
    http://folhadospin.tumblr.com

    • Pessoal, espalhem, o PT vai as ruas amanhã nas manifestações, diz o Presidente Rui Falcão

      Publicado em 19/06/2013

      Rui Falcão: PT vai às ruas com o MPL

      “Quem disse que o PT tem medo de rua ?”

      O ansioso blogueiro conversou por telefone com o presidente nacional do PT, Rui Falcão, logo após Alckmin e Haddad anunciarem que tinham revogado o aumento das passagens.

      (O prefeito do Rio anunciou, também, uma redução.)

      O que se segue é uma reprodução não literal da entrevista.

      O ansioso blogueiro perguntou o que se passou entre o meio dia desta quarta-feira – quando Haddad foi firme e não anunciou a redução na tarifa – e o inicio da noite quando anunciou.

      Falcão acredita que Haddad se sensibilizou com os argumentos expostos na reunião do Conselho Social; com a pressão social e os sentimentos de uma parte dos manifestantes que, legitimamente, reclamam da qualidade dos transportes; e, por fim, com os argumentos do próprio PT.

      Rui esteve com Haddad à tarde e é possível que, aí, tenham sido analisadas, também, considerações do “conselheiro” Lula.

      O que está em jogo, diz ele, não são os R$ 0,20, apenas.

      É mais complexo e envolve todos os entes federados, disse.

      Está em curso um PAC da Mobilidade, com R$ 33 bilhões.

      A desoneração do PIS e do Cofins e nas folhas.

      O Congresso analisa a renegociação da dívida dos municípios – e o Ministro Mantega teve uma reunião ontem sobre isso – e, com relatoria do senador Lindembergh, uma proposta de tirar o ICMS dos pneus, do óleo diesel e dos carros para transporte metropolitano.

      Só as desonerações para transportes chegam a R$ 60 bilhões.

      Mas, é bom não esquecer que o Haddad cumpre o que prometeu.

      Ele está abrindo corredores, duplicando vias de acesso.

      Haddad não falou em tarifa zero.

      Não deu aumento de tarifa de ônibus acima da inflação.

      E ele tenta antecipar a entrada em vigor do bilhete único mensal de novembro para mais cedo.

      O PT vai participar mais ativamente do movimento nas ruas.

      Para não deixar que a Direita e a Globo tomem conta: “para não dirigir para outro rumo”.

      O movimento, porém, não pode repudiar os partidos políticos.

      Por isso, o PT vai amanhã para a Avenida Paulista, com bandeira e tudo.

      Porque o PT luta pela reforma política.

      Pela democratização dos meios de comunicação.

      E isso tudo tem que ser exposto.

      O movimento pelo redução da tarifa foi infiltrado pela Direita, com o que o Cerra chamou de “Cansei pra valer”.

      É bom não esquecer que a esquerda começou o movimento para protestar contra o Allende, a Direita tomou conta e o Allende caiu.

      “Onde já se viu o PT ter medo de gente na rua ?”, perguntou ele.

      “Nós vamos amanhã – quinta-feira – para a Paulista com as nossas cores e as nossas bandeiras.”

      Porque no Congresso só não avança.

      O Movimento pelo Passe Livre procurou o MST para ajudar na manifestação de amanhã, para evitar os vândalos e o desvirtuamento.

      O MST topou ajudar.

      Mas, ponderou: que história é essa de não ter partido ?

      Se não tem bandeira, não tem carro de som, não tem palavra de ordem com hierarquia, não tem organização, não tem voz de comando.

      E que história é essa de falar mal da classe média ?

      “Nós não somos o Partido que botou 40 milhões de pessoas na classe media ?”

      “Não estamos festejando essa ascensão ?”

      “Vamos caminhar junto com esse movimento, com a classe média.”

      “Não temos medo da rua.”

      Paulo Henrique Amorim

  • A Globo diariamente passou para as pessoas que o Brasil estava em estado de falência total. Tudo estava errado, não havia mais salvação e estávamos entrado em uma inflação de proporções de uma tragedia.

    Esta mesma emissora, mandou os seus reportes para as ruas fazer a cobertura do movimento. Foram expulsos. Resolveram fazer a cobertura com helicopteros mantendo distância dos manifestantes.

    Caso Globo não se sentisse responsável pelo que acontecia, faria um editorial no JN e convencia aos participantes do movimento, que os seus jornalistas estava ali fazendo uma simples cobertura do acontecimento.
    Optaram fica no alto, como se dissesse, não temos coragem de nos juntarmos a vocês. Declarou para todos, somos covardes.

  • AINDA É CEDO PARA SE TIRAR CONCLUSÕES, É UM MOVIMENTO ESPONTÂNEO,A MAIORIA NEM USA ONIBÚS,NADA A VER,TEM DE TUDO PELA SUA NATUREZA DIREITA,ESQUERDA,LADRÕES,ETC,OS VÂNDALOS SÃO MINORIA FAZEM MUITO BARULHO,A MÍDIA REPETE DEZENAS VEZES AS MESMAS IMAGENS. É CEDO PARA SE TIRAR CONCLUSÕES,QUANDO BAIXAR A POEIRA DA PARA SE FAZER UM BALANÇO! ATÉ O MOMENTO,A DILMA GANHA NO PRIMEIRO TURNO,CLIMA DE GOLPE NÃO EXISTE,O CONTRARIO,A DIREITA PODE POR AS BARBAS DE MOLHO!

  • Me parece que rotular aqueles que “tocam o terror” de “psicopatas de ultradireita” é forçar um pouco a biela. Não? Mas, ver isso num blog de simpatizantes de esquerda não é de surpreender. É do jogo.
    Será que não tinha gente da esquerda e extrema esquerda também tocando terror?
    Será que não tinha gente apartidária e/ou sem nenhuma ideologia, que não tem a mínima noção do que é esquerda, direita, centro, PT, PSDB, PSTU, PMDB, DEM, etc tocando terror?
    Aqueles que tem antipatia pelo governo Alkmin taxam a polícia militar de violenta, reacionária etc quando ela age contra os manifestantes. E se se ela deixa de agir é taxada de omissa. O que fazer então.
    Quanto a dizer que fazer esses protestos é uma forma da oposição sabotar o governo denegrindo sua imagem para a comunidade internacional é outra coisa que vai contra a verdade dos fatos. Em outros países, mesmo desenvolvidos na Europa e EUA pessoas saem às ruas pra protestar e quebra-quebras acontecem.
    E quando o PT era oposição os militantes petistas também saiam às ruas pra fazer seus protestos sem se preocupar se a imagem do país seria ou não manchada la fora.

  • Eduardo,

    sempre acompanhei o teu blog mas desde que tu começastes a comentar sobre os protestos venho discordando. Não compreendo como tu podes tentar chamar toda essa manifestação de “modismo inconsequente”. Há anos em que o Brasil não se manifestava para ser escutado de verdade. Há anos vejo milhares de pessoas reclamando que o Brasil é um país de pessoas acomodadas. Há anos venho escutando a mesma ladainha de que nada muda. E quando acontece algo de positivo, tu vais de encontro com as ideias do governo defendendo-o a fogo e a ferro. Estamos vivendo um momento político de extrema importância (e extremamente delicado). Tu defendes o governo como quem defende a própria religiãom teu artigo me parece uma fé cega. As manifestações são legítimas, se vandalismo surgir que ele seja punido (não de forma física).

    Compreendo que existe um grande receio em função da direita que está se aproveitando desse momento de instabilidade política para reverter a situação das eleições de 2014 ou mesmo para tentar dar um golpe de Estado. Concordo plenamente com a blogosfera sobre essa possibilidade e também fico apreensivo quanto a isso. Mas deslegitimar as manifestações só porquê vêem de uma classe média ou de adolescentes e ainda por cima colocando como foco essa apreensão ou medo da direita ou ainda medo de perder tudo o que os atuais governos fizeram, é querer abafar o que o Brasil está mostrando de mais grandioso nesse momento. E o pior é que todas as tuas críticas vão de encontro aos comentários de Arnaldo Jabor e companhia mas do lado político oposto. Cheira-me à imbecilidade e o que vejo é que os políticos têm condições de fazer algo por quem mais precisa. É hora de escrever história de verdade. Temos elementos nas mãos e o PT está em um momento crítico e estou feliz por isso.

    Internacionalmente as informações estão sendo distorcidas de maneira tal que muito está se difundindo em relação às informações fornecidas pelo PIG. Brasileiros mundo à fora estão se movimentando para mostrar a realidade (e tentar mostrar o que realmente está acontencendo) e os protestos em todas as cidades fora do Brasil demonstram apoio e convergência nas opiniões e protestos. Chegamos num ponto onde todo o rancor e ódio por todos os problemas que temos explodiram e aí a questão é dicotômica, o que deu força ao movimento foi exatamente essa insatisfação geral por grandes e variados problemas. Essa grandeza é utilizada como crítica pois temos um movimento sem intenções realmente definidas. Além de estamos vivendo um processo de politização, muitos jovens que nucna se interessaram por política estão lendo jornais e procurando se informar.

    A internet, os celulares, os smartphones aliados às mídias digitais (facebook, twitter, etc) faz de todo mundo um jornalista em potencial, um difusor e um polarizador de ideias. Se o PIG tentar um golpe ou manipular informações, não tenha dúvida que os manifestantes serão os primeiros a cairem em cima e a chamarem a população para combater isso. Vide o arrependimento de Jabor, Datena, Veja… Vivemos mudanças e acho triste que não veja isso ou que lamente. Talvez a blogosfera esteja ficando velha.

      • Vitor, nos meus 49 anos, nasci em 1964, nunca, mas, nunquinha mesmo vi o Brasil chegar a esse ponto, nunca acreditei que um dia o país estaria assim, emprego, salário mais valorizado, realmente, nunca mais quero aquele Brasil antes do Lula, nunca mais mesmo, foi muito sofrimento, o que me deixa triste é ver pessoas mau agradecidas, sendo que os tucanos sucatearam o país e patrimônio público e ninguém cobra isso dos tucanos, aqui em São Paulo, eles encheram de praça de pedágio, que impacta nos preços de tudo, gerando inflação, a educação, saúde e segurança que é da alçada do estado, ninguém cobra isso do Alckmin, basta ver a situação dos professores estaduais, ninguém está se manifestando por eles. O Brasil está MUITO BEM SIM, a mídia está criando terrorismo e sujando a imagem do país e pior manipulando as pessoas a acreditar nisso. Na época do FHC, a mídia mostrava como se o país não houvesse problemas, e tínhamos muito problema, o país estava caótico, a miséria estava tomando conta da maioria dos brasileiros. Seja justo, e espero que todos que estão aí repetindo o mantra da mídia que o país está ruim, reflita, leiam os jornais antigos, para ver a diferença entre o Brasil Antes e Após Lula.

    • Vitor, o blogueiro está contra porque ele sabe perfeitamente quem terá de ser jogada aos leões caso seja necessário saciá-los por “tudo de ruim que está aí”. E é por isso que ele está contra. Hoje foi publicada uma nova pesquisa mostrando a insatisfação da população. A reeleição está definitivamente comprometida.

  • Edu e companheiros internautas. Essa onda de manifestação é a nossa grande chance de fazer faixas, cartazes bem grandes e letras enormes para chamar atenção mesmo, pedindo à nossa presidenta a Regulação dos meios de comunicação, tem que ser bem grande e bastante para todo lado, onde a mídia não consiga esconder. Já publiquei isso no face, vamos lá galera!!!

  • Quem apoiou o golpe de 1964. globo e cia.
    Quem apoiou todos os golpes na América Latina e Central.globo e cia.
    Quem apoiou a invasão do Iraque e no oriente médio.globo e cia.
    Quem apoiou a queda do muro de Berlim. globo e cia.
    quem apoiou todas as primaveras. globo e cia.
    Qual a história desses lugares depois.Como vive seus povos.
    Como vivemos pois o golpe de 1964.

    Sempre o mesmo método.
    Manipulação,mentiras,assassinatos de reputação etc.
    E…de golpe em golpe,formam seus impérios. Resta pra,
    nos o povo a miséria.

    Mas, uma vez Grande Eduardo vc. tá correto.

    Parabéns.

    • Baixou em algumas cidades já tinha baixado e teve manifestação.
      Estou com Edu, o problema não é o custo das passagens urbanas tem algo mais atrás dito .

  • Estudante de arquitetura é detido sob suspeita de apedrejar prefeitura

    GIBA BERGAMIM JR.
    LÉO ARCOVERDE
    DE SÃO PAULO
    Atualizado às 17h47.

    A Polícia Civil prendeu o jovem identificado como Pierre Ramon, que aparece em imagens como um dos integrantes do grupo que destruiu a entrada da Prefeitura de São Paulo durante os protestos contra o aumenta da tarifa na terça-feira (18).

    O rapaz, cuja idade não foi revelada, é estudante de arquitetura de uma universidade privada e filho de um empresário da área de transportes. A polícia diz que ele não é ligado a nenhum partido político nem ao Movimento Passe Livre.

    Por volta das 17h desta quarta-feira, o jovem prestava depoimento no Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado). A polícia confirmou que era ele após ouvir testemunhas e confrontar a foto dele com as que constam na página dele em redes sociais.

    Após o depoimento do jovem, a polícia deve pedir a prisão temporária dele por dano a patrimônio público e formação de quadrilha. A Folha, porém, apurou com policiais, que Ramon não era líder do grupo, e apenas acompanhou manifestantes que atacaram a prefeitura.

    “O menino é trabalhador. Ajuda o pai em uma empresa familiar. É universitário, não se trata de um criminoso”, disse um investigador. O rapaz, que não tem passagem pela polícia, está acompanhado de um advogado. A Folha ainda não acesso a ele.

    • “O menino é trabalhador. Ajuda o pai em uma empresa familiar. É universitário, não se trata de um criminoso”, disse um investigador.

      Claro, jovens da classe média ou da burguesia sempre serão meninos.

      Para as crianças proletárias é preciso a redução da maioridade penal, pois tem que ser responsabilizadas por seus atos criminosos.

      Viva a democracia burguesa!

  • Hoje pela manhã, ao abrir meus e-mail, deparei-me com um convite a passeata do dia 20 de junho. Caí na esparrela de além de dizer que não vou, falar também das coincidências destas arruaças com o que aconteceu em 1964. Falei ainda que se estavam a favor da CIA ou do PSDB deveriam continuar com o evento. Em 64 era o governo de João Goulart, governo popular, nacionalista e preocupado com a população em geral. A direita vendo que não conseguiria retornar ao poder foi para as ruas. Foram inúmeras passeatas, engrossadas sempre por estes esquerdistas de ocasião. Quem ainda não se lembra do cabo Anselmo, agente da CIA infiltrado aqui? O que é diferente de hoje? Foram centenas de mensagens grosseiras, no Facebook, falando tudo e um pouco mais de alguém que nem conhecem. Não acredito em milagres. Com estas pessoas, teremos um retrocesso político. Se a Europa e os EUA estão em situação preocupante foi porque os países em desenvolvimento tomaram uma fatia grande do mercado destes países. Urge desestabilizar estes países para que eles venham a ter o superávit que tinham antes do governo Lula.
    Antes de Lula, o maior exportador de café solúvel era a Inglaterra. O único problema é que a Inglaterra não produz café.

  • Haddad arrego. Lula arrego. Dilma arrego. E a esquerda no Brasil não existe. Game Over. Esquerda de verdade está na Argentina, em Cuba, na Venezuela, no Equador e no Uruguai. Aqui é tudo um cambada de galinhas que não conseguem se livrar dos limites do terreiro.

    Esquerda medíocre, que no primeiro latido neoliberalista abrem as pernas. Essa esquerda não vale nada.

    Viiva Fidel
    Viva Cristina
    VIva Rafael Correa
    VIva Mujica
    VIva a esquerda de verdade.

    O que sobre no Brasil é um bando de cagões.
    Game Over.

      • Você deve ser um dos que acredita que nada mais presta no Brasil. Seu nível é péssimo. Boa sorte na sua caminhada. Sinceramente quero que figuras como vc tenham sucesso. Saco cheio de esquerda que está do lado dos manifestantes do Mackenzie. Tenho horror a mauricinho e vc deve ser um, pq eu não sou. E não estou do lado desses jovens que do dia pra noite acreditam que nada mais presta neste país. Por mim, companheiro vc pode sentar na cadeira da presidência e seja feliz.

  • Só discordo do “psicopatas de ultradireita”. Pelo que li, as depredações partiram principalmente de grupos punks e anarquistas, que não se bicam com os neonazistas, pelo contrário, até marcam hora para sair na porrada. Eles não tem ideologia definida, ao contrário dos neonazis, mas é compreensível você não conhecer detalhes das tribos. O que não compreensível é que você parece achar que todos os esquerdistas são seres angelicais incapazes de atos de violência, o que a história, o PSTU, PSOL e congêneres já cansaram de provar que são, em piquetes e invasões na USP, por exemplo. Tem dezenas de filmes no youtube.

  • Baixaram a tarifa. Não valeram a pena os protestos. Foi muita energia gasta à toa.

    É o claro que o consórcio Alckimin-Haddad faria isso espontaneamente.

  • O trabalhador paga 6% do seu salário referentes ao vale-transporte, independentemente de quanto custa a passagem.

    Como a média salarial do trabalhador brasileiro é baixa, o que ele gasta com vale-transporte não é o primeira, nem a segunda, nem a terceira e nem mesmo a quarta prioridade do trabalhador.

    Esse movimento é um despropósito.

    A juventude filha da burguesia e da classe média não sabe nada de política. Não se lembra nem do nome das pessoas em quem votou para deputado e vereador nas últimas eleições.

    Se soubesse um mínimo de política, teria se manifestado diante de verdadeiras barbaridades que acontecem, como, por exemplo, o terrorismo do apagão e o terrorismo da inflação.

    Essa massa de manobra está sendo usada para enfraquecer o governo.

    O único governo que melhorou o Brasil, a única vez na história em que todos os brasileiros têm comida.

    Que aprendam a votar em deputados e senadores, para que no futuro, os governos não precisem governar com apoio de Sarneys e Temeres.

    A Dilma vai cair nas pesquisas, os investidores estrangeiros fogem, nas próximas eleições o poder volta para o colo da direita e voltamos à idade da pedra.

    Será que esses jovens sabem essas coisas?

    Outra coisa: As pessoas adoram falar que o gasto com a Copa é um acinte. Será que elas conhecem essa informação? Produzida pela Ernst & Young em parceria com Fundação Getulio Vargas :

    Copa 2014 vai gerar R$ 142 bi adicionais para economia brasileira

    http://leiturasmarona.blogspot.com.br/2013/06/copa-2014-vai-gerar-r-142-bi-adicionais.html

  • Fica fácil pra esse PIG apátrida manipular essa dita classe média.
    Essa gente não conhece a história do Brasil,se julgam europeus.
    Um povo que não conhece sua história da nisso,vira massa de manobra.
    Essa gente é a mesma que queimou a sede da UNE.
    É a mesma que apoiou e apoia o golpe, as torturas e assassinatos de quem
    lutava por um Brasil para os brasileiros.

    Esse é o caldo do ódio que eles tem dos projetos de inclusão social do Gov. do PT.

    São fascista!!!!!!

  • Ufa! Maravilhoso texto Edu! Como é bom para minha sanidade ouvir e ler a voz da sensatez! Você, o Nassif e um professor de história da UNB, Yuri Soares, no sítio da Maria Fro, traduzem o que sinto desde segunda-feira. Manifestação bacalhau, na nossa democracia delegativa, é dar espaço aos saudosos oportunistas do coturno retomarem putrefatas idéias.
    P.S: Baixaram os preços das passagens no Rio e em São Paulo. E agora? Qual será a próxima reivindicação? Fora Dilma? Fora PT? E vão colocar quem lá? O neo-fascista do STF?

    Onde estão as revoltas aos verdadeiros fantasmas das democracias sulamericanas, a concentração de terras e a mídia corporativa?

    SEM LEY DE MEDIOS NÃO HÁ DEMOCRACIA, HÁ PLUTOCRACIA!

    SEM REFORMA AGRÁRIA NÃO HÁ DEMOCRACIA, HÁ PLUTOCRACIA!

    Lhe agradeço por poder lê-lo, sempre!

    Abraços!

  • Tenho ido às manifestações, algumas, pensando nisso, que nas ruas podemos fazer alguma objeção às depredações, etc. Mas há infiltrados de extrema direita que hostilizam quem tenta parar e aí vão atrás os arruaceiros que não tem nada na cabeça e os bombadinhos sevafastam. Está na hora dos movimentos organizados se retirarem e parar de dar guarida aos nazistas que aproveitam para agir.

  • Edu, tenho sido uma voz discordante do rame rame de louvação a esses jovens irresponsáveis que tem levado essas multidões para as ruas do país, sem saber ao certo o que querem e seus objetivos finais.

    Virou moda protestar nas ruas, em qualquer lugar e por qualquer motivo, ao invés de bandeiras definidas, são contra tudo e contra todos e depois disso vem o que mesmo ?

    Fico indignado ao me perguntar o que esses fedelhos mimados já fizeram por este Brasil e o tanto que estão destruindo, tanto em patrimonio público como na imagem do nosso país tão durante conquistada nos últimos 11 anos.

    Acredito que 50% desse movimento é cópia e repetição do que está acontecendo na Europa, oriente médio e na turquia, eles acham bacana ir para as ruas mesmo sem saber ao certo do porque disso, depois ficam se curtindo nos facebok da vida e o pais que se dane.

    Agora quanto a ação da PM na 2a. feira e ontem a noite, acho que foi estrategia da PM para mostrar que não é ela que inicia a violencia, que tem elementos dispostos a causar confusão, com ou sem polícia, como ficou demonstrado ontem.

    Hoje falei com várias pessoas e já manifestaram que estão de saco cheio dessas manifestações, pois não conseguem voltar para casa depois de um duro dia de trabalho e ficaram indignadas com a destruição do patrimonio público (que é de todos nós) e saques no comercio.

    Comerciantes do centro e dos locais das manifestações também não aguentam mais o prejuizo no movimento de vendas e os do centro pelas perdas nos roubos que sofreram.

    Acho que está na hora da parte séria da sociedade, que é a maioria começar a se manifestar e por um ponto final nessa coisa amorfa que são essas manifestações.

    Passou do ponto.

    • Verdade, Donizeti, começa a haver uma saturação das pessoas.

      O erro desses “manifestantes” foi o de achar que são o centro do mundo. Assim, danem-se os comerciantes, dane-se o patrimônio público, danem-se os de classe baixa que querem voltar para casa.

  • Eduardo, o momento é inegavelmente delicado. Sofrem – sofremos – os que de idade um pouco mais elevada percebem o risco real de conquistas materiais e políticas tão duramente obtidas sofrerem abalos significativos.

    Não estamos sós, é claro. São variados os estratos sociais – e etários – que percebem e desconfiam da natureza das manifestações, de sua gênese e principalmente de seu desenvolvimento.

    Massas nas ruas de grandes centros urbanos sem um mínimo de coesão ideológica e sem lideranças que se expressem como tal é ingrediente para prato explosivo.

    As falhas dos partidos mais orgânicos que compõem a base do governo não têm como deixar de ser apontadas. Ao fim e ao cabo, entretanto, não podem ser elevadas à categoria de causa maior do problema que está posto. A confusão do momento é inegável. Análises as mais variadas – por vezes até antagônicas – se sucedem e o clima é tal que parecem, muitas delas, palatáveis. É um redemoinho. Lances de uma partida de xadrez extremamente difícil, em que o contendor sentado à direita “roca” duas vezes, move peões como cavalos e cerca-se de bispos a agir como torres fossem. Gritamos contra isso, mas a câmara de ressonância é do adversário.

    Ao que tudo indica, estamos diante de um lance muito ousado. Creio que não é para um mate, mas que o rei está em xeque, infelizmente, não seria exagero dizer. O fascismo usa bem os seus cavalos. De Troia.

  • Eduardo, muita calma nessa hora.

    O momento é de entender o que está acontecendo e capitalizar. Quem capitalizar melhor, leva melhor.

    Não nos esqueçamos que quem está no poder e quem tem o poder da caneta é o governo federal, com crise internacional e tudo. E que a eleição está bem longe. Q

    O mais importante é a calma e a estratégia.

    • Eduardo, muita calma nessa hora.

      Entender a mensagem das ruas e encontrar uma forma de entender o que se passa e agir corretamente é o grande desafio do governo federal e dos governos do PT, em geral. Até dos governos da oposição.

      Voltando a Sampa, Haddad fez bem de voltar os preços ao valor anterior; agora, a Prefeitura tem que chamar as empresas “na chincha” e demandar delas mais contribuição à população. Abrir os contratos, abrir as planilhas de custos, com base em fiscalização. Isso leva tempo, mas precisa ter prazo. E a contribuição das empresas pode vir de duas formas:

      a) Aumentando sua contribuição na conta.

      b) Sob a forma de mais conforto nos ônibus, de mais ônibus para a população. De mais investimentos.

      Quanto à presidenta, ela precisa tomar algumas decisões importantes:

      a) Decidir: manter Mantega ou chamar outro ministro, mas decidir e ir prá frente. Qualquer decisão é válida, o importante é não deixar o ministro atual sangrando. Se ficar Mantega, prestigiar o ministro e ir em frente.

      b) Delegar mais para os seus ministros-chave. Dilma deve estar exausta com tanta centralização. E exigir melhorias de peso na saúde e na segurança, num primeiro momento. Cadê o ministro Cardozo? O que ele tem a apresentar, afinal?

      c) Criar um programa de peso para a área de esportes, de maneira a aproveitar essa infraestrutura das Copas que dizem que não será usada.

      d) Criar imediatamente uma comunicação diferente com a sociedade, uma espécie de relatório trimestral (ou bimestral) dos feitos do governo. Dando satisfação à sociedade.

      • a MIDIABANDIDA tem a capacidade de colocar as mentiras produzidas por ela na boca dos trouxinhas que protestam sem causa- ou quase, nas ruas. O que eu tenho visto aqui em BH é FARRA é FESTA, é o comercial da FIAT.

        Meleca de passe livre, nenhum. É protestar por protestar. E protestar pelo que pede a midia para aparecer na mesma. Os meninos do MPL não sao aparicios. Gostei do Lucas e da menina.

        O problema é que os CANSADOS de TODAS as faixas etarias se sentiram empoderados pela midia, pegaram carona no MPL e agora parecem comandar as açoes.

        Aqui em BH Clovis Bornay-clone disse que vai pensar em redução da tarifa. Quer, pelo visto, manter a “garotada” nas ruas…
        A radio itatiaia termina o programa de maior audiencia tocando CHICO BUARQUE e musicas de combate à Ditadura como Amanhã Vai Ser Outro Dia, tocam Quem Sabe Faz A Hora… uma loucura!

        A DIREITA midiatica tá saltitante, numa felicidade incontida, que nem pinto no lixo. Meu nojo de tudo isto já não cabe em mim, está demais, quase insuportável!

        Como nos custará cara a LENIENCIA e OMISSAO do Gov Federal na questao das Comunicações, na Regulação da Midia, na ausencia do Direito de Resposta…

        Como pode uma Midia Bandida que nem a nossa ser a porta-voz, o farol que guia a juventude protestante nas ruas…?

        Que País é este?!? Que juventude acéfala e acrítica é esta?

  • Agora mesmo, no jornal local, a TV Record identificou um dos líderes do quebra-quebra contra a Prefeitura de São Paulo. Trata-se de um estudante de arquitetura de faculdade particular, filho de empresário de transporte, cujo nome não consegui memorizar.
    E agora?

  • Enquanto a garotada estava jogando Davi Lucas sangrando mas lutando a turma do contra queria ser mais Brazil ,quando cantaram o Hino Nacional por sinal emocionante pelos torcedores na arena castelão um manifestante coitado virou as costas mostrou que não é nacionalista e sim anarquista. Ate´Felipe técnico ,estava emocionado com olhos visivelmente vermelho .Enfim dentro do estado era mais brasileiro .Fora do estádio baderna saque destruição.

  • Eduardo, o que está ficando claro nisso tudo, é que cada vez mais a mídia divide o país e a classe média urbana que tem acesso de maneira mais intensa à internet, é a mentora destes protestos, ecoando vozes dos fascistas da mídia.

    São pessoas que se informam, comem as notícias da imprensa, que não gostam do PT. Claro que nestas manifestações têm pessoas de todos os tipos, mas é a classe média, orquestrada por grupos que estão atrás disso aí, quem está conduzindo estas manifestações.

    Mas ficou claro, também, que a classe trabalhadora, se informou, alguns foram lá, mas a maioria manteve sua vida de trabalho. No entanto, percebeu-se o seguinte, por mais que a direita tente derrubar no golpe, percebeu-se que, a esquerda não entrega o poder no golpe e vai para a luta. Mesmo Dilma não tendo se manifestado, mas hoje faland com algumas pessoas, conversando e via fone, falamos sobre isto.

    As pessoas ditas menos esclarecidas sabem que há aquelas que estão por trás destes movimentos. Foram exatamente os chamados menos esclarecidos que me chamaram atenção e dizer que isto era um golpe contra Lula/Dilma?PT. O que estou a inferir sobre tudo isto, é que qualquer tentativa de golpe, sabe-se hoje que os petistas têm respaldo dentro do próprio pvo para ir pro pau e não entregar o poder por meio de voto, mas entrega-se o poder pelas vias democráticas.

    Não adianta alardear o fascismo, não adianta fazer estes discursos fascistas diários da Globo, enfim, dos meios de comunicação. Há respaldo na população, há desconfiança dos ricos que estão por trás disto. Quando o golpe vier, de uma coisa eu sei, vai haver pau. É o pior dos mundos, mas ninguém entrega o poder tomado sorrateiramente como tem se tentando.

    A Globo está a cada dia sendo odiada por estas pessoas. Existem estes jovens que estão aí e não sabemos para onde eles irão. Pelos discursos, são novos , repetem os discursos dos meios de comunicação, mas quando chegar o amadurecimento, vamos ver para onde eles irão.

    São pessoas que seguiram orientação do face do Jô Soares para dar as costas no momento da execução do hino nacional. De irem para as ruas contra a PEC 37 sem saber do que se trata, mas repete os comentários dos analistas amestrados da Globo.

    São garotos e garotas que falam em educação, saúde, segurança, mas não sabe raciocinar do que há por trás dos lobbies, dos financiamentos de campanha, não fala dos corruptores. Odeiam Jabor, mas invocam a orientação de Jabor em favor da PEC 37. Enfim, reproduzem os discursos da mídia.

    Mas todas estas coisas já foram analisadas por vocês, blogueiros sujos, quando falavam da falta de proximidade do PT com os movimentos sociais, da inércia com a mídia, de achar que será aceito pelos ricos e classe média do país. De imaginar que aqueles que foram prejudicados tanto política, quanto socialmente com o Bolsa Família aceitariam as mudanças sociais assim.

    E o que é pior, que o próprio Tio Sam aceitaria todas as mudanças por aqui, sem agir, também. Enfim, os problemas urbanos existem e a pólvora está aí. Mais curioso foi que, a manifestação foi no tranposrte, e o jornal O Povo, de Minas, trouxe uma reportagem afirmando que Aécio Neves é financiado pelas empresas de ônibus e ele é lobistas destes empresários.

    Enfim, sobrou para todo mundo, mas a Globo tomou o discurso, soube tomar e usa tudo contra os petistas. Vamos ver até onde irá a inércia em relação à Globo.

  • Edu, não acho que as manifestações estejam destruindo a imagem do Brasil. Milhões de pessoas foram às ruas na Europa, EUA e países do Oriente e ninguém acha que sua imagem está destruída. Acho bom, aliás ótimo, que a imobilidade tenha acabado. Claro que falta uma definição mais clara de pra que e por que, mas o Brasil tende a ser melhor por isso, mesmo com os inevitáveis excessos.
    Grande abraço.

    • Concordo com você e acho que essas manifestações não tem condição de derrubar o governo do País. Não derrubam nem o Alckmin, nem o Haddad nem ninguém. Não digo que não terão consequências, terão. Mas não a de derrubar governo algum.

        • Uma estupidez você me mandar acordar para a vida falando uma imbecilidade como essa.

          Alckmin é o responsável pela violência que deflagrou todo esse movimento.

          Vai ficar marcado para sempre como truculento e incapaz de dialogar, o que aliás é a mais pura verdade.

          E é responsável pelas tarifas também, tanto que anunciou a revogação do aumento hoje junto com Haddad, se a boçalidade que você disse fosse verdade ele não precisaria seguir a reboque do Haddad na revogação do aumento.

          Alckmin foi quem mais perdeu com essa história toda em São Paulo, pode dizer adeus a sua reeleição. O pior para o PSDB é que eles não tem outro nome para disputar o governo do estado.

  • Perfeito, Edu. É incrível como se pode jogar com um povo como o nosso. Os caras armam qualquer circo e pronto. Como diz a música “Dança do patinho”: “Eles mandam uma qualquer e tu leva fé direitinho, é a dança do patinho”.

  • A despeito de certo exagero, a causa inicial era justa.
    Amedrontada com a ideia de povo nas ruas, por força do hábito a mídia inicialmente demonizou.
    Em seguida, com a falta de foco dos movimentos, descobriram que poderia transformar tudo num grande “cansei”.
    É o “cansei” que está dando certo.
    E o pior, está saindo “melhor” que a encomenda.

  • DOCUMENTO DO GOVERNO QUE DISCRIMINA OS GANHOS DO BRASIL COM A COPA DO MUNDO

    Abaixo, um trechinho do documento que pode ser encontrado no site http://rojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/922.pdf

    A pergunta é: por que o governo Dilma não divulga esses dados. Puta merda! Esse governo é realmente horrível em matéria de comunicação.

    Economia produzirá
    R$ 14 bilhões
    adicionais
    O cenário de referência adotado
    neste estudo aponta que a Copa do
    Mundo de 2014 vai produzir um
    efeito cascata surpreendente nos
    investimentos realizados no País.
    A economia deslanchará como
    uma bola de neve, sendo capaz
    de quintuplicar o total de
    aportes aplicados diretamente
    na concretização do evento e
    impactar diversos setores.
    Além dos gastos de R$ 22,46
    bilhões no Brasil relacionados à
    Copa para garantir a infraestrutura,
    e a organização (veja quadro nesta
    página), a competição deverá
    injetar, adicionalmente, R$ 112,79
    bilhões na economia brasileira, com
    a produção em cadeia de efeitos
    indiretos e induzidos. No total,
    o País movimentará R$ 142,39
    bilhões adicionais no período
    2010-2014, gerando 3,63 milhões
    de empregos-ano e R$ 63,48
    bilhões de renda para a população,
    o que vai impactar, inevitavelmente,
    o mercado de consumo interno,
    como é possível notar na tabela
    da página 6.

    • O Governo Dilma erra em manter a Helena Chagas na Comunicação Social, o Paulo Bernardo na Secom e o Zé Cardozo na Justiça.

      O Governo Dilma erra na comunicação, é impotente diante das mentiras deslavadas da famiglia Marinho e nada faz de concreto para sanar isto.

      O Governo Federal tinha que democratizar a publicidade estatal, diminuindo a parcela gigante que vai para os órgãos do PIG e aumentar a participação dos meios de comunicação regionais e comunitários (entre elas os portais e sites progressistas e nacionalistas).

      A Ley de Medios é necessária, mas a presidenta Dilma prefere o controle remoto (que é inútil para a gente).

  • Você está perdendo o trem da história.
    Porque a presidente do país é PT, e porque o prefeito (poste) de São Paulo é PT, você não aceita a manifestação LEGÍTIMA do povo.
    Prá você e quem te segue, só o PT pode protestar.
    Você é tremendamente parcial. Quer provas?
    Você está amaciando para o Haddad, mas não poupou Alckmin, adivinhem: Haddad é PT e Alckmin é PSDB.
    Isto torna teu texto um arremedo azedo carregado de ressentimento.
    A imagem do país está sendo arranhada? quem disse isso? também leio jornais. O mundo está aplaudindo a manifestação que teve apoio de brasileiros de todas as partes do mundo, exceto dos redutos amargurados do PT.
    O que arranhou mesmo a imagem do país foi a vergonha de um partido que sistematizou o roubo, e traiu na cara dura o povo, onde seu chefe maior dizia que nada sabia.
    Se a presidência não fosse do PT você estaria aplaudindo e insuflando toda e qualquer manifestação.
    Você está perdendo o trem da história, logo, logo, seu blog deverá sumir na poeira dos amargurados e ultrapassados defensores cegos do Lula.
    A troco de defender esse pulha, você emitiu um texto tentando explicar o inexplicável “Parar cidades não é um direito” que nem teus pares engoliram.
    Que vergonha.

  • Caro Eduardo, acho que os sindicatos e os partidos de esquerda tem que convocar manifestações em defesa da democracia e pela reforma política, focando principalmente o financiamento público de campanha.

    Não se trata de confrontar as manifestações do MPL, até porque o financiamento público de campanha é importante para neutralizar a influência das empresas de ônibus sobre os prefeitos e vereadores por todo mo Brasil. Trata-se na verdade de apresentar uma pauta coerente de reinvindicações à sociedade, em oposição ao movimento disforme e sem pauta que se formou.

    Acho que o que provocou toda essa manifestação foi o repúdio à violência policial na quinta-feira passada. Porém como ninguém materializou a verdadeira motivação do apoio dado ao movimento, que foi a questão da liberdade de expressão, cada um procurou uma motivação própria. Triste constatar o vazio ideológico, a inconsequência e a falta de coerência da classe média que participou das manifestações. Simplesmente as pessoas não são capazes nem de reivindicar alguma coisa e acabam apenas demonstrando um enorme vazio intelectual. Esse é o resultado de uma geração que tem todas as falcilidades de comunicação nas mão, mas não tem o que dizer. E pior, não tem o que dizer não porque não haja o que dizer, mas porque lhes é penoso realizar um raciocínio coerente.

    Estarei sendo arrogante? Estarei menosprezando a capacidade intelectual da multidão que participou das manifestações? Eu acho que não.

    Mas mesmo assim eu vejo muita paranóia em várias pessoas que escrevem a favor do PT. O PT não pode ter medo do povo na rua. o PT É o povo na rua. O PT é o ÚNICO partido brasileiro que nasceu de um movimento popular, quando todos os demais partidos estavam se formando por conchavos em volta das antigas lideranças políticas pré-golpe.

    Se essa parte da sociedade (porque os protestos são feitos por uma parte da sociedade apenas, os setores mais populares não estão representados lá) não tem projetos, propostas nem idéias, temos nós, do campo popular, incluindo PT, sindicatos, partidos de esquerda e movimentos populares, que apresentar nossas propostas.

    Sei que você entende isso porque você é um homem de ação, que nunca se furtou a chamar as pessoas para a rua, para se manifestarem diretamente. E por isso mesmo vejo em você autoridade moral para dizer o que está dizendo neste texto. Autoridade moral de quem chamou manifestações de rua e se responsabilizou pelo que estava fazendo.

    Um abraço.

    • Você também perdeu o trem da história.
      Só vale o protesto de que tem bandeira partidária?
      Manifestante que não empunha partido não tem voz? Não deve ser ouvido?
      O movimento é disforme porque as reivindicações são várias. Desde seriedade na política, menor carga tributária, mais desenvolvimento, melhor saúde.
      Até então todos estavam quietos. Agora, na manifestação tudo veio à tona.
      Mas você, muito intelectualizado, deduziu que se trata de manifestação de mauricinho e patricinha, pelo simples motivo que não entende o que se passa.
      Quanto ao que o gato enterra, meu amigo, teu presidente já deu de presente a esta país, a muito tempo.
      Você cheira e sua intelectualizada mente esquerdo-progressista acha que é perfume.

      • Em poucas linhas, você provou o argumento central do Ruy…

        Pessoas que trabalham comigo e que tem renda de 10 salários mínimos, casa própria, carro etc. foram às manifestações na segunda-feira por que são contra tudo que está aí…

        Eu pergunto a eles: mas se nós vamos tirar todos os políticos e partidos por que eles não nos representam, o que vamos colocar no lugar?

        Tergiversam, não respondem, óbvio, não tem consciência política real, desconhecem a história do Brasil, acreditam em um monte de bobagens que a imprensa repercute todo dia há mais de 10 anos contra Lula e Dilma.

        Hoje, um deles me disse depois que perguntei sobre a redução das tarifas e a manifestação marcada para quinta-feira: amanhã nós vamos pra pedir a saída do Renan Calheiros…

        Ou seja, o cidadão não sabe como funciona a política no país, não entende a coalizão que foi feita, a vida dele só melhorou nos últimos 10 anos, mas ele vai protestar sem projeto político nenhum na cabeça.

        Ser contra políticos não o torna puro e apolítico, você tem que ter algum projeto. Por enquanto, essas manifestação foram um Cansei que deu certo…

        • Concordo plenamente, e estendo dizendo que os políticos ladrões também deveriam devolver o produto do roubo.
          E ao dizer isso falo de qualquer político, de qualquer partido, mas vocês obviamente vão pensar que estou falando exclusivamente contra o PT.
          E sabem porquê? porque vocês sabem que o PT rouba, e rouba muito.

      • Suas palavras são a constatação de que a colocação do colega é perfeita. Como vc acha que se melhora a saúde sem tributos? Como se constrói hospital e escola sem dinheiro? Como pagar os professores e os médicos que vão trabalhar nessas escolas e nesses hospitais? Lamento, mas sua matemática não fecha.

      • Meu presidente deu a este país auto-respeito, empregos, desenvolvimento, políticas sociais de resultados extraordinários reconhecidos no mundo todo, liderança no combate à pobreza, à fome, ao trabalho infantil, ao trabalho escravo, mas tirou do Brasil a dívida externa, a submissão ao FMI e a privataria.

        O meu presidente deu ao País um governo MUITO superior a todos os outrso governos em TODOS os indicadores econômicos e sociais.

        Um perdedor recalcado como você, que se rói de ódio porque sabe que o SUCESSO do Governo LULA é sustentado por RESULTADOS CONCRETOS e extraordinários para a melhoria das condições de vida da população, que as mentiras de boçais como você não podem esconder.

        Mas eu fui injusto ao comparar com você com merda de gato. Foi ofensivo para a merda que pelo menos pode produzir adubo, você nem isso.

  • Eduardo. É por direito de justa solidariedade e de fraternidade que devo te agradecer. Teus escritos são ensimesmados de verdades factuais, por ti vivenciadas. Como no caso presente das “manifestações dos jovens”.
    Atitudes autenticas são semeaduras, que brotam. E produzem frutos, os mais salutares. E felizmente, ao utilizares a instantaneidade da internet, estou certo, esse processo de plantar e de colher resulta com a brevidade exigidanestes tempos do século vinte e um.. Teu testemunho é exemplar. Todo o repeito a ti por parte de minha Família.E por mim
    que tenho sido também um batalhador destas causas. E observador precoce da Vida, pois passei a ve-la, senti-la e
    percebe-la faz 79, dentre os meus bem vividos 84 anos a se completarem neste 2013.

  • Parabéns Eduardo! Há realmente muita gente de boa fé nesses protestos que se deixa levar pelos golpistas de direita. Um movimento com tantas causas distintas,algumas muito justas, mas sem foco claro, acaba sendo usado na tentativa de desgastar e derrubar um governo que apesar dos erros é sim progressista e faz o Brasil avançar.

  • Essa gente, nunca se manifestaram contra as barbáries cometida em Pinheirinho.

    Nunca contra as privatizações.

    Nunca contra a privatária tucana.

    Nunca contra um STF que solta Daniel Dantas. ( o que FHC o chama de brilhante).

    Nunca contra O PIG.

    Nunca contra um PGR aliados de Demóstenes e cachoeiras.

    Nunca contra as matanças nas periferias e etc.

    Nunca contra essa quadrilha que assaltou o Brasil e entregou nossas riquezas.

    São os golpistas de sempre!!!!

    Mas, dessa vez não passaram!!!!

  • Mais uma vez Edu vc me surpreende pela lucidez!

    Com certeza a nação brasileira tem mais a perder de que ganhar com este circo montado na frente dos holofotes do mundo!!!
    Lamentável que estes infelizes não conseguem ver a frente do próprio nariz que só estão sendo massa de manobra de um pequeno grupo neófito!
    Agora venham com a conversa mole de manifestação apartidária!!!
    Estão fazendo o papel de gado com comando de quem caras pálidas????
    Porquê não há indignição contra os arroubos de governos estaduais que sangram a economia e penalizam a população deste país!!!
    Tá mais de que provado que não se governa um país quando a hipocrisia supera a lucidez!
    Infelizmente uma oposição sem projetos e boquirrota e uma imprensa entreguista e antipatriota está conseguindo por um gigante de joelhos!!!
    pergunto??? A troco de que???? 0,20 centavos!
    A águia do imperialismo do hemisfério norte está só esperando a instalação do caos para tomar conta da nossas linhas e como sempre a desculpa de estabelecer a ordem!
    Daí indiada!!! Não adianta chorar!!! Lá se vai Pré-sal, Amazônia e dignidade de um povo!!!

  • É simplesmente impossível negar, em sã consciencia, a relação existente entre os assombrosos desmandos praticados pelo PT nesses dez anos (sob a batuta torta e podre de Lula da Silva) e as manifestações de insatisfação e revolta que se alastram por todo o país. Bastaria citar, como exemplo, o Golpe do Mensalão Federal, que é o maior escândalo de corrupção política da história do país. Como o povo poderia continuar calado diante de coisas desse jaez? Não poderia, claro! Suponho que nem mesmo o povaréu das “bolsas”, que até agora tem se calado, obsequiosamente, diante de tudo o que está aí, poderá se omitir. Resumo da ópera: o povo vaiou, estrondosamente, a Dilma no Mané Garrincha, pediu a prisão do Zé Dirceu, clamou contra a corrupção do PT… Mas não só do PT, pois os partidos que o apóiam e os que, em se dizendo de oposição, não lhe fazem a devida oposição, também estão na alça de mira das manifestações. A política como um todo, rebaixada como nunca no reinado do lulopetismo, está na berlinda. Mas, como nota dissonante, há uma clara tentativa de manipular o movimento, exercida por partidos-cúmplices do PT, de esquerda e ultra-esquerda. Suspeita-se de que aqueles que vêm se comportando, “motu proprio”, como uma espécie de tropa de assalto dos manifestantes, e que são os responsáveis ou co-responsáveis pelos atos de vandalismo que têm turvado as manifestações, estejam na órbita de influencia desses partidos.

    De resto, como o PT sempre fomentou e instrumentalizou o clamor das ruas, que se disponha a ouvi-lo agora. Humildemente. E que se prepare para um longo período de expiação dos seus clamorosos pecados.

    • Discurso surrado de um tucano-pefelê?

      “É simplesmente impossível negar, em sã consciencia, a relação existente entre os assombrosos desmandos praticados pelo PT nesses dez anos (sob a batuta torta e podre de Lula da Silva) e as manifestações de insatisfação e revolta que se alastram por todo o país. Bastaria citar, como exemplo, o Golpe do Mensalão Federal, que é o maior escândalo de corrupção política da história do país. Como o povo poderia continuar calado diante de coisas desse jaez?” (um tucano-pefelê, um udenista)

      Quais desmandos o leitor e eleitor do PIG se refere????

      Golpe do Mensalão Federal???? O que seria isto???

      Maior escândalo de corrupção política da história??? Como? A compra dos votos da reeleição do finado FHC, seria o quê? As privatarias que sugaram, no mínimo um bilhão de reais, feitas pelo finado FHC não existiram?

  • “Quando as pessoas chegam a ter medo de dizer opiniões legítimas por conta de que serão tachadas de ‘reacionárias’, ‘falsos esquerdistas’ etc., instalou-se um processo inquisitorial no país.”

    Eduardo,
    Acho que essa situação apenas ficou mais evidente agora, mas ela já vem acontecendo há bastante tempo. Como você bem disse, há, por parte do governo, um isolamento absurdo. E os acordos em troca de apoio deixam os que sempre votaram no PT e que sempre apoiaram as lutas libertárias sem argumentos para rechaçar certos críticos. Defender o PT, atualmente, é submeter-se mesmo a essa verdadeira inquisição. Muito difícil.

  • Concordo plenamente com o texto . Existe, no entanto, uma lição para a gente que frequenta os blogues independentes. Quando em muitos posts reclamavam que as esquerdas tinham reduzido a discussão política à disputa entre PT versus PSDB, olha só que camisa de força nos impuseram, Com estratégia ou sem ela, esse movimento repetia como um mantra sua pauta e todo mundo, irritado, levantava uma série de questões que realmente nos incomodam e tudo pareceu uma reação simplória ao MPL. E, pelo visto, todos os blogues tiveram participação de gente que nunca passou por aqui ou por outros que conhecemos. E isso foi bom. Pelo menos ouve um debate maior em que a Globo e cia. não teve interferência nem controle. Aliás, nunca vi uma cobertura tão pobre em termos de idéias. Foram só espetáculos dantescos na televisão com descrições óbvias e as provocações ou induções de sempre que reduziam tudo aos interesses dos patrões midiáticos. E manchetes ciclotímicas dos jornalões e dos colunistas. Na realidade,ficamos muito tempo presos às pautas impostas pela mídia, já que não temos alternativa além de comentar o que , víamos, líamos e ouvíamos. A maior parte do tempo ficamos na resistência por conta dos ataques, dos desmandos e conchavos que envolviam a oposição no seu projeto de parar o governo Dilma. Mas, acredito que depois do susto, ficou claro que há muito espaço público disponível para todos que acreditam que podem contribuir para avançar nas conquistas desse país. Vamos arquivar todos os discursos oportunistas (FHC e Aécio, por exemplo) e na ocasião que outras manifestações organizadas se fizerem, lembrar aos nossos críticos o que eles mesmos disseram. Ainda é cedo para dizer que o caos está controlado, ontem a impressão que me deu é que o golpe seria hoje. Com a entrada da presidenta Dilma, houve uma mediação que travou o gatilho da intolerância e do oportunismo desatinado. Mas, sem dúvida, foi um ganho político para quem se disse apartidário. Espero que façam bom proveito desse ‘debut’ na cena política.

  • eU SUGERI HÁ ALGUM TEMPO, JÁ QUE A MÍDIA MENTE, MANIPULA DADOS, QUE A PRESIDENTA DILMA PRESTE CONTAS AO POVO BRASILEIRO VIA TV, M E N S A L M EN T E, DE TODAS AS OBRAS, PROJETOS,. O QUE OS OLHOS E OUVIDOS NÃO VEÊM E ESCUTAM, O CORAÇÃO NÃO SENTE. Ditado antigo. A Dilma tem que ter um porta voz, um meio de comunicação eficiente. Assim como está, acaba ajudando o inimigo.

  • Quanto à CBN, ela é a “rádia” que troca a notícia, sempre.

    A CBN é uma facção da famiglia Marinho. Então tá explicado porque a CBN troca a notícia.

  • Edu, querido amigo: depois dessa, de ver esses guris da classe-média se aliarem ao que há de pior no país, tô desistindo. Não vou mais lutar pela dignidade ser identidade nacional. A mídia teleguia esses jovialécos, que de jovem só tem a aparência, mas as cabeças, os valores são mofados. que não conhecem absolutamente nada da história do Brasil. Foram educados pela mídia a lutar contra o próprio país e não posso mais respeitar uma nação que se deixa manipular por manipulados. Abraço.

  • Gostaria de saber a quantas anda a audiência da Globo. Tenho a impressão que a rede dos Marinho está faturando alto com a transmissão dessa transe coletiva.

  • Sr. Eduardo, esse jovem que foi preso hoje tem uma estoria estranha, ajuda o pai numa empresa de entregas é universitario se apressaram em dizer que não pertence a partido nenhum mas se esqueceram de dizer o seguinte: qual o interesse dele em participar de forma tão veemente desses protestos? Por que já foi ao protesto devidamente protegido com as bombas de gas? Gostaria de saber.

  • Prezado,

    Acompanho esse blog tá com um tempinho. Gostei algum dia porque o achava ‘progressista’, mas começo a achar que mesmo os progressistas sao conservadores.
    Do ultra-petismo – cego mesmo – você migrou para o reacionarismo que eu compararia com os blogueiros da veja.
    é incrível como vocês – vc. e paulo henrique – passaram para o petismo mais rasteiro possível. vcs.deveriam utilisar uma farda com o nome Michel Temer !
    Igualzinho aos blogueiros da extrema direita instalados nos jornalões. Me poupe com teu medo aristocrata das massas. espero que a onda continue …

    Viva a primavera brasileira !!

  • Eu vou repetir mais uma vez qual é a motivação : DESTRUIR A IMAGEM DO PAÍS NUM MOMENTO EM QUE ELE DEVERIA ESTAR BRILHANDO PELA REALIZAÇÃO DA COPAS DAS CONFEDERAÇÕES, E, JUNTAMENTE COM ISSO DESTRUIR A IMAGEM DA PRESIDENTA E DO SEU PARTIDO, que colaboram muito com isso ao ficarem debaixo da mesa, tremendo de medo sem enfrentar o golpe de direita claro que está nas ruas. Resumindo a história, podemos dizer que um bando de babacas despolitizados, motivados por um aumento nas passagens de ônibus, resolveram expressar seu inconformismo com o aumento e o preço das passagens, sem possuírem substância ideológica para um debate político minimamente sério; que vá além da arruaça e dos urros bestiais; e sem ter sequer uma organização capaz de minimamente liderar um ato como esse. Aproveitando-se de tamanha burrice, a extrema direita infiltrou-se no movimento(obviamente já estava infiltrada em sua “organização”, ou seja, no grupo de despreparados que acham que constituíram um movimento)e resolveu usá-lo como a “multidão” que sempre tentou juntar, e nunca conseguia, para realizar uma nova Marcha com Deus Pela Família e Propriedade(para quem não sabe, foi essa a marcha que as madames e mauricinhos de 64, levando seus empregados domésticos para preencher a “multidão”, realizaram contra o Governo Goularth e foi usada como um dos tantos pretextos para os milicos, devidamente comandados pela CIA, derrubarem o Presidente num golpe de estado). Com esse obejtivo, e seguindo o modus operandi que os papais ensinaram , usado em 64; transformaram o “protesto” numa crítica vazia e vaga contra NADA, OU MELHOR, NUM DESFILE DE FRASES FEITAS E GENERALIZAÇÕES, QUE MAIS PARECIAM RETIRADAS DO JORNAL NACIONAL(E DEVEM TER SAÍDO DE LÁ), USANDO TODO O REPERTÓRIO POSSÍVEL PARA DESGASTAR O GOVERNO DILMA. NUNCA NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, UMA SOCIEDADE QUE RETIROU 57 MILHÕES DE PESSOAS DA MISÉRIA, VIVE HÁ ANOS NUMA SITUAÇÃO DE PLENO EMPREGO; EXPANDIU O ENSINO UNIVERSITÁRIO; FUNCIONA COMO UMA DEMOCRACIA PLENA; DESCOBRIU A MAIOR RESEVA DE PETRÓLEO DO PLANETA; SEDIA OS DOIS MAIORES EVENTOS ESPORTIVOS DESTA DÉCADA; RECEBEU CRÍTICAS TÃO TOLAS OU GENERALIZADAS, QUE NÃO QUERIAM DIZER NADA E AO MESMO TEMPO DIZEM TUDO SOBRE QUEM AS FAZ. E O PIOR : ASSISTIU CALADA A TUDO ISSO, SEM QUE SEUS LÍDERES POLÍTICOS E A SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA REAGISSEM A TAMANHO MAR DE MENTIRAS. Críticas contra a corrupção(!?) : Que CORRUPÇÃO, CARAS PÁLIDAS! A CORRUPÇÃO DAQUELES QUE VOCÊS NÃO GOSTAM. VAMOS FALAR SÉRIO SOBRE CORRUPÇÃO, POR QUE NENHUM DOS FACISTAS DE PLANTÃO PEDIU A CONCLUSÃO DAS INVESTIGAÇÕES SOBRE A PRIVATARIA TUCANA, CUJO CALHAMAÇO DE PROVAS DOCUMENTAIS GERARAM UM LIVRO(ENVIADO AO PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA), SOLENEMENTE IGNORADO PELA “MÍDIA HONESTÍSSIMA” DE PLANTÃO, QUE PREFERE FABRICAR FANTASMAS DE PSEUDOCORRUPÇÃO NAQUELES QUE NÃO GOSTA(LEIA-SE, NO PT), DEIXANDO DE OLHAR PARA A CORRUPÇÃO VERDADEIRA, PROVADA DOCUMENTALMENTE, QUE NÃO SÓ RETIROU MILHÕES EM RECURSOS NACIONAIS, COMO FOI A RESPONSÁVEL PELA MAIOR ENTREGA DO PATRIMÔNIO PÚBLICO DOS BRASILEIROS. Fora isso, que só merece ser chamado de “isso” tamanho o grau de hipocrisisa e desfaçatez dos que tentam usar esse tema para disfarçar a revolta que sentem em ter um Governo do povo no poder há dez anos, o que mais esse idiotas e fascistas têm a criticar!!!!!!!!??????? As melhoras e a inclusão social que o país vive há dez anos? Temos problemas? Todos os têm. As maiores potênciais do mundo, quando ainda eram as potênciais que hoje já não são, tinham problemas. Sociedade perfeita não existe em lugar nenhum. mas nem de longe vivemos um momento que justifique esse barbarismo; como também quem dele participou ou não conhece nossos verdadeiros problemas(concentração da propriedade da mídia e da terra, subordinação ao capital financeiro)ou não tem nenhum interesse em solucioná-los. Sem contar que a falta de um contraponto político consistente, resultado de um Governo omisso em matéria de debate ideológico, de um partido que abandonou suas bases sociais e de uma Sociedade Civil muda, levaram essa babaquice; graças aos “modismos” das redes sociais, um antro de incosistência política, como já dizia Erik Hobbsbaw; a se espalhar pelo país, numa prova de que o patético colonialismo interno não acabou, fazendo com que outros lugares do Brasil, que vivem situação ainda melhor do que o resto do país, aderissem à nova “modinha” do Rio e São Paulo. Em Recife, onde não houve aumento das passagens e o Governador baixou os preços para o valor que possuíam antes do último aumento; estão programadas passeatas que, como as do início da semana; torço para que sejam vazias, formadas por um bando de pivetes abobalhados, mais interessados em algazarra e não em mobilziação política. Aliado a tudo isso, vimos a ação golpsita da mídia que, devidamente conectada com os infiltrados fascistas, “filtrou” do movimento tudo o que não interessasse a ela(como qualque movimento de massas, descontrolado e sem lideranças, as infiltrações de direita não foram a única tônica, havia pessoas progressistas e foram também proferidas críticas aos bastiões do conservadorismo, como Alckmin e a mídia); e tentou instrumentalizar os protestos contra o Governo, “aperfeiçoando” o que já era feito nas ruas pelos fascistas infiltrados. Racistas e homofóbicos loiros, “cansados” que lêem a veja e assistem ao maluco Arnaldo Jabor, tiveram suas relinchadas repercuitidas pela propaganda política midiática que, de maneira autoritária, mantendo sua tradição de usar as comunicações como arma política, calou o máximo que pôde as vozes dissonantes do “pensamento único” que o conservadorismo tenta impor ao país, imcompatível com o exclente momento que a Nação vive. SÓ HÁ UMA SAÍDA PARA DILMA, AGORA QUE SUA POPULARIDADE CAI E SEU MUTISMO CHEGA A NÍVEIS ALARMANTES : A POLÍTICA. DILMA TEM QUE ABRIR A BOCA, FALAR AO PAÍS EM REDE NACIONAL, PRIMEIRO EXALTANDO O BOM MOMENTO QUE VIVEMOS, MOSTRANDO OS RESULTADOS NA ECONOMIA, NA INCLUSÃO SOCIAL, NA EDUCAÇÃO, NO COMÉRCIO, NAS DESCOBERTAS DO PRÉ-SAL E DEPOIS ANALISANDO AS PASSEATAS, EVIDENTEMENTE RESSALTANDO O DIREITO DE TODOS SE MANIFESTAREM, MAS DESTACANDO O DIÁLOGO COMO CAMINHO MAIS SENSATO E PRINCIPALMENTE, FOCANDO NOS VÂNDALOS QUE, USANDO FRASES VAGAS E PRECONCEITUOSAS, INVADIRAM O MOVIMENTO PARA PROMOVER A VIOLÊNCIA, EVIDENCIANDO QUE QUEREM IMPOR PELA FORÇA AS IDEIAS QUE O POVO REJEITA NAS URNAS, MOSTRANDO QUE QUEM AGE ASSIM QUEIMA A BANDEIRA DO BRASIL, COMO FOI FEITO NAS PASSEATAS, E TENTA DESTRUIR A IMAGEM DO PAÍS QUE SEDIA A COPA DAS CONFEDERAÇÕES. A direita está obcecada com a ideia de impedir que os dois eventos, Copa das Confederações e a do Mundo, sejam um sucesso. É preciso mobilzar desde já o país visando o segundo evento, para que o povo reaja contra as manifestações pagas que, usando a patético desculpa de “preocupação com o dinheiro público” pretendem impedir o sucesso do Brasil. É muita mediocridade!. Dilma tem que fazer política agora(ensaiou uma tentativa de politizar seu Governo ao criticar os sabotadores do país, que ela corretamente chamou de “terroristas”, que tentam reviver uma inflação inxeistente, em dois eventos a que compareceu no Rio. É um começo, embora ainda muito tímido); como também o PT precisa mostrar que ainda é um partido político, que nasceu da inserção nas massas, movimentos sociais, sindicatos, estudantes; e ambos precisam reagir com o devido apoio da Soceidade civil organizada. NÃO PODEMOS DEIXAR A DIREITA IMPOR SEU DISCURSO NAS RUAS, COMO JÁ O FAZ NA MÍDIA, OU PERDEREMOS O APOIO POPULAR, QUE POR ENQUANTO AINDA NÃO SE CONTAMINOU COM AS PASSEATAS(FORAM OBRA DE MAURICINHOS DA CLASSE MÉDIA, A MAIOR PARTE DO POVÃO ESTAVA DE FORA), ÚNICO SUSTENTÁCULO REAL PARA OS GOVERNOS POPULARES QUE VÊM MUDANDO A CARA DESTE PAÍS, MAS QUE AINDA NÃO TIVERAM A CORAGEM DE MUDAR UM DOS MAIORES PILARES DO NOSSO ATRASO, A CONCENTRAÇÃO DA MÍDIA. ESPERO QUE O GOLPISMO QUE EVIDENCIOU-SE NESSAS PASSEATAS DESPERTE-OS PARA A NECESSIDADE DE VOLTAR À POLÍTICA, DEMOCRATIZAR MÍDIA E MOBILIZAR AS MASSAS.

  • Brilhante, Edu. Faz bem ler um post como esse. As passagens já estão baixando, mas, os manifestantes têm outras bandeiras: contra a corrupção; contra os gastos com estádios; contra a PEC 37. Essa última tornou-se uma piada: tem muita gente fazendo campanha contra ela no Facebook sem saber o que significa. O pessoal está seguindo uma convocação para protesto publicada pelo Arnaldo Jabor, que não é do ramo. Recomendo que leiam o artigo do ex-presidente da OAB/SP, no site da entidade. Eis um resumo: “Para D’Urso, que denomina a PEC -37 como PEC DA LEGALIDADE, a despeito de reprisar o óbvio, é fundamental apoiá-la, pois nenhum poder de investigação será retirado do MP, uma vez que o MP não tem tais poderes. O Ministério Público deve observar o que a lei lhe determina, devendo fiscalizar a polícia judiciária e acompanhar o inquérito policial, inclusive requisitando provas, mas não investigando diretamente, caso contrário, se concedermos ao Ministério Público o poder de investigação penal – que é da competência privativa da Polícia Judiciária – seria promover a subversão de um sistema que busca controlar a atuação do próprio Estado, para com isso buscar a Justiça”.

  • A passagem vai voltar ao que era antes. E agora já andam falando que depois da reunião com Lula, Dilma vai fazer uma reforma ministerial, diminuir de 39 para 30 as pastas, tirar o Mantega, e também trazer algumas soluções para os problemas da saúde e da educação.

    Não sei se isso é verdade, mas se for, faz todo o sentido, é preciso dar uma resposta a população. Como tem o Lula no meio acredito que possa ser por aí mesmo, ele sim sabe como se governa esse país.

    O legislativo deveria abrir os olhos também, eles são os piores, só fazem leis para eles mesmos.

  • Se for para protestar, protestarei contra os que corrompem os governos. Não apenas os corrompidos.

    Se for para protestar, defenderei a reforma política, com financiamento público de campanha, não de empresas, pois os políticos depois ficam em dívida com elas.

    Se for para protestar, apontarei os que votaram nos últimos 20 anos em PSDB/DEM etc, partidos que venderam por preço de banana empresas públicas construídas com dinheiro dos impostos ao longo de décadas, o que levou ao sucateamento geral dos serviços (só visa o lucro, não a qualidade).

    Se for para eu protestar, denunciarei o monopólio da mídia, da informação, comandado por Globo, Editora Abril etc, pois sem roubar, apoiar a ditadura e receber milhões em receitas publicas que deveriam ir para saúde/educação, esses grupos nem existiriam.

    Se for para protestar, lutarei pela taxação do capital financeiro/especulativo, maior adversário do desenvolvimento nacional.

    Por fim, se for para protestar, lutarei contra aqueles que não receberam um mísero voto nas eleições, mas acham que podem atentar contra a democracia brasileira.

  • Desculpe, meu Eduardo, mas você pirou na batatinha, Não precisa ter medo da gurizada! Toma um chá de melissa e não assista os telejornais.

  • Mailson
    19/06/2013 • 19:21

    O link indicado não abre porem consegui encontrar com ajuda do google.
    Copiei e enviei para um bom número de amigos e de outros nem tanto.
    Valeu.

  • Eduardo

    Desculpe mas vc está a cara desse novo PT: longe das ruas e encastelado nos palácios.

    Parece uma velhinha assustada com a “baderna”.

    • MENTIRA sua porque o Eduardo esteve no meio das manifestações, como ele mesmo provou colocando fotos e relatos no facebook.

      As pessoas que precisam usar a mentira para fingir que estão argumentando provam com esse mesmo fato de que não estão com a razão.

      • O discurso do Eduardo foi sintetizado brilhantemente por Marcos Rocha. Nunca vi um discurso tão conservador. Reinaldo Azevedo não faria tão bem.

          • Eduardo, penso que você está equivocado em colocar a responsabilidade do vandalismo sobre a liderança do movimento. Essa foi o tempo todo coerente com sua pauta e sua forma de reivindicação pacífica (mas não inócua). Os grupos violentos se destacaram da massa pacífica com suas próprias demandas e se mostraram ideologicamente o oposto dos jovens do MPL. O que ocorre não é fácil de entender, mas se você prestar atenção, eles estão preocupados com as consequências e com infiltrações oportunistas (Reaça, vaza dessa marcha!). A Dilma de fato demorou para aparecer, o Haddad demorou para acordar (sem falar do governador). Quando o ministro da justiça falou era melhor ter ficado quieto. Com tudo isso você quer responsabilizar os movimentos? É melhor esperar um pouco e amadurecer as ideias se não quiser correr o risco de ser completamente injusto com os jovens e com seus leitores.

    • Cara, agora você viajou na batata. Nada disso. Quem põe lobos nas ruas, pessoas fascistas que não admitem que outras pessoas expressem sua opinião, é responsável sim. Não pode dizer não tenho nada a ver com isso.

      E Se um desses lobos atacasse alguém da família de qualquer um aqui, duvido que alguém gostasse. Ou você gostaria?

  • Escutei por ai que o MST e o PT, estarao lado a lado do MPL, para expulsar a suja e imunda direita do movimento, alias os bardeneiros pagos…..agora quero ver, neguinho ficar folgado…..vao tomar pau, pau mesmo dos proprios manifestantes, tera mais organizaçao e sera mais cultuado e o povo vira as ruas, pois nao tera mais infiltrados……serao facilmente reconhecidos e entregue a policia!!! E a imunda Rede Globo, verá que seu fim vai chegar!!! FORA REDE GLOBO, FORA, FORA……

  • Não há motivo para manifestações? Em que planeta vc vive? seu rato, seu lunático. Pessoas sendo queimadas vivas, estupradas em ônibus, 50.000 assassinatos por ano. Vc não passa de um vassalo oportunista.Tomara que uma dia um indíviduo da criminalidade que o seu partido de estimação sempre apoiou invada a sua casa e faça o diabo com vc e sua família, aí quero ver sua consciência cordar, imbecil.

    • Davi, no manual de ofensas a blogueiros petistas tem um artigo que vc esqueceu de dizer: nunca deixe de mencionar que o blogueiro que fala bem do PT recebe recursos do governo. Isso é importante para desmoralizar o que o blogueiro escreve. Se não recebu o manual, passe na Folha e pegue o seu. É “de grátis”

    • MENTIROSO salafrário. Ao ter que apelar para a estupidez de dizer que o PT apóia a criminalidade já demonstra que não tem razão nem argumentos para falar.

      É mais um perdedor recalcado que fica se roendo de ódio do sucesso dos governos petistas e procura espalhar mentiras para ver se consegue enganar alguém. Que essa bile fétida que lhe corrói o fígado em ódio purulento fique remoendo suas frustrações mesquinhas, é simplesmente irrelevante.

        • O povo brasileiro se resume no montante que está em passeatas?
          Ué?! Então nossa população não é de quase 200 milhões de habitantes?
          Sei não, cara. Mas será que seu conceito de povo não está INTEIRO equivocado?

    • David,
      Vivemos, infelizmente, num planeta com aberrações políticas e morais do TEU tipo. Um covarde safado que se esconde no anonimato para atacar de forma pessoal e abjeta quem discorda das tuas “ideias” fascistas.
      É da gente da tua laia que desqualifica totalmente movimentos desse tipo. Uns infiltrados irresponsáveis que só querem ver o circo pegar fogo.

    • Há David, mas toda essa violência que supostamente alguém pode sofrer é da responsabilidade dos governos estaduais. Ou o policiamento é da responsabilidade do governo federal? E seja mais educado, porque a sua educação atual demonstra o fascista que você é.

  • Parabéns, Eduardo,

    Coerência desde o começo das manifestações (com exceção do penúltimo post, em que você quase se deixou levar pelo sentimentalismo geral de apoio às passeatas).

    E é com a mais grata surpresa que eu finalmente vejo dois dos blogueiros que eu mais leio concordando num assunto! Você e o Tio Rei! Bem, é claro que o Reinaldo não colocaria a culpa da violência na “ultradireita”, mas no resto tudo conforme!

  • Texto excelente, acrescento, alguns acham que podem parar o movimento no momento que lhes comvier, acham que podem sair ganhando, tenho a impressão que perderemos todos se houver um alastramento da violência, esta descontrolada só existirá vítimas.
    Perdas humanas e perdas materiais acontecerão, a direita pensa que existirá retrocesso nas conquistas sociais, que os assistidos voltarão conformados ao status anterior, enganam-se.
    Os bélicos acham que vidas podem ser sacrificadas para atingir-se um objetivo, um pensamento errado, talvez no final observem que a maior das conquistas é a paz.
    A violência depois de entranhar-se, será dificil combatê-la.

    • É a “geração Hastag”, Locatelli. Não tem espaço para os caracteres necessários para apronfundar o debate, nem absorver informações que não sejam bordões. Por exemplo, o “Queremos escola no padrão Fifa”
      O que tem uma coisa a ver com a outra? Os estádios geraram milhares de emprego. Os grande eventos estão gerando também milhares de micros, pequenos e médio empreendimentos. Essa Copa já movimentou 240 mihões só em turismo.
      Quer educação? Guarde suas energias para pressionar o Congresso aprovar a lei que dá o pré-sal para a educação.
      O Facebook me deixou burro, burro demais. ô ô ô ô

      • Pra começar, a construção de escolas é função dos governos estaduais e prefeituras. Função essa definida na Constituição.

        Acho que você tem razão: é a geração do pessoal que só lê manchete e hashtag…

  • Eduardo, li vagarosamente seu texto e meu pensamento exponho abaixo:

    1) Lutar por uma luta boa é bacana, mas vandalismo não está com nada. O vândalo, a pessoa que destrói a loja, a prefeitura, o patrimônio pessoal e público, perde a razão.

    2) Atitudes ditatoriais também não estão com nada. A pessoa que impede, sob ameaça física, outra pessoa de levantar a bandeira do PSDB, do PT, do PSOL, do Coríntians, do Palmeiras, de quem for, não tem nada de democrática, pois democracia não é isso. A frase “não queremos que confundam nosso movimento com o partido X ou Y” pode ser desculpa para abrigar posições autoritárias. É lógico que existem pessoas dentro dos partidos que apóiam o movimento. Qual é o problema? As ruas são dos brasileiros. Ou não são?

    3) Democracia não é impedir o outro de pensar, de dizer, mas respeitar as diferenças e discutir. Assentar-se à mesa. Apresentar propostas. Trocar ideias. Pensar junto. Pensar separado. E votar. Você odeia a Dilma? Vote no Aécio. Você gosta do Alckmin? Vote nele. Gosta da Marina? Vote nela. Não gosta? Não vote. Assim funciona a democracia. Sempre acho estranho torcedores de um time intimidarem torcedores de outro time adversário.

    4) Após essa atitude dos governantes de SP, e imaginando que os estudos vão continuar para analisar o transporte de São Paulo, veremos o que farão os líderes do movimento. Torçamos para que se comportem de forma serena, ouvindo, dialogando. É preciso responsabilidade. Violência e chantagem não são armas boas, defensáveis, democráticas. Usá-las faz perder a razão.

    5) O momento é de crescimento dos nossos governantes, seja Dilma Roussef, Geraldo Alckmin, Fernando Hadddad, seja quem for, em qualquer estado. O momento é de liderança com serenidade. Que o líder dentro de cada uma dessas pessoas cresça, se agigante. Precisamos de bons líderes e que Deus ilumine esses governantes que citei. Precisamos de sua presenças, tranquilizando, enquanto também criam soluções de curto, médio e longo prazo, pois são pessoas inteligentes e contam com assessores inteligentes.

    6) Líderes não permitem que vândalos e pequenos ditadores assustem pessoas, especialmente pessoas simples e que precisam do ônibus para voltar para casa, do emprego e do negócio para sobreviver, destruam o patrimônio e ameacem a integridade física e a vida. Nenhuma causa pode justificar vandalismo e assustar pessoas, trabalhadores, gente do povo.

    7) Finalizando, que Deus ilumine o nosso Brasil, um país bacana, com um povo bacana e que não merece ter sua bandeira queimada, como alguns defendem, certamente sem pensar. Disseram-me que um jogador sugeriu dar as costas à bandeira brasileira. Deveria levar um pito do Felipão. Finalmente, não estamos em má situação. Muitos outros países estão. Somos um paisaço. É importante ouvir os que as ruas dizem, mas vandalismo não dá para aceitar.

    • Caro Marcelo, concordo com muito do que diz. Na verdade, é preciso responsabilidade. Quando um movimento se torna irresponsável, mutila pessoas e destrói o que as pessoas custam tanto a construir, perde o sentido. Nada justifica algo assim. Também concordo sobre a necessidade de liderança dos governos, que precisam ouvir as reivindicações, mas não podem admitir crimes. Pessoas que cometerem crimes merecem nada mais do que punição.

      Acredito que a presidenta, especificamente, precisa ser líder, concordando também com o Eduardo. Ela pode até ter um lado burocrata forte, mas o momento é de liderança, de tranquilizar as pessoas, tanto pelo lado da política quanto da economia. Sobre a economia, esta até pode estar meio que esfriando, em função do contexto internacional, mas o arsenal do governo para lidar com a crise é respeitável.

    • Perfeito. e em relação ao item seis, ouvi ontem um popular comentar logo após saber que revogaram o aumento das passagens que então agora termine a baderna.
      O povo estará agradecido ao MPL pela passagem mais barata, mas não em troca de baderna todo dia

  • Esse movimento, independente do que represente, diz a todos os democratas que é hora de se engajar e ir para as ruas fazer o embate político. Essa responsabilidade é de todos, tirar o cú da reta e transferir essa responsabilidade para alguém é uma atitude covarde, digna dos canalhas.

  • Facebook + foto de bombadão é =MPLD(Movimento Passe Livre da Direita).Que prega a democracia e apela para o autoritarismo.Movimento Interessante…puro,apolitico e altamente manipulado.Olha a rede do Partido Novo.

  • Eduardo, acompanho o blog há mais de cinco anos. Sempre me identiquei com suas ideias. No entanto, quanto ao movimento popular que toma o país em luta por novos paradigmas de serviços públicos e de garantias de direitos, como o direito à cidade, puxando a linha do horizonte, que se encontrava, por sinal, extremamente limitada à luz de qualquer espectro partidário, discordamos radicalmente. Quando temos sistemas perversos, como o de transporte, que obrigam o povo a uma condição humilhante, explorando-o com tarifas abusivas e qualidade precária, tudo isso para o privilégio dos proprietários desses sistemas, que se mantêm no comando a partir de acordos subterrâneos e obscuros, é hora de ir às ruas. Quando socialistas e progressistas priorizam os acordos de manutenção desses sistemas em em detrimento às demandas populares, é hora de tomar a praça pública. Infelizmente o partido dos trabalhadores, ao qual sou filiado desde 2000, e militantes das causas populares, como você, ao tentar criminalizar os movimentos que estremecem o país, estão perdendo o bonde e uma grande oportunidade. Com essa postura legalista, eleitoreira e burocrática, afastam-se da própria essência e se aproximam de um conservadorismo entristecido. Lamento e Rebelo-me contra isso.

      • Antonio, muito boa sua opinião.

        Você tem uma parte da razão, o Eduardo e outros que pensam como ele têm outra parte da razão.

        Explico.

        É inegável que a direita, principalmente a midiática, está instrumentalizando estes protestos, tentando os canalizar para seus objetivos, que não são outros que o de voltar ao poder central.

        Tanto é que leio este relato de uma militante do MPL. Não somos apenas nós, o próprio MPL sabe que está sendo usado.

        Recomendo que todos leiam este relato.

        https://medium.com/primavera-brasileira/dfa6bc73bd8a

        Um trecho: “Prelúdio de um… golpe? … Nessa hora eu já estava convencida de que estamos diante de uma tentativa muito séria de golpe, instauração de estado de exceção, ou algod do tipo. Muito séria. Muito, muito, muito séria.”

        Então, Antonio. Você está parcialmente certo e os acima citados também estão parcialmente certos. Cada um está vendo as coisas por um ângulo diferente.

  • Eduardo e amigos do Blog,
    No site Comunique-se há um artigo de um “jornalista” – (isso é o que ele acha) cujo título é Protestos Válidos – Por que culpar a Globo?

    Existe espaço para comentários e gostaria que muitos se manifestassem lá.

    http://portal.comunique-se.com.br/index.php/sub-destaque-home/72096-protestos-validos-mas-por-que-culpar-a-globo

    Dá prá perceber no tal artigo o grau de despreparo desse jornalista. Mas o melhor de tudo são os comentários inteligentes que serão mais úteis a ele que os 4 anos de faculdade.

  • Olá Edu.

    Eu também estava no Largo da Batata na última segunda-feira. Uma pena não ter te encontrado, pois adoraria participar dessa experiência a seu lado, trocar umas ideias.

    Já adianto que não concordo com sua opinião, nem com a do Paulo Henrique Amorim [saiba que vocês dois são referências que julgo fundamentais para entender o país, além de outros blogues “sujos”…], embora entenda que sua preocupação não seja exagerada.

    Fiz o todo o percurso de uma parte da passeata: do Largo da Batata à sede da Globo. Realmente, tratou-se – pelo menos nesse trajeto – de um movimento capitaneado pelas classes médias e alta, de maneira geral. De “povão” mesmo vi pouco. Além disso, impressionou-me a quantidade de jovens: muitos entre 16 e 19 anos, idade em que se começa a criar uma noção mais apurada da realidade política nacional e internacional. Eu acho isso muito bom! Dez anos atrás, quando estava nessa faixa etária, participar de uma manifestação seria algo impensável! Todas as minhas insatisfações políticas não encontravam um canal de “desafogo”. Conclui que a simples participação é uma oportunidade única para que jovens entendam que democracia não é só votar a cada dois anos. Por mais que – dada a origem social privilegiada – a maioria desses jovens, imagino, propague posições conservadoras, transmitidas pelo meio social em que vivem, plantou-se uma semente de politização. Reconheço que, dez anos atrás, eu lia Veja, assistia ao Jornal Nacional e pensava que a Folha de São Paulo era de centro-esquerda. Contudo, isso não me impediu de me livrar dessas “más influências”. Assim, creio que é preciso dar chance a essa garotada. Houve uma cena que presenciei que me marcou muito, de tão curiosa: um grupo de meninas de, mais ou menos, 17 anos. Uma delas segura a amiga nos ombros, para que pudesse ter uma visão melhor da manifestação. Eis que a garota levantada se depara com uma faixa bem grande “Fora Alckmin” e se assusta: – “Fora Alckmin? Como assim?”. Deu para ver sua perplexidade, o que eu acho muito bom, como aprendizado político, pois ela participou de uma manifestação em que o político queridinho da família era execrado. Quer maior convite à reflexão?

    Ademais, percebi que a manifestação estava longe de ser homogênea com relação aos gritos e aos temas. Particularmente, até pela presença maciça de pessoas das classes abastadas, pensava que os coros de “Fora Dilma”, “Somos contra o mensalão”, “Petralhas”, etc., seriam muito mais frequentes do que realmente foram. Havia referências à Dilma e ao mensalão, as quais eram entoadas por determinados grupos de pessoas, mas que não chegaram a propagar entre a “massa”. De maneira geral, o que predominava eram cantos contra o aumento das passagens e xingamentos contra Veja e Globo [Jabor em especial]. Sim, gente abastada gritando contra a Globo [o fato de votarem no PSDB e xingarem a Globo é uma incoerência, de fato, mas não deixa de ser sintomático de que manipulação tem limites]. Havia também faixas contra Alckmin e contra o Ministro da Justiça, além de execuções do hino nacional e o grito de torcida pasteurizada em estádios de futebol e ginásios de vôlei “Sou brasileiro…”.

    Assim, creio que essas pessoas das classes médias e alta foram às ruas independentemente do que o PIG propaga. Se elas fossem altamente dóceis, não teriam saído, já que a virada do PIG pró-manifestação ainda não se tinha concretizado na segunda-feira. Tanto é que ele se ajustou a essa mudança de postura [tipo: nosso público cativo mudou de postura, então, vamos nos ajustar].

    Vejo dois perigos à sobrevivência desse surto de participação: em primeiro lugar, gritos de “Sem partido”, “Movimento dos sem partido”, etc., demonstram uma rejeição perigosa à política. Nisso você tem toda a razão. Afinal, se essas diversas demandas não forem canalizadas em direção a um partido político, novo ou já existente, simplesmente morrerão na praia. Em segundo lugar, corre-se o risco, sim, de a direita reacionária cooptar setores que saíram às ruas. Quem protesta por meio de “Sou brasileiro…”, “Contra a corrupção”, etc., é alvo fácil de gente que quer valer-se de um movimento genuíno em prol de determinado grupo político-econômico [cujo nome não preciso nem dizer, não é mesmo?].

    Todavia, as manifestações são legítimas, sim, não resultam de gente alienada, de playboyzinhos querendo aparecer, posar de bacana. Acredito que haja gente desse tipo que saiu às ruas, mas estes estão longe de serem maioria. Há uma ânsia por maior participação no jogo político, o que é saudável.

    Há riscos para o governo Dilma e o PT? Claro! Mas penso que estes estão começando a perder a mão, no sentido de que estão excessivamente técnicos, descolados dos movimentos sociais e mais preocupados em agradar a base aliada [que já se demonstrou não ser tão aliada assim] do que em promover mudanças mais profundas na sociedade brasileira. O abandono de um marco regulatório das comunicações é exemplo disso.

    Assim, entendo sua preocupação – e a do Paulo Henrique Amorim também. Mas é uma ilusão imaginar que as coisas caminhariam suavemente para o PT se as manifestações não tivessem ocorrido. Certamente, elas aconteceriam em outra data, talvez não com o MPL, mas com outro movimento específico. Abriu-se uma oportunidade de renovação do cenário político brasileiro, o que pode ser benéfico ao PT também, desde que este volte a suas raízes e promova reformas urgentes [Tributária, Mídia, Eleitoral], senão será tragado por sistema político que dá sinais evidentes de saturação. O risco é a direita reacionária tomar a dianteira, entretanto isso, por enquanto, é só uma possibilidade, e cabe às ruas e ao governo demonstrar que esse não será um resultado aceitável.

    Abs!

    • Oi Bruno,

      Você diz que, “vê dois perigos à sobrevivência desse tipo de participação dos jovens: “os gritos de “Sem partido”, “Movimento dos sem partido”, etc., demonstram uma rejeição perigosa à política.”
      Com relação a participação majoritária de jovens de classe média alta e ricos e seus gritos acima citados, eu queria lembrar duas coisas: A convocação da manifestação pela “rede” facebook, e o fato da nova agremiação de Marina Silva et. al. se chamar REDE e não ser um “partido político”, pelo menos no ideário de seus fundadores, pois no mais é um partido político na forma mais consistente que se conhece na democracia, que é disputar eleições e o poder. Eu que não tenho mais inocência e não acredito em consciência não engajada, sempre fico com a pulga atrás da orelha com certas coincidências e certos alinhamentos “espontâneos” desses jovens radiantes que se apresentam nessa mobilização. Repare também que essas manifestações que antes eram chamadas de passeatas, agora são mobilizações, assim como o partido siamês MD (Mobilização Democrática. Uau) – que nasceu de dois rebentos putrefatos, o PMN e o PPS. “No creo en brujas pero que las hay las hay!”.

      • Pois é, se eu for na de hoje do Rio, irei de vermelho e carregando bandeiras de todos os partidos do centro-esquerda à esquerda, do PT, PSB, PDT ao Psol, PSTU e PCO. Esse cansados apartidários não podem entrar de para-quedas num movimento de esquerda e impor sua visão falsamente apolítica, desinformada e de direita enrustida

  • Claro que nesse movimento há de tudo (inocentes e úteis, direita e esquerda, manipulação pela mídia, descaso de autoridades etc etc).
    É claro que a Presidente fechou-se no palácio como o Oráculo da verdade (votei e votarei nela). Não sai do trono nem se comunica com o povo.
    É claro que houve distribuição de renda (pouca).
    É claro que a saúde pública piorou; cada vez mais jogada nas mãos dos inescrupulosos planos privados de saúde).
    É claro que o transporte público piorou; sempre entregue aos empresários de sempre e com os mesmos privilégios de sempre.
    É claro que a mídia vem doutrinando acerca da desmoralização da política e dos políticos brasileiros (será que não tem motivos?).
    Só quem está ganhando é a FIFA, que desrespeita o Estado Brasileiro, que fez esse mesmo Estado mudar leis para atender os seus suspeitos lucros.

  • Os partidos de esquerda devem ir às ruas e se contrapor à pauta da direita, que está tomando conta dos movimentos “espontâneos” que ora assistimos. Não ter medo de travar o debate ideológico com os jovens que hoje se declaram anti-partidários e que tanto carecem de politização. Sem política, sem partidos, descambamos para o fascismo, e esse é o jogo da direita: alguém ainda duvida disso diante das atuais manifestações? Daí decorre que certas lideranças progressistas não poderão mais se omitir e terão que abandonar a letargia inebriante da política de gabinetes. O medo das ruas é coisa da direita. Partidos com passado de luta pelo progresso, que sofreram tentas agruras impostas pela ditadura militar, torturas, exílios, perseguições, e que hoje ocupam o poder, certamente não fugirão das ruas: é lá que se encontra o seu habitat natural, não nos palácios refrigerados. Por isso, é para lá que voltarão prazerosamente, de forma organizada, mobilizando multidões de militantes, trabalhadores da cidade e do campo, estudantes, bradando pelas transformações que realmente o país anseia: reforma agrária, reforma urbana, reforma política, democratização dos meios de comunicação, regulação da mídia, ampliação dos direitos sociais. Esse é o caminho para se garantir as conquistas de ontem e de amanhã e o antídoto eficaz contra o golpismo da velha e carcomida direita

  • Você está certo Edu, como sempre. Esse movimento foi encomenda da direita, do instituto milleniun e da mídia, possivelmente com ajuda estrangeira. Essa é minha opinião. E se não formos as ruas com muita, mas muita gente mesmo, vamos perder o bonde da história.

  • A Dilma não tem o perfil da comunicação. Até aí é palatável. Mas escolher um ministro da comunicação como o Bernardo é pedir para apanhar. O PIG safado, dia e noite, esconde tudo de bom que este governo fez e faz pelo nosso povo. Somente dá notícia ruim, mentiras e mais mentiras. Canoniza suspeitos como Cachoeira, Marinhos e Civitas e demoniza quem sentou o pé no barro e enfrentou a morte pela independência da pátria. E o Bernardo convenientemente dorme. Aliás, será que existe o ministério das comunicações? Acho que sim, para fazer conchavos com o PIG, visando certas eleições em um certo estado e perseguir os blogueiros que querem mostrar o bem que o último governo fez e que os oportunistas da oposição nunca fizeram. Por acaso estamos na Espanha, onde grassa um desemprego descomunal? Em 2008 não era o PIG que apregoava que o país deveria parar? E José Serra e sequazes não engrossavam o coro? E as 14 dentre as 50 maiores obras que estão a ser tocadas em todo o mundo, as 14 que aqui estão a trazer emprego e comida para dezenas de milhares de compatriotas e suas famílias? O PIG salafrário omite-as e o Bernardo dorme. E as 12 mil obras que estão a ser tocadas por aqui, no Brasil, e que o PSDB do Alckmin Pinheirinho queria que não fossem efetuadas para cortar gastos? E o PIG fala de saúde quando foi o vetor da FIESP para cortar os 40 bilhões da CPMF destinados à saúde. E fala de educação quando quer que o pré-sal seja entregue à Chevron e os 100% dos royalties destinados à educação neste governo sigam outro caminho, o dos bolsos dos imperialistas e expropriadores das nossas riquezas, O que a classe média deste país exibe é uma visão míope, cegueta, colonizada, manipulável pelo PIGlobo, a maior e mais perversa engrenagem, o maior inimigo hoje presente e que se opõe ao desenvolvimento e soberania da pátria, o carcará sanguinolento, o instrumento de golpes em favor de uma potência estrangeira que lhe paga para tornar palatável a entrega das nossas riquezas. O PIG tem como cérebro e espinha dorsal este monstro marinho de nome Globo, um enclave estrangeiro em nossa pátria, assassino dos nossos sonhos de independência e soberania.
    Por outro lado, os manifestantes não estão totalmente errados, são muitas concessões que este governo tem feito à elite perversa. Os comerciantes, insuflados pela Globo e seus ramos venenosos sobem todos os dias os preços de tudo, sem critério, sem motivação, pelo simples prazer de saciar uma ganância desmedida. Esta é a nossa elite, inútil ,perversa, espoliadora. O governo precisaria ser mais incisivo. Nos braços de quem cairão os manifestantes. Nos braços da nojenta e repugnante Globo que se encontra a serviço de um império estrangeiro? Quem não são os corruptos: Alckmin Pinheirinho, Agripino Maia, Serra, FHC, Aécio, Bob Freire? Quem são os canonizáveis? Os Civitas, os Marinhos, os Frias?

  • Acho que o Eduardo tem razão, já está ficando cansativa essa estória toda. Claro que a pauta da manifestação é justa, quem é que pode ser contra a redução das tarifas, do passe livre, da reforma agrária, de melhorias na saúde e na educação, da preservação da amazônia, do aborto, do kit gay, das prostitutas serem felizes e a favor dos gastos da copa, da PEC 37?
    Só isso daí deve dar uns 300 dias de manifestação, talvez quem sabe até a copa. Bacana a liberdade de manifestação, mas tem a liberdade de circulação das pessoas dentro da cidade, não é mesmo? As escolas fecham, o comercio também. Muita gente está levando prejuízo. Tem muito comerciante que não pode se dar ao luxo de ter prejuízo. Quem é que vai mediar isso? Onde começa um direito e termina o outro? Precisa fechar as ruas, todos os dias?
    A garota que coordena o MPL, depois de saber da redução das tarifas, falou que iam continuar nas ruas, quando perguntada pela pauta, falou: “agora talvez o passe livre, a reforma agrária, sei lá”!
    Além disso, está dando a chance da bandidagem descer pro asfalto e tocar o terror. Hoje fecharam a ponte Rio-Niterói, uma negada forte, agressiva, 50 pessoas fecharam a ponte na hora do rush! Tiros e bombas.
    As pessoas estão com medo de sair na rua. Helicópteros da polícia toda hora.
    Agora os lindinhos devem estar postando no feice e contabilizando os seguidores. Ninguém tem nada com isso, afinal eles estão mudando o Brasil. Parece até que tem uma disputa, quem leva mais pessoas às ruas, quem tem mais seguidores no feice.
    De verdade, eu acho muito bom ver essa galera jovem nesse pique todo, se sentindo “responsável” pelos seus destinos, experimentando a cidadania. Realmente deram uma sacudida nessa politicagem careta e medíocre. Não estou discutindo o mérito do movimento, mas colocando o lado das outras pessoas. Não dá pra viver de passeata, o resto da população também tem o direito de circular pela cidade, precisam trabalhar, estudar.
    Engraçado que falam de corrupção, mas ninguém fala nada dos contratos mais que suspeitos do Cabral, com o monopólio da CCR na administração das barcas, e com os trens suburbanos e o metrô. Aí está o grande motivo dos transportes serem tão caros e ruins. Mas o movimento é genérico. Estão insatisfeitos.
    A mesma galera que deixa 70 toneladas de lixo num bloco de carnaval, que deixa 10 ton aqui na minha praia num fim de semana de sol. Não jogar lixo na rua e ter consideração pelos outros também é cidadania.
    Bom texto do Eduardo. O Nassif e o Azenha parecem sabonete em cima do muro, não sabem se escorregam pra lá ou pra cá. E ainda botam a Dilma e o PT na roda. Continuo achando muito estranha essa estória toda.

  • Acho que meu idolo Eduardo Guimarães ta andando muito com esse pessoal do PT-SP. Edu, esse pessoal ai eh o mesmo que caga e anda pra militância, e fica de olho só nos trackings. Sao apenas mais do mesmo que chegam ao poder gritando mudança, e saem dele sem nada acrescentar.

  • E tem mais. Você nao pode responsabilizar o MPL pelo vandalismo de outras pessoas. Quando há roubalheira no PT, vc acha errado que se condene todo partido. Quando há roubalheira no PCdoB nao eh culpa do partido e sim do corruptor e do corrupto. Não se pode atribuir ao MPL a responsabilidade de atos cometidos por vândalos

  • A grande massa que foi as ruas é pouco politizada e ve no Facebuck a força propulsora pra ir as ruas, a passagem é cara, protestar é justo, eu sempre enxergo no lucro exorbitante de grandes conglomerados de empresas as causas de preços tão altos. celular é o mais caro do mundo, os pedágios ainda da era FHC, tarifas bancárias, etc etc. acontece que a maioria desses jovens manifestantes na casa dos vinte e poucos anos não viveram no Brasil pré PT, ja ouviram falar mas não sabem o que é o desemprego batendo a casa dos 20%, políticas sociais pífias, as universidades jogadas a própria sorte, programa proer, banestado, salario mínimo abaixo de cem dólares, privatizações criminosas etc etc, eles não viveram isso, vivem num pais melhor do que era, mas esse próprio benefício de se viver num momento melhor causa uma maior demanda da relação qualidade/preços dos serviços e isso esta se tornando o principal obstaculo para o PT ou de qualquer governante que queira votos, Mas a pouca consciência política e histórica de boa parte dos manifestante que parecem ter sidos municiados pela Veja, Globo e seu moralismo selecionado realmente me preocupa. banalizar a política é o maior erro de quem realmente quer mudanças

  • ♫ Congratulo-me com você, Eduardo, pela sua coragem e desassombro afirmando que, na prática, está em curso mais uma tentativa de golpe. Os partidos são ruins? São. Mas é melhor ter partidos ruins que um Partido do Sim e um Partido do Sim, Senhor. Essa baderna – com ou sem depredação e vandalismo – é uma versão atualizada das velhotas marchadeiras de 1964. Só espero que a Dilma não se deixe pautar pela mídia reacionária e não surja um salvador da pátria vestido de verde oliva. Imagino que essa também seja a sua esperança. E não ligue nem responda aos provocadores e iludidos que na certa atacarão você. Como se viu, não há “povo” metido no movimento; há apenas o que se poderia chamar de inocentes úteis: idiotas políticos e deslumbrados em geral.

  • ♫ P.S.: Moro em Guarujá e estou chegando aos 70 anos. Mas se os partidos da esquerda promoverem alguma forma de reação em São Paulo, lá estarei como estive nas lutas no ABC, “Diretas Já” e “Fora Collor”.

    • Tambem estou na casa dos 60 e moro no guaruja. Ha algum movimento por aqui para participar de discussoes mais focadas? Quem sabe poderemos mobilizar a juventude daqui – levando informacoes corretas do que aconteceu na ditadura e os perigos da desinformacao.

      • ♫ Não, Maria, aqui em Guarujá não há nada; nem PT, vendido como está a quem der mais. O único camarada que tinha valor, aquele vereador, mataram, e todo o partido refluiu, legando como herança essa gosma da Maria Antonieta, engraxate do Duíno Suíno. Não vejo possibilidade de fazer nada aqui. De resto, ainda trabalho apesar da idade e resta-me pouco tempo para participar de movimentos. Lamento.

        • Que pena. Agora que tenho mais tempo para me dedicar a isso, vc me avisa que aqui nao tem nada. Sei que a Prefeita mora num prédio aqui perto do meu.
          Vou tentar me informar e se houver algo interessante para ajudar a juventude aviso aqui no blog.
          Obrigada pela resposta.
          E obrigada ao Eduardo pelo espaço.

  • Eu acredito que as informações deste blog ainda ziguezagueia em posicionamentos que não hipermeabilizam ao peso que está ocorrendo no país.
    Acredito que uma profunda fundamentação consiga esclarecer com mais veemência os fatos.
    Na boa Eduardo, está desprovido de originalidade estas informações. O blog está falecendo de clareza.

    Fica meu desabafo.

  • Mais uma vez, assistimos ao desprezo pela decisão do voto popular e pelas instituições, em favor do direito achado na rua. Essa é a multidão que não é povo, e que se diz pacífica e encontra-se muito à vontade com sua própria desfaçatez. O pacifismo hipócrita não tolera bandeiras de partidos e não aceita que se perca o foco com questões que não lhes são caras, ou que não lhes dizem respeito, como a “cura gay”. Parece que o Flautista de Hammelin enfeitiçou o Brasil.

  • Ontem só porque cometi a imperdoável ” ofensa” de ir ao estádio assistir o jogo do Brasil com minha família fui insultado por manifestantes do facebook nas passeatas perto do Castelão.. Só não fomos agredidos fisicamente porque a PM não deixou.
    Acho que já chegou o momento de analisar esses movimentos com os olhos da razão; sem pieguices ou condescendência.
    Nesse sentido, concordo com esse texto

  • Edu, quero encaminhar uma proposta ao Haddad. E acho que você, com seu poder de comunicação, pode ajudar – desde que ache a ideia plausível.

    Tenho ficado preocupado com o que está acontecendo. Acho que essa sensação de descontentamento difuso é nefasta para a democracia, pois cairemos no “nada presta, vamos jogar tudo foram, os políticos não prestam. Chamem os militares pra dar jeito e impor ordem”.

    Enfim, acho que tem muita gente bem intencionada nesses protestos. Mas o problema é que eles não tem foco. Como não tem rumo, quem pode capturar as rédeas pode ser a Mídia. E aí todo esse poder do povo, vai ser usado contra o próprio povo. Gosto daquela frase dos pneus Pirelli: potência não é nada sem controle. Não adianta o povo ter força, se essa força for utilizada contra o tudo e o nada.

    Mas é um fato que as pessoas estão insatisfeitas com essa democracia representativa que só nos ouve de 4 em 4 anos. As pessoas querem melhorar (cada um a seu jeito) as coisas, mas não sabem como, não tem demandas específicas. E aí cai naquela coisa de “caras pintadas”, que a Mídia tanto gosta.

    Portanto, gostaria de propor ao Haddad um salto democrático: criação de “mecanismos de democracia direta”. Numa linguagem mais fácil: dar aos paulistanos a possibilidade de criar referendos, os quais – se aprovados – tornar-se-iam lei.

    Posso citar o exemplo da Califórnia. Lá as pessoas favoráveis à legalização da maconha coletaram X assinaturas (número baseado num coeficiente populacional) e conseguiram emplacar um referendo que propunha legalizar o consumo. Todos os cidadãos californianos receberam em suas casas um caderno com as opiniões favoráveis e contra a legalização. É até engraçado constatar que o chefe de polícia de San Diego entrou na campanha a favor da legalização, pois dizia que os custos do combate à maconha seriam mais altos do que os benefícios da proibição.

    Enfim, o fato é que em todos os lugares que há referendos existe povo na rua se manifestando, mas por uma causa (aprovar ou vetar determinada proposta). Caso Haddad instituísse um mecanismo desse na cidade de São Paulo, as pessoas não precisariam mais parar a Paulista para chamar a atenção pra sua causa. E melhor: elas também não se mobilizariam sem causa (como estamos vendo hoje). Ao contrário: se mobilizariam para aprovar ou vetar determinada proposta. Seria um canal institucional que daria vasão a toda essa energia que está nas ruas hoje.

    Só para citar outra vantagem dos referendos: a de livrar o chefe do Executivo de um Legislativo oposicionista. O governador-exterminador Schwarzenegger na Califórnia não tinha maioria no Legislativo. Como ele fez para governar? Com a população, através de referendos. Sem ficar alvo de chantagens oposicionistas. Sem entrar no mérito se Arnold era bom ou ruim, o fato é que a via dos referendos permitiu não só que a população participasse ativamente da aprovação das leis (ou de seu veto), mas que o chefe do Executivo não ficasse tão refém dos partidos e lobbys no Legislativo. Se o povo aprovou, resta aos representantes acatar. E tem esse detalhe: a lei da qual você participa da aprovação é mais legítima. Você a respeita porque você a fez.

    Outra vantagem: o poder de veto. Na Itália, o Berlusconi com toda Mídia e Legislativo nas mãos privatizou as águas. E o que ocorreu? O povo vetou através de referendo. Beslusconi, controlando toda a Mídia, aprovou no Legislativo a volta da energia nuclear. O povo novamente vetou.

    Enfim, acredito que Haddad precisa dar um salto democrático e abrir esse canal institucional a toda essa massa e energia que está nas ruas. Canalizar essa energia para um debate racional sobre melhorias da cidade. A participação precisa fazer parte da cidade. Toda essa gente que tá na rua quer participar. A democracia representativa é muito pouco para eles. E para nós também. Que tal dar à população o direito de errar e acertar? Quer fazer um referendo pela revogação do Rodízio municipal? Ok. Começe a coletar assinaturas. A população será informada dos prós e contras e, se ela aprovar o referendo, ela própria vai pagar o preço de seus acertos ou de seus erros. Isso é deixar o povo chegar à maioridade, amadurecer.

    Que tal? Não seria algo interessante para se levar ao Prefeito? Se “não é por 20 centavos, mas por direitos”… que direito maior há do que o de participar na aprovação das leis que nos governarão?

  • REAPRENDER O SONHO E A ESPERANÇA!!!
    TODO PODER A PARTICIPAÇÃO POPULAR!!!
    VIVA AS MANIFESTAÇÕES!!!
    VIVA A JUVENTUDE BRASILERA CONSCIENTE E VALENTE!!!
    ABAIXO A RANZINZICE E O FALAR POR FALAR!!!
    Leio muitos comentários de companheiros e companheiras acusando os manifestantes de vândalos, baderneiros, terroristas e que tais. Generalizando comportamentos de uma ínfima parcela dos participantes. Parcela essa que todos sabemos de onde se origina: dos órgãos de repressão, das organizações de direita.
    Sou assídua frequentadora de passeatas organizadas por partidos ou movimentos populares no Brasil e em diversos países do mundo (passei muito tempo fora, na época da ditadura).
    O que ocoreu agora, nessas últimas manifestações?
    A moçada do bem, maioria esmagadora nas recentes manifestações, foi pras ruas mostrar o caminho. Pois bem, como SEMPRE ACONTECE NO BRASIL< ALHURES E ALGURES<, infiltram, a direita age, a repressão aleija e mata, e arma o de sempre: incêndios, depredações, vandalismos.
    Nunca prendem os vândalos, os que portam cartazes fascistas. Por que será? Ninguém desconfia?
    Simples. Como vão prender a policiais disfarçados e a agentes contratados ou fixos?
    Será que esses companheiros e companheiras que jogam pedra nos manifestantes não percebem que fazem o jogo da direita, dos fascistas, quando generalizam, ofendem e tentam paralizar o processo político, inutilmente, é claro?
    Ainda bem que o Lula baixou o centralismo e acabou-se o mi-mi-mi!
    A ordem agora é PT NAS RUAS! Com os camponeses, operários, moçada do MPL, TODOS OS PARTIDOS DE ESQUERDA e quem vier!

    Que tal parar de tanta ranzinzice, de fazer o jogo da direita e ficar dizendo abobrinhas, ranzizando com essa juventude louca e maravilhosa, sonhadora e valente – como um dia fomos? Pega leve, Gente! Juventude é a esperança do Mundo!
    VAMOS COM ELES E ELAS! VAMOS REAPRENDER O SONHO E A ESPERANÇA!!!

  • Pois é….. Pelo jeito a sentença “Deus está morto” acaba de ser revogada. Surgiu um novo Deus, o Facebook! E eu que pensava que a primavera árabe tinha o dedo, ou alguns dedos dos EUA e seus parceiros na Europa (Alemanha, Reino Unido, França). Qual nada! basta uma turma clicar no Facebook, sem nenhuma liderança (estranho é que eu já vi pelo menos uns cinco líderes falando em nome do movimento – é a chamada liderança horizontal- todos lideram e comandam, até os ditos vândalos) e o povaréu marcha unido por causas as mais díspares e paradoxais. Só uma coisa os une, o sentimento de revolta “com tudo isso que está aí”. Ora, se estão “contra tudo isso que está aí” acaba-se com tudo que está aí. É o que os ditos “vândalos” estão fazendo. Alguém pode me informar porque os ricos e a classe média V (de verdadeira, porque tem a nova classe média, que é de brincadeirinha) estão reclamando do preço do transporte público? Ué, achei que mesmo com a decadência da teoria marxista eles continuavam donos dos meios de produção. Quem são os donos das empresas de transporte que mamam nas tetas do Estado e do trabalhador? Deve ser uma cooperativa de trabalhadores, quá…quá…quá…A não ser que em nome do reordenamento urbano da cidade eles estejam protestando retirar seus carros das ruas para a plebe rude passar em ônibus, trens e metrôs com serviços de “primeiro mundo”. Não é à toa que os mantras que mais se ouvem são: “sem violência”; “não depredem o patrimônio”; “tudo na paz”. Patrimônio de quem? Paz de quem? Dos que se apinham no transporte público durante muitas horas todo dia para vender seu trabalho barato nas indústrias e nos serviços desses que agora marcham lado a lado nas ruas como se fossem e vivessem do e no mesmo barro? Ora, cabe tudo nesse movimento, a agenda das “chamadas direita e esquerda” (alguns acreditam que isso não existe mais- para mim é o mesmo que dizer que não existem pobres e ricos com interesses completamente diferentes); a dos “politizados” e a dos “apartidários”; a dos “vândalos destruidores do patrimônio público(de quem?) e particular” (aqui acho que, de fato, o patrimônio público e particular estão bastante imbricados). Em se tratando de política, que envolve interesses diferentes e conflitantes, me parece que quando se mistura de tudo a coisa fica amorfa, linear, sem cara, falsa, irreal. No frigir dos ovos esse é o melhor dos mundos, que nem Marx imaginou, onde todas as diferenças individuais e coletivas desaparecem em nome da…. Revolta de Todos! Que beleza!

  • É sempre bom vir aqui, especialmente nas madrugadas, silenciosas, e encontrar sábias palavras tanto do prezado blogueiro progressista Eduardo Guimarães como quanto de alguns dos comentaristas mais sensatos e equilibrados nos momentos em que o próprio bom senso é questionado pelas mais diversas gamas de sentidos para a interpretação de nossa realidade brasileira. O Blog da Cidadania é uma verdadeira escola onde se aprende sempre mais e mais sobre democracia e cidadania e se põe em prática tudo o que de melhor a consciência humana pode filtrar dos atos e fatos cotidianos. Às vezes venho com determinada opinião que se aperfeiçoa com as contribuições do pensamento dinâmico do titular deste Blog da Cidadania e/ou de algum(ns) de seu(s) constante(s) colaboradores; outras vezes, saio ainda com o pensamento ‘original’ mas ficam as questões suscitadas ao longo dos artigos ou levantadas por um e outro comentarista, sempre despontando das leituras alguma luz nova (sei que a expressão é antiga, mas na madrugada isso faz uma grande diferença…) para o melhor entendimento das questões palpitantes no cenário brasileiro, com extraordinária lucidez e bom senso, sempre. Meus parabéns ao senhor, Eduardo Guimarães, e comentaristas, por mostrarem que (ainda) há vida inteligente na Internet, basta saber onde procurar e aonde ir.

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” Joseph Pulitzer

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” Malcolm X

    Ley de Medios Já ! ! !

  • Eduardo, só para registrar.
    Gostaria de cumprimentá-lo pela sua magnanimidade.
    Você foi dos poucos na blogosfera progressista – além de você, só me lembro do Valdir “Esquerdopata” – a nos alertar de que esse negócio era meio esquisito.
    Sofreu muitas censuras e reprovações.
    Em nenhum momento, está “jogando na cara” ao estilo “eu avisei”…
    Parabéns!

  • Obtida a redução do preço das tarifas, os “cansados” do MPL, que são de esquerda e ultra-esquerda (na sua grande maioria) ou doutrinados pela esquerda acadêmica, afirmaram que pretendem continuar com as manifestações, abordando outros temas. Será o seu grande teste. Se eles continuarem com protestos genéricos contra a corrupção, sem enfocar a assombrosa corrupção e os escândalos das administrações petistas (“cositas” tão “amenas” como o Golpe do Mensalão Federal, a execução penal dos “mensaleiros-golpistas”, o Rosegate, a “bi-presidencia”, em que a Dilma se submete, vergonhosamente, aos obscuros desígnios do Lula da Silva, o desmantelo da macroeconomia, os gastos públicos que beiram à criminalidade, o endividamento, a falta de investimentos, a inflação, a ruína da Petrobrás, e outras que tais…), é sinal de que não querem outra coisa senão infernizar a vida da Dilma Roussef e trazer de volta, em 2014, o pior flagelo que já se abateu sobre o Brasil, em todos os tempos, no campo político: Lula da Silva!

    • “Se eles continuarem com protestos genéricos contra a corrupção, sem enfocar a assombrosa corrupção e os escândalos das administrações petistas (“cositas” tão “amenas” como o Golpe do Mensalão Federal, a execução penal dos “mensaleiros-golpistas”, o Rosegate, a “bi-presidencia”, em que a Dilma se submete, vergonhosamente, aos obscuros desígnios do Lula da Silva, o desmantelo da macroeconomia, os gastos públicos que beiram à criminalidade, o endividamento, a falta de investimentos, a inflação, a ruína da Petrobrás, e outras que tais…),…” ( Tucano-pefelê, Udenista)

      O ilustre tucano-pefelê diz ver “a assombrosa corrupção e escândalos das administrações petistas”.
      Ele conseguria comparar esses escândalos petistas com os produzidos e escondidos pelas famiglias do PIG em relação aos tucanos de São Paulo?

      O ilustre udenista diz ver o Golpe do Mensalão Federal e a execução penal dos mensaleiros-golpistas”. Seria a ação conjunta do Joaquim Barbosa, do Brindeiro Gurgel e do Antônio Fernando de Souza produzindo provas para condenar os petistas, escondendo outras provas que inocentam os mensaleiros petistas? Ou seria o Golpe do Mensalão Federal o fato de esconder a existência do Mensalão Tucano e das ações do Orelhudo Dantas?

      O ilustre enrustido defensor das famiglias do PIG diz ver uma tal de “bi-presidência” (???????), será a maconha estragada que ele divide com o finado FHC? Diz ver os “obscuros desígnios do Lula da Silva”, será que ele tá confabulando com o asqueroso Jabor para ver os tais “obscuros desígnios”?

      “Gastos públicos que beiram à criminalidade”?????? Seria o Bolsa-Família? O programa Minha Casa, Minha Vida? A desoneração fiscal para diversos setores da economia? O Prouni?

      Já sei, o ilustre tucano-pefelê trabalha na tal “rádia” que troca a notícia, a tal da CBN. Assim, o udenista, o amigo dos patrões da “rádia” que troca a notícia, também troca a notícia.

      • O ilustre lulo-petista não vê porque não quer ver “a assombrosa corrupção e escândalos das administrações petistas”. porque é adepto incondicional do “me engana que eu gosto, e nele se compraz. Mas, certamente, de nada lhe adiantaria comparar os escabrosos escândalos produzidos pelos anjinhos barrosos do seu partido com outros, ocorridos antes. Pelo simples fato de que estes, ainda que tenham mesmo ocorrido, e sejam maiores do que eles, jamais servirão de justificativa e absolvição para os autoproclamados “campeões da ética e da moralidade” , que viriam para mudar tudo o que está aí”. Ou você pretende absolver os crimes cometidos pelos seus, sob a alegação de que outros, em algum outro tempo e lugar, também cometeram os mesmos crimes? Tenha a santa paciência!

        O ilustre lulo-petista pretende negar o Golpe do Mensalão Federal e a execução penal dos “mensaleiros-golpistas”., a partir da sua cegueira militante, que o faz lançar-se, pateticamente, contra a ação conjunta do ex-PGR, Antônio Fernandes de Souza, do atual PGR, Roberto Gurgel, e dos eminentes juízes da Suprema Corte do país, que houveram por bem condenar, com base numa verdadeira montanha de evidências e provas, os celerados que atentaram contra os cofres públicos e o próprio Estado Democrático de Direito? Ou eles teriam que esperar que fosse julgado, antes, o valerioduto mineiro dos tucanos da “oposicinha”, cuja importancia não se equipara, nem de longe, à do maior escândalo de corrupção política do país em todos tempos, que foi o Golpe do Mesnalão Federal do desgoverno Lula e do PT?

        Como pode o ilustre lulo-petista, que é um enrustido defensor das famiglias do PIG (o Partido da Imprensa Governista), dizer que não sabe que quem manda no país é o “bi-presidente”, que tem que ser consultado para qualquer decisão mais importante do governo, que colocou e manteve, no Gabinete da Presidencia da República ,em São Paulo, a famigerada “Madame Rose”, tida e havida como sua amiga íntima, e que deitava e rolava sem que a Dilma pudesse fazer absolutamente nada,. e que afirmou, recentemente, discursando no Peru, que rira dar um telefonema para que a Dilma resolvesse algo que incomodava os empresários locais? Se isso não é mandar, então ninguém manda mais neste país! Isso me faz pensar que, se eu fumei alguma maconha, a fumaça dela deve ter turvado o seu pobre cérebro, companheiro!

        “Além disso, o ilustre lulo-petista finge ignorar “os gastos públicos que beiram à criminalidade”. Quando muito, tenta justificá-los, canhestramente. Será que você acha mesmo que a bufunfa toda que o desgoverno do seu partido gasta muito e gasta muito mal vai apenas para o “Bolsa Esmola” (não era assim que o Lula da Silva chamava esse benefício, quando estava na oposição?), para o “Minha Casa, Minha Dívida” (que não anda, só desanda), para a imensa caixa-preta do Prouni, e para a desoneração fiscal que só está servindo para acobertar, temporariamente, o desastre econômico que está em curso?

        Já sei, o ilustre lulo-petista não lê jornais e revistas, não ouve rádio, nem vê televisão. As únicas notícias a que tem acesso são aquelas que lhe são repassadas pelos militantes do seu partido, depois de terem sido devidamente censuradas. Ou seja, é um sem-notícias!

    • Caro,

      Que tal eles incluírem na pauta a Reforma Agrária; a Reforma Política; os 10% do PIB para a educação; a CPMF da Saúde; A Lei do Meios de Comunicação; Juros baixos e Impostos altos para os ricos e as grande fortunas (os Marinhos, os Skaf, os Eikes, por exemplo, pagam a mesma alíquota de IR que eu, que sou aposentada do INSS, é mole?); Moradia para todos; a Revisão da Lei da Anistia? O tema que levou o movimento Passe Livre às ruas é do interesse do povo, dos trabalhadores, não dos mauricinhos e patricinhas que foram para a rua apenas cantar o hino nacional. Ou eles usam transporte público e deixam seus carros em casa? Transporte livre para todos significa estatização do setor, seja através de subsídios ou da própria encampação das empresas pelo poder público. Será que é isso mesmo que esses jovens de classe média e alta que estão nas ruas querem? Eles são filhos da classe média e alta, isto é da direita, que estão pegando carona no justo movimento Passe Livre. E para não perder a viagem incluem suas palavras de ordem reacionárias e sua pauta contrária ao povo e aos movimentos populares. Eu quero ver é com o MST na rua se o PIG vai mostrar suas reivindicações e dizer que são justas e democráticas e significam a revolta justa “contra tudo isso que está aí”? A conferir.

      Abraço democrático.

    • Caro,

      Que tal eles incluírem na pauta a Reforma Agrária; a Reforma Política; os 10% do PIB para a educação; Defesa das cotas, Defesa dos direitos dos homossexuais; a CPMF da Saúde; A Lei do Meios de Comunicação; Juros baixos e Impostos altos para os ricos e as grande fortunas (os Marinhos, os Skaf, os Eikes, por exemplo, pagam a mesma alíquota de IR que eu, que sou aposentada do INSS, é mole?); Moradia para todos; a Revisão da Lei da Anistia? O tema que levou o movimento Passe Livre às ruas é do interesse do povo, dos trabalhadores, não dos mauricinhos e patricinhas que foram para a rua apenas cantar o hino nacional. Ou eles usam transporte público e deixam seus carros em casa? Transporte livre para todos significa estatização do setor, seja através de subsídios ou da própria encampação das empresas pelo poder público. Será que é isso mesmo que esses jovens de classe média e alta que estão nas ruas querem? Eles são filhos da classe média e alta, isto é da direita, que estão pegando carona no justo movimento Passe Livre. E para não perder a viagem incluem suas palavras de ordem reacionárias e sua pauta contrária ao povo e aos movimentos populares. Eu quero ver é com o MST na rua se o PIG vai mostrar suas reivindicações e dizer que são justas e democráticas e significam a revolta justa “contra tudo isso que está aí”? A conferir.

      Abraço democrático.

      • Caro,

        O MPL pode incluir, na sua pauta toda esses temas – e muitos outros mais, tão caros ao totalitarismo quanto esses! – que ainda fascinam as viúvas do comunismo internacional. Afinal de contas, quem pode pode prever o que pode sair da cabeça de revolucionários do miolo mole como esses que, na reivindicação dos seus supostos direitos, não hesitam em afrontar direitos alheios, começando por cassar a liberdade de ir e vir de milhões de pessoas (que é um direito fundamental, constitucionalmente garantido, dentro do regime democrático, e, também, uma das primeiras restrições impostas pelos regimes totalitários). Na ponta, onde se encontram as franjas do movimento, os extremistas promovem atentados contra o Estado Democrático de Direito, como invasões de prédios públicos, depredações e saques. É digno de nota o fato de que os líderes do MPL jamais vieram a público para reprovar, de forma peremptória, a violência que vem ocorrendo no curso das manifestações. Pelo contrário, houve, dentre eles, quem a justificasse, batizando-a, romanticamente, de “revolta popular”.

        Definitivamente, O MPL não representa quem preza, de fato, a democracia, uma vez que viola preceitos constitucionais, nega-se a negociar, constrange o poder público a tomar decisões irracionais, compromete investimentos que poderiam gerar emprego, renda e benefícios diversos para a população, e hasteia bandeiras de uma ideologia criminosa a que o povo brasileiro é absolutamente avesso, E não me importa nem um pouco se ele, o movimento, é constituído por trabalhadores ou por “jovens de classe média e alta”. Não passam, uns e outros, de massa de manobra de gente que sonha com passe livre, almoço grátis e outras prebendas que só existem no socialismo ideal. Sim, porque no socialismo real, o que temos é a conversão de países inteiros em verdadeiros campos de concentração, onde, os que não são assassinados pelo regime por delito de opinião ou franca dissidencia, morrem de fome. Isso, por certo, você não vai ler no PiG (Partido da Imprensa Governista).

        Abraço democrático.

  • Não sei se alguém viu algo diferente, mas eu, até agora, não tomei conhecimento de imagens de manifestantes portando cartazes contra o programa Bolsa-Família – como faziam, pateticamente, os adeptos do movimento “Cansei”.

    Ainda outro dia houve aquele incidente sobre os boatos mal explicados em torno do Bolsa-Família. O povão – e ali acho que todos reconhecem o povão – saiu de casa e foi para as portas das agências.

    O que aconteceria se algum político levasse adiante a ideia patética de extinguir o Bolsa-Família? Além de patética a proposta se mostra contraprodutiva, como mostraram os eventos decorrentes do boato da extinção do programa.

    Será mesmo que hoje em dia alguém tem na extinção do programa Bolsa-Família, fora o pessoal do “Cansei”, que não conseguiu botar tanta gente na rua, uma proposta política a ser levada adiante com uma eventual retirada do governo atual via eleições, ano que vem?

  • O grande momento da cidadania – por Luis Nassif (http://bit.ly/104F2kw)

    Vou pegar o carro no estacionamento. O manobrista está exultante: “O Haddad e o Alckmin voltaram atrás e reduziram o preço das passagens. O povo venceu”.

    No elevador, desço com uma vizinha, dona de uma empresa de sistemas. Pergunto como viu a manifestação. Ela tinha ido. Comenta que a PM só atua contra manifestante e pouco contra baderneiros.

    A amplitude das manifestações é inédita. É o chamado grito engasgado no ar.

    ***

    Paradoxalmente, alguns meses atrás o prefeito Fernando Haddad, de São Paulo, foi o primeiro a pensar em alternativas para o transporte urbano. Aqui mesmo expus a proposta. Mas, até as manifestações do Movimento do Passe Livre, aparentemente não era prioridade em nenhuma instância de poder, nem na área federal, nem nos estados. A ideia ficou à espera do momento.

    A proposta básica consiste em um sistema de subsídios cruzados. Numa ponta, haveria a elevação de tributos sobre combustíveis para os carros que circulam nas regiões metropolitanas. Os recursos seriam utilizados para desonerar os transportes coletivos.

    ***

    Há um conjunto de virtudes nessa proposta.

    Uma, de ordem distributivista, tirando do dono do veículo para o passageiro de ônibus.

    Outra, de ordem urbanística, penalizando o veículo individual, em um momento em que as ruas não comportam mais o crescimento do trânsito.

    ***

    Ideias existem. No caso das regiões metropolitanas, há a necessidade premente de medidas radicais em favor do transporte público e da inibição do transporte individual.

    Mas, de norte a sul, havia o receio de afrontar o estabelecido, de se colocar contra o dono do veículo, mais influente do que o passageiro de ônibus.

    ***

    Por outro lado, nos últimos anos a prioridade total da política econômica consistiu no atendimento das demandas empresariais, na isenção de impostos para veículos, bens de consumo. O cidadão ganhava por consequência, na condição de consumidor.

    Trata-se de uma prática recorrente de política econômica. Governantes agem preponderantemente em cima das pressões imediatas.

    Nem os culpe. Gestões públicas são tão complexas, há um emaranhado tal de interesses envolvidos, que a prioridade sempre acaba sendo de quem tem maior poder de vocalização.

    Desde tempos imemoriais do capitalismo, o circuito da vocalização de interesses é o mesmo: nasce dos grupos econômicos, é defendido pelos grandes veículos de massa e pressiona as autoridades públicas.

    O Movimento do Passe Livre finalmente colocou o cidadão no centro das políticas públicas, rompendo com o circuito tradicional de mídia.

    ***

    Trata-se de um movimento inédito. Nos últimos anos, diversas políticas sociais mudaram a face do país, permitindo a inclusão social, a consolidação de uma nova classe média, a explosão de um novo mercado de consumo.

    Mas foram movimentos, embora virtuosos, de cima para baixo.

    Desta vez, é o próprio cidadão que se torna protagonista. Apropria-se das redes sociais, sem nenhum comando centralizado. Apenas o grande caldeirão em que as conversas vão se entrelaçando, formando consensos aqui e ali até ganhar massa crítica.

    A partir daí, a história foi reescrita. Haverá muita cabeçada de lado a lado, até se consolidar o novo modelo. Mas o novo cidadão veio para ficar.

  • Nos idos – trágicos, tristes idos – de 1964, retornei ao Brasil,após estudar Filosofia Pura, na Europa. Idéias, projetos, entusiasmo a mil por hora. Meu olhar dirigia-se sobremodo à instaurar um sistema supletivo de alfabetização. E ensino de economia popular. Dei com os burros n’água. Nem ressonância, nem apoio, fosse junto a políticos, gente de esfera intelectual, igreja católica… zero. Havia à época um advogado em S.Paulo. Um Brasileiro dedicado de corpo e alma ao Bem Comum. Defendia os operários/escravos de uma fábrica de cimento, onde morriam de intoxicação, de subnutrição e coisas de cronico martírio. Pois bem. Ele não era comunista, nem socialista, nem oportunista,etc.etc. Passei a colaborar com ele no que podia. Certa vez foi convidado para um almoço-homenagem, na sede de uma organização suíça e levou-me junto. Entre os comensais havia universitários de S.Paulo. E entre eles dois simpáticos jovens norte=americanos, que “estudavam” numa universidade paulistana. Em nossa ingenuidade, nem percebemos o quanto eles nos dirigiam perguntas. E faziam excogitações sobre o trabalho do meu amigo advogado junto às camadas operárias… Somente anos depois vim descobrir que era inocentes, devotadí ssimos “servidores” da CIA! Desde então, sempre que surgem certos movimentos no Brasil, desconfiado, me lembro dos simpáticos e tão curiosos universitários gringos, durante aquele almoço em homenagem a um advogado paulistano, que lutava de corpo e alma em especial pelos operários, espoliados pela fábrica de cimento, com sede em Perus… E hoje, adoto como se fosse a frase e titulo deste artigo: Dizei-me com quem andais e vos direi quem sois.

  • To gostando de ver o blogueiro provar um pouco do próprio veneno.

    Acusar alguém de reacionário quando este aponta o caminho da razão em meio às radicalizações é o golpe mais simplório que existe. E é o que o blogueiro sempre fez, aliás.

    • Nunca fiz isso contra um progressista. Sou defensor de cotas, direitos dos homossexuais, redução da desigualdade, protagonismo do Estado nos investimentos, enfim, tudo que corresponde à agenda progressista. Eu chamo de reacionário quem é contra tudo isso. Por exemplo: há uma marcha de mulheres em brasília contra o “estatuto do nascituro” e contra a farsa da “cura gay”. Eis um protesto necessário e com causa e que por certo será pacífico. Apoio.

  • Sinto muito Eduardo, sempre li seu blog, mas acho que você está cego pelo discurso do PT.

    É muito admirável o que o PT fez pelos pobres em seus governos, nunca feito por ninguém antes, mas foi esmola.

    O PT hoje é um partido de elite, de direita travestido em esquerda que tem ainda pena, ao menos, das massas. Não dá pra duvidar disso quando o próprio Lula fala de o quanto os banqueiros lucraram em seu governo etc.

    O que você diz não combina com a realidade dos protestos. Seu post começa com uma foto do confronto na porta da prefeitura, já generalizando todo o protesto àquele pequeno grupo 15, 20 de direita, queimando a bandeira do Brasil, na porta da prefeitura. Eram milhares de pessoas no mesmo local.

    Quem foi aos protestos viu milhares de pessoas gritando “sem vandalismo” para qualquer princípio de baderna, O caráter direitista que você dá pára o evento não faz sentido. A direita é conservadora, não vai para as ruas em grande massa, o posicionamento da Juventude Tucana é uma prova disso.

    Quem foi aos eventos viu que ninguém leva ninguém em gde número, que a multidão era formada, em sua maioria, por grupos de 3 ou 4 com seus ideais e reclamações, vulgo a massa, o povo. Isso é o povo, não a militância do PT.

    Quem foi viu centenas de pessoas gritando “revolução” enquanto marchavam rumo ao Palácio dos Bandeirantes, sem conotação partidária. Viu também grupos de esquerda em grande número como o MST etc. Estudantes politizados, não criticando só o PT e o PSDB ao mesmo tempo, mas a ordem toda vigente.

    O PT no poder mantém e impulsiona todo o sistema. Tem algo mais de direita do que estimular a ascensão de classe através do CONSUMO? Justamente o consumismo que estimula o individualismo do sistema capitalista?

    Eis minha opinião: http://semgeneralizacao.blogspot.com.br/2013/06/quando-o-partido-politico-cai-no-vazio.html

    Alguém que é de esquerda e defende a justiça e a igualdade não pode defender um partido envolvido em um evento que gastou bilhões de reais dos cofres públicos. Ou que, mesmo não sendo o mais corrupto, pratica a corrupção.

    A impressão que fica é que, se a “grande imprensa” só fica do lado do PSDB, a imprensa “independente” só fica do lado do povo quando este está do lado do PT.

    Desculpe, mas essa é a minha opinião. Abs

    • Nunca peça desculpas por sua opinião, pois opinar é um direito contanto que a opinião não seja contra o direito alheio. Eu defendo o direito de manifestação, mas sou contra o direito de depredação, mesmo que você não deprede, mas leve depredadores consigo

      • como impedir q, numa passeata com 65 mil pessoas, algumas centenas se comportem mal?

        sua linha de ataque é simplesmente tola, pois quer responsabilizar o movimento por uma parcela de baderneiros…

        cabe a polícia coibir o vandalismo e identificar e prender os vândalos!

        e cabe a justiça coloca-los na cadeia…

        por falar nisso, vc deu voz a uma acusação grave (de q a PM teria infiltrado pessoas para propositalmente criar confusão e quebra-quebra) e ficou por isso mesmo?

        acusação leviana, assim como seu comportamento!

  • Parabéns Eduardo pela sua coragem e coerência. Estes hipócritas que o criticam, inocentes uteis de uma direita facista, provavelmente não estavam com você nas ruas quando você protestava, quase que solitariamente, contra a FSP, Pinherinhos, etc. Estamos vivendo um ” modismo” que jogará este país nas mãos de uma direita a la espanhola, onde mais de 50% dos jovens estão desempregados .

    Parabéns e parabéns mil vezes Eduardo pela sua coragem e discernimento politico, além do exemplo de um pai que expressa o amor pela família, em especial a nossa Vittoria, sempre que o seu coração ordena. Espero que um dia, eu e minha família tenhamos a chance de conhece-lo pessoalmente para poder dizer: VOCÊ É UM QUE AINDA ME DA ESPERANÇA NESTE PAÍS. OBRIGADO.

  • Concordo inteiramente com você Eduardo!
    Essa abobrinha de ficar dizendo que os vagabundos, os vândalos, que quebram tudo, barbarizam “Não os representam” é papo furado pra boi dormir.
    Quem lidera alguma coisa, tem que assumir suas responsabilidade, ou não lidera nada.
    Como eu conheço de perto essa direita fascista, irão tentar de todas as formas continuarem com a baderna.
    Aí eu quero ver os criminosos da Rede Globo dizendo que está “tudo lindo”?
    Quero ver qual será a atitude da Globo quando a turba tentar invadir o Projak, (como queriam anteontem) ou a Sede da empresa em São Paulo?
    Escreva o que estou dizendo!

    • Bem, por essa lógica do blog e de vários aqui (todos são responsáveis pelos lobos que levam às cidades), está decretado o fim de manifestações populares.
      Afinal, em toda e qualquer manifestação pública poderá e haverá “lobos” e se “você” está lá (mesmo não sendo um “lobo”) é responsável pelos danos e crimes dos “lobos” que estão ao seu lado.
      Complicado!
      Antes de entrar em qualquer manifestação perguntarei a todos se há “lobos” ali, pois se houver não vou andar ao lado de “lobos” que comem gente nas cidades, já pensou?!
      Só espero que os “lobos” se apresentem, assim, pedirei que saiam da manifestação. Tenho certeza de que os “lobos” entenderão, né.
      Ainda não entendo esse movimento, mas penso que nada tem a ver com (contra) o PT. Parece-me um movimento de quem saturou do MODELO de administração falido; modelo esse reproduzido por qualquer partido político que ganha as eleições. Todos apenas enxugam gelo, uns são mais competentes e mais ideologicamente alinhados com que penso, mas mesmo assim apenas enxugadores de gelo.
      Reformas e mudanças amplas na forma de administrar a coisa pública, acho que por isso estão nas ruas.
      Tudo demora. Fazer uma hidrelétrica é um parto de ouriço de décadas, duplicar uma rodovia, reformar uma escola etc leva anos – haja burocracia, TCU, MP, Judiciário etc etc..IMPRENSA.. – tudo tem problemas, nada presta, nada se pode fazer. Acho que deu né…o MODELO não permite que o País efetivamente melhore para todos de forma contínua e ampla.
      Bolsa família, mais emprego e renda, ótimo. Essa eterna discussão de que x milhões saíram da miséria ( que bom!) e que estamos perto do pleno emprego (ótimo!) já deu!
      Queremos muito mais do que isso – todos, até os que agradecem e precisam do bolsa família. Qualidade, eficiência nos serviços públicos é o que se quer.
      Enfim, dá um livro o que não se muda. Tivemos 8 anos de FHC e estamos já no ano 11 do PT, ou seja, vamos para 20 anos de mudanças lentassssssssssss, quase parando. Há mudanças para melhor, claro que há e muitas, mas nesse ritmo de tartaruga manca vai levar 100 anos para vermos QUALIDADE!

      • O problema caro Edmundo são tres:

        1- Já que você pensa assim, poderia por gentilizar enviar o seu e-mail para eu dar o numero da conta de minha sobrinha que teve o carro incendiado, enquanto trabalhava, já que o seguro não cobre perda total por atos de vandalismo. É um celtinha 2012, acredito que pela tabela fipe deve custar uns R$ 25.000,00, que ela comprou com muito trabalho e sacrifício. Tem também a conta dos remédios, abalo emocional, etc, mais isto pode deixar que a gente banca. Se você puder pagar só o carro já esta ótimo;

        2- Espere só para ver o que vai acontecer quando a direita voltar ao planalto e ao governo do município de SP. Como sempre, vão baixar o porrete em qualquer ato, mesmo que pacífico e a mídia vai ficar quietinha, como ficou no caso de Pinherinhos, alias por falar em pinherinhos não vi esta indignação nas ruas;

        3-Agora a pergunta que não se cala, após mais de uma década de governo Serra/kassab no município, só agora, com 5 meses de PT, o povo descobriu que esta tudo uma merda????ha já sei, antes os transportes, saúde, educação eram uma maravilha. Podemos até dizer que nos anos FHC também não haviam motivos para protestos, o índice de desemprego era praticamente zero, o salario mínimo era mais de quinhentos dólares,não existia miséria, eramos muito respeitados no cenário internacional, não existia corrupção (só umas comprinhas de votos em causa própria, mero detalhe), não houve apagão, a inflação sempre ficou perto de zero, a segurança era total, enfim era um paraíso….

        • suas questões são bem fraquinhas, viu!

          mas a (3) em particular, mostra como vcs petistas, acham q o mundo gira em torno do umbigo de vcs!

          quem falou q esse movimento é contra o PT?

          tem PT no Rio?

          lá houve a maior concentração de todas, com 100 mil pessoas!

          Alckimin é do PT?

          as manifestação pediram tb redução das tarifas de trens e metrô, a cargo do Governo Estadual…

          lamento t decepcionar, cidadão, mas nem o PT e nem os petistas são o centro do mundo, ao contrário do q dizia Lula…

          • Tu é um canalha seu cretino, dizer que o drama de minha sobrinha e de tantos outros é pequeno…. só pode ser pensamento de facista reacionário. Quero ver quando uma coisa deste tipo acontecer com voce ou com um ente querido seu. O seu mundo pode nao girar em torno do PT mais o mundo de toda grande mídia gira.

            Eduardo, vou dar uma pausa, pois me fez muito mal ler o comentário deste vagabundo sem consciência que é capaz de menosprezar os dramas humanos desta forma. Estou até me sentindo mal com tanta cretinice…tenho que dar um tempo.

  • quinta-feira, 20 de junho de 2013 CUT, MST, UNE, Levante, MMM e JPT, militância do PT e PCdoB, CTB, UJS, hoje nas ruas, para manifestação pacífica Em São Paulo:Concentração conjunta da CUT com o MST, Levante, MMM, UNE, UBES e JPT hoje na Pça em frente à Av Angélica, perto do metrô Paulista às 16h.
    No Rio, será na Candelária, a partir das 17 horas.

  • Procure saber onde haverá manifestações em sua cidade, e participe pacificamente.
    Além da comemoração da redução da passagem, já que a manifestação é difusa, cada um precisa expressar aquilo que acha importante para um Brasil melhor, mais justo, mais igual, como melhor distribuição de renda, com os mais ricos pagando mais impostos para os mais pobres pagarem menos e haver melhores serviços públicos, pelo fim do financiamento privado de campanha que incentiva a corrupção, pela reforma política, contra o oligopólio da Globo, contra a sonegação fiscal, por mais participação popular nas decisões políticas, pelo Judiciário e Ministério Público ter 30 dias de férias e não 60, pelo fim dos auxílios moradia e outras vantagens que elevam os salários acima do teto do funcionalismo, pelo fim de privilégios indevidos com dinheiro público, etc.

  • Aos poucos todos vão se dando conta de que apenas à minoria conservadora e antidemocrática interessa os tumultos de rua. Como vc bem disse, em poucos dias destruíram uma imagem externa que o Brasil demorou dez anos para construir. A oposição está realizada, pois é isso que sempre quiseram, já que são frontalmente contrários ao progresso do país. Continuo achando que não é mera coincidência o início das manifestações ter sido paralela à comemoração dos 10 anos de governo do PT, ao mesmo tempo em que aumentou a presença de jornalistas estrangeiros para a Copa das Confederações, o “bombardeio de saturação” do PiG, o caos provocado pelo boato criminoso contra o Bolsa Família, etc.
    Se as instituições democráticas estão em vigor e permitem a constituição de qualquer tipo de organização civil para reivindicar o que se quiser, por quê os líderes do MPL não tentaram primeiro negociar com as autoridades da área? Por quê partiram logo para os tumultos de rua, dando margem à ação de desordeiros, provocadores e desocupados de todo o tipo? Por quê muitos manifestantes esconderam a cara? Quem deu a idéia e pagou os provocadores? Será que pseudolíderes que lançaram multidões nas ruas sabem que uma vez lançadas ninguém as controla mais? Manifestações públicas “espontâneas” não dão certo em lugar nenhum do mundo. É preciso uma longa preparação e muito controle. E logo gerações que se ausentaram de manifestações políticas durante décadas iriam agora saber controlá-las? Por quê não houve nenhuma manifestação contra os empresários do transporte público, os verdadeiros vilões do pedaço?
    Só a minoria conservadora, direitista e antidemocrática lucrará com irresponsabilidade destes atos. E comprometer a boa imagem do país no Exterior era tudo que a oposição queria e conseguiu. Os prejuízos para os brasileiros e para as muitas conquistas dos últimos anos poderia ter sido amenizados se houvesse uma comunicação eficiente do governo federal, como vc tem dito aqui frequentemente, divulgando os avanços sociais e econômicos e rebatendo as mentiras diárias do PiG.

    • Se a imagem do Brasil foi destruída em poucos dias por conta de alguns tumultos (muito menores do que vem acontecendo no Oriente e mesmo na Europa) é porque essa imagem não tem consistência nenhuma. Você acha mesmo que políticos e investidores estrangeiros estão se pautando por meia dúzia de jovens pixando umas paredes?
      Outra coisa, a minoria conservadora, direitista e antidemocrática está todinha nas tetas do Governo, feliz da vida (ou por acaso Renan, Sarney, Alves, Collor, Eike, banqueiros e outros são de esquerda?)

  • Edu, achei interessante este artigo de João Franzim. Penso, que de alguma maneira, soma-se às suas oportunas reflexões. Também achei interessante o artigo “Contrabandos autoritários em boa fé alheia”
    por Wanderley Guilherme dos Santos, que li no bog do PHA. Abaixo o de João Franzim:

    Haddad e os protestos

    João Franzin

    Minha vida está organizada de modo a que eu raramente use transporte público. Moro ao lado do meu trabalho. Atendo várias entidades que ficam onde posso ir a pé. Se vou de táxi, gasto, ida e volta, menos do gastaria ao tirar o carro da garagem, pagar estacionamento, gastar combustível, correr risco de ser multado, assaltado em sinais ou sofrer batida. Sou exceção, portanto.

    A regra é as pessoas – milhões – dependerem de transporte público, que é caro e não tem a qualidade necessária. Mas já foi muito pior. Décadas atrás, havia os “pingentes” pendurados nos trens metropolitanos e também em ônibus urbanos. Acidentes com morte eram frequentes.

    Quando estudava à noite (trabalhava de dia), pegava ônibus na Lins de Vasconcelos e ia até o Jabaquara na Faculdade, em ônibus que era um inferno de lotado. Pagava passagem inteira. Quando trabalhei à noite, pegava ônibus na Senador Queiroz e ia (pendurado) até o Morumbi, para onde a escola havia se mudado.

    Hoje, estudante paga meia passagem. Professor em algumas cidades anda de graça. Aposentado tem carteirinha que permite andar de graça no transporte público. Os ônibus são muito melhores. O que piorou foi o metrô, sempre lotado, e caro. Hoje também, existe o bilhete único, que é mais econômico.

    Na época da inflação galopante, a condução subia de forma descontrolada. Agora, não. O prefeito Haddad adiou por seis meses o reajuste, e o índice ficou abaixo da inflação acumulada. Fez certo. Mas errou na forma.

    Se eu fosse ele, teria anunciado o reajuste numa entrevista coletiva, tendo ao lado um advogado, um engenheiro especializado em transporte público, bem como a entidade que representa as empresas e o Sindicato de trabalhadores, para explicar as razões do reajuste. Tivesse feito isso teria passado imagem de transparência e resolvido, ali na coletiva, as dúvidas efetivas, reduzindo as chances de protestos e atritos.

    Ao não fazer com a devida transparência, o prefeito, que é um sujeito direito, instigou a pequena burguesia radicalizada, que foi às ruas. Até o presidente do Sindicato dos Metroviários estava lá, dois dias depois de fechar uma boa negociação coletiva para a categoria, na qual, naturalmente, estava implícita a alta da passagem do metrô.

    Ir às ruas (“a praça é do povo” já disse o poeta) é justo e democrático. Já quebrar bens privados e públicos, botar fogo em lixeiras, deixar trabalhadores sem transporte e atacar policiais não é correto – tem burguesinho no meio dos manifestantes que recebe mesada superior ao salário de um PM.

    Há um extraordinário relato de Darcy Ribeiro sobre o papel da ultraesquerda contra Allende, no Chile. Lá, houve até uma greve de caminhoneiros que desabasteceu o país – devidamente orientada pela CIA. Tempos depois, Allende foi deposto e o Chile mergulhou na pior ditadura da América Latina.

    Darcy Ribeiro, quando criticava o esquerdismo, dizia: “Essa é a esquerda que a direita gosta”. É o caso.
    João Franzin é jornalista e coordenador da Agência Sindical – E-mail: [email protected]
    agenciasindical.com.br

  • Quando não estamos conseguindo entender algo da realidade atual, um bom ponto de partida é recorrer a exemplos na história. Temos uma massa se gente que ocupou as ruas. Pedem inicialmente que o preço de metrô e de ônibus não aumente. Depois as queixas vão se ampliando,ampliando,variando, diversificando até começarem a respingar nas Instituições do estado,condenando os políticas e a política para finalmente passarem a ameaçar governantes e parlamentares de tirarem deles seus cargos democrática e legalmente recebidos das mãos do próprio povo.

    A Marcha da Familia com Deus pela Liberdade colocou 1 milhão de pessoas nas ruas contra o governo-legal e eleito- Jango. Dias depois parte destas pessoas que participaram da passeata estavam satisfeitas aplaudindo o golpe militar e a posse de Castelo Branco.

    Em 1973, milhares de chilenos foram convocados para irem as ruas se manifestarem contra o presidente Allende. Algum tempo depois seu palácio foi invadido, ele morreu e através de um golpe militar, Pinochet assumiu.

    Em 2011 os espanhóis foram para a rua e ocuparam as cidades para se queixarem das horríveis condições de vida na Espanha pós-crise econômica. Nas eleições daquele ano, o PP (Partido Popular) franquista conservador,neoliberal ganhou as eleições e está até este momento impondo ao povo espanhol o torniquete neoliberal conhecido, aprofundando muito a infelicidade e a insegurança da população.

    Esse é o nosso risco. Por isso é preciso politizar e partidarizar claramente estas insatisfações de rua para permitir que o obscuro e enfumaçado, conveniente para os golpistas, se torne claro e aberto através de debates entre adversários.

  • O problema do Brasil é não ter uma liderança forte, de esquerda, que mostre as realidade de nosso país.
    A Dilma mostrou ser uma covarde e infelizmente optou por se esconder.

  • Diante de todos estes acontecimentos, algumas inferências podemos tecer. Primeiro: a mídia tradicional, já não pauta com tanta força os setores sociais como antes. É a própia sociedade que força a pauta da mídia. Segundo: As próximas eleições (deputados estadual/federal, senadores, governadores e presidente), com enfâse nesses dois últimos estão encaminhando para um indefinição. Isto é, haverá mudanças; assim, tudo está indefino. Terceiro: as legendas tradicionais [PT- PSDB] por conta dessas manifestações SAEM muito enfraquecida. A pergunta que se faz é a seguinte. Nas eleições para prefeito, a sociedade, já demosntrou que está farta das mesmas figuras políticas. Seria esses, ( os movimentos de reindiviações) que estenderá para 2014 caras novas no cenário político nacional? Se for assim, Marina Silva começa a levar vantagem. Alguns podem achar delírio. Outros, possível. Mas todo mundo concorda que a sociedade a algum tempo está sinalizando que quer mudanças.

  • Edu, o artigo abaixo está publicado no blog do Azenha, achei interessante na medida em que os integrantes do MPL se aproximam dos blogueiros progressistas. Porém, ressalto dois parágrafos do artigo do estimado Azenha, correndo o risco de perder o contexto:

    Artigo:

    Durante entrevista a blogueiros, integrantes do MPL celebram a vitória, falam em infiltrados e expõem próximos passos

    publicado em 19 de junho de 2013 às 23:43

    Trecho 01:

    Numa avaliação coletiva, os blogueiros presentes concordaram que o prefeito Fernando Haddad foi o grande perdedor no processo — poderia, por exemplo, ter anunciado sua disposição de reduzir as tarifas depois de ouvir opiniões do Conselho da Cidade, que praticamente endossou a pauta do MPL.

    Meu comentário: Azenha escreve que blogueiros concluem que o “grande perdedor” foi o Haddad. É curiosa a linguagem usada, sei lá…Está cheio de vitoriosos nesse país, de ganhadores de não dei o que. Ele poderia ir mais fundo e dizer que o Haddad é o “mega-grande perdedor”. Não gostei!

    Trecho 02:

    A celebração foi grande, tendo em vista que o MPL tem um núcleo duro bastante reduzido de militantes, com idade média calculada no chute em 23 anos de idade. Ainda assim, conseguiu a maior vitória desta geração de jovens militantes nas lutas sociais.

    Meu comentário: o Azenha se refere ao momento em que a decisão de voltar atrás foi anunciada por Haddad e Alckimim. Ressalto: “a maior vitória desta geração de jovens militantes nas lutas sociais”. Bem, uma vitória em cima do “grande derrotado Haddad”!? Então, quem ganhou mesmo?

    Sei lá, Edu, não sei nem 1% do que você sabe sobre tudo isso. Mas, para mim, para o Azenha endossar as coisas dessa maneira, salvo eu ter entendido errado, enfatizando a “grande vitória” de desconhecidos e jogando Haddad no poço dos derrotados, como se este não tenha uma história de militante de lutas sociais,

    Acho que vou reler o artigo ” Wanderley sente um odor fétido”, publicado no PHA.

    Abraço

      • Edu. Sairam com uma tal de “As 5 causas” em que as primeiras 3 sao nitidamente para viabilizar a derrubada da Dilma e as duas finais sao para disfarcar o mote das csusas….. Procure no google ou face e veja como muitos inocentes uteis estao sendo manipulados e nem percebem

        ..

    • Ok, independente disso, foi muito bom o MPL ter se encontrado com os blogueiros sujos. O Azenha, o Miro, o Rodrigo e o SErgio Amadeu que mostrou claramente para eles que a direita está sequestrando o movimento deles nas Redes sociais.
      Estes blogueiros, principalmente o Azenha, tem um quê de oposição à esquerda ao governo, mas podem fazer a ponte entre o governo e essa rapaziada que se sente, muitas vezes com razão, descontente com a Dilma. Já que o Azenha e o Rodrigo não apoiam o caos e muito menos o Aécio.
      É hora da esquerda esquecer as divergência porque a direita está vindo com tudo

      • Caro Juliano, é elementar: nem Dilma e nem Haddad – o grande derrotado, segundo o Azenha – são inimigos do povo. Tem que avisar pra essa turminha do MLP, e pro Azenha também, que nossos inimigos estão morrendo de rir de nós, essa é que é a verdade! Estamos fritos! Pelo menos, temos o Lula como um tipo de reserva estratégica, senão serão oito anos de Aébrio. Parabéns, Azenha, MLP e amigos do cão.

        Nos últimos tempos, com a total desvalorização da política através da mídia e com a ajuda de muitos políticos, é verdade, assisto figuras como Datena e Marcelo Rezende e lembro-me de um filme chamado “Network”. Um xarope apresentador, tipo porta voz do grupo “cansei”, resolve vomitar toda a sua ira contra tudo e contra todos, como este MLP. E vai aumentando em audiência e apoiadores, o partido comunista americano se associa a ele, os EEUU gritam com o maluco “eu estou muito nervoso”. Bem, até que um dia ele denuncia a própria emissora que trabalha e aí ele dança, não sem antes ser confrontado com a verdade…então, o que está acontecendo é uma temática que já foi cinematografado por Holywood. Nada de novo. O Poder no Brasil e no mundo não é brincadeira.

        • Estou vindo da Lapa no Rio, onde trabalho, com o olho ardendo de gás lacrimogênio, porque abri a porta para dar refúgio para um casal desesperado que nem estava na manifestação. Tinha muitos garotos vibrando com o confronto com a policia.
          Eles estão dizendo que estão fazendo a revolução. Não sei porque mas desconfio que essa revolução sem líderes só vai dar nisso, gás lacrimogênio, bala de borracha e adrenalina de “jovem das redes sociais”
          Será que os militares estão com disposição para dar o golpe de novo?

    • Acho que a derrota do Haddad é que os R$ 0,20 vão sair mesmo do bolso do povo. Precisamos saber de onde vai sair o dinheiro que cobrirá o orçamento. Vi artigo onde se afirma que os subsídios da prefeitura vão aumentar.

  • Porque não possso ver os comentários? Se quiser me bloquear o faça, mas quero ver as respostas aos meus comentários. Eu assinei o meu nome, e respondi os comentários, agora seja homem você.Você publicou um comentário ofensivo meu e não respondeu, deixando essa incumbência para os seus puxa-sacos.Saquei a estratégia, agora que eu respondo assinando meu sobrenome e de maneira menos ofensiva vc não os publica? Eu não sou bobo, meu caro.

    P.S: mudei o e-mail para o atual, não tinha percebido que o antido é que estava no espaço do e-mail, porque já havia comentado antes no teu blog, há um bom tempo atrás.

    • Sr Davi, não se trata de censura e sim de que quando há muitos comentários, abrem-se várias páginas de comentários antigos e apenas uma de comentários novos. O senhor é novo aqui, suponho, e não conhece os macetes. Procure que o senhor encontrará os seus comentários.

  • já estou de saco cheio dessas manifestações. toda vez que ligo a tv ou abro a internet e as redes sociais vejo o quanto as pessoas estão misturando as coisas… levantando a bandeira de que o PT é responsável por toda essa “baderna” que é nosso país… será que essas pessoas não viram ou não sabem o tanto de coisas boas que o governo Lula e Dilma fizeram e vem fazendo para o Brasil crescer.
    Sou a favor da manifestação desde que seja 100% pacifica. concordo que temos que ir as ruas lutar por direitos básicos que tantos governos que passaram não nos deram… saude, transporte, segurança, entre outros…
    Todos estão revoltados com o dinheiro investido na COPA, mas porque não fizeram esse alarde todo quando o Brasil estava concorrendo a copa? com certeza teria um impacto maior… agora fazer alarde quando tudo está praticamente pronto e fechado é demais né?!
    agora todos saem as ruas reivindicando isso e aquilo. dizendo que os mensaleiros precisam ser presos. que a Dilma tem que sair, que o Lula tem que ser preso… muitas sandices estão sendo ditas.
    concordo que o governo teria que acionar o MP e a PF para investigar os investimentos feitos para a copa. estamos falando de bilhões e a presidente tem que fazer o negócio acontecer.
    sou muito a favor da copa do mundo no Brasil. a economia cresce, emprego cresce, o Brasil só tem a crescer com isso. mas ao mesmo tempo que quero copa, que hospital digno, saúde digna, transporte público digno… entre outros direitos que temos…
    a corrupção existe há décadas, talvez há seculos… é uma coisa que ao meu ver jamais acabará, pois sempre existirá pessoas de má fé, de má índole, aproveitadores…
    Acredito no governo Lula e Dilma, mas não sou idiota ao ponto de não ver que nesse governo tbm tem corrupção, como tantos outros tiveram e até hoje tem. mas será mesmo que quem está no poder lá em cima, exercendo o cargo de presidente é realmente o “manda chuva” de tudo isso?
    ao meu ver se não esclarecerem todo o dinheiro investido na copa do mundo, o governo estará sendo conivente e deixará de ter crédito pelo menos comigo. caso eles não comecem a mostrar a verdade para o povo só mostrará que eles (dilma e cia) tbm estão envolvidos nisso tudo. pra mim seria uma decepção muito grande. pois acredito na honestidade das pessoas. não generalizo os politicos, pois sei que assim como na politica, como em outras áreas tem pessoas honestadas querendo trabalhar e oferecer sim condições boas de vida. se não acreditarmos que tem pessoas sérias e honestas trabalhando a favor de um Brasil melhor em todos sentidos, vamos acreditar no que?

  • Eduardo, o que você acha dessas manifestações que o PT marcou para hoje, com participação da CUT, MST e outras entidades?

    Sem dúvida que o PT precisa sair do mutismo. Mas estou na dúvida sobre hoje, pois já há manifestações convocadas pelo MPL…

    • Locatelli, eu acho que o MPL deveria estar junto com a CUT, o MST e os outros agentes de esquerda. Quem veio com essa história de “sem partido” foram os caras-pintadas que caíram de paraquedas no movimento e acham que são os donos.
      Pode haver certo stress sim, mas não acho que descambe para violência. Mas com certeza há grande chances de isso acontecer com os “Cabo Anselmos” que são os que estão quebrando tudo. Estava pensado em ir de vermelho e carregando bandeiras de todos os partidos de esquerda, mas estou na dúvida. Uma batalha campal entre a esquerda e a direita seria uma tragédia.
      Estou apostando na maturidade do Rui Faalcão e da CUT, mas a coisa está perigosa

  • Enquete;

    O que Dilma vai fazer agora para evitar sua queda de popularidade?

    a- ( ) Utilizar o controle remoto
    b- ( ) Ir a mais uma festa da FSP
    c- ( ) Fazer mais uma omelete no programa da Ana Maria Braga
    d- ( ) Assistir a todas as reprises do programa sai de baixo
    e- ( ) mandar mais uma cartinha para o FHC no próximo aniversário dele
    f- ( ) se aconselhar com a Helena Chagas e Zé Eduardo Cardoso
    g-( ) pedir ajuda aos universitários
    h- ( ) nada

    Agradeço a participação

        • Pena que não acordou na era FHC, inclusive quando ele comprou os votos para a reeleição, quebrou o Brasil 3 vezes, provocou o maior apagão da história, entregou todas as nossas riquezas, provocou um dos maiores desempregos da história, não construiu praticamente nenhuma escola técnica, jogou os os juros nas alturas, sucateou a Policia Federal e as Forças Armadas, aniquilou com os hospitais universitários, não fez quase nenhuma obra de infra-estrutura no país, sucateou a industria nacional, colocou um engavetador geral que arquivava todas as denúncias de corrupção, etc, etc

          Mais o povo não acordou porque a mídia não era um partido político e a classe média hipócrita, preconceituosa e reacionária, adorava um intelectual que tira os sapatos no exterior e fala inglês

    • nada como sempre!!!!!!só olhando….olhando….olhando srsrsrsr e o barco afundando nele noventa e nove por cento dos politicos maus carater, sacanas de todos esses partidos que estão ai!!!! A primavera está chegando , que venham flores!!!!!

  • Por um triz

    Falta uma infelicidade qualquer para que algum desses atos públicos nas capitais se transforme em tragédia. Alguém tropeça, puxando outros consigo, durante uma correria. Um bate-boca leva ao pugilato e a trocas de facadas ou garrafadas. Um bandido infiltrado, civil ou militar, aproveita qualquer tumulto para dar um tiro na direção da turba. Um tijolo despenca do décimo andar de um prédio. Uma bomba explode no lugar errado.

    E assim, de repente, surge o primeiro cadáver dos protestos.

    O simples fato de tudo estar tão sujeito ao acaso e à boa-vontade das gentes já é sintoma de perigosa fragilidade. Se considerarmos o caos probabilístico gerado por um fenômeno em que dezenas de milhares de pessoas se espremem pelas ruas da metrópole, concluímos que os anjos das passeatas vêm trabalhando como nunca. É quase absurdo que não tenha ocorrido alguma ocorrência fatal, especialmente porque as chances se multiplicam na repetição diária dos atos.

    Talvez eu esteja apenas sendo pessimista, mas na base de toda medida preventiva existe uma dose de fatalismo. Depois de acontecer o pior, será inútil discutir se houve uma coincidência idiota ou a ação de malfeitores oportunistas. Não podemos menosprezar a possibilidade de que alguém esteja ansioso para que a violência fuja ao controle da imensa maioria pacifista. É necessário, portanto, que os organizadores dos protestos passem a trabalhar com esse risco de forma responsável.

    guilhermescalzilli.blogspot.com.br/

  • Concordo com o Guilherme que a hora é de observação. Porque o coral de Brasília tem um script bem claro embora continue estranho e, aparentemente, contrário a negociações. Estamos todos sob a incerteza de qual será o próximo passo apesar do recado do movimento de Brasília. Mas a mídia continua tendo’ idéias’ a sugerir para o herói pop da vez. Fernando Rodriguez da FSP, diz o seguinte na sua coluna de hoje sobre o rumo dos indignados (esse é o título do artigo):”Outra saída para os ativistas seria propor democracia direta. Os votos poderiam ser dados, quem sabe, por meio da internet. O Congresso seria dissolvido. Só que o Brasil teria de passar por uma revolução para alcançar esse estágio –os três Poderes são cláusulas pétreas da Constituição e nenhum pode ser eliminado com uma canetada.” Gente, FR falou em revolução?!! Qual, igual a de 64? Dele, sei com certeza o que pensar.

    Vamos refletir sobre esse ‘achado sensacional’ (é ironia mesmo), em uma realidade onde milhões ainda não tem acesso à Internet. Onde, nesses dias mesmo, não conseguíamos acessar uma série de blogues que frequentamos? Justo na hora em que se questiona a privacidade da Internet face às revelações do ex-agente contra Obama, nos EUA e no mundo? Quando qualquer invasor consegue seu e-mail e manda, em seu nome, coisas que você jamais diria para outras pessoas? Vamos, sim, refletir. Meu voto será sempre presencial, até porque costumo reverenciar os que lutaram por ele antes de mim, incluindo as grandes mulheres pioneiras na luta pelo voto e na representação política..

  • No início das manifestações postei um comentário aqui, criticando a postura do Prefeito em conceder o aumento, argumentei que ele deveria deixar para judiciário a decisão de aumentar ou não as passagens, evitando assim um desgaste político.

    Haddad infelizmente mostrou-se um político inexperiente e mal assessorado, não considerou uma possível reação indignada do povo que o elegeu, achou que é só prometer mudanças e não mudar, que o povo vai sempre engolir e aceitar .Por fim desconsiderou que os 4 cavaleiros do apocalipse (G. V. F. E.) aproveitariam a ocasião para tentar mais um golpe.

    Como previsto, teve que recuar e ficou com cara de bobo ao lado do Alckmin, rindo não sei do que.

    Espero que tenha aprendido a lição. Já passou do tempo.

    PS. Meu candidato, o ex-prefeito de Joinville (PT) ao fim de seu mandato em dezembro, aumentou o preço da passagem para R$ 3,00 . O novo prefeito (Arena-PFL-PMDB) assumiu e reduziu para R$ 2,90.

  • Aliás, prestem atenção noutra coisa. Esse trecho do Fernando Rodriguez me fez lembrar do novo tipo de federalismo que já entrou na pauta e que pode ser uma nova face do neoliberalismo já surrado. É o federalismo global, um federalismo supranacional, que já havia sido proposto pela União Européia em 1993. Isso para derrubar gradualmente barreiras econômicas, monetárias e diversas barreiras políticas. A horizontalidade que nos mostraram foi o caos. Ninguém se responsabiliza pelo que outro grupo faz, mas no final o que interessa ? A questão é o número de manifestantes, a visibilidade. Se fosse uma lição estratégica, dava uma pausa agora. Já foi mostrada. Ai era partir para organização de suas pautas em separado. Mas parece, essa não é a intenção.

  • Muitos dizem que os movimentos saem correndo às cegas, sem demandas específicas… Eis que a coisa se complica de verdade: olha aí o surgimento de movimentos com pautas bem delimitadas… E agora?

    CPI da Copa, PEC 37 e melhorias em serviços públicos são bandeiras de manifestações em Brasília

    20/06/2013 – 12h40 – Agência Brasil (http://bit.ly/196n2wi)

    Brasília – Mais uma manifestação está marcada para hoje (20), em Brasília, em meio à série de protestos que vêm ocorrendo em várias cidades do país. O destino final da mobilização é o gramado do Congresso Nacional. Os manifestantes devem se concentrar em três pontos da cidade: na Universidade de Brasília (UnB), a partir das 12h; no Museu Nacional da República, a partir das 16h; e na Rodoviária do Plano Piloto, a partir das 17h.

    Os manifestantes estão se organizando via internet para marchar pelo Eixo Monumental e pela Esplanada dos Ministérios até chegar ao gramado do Congresso. O grupo Acorda Brasília!, que conseguiu a adesão pelas redes sociais de 55 mil pessoas para a manifestação de hoje, informou à Agência Brasil que não pretende incitar ou apoiar a entrada de pessoas na Câmara e no Senado ou qualquer ato que ultrapasse a área externa e o gramado do local.

    Em um protesto na última segunda-feira (17), parte dos manifestantes ocupou a rampa do Congresso Nacional e uma das cúpulas no teto do prédio.

    Antecipando-se à manifestação de hoje, as vias de acesso ao Congresso foram bloqueadas pela segurança do Senado para evitar que veículos fiquem parados no local. Ontem (19), a entrada de pessoas na Câmara e no Senado foi controlada para evitar possíveis tumultos dentro das casas.

    No momento, a cúpula da Polícia Militar (PM) do Distrito Federal está reunida para definir as estratégias de segurança e decidir se o trânsito será interrompido na Esplanada dos Ministérios, local em que todos os manifestantes irão se reunir. A PM informou que o Departamento de Trânsito (Detran) do DF irá atuar de acordo com as demandas.

    Organizador do movimento Copa para Quem? no Distrito Federal, o economista Francisco Carneiro disse que o grupo vai protestar contra o conjunto de violações de direitos humanos cometidas em função dos eventos esportivos no país e exigir o fim da criminalização das manifestações.

    “Os protestos começaram por causa dos preços das passagens, mas outras reivindicações estão sendo incluídas. Por causa do último protesto na Esplanada, várias pessoas estão sendo criminalizadas. Vamos exigir o fim desse absurdo e também protestar contra as diversas violações de direitos humanos no contexto dos eventos esportivos, como as remoções forçadas”, disse Carneiro.

    Em Brasília, a manifestação pela tarifa zero reuniu ontem cerca de 2 mil pessoas. Embora a principal motivação tenha sido por melhorias no transporte público, também foram feitas críticas ao governador Agnelo Queiroz e ao presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano.

    Ontem, os governos de São Paulo e do Rio de Janeiroanunciaram a redução do preço das passagens de transporte público. De acordo com a organização Tarifa Zero, outras prefeituras também anunciaram a diminuição dos preços das passagens: Porto Alegre, João Pessoa, Campinas (SP), Cuiabá, Manaus, Paranaguá (PR), Foz do Iguaçu (PR), Vinhedo (SP) e Valinhos (SP). A possibilidade de redução também está sendo estudada em outras cidades.

    Segundo um dos líderes do Acorda Brasília!, o estudante Renato Luís, 18 anos, o objetivo do protesto de hoje é pedir a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Copa, para investigar os gastos com o evento, possíveis superfaturamentos e transgressões com a venda de ingressos; apoiar a tramitação doProjeto de Lei (PL) 5500/2013, para a destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação; e apoiar a discussão sobre as propostas de Emenda à Constituição (PECs) 37 e 33 (que limita os poderes do Supremo). O movimento também apoia os cinco objetivos do Anonymous Brasil, outro grupo criado via redes sociais, que pede a saída imediata do presidente do Senado, Renan Calheiros; a investigação das obras da Copa pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF); a criação de uma lei que torne a corrupção no

    Congresso crime hediondo; o fim do foro privilegiado aos parlamentares e o repúdio à PEC 37.

    *Colaborou Pedro Peduzzi // Edição: Lílian Beraldo

  • O fato é que manifestações públicas fazem parte da vida democrática, más por outro lados não podem pautar todo o processo democrático, são apenas um aspecto do mesmo…

    Eu por exemplo (e presumo milhões de outros brasileiros), não me sinto e não sou representado pelos atuais protestos de rua, especialmente quando, como já supunha, era previsível… A agenda de reivindicações dos protestos passa querer pautar o congresso nacional.

    E nota-se claramente que as novas reivindicações dos manifestantes seguem claramente o discurso sabotador da velha e golpista “grande mídia”.

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/105982/Em-v%C3%ADdeo-Anonymous-dita-a-agenda-do-movimento.htm

    Velhas mídias estas, que por estarem tão desacreditadas, já não bastam como veiculo de projeção de influencia e poder dos poderosos de sempre que tem sua base lá no EUA, direcionando seus aliados locais….Então eles migraram para a internet, especificamente para onde?

    Basta dizer que empresas como Facebook, Google e Yahoo entre muitas outras, pertencem a empresários estadunidenses que colaboram com a espionagem, a nível planetário, do governo do EUA. E os atuais manifestantes são em sua grande maioria usuários conectados a estas redes sociais (e redes capturam os “cardumes”, que tendem a nadar juntos).

    O regime político estadunidense por sua vez , não passa de uma plutocracia (que comanda e serve de modelo a outras plutocracias espalhadas pelo planeta) e que nos últimos 100 anos se utilizaram de mídia impressa e rádios, depois televisões para manter seu poder de manipular e controlar as massas em pról de seu próprio interesses privados. E que agora, migram para internet e buscam à instrumentalizar como um novo veiculo de projeção de seu poder e influência. Pelo andar do atuais protestos estão
    conseguindo…Por trás da mascara de “Anonymous” pode estar qualquer um, inclusive banqueiros e raposões em geral!

    Obstruir o debate inteligente e um projeto factível de nação
    pautando a vida de um país com 200 milhões de pessoas, com base no barulho estridente de algumas centenas de milhares de pessoas sob influência de slogans incutidos por propaganda massiva e constante; é um belo golpe na democracia representativa…

  • Fazia muito tempo que eu não acessa seu blog, Edu – desde a primeira manifestação do Movimento dos Sem Mídia, há mais de 5 anos. Na época, era uma estudante de Ensino Médio de 16 anos. Hoje sou universitária, curso Ciências Sociais, e diante dos últimos acontecimentos em SP e no país, resolvi ir após tantos anos atrás do seu blog, para ler a opinião de quem eu outrora tanto admirava.
    Me assustei com o que li.

    • Marcela, algumas verdades são duras e demandam mais racionalidade do que sentimentalismo.
      Já parou para pensar que não foi o Eduardo que mudou de lado?
      Olhe melhor todos os ingredientes e detalhes que ele citou, tenho esperança que você consiga fazer a separação entre as demandas sociais claras e o claro golpismo contido na forma que estão usando deste ideal popular para afastar a ameaça PT do poder.

  • Eduardo, o que você acha do Governo aproveitar a onda de protestos e mandar para o congresso um pacote de medidas provisórias, que contariam com amplo apoio popular, tipo:

    -reforma urbana
    -diminuição do IR da classe média e instituição do imposto sobre grandes fortunas
    -reforma politica
    -regulamentação da mídia, etc

    Este pacote seria precedido de uma manifestação da Dilma em cadeia nacional e os movimentos sociais (MST, CUT, UNE, etc) iriam para as ruas engrossar o movimento. O governo tem que sair da letargia em que se encontra e tentar, pelo menos, capitalizar este momento, pois a mídia assumiu o controle e esta pulverizando as reivindicações ( todas visando atingir o governo federal é claro). Na pior das hipóteses serviria para a mídia abafar esta “modinha facista” que se instalou no país.

  • Eduardo, eu sei o quanto você deve estar sofrendo pressão de muitos ditos amigos progressistas, quanto este seu posicionamento aberto e fora da onda “moçada boa” que tomou conta de vários veículos da blogsfera.
    É impressionante, nós que sempre fizemos uma reflexão profunda sobre o peso da mídia e sua consequente manipulação sobre as massas, ver que vários autores simplesmente estão se esquecendo deste fator em seus relatos sobre a “primavera brasileira”

    Como bem denuncia este texto no blog do PHA, todo este movimento que se engatilhou instantaneamente ao MPL e já linkou tudo a este grito simplista do ” CONTRA A CORRUPÇÃO” tem forte base numa militância de direita jovem que se apropriou da filosofia dos Anonymous Norte Americanos.

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/06/20/tem-cabo-anselmo-aos-montes-nas-ruas/#comment-1160328

    A maior diretriz desta “moçada” é provocar o caos com a esperança de tangenciar esta comoção para a tal retirada do PT do poder.
    Eu sou testemunha deste nível de intensificação das formas mais obscuras de mobilização através de todo tipo de material criminoso produzido contra a presidenta antes, durante e depois das eleições presidenciais.

    Como as previsões apocalípticas deste grupo não chegaram nem perto de se confirmar, caberia a eles agora forçar esta situação em meio aos protestos ( quem não se lembra daquele vídeo que falava de como o nosso futuro seria negro caso a “guerrilheira assumisse”)

    Portanto amigos, eu queria ser otimista, mas conheço estes agentes manipuladores por trás desta fachada “espontânea” e inatacável desta “moçada boa”

    Deixo aqui um exemplo do que mais me assusta nesta relação entre o brasileiro e a percepção intensificada pela mídia:

    Ontem ao tentar debater com um amigo empolgado com o movimento, percebi que ele simplesmente não consegue ver nada de bom feito pelo Governo do PT e só consegue repetir o mesmo script de Vejas, Folhas e Globo.

    Resolvi provocar ele perguntando:

    -Mas por que ninguém foi protestar assim depois do episódio Pinheirinho:

    Este meu amigo, que como eu veio de origem humilde disse:

    Porque quem tava no Pinheirinho tava errado! (lembrei que anos atrás muita gente chamava nosso bairro de favela também)

    É senhores, por estas e outras que eu duvido, desconfio e não apoio esta ” moçada boa” e a horda de oportunistas de direita infiltradas no DNA de todo este movimento.

    Quem quiser se manter em cima do muro, equilibrando-se em um otimismo pra lá de relativo dentro das realidades que nós progressistas conhecemos bem, fique a vontade e aproveite a reprise deste show cinquentenário.

    • Você viu esse video http://www.youtube.com/watch?v=pQg5cbMyisU, segundo o golpista mor, o próximo passo é o impeachment da presidenta, e, já está rolando a petição “hábil” para tal na Petição Pública. Eu acho que, depois do pseudo-julgamento, tal é possível, fizeram um teste e ninguém se mobilizou ante o absurdo, agora, devem achar que já há condições para depor Dilma. O que vc acha ?

  • Edu,
    Desculpe a insistência e a ansiedade, mas estou muito preocupado com os rumos que estão tomando os acontecimentos.
    Os governantes, em todos os níveis, tem que se mexer. Creio que cada um está fingindo que a coisa não é com ele, e aqui em BH a coisa ta ficando feia.
    Apesar de alguns amigos que defendem as manifestações sejam de esquerda e não acreditam na queda da Dilma o que vejo no Facebook é preocupante.
    Gostaria muito da sua opinião sobre isso. Não é a hora da Dilma se reunir com os governadores, fazer um pronunciamento, sei lá, O ovo da serpente está sendo gestado.
    Torno a perguntar: O que podemos fazer?

    • Vai pra rua protestar contra um governo que so’ sabe dar dinheiro pros miseraveis, e nao da’ nada em troca pra quem paga impostos altissimos ! Tua hora chegou, vai a luta !

      • Irei, sim, defender o governo que eu lutei para eleger. Não quero nada para mim. Se a maioria sair da miséria, tanto melhor.
        Chega de golpes.

        • “A medida do sucesso do programa Bolsa familia deveris ser dada pela quantidade de pessoas que saem do programa, nao das que entram” – Jose Serra, 2010

          • e é isso. a frase não é de seu ídolo. é do patrus… e entre no site do mds, informe-se, não seja apenas MAIS um idiota… como pode alguém ser contra tirar pessoas da miséria, dar alimento, escola e vacinação para os filhos? sabia que o programa tem cursos que são ministrados para os beneficiários?

  • O que me incomoda não é a gritaria dos maus mas o silencio do BONS. EDU, eu estou pensando na mesma linha que você e pretendo acionar o MINISTÉRIO PUBLICO exigindo que acione quem organiza tais eventos para chamá-los a responsabilidade policita, social, civil e criminal sobre as manifestações deflagradas. Gostaria de saber se com sua experiencia na militancia e na organização de manifestações poderia me sugerir caminhos e até acessoria juridica do MOVIMENTO DOS SEM MIDIA. Está na hora de COBRAR DEVERES DE QUEM EXIGE DIREITOS. Uberlandia, minha cidade foi sitiada pelo medo no comercio, setor bancario de serviços simplesmente pela marcação de mais uma PASSEATA. O terminal rodoviário foi fechado por receio de QUEBRA-QUEBRA as salas de autoatendimento dos bancos correm o risco de serem lacradas. COMO PUDEMOS CHEGAR A TANTO APENAS PASSANDO A MÃO NA CABEÇA DOS MENINOS QUE ESTÃO “APENAS” SE MANIFESTANDO. Não é hora para COVARDES e eu não vou ver inerte o GOVERNO QUE TANTO LUTEI PARA VER CUIDANDO DE MEU PAIS SER DESALOJADO POR UMA BASTILHA DE BASTARDOS POLITICOS.

      • Não mas camisa de força pra alguns seria bem vinda alguns comentarios e comentaristas deixariam CICCIOLINA com rubor nas fauces de tanto maucaratismo, hipocrisia, cinismo e desfaçatez. O seu direito termina quando começa o meu e desde minha tenra idade uma lição se impõe com sua simplicidade e lógica cristalina, a todo direito corresponde um dever, mas a tarefa democratica é ardua para os DESOCUPADOS QUE OCUPAM A VIDA DOS OUTROS NESTE MOMENTO, eles fugiram da lição democratica, em passeata.

    • Nelson, chegou a tua hora rapaz !!!! Acorda !!! Fora Petralhada !!! Vai pra rua dar um pe’ na bunda de quem so’ suga teu dinheiro e nao te da’ nada em troca !!! Vc quer Copa do Mundo ou um hospital publico igual o Sirio, onde o ladrao do teu dinheiro se trata ?

      • Não meu caro, apesar do odio de suas palavras a hora chegou para nós todos. É a hora de separar o joio do trigo e de que cada um tome o seu lugar no tabuleiro deste jogo, gosto de jogos e sou bom jogador e sinceramente não tenho medo de lutar fisicamente se preciso, afinal tenho noções de judo e nunca perdi uma luta e não será esta que vou perder.

      • Esse zé mané reacionário que aparece aqui com o nome de José Coimbra deve ser o a alma gêmea do tal Augusto Mickey Mouse ou quem sabe o próprio.

        Vá vomitar suas mentiras e asneiras lá no blog do Esgoto, cretino!

  • Eu sinto que o momento pede cautela. Está em jogo a frágil democracia brasileira, cabe portanto a presidente Dilma pegar no leme, vir a público em rede nacional e direcionar toda essa massa para um porto seguro.

  • De certa forma essas manifestações caíram no colo da mídia, que tentou incentivar várias passeatas durante o mensalão, sem nenhum sucesso (chopada do mensalão aqui no RJ por exemplo). A princípio, condenaram o movimento e depois se aproveitaram dele, apesar dela, a mídia, ser um dos alvos dos protestos.

        • Sr. José Coimbra, duvido que a maioria dos que arrotam ética e honestidade aqui e em outros blogs resistiriam a uma investigação da receita federal e/ou de outros órgãos de fiscalização. As duas coisas que as elites brasileiras mais odeiam são: 1- pobres melhorando de vida, estudando em universidades, comprando carros etc… e 2- declarar e pagar impostos.

          • Valdir, você gostaria de declarar e pagar imposto de renda sabendo que grande parte do dinheiro vai para o ralo da corrupção desse governo?

          • A desculpa do flatulento é tosse, para não usar palavras chulas, sr. Maurício. E a desculpa do sonegador é essa: se o dinheiro dos impostos não é aplicado de acordo com o que ele acha e gosta, então ele não declara e não paga. Este é um dos grandes dogmas da classe média alta e das elites brasileiras. Nos países da Escandinávia a carga de impostos atinge quase 55% do PIB, por isso tem o maior nível de qualidade de vida do mundo. Lá, primeiro eles declaram e pagam, depois fiscalizam; aqui é o contrario, não pagam e vivem reclamando dos serviços. A carga de impostos no Brasil não atinge 30% do PIB e a sonegação atinge o triplo do arrecadado.

        • Mas vai cair na cabeça e de todo mundo inclusive a sua. A guerra e esta manifestação todos sabem como começa mas não como termina. Não cante vitoria antes do tempo pois do teu lado eu só vejo covardes e hipocritas, eles são da laia dos que fugiram enquanto uma jovem ficou, foi torturada e agora é presidente. Não tenho medo de pessoas como voce e o Jose Coimbra. Voces têm prazo de validade e está vencido desde 64.Ah, eu tenho cabeça muito dura e precisa de muito telhado pra arranhar.

  • Parabéns Edu. Como sempre você lúcido e preciso. A esquerda se acovardou e se escondeu. A presidenta está decepcionando a gente que tanto lutou para colocá-la lá e pela democracia.
    Está na hora de tirara esse gato da tuba e dar nome a ele antes que o país sofra um golpe fascista. Aí tem mão dos ianques via CIA! Pode crer.

  • Acabou, meu caro Eduardo, estou jogando a toalha. É só ligar a televisão para saber por que. A narração da Globo diz tudo, como em 64 aderiram e está apoiando. O fascismo voltou e agora parece que para ficar. Quem viveu em 1964 sabe do que estou falando. A direita reacionária conseguiu o que a esquerda não conseguiu, a mobilização. A queda da Presidente Dilma e do Partido dos Trabalhadores parece iminente. O tempo e os acontecimentos dos próximos dias podem confirmar isto. Muito triste. Se meu vaticínio estiver errado, serei o primeiro a comemorar.

  • Dilma, como foi dito diversas vezes ,o golpe está a caminho. Acalme a população. Faça um pronunciamento em cadeia nacional. Mostre que o Brasil tem um governante. Faça seu povo se sentir seguro.Hoje a globo passou mais de 1 hora mostrando o que eles chamam de movimento pacífico. A todo o momento ela fica instigando o povo.Reaja.

  • Eu, desde o começo, achei a postura desses jovens AUTORITÁRIA. Agora, vários dizem que grupos se apropriam da bandeira deles. Mas, e quanto ao movimento original, o tal MPL, e sua bandeira própria ? Também não estaria se dizendo representante de um contingente que sequer conhece ? A causa que tanto defendem é deles ? Eles apresentam dados de 2005/6, nos quais há um grupo de pessoas, não disseram quantas nem onde, que têm que ir trabalhar à pé, porque não tem dinheiro para condução. Compare a população que dizem representar com as figuras deles próprios, você acha que eles conhecem pelo menos uma dessas pessoas ? Não é muito indefinido o grupo que eles representam ? Também, não é muito indefinida a postura política deles ? Quem é a-político e se põe a fazer Política, e com tanto afinco ? Não foi driblando os canais democráticos de manifestação que encabeçaram esse pleito, se dirigindo diretamente ao povo, à massa difusa, numa sociedade organizada, e que se pretende democrática ? O que fizeram não te lembra nem de leve o mecanismo de chantagem, sitiar o governante, ameaçar conturbar todo o cotidiano … Não parece aquelas crianças que impõem suas ordens aos pais, chantageando-os com ameaças, obrigando-os a comprar o que querem ? A quem recorreu Collor contra Lula em 1989, não foi aos descamisados ? Assim Collor venceu Lula, indo direto à massa desorganizada, que sempre está apta a responder a um levante. Não sei quem se apropriou da bandeira dos outros primeiro ? Só acho que os autênticos movimentos sociais, realmente representativos, e a juventude petista dormiram de toca. Deixaram que esses “representantes” dos anseios populares abrissem essa caixa de pandora, agora, os adultos que se virem.

  • O PT já está nas ruas. Não sei se é bom ou não, mas por outro lado, é bom ver que a TV Globo tem que dizer que isso é democracia. Agora, o jeito é fotografar a manifestação para identificar qualquer movimento estranho junto ao grupo do PT. A faixa dele é A luta continua. É isso aí.

  • Na CartaCapital da semana passada há uma matéria mostrando como os preços de tudo é muito mais alto no Brasil, graças à ganância desmedida do empresário brasileiro sem similar no mundo.

    Quanto a isso, ou seja, contra os empresários gananciosos, nem uma única palavra dos manipulados pelos golpistas de direita.

  • Acabei de ver,em BSB galera do PCdoB,PT e CUT sendo arrastada.Um casal com camisa da Cut em frente ao Ministério da Defesa só ñ levou uma surra da turba pq conseguiram refugiar-se dentro do ministério.Tempos nebulosos.

  • ! ! ! . . . I$$o fede mesmo a golpe ! Tal percepção de pensamento lúcido simplesmente é muito BOM demais da conta, so ! ! ! . . . Mas precisa dar nome aos boys: Parece que o pe$$onhalzinho que adora 64 está por aí, por aqui, por além (“forças ocultas” ? . . . E$$a Mo$$ad parece que num toma jeito de gente mermo não ! . . . sempre em má $$Cia . . . ) . . . Há “gente” (desculpe-se o exagero da expressão mas não o ‘cacófato’) com mau gosto para cada coisa ! Há até quem adore 64… pero, me gusta mucho más 69…

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” >>> Joseph Pulitzer


    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” >>> Malcolm X



    Ley de Medios Já ! ! !

  • Superada a questão do preço das passagens, agora as manifestações viraram massa de manobra da minoria antidemocrática. Não é à-toa que o PiG passou a apoiá-las.

  • Já foi apropriado. Perdemos pros playboys. Aqueles que queimam bandeiras e quebram tudo em Assembléias Legislativas e Prefeituras. Agora é tarde. Sorry periferia.
    A Presidente está sitiada, o Ministro Batman do STF saiu de fininho, e o Congresso Nacional está “fechado” pelo povo. Tudo em nome da Democracia. Sim eles estão pressionados, sentem o povo fungando no cangote deles. Legal. Os Poderes constituídos fragilizados.
    Uma nova “democracia” surgirá no Brasil, sem partidos e com toda “liberdade”. Um negócio parecido com 1964, há 50 (cinquenta) anos, no tunel do tempo. A Globo nem precisa de Jornal, está ao vivo mesmo. Bombas de gás lacrimogênio e cacetetes são os artistas do espetáculo. Pancadaria vai comer entre os manifestantes. Falta um ou uns corpos. Tudo ao vivo e a cores, direto da telinha. E claro, em nome da liberdade de expressão. Pra resolver todos os males, PT fora do poder. Esqueçam as Prefeituras, menos a de São Paulo. E a esquerda festiva chorará de alegria, e a direita se regozijará, e o PMDB? O tapetão está proto.
    Achamos que a esquerda no Governo foi pro Centro. E a Direita no Governo? Irá para aonde? O PMDB está pronto para manter a “governabilidade”. Poderá ser naturalmente o Temer. Ou o Sarney será o Presidente de consenso. Os de esquerda que foram para o centro se revoltarão. Mas não haverá marchas ou psseatas, pois serão os arruaceiros. Ou um de coturno, para manter a ordem que a nova “democracia” nos impôs. Pré-sal pra Chevron, tudo vendido, crise financeira, país instável. Selado, rotulado, carimbado, plunsct-plact, zum.
    Mas vamos comemorar tudo isso, afinal a passagem foi reduzida em vinte centavos. Quero mais. Pra satisfazer a Globo, o Governo deveria paralisar todas as obras da Copa do Mundo, cancelar todos os contratos de publicidade, e mandar a FIFA fazer a Copa em Londres. As Olimpíadas, pode ser em Tóquio. Lá está tudo pronto, o país está pronto. Nem precisa de Copa das Confederações ou de eventos teste.
    Perfeição é uma bela letra de música, pode traduzir a insatisfação de todos. Creio que não. Ficaremos a ouvir Perfeição e a pensar, aonde erramos? Não fomos os filhos da revolução, não fomos Geração Coca-Cola?
    Resumo da Ópera. Saída pela esquerda, agora. Acorda Dilma. É bola ou bulica.
    Delicie-mo-nos com Perfeição, enquanto Roma pega fogo.
    http://www.youtube.com/watch?v=eAdw4608mjE

  • aí vai a lista atualizada das reivindicações da progressista manifestação da classe média paulista nas ruas:
    pena de morte , inclusive para adolescentes e crianças a partir dos 10 anos de idade.
    fim do bolsa família.
    impeachment de todos os governantes (do pt, claro, com a imediata posse do zé chirico, também conhecido como zé serra, na prefeitura, e de fhc, o farol da alexandria, na presidência, nos braços do povo).
    fim de todos os sindicatos. doravante os trabalhadores serão representados pela fiesp.
    tansferência da copa para miami, onde evidentemente assistirão os jogos após comprarem calças da levis no mercado local.
    fim das cotas. doravante, o dinheiro público só manterá universidades públicas pelo critério do “mérito”. se nasceu bem de vida, e estudou nos melhores colégios pagos, vc merece essa mamata.
    corolla e honda civic pelo mesmo preço os eua.
    playstation 4 a 800 reais.
    desoneração fiscal total do iPhone e samsung galaxy.
    fim da fiscalização nos vôos de volta da disneylândia.
    fim do ipva e do imposto de renda.
    fim do icms e confins sobre o whey protein e iso protein.
    restrição de circulação de ônibus nos horários de pico para não atrapalhar a locomoção dos carros de passeio.

    ps: sujeito à constante atualização.

  • o tal movimento JÁ FOI COOPTADO pela direita golpista, está claro que os vândalos (seja lá quem for) estão aproveitando as manifestações para tocar o terror, o caos. A quem interessa esse clima de convulsão social? é hora dos lideres pararem de chamar manifestações,
    não dá pra aceitar essa desculpa de que não dá pra controlar (por isso mesmo deveriam parar pra pensar),e quando começarem a surgir vitimas fatais vão dizer o que?(é questão de tempo apenas), que a culpa é do governo ? além de hipocrita não sei se é muita ingenuidade ou má fé. pois só estão servindo de marionetes, mas talvez ainda estejam inebriados pelos 15 minutinhos de fama, posando de revolucionários que estão mudando o brasil, eu estou muito preocupado com o brasil que vai surgir depois disso tudo…

    • Também acho, esses jovens tem que ser responsabilizados pelo que detonaram, não podem sair de fininho, impunemente, depois de terem estimulado e instigado tanto a subjetividade das massas desorganizadas.

  • Tive que voltar Eduardo, estou arrasado, temo pelo futuro. Cade os imbecis que lhe chamaram de facista quando você alertou para o que poderia acontecer???. Desculpe, mais cade o monte de babacas que estavam achando lindo esta manifestação??? porque que não vão para as ruas agora para conter os vândalos que estão destruindo tudo que encontram pela frente???Quem vai pagar o prejuízo humano e material que isto já causou??? O Custo da imagem do país, comércio e industria parados, patrimonio publico destruido, mobilização policial,etc, já superou tudo o que foi em gasto em excesso para a copa, lindo né!!!!

    E agora querem o que??? fazer uma revolução sem liderança, causa definida, etc???

    Que vergonha, que povo facilmente manipulado, despolitizado, bando de guris inconsequentes, que acham bacana destruir as coisas para tirar fotos e colocar no instagran. Me desculpem mais foi isto que eu vi na manifestação da minha cidade, pessoal fazendo posse para sair bonito na foto.

    Sabe do que mais!!!, vai todo mundo, principalmente a juventude que vai voltar a ficar sem emprego, se ferrar e só não vou dizer bem feito porque infelizmente estarei no mesmo barco.

    Logo agora que o Brasil estava melhor do que a maioria dos países europeus, com quase pleno emprego

    Eduardo, por favor de a sua opinião, muita gente lhe escuta: agora que a vaca ja foi para o brecho mesmo, voce não acha que a Dilma tem que decretar o Estado de Defesa ou até mesmo o de sítio???

  • A Globo não vai descansar enquanto não colocar essas manifestações e os problemas decorrentes delas, no colo do Governo Federal.

    Ela está com a faca e o queijo na mão para fazer isso, afinal, como “a manifestação” não tem mensageiro oficial, ela pode dizer qualquer coisa. O outro lado não tem como contestar.

    “A manifestação” não é organizada, não tem voz oficial e nem programa futuro com propostas. É cada um por si, com o seu desejo e “projeto” individual de mudança.
    É a turma do eu, comigo mesmo…
    Aí…quando os saques começarem a tomar um volume maior, mais indolente, mais audacioso…pronto!!!

    Essa era a senha que faltava!!!

    Os militares virão com tudo!!!
    A tropa de milicos de pijama no RJ, MG e SP, responsáveis pela ditadura, está com um brilho nos olhos e um sorriso largo nos dentes !!!

    E quem vai pedir para eles agirem ?!?

    Os empresários, que estão tendo prejuízo, ao terem que liberar os funcionários mais cedo, ao fecharem as lojas mais cedo, ao tem o seu patrimônio depredado.

    Lembre-se que esses mesmos empresários, são os financiadores das campanhas dos Bolsonaros, Sargento Rodrigues, Delegado Edson Moreira, entre tantos outros !!!
    Para se tomar o poder você tem que estar DENTRO do sistema e ir, aos poucos, galgando ao poder.
    Achar que ir para a rua e gritar vai fazer os atuais políticos mudarem de ideia..aiaiai….Ledo engano. Os políticos que aí estão OBEDECEM ao sistema que aí está….se eles tentarem mudar o sistema…o sistema acaba com eles rapidinho…
    Essa galera das manifestações, para ser levada a sério e produzir algo diferente, têm que construir um novo partido, ser eleita e propor as mudanças.

    A Democracia tem muitos defeitos…mas é o melhor sistema já inventado.
    Ficar do lado de fora, fazendo pirraça…só alimenta as forças ocultas a tomarem o poder de novo.
    Foi aberto um precedente muito perigoso.

    A Globo já entendeu isso e começa agir nessa direção.

    Globo muda a programação e desiste de jogo da Espanha, para poder transmitir as manifestações.
    A Globo desistiu de exibir a partida entre Espanha e Taiti, esta tarde no Maracanã, para poder mostrar “flashes” dos protestos em diferentes cidades do país.Espanha e Taiti estava na programação inicial da Globo e sua exibição foi confirmada na quarta-feira (19) no site da emissora. A decisão de cancelar foi tomada nesta quinta-feira (20).

    A Rede Globo já fez essa leitura, por isso que ela vai alimentar, a cada dia mais as manifestações.

    Todo dia vai ser o fim do mundo….
    Até que algum “analista-brilhante-da-Globo-News” diga a frase mágica: Os Militares têm que agir !!!
    Pronto…a m**** estará feita.

  • Existe uma parcela (entre média e pequena) que deseja mudanças, de verdade, inclusive na política e no judiciário, mas a verdade é que este movimento, especialmente dos arruaceiros, é alimentado pela direita e extrema direita. Basta ler as postagens no feicibuqui (cuidado com o feicibiqui, o Império do IV Reich o monitora 24h, tal qual Orwell previra).

  • Incrível Edu, a poucos meses atrás eu deixei comentário aqui achando que não teríamos golpe tão cedo, mas errei redondamente, o que estou vendo nos canais abertos e fechados é um prenúncio do Golpe, está havendo um verdadeiro terrorismo em várias cidades do Brasil, especialmente Rio, São Paulo e BH, acho, eu disse acho que o golpe saí até o final da copa das confederações, vão me perguntar como pode eu achar isso, bem é simples é justamente nesta época da copa que o mundo está olhando mais para nós e tendo essa visibilidade que é propicio a extrema direita em conluio com a mídia (via Globo) para mostrar que o Brasil está vivendo um convulsão social (artificial todos nós sabemos) dando os motivos para um presumível golpe de estado e além do que a Presidenta Dilma simplesmente não se manifesta, estaria dentro do Palácio do Planalto despachando com a Ministra Gleisi Hoffmann e Ideli Salvati em vez de vir a público tentar tranquilizar a população, é lamentável, então a democracia brasileira durou menos de 20 anos. em julho voltaremos a uma ditadura muito pior que a de 64, anotem o que digo, quando a direita tomar o poder irá proibir qualquer tipo de manifestação pública, irá desvalorizar o real em mais de 50%, o juros irá para mais 50% (taxa selic), o salário minimo será cortado pela metade e todas a garantias individuais serão suspensas, a pouco vi na record que uma vitima morreu atropelada nos protestos.. isso é só o começo. infelizmente terminou a DEMOCRACIA BRASILEIRA. e finalmente após o golpe a internet será censurada e todos os blogs ditos sujos serão proibidos de atuar e todos os futuros oposicionistas serão caçados como terroristas.

    • A PM preferiu proteger a sede da famiglia Marinho a proteger a sede do governo paulista. Nem TV Record (que se acovardou e entrou no esquema das famiglias do PIG?), nem Band News (já era de se esperar por fazer parte do PIG) noticiaram uma tentativa dos manifestantes de alcançar a sede da famiglia Marinho na Av Luis Carlos Berrini. A famiglia Marinho chamou algumas pessoas do tal MPL.

      A famiglia Marinho carrega o MPL a tiracolo e faz o que quer agora.

      O momento agora é esperar a poeira assentar. Enquanto isto o Governo Dilma deveria mexer na forma de fazer publicidade (apertar o PIG pelo bolso) e de se comunicar (trocar as pessoas que fazem a comunicação social e da Secom). O Governo Dilma precisa mostrar suas ações positivas, mas não somente pela tela das famiglias do PIG.

    • Eu li tudo. Não achei espaço para comentário, Comentaria que ela deveria ter acompanhado o PRIMEIRO FATO ESTRANHO: o que houve com a AP 470, foi um julgamento de exceção, e lá foram pronunciados vários discursos contra a Democracia. Depois, mais proximamente, deveria ter se tocado com o boato do fim da bolsa família, também foi estranho. Depois deveria ter estranhado a vaia que Dilma levou em Brasília. Depois deveria considerar que o MPL, movimento a-político ( estranho ) deveria ter incluído sua reivindicação nas negociações do Programa de Governo do Prefeito, que é um democrata, não fazê-las posteriormente, o que não foi democrático. Se estivesse acompanhando a sequência desses pequenos golpes saberia que o momento não era oportuno para tal manifestação, que as forças golpistas estavam atentas, à espreita de uma oportunidade, e ganharam essa de presente, caiu no colo deles, o que ela queria que eles fizessem ? Agora, acho que Inês é morta.

  • Tomara que essa seja uma grande oportunidade para que mais pessoas se interessem pelos rumos do país.

    Vi na Camara dos deputados um jovem de 22 anos -Octavio Torres, representante dos movimentos que estao indo as ruas- dizendo da insatisfacao deles devido a nao existir no Brasil democracia participativa.

    Será verdade? Vemos que a esmagadora maioria dos participantes nunca participou e nem sequer sabem que existem audiencias publicas em todos os niveis de governo. Essas audiencias tem por objeto a participacao da populacao em temas diversos que é do seu interesse.
    Limitam-se a repetir aquilo que ouviram falar. Preocupacao em saber se é verdade ou boato, nem pensar.
    Infelizmente essa geracao que nasceu com a tecnologia a seu dispor – cre que sao bem informados. Porem em qualquer assunto que se aborde com eles, nota-se prontamente que nao se aprofundam em nada. Dá pena perceber o quanto desconhecem como funciona o poder público, ou a quem cabe as politicas de educacao, segurança, saude……

    Como cobrar democracia participativa se ninguem se interessa?
    Desconhecem a historia recente do país. Soubessem estes que se hoje estao podendo se manifestar livremente foi graças a luta da esquerda.
    Esquerda que ouviram dizer “come criancinhas”.
    Nao sabem – e aí eu AFIRMO, NAO SABEM : que os milionários, os grandes meios de comunicação e os grandes empresários não querem um governo que procura melhorar a vida dos mais pobres. Querem ter os privilégios de vida boa só para eles. Nao suportam viajar de aviao ao lado de uma familia “meio pobre”, nem que o filho do feirante possa conseguir uma vaga na Faculdade de Medicina. NAO, isso nao pode.

    Nao sabem que sao os politicos de esquerda que defendem os direitos da minoria. A defesa dos indigenas que continuam sendo expulsos de suas terras por grandes proprietários de terra. Se pesquisarem sobre o Relatório Figueiredo, saberiam que os massacres ocorridos naquela epoca ainda continuam. Que a Erundina ,quando Prefeita de Sao Paulo, quis colocar o transporte público gratuito e recebeu hostilidades da camara de vereadores (pois muitos deles sao financiados pelos empresarios de onibus) . A elite paulistana nao suportava uma nordestina comandando a maior cidade do pais. O mesmo movimento está acontecendo agora com o prefeito paulistano, que apesar de ser classe media alta, é do PT.

    Nao sabem que os alunos – filhos de familias beneficiadas pelo Bolsa-Família – obtem melhores notas que os demais estudantes e que a evasao escolar desses beneficiarios é menor que a daqueles que nao o sao? Essa noticia foi veiculada pela Radio CBN (Rede Globo). Na TV Globo ou qualquer outra TV aberta, nenhuma informaçao. O que se dissemina é a crítica ao Bolsa-Familia. Méritos reconhecidos e implantados mundialmente

    Deveriam, sim, se filiar a partidos políticos com propostas humanitárias e propósitos para o bem estar geral, nao aproveitamento pessoal. Por que nao tirar as dinastias que se perpetuam na política como os descendentes dos Antonio Carlos Magalhaes, dos Calheiros, dos Vasconcelos, dos Covas, dos Sarneys. Por que nao renovar o congresso se candidatando. Ou será que esses ingenuos nao foram informados que por trás da Marina Silva está a Neca Setubal – dona do Banco Itau – que exigirá -se Marina for eleita – a volta dos juros altos?

    Nao percebem que estao sendo manipulados pela Imprensa. Se ficarem mais atentos verao que agora a Rede Globo e demais emissoras já falam que esse movimento protesta pela PEC 37. Pergunte a algum deles do que trata a tal PEC. Isso se souberem o que quer dizer PEC.

    Poderiam exigir o fim das mordomias para vereadores, deputados, juizes, ministros enquanto existir miseráveis no país, ou alguma familia brasileira sem moradia digna. Nao, isso nao interessa.

    Se continuarem a ser manipulados pela imprensa e insistirem para que a populaçao vá as ruas para exigir direitos, que são legítimos, incentivarei aqueles que estão nas filas dos hospitais públicos se dirigirem-se em massa para atendimento no Sirio Libanes, no A.Einstein e veremos a reaçao da direita que está aplaudindo as selvagerias e torcendo para derrubar a Presidente. Veremos como vao reagir os pais desses jovens de classe média alta que hoje aplaudem a revolta popular.

    Nao sabem, ainda o que é revolta popular. Poderão vir a saber brevemente, e nao vao gostar do resultado.

  • A globo venceu, o país é deles, bando de inocentes que achavam que o PIG estava morto.

    Eduardo, por favor, peço que nesta altura do campeonato deixe de publicar o comentário destes idiotas pagos pela direita, tipo os covardes dos Josés Coimbras da vida, pois nem coragem de dizer o nome eles tem. São estes os responsáveis pelos 500 anos de desgraça deste país. São uns imbecis recalcados, hipócritas, que repetem feito papagaios tudo o que ouvem na mídia.

    Em tempo:- Temos que tirar o chapéu, a CIA é muito competente, ganham a guerra na America Latina sem dar um tiro.

  • A volta da ditadura?. Será o Barbosão ou um general o novo ditador do país?. A rede golpe mudou a grade de programação hoje para se locupletar com as imagens. O pau comendo e o Hommer Bommer dizendo que era tudo pacífico. A partir de amanhã estarão conclamando lei e ordem no país, que a presidente é fraca e precisa de um macho pra botar a casa em ordem. Uma pergunta: O tal do Mpl é mesmo de esquerda?.

    • Também já começo a questionar esse MPL. Se é de esquerda, é do tipo que trabalha para a direita. E não adianta querer vir tirar o seu da reta agora!

  • Gente, o NED (National Endowment for Democracy) patrocina vários jornalistas brasileiros. Os jornalistas “amigos da liberdade”.

    Quem não sabe, o NED é braço da CIA.

    Eles estao ao vivo neste momento na radio Itatiaia de BHZ. O grupo MILLENIUM.está ao vivo transmitindo este “momento histórico”. A Mariana na GloboNews está exultante, felicidade incontida, cinismo nos olhos e boca…

    Será que Dilma se segura depois da ultramegablaster manifestação programada pra sabado? A burguesia estará lá em peso. Em peso! E fazendo muito barulho!

    Acorda, Da. Dilma! Pára de assistir ao canal Viva – antes que seja tarde e o País volte pras patas dos inimigos do povo….

    :/

  • Edu, pelo que to vendo na tv neste momento, pela intensidade da violênncia ocorrendo em Brasília a Presidente Dilma ou vem a rede nacional falar ao povo ou RENUNCIA, golpe pode ser desfechado entre hoje 20/06/2013 e 21/06/2013, se Dilma nao se manifestar AGORA, amanheceremos em ESTADO DE SITIO COM NOVO GOVERNO E ADEUS DEMOCRACIA.

    • Acho que isso já é exagero da sua parte. Também estou lamentando as cenas de violência mas não acho que as coisas estão dessa forma.

      Se a democracia fosse tão frágil assim já teria acabado a muito tempo.

  • Quem disse que a Globo não tinha força???w hahaahahah Ela esta pondo fogo no país!!!! Bem feito quem mandou não fazer a lei de meios????

    Cade a turma que bradava que este movimento era lindo???

    No primeiro texto do Eduardo, pelo qual ele foi quase crucificado, ele já questionava este movimento quando falava dos coquetéis molotov.

    Cade a turma do PSOL, PSTU e PCO?? porque eles não vão agora com suas bandeiras para a Paulista?? eram valentes e agora estão com medinho né???olha a merda que voces ajudaram a fazer!!!!

    E os anarquistas será que a Globo vai defender o sistema anarquista?? repito o que disse acima, olha a merda que voces ajudaram a fazer!!!

  • Engraçado pq qdo o MST invadiu e destruiu o congresso tempos atrás o PT não chamava eles de fascistas?? Não sou a favor dos atos de violência nos protestos de hoje, mas qto mais a militância do PT se calar melhor é…apenas colocando os pingos no i”s” a coerência e os critérios devem se manter sempre o mesmo. Mas sabe que isso teve uma evolução, antes as pessoas faziam por causa do futebol, lembra a torcida do Corinthians destruindo um aeroporto e pouco nos indignamos…a indiganção é pq pe um movimento social…apenas para refletir.

    • Os mesmos assassinos que provocam brigas e já mataram pessoas em brigas de torcidas, disfarçados em torcidas organizadas de clubes, estão aproveitando as manifestações para tocar o terror, edir pessoas, destruir e explodir seu ódio animalesco.
      O clima nessas manifestações é horrível, tenso, negativo. Fui conferir e achei a coisa mais horrorosa que já ví nos últimos 35 anos, desde quando comecei a participar de manifestações populares. E olha que lá no começo ainda estávamos em plena ditadura, embora já no início da abertura.
      Não volto nem chego perto dessas manifestações de… de nada, pois não se sabe manifestando o que estão. Manifestações de expressar ódio e negativismo sem rumo;
      Sempre achei que o povo na rua é uma coisa legal, mas o que eu ví hoje na paulista não foi nada legal. Foi uma palhaçada que não vai levar a sociedade nem ninguém a lugar algum. E ainda tem uma grande chance em terminar em tragédia. Vou é ficar na minha. continuar atuando nos canais democráticos que custou-nos tanto para criar e que podem levar a resultados positivos para a sociedade. E torcendo para não ocorrer uma tragédia nessas escabrosas aglomerações sem proposta.

  • Edu, temos que pensar na reação.
    Mesmo que o golpe não se concretize, acho que a Dilma se inviabilizou pra 2014.
    E se o golpe ocorrer, temos que organizar a resistência.
    Aguardo ansioso teu próximo post com uma análise geral da conjuntura.

  • Observando hoje a mudança oportuna do posicionamento da grande mídia sobre movimentos sociais fico temeroso em relação as eleições de 2014, a inercia, a covardia, o medo do PT em reagir a um processo de desconstrução de um legado que se começou a vários anos atras parece que começou, o que era um pensamento reinante na velha direita raivosa e reacionária agora tem se manifestado também nas classes ascendentes e despolitizadas, Algumas escolhas da presidente Dilma como o ministro da justiça, comunicações, procurador geral e outras tantos não poderia ser pior e o tempo esta mostrando isso, a convocação dos militantes petistas pelo Rui Falção hoje não poderia ser num momento pior, porque não houve mobilização antes! Em 2014 O Brasil pode pagar muito caro pela covardia do PT e as escolhas da Dilma, seria um retrocesso terrível, tomara que eu esteja errado

  • A rede golpe mudou a grade de programação para transmitir o golpe ao vivo. Aquele pessoal da ESPN BRAZIL que fica 24 horas por dia falando mal do país e contra copa e olimpíadas está exultante. O Pig e seus aliados a partir de agora vão pedir lei e ordem. Alegarão que Dilma é fraca e que é necessário um macho para botar a casa em ordem. Quem sabe estão escolhendo entre Barbosa, general Heleno ou Luciano Huck.

  • Paulista, 20/06/2013. Não havia um único cartaz com uma pauta positiva. Nenhum propunha construir alguma coisa ou defendia uma idéia. Era contra a Copa, contra os partidos, contra o feliciano, contra o Ronaldo, pela redução da maioridade penal (e já dizendo que era por ser contra os manores infratores),contra a Globo, contra a Dilma, contra, contra, contra, contra… Só negativismo, nenhuma proposta inclusiva, nenhuma preocupação com a miséria, com o País, com o povo, com o salário, com nada. Nenhuampropostaq de construir nada, de fazer nada. Parece uma grande cartase negativista. Participo de manifestações populares a 35 anos, mais do que a idade da maioria dos participantes, nunca ví clima tão tenso, tão fragmentado, agressivo, desagradável. Passei pela primeira vez em uma hoje, porque havia a perspectiva de participação da CUT e do PT, que até tentaram fazer uma manifestação propondo as pautas do partido, mas o nível de agressividade de algumas pessoas era impressionante. Não eram todas e nem ao menos a maioria, mas o ódio de uma minoria era algo assustador. Berravam xingamentos de baixo calão e boçais até babando, ameaçando e ofendendo. Ví um jovem alto avançar em cima de uma senhora de idade baixinha que discutia com outra senhora, gritava palavrões e xingamentos em cima dela e ví a hora em que ia bater na mulher. Coloquei-me entre os dois e o jovem saiu correndo como se estivesse com medo. Sou um homem de meia idade gordinho que não põe medo em ninguém, o rapaz estava covardemente ameaçando fisicamente a mulher porque sabia que ela não podia esboçar nenhuma reação. E isso é só um exemplo. Lamentavelmente essa história de manifestação democrática, povo na rua, democracia, passa longe desse fenômeno de boçalidade que são essas manifestações. Aconselho a todos que fiquem longe, ainda ocorrerá uma tragédia nessa muvuca sem rumo, sem propósito, onde o espiríto cívico é apenas uma desculpa para agredir alguém ou alguma coisa.

  • Isso tudo terá um final trágico. O saldo disso tudo para o governo Dilma infelizmente é negativo, nem ex-presidente Lula consegue reverter esse quadro.

    Que coisa, a esquerda não se manifesta e quando se manifesta se colocam a favor dos manifestantes do Mackenzie. Medo de ter os manifestantes contra? Antes tivessem eles contra e estivesse em dia com o pessoal que da a cara para bater.

    Que horror, tanto trabalho e militancia perdida. O castelo está desabando e o único que quis segurá-lo foi o prefeito de São Paulo que como todo esquerdista de verdade bateu o pé e firme disse que não revogaria o valor das passagens. Mas a pressão, vinda dos manifestantes e da presidencia da república e por incrivel que possa parecer até do ex- presidente Lula o fez voltar atrás.

    Parabéns ao Haddad.

    Triste foi ver grandes ídolos, abrindo as pernas para os neoconservadores do Mackenzie.

  • Agora está surgindo o movimento “Chega de movimento”. Fique em casa, saia da rua!

    Concordo, chega de incitar ódio, violência e vandalismo.

  • Estive na manifestação desta quinta-feira aqui em Jundiaí. Foram cerca de 10 mil pessoas.

    Até a hora em que deixei o movimento (cerca de 21h), não havia qualquer vandalismo, ainda bem.

    Pelo contrário: tinha uma moçadinha muito ordeira, embora ativa. Estudantes secundaristas em sua maioria; vários professores; servidores públicos do Judiciário e da Prefeitura; aposentados.

    Havia pessoas com crianças em carrinhos de bebê e outras passeando com cães.

    Cantamos o hino nacional por diversas vezes.

    A pauta foi – ao que me pareceu – nessa ordem:

    – Contra corrupção;

    – Menos copa e mais investimentos em educação e saúde;

    – abaixo o Feliciano (havia muita gente do movimento gay na manifestação. Aliás, foi a única bandeira admitida: a do arco-íris).

    – contra a PEC 37;

    – contra o Renan.

    Honestamente, ninguém gritou fora Dilma ou o PT. Mas bandeiras partidárias não seriam admitidas. Às vezes tinha um burburinho sobre alguém que teria entrado com bandeiras de partido, mas eram apenas boatos.

    Dos prédios, as pessoas piscavam as luzes dos apartamentos ante nossos gritos de “vem pra rua”, ao que seguiam nossos aplausos.

    Vendo aqueles meninos e meninas com rostos de crianças, lembrei-me de mim mesmo, há 20 anos, como cara-pintada. À época nos levantamos apenas contra um canalha; hoje eles, se levantam contra todos os canalhas.

    Com certeza, os meninos de hoje são melhores que os meninos de 20 anos atrás: convivem bem melhor com a diversidade. Acho que não marcharíamos ao lado do movimento gay como eles fazem hoje.

    Melhores frases: – Meu cu é laico;
    – Feliciano, vai pra cura que o pariu!

    Minha hérnia de disco me forçou a ir embora relativamente cedo da passeata. Não tenho mais 14 ou 15 anos, mas 36.

    Espero que esse movimento tão bonito não tenha sido manchado pela violência mais tarde, como aconteceu em Campinas.

    OBS: como não podia deixar de ser, cantaram-se hinos contra a Globo também. Como há 20 anos…

  • Cadê o Edu? A massa dos sem partido e sem líderes o pegaram?
    A “democracia” sem partidos, classes, propostas, sem cérebro, ganhou. Tentei conversar com jovens “que estão fazendo a revolução”. Estão achando tudo “lindo”. Inclusive apanhar da polícia. Fui!

  • Não resta a menor dúvida de que o movimento escapou das mãos do MPL e dos partidos de esquerda, que são satélites mais ou menos próximos do PT, para transformar-se numa imensa caixa de ressonancia do clamor popular contra esses dez anos pontuados por períodos de autêntica “megadelinquencia governamental”. Isto, para usar a expressiva definição que o ministro do Supremo, Celso de Mello, deu do governo que pariu o Golpe do Mensalão Federal..

  • “Entendam um pouco a revolta dos brasileiros.”

    Em 2005/2006 surgiram acusações sofridas pelo governo do Presidente Lula enquadrando dezenas de membros da sua equipe em uma ação chamada “Mensalão”. “Uma sofisticada quadrilha” assim descrita pelo ex-procurador-geral da república Antônio Fernando de Souza. “O mais atrevido e escandaloso esquema de corrupção e de desvio de dinheiro público flagrado no Brasil” dito pelo procurador-geral da república, Roberto Gurgel.
    A denominada ação penal 470 levou o Supremo Tribunal Federal brasileiro a um julgamento de 38 réus deste escândalo do “mensalão” no dia dois de agosto de 2012.
    Renan é o presidente do Congresso Nacional e o presidente do Senado Federal e os crimes de que é acusado podem render até 23 anos de prisão.
    Henrique é o presidente da Câmara Federal e no dia da sua eleição um dossiê de 25 páginas, frente e verso, chegou ao gabinete de todos os deputados com um apanhado de reportagens informando sobre sua condenação no Estado do Rio Grande do Norte, com direitos políticos cassados e respondendo a vários processos incluindo improbidade administrativa.
    Genoíno é um Deputado Federal que passeia pela câmara mesmo sendo condenado a seis anos e 11 meses de prisão no julgamento do mensalão por corrupção ativa e formação de quadrilha.
    Feliciano é Deputado e preside a comissão de direitos humanos e minorias da Câmara dos Deputados. Dentre outras coisas descabidas declarou “Africanos descendem de ancestrais amaldiçoados por Noé”, “a AIDS é o câncer gay”.
    Blairo é um Senador ganhador do motosserra de ouro do Greenpeace alguns anos atrás e hoje preside a comissão de meio ambiente do Senado, e sua posição em relação ao código florestal é favorecer os produtores rurais.
    Quase vinte dos oitenta e um Senadores ocupam o cargo sem terem recebido um único voto, são chamados biônicos.
    A Proposta de Emenda à Constituição nº 37. O projeto, conhecido como PEC da Impunidade, pretende tirar o poder de investigação criminal dos Ministérios Públicos Estaduais e Federal, modificando a Constituição Brasileira. Na prática, se aprovada, a emenda praticamente inviabilizará investigações contra o crime organizado, desvio de verbas, corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado e violações de direitos humanos.
    Os Ministros do governo da presidente Dilma são nomeados na busca por satisfazer interesses partidários e em troca de apoio político e não por meio de um sistema de gestão que considera o mérito, como aptidão, a razão principal para se atingir a posição de Ministro de Estado:
    Ministério das Cidades Aguinaldo Ribeiro (segundo o projeto excelências, da ONG transparência Brasil, em 2006, Ribeiro foi acusado de improbidade administrativa e responde a processo no Tribunal Regional Federal. Ele ainda responde a processo no Superior Tribunal Federal por crime contra a lei de licitações).
    Ministério do Esporte Aldo Rebelo (O policial militar João Dias Ferreira envolveu Apolinário Rebelo, vice-presidente do PC do B-DF e irmão do deputado Aldo Rebelo, no suposto esquema de desvios no ministério do esporte, informa uma reportagem de Fernando Mello e Maria Clara Cabral, publicada no jornal Folha de São Paulo).
    Ministério da Saúde Alexandre Padilha (Vereadores da capital mineira denunciaram o ministro da saúde, Alexandre Padilha, por improbidade administrativa ao falar de recursos do governo federal para Belo Horizonte numa eventual gestão do ex-ministro Patrus Ananias (PT)). A acusação foi no ministério público eleitoral.
    Ministério da Educação Aloizio Mercadante (Envolvido no escândalo dos aloprados, ocorrido em 2006 e que culminou com a confecção de um dossiê contra o José Serra, à época candidato do PSDB ao Governo de São Paulo).
    Ministério da Agricultura Antônio Andrade (A revista ISTOÉ revelou a gravação de uma conversa na qual o ministro da agricultura reconhece ter operado com recursos ilegais durante a campanha municipal de 2012, quando respondia pelo diretório do PMDB do Estado de Minas Gerais).
    Ministério das Relações exteriores Antônio Patriota (Graças a uma mediação malfeita por Patriota, a presidenta passou pelo constrangimento de tomar um chá de cadeira de mais de uma hora do presidente da África do Sul, Jacob Zuma. No palácio do planalto e em embaixadas a impressão de autoridades e diplomatas é de que falta um norte político para o Itamaraty).
    Ministério dos Transportes César Borges (Foi acusado pelo Ministério Publico Federal por grampo ilegal. A denúncia trata do episódio do grampo telefônico feito na linha do ex-deputado federal Geddel Vieira) em 2003. (Teria quase 200 horas de conversas telefônicas do deputado — inclusive com o então presidente da república na época, Fernando Henrique Cardoso — e feito uso político das informações).
    Ministério da Defesa Celso Amorim (Aos olhos do serviço diplomático dos estados unidos, em especial durante a era Bush, a posição independente do ministério das relações exteriores, capitaneado por Celso Amorim, hoje ministro da defesa, parecia uma constante provocação. Nos telegramas vazados pelo wikileaks, é acusado de dificultar as relações bilaterais por suas “inclinações antiamericanas”, definidas por um ministro “nacionalista” e um secretário-geral “antiamericano virulento”).
    Ministério de Minas e Energia Edison Lobão (Convidado para prestar esclarecimento sobre o seu envolvimento no esquema de cobrança de propina na agência nacional do petróleo. Apontado pelo wikileaks como homem de confiança do imperialismo para gerir privatização do setor elétrico).
    Ministério da Integração Nacional Fernando Bezerra (É acusado de maquiar orçamento de prevenção a desastres. Levantamento da ONG contas abertas e do site da revista VEJA e com base em dados do sistema integrado de administração financeira do governo federal mostra que, na realidade, a poucos dias do fim do ano, só um terço dos recursos previstos no orçamento da união para 2012 foi gasto. O índice é ainda pior do que os modestos 51% apresentados por Fernando Bezerra).
    Ministério do Desenvolvimento Fernando Pimentel (É acusado pela procuradoria-geral da república de ter concorrido ativamente para o desvio de R$ 5 milhões da prefeitura de Belo Horizonte em 2004, no seu primeiro mandato como prefeito da capital).
    Ministério da Previdência Social Garibaldi Alves (A justiça do Estado do Rio Grande do Norte condenou por improbidade administrativa e foi intimado após ter o nome citado nos autos do escândalo da máfia dos gafanhotos, pelo deputado estadual Luiz Almir, que também está relacionado como réu no escândalo. O parlamentar citou que encaminhava amigos para pedirem emprego a Garibaldi).
    Ministério do Turismo Gastão Dias (Foi duramente criticado quando secretário de educação do governo Roseana entre 1995 e 1998, por apoiar a implantação de tele centros nas escolas do Estado. A corregedoria geral do Maranhão concluiu que mais de R$ 171 milhões foram utilizados irregularmente no projeto).
    Ministério da Fazenda Guido Mantega (Espalha-se a denúncia de que o grupo JBS FRIBOI, obteve informação privilegiada do Ministério da Fazenda para virar sua posição no mercado de juros futuros).
    Ministério do Meio Ambiente Izabella Teixeira (pressionou pela aprovação de empreendimento portuário do ex-senador Gilberto Miranda na ilha de bagres, no porto de santos, litoral paulista).
    Ministério da Pesca Marcelo Crivella (está sendo acusado de utilizar a estrutura pública do ministério que lidera para fomentar o crescimento de uma ONG ligada a ele e à igreja da qual faz parte).
    Ministério da Ciência Marco Antônio Raupp (A deficiência no quadro de recursos humanos do INPA, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, que é uma referência mundial em pesquisas revela a falta de sensibilidade do Ministro para questões básicas).
    Ministério da Cultura Marta Suplicy (Teria ocultado dívidas da Prefeitura para que as contas de seu governo se enquadrassem nos requisitos da Lei de Responsabilidade Fiscal e fossem aprovadas pelo Tribunal de contas do Município).
    Ministério das Comunicações Paulo Bernardo (Acusado de utilizar aviões de empresários com obras no governo federal, principalmente contratos milionários de obras em execução no Paraná).
    Isto acima é apenas a ponta de uma questão muito maior, qual seja o desejo de saneamento do processo corrupto, corruptível e corruptor da política no Brasil por parte das pessoas que sentem na pele as consequências da falta de saúde, educação, trabalho, lazer, cultura, esporte e segurança.
    Sérgio Alberto Bastos da Paixão

  • Parabéns, Sérgio! Ainda tem maluco querendo tirar a legitimidade dos protestos por falta de pauta de reivindicações! Só a PEC 37 já justificaria essa movimentação! Por incrível que pareça, esses malucos alienados, que não veem nada de anormal na corrupção institucionalizada, culpam a “direita”, a “midia pig” e a caçulinha do hospício, a “internet pig”, pelos protestos. Aguardem, o Brasil vai pegar no tranco…

  • ALERTA AOS LÍDERES DAS PASSEATAS
    A PROVA DE QUE A CIA E OS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO SE INFILTRARAM NESSES MOVIMENTOS É QUE ESTÃO DANDO RUMOS DIFERENTES AS PROPOSTAS INICIAIS. OS MOVIMENTOS DE RUAS DOS SINDICATOS E DAS CENTRAIS DOS TRABALHADORES CESSA, QUANDO A REINVIDICAÇÃO É ACEITA. ENTÃO VAMOS LÁ: A QUEM INTERESSA A PERMANÊNCIA DESSES JOVENS IDEALISTAS NAS RUAS? A CIA E OS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO, PORQUE ELES ACHAM QUE VÃO PREJUDICAR A DILMA EM TODAS AS PESQUISAS ATÉ A ELEIÇÃO. O LEMA AGORA É A LUTA CONTRA A “CORRUPÇÃO”. TUDO BEM, MAS AONDE ESTÁ LOCALIZADA ESSA CORRUPÇÃO PARA SE COBRAR DAS AUTORIDADES, SENHORES MANIFESTANTES? DIGAM-NOS EM QUE LUGAR DO EXECUTIVO FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL; TAMBÉM NOS ORGÃOS FEDERAIS, ESTADUAIS E MUNICIPAIS ESTÁ A CORRUPÇÃO! NÃO SE PODE TOMAR PROVIDÊNCIAS IMEDIATAS POR ACUSAÇÕES SEM PROVAS OU INDÍCIO DE PROVA PARA SE COMEÇAR O INQUÉRTO DA APURAÇÃO! GRITAR NAS RUAS “ABAIXO A CORRUPÇÃO” SEM DAR MEIOS AS AUTORIDADES PARA LEVAR ESSES CORRUPTOS PRA JULGAMENTO E DEPOIS PARA A CADEIA, AÍ NÃO DÁ, É INFANTILIDADE, PORQUE ESSE BRASIL É DEMOCRÁTICO E TEM O JUDICIÁRIO FUNCIONANDO.

    • O “domicílio” da corrupção é Brasília, mas ela tem “residências” por quase todo o país. Como é muito antissocial, quer ficar “invisível” aprovando uma sinistra PEC 37, que proíbe o Ministério Público de procurá-la.

  • O Eduardo Guimarães está há muitos meses cobrando respostas do governo federal contra as mentiras e campanhas odiosas realizadas pela oposição e pelo PIG. Nunca foi ouvido. E estamos nesta noite de sexta, dia 21 de junho, assistindo as televisões e os portais de internet fazendo campanha para o cancelamento da Copa das Confederações, agora, no meio da disputa. O UOL está à frente desse movimento com pesquisa entre membros das manifestações sobre opções eleitorais e enquete eletrônico para se opinar pelo fim da Copa das Confederações – o placar está em 70% pelo cancelamento dos jogos.

    O fato principal é que os meios de comunicações, a elite, as oposições e algumas instituições estão oferecendo respaldo para estimular o protesto na parte mais truculenta com a destruição do patrimônio público e privado, com o claro objetivo de golpear o governo e desmoralizar o país. Cancelar os jogos é o mesmo que dizer que o Brasil não tem competência para realizar qualquer evento, o que, convenhamos, está longe de ser verdade.

    Infelizmente, não há muito o que fazer nesse momento, pois em momentos de intensas paixões do povo e atos produzidos e provocados por milicianos e mercenários, sem qualquer ação da polícia, não vai dar em boa coisa. Preparemos para maiores tragédias.

Deixe uma resposta