Crise política que afunda a economia e a democracia custou 20 centavos

Não tenho medo das armações da direita. Já representei o Sergio Moro ao CNJ. Sabia que cedo ou tarde viriam pra cima de mim. O que me dói é saber que de junho de 2013 para cá o país começou a afundar de todas as formas por culpa de setores da esquerda. Naqueles 30 dias, o Brasil deixou de ser uma promessa para se transformar em um pesadelo no qual fascistas começaram a levantar das tumbas e, dali em diante, nada mais deu certo por aqui.

Surto de imbecilidade: colunista da Folha sai em “defesa da desigualdade”

Ficou chocado (a) com a agressão verbal ao frentista haitiano no Rio Grande do Sul ou com o colunista da Veja que pediu “menos escolas, mais prisões”? Pois esse surto nazifascista que o Brasil vem assistindo acaba de ganhar um novo capítulo antes mesmo que os anteriores tivessem sido digeridos. Na última edição dominical da Folha de São Paulo um colunista saiu em defesa da desigualdade de renda no Brasil (!?). O sujeito afirma que a desigualdade é responsável pelo “mais extraordinário processo de melhora das condições materiais de vida que a humanidade já experimentou”.