Haverá uma última bala de prata?

Opinião do blog

As campanhas eleitorais em todos os níveis estão a (praticamente) uma semana daquele momento único da democracia em que o povo dá o seu veredicto final sobre tudo o que foi dito pelos protagonistas da disputa política – sobre si e sobre os adversários. E, claro, do que disse a imprensa sobre esses contendores.

Apesar de ser praticamente impossível encontrar um eleitor de Dilma, de Serra, de Marina ou de algum candidato nanico – ou até de ninguém – que tenha a mínima dúvida de que a revista Veja, a Folha de São Paulo, a Globo ou até o Estado de São Paulo lançarão um último “escândalo” contra Dilma no undécimo momento da campanha eleitoral, tenho lá minhas dúvidas de que isso ocorrerá.

Mesmo que nos últimos sete anos e tanto a mídia de direita e o grupo político comandado por Serra e pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tenham se recusado a entender que através de acusações ao PT não induzirão o voto no PSDB ao ponto de levá-lo de volta ao poder, não acredito que essa grande mídia seja totalmente estúpida, como pensam muitos.

Já escrevi aqui que “Eles não rasgam dinheiro”, ou seja, que não são loucos ou idiotas completos. Pelo contrário: contam com cabeças bem mais frias do que as suas para analisarem estratégias políticas sob prismas bem mais racionais do que os usados pelos Otavinhos da imprensa golpista.

Como todos sabem, sempre mantive – e sempre manterei – interlocução com expoentes dessa “grande” imprensa que se interessem por dialogar comigo. Bem sei, portanto, a razão pela qual essa gente não desiste da estratégia de escandalizar o nada. Acham que, se não fizessem isso, seria “pior”, pois Lula teria hoje 100% de aprovação, por mais que seja uma hipótese descabida.

Desta maneira, direi a vocês uma conclusão à qual acredito que os aparatos oficial e extra-oficial de comunicação de Serra estão chegando. Seguramente, ele está sendo alertado pelos especialistas de que sua estratégia de acusar a adversária através desse seu aparato midiático foi um rotundo fracasso.

Após cerca de um mês e meio de artilharia pesada contra Dilma, de condenações peremptórias dela, do PT e do presidente Lula por grandes meios de comunicação que, concomitantemente, fizeram de tudo para transformar o belicoso Serra em vítima, a montanha pariu um rato.

Todas as pesquisas de opinião mostram o que digo. Apesar de a mídia ter abolido o princípio da margem de erro nas pesquisas, dando manchetes que dizem que Dilma teria perdido pontos sobre a soma dos adversários sem considerar que tudo se dá no âmbito da imprecisão estatística provável, foi isso o que aconteceu.

Trocando em miúdos: como as tais diminuições de vantagem de Dilma captadas pelos indefectíveis Datafolha e Ibope ficaram dentro da margem de erro estatística, é possível dizer tanto que houve essa diminuição quanto que não houve qualquer diminuição das intenções de voto da candidata do PT .

Com efeito, o noticiário vem tentando induzir a sensação de que finalmente Dilma teria sentido o golpe do bombardeio tucano-midiático mesmo que tudo não passe de especulação baseada em pesquisas que são desmentidas pelo instituto que mais tem acertado, o Vox Populi, que não detectou perda de vantagem da petista nem dentro da margem de erro.

Não foi por outra razão que o polêmico diretor do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, deu recente declaração de que o eleitorado está tendo a “impressão” de que as acusações tucano-midiáticas contra Dilma não passam de “jogo eleitoral”.

Desta maneira, penso que o uso da surrada tática de fazer alguma acusação pesada contra Dilma quando não houver mais tempo para ela se defender na tevê e no rádio será repensada pelo candidato tucano e pelos seus Otavinhos.

Lembremo-nos, neste ponto, da teoria que embasou o prolongamento do bombardeio midiático da mídia contra Dilma, a teoria da pedra no lago, segundo a qual as denúncias levariam algum tempo para se propagar do centro “esclarecido” da opinião pública para as suas margens ignaras. Por essa teoria, deixar o ataque para a última hora seria ineficaz.

Ocorre que essa teoria foi desmoralizada (de novo), nesta campanha eleitoral. As ondas no lago, que propagariam as denúncias tucano-midiáticas, não passaram de marolinhas. O fato é que, com uma comunicação veloz como a de hoje, há dezenas e dezenas de milhões de pessoas que tomariam conhecimento, rapidamente, de qualquer acusação.

A reação indiferente do eleitorado a uma das maiores campanhas difamatórias que já se viu durante um processo eleitoral se deveu a provas que inexistiram. É justamente o setor mais informado da sociedade que logo se deu conta de que essa campanha tinha objetivos eleitoreiros exatamente como nas eleições passadas.

Foram acusações grosseiras, produto de uma crença inexplicável dos autores em uma burrice popular que este blogueiro sempre disse que inexistia.

O caso da quebra de sigilo de tucanos e da filha de Serra foi solucionado – tinha relação com o tráfico de informações que sempre existiu na Receita – e o PT não tinha nada que ver com o peixe, ainda que a mídia se recuse a admitir.

Sobre o caso Erenice, apesar de ter sido dito que o afastamento de membros do governo – inclusive da própria Erenice – provaria alguma coisa, ao mesmo tempo em que essa coalizão tucano-midiática dizia isso também dizia que a atitude correta do governo seria a de afastar os envolvidos. Só que a direita pensa que o povo é burro demais para perceber.

Se vier mais alguma bala de prata contra Dilma, portanto, terá que ser alguma coisa muito bombástica. Nas últimas semanas, aliás, surgiram diversos balões de ensaio do PSDB sobre que tipo de denúncia poderia ser feita para abalar uma decisão do eleitorado que parece cada vez mais cristalizada.

Enumeremos, pois, essas possibilidades acusatórias:

1 – Denúncia de crime, provavelmente de roubo ou de morte.

2 – Denúncia envolvendo orientação sexual e má conduta com algum parceiro

3 – Denúncia envolvendo o caráter, como um vídeo em que Dilma humilharia subalternos.

Seria muita burrice virem com apenas mais um pseudo escândalo de corrupção. A menos que tenham alguma prova irrefutável de que Dilma corrompeu ou foi corrompida. Mas será que fariam aposta em ataques desse nível sabendo que todos estão esperando por eles?

Dirão que meu conceito sobre o irrefutável é menos elástico do que o da imprensa golpista e do seu lunático candidato a presidente. Concordo. Mas Serra, de quem fatalmente será a decisão sobre a bala de prata final, parece-me um disciplinado seguidor de marqueteiros e estes já devem estar pensando em lhe dizer a verdade.

Que verdade? Essa que já disse, de que todos estão esperando pela última denúncia contra Dilma e de que ir ao pleito sem ter tentado um último golpe sujo pode ser bom para a biografia de Serra e para os votos da oposição, que a mídia já reconhece que sofrerá um duro revés na representação parlamentar.

Um governo Serra, vale dizer, seria praticamente inviável. Ele teria muita dificuldade para governar com um parlamento posto em pé-de-guerra por uma campanha eleitoral suja ao impensável. Sendo assim, declaro que o disparo de uma última bala de prata contra Dilma não está confirmado, mas tampouco está descartado.

111 comments

  • O estado Atual do Serra, Se eu puder citar a Bíblia é: "E você será destruído e humilhado de tal forma que seu nome será usado para rogar pragas.."

    A política hoje é uma coisa Serra, mas vai voltar a ser séria.

  • Caro Edu, todas essas acusações cabeludas e mentirosas, por você mencionadas, já circulam via e-mail. Não contentes ainda postaram os vídeos sobre os famosos pitbulls petistas. Se isso somada às baixarias sem provas, veiculadas por óia e companhia, afetaram os índices não sabemos o quanto. Agora eles querem bombar a verde para tentar chegar ao segundo turno. Essa seria talvez a estratégia menos grosseira. É uma ação tirada das famosas qualis, não é à toa que o quinta coluna do RGS, Simon, já aderiu prontamente ao chamado. Porém uma situação é certa, o adversário tucano está sendo mantido a base de infiltração sanguínea.Temos mais uma semana pela frente com todas as armas postas. Do outro lado é continuar mostrando que o Brasil já deu certo e não pode retroceder.

  • Meu caro Eduardo, aqui na minha cidade interior do Estado do Rio de Janeiro ( Cordeiro/RJ) cidade de mais ou menos uns 30 mil habitantes a candidatura Serra praticamente não existe e eu acho que no Estado do Rio de Janeiro, Serra sofrerá o maior massacre eleitoral que um político da envergadura do Serra poderá ter.
    Todos os cabos eleitorais do PSDB/DEM que pedem votos para Deputados Federais e Estaduais estão dizendo abertamente que estão apoiando a dupla Dilma/Lula ao entregar os santinhos com o nome deles na cabeça e muitos dele já com o número 13 da Dilma no quadrinho correspondente.
    Parece que essa onda vermelha aqui na minha cidade também deve ocorrer em todo o Estado.
    Um grande abraço e parabéns mais uma vez pela excelente matéria acima.

  • Edu, discordo de seu último parágrafo. Se Serra eventualmente ganhar, setores amplos de partidos amorfos como o PMDB, PTB, PP, PR, PSC e outros darão suporte legislativo ao novo governo. São adesistas acima de tudo. Não estão com a Dilma por convicção ideológica, mas por interesse. À posição ficarão restritos PT, PCdoB, PSB e uma parcela do PDT.

  • A utopia da democratização dos meios de comunicação, aos poucos vai se realizar. Estamos envolvidos em uma avalanche de fatos.
    Qual o papel esperado dos meios, mormente os concedidos senão que cumpram a utopia inscrita na Constituição. A Constituição sempre terá uma visão utópica da existência humana. Igualdade de oportunidade e informações no campo material econômico e no cultural, filosófico espiritual
    Meios eletrônicos de comunicação, propriedade de todo povo por serem restritos contemplarem digamos pelo menos dois aspectos antagônicos ainda, no campo econômico; Estado e Mercado, a caminho de se tornarem eficazes.
    Todos nos fomos intuitivamente encaminhados para um disputa que delineia dois aspectos; a eleitoral e a dos meios de comunicação que se confundiram diria a partir daquela declaração da ANJ “a oposição fragilizada” Pergunto fragilizada em que?, senão na defesa ideológica do Mercado caótico no qual vivemos. A exemplo a questão da internet banda larga ser a mais cara do planeta. Vemos que a internet, a blogsfera teve papel fundamental nestas disputas
    Daí concluo que a disputa vai continuar. O Mercado ganancioso, ineficaz, sobretudo inconstitucional dos concedidos não cederá aos anseios da população se não houvesse essa compreensão das “balas de prata” diárias seja na parte cultural seja na parte econômica. O MSM já deflagrara quando do pânico disseminado com a febre amarela. A nossa mobilização está mais desperta para enquadrá-los ao texto constitucional. Correlação de forças? Ora a nossa talvez não apreendamos, recorro então ao exemplo da Argentina, não para copiar simplesmente a luta deles, mas enfatizar que lá como aqui a sociedade pressionará para que no Congresso legisle sobre comunicação.
    Após 3 de outubro, até 1º de janeiro de 2011, vigilância com o norte que advirá com o futuro ministro das comunicações.

  • Não se engano Eduardo.
    Na próxima semana, chegará a escorrer sangue pela tela da TV na hora do JN.
    Dilma será eleita seja no 1° ou no 2° turno, porém
    se não fosse esse ataque do PIG, Dilma estaria hoje na casa dos 60% e Serra na casa dos 15%

    Essa é a verdade nua e crua.
    Jamais substime a direita, eles são capazes de tudo.

    PS: E o Lula terá q tomar muito cuidado em sua proteção pessoal a partir de 1° de janeiro de 2011.
    IMagine um governo Dilma tendo a mesma aprovação do Lula, ela seria reeleita em 2014 e Lula governador de SP. Em 2018, Lula voltaria à presidência, e assim completariam 20 anos do PIG fora do Governo.

  • li agora pouco que amanha havera um editorial do Estado de sao paulo declarando apoio a Serra,se isso chegara a ser uma bala de prata eu nao sei,mais o certo e que e um tiro no pe,porque o jornal oficializaria o que tudo mundo ja vinha conhecendo,a parcialidade do jornal,e de outro lado seria uma temeridade o PSDB usar isso no horario eleitoral para angariar votos,nao acredito que o Estado resolveu fazer agora um jornalismo etico(posicionar-se a favor de um dos lados da disputa e ao mesmo tempo tratar, divulgar,destacar as noticias com ISONOMIA,nao confundir noticia com BOATO,nao sonegar noticia para favorecer seu candidato etc…)longe disso ,o Estado quer travestir sua confusao politica ,perplexidade jornalistica,diante da solidez da candidatura Dilma com o manto de uma pretensa ousadia que sera mais um esforço talvez derradeiro em salvar seu agora declarado candidato.

  • podemos analisar o posicionamento do jornal por um outro angulo:diante da subida da Marina como o aglutinador de votos anti-Dilma,e quem sabe um nucleo da proxima opocisao anti-governo,o que mudara profundamente a estrutura e o discurso da oposicao,poque a meu ver o discurso da marina como treceira via foi muito mais consistente que o insoço discurso do serra,o que comprometera as alianças ja historicas centrea VELHA midia e VELHA oposiçao o Estado de sao paulo quer salvar uma estrutura com eminente desmoronamento.

  • Sugestão para o programa, nesta noite sonhei que Lula estava usando uma bela e sensual roupa de cor negra e curvado diante do povo em sinal de reverência, também sonhei que chorei muito diante destas infâmias contra o presidente, comentei isso no Nassif:

    Lula só se curvou ao seu povo, engraçado, nesta noite sonhei com Lula em posição de reverência à plebe num discurso que dizia da suboordinação aos brasileiros e não, por exemplo, ao baronato da mídia, aos Merval Pereira da vida sempre acostumado a tomar cafezinho na cozinha do Planalto.

    Ao contrário, Lula mandou-os para a cadeia, não perdou governadores, juizes e ministros corruptos, uma pena que o PIG não se interesse pelas ações da PF contra a corrupção, como uma nesta semana que desbaratou quadrilhas agindo contra o INSS, há um grupo de inteligência em cada Órgão Público para não dar trégua à corrupção, interessante se notar que o JN, apesar de se interessar tanto por casos policiais, não mostrou a operação da PF aqui em Goiânia, tendo preferido o que mesmo, ah sim, estes factóides tipo "o Quicoli quase pagou 5 milhões ao filho de Erenice"

    Tenha a santa paciência

  • embora acreditasse na vitoria da Dilma agora no 1o trurno quero trbalhar a outra hipotese para entender o posicionamento do Estadao:suponhamos que a eleiçao fosse para 2o turno todo indica (ate a ultima pesquisa datafolha) que o resultado,sem presença da Marina, seria uma derrto acachapante para Serra.
    por isso vemos o empenho da da midia em melhorar a posiçao de Serra desde ja ate porque nao acredito na hipotese de Marina declarar apoio a Serra em um provavel 2o turno

  • Acho que estão pensando numa bala religiosa, pois e-mails já foram enviados aos montes; algumas manchetes em jornais sobre o tema – inclusive a presença dos candidatos tucanos em missa nessa última semana. É incrível a capacidade dessa gente qto a enxergar o que realmente está se importando para o povo nesse momento. Nada vai abalar a decisão de continuidade, prosperidade e esperança de um Brasil cada vez melhor. O povo hoje não é massa de manobra, mas eles vão contnuar tentando, tentando… até o último suspiro. Erraram o caminho e agora não dá mais tempo nem de pegar um atalho nessa fase final de campanha. Para os tucanos só resta um milagre, porém precisa ter fé.

  • Discordo da hipótese sua de que "Seria muita burrice virem com apenas mais um pseudo escândalo de corrupção".
    Com jornalistas tipo Merval Pereira, essa hipótese é bastante plausível. Burrice é o que não falta no curriculo desse senhor.

  • Estou revoltado com a mídia (Editora Abril, Grupo Folha, Estadão e Organizações Globo)… Será que teria como o futuro presidente fazer algo para prejudicar esses grupos, tipo não dando licitações do governo ou algo parecido… Gostaria de saber algo mais… Obrigado… Fabio.

    • Fabio, acho que o critério para verbas de publicidade oficial deve ser o da abrangência do veículo e o do incentivo à pluralidade de informação, de forma que acho que governo nenhum tem direito de excluir um veículo do recebimento de verbas públicas. Não seria democrático. Imaginem se cada governo que entrar decidir retaliar veículos que se opõem. O caminho é a regulação jurídica da questão. Por exemplo: acusações sem provas devem ter como contrapartida obrigatória direito de resposta. Cada acusação, uma réplica.

  • Eu recordo da eleição para governador do RS em 2006.
    Os três melhores colocados nas pesquisas eram Rigotto (PMDB,concorrendo a reeleição),Olivio Dutra (PT) e Yeda Crusius (PSDB,em terceiro).A manobra da direita gaúcha foi votar em massa em Yeda,apesar do "queridinho" deles ser o Rigotto,e assim catapultar Olivio do segundo turno.
    Fracassaram de forma desastrosa.O voto para Olivio já estava consolidado,e ele foi pro segundo turno.A massa de direita que votou em Yeda,acabou tirando votos de Rigotto,o que deixou o ex governador fora do segundo turno.O desastre que se seguiu é conhecido por todos.
    Lembrei disso por que há uma manobra nestas eleições para projetar Marina Silva na preferência da direita,o resultado disto não prejudica a dianteira de Dilma,mas é um tiro que pode sair pela culatra pros demotucanos e tirar Serra de um eventual segundo turno.
    Não acredito que marina seja uma ameaça pra Dilma em um segundo turno,mas ver Serra sepultado já na primeira rodada seria um golpe fatal nos tucanos.

  • SE POSSIVEL COMENTA ESTA PESQUISA EDUARDO

    Vox Populi: Mercadante sobe e SP pode ter 2º turno
    24 de setembro de 2010 | 20h 54
    Leia a notíciaAgência Estado
    O candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, cresceu 11 pontos porcentuais e abriu a possibilidade de que a disputa ao Palácio dos Bandeirantes possa ser levada ao segundo turno. Pesquisa Vox Populi divulgada hoje, encomendada pelo portal iG e pela TV Bandeirantes, mostra o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, com 40% das intenções de voto, enquanto o petista registrou 28%.
    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,vox-p

  • Eduardo, penso que a chance de um tiro de canhão é maior do que 50%. Houve um ligeiro refluxo, a Globo deu uma paradinha, mas isso pode ser a calmaria que precede um tsunami (de mentiras). Só que eu acho que o caminho para enfrentar isso é a galhofa.

  • Supondo que nada mais mude neste cenário, que não hajam mais 'balas de prata" lapidadas nos porões do PIG, que se consume a vontade livre do eleitorado e não a imposição midiática dissimulada, então, não será só Dilma que será cobrada pela oposição. Sugiro que cobremos também de Serra e do superético PSDB a tão propalada e virtuosa conduta de "NÃO APOSTAR NO QUANTO PIOR MELHOR", que foi atribuída ao PT, asim como a "NÃO A POLÍTICA DO TERRA ARRASADA".

  • Nós brasileiros temos dois grandes compromissos assumidos perante o mundo, realizar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpiadas 2016, e me preocupa que interesses "estranhos" e nada patrióticos, procurem, mesquinhamente, inviabilizar o bom andamento desses compromissos através do mesmo denuncismo infundado que agora vemos a torto e "à direita" nesta campanha eleitoral. Que fique claro que as irregularidades deverão ser evitadas, investigadas e punidas exemplarmente, mas que em nome de um revanchismo político do PSDB e do PIG com suas maquinações o povo brasileiro não seja exposto a vexames perante o mundo. Hoje temos um país respeitado perante o mundo, pelo menos economicamente, não podem esses interesses nos tirar a chance de sermos respeitados também como povo.

  • O dilema do Serra é que, pra diminuir o tamanho da derrota que vai ter, precisa fazer campanha pra Dilma. Quer dizer, quando faz campanha contra a Dilma, fortalece a campanha da Marina, correndo o risco de ser ultrapassado por esta. De modos que acho que faz sentido o que vc diz em seu texto, no que diz respeito a existir possibilidade do Serra não usar mais bala de prata. Mas, para o PIG, como diz a Carta Maior, a bala de prata agora parece ser verde…

  • Eduardo, concordo mais ou menos com você: ou a claque do pífio e inepto candidato conservador lança, agora no final, um míssil com uma ogiva de muitos megatons, ou suas habituais balas de prata, chumbo, latão ou o metal que for, sequer arranharão a candidatura Dilma… Então, provavelmente, teremos mais uma semana em que os factóides demotucanos serão fomentados ao extremo por essa nojenta mídia que aí está, mas sem fatos (ou factóides) novos… Temos de aproveitar esse tempo para apoiar da forma mais explícita possível o Mercadante; haver um segundo turno em São Paulo seria outra grande vitória sobre o demotucanato e, provavelmente, traria mais ânimo e fôlego novo a quem, efetivamente, quer tirar nosso pobre estado das mãos dessa cambada de incompetentes… Na quinta-feira, fui ao ato público no Sindicato dos Jornalistas de metrô. Era hora do rush. Sinceramente, até agora estou me perguntando como é que gente que usa regularmente o metrô nesses horários de grande movimento, pode continuar votando no PSDB… São Paulo precisa se dar conta do prejuízo, da desvantagem e do atraso que os demotucanos já trouxeram a este nosso pobre estado, nos últimos dezesseis anos!…

  • A única bala de prata realmente capaz de virar o jogo é Lula fazer um pronunciamento à nacao, no jornal nacional de quinta feira, revelando a verdade: ele é serra com uma mascara de borracha de Lula!
    Lula nos enganou o tempo todo!! O melhor governo da história deste pais foi serra quem fez, travestido de Lula , para nao chatear fhc!

  • Caro Eduardo, o maior problema da Dilma não será bala de prata.
    O grande problema será a forma de votação.
    Nesta eleição o eleitor dará 6 (seis) votos:

    Voto 1 – Dep. Estadual;
    Voto 2 – Dep. Federal;
    Voto 3 – Senador (I)
    Voto 4 – Senador (II)
    Voto 5 – Governador
    Voto 6 – Presidente.
    Sabemos que o forte do eleitorado que se dispõe a voltar na Dilma, sequidores e admiradores do Lula, não dispõem de um largo conhecimento informativo, logo, poderão ser levados a perderem seus votos se não forem bem trabalhados e informados.
    Este raciocinio, suponho, verdadeiro.
    Seria bom que os ordenadores da campanha da Dilma tomarem as devidas providências.

  • Acho que vão aprontar,ontem meu marido recebeu um e-mail onde aparece a foto de uma mulher dizendo que teve um acaso com Dilma. Esse pessoal é sujo demais não devemos confiar. Estou muito ancisa que cheque o dia 3 de outubro.

  • Caro Eduardo,
    Os caras estão "amarelando", Nunca um Jornal Nacional poderia, em tempos idos, noticiar a capitalização da Petrobrás como fez ontem. Isso leva água para o moinho de Lula e Dilma. Sei não, acho que estão quase chegando naquele ponto de: vão-se os anéis mas ficam-se o dedos. Quem viver, verá.

  • Edu,

    O Estadão acabou de declarar em quem não vota!!!!

    “O único dado alentador, no momento, foram as declarações de Dilma em defesa da liberdade de imprensa. A candidata não só tornou a repetir a boutade de que o único controle social da mídia que aprova é o controle remoto do televisor, como prometeu que, se eleita, não tentará impedir que a imprensa fale dela o que bem entender. “No máximo”, antecipou, “vou dizer: está errado, por isso, por isso e por isso.” É esperar que a sua posição prevaleça, se ela for a próxima presidente – que esperamos que não aconteça. ”

    Repetindo:

    É esperar que a sua posição prevaleça, se ela for a próxima presidente – QUE ESPERAMOS QUE NÃO ACONTEÇA.
    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100925/

  • Eu não duvido de nada vindo dos tucanos, ainda mais diante de uma campanha política das mais sujas, onde a mentira e a calúnia contra o PT e Dilma se sopreporam as propostas de governo. Espero que os benefícios alcançados pelo presidente Lula nestes quase oito anos de governo não sejam esquecidos pelo povo e que consagrem em 03 de outubro o nome de Dilma como a nova presidente do Brasil.

  • Edu, está circulando uma notícia dando conta de que O ESTADÃO vai declarar apoio ao Serra. Se este fato for a tal bala de prata, creio que o tiro vai sair pela culatra, porque as pessoas vão se convencer de que todas as notícias negativas contra Dilma e o PT dadas pelo jornal tinham viés partidário e, portanto, não são dignas de crédito.
    Por outro lado, o poder de penetração da mídia escrita é restrito a um pequeno número de eleitores, que, por serem mais esclarecidos politicamente, têm espírito crítico, e não são aquelas maria-vai-com-as-outras como imagina o PIG.

  • Gostei do texto, Edu, e gostei tb da "tucanada à la folha": ""última "bala de prata" ( esse termozinho vai acabar entrando pro dicionário como 'oficial', de tanto que é usado em eleições) contra Dilma não está confirmado, mas tampouco está descartado"", rs. Boa, muito boa. Pois é, Eduardo, tudo pode acontecer ( afinal, Kamel é Kamel – me refiro ao "jornalista", não ao ator -, e perdido por um, perdido por mil), mas tb pode acontecer nada ( conforme vc bem explicou). Enfim, o negócio é trabalhar para a Dilma até a véspera da eleição e com toda confiança, sem temor e sem preocupações com as atitudes midiáticas, confiamos na vitória e pronto. O dia 03 de outubro, assim esperamos, será o dia da redenção para todos nós!

  • Caro Eduardo Guimarães
    Lúcida sua análise! Mas destaco que a suja campanha contra Lula-Dilma por Veja, Folha, Rede Globo/O Globo e dito "Estadão" ganhou certa autonomia com relação ao fraco candidato Serra. Ele pautou a campanha dos cinco órgãos contra Lula-Dilma, mas também teve sua campanha por eles pautada. A tal "bala de prata", que de prata nada terá, caso venha a ser atirada, poderá vir sem prévio conhecimento de Serra que, provavelmente, dela se aproveitará, se enxergar uma chance de, com ela, levar as eleições presidenciais para o segundo turno. Serra tem um núcleo duro em sua campanha, pró-calúnias sistemáticas contra Lula-Dilma nesa fase final, que, ao que parece, não conta com a concordândia de seu marqueteiro. O tal núcleo duro quer levar para a propaganda eleitoral oficial de Serra qualquer denúncia, por mais inverossível que possa parecer, mesmo sob risco de interdição da Justiça Eleitoral.

  • Acho que a canalhada deve está preparando alguma faz parte do “modus operandi”. Devemos ficar atentos e não esquecer dos votos para o congresso. Eu por aqui de Welighton Dias e Antonio José Medeiros para o senado, Antônio Neto para deputado federal e Francisco guedes para estadual. Puro sangue e a onda vermelha que veio para ficar e deixar a canalhada enlouquecida. Vai falta Lexotan na praça…..hehehehe

  • Edu!!! se te mandaram e mail….=porque o MSN….incomoda!! como diz a biblia= a VERDADE VOS LIBERTARA*EU NUNCA DUVIDEI DA SUBIDA DO MERCADANTE.faço parte desta luta como funcionario estadual…o cara tem 11 partidos o funcionalismo em peso… a policia civil militar…blogosfera…militancia..entidades sociais….sindicatos….favelados queimados!!!!aposentados pensionistas do estado mais a Dilma e nosso COMANDANTE O GENERAL LULA DA SILVA/ avante Mercadante*

  • Caro Edu, temos todas as razões do mundo para ficarmos preocupados com as mídias. Não sou partidário de teorias conspiratórias mas minha maior preocupação agora é com os TREs, TSE e STF, as benditas urnas eletrônicas e a possibilidade de manipulação na tabulação de dados, uma vez que ninguém até agora provou que as urnas são 100% confiáveis e os responsáveis que as manipulam desde a recepção das urnas nos TREs, a tabulação e a transmissão dos dados até a ponta final TSE, idem. Além disso são gigantescos os interesses econômicos, políticos e de classe social na luta pelo poder, e o nosso judiciário não é exatamente um poder apartidário, incorruptível e 100% confiável.

  • Acredito que o projeto bala de prata que estava sendo preparada, sem dúvida nenhuma, poderá ser abortada sim. O Lula colocou essa questão na ordem do dia, e sinalizou que não mais aceitará o jogo sujo calado. O cara tem 80% de aprovação! Em certas camadas do povão ele é considerado santo, imagina um confronto aberto, sem o pig contar com os militares como antigamente. É só lembrar dos populares que atacaram carros da Globo na época das Diretas-já. A Veja por exemplo entrou nessa briga com o presidente fazendo uma capa tão ridícula quanto estéril. Deixou passar a oportunidade de requentar mais um "escândalo"

  • Não é mais viável a tentativa de uma Bala de Prata, acabou o jôgo.
    O que veremos agora, será o desembarque da campanha do Serra, o PIG vai amenizar as críticas ao PT e a Dilma, pois a vitória de Dilma são agora favas contadas, assim que agora tentarão salvar os dedos.
    O objetivo agora será de tudo fazer para que a Dilma não aprove uma Lei dos Meios, pois se o fizer, o PIG vai perder os dedos.
    Vamos aguardar, pois devagar também é pressa e vingança é um prato que se come frio.

  • Caros amigos: Acredito que a verdade das pesquisas começará a prevalecer para o governo de São Paulo, tentaram demonstrar uma vitória fácil até a última semana. Para não cairem em total descrédito, ao longo da próxima semana começarão a entregar os pontos, ou seja, o segundo turno no reduto tucano é muito provável. A partir daí seria uma nova eleição com tempos iguais na TV e a dupla Lula/Dilma atuando como cabos eleitorais. Em todas as pesquisas presidenciais, o Vox Populi se antecipou aos demais institutos, certamente teremos uma virada em SP. sds

  • ah Eduardo, acho que você está sendo muito otimista… não vão recuar…só não sei se a bala de prata vai atingir o alvo…veja o que o Poder On Line acabou de publicar:

    "De acordo com o sociólogo Antônio Lavareda, o tom do noticiário durante a próxima semana será fundamental para empurrar a eleição para o segundo turno. Se as notícias continuarem desfavoráveis ao governo, sobretudo com novas denúncias, é quase certo que o eleitorado de Dilma poderá diminuir mais.

    Com base nas pesquisas do Datafolha e do tracking do Vox/Band/IG, Lavareda constata que a candidata do PT cai 0,3 ponto percentual a cada dia:

    – Logo é possível, se os números estiverem corretos e a tendência se confirmar, falar em menos 3 pontos até o dia da eleição e aí teremos segundo turno.

    Lavareda sublinha, obviamente, o peso do noticiário televisivo, em especial o Jornal Nacional, da Rede Globo. Para ele, o conjunto do noticiário terá tanto peso quanto os dois últimos debates."

      • Em 27/05 Lavareda dizia que a campanha seria acirrada e que Serra cresceria com os programas de TV…como é boa a internet, podemos ver como estes torcedores que fingem ser analistas não sabem nada.
        O 0,3 %/dia que ele fala deve ter como base um ¨56% (em 07 de set.) que a Dilma atingiu no tracking, mas, que eu mesmo sendo eleitor e torcedor dela jamais acreditei, estes 56 foram efeito do feriado prolongado (alguma distorção ou até mesmo erro de apuração). Depois de todo este bombardeio midiatico, no máximo a Dilma perdeu um pto, o que equivale a 2% dos seus votos. Para ir pro segundo turno ela precisa perder 10% dos seus votos. Acho dificil
        Mas, não é momento de baixar a guarda, e vou fazer a nossa parte e lutar pela vitória no primeiro turno.

    • O Sr Lavareda esteve ausente do Brasil nos últimos 40 dias? 0,3%X40= 12%. Eu acredito que o bombardeio vai continuar, mesmo que seja como bater em ferro frio.

    • Concordo plenamente. Lula bateu de frente com o PIG de forma providencial e na hora certa. A voz de um presidente com 80% de aprovação potencializou demais a voz da blogosfera progressista. Isso certamente contribui pra fazer água nos planos finais do PIG. Por isso, acho que Edu tem razão, porque de outro modo, não acho que eles desistiriam até o último minuto.
      Agora deixa eu comemorar o meu feito: no sindicato dos jornalistas consegui tietar o Eduardo Guimarães dando-lhe um abraço. Ok, me senti completamente ridículo, mas isso não importa, aquele abraço foi uma forma de demonstrar a grande admiração que lhe tenho e o quanto desejo a você e a sua família toda a saúde e felicidade do mundo, pra que a gente possa contar com a sua honestidade e a sua sabedoria por muitos e muitos anos ainda.

  • Eduardo, acabo de lê no Blog do Cláudio Humberto algo que se encaixa na sua terceira possibilidade, o ´titulo do texto é: "Delicadeza" de Dilma atormenta os assessores. A palavra delicadeza entre aspas para enfatiza o contrário.
    Aceito o que você disse, mas acho que a TV Globo não vai desistir tão fácil assim, mesmo sabendo que o tiro pode sair pela culatra. A manipulação do telespectador faz parte do organograma da tv dos Marinhos.

  • Edu. Concordo com você e acho pouco provável alguma bala de prata a esta altura do campeonato. Qualquer coisa que tivesse realmente consistência, certamente já teria vazado. Se fosse referente a terrorismo ou caráter já teria sido explorado, e quanto á dados sobre orientação sexual, acho que depois daquela campanha infeliz que o marketeiro da Marta fez com o Kassab e ocasionou uma fuga de votos, acho que ninguém mais vai usar esse tipo de expediente pra denegrir ninguém. Se fizer isso aí é que a campanha do Zé- pedágio atinge a camada pré-sal (porque no fim do poço ele já está!

  • A bala de prata se chama Marina Silva. Prestem atenção no desempenho dela e verão que ela está assumindo com determinação esse papel de bala de prata.

    Atenção à biografia da cidadã.

  • Pois eu "declaro" que A BALA-DE-PRATA SERÁ USADA SIM, ESSES DOENTES NÃO RESISTEM, EMBORA TORÇA PARA ESTAR ERRADO. Ao contrário de você, acho que a ditadura midiática é bem mais burra do que pensamos, seus "senhores-de-engenho" movem-se muito mais por seus preconceitos e crendices, do que por possíveis opiniões de marqueteiros(que nem se sabe se terão coragem de expressá-las, afinal "conhecem o seu gado"). Alguém, em sã consciência, poderia admitir que os Marinhos ou Otavinho "Ditabranda" iriam aceitar, nem que por um breve momento, que nós(a "gentalha")mostramos superioridade intelectual tão contundente a ponto de não sermos abalados POR UMA DOS MAIORES BOMBARDEIOS DIFAMATÓRIOS JÁ VISTOS NA HISTÓRIA DAS COMUNICAÇÕES EM TODO O PLANETA? Antes disso, eles pedem os sais, entram em alguma fantasia esquisofrênica sobre como convencer o "povão" e liberam suas taras através dos "jornalistas" amestrados de plantão. Não tenho a menor dúvida. Continua…

  • Edu, eu acho que a bala de prata já foi disparada. E foi no comício de Campinas. No momento em que o Estadão se obriga a dizer que sim tem lado, logicamente todo o povo que souber vai associar essa posição ao que tem visto, lido e ouvido nos outros velhas mídias. E aí, seguindo esse raciocínio bem básico, Lula vai ter razão, outra vez.

    Pelo traking de hoje já se vê que a mulher que já foi vermelha, agora é verde mas se presta mais a laranja, a ex-Marina, está tirando votos de serra. Dilma continua lá com os 50%. A campanha favorável a Marina vem de duas semanas no Globo e pouco conseguiu. Os anti-petistans cariocas não votam nela por associação ao Gabeira e Cesar Maia. Votam em Plínio. Alguns em Serra. Então quem perde com a "bala verde" é o Serra. Muita gente já previa um crescimento dela na reta final, mas não creio que, a estas alturas seja suficiente prá abalar a tendência.

  • Continuação : E pode ter certeza que a "bala-de-prata" versará sobre algo mais sensorial do que denúncias de corrupção distantes ou vazamento de informações de Imposto de Renda(que não é declarado/pago pela maior parte do país, isento por não auferir a renda mínima obrigatória). Dessa vez, os latifundiários eletrônicos, e seus miquinhos amestrados de gravata, atacarão Dilma sobre coisas mais "simples", que falem direto a toda a população : Talvez através da religiosidade ou do aborto ou ainda alguma "denúncia" sobre a participação de Dilma na resistência aos monstros torturadores e assassinos da ditadura(resistência da qual ela só participou na militância política de uma organização, nunca realizou ações armadas; embora, se o tivesse feito, seria MOTIVO DE ORGULHO para todos os brasileiros). TENHA CERTEZA, A "BALA-DE-PRATA" OCORRERÁ(PROVAVELMENTE NA SEGUNDA, PARA DILMA IR ABALADA AO "DEBATE" DA GLOBO); MAS NÓS ESTAREMOS AQUI PARA REFUTÁ-LA, APONTAR SEUS REALIZADORES E EXIGIR QUE SEJAM MANDADOS PARA A CADEIA.

  • Prezado Eduardo: É preciso não subestimar aqueles que aprontam sujeiras.A eleição é no dia 3 de outubro.Precisamos dormir com um ôlho aberto e outro fechado para não sermos pegos de surpresa.
    Só poderemos dizer que a bala de prata não existe após as 18::00 horas do dia 3 de outubro e mesmo assim fica a pergunta : onde está o comprovante do voto do eleitor?

  • Eduardo, eu concordo com a maioria de suas idéias e respeito o seu trabalho. Concordo também que a Imprensa exagera suas críticas contra o Governo do presidente Lula. Mas também do lado de cá temos problemas que precisam ser resolvidos. O Vampiro de Curitiba, por exemplo, está fazendo críticas graves contra o Luis Nassif e me parecem ser verossímeis. Não vi o Luis Nassif responder nada até agora. Então eu acho que não devem ser cometidos exgeros de nenhum lado, isso não leva a nada.
    PS: Acompanho sua luta pela saúde de sua filhinha e rezo sempre por ela.
    Abraços!
    Nanci

  • Edu,

    Agora à noite passou uma inserção da Dilma afirmando que as promessas de alguns polítcos sobre aumento salarial é tão falsa quanto uma nota de 600 reais.

    Outra diz que voltar ao passado é fazer com que 14,5 milhões de pessoas percam o emprego.

    ESTA ÚLTIMA SEMANA DE CAMPANHA VAI SER PAULEIRA!!!!

    • Eu, sinceramente não acredito, pois eles desceram a lenha no Presidente o tempo todo e na Dilma de uns 60 dias para cá foi só Pauleira. O que eles conseguiram? Nada né. O Zé Serrote cada dia cai mais. Eles estão tentando encher a bola da Marina Traira, mas os pontinhos que ela está conseguindo está subtraindo do Serra. Esta Mídia tem uma coordenação. Mas, são um bando de imbeciis, pois se eles tivessem alguém que lhes dissessem: Opa, vamos mudar o discurso, vamos deixar este Serra de lado, pois o cidadão não tem futuro. Pronto, o sofrimento teria sido muito menor. Agora vejam a situação! Eles vivem mamando nas tetas do Governo e Lula pode dizer, vocês são um bando de traidores e vão morrer a mingua! Mas, ambição e desejo de mando é que levaram-nos pro buraco!

  • A análise é bastante lógica e retrata bem a dinâmica da campanha. Só acho, porém, que se Serra fosse eleito não teria uma resistência assim tão grande do parlamento, pois certamente grande parte dos parlamentares do “time de Lula e Dilma” eleitos adeririam rapidinho ao novo rei. Essa tem sido a tradição do congresso.

  • Eduardo,
    Sei não, tenho cá pra meus botões que esta repentina “ estiagem” de denúncias, esta dos dois ou três últimos dias, deve ser resultado de pressões de anunciantes. Resta lembrar que há anunciantes dos dois lados da questão. Os que são pró Dilma não devem gostar das posturas dos nossos jornalões. Como disse alguém, pesou no bolso….mas, penso que eles não desistirão. Só serão mais cuidadosos ao apontar a mira.

    • Eu tenho outra teoria. Eu acho que eles chegaram ao final. Como tentaram denegrir a imagem do Presidente nestes quase 8 anos talvez eles podem estar pensando vamos baixa a artilharia e tentar fazer um acordo. Pois, vocês podem ter uma certeza será muito ruim para eles o pós eleição. Imaginemos a seguinte situação: eles sabem que A Dilma vai ganhar mesmo, não tem Marina traira que dê jeito. Vocês já imaginaram depois do dia 04/10 como será o posicionamento da Mídia ante o Governo Lula. O Presidente simplesmente pode alegar – Amigos, amigos, inimigos, inimigos. Eles tentaram e não conseguiram, então……E a saia justa, como fica?

    • Apesar de participar do MSM desde o início, somente estive com o Eduardo uma única vez, no evento no auditório da CUT no Rio de Janeiro. Não dei um abraço, mas um aperto de mão. Valeu ! Espero que o Edu possa vir mais vezes no Rio. Aí sim, darei um abraço também !

  • Edu, vc já viu o editorial do Estadão assumindo q apoia a candidatura do Serra? Acho q será o editorial de amanhã q já foi liberado na internet.

    "Com todo o peso da responsabilidade à qual nunca se subtraiu em 135 anos de lutas, o Estado apoia a candidatura de José Serra à Presidência da República, e não apenas pelos méritos do candidato, por seu currículo exemplar de homem público e pelo que ele pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos. O apoio deve-se também à convicção de que o candidato Serra é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País."
    http://www.estadao.com.br/noticias/geral,editoria

      • Não é bem um "País", é um principado. O principado de São Paulo.
        Assim mesmo, esse grande risco provavelmente diz respeito às relações entre o governo paulista e o Estadão.

    • to vendo agora que a Folha virá amanhã com um editorial sobre o mesmo assunto.

      o que assusta é a ameaça que este folhetim faz a Lula e Dima.

      Do Terra: Ao final do editorial, o jornal afirma que "tentativas de controle da imprensa" serão repudiadas: "Fiquem ambos advertidos, porém, de que tais bravatas somente redobram a confiança na utilidade pública do jornalismo livre. Fiquem advertidos de que tentativas de controle da imprensa serão repudiadas – e qualquer governo terá de violar cláusulas pétreas da Constituição na aventura temerária de implantá-lo". http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/notici

  • Alguém já se preoucupou em estimar o número de abstenção provocado pela obrigatoriedade de portar um documento com fotografia para poder votar.
    Isto pode ser a "bala de prata" para levar as eleições para o segundo turno.

  • Quero cumprimentar o Estadão por finalmente ter saido do armário e por ter feito o que a Globo, a Folha e a Veja não tem coragem de fazer.

    Finalmente posso dizer aos amigos que duvidavam daquilo que me parecia tão obvio: Eu te disse, eu te disse…

    No mais podem chorar bastante porque o cotovelo está doendo muito.

  • Boa noite a todos.

    Dilma ganha a eleição. A sua primeira medida será .O governo federal a partir de agora só fará propagandas na tv pública e em horário disponibilizado gratuitamente. Pergunto . O governo pode fazer isso? Se pode não seria um verdadeiro tapa na cara dessa midia?

    • Não acho correto. O Estado não pertence a Lula, a Dilma ou a Serra. O critério deve ser o do interesse público. As verbas de publicidade oficial devem ser empregadas nos veículos de maior audiência, mas, também, de forma a estimular a pluralidade informativa. Aí, sim, será possível parar de investir só no PIG. Aliás, é o que Lula tem feito. No tempo de FHC, cerca de 500 veículos dividiam as verbas oficiais federais; hoje, são mais de 5 mil

  • Todo cuidado é pouco. O Marcelo Itagiba, cão de guerra do Zé Serra, ainda não deu as caras na campanha. Ele foi o idealizador e condutor da “Operação Lunnus” que em 2002, tirou a Roseane do caminho do Zé Pedágio. É a dupla perfeita nenhum dos dois tem qualquer tipo de escrúpulo.

  • Eduardo, não me engano; como trabalho com números, apos ler seu texto resolví me ater apenas ao titulo – Haverá uma última bala de prata? Respondo: HAVERÁ SIM, E HÁ TEMPO DE PELO MENOS UMAS 4 OU 5 E SEM DÚVIDA NENHUMA HAVERÁ UMA SEXTA, QUE CERTAMENTE SERÁ UMA BALA PERDIDA.

    E sinceramente espero que você também não se engane. NÃO ESPERE DE BESTAS HUMANAS ATITUDES RACIONAIS, POS BESTAS NÃO PENSAM.

  • Uma perguntinha básica para meus amigos daqui: O Jornal Estadão permite que seus repórteres e jornalistas tenham posições políticas diferentes das do dono? Que aconteceria com algum que discordasse? Existe liberdade lá dentro?

  • Eduardo, meu modesto comentário ao editorial de hoje do Estadão, onde esse jornal assume sua preferência por Serra:
    "Luiz Inácio Lula da Silva está chegando ao final de seus dois mandatos com níveis de popularidade sem precedentes, alavancados por realizações das quais ele e todos os brasileiros podem se orgulhar, tanto no prosseguimento e aceleração da ingente tarefa – iniciada nos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique – de promover o desenvolvimento econômico, quanto na ampliação dos programas que têm permitido a incorporação de milhões de brasileiros a condições materiais de vida minimamente compatíveis com as exigências da dignidade humana." Concordo plenamente com isso. Todo o resto é blá-blá-blá de imprensa partidarizada, sim, da qual vocês são parte importante. O Brasil não pode continuar tendo informações pela metade, tendo acesso somente ao que interessa às oito famílias que detem o oligopólio informativo no país. Vocês têm um papel social e esse comportamento de atender somente a interesses privados tem de acabar, sob pena de transformarmos o Brasil numa empresa familiar, onde meia dúzia mandam e o resto obedece sem questionar. O povo brasileiro, finalmente, se libertou do jugo da burguesia midiática e vocês, queiram ou não, terão de se acostumar com isso! Viva Dilma e Lula!

  • Eduardo, dei uma risada gostosa lendo o texto, concordando. Mas entendo que no fim de seu texto você "folheou", tal qual o texto da ficha falsa da futura presidenta. Parabéns pela sua luta cidadã!

  • Ainda assim tentarão. Por outro lado, FHC se contorce de inveja. Quando ele obteve, em 2002, o título de Dr. Honoris Causa pela Univ. de Oxford, a “isenta” TV Globo – que há 8 anos escamoteia todas as homenagens internacionais ao presidente Lula – fez cobertura digna de um casamento real. Para o brasileiro simples, porém observador, FHC visivelmente “inchou” quando o “mortar board” lhe foi à testa. O eterno enamorado de si mesmo, em nova entrevista, lá fora, repetiu que tudo de bom que ocorre no Brasil atual deve-se às suas iniciativas. Qual o mérito do Lula? Não ter movido uma palha para alterar os rumos que ele, FHC, traçou. É piada! Se assim o fora, a oposição GOLPISTA deveria aderir ao Lula. De tanto insinuar que o povo é burro, o narciso desvairado, com o seu riso de canto de boca, ficou a falar sozinho por aqui e é refugado pelos aliados até na propaganda na TV. A entrega que ele fez do patrimônio nacional a grupos de dentro e fora do país, ACUMPLICIADO à VELHA MÍDIA, incide na mais abjeta traição ao Brasil. A História clamará sempre contra a impunidade deste crime de lesa-pátria.

  • Espero que tenha sobrado uma bala e que o PIG use esta bala para acertar a sua própria cabeça.

    Dia 03 de outubro votarei na Dilma, que vencerá no primeiro turno. Votarei no Mercadante, na Marta e no Netinho.

    Em São Paulo vai dar segundo turno, para o desespero do PIG.

  • é hora de denunciar ..o assunto é grave ..O editorial do Estadão não trata de mera opinião ..aquilo é abuso de poder econômico, arbítrio, uma violência assimétrica que atenta contra a NOSSA democracia (imagine se a moda pega em outros jornalões e/ou concessões – vide BAND ?) ..cadê a parte contrária, a defesa do OFENDIDO, o debate?

    ..chega de editoriais que se valem da MORDAÇA ..Temos que continuar a lutar por um código de ética pra imprensa LIVRE ..lutar pra que tenhamos órgãos voltados a informação e não mais a deformação e/ou manipulação da opinião pública

    • http://www.viomundo.com.br/tv/urna-eletronica-cai

      HACKERS, FRAUDE, DADOS ADULERADOS….. E L E I Ç Ã O
      .
      .
      O voto pode e deve sim ser impresso mas não para o eleitor levar para a casa e o "coroné" conferir. O voto deve ser impresso para conferência, sendo depósitado imediatamente e impresso em uma urna convencional (sem identificação do eleitor, só do voto) para conferência da urna (não do eleitor!) em caso de suspeita de FRAUDE eletrônica !!!
      .
      .
      Por que será que sempre que compramos alguma coisa com cartão de débito ou crédito sai um papelzinho?
      .
      .
      É para AUDITORIA em caso de pane eletrônica ou FRAUDE. Tão comum hoje em dia pelos famosos HACKERS.
      .
      .
      Um papel dá pra conferir, um "byte" adulterado não.
      .
      .
      Defender a não possibilidade de conferência é coisa orquestrada de quem pretende dar o golpe na vontade popular pela fraude eletronica na votação.
      .
      .
      Medo de conferência? Quem não deve não teme !
      .
      .
      A quem interessa um sistema que não se pode garantir em caso de fraude? Ao povo é que não é…
      .
      .

  • Eles poderiam plantar uma mala de dinheiro sujo na bagagem de DILMA. Não, ese golpe está muito manjado. Talvez derrubar um avião com trezentas pessoas abordo. Mas esse também já está manjado. O medo que dá é eles forjarem um vídeo mostrando DILMA recebendo dinheiro de algum empreiteiro. Até ser desmontada a farsa, a eleição já foi. A propósito, meu voto será (independente de qualquer golpe sujo): senador 1ª vaga: Wilson Santiago nº 151 (PMDB/PB); senador 2ª vaga: Vital do Rego Filho nº 155 (ambos pra derrotar o coronelão Efraim Morais do demo e o tucano Casse-o "ficha rasurada" Cunha Lima; Governador: Zé 15 e Presidente DILMA 13.

  • Eu acho que o PIG e a campanha do Serra vão usar sim sua última "bala de prata" contra a candidata Dilma.

    – Sobre a "bala de prata" do consórcio oposicionista demo/tucano/pig, tenho 4 hipóteses:

    1.- Vão tentar fazer alguma denúncia sobre o passado político de militante de esquerda da Dilma durante a ditadura militar, com gente morta ou ferida;

    2. Vão tentar atacar a vida pessoal e a honra da candidata Dilma com alguma armação;

    3.- Inventarão algum "escandalo bomba" na tentativa de envolver alguma ação da Dilma no Ministério das Energias ou na Casa Civil.

    4.- A direita inventará um "atentado" grave contra algum bem público, com mortos ou feridos e o PIG atribuirá a culpa do suposto atentado ao PT ou algum militante do PT. Esse acidente com a "blusa" no Metrô paulistano dia 21 de setembro foi muito estranho, pareceu a preparação de alguma coisa.

  • Eduardo, veja o que encontrei no blog do streck, postado em 27.09.2010:

    "" Bomba

    Por telefone de Brasília contaram-me que está para explodir uma bomba no próximo fim de semana, mas bomba arrasa quarteirão. Ouvi detalhes e acho forte demais para ser verdade.""

    Clique:

  • de última hora.

    a oposição vai pro tudo ou nada.

    e leva menos que nada.

    ..

    dia quatro de outubro. o mais tardar em novembro. depois do segundo turno. pra não atrapalhar a vitória de mercadante..

    a gente pode discutir a lavagem de dinheiro denunciada.. com provas.. por amaury ribeiro jr.

    verônica. filha-sócia de serra.

    e verônica. irmã-sócia de dantas.

    sócias no crime. lavagem de dinheiro.

    ..

  • Creio que sim. A Veja vai trazer nesse final de semana uma capa com Marina Silva. Na mesma revista uma reportagem informando que um grande saco de dinheiro foi encontrato no terceiro andar do palácio do Planalto, E vai mostrar a fotografia que o Delegado Bruno vai permitir que se fotografe.

Deixe uma resposta