2017 foi bom; o golpe foi DESMASCARADO

Análise, Destaque, Reportagem, Todos os posts

Vale uma reflexão sobre 2017. Ainda que muitos achem que foi um ano ruim, se olharmos direito veremos que foi um ano tão histórico quanto 2016 – que, por sua vez, foi ano de golpe de Estado no Brasil –, só que, em vez de um ano ruim, foi um bom ano.

Esta é uma breve respectiva do Blog da Cidadania sobre 2017.

Há muito o que dizer sobre o ano que finda, mas voltemos o olhar, rapidamente, para 2016. Esse, sim, foi um péssimo ano porque foi o auge dos golpistas.

Senão, vejamos:

1 – o ano começou com o ex-presidente Lula sendo levado pela Polícia Federal para depor à força no Aeroporto de Congonhas.

2 – no começo de 2016, Lula perdia até para Aécio Neves nas pesquisas sobre a sucessão presidencial de 2018.

3 – Em abril de 2016, a Câmara dos deputados afasta Dilma Rousseff e, em agosto, o Senado confirma a decisão e Michel Temer vira presidente da República efetivo, anunciando que tomará medidas impopulares porque assumia o poder mergulhado na impopularidade.

4 – nas eleições municipais, o PT sofreu uma derrota fragorosa. Foi a primeira vez que o partido deixou de crescer exponencialmente em um ano eleitoral desde que foi criado.

Feito o retrospecto de 2016, vamos ao de 2017.

Sim, pode-se dizer que foi um ano ruim porque o brasileiro perdeu direitos enquanto o futuro ficava mais sombrio à medida que Temer adotava medidas para agradar o empresariado.

Pode-se destacar:

1 – a regulamentação da Terceirização

2 – a reforma trabalhista

3 – o teto de gastos da Previdência

Foi ruim? Foi. E não foi só. O salário mínimo deixou de ser corrigido, as demissões de milhares de trabalhadores para serem recontratados sob salários mais baixos e com menos direitos disparou

Porém, tudo isso acabou sendo bom para o país…

“Ficou louco, Eduardo?”, você perguntará. Não, não estou louco. Foi muito bom para o país porque o fez acordar.

Foi aí que as pessoas começaram a perceber por que Dilma foi derrubada sob a desculpa das tais “pedaladas”, que o atual governo vem reproduzindo sem que nenhum dos pilantras que acusaram Dilma diga um A.

As “reformas” nada mais são do que um processo imoral de tirar do pobre para dar ao rico.

Outros fatores que contribuíram para o despertar da população foi a delação de Joesley e Wesley Batista, da JBS. Graças a eles, os golpistas foram desmascarados.

O Simbolismo contido no desmascaramento do moralismo dos sócios no consórcio golpista que derrubou Dilma Rousseff fez Lula e Dilma se erguerem.

Hoje, Lula é o mais forte candidato à presidência da República e pesquisas mostram que seu poder de transferência de votos, se não puder concorrer, nunca foi tão alto.

— rejeição lula moro

Já Dilma, pesquisa recém-publicada mostra que a sociedade se arrependeu de apoiar ou ao menos condescender com o seu impeachment e acha que o governo dela era melhor que o de Temer.

Como se vê, 2017 não foi tão ruim assim. Na verdade foi um ano excelente olhando para o futuro, porque foi um ano de aprendizado democrático. O povo aprendeu como é ruim ser governado pela direita. E quem era o verdadeiro bandido da história.

*

Assista, abaixo, a reportagem em vídeo. Em seguida, peço que você leia a mensagem do Blog aos Leitores

 

MENSAGEM AOS LEITORES 

Os leitores financiaram o novo site. Está modernizado. Implantamos sistema de notificações de leitores, sistema de comentários à prova de fascistas e muito mais virá. Porém, precisamos de sua ajuda. O site tem agora uma pequena equipe para pagar e custos com seu jornalismo. Há várias formas de assinar o Blog da Cidadania.

PARA DOAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO MENSALMENTE, CLIQUE AQUI

PARA DOAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO UMA SÓ VEZ, CLIQUE AQUI

PARA FAZER DEPÓSITO EM CONTA, ENVIE E-MAIL PARA [email protected]

Com seu apoio, vamos continuar melhorando o site e nos prepararemos melhor para a guerra eleitoral de 2018

*

VEJA COMO RECEBER NOTIFICAÇÕES QUANDO O BLOG PUBLICAR NOVO POST ACIONE O SININHO